Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tania Marcia Cezar Hoff

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • biopolíticas e constituição do sujeito contemporâneo: produção de subjetividades no contexto das democracias neoliberais.
  • Neste projeto, abordamos as interrelações comunicação, consumo e política, à luz da noção das biopolíticas do consumo no contexto das democracias liberais contemporâneas. O corpus é composto por material de comunicação midiática caracterizado por um ethos publicitário, independente do gênero discursivo, veículo de publicação e formato, produzidos e divulgados no período de 2010-2022. Considerando o protagonismo do corpo e do self nos processos comunicacionais midiáticos contemporâneos, entrecruzam-se dois movimentos de natureza política: um de reivindicação por direitos e outro de responsabilização do sujeito pelo governo de si. Nestes dois movimentos que se inter-relacionam, identificamos aspectos da governamentalidade contemporânea, que se realiza por meio de uma biopolítica bastante afeita às lógicas do consumo no contexto das democracias neoliberais. Definimos o seguinte problema de pesquisa: Como as biopolíticas do consumo, emergentes nas democracias neoliberais contemporâneas, alicerçam políticas do corpo, considerando os processos de subjetivação implicados nos regimes de verdade expressos nos discursos sobre a gestão da vida? Trata-se de pesquisa interdisciplinar que enfeixa os estudos de comunicação, consumo e política, articulados às teorias do discurso, aos estudos de política e neoliberalismo, bem como aos estudos da noção foucaultiana de biopolítica. Para investigarmos os discursos sobre o governo de si – notadamente os regimes de verdade e produção de subjetividade neles implicada, assumimos a análise do discurso como principal conduta teórico-metodológica. Deste modo, analisamos as relações entre comunicação, consumo e política, visando a problematizar a noção de biopolíticas do consumo no contexto das democracias neoliberais. Quanto aos resultados da pesquisa, consideramos contribuir com o debate sobre o engendramento de lógicas do consumo na constituição do sujeito e da política na sociedade contemporânea.
  • Escola Superior de Propaganda e Marketing - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tania Margarida Lima Costa

Outra

Divulgação Científica
  • a transversalidade da ct&i no museu itinerante ponto ufmg na semana nacional de ciência e tecnologia (snct) 2021.
  • O Projeto “A transversalidade da CT&I no Museu Itinerante Ponto UFMG”, evento vinculado à SNCT 2021, proposto pelo Museu Itinerante Ponto UFMG à nível estadual, Linha A – Eventos de Abrangência Estadual ou Distrital, será realizado exclusivamente de forma virtual. Pretendemos fazer desta experiência, ao realizar um evento científico no modelo virtual, uma oportunidade para refletir sobre como a virtualização de atividades e ações antes propostas para serem presenciais, contribuíram para a comunicação e a divulgação cientifica da temática para o público da Educação Básica. O distanciamento social, provocou uma nova realidade temporária (devido ao COVID-19), os alunos da educação básica estão separados de suas comunidades escolares. Entendemos, que em momentos como esse, precisamos conectar as pessoas principalmente os alunos da educação básica, promovendo situações de aprendizagem que possa ser realizada em outros ambientes além do escolar. Ao propormos a criação de situações virtuais, pretendemos contribuir com a continuidade de aprendizagem e a continuidade de ações para estimular a curiosidade científica, o raciocínio científico e a inovação. Atualmente, dispomos de tecnologia que enriquece os ambientes virtuais e facilita a contextualização dos conceitos e a comunicação amplamente interativa. Neste contexto, a virtualização de algumas atividades museais do Museu Ponto e a criação de outras possibilidades, de interação e contato com o conhecimento científico, estão sendo concebidas para que mesmo sem a interação presencial do público com o museu este continue a ser um espaço de comunicação, de divulgação da ciência, de sentido e de aprendizagem lúdica, para o público escolar. Temos clareza de que a educação tenderá a ser híbrida e incluirá na suas práticas o ensino por meio de plataformas de aprendizagem virtual. Nosso desafio é investigar como podemos criar situações ´para que estas plataformas possam realizar uma interação qualificada com impactos no processo de aprendizagem, de ideias, de conceitos. Criar espaço de discussões sobre questões como mudanças climáticas, quais as habilidades necessárias para os futuros profissionais, os tipos de energias alternativas que tendem a ser nossa opção para o desenvolvimento sustentável. Apresentaremos, por meio de situações, jogos, quiz, vídeos e ebooks, reflexões sobre as projeções mundiais sobre o aumento de consumo de água ( 50%), energia (40%) e alimentos (35%) até 2030. Esses são reflexos principalmente das tendências de expansão populacional , maior longevidade e aumento do poder aquisitivo de grande parte da população mundial. Com esses aspectos associados ao processo de intensa urbanização, de aceleração das inovações, da apropriação das diferentes tecnologias no nosso cotidiano, nossas atitudes, comportamentos e modos de agir mudam. As atividades a serem realizadas no projeto englobam a realização na SNCT de intensa programação, disponibilizada na Plataforma virtual do Museu Ponto estruturada em estações do conhecimento: estação ciência em cena (disponibilizaremos exposição virtual por meio de vídeo 360 graus da exposição da área interna do Museu Itinerante Ponto UFMG); produção de um teatro científico virtual abordando a temática; vídeo sobre a transversalidade da ciência, tecnologia e inovação no nosso cotidiano; produção de um vídeo sobre “A importância da ciência tecnologia e inovação para a sociedade”; realização de um Café Científico Virtual e uma roda de conversa sobre a temática da SNCT (atividade feita por meio de plataforma que permitam a transmissão da palestra e a interação com o público por meio de perguntas que serão respondidas pelos participantes); ampliar atividades da estação #experiência em casa com a elaboração de 10 atividades, fazer uma nova readequação utilizando contribuições de pesquisas nas atividades( #experiencia em casa) que já foram feitas; realização de enquetes via redes sociais, sobre a percepção que os alunos da Educação Básica tem da relação entre a transversalidade da ciência, tecnologia e inovação para o planeta, que promovam a interação dos participantes com a temática da semana; oferta do Curso a distância de Educação Científica para alunos da educação básica; oferta do Curso a distância de Mediadores de Museu para profissionais e estudantes interessados nessa temática; oferta do Curso de Vivências Práticas em Tecnologias Digitais na Educação; oficinas científicas para os visitantes da semana; realização de feira de ciência virtual.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Tania Regina de Luca

