Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Flach

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • composição química e atividade biológicas de própolis
  • Própolis é um material resinoso elaborado pelas abelhas a partir de resinas coletadas de plantas e é utilizada na colônia para proteger o ninho. Sua constituição química é bastante variada e depende entre outros fatores da espécie de abelha e da flora da região o que a torna uma fonte diversificada para exploração de perfil químico e atividade biológica. Por esse motivo o presente trabalho tem como objetivo caracterizar e isolar marcadores, além de determinar do potencial biológico de própolis produzida no extremo norte do Brasil. Para essa finalidade, inicialmente serão selecionadas abelhas produtoras de própolis, coletadas amostras que serão extraídas para obter voláteis, assim como serão extraídas com diferentes solventes extratores. Os extratos e voláteis serão submetidos à atividade antioxidante e antimicrobiana para determinar os extratos mais ativos. Os extratos ativos serão fracionados e caracterizados quimicamente buscando identificar moléculas bioativas.
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 18/02/2019-28/05/2023
Foto de perfil

Adriana Fontes

Ciências Biológicas

Biofísica
  • estratégias biofotônicas para inativação de candida spp. assistidas por nanoestruturas metálicas
  • A C. albicans é a principal espécie relacionada a casos graves de candidíase recorrentes, levando à exposição tóxica frequente de tratamentos antifúngicos sistêmicos. O uso indiscriminado de antifúngicos viabiliza a emergência e disseminação de cepas resistentes, as quais estão associadas com prolongamento de hospitalizações e alta mortalidade. Logo, a inativação fotodinâmica (PDI) surge como uma tecnologia promissora para o tratamento de infecções por Candida spp. Até então, não há relatos de resistência microbiana após a PDI. O efeito fotodinâmico ocorre quando, em presença de oxigênio, a luz excita o fotossensibilizador (FS), levando à produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) com ação citotóxica localizada. A nanotecnologia apresenta potencial para aprimorar ainda mais a PDI, especialmente as nanoestruturas de prata (AgNSs), que podem ajudar a elevar a produção de EROs por efeito plasmônico, além da prata ter atividade antimicrobiana. Assim, esse estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da PDI em isolados sensíveis e resistentes de C. albicans planctônicas e em biofilmes utilizando como FSs as porfirinas ZnTnHex-2-PyP4+ (ZnP hexil), ZnTE-2-PyP4+ (ZnP etil) e/ou azul de metileno (AM) associados ou não a AgNSs esféricas e/ou prismáticas (FS-AgNSs). Esses FSs apresentam um grande potencial para PDI. Serão avaliados diferentes parâmetros de irradiação e concentrações de FSs e FS-AgNSs na PDI dos isolados de C. albicans, na sua forma planctônica e em biofilmes, para determinar os mais eficientes para sua inativação. Os efeitos da PDI sobre os isolados serão também avaliados por microscopias de fluorescência e eletrônica de varredura. Também será realizado ensaio de citotoxicidade em linhagem epitelial imortalizada (mamíferos). Espera-se que a presente proposta venha auxiliar o estabelecimento de terapias alternativas para candidíase, de modo que possa trazer benefícios no tratamento e na qualidade de vida dos indivíduos acometidos por essa infecção.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Adriana Martinelli Catelli de Souza

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • reciclagem e reaproveitamento de resíduos em polimeros
  • A elevada produção de plásticos associada ao baixo nível de reciclagem e o descaso no descarte destes materiais têm sido o maior problema ambiental do século XXI. Soluções de engenharia podem auxiliar na resolução deste problema, como a viabilização de processos de reciclagem e o reaproveitamento dos produtos pós consumo e dos rejeitos industriais. Como a reciclagem mecânica é considerada a melhor forma de reciclar polímeros por usar menos recursos e energia, uma das alternativas para reaproveitar sucatas poliméricas seria o seu reuso no desenvolvimento de novas blendas e compostos poliméricos, agregando valor a este resíduo. O objetivo deste projeto é estudar a possibilidade de reaproveitar os produtos pós consumo e os rejeitos industriais para formar novos compostos e blendas de matriz polimérica, visando agregar valor aos resíduos e encontrar alternativas para evitar o descarte inadequado destes materiais no meio ambiente. Estes rejeitos poderão funcionar como modificadores de impacto, cargas de reforço ou de enchimento, ou até agentes compatibilizantes. Resíduos de ionômeros usados na fabricação de embalagens de cosméticos, polietileno reticulado usado em revestimentos de fios condutores, espumas termofixas, serão usadas nos estudos. Estes resíduos serão incorporados em matrizes de termoplásticos commodities e de engenharia. Os compostos serão obtidos por extrusão seguida de injeção dos corpos de prova. Em seguida, serão submetidos a ensaios mecânicos (tração, flexão, impacto, fadiga), térmicos (HDT, DSC e TGA) e morfológicos (MEV). Neste projeto, será solicitado verba para adquirir o equipamento acessório RCS40 para controle da taxa de resfriamento a ser acoplado no equipamento de DSC Q20, pertencente ao Centro Universitário FEI, que permitirá o desenvolvimento de uma caracterização térmica mais completa dos compostos obtidos. Esta caracterização trará informações sobre a microestrutura dos compostos, sendo possível relacioná-la com seu desempenho mecânico.
  • FUNDACAO EDUCACIONAL INACIANA PADRE SABOIA DE MEDEIROS - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Adriana Massaê Kataoka

Ciências Humanas

Educação
  • educação ambiental e crise climática: uma abordagem emergente para o ensino
  • A Educação Ambiental (EA) tem se configurado como uma das melhores alternativas para o enfrentamento da crise ambiental. Entre todas as temáticas a serem problematizadas pela EA, a crise climática emerge como um tema de relevância ímpar. Desde o quinto relatório do IPCC, é enfatizada a necessidade de envolver aspectos sociais e educacionais sobre o tema. Premissas como essas são, também, contempladas no Acordo de Paris. A EA apresenta uma perfeita aderência com a problemática da emergência climática e apoiada na teoria da complexidade oferece, ainda, melhores condições para o enfrentamento do desafio que a crise climática impõe. Nessa tessitura, a escola e a universidade se configuram como espaços fulcrais para a abordagem da emergência climática. Todavia, pesquisas recentes têm demonstrado que a EA ainda vem sendo trabalhada a partir de enfoques conservadores, apoiados em abordagens tradicionais de ensino e aprendizagem. Diante dos dados do último relatório do IPCC, a presente pesquisa busca responder, as seguintes questões problema: Qual é o entendimento que professores da Educação Básica e Superior de diferentes contextos compartilham e divergem sobre a crise climática? Quais as abordagens pedagógicas que esses participantes consideram mais adequadas para esse tema? Ao responder essas interrogantes a pesquisa poderá subsidiar estratégias de ensino e aprendizagem para o enfrentamento da problemática da crise climática. Para tanto, a presente proposta pauta-se nas abordagens qualitativas de pesquisa, e será estruturada em duas etapas: estudo exploratório e pesquisa participante. Participarão professores da educação básica e superior do Brasil, da Costa Rica e de Portugal. Na primeira etapa, serão utilizados dois instrumentos de pesquisas, questionário e entrevista-narrativa. A segunda fase trata-se de pesquisa participante com vistas ao desenvolvimento de estratégias pedagógicas e materiais didáticos que potencializem o ensino e a aprendizagem da crise climática.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025