Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rosmeri Porfírio da Rocha

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • regionalizações climáticas em alta resolução para américa do sul e oceano atlântico sul: tendências e classificação dos sistemas ciclônicos
  • Os ciclones que se desenvolvem na costa leste da América do Sul impactam as condições de tempo e controlam o clima na maior parte do continente e também sobre o oceano Atlântico Sul. Considerando o conhecimento atual, estes ciclones podem ter diferentes estruturas térmicas e dinâmicas ao longo do ciclo de vida, podendo ser classificados como tropical, subtropical ou extratropical. Os ciclones, que ocorrem sobre o mar, geram intensos ventos próximos da superfície com grandes impactos nas atividades humanas e ecossistemas. Diante desse contexto, este projeto tem como objetivo gerar projeções climáticas regionalizadas em alta resolução, investigar as tendências climáticas das diferentes categorias de ciclones no oceano Atlântico Sudoeste no clima presente e futuro, com especial ênfase na contribuição dos ciclones subtropicais que causam eventos extremos (chuva e vento) no leste do Brasil, e desenvolver um banco de dados online para disponibilizar as projeções para a comunidade científica. As simulações climáticas regionais utilizarão um domínio que inclui a América do Sul e uma grande área do oceano Atlântico Sul e serão forçadas por dois modelos climáticos globais do CMIP5 e considerando dois cenários futuros (RCP4.5 e RCP8.5). Os ciclones serão rastreados e classificados utilizando a metodologia do CPS (cyclone phase space). O conhecimento de como os ciclones e os extremos associados se comportarão no clima futuro é essencial para atividades de planejamento econômico e desenvolvimento de políticas de mitigação. Esse projeto também é importante para a formação de novos pesquisadores, uma vez que inserirá alunos de graduação e pós-graduação contribuindo para formação nas áreas de dinâmica da atmosfera, climatologia e modelagem climática.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rossana Correa Netto de Melo

Ciências Biológicas

Morfologia
  • eosinófilos: respostas funcionais em modelos experimentais e doenças eosinofílicas humanas
  • Eosinófilos são leucócitos com múltiplas funções na saúde e em doenças humanas. O número dessas células aumenta acentuadamente em inúmeras situações incluindo doenças infecciosas, alérgicas, autoimunes e câncer. A pesquisa básica com foco em biologia de eosinófilos permanece como prioridade para o entendimento do papel destas células e tratamento de doenças eosinofílicas. Como células do sistema imune inato, uma característica de eosinófilos é o seu conteúdo de diversas citocinas e proteínas catiônicas armazenadas pré-formadas dentro de grânulos secretores e vesículas transportadoras. As funções de eosinófilos são baseadas na liberação regulada destes compostos, os quais mediam comunicação com outras células no microambiente dos tecidos. A definição dos mecanismos de secreção de eosinófilos e suas interações funcionais é crucial para o entendimento do papel destas células tanto na homeostasia imune como em doenças agudas e crônicas. O presente projeto tem como objetivo geral investigar diferentes aspectos estruturais e funcionais de eosinófilos murinos e humanos em situações experimentais e doenças eosinofílicas. Este projeto pretende avançar no conhecimento de mecanismos de secreção de citocinas e de outras proteínas típicas de eosinófilos, como a proteína básica principal e galectina-10 (cristais de Charcot-Leyden) e em mecanismos de transporte vesicular dessas proteínas. Com aplicação de diferentes estratégias metodológicas e, em continuidade com estudos do grupo liderado pela proponente (Grupo de Pesquisas em Biologia Celular/UFJF), em parcerias nacionais e internacionais, o conjunto de experimentos propostos pretende responder questões importantes sobre a capacidade secretora/funcional de eosinófilos e contribuir para o entendimento do papel destas células em doenças eosinofílicas. Doenças associadas com eosinófilos, incluindo alergias e esquistossomose mansoni constituem doenças prevalentes e problemas importantes de saúde pública. O conhecimento das funções de eosinófilos poderá levar à melhoria de terapias.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rossana de Aguiar Cordeiro

