Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Clayton Luiz Borges

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • identificação de alvos com aplicação em terapia, diagnóstico sorológico e molecular de micoses sistêmicas negligenciadas
  • Micoses sistêmicas têm sido negligenciadas no mundo. Manifestações clínicas inespecíficas e ausência de testes acurados são desafios diagnósticos, atrasam o tratamento, elevando o percentual de óbitos e sequelas. Destacam-se a Paracoccidioidomicose (PCM) e a Histoplasmose (HTP). Na PCM, uma micose sistêmica geralmente crônica e altamente sequelante, o teste sorológico padrão para diagnóstico e seguimento é a imunodifusão dupla (IDD), que possui alta especificidade (100%), mas pouca sensibilidade (média de 65%). Vale ressaltar o papel de um teste com maior sensibilidade para utilização em larga escala, como por exemplo o ELISA (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay). Enquanto que o aumento dos casos de HTP ao redor do mundo está relacionado, principalmente à imunossupressão, como de HIV, tuberculose, indivíduos transplantados ou que usam corticosteróides. Neste contexto, este projeto visa utilizar das ferramentas de imunoproteômica, moleculares e bioinformática na caracterização de alvos antigênicos e moleculares com potencial aplicação na terapia e/ou diagnóstico de ambas as micoses sistêmicas. 1. Desenvolvimento de um teste ELISA para triagem de PCM e HTP, utilizando alvos já caracterizados por nosso grupo para PCM e alvos que serão identificados neste projeto para HTP. 2. Testes de alvos identificados como adjuvantes na terapia em modelos experimentais de infecção. 3. Desenvolver um teste molecular, a partir do sequenciamento de isolados clínicos/genomas depositados visando identificar e diferenciar as espécies, em amostras biológicas de pacientes, excluindo a necessidade de isolamento prévio do fungo em cultura. Para tanto, nosso grupo tem se consolidado, possui infraestrutura e expertise em análises imunoproteômicas, bem como de bioinformática e moleculares, as quais conduzirão à obtenção dos alvos propostos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clayton Zambeli Oliveira

Outra

Multidisciplinar
  • 11° talento científico jovem
  • A Feira de Ciências Talento Científico Jovem tem sido realizada no município de João Pessoa, no Estado da Paraíba. Iniciou-se no ano de 2011 através do financiamento do CNPq (Processo 552860/2011-5). O II e o III Talento Científico Jovem também foram apoiados pelo CNPq (Chamada Nº 50/2012 e 46/2013). O IV e V Talento Científico também tiveram o financiamento do CNPq e foram em 2015 e 2016 respectivamente. No ano de 2019 o VII Talento Científico Jovem foi realizado através da Chamada N°27/2018 e agora em 2020 o VIII Talento Científico Jovem (Chamada 11/2019) tendo que ser adaptado à modalidade virtual devido a pandemia. Na realização do IX (modalidade virtual) (9° edição em 2021) do Talento Científico Jovem pretende-se manter o nível qualitativo e quantitativo dos eventos anteriores com canais de Youtube, Twitter, Facebook, Instagran e Google Classroom. O presente projeto propõe a execução do 11° Talento Científico Jovem (Feira de Ciências em 2022) que abordará diferentes áreas do conhecimento como as ciências exatas, tecnológicas, biológicas e humanas e promoverá a participação de alunos do ensino Infantil, fundamental I e II (6º ao 9º ano), médio e técnico do município de João Pessoa e categoria visitante.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 09/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cleber Matos de Morais

