Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Paulo Henrique Nobre Parente

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • qualidade da auditoria independente e value-relevance no mercado de capitais brasileiro
  • A auditoria independente dotada de qualidade desempenha papel importante na redução da assimetria informacional, pois atesta a fidedignidade de informações úteis e confiáveis para a tomada de decisão. Essa qualidade relaciona-se diretamente à competência e independência do auditor. A teoria contábil preconiza que a qualidade da auditoria independente está positivamente associada com a qualidade da informação contábil. Destarte, este projeto parte do seguinte problema de pesquisa: as características da qualidade da auditoria independente apresentam valor informativo incremental para os participantes do mercado de capitais brasileiro? Nesta proposta, espera-se que a value-relevance da auditoria independente seja superior nas empresas nas quais se observem maior competência e independência dos serviços de auditoria. A pertinência deste projeto está circunscrita na avaliação do value-relevance da qualidade da auditoria independente em firmas brasileiras, identificando, inclusive, se mudanças na legislação da auditoria modificaram as expectativas dos investidores. Espera-se que a qualidade da auditoria independente atue como fator de diferenciação em termos de valuation entre as firmas do mercado de capitais brasileiro, reconhecidamente marcado por características como elevada concentração acionária e fraco enforcement, aspectos que podem impactar a informatividade contábil. A amostra do estudo compreenderá as empresas brasileiras listadas na B3 S.A., no período de 2010 a 2022. Para testar a relevância informacional incremental da qualidade da auditoria independente, será aplicado o modelo de Ohlson (1995), amplamente utilizado na literatura. Nesta pesquisa, as características da qualidade da auditoria independente avaliadas classificam-se quanto ao relatório de auditoria (opinião do auditor, tempo de emissão do relatório e principais assuntos de auditoria) e à firma de auditoria (tamanho, rotatividade, especialização, risco, remuneração).
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo Henrique Schneider

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese orgânica como uma ferramenta versátil para a preparação de novas classes de sensores ópticos em solução
  • Este projeto visa o fortalecimento de uma rede de colaboração na área de química orgânica e fotoquímica com foco direcionado para o desenho e a síntese de diferentes classes de compostos com potencial aplicação como sensores ópticos em solução. As diferentes estruturas moleculares foram desenhadas visando cobrir uma ampla faixa de compostos, com um potencial de modular as suas características estruturais e eletrônicas em função de sua aplicação, possibilitando um ajuste fino entre o sensor e o analito. Os compostos a serem obtidos compreenderão uma vasta classe de heterociclos, tais como calcogenofenos, benzocalcogenofenos, benzotiadiazois (BTDs), bases de Tröger e imidazopiridinas. A partir da diversidade de funcionalidades previstas, diferentes analitos em solução serão investigados, tais como enantiômeros, íons metálicos, biomoléculas (HSA, DNA e BSA), bem como vapores orgânicos, ácidos e/ou básicos. O processo de identificação poderá compreender a identificação a olho nu, além de mecanismos de aparecimento (turn-on) e/ou diminuição (quenching) de fluorescência, fluorescência induzida por agregação (AIE), fluorescência aumentada por agregação (AIEE), entre outros. Os mecanismos de identificação dos analitos serão ainda investigados por cálculos teóricos visando corroborar com as propostas mecanísticas apresentadas. Por fim, acreditamos que este projeto, que tem a síntese orgânica e a fotofísica como áreas de especialidade exclusivas e muito bem definidas está fortalecido pelas diferentes expertises que constituem as propostas metodológicas de síntese, interdisciplinaridade e multidisciplinaridade dos seus integrantes, compreendida em síntese orgânica, fotofísica e cálculos teóricos (docking molecular).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paulo Igor Milen Firmino

