Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jacob Scharcanski

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • análise de imagens médicas baseada em fusão de dados multi-modais e modelos esparsos de múltiplas camadas
  • No contexto deste projeto, pretende-se desenvolver métodos baseados em representações esparsas e aprendizado profundo para a fusão de dados multi-modais, visando o reconhecimento de padrões em imagens médicas. Espera-se apresentar ao término do período de pesquisa um conjunto de técnicas inovadoras, que possam ser integradas em uma ferramenta de apoio ao diagnóstico médico baseado em imagens. Estas técnicas deverão permitir a fusão de dados médicos multi-modais de forma adaptativa as modalidades médicas abordadas e suas especificidades, visando auxiliar no processo de avaliação e prevenção de doenças em ambiente médico, tal como em hospitais e clínicas. Ao longo deste projeto, alunos de pós-graduação serão treinados nas áreas propostas, e pesquisadores de diferentes Instituições dentro e fora do Brasil terão a oportunidade de interagir e colaborar nos temas do projeto proposto, conferindo um caráter multidisciplinar e interinstitucional ao trabalho a ser desenvolvido.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacqueline Araújo Fiuza

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • utilização de proteínas quiméricas expressas em parasitos duplo atenuados leishmania donovani (ldcen-/-mif-/-) como vacina contra a leishmaniose visceral
  • A leishmaniose visceral (LV) é causada pelos parasitos do complexo Leishmania, levando à morte de 20.000 a 40.000 pessoas, em 56 países afetados. Até os dias atuais, não há uma única vacina candidata para prevenir a infecção por LV humana, e o tratamento depende apenas de opções quimioterapêuticas dispensiosas e/ou tóxicas. Sendo assim, existe uma necessidade urgente de desenvolver outras medidas de controle contra a LV para deter seu avanço, como o desenvolvimento de vacinas. Nesse sentido, por diversos anos, nosso grupo estuda um parasito vivo de Leishmania atenuado para o gene Centrina1 como candidato vacinal. A ausência do gene Centrina1 impede o crescimento das formas amastigotas. A utilização deste parasito como vacina induz proteção em camundongos, hamsters e cães contra LV. Recentemente uma segunda deleção do gene ortólogo do fator de inibição de migração de macrófagos (MIF) foi associada ao parasito atenuado para Centrina1 com a finalidade de induzir uma resposta de longa duração. Além disso, o uso de quimeras proteicas permite direcionar a resposta para epítopos e antígenos mais promissores à proteção, utilizando o parasito atenuado como adjuvante para potencializar a resposta. No presente trabalho, propomos desenhar e expressar proteínas quiméricas na superfície de parasitos atenuados Leishmania donovani (LdCen-/-MIF/-) para avaliar a eficiência vacinal em modelos experimentais contra a leishmaniose visceral. Para isso, as sequências de proteínas foram selecionadas utilizando ferramentas da bioinformática, e então serão sintetizadas, expressas e purificadas comercialmente. Serão, então, realizados testes de reconhecimento por soro de animais infectados (Western Blot) e células (proliferação celular), e expressão das proteínas nos parasitos atenuados. Animais serão imunizados e a produção de anticorpos específicos (ELISA) e óxido nítrico serão avaliados (reação de Griess). Os resultados obtidos nos permitirão selecionar das quimeras as proteínas candidatas, e assim possivelmente aumentar a proteção e imunidade em longo prazo da vacina contra leishmaniose visceral, abrindo um novo caminho para a prevenção e tratamento de doenças parasitárias.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacqueline de Souza

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • promoção da saúde mental: efeitos em indicadores psicossociais e no uso de álcool entre estudantes de enfermagem
  • Introdução: O ingresso no ensino superior é marcado por inúmeros desafios de ordem afetiva, cognitiva e social, mas se configura também em importante propiciador de experiências úteis tanto para o desenvolvimento pessoal quanto para a formação profissional. Além disso, a transição para o ensino superior é marcada por outros desafios como contato com conteúdos novos, mais complexos, ambiente mais competitivo e exigente; estes fatores podem culminar em sensações de falta de controle e maior estresse entre os estudantes do primeiro ano da graduação Objetivo: Analisar o efeito de um programa de promoção da saúde mental realizado por enfermeiras junto aos graduandos de enfermagem de uma universidade pública do interior do estado de São Paulo. Método: Estudo clínico randomizado a ser desenvolvido com alunos dos anos iniciais dos cursos de graduação em enfermagem de uma universidade pública do interior do estado de São Paulo. Os alunos serão convidados e os que aceitarem participar serão sorteados para alocação no grupo intervenção ou no grupo controle. Num primeiro momento será entregue um envelope aos participantes da pesquisa contendo o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e quatro instrumentos (Questionário sociodemográfico, AUDIT, Questionário de Suporte Social e a Escala de Auto Eficácia na Formação Superior). O segundo momento refere-se à intervenção que será realizada em três encontros. A cada encontro uma nova habilidade social será trabalhada, as intervenções serão previamente planejadas técnicas cognitivo-comportamental e serão validadas com profissionais experientes na área. O grupo controle receberá apenas um folder sobre as consequências do uso do álcool. A terceira etapa compreende a reaplicação, após a intervenção, das escalas adotadas no intuito de identificar quais possíveis variações nos desfechos estudados. O pós-teste será aplicado imediatamente após a intervenção, após três meses e após seis meses. Entende-se que tal programa poderá melhorar a autoeficácia, o desempenho acadêmico, o apoio social e direta ou indiretamente contribuir para a redução do uso de álcool nessa população, além disso que tal estratégia seja útil ao enfermeiro para o uso em outros contextos de ensino.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacqueline Isaura Alvarez Leite

