Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vivian Vasconcelos Costa

Ciências Biológicas

Morfologia
  • novas opções terapêuticas para o tratamento da síndrome congênita do zika: papel de drogas neuroprotetoras e antivirais.
  • Nos anos de 2015/16, foi observado um aumento da prevalência de microcefalia em estados Brasileiros com transmissão confirmada do Zika virus e co-circulação de outros Flavivirus, em comparação aos estados sem transmissão. Recentemente, os primeiros estudos realizados em uma coorte dessas crianças de 19-24 meses de idade demonstrou que a microcefalia é apenas o cenário patológico mais grave. Crianças nascidas na mesma época, mas não diagnosticadas ao nascimento, desenvolveram complicações motoras e neurológicas de gravidade variada (visão, audição, fala, cognição e locomoção). Entretanto, ainda não se sabe qual o impacto dessas alterações a longo prazo nesses indivíduos. Dados preliminares do nosso grupo, utilizando um modelo embrionário de infecção pelo ZIKV, demonstram que a infecção intrauterina em camundongos induz a ocorrência do fenômeno de ativação imune materna (MIA) e que esse fenômeno é potencializado na presença de imunidade previa para outros Flavivirus, via fenômeno de intensificação dependente de anticorpos (ADE). A ocorrência destes fenômenos impactam diretamente o neurodesenvolvimento da prole, causando consequências que vão desde o período gestacional ate a fase adulta. Utilizando modelos in vitro de cultura primaria de neurônios e in vivo de infecção de camundongos adultos altamente susceptíveis a infecção pelo ZIKV (linhagem A129), demonstramos recentemente o papel terapêutico de duas drogas (uma neuroprotetora e outra antiviral) durante a infecção pelo ZIKV, entretanto a validação desses resultados em um modelo mais ecológico e translacional que mimetize a síndrome congênita do Zika e suas consequências torna-se necessária. Assim, o objetivo do presente projeto visa avaliar o papel terapêutico isolado e sinérgico de drogas neuroprotetoras (memantina) e antivirais (peptídeo AH) na prevenção das consequências da síndrome congênita do Zika. Para isso, utilizaremos um modelo de infecção congênita pelo ZIKV na presença e ausência de imunidade previa a outros Flavivirus. Avaliaremos o efeito isolado e sinérgico destes fármacos em prevenir o desenvolvimento de manifestações neuropsiquiátricas e motoras graves, bem como investigaremos os mecanismos celulares e moleculares associados com a proteção de tais alterações. Esperamos assim, contribuir para a identificação de potenciais alvos terapêuticos contra essas manifestações.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vivian Vezzoni de Almeida

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito do estresse calórico e da inclusão de betaína na dieta de suínos em crescimento sobre o desempenho animal, a adiposidade subcutânea e os marcadores metabólicos
  • O estresse calórico compromete o desempenho animal e altera o metabolismo energético de suínos, resultando em carcaças com maior deposição de gordura. A capacidade osmoprotetora da betaína pode mitigar os efeitos adversos do estresse calórico. Portanto, o presente estudo será realizado com o objetivo de avaliar os efeitos da inclusão dietética de betaína sobre o desempenho, a espessura de toucinho, os parâmetros sanguíneos e a osmolaridade sérica de suínos em crescimento durante condições de termoneutralidade e estresse calórico. Serão utilizados 24 suínos, machos castrados, com peso vivo médio inicial de 30 kg, distribuídos em um delineamento em blocos completos casualizados, com seis repetições por tratamento e um animal por unidade experimental (baia). Os tratamentos serão arranjados em esquema fatorial 2 x 2, com duas condições ambientais [termoneutralidade (TN, 20°C; 40–60% de umidade) ou estresse calórico (HS, 31°C; 40–60% de umidade)] e dois níveis de betaína (0 ou 0,10%). O período experimental será de 21 dias, durante o durante o qual os animais receberão ração e água à vontade. Pesagens individuais dos animais e quantificações do fornecimento, das sobras e desperdícios de rações serão realizadas semanalmente para determinar o consumo diário de ração, o ganho diário de peso e a conversão alimentar. A espessura de toucinho será mensurada por meio de ultrassonografia em tempo real no início e no final do estudo. No início e no final do período experimental, amostras de sangue serão coletadas via veia jugular de cada animal para determinar as concentrações séricas de insulina, ácidos graxos não esterificados, glicose, ureia, sódio e potássio. A osmolaridade sérica será estimada em função das concentrações de glicose, ureia, sódio e potássio. Os resultados serão analisados como medida repetida no tempo pelo procedimento MIXED do SAS. Quando observada diferenças significativas pelo teste F (P ≤ 0,05), as médias serão separadas pelo teste t de Student (PDIFF).
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Viviana Borges Corte

