Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Lisanil da Conceição Patrocínio Pereira

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • i mostra científica de povos tradicionais, quilombolas e indígenas do estado de mato grosso: campus universitário na praça e feira do conhecimento das escolas.
  • A I MOSTRA CIENTÍFICA DE POVOS TRADICIONAIS, QUILOMBOLAS E INDÍGENAS DO ESTADO DE MATO GROSSO: Campus universitário na Praça e Feira do Conhecimento das Escolas, terá abrangência estadual e pretende ser um espaço de apresentações dos trabalhos científicos das escolas e das universidades: Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Os municípios que compõem o projeto são: de Barra do Bugres, Cuiabá, Cáceres, Confresa, Chapada dos Guimarães, Comodoro, Jangada, Juara, Nobres, Novo Horizonte do Norte, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Pontes e Lacerda, Santo Antonio do Leverger, Sapezal e Santa Rita do Trivelato. Mas nada impede a participação de mais municípios que queiram participar da Mostra.Este projeto prevê trabalhos de mobilização junto às universidades e às escolas públicas parceiras em projetos da CAPES/Pibid, preparação da equipe executora, orientação e organização da Mostra Científica e Cultural. Destaca-se que esta equipe tem trabalhado intensamente em vários projetos de extensão e pesquisa entre a Universidade e escolas públicas, projetos como PIBID/Capes, CNPq, PROEXT (Programa de Extensão Universitária) e projetos de fluxos contínuos da própria Unemat. Pretende-se incentivar que as experiências se utilizam de linguagens e tecnologias principalmente por meio de documentários a serem produzidos no decorrer da construção dos trabalhos a serem apresentados. Nessa perspectiva, os trabalhos científicos produzidos nas escolas serão apresentados pelos diferentes grupos, cada um trazendo suas riquezas e originalidade o que pode resultar em um novo panorama cultural e social. As ações realizar-se-ão por meio de conhecimentos científicos e artísticos, que possibilitarão uma análise crítica da realidade e do planejamento das ações pedagógicas e de práticas docentes em espaços escolares. Espera-se possibilitar uma articulação entre a universidade e escolas públicas, possibilitando o conhecimento do que é produzido na universidade, por meio das exposições dos trabalhos científico e cultural, por meio do envolvimento de professores e alunos. Assim, com esta Mostra buscar-se-á o impacto positivo ao apresentar para a população local a produção cultural e científica das escolas públicas e da Unemat. Deste modo, organizar-se-á atividades de ensino, extensão e pesquisa em escolas públicas parceiras de projetos com a Universidade e na própria universidade, em sala de aula e nos projetos de extensão e pesquisa, estas atividades versarão sobre a “Diversidade, Sustentabilidade do ambiente e do cidadão”. Para a realização deste evento contar-se-á com a parceria das prefeituras do município de Cuiabá e dos demais que compõem este projeto. Esta parceria envolverá a liberação de professores e alunos para a participação nas atividades, custeando os transportes, além da alimentação. Serão realizadas Oficinas com práticas educativas que potencializam o ensinar a dança e a capoeira, jogos e literatura infanto-juvenil, como recursos metodológicos para a prática pedagógica na escola na perspectiva da Educação Intercultural. Também ocorrerão a socialização das experiências pedagógica entre educadores populares, professores da Educação Básica (não indígenas e indígenas) e professores universitários, por meio de apresentações de banners, comunicações orais e palestras. Em 2017 realizamos a última Mostra Científica no Vale do Arinos (foram seis ao todo) e agora estamos nos propondo a realizar esta Mostra Científica e Cultural Estadual, depois do acúmulo de experiência. Este Evento valer-se-á de linguagens interativas como o brincar pedagógico, danças, saltos, capoeira, canto, de fazer circo e de interculturalizar com as crianças das escolas indígenas, do campo e da cidade, e estas, dividindo conosco suas danças e alegrias. Este projeto prevê trabalhos de mobilização junto à universidade e as escolas públicas parceiras em projetos da Unemat que são projetos fluxos contínuos da própria universidade, este trabalho envolve a preparação da equipe executora, orientação e organização da Mostra Científica e Cultural. Destaca-se que esta equipe tem trabalhado intensamente em vários projetos de extensão, ensino e pesquisa entre a Universidade e escolas públicas. A realização deste Evento compreenderá encontros para planejamento das ações com a equipe da universidade e com as escolas participantes para orientação e acompanhamento da produção das atividades que serão apresentadas nesta Mostra Científica. Serão no total 16 municípios participantes deste projeto, sendo eles: Barra do Bugres, Cuiabá, Cáceres, Confresa, Chapada dos Guimarães, Comodoro, Jangada, Juara, Nobres, Novo Horizonte do Norte, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Pontes e Lacerda, Santo Antonio do Leverger, Sapezal e Santa Rita do Trivelato. O público alvo deste projeto são alunos da Educação Básica (Ensino Fundamental e Médio), os Professores e Acadêmicos da UNEMAT, do campo e da Terra indígena, professores da Secretaria de Estado de Educação profissionais da Educação Básica envolvidos nas instituições sociais organizadas, tais como: grupos culturais, religiosos e artísticos, de Karatê, de capoeira, Casa de Umbanda; os profissionais da educação e os alunos das comunidades indígenas de várias etnias que são estudantes de graduação da Unemat no Campus de Barra do Bugres, sobretudo os Xavantes que estão espacializados em grande número no Araguaia matogrossense. A Mostra possibilitará aos estudantes da Educação Básica e do Ensino Superior uma vivência com o desenvolvimento de projetos de iniciação científica e terão como fio condutor a Base Nacional Comum Curricular, a interdisciplinaridade e a interculturalidade.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 20/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Lisanil da Conceição Patrocínio Pereira

