Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Dorotea Frank Kersch

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • letramentos sociais e formação docente e discente
  • O projeto Letramentos sociais e formAÇÃO docente e discente se insere na linha de pesquisa Linguagem e Práticas Escolares, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PPGLA), da UNISINOS, na linha de pesquisa Letramentos e Contemporaneidade, do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem (PPgEL), da UFRN, e na linha Letramento do Professor, do Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PPG-LA), da UNICAMP. No trabalho que vimos desenvolvendo com professores em formação inicial (Letras) e em formação continuada (PPGLA, PPgEL e PPG-LA), percebemos, em práticas desenvolvidas nas escolas básicas da rede pública, pouco espaço de sistematização de ensino de escrita, restrito uso de tecnologias digitais que poderiam fomentar, por exemplo, a escrita colaborativa, e pouca atenção à multimodalidade e à multissemiose, recursos bem presentes nos textos da contemporaneidade e amplamente requeridos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino fundamental e médio. Cientes de que a necessidade de ampliar esse trabalho de sistematização de ensino de escrita e de outras linguagens pode ser decorrente da própria formação que é oferecida aos professores, objetivamos desenvolver um trabalho em colaboração com as três instituições de ensino superior supracitadas, vinculando formação inicial e continuada e ação em sala de aula de escolas de educação básica. Para tanto, interessa-nos conhecer a familiaridade de professores e seus alunos com a escrita de gêneros que circulam na esfera acadêmica e escolar, bem como as possíveis relações que estabelecem entre essas esferas de atividade humana e outras para além dos ambientes de ensino formal. Isso se justifica porque vivemos em tempos de profundas mudanças culturais, linguísticas e tecnológicas, as quais afetam as formas como nos comunicamos. Nesse sentido, a proposta aqui apresentada propõe-se a investigar os letramentos desenvolvidos por professores em ação na educação básica e em formação, no âmbito de uma disciplina ofertada para duas turmas: a primeira é de graduação em Letras (UNISINOS) e a segunda é de pós-graduação em Linguística Aplicada (UFRN), destinadas a fomentar o desenvolvimento de projetos didáticos de gênero (PDG) e/ou de projetos de letramento (PL) que envolvem a leitura, a escrita e a oralidade como práticas sociais. Para efeito de recorte de pesquisa, nas duas turmas, serão priorizados gêneros da ordem do argumentar, e os alunos passarão pela experiência de testar ferramentas digitais e integrá-las aos seus projetos. Como produto final, ambas terão a meta de produzir um livro interinstitucional de ensaios sobre a reflexão empreendida nos projetos desenvolvidos, seguindo a proposta de Kiili et all (2013). Esta pesquisa, qualitativa e interpretativista, de natureza etnográfica, ocupa-se com a investigação, de um lado, da produção de objetos de ensino, em que seja necessário o uso de diferentes mídias e, de outro, do letramento acadêmico/escolar em relação aos multiletramentos que os participantes desenvolvem para além dessas esferas. Para a geração dos dados, serão acompanhadas as aulas das turmas supracitadas, com gravação em áudio e em vídeo, anotações em diário de campo e fotografias. Também serão feitas entrevistas semiestruturadas ao longo do semestre de oferta das disciplinas e visitas de um grupo ao outro. Os dados serão analisados e discutidos à luz dos estudos de letramento (KLEIMAN, 1995), no âmbito de comunidades de prática (WENGER, 2001), dos novos estudos de letramento (GNL, 1996; COPE; KALANTZIS, 2015; PAHL; ROWSELL, 2005) e dos estudos de identidade (GEE, 2000) e identidade digital do professor (GOROSPE, 2015). Como resultado, pretende-se ter uma melhor compreensão de como a interação entre professores em formação inicial, professores em formação continuada, professores em exercício nas escolas de educação básica do RN e do RS, teoricamente informados pelos princípios do PDG e do PL e compartilhando conhecimentos na Unisinos e na UFRN, desenvolvem o letramento acadêmico/escolar e multimodal, agregando tecnologias digitais e desenvolvendo ressignificações identitárias, conceituais e metodológicas.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Attila Marcelino

