Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Milena de Paiva Cavalcanti

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação do potencial imunomodulador de novos compostos candidatos ao desenvolvimento de terapias contra as leishmanioses.
  • Em relação à terapia nas leishmanioses, acredita-se que haja uma dependência, ao menos em parte, das alterações na resposta imune do hospedeiro frente ao parasito. Além da toxicidade e efeitos adversos provocados pela medicação atualmente empregada, resultados obtidos demostram que sua ação contra o parasito não é efetiva ao ponto de todos os pacientes apresentarem cura parasitológica. Estes dados reforçam a importância da busca por medicamentos que possam vir a ser utilizados de forma aditiva ou substituta à terapia atual, que relacionem a complexidade das leishmanioses, bem como a resposta imune dos pacientes. Neste contexto, novas drogas têm sido estudadas; havendo destaque para os derivados de ftalimidas com ampla variedade de atividades biológicas, incluindo atividade anti-inflamatória. Estudos anteriores do grupo, com um novo híbrido derivado de ftalimida e triazol, demonstraram o potencial leishmanicida sobre Leishmania (Viannia) braziliensis e Leishmania (Leishmania) amazonensis; resultados favoráveis à realização de ensaios in vitro e investigação dos mecanismos envolvidos, incluindo atividade imunomoduladora sobre as células do hospedeiro. Desta forma, esta pesquisa tem como objetivo avaliar o perfil de resposta imune celular induzida por novos compostos em pacientes com leishmanioses (tegumentar e/ou visceral) e cães com diferentes quadros clínicos da Leishmaniose Visceral (LV). Será adotada uma amostragem de conveniência, de acordo com o número de casos de leishmanioses obtidos durante o período do projeto. Serão obtidas amostras de sangue de cães e de pacientes humanos. Após a triagem diagnóstica, as amostras serão classificadas em grupos (Cães: controle e positivos para LV; Humanos: controle, sintomático positivos para LV e sintomático positivos para leishmaniose tegumentar - LT) para análise do perfil de resposta imune induzido por diferentes compostos após cultivo celular. O diagnóstico para LV canina será feito através de exames sorológicos, PCR quantitativa em tempo real (qPCR) para as diferentes leishmanioses, exame parasitológico, exame sorológico para Doença de Chagas; e o diagnóstico em humanos através de exame parasitológico para LT e qPCR para LV e LT. Será realizado a expansão das formas promastigotas L. (L.) infantum e L. (V.) braziliensis para obtenção das frações antigênicas. Os novos compostos derivados ftalimídicos-triazólicos foram cedidos pelas equipes parceiras da UFPE e UFRPE, e estão sendo avaliados pelos mesmos no Laboratório de Biologia Celular de Patógenos (IAM/FIOCRUZ) quanto à inhibitory concentration - IC50 em cultura de L. (L.) infantum/ L. (V.) braziliensis. A partir desses dados, será selecionado um determinado número de compostos para a análise do Índice de Seletividade (IS), em células mononucleares do sangue periférico (PBMC) canino e humano. A partir do IS, os melhores compostos serão escolhidos para realização dos ensaios de avaliação da resposta imune. Será realizada a avaliação da expressão relativa de mRNA das citocinas dos perfis de resistência e susceptibilidade, a partir de PBMC dos indivíduos pertencentes aos grupos de estudo, após os estímulos com fitohemaglutinina (PHA), com os novos derivados ftalimídicos-triazólicos (3 a 5 concentrações a partir da IC50), com Antimoniato de Meglumina (Glucantime®), com antígeno bruto, e sem estímulo (controle negativo), para os cães ainda será realizado estímulo com Miltefosina (MilteforanTM). O RNA total derivado do PBMC será extraído utilizando o protocolo para amostras em TRIzol® e transformado em cDNA. Após a dosagem da concentração das amostras em espectrofotômetro, os níveis de mRNA para citocinas do perfil Th1 (IFN-ɣ; TNF e IL-2), Th2/Treg (IL-4, IL-10, TGF-β) e Th17 (IL-17) serão quantificados por qPCR (Sistema TaqMan®) através do sistema de detecção de sequências ABI-PRISM 7500 e usando o kit TaqMan® Gene Expression PCR Master Mix (Applied Biosystems). Como controle endógeno da reação será utilizada o Dog GAPDH ou o Human GAPDH. A expressão relativa (Relative quantitation - RQ) do mRNA será calculada após normalização das amostras com o controle endógeno pelo método do Cycle threshold comparativo. Todas as amostras serão analisadas em triplicata e expressas como a média  desvio-padrão. Após os diferentes estímulos, a partir dos sobrenadantes das culturas de PBMC de cães será realizada a quantificação de citocinas de perfil Th1 e Th2 extracelulares (TNF e IFN-g; IL-4 e IL-10) através do método de ELISA. A partir dos sobrenadantes de cultura de PBMC humano será realizada dosagem da secreção de citocinas utilizando o BD™ CBA Human Th1/Th2/Th17 Cytokine Kit (Becton Dickinson). Também através dos sobrenadantes dos PBMCs (cães e humanos) será realizada a dosagem de níveis de óxido nítrico pela reação de Griess. Espera-se obter subsídios científicos que direcionem estudos para o desenvolvimento novas terapias, com aplicações para a Saúde Pública, objetivando a promoção de melhorias na terapêutica da população afetada, gerando conhecimento que fundamente terapias que considerem a doença em sua magnitude e não apenas com foco no agente causal da doença, aliadas à interrupção do ciclo de transmissão por meio do tratamento, remissão dos sintomas e redução da carga parasitária na pele do principal reservatório doméstico para a LV, os cães.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Milena Moretto

Ciências Humanas

Educação
  • prática de letramento escolar nos anos finais do ensino fundamental: um olhar para a formação docente
  • O presente trabalho tem como objetivo geral investigar, a partir de um trabalho colaborativo com professores de 6º ao 9º ano da rede pública de educação básica, as práticas de letramentos escolares bem como as práticas de formação docente que ensinam a língua materna e matemática. Tem ainda como objetivos específicos:1)Identificar que práticas de letramento têm sido desenvolvidas no contexto escolar, lócus dessa pesquisa, por meio do trabalho com narrativas pedagógicas;2)Planejar colaborativamente com os docentes, a partir do compartilhamento das narrativas, ações para a sala de aula;3)Buscar indícios das transformações das práticas docentes a partir das práticas compartilhadas;4)Identificar as contribuições das ações planejadas para processo de escolarização de alunos com deficiência;5)produzir um banco de dados de documentação narrativa para que possa contribuir para a formação inicial e continuada de professores. Para atingir esses objetivos, será constituído um grupo formado por professores efetivos de uma escola da rede municipal de ensino e pelos pesquisadores responsáveis pelo projeto. A pesquisa será de abordagem qualitativa, na perspectiva da pesquisa-ação-formação e terá como fonte de produção de dados as narrativas escritas e orais das participantes bem como episódios de suas práticas de aula. Como o enfoque teórico da pesquisa centra-se na perspectiva histórico-cultural e enunciativo-discursiva não há como estabelecer categorias de análise a priori, mas temos como hipótese de que, no movimento interativo e dialógico, emergirão discussões acerca de: como os professores vão se constituindo na interação com o outro no compartilhamento de vivências; como as vozes dos outros podem contribuir para a ressignificação das práticas docentes de forma que o conhecimento partilhado contribua para a formação desse professor; e, por fim, de como as narrativas podem ser consideradas um instrumento potencializador para o desenvolvimento profissional.
  • Universidade São Francisco - SP - Brasil
  • 27/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Milene Teixeira Barcia

