Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jugurta Rosa Montalvao Filho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • reconhecimento automático de anomalias em vigilância domiciliar remota através de sinais de odor
  • O objetivo deste projeto é desenvolver conhecimentos científicos e tecnológicos em aquisição eletrônica e análise numérica de sinais de narizes eletrônicos (e-noses), com as seguintes aplicações potenciais: (a) detecção de anomalias em vigilância remota de domicílios de pacientes/idosos, (b) detecção precoce de enterocolite necrosante em bebês prematuros e (c) detecção precoce de doenças relacionadas à ocorrência de halitose. O ponto comum para essas aplicações é a análise remota de sinais de odores. Através destas três aplicações, busca-se também o desenvolvimento científico envolvendo estudantes de graduação e pós-graduação, principalmente com pesquisas relacionadas à análise de dimensões intrínsecas e variedades matemáticas definidas por sinais de odores multivariados. Essas variedades (manifolds) são a base para a modelagem de sinais de odores multivariados dinâmicos de ambientes domésticos e a caracterização de padrões de odor anômalo nas três aplicações. Por último, mas não menos importante, os avanços técnicos relativos à aquisição, condicionamento e à transmissão de sinais de odor são também buscados para fins de vigilância e/ou diagnóstico remoto. Os sinais-alvo nesta proposta são adquiridos por arranjos de sensores de gás, conhecidos como narizes eletrônicos ou e-noses. Este tipo de sinal multivariado tem um potencial significativo para aplicações em vigilância médica remota, mas este potencial tem sido pouco explorado até agora, possivelmente devido ao alto custo dos narizes eletrônicos comerciais, bem como a relativa novidade deste tipo de tecnologia, em comparação com tecnologias baseadas em imagens (via câmeras) e sons (via microfones). Em seu aspecto mais prático, este projeto investigará se as demandas específicas das três aplicações escolhidas permitem a simplificação estrutural dos e-noses (com consequente redução de custos). Juntamente com a construção de narizes eletrônicos de baixo custo, o foco científico deste projeto é a modelagem estocástica dos sinais coletados e o uso desses modelos no diagnóstico precoce de doenças e na detecção de anormalidades nas rotinas domésticas, como vazamentos de gás, queima acidental de alimentos, comida estragada esquecida fora de refrigeradores, princípios de incêndios e cheiros fortes e incomuns do ambiente modelado, que podem ser sinais de situações domésticas perigosas.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-31/07/2022
Foto de perfil

Julia Barbosa Curto Ma

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • caracterização de reativações tectônicas no limite goiás - mato grosso a partir da integração de indicadores estruturais e geofísicos em diferentes escalas
  • Este projeto visa analisar e integrar dados magnéticos, de sensoriamento remoto, estruturais, microestruturais e sismológicos com o objetivo de contribuir com o entendimento sobre eventos tectônicos no limite Goiás - Mato Grosso, onde o Lineamento Transbrasiliano e estruturas cretáceas marcam os domínios do Arco Magmático de Arenópolis, Faixa Paraguai-Araguaia, Bacia do Paraná e formações quaternárias. A ocorrência de atividades sísmicas nos últimos 20 anos aponta uma possível reativação atual dessas estruturas, trazendo o foco deste estudo também para os eventos neotectônicos na região. Cada método proposto será conduzido no sentido de complementar e corroborar com a análise, em diferentes escalas e níveis de profundidade, das relações cinemáticas e temporais dos lineamentos interpretados, de estruturas de campo e amostras coletadas. Para isso, espera-se estabelecer os campos de tensão, em diferentes fases, das importantes estruturas crustais da área, marcadoras de grandes eventos continentais.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-29/02/2024
Foto de perfil