Outra

Divulgação Científica
  • semana nacional de ciência e tecnologia 2022 “bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil”. ix kalunga: brasilidade: resistência e identidades ao ritmo do tambor. vii mostra científica e cultural do vale do arinos:
  • A SNCT “Bicentenário da independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” IX Kalunga: Brasilidade: Resistência e identidades ao ritmo do tambor. VII Mostra Científica e Cultural do Vale do Arinos: Campos na Praça. Esta SNTC pretende ser um espaço de apresentações de trabalhos científicos de escolas públicas do campo e da cidade e de três escolas indígenas da Terra Indígena Apiaká-Kaiabi, bem como da universidade. Além de exposições, socializara o conhecimento científico e cultural, sobretudo conhecimentos locais advindos da sabedoria popular que na academia é muito conhecida como educação popular e que também pode ser chamado de etnoconhecimento. O Evento vale-se de linguagens interativas como o brincar pedagógico, danças, saltos, capoeira, canto e de interculturalizar com as crianças das escolas indígenas, do campo e da cidade, e estas, dividindo conosco suas danças e alegrias. Este evento contribuirá com democratização do acesso à cultura, e o fortalecimento das tradições locais, através dos laços de pertencimento da cultura negra e indígena presentes nesta porção do território matogrossense e que historicamente foram excluídas (invizibilizadas) da produção cultural e científica. Pretendemos contribuir para a aproximação da Educação Superior com a Educação do Ensino Fundamental e Médio, fortalecendo a compreensão da oralidade, da leitura e a escrita, pois estes são processos que se conectam a diferentes áreas do conhecimento, e, a partir das leituras que a cultura e a ciência podem problematizar e propor ações didáticas contextualizadas, originais e interculturais. Compreendemos que ao aproximar a Universidade da escola pública nos reconstituímos na esfera docente porque partilhamos experiências e aprendemos uns com os outros, pois a realização desta SNCT constituir-se-á em percurso didático de disciplinas na graduação e de algumas escolas envolvidas na sua organização.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Liton Lanes Pilau Sobrinho

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • novas formas tecnológicas de resoluções de conflitos: do consumo sustentável ao tratamento do superendividamento
  • Na era da chamada 5ª Revolução Industrial, seres humanos se veem conectados a inúmeros sistemas inteligentes criados por empresas que visam fomentar a indústria e a eficiência enquanto ascensão comercial. Os consumidores, por outro lado, são hipossuficientes frente ao dinamismo do mercado e, por isso, demandam ferramentas tecnológicas hábeis a resolver os conflitos típicos das relações de consumo. Nada obstante, a interação da economia social e o meio ambiente suscita performances que acompanhem a evolução e as mudanças da vida em sociedade a fim de aliar o consumo sustentável com a educação financeira, sobretudo diante das ofertas de mercado. Por isso, a necessidade de criação de ferramentas tecnológicas, in caso, aplicativos, que facilitem e solucionem os conflitos intrínsecos ao mercado, ao cidadão enquanto consumidor e aos órgãos do Estado é urgente. Deste modo, a Lei nº 14.181/2021 que dispõe sobre o aperfeiçoamento da disciplina do crédito ao consumidor e sobre a prevenção e tratamento do superendividamento, bem como o Projeto de Lei nº 35.14/2015 que leciona sobre o comércio eletrônico e o consumido sustentável, são importantes aportes legislativos para serem trabalhados a partir da criação de formas alternativas de solução de conflito como a proposta apresentada. A educação financeira se monstra importante aliada a demonstrar que o consumo consciente respalda nos efeitos do clima e do meio ambiente, à vista de que empresas e consumidores detém a qualidade de evitar danos e criar obrigações capazes de transformar de forma consciente a realidade social nos diversos setores da sociedade.
  • Universidade de Passo Fundo - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Livia Alessandra Fialho da Costa