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • estudo da folha do bambu para produção de ingredientes bioativos e nutritivos de fonte sustentável utilizando tecnologias limpas para aplicação em carne e produtos cárneos.
  • O bambu é uma planta lenhosa aplicável a diversas tecnologias (móveis, produtos farmacêuticos e alimentos), sendo considerado sustentável, com características nutritivas e bioativas, pelo aproveitamento do seu rizoma, colmo, casca, brotos, raízes, sementes e folhas. As folhas do bambu apresentam propriedades antioxidantes, decorrente dos compostos fenólicos. Também apresentam elevados teores de proteínas (±15%), fibras (±32%) e minerais (±18%). Assim, as folhas de bambu podem ter aplicabilidade na indústria alimentícia, decorrente da sua composição. No Brasil, a plantação de bambu é de 1,5 milhão de hectares, com produção de 150 mil toneladas por ano, em nove estados brasileiros. Porém, pouco se sabe sobre a composição das espécies de bambu do Brasil, sendo necessários estudos sobre sua composição, e aplicações em alimentos e no desenvolvimento de novos produtos. O estudo mostrará que a folha do bambu tem características nutritivas e bioativas que ao ser extraída por tecnologias limpas, encapsulada e aplicada (como extrato ou farinha) em carnes e produtos cárneos agrega valor nutricional e vida útil a estes. No continente Asiático, já existem estudos com a composição de espécies de bambu, sendo ele um aditivo alimentar segundo o Ministério da Saúde da República Popular da China. Para isso, analisaremos química e físico-quimicamente várias espécies de folhas de bambu brasileiro, e por tratamento térmico a folha do bambu será desidratada para posterior extração dos compostos. Os bioativos serão isolados através de tecnologias limpas e realizada a otimização de encapsulação dos compostos para aplicação em carnes e produtos cárneos. Ademais, as folhas restantes da extração serão secas e moídas para obtenção da farinha e aplicada a produtos cárneos. O aumento do valor nutricional devido ao elevado teor proteico, fibras e minerais e da vida útil frente a oxidação lipídica e desenvolvimento de microrganismos serão comprovados em comparação com os grupos controles.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Millene Rodrigues Camilo

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da eficácia e segurança do canabidiol no tratamento de pacientes com acidente vascular cerebral agudo
  • O acidente vascular cerebral (AVC) é a segunda causa de óbito no Brasil e uma das principais causas de incapacidade no mundo. Embora haja tratamento de fase aguda bem estabelecido, grande parte dos pacientes não são elegíveis a estas terapias. Portanto, faz-se necessário que novas medidas terapêuticas sejam instituídas com o intuito de melhorar o prognóstico destes pacientes. Evidências pré-clínicas apontam que o Canabidiol (CBD) pode aumentar o fluxo sanguíneo cerebral e reduzir o volume da área infartada após a oclusão de um vaso. Contudo, ainda não foram realizados estudos com humanos para avaliar o uso do CBD no contexto do AVC agudo. Por outro lado, vários estudos analisaram esta substância, com doses variando entre 100 a 600mg/dia, em diferentes condições clínicas, apresentando excelente tolerância, ausência de efeitos psicotrópicos e cronotrópicos. Assim, o objetivo do presente estudo é avaliar a segurança e a eficácia neuroprotetora do CBD em pacientes com AVC isquêmico agudo. Trata-se de um ensaio clínico fase II de intervenção, duplo-cego, randomizado, multicêntrico, prospectivo, controlado com placebo. Serão randomizados 80 participantes com AVC isquêmico para receber CBD nas doses de 150mg, 300mg, 600mg ou Placebo nos primeiros 7 dias do início dos sintomas. Serão realizadas avaliações clínicas, laboratoriais e de neuroimagem, bem como o monitoramento dos eventos adversos. Após 90 dias do ictus, os participantes serão reavaliados com escalas e questionários padronizados. Considerando o cenário do acidente vascular cerebral no Brasil, acreditamos que o presente estudo trará avanços com perspectivas de mudanças na prática clínica que possam melhorar a qualidade de vida dos pacientes pós-AVC.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Milton Cezar Ribeiro