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • estratégias para remoção melhorada de micropoluentes orgânicos em sistemas de tratamento de esgoto: microaeração e mediadores redox
  • A presença de micropoluentes orgânicos (MPOs) (fármacos, hormônios etc.) no meio ambiente, mesmo em concentrações muito baixas (ng/L ou ug/L), pode causar sérios problemas, como desenvolvimento de patógenos resistentes a antibióticos e distúrbio reprodutivo em animais e humanos. Sendo o esgoto doméstico uma das principais fontes de poluição ambiental com esses compostos, é imprescindível que os sistemas de tratamento sejam capazes de removê-los antes do lançamento do esgoto tratado no corpo receptor. Entretanto, os sistemas convencionais não são projetados para essa finalidade. Logo, as eficiências de remoção variam amplamente, dependendo da tecnologia e das condições redox utilizadas. Normalmente, os sistemas anaeróbios são menos eficientes do que os aeróbios para a maioria dos MPOs. Porém, a eficiência de remoção de alguns MPOs, como os antibióticos, também pode ser limitada em sistemas aeróbios. Assim, técnicas mais simples e econômicas devem ser aplicadas a esses sistemas de tratamento para melhorar a remoção de MPOs. Uma das alternativas é a microaeração de sistemas anaeróbios (injeção de pequenas quantidades de oxigênio) para estimular a síntese de enzimas oxigenases por microrganismos microaerofílicos e facultativos, facilitando a degradação inicial dos MPOs. Outra opção, tanto para sistemas anaeróbios quanto para aeróbios, é a adição de compostos quinônicos, que têm propriedades mediadoras redox e aceleram as reações de degradação de compostos recalcitrantes. Portanto, este projeto visa a avaliar a microaeração e o uso de mediadores redox (solúveis e insolúveis) como estratégias de melhoria de desempenho de remoção de MPOs em sistemas anaeróbios e aeróbios. Para isso, serão realizados experimentos, em reatores em escala laboratorial (esgoto sintético) e piloto (esgoto real), em que serão testadas diferentes vazões e modos de microaeração, e diferentes tipos e concentrações de mediadores redox, além da determinação dos mecanismos de remoção.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paulo Jeferson Pilar Araújo

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • línguas de sinais emergentes, contatos e fronteiras no brasil: da documentação da convencionalização de sinais ao planejamento para a diversidade linguística sinalizada
  • Línguas de sinais emergentes surgem em micro-comunidades, indígenas ou não, são distintas da Libras e entre a primeira e segunda gerações podem ser consolidadas em línguas naturais. Já as línguas de sinais de fronteira passam por processos de convencionalização decorrentes do contato linguístico, a exemplo da Língua de Sinais Venezuelana em contato com a Libras, no Brasil. O projeto busca articular uma rede de pesquisadores que trabalham com as diferentes línguas de sinais no Brasil visando instrumentalizar essas línguas para o desenvolvimento de tecnologias assistivas, dando-lhes visibilidade de modo que sejam pensadas políticas linguísticas adequadas frente à língua de sinais nacional. Com cerca de 20 línguas de sinais emergentes em aldeias e vilas, e outras dezenas em contexto de fronteira, essas línguas jovens ou de contato passam por processos de convencionalização de sinais variáveis, o que faz com que se indague sobre a necessidade do ensino da Libras para as comunidades surdas usuárias dessas novas línguas. As línguas de sinais emergentes são um laboratório natural para que se investigue a criação de novas línguas, além de fazerem parte da diversidade linguística brasileira na modalidade sinalizada. Como hipótese, defende-se que investigar essas línguas é buscar modelos teóricos que comprovem adequadamente como ocorrem os processos de convencionalização de uma língua nova nas mentes dos seus falantes, a partir do uso. Com a instrumentalização e documentação dessas línguas poderão ser comprovados os mecanismos de consolidação de sistemas linguísticos emergentes. O trabalho metodológico será o de documentação e descrição linguística com a produção de corpora multilíngues e multimodais, seguindo-se um modelo adaptado do Inventário da Libras. A produção de uma base de dados de línguas de sinais emergentes contribuirá com o conhecimento da diversidade linguística brasileira sinalizada e a educação empreendedora na formação de pesquisadores surdos.
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo Jorge de Oliveira Ponte de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • tecnologias agrometeorológicas como suporte para o cultivo sustentável de frutíferas de importância econômica na amazônia.
  • A Amazônia possui uma diversidade de espécies de plantas frutíferas que geram renda e emprego às populações locais. Nos últimos anos, a produção de frutíferas na região Norte evoluiu de uma condição somente extrativista para um cenário de produção agrícola. O estado do Pará possui três principais tipos climáticos, dentre estes os clima do tipo Am e Aw que apresentam meses com chuvas abaixo de 60 mm nos períodos de estiagem, comprometendo a produtividade das espécies perenes nos casos em que a produção seja feita sem irrigação e em terra firme. Tendo em vista a importância econômica da cadeia produtiva do açaí, do Cacau, do limão-tahiti, do coqueiro-anão verde na região e, mais localmente dos pomares de mangueira, além da necessidade de conhecimento mais preciso sobre o ambiente de cultivo, busca-se nesta pesquisa avaliar os parâmetros agrometeorológicos destas frutíferas em condições climáticas locais e como as mesmas respondem à disponibilidade hídrica e ao clima para a geração de tecnologias para suporte ao cultivo sustentável da fruticultura Paraense. O estudo será conduzido durante dois anos experimentais nos municípios de Altamira (plantio de Cacau), Capitão Poço (plantio de lima ácida tahiti e açaí), Santa Izabel (coqueiro anão) e Salinópolis (Manga). Em cada área de produção será definida um talhão de 1 ha irrigado e outro em sequeiro para o monitoramento de variáveis agronômicas. Torres micrometeorológicas serão usadas para o monitoramento da interação solo-planta-atmosfera. Será adotado o método da razão de Bowen para a estimativa dos balanço fluxos e evapotranspiração do pomar, assim como pelo método do balanço de agua no solo por tensiometria. A evaporação na entrelinha será monitorada com microlisimetros. Será utilizado o algoritmo METRIC para verificar a distribuição espaço-temporal das variáveis avaliadas. Espera-se gerar resultados que contribuam para o manejo, o uso racional e produtividade da água em frutíferas com cobertura parcial do solo.
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paulo Jose do Amaral Sobral

