Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Anselmo Ramalho Pitombeira Neto

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • modelos lineares dinâmicos para a estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes
  • Atualmente, as capitais e grandes cidades brasileiras passam por problemas de mobilidade. Ao longo de décadas, o aumento da população urbana e o planejamento inadequado do transporte nas cidades levou à deterioração progressiva nas condições de mobilidade, cujo principal sintoma é o congestionamento do sistema viário, o qual implica em altos custos para os usuários do sistema de transportes. Neste projeto de pesquisa, será abordado o problema de estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes. Este problema também é conhecido na literatura como o problema de obtenção da matriz origem-destino (matriz OD). Dada uma região geográfica subdividida em zonas, o problema consiste em estimar os fluxos de transporte, de passageiros ou de carga, entre pares de zonas de origem e de destino em um dado período de tempo. O conhecimento de tais fluxos é de suma importância, pois se caracterizam como dados de entrada para metodologias e programas computacionais utilizados para o planejamento e a operação dos sistemas de transporte. Em geral, os métodos para a estimação dos fluxos OD podem ser classificados em diretos e indiretos. Nos métodos diretos, os fluxos OD são estimados por meio de levantamentos amostrais, dentre os quais se destaca a pesquisa domiciliar, as quais são dispendiosas e geralmente realizadas a cada decênio. Nos métodos indiretos, os fluxos OD são estimados por meio de modelos matemáticos a partir de dados que possuem correlação com os fluxos OD, tais como dados socioeconômicos e demográficos, dados de volumes de tráfego, tempos de viagem, amostras de rotas seguidas por veículos, bilhetagem eletrônica em transporte público, dentre outros. Em particular, destacam-se os modelos para a estimação de fluxos OD a partir de dados de volumes de tráfego. Nos dias atuais, muitas cidades possuem sistemas de controle semafórico centralizado, os quais coletam em tempo real os volumes de tráfego em links da rede de transportes. A grande disponibilidade desses dados e a possibilidade teórica de estimar os fluxos OD a partir dos mesmos torna o desenvolvimento de modelos matemáticos bastante promissor. Mais recentemente, em virtude da disponibilidade de séries temporais dos volumes de tráfego, tem-se buscado explorar a variabilidade dinâmica dos fluxos OD, dando origem aos modelos dinâmicos. Este projeto tem o objetivo de investigar a aplicação de modelos dinâmicos lineares (DLMs) para a estimação de fluxos origem-destino em redes de transportes. O uso de DLMs para modelar a dinâmica temporal e estimar os fluxos OD em uma rede de transportes é promissor, pois os DLMs têm as seguintes características: levam em consideração a dependência temporal dos fluxos OD; são modelos hierárquicos, possibilitando a modelagem de múltiplos níveis de variabilidade; podem facilmente modelar não estacionariedade em séries temporais; quando calibrados, podem ser usados para prever volumes de tráfego futuros. Busca-se responder as seguintes questões de pesquisa: Quais formulações matemáticas dos modelos dinâmicos são capazes de representar a variabilidade temporal dos fluxos origem-destino, levando em conta tendências e sazonalidade, permitindo estimá-los ao longo do tempo? Quais informações a priori são exigidas pelos modelos desenvolvidos e qual sua influência na qualidade da estimação dos parâmetros? É possível calibrar um modelo de escolha de rotas com base na série temporal de dados de volumes de tráfego em uma rede de transportes? É possível utilizar os modelos dinâmicos desenvolvidos para prever volumes de tráfego futuros? A aplicação de algoritmos do tipo markov chain monte carlo para estimar parâmetros dos modelos dinâmicos em redes de transporte de escala real é computacionalmente viável? Em quais aspectos os modelos dinâmicos podem capturar com mais generalidade e fidedignidade o fenômeno da distribuição dos fluxos de transporte em uma rede viária em relação aos modelos existentes na literatura? Para responder às questões, serão realizados experimentos computacionais com os modelos desenvolvidos. Também serão usados dados reais de volumes de tráfego de uma grande cidade brasileira para avaliar a aplicabilidade dos modelos e validá-los. Os modelos dinâmicos desenvolvidos poderão ser usados para estimar fluxos OD atuais e futuros, complementando as informações provenientes de pesquisas domiciliares. Ademais, contribuirão para a teoria relativa à análise de sistemas e redes de transportes, permitindo uma melhor compreensão dos problemas reais de mobilidade nas grandes cidades.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antenor de Oliveira Aguiar Netto