Ciências Biológicas

Ecologia
  • biodiversidade e serviços associados: peld corredor cantareira mantiqueira
  • As áreas agrícolas e urbanas tem se expandido e substituído áreas de vegetação nativa em um curto espaço de tempo, causando perda da biodiversidade e comprometendo a manutenção de serviços ecossistêmicos em todo o mundo. Além da diversidade biológica que abrigam, as áreas de vegetação nativa são responsáveis por prover um conjunto de serviços diretos e indiretos para a população. A Mata Atlântica - que é um dos ecossistemas mais biodiversos do planeta - fornece água para o consumo de mais de 125 milhões de brasileiros. No entanto, mesmo que as pesquisas tenham avançado e identificado alternativas para conciliar a conservação de áreas de vegetação nativa e a produção de bens de consumo e serviços, elas não são suficientes. Principalmente nos trópicos, o conhecimento sobre as perdas e os impactos causados ao longo do tempo pela conversão do uso e cobertura da terra é incipiente, até mesmo pelo tamanho da diversidade que ecossistemas como a Mata Atlântica abrigam. Desta forma, o presente projeto tem como objetivo principal entender como a estrutura espaço-temporal das paisagens e variáveis bióticas e abióticas podem influenciar na distribuição de espécies de fauna e flora, processos ecológicos, funções ecossistêmicas e serviços ecossistêmicos associados na região do Corredor Cantareira Mantiqueira. O sítio PELD proposto já foi foco de outro projeto relacionado a conservação da biodiversidade. Nesta Fase 2 do PELD CCM, serão coletados novos dados nessa área a fim de dar continuidade ao levantamento destes dados e elaborar uma base de dados temporal, padronizada e de alta qualidade para esta região - que tem um papel fundamental na provisão de água para a região mais populosa do País. A partir do projeto proposto serão respondidas as seguintes perguntas: Pergunta 1: Como a perda e fragmentação da vegetação nativa influencia diferentes táxons e, quais são seus motivadores em diferentes escalas espaciais e temporais? Pergunta 2: Quais são os recursos complementares que diferentes tipos de uso e cobertura da terra (matrizes antrópicas) podem oferecer a diferentes organismos? Pergunta 3: Em quais períodos de tempo as condições oferecidas por diferentes ambientes são menos ou mais favoráveis a diferentes organismos e como isto pode influenciar componentes vitais da paisagem como a conectividade funcional? Pergunta 4: Qual é a relação entre os padrões da paisagem e a funcionalidade dos ecossistemas e como a provisão de serviços pode ser entendida com uma abordagem multi táxon em múltiplas escalas? Pergunta 5: Como a resiliência das funções dos ecossistemas variam ao longo do tempo e espaço? Pergunta 6: Como caracterizar o funcionamento e os serviços dos ecossistemas em uma abordagem espaço-temporal? Pergunta 7: Quais são as relações entre as diversidades taxonômica alfa, beta e funcional em uma abordagem multi táxon e variáveis em diferentes escalas espaciais? Para responder essas perguntas, além de iniciar uma coleta temporal de dados de biodiversidade, uma vez que, os novos dados serão comparados com a base de dados já existente, serão realizadas coletas de novos táxons e traços funcionais específicos a fim de que seja possível responder as perguntas associadas a serviços ecossistêmicos. Também serão incorporadas questões relacionadas a saúde e a condição sócioecológica do sítio PELD que ainda não foram abordadas em um contexto multi-escala. Para isso, os dados de biodiversidade relacionados a mamíferos terrestres e voadores, invertebrados, anuros, plantas, peixes, aves e funções associadas serão coletados de forma padronizada e comparáveis ao banco de dados pré-existente. Os dados de diversidade (Ex: diversidade taxonômica alfa, beta e funcional) serão relacionados com uma série de variáveis de estrutura e composição da paisagem em diferentes escalas espaciais e temporais. Os dados sócioecológicos serão coletados em propriedades rurais e a partir de oficinas para que seja possível entender qual é a percepção dos produtores locais em relação ao conceito de biodiversidade e práticas sustentáveis na produção. Além disso, unidades demonstrativas serão realizadas com o objetivo de promover a interação entre a comunidade local e os conceitos relacionados a conservação da biodiversidade e restauração florestal. Essas atividades também serão realizadas em escolas rurais e urbanas. A interação entre as atividades propostas neste projeto e a comunidade local será feita a partir de atividade de educação ambiental e de interação com os produtores locais (Ex: produzir material que caracterize a biodiversidade dentro das propriedades rurais). Essa variedade de informação coletada será analisada a partir de modelos ecológicos e métodos qualitativos e quantitativos. Além de artigos científicos com alto fator de impacto, a principal contribuição deste projeto será uma caracterização socioambiental e ecológica em uma escala fina que permitirá a elaboração de políticas públicas voltadas à conservação da biodiversidade, gestão e definição de novas unidades de conservação, planejamento eficiente do uso e cobertura da terra e pagamento por serviços ambientais. Todas as perguntas científicas propostas neste projeto ainda não foram totalmente exploradas, principalmente em paisagens tropicais e biodiversas como as brasileiras. Além desta contribuição científica, os métodos de monitoramento da biodiversidade a partir de dados de sensores remotos sonoros (Monitoramento Acústico Passivo) trazem inovação ao projeto, uma vez que, esse método ainda é pouco explorado e um melhor entendimento pode trazer avanços surpreendentes para o monitoramento da biodiversidade em larga escala. O grupo de pesquisadores associados a este projeto compõe diversas áreas da ciência, característica que permite que as perguntas complexas e interdisciplinares propostas sejam respondidas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Milton Cezar Ribeiro

Ciências Biológicas

Ecologia
  • biodiversidade e serviços ecossistêmicos associados: peld corredor cantareira mantiqueira
  • Ações antrópicas têm substituído áreas de vegetação nativa no planeta, comprometendo a biodiversidade e serviços ecossistêmicos. A Mata Atlântica mantém funções vitais para 125 milhões de brasileiros, no entanto temos muitas lacunas de conhecimento para orientar políticas públicas voltadas à produção de bens e à manutenção de serviços essenciais. Devido a elevada degradação, o bioma necessita ser restaurado, atendendo a orientação da agenda ONU 2030. O Projeto Ecológico de Longa Duração Corredor Cantareira Mantiqueira (PELD CCM) busca entender como a estrutura espaço-temporal das paisagens e variáveis ambientais influenciam a fauna, flora, processos ecológicos, funções e serviços ecossistêmicos associados. Perguntas (P#): P1: Como a perda e fragmentação da vegetação nativa influenciam diferentes táxons e quais são seus motivadores em diferentes escalas espaço-temporais? P2: Quais são os recursos complementares que os tipos de uso e cobertura da terra podem oferecer aos organismos? P3: Em quais períodos de tempo as condições oferecidas pelos ambientes são mais favoráveis aos organismos e como isto pode influenciar componentes vitais da paisagem, como a conectividade funcional? P4: Qual é a relação entre os padrões da paisagem e a funcionalidade dos ecossistemas? P5: Como a resiliência das funções dos ecossistemas variam ao longo do tempo e espaço? P6: Como caracterizar o funcionamento e os serviços dos ecossistemas em uma abordagem espaço-temporal? P7: Como os atributos socioeconômicos dos produtores podem ser correlacionados aos resultados da biodiversidade, funções e serviços ecossistêmicos? Para isso, os dados de biodiversidade (mamíferos, invertebrados, anuros, plantas, aves, solo, água, carbono e funções associadas e serviços) serão coletados de forma padronizada. Os resultados do projeto auxiliarão nas discussões das políticas públicas com os agentes públicos envolvidos no projeto, e com os demais tomadores de decisão.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Milton José Porsani