Ciências Humanas

História
  • estudos sobre a morte e a escrita da história
  • Esta proposta de pesquisa visa dar continuidade a uma reflexão já em curso sobre estudos com enfoque histórico no tema da morte, que são considerados relevantes para pensar, numa perspectiva ampliada, diferentes formas memorialísticas de conferir sentido ao passado, dentre as quais a historiografia. Trata-se de uma proposta inserida em um quadro mais geral de análises específicas já produzidas sobre o assunto, mas que guarda vínculos com preocupações existentes desde, pelo menos, a realização de minha pesquisa de doutorado, concluída em 2011. A pesquisa parte do pressuposto de que a historiografia deve ser compreendida em sua devida historicidade, por sua vinculação com outras formas memorialísticas que se expressam por meio de ritos de recordação de natureza diversa. Foi por essa e por outras razões que relevantes autores estabeleceram relações entre a escrita da história e as formas de lidar com a morte, preocupação que, em determinados casos, assumiu uma perspectiva mais efetivamente histórica, centrada no modo peculiar de desenvolvimento dos discursos relativos a essas duas práticas. No livro Historiografia, morte e imaginário: estudos sobre racionalidades e sensibilidades políticas, realizei uma primeira análise do tema por meio do exame das obras de historiadores como Jean-Pierre Vernant, François Hartog, Nicole Loraux, Jean-Claude Bonnet, Reinhart Koselleck, Fernando Catroga, Emmanuel Fureix e Jacques Julliard. Ao tratarem da morte aproximando-se de um enfoque no imaginário ou nas formas de racionalidade e sensibilidades políticas, alguns estudos desses autores forneceram elementos para a reflexão sobre as especificidades da representação histórica. O estudo se estendeu ainda à análise de obras como as de Louis Marin sobre as formas de representação (historiográfica e pictórica) do corpo político na monarquia absolutista e as de Jacques Rancière sobre a dimensão poética da historiografia, colocando em evidência possíveis relações entre os modos de lidar com a morte, o imaginário político e as formas do elogio como gênero literário. Neste tipo de análise, permeada por certa compreensão das relações entre os temas do poder, do imaginário e da representação histórica, as comparações de Michel de Certeau entre a escrita da história e os ritos de sepultamento funcionaram como “pano de fundo” da discussão empreendida. Nesta proposta de extensão da pesquisa, por outro lado, as obras do historiador francês se tornam elementos efetivos de análise, tendo em vista a importância conferida ao tema em alguns de seus textos mais referenciados, conforme se pode notar pelas comparações entre a historiografia e os ritos mortuários estabelecidas ao final de sua reflexão sobre a “operação historiográfica”. Por meio dessa comparação, Michel de Certeau ressaltou certa função existencial da historiografia como prática cultural dissimuladora da própria finitude humana. Também uma prática ritual de simbolização do tempo, a “operação historiográfica” se assemelharia aos cemitérios das cidades, ou mesmo a outras “formas não científicas”, como o elogio fúnebre e os enterramentos, exorcizando a morte e estabelecendo, performativamente, um sentido para a existência dos vivos. Vinculada à alteridade, a morte de que tratava Michel de Certeau era a morte do outro, a quem dedicamos ritos de natureza coletiva, o que conferia um singular sentido antropológico às suas reflexões, que traziam consigo também um diálogo com as narrativas que buscavam reconstituir, diacronicamente, as origens dessas ausências constitutivas. Sua importância, para o historiador francês, parecia relacionada à possibilidade de tematizar de modo mais profundo essas lacunas originárias da existência. Sua leitura acerca dessas interpretações, por outro lado, se fazia a partir da relevância então conferida à linguagem como estrutura semiológica mediadora de qualquer relação com a morte, ou seja, a partir da ênfase no fundamento coletivo do mundo simbólico como lugar de constituição dos anseios de totalidade por meio da introjeção inconsciente dos desejos e expectativas de outrem. Assim, a releitura lacaniana da obra de Freud parecia deixar marcas nos escritos de Michel de Certeau, o que também não significava uma aceitação incondicional das narrativas que fundamentavam as teses sobre a passagem do imaginário ao simbólico, as quais tinham seu valor reconhecido não apenas por permitirem conferir centralidade ao problema da relação com o outro como estruturante do funcionamento do inconsciente (à maneira de uma linguagem), mas por sua natureza essencialmente poética. Como se pode notar, também no que diz respeito à Michel de Certeau, o tema da relação entre a morte e a escrita da história ganha relevância por sua vinculação com uma poética da historiografia, permitindo retomar e expandir a reflexão já em curso, que pretende manter-se na perspectiva de ultrapassar o estudo específico da obra de um único autor. Outro autor menos tratado na pesquisa já realizada e cuja leitura sobre a morte e a história será também desenvolvida a partir desta proposta é Paul Ricoeur. O filósofo francês valorizou o imaginário e os sentidos construídos coletivamente para a morte do outro em seus últimos trabalhos, como em Jusqu’a à la mort. Du deuil et de la gaieté (o texto foi produzido por volta de 1996, mas publicado apenas postumamente, como a primeira parte do livro Vivant jusqu’a à la mort suivi de Fragments). Trata-se de texto relevante para um confronto com outras obras de Ricoeur, já que problemas centrais, como a diferença entre pensamento e imaginário da morte, os dilemas éticos e políticos envolvidos no tratamento conferido ao tema e os impactos das guerras mundiais do século XX constituem elementos de fundo de uma interrogação permeada pela preocupação com o totalitarismo e formas diversas de manifestação do mal absoluto na época contemporânea.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Cardoso Dragunski

Outra

Ciências Ambientais
  • nanofios de ecovio® obtidos por eletrofiação utilizados para a adsorção de fármacos
  • Dentre os medicamentos mais comumente encontrados em esgotos temos: antibióticos, antiinflamatórios, antidiabéticos, hormônios e antipiréticos. Para a grande maioria dos medicamentos não se sabe quais os riscos para humanos, animais e ambiente quando expostos a baixas concentrações destes medicamentos, que na maioria das vezes ocorre em níveis de traço, devido a isso ainda não se tem uma regulamentação específica para cada um deles. A metformina (Met), contaminante priorizado no desenvolvimento deste trabalho, é comercializada como cloridrato de metformina, princípio ativo para tratamento de diabetes mellitus tipo 2, que atinge a maioria dos pacientes portadores de diabetes, é uma forma não insulinodependente. A dose prescrita diariamente para portadores dessa doença varia de 1.000 a 2.500 mg e a taxa de absorção do organismo é de aproximadamente 70%, o restante do medicamento não metabolizado é excretado pela urina. Estudos mostram que baixas concentrações de Met têm afetado principalmente animais de ambientes aquáticos e pequenos mamíferos que vivem próximos a essa contaminação, e o principal efeito causado é a feminilização de peixes e alterações em órgãos e funções reprodutivas. A remoção de Met pode ser obtida por meio de adsorção, um fenômeno físico-químico em que o componente em uma fase gasosa ou líquida é transferido para a superfície de uma fase sólida. Desta forma, nanofibras poliméricas de Ecovio® serão obtidas por eletrofiação, mediante a incorporação do carvão ativados, e avaliada a capacidade de remoção de Met em solução aquosa por meio de análises de adsorção. As soluções poliméricas serão preparadas com Ecovio® solubilizado em clorofórmio e dimetilformamida (DMF) na proporção de 85/15 v.v-1 e adicionado o carvão em diferentes proporções m.m-1 em relação à massa de polímero utilizada. Para realização dos ensaios de adsorção, que serão conduzidos a 30 °C, 150 rpm, [Met] 100 mg.L-1, por 24 h, em pH 6 e pH 10,5. O material obtido será caracterizado quimicamente e morfologicamente, por espectroscopia na região do infravermelho (FTIR), análise termogravimétrica e sua derivada (TGA/DTGA), difração de raios-X (DRX), Calorimetria exploratória diferencial (DSC), microscopia ótica (MO) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Espera-se obter um material com capacidade de reter o fármaco estudado.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Duarte Novaes