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • reuso de água para fomento de quintais produtivos no semiárido do nordeste do brasil: produção e renda, empoderamento da mulher camponesa e fortalecimento da agricultura familiar
  • O semiárido brasileiro é desafiado pelo manejo adequado da água para produção de alimentos devido as suas condições edafoclimáticas limitantes ao desenvolvimento da agricultura familiar. Uma atividade agropecuária importante para essa região são os quintais produtivos, especialmente quando se trata da inclusão de mulheres na geração de renda. É nesse contexto que se insere a proposta do presente projeto, visando promover o reuso da água cinza, tratada pelo Sistema Bioágua Familiar (SBF), para produção agrícola em quintais produtivos do Assentamento de Reforma Agrária Jacaré-Curituba em Poço Redondo-SE, buscando potencializar a produção e aumentar a renda das famílias agricultoras, com foco para a inserção das mulheres camponesas na cadeia produtiva; mediante a transferência dessa tecnologia a duas famílias assentadas, contemplando o diagnóstico inicial, mobilização, capacitação, implantação, operação e manutenção do SBF, além do fornecimento de assessoria técnica, produtiva e organizacional de forma qualificada e continuada ao longo da vigência do projeto. Essas ações serão realizadas pela Universidade Federal de Sergipe, vinculada a parcerias entre grupos de pesquisa (Acqua, Xique-Xique e Química ambiental), à Cooperativa Regional dos Assentados de Reforma Agrária do Sertão de Sergipe LTDA (COOPRASE) e aos agricultores familiares, na integração do tripé ensino-pesquisa-extensão, com e para o desenvolvimento da agricultura familiar.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 01/12/2018-30/11/2020
Foto de perfil

Antenora Maria da Mata Siqueira

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • mobilização social e enfrentamento de desastres ambientais em campos dos goytacazes, no norte fluminense/rj.
  • Os recentes desastres relacionados às águas ocorridos no Brasil ampliaram as reflexões e as produções científicas sobre tais processos no âmbito das ciências sociais. Ao considerar os desastres como socialmente construídos, as dimensões sociais, econômicas, históricas, culturais e políticas são consideradas fundamentais junto aos aspectos biogeofísicos.Inerentes a tais aspectos, a ampliação dos diferentes impactos ocorridos nas cidades permeadas por desastres ambientais foi acompanhada pela presença de conflitos, mobilizações e protestos. Este projeto tem como objetivo identificar e analisar a emergência de processos de mobilização e organização dos atingidos em contextos de desastres ambientais, para o enfrentamentoe recuperação dos seus ambientes e da sua vida cotidiana no município de Campos dos Goytacazes/RJ. A sua proposta metodológica conta inicialmente com uma pesquisa bibliográfica, documental e hemerográficaseguida de entrevistas com moradores das áreas afetadas, grupos focais, mapeamentos, seminários itinerantes e apresentação e debate dos resultados da pesquisa com os sujeitos pesquisados. Será desenvolvido por pesquisadores do Núcleo de Pesquisas e Estudos Socioambientais (NESA), parte pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional, Ambiente e Políticas Públicas bem como ao Programa de Pós-Graduação em Defesa e Segurança Civil e ao Programa de Pós-Graduação em Geografia, todos da Universidade Federal Fluminense, além de pesquisadora dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia Política e em Políticas Sociais da Universidade Estadual do Norte Fluminense. No contexto do planejamento urbano, os desastres ambientais (no caso deste estudo, os relacionados à água) têm se tornado relevantes como objeto de pesquisa e intervenção em função da frequência e magnitude com que têm ocorrido no Brasil nas últimas décadas. As cidades constituíram-se como espaço de diversos tipos de precariedades, fazendo com que tais desastres não sejam apenas eventos, mas processos sociais, espaciais, políticos, que podem ser considerados desastres urbanos. Apresenta-se a necessidade de compreensão dos desastres no contexto da gestão urbana, a fim de identificar e analisar os principais fatores que causam estes desastres que ainda não foram devidamente enfrentados de modo a impedir ou reduzir os danos e prejuízos decorrentes dos desastres. Sendo assim, os desastres geralmente são entendidos como eventos pontuais decorrentes de fenômenos físicos datados, que causam grandes transtornos do ponto de vista ambiental e socioeconômico em um período específico, exigindo uma resposta imediata do poder público em caráter emergencial. No entanto, no campo das ciências sociais, os desastres ambientais são entendidos como fenômenos sociais, além de geobiofísicos, possuindo uma historicidade que antecede e continua após o evento físico (chuvas, furacões, deslizamentos de massa etc.). Portanto, são processos socialmente construídos. Nesse sentido, de acordo com Siqueira (2015), o estudo das condições sociais em sua historicidade é fundamental para entende-los, sendo necessário prolongar as investigações deste campo para além do momento da “ruptura grave”. Os diferentes estudos realizados pelo NESA sobre inundações no norte fluminense indicaram que no município de Campos dos Goytacazes, onde devemos concentrar a pesquisa, tais eventos atingiram diferentes áreas da cidade. Entretanto, a maioria dos bairros atingidos concentra os trabalhadores mais empobrecidos da cidade que estabeleceram moradias às margens de rios, lagoas e canais. Isso reforça a afirmação de Valencio (2009, p. 44) de que “os fenômenos naturais (como chuvas intensas) afetam, primeiramente, a territorialização dos empobrecidos”. Os estudos também revelaram que a última inundação no município, caracterizada como desastre, teve uma grande contribuição da interferência antrópica pela construção excessiva de diques, que tinham uma dupla função: na área urbana, de proteger a cidade e na área rural de ampliar as áreas de fronteira agropecuária e protege-las das inundações. A falta de manutenção de alguns dos diques de proteção também foi um fator preponderante. Isso demonstra que os eventos de desastres apresentam relação com a forma como a cidade foi se constituindo, o que merece ser analisado. A explicação para os processos de desastres pode estar na formação do espaço urbano, nas práticas de uso e forma de ocupação do solo urbano, nos procedimentos históricos adotados para a gestão urbana, na disputa entre os diversos atores sociais para a apropriação da cidade, e nas relações sociais construídas a partir destes elementos.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Anthony César de Souza Castilho

