Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Ricardo Fajardo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • materiais híbridos sintetizados a partir de polímeros e espécies metálicas como potenciais catalisadores
  • O desenvolvimento de novos materiais tem aprimorado de forma contínua vários aspectos da vida moderna e ao mesmo tempo tem motivado e instigado pesquisadores nas mais diversas áreas a transporem as fronteiras do conhecimento. Aliada a essa motivação é crescente também a preocupação com os temas voltados a sustentabilidade e as práticas de produção/trabalho ecologicamente corretas. Prova disso é o aumento considerável de pesquisas que têm como foco principal a obtenção de sistemas e/ou materiais eco-friendly (adjetivo comumente utilizado na língua inglesa que pode ser traduzido de modo direto como "amigo da natureza"). Uma das áreas de pesquisa que mais tem contribuído para a obtenção desse tipo de sistemas e/ou materiais certamente é a área de catálise. A catálise, termo empregado na química para descrever uma reação que tem sua velocidade aumentada devido à presença de uma substância conhecida como catalisador, atua como protagonista na diminuição do consumo energético reacional e no aumento da eficiência de diversos processos químicos. Além da investigação de novas rotas catalíticas para diferentes tipos de reações químicas, muitas pesquisas também têm concentrado esforços no desenvolvimento de novos catalisadores e na readequação dos catalisadores já conhecidos. Por exemplo, a mais de um século diferentes espécies metálicas têm sido empregadas com sucesso como catalisadores em inúmeras reações químicas. No entanto, reações catalisadas por essas espécies metálicas costumam apresentar alguns inconvenientes como, por exemplo, uso de grandes quantidades e dificuldade na recuperação do catalisador, perda da eficiência catalítica (envenenamento do catalisador), entre outros. Ainda, quando as espécies metálicas são utilizadas em escalas diminutas de tamanho (em escala nanométricas) tem-se o inconveniente da agregação e coalescência do catalisador o que pode causar um grande prejuízo à catálise. Uma das formas de superar esses problemas é, por exemplo, suportar as espécies metálicas em um material sólido. Dentre os sólidos mais proeminentes para essa finalidade, os sólidos poliméricos têm ganhado grande destaque devido as suas atraentes propriedades (alta resistência química e mecânica, processabilidade, entre outras). Sólidos sintetizados a partir de polímeros de origem natural (polissacarídeos, por exemplo) têm como vantagem o fato de que esses são biodegradáveis; são obtidos a partir de fontes renováveis (fontes vegetais e resíduos de biomassa) e costumam apresentar inúmeros grupos funcionais em suas estruturas, o que facilita a interação e o suporte dessas espécies metálicas. Devido a essas considerações, nota-se que pesquisas com foco na síntese e caracterização de materiais híbridos constituídos de polissacarídeos e espécies metálicas são de fundamental importância para a obtenção de sistemas catalíticos mais eficientes e, portanto, ambientalmente mais amigáveis.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Ricardo Massensini

Outra

Biomedicina
  • administração intralesão de agentes neuroprotetores em modelo de isquemia cerebral em ratos
  • Esta proposta se baseia no intercâmbio internacional de cooperação científica e tecnológica entre os laboratórios vinculados ao INCT de Nano-Biofarmacêutica (Nano-Biofar) e os laboratórios coordenados pelo Dr. Michel Modo (Bolsista PVE/CNPq), visando promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia e da competitividade nas áreas de nanotecnologia e biofarmacêutica para desenvolvimento de inovações farmacêuticas com aplicação em doenças e distúrbios neurovasculares. Este projeto é desenvolvido em colaboração com o Dr. Michel Modo, responsável pelo Regenerative Imaging Laboratory, que faz parte do McGowan Institute for Regenerative Medicine da University of Pittsburgh, PA, USA. Uma das principais linhas desta proposta envolve o estudo dos mecanismos celulares e fisiopatológicos da isquemia cerebral e o uso de novas tecnologias para a abordagem e tratamento deste déficit neurológico. O uso de tais tecnologias tem sido chave no processo de tratamento de várias doenças, principalmente aquelas relacionadas ao sistema nervoso. A falta de desenvolvimento de algumas dessas tecnologias tem levado, por exemplo, ao atraso na descoberta de novos tratamentos para o acidente vascular cerebral (AVC). A incorporação da nanotecnologia como alternativa para oferecer, apoiar e melhorar as intervenções terapêuticas é essencial para limitar o impacto do AVC ou para substituir tecidos perdidos através da engenharia de tecidos. Apresentamos aqui um plano de trabalho para 36 meses, cujo objetivo principal será avaliar a biocompatibilidade e a biodegradabilidade de nano-compostos para administração intralesão de agentes neuroprotetores em modelo de isquemia cerebral em ratos, usando imagens por ressonância magnética como principal ferramenta de análise. Além do projeto científico a ser desenvolvido em colaboração, este projeto propiciará maior interação entre os laboratórios sediados na UFMG, e o McGowan Institute for Regenerative Medicine, onde atualmente são desenvolvidos vários projetos multidisciplinares nas áreas das ciências básicas e aplicadas, como a biologia, a clínica e a engenharia. Esta maior aproximação contribuirá com a inserção internacional através de parcerias com instituições no exterior e com o intercâmbio científico entre pesquisadores e estudantes de Pós-Graduação vinculados às duas instituições. Além disto, servirá como uma ponte para a troca de informações e conhecimentos gerados pelo Centro de Tecnologia e Pesquisa em Magneto-Ressonância da UFMG (CTPMAG-UFMG). Em suma, tal projeto será de extrema importância para o fortalecimento de parcerias já iniciadas e para permitir novas investidas em áreas da fronteira do conhecimento.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Ricardo Salata