Ciências da Saúde

Nutrição
  • avaliação do impacto de polimorfismos em genes obesogênicos no perfil antropométrico e inflamatório das parturientes e suas possíveis repercussões no recém-nascidos.
  • Introdução: O estado nutricional da mãe, incluindo a obesidade, contribuem para as características metabólicas da criança, desde o nascimento até fases mais tardias da vida. Fatores ambientais maternos como dieta, atividade física, exposição a agentes ambientais determinam características como peso corporal, ganho de peso à gestação e perfil inflamatório. Por outro lado, fatores genéticos como exemplo dos polimorfismos em genes obesogênicos como FTO (rs9939609), MC4R (rs17782313) e UCP-2 (rs659366) interagem com o ambiente, influenciando o peso e adiposidade corporal. O efeito dos genes obesogênicos parece ser dependente do tipo de dieta do indivíduo. Tem sido descrito que a presença de alelo de risco para genes obesogênicos (como o FTO) estão ligados a adiposidade apenas em tipos específicos de dietas e que a magnitude da perda de peso em tais indivíduos depende da composição da dieta adotada. O estudo de genes obesogênicos em recém-nascidos, por sua vez, pode ser importante para observar a real contribuição desses genes na composição corporal, uma vez que eles estiveram expostos, até aquele momento, apenas a fatores intrínsecos à mãe e à sua própria carga genética. Assim, a análise do perfil metabólico e genético maternos e do recém-nascido contribuirá para o entendimento da obesidade, contribuindo para a caracterização de grupos de risco e, consequentemente, sua prevenção desde o início da vida. Objetivos: Avaliar o impacto de polimorfismos em genes obesogênicos como o FTO (rs9939609), MC4R (rs17782313) e UCP-2 (rs659366) no que diz respeito ao perfil antropométrico e inflamatório das parturientes e suas possíveis repercussões nas condições fetais metabólicas e antropométricas no momento do nascimento. É também objetivo observar se os polimorfismos dos genes obesogênicos estudados, por si só, e livre das interferência ambientais (como no caso do recém nascido) pode determinar ou influenciar o peso e comprimento do neonato, assim como suas condições ao nascimento (Apgar). Delineamento experimental: O estudo envolverá 200 gestantes e 200 recém-nascidos, em condições de gestação e parto sem complicações. Serão feitas coletas de sangue periférico, fragmento do tecido adiposo (coletado nos casos de cesariana), fragmento do tecido placentário, do cordão umbilical e sangues da veia e das artérias umbilicais, Serão também coletadas amostras da mucosa oral do recém-nascido (swab bucal). Serão coletadas informações no prontuário de idade, altura, peso pré-gestacional, peso ao final da 38ª semana e ganho de peso gestacional total, intercorrências e uso de medicamentos assim como dados referentes ao recém-nascido: sexo, peso ao nascer, comprimento e índice de Apgar. O sangue periférico da veia e das artérias do cordão umbilical serão coletados para a análise dos polimorfismos maternos nos genes de FTO (rs9939609), MC4R (rs17782313) e UCP-2 (rs659366) pela técnica de PCR em Tempo Real (qPCR) e de adipocinas (leptina, adiponectina, resistina, visfatina, grelina, TNF, IL-6, IL-1, IFN-γ, IL-10 e TGF-β) e insulina e cortisol por quimioimunoinsaio. As amostras do tecido placentário e do cordão umbilical serão obtidas para análise imunohistoquímica. Fragmentos do tecido adiposo subcutâneo abdominal materno serão acondicionados para análises de adipocinas por (RT-qPCR) e imunofluorescencia. A genotipagem do neonato será realizada para os mesmos SNPs pela técnica qPCR. Análise estatística: O teste de Kolmogorov-Smirnov será utilizado para verificar a distribuição normal dos resultados. Para detecção de outliers, serão utilizados o teste de Grubbs (amostras que seguirão a normalidade) ou o teste Box-Plot (amostras não normais). Para avaliar diferenças entre os grupos será feito teste t ou Mann-Whitey para amostras com distribuição normal ou não normal, respectivamente. Para dados não paramétricos serão usados teste de Fisher ou Qui-quadrado. O coeficiente de correlação será calculado, sendo fraca quando entre 0.00 a 0,39; moderada quando entre 0,40 a 0,69 e forte quando acima de 0,70. Um nível de significância de 5% será estabelecido.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacqueline Leta

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • comunicação científica brasileira: mapeando fatores que contribuem para a escolha de periódicos de acesso aberto
  • Ao longo dos últimos séculos, os periódicos passaram a ocupar um papel central na difusão do conhecimento científico. Nos anos de 1970, o periódico ganha um novo formato, o eletrônico, e, duas décadas depois, surge o movimento de Open Access, que não apenas reforça este novo formato, mas, sobretudo, passa a ser uma alternativa real aos periódicos impressos, cujo acesso se configurava como restrito e custoso. Os anos iniciais da década de 1990 houve uma explosão destes periódicos, mas, mais recentemente, a despeito do cenário positivo dos periódicos de acesso aberto, estudos mostram a ainda baixa adesão da comunidade científica a eles, seja por desconhecimento, seja pela percepção de que este formato tem pouca qualidade e credibilidade. Partindo deste cenário e também do fato de a produção cientifica brasileira ter crescido significativamente nas últimas décadas, o presente estudo parte da seguinte questão de pesquisa: A comunidade científica brasileira vem aderindo ao formato de periódicos de Acesso Aberto? Quais fatores se relacionam com a escolha do tipo de periódico (de acesso aberto ou acesso restrito) onde os pesquisadores publicam? Desta forma, este projeto tem como objetivo principal identificar o nível de adesão da comunidade de pesquisadores brasileiros ao projeto de acesso aberto, buscando levantar o perfil pessoal, acadêmico e institucional daqueles que mostram maior e menor adesão.. O campo de pesquisa a Ciência Brasileira e a população de estudo são pesquisadores brasileiros, com doutorado. As fontes de informação são a Plataforma Lattes, o Caderno de Indicadores da Capes, a base de dados WebOfScience e o Directory of Open Access Journals. O projeto, de abordagem quantitativa, está dividido em cinco etapas principais. Com a conclusão do estudo, espera-se que o mapeamento proposto aqui possa trazer luz o perfil e a adesão dos pesquisadores brasileiros para publicar neste formato. Particularmente, chama atenção o caráter inovador dessa proposta já que, para nosso conhecimento, não existe trabalho semelhante já realizado ou em curso.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacqueline Veneroso Alves da Cunha

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • processo de evasão de estudantes dos cursos de pós-graduação stricto sensu em ciências contábeis no brasil
  • O abandono de estudantes é um fenômeno que atinge todos os níveis de formação do indivíduo. O ato de um estudante evadir-se é de difícil entendimento, em decorrência da complexidade e das múltiplas dimensões envolvidas em suas diferentes manifestações motivadoras. Apesar de comum, a evasão de estudantes é pouco discutida, principalmente no âmbito da pós-graduação stricto sensu. No entanto, aparentemente, faz parte de uma rotina nesses ambientes. Na pós-graduação stricto sensu em Contabilidade, as causas desse fenômeno não são conhecidas. Assim, esta proposta de pesquisa objetiva buscar evidências que permitam analisar o processo de evasão de estudantes dos cursos de Pós-Graduação stricto sensu em Ciências Contábeis no Brasil, à luz das teorias de Tinto (1975, 1993, 1997), Spady (1970, 1971), Bean (1980), Bean e Metzner (1985), Pascarella e Terenzini (1980), Astin (1985), Cabrera, Castaneda, Nora e Hengstler (1992), Mackinnon-Slaney (1994). A proposta metodológica a ser utilizada classifica-se como descritiva e explicativa com abordagem do problema envolvendo aspectos qualitativos e quantitativos. Será utilizado um questionário como instrumento de coleta de dados aplicado aos estudantes regularmente matriculados nos cursos de mestrado e doutorado em Ciências Contábeis no Brasil, cadastrados junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no ano de 2017, e nos alunos evadidos no período compreendido entre os anos de 2014 e 2017, também cadastrados na Capes. Os questionários respondidos serão analisados por meio de estatística descritiva e modelo de regressão logística binária. Será criado, ainda, um índice de propensão à evasão utilizando as razões de abandono, previamente identificadas na literatura. Adicionalmente, serão realizadas entrevistas em profundidade com alguns dos estudantes evadidos com o intuito de identifica as peculiaridades e especificidades próprias do processo de evasão da área nesse nível de estudo.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacques Hubert Charles Delabie