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • conjuntos minimais em sistemas de filippov: existência, bifurcação e regularização
  • O presente projeto é composto por 4 subprojetos. No primeiro, Bifurcação e Regularização de Policiclos Tangenciais, estudaremos os sistemas de Filippov admitindo policiclos tangenciais bem como a sua regularização. O estudo da regularização desses policiclos passa obrigatoriamente pelo estudo da regularização de singularidades tangenciais degeneradas, o que é feito por meio da Teoria de Perturbação Singular e Métodos de Blow-Up. No segundo, Classificação e Regularização de Singularidades, estudaremos a regularização de sistemas de Filippov simétricos, reversíveis e equivariantes, no entorno de suas singularidades. No terceiro, Ciclo de Bykov em Sistemas de Filippov, descrevemos um versão deslizantes do conhecido ciclo de Bykov. Estudaremos a dinâmica num entorno desse ciclo, a qual intuímos ser caótica. Por fim, no quarto e último subprojeto, Ciclos Limite em Sistemas de Filippov Lineares, daremos continuidade a uma série de estudos sobre a existência de ciclos limite bem como cotas superiores para o numero desses ciclos em sistemas de Filippov lineares.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Guimarães Macharet

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • apprentice: aprendizagem por reforço na execução de tarefas colaborativas em sistemas multiagentes
  • Recentemente o interesse no desenvolvimento de robôs autônomos para aplicações de usogeral tem muito crescido, especialmente tendo em vista a diminuição de custos associadosa diversas atividades e a redução da exposição desnecessária de seres humanos a situações de risco. Nesse contexto, uma ampla gama de aplicações pode se beneficiar dautilização de múltiplos veículos autônomos, tais quais o monitoramento ambiental, missões de busca e salvamento, vigilância e cobertura de grande áreas, e coleta de dados em redesde sensores sem fio, entre outras. Porém, apesar do emprego de múltiplos agentes agregar diversos benefícios, como aumento na robustez e (na maioria dos casos) redução no tempo de cumprimento das tarefas, muitos desafios relacionados à coordenação, controle e planejamento entre os agentes também precisam ser considerados. Assim sendo, o objetivo principal desse projeto de pesquisa é a proposição e o desenvolvimento de novos métodos de coordenação e cooperação em sistemas multirrobô, especialmente explorando abordagens e técnicas de aprendizagem de máquina, como aprendizagem por reforço. A pesquisa será desenvolvida considerando-se três etapas básicas: (i) navegação autônoma, garantindo a movimentação coordenada dos robôs em ambientes desconheci-dos e povoados por obstáculos estáticos e dinâmicos; (ii) alocação dinâmica de tarefas, visando a distribuição das subpartes de uma missão de maneira balanceada entre os robôsdo time, considerando as características específicas de cada um; e (iii) cooperação dos robôs, buscando a realização dessas sub-tarefas colaborativamente de forma a alcançar o objetivo geral. Espera-se ao final obter contribuições científicas para cada uma dessas etapas, principalmente a partir da proposição de novos algoritmos e metodologias de aprendizagem colaborativa em sistemas multiagentes.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Jardim Messeder de Alvarenga

Ciências Biológicas

Genética
  • caracterização do papel da enzima mitocondrial succinato desidrogenase nas vias de sinalizaçâo mediadas por ácido salicílico
  • As espécies reativas de oxigênio (ROS) são importantes moléculas sinalizadoras, ou mensageiros secundários, em uma complexa rede de sinalização, que é fundamental para o desenvolvimento, e para a resposta de plantas a diferentes estímulos ambientais. Por outro lado, estas moléculas representam uma ameaça oxidativa à célula, e em altas concentrações podem danificar diferentes componentes celulares. Dessa forma, as vias de produção e eliminação de ROS devem ser finamente moduladas, e apesar destas vias terem sido amplamente estudadas, incontáveis aspectos ainda permanecem desconhecidos. Em tecidos heterotróficos, a mitocôndria é considerada o principal sítio de geração de ROS, que são gerados majoritariamente na cadeia transportadora de elétrons. Recentemente nós demonstramos que o complexo II da cadeia transportadora de elétrons, correspondente à enzima succinato desidrogenase (SDH) é um importante sítio de geração de ROS em plantas, regulando mecanismos de controle da expressão gênica, o desenvolvimento e a resposta de plantas ao estresse. De fato, diferentes trabalhos demonstram que mutações ou o silenciamento dos genes das subunidades da SDH levam a alterações no estado redox das plantas, decorrentes da diminuição do conteúdo líquido de ROS. Além disso, essas plantas apresentam ainda um padrão alterado de alguns processos fisiológicos, tais como fotossíntese, abertura estomática, produção de pólen e resposta à estresse biótico. Adicionalmente, a SDH é um sítio direto de ação do hormônio vegetal ácido salicílico, regulador-chave da resposta da planta a patógenos, sendo fortemente inibida em um mecanismo acoplado com o aumento da geração de ROS. Consequentemente, mutações na SDH estão relacionadas com deficiência nos mecanismos de geração de ROS e na resposta ao ácido salicílico. No entanto, muitos aspectos relacionados com o papel da SDH nas vias de transdução de sinal mediadas pelo ácido salicílico, e de que forma este hormônio regula o metabolismo mitocondrial, ainda permanece desconhecido. Neste trabalho pretendemos caracterizar funcionalmente as diferentes subunidades de SDH e o papel dos mecanismos de geração de ROS, nas vias de sinalização mediadas por ácido salicílico.Com o conjunto de resultados obtidos esperamos identificar novas vias de sinalização, ampliando a visão do papel das ROS no desenvolvimento vegetal e nos mecanismos de respostas de plantas a estímulos ambientais geradores de estresse oxidativo. Pesquisas desta natureza tornam-se ainda mais importantes se levarmos em consideração que a produtividade das mais diferentes culturas depende da capacidade destas de responder a diferentes tipos de adversidades ambientais, que são fortemente relacionadas ao estresse oxidativo em células vegetais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Marcel Gonçalves Leite