Outra

Divulgação Científica
  • mostra de biologia: inteligência natural vs. inteligência artificial
  • A civilização humana passa por grandes transformações em seu modo de vida. A ruptura de paradigma entre uma sociedade analógica e uma sociedade digital, conectada em rede, exige que resinifiquemos a velha forma de comunicar ciência. Nosso desafio atual é ‘como e o quê ensinar para aos jovens em um mundo onde as mudanças tecnológicas são tão rápidas?’ ‘Como preparar os jovens para um mercado de trabalho e para uma sociedade cada vez mais digitalizada, diversificada, globalizada e altamente conectada?’ Considerando o contexto cotidiano dos jovens, estudos vêm mostrando como a inteligência artificial (IA) deve transformar de forma positiva a educação nos próximos anos. Entretanto, os altos custos de produção dessa tecnologia não tornam a inteligência artificial algo tão recorrente nas escolas ao redor do mundo. Dessa forma, a Mostra de Biologia de 2020 vai abordar, em uma perspectiva evolucionista, um paralelo entre a Inteligência natural e a Inteligência artificial visando integrar o mundo natural biológico (real) e o mundo tecnológico (virtual) como forma de despertar, nas crianças e jovens, curiosidade em explorar e aprender cada vez mais. Tendo o conhecimento científico e o avanço tecnológico como referência estratégica, a Mostra de Biologia caracteriza-se pela promoção de atividades de educação não formal e de divulgação científica que tem como objetivo principal estimular o aprendizado por meio de brincadeiras e tecnologia. Para isso exploraremos um assunto que desperta a curiosidade dos públicos de todas as idades: a inteligência. Qual o tamanho do cérebro de um elefante ou de uma baleia? O elefante tem maior memória? O cérebro humano processa mais informações? E como funciona um robô? Eles são inteligentes? Essas e outras questões serão respondidas na Mostra de Biologia da SNCT2020. A ‘Mostra de Biologia: Inteligência natural X Inteligência artificial’ abrangerá 4 modalidades de eventos, a serem realizados como descrito a seguir: a) Exposição de CT&I – Será exibido a evolução do sistema nervoso por meio de modelos de tamanho, anatomia, morfologia e peso reais, além de banners com imagens auxiliares. As exposições serão realizadas gratuitamente em locais de grande confluência de público ou em ambiente virtual de visitação. A partir dos modelos discutiremos de modo comparativo a evolução da inteligência biológica no mundo natural e a evolução tecnológica em seu avanço na inteligência artificial. b) Eventos de Comunicação Científica em Rádio, TV e outras mídias - Serão produzidos e veiculados programas de entrevistas com especialistas em emissora aberta de rádio relacionadas com inteligência artificial e/ou tecnologias convergentes e habilitadoras. As entrevistas serão gravadas e disponibilizadas como podcasts nos portais da internet da Rádio UFES e do LEB. c) Portas Abertas – O Laboratório de Ensino de Biologia – LEB, o Laboratório de Análise de Sementes Florestais (LASEF), o Projeto Experimentoteca da UFES estarão de “Portas Abertas” ou “Sites Abertos” durante a SNCT 2020 para visitas e oficinas, presenciais ou virtuais visando divulgar a instituição, suas atividades de pesquisa e despertar os jovens para as carreiras científicas. d) Seminário ou Ciclo de Palestras – Serão realizadas palestras, mesas redondas ou debates presenciais ou virtuais cujos temas incluem: (1) ‘Mulheres Cientistas que contribuíram para o desenvolvimento da inteligência artificial e/ou tecnologias convergentes e habilitadoras’, (2)‘APP Zero Esgoto: uso de da inteligência artificial e ferramentas tecnológicas para preservação ambiental e geração de renda’ para popularização da Ciência e Tecnologia e incentivo à Inovação e geração de renda para diversos públicos. Todas as atividades presenciais serão realizadas em espaços amplos e ventilados, mantendo-se sempre distância mínima de 1,5 m entre os assentos dos participantes.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Viviana Mendes Lima