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • avanços em sistemas coloidais: emulsões, biopolímeros, filmes ativos, nanocompósitos
  • O objetivo principal deste projeto é o estudo da aplicação de princípios ativos, encapsulados em emulsões, e de nanopartículas, de origem biológica, no desenvolvimento de filmes (F), nanocompósitos (NC) e recobrimentos (R) a base de biopolímeros. Os princípios ativos de interesse serão o extrato hidroetanólico de folha de Pitangueira (EFP), que será encapsulado em emulsões duplas (ED) A/O/A para aumento de sua estabilidade, e princípios ativos lipossolúveis, como a rutina, hesperidina, alfa-tocoferol, dentre outros, que serão encapsulados na fase O de nanoemulsões (NE) ou emulsões de Pickering (EP) O/A. Vários emulsificantes e técnicas de homogeneização deverão ser estudos na produção dessas emulsões, que serão caracterizadas para conhecimento do diâmetro médio da gota, span, morfologia, viscosidade e estabilidade física. Essas emulsões, adicionadas em soluções formadoras (SF) dos F e R, permitirão a produção de material com atividades antioxidante (AAt) e antimicrobiana (AAm). Nanopartículas, como nanocristais de celulose, de amido ou de quitosana, ou nanofibras de celulose, poderão também serem adicionados à SF de F e R, como carga de reforço, podendo também contribuir para a redução da sensibilidade à umidade. As SF serão aplicadas em suportes adequados para a produção de F e NC, mas para a produção de R, elas serão aplicadas sobre uma das superfícies de papel/papelão, seguido de desidratação, em ambos os casos. Esses materiais serão caracterizados usando-se técnicas específicas para materiais poliméricos ou celulósicos, permitindo o conhecimento de suas principais propriedades físicas (propriedades mecânicas, de barreira ao vapor de água e à luz UV/visível, óticas e de superfície), microestrutura, conformação molecular, cristalinidade e AAt e AAm. Espera-se ao fim deste projeto de 3 anos, produzir conhecimentos sobre eventuais interações entre os princípios ativos emulsionados e as nanopartículas que possam melhorar a entrega deles para o alimento embalado.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo José Paupitz Gonçalves

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • desenvolvimento de estruturas mecânicas com características avançadas para controle de vibração e ruído
  • Um dos desafios encontrados nas aplicações de materiais compostos e estruturas leves é o balanço entre desempenho energético e susceptibilidade a altos níveis de vibração e ruído. No projeto sequencial, em que elementos estruturais são otimizados individualmente para redução de massa, é comum que o conjunto apresente níveis insatisfatórios de vibração e transmissão de ruído, requerendo soluções paliativas com custo da massa adicionada, como é o caso, por exemplo, de tratamento acústico ou aplicação de materiais visco-elásticos, em geral, densos e com baixo módulo de elasticidade, e que não conferem propriedades de resistência ao conjunto. Se indesejadas em aplicações de máquinas e veículos, estas soluções podem ser proibitivas nos casos em que a massa do conjunto está diretamente ligada com a sua viabilidade, como é o caso da maioria das estruturas aeroespaciais. Desta forma, pretende-se com este projeto, estudar técnicas de controle passivo e semiativo dedicadas a aplicações em estruturas leves, para redução da transmissão de ruído e vibração. Neste contexto, elementos estruturais dos tipos vigas e painéis feitos de metamateriais seriam estruturas que excedem o desempenho típico de seus pares convencionais, explorando os benefícios das estruturas periódicas passivas e semiativas. O que se propõe neste projeto é o desenvolvimento de métodos de modelagem e de projeto destes tipos de estruturas. Configurações mecânicas passivas ou mesmo materiais eletroativos serão ser considerados ao longo do projeto. A fabricação, bem como as restrições dimensionais impostas pelo tamanho das estruturas desejadas serão levadas em consideração. O projeto prevê ainda desenvolver um esquema analítico para prever a produção e propagação de ondas dentro da influência de estruturas 1D e 2D. Descrições numéricas baseadas em elementos finitos e espectrais para prever a propagação da onda e outras abordagens no domínio do tempo também serão desenvolvidas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo José Pereira Lima Teixeira