Júlia Peralta Gonçalves

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • avaliação do potencial anti-helmíntico de produtos naturais do norte fluminense.
  • As infecções por helmintos ocupam o primeiro lugar em número de casos entre as infecções parasitárias humanas. Esta situação é potencializada em todo o mundo pela persistência de condições precárias de moradia, educação e saúde. Atualmente, o arsenal terapêutico disponível para o tratamento destas infecções encontra-se bastante reduzido, dificultando o tratamento e prevenção destas parasitoses. Neste contexto, a busca de novos compostos anti-helmínticos se faz necessária e os produtos naturais são alternativas promissoras. Muitos produtos naturais são, tradicionalmente, conhecidos como possuidores de atividade anti-helmíntica, necessitando, que seus efeitos sejam cientificamente comprovados. A validação científica da atividade de produtos naturais é uma etapa inicial obrigatória para a utilização destes ou de seus compostos ativos. As macroalgas marinhas vermelhas (Rhodophyceae) destacam-se como sendo o grupo mais rico em diversidade e abundância de metabólitos secundários. Diferentes espécies da alga Laurencia sp. demonstram atividades antibacteriana, antifúngica, anti-leishmaniose, anti-trichomonal, anti-helmíntica, antimalárica e anti-viral, entretanto a atividade anti-helmíntica da alga vermelha L. dendroidea ainda não foi testada. Os metabólitos majoritários de L. dendroidea coletada no Sudeste do Brasil são diferentes conforme o local de coleta sendo o elatol um dos mais importantes. Já foi demonstrado que elatol causa alterações ultraestruturais em promastigota de Leishmania amazonensis e em epimastigota e tripomastigota de Trypanosoma cruzi. Outra grande fonte de novos compostos são as plantas coletadas no Parque Nacional da Restinga da Jurubatiba, que se situa entre os Municípios de Macaé, Campos dos Goytacazes e Quissamã. Dentre as plantas selecionadas neste primeiro momento, incluem-se a Vernonia crotonoides (papel-sanitário-das-índias), Stachytarpheta schottiana (gervão-da-praia) e Passiflora mucronata (maracujá-pintado; sururuca). O gênero Vernonia (Asteraceae) compreende espécies que têm sido utilizadas há séculos para o tratamento de doenças humanas, demonstrando atividades antimalárica, antimicrobiana e antifúngica. V. amygdalina e V. anthelmintica apresentam atividade em nematoides e V. colorata, em esquistossômulos de Schistosoma mansoni. Não há relatos da atividade biológica da espécie V. crotonoides em helmintos, uma das mais amplamente encontradas na restinga de Jurubatiba no Norte Fluminense. O gênero Stachytarpheta (Verbenaceae) possui distribuição pantropical. A espécie S. cayennensis é utilizada na medicina popular para o tratamento de diarreia e disenteria, de parasitos intestinais e desordens gastrointestinais. O único relato de atividade anti-helmíntica foi de S. jamaicensis em Strongyloides stercoralis. S. schottiana é utilizada na medicina popular para o tratamento anti-helmíntico em comunidades de Quissamã/RJ, entretanto nenhuma atividade antiparasitária foi comprovada para esta espécie. O gênero Passiflora (Passifloraceae) é encontrado em regiões tropicais e subtropicais. P. mucronata tem sido utilizada no tratamento da insônia, hemorroidas e como sedativo e anti-helmíntico na medicina popular em Quissamã/RJ. Entretanto, suas únicas atividades biológicas já estabelecidas foram sedativa, antioxidante, imunomoduladora e antimicobacteriana. Evidências científicas que sustentam as propriedades antiparasitárias das plantas vêm principalmente de estudos in vitro, cuja vantagem é que um grande número de extratos de plantas pode ser testado a um custo relativamente baixo. A pesquisa em Helmintologia apresenta uma série de dificuldades desde a coleta até a análise de exemplares, principalmente quando envolve o estudo de helmintos parasitos, uma vez que para tal é necessário a eutanásia e/ou intervenção cirúrgica de seus hospedeiros naturalmente infectados. Sendo assim, para o screening de substâncias com potencial anti-helmíntico, modelos experimentais, tanto de trematódeos quanto de nematoides, que podem ser mantidos em cultura in vitro, deveriam ser utilizados para demonstrar e/ou comprovar o efeito dos compostos testados. Caenorhabditis elegans é um excelente modelo experimental, é um nematoide de vida livre, que tem sido usado como modelo em diversas áreas das ciências biológicas, incluindo a pesquisa de novos compostos com ação anti-helmíntica, devido à facilidade de manutenção desta espécie em laboratório e à possibilidade de um acompanhamento preciso da diferenciação de tecidos desde o embrião até a fase adulta. Sendo assim, os testes in vitro permitem uma avaliação da existência de propriedades anti-helmíntica, possibilitando a criação de novas alternativas para o controle das helmintíases. Por isso, o objetivo deste projeto é avaliar a atividade anti-helmíntica de extrato bruto extraído da alga Laurencia dendroidea e os metabólitos majoritários isolados a partir dele e dos extratos brutos, frações e metabólitos majoritários de Vernonia crotonoides, Stachytarpheta schottiana e Passiflora mucronata, coletadas no Parque Nacional da Restinga da Jurubatiba, em ovos, larvas e adultos do nematoide Caenorhabditis elegans. Em adição, a microscopia eletrônica e a análise proteômica serão utilizadas como ferramentas para observar as possíveis alterações induzidas pelo extrato e seus metabólitos neste helminto e determinar um possível mecanismo de ação destes compostos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Júlia Ribeiro Sarkis

Engenharias

Engenharia Química
  • aquecimento ôhmico na pasteurização de sucos: cinética de inativação microbiana e estudo de parâmetros de qualidade e segurança
  • O aquecimento ôhmico é uma tecnologia emergente que vem ganhando espaço na indústria alimentícia em substituição aos processos térmicos convencionais. Essa tecnologia pode ser utilizada como uma tecnologia de preservação para pasteurização de alimentos, visando à inativação enzimática e destruição de micro-organismos patogênicos e deteriorantes. Após o tratamento térmico de sucos de frutas tem se observado a presença de esporos de fungos termorresistentes, afetando a segurança do produto final. O presente trabalho tem dois objetivos principais: estudar a cinética de inativação de microrganismos (Byssochlamys sp.) presentes em sucos quando submetidos a um campo elétrico durante a etapa de pasteurização e comparar a qualidade de sucos pasteurizados utilizando tecnologia ôhmica e convencional. Os resultados obtidos com a pesquisa proposta contribuirão para o desenvolvimento de novas tecnologias de processamento no país e no mundo, visando fornecer à indústria novas técnicas para a produção de alimentos. Espera-se que o uso da tecnologia em estudo resulte em produtos mais seguros e com melhores características nutricionais e sensoriais que as técnicas tradicionais de fabricação utilizadas atualmente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Julia Sursis Nobre Ferro Bucher-Maluschke

Ciências Humanas

Psicologia
  • a ressocialização e a integração na sociedade das mulheres apenadas pelo tráfico de drogas em brasília/df
  • O projeto visa investigar o que está sendo feito para reintegrar as mulheres presas pelo tráfico de drogas e outros delitos nos aspectos da família (maternidade e conjugalidade), labora (educação, profissionalização e renda), cuidado (pessoal e interpessoal) e as redes sociais (dentro e fora da prisão). Serão abordados os temas através da literatura técnico-científica, sobretudo os atinentes às questões da ressocialização; mapearemos os programas de ressocialização no DF e como estão sendo preparadas as mulheres para a integração na sociedade durante e após o cumprimento da pena. Será utilizada a metodologia mista com a utilização de instrumentos e softwares quantitativos e qualitativos, por meio da teoria fundamentada nos dados. Os dados serão coletados no Distrito Federal e em outras unidades prisionais relacionadas à rede intersetorial de profissionais e pesquisadores do cárcere articulada em projeto anterior no país e no exterior. Espera-se que com os resultados da pesquisa possamos desenvolver estratégias mais eficazes de ressocialização das apenadas no que tange aos vínculos com as pessoas próximas, o desenvolvimento familiar, a parentalidade, na área laboral e a inserção no contexto social com conhecimento das normas legais e as consequências quando fora da lei. Compreender o processo de reintegração das mulheres nos âmbitos citados possibilita torná-las cidadãs melhor inseridas na sociedade.
  • Centro Universitário de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Julian Martínez