Engenharias

Engenharia Aeroespacial
  • filmes de gan para aplicações em dispositivos saw de uso aeroespacial
  • Este projeto tem como principal objetivo a produção e otimização das propriedades de filmes de GaN, AlGaN e InGaN e de hetorestruturas de AlGaN/GaN e InGaN/GaN crescidos por sputtering reativo. Visa-se obter camadas com nanoestrutura ordenada, com alto grau de cristalização e textura apropriada para aplicação em sensores SAW voltados para monitoramento de integridade estrutural de veículos aeroespaciais. A montagem e caracterização dos dispositivos SAW também são previstas neste projeto. É importante mencionar que a aplicação de GaN e suas ligas/heteroestruturas relacionadas crescidas por sputtering em dispositivos SAW é inédito e desperta grande interesse científico e tecnológico, fato que eleva exponencialmente o impacto deste trabalho. Além disso, dada a importância dos sensores SAW na tecnologia aeroespacial, a execução deste projeto é estratégica para atender aos interesses do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). O desenvolvimento deste projeto visa, de forma mais abrangente, a implantação da linha de pesquisa em GaN e materiais relacionados no ITA, abrindo um novo leque de temas de pesquisa, dissertações de mestrado e teses de doutorado junto ao programa de pós-graduação em Engenharia Aeronáutica e Mecânica (PG-EAM) deste mesmo Instituto.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Rodrigues da Conceição

Ciências Humanas

Teologia
  • uma tragédia protestante no século xvi: estudo transtexto-semiótico-criativo de abraham sacrifiant (1550), da autoria de théodore de bèze (1519-1605)
  • O projeto em questão tem como objeto central de estudos a peça teatral Abraham Sacrifiant. Tragedie Françoise (1550), que foi escrita pelo teólogo e poeta Théodore de Bèze. O problema de fundo a ser examinado é a recuperação ostensiva do texto bíblico de Gênesis 22, enquanto matéria prima para a composição da tragédia. O método de análise proposto, denominado de transtexto-semiótico-criativo, deriva do cotejamento de algumas teorias provenientes do pensamento de Gérard Genette e de Haroldo de Campos.
  • Universidade do Estado do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Soares de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • controle cristalino e formação de redes de nanofios semicondutores
  • Grande parte do avanço em tecnologia das últimas décadas é resultado do domínio da matéria condensada em escalas nanoscopicas. Os efeitos de superfície, apesar de considerados por muito tempo um complicador, agora são utilizados para as mais diversas aplicações. Cada vez mais temos novos tipos de materiais, como os pontos quânticos, grafeno, nanofios semicondutores e nanotubos de carbono para que este desenvolvimento continue. Os nanofios semicondutores, entretanto, tem lugar de destaque na vanguarda deste desenvolvimento de novos materiais. Grande parte desta importância se deve as suas possibilidades de síntese, sendo possível controlar sua: composição química, diâmetro, comprimento, dopagem e propriedades eletrônicas. Isto faz com que os nanofios sejam muitos versáteis, possuindo aplicações em produção de energia, biossensores, dispositivos eletrônicos, LEDs, computação quântica, entre outros. No entanto, para que essas aplicações não estejam restritas aos laboratórios de pesquisa, ainda é necessário aumentar o controle sobre a síntese de nanofios, seja em termos de sua estrutura cristalina ou de sua morfologia. Neste projeto, iremos investigar a influência do fluxo de precursores de As/P na estrutura cristalina e direção de crescimento de nanofios semicondutores de InAs/InP. Nosso objetivo é controlar a morfologia e estrutura cristalina dos nanofios durante o crescimento, criando estruturas unidimensionais complexas. O projeto será realizado em parceria entre docentes do GPMatNano (Grupo de Pesquisa em Materiais Avançados e Nanomateriais) da Universidade Federal do Paraná, campus avançado de Jandaia do Sul e o LNB (Laboratório de Nano e Biossistemas) da Profª. Dra. Mônica A. Cotta do Instituto de Física da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Além disso, a estrutura multiusuário do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) e da Universidade Estadual de Maringá (UEM) serão utilizadas neste projeto.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Soares Galvão

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo multi-escala das propriedades estruturais, mecânicas e de transporte de estruturas porosas
  • Neste projeto pretendemos realizar um estudo multi-escala (desde escala atômica até macro-escala, incluindo impressão 3D) das propriedades estruturais, mecânicas e de transporte de estruturas porosas. A metodologia está baseada em métodos de primeiros princípios (DFT), dinâmica molecular (clássica e quântica), elementos finitos e impressão 3D. Pretendemos estudar duas classes de estruturas: as Schwarzitas (estruturas de carbono com curvatura negativa) e espumas nanoestruturadas de grafeno e nitreto de boro.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Douglas Wegner