Ciências Humanas

Educação
  • aplicação do sistema crispr-cas como estratégia de resistência multiviral em feijoeiro
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 29/11/2019-30/11/2023
Foto de perfil

Paulo Márcio Cruz

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a sustentabilidade como paradigma indutor do direito na pós-modernidade e as novas matrizes energéticas
  • OBJETO: investigar a Sustentabilidade como novo paradigma indutor do direito na pós-modernidade, ante a necessária substituição da atual matriz energética nas dimensões social, econômica e ambiental. O progresso da eficiência energética enfrenta retrocessos, como a diminuição das melhorias globais em eficiência energética, afetando metas globais para o clima e Sustentabilidade. Tal fato é relevante, considerando a demanda energética com o avanço exponencial das novas tecnologias e a estimativa de que a eficiência energética poderá reduzir mais de 40% das emissões de gás de efeito estufa nos próximos 20 anos. JUSTIFICATIVA: necessidade de sistematização de teorias contemporâneas que tratam da emergência da Sustentabilidade como novo paradigma do Direito. PROBLEMÁTICA/HIPÓTESE: como o direito se posicionará diante da mudança da matriz energética baseada em energias renováveis? Buscar-se-á posicionar a Sustentabilidade como novo paradigma do direito, coabitando com a liberdade, pois, além da sua vocação para ser aplicada em escala global, apresenta flexibilidade e operacionalidade para comportar a dialética das várias forças sociais, por uma via discursiva harmonizadora. Sustentabilidade funda-se em categorias como solidariedade e participação no cenário cosmopolita e transnacional. Ao contrário do paradigma moderno, que sustentou a “civilização dos contratos e da propriedade privada”, na modernidade, a Sustentabilidade terá melhores condições de promover o socioambientalismo e a inclusão e justiça social; além da instrumentalização, por meio de novas tecnologias (internet e IA), de uma Governança Transnacional a partir da agenda de desenvolvimento econômico ambiental e sustentável. Há caráter inovador da temática ante nova matriz energética (energias renováveis) no debate jurídico econômico global. METODOLOGIA: método dedutivo, estabelecendo formulação geral, buscando partes do fenômeno para sustentá-la, por meio de pesquisa bibliográfica.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paulo Michel Roehe

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • uso de ferramentas genéticas, matemáticas e tecnológicas para avaliar o risco de transmissão e fortalecer a vigilância do vírus da febre amarela nas cinco regiões brasileiras
  • Vide projeto anexo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Paulo Milet-Pinheiro

