Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alvaro Jose de Almeida Bicudo

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • exigências nutricionais e fontes de nutrientes para fabricação de dietas padrão para o zebrafish (danio rerio)
  • O uso do zebrafish (Danio rerio) como modelo biológico vertebrado alternativo tem aumentado nos últimos anos em diferentes campos da Ciência. Entretanto, a falta de dietas standard, como as existentes para roedores, pode acarretar um viés nos resultados obtidos. Portanto, conhecer as exigências nutricionais e níveis seguros de inclusão de ingredientes nas dietas, sem interferir significativamente no seu desempenho e metabolismo basal, permitirá o desenvolvimento de dietas standard, contribuindo na sua consolidação como modelo biológico experimental. Atualmente, é comum o uso de dietas comerciais para peixes ornamentais de diferentes composições químicas (e.g. nível de proteína), cuja formulação é desconhecida, podendo conter ingredientes com fatores antinutricionais. Portanto, nós hipotetizamos que o uso de dietas nutricionalmente balanceadas, desenvolvidas especificamente para a espécie, minimizará a influência de efeitos de origem nutricional nos ensaios realizados em diferentes áreas de pesquisa. Por exemplo, má formação óssea, escolioses e fusão de vertebras foram observadas em zebrafish recebendo dietas hipofosfóricas (COSTA et al., 2018; DOI: 10.3390/ijms19020364). A suplementação de fosfolipídeos dietéticos melhorou a reprodução e o desenvolvimento embrionário da espécie (MARTINS et al., 2020; DOI: 10.1089/zeb.2019.1794), que também são influenciados pelas fontes lipídicas das dietas (ARAÚJO et al., 2017; DOI: 10.1111/anu.12432). Na Fase 1 as exigências nutricionais em macronutrientes e micronutrientes essenciais de diferentes estágios de desenvolvimento do zebrafish serão determinadas utilizando o delineamento dose-resposta, com um mínimo de cinco concentrações de cada nutriente avaliado. Na fase 2 serão avaliados diferentes ingredientes como fontes de proteína, lipídios e carboidratos, bem como seus níveis de inclusão na formulação de dietas práticas e semipurificadas.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Álvaro Luiz Fazenda

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • computação em nuvem para a big-data em cidades inteligentes
  • O conceito de Cidades Inteligentes (Smart Cities) consiste no emprego de modernas técnicas de diversas áreas, em especial da Tecnologia da Informação e Comunicação, Engenharia Ambiental e Sanitária, Arquitetura, Urbanismo, Saúde, entre outros, para solucionar os principais desafios relacionados à melhoria da qualidade de vida e nas condições sócio-econômicas da vida cotidiana nas cidades. Para lidar com estes desafios, é necessário tratar de diferentes maneiras uma quantidade significativa de dados que podem ser obtidos das mais diversas formas, através de sensores que os coletam a partir de dispositivos baseados em Internet das coisas (IoT - Internet of Things). A velocidade, volume e variedade de dados passível de ser comumente coletado em ambientes urbanos é considerado grande demais para ser analisado por sistemas tradicionais, necessitando de técnicas de processamento e armazenamento de Big Data e, consequentemente, ser tratado por métodos especificamente desenvolvidos para este finalidade. Métodos para se lidar com big-data demandam, normalmente, arquiteturas computacionais com grande poder computacional, com diversas máquinas acopladas, grande quantidade de memória e de armazenamento, tal como a computação em nuvem (Cloud Computing). Neste projeto, planeja-se portar a plataforma InterSCity (Software livre desenvolvido e mantido pelo IME/USP como um framework para suporte a projetos em cidades inteligentes) para utilização da plataforma AWS (Amazon Web Services), desenvolvendo novas funcionalidades que permitam melhorar a usabilidade do sistema, disponibilidade e desempenho computacional em tarefas que envolvam a descoberta, interpretação e comunicação de padrões significativos nos dados (data analytics), incluindo métodos de aprendizagem de máquina. Além da plataforma InterSCity, também planeja-se executar o InterSCSimulator (simulador de cidades inteligentes também de código aberto e desenvolvido e mantido pelo IME/USP) no AWS para a geração de dados de testes dos novos serviços que serão desenvolvidos na plataforma InterSCity. O InterSCSimulator é capaz de simular um dia inteiro de uma grande cidade como São Paulo, porém isso demanda um alto poder computacional, o que torna o AWS um ambiente ideal para a execução de simulações de larga escala.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 14/09/2020-30/09/2022