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • inct de geofísica do petróleo
  • O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Geofísica do Petróleo (INCT-GP) teve seu início em abril de 2010 (com 26 pesquisadores) e sua vigência finda em abril de 2015. Na presente proposta ele reúne 43 pesquisadores de cinco instituições de ensino (UFBA, UFPA, UFRN, UNICAMP, UENF) que representam a quase totalidade da experiência da universidade brasileira na área de pesquisa e formação de pessoal em Geofísica Aplicada à Exploração e Estudos de Reservatórios de Petróleo. O INCT-GP soma os esforços conjugados de quatro pós-graduações e quatro graduações em geofísica/engenharia do petróleo, bem como de um grupo de pesquisadores em geofísica, vinculados a duas pós-graduações (Matemática Aplicada e Ciências e Engenharia do Petróleo). Nesta proposta de continuação, ampliamos o INCT-GP com a inclusão de um novo grupo, formado por pesquisadores de computação de alto desempenho da Faculdade SENAI CIMATEC/BA. A incorporação deste novo grupo acrescentará ao INCT-GP maior capacidade computational e o conhecimento especializado associado. Até abril de 2014, quando o INCT-GP era constituído por cerca de 30 pesquisadores, foram publicados 5 livros e 97 artigos científicos em revistas indexadas, dos quais 81 em periódicos internacionais, contribuindo assim para o avanço do estado da arte no âmbito internacional na área de geofísica de exploração do petróleo e gás. Foram desenvolvidos novos métodos para o imageamento geofísico e para a análise e filtragem de dados geofísicos. Aprimoramos o método eletromagnético a multifrequência, gerando uma demanda tecnológica de um novo equipamento que foi manufaturado pela empresa canadense Phoenix. Foram criadas seis disciplinas nos programas de pós-graduação vinculados ao Instituto. Participamos da organização de 11 eventos científicos, sendo três deles internacionais. Foram concluídas 61 dissertações de mestrado e 17 teses de doutorado. A grande maioria dos 78 doutores ou mestres formados no âmbito do INCT-GP está atuando no ambiente empresarial de petróleo ou de serviços geofísicos. Por todas as suas atividades o INCT-GP foi bem avaliado pelo CNPq, tendo recebido a avaliação global Ótima. O objetivo do INCT-GP é contribuir para a expansão das reservas de hidrocarbonetos no Brasil, incluindo reservas não convencionais, redução do risco exploratório e aumento do fator de recuperação das reservas, através do desenvolvimento científico e tecnológico de métodos geofísicos, de forma integrada com a formação de recursos humanos, e a transferência de conhecimentos e tecnologias para a indústria e a sociedade. A presente proposta é fundamentada na identificação de problemas estratégicos da indústria de óleo e gás brasileira, para a solução dosquais a geofísica poderá dar contribuições de alto impacto. Priorizamos os seguintes problemas: (i) a crescente dificuldade em identificar e delimitar novas reservas; (ii) o baixo fator de recuperação de reservas associadas aos campos maduros; (iii) a falta de conhecimento sobre o potencial de produção de gás a partir de folhelhos gasógenos, e (iv) a escassez de recursos humanos qualificados. Nossa contribuição envolverá o desenvolvimento e a validação de métodos e algoritmos computacionais de modelagem direta e inversa, imageamento, processamento, bem como a interpretação qualitativa e quantitativa de dados geofísicos. Adicionalmente contribuiremos para o desenvolvimento de modelos e caracterização petrofísica de amostras de rochas, novas tecnologias de aquisição de dados, bem como novas abordagens de integração de diferentes metodologias geofísicas em conexão com informações geológicas.Toda esta atividade será conduzida de forma integrada com a formação de recursos humanos de alto nível. Especificamente pretendemos atingir cinco metas de Pesquisa e quatro outras metas complementares, relacionadas à Formação de Pessoal, Transferência de Conhecimentos para o Setor Empresarial e à Sociedade, e Internacionalização: as seguintes metas: (i) melhoria do imageamento sísmico e da caracterização de reservatórios petrolíferos na área do pré-sal; (ii) redução do risco exploratório em áreas de geologia complexa através da integração de métodos geofísicos (iii) melhoria do monitoramento geofísico de reservatórios em campos maduros; (iv) estudos geofísicos para avaliação do potencial exploratório de reservas de folhelhos gasógenos; (v) melhoria do processamento de dados sísmicos de bacias sedimentares terrestres brasileiras; (vi) aprimoramento da plataforma livre GêBR para integração de aplicativos para processamento de dados geofísicos; (vii) aumento da capacitação científica brasileira na área de exploração e estudos de reservatório de petróleo e gás; (viii) transferência de conhecimentos para a sociedade, e (ix) consolidação do intercâmbio internacional com instituições de ensino e pesquisa. As metas e objetivos da presente proposta estão alinhadas com os interesses da indústria do setor. Todos os resultados do presente projeto serão disponibilizados para as empresas interessadas, respeitando as cláusulas de confidencialidade, em caso de haver contratos aditivos ao projeto. Nesta nova fase do projeto pretendemos consolidar o INCT-GP nas instituições participantes e intensificar sua internacionalização, expandindo sua relação com instituições internacionais de Pesquisa e Ensino. Pretendemos aprimorar os mecanismos de interação com pesquisadores brasileiros e estrangeiros de reconhecida competência, intensificar o processo de formação de pessoal para a indústria do petróleo e aumentar substancialmente o número de publicações científicas. A manifestação de interesse neste projeto, por parte de empresas líderes da exploração de petróleo, nacionais e estrangeiras, evidencia a pertinência e relevância das metas propostas ao tempo em que endossam a competência da equipe para a consecução dos objetivos propostos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Minelly Azevedo da Silva

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • avaliação do potencial leishmanicida de amidas e derivados e os efeitos de formulações tópicas em lesões cutâneas de camundongos
  • As leishmanioses são endêmicas em 97 países. O Brasil é o terceiro país com maior número de casos no mundo. Nesse cenário, a Amazônia Legal Brasileira é uma das importantes zonas endêmicas, com o registro de mais de 50% dos casos notificados em 2019. O elenco terapêutico para a Leishmaniose Tegumentar não é tão vasto e apresenta problemas de toxicidade, regime de tratamento injetável e prolongado, elevado custo e o aumento crescente da resistência parasitária. Em estudos anteriores de nosso grupo, as amidas e alguns derivados, apresentaram atividade leishmanicida e baixa toxicidade em ensaios in vitro. Esses resultados, juntamente com o conhecimento científico sobre o potencial de atividade desta classe, encorajaram a submissão desta proposta para obtenção de um medicamento de uso tópico para tratamento da Leishmaniose Tegumentar. A proposta atual tem como objetivo desenvolver adesivos dérmicos contendo essas substâncias como princípio ativo, para avaliar um tratamento tópico em modelos murinos infectados por L. amazonensis e investigar os seus possíveis mecanismos de ação no processo de morte celular desencadeados na Leishmania in vitro. A formulação inicial dos adesivos contendo as substâncias, terá o seu perfil de liberação investigado através do teste de permeação cutânea utilizando pele de Sus scrofa domesticus. Os dados de mecanismos de ação poderão ser correlacionados, permitindo o aprofundamento do estudo sobre as causas e processo de morte celular do parasito quando submetido a essas substâncias. O apoio ao projeto poderá ampliar as alternativas de formulações quimioterápicas para leishmaniose com menor toxicidade e aplicação menos invasivas; além de selecionar um protótipo farmacológico promissor que tenha ação seletiva contra Leishmania. As metodologias dos estudos serão direcionadas para trabalhos de Iniciação Científica e Pós-Graduação das instituições (IFRO e FIOCRUZ), contribuindo para a valorização e formação de recursos humanos em Rondônia.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Rondônia - RO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Mirco Solé Kienle