Ciências Biológicas

Botânica
  • flores de perfume e machos de abelhas euglossine: entendendo a evolução da sinalização olfativa floral através de uma abordagem de ecologia cognitiva da polinização
  • Nas florestas neotropicais, as flores de cerca de 1000 espécies vegetais, de ao menos 15 famílias, produzem perfumes como única recompensa para os seus polinizadores. Em geral, flores de perfume são polinizadas por machos de espécies cogenéricas de abelhas euglossine e acredita-se que a composição química dos perfumes florais desempenhe um papel chave nessa atração seletiva. Estudos recentes sugerem que a evolução de perfumes florais nessas plantas é moldada por vieses sensoriais/comportamentais preexistentes dos gêneros de euglossine. No entanto, ainda não há suporte experimental para esta hipótese, principalmente devido à escassez de informações sobre 1) a identidade dos polinizadores dessas plantas, 2) a composição química de seus perfumes florais e 3) a percepção química dos polinizadores. Neste projeto, busca-se entender a evolução de perfumes florais nesse sistema de polinização, considerando a perspectiva das plantas e dos polinizadores. Para isso, serão integradas técnicas modernas de várias disciplinas, tais como ecologia cognitiva e da polinização, além da filogenia molecular dos mutualistas. O atual conhecimento sobre os polinizadores e sobre a química de perfumes florais será compilado a partir de uma revisão de literatura. Novas interações serão descritas a partir de observações de polinizadores nas flores in situ. Amostras de perfumes florais serão coletadas a partir da técnica de headspace dinâmico e de lavagem com solvente e analisadas por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC/MS). Os vieses sensoriais/comportamentais dos polinizadores serão investigados a partir de análises eletroantenográficas e bioensaios no campo, respectivamente. Árvores filogenéticas de espécies com flores de perfume e abelhas euglossine, serão reconstruídas com base em dados moleculares publicados e servirão de base para análises filogenéticas que avaliem o tempo e modo de evolução dos perfumes florais, bem como o papel de polinizadores nesse processo.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 07/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paulo Monteiro Brando

Ciências Biológicas

Ecologia
  • análise de risco e limiares ecológicos na amazônia e no cerrado
  • O ciclo hidrológico está mudando nos trópicos devido às interações entre mudanças climáticas globais e desmatamento. Os impactos sobre sistemas naturais podem ser grandes, persistentes e podem ter consequências graves para o ciclo do carbono e as concentrações atmosféricas de CO2. Muitos dos grandes impactos sobre florestas, savanas e sistemas agrícolas resultam da ocorrência de eventos climáticos extremos. Os recentes eventos climáticos extremos já causaram (a) mudanças fundamentais na estrutura de florestas tropicais, (b) perdas generalizadas na produção agrícola, e (c) incêndios catastróficos em florestas e savanas. Considerando que tanto a média como a variabilidade do clima estão mudando com a acumulação de gases de efeito estufa na atmosfera, é provável que os eventos climáticos extremos se tornem mais comuns e intensos num futuro próximo. No entanto, quantificar como as mudanças climática e meteorológicas irão alterar a probabilidade de eventos catastróficos no futuro próximo continua a ser um desafio. Até o presente momento, a maioria dos estudos têm avaliado a exposição dos ecossistemas tropicais e da produção agrícola às futuras alterações climáticas, mas a quantificação da sensibilidade desses ecossistemas às condições climáticas extremas continua a ser mal compreendida. Neste projeto, usaremos modelos estatísticos para quantificar os múltiplos determinantes climáticos de grande impacto em florestas tropicais, savanas, agricultura e regimes de perturbação. Avaliaremos ainda como as mudanças climáticas podem alterar a probabilidade de ocorrência de eventos meteorológicos e conjugados em um futuro próximo na Amazônia e Cerrado. Para isso, nós propomos os seguintes objetivos específicos: 1) identificação de limiares históricos multivariados em variáveis climáticas que tenham causado redução da produtividade da vegetação, pico de atividade de incêndios tropicais e perdas na produção agrícola; 2) avaliação do risco de ultrapassar tais limiares potenciais no presente e no futuro próximo, de acordo com diferentes cenários climáticos; e 3) avaliação de como a estabilização do aquecimento da temperatura global do ar abaixo de 1,5°C pode evitar grandes perdas de recursos florestais, produção agrícola e impactos ambientais associados a incêndios tropicais. O principal resultado do projeto será, portanto, o fornecimento de uma avaliação de risco robusta de vários serviços ecossistêmicos chave na Amazônia e no Cerrado sob diferentes cenários de mudanças climáticas. Este projeto conectará ainda mais pesquisadores e instituições sediadas na Suíça e no Brasil, e contribuirá para a formação de um grupo diversificado de estudantes da Suiça, do Brasil e de pós-doutores.
  • Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia - PA - Brasil
  • 13/05/2020-31/05/2023
Foto de perfil