Ciências Biológicas

Ecologia
  • as formigas e outros invertebrados da serrapilheira como indicadores dos possíveis efeitos do uso de herbicidas a base de glifosato sobre a manutenção da biodiversidade em cacauais do sul da bahia
  • Os herbicidas à base de glifosato passaram a ser os mais utilizados no mundo. Apesar de ser um dos produtos fitossanitários mais controvertidos da atualidade, uma das razões de seu sucesso é o largo espectro de atividade demonstrada por esse herbicida, o que simplifica o controle das ervas daninhas com o uso de um único produto e de uma rápida aplicação. Outro ponto que favorece a utilização em grande escala, é seu amparo em estudos que sugerem que o seu efeito tóxico ou deletério para grupos não alvos é pequeno, e de ser visto como pouco prejudicial ao meio ambiente. Embora sejam raramente percebidos como uma ameaça para organismos não alvos, o impacto deletério de herbicidas já foi estudado e em alguns grupos de invertebrados, efeitos negativos foram apontados. Alguns estudos indicam que a aplicação de herbicidas influenciam mudanças na dinâmica de populações de artrópodes por meio de alterações na estrutura da vegetação. Artrópodes que vivem no solo e na serrapilheira são, sem dúvida, entre os organismos mais suscetíveis a potenciais impactos do herbicida, pois estão intimamente associados ao substrato onde se acumulam os resíduos da aplicação. Segundo diversas fontes, o glifosato seria relativamente inócuo para a microbiota e a mesofauna dos solos temperados e tropicais. No entanto, ainda existem muitas dúvidas a esse respeito (inclusive porque existem numerosas dúvidas sobre a independência das pesquisas realizadas antes da comercialização do produto e da indústria interessada). Assim, o herbicida e suas numerosas formulações têm sido objetos de diversos questionamentos recentes no mundo todo por sua possível toxicidade a longo prazo e seu impacto sobre a fauna fossorial e os agentes polinizadores, entre outros. Já esporadicamente utilizado em cacauais de grande e médio portes da região sul da Bahia, assim como em outros tipos de agricultura regional, o glifosato não foi objeto de nenhum questionamento ao nível dos órgãos de pesquisas regionais até o momento. No entanto, hoje em dia, observa-se uma forte diminuição visual (em relação aos últimos 30 anos) da diversidade e abundância de Formicidae e de outros invertebrados da serapilheira em muitas fazendas de cacaueiros da região. Não pode ser excluído o impacto de diversos outros fatores sobre a manutenção dessa biodiversidade, mas o uso relativamente recente de herbicidas do grupo do glifosato na região faz com que este possa ser considerado como um responsável potencial sério dos problemas encontrados na conservação da biota regional. Nossa proposta visa a testar essa questão focalizando a família Formicidae, mas também outros grupos de invertebrados comuns tais como colêmbolas e ácaros.
  • Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacques Raymond Daniel Lépine

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • receptores supercondutores em terahertz para radioastronomia no solo e no espaço
  • Pretendemos estabelecer uma colaboração entre Brasil, Rússia, Africa do Sul e China para desenvolver a tecnologia para construção de receptores de muito alta frequência (sub-Terahertz). Trata-se de tecnologia pouco desenvolvida no Brasil, apesar de inúmeras aplicações futuras (medicina, comunicações, segurança, sensoriamento remoto, etc). Num caso com objetivo bem definido e metas claras, estaremos contribuindo para esse desenvolvimento. Será desenvolvido um receptor de frequência 270 GHz, baseado num misturador constituído de disposistivo SIS (semi-condutor-isolante-semicondutor) construído na Russia. Esse é o dispositivo chave, sem o qual é impossível construir um receptor. O restante do receptor, com oscilador local e todos os estágios de criogenia, será desenvolvido na Holanda, num laboratório com o qual os proponentes do BRICS tem forte interação. A principal contribuição do Brasil será oferecer o radiotelescópio LLAMA (4800 m de altitude) para as observações radioastronômicas, objetivo final deste receptor. Observações nestas frequências só podem ser realizadas em locais muito altos ou no espaço. A parte brasileira participará de etapas importantes do desenvolvimento do receptor. A Africa do Sul e China contribuirão principalmente para o desenvolvimento das etapas de Frequencia Intermediarias.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Jacy Perissinoto

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • comunicação social e padrões de comportamento de crianças com transtorno do espectro autista pelo modelo de avaliação scerts tm
  • Objetivo: Investigar modificações nos padrões de comunicação social, regulação emocional e suporte transacional com a finalidade de identificar componentes do modelo de avaliação SCERTS TM preditivos da evolução da competência comunicativa de crianças no Transtorno do Espectro Autista (TEA) dos 18 aos 30 meses. Metodologia: Estudo longitudinal em que participarão 40 crianças na faixa etária de 18 a 30 meses de idade, de ambos os gêneros, encaminhadas pela rede pública de saúde, com pontuação acima de 7 pontos na M-CHAT (Modified Checklist for Autism in Toddlers) que serão avaliadas no Núcleo de Investigação Fonoaudiológica da Linguagem da Criança e Adolescente no Transtorno do Espectro Autista – NIFLINC-TEA do Departamento de Fonoaudiologia, e no Ambulatório de Cognição Social “Prof. Dr. Marcos Mercadante” – TEAMM do Departamento de Psiquiatria, ambos da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Todos os pais ou responsáveis estarão cientes dos procedimentos metodológicos do estudo e assinarão o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Serão realizadas três avaliações durante um ano de acompanhamento, com avaliações fonoaudiológicas nos domínios modelo SCERTS TM, cognitiva e adaptativa em três momentos. As mães responderão a protocolos referente a fatores sócio demográficos e de sobrecarga parental. Ao final da avaliação inicial(T1) as crianças e suas famílias serão acompanhadas ao longo de dozes meses em intervenção terapêutica multidisciplinar indireta, ou seja, as famílias receberão orientações para estimulação da comunicação e interação social e as crianças serão reavaliadas em dois momentos: após seis meses (T2) e ao final de doze meses (T3), com parte dos instrumentos da avaliação inicial e os pais serão entrevistados novamente para análise em seus perfis de funcionamento após um ano. Inicialmente, serão realizadas análises descritivas de todas as variáveis de interesse do estudo. Quando as variáveis forem nominais ou ordinais, as frequências de resposta em cada categoria das variáveis serão apresentadas. Quando as variáveis forem numéricas, serão apresentadas medidas de tendência central e de dispersão. Quando essas medidas forem categóricas, as comparações serão feitas por meio de tabelas cruzadas. Nesses casos, testes de Chi-quadrado ou Exato de Fisher serão utilizados para aferição da significância estatística das diferenças observadas. Quando as variáveis forem numéricas, as comparações serão feitas por meio do Teste-T de Student. Nesses casos, testes de aferição de normalidade e de medidas de assimetria serão executados para determinar os testes estatísticos apropriados para aferição da significância estatística das diferenças. Caso os escores não apresentem distribuição normal, os valores de p serão corrigidos por meio do teste Mann Whitney Wilcoxon. Resultados: A partir da análise dos componentes dos domínios de comunicação social, regulação emocional e suporte transacional do SCERTS TM acreditamos que será possível predizer o desenvolvimento de crianças no Transtorno do Espectro Autista (TEA); identificar padrões e relaciona-los com os aspectos cognitivos e adaptativos; e contribuir com evidências para planejamento terapêutico que possa ser implementado em serviços de assistência às crianças com TEA e à sua família.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jacyra Andrade Mota