Ciências Humanas

Educação
  • religião na escola e na família: continuidades e descontinuidades em espaços de socialização
  • A pluralidade cultural, em particular a pluralidade religiosa, na escola e na família, tem exigido um olhar atento aos diversos processos de intolerância e de reprodução do preconceito e das desigualdades sociais na sociedade brasileira. Problematizar este fenômeno torna-se significativo, na medida em que a escola tem sido, muito frequentemente, lócus de conflitos que emergem na socialização/educação dos estudantes. Tais tensões nascem das diferenças entre os pressupostos da escola pública - diversa e plural - e as famílias. Trata-se de uma pesquisa etnográfica, desenvolvida em 4 escolas públicas, e envolvendo gestores, estudantes e suas famílias. Privilegia técnicas autobiográficas (autobiografia e histórias de família), além de outras técnicas (Censo, entrevistas, observações participantes). O estudo parte do pressuposto que investigar temas que dizem respeito à intimidade dos sujeitos (religião/crenças) exige a realização de uma pesquisa associando diferentes métodos e interrogando o lugar dos sujeitos nas diferentes esferas de socialização às quais eles pertencem. Do ponto de vista teórico, o projeto assume uma perspectiva interpretativa que compreende que ao investigarmos sobre religião, pluralidade cultural e escola, é preciso não perder de vista: 1/ que os processos de socialização devem ser inquiridos levando-se em consideração diferentes esferas onde estes se circunscrevem mais fortemente: na família, na escola; 2/ que os métodos de investigação devem considerar os diferentes níveis de atuação dos sujeitos, cujas narrativas podem revelar dados importantes da realidade estudada caso sejam compreendidas dentro do lugar que cada um ocupa dentro de uma rede de pertencimento. Trata-se de uma pesquisa envolvendo 4 escolas públicas. Como resultado prático, pretende-se publicar um e-book, voltado para as escolas, sobre (in)Tolerância e diversidade religiosa na escola.
  • Universidade do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lívia de Castro Magalhães

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • nascer antes do tempo: a prematuridade e suas consequências funcionais - dando voz a mães e crianças em tempos de pandemia
  • A prematuridade impacta nas taxas de mortalidade e morbidade de recém-nascidos. Embora avanços tecnológicos na neonatologia permitam a sobrevida de número cada vez maior de bebês, o acompanhamento dessas crianças é fundamental, devido ao risco de atraso em diferentes áreas do desenvolvimento. O Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC), condição que vem sendo associada à prematuridade, se caracteriza por déficits motores que impactam na rotina diária das crianças e suas famílias. Dificuldades funcionais na execução de atividades diárias e escolares, além de restrições à participação social, são queixas comuns nessa população. No Brasil, não há estudos sobre a relação entre prematuridade e TDC que visem compreender, do ponto de vista das mães e das próprias crianças, o impacto funcional do transtorno, especialmente no contexto de isolamento social imposto pela pandemia da COVID-19. Realizaremos estudos - metodológicos, transversal e qualitativos – com participação de 82 crianças prematuras e 82 crianças nascidas a termo, de 6-8 anos de idade, e suas mães. Os grupos serão comparados quanto a desfechos motores, sensoriais, cognitivos, no desempenho em atividades diárias e escolares e na participação social. Serão analisados fatores preditivos do TDC, as perspectivas das mães e crianças acerca da COVID-19, prematuridade e seus impactos na vida cotidiana. Para a coleta de dados serão utilizados questionários estruturados, semiestruturados e instrumentos padronizados. A Avaliação da Coordenação e Destreza Motora (ACOORDEM) será analisada quanto utilidade para detectar alteração na coordenação motora. A Canadiam Occupational Performance Measure (COPM), será traduzida e testada quanto a utilidade. Os resultados ajudarão a compreender as demandas reais dessas crianças, auxiliando gestores na distribuição de recursos e no desenvolvimento de estratégias mais assertivas, que reduzam limitações em atividades e restrição à participação ao longo da vida dessas criança
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lívia Gonçalves Magalhães

Ciências Humanas

História
  • memória e cidade: estádios de futebol no rio de janeiro niterói e são paulo (1937-1950)
  • Em março de 2020, o mundo viveu uma situação inesperada: a paralisação em função da pandemia de Covid-19, inclusive das competições esportivas. Por outro lado, o futebol ganhou nova importância: estádios, públicos e privados, foram adaptados e tornaram-se hospitais de campanha. Entre eles, dois grandes símbolos da identidade nacional brasileira e de nossa história futebolística: o Maracanã e o Pacaembu. O objetivo desse projeto é reconstruir as trajetórias biográficas dessas praças esportivas no âmbito de uma história social e cultural do futebol nas cidades de Niterói, Rio de Janeiro e São Paulo entre 1937 e 1950. Partimos do pressuposto de que os estádios desempenharam um papel crucial na difusão deste esporte no país e, por isso, sua importância transcende a materialidade arquitetônica, configurando-se como fenômeno socioespacial. Assim, parte-se do pressuposto de que através da recuperação das memórias, histórias e narrativas sobre as cidades, tendo os estádios como fio condutor, será possível lançar novos olhares locais a partir da sua inserção em um espaço-tempo futebolístico, contribuindo para uma maior compreensão do seu processo histórico e geográfico. Optamos o recorte geográfico por Niterói e São Paulo serem capitais estaduais e o Rio de Janeiro a capital federal do país no momento. Quanto ao recorte cronológico, o período de 1937 a 1950 nos permite pensar da ditadura do Estado Novo até 1950, ano de inauguração do Estádio Mario Filho, o Maracanã, na então capital federal e simbolizando novos projetos nacionais e internacionais no pós-ditadura brasileira. Hoje, no contexto de discussão pela privatização do Pacaembu em São Paulo, em que já ocorreu a privatização do Maracanã no Rio de Janeiro e vemos as disputas entre o governo estadual e municipal pelo Caio Martins em Niterói, esperamos que a presente proposta possa contribuir para demonstrar a importância dos estádios como patrimônio cultural material e imaterial para a cidadania.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Livia Izabel Bezerra de Miranda