Paulo Monteiro Brando

Ciências Biológicas

Ecologia
  • legados do desmatamento e da degradação florestal na fronteira agrícola amazônica: impactos sobre a biodiversidade, o ciclo do carbono e os recursos hídricos (fase 2)
  • As mudanças do uso da terra têm alterado fundamentalmente a dinâmica, o funcionamento e a estrutura das florestas estacionais semideciduais no ecótono Amazônia-Cerrado. Essas alterações, por sua vez, influenciam o clima local/regional através de disrupções do ciclo hidrológico, do carbono e de energia, com importantes implicações à biodiversidade regional e integridade dos córregos da região. Esses efeitos podem persistir por décadas e interagir com mudanças climáticas globais. No entanto, as possíveis trajetórias de florestas e ambientes aquáticos permanecem pouco entendidas na fronteira agrícola amazônica, bem como os seus impactos à biodiversidade e aos serviços/funções ecossistêmicos associados. Desde a implementação do PELD-TANG na fronteira agrícola do sudeste Amazônico, avançamos o entendimento dessas relações entre florestas e ambientes aquáticos de água doce em paisagens sendo transformadas pela agricultura mecanizada de larga escala. Nos últimos quatro anos, foi possível compreender diversos aspectos da trajetória de mortalidade de árvores pós-distúrbio e da recuperação de ambientes terrestres e aquáticos sendo expostos a distúrbios, bem como os mecanismos pelos quais esses processos ocorrem. Os objetivos gerais e específicos desta proposta em relação à anterior permanecem, com mudanças em atividades. Propomos quantificar como a degradação por distúrbios e o desmatamento das florestas localizadas na fronteira agrícola Amazônica impactam as relações entre a biodiversidade, os processos ecossistêmicos e a integridade de córregos da região, assim como as trajetórias de florestas e ecossistemas aquáticos ao longo do tempo. Mais especificamente, o estudo pretende quantificar no longo prazo: (1) os efeitos (conjuntos e separados) da fragmentação e de distúrbios pelo fogo e vento na estrutura, dinâmica e trajetórias de florestas de terra firme; (2) os efeitos de distúrbios nas funções ecossistêmicas e na biodiversidade dessas florestas; (3) como mudanças climáticas locais associadas ao desmatamento e à degradação florestal alteram regionalmente o balanço de água e energia e, assim, a integridade das florestas ripárias e os parâmetros físico-químicos da água em córregos de primeira ordem; e, (4) os efeitos sinérgicos entre perda de habitat florestal, fragmentação, alterações na disponibilidade de nutrientes sobre a biodiversidade de invertebrados e vertebrados, terrestres e aquáticos, em ambientes de florestas ripárias. Para tanto, o nosso grupo de pesquisa interdisciplinar empregará diferentes técnicas para medir a degradação florestal pelo efeito de borda, pelo fogo e por tempestades de vento; a resiliência de florestas de terra firme no longo prazo; a saúde de córregos em diferentes tipos de microbacias; e, a relação entre a agricultura e as mudanças no ciclo hidrológico, e as suas relações com a integridade de florestas. As técnicas a serem empregadas variam amplamente: torres de fluxo (vórtices turbulentos) de CO2 e H2O; LiDAR terrestre e aéreo para caracterização da estrutura da floresta; inventários florestais e de diversos animais; medição de vazão de rios, dentre outras. Essas técnicas têm sido utilizadas na coleta de dados ecológicos e climatológicos na região desde 2004. Este acúmulo de informações provavelmente coloca o nosso sítio de pesquisa (Fazenda Tanguro) entre os principais sítios de longo prazo da Amazônia. A continuação das medições já existentes e a inserção de novas medições--através desta proposta--poderiam alavancar este conhecimento e gerar novas informações de alta relevância para universidades locais e para a sociedade brasileira em geral. Ou seja, pesquisadores e estudantes locais seriam expostos à pesquisa (a) de alta qualidade internacional, (b) baseada em experimentos na escala da paisagem, (c) interdisciplinar e (d) que explora os efeitos das mudanças climáticas e do uso da terra nas relações entre florestas e ambientes aquáticos. Com estas oportunidades, o PELD-TANG contribui desde 2016 para a redução no desbalanço que existe entre as universidades do sudeste e do norte do país no que se refere a oportunidades de fazer pesquisa relevante e de alta qualidade, contribuindo no desenvolvimento de seis dissertações de mestrado e duas tese de doutorado concluídas, e duas teses de doutorado em andamento, além de 27 artigos científicos publicados e cinco resumos apresentados por autores de diferentes regiões do Brasil com pesquisadores estrangeiros (Anexo 1). A implementação do PELD-TANG criou a oportunidade de enriquecer o diálogo entre a pesquisa ecológica, políticas públicas, e o setor privado. A pesquisa aplicada feita na Fazenda Tanguro tem o potencial de exercer ainda mais impacto se garantirmos sua continuidade como sítio PELD, através da continuidade do modelo de investigação ecológica aqui estabelecido, no qual podemos entender as implicações de grandes mudanças na paisagem de vários pontos de vista, respondendo perguntas relevantes não só para a ciência, como para os produtores rurais, os povos indígenas, a nova geração de alunos da região, e da sociedade brasileira como um todo. Assim o PELD contribui para o desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável.
  • Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia - PA - Brasil
  • 11/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Paulo Moreira Silva Dantas