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • projeto atlas linguístico do brasil
  • O Projeto Atlas Linguístico do Brasil (Projeto ALiB), na sua essência um projeto linguístico, busca documentar, descrever e interpretar a realidade do português brasileiro. Integram o Projeto ALiB um conjunto de instituições brasileiras, articuladas mediante convênio que entre si firmaram a Universidade Federal da Bahia, a Universidade Federal do Ceará, a Fundação Universidade do Rio Grande do Norte, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a Universidade Estadual de Londrina, a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, a Universidade Federal da Paraíba, a Universidade Federal do Maranhão, a Universidade Estadual do Ceará, o Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba -Paraíba (atual IFPB), a Universidade Federal do Pará, a Universidade Federal do Piauí e a Universidade Federal de Santa Catarina. Por ser um projeto voltado para o estudo da língua majoritariamente falada no país, especificamente a língua portuguesa, o Projeto ALiB apresenta-se, pela sua própria natureza, como um modo de serviço à Nação, de onde advêm diferentes formas de contribuição, que pressupõem uma base preliminar. Esse pressuposto básico e fundamental consubstancia-se no entendimento de que a realidade de uma língua precisa ser cientificamente descrita para tornar-se conhecida tanto em razão de aspectos culturais e sociais quanto em virtude das vantagens educacionais, econômicas e políticas que esse tipo conhecimento viabiliza. Em detalhe, a relevância dos estudos geolinguísticos para a sociedade usuária da língua descrita explicita-se por meio de diferentes formas de contribuição, identificadas com a possibilidade de: i) permitir o conhecimento da realidade espacial do domínio do português, mostrando as diferenças e convergências que se registram no território nacional; ii) traçar isoglossas definidoras de domínios linguísticos e relacionar áreas dialetais a áreas socioculturais; iii) oferecer ao sistema organizado de ensino-aprendizagem da língua materna um conjunto de dados linguísticos que venham a contribuir para o aperfeiçoamento do ensino do português; iv) contribuir para o entendimento da variação linguística como fenômeno peculiar a toda e qualquer língua, de forma a eliminar preconceitos e discriminações sociais fundadas na realidade da língua; v) mostrar como convivem diferenças e convergências, reconhecendo, porém, a validade da existência de um padrão culto necessário à comunicação oficial, à ministração do ensino, à efetivação do discurso formal e às opções de grupos de falantes; vi) fornecer elementos para a construção da história da língua portuguesa no Brasil, quer pela indicação dos caminhos seguidos, quer pela natureza das opções de mudança feitas, quer pelo estabelecimento de camadas caracterizadas linguística, social e geograficamente, quer, ainda, pela referência a resultados de contato com outras línguas ou à adoção de empréstimos linguísticos; vii) permitir a atualização de dicionários da língua portuguesa; viii) contribuir para a construção de uma gramática voltada para a realidade do português brasileiro. A essa contribuição de cunho social pode-se agregar uma potencial contribuição de natureza econômica que não se quantifica em moeda, mas que se fará sentir no curso da história. Diante do exposto, a presente solicitação de auxílio visa à obtenção de financiamento para bolsa de apoio técnico e aquisição de material permanente para o pleno andamento do Projeto Atlas Linguístico do Brasil. Presentemente, o Projeto, que teve dois volumes publicados em 2014, o introdutório e o de cartas linguísticas, encontra-se no seguinte estágio: (a) No tocante ao levantamento de dados: 100% das localidades foram documentadas; (b) De referência à transcrição de dados: (i) Encontram-se concluídas as transcrições referentes aos dados das capitais, totalizando 200 inquéritos linguísticos e 600 horas de gravação; (ii) As Equipes Regionais vêm processando a transcrição grafemática e fonética dos dados referentes à documentação coletada por cada grupo, no interior de cada estado; (c) No que diz respeito à análise dos dados, vem se desenvolvendo, paralelamente, atendendo, de forma prioritária, ao exame dos materiais referentes às capitais de Estado, cujos resultados constituirão os Volumes 3, 4 e 5. Pela sua própria natureza, o Projeto ALiB envolve atividades na sua execução e na manutenção dos dados que demandam um acompanhamento diuturno e continuado. Os dados nacionais recebem tratamento especial. Dessa forma, deliberou-se ser a UFBA/Instituto de Letras o local de arquivamento dos materiais gerais, onde se processa a catalogação e de onde se disponibilizam os dados para os pesquisadores. O andamento, pois, do Projeto ALiB exige o cumprimento das seguintes etapas: organização dos arquivos gerais e de controle de dados; divulgação de informações e atendimento a pedidos de dados; transcrição e revisão de inquéritos linguísticos; atendimento na sala de pesquisa a solicitações diversas. Do exposto, fica claro o largo espectro de ações a serem desenvolvidas e muitas delas sujeitas a prazos e, diversas vezes, a um tratamento em regime de urgência. O Grupo de pesquisa, Núcleo Regional Bahia, conta, apenas, com o trabalho dos pesquisadores, professores doutores, e com a contribuição dos bolsistas de Iniciação Científica em Dialetologia.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jader dos Santos Cruz

Ciências Biológicas

Biofísica
  • papel central do estresse oxidativo e da camkii na modulação dos canais nav1.5 e skca na arritmogênese chagásica.
  • A doença de Chagas foi primeiramente identificada pelo mineiro Carlos Chagas no inicio do século XX. Esta doença é uma das principais causas de morbidade e mortalidade na América Latina. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde – OMS - cerca de 18 milhões de pessoas, somente na América Latina, já foram infectadas pelo tripanossomatídeo, sendo que 300 mil novos casos e 21 mil mortes são registrados anualmente (OMS). É uma das doenças negligenciadas mais importantes da América Latina. Cerca de 40 a 50% dos pacientes infectados pelo T.cruzi atingem a chamada fase crônica da doença, sendo que estes indivíduos geralmente são acometidos por morte súbita, arritmias complexas, aneurisma ventricular, insuficiência cardíaca ou outras complicações clínicas. Atualmente com o aumento do interesse da comunidade científica na compreensão dos fatores que levam ao dano substancial do tecido cardíaco durante a doença de Chagas pode-se levantar um quadro mais promissor na procura de novos alvos terapêuticos, pois não existe nenhuma vacina ou medicamento seguro que possa ser eficaz no tratamento ou prevenção da doença de Chagas. No cenário da cardiomiopatia chagásica há ainda muito a ser desvendado principalmente no que diz respeito ao controle da excitabilidade do miocárdio fenômeno que envolve diferentes tipos de canais iônicos dependentes de voltagem atuando em sincronia e que são alvos moleculares das ROS. Adicionalmente, existem evidências experimentais que demonstram que a enzima Proteína Cinase II dependente de Ca2+-Calmodulina (CaMKII) é um sensor tanto para Ca2+ quanto para o estresse oxidativo no coração e que portanto deve participar do controle fino do ritmo cardíaco. Não há trabalhos fazendo qualquer associação entre ROS e CaMKII no controle da excitabilidade cardíaca que possa ter impacto na gênese das arritmias na cardiomiopatia chagásica. Nos últimos anos nosso grupo tem contribuído de forma relevante na compreensão dos mecanismos eletrofisiológicos que levam às alterações no controle da excitabilidade cardíaca durante o desenvolvimento da cardiomiopatia chagásica. Apesar de termos estabelecido as principais mudanças do ponto de vista eletrofisiológico no miocárdio chagásico ainda não temos uma ideia clara e robusta sobre os mecanismos envolvidos com a gênese das arritmias. Essa proposta tem como ponto central a elucidação de conhecimento fundamental sobre os mecanismos pelos quais a infecção pelo T.cruzi perturba a função cardíaca gerando as arritmias letais para os indivíduos acometidos com a doença de Chagas. Tomando todas esses argumentos em conjunto esse projeto pretende investigar os mecanismos celulares e moleculares envolvidos na gênese das arritmias durante a doença de Chagas enfatizando o papel do estresse oxidativo e da proteína cinase II dependente de Ca2+/Calmodulina (CaMKII) na modulação da corrente de sódio tardia (INa,Late) e da corrente de potássio ativada pelo cálcio (SKCa). Este projeto seria, portanto, pioneiro no estudo da remodelação elétrica e mecânica enfatizando o papel central do estresse oxidativo e da CaMKII na modulação da corrente tardia de sódio (INa,Late) e da corrente de potássio ativada pelo cálcio de baixa condutância (ISK,Ca) na gênese das arritmias presentes na doença de Chagas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jadna Catafesta