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • maturação in vitro de complexo cumulus-oócito bovino com proteína sérica a associada à prenhêz (pappa) e seus efeitos na competência oocitária e na produção embrioária
  • O Brasil é o país de maior produção mundial de embriões bovino. Desde 2005, com o aprimoramento das biotecnologia, a técnica in vitro superou a produção in vivo. A produção in vitro de embriões consiste em três etapas: maturação, fertilização e cultivo. Apesar da ampla magnitude de produção, a eficiência da técnica ainda é baixa. Diante de todo o processo, a maturação in vitro (MIV) do oócito recebe singular importância em virtude de fatores limitadores dessa etapa. Fatores de crescimento são amplamente estudados na composição do meio de maturação. O fator de crescimento semelhante à insulina (IGF), tem importância comprovada para o oócito e embrião bovino, devido à presença do seu receptor (IGFR1) nessas estruturas, assim como seu efeito estimulador na maturação oocitária e desenvolvimento embrionário in vivo e in vitro. A biodisponibilidade do IGF é regulada por dois mecanismos: as IGFBPs (proteínas ligantes de IGF) e a PAPPA (proteína sérica A associada à prenhêz), sendo a segunda capaz de clivar as ligações do IGF às IGFBPs, aumentando a disponibilidade de IGF livre. Muitos estudos investigam os efeitos da adição de IGF-1 exógeno no meio de maturação, no entanto, a modulação da biodisponibilidade de IGF in vitro ainda não foi investigada e funciona como estratégia adicional para o estudo dos efeitos do sistema IGF sobre a MIV e produção in vitro dos embriões (PIVE) bovinos. Visto isso, o objetivo do presente trabalho é investigar os efeitos da adição da PAPPA durante a MIV sobre a competência oocitária, produção e qualidade embrionária. Para isso, complexos cumulus-oócito (CCOs) bovinos provenientes de ovários de abatedouro serão maturados com concentrações crescentes de PAPPA (0, 1, 10 e 100 ng/mL), e cultivados até o estágio de blastocisto. A quantificação relativa de genes de competência oocitária e embrionária, adicionalmente à análise apoptótica do oócito e a quantificação do número de células do embrião, possibilitará a investigação dos efeitos da PAPPA no meio de maturação in vitro da produção em embriões. Espera-se que a adição de PAPPA durante a MIV, aumente a biodisponibilidade de IGF e consequentemente os efeitos positivos desse sistema reflita numa maior qualidade do oócito, aumento da eficiência da produção e qualidade embrionária na espécie bovina.
  • Universidade do Oeste Paulista - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antoine Laurain

