Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sérgio Henrique Arruda Cavalcante Forte

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • uma proposição metodológica de avaliação da capacidade dinâmica cognitiva e gerencial
  • A motivação básica para a agenda de pesquisa de microfundamentos na estratégia é decompor construções de nível macro em termos de ações e interações de membros organizacionais para o nível micro. O desempenho no nível da firma surge das ações e interações desses membros, além das relações do nível macro na medida em que as variáveis são mediadas por micro ações e interações (Felin, Foss, & Ployhart, 2015). Este trabalho buscará evoluir na compreensão desses microfundamentos na medida em que tentará explicar a influência da Capacidade Dinâmica Cognitiva (Helfat & Peteraf, 2015) na Capacidade Dinâmica Gerencial (Teece, 2007). Metodologicamente será realizado um experimento de laboratório com grupos de controle pré-teste e pós-teste (Malhotra, 2012) aplicado a aproximadamente 120 gestores, divididos em três grupos, sendo dois experimentais e um de controle. Este trabalho contribuirá nos âmbitos teórico e gerencial. Teórico na medida em que buscará mensurar e verificar relações de causa e efeito entre aspectos de natureza cognitiva prática no campo da estratégia, mais especificamente, as capacidades dinâmicas. A contribuição gerencial permitirá advertir sobre o desenvolvimento cognitivo, que inclui capacidade de percepção, atenção e comunicação, demonstrando sua importância para detectar e aproveitar oportunidades, bem como a capacidade de comunicação para reconfigurar ativos tangíveis e intangíveis. Espera-se como produto final do projeto de pesquisa o desenvolvimento de uma proposta metodológica para avaliação da capacidade dinâmica gerencial e cognitiva do gestor estratégico.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sérgio Lima Santiago

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação do potencial de biomodificação dentinária de diferentes substâncias de origem natural.
  • A durabilidade de restaurações resinosas continua a ser um desafio em Odontologia restauradora. Nesse contexto, o uso de agentes de ligações cruzadas de colágeno dentinário de origem natural tem ganhado cada vez mais espaço na literatura, sendo as proantocianidinas, extraídas da semente da uva, as mais pesquisadas. Entretanto, seu emprego apresenta diversas desvantagens tais como a pigmentação do substrato e o longo tempo de aplicação. Na busca por novos agentes naturais de biomodificação dentinária foi proposto que diferentes polifenóis poderiam apresentar efeito semelhante, tais como o ácido elágico, a hesperidina, a apigenina, a curcumina e a epigalocatequina-3-galato. Também foi sugerido que o uso da quitosana, um biopolímero natural, poderia atuar de forma coadjuvante no reforço do colágeno. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho será avaliar a capacidade de biomodificação dentinária do ácido elágico, hesperidina, apigenina, curcumina, epigalocatequina-3-galato e proantocianidinas, associadas ou não à quitosana. Para tanto o trabalho será dividido em 5 fases, sendo a primeira delas denominada - Fase I: “Avaliação da capacidade de biomodificação do colágeno de diferentes polifenóis de origem natural” utilizadando-se as metodologias de teste de flexão de 3 pontos (n=10), alteração de massa (n=10), taxa de biodegradação (n=10) e alteração de cor (n=10). Em seguida será realizada a Fase II: “Avaliação da incorporação de diferentes polifenóis de origem natural em ácido fósforico” utilizando-se as metodologias de resistência de união (n=10), nanoinfiltração (n=6) e micropermeabilidade (n=3). A terceira Fase será denominada: “Avaliação da capacidade de biomodificação do colágeno após pré-tratamento com quitosana”, para tanto serão realizados os testes de resistência de união (n=10), flexão de 3 pontos (n=10) e alteração de massa (n=10). Para a realização da Fase IV: “Avaliação da associação entre polifenóis de origem natural e quitosana sobre a união em dentina hígida e afetada por cárie”, serão realizados os testes de resistência de união (n=10), nanoinfiltração (n=6) e micropermeabilidade (n=3). Por fim, será realizada a Fase V: “Avaliação das propriedades físicas e químicas de um adesivo simplificado incorporado com agentes de biomodificação associados à quitosana” através dos testes de resistência de união (n=10), grau de conversão (n=3), sorção e solubilidade (n=10). Em todos os casos serão realizados um teste de normalidade utilizando-se o teste de Shapiro-Wilk e para a comparação entre os grupos será utilizada a Análise de Variância (ANOVA) e pós-testes apropriados para cada análise. O nível de significância adotado será de 5%.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sergio Luis Costa Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de estratégias analíticas visando determinação e especiação de metais e metaloides em amostras ambientais coletadas no rio joanes, bahia