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • produção de biomaterial com gradiente funcional pela metalurgia do pó
  • Este projeto visa a produção de um material com gradiente funcional, produzido a partir de pó metálico de aço inoxidável, pelo processo de metalurgia do pó com possível aplicação como biomaterial. Para isso, serão adquiridos os insumos de pós metálicos de aço inoxidável 316L como matriz, boro para auxiliar na difusão durante a sinterização e obtenção do material com gradiente funcional e esteárico de amida como lubrificante sólido. As matérias primas serão caracterizadas quanto a sua morfologia, densidade aparente, densidade batida e distribuição de tamanho de partícula. Serão avaliados os níveis de pressão de compactação e de temperaturas de sinterização adequados para o processamento via metalurgia do pó. Com o controle dos parâmetros citados, pretende-se obter um material com gradiente funcional de resistência mecânica, alterando a densidade ao longo do componente sinterizado e com potencial aplicação como biomaterial. Como resultados, os materiais obtidos serão avaliados em relação as suas características físicas (densidade e porosidade), tecnológica (estágios de sinterização), mecânicas (resistência a tração, resistência a compressão, módulo de elasticidade, microdureza, microestrutura). Também serão avaliadas a resistência a corrosão e a citotoxicidade in vitro para verificação da possível utilização como biomaterial.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jaelson Budny

Engenharias

Engenharia Civil
  • análise de tensões e deformações em solos estabilizados para aplicação em obras de pavimentação utilizando modelo físico de verdadeira grandeza
  • No estado do Rio Grande do Sul, a combinação da diversidade geológica, climática e de relevo originou uma grande variedade de tipos de solos que contribuíram para os diferentes padrões de ocupação das terras, do seu uso agrícola e do desenvolvimento regional. Considerando esses vários aspectos, os solos podem ser definidos como corpos naturais que recobrem a superfície terrestre, constituídos por materiais minerais e orgânicos, que contém organismos vivos e apresenta potencial para o desenvolvimento de vegetação, podendo também ser empregados em trabalhos de engenharia, entretanto devido a essa grande diversidade dos mesmos, estudo particulares para cada aplicação devem ser realizados a fim de garantir projetos econômicos e seguros. Quando as características desses materiais não forem suficientes, caberá a engenharia geotécnica encontrar maneiras de permitir projetos viáveis. Quando a substituição dos materiais não for economicamente viável, podem ser adotadas técnicas de melhoria da qualidade do mesmo, adicionando materiais estabilizadores, comumente se utilizam a cal e o cimento. Porem esses dois aditivos podem não ser os mais interessantes em todas as situações, surgem neste contexto, a necessidade de estudos para aproveitar os materiais locais para essas melhorias. Desta maneira, pretende-se ao termino do presente estudo, contribuir para o meio técnico com a possibilidade de utilização de materiais e técnicas alternativas a região de estudo do solo, permitindo utilizar entre outros produtos, resíduos ambientais como sílica de casca de arroz, cinza de casca de arroz e cinza volante. As analises da aplicabilidade serão por meio de ensaios tradicionais e por meio de ensaios em modelo físico de verdadeira grandeza. Os modelos em escala real, permitem observar as condições a que o material estará submetido, e neste caso, tendo a vantagem do ambiente controlado de laboratório
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jaelson Freire Brelaz de Castro

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • desenvolvimento de sistemas críticos de segurança
  • Neste projeto desenvolveremos pesquisas relacionadas ao uso de técnicas de engenharia de software voltadas ao desenvolvimento e certificação de sistemas críticos de segurança (Safety-Critical Systems – SCS). Investigaremos como definir e avaliar o processo de desenvolvimento de SCS, assim como modelar e avaliar requisitos de segurança. Também desenvolveremos métodos para viabilizar a certificação de SCS. Ambientes e ferramentas de apoio também serão propostas. Concentraremos nossos esforços em três linhas temáticas: Avaliação da Maturidade de Processo de Engenharia de Requisitos de Sistemas Críticos; Casos de Segurança para Sistemas Críticos; Linguagem de Modelagem de Requisitos para Sistemas Críticos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jailson Bittencourt de Andrade