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • otimização de forma não suave e controle de problemas de fronteira livre
  • Neste projeto, vamos trabalhar em aspectos teóricos e numéricos de otimização de formas e tópicos relacionados. O projeto de pesquisa é dividido em três tópicos principais. 1. Controle de fronteiras livres. Um problema de fronteira livre é uma equação diferencial parcial onde tanto a função quanto o domínio são desconhecidos. Esse tipo de problema é onipresente em física e engenharia. Há alguns anos, eu desenvolvi uma abordagem sistemática para calcular a sensibilidade da fronteira livre em relação aos parâmetros do problema. Neste projeto, continuaremos a desenvolver esta teoria, considerando modelos mais complicados e realistos. Em particular, consideraremos o problema de controlar a forma de uma gotícula em movimento em vez de uma estática, como fizemos em um artigo anterior. 2. Otimização de forma não suave. A maior parte da literatura de otimização de formas lida com problemas relativamente suaves. No entanto, aplicações modernas frequentemente apresentam domínios e funções com baixa regularidade, como domínios poligonais, domínios com cúspides ou rachaduras, domínios Lipschitz, funções descontínuas, etc. Portanto, é necessário um exame mais profundo de resultados bem estabelecidos na otimização de forma para expandir a teoria para problemas não suaves. Neste projeto, usaremos a abordagem de derivativa de forma distribuída para estudar propriedades de derivadas de formas de segunda ordem. O objetivo é ver qual é a regularidade mínima do domínio, permitindo calcular derivadas de formas de segunda ordem distribuidas. Por exemplo, resultados preliminares mostram que fórmulas podem ser obtidas para domínios poligonais, o que é útil para aplicações numéricas. De uma perspectiva numérica, esses resultados podem ser usados para definir métodos de Newton de forma em domínios com baixa regularidade. 3. Problemas inversos. Uma abordagem comum para resolver problemas inversos é reformulá-los como solução de um problema de otimização. A natureza muitas vezes não convexa e possivelmente de grande escala de muitos desses problemas inversos leva a problemas desafiadores de otimização. Nesse quadro, a solução do problema inverso é geralmente pesquisada dentro de conjuntos de funções com certa regularidade, como as funções Lipschitz. No entanto, em muitas aplicações interessantes, como em geofísica, a quantidade de interesse apresenta descontinuidades, por isso é importante incluir tais descontinuidades diretamente no modelo matemático para obter uma reconstrução mais precisa. Nesta parte do projeto, vamos considerar problemas inversos onde a função desconhecida é constante por partes. Desta forma, consideramos um modelo com várias fases, e o desconhecido é agora a interface entre essas fases. Esse problema pode ser modelado como um problema de otimização de forma. Isso permite reconstruir precisamente a interface. Em um artigo recente com o Professor Kevin Sturm, introduzimos uma nova abordagem numérica baseada na derivada de forma distribuída, que permite uma implementação eficiente do método do conjunto de níveis e permite considerar formas com baixa regularidade. Neste projeto, continuaremos o desenvolvimento dessa abordagem. Nós vamos considerar o caso de medições em pontos, o que é mais realista para aplicações do que medidas em todo o limite. A principal dificuldade será trabalhar com funções de baixa regularidade, devido às medidas de Dirac que modelam as medidas pontuais. Assim, primeiro teremos que estudar se as derivadas de formas distribuídas estão bem definidas nesta configuração não-suave.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonádia Monteiro Borges

Ciências Humanas

Antropologia
  • a contínua luta: etnografia das políticas de movimentos por um lugar para viver
  • As pesquisas que se somam neste projeto têm como cenário o Brasil e a África do Sul, onde desenvolvemos cinco estudos de caso distintos, cada qual levado a cabo por um pesquisador principal. Baseadas em experiências prévias, sustentadas em trabalhos de campo de longa duração, as presentes investigações pretendem levar adiante questionamentos acerca das lutas por um lugar para viver nos diferentes contextos. Trata-se por princípio de um projeto comparativo e de diálogo mútuo em que movimentos bastante diversos são trazidos a baila para uma apreciação epistemológica de seus projetos políticos. Normalmente classificadas como ‘pobres’, as pessoas com quem fazemos pesquisa, estão envolvidas em ações políticas cotidianas que têm o estado como um de seus principais interlocutores. O estado com que lidam se transmuta em diversas formas: de concessor de benefícios ditos ‘sociais’ a perpetrador de violência, encarceramento e, muito amiúde, segregação. Nas suas lutas por um lugar para viver, os dois termos – lugar e vida – são de suma importância para nossos propósitos. Queremos nos dedicar ao entendimento de lutas que não se restringem a uma batalha para se manter respirando, mas para preservar as condições de possibilidade de sua existência em combate – um combate muito distinto, mas que tem em comum um alvo preciso: a obliteração de existências complexas que não se resumem ao termo pobreza. Encontramos nas lutas por um lugar para viver – das lutas por moradia àquelas que defendem o direito à mobilidade e ao trânsito de corpos dissonantes – férteis loci para burilar essas questões. É nesta paisagem política e epistemológica que situamos nosso objeto de pesquisa: a luta por um lugar para viver. Pensamos que o diálogo cruzado entre os subprojetos aqui dispostos tende a contribuir para um refinamento dos recursos conceituais de que dispomos em antropologia para entender fenômenos contemporâneos e para abordar por outras vias perspectivas estabelecidas ou versões hegemônicas da história que têm sido desafiadas por nossas interlocutoras.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonella Lombardi Costa