Ciências Humanas

História
  • é preciso falar sobre as ausentes: a colaboração feminina no jornal o paiz (1884-1934)
  • O projeto objetiva realizar levantamento exaustivo da colaboração de Maria Amália Vaz de Carvalho (1847-1921), Délia (1853-1895), Carmen Dolores (1852-1910) e Júlia Lopes de Almeida (1862-1934) no diário O Paiz (1884-1934), disponível na Hemeroteca Digital Brasileira. O conjunto reúne mais de quinhentos textos, dirigidos sobretudo ao crescente público feminino leitor de cotidianos, convidando a reavaliar a presença da mulher de letras na grande impressa e o seu papel como mediadoras culturais e formadoras de opinião. O material será reunido em edições digitais de acesso aberto, acompanhadas de alentados estudos sobre as trajetórias pessoais e intelectuais das colaboradoras, exame dos textos, em termos dos ideais expressos, espaço ocupado na geografia do impresso e diálogos mantidos com os demais conteúdos e com o contexto sócio-político brasileiro. A meta é colocar em tela o papel social, cultural e intelectual da mulher no período. A escolha de O Paiz justifica-se tanto pelas posturas políticas abraçadas, quanto pela presença significativa de colaboradoras em suas páginas. A pesquisa pretende evidenciar a relevância da escrita feminina num jornal que defendia valores republicanos e abolicionistas, expressos por colunistas do sexo masculino, como Joaquim Nabuco e Quintino Bocaiúva, e que visava atingir público amplo e diversificado. Além das edições, submeteremos quatro artigos a revistas de altos estratos e organizaremos colóquios para divulgar os resultados parciais e finais. As publicações, com ortografia atualizada e notas críticas, preencherão significativa lacuna na história da imprensa e da cultura letrada brasileira, graças aos aportes sobre a trajetória da crônica, da escrita feminina e da formação de um campo intelectual na Belle Époque. Localizar, publicar e examinar sistematicamente os textos dessas escritoras representa um passo a mais na construção de novas novas perspectivas sobre as vozes femininas ausentes da história cultural no Brasil.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tania Salgado Pimenta