Ciências Biológicas

Ecologia
  • biodiversidade nas montanhas: desvendando padrões e processos ecológicos e evolutivos da biota da chapada diamantina
  • Montanhas compreendem regiões singulares ao longo do planeta, pois abrigam aspectos únicos de clima, relevo e biodiversidade. Diversos estudos nos últimos anos têm revelados que as montanhas compreendem berços para a biodiversidade terrestre. Contudo, embora bastante diversos e singulares, os ambientes de montanha estão experienciando forte ameaça das ações antrópicas, especialmente aquelas oriundas das mudanças climáticas. Dentre as diversas regiões de montanha da região Neotropical, a Chapada Diamantina merece destaque por abrigar elevada diversidade de hábitats e espécies. No presente projeto vamos integrar ferramentas ecológicas e evolutivas para monitorar os efeitos das mudanças climáticas na biota da Chapada Diamantina, no contexto de um programa ecológico de longa duração (PELD). Investigaremos aspectos ecológicos e evolutivos das comunidades de vertebrados (peixes, anfíbios, lagartos, aves e mamíferos) e plantas (angiospermas) dos diferentes hábitats de montanha da Chapada Diamantina face às mudanças climáticas atuais, pretéritas e futuras. Ao longo do gradiente altitudinal da Chapada Diamantina, analisaremos a mudança na composição das espécies nos diferentes hábitats, bem como a adaptação de espécies ou pares de espécies que se distribuem ao longo deste gradiente, o que permitirá compreender como as mudanças climáticas impactarão a composição de espécies e como espécies especialistas e generalistas estão adaptadas ao gradiente altitudinal. Isso permitirá traçar planos futuros de preservação destas áreas. Adicionalmente, analisaremos o papel das mudanças climáticas no passado, presente e futuro em espécies endêmicas dos diferentes ecossistemas da Chapada Diamantina, por meio da construção de modelos de nicho, estimativas de diversidade genética e estudos de associação genômica. Compreender como tais espécies responderam às mudanças climáticas do Pleistoceno é de extrema importância para prever como estas responderão às mudanças futuras, face ao aumento gradual de temperatura global nos últimos anos. Ainda, com a ampliação e refinamento dos dados de ocorrência dos grupos taxonômicos investigados, pretendemos gerar mapas combinados de turnover de comunidades ao longo da Chapada Diamantina (e Cadeia do Espinhaço). Nesse sentido, será investigado se as Unidades de conservação vigentes estão protegendo as diferentes comunidades ao longo das montanhas da Chapada Diamantina. Por fim, pretendemos por meio de ciência-cidadã, treinar alunos de duas escolas em ações de pesquisa e discutir com as comunidades do parque e do seu entorno os resultados das pesquisas.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Miriam Cristina Santos Amaral

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • beneficiamento de membranas recicladas para aplicação na potabilização descentralizada de água
  • Estima-se que dois bilhões de pessoas no mundo não têm acesso à água potável e ao saneamento básico. Paralelamente, atenção especial tem sido dada nos últimos anos aos contaminantes emergentes (CEs). A Organização das Nações Unidas estabeleceu os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, sendo que o sexto objetivo visa assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos até 2030. Para tanto, novas tecnologias sustentáveis, inovadoras e de baixo custo se fazem necessárias. Os processos com membranas têm sido adotados para o tratamento de água em vários países, motivada pela pressão da legislação voltada à melhoria contínua da qualidade da água. No Brasil, a principal limitação para a maior expansão do emprego desses processos é o custo das membranas. A presente proposta visa desenvolver membranas de baixo custo a partir da reciclagem de membranas de osmose inversa (OI) descartadas para emprego em sistemas de tratamento de água assistidos por energia solar. A reciclagem de membranas de OI tem sido impulsionada devido à grande expansão do uso da tecnologia de OI em todo o mundo. A equipe proponente tem atuado no desenvolvimento de metodologia para reciclagem de membranas, projeto reconhecido com seis prêmios. A composição da equipe proponente, com qualificação multidisciplinar, permitirá a continuidade deste trabalho em quatro linhas que serão desenvolvidas em paralelo, mas de forma integrada: (1) escalonamento do sistema de tratamento para aplicação descentralizada em comunidades remotas assistida por energia fotovoltaica e com operação centralizada via aplicativo a ser desenvolvido; (2) conversão das membranas recicladas em membranas fotocatalíticas a serem aplicadas para efetiva remoção de fármacos e agrotóxicos, (3) conversão das membranas recicladas em membranas hidrofóbicas para associação ao processo de destilação destinada à remoção de fármacos e metais e (4) análise do ciclo de vida de membranas recicladas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Miriam Fábia Alves

Ciências Humanas

Educação
  • políticas de militarização das escolas públicas brasileiras e seus desdobramentos na garantia do direito à educação e na formação da juventude
  • A pesquisa objetiva investigar as políticas de militarização das escolas públicas, em curso no Brasil, seus desdobramentos na garantia do direito à educação e na formação dos estudantes, sobretudo da juventude. Propõe-se a realizar mapeamentos e análises dos processos de militarização da escola pública, iniciada no final dos anos de 1990 e que foram expandidos de forma acelerada, sobretudo a partir de 2019, após Jair Bolsonaro assumir a Presidência da República. Procura compreender em que medida o processo de expansão da militarização das escolas públicas no país tem respaldo no contexto de avanço neoconservador e neoliberal, ao primar pela organização da escola a partir da lógica hierarquizada e disciplina militar e quais os desdobramentos na formação da juventude. Em que pese ganhar relevância nos discursos e práticas de muitas lideranças governamentais, as matérias veiculadas nos principais jornais do país, vem mostrando que a militarização vem acompanhada de denúncias de práticas inadequadas dos profissionais da área de segurança pública que passam a atuar nas escolas militarizadas. Para compreender o fenômeno é fundamental analisar leis, decretos e portarias que militarizam as escolas públicas, assim como os fundamentos dos processos de tramitação e debate nas assembleias legislativas e câmaras municipais, diálogo com os atores e agentes do processo educativo, buscando compreender se há uma interface entre militarização das escolas públicas, a privatização da educação, a negação do direito à educação e de princípios constitucionais, como a igualdade de acesso e permanência e o avanço neoliberal e neoconservador. A pesquisa também apresenta potencial inovador ao desenvolvimento científico ao aportar novos conhecimentos ao tema das políticas educacionais, na perspectiva do direito à educação e formação da juventude.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Miriam Maria de Resende