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • estudos sobre o comportamento térmico e análises de segurança de reatores de muito alta temperatura usando ferramentas de cfd
  • A melhoria na segurança dos reatores, na economia de urânio e nas tecnologias de reprocessamento principalmente relacionadas aos reatores de quarta geração (GEN-IV) tem aumentado a consideração de uso de reatores nucleares na matriz energética de diversos países do mundo, incluindo o Brasil. Há um intenso e contínuo programa internacional de pesquisa sobre os reatores GEN-IV, porém a definição de novos materiais para combustível nuclear, elementos estruturais do circuito primário e refrigerantes para tais reatores pode se estender por vários anos. Portanto, as simulações desses sistemas com códigos nucleares são uma ferramenta fundamental no processo de desenvolvimento da tecnologia GEN-IV. Desta forma, este projeto visa aplicar os métodos CFD (Computational Fluid Dynamics – Dinâmica dos Fluidos Computacional) para uma melhor descrição da distribuição de temperatura em reatores GEN-IV como, por exemplo, o VHTR (Very High Temperature Reactor – Reator de Muito Alta Temperatura). A necessidade surge porque muitos sistemas tradicionais de reatores e códigos de contenção são modelados como redes de elementos 1-D ou 0-D. É evidente, no entanto, que o fluxo em componentes de um vaso reator é 3-D. Além disso, a circulação natural, a mistura e a estratificação em contenção também são essencialmente de natureza 3-D. Depois de desenvolver modelos de reatores GEN-IV usando métodos de CFD, os resultados dos cálculos serão verificados em relação aos dados de referência. Concluída a verificação dos modelos para estado estacionário, serão simuladas várias situações transitórias para investigar a segurança dos sistemas, considerando principalmente a perda de refrigerante. Como os reatores GEN-IV ainda estão em desenvolvimento, todos os esforços devem ser agregados e compartilhados para garantir que as pesquisas realmente melhorem a segurança desses sistemas. Melhorar a segurança dos reatores nucleares aumenta a aceitação pública e governamental desse tipo de geração de energia.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonia Cláudia Jácome da Câmara

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • caracterização molecular do trypanosoma cruzi em amostras de sangue total de indivíduos chagásicos e a susceptibilidade do triatoma brasiliensis (hemiptera: reduviidae, triatominae) a infecção de isolados procedentes do semiárido do rio grande do norte
  • O Trypansosoma cruzi está subdividido em seis unidades de tipagem discretas (discrete typing units - DTUs), TcI-TcIV. A caracterização molecular de isolados do T.cruzi em humanos, triatomíneos e animais silvestre no Rio Grande do Norte (RN) tem demonstrado intrigante diversidade nas populações do parasito envolvendo TcI, TcII e TcIII. Para ampliar esse trabalho, o objetivo deste estudo será avaliar a positividade da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) no sangue total de indivíduos chagásicos cronicamente infectados, procedentes do semiárido do RN, caracterizar DNA com diferentes marcadores para associar aos ciclos de transmissão do parasito e verificar a susceptibilidade do Triatoma brasiliensis as DTUs encontradas na região. Amostras de sangue de moradores de comunidades rurais de diferentes municípios do RN com sorologia reativa serão submetidas a PCR inicialmente para a detecção do DNA do Cinetoplasto (kDNA) do T. cruzi. Em seguida, nas amostras positivas para o kDNA será realizadas a caracterização molecular utilizando os marcadores genéticos: os genes do DNA 24S ribossomal, mitocondrial citocromo oxidase II e espaçador intergênico. Os isolados de DTUs I, II e III, inicialmente identificados na região, serão usados para infectar camundongos experimentalmente e em seguida recuperados por hemocultura e xenodignostico com ninfas de T. brasiliensis para nova etapa de caracterização genética. As infecções experimentais serão realizadas com infecções simples e mistas para verificar a capacidade de infecção do T. brasiliensis com as diferentes DTUs e também de seleção das populações circulantes no semiárido potiguar. Estes dados poderão mostrar maior diversidade genotípica do parasito no semiárido Potiguar revelando outras associações com ciclos de transmissão do domiciliar.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonia Mirian Nogueira de Moura Guerra