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • fazendo a governança de redes funcionar: uma análise da micro governança de redes públicas e privadas para a geração de ganhos relacionais
  • A governança de redes tem atraído crescente interesse de acadêmicos e gestores nos últimos anos, por diversos motivos. Em primeiro lugar, a formação de redes representa um fenômeno amplamente disseminado tanto no setor público quanto no setor privado, a ponto de caracterizar uma sociedade em rede (Castells, 2011) ou um capitalismo de alianças (Lazzarini, 2007). Essas redes são constituídas tanto para solucionar problemas sociais complexos na área de assistência à saúde (Cristofoli e Markovic, 2016), educação, segurança e meio ambiente (Bodin, 2017), quanto para elevar a competitividade de empresas privadas (Verschoore et al, 2015), acelerar a geração de inovações ou atender a demandas de mercado que necessitam de articulação coletiva (Dagnino et al, 2015). Outro motivo para o interesse no tema são os próprios desafios inerentes à governança de redes. A governança representa o conjunto de regras definido pelos atores envolvidos na rede com o intuito de garantir que os esforços sejam direcionados para o alcance dos objetivos coletivos (Albers et al, 2016) e a geração de ganhos relacionais (Dyer, Singh e Hestely, 2018). No entanto, a diversidade de atores, a assimetria de poder e informações, e a eventual existência de interesses divergentes torna a governança de redes uma tarefa desafiadora para os envolvidos. Como consequência, estudos têm sido desenvolvidos para ampliar a compreensão sobre como redes podem ser governadas e como sua eficácia pode ser ampliada (Ansell e Gash, 2008; Assens e Lemeur, 2016; Klijn e Koppenjan, 2016; Moretti, 2017). Apesar dos esforços direcionados para esse tema, ainda há lacunas específicas sobre a governança de redes. Os principais avanços foram realizados na compreensão da macro governança de redes (Provan e Kenis, 2008). Non entanto, há gaps na compreensão de como os modos de governança podem ser operacionalizados e aprimorados, em termos de funções e mecanismos (micro governança de redes) para gerar maiores ganhos relacionais. Tendo como base o contexto teórico e empírico apresentado, este projeto de pesquisa tem como objetivo central identificar as funções e mecanismos para a micro governança de redes que potencializam a geração de ganhos relacionais, propondo um framework de análise que seja aplicável a diferentes formas de redes públicas e privadas. Os resultados contribuirão para superar lacunas de conhecimento na nascente teoria sobre a governança de redes (Provan e Kenis, 2008, Albers et al., 2016). Além disso, a elaboração de modelos e ferramentas servirá como base para gestores diretamente envolvidos com a governança de redes públicas e privadas.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ducinei Garcia

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de compósitos cerâmicos magnetoelétricos particulados operados apenas com campo magnético ac
  • O acoplamento magnetoelétrico (ME) em campo bias nulo é esperado apenas para sistemas magnetoelétricos monofásicos, mas, recentemente, outros mecanismos, incluindo os de origem de deformação mecânica (strain), também mostraram ser possível gerar-se tal resposta em materiais compósitos multiferroicos, com pelo menos uma fase magnética e uma fase ferroelétrica. Tal observação deu-se em compósitos de conectividades 2-2. Em diferentes conectividades, por exemplo, a do tipo 0-3 (ou de compósitos particulados), esse efeito, conhecido como acoplamento self-biased, foi relativamente pouco investigado, possivelmente devido aos desafios de também se obter relativamente altos coeficientes ME neste caso. No grupo de pesquisa de desenvolvimento desta proposta - Grupo de Materiais Ferroicos do Departamento de Física da UFSCar – com a participação da proponente como responsável, já se alcançou resultados preliminares interessantes que apontam a qualificação dos protocolos de processamento de amostras para a análise de efeitos microestruturais sobre as propriedades de sistemas compósitos 0-3. Considerando esse cenário, este projeto como objetivo a investigação da influência de parâmetros microestruturais, tais como efeito de escala, grau de conectividade e relação volumétrica entre fase magnética e fase ferroelétrica, que possam ser responsáveis por efeitos de strain geradores do acoplamento ME self-biased em compósitos multiferroicos. As amostras a serem avaliadas - de sistemas ferroelétricos perovskitas, preferencialmente as livres de chumbo, com ferritas magnoestritivas - serão produzidas sob condições otimizadas de síntese de pós e de processamento cerâmico.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dulce Aurélia de Souza Ferraz

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • um graphic novel de um câncer de mama: instrumento de educação em saúde e popularização da ciência
  • O presente projeto tem por objetivo desenvolver um material educativo em formato de graphic novel autoetnográfico sobre câncer de mama em estágio inicial e sistematizar orientações metodológicas e pedagógicas sobre o uso desta forma de literatura no campo da saúde pública, especialmente na formação de profissionais de campos disciplinares variados que atuam na área da saúde. O material a ser desenvolvido insere-se no campo da medicina gráfica (graphic medicine), que utiliza ilustrações, infografia e histórias em quadrinhos (HQ) como ferramentas de comunicação em saúde. Enfoca particularmente o processo diagnóstico e as escolhas terapêuticas para tratamento do câncer de mama em estágio inicial, reconhecendo a magnitude deste tipo de câncer, que afeta quase 60.000 mulheres por ano no Brasil. Considera os questionamentos atuais no campo da saúde pública acerca dos modos de diagnosticá-lo e tratá-lo e propõe abordá-lo a partir dos referenciais da integralidade e do Cuidado. Partindo da abordagem autoetnográfica (baseada na experiência de uma das coordenadoras do projeto), combina saberes da Antropologia, da Psicologia Social, da Saúde Coletiva, da Epidemiologia e da Arte para explorar os processos de negociação possíveis na intimidade do cuidado clínico, os impactos intersubjetivos da doença no cotidiano e os caminhos terapêuticos possíveis e almejados. O projeto visa, assim, contribuir com o fortalecimento da capacidade institucional da Fiocruz Brasília e da UnB nas atividades de ensino, de extensão e de popularização da ciência, oferecendo uma metodologia inovadora e contando com articulação de instituições de ensino e pesquisa de diferentes regiões do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dulce Márcia Cruz