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • mecanismos fisiológicos e moleculares induzidos por antibióticos em candida spp. e trichosporon spp: repercussões sobre o crescimento e virulência dos patógenos fúngicos
  • Infecções fúngicas invasivas oportunistas são consideradas importantes problemas de saúde mundial, sendo relacionadas a índices de mortalidade de até 90% em pacientes imunocomprometidos. Dados clínico-epidemiológicos listam diversas condições e fatores de risco que predispõem os pacientes a essas infecções, tais como a realização de cirurgias abdominais e transplantes, quimioterapia, alimentação parenteral, além uso de corticoides e antibióticos de amplo espectro de forma profilática e/ou terapêutica. A antibioticoterapia prolongada tem sido considerada um dos fatores de risco mais significativos em pacientes de diferentes idades e condições clínicas. Os antibióticos podem alterar a composição da microbiota das mucosas, favorecendo a colonização e posterior infecção desses sítios por Candida spp. Pesquisa de doutorado concluída recentemente em nosso laboratório mostrou que os antibióticos β-lactâmicos e a vancomicina estimulam o crescimento planctônico, a formação de biofilme e a virulência in vivo de Candida spp. e ainda torna o biofilme mais tolerante à caspofungina. Em outra pesquisa de mestrado, observamos que a vancomicina estimulou o crescimento planctônico e a formação de biofilme em cepas clínicas de T. asahii e T. inkin – importantes espécies oportunistas em pacientes com alterações hematológicas malignas. Desta forma, a presente proposta objetiva ampliar os dados obtidos, por meio da investigação dos mecanismos fisiológicos e moleculares subjacentes à estimulação do crescimento desses patógenos induzida por antibióticos beta-lactâmicos e vancomicina em cultivos in vitro enriquecidos com antígenos bacterianos comuns no ambiente intestinal. Para tanto, serão empregados métodos analíticos qualitativos e quantitativos baseados em espectrometria, fluorescência, expressão genética e microscopia eletrônica para avaliação da estrutura e atividade metabólica dos biofilmes fúngicos expostos às condições experimentais supracitadas. Será avaliada também a interação das células fúngicas com o hospedeiro em modelos experimentais (C. elegans, células intestinais e macrófagos murinos), a fim de determinar a influência dos antibióticos sobre a virulência dos patógenos em estudo. Esses resultados podem ter grande repercussão na prática médica, uma vez que se espera determinar os mecanismos pelos quais os antibióticos aumentam a probabilidade de risco de surgimento de fungemia, como modelo de complicação iatrogênica. Ademais, a execução da proposta contribuirá para o fortalecimento da Pós-graduação e formação de recursos humanos, além de estreitar parcerias técnico-científicas com pesquisadores de outras Instituições.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rossana Mara da Silva Moreira Thiré

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • avaliação de arcabouços compósitos de phbv/beta-tcp fabricados por impressão 3d por rosca de extrusão para regeneração óssea
  • As estratégias de tratamentos baseados em implantes formados por biomateriais celularizados possuem um grande potencial na prática da medicina regenerativa, trazendo grandes inovações para o tratamento de doenças como diabetes, queimaduras de pele, osteoartrites, dentre outras. Os arcabouços tridimensionais são de grande importância na engenharia tecidual, uma vez que eles podem mimetizar a estrutura e função da matriz extracelular e atuar como suporte para as células proliferarem e secretarem suas próprias matrizes extracelulares, substituindo assim o arcabouço biodegradado pelo novo tecido. O desenvolvimento de arcabouços que possuam propriedades físicas, químicas, morfológicas e biológicas adequadas para uso na regeneração tecidual ainda constitui um grande desafio a ser transposto. Neste contexto, o presente projeto propõe duas estratégias conjuntas para contornar este problema: uma em relação à matéria-prima e outra em relação ao processamento. Em relação à matéria-prima, no projeto serão estudados arcabouços híbridos formados por compósitos de PHBV/beta-TCP. Ou seja, será avaliado um arcabouço constituído por uma biocerâmica, como carga, dispersa em uma matriz de um biopolímero e não só a utilização de um recobrimento cerâmico. É esperado que estes arcabouços híbridos possam combinar as vantagens dos dois tipos de materiais, resultando em melhor processabilidade e melhoria das propriedades mecânicas e biológicas. Em relação ao processamento, os arcabouços serão fabricados pela técnica de impressão 3D por rosca de extrusão, que utiliza um equipamento simples, de baixo custo e que permite a utilização direta de uma mistura em pó dos dois componentes, sem a necessidade de preparação prévia de “pellets” ou filamentos. É válido ressaltar que as tecnologias de impressão 3D permitem produzir objetos tridimensionais com formas e arquitetura complexas de forma reprodutível, utilizando o projeto computacional da peça ou imagens obtidas por scanner 3D, tomografia computadorizada ou ressonância magnética. Além disso, é possível a fabricação de arcabouços em tamanhos e formatos específicos para cada lesão a ser tratada, levando em consideração as características da lesão e do indivíduo. Neste projeto, portanto, a engenharia tecidual, a ciência de biomateriais e as tecnologias de impressão 3D integram-se com a proposta da construção tridimensional de estruturas para a regeneração ou substituição de tecidos danificados. Como principais contribuições científicas, tecnológicas e de inovação, podem ser citadas: (i) Desenvolvimento de novos materiais para a regeneração óssea; (ii) Aperfeiçoamento do processo de fabricação de biomateriais funcionais empregando tecnologias de impressão 3D; (iii) Inserção de novas tecnologias em nossa sociedade; (iv) Formação de recursos humanos qualificados voltados para as áreas de Biomateriais, Materiais Compósitos e Engenharia de Fabricação.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-28/02/2021