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • biorrefinaria para aproveitamento de subprodutos do processamento de maracujá com tecnologias de alta pressão
  • O Laboratório de Alta Pressão em Engenharia de Alimentos (LAPEA) tem focado suas atividades na investigação de processos a alta pressão para a obtenção de produtos de alto valor a partir de fontes naturais. Resultados recentes vêm mostrando que subprodutos da indústria de alimentos são importantes fontes de compostos bioativos, e que tecnologias em altas pressões são alternativas viáveis para a recuperação e purificação destes compostos através de métodos limpos e não agressivos ao ambiente e ao próprio produto. Porém, a viabilidade técnica e econômica de tais processos depende de sua intensificação e da integração dos mesmos entre si e com outras operações presentes em uma linha de processamento industrial. Neste contexto, o conceito de biorrefinaria será aplicado para o aproveitamento integral de subprodutos do processamento de maracujá azedo (Passiflora edulis) (bagaço e casca), que têm potencial comprovado como fontes de óleo, fenólicos, pectina e outros compostos de interesse industrial. A proposta de biorrefinaria inclui a obtenção destes compostos através de extrações a alta pressão, fracionamento e concentração dos compostos de interesse através de redução de pressão, adsorção ou nanofiltração, formulação de partículas e aerogéis para incorporação e veiculação dos bioativos, aproveitamento do resíduo lignocelulósico para extração de pectina e hidrólise de amido, gerando açúcares fermentáveis. Métodos de intensificação de processos, como ultrassom, e solventes alternativos como óleos vegetais e líquidos expandidos serão testados nos processos de extração, que também serão avaliados fenomenologicamente com o auxílio de modelagem matemática. As matérias primas (resíduos do processamento de maracujá), produtos intermediários e finais serão analisados em termos de composição química, focando nos compostos de interesse em cada produto, propriedades físicas e atividades biológicas, visando às suas possíveis aplicações comerciais. Finalmente, os processos individuais e a biorrefinaria completa terão sua viabilidade econômica avaliada através da estimativa dos custos de manufatura.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Julian Moises Sejje Suarez

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • aplicação do calculo fracionário na modelagem da difusão de contaminantes na camada limite planetária
  • O foco do presente projeto centra-se na modelagem matemática dos fenômenos de dispersão de poluentes na atmosfera a partir de modificações nos modelos de dispersão Eulerianos e Lagrangeanos conhecidos na literatura utilizando técnicas de cálculo fracionário. Por um lado, a introdução de derivadas fracionárias tem produzido modelos físicos que representam com mais fidelidade (em relação aos modelos com derivadas usuais) fenômenos reais complexos que ocorrem em espaços com estrutura fractal, meios porosos, meios com fraturas, fluídos turbulentos, etc. No entanto, a utilização de tais técnicas em modelos de dispersão de poluentes na atmosfera requer o entendimento dos modelos propostos, suas limitações teóricas, as propriedades das soluções dos modelos, e comparações com os resultados conhecidos de forma a direcionar as aplicações práticas. Por outro lado, as técnicas de calibração de parâmetros permitem alinhavar a modelagem dos fenômenos com os dados coletados. Com o emprego em conjunção das técnicas propostas neste projeto pretendemos obter modelos que descrevam de forma fidedigna e estável os fenômenos de dispersão de poluentes na atmosfera, bem como, demonstrar a possibilidade prática de sua aplicação na indústria local e regional.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Julian Penkov Geshev

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • detecção e análise de interações magnéticas em nanoestruturas
  • Este trabalho visa estudar interações magnéticas em diversos sistemas nanoestruturados através do uso combinado de duas técnicas distintas: (i) a que utiliza gráficos de interações magnéticas e (ii) a que emprega as curvas de inversão de primeira ordem (First Order Reversal Curves, FORCs, em inglês). O uso combinado destas técnicas na análise de interações magnéticas poderia revelar importantes aspectos envolvidos nos processos de reversão da magnetização nos materiais considerados. Por um lado, métodos de análise baseados nas curvas de remanência e, mais recentemente, em gráficos de interações magnéticas, dMR, obtidos de medidas de curvas magnetização em vez de remanência, dão informações importantes dos processos magnéticos irreversíveis e se mostram muito sensíveis a interações entre as regiões magnéticas do sistema. Por outro lado, o uso dos diagramas FORCs representa um poderoso utensílio para o entendimento e interpretação de fenômenos histeréticos, sobretudo da histerese magnética. Tal método dá importantes informações através de medidas de ciclos de histerese secundárias da curva principal e provê um meio para determinar as proporções relativas das componentes reversíveis e irreversíveis da magnetização. Acreditamos poder revelar importantes aspectos envolvidos nos processos de reversão da magnetização em várias amostras em formas de pós e de filmes finos através do uso combinado das duas técnicas distintas. Reversão da magnetização e efeitos relacionados ao Exchange Bias serão simulados (teórica ou numericamente) utilizando programas computacionais. Aplicaremos a técnica de gráficos dMR(H) na caracterização do valor e do sinal da anisotropia rodável em sistemas magnéticos que apresentaram viés de troca, característica anteriormente determinada via FMR (não amplamente disponível). Pretendemos contribuir na ampliação do conhecimento sobre os efeitos dos dois tratamentos distintos, annealing e irradiação iônica em campo magnético, nas interações magnéticas presentes, para a formação de recursos humanos na área de Física Experimental, na elaboração de artigos científicos para a difusão do conhecimento gerado, e para a divulgação dos resultados em congressos nacionais e internacionais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Amorim Ubarana