Ciências Humanas

Educação
  • game comenius – o jogo de educação e mídias
  • O objetivo principal desta pesquisa é investigar metodologias e práticas pedagógicas inovadoras para produção e aplicação do Game Comenius em suas versões (digital online e tabuleiro) em situações de aprendizagem formal e informal que levem à formação com, sobre e através das mídias de estudantes de licenciatura e professores de modo geral. Desde 2015, estamos produzindo o Game Comenius e sua finalização é a primeira meta desta proposta, pela característica de inovação e contribuição do projeto para as pesquisas nessa área na universidade pública. Através dos protótipos e do Módulo 1 finalizado até agora, temos testado o game com nosso público-alvo, o que define a segunda meta: o aperfeiçoamento da utilização do Comenius como estratégias de formação para as mídias, incluindo a produção de materiais didáticos, manual de mediação pedagógica e a análise dos resultados alcançados com a aprendizagem proporcionada pelas oficinas oferecidas com o jogo. Para alcançar os objetivos do projeto será preciso aprofundar o levantamento teórico e bibliográfico sobre os conceitos de letramentos; aprendizagem com jogos digitais; design educacional e de jogos em geral e formação para as mídias. A opção metodológica vem sendo baseada na abordagem do Design-Based Research (DBR), que se propõe a resolver problemas complexos em contextos reais, a partir da colaboração entre diferentes atores, a fim de testar e aperfeiçoar ambientes de aprendizagem inovadores. De acordo com o DBR, o processo iterativo de investigação, criação, produção e avaliação é constantemente realimentado pelas informações vindas dos atores envolvidos. No nosso caso, isso se resume a produzir o game, testá-lo em oficinas com resultados que devolvemos à produção, o que gera melhorias no novo protótipo a ser testado. Dessa forma, o processo de produção se apresenta como um espaço de pesquisa das dificuldades, características e condições de criação de games educativos, mas também do quanto é possível ensinar através deles. Neste sentido realizamos na prática das oficinas as três dimensões de mídia-educar com games (usando-os como ferramenta), sobre games (estudando de forma crítica sua linguagem e conteúdos) e através dos games (quando os jogadores produzem o Game Comenius customizado ou outros jogos inspirados na formação feita com ele). Utilizamos diversos instrumentos de coleta durante as oficinas e nos testes individuais: pesquisa documental, questionários online, entrevistas individuais ou em grupo, observação participante, diários de campo, produção de narrativas, captações de tela ou gravações das sessões, dentre os principais. O tratamento dos dados virá de análise de conteúdo a partir da categorização criada tanto pelos objetivos como pela teoria que embasa a pesquisa. Mas também serão tratados os dados quantitativos vindos dos questionários online aplicados a cada teste. Muito já avançamos com a finalização do módulo 1 - Mídias tradicionais mas precisamos finalizar os módulos seguintes (mídias audiovisuais, mídias sociais, mídias híbridas) e, para isso, precisamos continuar a produzir conhecimento sobre Game Design no Centro de Ciências da Educação da UFSC. Esse lugar já nos coloca num fino fio de navalha pela consciência das dificuldades da empreitada a que nos propomos. Isso porque, por um lado, o desafio é o de produzir um game que seja ao mesmo tempo educacional e lúdico, que não seja uma apologia das mídias, mas que dê conta de mostrar a complexidade de todos os elementos que compõem a metodologia de ensino, focando na didática de uma forma divertida. Por outro lado, com o jogo pronto, como apresentar a problemática do uso das mídias na educação, sem cair no maniqueísmo do certo e errado, ou de apresentar a tecnologia como a solução para os problemas da escola? Em outras palavras, como mostrar, através das peripécias da professora Lurdinha, o quanto é preciso repensar a escola no contexto da cibercultura, promovendo e investigando a ampliação dos letramentos dos atuais docentes e futuros professores e, ao mesmo tempo, instigar as questões ligadas à incorporação das mídias de forma crítica, produtiva e autoral em sua prática pedagógica, através da aprendizagem em um game produzido especialmente com essa finalidade.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dulce Maria de Araújo Melo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • transportadores sólido de oxigênio a base de perovskitas para produção de energia com captura de co2: estudo da influência da morfologia na reatividade e desenvolvimento de métodos de controle.
  • O presente projeto pretende pesquisar aspectos ainda muito pouco explorados no âmbito do desenvolvimento de transportadores sólidos de oxigênio para aplicações em processos de produção de energia com captura de CO2 com a influência da morfologia e da microestrutura. Existe uma grande necessidade de tecnologias que minimizem os impactos ambientais relacionadas às emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa, garantindo o atendimento da demanda energética cada vez maior. Além disso, as perovskitas devido as suas propriedades físico-químicas são materiais de destaque em tecnologias fundamentais para o desenvolvimento da sociedade como na catálise heterogênea, energia solar e, recentemente na produção de energia com captura de CO2. Por fim, a engenharia de superfície associada a ciência dos materiais vêm ganhando notoriedade na comunidade científica devido aos avanços das técnicas de caracterização e da necessidade de compreender os fenômenos de superfície. Portanto, esse projeto visa o desenvolvimento de materiais com estrutura perovskita à base de metais tais como Ni, Fe, Cu, Co, Mn, La, Sr and Ti, cujas propriedades sejam adequadas para aplicação em processos de produção de energia com captura de CO¬2. Diante disso, será feito um estudo da modelagem estrutural das perovskitas propostas, através da Densidade Funcional Teórica (DFT) com os resultados experimentais obtidos, a fim de que se possa confirmar a influencia da morfologia nesses tipos de perovskitas (simples e duplas) e correlacionar com a reatividade das mesmas. Todos os materiais serão caracterizados previamente com as técnicas adequadas para determinação da microestrutura, morfologia e propriedades texturais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dunieskys Roberto González Larrudé