Ciências Humanas

Sociologia
  • distribuição de renda no brasil: redução das desigualdades permanentes entre 1995 e 2015?
  • A proposta visa aprofundar e complementar uma agenda de pesquisa já em curso. Mudanças significativas vêm ocorrendo em relação à distribuição de renda na sociedade brasileira; desde 2001, o índice de Gini, uma das medidas mais tradicionais de desigualdade de renda, vem caindo continuadamente, alcançando os menores valores das últimas três décadas, contribuindo assim para o declínio dos níveis de pobreza e miséria. O objetivo deste projeto de pesquisa é aprofundar a discussão sobre a redução das desigualdades de renda dos últimos anos no Brasil, através do prisma sociológico. Procuraremos, por meio dos microdados das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs - IBGE) de 1995 a 2015, verificar a relação entre as mudanças na distribuição de renda, a estrutura de classes brasileira, a expansão educacional ocorrida nos últimos anos, e características adscritas como cor ou raça. Assim, buscaremos verificar, em primeiro lugar, se podemos encontrar mudanças significativas no que se refere à distribuição de renda entre as diversas categorias sócio-ocupacionais, e níveis de escolaridade, quando comparamos 1995 e 2015. Em segundo lugar, buscaremos também analisar a relação entre rendimentos e a variável cor, a fim de verificar possíveis modificações no conhecido padrão de discriminação presente no mercado de trabalho brasileiro. Com efeito, ao focarmos em variáveis estruturais que poderiam explicar a distribuição de renda, estaremos interessados na análise do que tem se convencionado denominar de desigualdades permanentes, ou duráveis, o que se constituiria em uma importante novidade dentro do atual debate em torno da redução das desigualdades de rendimentos no Brasil.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Rocha Sampaio

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a influência dos elementos de informação do inquérito policial na fundamentação da sentença penal condenatória: uma análise estatística do índice de incidência e mapeamento das principais vias de contaminação tendo por base o ano de 2016
  • Trata-se projeto que objetiva demonstrar a alta influência dos elementos de informação colhidos pela polícia na fase investigativa (preliminar) do processo penal no momento da fundamentação da sentença penal condenatória. Baseados em leituras prévias oriundas da Teoria Processual Penal Crítica, criminologia e na experiência dos pesquisadores estima-se que direta ou indiretamente um índice superior a 90% das sentenças padecem dessa mácula, tida pela literatura especializada como uma característica autoritária, incompatível com cânones de um regime democrático. Para demonstrarmos essa influência aqui caracterizada como “autoritária”, visto afastar do processo o contraditório judicial público, os pesquisadores envolvidos no projeto deverão realizar uma análise de fluxo do sistema de justiça criminal com base em um instrumental quali-quanti. Para as influências diretas (imediatas), será aplicado um questionário estruturado, com o escopo de estimar o índice de utilização expressa de elementos informativos (do inquérito policial); já para as influências indiretas (mediatas), a análise precisa ser mais apurada, momento no qual outros elementos do processo precisam ser analisados para se verificar se houve elementos de informação transformados em prova judiciária pela simples confirmação/ratificação ou por outras estratégias de camuflagem. Para tal, será aplicado pelos pesquisadores um questionários semiestruturado. Outro ponto de profunda relevância é o de verificar a incidência do depoimento de policiais militares que atuaram no flagrante para fundamentar a condenação, o que forma um verdadeiro curto-circuito epistêmico, ao se valer do envolvido no ato e, consequentemente, interessado em legitimá-lo para justificar que se tratara de ato escorreito e lastreado na lei. Espera-se, ao cabo, mapear tanto os índices de contaminação como traçar um mapeamento de suas principais estratégias/táticas de penetração.
  • Centro Universitário Tiradentes - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Rodrigo Rech

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • consolidação da pós-graduação da ufvjm por meio de parcerias com programas de excelência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 06/01/2020-06/01/2025
Foto de perfil

André Rodrigues

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • comunidades bacterianas auxiliadoras da fungicultura das formigas atíneas
  • As bactérias são micro-organismos onipresentes que desempenham papéis metabólicos fundamentais para a sobrevivência de quase todos os organismos. Esses micro-organismos estabelecem interações multidirecionais em diferentes sistemas biológicos, como ocorre no jardim das formigas atíneas (Hymenoptera: Attina). Esses insetos sociais co-evoluíram em um mutualismo obrigatório com fungos basidiomicetos que cultivam como alimento. Apesar dessa simbiose ser o cerne das colônias das atíneas, outros organismos estão envolvidos na manutenção desse microhabitat. As interações bacterianas-fúngicas (actinobactérias do gênero Streptomyces e Pseudonocardia) são muito comuns nesse ambiente como parte do sistema de defesa do jardim frente a parasitas, como Escovopsis (um fungo que pode causar danos ou até mesmo a morte do jardim). Contrariamente às actinobactérias, as funções de outros grupos bacterianos nesse sistema não estão claramente definidas. Estudos em outros sistemas, mostraram que a hifosfera permite que bactérias e fungos criem uma relação mutualista, no qual ambos os organismos usufruem de nutrientes e compostos para melhorar o desenvolvimento mútuo. A presente proposta visa identificar comunidades bacterianas da hifosfera dos fungos mutualistas cultivados pelas atíneas e determinar suas funções na fisiologia fúngica (nutrição e regulação genética). Para atingir esses objetivos, utilizaremos uma abordagem complementar incluindo ferramentas de microscopia eletrônica de transmissão, metagenômica e metatranscriptômica. Analisaremos a estrutura taxonômica e os transcritos dos prováveis metabólitos produzidos pelas comunidades bacterianas encontradas nos fungos mutualistas de dois gêneros de atíneas derivadas (Atta e Acromyrmex). Com esses dados esperamos responder às seguintes questões: (i) Existem bactérias na micelosfera e na endohifa vivendo com o fungo mutualista? (ii) Quais são os grupos de bactérias que estão interagindo com o fungo? e (iii) Quais são as funções metabólicas das bactérias no jardim de fungo? Tal conhecimento nos ajudará a entender como esses micro-organismos podem ajudar no desenvolvimento do jardim de fungo das formigas atíneas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Rodrigues dos Reis