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • inct de energia e ambiente
  • A agenda século XXI tem por base três pilares que representam objetivos a serem alcançados por todos os segmentos sociais, em especial o acadêmico e o empresarial: Sustentabilidade, Interdisciplinaridade e Inovação. Sem a pretensão de minimizar, mas de direcionar, podemos destacar que além da Educação, estes objetivos estão diretamente relacionados com o polinômio Energia-Água-Alimentos-Ambiente, os maiores desafios atuais da Humanidade. O inter-relacionamento no âmbito do polinômio é abrangente e envolve qualquer das dimensões em foco: econômica, tecnológica e social. Nesse contexto, consideramos que Energia e Ambiente podem representar os maiores desafios atuais da Humanidade, pois além da sua importância intrínseca, estão diretamente relacionados com a produção e a conservação dos alimentos, como uso sustentável dos corpos d’água e, consequentemente, com a riqueza/pobreza das nações. O presente projeto propõe a continuidade e ampliação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Energia e Ambiente (INCT EA), criado no âmbito do EDITAL INCT 15/2008, que iniciou as atividades em março de 2009, em forma de rede nacional de grupos de pesquisa, para estudar, de forma concertada, a preparação de biocombustíveis, associada à valorização dos co-produtos; a formulação e certificação de combustíveis e de misturas de combustíveis fosseis e biocombustíveis; a combustão em motores estacionários e em dinamômetro de rolos e o impacto dos gases e material particulado (em escala micrométrica e nanométrica) emitidos na atmosfera de centros urbanos brasileiros. Uma visão geral das atividades já realizadas, revela uma forte interação com órgão públicos, empresas e escolas, envolvendo um forte intercambio de informações relacionadas a politicas públicas, tecnologia & inovação, e educação, apoiados por mais de 500 artigos publicados em periódicos indexados; mais de 20 patentes (depositadas e negociadas); mais de 200 profissionais formados, em nível de mestrado e doutorado; e por estágios nos níveis técnico e de pós-doutorado. O INCT EA continuará sediado no Centro Interdisciplinar de Energia e Ambiente (CIEnAm) da UFBA, criado em 2003, que conta atualmente com 2 prédios com 12 laboratórios cada, um parque de equipamentos com valor estimado em US$ 10 milhões, e envolve competências em Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação, voltadas para a formação de recursos humanos qualificados e a geração de conhecimento e produtos tecnológicos e com forte interação com órgãos públicos e privados nas seguintes áreas de atuação: i) Otimização e uso eco-eficiente de energia; ii) Combustíveis fosseis e provenientes de biomassa; iii) Impactos ambientais na atmosfera, litosfera, hidrosfera e na biosfera; iv)Tecnologias limpas; v) Nanotecnologia e novos materiais; e vi) Regulação e gestão. O foco do presente projeto de pesquisa do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Energia e Ambiente envolve a valorização do uso do etanol na frota veicular, incluindo os veículos pesados, que utilizam atualmente uma mistura biodiesel-diesel 6/94%, através da preparação de aditivos que melhorem a miscibilidade e a estabilidade de misturas etanol/biodiesel/diesel, com concentrações de etanol superiores a 15%, preservando ou ampliando o número de cetanas dos novos combustíveis, quando comparados ao diesel puro. Na sequencia, será realizada a caracterização e certificação dos combustíveis comercializados nas diferentes regiões do país, bem como das misturas de combustíveis fósseis e biocombustíveis elaboradas. Será estudada a combustão in situ dos combustíveis em equipamento “motor monocilindro” de modo a otimizar o funcionamento dos diferentes motores (ciclo Otto e ciclo Diesel); a combustão em motores estacionários e em dinamômetro de chassis, e a composição e toxicidade da exaustão (fase gasosa e particulada), bem como o impacto dos gases e material particulado, em escala micrométrica e nanométrica, emitidos na atmosfera de centros urbanos brasileiros (pelo menos em, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Londrina). Os grupos de pesquisa envolvidos estão sediados em IES em três diferentes regiões do pais - NE, SE e S - (UFS, UFBA, UFMG, UFRJ, UERJ, USP, UNICAMP, UEL, UFSC e UFRGS), em sua maioria, realizam pesquisa de vanguarda e de elevada qualidade e padrão competitivo internacionalmente nas respectivas competências. Estão incluídos também grupos de pesquisa jovens de instituições emergentes (UNIT, UFRB e UESC, priorizadas neste projeto) e de duas outras Instituições relevantes para o projeto: O SENAI/CIMATEC (EMBRAPII), centro de referencia em Manufatura Avançada, onde serão realizados os estudos de combustão/otimização, que poderão resultar em modificações dos motores, e o Laboratório de Biocombustíveis da Agencia Nacional de Petróleo (DF) responsável pela certificação e regulação de biocombustíveis. Também, merece destaque, dentre as parcerias com empresas, a GranBio, primeira empresa a conjugar a produção de etanol de primeira geração com a de segunda geração e as empresas Maisa Agroindustrial (Pará) e Preu Engenharia (São Paulo), parceiras nos estudos relativos ao uso de Biochar na agricultura. . Acompanhando o eixo condutor de pesquisa no projeto, estão ações de pirólise e gaseificação de biomassa, visando potencializar o uso de resíduos da produção de etanol sob forma de bio-óleo (combustível) e bio-carvão (agricultura), como também uma infra-estrutura analítica e estatística excepcional, bem como intensa cooperação cientifica e tecnológica no país e no exterior. No Brasil, merece destaque a cooperação inter-INCT, envolvendo o INCT EA e outros seis INCT. A sinergia das ações de pesquisa, a mobilidade de pessoal, a integração na formação de recursos humanos e a capacidade de transferência de conhecimentos para a sociedade, governo e empresas, continuarão sendo os principais amalgamadores das ações INCT EA.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 29/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Jailson Bittencourt de Andrade

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • impactos subletais do derramamento de óleo de 2019 sobre as funções ecológicas chaves de ecossistemas marinhos na costa da bahia
  • No final de 2019, cerca de 3000 km da costa brasileira incluindo principalmente a região nordeste foi diretamente impactada pelo maior derrame de petróleo já visto na região. Registros das manchas foram encontrados em mais de 980 pontos, alcançando diversos ecossistemas marinhos. Impactos socio-econômicos foram imediatos, afetando intensamente o turismo, a pesca e extrativismo costeiro e a saúde das populações. Impactos sub-letais não facilmente visíveis e que trazem danos de longo prazo também ocorreram e ainda podem estar afetando funções ecológicas chaves que são fundamentais para a manutenção e persistência destes ecossistemas. A região entre a Baía de Todos os Santos e a Baía de Camamu (entre 12°35’ S a 14°05’ S) foi bastante atingida pelo grande derreamento de óleo de 2019. Esta merece uma atenção especial por constituir uma porção significativa da costa leste brasileira, bioregião de maior biodiversidade do Oceano Atlântico Sul. Dentre os ecossistemas marinhos, destacam-se os bancos de grama marinha e os recifes de corais por, além de serem sensíveis, criarem condições propicias à sedimentação, podendo assim reter o próprio óleo decantado ou sedimento e microplástico que adsorvem razões deste óleo. Dentre as principais funções ecológicas chaves que podem ser afetadas nesses ecossistemas, destacam-se as funções de teia trófica que pode estar sendo contaminada desde a base por distintas vias como a produção primária, detritívoros ou filtradores e a função de biocontrução dos recifes de corais que mantêm a complexidade estrutural responsável pela grande diversidade biológica desses ecossistemas. Entender como essas funções ecológicas chaves estão sendo afetadas é um grande desafio. Abordagens das ciências químicas assim como seus avanços tecnológicos em novos métodos de análise e dispositivos são necessários para abordar de forma inovadora essas questões. A presença de hidrocarbonetos assim como metais traços derivados do petróleo são considerados um dos principais tipos de poluição que ameaça ambientes marinhos e eventos de derrames de petróleo são de significativa preocupação. Mais recentemente, os microplásticos também têm sido considerados em estudos de poluição petrogênicia pois adsorvem concentrações de metais e compostos orgânicos na superfície, servindo como um vetor de transporte no ecossistema. Os hidrocarbonetos saturados e os policíclicos aromáticos (HPAs) com foco nos prioritários (16 HPAs regulamentados pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA - EPA) são os compostos frequentemente avaliados em estudos de avaliação de riscos de contaminantes sobre os ecossistemas e os seres humanos em derramamento de óleo. Esses compostos trazem informações importantes visto que podem se bioacumular nos corais, sedimentos e demais tipos de biota associadas. Entretanto, esses estudos excluem muitos outros compostos importantes, tais como os HPAs alquilados e outros compostos policíclicos aromáticos (PACs), tais como os HPAs nitrados (nitro-HPAs), os HPAs oxigenados (oxi-HPAs, como, por exemplo, as quinonas), compostos heterocíclos aromáticos policíclicos de enxofre (PASH), heterocíclos aromáticos policíclicos de nitrogênio (PANH) e os heterocíclos aromáticos policíclicos de oxigênio (PAOH) bem como seus congêneres alquilados. Segundo a literatura, esses PACs são mais abundantes, persistentes e muitos exibem mobilidade e biodisponibilidade, além de reatividade e toxicidade comparáveis ou mais altas que os HPAs. Logo, podem contaminar a biota e então se biomagnificar ao longo da cadeia trófica. Desta forma, o objetivo principal deste projeto é avaliar a presença de marcadores petrogênicos orgânicos e inorgânicos na base da cadeia trófica dos organismos bentônicos de pradarias de gramas marinhas em organismos responsáveis pela função de bioconstrução dos recifes de coral em áreas atingidas pelo derramamento de óleo na costa da Bahia em 2019, a fim de verificar a ocorrência de efeitos sub-letais. Serão amostrados doze pontos afetados pelo óleo desde a Baía de Todos os Pontos até a Península de Maraú em que observamos a presença dos dois ecossistemas. Alguns pontos na Baía de Todos os Santos serão utilizados como controle pois não houve a chegada direta do óleo. As análises serão feitas em água, sedimento, microplástico, Halodule wrightii, Anomalocardia flexuosa, poliquetas detritívoros e corais. Serão analisados marcadores petrogênicos orgânicos e inorganicos cujos métodos já foram desenvolvidos e validados, porém, é também um objetivo importante deste trabalho desenvolver e validar novos métodos analíticos da química. Este projeto também possui uma estratégia de divulgação do conteúdo científico que envolve a inclusão em novas tecnologias Audiovisuais e de Realidade Aumentada que estão sendo desenvolvidas para facilitar, democratizar e tornas mais atrativo o acesso de informação de qualidade sobre o impactos subletais do óleo para a sociedade. Espera-se com esse projeto conseguir avançar em conhecimentos sobre o impacto do óleo na costa brasileira e alcançar, dentre outros, os objetivos do Plano de Ação em Ciência, Tecnologia e Inovação para os Oceanos.
  • SENAI - Departamento Regional da Bahia - BA - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Jailson Bittencourt de Andrade