Engenharias

Engenharia Química
  • estudos de biorremoção e remoção sequencial por eletrodiálise de metais tóxicos e produção de membranas catiônicas e aniônicas no tratamento de águas contaminadas
  • Em função da escassez de água a necessidade de sua reutilização aumenta e torna-se obrigatório a remoção dos metais tóxicos, uma vez que por serem cumulativos causam problemas, como lesões no cérebro e alterações nos rins e muitos deles são cancerígenos. A necessidade de desenvolver métodos de tratamento dos efluentes que contemplem a preservação do meio ambiente, bem como a redução dos desperdícios acarretados pelo tratamento, tanto dos produtos químicos utilizados quanto do material constituinte do efluente tem estimulado o desenvolvimento de tecnologias mais avançadas. Entre estas técnicas a biorremoção e a eletrodiálise vem ganhando destaque. A eletrodiálise é uma técnica de separação que utiliza membranas íon-seletivas frente a cátions e ânions, sendo capaz de transformar uma solução concentrada em eletrólitos em duas outras soluções, uma mais concentrada e uma mais diluída que a original. Os excelentes resultados em trabalhos de biorremoção de cromo hexavalente utilizando culturas mistas e também por células de eletrodiálise, em processos separados obtidos pela coordenadora deste projeto é um indicativo de relevância de que a remoção de metais tóxicos por biorremoção como um pré-tratamento e a técnica de eletrodiálise de efluentes aquosos industriais é promissora, eficiente e econômica. Neste contexto, e diante da realidade atual de escassez de água, este projeto apresenta como proposta a encontrar na aplicação dos processos propostos os parâmetros de características do efluente tratado os níveis requeridos pela legislação, em carga orgânica e de concentração de metais tóxicos do ponto de vista ambiental em conjunto com a necessidade constante de realização de atividades mitigadoras da poluição ambiental, bem como avaliar a recuperação do metal. Assim propõe-se a realização de remoção biológica de metais tóxicos seguido pelo processo de eletrodiálise com avaliação da produção de membranas aniônicas.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Miriam Pillar Grossi

Ciências Humanas

Antropologia
  • políticas e experiências de equidade, formação e inclusão : uma etnografia sobre práticas de gestão, ensino, orientação e extensão em universidades públicas brasileiras
  • 1. O tema global desta proposta é estudar o impacto da produção antropológica brasileira, das áreas de gênero e relações etnico-raciais, na implantação de políticas de equidade, inclusão e enfrentamento às violências em universidades brasileiras, nas duas ultimas décadas. 2. Os objetivos específicos desta proposta são: a)Mapear as políticas institucionais de equidade, inclusão e diversidades em IES de 4 regiões do Brasil; b)Identificar ações inovadoras de gestão e implantação de políticas de ações afirmativas para estudantes e docentes negras/os,indígenas, trans e com deficiência; c)Fazer levantamento de projetos de gestão, extensão e formação sobre práticas de equidade e enfrentamento à violências no espaço universitário; d) Localizar o impacto da produção teórica antropológica nas políticas implantadas; e) Identificar as relações entre expansão regional/interiorização das universidades nos processos de ampliação da inclusão e referências à diversidade. 3.Uma das particularidades da história da antropologia brasileira, desde sua institucionalização enquanto campo científico na segunda metade do século XX, é seu engajamento com as populações e grupos que estuda. Nossa proposta de pesquisa, visa estudar este engajamento da antropologia enquanto disciplina e campo de conhecimento, com foco em políticas e experiências desenvolvidas em universidades públicas brasileiras. 4. A principal questão que será estudada é o impacto da implantação de politicas de equidade, inclusão e enfrentamento à violências em universidades públicas brasileiras, sob uma perspectiva de gênero e diversidades etnico-raciais. 5. O projeto será desenvolvido por pesquisadoras/es da REDE NIGS, vinculadas/os à Instituições Públicas do Ensino Superior das regiões Norte (UNIR e UFAM), Nordeste (UFBA e UFRN), Centro-Oeste (UFG e UNEMAT) e Sul (UFSC). 6.A metodologia será de cunho etnográfico. Trabalharemos com instrumentos unificados de levantamento de dados, observação, entrevistas e grupos focais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 05/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Miriam Struchiner

Ciências Humanas

Educação
  • escolarização aberta com tecnologias digitais: aproximando currículo, escola e sociedade
  • O tema desta pesquisa são as contribuições de iniciativas que aproximem escola e sociedade e promovam a permanência de alunos na Educação Básica. Envolve o fortalecimento da cultura digital e científica na escola a partir da perspectiva da Escolarização Aberta (EA). EA integra aprendizagens formal e não formal, dando voz a alunos e professores por meio de projetos autênticos com cientistas e membros da comunidade, articulando questões sociocientíficas e currículo. Segundo o IBGE, o segundo motivo do abandono escolar em 2019 foi o desinteresse no estudo. Essa situação foi agravada pela pandemia, tornando o retorno dos jovens à escola uma incerteza na pós-pandemia. São necessárias pesquisas que contribuam para aproximar a escola da sociedade e que despertem o interesse dos alunos em continuar os estudos. As questões da pesquisa são: Qual a contribuição de iniciativas com tecnologias digitais na perspectiva da EA para aumentar o engajamento e a permanência escolar dos alunos? Quais os desafios e necessidades de formação de professores para que as escolas incorporem essas iniciativas nas práticas curriculares de forma sustentável e criativa? Estudos apontam que quando é dado protagonismo e voz aos estudantes, trabalhando temas relacionados ao cotidiano, há aumento de autoestima e engajamento, tornando as disciplinas mais significativas e contribuindo para diminuir a evasão. Sabe-se ainda que o professor é peça-chave para essas mudanças e para tal, serão desenvolvidas ações formativas com foco na cultura digital, na Pesquisa e Inovação Responsáveis e Escolarização Aberta. Por meio da parceria entre professores, alunos, pesquisadores e a comunidade escolar serão desenvolvidos e analisados projetos com tecnologias digitais que estimulem a pesquisa e discussão de temáticas científicas, sociais, políticas, tecnológicas e ecológicas e desenvolvam letramentos digitais e científicos em diferentes contextos (Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Bahia e Ceará).
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mirian Alves de Souza