Ciências Agrárias

Agronomia
  • avaliação de acessos de feijoeiro-caupi em condições de estresses biótico e abiótico para a região do médio são francisco
  • O feijoeiro-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) é uma espécie vegetal de grande importância alimentícia nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Trata-se de uma leguminosa granífera, utilizada na alimentação humana, muito cultivada no semiárido nordestino. Além disso, é uma espécie rústica e bem adaptada às condições edafoclimáticas desta região e possui ampla variabilidade genética, o que lhe confere grande versatilidade, podendo ser utilizada em diferentes sistemas de produção, tradicionais ou empresariais. Dentre os fatores ambientais, a seca é o principal fator limitante da produção agrícola mundial e na região do Médio São Francisco e dentre os insumos para produção, o fósforo apresenta uma das mais importantes limitações, devido às características do solo local, pobre nesse nutriente e das características do produtor local, investe pouco em adubações. O desenvolvimento de variedades resistentes à seca assume particular importância no panorama de alterações climáticas, em especial no semi-árido nordestino. O fósforo (P) é um dos seis macronutrientes essenciais para o desenvolvimento das plantas. Nos solos tropicais, como aqueles localizados na região do Médio São Francisco, a baixa disponibilidade de P tem sido considerada uma das principais limitações agrícolas. A deficiência de P acarreta uma série de efeitos na planta, como alterações na morfologia, na fisiologia e no transporte e utilização interna de outros nutrientes, culminando em perda de potencial produtivo. Nesse contexto, o principal objetivo desta proposta consiste em avaliar o desempenho de acessos de feijoeiro-caupi, melhoradas e crioulas, sob condições edafoclimáticas representativas da região do Médio São Francisco, bem como as respostas desses genótipos à ocorrência de pragas e doenças. Para tanto, diversos objetivos específicos tornam-se necessários, dentre os quais destacam-se: a) Caracterização morfológica e agronômica de acessos de feijoeiro-caupi sob condições de irrigação plena, déficit hídrico e sob diferentes níveis de fósforo no solo; b) Monitorar a ocorrência natural de doenças foliares e radiculares em acessos de feijoeiro-caupi; c) Avaliar a suscetibilidade de acessos de feijoeiro-caupi ao pulgão preto (Aphis craccivora Koch, 1854); d) Identificar acessos eficientes no uso da água e de fósforo e resistentes a pragas e doenças, com a perspectiva de utilizá-los como fontes de genes nos programas de melhoramento. Diante do exposto, é fácil prognosticar que o emprego da água na irrigação e as adubações, sejam cada vez mais onerosos. Por essa razão é preciso utilizar os insumos com a maior eficiência possível. Adicionalmente, eventos que causam a deficiência hídrica em plantas têm aumentado nas últimas décadas. Algumas regiões terão menor índice pluviométrico, o que acarretará a necessidade de obter cultivares ainda mais eficientes no uso da água e nutrientes. Diante desse cenário, torna-se imprescindível o investimento em projetos para o desenvolvimento dessas cultivares.
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia - BA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antoniana Ursine Krettli

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • descoberta de fármacos antimaláricos
  • A malária humana permanece como uma das principais doenças parasitárias do mundo. Apesar dos esforços para reduzir as mortes, a malária ainda é letal para aproximadamente 500 mil pessoas por ano, sendo a maioria no continente Africano. A doença causa intensa morbidade e mortalidade, sobretudo em crianças, e resulta, ainda, em pobreza em países com alta prevalência, incluindo a Região Amazônica brasileira. Devido à resistência do Plasmodium falciparum aos antimaláricos disponíveis, inclusive aos derivados da artemisinina, e do P. vivax a cloroquina, novas terapias são necessárias, pois o tratamento medicamentoso permanece como a principal estratégia no controle da doença. Ainda não existem vacinas comercializadas e o controle dos mosquitos transmissores é complexo. Vários grupos de pesquisas fazem a busca de novos antimaláricos, inclusive o nosso grupo, que investiga a atividade de extratos e frações de plantas medicinais e moléculas de síntese (híbridos e/ou derivados de antimaláricos). Contudo, a produção de um novo medicamento é um processo demorado e de alto custo. Nesse contexto, em paralelo, o reposicionamento de fármacos surge como uma interessante alternativa. Desse modo, medicamentos já comercializados e utilizados no tratamento de outras doenças podem ser ministrados como agentes únicos ou como adjuvantes em combinação com os antimaláricos comumente utilizados. Nossa meta é descobrir fármacos que controlem a doença pela sua ação esquizonticida sanguínea e bloqueadora da transmissão, toleráveis e de baixo custo. Avaliaremos a atividade antimalárica de medicamentos comercializados, de extratos de plantas medicinais, novas moléculas obtidas por síntese química através de ensaios: (i) in vitro, contra o P. falciparum multirresistente; (ii) in vivo em animais experimentalmente infectados; (iii) ex vivo em sangue isolado de pacientes da área endêmica; e (iv) em mosquitos anofelinos alimentados com o sangue isolado de pacientes com malária. Os testes na área endêmica serão conduzidos em colaboração com FIOCRUZ/RO e CEPEM, com os novos antimaláricos selecionados no projeto, eventuais substitutos dos derivados de artemisinina. Sendo assim, a proposta visa contribuir para a identificação de novas alternativas terapêuticas para o tratamento da malária humana.
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antoninho Valentini