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • bit.week x
  • A Bit.Week é um evento acadêmico anual gratuito que acontece durante a Semana Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCT/MCTI) no Departamento de Mídias Digitais (DEMID) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). O evento é uma iniciativa “Portas Abertas” que acontece no prédio do Departamento de Mídias Digitais, no Campus I da UFPB. Organizado pelo Curso de Comunicação em Mídias Digitais (CCMD), o evento surgiu com objetivo de reduzir a distância entre o conhecimento produzido na universidade e sua aplicação social, divulgar a ciência da comunicação e incentivar a pesquisa entre os jovens da Região Nordeste. O principal objetivo é apresentar aos jovens, universitários e a comunidade em geral a importância e relevância da pesquisa, das ciências e da universidade pública. Uma atividade constante em todas as edições da Bit.Week é o acolhimento de turmas de escolas do ensino médio para atividades focadas na descoberta científica e empreendedora em comunicação. Os alunos têm a oportunidade de conhecer o outro lado da produção de conteúdos para as mídias digitais, provocando sua vocação para o processo de produção e consumo de mídia. A programação inteiramente gratuita envolve palestras, oficinas e mesas redondas, ministradas por professores, alunos, ex-alunos e profissionais que atuam em setores de grande relevância a nível local, nacional e internacional. A programação conta ainda com as Ações Bit, que representam, ao todo, 7 atividades que integram a ciência da comunicação com os jovens e a sociedade em geral.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Cleci Regina Bevilacqua

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • a terminologia do patrimônio cultural imaterial
  • O tema do presente projeto é a terminologia do Patrimônio Cultural Imaterial com vistas à construção de uma base de dados multilíngue, on-line de livre acesso, destinada a professores, estudantes, tradutores, redatores, jornalistas e público interessado na preservação da identidade e memória da nação. O objetivo geral do projeto é identificar e representar, na base de dados, os termos (patrimônio cultural imaterial, capoeira) e Unidades Fraseológicas Especializadas Eventivas (UFEEs – preservação de bens culturais, registro das matrizes do samba) da área em português e seus equivalentes nas línguas estrangeiras (espanhol, francês, inglês, italiano e russo). Essas unidades especializadas serão coletadas em diferentes gêneros textuais: legais, publicações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN –, acadêmicos e de divulgação. Os objetivos específicos são: construir corpora comparáveis (língua portuguesa e línguas estrangeiras); selecionar termos e UFEEs no corpus em língua portuguesa; estabelecer critérios para a identificação dos equivalentes nas línguas estrangeiras para os termos e UFEEs selecionados. A metodologia prevê as seguintes etapas: construção dos corpora em português e nas línguas estrangeiras; identificação de termos e UFEEs; identificação dos termos e UFEEs nas línguas estrangeiras; inclusão dos termos e UFEEs na base de dados; revisão da base e disponibilização na página do Termisul. As justificativas do projeto centram-se na ausência de um produto terminográfico multilíngue on-line de livre acesso com termos e fraseologias apresentados em contexto de uso e na necessidade de repertoriar a terminologia de uma área em afirmação em nosso país, bem como promover uma reflexão teórico-metodológica na elaboração de produtos terminográficos que tratem de temas sensíveis e que ao mesmo tempo sejam multilíngues, o que impõem desafios maiores à pesquisa.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cleida Aparecida de Oliveira

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • mostra nacional de educação em ciências da vida e da natureza: um diálogo entre escola básica, universidade e formação continuada de professores
  • A “Mostra Nacional de Educação em Ciências da Vida e da Natureza: um diálogo entre escola básica, universidade e formação continuada de Professores”, resultará da realização de diversas “Mostras locais” realizadas no âmbito das escolas participantes. Propiciará um espaço profícuo de divulgação da ciência voltada para as ações de educação em Ciências da Vida e da Natureza em desenvolvimento na rede de Educação Básica, fortalecendo a integração entre universidades, escola básica e comunidade. Contará com o envolvimento de mestres e mestrandos do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional (PROFBIO - rede com 19 campi de IES de todo território nacional, com sede na UFMG) e do Mestrado Profissional em Educação e Docência (PROMESTRE, UFMG), os quais são professores vinculados às escolas públicas de educação básica do país. Esses mestres/mestrandos são familiarizados com metodologia científica e com capacitação para repensar e mudar a forma de ensinar ciências, de forma que eles poderão atuar como multiplicadores em suas escolas e em escolas parceiras convidadas, para difundir o ensino com enfoque mais investigativo, experimental, crítico e instigante. Conta ainda com apoio da Pró-Reitoria de Extensão da UFMG e da Comissão para Discussão e Elaboração das Políticas de Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica (COMFIC). O intuito é articular municípios e escolas de todas as regiões do Brasil, onde os egressos e mestrandos do PROFBIO e PROMESTRE atuam (cerca de 1.500 escolas), para participar da Mostra e, também outras escolas com baixo IDEB, como convidadas, se inspirarem com as apresentações do evento. Diante de uma sociedade complexa, em que cada vez mais as novas tecnologias de informação e comunicação atuam, é primordial refletir sobre como a ciência e tecnologia podem contribuir para melhorar e transformar as realidades locais e regionais, sendo a Mostra um espaço propício para reflexão e desenvolvimento de ações acerca do tema.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Cleire Lima da Costa Falcão