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeito do exercício físico associado a eletroestimulação transcutânea auricular do nervo vago (tavns) nos parâmetros cardiovasculares, bioquímicos e neurocogntivos de pessoas vivendo com hiv/aids
  • Pessoas vivendo com HIV/Aids (PVHA) apresentam maior probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares, metabólicas e neurais. Estas doenças associadas são desencadeadas não somente pela ação direta do HIV, como também pela ação da terapia antirretroviral combinada (cARV). O HIV pode afetar o sistema nervoso central e periférico, comprometendo o bom funcionamento dos sistemas orgânicos. A cARV pode aumentar o estresse oxidativo, contribuindo para um estado crônico de inflamação. O Nervo vago tem papel importante na saúde cardiorrespiratória, e na resposta inflamatória e pode apresentar vias para adaptações fisiológicas importantes quando estimulado pelo exercício físico e pela eletroestimulação transcutânea auricular do nervo vago (taVNS). Desta forma, o exercício físico associado a taVNS podem funcionar como uma estratégia coadjuvante no tratamento da aids. Até o presente momento, não se sabe sobre estudos que investigaram a taVNS em PVHA, no entanto, os seus benefícios já foram comprovados em pacientes que apresentam depressão, diabetes, artrose, obesidade, tinnitus, enxaqueca, autismo, entre outras. Neste sentido, entendendo que a aids pode proporcionar desde desordens cardiovasculares, metabólicas e neurológicas, formulou-se a hipótese de que a pratica de exercício aeróbio associado a taVNS irá aumentar a função autonômica cardíaca, diminuir o processo inflamatório e aumentar as funções cognitivas e motoras de PVHA. As PVHA receberão 3 sessões de taVNS por 30 minutos em dias alternados, 3 vezes por semana. Logo após a taVNS irão realizar 30 minutos de exercícios aeróbicos na intensidade do limiar ventilatório 1. A função autonômica cardíaca, marcadores inflamatórios e funções cognitivas e motoras serão avaliadas antes e após a intervenção, que terá duração de 30 dias.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo Nobre

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • poluição por óleo no mar 2019 no nordeste do brasil: sensoriamento remoto, modelagem oceano-atmosfera e inteligência artificial para a detecção, previsão e desenvolvimentos futuros
  • Vide projeto anexo
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 11/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Paulo Noronha Lisboa Filho

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • bioimpressão de um sistema de liberação de inibidores da enzima gsk-3
  • A regeneração periodontal requer a integração adequada de células apropriadas, sinais biológicos e fornecimento sanguíneo. A ativação da sinalização Wnt/β-cat parece ser essencial no controle de eventos regenerativos em vários tecidos. Desta forma, os objetivos do presente trabalho serão: 1) definir in vitro a performance de inibidores da enzima GSK-3 utilizando: i) um sistema de liberação local de PLLA e PLGA eletrofiado (ácido poli-L-láctico) associado à biotintas carregadas com cementoblastos ou pré-osteoblastos (MC3T3-E1) bioimpressos e ii) um sistema composto por matrizes fibrosas eletrofiadas carregadas com cementoblastos ou pré-ostoblastos (MC3T3-E1) bioimpressos a partir de biotinta a base de gelatina e alginato, com ou sem a presença de inibidores da enzima GSK-3, 2) definir histomorfometricamente o efeito da inibição da enzima GSK-3 por meio do sistema de melhor performance in vitro sobre o processo de regeneração dos tecidos periodontais em ratos e 3) definir o perfil proteômico do tecido néoformado utilizando-se a microdissecção a laser associada à técnica de espectrometria de massa (LC-MS/MS). Com os resultados da presente proposta, espera-se: i) que seja caracterizado de forma sistemática o construto de melhor performance, ii) que a ativação da via de sinalização Wnt canônica, por meio da inibição da enzima GSK-3, promova de forma significativa a regeneração do complexo periodontal e iii) a que definição do perfil proteômico nos tecidos neoformados permita a identificação/confirmação dos mecanismos biológicos envolvidos.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paulo Pureur Neto