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • reconhecendo os assentamentos precários de joão pessoa e de campina grande /pb
  • João Pessoa e Campina Grande / PB, apesar de apresentarem processos de urbanização de assentamentos precários desde os anos 1980, não contam com estudos amplos sobre estes assentamentos. O tema global da proposta é a produção e disponibilização de informações sobre os assentamentos precários. O tema específico se refere à transferência de tecnologias e de conhecimentos sobre estes assentamentos para apropriação por parte de agentes diversos, para que possam promover a adequação das condições destes assentamentos. O reconhecimento da insuficiência de estudos sobre os assentamentos precários em João Pessoa e Campina Grande configura-se como o problema geral e a questão específica refere-se à necessidade de disponibilização destes estudos de forma acessível a partir da transferência de tecnologias e de conhecimentos. O presente projeto tem por objetivo geral, identificar e caracterizar os assentamentos precários de João Pessoa e Campina Grande / PB quanto às suas condições urbanísticas, fundiárias, infraestruturais, sociais e ambientais; e, como objetivos específicos: (i) detectar e classificar assentamentos precários usando imagens de sensoriamento remoto e algoritmos de deep learning; (ii) estruturar Sistemas de Informações Geográficas (SIG) sobre os assentamentos; (iii) produzir Atlas da precariedade dos assentamentos; (iv) criar Plataformas Virtuais Colaborativas com SIGs e estudos, abertas à colaboração dos usuários; (v) transferir tecnologias e conhecimentos para atores diversos. A estratégia metodológica articula os objetivos de caracterização dos assentamentos, de criação de SIGs e Plataformas Virtuais e de transferência de tecnologias e de conhecimentos. Os temas propostos integram as Áreas de Tecnologias Prioritárias do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações para o desenvolvimento sustentável e para a qualidade de vida. A proposta está no nível TRL3 de Maturidade Tecnológica, há inovações e possibilidades de geração de patente da Plataforma Virtual.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 26/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lívia Maia Pascoal

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação da eficácia da fotobiomodulação transcutânea, por meio do ilib, no reparo tecidual da úlcera do pé diabético em pacientes com o diagnóstico integridade tissular prejudicada.
  • Pacientes diabéticos podem desenvolver complicações vasculares que favorecem a ocorrência do diagnóstico de enfermagem (DE) Integridade Tissular Prejudicada (ITP) e aumentam o risco da úlcera do pé diabético (UPD), o que pode incapacitá-los e gerar impacto socioeconômico. A identificação e tratamento precoce desses pacientes proporcionam cuidado direcionado. A utilização de DE durante a assistência ao paciente com UPD favorece o raciocínio clínico, assim, estudos de validação de diagnóstico contribuem para determinar indicadores com melhor poder de predição e auxiliar enfermeiros no processo de decisão diagnóstica e escolha de intervenções. Ademais, o uso de abordagens terapêuticas que melhorem o processo de regeneração tecidual da UPD, com menor tempo de cicatrização, contribui para prevenir amputação do pé diabético. Tem-se como hipótese: a terapia fotobiomoduladora transcutânea, por meio do ILIB modificado, é eficaz no reparo tecidual de pacientes com UPD que apresentam o diagnóstico ITP. O efeito fotobiomodulador da laserterapia vermelha promove relaxamento do vaso, melhora o fluxo sanguíneo e oximetria dos tecidos, contribuindo para reparação tecidual. Será desenvolvida uma pesquisa multimétodo dividida em 2 fases: 1- Revisão do diagnóstico de enfermagem ITP, a partir do processo de validação de DE em 3 etapas: análise de conceito, análise de conteúdo por juízes e validação clínica; e 2- Ensaio clínico randomizado, controlado, duplo-cego, para avaliar a eficácia da ação fotobiomoduladora transcutânea, por meio do ILIB modificado. Os pacientes serão randomizados em 2 grupos: intervenção - com laser de espectro vermelho com comprimento de onda de 660 nm na artéria radial, realizada por 10 dias, 30 minutos; e placebo. A avaliação clínica da ferida e exames bioquímicos serão realizados antes, durante e após o início da intervenção. Os desfechos clínicos serão: evolução clínica, área de contração e taxa de cicatrização da UPD, e alterações do metabolismo sanguíneo.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Livia Mara Guimarães