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação da implementação do curso de gestão de políticas de alimentação e nutrição da fundação oswaldo cruz, no período de 2008 a 2016
  • Introdução: A Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) foi promulgada em 1999, com o propósito de orientar a formulação, implementação, monitoramento e avaliação de ações e programas de alimentação e nutrição de forma mais institucional e em caráter mais sustentável no Sistema Único de Saúde (SUS). No intuito de aprimorar a atuação de técnicos e gestores do SUS na concretização de ações e programas relacionados à PNAN nas três esferas de gestão, a Gerência Regional de Brasília da Fundação Oswaldo Cruz (GEREB/Fiocruz) ofereceu um Curso de Especialização em Políticas de Alimentação e Nutrição (GEPAN), encomendado pela Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde (CGAN/MS). Esse curso foi oferecido presencialmente, no período de 2008 a 2012, e, na modalidade Ensino à Distância (EAD), no período de 2013 a 2016. Objetivo: Avaliar a implementação do Curso GEPAN e a sua relação com o contexto político organizacional, no período de 2008 a 2016. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa de avaliação de implementação desenvolvida na forma de estudo de caso, com combinação de métodos para estabelecimento da estimativa do grau de implementação do curso GEPAN e a verificação da influência do contexto político-organizacional, no período de 2008 a 2016. A amostra será selecionada conveniência podendo alcançar 10 gestores; 200 alunos da etapa do curso em modalidade presencial; 1000 alunos da etapa Ensino à Distância (EAD); 30 professores da fase presencial; e 25 tutores da fase EAD. Antes de iniciar a pesquisa será elaborada uma proposta de Modelo Lógico do Curso, com o detalhamento de todos os aspectos de estrutura, processos e resultados que compõem o desenho do curso, bem como a identificação dos principais parâmetros para avaliação que farão parte da Matriz de Análise e Julgamento. A proposta de Modelo Lógico e matriz de análise e julgamento deverá ser construída e validada por atores envolvidos com a concepção e gestão do curso tanto na CGAN quanto na GEREB-Brasília. As perguntas avaliativas que direcionarão a pesquisa serão as seguintes: Qual o grau de implementação do Curso GEPAN no período de 2008 a 2016? Quais são as características do Curso GEPAN considerando o contexto político organizacional?; Que elementos relacionados ao contexto político-organizacional podem estar influenciando no grau de implementação? Ressalta-se que o desenho da avaliação prevê a combinação de um olhar para os contextos internos e externos ao curso. Para os contextos internos, serão considerados a organização do curso em dimensões de estrutura, processo e resultados, devidamente compreendidos a partir de elaboração do Modelo Lógico do Curso baseado no Modelo Donabediano. Já o contexto externo se voltará para a compreensão do contexto político organizacional em que o curso esteve imerso, a partir da análise idealizada por Carlos Mattus, por meio do Triângulo de Mattus, permitindo a análise sobre governabilidade/sustentabilidade, capacidade de governo e projeto de governo. A obtenção dos dados primários se dará mediante questionários semiestruturados aplicados aos alunos, professores e tutores, por meio eletrônico. Quanto às entrevistas, serão elaborados roteiros que guiarão a coleta de informações, de forma presencial, no grupo de gestores da CGAN e GEREB/Fiocruz-Brasília e outros técnicos envolvidos na concepção e execução do curso. As entrevistas serão gravadas em gravador digital e posteriormente transcritas. Para coleta dos dados secundários, será feita consulta a documentos, outros materiais com informações disponíveis sobre o curso GEPAN e artigos científicos publicados. Todo o processo de coleta de dados deverá ocorrer após aprovação do projeto no Conselho de Ética em Pesquisa. A análise dos dados para definição do grau de implementação será realizada por meio da somatória das respostas relacionadas aos componentes de estrutura, processo e resultados, dividida pela pontuação máxima dada pela matriz de análise e julgamento, multiplicada por 100. Nessa perspectiva, o grau de implementação do Curso GEPAN será classificado da seguinte forma: implementado (>75%); parcialmente implementado (50 a 75%); incipiente (25 a 49%); e não implementado (< 25%). Para o contexto político organizacional será feita a análise de conteúdo temático das entrevistas, onde se observarão os núcleos de sentido da comunicação, cuja presença ou frequência de aparição pode ter significado para o objetivo analítico escolhido. Haverá, ainda, a busca da presença de determinados temas que denotem frases, palavras, resumos e valores de referência presentes no discurso. Resultados: Os resultados esperados com o projeto são o aprimoramento do Curso de Gestão de Políticas Públicas de Alimentação e Nutrição a partir do conhecimento de sua trajetória, avanços, limitações, fortalezas e fragilidades; a melhoria da atuação de profissionais e gestores de saúde do SUS com relação a intervenções advindas da PNAN; e a difusão de resultados e conhecimentos produzidos pela pesquisa no meio científico, na gestão governamental e na sociedade. A divulgação dos resultados da pesquisa se darão em formato escrito, por meio de artigos científicos, revistas de gestão em políticas públicas, relatórios de gestão e resumos em anais de congressos nacionais e internacionais. Será, também, realizado um seminário final com presença de gestores financiadores do curso e gestor de sua execução na Fiocruz para compartilhamento dos achados e recomendações de aprimoramento do curso. Além dos formatos tradicionais de comunicação mencionados, os resultados serão apresentados em e-book no site da Fiocruz, favorecendo a transparência dos trabalhos da Fiocruz para a sociedade. O prazo de execução do projeto desde o seu planejamento até a divulgação dos resultados compreenderá 24 meses, contados a partir de janeiro de 2020.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Araripe Gomes da Silva