  • O Professor Sergio Luis Costa Ferreira (Doutor PUC, Rio 1991), líder do Grupo de Pesquisa em Química e Quimiometria (GRPQQ), Professor Titular da Universidade Federal da Bahia, apresenta ao CNPq no âmbito do Edital Universal 2018, uma proposta visando o DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS ANALÍTICAS VISANDO DETERMINAÇÃO E ESPECIAÇÃO DE METAIS E METALOIDES EM AMOSTRAS AMBIENTAIS COLETADAS NO RIO JOANES, BAHIA. Entre os objetivos específicos, destacam-se: i) Desenvolver estratégias visando a determinação e análise de especiação de elementos de interesse ambiental em amostras de águas e sedimentos coletadas no Rio Joanes, Bahia. ii) Desenvolver estratégias analíticas empregando técnicas da espectrometria atômica na determinação e especiação de metais e metaloides de interesse ambiental em amostras de águas e sedimentos coletados no Rio Joanes, Bahia. iii) Empregar técnicas de planejamento experimental na otimização dos métodos analíticos necessários para o desenvolvimento do projeto. iv) Estabelecer procedimentos visando análise de especiação de arsênio e antimônio em amostras de águas e sedimentos coletados no Rio Joanes empregando métodos não cromatográficos e a espectrometria de fluorescência atômica. v) Estabelecer procedimentos de preconcentração empregando polímeros com íons impressos para determinação de cádmio, chumbo e mercúrio em amostras de águas coletadas no Rio Joanes usando espectrometria atômica. vi) Determinar mercúrio total em sedimentos coletadas no Rio Joanes empregando o DMA (Direct Mercury Analyzer). vii) Desenvolver estudos de fracionamento de mercúrio em amostras de sedimento do Rio Joanes. viii) Desenvolver estudos de caracterização de processos de adsorção de íons metálicos tóxicos no sedimento do Rio Joanes. ix) Estabelecer estudos de biodisponibilidade de metais em sedimentos usando o método dos sulfetos voláteis. x) Estabelecer procedimentos empregando microssistemas automatizados de injeção por fluxo (MSFIA) para determinação e análise de especiação de elementos tóxicos em águas coletadas no Rio Joanes. xi) Promover estudos que resultem na formação de recursos humanos como trabalhos de conclusão de curso (TCC), dissertações de mestrado e teses de doutorado. xii) Promover estudos que resultem em artigos científicos em revistas de alto índice de impacto. xiii) Apresentar relatórios técnicos científicos para os órgãos responsáveis pela captação de água potável para a Cidade de Salvador e adjacências. A otimização dos métodos analíticos será feita empregando técnicas de otimização multivariado, tais como o planejamento fatorial de dois níveis e metodologias de superfície de resposta. A metodologia prevê três campanhas de amostragens durante os três anos de projeto, envolvendo coleta de água e sedimento. Todos os métodos propostos serão validados de acordo com os parâmetros recomendados pela IUPAC. A exatidão dos métodos será avaliada empregando material de referencia certificado, testes de adição e recuperação e comparação de métodos analíticos. As técnicas analíticas disponíveis no laboratório são: espectrometria de absorção atômica, espectrometria de massas com plasma indutivamente acoplado (ICP-MS) e espectrometria de fluorescência atômica com geração de hidretos (HG AFS). A equipe é composta de seis doutores, seis mestres cursando doutorado, um mestrando e três bolsistas de iniciação científica. O recurso solicitado é 119.990,00 Reais sendo que destes, 62.000,00 Reais para aquisição de material permanente, 53.190,00 Reais para custeio e 4800,00 Reais para pagamento de uma bolsa. Entre os resultados formais previstos, encontram-se três teses de doutorado e uma dissertação de mestrado além da publicação de nove artigos ao longo de trinta e seis meses. O projeto tem viabilidade cientifica considerando as publicações do coordenador no tema do projeto. Também os equipamentos estão em pleno funcionamento.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022