Ciências Humanas

História
  • enfermidades atlânticas: migrações, interseccionalidades e história digital: doenças, gênero, mortalidade e trabalho em cidades negras (luanda, rio de janeiro, havana, salvador, recife, são luís e porto alegre, c. 1790-1920)
  • As experiências de formações sociais urbanas coloniais e pós-coloniais contemplaram contingentes populacionais diversos atraídos pela migração compulsória de africanos e também imigrantes europeus e asiáticos ao longo do século XIX e a primeira metade do XX. Levando em conta a força das cidades pós-coloniais e escravistas pretendemos esquadrinhar a circulação das doenças e práticas de cura e assistência médica, considerando a população africana, seus descendentes. Este projeto se insere no âmbito das Humanidades Digitais. Com base em registros seriais (fontes textuais) e iconografia pretende-se oferecer um atlas digital interativo sobre as epidemias e doenças endêmicas que marcaram as sociedades urbanas escravistas e com escravos – coloniais e pós-coloniais, apontando para as interseccionalidades entre sexo, etnia e moradia. Serão destacados produtos como animação e sonorização de imagens e textos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 08/11/2021-30/11/2024
Foto de perfil

Tania Salgado Pimenta

Ciências Humanas

História
  • cartografias epidemiológicas: doenças, espaços urbanos e escravidão atlântica, 1800-1900
  • Propomos uma investigação histórica – numa perspectiva comparada – sobre as epidemias e doenças em áreas urbanas escravistas. Ao longo do século XIX, cidades atlânticas constituíram-se ainda mais como espaços de circulação de mercadorias, de trabalho vivo, das trocas de saberes e da proliferação de doenças, assim como de invenção de práticas de cura. Formas de trabalho compulsório, dimensões das culturas materiais e imateriais, migrações euro-africanas e epidemias organizaram-se em verdadeiros territórios e cartografias onde enfermidades, artes de curar, pensamento médico e nomenclaturas sobre doenças foram produzidas e se disseminaram. Ao mesmo tempo, instituições ganhavam força posto que a assistência era oferecida, na maior parte das cidades atlânticas no Brasil, pelas Santas Casas da Misericórdia, em geral, subsidiadas pelo Estado Imperial. Estas instituições, assim como as Igrejas e os cemitérios constituíram as maiores bases seriais de registros textuais sobre doenças, enfermidades e epidemias no Brasil pós-colonial. Este projeto (reunindo pesquisadores de várias instituições nacionais e internacionais) propõe pesquisas, estudos, plataformas digitais e investigações empíricas tendo como principais eixos: a) esquadrinhar espaços urbanos e suas conexões atlânticas em torno das doenças e das migrações africanas; b) investigações sobre interseccionalidades das epidemias e as cartografias das doenças/enfermidades conectadas entre partes das Américas e Áfricas, especialmente considerando as nomenclaturas e padrões de mortalidade; c) análises sobre experiências e circulação de ideias e saberes em torno de médicos, viajantes, letrados, curandeiros, boticários, parteiras, barbeiros sangradores africanos a partir dos espaços de moradias e territórios do trabalho em áreas urbanas brasileiras oitocentistas como Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Belém, Porto Alegre e São Luís e também naquelas de Havana (Cuba) e Luanda (Angola).
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tárcio André dos Santos Barros

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimentos em máquinas elétricas: sistemas de propulsão eficientes e geração eólica
  • Este projeto tem como objetivos o desenvolvimento de tecnologias para o aumento de rendimento, de confiabilidade e de funcionalidade de máquinas elétricas para a utilização em sistemas de propulsão e em sistemas de geração eólica. O grupo de pesquisa é formado por 10 doutores e estudantes atuantes na área de pesquisa em máquinas elétricas e eletrônica de potência vinculados a quatro ICTS(UNICAMP, UFABC, IF-SP, UFU,). O projeto é dividido em dois subprojetos. O subprojeto 1 consiste no estudo e desenvolvimento de sistemas que permitam o uso de motores elétricos de relutância variável (MRV) em sistemas de propulsão. O objetivo principal é propor e construir um sistema completo de acionamento para a MRV, através da proposta de técnicas para diminuição de oscilações de torque, do projeto de controles de torque/velocidade e do desenvolvimento de conversores eletrônicos e sistemas de gerenciamento de energia/carregamento de baterias. Propõe-se também estudar técnicas e métodos para otimização do rendimento e funcionamento da MRV em uma ampla faixa de velocidades de operação. O subprojeto 2 tem como objetivo o estudo, desenvolvimento e aplicação de técnicas para geração eólica. Serão desenvolvidas técnicas de controle e otimização de desempenho do gerador de relutância variável aplicado a sistemas eólicos de pequeno porte. Outro objetivo é o desenvolvimento de técnicas de controle preditivo aplicadas ao gerador de indução duplamente alimentado e adição da função de filtragem de correntes harmônicas na rede elétrica. Também serão desenvolvidas técnicas de diagnóstico, detecção e isolamento de falhas em sistemas geração eólica. A metodologia adotada será a de simulação computacional com softwares apropriados, em uma primeira fase da pesquisa, seguida de experimentação em protótipos laboratoriais para validação das técnicas avaliadas. Os resultados serão devidamente documentados e comunicados à comunidade científica através de artigos em revistas e congressos.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 28/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Tarcisio Abreu Saurim