Ciências Biológicas

Zoologia
  • a foz do amazonas como agente promotor de especiação: o caso do robalo (centropomus spp)
  • A foz do Rio Amazonas despeja no oceano Atlântico uma enorme quantidade de água doce e sedimentos, criando um ambiente aquático particular em vários aspectos, como salinidade e turbidez. Entretanto, não se sabe a dimensão da influência destes fatores no processo de especiação de peixes estuarinos e marinhos que habitam essa região, dentre ele os robalos (Centropomus). Um estudo mais recente com abordagem filogeográfica deste peixe revelou a existência de uma nova espécie na costa norte do Brasil, com ocorrência conhecida somente na foz do Rio Amazonas. Esta nova espécie é proximamente relacionada à C. undecimalis, o qual vem sendo registrado desde a Carolina do Sul (Estados Unidos) até o sudeste do Brasil. Marcadores moleculares tradicionais (sequencias de DNA mitocondrial e nuclear) mostram uma clara diferenciação entre Centropomus spn e sua espécie irmã C. undecimalis, entretanto as diferenças morfológicas entre as mesmas são muito sutis, o que pode sugerir que a essa especiação seja tão recente que ainda não houve tempo para a fixação de características fenotípicas exclusivas. Além disso, os estudos sugerem uma distribuição disjunta das mesmas, com ocorrência de Centropomus spn exclusivamente na foz do Rio Amazonas e entornos, sem comprovações moleculares de exemplares de C. undecimalis nesta mesma região. Apesar de várias características abióticas confirmarem que esta região de desembocadura apresenta aspectos únicos que o difere do curso principal do rio e do oceano, muito pouco se conhece sobre seu papel sobre a comunidade aquática desta região. Desta forma, neste projeto buscamos identificar aspectos da foz do Amazonas que podem ter atuado neste processo de especiação em peixes estuarinos-marinhos, sendo este o primeiro caso de indício de especiação alopátrica neste grupo na região. Para isso, será utilizada uma análise integrativa englobando componentes genômicos, fenotípicos e ambientais para avaliar aspectos do processo de especiação e da atual distribuição da nova espécie de robalo na foz do Amazonas. Uma ampla amostragem de Centropomus spn e C. undecimalis será obtida no delta do Amazonas e entorno, incluindo a costa do Amapá e do Pará, abrangendo habitats marinho, estuarino e dulcícola. Um painel de SNPs e dez loci microssatélites serão desenvolvido para elucidar aspectos da especiação e verificar se ocorre hibridização entre as mesmas. Análises de morfometria geométrica e clássica das duas espécies buscarão evidenciar diferenças fenotípicas que possam auxiliar na identificação precisa das mesmas. Parâmetros físico-químicos da água como salinidade, temperatura e turbidez serão obtidos ao longo da região estudada e utilizados para identificar o habitat preferencial destas espécies. Com base nestes parâmetros, serão identificados os fatores que parecem ter sido determinantes no processo de diferenciação entre as mesmas. De acordo com os parâmetros encontrados segundo as três abordagens, será sugerida a área de ocorrência da nova espécie.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Araujo do Carmo Sales Barbosa

Outra

Multidisciplinar
  • i semana intermunicipal de ciência e tecnologia
  • O presente projeto visa organizar e sistematizar I semana intermunicipal de ciência e Tecnologia que ocorrerá entre os dias 04 a 08 de outubro do ano de 2021 na cidade de Tangará da Serra no estado de Mato Grosso, a semana científica acima citada receberá o título de “Aurora Científica na Serra” e traz o tema “ A transversalidade da Ciência e Tecnologia e inovações para o planeta, tema que será abordado na 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Sua proposta tem como objetivo articular a popularização da Ciência, socializando trabalhos de alunos e professores das escolas da educação básica dos municípios que compõem o pólo da DRE¹ de Tangará da Serra bem como trabalhos e conteúdos culturais da população como um todo, tais como, meio ambiente e suas vertentes: água, lixo, plantas e animais, tecnologia, corpo humano e alimentação. Será desenvolvido pela DRE do polo de Tangará da Serra e pelos professores das escolas estaduais que compõem o polo.
  • Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica - MT - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Juliana Azoia Lukiantchuki

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudo do comportamento geotécnico de misturas de solo e biossólido (ete) para fins de aplicação ambiental.
  • Atualmente, um dos grandes problemas associado ao crescimento populacional, à expansão urbana e ao desenvolvimento industrial consiste na geração de resíduos sólidos urbanos e industriais. A decomposição desses resíduos origina gases e líquidos que possuem substâncias capazes de contaminar os solos, as águas superficiais e subterrâneas. Neste contexto, a crescente geração de resíduos provenientes de estação de tratamento de esgoto tornou-se uma grande preocupação mundial. Isto porque esses resíduos quando dispostos no meio ambiente podem acarretar a sua contaminação e quando destinados aos aterros sanitários podem rapidamente consumir a vida útil dessas estruturas. Considerando ainda que os aterros sanitários dependem de grande quantidade de material de cobertura, tais como jazidas naturais de solo, que são exploradas com um alto custo financeiro e energético, torna-se interessante avaliar a viabilidade do emprego desses resíduos para a construção de camadas de cobertura de aterros sanitários. Neste sentido, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar o comportamento geotécnico do biossólido, proveniente de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), através de ensaios de permeabilidade, compressibilidade e resistência. Adicionalmente, é proposto o desenvolvimento de um modelo físico para avaliar através de ensaios centrífugos o comportamento de alguns metais pesados quando entra em contato com a camada de resíduo, sobretudo considerando a possibilidade de atenuação do contaminante. Posteriormente, os resultados servirão de base para o desenvolvimento de um modelo numérico. Esta abordagem se diferencia dos diversos estudos que vem sendo realizado, uma vez que possibilita avaliar através da modelagem física uma representação da situação de real campo.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Botelho Moreira

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • produção de biocompostos da microalga spirulina cultivada em duplo estágio para aplicação no controle da qualidade de alimentos.
  • As microalgas apresentam biocompostos que apresentam propriedades antioxidantes e antimicrobianas. Além disso, pode-se extraídos biopolímeros e pigmentos da biomassa de microalgas, que podem ser utilizados para o desenvolvimento de indicadores de pH, temperatura e luz. Neste contexto, a proposta deste projeto tem como objetivo avaliar a produção de biocompostos pela microalga Spirulina cultivada em duplo estágio com CO2 e limitação de nitrogênio para serem utilizados na preservação e monitoramento de alimentos. O projeto será executado no Laboratório de Engenharia Bioquímica (LEB) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), o qual realiza estudos relacionado a cultivo de microalgas desde 1996, e no Laboratório de Microbiologia e Bioquímica (MIBI) da FURG, o qual desenvolve pesquisas na área de nanotecnologia desde 2014. O desenvolvimento do equipamento Nanospider contribuirá para o aumento de escala de produção de nanofibras. Esta proposta apresenta grande potencial para aumento da rede de pesquisa na área de de alimentos ao investigar a produção de nanofibras poliméricas de origem microalgal juntamente com a tecnologia Nanospider para o controle da qualidade dos alimentos. A proposta contribuirá, também, com o conhecimento e qualificação da equipe envolvida. Além disso, a produção de nanofibras com polímeros biodegradáveis e pigmentos de microalga para preservação de alimentos, assim como o desenvolvimento de nanossensores surgem como um mercado inovador, incentivando mudanças positivas em aspectos ambientais, desenvolvimento econômico e social do país.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Braga Rodrigues Loureiro