Ciências Humanas

Geografia
  • iv feira de ciências e mostras científicas: meio ambiente urbano e desenvolvimento sustentável
  • As Feiras de Ciências são eventos em que os alunos são responsáveis pela comunicação de projetos planejados e executados por eles durante o ano letivo. Desta forma, em sua 4ª edição, o projeto Feira de Ciências e Mostras Científicas traz em seu objetivo propiciar a motivação ao conhecimento em inovação, ciência e tecnologia e cultura, associando a investigação científica nas diferentes áreas do conhecimento e despertando para a realidade do semiárido. O público alvo será composto de Ensino Fundamental do 9o ano, alunos do 1o e 2o anos do Ensino Médio, escolas públicas, privadas e profissionalizantes do município de Fortaleza, Ceará. A Feira traz a temática Meio Ambiente Urbano e Desenvolvimento Sustentável e será realizada na Universidade Estadual do Ceará/UECE, em Fortaleza.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cleomar de Sousa Rocha

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • morfologias do (in)comum: poéticas algorítmicas
  • O projeto elege como objeto de pesquisa a inserção do algoritmo nos objetos estéticos. Trata-se, portanto, da produção de arte tecnológica a partir do uso de algoritmos, enquanto matéria poética, com repercussões estéticas. A caracterização se desdobra nos non-fungible token, ou NFTs e nas discussões sobre a Teoria Crítica da Tecnologia, a partir de abordagem fenomenológica. Com metodologia prioritariamente analítica-descritiva, a pesquisa se organiza pelo pensamento lógico indutivo, tendo como corpus de análise os trabalhos apresentados no AI&ART, organizado pela Universidade de Luxemburgo. Como principais impactos esperados prospectam-se produção bibliográfica, orientações, supervisões de pesquisa e articulações com inovação social.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cleoni Virginio da Silveira

Outra

Divulgação Científica
  • xix semana nacional de ciência e tecnologia “bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil e na região do médio e alto rio negro-am”
  • Com foco nos 200 últimos anos de Ciências no Brasil, a XIX SNCT será realizada em outubro/2022, no Instituto Federal do Amazonas, campus-SGC. A Semana abrangerá uma região composta pelos municípios Santa Isabel do Rio Negro e Barcelos, além do município sede do campus, onde a CT&I tem se estabelecido através de iniciativas promissoras realizadas por instituições como o Instituto Socioambiental-ISA, a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro-FOIRN e o IFAM-CSGC, entre tantas outras. Tais ações têm promovido a geração de renda e o desenvolvimento sustentável das comunidades indígenas, resgatando e fortalecendo os saberes dos povos tradicionais sobre a floresta. Esse resgate e fortalecimento tem o apoio nas mais variadas formas de fazer ciência, que ocorre no Brasil desde a época do descobrimento. De lá pra cá houve muita evolução, percorrendo nos últimos dois séculos um relevante caminho, com a criação do atual MCTI ainda na década de 80. Mas é preciso avançar e alcançar o Brasil mais profundo, principalmente sob a ótica de que a ciência passou a ser entendida como instituição social e dependente de contextos socioculturais, gerando diferentes impactos. Esses contribuem no desenvolvimento da região em foco, resguardando premissas importantes como a sustentabilidade e o patrimônio ambiental e cultural. Sob esse viés, o objetivo principal do evento será discutir e difundir as atividades de pesquisa e ações educacionais, tendo como norteador central esses 200 anos de CT&I, em especial na região, em uma abrangência intermunicipal, por meio palestras, mesas redondas, oficinas, exposições dos resultados de pesquisas realizadas pela comunidade acadêmica e apresentações artísticas e culturais relacionadas ao tema. Com essas ações, espera-se divulgar a ciência, as tecnologias e despertar no público, reflexões e o interesse pela pesquisa científica dos estudantes e profissionais, além de estimular a inovação nas escolas, comunidades e instituições regionais.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - AM - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Cleybe Hiole Vieira