Engenharias

Engenharia de Produção
  • novos métodos para influenciar a resiliência organizacional: aplicações em serviços de saúde, construção civil e manufatura
  • Uma das características dos sistemas sócio-técnicos complexos (SSTC) é a resiliência, definida como a capacidade adaptativa antes, durante ou após mudanças ou perturbações, a fim de preservar as funções críticas, sob condições esperadas e inesperadas. A resiliência decorre em parte da auto-organização informal do sistema, havendo diversos estudos que descrevem esse tipo de manifestação. Contudo, embora a resiliência também possa ser deliberadamente influenciada, há falta de métodos, validados cientificamente, com esse propósito. Assim, a questão principal a ser investigada é a seguinte: como influenciar deliberadamente a resiliência em SSTC? Diversas práticas existentes podem ser re-interpretadas e aperfeiçoadas sob a perspectiva da resiliência, bem como novas práticas podem ser criadas - por exemplo, uso combinado de redundâncias humanas e técnicas. A questão de pesquisa será respondida por meio da proposta de 6 métodos inter-relacionados para influenciar a resiliência, abordando: (1) a identificação e avaliação de princípios de projeto de sistemas resilientes; (2) a avaliação de sistemas de logística interna, resilientes e eficientes; (3) a gestão de requisitos no ambiente construído, enfatizando requisitos ligados à resiliência; (4) o custo humano do desempenho resiliente, em termos de carga de trabalho; (5) a concepção e uso de tecnologias digitais para o desempenho resiliente; (6) cadeias de ajuda para respostas rápidas a anormalidades, usando princípios Lean e da resiliência. O trabalho será conduzido segundo as premissas da Design Science Research, a qual trata do desenvolvimento e avaliação de artefatos (métodos, neste caso) que contribuam para resolver problemas relevantes sob o ponto de vista prático e teórico. Os estudos empíricos, para testar e avaliar os métodos, serão conduzidos em três setores de alta complexidade, relevância social e econômica: serviços de assistência à saúde (principal ênfase); construção civil e indústria da manufatura.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tarcísio Lima Filho

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • metodologia dos limiares hedônicos variando três estímulos: substituição de cloreto de sódio em pães
  • Em diversas situações na ciência e na indústria de alimentos, existe o interesse em alterar ao máximo aspectos dos alimentos sem afetar sua qualidade sensorial. Por exemplo, é de interesse da indústria determinar o quanto se pode substituir de NaCl por KCl e MgCl sem reduzir a aceitação (limiar de aceitação comprometida – LAC) e sem resultar em rejeição sensorial (limiar de rejeição hedônica – LRH) dos alimentos pelo consumidor. Os valores desses limiares hedônicos (LAC e LRH) para concentração de sódio são de grande relevância para sociedade. A população brasileira ingere o dobro da quantidade de sódio recomendada pela OMS, resultando no aumento dos riscos de doenças cardiovasculares e de morte. Diversas iniciativas têm sido implementadas visando reduzir o consumo de sódio pela população, entre elas está a redução do teor de sódio de alimentos processados. O desafio da indústria é determinar o quanto reduzir de sódio sem afetar a aceitação sensorial do produto pelo consumidor; e é justamente essa a informação fornecida por meio do cálculo dos limiares hedônicos. Esses dois limiares (LAC e LRH) podem ser determinados pela Metodologia dos Limiares Hedônicos (MLH), no entanto, ainda não se sabe qual o delineamento ideal para permitir o cálculo desses limiares variando a intensidade de três estímulos simultaneamente (por exemplo, teores de NaCl, KCl e MgCl no alimento). A determinação dos limiares hedônicos variando três estímulos irá ampliar suas aplicações pela indústria de alimentos. Nesse contexto, pretende-se investigar qual delineamento (delineamento composto central rotacional ou delineamento de mistura), utilizado juntamente com a MLH, permite o cálculo dos limiares hedônicos, variando três estímulos, com maior exatidão e precisão. A MLH será aplicada, utilizando cada um desses delineamentos, para determinação do LAC e do LRH para substituição de NaCl por KCl e por MgCl em pão, alimento com alto teor de sódio e muito consumido pelos brasileiros.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Tarciso Binoti Simas