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • estudo experimental de escoamentos turbulentos complexos: efeitos de separação, rugosidade e propriedades do fluido
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Camacho Pereira

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • avaliação da influência de vias de biossíntese e degradação de nad+ no estado redox celular e metabolismo energético integrado como estratégias interventivas no envelhecimento
  • O envelhecimento é um processo fisiológico natural do ser humano que possui diversos aspectos como o biológico, fisiológico, psicológico, comportamental e social. Por décadas, o envelhecimento populacional foi considerado um fator positivo, já que refletiria uma melhoria nas condições de vida, porém, nos últimos anos, diversos estudos seguem direcionados para a procura de medidas que diminuem a velocidade deste processo. O processo do envelhecimento consiste em uma perda progressiva da integridade fisiológica levando a uma maior susceptibilidade a morte, que é o primeiro fator de risco para desenvolvimento de doenças como diabetes, câncer, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas e se caracterizam bioquimicamente através de nove “hallmarks” : instabilidade genômica, exaustão de células troco, perda de comunicação intercelular, senescência celular, redução do telômero, alterações epigenéticas, perda de proteastase e disfunção mitocondrial(Lopez- Otin et al 2013). Em 2016, nosso grupo de pesquisa demonstrou a relação entre o metabolismo de NAD+, a função mitocondrial e o envelhecimento (Camacho-Pereira et al, 2016). O metabolismo de nucleotídeos de nicotinamida (NAD+) é essencial para o bom funcionamento do metabolismo energético e deficiências têm sido relacionadas a diversas doenças degenerativas, limitações cognitivas, e ao processo de envelhecimento (Aksoy et al., 2006, Camacho-Pereira et al., 2016). O NAD+ é um receptor de elétrons importante no metabolismo oxidativo de substratos energéticos e um substrato para enzimas chave que controlam a regulação bioenergética e possuem grande impacto e processos oxidativos como as sirtuínas (SIRT1-6). Atualmente, o metabolismo de NAD e sua interferência em processos anti-envelhecimento tem sido o foco de pesquisas científicas mas pouco se sabe sobre qual a regulação desse metabolismo com relação o estado redox celular e como essa regulação no estado oxidativo influencia na manutenção do “healthspan” e do “ lifespan”, já que dependendo dos níveis e cronicidade, o estado oxidativo pode ser tanto pró- ou anti-envelhecimento. Levando em conta a importância do metabolismo energético em doenças relacionadas ao envelhecimento e a regulação chave dos níveis de NAD+/NADH para o metabolismo, o objetivo deste projeto tem por criar uma linha de pesquisa no âmbito da participação de moduladores ou enzimas que regulam o metabolismo de NAD+, como CD38 e SIRT3, no controle do estado redox celular como adaptação e sinalização por ROS a fim de obter intervenções que aumentam longevidade e/ou desacelerem o desenvolvimento de doenças relacionadas ao envelhecimento. Utiliza fluorescência, espectroscopia, oxigrafia de alta resolução acopladas a técnicas de biologia molecular e avaliação de estados saudáveis como resistência insulínica e avaliação de cognição pretendemos avaliar como os diferentes níveis de NAD+ e suas enzimas de degradação e síntese afetam o estado redox celular e a geração de ROS em cobaias jovens e envelhecidas e no desenvolvimento de diabetes tipo II relacionado á idade, assim como avaliar estratégias de intervenção como suplementadores do aporte de NAD e de reposição de mitocôndrias, mitoterapia, como terapia para redução de doenças relacionadas ao envelhecimento. Esperamos estabelecer uma relação causal do aumento de vias de síntese e manutenção de potenciais redutores na manutenção do estado redox celular com o aumento do estado saudável e longevidade em cobaias ao longo do processo de envelhecimento.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Campos Junqueira

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • impacto da clorina e-6 e do farnesol na terapia fotodinâmica para controle de acinetobacter baumannii
  • Acinetobacter baumannii é um dos principais patógenos causadores de infecções nosocomiais devido sua facilidade em adquirir resistência aos antibióticos. A terapia fotodinâmica (TFD) tem sido uma alternativa para o tratamento das infecções cutâneas causadas por esse micro-organismo. Entretanto, é necessária a busca por novos fotossensibilizadores ou compostos que potencializem seus efeitos. Assim, os objetivos desse estudo serão testar uma nova Clorina e-6 (Fotoenticine) como fotossensibilizador para TFD sobre A. baumannii, e o Farnesol como possível potencializador dessa terapia. Serão utilizadas cepas padrão e clínicas de A. baumannii isoladas de infecções de pacientes hospitalizados, incluindo cepas resistentes aos antibióticos. A concentração inibitória mínima será determinada pelo método de microdiluição em caldo a fim de estabelecer a concentração da Clorina e-6 e do Farnesol a serem usadas no estudo. Todas as cepas serão submetidas à TFD em culturas planctônicas, com ou sem tratamento prévio com Farnesol. Para investigar os mecanismos pelos quais a Clorina e-6 e o Farnesol podem impactar na TFD, serão realizados testes para determinação da permeabilidade da membrana celular e para quantificação de absorção do fotossensibilizador pelas cepas de A. baumannii. A seguir, serão realizados ensaios em biofilmes de A. baumannii, nos quais a influência da Clorina e-6 e o Farnesol na TFD serão avaliados pela contagem de células viáveis (UFC/mL), quantificação da biomassa total e análise estrutural dos biofilmes por microscopia eletrônica de varredura. Os dados obtidos nos ensaios in vitro, serão expandidos para estudos in vivo. O efeito potencial da Clorina e-6 e do Farnesol sobre a TFD será testada sobre a infecção por A. baumannii em larvas de Galleria mellonella, que é um modelo hospedeiro invertebrado. Os resultados serão quantificados por meio da curva de sobrevivência da larva. Por fim, a TFD será aplicada para o tratamento de lesões cutâneas induzidas por queimadura em camundongos e infectadas por A. baumannii, sendo seus efeitos analisados pela contagem de UFC/mL, análises macroscópicas e microscópicas. Os dados obtidos serão analisados para a seleção do teste estatístico mais adequado para cada experimento, com nível de significância de 5%.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Cancino Bernardi