Ciências Agrárias

Agronomia
  • biofortificação genética e agronômica do feijão-caupi com selênio e relações com a qualidade nutricional dos grãos
  • Há evidências conclusivas de deficiência de selênio (Se) nos solos do Brasil, o que pode gerar deficiência nas plantas, animais e humanos. Desta forma, existe a necessidade de se aumentar os teores de Se nas partes comestíveis de cultivares modernos, pois os aumentos de produtividade têm apresentado relação inversa com essa característica. O objetivo do trabalho é avaliar a influência do Se na produção e qualidade nutricional em genótipos de feijão-caupi, bem como estabelecer doses ótimas de Se a serem aplicadas em condições brasileiras. Com base em trabalhos anteriores do grupo sobre acumulação de Se por plantas, será realizado um experimento para caracterizar a eficiência de absorção e acúmulo de Se nos grãos de diferentes genótipos de feijão-caupi. Nesse experimento, serão avaliados 30 genótipos de feijão-caupi na presença e ausência de Se (0 e 0.3 mg kg-1), com 4 repetições, cultivados até o ciclo final para a obtenção dos grãos. Além disso, será avaliada a eficiência da biofortificação agronômica utilizando 2 fontes de Se (selenato e selenito) e 7 doses de Se (0; 2,5; 5,0; 7,5; 10,0; 20,0; e 40,0 g ha-1) aplicado via solo. Visando avaliar a interação entre Se e enxofre (S), será realizado um experimento de campo aplicando a combinação de quarto doses de Se como selenato de sódio (0; 10; 25 and 50 g Se ha-1) e quatro doses de S na forma de sulfato de amônio (0, 15, 30 and 60 kg S ha-1). No final dos experimentos, serão avaliados: teor de macro e micronutrientes incluindo o Se, biodisponibilidade do Se nos grãos, teor de aminoácidos totais, proteína, e açúcares e fitato nos grãos de feijão-caupi. O entendimento dos fatores envolvidos na variação genotípica quanto ao acúmulo de Se e sua interação com a resposta das culturas ao Se como fertilizante, poderá fornecer subsídios para posterior uso dessas informações no melhoramento vegetal, adubação e na produção de alimentos de melhor qualidade nutricional.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Rodrigues Guimarães

Ciências Humanas

Educação
  • expansão e financiamento da educação superior pública nos estados do amapá e pará (2006-2016)
  • A pesquisa tem como objeto de estudo o financiamento da educação superior. De forma específica, trata-se de investigação sobre o financiamento das Instituições de Ensino Superior Públicas, localizadas nos Estados do Amapá e Pará. Seu objetivo central é analisar a evolução do orçamento público para as IES públicas localizadas nesses Estados, diante da expansão das matrículas, no período 2006-2016, para verificar se os recursos financeiros disponibilizados são correspondentes ao crescimento do atendimento educacional no Brasil, na Região Norte e especialmente no Amapá e no Pará. Os estudos realizados sobre a temática no Brasil, os quais têm como foco analítico a realidade nacional como um todo, destacam que no contexto neoliberal a expansão da educação superior pública vem se desenvolvendo sem o correspondente aporte de recursos financeiros necessários para garantir uma educação de qualidade. A partir de orientações de organismos internacionais – especialmente o Banco Mundial – é ampliada a oferta privada desse nível de ensino e introduzem-se mecanismos do mercado na condução e ampliação do setor público. Entende-se que o estudo sobre a política de educação superior em curso, necessita ser analisada também a partir do financiamento estatal. Também se ressalta que a compreensão desse processo deve considerar a diversidade regional no atendimento educacional, especialmente no âmbito do ensino superior. O estudo aqui apresentado parte das seguintes questões: Qual a evolução orçamentária para a educação superior pública no Estado do Amapá e do Pará no contexto da expansão das matrículas entre 2006 a 2016? Que semelhanças e diferenças se apresentam se manifestam entre os Estados? Qual a relação desse financiamento com os respectivos orçamentos gerais, da União (no caso das instituições federais) e do Estado do Amapá e do Pará (no caso da UEAP e da UEPA), com a receita líquida de impostos, com as suas dívidas públicas e Produto Interno Bruto (PIB)? Como a evolução do financiamento e das matrículas das instituições federais localizadas no Amapá e no Pará se relaciona com os seus equivalentes no Brasil e na Região Norte? Que relações podem ser estabelecidas entre a expansão e o financiamento da UEAP e da UEPA com a evolução apresentada nas IES Federais localizadas nos mesmos Estados? Quais as fontes de recursos e montante financeiro são destinadas para a UEAP e a UEPA e que relações podem ser estabelecidas com outros estudos sobre o financiamento das instituições estaduais brasileiras? A realização de tal investigação apresenta-se como necessária, dando continuidade a estudos já realizados, particularmente por pesquisadores de várias universidades brasileiras, vinculados à Rede Universitas/Br. Enquanto fundamentação teórico-metodológica parte-se da perspectiva segundo a qual a análise do processo de expansão e financiamento da educação superior pressupõe considerar os condicionantes macroestruturais da política educacional brasileira, especialmente no que se refere à educação superior. É a partir das condições materiais de existência que as relações sociais construídas devem ser apreendidas intelectivamente. Desse modo, para analisar as atuais reformas educacionais e a funcionalidade social das instituições formativas na contemporaneidade, incluindo a expansão e o financiamento do ensino superior, é indispensável entender a produtividade capitalista hodierna. Trata-se de considerar a política educacional como parte da superestrutura social que está organicamente ligada à estrutura produtiva da sociedade. Os dados empíricos da pesquisa serão obtidos a partir do Censo da Educação Superior (INEP), do orçamento geral da União, do Amapá e do Pará, especialmente no que se refere aos valores destinados às IES localizadas nesses Estados. Serão levantados os dados orçamentários de despesas com a educação superior e tecnológica federal dos dois Estados, por unidade orçamentária e por grupos de natureza de despesa (pessoal e encargos; outras despesas correntes; investimentos), relativos à função Educação. Estes dados serão obtidos nos relatórios de execução orçamentária do Governo Federal, quanto às Instituições Federais de Ensino Superior (disponível no site da Câmara dos Deputados). Os dados referentes ao orçamento dos Estados do Amapá e Pará, em especial com relação à UEAP e UEPA, serão obtidos nos documentos e órgãos oficiais equivalentes (disponíveis no site do Portal da Transparência e da Secretaria da Fazenda Estadual). Utilizar-se-á, dialeticamente, a abordagem qualitativa e quantitativa na investigação. Em linhas gerais a pesquisa será desenvolvida em três etapas centrais: a) aprofundamento teórico-metodológico, com revisão bibliográfica, da temática de financiamento da educação superior, especialmente em sua relação com a expansão no setor público; b) levantamento e sistematização dos dados oficiais da expansão das matrículas e financiamento das IES públicas localizadas no Amapá e no Pará; c) interpretação analítica dos dados, com base no referencial teórico deste projeto e em outros levantados durante a primeira fase da pesquisa.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Rodrigues Muniz