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • i mostra de ciência e tecnologia da educação básica de santana do araguaia/pa – moctec – do instituto de engenharia do araguaia da universidade federal do sul e sudeste do pará – iea/unifesspa
  • Considerando os desafios de interiorização do desenvolvimento científico, tecnológico e inovativo no Brasil, o Instituto de Engenharia do Araguaia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - IEA/Unifesspa propõe a realização da I Mostra de Ciência e Tecnologia da Educação Básica de Santana do Araguaia/PA – Moctec. Seus principais objetivos são compartilhar conhecimentos científico, tecnológico e inovativo e estimular a participação de pelo menos 40 trabalhos científicos de estudantes das escolas das redes pública e privada de ensino fundamental e médio localizadas em Santana do Araguaia, Pará. Trata-se de um evento gratuito, organizado pelo IEA/Unifesspa, dentro da Linha de abrangência 1 - Municipal da chamada CNPq/MCTI Nº 17/2020, que buscará parceria com a Prefeitura Municipal de Santana do Araguaia, o Governo do Pará, escolas públicas e privadas, empresas de tecnologias e demais seguimentos sociais e educacionais. Esta primeira edição da Moctec acontecerá no período de 27, 28 e 29 de outubro de 2021 em referência à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, podendo se consolidar como uma atividade anual de encontro do ensino, da ciência, da tecnologia e de integração entre Unifesspa, as escolas e a sociedade araguaienses. Espera-se ainda contribuir com a promoção de culturas indagativa e crítica de problemas locais, com o despertar de vocações para carreiras científicas, tecnológicas e docente e com a integração de estudantes e professores da educação básica em projetos de pesquisa do IEA/Unifesspa.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 22/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Tathiana Rodrigues Salgado

Ciências Humanas

Geografia
  • fluxo de renda como indicador operacional para subsidiar políticas públicas de geração de emprego, renda e assistência social no estado de goiás
  • O crescimento do desemprego e da desigualdade de renda, a partir do ano de 2014, foi agravado, em 2020 pelos efeitos da pandemia da Covid-19. Além dos problemas de saúde a pandemia desarticulou os sistemas produtivos, com impacto no setor de comércio e de serviços, aumentando o desemprego e reduzindo a renda da fração mais pobre da população. A crise de saúde pública exigiu ações do Estado em dois campos. O primeiro derivou da necessidade de aumento da oferta regionalizada de equipamentos e insumos de saúde e contratação de pessoal. O segundo, na área da economia, ainda demanda ações para minimizar os efeitos da redução da renda individual a partir de um conjunto de políticas públicas que possam estimular a geração de emprego e renda, reduzindo, desse modo, a situação de risco social. A pesquisa pretende, considerando a conjuntura, gerar um indicador operacional com base na análise do fluxo de renda com o propósito de subsidiar políticas públicas área de emprego, renda e assistência social. O indicador de fluxo de renda derivará da correlação de informações secundárias sobre três grupos de renda. O Grupo de Renda I é formado pela renda do trabalho, da previdência e das transferências de renda direta. O Grupo de Renda II será composto pelas transferências oriundas do crédito agrícola. O Grupo de Renda III refere-se ao conjunto das receitas públicas municipais. Os dois primeiros grupos são compostos por recursos monetários individuais que são, em graus distintos, destinados para o consumo de bens e serviços. O terceiro grupo guarda relação direta com a despesa com pessoal, oferta de serviços públicos de educação e saúde e investimentos em infraestrutura dos governos municipais. A correlação dos dados dos grupos de renda com o perfil demográfico e econômico municipal será útil para subsidiar políticas públicas no campo da geração de emprego, distribuição de renda e assistência social, podendo, igualmente, influenciar as decisões de investimentos da iniciativa privada.
  • Universidade Estadual de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025