Ciências Humanas

Filosofia
  • a história da inglaterra de david hume: tradução e introdução
  • O tema geral da proposta é tornar disponível ao público brasileiro (por meio de tradução de seus seis volumes) a História da Inglaterra (1754-62) de David Hume e, coletivamente, dar início ao trabalho interpretativo, correlacionando seus conteúdos, vistos ora como “laboratório” no qual Hume apresenta experimentos que comprovam suas teses, ora como ponto de maturidade em que Hume revisa alguns dos conceitos mais importantes de sua filosofia, tais como os de justiça e causação. O pensamento de David Hume (1711-1766) repercute até os nossos dias, não só na filosofia, mas também em áreas afins, incluindo as ciências políticas, sociais, econômicas, literárias etc. A única obra sua ainda não traduzida para o português é a História da Inglaterra, que se constitui numa fina análise das circunstâncias sociais e políticas inglesas em diferentes épocas, sob os diversos aspectos acima citados. Este projeto agrega parte do grupo de estudiosas do pensamento de Hume que se formou recentemente para realizar a tradução coletiva da História, acompanhada de aparato crítico, ciente de que o serviço que prestaremos alcança, além de recursos bibliográficos e ferramentas de pesquisa, possíveis respostas para problemas prementes da atualidade social e política. Alguns exemplos: na História da Inglaterra, encontramos iluminadores estudos acerca da formação de estados nacionais, relação entre mulheres e o poder político, efeitos da ciência e da tecnologia no conjunto da sociedade, migrações do campo para as cidades. A fim de obter coerência e uniformidade na tradução, a equipe interdisciplinar do projeto vai reunir-se periodicamente e prestar ajuda mútua sempre que aparecerem dificuldades. Vai se cercar de textos da época, como outras histórias modernas e a obra do próprio Hume, que permitam uma fidelidade semântica. É nossa intenção consultar os dicionários e enciclopédias da época, algumas histórias antigas (Tácito), bem como a literatura que forjou o estilo de Hume (Cervantes).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 25/09/2022-30/09/2025
Foto de perfil

Liz Cristiane Dias

Ciências Humanas

Geografia
  • coletivo de aprendizagem em geografia: o uso de estratégias autorregulatórias na formação inicial e continuada de professores do município de pelotas-rs
  • Nos últimos anos, estudantes e professores enfrentam grandes dificuldades no ensino e na aprendizagem em Geografia. Esse fato, inquieta e instiga um coletivo de docentes do curso de Licenciatura em Geografia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) a encontrar alternativas para promover o debate e a reflexão sobre a autorregulação da aprendizagem geográfica em contextos de formação e de prática. Nesse sentido, a presente proposta de pesquisa, a ser realizada com estudantes em formação inicial e professores de Geografia da educação básica, tem por objetivo, a partir do tripé ensino, pesquisa e extensão, contribuir para o avanço do conhecimento geográfico ao fortalecer índices de aproveitamento universitário no curso de licenciatura em Geografia da UFPel e potencializar a implementação de práticas pedagógicas autorregulatórias na formação continuada de professores de geografia do município de Pelotas-RS. A pesquisa será desenvolvida com estudantes do curso de Licenciatura em Geografia (UFPel) de diferentes semestres e professores da área que atuam na rede municipal e estadual do município de Pelotas-RS. Em termos metodológicos, o projeto está dividido nas três fases correspondentes à autorregulação: (i) a fase de antecipação, em que se dará a formação da equipe, o planejamento do projeto e a sondagem junto aos participantes, (ii) a fase de execução, em que serão desenvolvidos "ateliês de formação" promovidos pelo coletivo de aprendizagem geográfica e (iii) a fase de autorreflexão, que se desenvolverá de forma concomitante ao desenrolar das oficinas, como um mecanismo de feedback do projeto. Com essa pesquisa, espera-se contribuir para o avanço do conhecimento em relação à realidade contextual da formação inicial e continuada de professores de Geografia do município de Pelotas-RS, bem como fortalecer índices de aproveitamento na formação docente do curso e promover a discussão sobre a autorregulação da aprendizagem e suas variáveis no ensino de Geografia.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 12/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Lizandro Manzato

Ciências da Saúde

Nutrição
  • rede amazonas de laboratórios multiusuários em nanotecnologia
  • A presente proposta apresenta o Laboratório de Síntese e Caracterização de Nanomateriais do Instituto Federal do Amazonas para credenciamento no Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias (SisNANO). Além do LSCN, instituições parceiras apresentaram carta de anuência para que seus laboratórios possam compor com LSCN a Rede Amazonas de Laboratórios Multiusuários em Nanotecnologia.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Loque Arcanjo Junior

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • organização de um banco de dados de imagens e textos sobre as representações de música e dança afro-brasileira
  • Embora a diáspora Africana tenha produzido impactos fundamentais no panorama das dinâmicas da cultura afro-brasileira contemporânea , os registros e documentos de época disponíveis reproduzem a percepção de estrangeiros na forma de textos e imagens cuja interpretação permanece complexa e opaca. Esse conjunto de depoimentos, documentos, pinturas e imagens refletem posicionamentos coloniais, visões de época, estão dispersos em coleções e na literatura acadêmica e, em sua maioria, são organizados por parâmetros de autoria, texto, data ou estilo. Este projeto tem como objetivo organizar base relacional de referências de imagens e textos sobre música e dança Afro-brasileira enriquecida com descritores de análise textual, análise iconográfica, historiográfica e musicológica, e situada no período anterior ao uso do registro fonográfico. A hipótese é que o corpus inter-relacionado de informações sobre imagens e documentos produzam entrecruzamentos no campo da iconografia, movimento e música e aspectos da percepção da imagem e som. O resultado pode permitir leituras mais objetivas sobre a capacidade de representação dos observadores europeus,cujos padrões de representação coloniais parecem estar tacitamente integrados aos dispositivos de representação como pintura, texto escrito e mesmo partituras. Na primeira parte de metodologia serão reunidas as fontes de imagens e textos presentes na literatura através de uma revisão sistemática da literatura, construção de bases de imagem e som e preparação dos descritores. Utilizaremos o estado da arte de tecnologias de análise de imagem e texto, incluindo o uso de tecnologias como deep learning, anotação auxiliada de posturas e elementos iconográficos, mineração de texto e análise de rede. As informações serão cruzadas com a base de depoimentos e registro de época na procura de caracterização de descrições e interlocutores relatando performances de música e dança. A base de dados será disponibilizada junto com os resultados da pe
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lorena Lôbo de Figueiredo Pontes