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • identificação de sars-cov-2 em corpos d’água e esgoto como ferramenta para estimativa de contágio por covid-19 da população
  • O presente projeto propõe avaliar a possível presença do vírus SARS-CoV-2 em esgoto e diferentes corpos d’água como ferramenta complementar à testagem da população para avaliar o nível de contaminação por COVID-19, bem como alguns tipos de medicamentos e drogras recreacionais ou ilícitas, cuja utilização possa estar aumentando nesse período. É sabido que água contaminada pode transmitir uma série de doenças derivadas de vírus e outros microrganismos. Uma grande variedade de vírus patogênicos excretados por humanos e animais podem chegar a diferentes corpos d’água, desde o esgoto não-tratado até águas superficiais, e mesmo o processo de tratamento de esgoto não elimina totalmente a carga viral, podendo a água tratada ser distribuída com vírus patogênicos para a população. A recente pandemia do COVID-19, causada pela infecção do vírus SARS-CoV-2, vem causando sérias preocupações e desafiando os sistemas de saúde mundiais. Muito pouco se sabe sobre as suas possíveis formas de transmissão, além das rotas usuais (gotículas de saliva, espirro, tosse, dentre outros). Entretanto, acredita-se que pessoas infectadas pelo SARS-CoV-2, sintomáticas ou assintomáticas, possam excretar fezes e/ou urina contaminada por esse vírus. Uma vez o vírus tendo sido eliminado, este pode se espalhar através de corpos d’água superficiais (rios, estações de tratamento de esgoto e água, dentre outros), havendo a possibilidade de contágio de um número maior de pessoas. Desse modo, testar as plantas de tratamento de água e esgoto, esgoto não-tratado e águas de rios, pode ser uma alternativa viável para que a vigilância epidemiológica possa estimar o real número de infectados espacial e temporalmente numa determinada região em estudo. Com isso, espera-se que governos e autoridades competentes tenham mais instrumentos para a tomada de decisão quanto à adoção e administração de medidas de afastamento social e, no sentido contrário, em seu gradual relaxamento. Além disso, poderão também detectar mais rapidamente o possível início de novos surtos. Mesmo no caso de eliminação aparente, a vigilância ao SARS-CoV-2 deve ser mantida, pois um ressurgimento do contágio pode ser possível até 2024. Por outro lado, vem sendo observado que muitas pessoas vêm apresentando diferentes distúrbios psicológicos associados ao confinamento por longos períodos de tempo. Portanto, é importante saber também, do ponto de vista de saúde pública e de políticas sociais, como isso poderia estar afetando o uso de determinados tipos de medicamentos (antivirais, ansiolíticos, antidepressivos e analgésicos), assim como drogas recreacionais ou de abuso (nicotina, cocaína, anfetamínicos e maconha, bem como seus metabólitos), pela população.
  • SENAI - Departamento Regional da Bahia - BA - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Jaime Araujo Cobuci

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • inclusão de variáveis bioclimatológicas nos modelos de avaliação genética de bovinos leiteiros
  • Diversos fatores de ambiente afetam o desempenho dos animais, dificultando a identificação daqueles geneticamente superiores. Fatores bioclimáticos não são rotineiramente considerados nos modelos de avaliações genéticas. Alem disso, ambientes futuros podem não ser bem representados pelos ambientes atuais, comprometendo a médio e longo prazo os ganhos em seleção (cumulativa). Apesar da miríade de pesquisas na pecuária leiteira, existe uma lacuna em relação à aplicação da interação genótipo-ambiente na seleção de reprodutores. A aplicação dos modelos de regressão aleatória e norma de reação podem contribuir para minimizar essa lacuna. O objetivo da presente proposta é investigar e validar a inclusão de variáveis bioclimatológicas na definição de novos modelos para a avaliação do mérito genético dos animais em características produtivas em bovinos da raça Holandesa, com o intuito de aumentar da acurácia da avaliação genética e ao mesmo tempo propor alternativas para conhecer o mérito genético para tolerância ao estresse térmico na produção de leite e na contagem de células somáticas. Além de apresentar um modelo alternativo de norma de reação que melhor explique a ocorrência da interação genótipos-ambientes (via variáveis bioclimatológicas) nessas características, permitindo diferenciar animais plásticos e robustos para tolerância ao estresse térmico.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jaime Eduardo Cecilio Hallak