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • supercondutividade e magnetismo: interações, textura de spin e novos materiais
  • O presente Projeto é apresentado por uma equipe de 11 pesquisadores-doutores de quatro Instituições Federais do Estado do Rio Grande do Sul. Esta equipe há muito atua em rede e tem experiência na realização de projetos em cooperação. O Projeto se articula em torno do problema da interação entre supercondutividade e magnetismo, priorizando a investigação experimental e teórica dos efeitos da supercondutividade nos estados magnéticos adjacentes de materiais crescidos artificialmente ou de compostos estruturalmente complexos. O estudo subdivide-se em três sub-temas principais: a. Interação entre supercondutividade e magnetismo em filmes finos heteroestruturas. Esta linhas de investigação visa o estudo de texturas magnéticas não-triviais induzidas por avalanches de fluxo magnético e vórtices de Abrikosov em bicamadas do tipo Co-Nb ou Co-YBCO. Prioriza-se o estudo das texturas magnéticas em escala nanoscópica. Espera-se observar a estabilização de domínios quirais e a formação de skyrmions, ou outros sólitons de spin induzidos por vórtices de Abrikosov. Os estudos experimentais serão acompanhados de simulações micromagnéticas. Outra vertente deste sub-projeto é o desenvovimento de um software para simular heteroestruturas supercondutor-magneto no espaço real utilizando o método de Krylov–Bogoliubov-de Gennes. b. Estudo das Propriedades Magnéticas de Sistemas Líquido de Spin com Desordem Magnética. A principal motivação desta proposta é aliar desenvolvimentos teóricos recentes obtidos pelo grupo com a realização de experimentos que propiciem avanços na descrição do estado líquido de spin e de sua relação com a supercondutividade. c. Propriedades de magneto-transporte em sistemas intermetálicos de terras-raras. Nesta linha, estuda-se os efeitos de ordens magnéticas complexas nas propriedades de magnetotransporte de sistemas intermetálicos do tipo RCo12B6, R5Si4, R5Ge4 e RxNi1-xBi3 (R=terra-rara). Estes sistemas são interessantes para refrigeração magnética.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Paulo Renato de Souza

Outra

Ciências Ambientais
  • moccif21 – v mostra científica e cultural do ifsp - câmpus suzano
  • Vide projeto anexo.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 13/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Paulo Renato de Souza

Outra

Multidisciplinar
  • feccif22 – i feira estadual de ciência e cultura do ifsp
  • A Feira Estadual de Ciência e Cultura do IFSP (FECCIF) é uma iniciativa que se origina como um desdobramento da realização da Mostra Científica e Cultural do IFSP Suzano (MOCCIF). Tendo a experiência da execução de cinco edições da MOCCIF, projeto que abarca diversos municípios da região do Alto Tietê, foram identificadas características e potenciais específicos desse tipo de evento e reconheceu-se a necessidade de ampliar sua abrangência de maneira a expandir seus benefícios a outras regiões do estado de São Paulo. A FECCIF é um projeto que busca estimular nos estudantes, em especial de nível fundamental e médio, o olhar investigativo e o apreço pela ciência, além de desenvolver a criatividade, promover a expansão de seu repertório cultural e contribuir para sua formação integral, fomentando o pensamento crítico e despertando talentos. As atividades propostas mobilizam competências, habilidades e atitudes desejáveis para o adequado desenvolvimento dos alunos e criam condições para um aprendizado significativo e efetivo, permitindo que se estabeleçam as necessárias relações entre os diferentes conteúdos estudados em diversas disciplinas. Ademais, a realização do evento possibilita a ampliação de saberes de diferentes áreas e promove a divulgação e a popularização do conhecimento científico e tecnológico, favorecendo a interação entre a comunidade e o meio acadêmico. Prevê-se que a FECCIF22 seja realizada em modelo híbrido, conjugando atividades presenciais e remotas, viabilizando a participação de um maior número de estudantes e aumentando o alcance das ações propostas. Dessa forma, o IFSP se propõe a realizar a FECCIF22 – I Feira Estadual de Ciência e Cultura do IFSP, em âmbito estadual, compreendendo que esta iniciativa está em consonância com a missão do IFSP de “ofertar uma práxis educativa que efetive a formação integral e contribua para a inclusão social, o desenvolvimento regional, a produção e a socialização do conhecimento”.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 23/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Paulo Renato Schneider

Ciências da Saúde

Odontologia
  • ações de mobilidade para o fortalecimento dos programas de pós-graduação da ufsm em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 09/01/2020-09/01/2025