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação de biomarcadores preditores da remissão livre de tratamento após descontinuação do tratamento com inibidores de tirosinoquinase em pacientes com leucemia mieloide crônica tratados no sistema único de saúde brasileiro.
  • A leucemia mieloide crônica (LMC) é uma neoplasia mieloproliferativa tratada atualmente com inibidores de tirosinoquinase (ITQ), drogas de alto custo fornecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A introdução dos ITQs mudou a história natural da doença, diminuindo drasticamente as taxas de transformação para fase blástica, aumentando a sobrevida dos pacientes, de uma taxa histórica de 10-20% para acima de 80%, resultando numa expectativa de vida atual semelhante à da população normal. Por outro lado, o consequente aumento da prevalência da LMC gera um aumento progressivo do impacto econômico sobre o SUS. Além disso, o uso prolongado dos ITQ está associado a eventos adversos crônicos associados a redução da qualidade de vida destes pacientes. Estudos recentes mostram que o tratamento com ITQ pode ser descontinuado em uma parcela significativa de pacientes que obtêm resposta molecular profunda sustentada, o que representa uma oportunidade para redução da toxicidade a longo prazo e do impacto econômico deste tratamento para o SUS. Entretanto, a remissão livre de tratamento a longo prazo ainda é uma realidade para uma minoria dos pacientes, e não há até o momento definição clara de biomarcadores que permitam predizer a chance de manutenção ou perda da resposta molecular após a suspensão do ITQ. Assim, esta proposta consiste em estudo de iniciativa dos investigadores, multicêntrico, aberto, prospectivo, não randomizado, de único braço para avaliação da efetividade e eficiência de um protocolo de descontinuação de ITQs no SUS, por meio da análise de: (1) varáveis clínicas como tempo de remissão livre de terapia, cinética da resposta molecular do BCR-ABL1, segurança desta estratégia, qualidade de vida e custo-efetividade para os participantes bem como (2) da avaliação de biomarcadores possivelmente associados à manutenção da resposta molecular maior sustentada tais como expressão de microRNAs e fenótipo de células citotóxicas T e Natural Killer (NK).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lorena Lopes Ferreira

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • avaliação da repelência espacial e de contato de semioquímicos e derivados de plantas contra amblyomma sculptum e rhipicephalus sanguineus sensu lato e identificação e avaliação dos níveis de transcritos expressos no órgão de haller
  • Carrapatos são vetores de agentes patogênicos causadores de doença em homens e animais e utilizam o sistema sensorial olfativo, que é composto pelas sensilas do órgão de Haller (localizado no primeiro par de patas), para perceberem pistas químicas (semioquímicos) e localizarem seus hospedeiros. Para evitar picadas de carrapatos o uso de repelentes a base de N,N-dietil-meta-toluamida (DEET), repelente padrão ouro, é indicado. Porém, existem relatos de efeitos adversos. É desejável que novas tecnologias sejam desenvolvidas e os repelentes provenientes de semioquímicos e derivados de plantas são potenciais candidatos. Além disso, pouco se sabe como os carrapatos processam a informação olfativa, que por sua vez é capaz de modular seu comportamento. Sendo assim, o objetivo da presente proposta é verificar a atividade repelente de semioquímicos e compostos extraídos de plantas em carrapatos A. sculptum e R. sanguineus s.l. e identificar e avaliar os níveis de transcritos relacionados à olfação expressos no órgão de Haller de A. sculptum. Serão realizados bioensaios com os semioquímicos R-limoneno, ácido isobutírico e trans-2-octenal e derivados de plantas (ácidos graxos derivados do óleo de coco e B-citronelol), em quatro diferentes concentrações. Os derivados do óleo de coco serão avaliados em ensaios com papel filtro e em humanos contra ninfas de A. sculptum. Os semioquímicos e B-citronelol serão testados contra ninfas e adultos de A. sculptum e R. sanguineus s.l. em testes de repelência de contato e espacial utilizando tecido de algodão. Além disso, propõe-se identificar e avaliar a expressão de receptores ligados à membrana e proteínas solúveis que carreiam odores voláteis presentes nas sensilas olfativas do órgão de Haller de A. sculptum pelo sequenciamento de transcriptomas da 1ª e 4ª patas de adultos de A. sculptum e pela mensuração do nível de expressão de transcritos que possam ter papel biológico na olfação após exposição aos produtos a serem testados e ao DEET.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Louise Larissa May De Mio