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a relação entre saúde e ambiente em pequenas cidades da amazônia: um estudo dos municipios de ponta de pedras e afuá, pa
  • Este projeto se insere no estudo do rural e urbano na Amazônia na interface Ambiente e Saúde da região e suas conexões socioeconômicas. O estudo propõe compreender a contribuição do Planejamento Urbano e Regional associado à Metodologia PEIR nos estudos dos pequenos municípios de Ponta de Pedras e Afuá do estuário do Delta Amazônico. O objetivo da pesquisa é analisar os efeitos da saúde no urbano e rural das pequenas cidades da Amazônia nesses municípios, e suas repercussões na saúde e ambiente. Pretende-se avaliar a relação Saúde e Ambiente a partir da pesquisa qualiquantitativa, que tem como objetivo considerar os efeitos da ação antrópica no urbano e rural da Amazônia, e propor ações mitigadoras no campo do ambiente e saúde. Como procedimentos metodológicos, será utilizada a metodologia PEIR – Pressão, Estado, Impacto e Resposta, desenvolvida pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), proposta para estudos ambientais e de saúde. A metodologia PEIR será instrumento norteador de análise no projeto de pesquisa aplicado ao Planejamento Urbano e Regional. Os indicadores permitirão análise da relação ambiente e saúde. Serão levantados e analisados dados primários e secundários (Formulários de Campo, Dados Censitários, dados do DATASUS), entre outros. A pesquisa de campo permitirá a aplicação de formulários à população residente e entrevistas com gestores públicos, além de observação de campo e registro fotográficos. Como resultados esperados o presente projeto possibilitará entender o quão as variáveis da PEIR dialogam com outras variáveis da saúde, ambiente, hábitos de consumo, fontes de renda, hábitos de consumo entre outros.
  • Universidade do Vale do Paraíba - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Viviana Possamai Della Sagrillo

Engenharias

Engenharia Civil
  • produção de material cimentante com resíduos industriais
  • O cimento Portland (CP) é um produto essencial para a construção civil. No entanto, seu processo de produção demanda elevado consumo energético, além do alto nível de emissão de CO2 e, por isso, tanto a comunidade científica quanto técnica buscam desenvolver novos materiais cimentantes a partir de matérias-primas secundárias que possam ser usadas como alternativa ao CP. As análises dos resultados dos ensaios de caracterização de alguns resíduos industriais, pesquisados no curso de mestrado em engenharia metalúrgica e de materiais do Ifes Campus Vitória, revelaram que existem diversos resíduos industriais, gerados pelas indústrias do estado do Espírito Santo, que possuem potencial para a produção de materiais cimentantes. Em uma primeira etapa já foi possível obter um material cimentante com 64% da resistência à compressão do CP. Assim, este projeto pretende dar continuidade investigando o potencial de melhorar a formulação obtida adicionando um terceiro resíduo. Pretende-se com isso obter um material cimentante à temperatura ambiente, exclusivamente com resíduos, e posteriormente aplicá-lo na produção de componentes construtivos a base de CP.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022