Engenharias

Engenharia Química
  • uso de simulações computacionais no desenvolvimento de novos materiais e processos
  • O desenvolvimento de tecnologias inovadoras em muitas áreas está intrinsicamente ligado à descoberta de novos materiais, com propriedades físicas diferenciadas, e que possam ser produzidos em escala industrial de forma economicamente viável. Nanomateriais tem um grande potencial neste sentido, visto que apresentam excelentes combinações de propriedades mecânicas, eletrônicas, ópticas, térmicas, etc, porém sua ampla aplicação ainda esbarra em limitações tecnológicas para produção em grande escala. Neste contexto, o projeto de pesquisa em questão tem como objetivo empregar métodos de simulação computacional em nível atomístico (cálculos DFT e simulações de Dinâmica Molecular) na busca de novos materiais e no desenvolvimento ou aprimoramento de técnicas de obtenção. Estes métodos de simulação têm se revelado grandes aliados em ciência de materiais, se mostrando imprescindíveis ao entendimento da relação entre estrutura e propriedades físicas de materiais, permitindo a obtenção de informações difíceis de serem extraídas usando técnicas laboratoriais convencionais, auxiliando significativamente na descoberta de novos materiais. Mais especificamente, simulações desta natureza serão usadas no estudo de diferentes materiais e processos de interesse prático e tecnológico, como por exemplo na síntese de novos nanomateriais baseados em carbono, e em processos de transformação físico-química de materiais existentes (pirólise, tratamento em alta pressão, irradiação). Além de obter informações detalhadas sobre o processo de síntese/transformação e da estrutura atômica dos materiais produzidos, seu conjunto de propriedades físicas será explorado, permitindo avaliar possíveis aplicações tecnológicas. Os resultados a serem obtidos auxiliarão na interpretação minuciosa de resultados experimentais a serem obtidos por colaboradores, contribuirão ao aprimoramento de processos já existentes, visando a obtenção de produtos com a qualidade desejada de forma controlada, assim como motivará o desenvolvimento de futuros estudos experimentais para síntese de novos materiais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Sampaio Mexias

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo do vulcanismo associado às mineralizações de cu, pb, zn e au na região das minas do camaquã/rs - brasil
  • A presente proposta tem como meta dar continuidade aos estudos dos processos hidrotermais e metalogenéticos que vêm sendo desenvolvidos por um grupo multidisciplinar (Grupo de Pesquisa CNPq – Alteração Hidrotermal e Metalogenia) que constitui uma rede de pesquisa que inclui pesquisadores da UFRGS, UFPEL, UNIPAMPA, CPRM, Votorantim Metais, e apoio da CBC, que se articula internacionalmente com pesquisadores da França (Université de Nice). As empresas Votorantim e a Companhia Brasileira do Cobre (CBC) são parceiras no fornecimento de amostras de testemunhos de sondagem, acesso a área de estudo e discussão de resultados obtidos conjuntamente. A proposta ora apresentada centra-se na investigação do(s) Vulcanismo(s) (Geoquímica, Geocronologia, Geologia Estrutural, Alteração Hidrotermal, Metalogenia) bem como da pesquisa dos processos de movimentação dos fluidos hidrotermais nestas rochas vulcânicas na área das Minas do Camaquã pesquisando e associando à metalogênese de Cu, Au, Zn e Pb, principalmente. A área do presente projeto, denominada de Minas do Camaquã (MC), está localizada a 70 km ao sul da sede do município de Caçapava do Sul-RS, na porção central do Escudo Sul-rio-grandense.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Seco Marques da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • abordagens citogenômicas e filogenômicas na caracterização e melhoramento de espécies socioeconomicamente importantes de stylosanthes (fabaceae)
  • A família Fabaceae (Leguminosae, legumes) é a terceira maior família de Angiospermas, citada como uma das mais ricas para o Nordeste Brasileiro. A família apresenta ainda uma grande importância econômica alimentar, forrageira, ornamental, madeireira, medicinal entre outras. Dentre as espécies de interesse econômico dessa família, se destacam as do gênero Stylosanthes Sw., sendo o Brasil o principal centro de diversidade do gênero. A habilidade das espécies desse gênero de fixarem nitrogênio do solo e de possuírem alto teor de proteínas faz com que elas sejam de grande importância na formação de pastagens em solos arenosos e pobres e muito utilizadas também na recuperação de solos degradados em regiões de solos pobres e semiáridas. Dessa forma, diferentes espécies de Stylosanthes apresentam grande importância socioeconômica para pequenos produtores e comunidades rurais subdesenvolvidas em todo o Nordeste e Cerrados brasileiro. Apesar da sua importância socioeconômica, esse gênero ainda apresenta pouca caracterização genética e a frequente ocorrência de poliploides de origem híbrida (alopoliploides) dificulta a delimitação e identificação de grande parte das espécies. A sistemática molecular de Fabaceae avançou muito nos últimos anos no que diz respeito ao entendimento das suas relações evolutivas, oferecendo agora novas perspectivas para as análises genômicas e citogenéticas. As filogenias moleculares servem para estudar a evolução cariotípica através de métodos citogenéticos comparativos. Dessa forma, o presente projeto visa estudar a organização do genoma e relações filogenéticas e citogenética entre dois principais complexos alopoliploides de Stylosanthes de considerável importância socioeconômica, S. capitata e S. scabra. Visando entender a origem desses alopoliploides, serão estudadas diferentes espécies diploides relacionadas buscando gerar suporte citomolecular e filogenômico que subsidie o conhecimento das relações evolutivas e melhoramento genético nesse importante grupo de plantas. Além disso, a relação próxima de Stylosanthes com o amendoim cultivado (Arachis hypogaea), que possui seu genoma totalmente sequenciado e anotado, permitirá tanto uma análise comparativa como a possível transferência de marcadores a serem utilizadas no mapeamento cromossômico de Stylosanthes. O novo entendimento derivado será de grande valor informativo sobre as relações evolutivas em Stylosanthes, levando ao melhoramento genético desse socioeconomicamente importante grupo de plantas.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Soares Leopoldo