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos epidemiológicos e diversidade populacional como estratégias para manejo de doenças em frutíferas
  • Estudos epidemiológicos em campo estão cada vez menos frequentes na literatura. Entretanto, a base para estabelecer estratégias de controle de epidemias é o entendimento de como a doença se comporta ao longo das mudanças que ocorrem; principalmente, em diversidade e adaptabilidade da população dos patógenos. Este projeto foca em doenças importantes de 3 frutíferas, para entender o impacto do inóculo primário no desenvolvimento das doenças, estudo de danos na produção em decorrência das doenças e estudos de diversidade dos patógenos e de organismos endofíticos (bagas de uva rústica e flores). Os estudos epidemiológicos e de diversidades serão utilizados para definir estratégias de manejo e as prospecções de bioinsumos como alternativa para produção de frutas com qualidade alimentar e sustentável. Para a cultura da macieira foco em 2 patossitemas; a mancha foliar de Glomerella (MFG) e a podridão amarga (PA) causadas por espécies de Colletotrichum spp. estudando: i) importância do inóculo primário e; ii) dano da MFG e causas da desfolha. Para a cultura da videira, para a mancha foliar da videira (MFV), Pseudocercospora vitis, em Vitis labrusca (uva para suco) serão estudos de sobrevivência do patógeno e dano e; para a podridão da uva madura, espécies de Colletotrichum em Vitis vinifera (uva para vinho), será montada uma coleção de isolados e avaliado a sensibilidade a fungicidas e espécies prevalentes para recomendar o manejo adequado. Para cultura da tangerina o foco é a mancha marrom de alternaria, causada por Alternaria alternata f.sp. citri patótipo ‘tangerina’, principal doença fúngica em tangerineiras. Serão identificadas as espécies do fungo, fenótipos/genótipos dos isolados aos fungicidas e estudo em campo sobre dano. Para todas as doenças serão prospectados e desenvolvidos bioinsumos para controle. Experimentos com patógenos e desenvolvimento de bioinsumos na UFPR e USP e, os de campo, na Emprapa, Epagri, IFPR e produtores parceiros no Paraná.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lourenco Correr Sobrinho

Ciências da Saúde

Odontologia
  • síntese e caracterização de scaffolds porosos de quitosana-metacrilamida associados à fosfatos de cálcio e células-tronco mesenquimais para regeneração do complexo dentino-pulpar.
  • A Odontologia Regenerativa baseia-se na tríade da Engenharia de Tecidos, composta pela associação de Células-tronco, Fatores de crescimento e Matrizes. Os scaffolds porosos apresentam grande aplicação dentro do âmbito de matrizes, pois possuem características físico-químicas, mecânicas, biológicas e morfológicas favoráveis ao processo regenerativo dos tecidos. Os polímeros naturais, como a Quitosana, apresentam propriedades benéficas para aplicação como biomaterial em terapia celular regenerativa, devido à sua biocompatibilidade e biodegradabilidade. A funcionalidade de polímeros naturais com Metacrilamida tem sido empregada com o objetivo de melhorar as propriedades mecânicas de biomateriais por meio de reticulação covalente. A incorporação de fosfatos de cálcio é método promissor para melhorar as propriedades das matrizes, pois essa associação aumenta a resistência à compressão e a rugosidade da superfície e melhora a adesão celular. Com base nesse contexto, a aplicação de um scaffold poroso de Quitosana-Metacrilamida e sua associação com diferentes fosfatos de cálcio permite maior potencial na terapia regenerativa do complexo dentina-polpa. Portanto, esse biomaterial apresentará propriedades benéficas para o processo de regeneração dos tecidos dentinário e pulpar. Essa proposta fornece nova perspectiva para protocolos restauradores e reabilitadores na Odontologia que visam a regeneração induzida com auxílio do próprio organismo. Com essas estratégias, a síntese das matrizes mais resistentes permitirá a biodegradabilidade em tempo hábil para que ocorra o processo regenerativo, com diferenciações celulares, expressões gênicas e proteicas, e a formação do novo tecido. Assim, este projeto tem como proposta sintetizar scaffolds porosos de quitosana-metacrilamida e avaliar a influência de fosfatos e células tronco mesenquimais nas propriedades físico-químicas, mecânicas, biológicas e morfológicas, como alternativa de tratamento na terapia celular regenerativa.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luana da Silva Soares Farias

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento de projetos em virologia na formação de doutores para amazônia, brasil.
  • Vide projeto anexo
  • Instituto Evandro Chagas - PA - Brasil
  • 23/01/2020-22/04/2025
Foto de perfil