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • eletroanalítica aplicada à nanotoxicologia: desenvolvimento de sensores para monitoramento de nanopartícula de óxido de cobre e nanopartícula de platina em sistemas aquáticos
  • A aplicação das nanotecnologias em diferentes áreas cresce ano a ano. Contudo, há várias barreiras que inibem o sucesso da comercialização desses materiais como a falta de processos de padronização e, principalmente, testes para aferir a segurança do uso desses produtos. Isto é, apesar das vantagens das nanopartículas, alguns efeitos adversos a sistemas biológicos são relatados, fazendo com que essa seja uma área de pesquisa em constante expansão. Nesse contexto, o objetivo desse projeto de pesquisa é fornecer novas ferramentas analíticas para a identificação e quantificação de nanopartículas em sistemas aquáticos, isso é com a finalidade de colaborar com a área da Nanotoxicologia. Para isso, serão desenvolvidos sensores eletroanalíticos - eletrodos íon-seletivos e/ou ultramicroeletrodos - capazes de identificar e quantificar nanopartículas de óxido de cobre (CuO NP) e nanopartículas de platina (PtNP) em amostras simples e complexas como sistemas aquáticos. As nanopartículas utilizadas nesse projeto serão sintetizadas e caracterizadas quanto ao seu espalhamento de luz, tamanho e carga. Para a melhoria da sensibilidade e seletividade, os sensores eletroanalíticos serão modificados com polímero complexante capaz de complexar o metal, isso é, serão desenvolvidos dois sensores, um para cada nanomaterial. Em uma segunda etapa, os sensores serão validados através de técnicas instrumentais como espectrometria de emissão óptica com plasma (ICP-OES) ou espectrometria de massa por plasma acoplado indutivamente (ICP-MS). Esse projeto visa respostas e execução em curto prazo de um a dois anos, inicialmente com alunos de iniciação científica e mestrado. Além disso, o projeto prevê uma pesquisa multidisciplinar, com parceiros nacionais e internacionais, e a formação de recursos humanos altamente qualificados em uma área relevante e multidisciplinar.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana Charão Marques

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • metalogênese do complexo máfico-ultramáfico jacurici: processos formadores de cromitito
  • Complexos máfico-ultramáficos acamadados consistem nas principais hospedeiras de depósitos de cromita e Ni-Cu sulfetado. O Complexo Máfico-Ultramáfico Jacurici, no nordeste do Cráton São Francisco, hospeda o principal depósito de cromita do Brasil. A espessura anômala da camada de cromitito representa uma temática de repercussão para comunidade científica internacional que atualmente debate os diferentes modelos sugeridos para formação de cromititos. Neste projeto, estudos de detalhe incluindo imagens em alta resolução em minerais por microscopia eletrônica, microanálises e mapeamentos elementares por microssonda eletrônica e LA-ICP-MS, geocronologia e geologia isotópica serão integrados a dados geológicos com o objetivo de contribuir para o entendimento da formação do minério de cromo do Complexo Jacurici e suas mineralizações sulfetadas associadas. As metas são abordar a temática de formação de corpos maciços de cromita em intrusões acamadadas, avançar no entendimento da formação de mineralizações sulfetadas e entender e modelar a distribuição de fósforo no minério de cromo propiciando informações relevantes para a indústria. Os resultados irão contribuir para o entendimento da formação de cromititos em intrusões acamadadas e fortalecer parcerias institucionais já existentes com empresas de mineração, como a FERBASA, e com grupos de pesquisa de centros de excelência no Brasil (UnB, USP) e no mundo (Queens University, Alberta University e Carnegie Institution of Science) envolvendo formação de recursos humanos na área de metalogenia.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana da Motta Girardi