Ciências da Saúde

Nutrição
  • caracterização de remodelação cardíaca em modelo experimental de obesidade a partir de diferentes tipos de dietas hipercalóricas
  • A obesidade é considerada uma epidemia mundial e grave problema de saúde pública, sendo sua prevalência está muito mais atribuída aos chamados fatores ambientais, em especial à dieta e o sedentarismo. Diversos agravos são associados ao excesso de tecido adiposo e a obesidade é considerada fator de risco independente para insuficiência cardíaca. Dentro desse contexto, a obesidade experimental tem sido utilizada como importante mecanismo para elucidar a origem da obesidade e suas comorbidades. Levando-se em consideração que o modelo deve ser o mais próximo possível da gênese da obesidade em humanos, a maioria dos estudos utiliza dietas hipercalóricas. Entretanto na maioria das vezes essas dietas não são padronizadas e não são adequadamente explicitadas nas metodologias dos artigos. Além disso, apesar de evidências dos prejuízos cardiovasculares causados por dietas hiperlipídicas e hiperglicídicas, ainda não está claro se essas dietas promovem insuficiência cardíaca. Além disso, poucos estudos avaliaram o efeito combinado de uma dieta hiperlipídica e outra rica em açúcar simples. Sendo assim, torna-se de extrema importância elucidar os efeitos dessas dietas no processo de remodelação cardiovascular patológica em resposta à obesidade e, por consequência, os desfechos clínicos ligados a essa condição biométrica. Nesse sentido, a proposta do estudo visa o desenvolvimento e caracterização de um modelo de obesidade experimental induzido por diferentes tipos de dietas hipercalóricas que acarrete remodelação cardíaca patológica evidenciada por hipertrofia miocárdica, prejuízo funcional e distúrbios moleculares cardíacos. No presente estudo serão utilizados 60 ratos Wistar machos, distribuídos de forma randomizada em quatro (4) grupos experimentais: Controle (C), Dieta hiperglicídica (DG), Dieta Hiperlipídica (DS) e Dieta hiperlipídica e alto teor de açúcar simples (DGS). Os animais do grupo C (n=15) receberão dieta padrão e os animais dos grupos DG (n=15), DS (n=15) e DGS (n=15), receberão dieta com alto teor de carboidrato simples acrescidos de água com açúcar, alto teor de gordura saturada e dieta hiperlipídica combinada com dieta com alto teor de açúcar simples, respectivamente. O protocolo experimental consistirá em 5 semanas de indução e 15 semanas de exposição à obesidade. A eficiência alimentar e a ingestão calórica serão analisados. O perfil nutricional será determinado pela análise do peso e gordura corporal e índice de adiposidade. A determinação das comorbidades nos grupos experimentais será realizada pelas análises da pressão arterial sistêmica, intolerância à glicose, resistência à insulina e perfil lipídico. O processo de remodelação cardíaca será avaliado por meio de análises estruturais macro e microscópicas e funcionais. A estrutura cardíaca será analisada por meio da determinação da área seccional tranversa do miócito (AST), volume nuclear e mensuração da fração de colágeno intersticial. A avaliação funcional in vivo será determinada pelo ecocardiograma e in vitro por meio da técnica de cardiomiócito isolado. As características gerais, as comorbidades, as análises macro e microscópicas, funcionais dos grupos experimentais serão expressas por meio de medidas descritivas de posição e variabilidade e submetidas à análise de variância (ANOVA) para amostras independentes (uma via), quando apropriado. O nível de significância considerado para todas as variáveis será de 5%.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andre Sznajder