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • inct translacional em medicina
  • O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Translacional em Medicina (INCT-TM) foi criado em 2008 com o propósito de estabelecer uma rede nacional de centros de pesquisa de destaque na investigação de biomarcadores e de novos alvos terapêuticos e moléculas capazes de atuar em transtornos neuropsiquiátricos, inserindo-se na área estratégica de Saúde e Fármacos definida pelo Governo Federal. Na base de todas as atividades do INCT-TM, a pesquisa translacional visa agilizar a aplicação de dados de pesquisa básica no contexto clínico e oferece possibilidades importantes para que o Brasil desenvolva seu potencial de geração de inovação a partir de sua produção acadêmica. Superando suas metas originais, o INCT-TM gerou mais de 600 publicações em periódicos internacionais e o depósito de nove pedidos de patente. Em termos qualitativos, o INCT-TM produziu achados importantes sobre o papel das neurotrofinas (particularmente o BDNF, Brain-Derived Neurotrophic Factor) e de novas drogas como o canabidiol (CBD) e o nitroprussiato de sódio (NP) no contexto dos transtornos neuropsiquiátricos. O instituto também teve importante atuação na formação e capacitação de recursos humanos, com o intercâmbio de pesquisadores entre centros nacionais e internacionais e a defesa de um grande número de teses e dissertações, além de promover a transferência de conhecimento científico para a comunidade e o setor produtivo e de favorecer a inserção de grupos nacionais no contexto internacional de pesquisa de ponta. Em sua proposta atual, com um grupo formado por cerca de 90 doutores distribuídos em 8 centros do sul, sudeste e nordeste do Brasil, o INCT-TM irá atuar em todas as áreas anteriores, com destaque para a pesquisa sobre moléculas promissoras para o tratamento de transtornos e sintomas neuropsiquiátricos (CBD, NP, ayahuasca, N-acetilcisteína, entre outros) visando o aumento da produtividade e representatividade da pesquisa brasileira através da produção de conhecimento e inovação com potencial de geração de dividendos para o país e as instituições envolvidas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Jaime Joaquim da Silva Pereira Cabral

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • manejo de águas pluviais urbanas e suas interações geomorfológicas, climáticas e antrópicas
  • Os processos de urbanização que ocorrem sobre as bacias hidrográficas geram uma forte pressão espacial sobre sua área de abrangência, tornando-a cada vez mais vulnerável a alagamentos, gerando um quadro caótico em muitas cidades. Os alagamentos podem ocorrer pela falta de um planejamento integrado, falta de profissionais especializados e legislações vigentes obsoletas. Portanto, é fundamental e estratégico focar os problemas da drenagem urbana na perspectiva da dinâmica social e do planejamento multissetorial. No caso de Recife, uma cidade aquacêntrica, o manejo sustentável das águas urbanas tem exigido novas abordagens para enfrentar os problemas da urbanização crescente. Entre os problemas, destaca-se o aumento dos picos de vazão por ocasião das chuvas torrenciais, a poluição das águas pluviais, a necessidade de recuperar as taxas de recarga dos aqüíferos que foram reduzidas devido à impermeabilização da cidade. A poluição difusa das águas pluviais é outro fato perverso em que o escoamento das águas pluviais, principalmente nas primeiras chuvas, arrasta quantidade significativa de poluentes, aumentando a poluição dos cursos d’água e aumentando o risco de poluição dos aqüíferos. Pretende-se aprofundar os diversos aspectos relacionados à drenagem de águas pluviais e cursos d’água urbanos, enfatizando a necessidade de uma abordagem integrada e de caráter multidisciplinar para fazer face aos grandes desafios que a cidade de Recife enfrenta juntamente com a parte da planície nas cidades vizinhas, incluindo geomorfologia, mudanças climáticas e ações antrópicas. O projeto pretende trabalhar em 3 eixos articulados entre si: o primeiro refere-se às técnicas compensatórias para drenagem urbana; o segundo intitulado de mapeamento dos alagamentos em tempo real refere-se à pesquisa de uma forma prática de monitorar os alagamentos com câmaras de vídeo em diversos pontos da cidade e divulgar as informações através de aplicativos em aparelhos celulares de telefonia móvel; e o terceiro eixo integrador refere-se à pesquisa da necessidade de mudanças de paradigmas através da comunicação científica direcionada à sociedade como um todo. Técnicas compensatórias serão utilizadas com o objetivo de estabelecer soluções sustentáveis na gestão de águas pluviais urbanas, baseando-se na minimização do escoamento superficial, redução dos níveis de erosão e de poluição das águas do escoamento superficial, visando menores investimentos para a mitigação de impactos a jusante e, principalmente, proporcionando a integração com as questões intrínsecas ao uso racional do espaço urbano. Os objetivos específicos do projeto são: - Conhecer o comportamento hidrodinâmico de técnicas compensatórias (pavimentos permeáveis, jardim de chuva e trincheiras de Infiltração) para a retenção, o armazenamento, a infiltração, assim como a possibilidade dessas técnicas de melhorar a qualidade das águas pluviais infiltradas. - Entender a morfologia e a hidrologia fluvial de riachos escolhidos para projeto piloto na cidade de Recife com vista á obtenção de subsídios para o processo de revitalização. - Desenvolver metodologia de utilização de câmaras de visualização de trânsito na cidade para mapeamento dos alagamentos em tempo real e divulgação para a população com uso de aplicativos em aparelhos celulares. - Desenvolver estratégias de comunicação e educação hidroambiental para tratar a temática das águas urbanas em todos os níveis da sociedade , na perspectiva da dinâmica social e ecológica. Será desenvolvida metodologia para reconhecimento da formação de alagamentos a partir de imagens de câmeras de trânsito na cidade e postagens em mídias sociais. Para detecção de alagamentos serão usados câmeras de rua e modelos de aprendizagem profunda, buscando reduzir dificuldades como oclusão e iluminação que desempenham um papel relevante na acurácia dos métodos desenvolvidos. Para facilitar o processo de aprendizagem dos modelos computacionais serão utilizados inicialmente marcadores fixos que posteriormente serão substituídos por objetos fixos no cenário para evitar a necessidade de instalação de outros equipamentos além da própria câmera. Será dada prioridade à criação de campanha de comunicação para mobilizar e despertar a população sobre às temáticas objeto do projeto. As mídias sociais também tem forte apelo junto à sociedade e será utilizado o facebook e instagran e grupos do whatsapp para compartilhamento de informações e divulgação de ações do projeto. No quesito das políticas públicas, o presente projeto de pesquisa analisará também as consequências das mudanças climáticas sobre o sistema de drenagem de Recife e poderá contribuir para a formulação das diretrizes da Política Estadual de Enfrentamento de Mudanças Climáticas. Espera-se com o desenvolvimento deste projeto de pesquisa obter resultados quanto a: - Adequação de técnicas compensatórias em áreas urbanas no que tange a retenção, o armazenamento, a infiltração, e qualidade das águas pluviais infiltradas aplicadas às condições de solo e clima de Recife; - Diagnóstico sobre a morfologia e a hidrologia fluvial de riachos escolhidos para projeto piloto na cidade de Recife; - Desenvolvimento de tecnologia de uso de câmaras urbanas para mapeamento on line dos pontos de alagamento da cidade; - Disseminação de conceitos e práticas de estratégias de comunicação e educação hidroambiental em todos os níveis da sociedade.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022