Ciências Humanas

Antropologia
  • da viagem de d. pedro ii aos brasileiros-palestinos: fluxos transnacionais, migrações e redes de pertencimento entre o brasil e a palestina
  • Esta proposta de pesquisa visa mapear, coletar materiais em acervos documentais pessoais e públicos, realizar entrevistas e trabalhos etnograficos que permitam compreender as dinâmicas da imigração palestina ao Brasil e de retornados à Palestina, de modo a avançar o conhecimento dos fluxos que ligaram e ainda ligam o Brasil e Palestina. Será traçado um arco espaço-temporal das viagens de D. Pedro II ao “oriente”, seus contatos e relações estabelecidas nessa viagem, relacionando o fluxo e refluxo migratório nas décadas e séculos seguintes, conectando Brasil-Palestina. O refluxo de palestinos e de brasileiros-palestinos, configura-se um novo capítulo dessa história, qua parte da viagem do imperador ao que hoje compreende o Oriente Médio, em 1876, que possivelmente inscreveu o Brasil no imaginário da emigração, uma vez que o monarca apresentava a imagem de um Brasil moderno e aberto aos emigrantes. A imigração palestina ao Brasil, faz parte de um fenômeno mais amplo da imigração árabe para o país, sendo necessário um entendimento maior das dinâmicas sociais das relações transnacionais entre Brasil e Palestina, o movimento de pessoas, saberes, instituições e seus projetos políticos ideológicos. Para compreender os fluxos de pessoas, de saberes e tradições, de sentidos e comportamentos que definem a imigração palestina para o Brasil, quanto o “retorno” à Palestina, é preciso analisar as condições, contextos sociais e históricos e imaginários que produzem esses movimentos. Pesquisadores apontam para as relações entre o Império Otomano e o Império brasileiro, que coincidem temporalmente com o início das migrações árabes para o Brasil, sinalizando uma possível relação extraoficial entre D Pedro II e comunidades cristãs palestinas. A pesquisa utilizará uma variedade de metodologias que permitam dar conta da proposta, como trabalho etnográfico em Instituições no Brasil e na Palestina, combinados com pesquisa em arquivos em distintos países ligados ao tema.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Mírian Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • framework para implementação de práticas para aumentar o compartilhamento e retenção de conhecimento e redução da ocultação de conhecimento em escolas
  • O compartilhamento do conhecimento (CC) é um processo relevante para obtenção de inovação. O CC é realizado voluntariamente, em função de várias motivações como a reciprocidade, o encorajamento dos superiores, entre outras. As práticas para estimular o CC podem considerar o exemplo das chefias, reuniões virtuais, etc., o que nem sempre garantem que o conhecimento fique na organização quando um funcionário se aposenta ou vai para outra organização. Poucas organizações estão obtendo sucesso no CC e na retenção do conhecimento (RC). Por isso, em relação ao CC e RC, um tópico que está emergindo é a ocultação do conhecimento (OC), que ocorre quando um indivíduo intencionalmente esconde o conhecimento. Considerando que a OC é um tipo de falta de CC ou RC, e que o CC e RC podem auxiliar a organização a reduzir retrabalho e aumentar a inovação, surge a necessidade de abordar os três conceitos em conjunto. O CC pode ser considerado um alicerce em ambientes educacionais. No entanto, poucas pesquisas sobre CC, RC e OC foram realizadas no contexto da gestão das escolas. As escolas possuem profissionais de diferentes áreas, que podem atuar em mais de uma escola, e que ao deixarem de trabalhar na escola podem levar consigo todo o conhecimento adquirido ao longo dos anos. Desta forma, o objetivo desta pesquisa é propor e avaliar um framework para implementação de práticas de CC e RC em escolas, considerando a redução da OC. O método de pesquisa Design Science Research será adotado, considerando que a pesquisa visa resolver um problema real e contribuir cientificamente para a gestão. Os artefatos serão desenvolvidos a partir da revisão sistemática de literatura, estudo de caso múltiplo e survey. Para a avaliação serão consideradas entrevistas com profissionais das escolas. A principal contribuição será o framework desenvolvido e avaliado no contexto das escolas, mas a pesquisa trará outras contribuições como as motivações para a OC, a relação entre o CC e a RT, entre outras.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mirian Rocho da Rosa Silveira

Ciências Humanas

História
  • i mostra ciênciação
  • O presente projeto propõe a execução de Mostra de Ciências, intitulada “I Mostra CiênciAção”, de abrangência municipal, envolvendo a rede de ensino da educação básica no município de Sombrio, estado de Santa Catarina. Objetiva, de maneira geral, contribuir na formação de cidadãos com maior consciência do papel das ciências no desenvolvimento tecnológico, econômico e social do país e capazes de buscar soluções científicas para questões de relevância contemporânea. Especificamente pretende-se: promover o desenvolvimento e a popularização da ciência, por meio do incentivo ao letramento científico e à indagação; identificar jovens estudantes que demonstrem interesse e potencial para a carreira científica; desmistificar o ensino das ciências e a produção científica e incentivar a participação de meninas na ciência; compartilhar saberes científicos; contribuir para as atividades docentes, propondo novas metodologias para o aprendizado das ciências; além de, divulgar as atividades das instituições de educação básica na comunidade local. O evento proposto caracteriza-se, principalmente: pela integração de toda a rede de educação básica do município (escolas públicas municipais, estaduais, federal e escola particular); por ter foco no aprendizado, na aplicação e na produção de ciência, nas suas várias áreas; por buscar a identificação de experiências exitosas; por colocar ênfase nas áreas da Matemática, das Ciências da Natureza e suas Tecnologias e das Ciência da Informação e Comunicação, porém, incluindo interdisciplinaridade apresentadas pelas demais áreas das ciências. Pretende-se promover o protagonismo, principalmente de meninas na ciência, por meio de uma sessão exclusiva de trabalhos apresentados por elas, conferindo o prêmio “GURIAS CIENTISTAS”, para o destaque da categoria. Em linhas gerais, as atividades a serem desenvolvidas na Mostra inscrevem-se dentro de dois eixos principais: a apresentação de trabalhos submetidos e selecionados para o evento; a oferta de minicursos, oficinas e palestras, visando à abordagem de temas científicos. O Instituto Federal Catarinense Campus Avançado Sombrio, proponente do projeto, é uma instituição de ensino que promove pesquisa científica, numa perspectiva de indissociabilidade do tripé ensino, pesquisa e extensão. Entretanto, apesar de ter algumas experiências em eventos desta natureza, seja como participante ou como organizador, o campus não dispõe ainda, de um evento próprio. Que agregue todas as experiências desenvolvidas em articulação com as escolas da educação básica do município de Sombrio e com comunidade local, dificultando a socialização dos trabalhos e o intercâmbio de ideias. Essa aproximação do IFC-CAS, com as escolas da rede de educação básica, possibilitará difundir conhecimento para uma inclusão produtiva e social, que melhore a qualidade de vida dos estudantes e permita um melhor exercício da cidadania. O projeto será conduzido por um grupo de trabalho, a ser designado por meio da emissão de portaria do campus e que ficará responsável pela condução do projeto, organização e execução da Mostra. Sendo que a instituição proponente buscará manter e/ou estabelecer parcerias com os governos locais, bem como com outras instituições de ensino, pesquisa e extensão. Como estratégias de capacitação e orientação para professores o projeto buscará o incentivo às atividades interdisciplinares, de caráter científico e de inovação, por meio da oferta, ao longo do ano, de palestras e oficinas direcionadas à capacitação de docentes da rede de educação básica, com intuito de incentivar trabalhos dessa natureza. A Mostra promoverá a apresentação de trabalhos e premiará o trabalho destaque nas categorias: tecnologias assistivas, empreendedorismo, tecnologias sociais e livre, além de premiar o trabalho destaque da sessão “GURIAS CIENTISTAS’; além da oferta de palestras, oficinas e minicursos. Contudo, espera-se portanto, que a “I Mostra CiênciAção” tenha, como principais resultados, a integração das escolas em torno do estudo das Ciências e a oportunidade de todos os estudantes da educação básica de Sombrio (SC) acessarem as experiências apresentadas no evento.
  • Instituto Federal Catarinense - SC - Brasil
  • 12/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Mirian Rocho da Rosa Silveira