Luana Maia Woida

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • desenvolvimento de um observatório da imagem e da informação da mulher: proposta de guia para evitar e combater a propaganda sexista.
  • A propaganda passou a ser observada nas últimas décadas por institutos, observatórios e secretarias de governo de países como a Espanha com o intuito de fiscalizar e evitar a propagação de mensagens ofensivas contra as mulheres. Assim, surgem demandas por leis, fiscalização e educação para corrigir a imagem estereotipada da mulher comumente admitida nas propagandas. As organizações responsáveis por esse papel de fiscalização alicerçam suas ações na legislação e em incentivos como os presentes na Agenda 2030 da ONU. Entre os movimentos culturais da atualidade de maior impacto para a propaganda está o feminismo, impulsionando o empoderamento das mulheres em mensagens construídas e direcionadas para esse público a partir da segunda década do século XXI. Assim, sabendo da importância dos observatórios de fiscalização do uso da imagem e a informação das mulheres nas propagandas e da influência do feminismo, o objetivo do presente projeto é desenvolver um observatório da propaganda não sexista. Para isso, será realizado um levantamento da literatura sobre comunicação, publicidade e propaganda não sexista; localização de documentos, guias e manuais disponibilizados pelos observatórios da propaganda não sexista existentes em outros países e que contemplem informações sobre como prospectar, monitorar, sobre como proceder à respeito das denúncias e sobre como educar a população sobre o tema. Além disso, entrevistas serão aplicadas em funcionários dos observatórios. Dessa forma, as entrevistas e os documentos localizados serão submetidos à Análise de Conteúdo. Por fim, os resultados pretendidos incluem gerar um guia para a propaganda não sexista, concretizar parcerias internacionais com observatórios estrangeiros, mas também alcançar impacto sobre a comunidade, promovendo o uso correto da imagem das mulheres e da narrativa sobre sobre elas em importante instrumento de divulgação e reforço cultural, a propaganda.
  • Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucas Britto Landim

Ciências Humanas

Educação
  • semana territorial de ciência e tecnologia do sertão produtivo - stct 2022 - a indepedência do brasil no sertão da bahia
  • A proposta apresentada é referente à realização da Semana Territorial de Ciência e Tecnologia (STCT) do Território Sertão Produtivo, que ampliará as discussões propostas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação - MCTIC da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que em 2022 trabalhará o tema “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” em todo Território Nacional. Nessa edição, o evento proposto envolverá os 20 (vinte) municípios do Território Sertão Produtivo Baiano, por meio de atividades interdisciplinar ou transdisciplinar, integrando instituições e profissionais em ações que visam contribuir com as mais diversas alternativas para diminuição das desigualdades, consumo e produção sustentável de alimentos saudáveis nas esferas locais, territoriais e mundiais e utilização de Tecnologias Convergentes e Habilitadoras, em particular, nas áreas de Nanotecnologia, Fotônica, Materiais Avançados e Tecnologias para a Manufatura Avançada. Será ainda, realizado um destaque as tecnologias inovadoras relacionadas com as principais cadeias de valores do Território Sertão Produtivo, a Cadeia de “Algodão”, a Cadeia “Leiteira/Produtos Lacteos” e a Cadeia de “Minério de Ferro”. Será abordada a utilização da Ciência, Tecnologia e Inovação para melhoria da qualidade de vida e produção do campo, levando em consideração as cadeias produtivas presentes no Território do Sertão Produtivo. Para viabilizar as ações do projeto as atividades planejadas pela equipe executora e parceiros serão realizadas, pontualmente, nos municípios sede que fazem parte do Território Sertão Produtivo que foram escolhidas utilizando o recorte das 9 (nove) Unidades Geoambientais correspondentes à Microrregião do Território do Sertão Produtivo, escolhidos de forma estratégica considerando as informações de IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal), de acordo com dados do Censo Demográfico 2010 (IBGE).
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Lucas Britto Landim

Outra

Divulgação Científica
  • feira territorial de ciências do sudoeste baiano
  • A proposta apresentada é referente à realização da Feira Territorial de Ciências do Sudoeste Baiano, que ampliará as discussões propostas pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI. Nessa edição, o evento proposto, envolverá municípios e suas micro/macrorregião do Sudoeste da Bahia, por meio da realização de Feiras de Ciências e Mostras Científicas, integrando Instituições e profissionais em ações que visam contribuir com as mais diversas alternativas para diminuição das desigualdades, consumo e produção sustentável de alimentos saudáveis nas esferas locais, territoriais e mundiais, em particular, áreas de importância crucial que demandam ações: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parceria. Será ainda, realizado um destaque as tecnologias inovadoras relacionadas com as cadeias de valor do Território do Alto Sertão Produtivo. Serão organizados Ferias de Ciências e Mostras Científicas como estratégia de divulgação de ideias e projetos inovadores que busquem a melhoria da qualidade de vida da população da cidade e do campo, levando em consideração os setores produtivos presentes na Região Sudoeste da Bahia (comércio, agroindústrias, leite e produtos lácteos, produção de grãos, fruticultura, pesca, aquicultura, etc). Para viabilizar as ações do projeto, as atividades planejadas pela equipe executora e parceiros serão realizadas pontualmente, nos municípios sede que fazem parte da Região Sudoeste Baiano, que foram escolhidas utilizando o recorte de cinco municípios correspondente à cidades polos da Micro e Microrregião, escolhidos de forma estratégica considerando as informações de IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal), de acordo com dados do Censo Demográfico 2010 (IBGE). O envolvimento direto dos 5 (cinco) municípios da micro/macrorregião em questão serão: MICRORREGIÃO 1 – Brumado/BA, MICRORREGIÃO 2 – Guanambi/BA, MICRORREGIÃO 3 – Itapetinga/BA, MICRORREGIÃO 4 – Jequié/BA e MACRORREGIÃO 5 – Vitória da Conquista/BA.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 15/12/2021-31/12/2023