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • física do higgs e física frontal no experimento cms do cern
  • Em Julho de 2012 os Experimentos CMS e ATLAS do CERN anunciaram a descoberta de um nova partícula com massa de aproximadamente 125GeV e características compatíveis com o bóson de Higgs. Esta descoberta levou ao premio Nobel de física de 2013 concedido a Peter Higgs e Francois Englert. Estaremos medindo a produção do Higgs a partir fusão de bósons vetoriais (VBF) , que se destaca entre os diversos modos de produção do Higgs por apresentar ótima relação sinal para fundo. Indiretamente estaremos medindo também os acoplamentos desse bóson de Higgs com precisão suficiente para detectar possíveis desvios associados a nova física. Outro processo que propomos medir é o espalhamento de bósons vetoriais (VBS) que apresenta um topologia similar ao VBF. Existe um equilíbrio delicado entre os diagramas do processo de VBS de forma a garantir a unitariedade do processo. A presença de nova física pode alterar o balanço entre os diagramas de VBS e levar a desvios observáveis no espalhamento. Essas analises serão desenvolvidas utilizando técnicas modernas de redes neurais profundas a fim de otimizar a significância do sinal observado. Também estamos desenvolvendo junto ao Fermilab um trigger de nivel L1 para o sistema de muons frontais do CMS, baseado em redes neurais profundas implementadas em FPGA. O sistema PPS (Precision Proton Spectrometer) consiste de um conjunto de detectores para medição trajetórias e de tempo de voo de prótons provenientes de colisões no experimento CMS. O PPS foi construídos para medir processos de Produção Central Exclusiva, incluindo a produção via fusão de fótons de pares de bósons W e Z, pares de fótons e léptons de alta massa e jatos de alto momentum transverso, além de procura por acoplamentos anômalos e novas ressonâncias. O detector PPS ja se encontra em operação e esta coletou dados a alta luminosidade de forma integrada ao CMS. Durante o período de shutdown do LHC a partir de 2019, serão realizadas melhorias no sistema PPS, sua eletrônica e sistema de aquisição de dados(DAQ) inclusos. Neste projeto propomos emular a eletrônica do PPS em uma bancada de testes. A bancada será usada para o desenvolvimento e comissionamento do novo sistema de DAQ. O grupo participa da análise dos dados coletados com o detector PPS envolvendo a medição da produção de pares de bósons de gauge via fusão de fótons, que fornece informação sobre os acoplamentos quárticos de bósons da teoria. Ao medir os prótons provenientes da interação com o PPS, a sensibilidade para a medição de acoplamentos quárticos aumenta significativamente, incluindo os acoplamentos anômalos descritos em teorias efetivas (EFT) utilizados em extensões ao Modelo Padrão. O sistema PPS (Precision Proton Spectrometer) consiste de um conjunto de detectores para medição trajetórias e de tempo de voo de prótons provenientes de colisões no experimento CMS. O PPS foi construídos para medir processos de Produção Central Exclusiva, incluindo a produção via fusão de fótons de pares de bósons W e Z, pares de fótons e léptons de alta massa e jatos de alto momentum transverso, além de procura por acoplamentos anômalos e novas ressonâncias. O detector PPS ja se encontra em operação e esta coletou dados a alta luminosidade de forma integrada ao CMS. Durante o período de shutdown do LHC a partir de 2019, serão realizadas melhorias no sistema PPS, sua eletrônica e sistema de aquisição de dados(DAQ) inclusos. Neste projeto propomos emular a eletrônica do PPS em uma bancada de testes. A bancada será usada para o desenvolvimento e comissionamento do novo sistema de DAQ. O grupo participa da análise dos dados coletados com o detector PPS envolvendo a medição da produção de pares de bósons de gauge via fusão de fótons, que fornece informação sobre os acoplamentos quárticos de bósons da teoria. Ao medir os prótons provenientes da interação com o PPS, a sensibilidade para a medição de acoplamentos quárticos aumenta significativamente, incluindo os acoplamentos anômalos descritos em teorias efetivas (EFT) utilizados em extensões ao Modelo Padrão.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Takeshi Endo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • amplificação de teste para aplicações móveis
  • A computação móvel originou uma nova geração de dispositivos que permeiam o dia-a-dia das pessoas. Smartphones, tablets e wearables adotam um sistema operacional móvel, como o Android e iOS, que atua como plataforma para executar uma ampla variedade de aplicações de software, conhecidas como aplicações móveis. Enquanto elas foram inicialmente desenvolvidas para entretenimento e redes sociais, aplicações móveis estão atualmente presentes em domínios mais críticos, tais como saúde, sistemas financeiros e indústria. Para garantir confiabilidade, essas aplicações demandam a utilização de métodos de engenharia de software, principalmente verificação, validação e teste. Como aplicações móveis apresentam novos desafios para os profissionais de software, o estudo de novas abordagens de teste é essencial para reduzir a ocorrência de defeitos e, portanto, melhorar a qualidade. Com o intuito de aumentar o retorno sobre investimento em teste, estratégias têm sido propostas para reutilizar testes já realizados na verificação de outras características do software. Tais estratégias, então chamadas amplificação de teste, podem ser promissoras para verificar as diversas particularidades das aplicações móveis. Neste contexto, o objetivo deste projeto é propor uma abordagem de amplificação de teste para aplicações móveis. Especificamente, será investigada como a amplificação de teste pode ser empregada em dois cenários: (i) presença de scripts de teste automatizado, e (ii) teste baseado em modelo.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Tavares Corrêa Dias

Ciências Biológicas

Ecologia
  • o legado das plantas: integrando multiplas funções do folhiço em ecossistemas terrestres
  • A importância da camada de folhiço para o funcionamento do ecossistema é amplamente reconhecida e já foi descrita para processos tão distintos como decomposição e mineralização de nutrientes, proteção do solo contra erosão, regulação da germinação e estabelecimento de plântulas e na provisão de habitat e recursos para uma impressionante diversidade de animais, plantas e microrganismos. Contudo, ainda não existe um quadro conceitual relacionando as múltiplas funções do folhiço no funcionamento de ecossistemas. Utilizaremos características funcionais como uma abordagem unificadora para testar hipóteses sobre como a variação no espectro de tamanho e forma das folhas, recentemente descrito por Díaz et al. (2016, Nature), pode afetar a provisão de habitat para a fauna, a germinação e emergência de plântulas, a infiltração de água no solo e a proteção contra erosão. Para cada um desses processos, serão realizados experimentos de campo e/ou laboratório testando a relação com diferentes características foliares e da camada do folhiço. A partir dos resultados obtidos neste projeto, será possível construir um quadro conceitual relacionando as múltiplas funções do folhiço em florestas tropicais. Tal quadro conceitual possibilitará a geração de modelos preditivos sobre as consequências de mudanças na composição de espécies para o funcionamento de ecossistemas. Nesse projeto, seremos pioneiros na identificação de características que afetam as múltiplas funções do folhiço no ecossistema
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Ulisses Dantas Batista