Outra

Multidisciplinar
  • ii cienciação
  • O Instituto Federal Catarinense Campus Avançado Sombrio, em 2021, realizará a I Mostra CiênciAção, com fomento do CNPq, e que agregará experiências desenvolvidas em articulação com as escolas da educação básica do município de Sombrio e com comunidade local. Essa aproximação, do campus com as escolas, possibilitará difundir conhecimento para uma inclusão produtiva e social, que melhore a qualidade de vida dos estudantes e permita um melhor exercício da cidadania. Neste contexto, o presente projeto propõe a realização da “II CienciAção” - II Mostra Científica e I Feira Interdisciplinar, com vistas à promoção do desenvolvimento científico e contribuição da popularização da ciência na educação básica (do ensino infantil ao ensino médio), de abrangência municipal, no âmbito do município de Sombrio/SC e municípios convidados da região da AMESC. O evento proposto objetiva, de maneira geral, contribuir para a divulgação e popularização do conhecimento científico envolvendo diversas disciplinas do currículo da educação básica. Destaca-se, também, o intuito de favorecer o desenvolvimento da percepção social do papel da ciência para o desenvolvimento humano e sustentável no âmbito da rede municipal de ensino de Sombrio (SC). Esta segunda edição, na modalidade presencial, basear-se-á na apresentação de trabalhos e na oferta de minicursos, oficinas e palestras. Espera-se que, a constância de um evento anual desta natureza, com novas edições, contribua para o fortalecimento e manutenção da integração das escolas municipais em torno da alfabetização científica sobretudo para o desenvolvimento da cultura de divulgação como oportunidade para todos os estudantes da rede local. Dessa forma, a “II CiênciAção” busca, essencialmente, fomentar e fortalecer a integração de toda a rede de educação básica do município promovendo o diálogo, a aproximação e a troca de experiências entre as diversas instituições.
  • Instituto Federal Catarinense - SC - Brasil
  • 05/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Mirna Lúcia Gigante

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • aspectos tecnológicos, sensoriais e nutricionais de produtos lácteos desenvolvidos com incorporação de proteínas de origem vegetal
  • Embora o leite e os produtos lácteos sejam alimentos reconhecidos por sua qualidade nutricional em todas as etapas da vida, a substituição parcial de proteína animal por proteína vegetal em produtos formulados pode levar à importante redução dos impactos ao meio ambiente associados ao alto consumo de proteína animal. No entanto, essa substituição em produtos lácteos, cujas estrutura e funcionalidade são governadas pelas proteínas, é um desafio, pois suas características sensoriais e nutricionais podem ser afetadas, diminuindo a sua aceitabilidade por parte dos consumidores, especialmente os flexitarianos. O objetivo deste projeto é a substituição parcial de proteínas lácteas por proteínas vegetais na fabricação de iogurte e de queijos obtidos por coagulação ácida (cream cheese e requeijão), para obtenção de produtos híbridos sensorial e nutricionalmente adequados, com potencial para rápida implementação na indústria láctea. Os impactos da substituição parcial de proteínas lácteas por proteínas vegetais serão avaliados com base nos aspectos tecnológicos, sensoriais e nutricionais. Serão avaliados perfil de fermentação, interações proteicas, características físico-químicas (composição centesimal, pH e acidez), tecnológicas (textura, reologia, capacidade de retenção de água, sinérese e microestrutura) e aspectos sensoriais (Perfil Flash, Check-all-that-apply e teste de aceitação). Para avaliação do aspecto nutricional dos produtos híbridos em relação aos controles, os produtos serão avaliados quanto ao perfil de aminoácidos e serão submetidos à estudo in vitro de simulação da digestão gastrointestinal para avaliação da bioacessibilidade de peptídeos e minerais e determinação dos potenciais anti-hipertensivo e antioxidante através de métodos in vitro. A estratégia metodológica proposta permitirá compreender o efeito da substituição parcial de proteínas lácteas por proteínas vegetais na estrutura, estabilidade, aspectos sensoriais e nutricionais desses produtos lácteos.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Mísia Lins Reesink

Ciências Humanas

Antropologia
  • “des-cobrindo” o brasil: “noção de pessoa”, vida-morte, religião-política e desigualdade no espaço escolar confessional e não confessional das camadas médias brasileiras
  • Este projeto objetiva refletir etnograficamente sobre os processos de (re)produção da desigualdade, exclusão e banalização da vida e da morte de determinados grupos e categorias de pessoas, tomando o espaço escolar privado de camadas médias brasileiras como o locus privilegiado para a realização da análise. Considera-se que as escolas são, por excelência, espaços importantes na constituição das disposições culturais, “noção de pessoa” e dos diferentes modos de concepção de sociedade e do “outro” como igual ou diferente. Como já observado por outros pesquisadores, faz-se necessária a ampliação da realização de pesquisas etnográficas sobre as camadas altas brasileiras, em especial nos seus espaços de formação (como escolas) para se ter um conhecimento antropológico de (re)produção das distinções sociais. Dessa forma, contribuir para a elaboração de políticas públicas para efetivação dos direitos humanos na sociedade brasileira. A questão central é: como nesta sociedade são (re)produzidas e (cosmologicamente) justificadas, em especial, nas e a partir das camadas médias, as estruturas de desigualdade, exclusão e banalização da vida e da morte? Pressupõe-se, assim, que isto ocorre através da construção de gradações hierarquizadas, em que uns seriam concebidos como naturalmente “cidadãos plenos”, e outros como naturalmente “menos cidadãos”. O recorte etnográfico será o espaço das escolas privadas de ensino médio (confessionais e não confessionais) do Recife, direcionado às camadas médias. A pesquisa adotará uma abordagem multidimensional, construindo módulos de análise: a) módulo matriz teórico-conceitual 1 – estruturado nos eixos temáticos: educação, política e religião; b) módulo matriz-teórico conceitual 2 –organizado nos eixos temáticos: noção de pessoa, vida-morte, poder-desigualdades. A metodologia adotada será o método etnográfico, auxiliado por levantamento de informações através da aplicação de questionários.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025