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese de acetol via processo catalítico para valorização do glicerol, um subproduto da indústria do biodiesel
  • A quantidade de produtos gerados a partir de fontes renováveis, como ésteres metílicos de ácido graxo (biodiesel), vem aumentando a cada ano, e correspondentemente a produção de glicerol, visto que, este é um subproduto do processo de produção do biodiesel pela transesterificação de óleos vegetais. Tendo em mente a necessidade de empreender esforços na linha de pesquisa relacionada ao fator energético, é proposto o desenvolvimento de trabalho que resulte em melhor aproveitamento do glicerol. O tema é relevante, pois o uso do glicerol para produção de solventes e/ou reagentes de maior valor agregado contribuirá para a viabilização econômica do biodiesel. Atualmente, os valores relativos de mercado entre acetol e do glicerol é de aproximadamente 500 vezes. O aumento demasiado da produção de biodiesel e a falta de mercado para o glicerol, propicia um decréscimo do seu valor de mercado. Portanto, o glicerol precisa ser visto como mais uma fonte de produtos químicos, pois na presença de catalisadores o mesmo pode ser convertido em 1,2-propanodiol, 1,3-propanodiol, 3-hidroxipropanaldeído, hidroxiacetona (acetol) e acroleína. Produtos estes que possuem maior valor comercial, os quais usualmente são produzidos por fontes provenientes de combustíveis fósseis. Os produtos obtidos a partir do glicerol possuem diversas aplicações. O 1,2-propanodiol, por exemplo, pode ser usado como anticongelante, hidratante, em medicamentos, cosméticos, alimentos, creme dental, enxaguatórios bucais, fixadores de perfumes e produtos de tabaco. A hidroxiacetona é uma molécula bastante interessante por ser um componente orgânico que pode ser usado na síntese de vários produtos com alto valor agregado, tais como os dióis, acetais e cetais, substâncias usadas na indústria farmacêutica e de perfumes.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonio Alberto da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • utilização de nanopartículas metálicas para degradação de agrotóxicos
  • A água de lavagem de pulverizadores, dos EPIs e das áreas de preparo das caldas contêm resíduos de agrotóxicos. A descarga no meio ambiente desse material contaminado é crime ambiental inafiançável. Em razão disso, é urgente desenvolver uma tecnologia para solucionar esse problema. A utilização da nanotecnologia metálicas surge como uma opção para degradação rápida de poluentes em sistemas aquosos. Acredita-se que essa técnica pode ser eficiente na remediação in situ, onde a contaminação ocorre por sobra de calda nas bombas de aplicação, água resultante da lavagem dos pulverizadores e até mesmo no solo. A utilização de agrotóxicos é importante para assegurar a produção de alimentos capaz de atender a uma demanda global cada dia maior. Porém, muitos destes compostos possuem elevado tempo de meia-vida, apresentando problemas como o carryover. Outros, devido à sua elevada solubilidade em água podem ser lixiviados contaminando cursos de água e o perfil dos horizontes dos solos. Pesquisas realizadas em diversos países, em áreas onde o 2,4-D, dicamba, atrazine e sulfentrazone são muito utilizados, por exemplo, confirmaram a presença desses herbicidas em cursos de água. A presença desses compostos no ambiente pode trazer graves consequências à fauna e flora, devido à sua toxicidade. Muitos podem acumular nos tecidos adiposos de peixes. Dessa forma, podem comprometer a saúde humana pela ingestão de água ou animais, como peixes, contaminados com os herbicidas. Nesse contexto, conhecer o comportamento dos herbicidas no solo é fundamental para estimar os riscos de contaminação ambiental e desenvolver técnicas seguras de aplicação dos mesmos. A maioria das pesquisas realizadas para estimar o risco de contaminação ambiental por agrotóxicos é realizada somente em amostras do solo coletadas nas camadas superficiais do perfil do solo. Isso pode subestimar ou superestimar o potencial de contaminação do ambiente por um dado herbicida. Neste trabalho serão sintetizadas nanopartículas de ferro e avaliada a eficiência dessas na degradação dos herbicidas 2,4-D, dicamba, atrazine e sulfentrazone em ambiente aquoso. Adicionalmente, será estudado o comportamento dos herbicidas em amostras de horizontes de diferentes tipos de solos. Espera-se com este projeto aprimorar as estimativas de risco ambiental de herbicidas e desenvolver uma tecnologia utilizando nanomateriais para remediar ambientes contaminados por herbicidas reduzindo os riscos de contaminação ambiental e a sustentabilidade dos sistemas de cultivos.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonio Almeida Silva