Outra

Divulgação Científica
  • 7ª. feira de ciências junior da pucpr
  • A 7ª Feira de Ciências Júnior da PUCPR tem como objetivo incrementar o ensino da ciência na Educação Básica e estimular a cultura indagativa e crítica, própria da ciência e outras questões próprias da sociedade, entre os estudantes dos ensinos fundamental II, médio e técnico da Cidade de Curitiba e Região Metropolitana, estimulando o despertar de vocações científicas e tecnológicas; a capacidade inventiva e investigativa. Em anos anteriores as Feira de Ciências Junior da PUC tiveram como temas uma das áreas estratégicas que estão alinhadas com os desafios globais, com suas competências internas, com o planejamento e a missão institucional. Em 2022, a temática da 7ª Feira de Ciências Júnior da PUCPR será “Direitos Humanos”. Considerando nossa experiência prévia propomos que esse evento seja realizado em modalidade híbrida (virtual e presencial), de modo a ampliar o público e o acesso à ciência. A parte presencial será realizado no Campus de Curitiba da PUCPR e a parte virtual se dará principalmente com transmissão ao vivo pelo YouTube. Os trabalhos serão divididos em categorias: • Categoria ensino médio e técnico 1º ano; • Categoria feminina ensino médio e técnico 1º ano; • Categoria ensino médio e técnico livre: para todos os estudantes do ensino médio independente do ano de estudo; • Categoria ensino fundamental II: Essa categoria visa estimular estudantes do ensino fundamental II à pesquisa; • Categoria Potencial Empreendedor
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cleydson Breno Rodrigues dos Santos

Outra

Divulgação Científica
  • semana nacional de ciência e tecnologia do amapá (2022) - bicentenário da independência: desafios e perspectivas com olhar multidisciplinar
  • A Universidade Federal do Amapá, por intermédio do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia (Rede Bionorte), com apoio logístico da Universidade do Estado do Amapá (UEAP), Associação Brasileira de Química Regional do Amapá (ABQ AP) e do Piauí (ABQ PI) e demais instituições realizarão a SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ 2022, com o intuito de promover o intercâmbio de trabalhos técnicos-científicos e produções culturais de diferentes instituições educacionais do estado do Amapá. A SNCT DO AMAPÁ 2022 será um evento diretamente vinculado a SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA – BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. O evento será coordenado pela Universidade Federal do Amapá em parceria com diversas instituições de ensino e pesquisa. A programação será realizada de forma hibrida (presencial + transmissão simultaneamente das atividades) e on line, no período de 19 a 21 de outubro de 2022 e abrangerá todos os municípios do estado do Amapá. Durante o evento serão realizadas atividades em forma presencial, virtual e hibrida, distribuídas em 3 (três) minicursos; doze (12) palestras; Talk Show; Ciência Móvel; Portas Abertas, Mostras de Vídeos (Produção e exposição pública de vídeos e/ou documentários sobre a temática do evento. Na Mostra de Ciências será apresentação de trabalhos on line.A multidisciplinaridade será o foco principal, trabalhando em consonância com a ciência, tecnologia e inovação, expondo essa relação intrínseca que estas áreas possuem, assim como suas especificidades. O evento irá proporcionar aos participantes conhecimentos por meio de diálogos e experiências, integrando-os nas diferentes áreas do conhecimento, expondo os desafios e perspectivas sobre o avanço da educação e pesquisa científica ao logo dos anos no Brasil de forma multidisciplinar.A estimativa de público é de 600 participantes entre alunos do ensino fundamental e médio, graduação e professores.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023