Ciências da Saúde

Odontologia
  • síntese e incorporação de nanofibras de óxido de cério (ceo2) na resina acrílica para base de próteses dentárias à base de polimetilmetacrilato: avaliação das propriedades físico-mecânicas, biológicas e atividade antifúngica contra candida albicans.
  • Próteses dentárias parciais e totais confeccionadas em resina acrílica à base de polimetilmetacrilato (PMMA) são amplamente utilizadas para reabilitação estética e funcional de pacientes desdentados. No entanto, esse material frequentemente apresenta microporos em sua composição, o que favorece a colonização por Candida albicans, fungo comensal oportunista comumente encontrado na cavidade bucal e frequentemente associada com o desenvolvimento da estomatite protética (EP). A colonização do interior da prótese pelo biofilme de C. albicans torna a prótese um reservatório de microrganismos, dificultando o tratamento da infecção e gerando alterações em tecidos moles como a estomatite protética. A busca por terapias alternativas para o combate colonização de Candida na base dessas próteses e da estomatite protética por fungos na cavidade oral é uma constante e nanofibras cerâmicas de óxido de cério (CeO2) tem apresentado potencial interessante em estudos recentes, podendo ser incorporadas na matriz do PMMA com potencial melhoria das propriedades mecânicas e possível atividade antifúngica. Dessa forma, propõe-se: a) sintetizar nanofibras cerâmicas de óxido de cério (CeO2) através da técnica de fiação por sopro em solução (SBS) e sua posterior caracterização, b) avaliar a atividade antimicrobiana in vitro das nanofibras contra biofilmes de Candida albicans c) caracterizar as propriedades físico-mecânicas da resina obtida, através da avaliação da dureza Vickers, resistência à flexão, resistência à abrasão por escovação e avaliação da rugosidade superficial por perfilometria óptica; e d) avaliar da compatibilidade biológica in vitro da resina obtida Os dados serão analisados por estatística inferencial e descritiva com abordagem comparativa e estatística. Com este estudo, espera-se desenvolver e apresentar um novo produto eficaz contra a colonização e formação de biofime de Candida na base de próteses, contra a estomatite protética, com propriedades mecânicas aprimoradas e biocompatível, visando futura aplicabilidade clínica.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andre Victor Alvarenga

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • estudo de novos procedimentos de medição para avaliação de segurança e desempenho de equipamentos de terapia por ultrassom
  • Segundo o Vocabulário Internacional de Metrologia, um procedimento de medição baseia-se na descrição detalhada de uma medição, de acordo com um ou mais princípios de medição e com um dado método de medição, baseada num modelo e incluindo todo cálculo destinado à obtenção do resultado. Sua validação passa pela definição da aplicação do procedimento de medição; definição dos parâmetros de validação e critérios de aceitação; verificação se as características de desempenho do equipamento estão compatíveis com o exigido pelo procedimento; planejamento dos experimentos de validação e realização dos experimentos de validação. Apesar da metrologia na área de ultrassom (US) ter se desenvolvido nos últimos 30 anos, a literatura aponta que ainda existe a necessidade de pesquisas na área. É necessário ainda fornecer rastreabilidade metrológica para garantir o uso seguro do US aplicado à terapia e ao diagnóstico. No Brasil, existe a necessidade de se difundir mais amplamente a cultura metrológica na área de US e mais especificamente na determinação da incerteza das medições realizadas. Neste cenário, o objetivo deste projeto sumariza-se pela disseminação da cultura metrológica na avaliação dos requisitos de segurança e desempenho de equipamentos de terapia por US e na realização de pesquisas aplicadas à avaliação do aquecimento de tecidos submetidos ao US. Serão realizados experimentos para avaliação metrológica do aquecimento de phantoms mimetizadores de tecidos quando submetidos a níveis de potência ultrassônica gerados por equipamentos de terapia.
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Victor Lucci Freitas

Ciências Biológicas

Zoologia
  • inventários e monitoramento de borboletas em unidades de conservação pouco conhecidas da mata atlântica
  • A Mata Atlântica é considerada um dos cinco hotspots mais diversos do mundo, com apenas 11,4% da sua área original, dos quais cerca de 35% está situada dentro de Unidades de Conservação. Inventários faunísticos são os principais provedores de informações básicas para catalogar a biodiversidade antes que esta seja perdida. Dentre os invertebrados terrestres, as borboletas (Lepidoptera) têm sido consideradas um grupo modelo para estudos de ecologia e evolução, monitoramento ambiental e práticas de conservação, devido à sua facilidade de coleta e identificação, curto ciclo de vida, sensibilidade a alterações no habitat, taxonomia e sistemática razoavelmente bem conhecidas quando comparadas a outros grupos de invertebrados. Embora inventários de borboletas já tenham sido realizados em grande parte das Unidades de Conservação (UCs) da Mata Atlântica, algumas áreas críticas ainda não possuem inventários e a sua composição de espécies é desconhecida. Dentre elas destacam-se a Reserva Biológica de Pedra Talhada (AL/PE), o Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal (BA), a Floresta Nacional do Rio Preto (ES) e o Parque Nacional da Serra da Bocaina (RJ/SP), UCs escolhidas para serem amostradas durante a vigência do presente projeto. Com os resultados obtidos neste projeto, espera-se trazer informações inéditas acerca da diversidade de borboletas nessas UCs, o que servirá como base para estudos futuros de filogenética de comunidades, biogeografia, evolução e sistemática. Além disso, espera-se fornecer subsídios para a delimitação e priorização de áreas para conservação, permitindo o monitoramento da biodiversidade e da qualidade de hábitat nas UCs. Concomitantemente, o reconhecimento da fauna local permitirá a criação de estratégias mais adequadas de educação ambiental e divulgação científica, visando promover a valorização das Unidades de Conservação para o público geral e integrar os esforços conservacionistas com a educação básica, o que é particularmente interessante quando utilizamos um grupo chamativo e popularmente valorizado como as borboletas. Esses materiais produzidos (vídeos, apostilas e banners) serão disponibilizados na internet através dos canais de comunicação do LABBOR no Facebook, website e YouTube.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 11/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