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de revestimentos à base de grafeno para minimizar a corrosão em superfícies expostas a ambientes agressivos da área de petróleo e gás
  • A corrosão é um dos maiores desafios enfrentados pela indústria no geral. É desencadeada por fatores ambientais, como água, oxigênio e eletrólitos. O custo direto anual da corrosão metálica para a infraestrutura (pontes rodoviárias, tubulações, armazenamento de material), serviços públicos (água potável, gás / elétrico), transporte automotivo e defesa do governo é estimada em US $ 300 bilhões nos Estados Unidos e € 200 bilhões em Europa bem como US$ 2,5 trilhões de danos às estruturas de ferro e aço em todo mundo, o que equivale dizer estes problemas representam aproximadamente 3 a 4% do PIB anual dos países industrializados, sendo esta uma grande lacuna de oportunidades para ser explorada. Portanto, são necessárias soluções robustas e duradouras para superar os problemas de corrosão. Levando em conta que os revestimentos projetados para proteção contra corrosão devem ser capazes de fornecer uma barreira física eficaz, que impeça o acesso de espécies agressivas à interface metálica. Além disso, os revestimentos devem possuir durabilidade intrínseca, boa adesão ao substrato, flexibilidade e resistência suficientes para suportar impactos e rachaduras, mantendo a aparência quando sujeitas a estresse, intumescimento ou intemperismo. Até recentemente, a proteção contra a corrosão do aço era fornecida por revestimentos à base de zinco e cromo; no entanto, devido aos efeitos adversos do cromo na saúde humana e no meio ambiente, seu fornecimento e uso na Europa e diversos outros países pelo mundo foram totalmente restritos. Outros constituintes poderosos do revestimento, como cádmio, cobalto e cobre, também foram classificados como tóxicos para o ecossistema e cancerígenos para os seres humanos. Aqui entra o grafeno, folha de átomos de carbono na hibridização sp2 densamente compactados e com espessura de apenas um átomo, configurados em uma estrutura cristalina hexagonal tem atraído tanto interesses acadêmicos quanto industriais devido às suas propriedades elétricas, mecânicas, químicas e térmicas únicas. O grafeno pode impedir a difusão de moléculas de oxigênio e água na superfície de materiais metálicos, criando caminhos altamente tortuosos, protegendo o metal da oxidação-corrosão. Devido à sua grande área superficial, impermeabilidade e elevada resistência mecânica foi identificado como aditivo anticorrosivo na formulação de revestimentos poliméricos, pois a natureza isolante dos polímeros pode quebrar o acoplamento galvânico entre o grafeno e o metal. Assim, os revestimentos compostos de grafeno-polímero seriam mais duráveis, mais fáceis de aplicar e mais resistentes a arranhões. No entanto, esses revestimentos requerem que as folhas de grafeno estejam bem dispersas para prolongar os caminhos de difusão de gases ou líquidos (baixa permeabilidade geral), evitando a formação de uma rede condutora do grafeno para o metal. Sendo que, uma das vantagens do grafeno como carga nos revestimentos anticorrosivos reside na sua dispersibilidade e miscibilidade, tanto com o solvente de fundição quanto com o polímero. Ao mesmo tempo, a adição de pigmentos na formulação do nanocompósito grafeno-polímero que atuam como metais de sacrifício impedindo a reação do substrato metálico com o meio agressivo na composição das tintas podem melhorar ainda mais a proteção do substrato metálico contra a corrosão. Neste projeto serão desenvolvidos revestimentos à base de grafeno para minimizar a corrosão em superfícies expostas a ambientes agressivos da área de petróleo e gás. Assim, levando em conta os constituintes básicos das tintas como resinas ou polímeros, pigmentos (anticorrosivos como o ZnO), solventes (água ou solventes orgânicos) e aditivos (óxidos de grafeno) será desenvolvida sua melhor formulação escolhendo resinas específicas e estudando as porcentagens utilizadas de pigmentos (como pó de zinco) e de nanomateriais a base de grafeno por peso no filme a ser produzido para que atenda a todos os requisitos para ambientes altamente corrosivos. Um aspecto importante na obtenção dos revestimentos protetores é garantir uma excelente dispersão do grafeno na resina ou matriz polimérica para assim obter materiais com multifuncionalidade, quanto melhor a distribuição/dispersão dos nanomateriais na resina, melhor será o desempenho do nanocompósito formado e menor a carga de nanomateriais à base de grafeno a ser adicionada na matriz polimérica. Finalmente serão feitas todas as caracterizações do grafeno e da composição final, passando por espectroscopia raman, microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier, reologia, espectroscopia de fotoelétrons excitados por raios-X, assim como todos ensaios eletroquímicos, de corrosão e de nevoa salina (salt spray), bem como os ensaios mecânicos (dureza, atrito e adesão) necessários para determinar as taxas de corrosão e desempenho anticorrosivo das tintas desenvolvidas quando comparadas as semelhantes sem a utilização de grafeno na sua composição. Também serão feitos testes controlados de campo para avaliação da corrosão externa (atmosférica, em águas, em solos) com as vantagens de apresentarem avaliação em ambiente real com resultados mais realísticos mesmo que sejam de longa duração, pois são necessários de serem feitos como fase prévia ou paralela a comercialização do produto. Por fim, após o desenvolvimento da formulação com o melhor desempenho entrará a etapa mercadológica e de comercialização, buscando os clientes e fornecedores certos para o fechamento da cadeia produtiva, buscando sucesso do produto não só nacionalmente, como internacionalmente.
  • AUTOSCIENCE TECHNOLOGIES PROJETOS E CONSULTORIA LTDA. - SP - Brasil
  • 13/11/2020-31/05/2021
Foto de perfil