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estratégias de estimulação precoce para crianças de 0 a 3 anos com paralisia cerebral: overview de revisões e diálogos deliberativos com participação cidadã.
  • Acometendo duas crianças a cada 1.000 nascidos vivos em todo o mundo, a paralisia cerebral (PC) é a causa mais comum de deficiência física grave na infância. Este condição é responsável por uma desordem motora que pode ser acompanhada por distúrbios de ordem sensorial, comportamental e cognitivo, entre outros. A prevalência da PC no Brasil é incerta, mas estima-se que existam 7 casos/1.000 nascidos vivos, com aumento dessa proporção em crianças nascidas prematuramente. Dados da regulação do Distrito Federal apontam para mais 7.000 casos em espera por atendimento de neuropediatria por transtornos do neurodesenvolvimento, apenas no mês de fevereiro de 2019. O desenvolvimento infantil é entendido como um processo multidimensional e integral que tem como efeito tornar a criança capaz de responder às suas necessidades e às do seu meio, considerando seu contexto de vida. Para crianças com necessidade de acompanhamento em programas de estimulação específicos, considera-se oportuno que estes se iniciem o mais precocemente possível a fim de buscar seu melhor desenvolvimento possível. Ao mesmo passo, a estimulação precoce deve ser realizada com crianças de até três anos de idade, para mitigar as sequelas no desenvolvimento neuropsicomotor. É preciso considerar que a estimulação precoce para crianças com PC deve envolver a rede de serviços públicos e privados, tal como as famílias, necessitando, portanto, de uma abordagem integral com estabelecimento de linha de cuidado. A intervenção precoce com estimulação global pode modificar a trajetória do desenvolvimento infantil, proporcionando melhor qualidade de vida para pacientes, familiares e, consequentemente, a sociedade. Neste contexto, este projeto tem por objetivo realizar um levantamento global de diferentes estratégias de estimulação precoce em crianças com paralisia cerebral e adequá-las ao contexto brasileiro, em particular à rede de atenção em saúde do Distrito Federal, visando propor uma Diretriz que atenda à especificidades deste grupo de crianças diagnosticadas com essa condição crônica de saúde. Para tanto, serão realizadas (i) a identificação das diferentes estratégias adotadas em serviços de saúde e de educação para promover a estimulação precoce de crianças com diagnóstico de paralisia cerebral, envolvendo famílias, serviços de saúde, escolas, comunidade e suporte da rede de proteção social, por meio de overview de revisões sistemáticas; (ii) a contextualização das evidências encontradas para a realidade brasileira por meio de diálogo deliberativo com atores chaves envolvidos com o problema, a fim de identificar as competências disponíveis no Brasil e aproveitá-las na melhoria da atenção à crianças com paralisia cerebral; e (iii) uma Oficina de Capacitação da ferramenta SUPPORT para profissionais envolvidos com essa problemática, para produção e disseminação do conhecimento científico, com efeito multiplicador, na rede de saúde pública do Distrito Federal. Tais atividades serão realizadas por equipe multiprofissional capacitada e experiente nos temas. Esta equipe será composta por profissionais de diferentes níveis e setores, integrando conhecimentos profissionais e também estruturas e equipamentos. Participarão desta pesquisa a Coordenação-Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas/ Secretaria de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, o Hospital da Criança de Brasília, o Hospital Regional de Ceilândia, da Secretaria Estadual de Saúde do Distrito Federal, a Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília e a Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz DF. Os produtos esperados desta pesquisa incluem (i) uma síntese de evidências com opções de intervenções de estimulação precoce visando sensibilizar gestores e profissionais e facilitar a utilização da produção científica na formulação e implementação de políticas de saúde; (ii) um infográfico com resultados do overview em linguagem adequada para familiares e cuidadores; (iii) publicação de artigo em revista indexada e participação em congresso, para divulgação dos resultados para a comunidade científica; e (iv) uma capacitação de profissionais, a fim de fortalecer a capacidade institucional ao possibilitar a introdução de uma nova metodologia para as instituições parceiras e seus colaboradores, objetivando disseminar o conhecimento científico, com efeito multiplicador, na rede de saúde pública do Distrito Federal. Finalmente, os pesquisadores acreditam que ao disponibilizar a melhor evidência científica disponível esta pesquisa contribuirá para a as políticas públicas de saúde, gestores e pesquisadores, no sentido de auxiliar na tomada de decisão, viabilizar a promoção, a inovação e a disseminação do conhecimento científico que apresentem impacto para a solução de problemas de saúde, de assistência e de equidade.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Juliana de Assis Silva Gomes Estanislau

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação da obesidade como agravante à covid-19 através da caracterização da resposta imune, polimorfismos genéticos e biomarcadores de prognostico em crianças e adultos
  • A infecção pelo coronavírus 2019 (COVID-19/ SARS-CoV-2) foi declarada uma pandemia em 2020. Alguns dados sugerem que a obesidade está associada a um risco quase três vezes maior de COVID-19 grave com o aumento do índice de massa corporal e a proporção de pacientes com doença grave. A obesidade é caracterizada pelo excesso de gordura corporal. É considerado um problema de saúde pública devido ao crescimento nas últimas décadas, principalmente na população infantil e juvenil, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Os indivíduos obesos se tornam portadores potenciais de doenças cardiovasculares, hipertensão, dislipidemia, aterosclerose precoce e diabetes, e o desenvolvimento dessas comorbidades tem sido relacionado a alterações na função imunológica. Vários estudos demonstram que as interações recíprocas entre os sistemas metabólico, genético e imunológico desempenham um papel central na patogênese das doenças associadas à obesidade. No entanto, os mecanismos fisiopatológicos contra o COVID-19 associados as crianças e aos adultos obesos ainda não estão esclarecidos. Este estudo tem como objetivo avaliar a resposta imune e o polimorfismo genético em indivíduos com obesidade contra COVID-19 como abordando condições que podem influenciar o prognóstico e a letalidade da infecção. Pretendemos investigar o nível da enzima conversora de angiotensina 2 (ECA2) e os outros componentes do sistema renina-angiotensina no plasma dos pacientes. O ACE2 foi identificado como um receptor funcional para SARS-CoV-2. O envolvimento dos níveis de ECA2 e seus polimorfismos nas relações de suscetibilidade à obesidade durante a infecção por SARS-CoV parece intrigante. Avaliaremos ainda o perfil fenotípico e funcional das células do sistema imune, principalmente células de memória memoria a infecção após estimulo antigênico in vitro em células de crianças e adultos, com e sem obesidade, que tiveram ou não a COVID-19. Também investigaremos os polimorfismos para os genes ACE2 e HLA que podem ajudar a explicar as diferentes respostas imunes ao COVID-19 observadas. Propomos investigar a associação entre dados imunológicos, genéticos, clínicos e laboratoriais com a obesidade e a resposta específica ao SARS-CoV-2 e a associação do perfil da doença ao SARS-CoV-2 e sua relação com a obesidade e os fatores genéticos, clínicos e parâmetros de laboratório. Ao final deste projeto, permitiremos a identificação de biomarcadores de prognóstico de risco para a infecção por SARs-CoV-2 associada à obesidade, considerando a frequência extremamente alta dessa morbidade na população brasileira e se isso aumentaria o risco de populações mais jovens na admissão e uso de respiradores mecânicos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022