André Zugman

Ciências da Saúde

Medicina
  • integrando modalidades de neuroimagem em busca de marcadores de resposta no primeiro episódio psicótico.
  • Introdução: Apesar de bastante estudado nos últimos 20 anos, a prática médica em pacientes com quadro clínico de Primeiro Episódio Psicótico (PEP) continua baseada em uma abordagem de tentativa e erro. Estudos recentes indicam que os pacientes que não respondem a medicação convencional (chamados de refratário) são refratários desde as fases iniciais da doença, o que potencialmente implica em um mecanismo fisiopatológico específico nesse subgrupo. No entanto ainda não existem marcadores confiáveis para prever resposta a medicação, e o possível mecanismo fisiopatológico por trás da ausência de resposta permanece desconhecido. Objetivo: Neste estudo propomos utilizar marcadores de ressonância magnética para identificar fatores precoces de resposta ao tratamento. Método: serão recrutados 60 pacientes com primeiro episódio psicótico entre 16 e 25 anos. Os pacientes irão passar por avaliação clínica na entrada do estudo, e também com 4, 8. 12 e 24 semanas de tratamento. Iremos utilizar dados provenientes de imagem estrutural, DKI e ressonância magnética funcional em repouso (rs-fMRI) para identificar marcadores de resposta a medicação. Todos os paciente receberão a mesma medicação. Todos os pacientes serão recrutados no CAISM-UNIFESP e avaliados periodicamente com relação a sua resposta. Resposta ao tratamento será considerada comparando o valor total da PANSS no momento da admissão, com o valor total da PANSS após 8 e 12 semanas de seguimento com risperidona. Os achados serão replicados em uma amostra independente. Iremos utilizar métodos estatísticos capazes de combinar a informação proveniente de diferentes métodos de aquisição de imagem. Resultados esperados: Esperamos encontrar padrões de conectividades cerebrais diferentes nos pacientes respondedores e não respondedores. Esperamos produzir resultados concretos que avancem no conhecimento acerca dos mecanismos e fatores de resposta e ausência de resposta a medicação no primeiro episódio psicótico, produzindo conteúdo de divulgação cientifica de alto impacto e relevância.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andréa Araujo Brandão

Ciências da Saúde

Medicina
  • estado nutricional e pressão arterial de duas amostras populacionais de adolescentes de 10 a 15 anos, com intervalo de 30 anos, em área geográfica do rio de janeiro e sua relação com polimorfismos genéticos e ancestralidade- estudo do rio de janeiro ii
  • Fundamentos: A doença cardiovascular é a principal causa de morte no Brasil. São vastas as evidências que apontam para o aumento progressivo das taxas de excesso de peso e de hipertensão arterial no mundo e no Brasil nos últimos anos, independente do gênero e da idade. Por outro lado, é de conhecimento geral que a obesidade tem relação com a pressão arterial (PA) e é um importante fator de risco cardiovascular em indivíduos adultos, sendo fundamental que estes aspectos sejam melhor compreendidos em populações brasileiras de faixas etárias mais jovens, onde a prevenção primária da doença cardiovascular é efetiva. Hipertensão arterial e obesidade têm substrato genético associado a fatores ambientais. Estudos em populações brasileiras na adolescência que envolvam variáveis de risco cardiovascular e pesquisa de polimorfismos genéticos são escassos. Objetivos: Conhecer o estado nutricional e a PA de crianças e adolescentes escolares na faixa etária de 10 a 15 anos e analisar o comportamento das variáveis antropométricas e pressóricas, por gênero e idade dessa população, comparando o perfil atual com aquele obtido há 30 anos em indivíduos pertencentes ao Estudo do Rio de Janeiro (ERJ I) e, na amostra atual, observar a distribuição dos polimorfismos genéticos relacionados à hipertensão arterial e à obesidade pelos percentis de PA e índice de massa corpórea em cada idade e gênero. Método: Serão utilizadas duas amostras populacionais: a primeira, constituída por 3920 adolescentes entre 10 e 15 anos de idade, de ambos os gêneros, avaliados entre 1987 e 1988, matriculados na rede pública e privada de ensino de escolas do Município do Rio de Janeiro com abrangência aos bairros que têm como referência o Hospital Universitário Pedro Ernesto / Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Essa população é originária da coorte do ERJ I, uma linha de pesquisa sobre pressão arterial e outros fatores de risco cardiovascular em indivíduos jovens e suas famílias. Para efeito de comparação, uma segunda amostra populacional (n=2400 constituída por 200 indivíduos para cada idade (10 a 15 anos) e gênero) com características semelhantes à coorte do ERJ I está sendo avaliada. Um total de 1722 adolescentes já foram examinados em 2015 nas mesmas escolas públicas do ERJ I para a obtenção de informações sobre peso ao nascimento, atividade física e medida do peso, altura, índice de massa corporal, circunferência abdominal, pressão arterial e coleta de swab de mucosa oral para análise do DNA - Estudo do Rio de Janeiro II (ERJ II). Esta população realizará análise de ancestralidade e pesquisa de polimorfismos genéticos relacionados à hipertensão arterial (Inserção/Deleção da ECA, do angiotensinogênio (M235T), receptor β1-adrenérgico (Arg389Gly, Ser49Gly) e óxido nítrico (Glu298Asp)) e à obesidade (FTO rs9939609, CLOCK 3111T/C, LEPR rs 137101 (Gln 223Arg), MC3R = Thr6Lys e Val 81Ile, MC4R rs 7782313, rs6265 (Val-66Met)), buscando avaliar a distribuição destes polimorfismos por percentil de PA e por percentil de índice de massa corpórea em cada idade e gênero. O Estudo do Rio de Janeiro é o estudo brasileiro longitudinal sobre fatores de risco CV em populações jovens de mais longa duração, com cerca de 30 anos de acompanhamento. Este conjunto de informações, aliado aos resultados a serem obtidos com o projeto atual poderão contribuir para a adoção de medidas de prevenção primária para esta faixa etária.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020