Durval Muniz de Albuquerque Júnior

Ciências Humanas

História
  • achegas de saudade: as condições históricas de emergência de consciências e sensibilidades saudosistas no brasil e em portugal entre o final do século xix e meados do século xx
  • Estudar a emergência e as expressões históricas de consciências e sensibilidades marcadas pela saudade no Brasil e em Portugal, entre o final do século XIX e meados do século XX, tomando o processo que se deu em Portugal, sobre o qual já existem inúmeras reflexões, como referência para pensar o caso brasileiro, onde o silêncio das elites acadêmicas e intelectuais merece também uma investigação. Me interessa, sobretudo, pensar que condições históricas levaram, não só ao surgimento de uma série de iniciativas que visam racionalizar e entender o fenômeno da saudade, notadamente em Portugal, mas também que levaram a que este sentimento, anteriormente tema de produções literárias e artísticas, muito ligado à vida íntima, ganhasse foros de tema público e embasasse não só a emergência de movimentos culturais, como é o caso do movimento Regionalista e Tradicionalista, encabeçado por Gilberto Freyre, na década de vinte do século passado, mas que estes movimentos fossem articulados a ideários políticos e ideológicos de cunho conservador, como ocorre com os grupos Anta e Verde-Amarelo do movimento modernista, dos quais muitos intelectuais confluem posteriormente para o movimento integralista, sendo, me parece, um elemento de constituição de subjetividades e de sujeitos afeitos a aceitarem estas mensagens políticas de caráter autoritário e corporativo nos dois países.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ecivaldo de Souza Matos

Ciências Humanas

Educação
  • raciocínio computacional em prática: desenvolvendo ações didáticas e pedagógicas para difusão da ciência da computação na escola
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Edcarlos Domingos da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • analise não-linear e equações diferenciais parciais elipticas
  • Neste projeto estudamos varios tipos de equações elipticas não lineares as quais têm sido estudadas extensivamente nos ultimos anos. Lidamos com equações quasilinares, semilineares, singulares, locais e não locais as quais têm sido aceitas como modelos em diversos fenômenos fisicos, quimicos, biologicos e economicos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Edcleide Maria Araújo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • membranas para aplicação no tratamento de efluentes aquosos – obtenção e caracterização
  • A escassez de água é, cada vez mais, um problema atual que afeta vários setores da sociedade, ameaçando também a sustentabilidade ambiental. Hoje a escassez de água afeta mais de 40% da população do nosso planeta, segundo a Organização das nações Unidas (ONU). Ela prevê que, até 2025, 1,8 bilhão de pessoas estarão vivendo em países ou regiões com absoluta escassez de água. Essa escassez nos grandes centros urbanos e o aumento de custos para sua captação e posterior tratamento, devido ao aumento do grau de poluição das fontes de água, tornam necessários estudos e aplicação de novas tecnologias de tratamento, reuso e captação de água. Dentre as aplicações para saneamento de água, as membranas poliméricas estão muito difundidas nos países desenvolvidos e estão ocupando cada vez mais destaque no Brasil, pois são capazes de separar substâncias que os filtros convencionais não conseguem reter, ocupam áreas reduzidas em relação a sistemas convencionais, apresentando qualidade de água muito superior e, no caso de esgoto, favorece o reuso. Os processos de separação por membranas (PSM) têm uma enorme potencialidade, em particular, para contribuir para a solução de algumas questões mundiais mais cruciais, tais como, problemas energéticos e no tratamento de efluentes industriais. Por isso, existe um crescente interesse nas pesquisas que envolvem a síntese de membranas. As membranas são tecnologias limpas e a separação é feita fisicamente, com gasto reduzido de produtos químicos. Os processos são compactos e apresentam facilidade na ampliação da capacidade de produção. No setor de saneamento, as aplicações mais comuns no uso de membranas estão: o tratamento de água para fins industriais, a produção de água potável, o polimento de efluentes, o tratamento de efluentes e o pré-tratamento de sistemas de dessalinização de água do mar. Outros setores também utilizam as membranas, tais como: farmácia, indústria de alimentos e bebidas, biotecnologia, purificação de ar, hemodiálise e indústria automobilística. O crescente interesse nessa tecnologia se traduz por melhorias contínuas no processo, que levam a reduções de custos significativos. Os principais avanços estão relacionados à evolução dos materiais usados no preparo de membrana, ao projeto dos módulos de permeação, a qualidade do pré-tratamento, a redução do consumo e/ou a recuperação de energia. Portanto, pretende-se com este projeto preparar soluções de polímeros, de nanocompósitos e de compósitos poliméricos para o desenvolvimento de membranas planas e na forma de fibra oca com propriedades específicas para aplicação no tratamento de efluentes aquosos. Dessa forma, o financiamento para a compra de equipamentos para a caracterização do permeado separado pela membrana é de extrema importância para a obtenção de água tratada, com característica adequada para sua reutilização ou para o descarte, levando em consideração os padrões e exigências definidos pela legislação ambiental. Este projeto está inserido na linha de pesquisa “membranas poliméricas” do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PPG-CEMat) da UFCG, que vem contribuindo para o desenvolvimento da pesquisa no Estado da Paraíba e região circunvizinha por meio de projetos financiados e, sobretudo pela formação de recursos humanos qualificados.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022