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • desenvolvimento e controle passivo de vibração em sistemas rotativos e estruturais integrando dispositivos de ligas de nitinol superelásticas
  • O projeto de pesquisa visa dar continuidade aos estudos e análise do comportamento dinâmico de sistemas e dispositivos estruturais utilizando materiais de Liga com Memória de Forma (LMF) para fins de controle e isolamento de vibrações. A partir de experiências bem sucedidas no desenvolvimento de concepções e aplicações em sistemas rotativos e dispositivos estruturais que envolvem a modelagem, simulação numérica e validação experimental, bem como os estudos de caracterização de componentes que utilizam materiais de LMF, foi possível a validação de vários modelos para fins de aplicação em sistemas físicos reais. Na fase atual da pesquisa, pretende-se consolidar alguns estudos anteriores e desenvolver novas concepções de dispositivos na forma de atuadores passivos, baseados na integração de molas helicoidais e molas de lâminas de ligas NiTi (operando no regime superelástico), visando sua aplicação como atenuadores de vibrações nas chamadas estruturas inteligentes, baseadas na boa capacidade de dissipação de energia e de amortecimento estrutural. Em função dos resultados obtidos até o momento, existe a possibilidade de se ampliar a integração desses elementos LMF em novas aplicações tais como suporte de mancais de sistema rotativo mais robusto e protótipos de estruturas de edifício sob excitações pela base (ex. simulação de terremotos), a serem adotados como estratégias de isolamento e controle passivo de vibrações, o que pode representar arquiteturas comuns na indústria mecânica, civil e aeronáutica.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonio Almir Silva Gomes

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • processos linguísticos de ensino e de aprendizagem em contextos de educação escolar intercultural indígena
  • No Brasil, ainda hoje, não encontramos artigos com a robustez necessária para uma compreensão de processos de ensinar línguas em contexto indígena atrelados a estudos aplicados. O mesmo perfil se encontra, por exemplo, com ações de preservação e de revitalização linguística que, segundo, Berardi-Wiltshire, Petrucci e Maia (2015, p. 13), “ainda são raríssimas, incipientes ou mesmo praticamente inexistentes, no Brasil”. Como consequência, para conhecermos casos bem sucedidos de ensino de línguas baseados nos avanços linguísticos das ultimas décadas ainda precisamos recorrer a experiências internacionais. Até quando assim será? Até quando esse modelo de “esquecimento” acadêmico à área de ensino de línguas em contexto indígena permanecerá? O que sabemos hoje sobre casos bem sucedidos no Brasil de ensino de línguas que ultrapassaram o limite do ato de levar à escola a língua indígena? É preciso favorecer trabalhos que busquem respostas a esse tipo de perguntas. É preciso “criar escola no Brasil” voltada ao tema. É necessário criar experiências e, consequentemente, bons resultados internos. Somente assim abriremos caminho para trabalhos futuros do ponto de vista da aquisição de línguas, do uso, do ensino, etc. A pesquisa delineada neste projeto se propõe à busca de respostas, de modo a contribuir positivamente com os desafios que as questões postas sugerem. Para isso, desenvolverá pesquisas de cunho exploratório nas escolas estaduais indígenas Camilo Narciso – que atende a população Galibi-Marworno da comunidade de Kumarum㠖 e Jorge Iaparrá – que atende a população Karipuna – ambas situadas na Terra Indígena Uaçá, município de Oiapoque, estado do Amapá. Aliado a pesquisa de campo, buscará suporte em trabalhos da Linguística Aplicada tais como aqueles reunidos em VanPatten e Williams (2007): skills, input, output, autonomia, interação; Hinkel (2005): second language literacy, grammar teaching (research, theory, and practice), communicative language teaching, focus-on-form, language teaching and learning from and Intercultural Perspective, micro and macro language planning (approaches and methods); Kaplan (2002): language learning problems (emergence, awareness, rules, use, context), language teacthinf problems (resources, training, practice, interaction, understanding, use, contexts, motivations), language use problems (dialects, registers, discourse, communities, limited access to services), language technology. Ao final, a pesquisa pretende traçar um perfil amplo do contexto de ensino e de aprendizagem de línguas, incluídas questões relativas a uso.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonio Alvaro Soares Zuin

Ciências Humanas

Educação
  • cyberbullying contra professores: o youtube e o tabus sobre o professor na cultura digital
  • Na história da relação entre os agentes educacionais, sobressaiu-se o modo como o professor se tornou um modelo de identificação do aluno. Mas mesmo diante de tal identificação, observa-se a presença de comentários e comportamentos desrespeitosos por parte dos alunos em relação aos seus professores desde os primórdios das relações estabelecidas entre ambos no transcorrer do cotidiano escolar. Contudo, os alunos, na maior parte das vezes, temiam expor publicamente suas reclamações, pois sabiam que poderiam sofrer algum tipo de retaliação por parte do professor, tais como advertências e reprovações em determinadas disciplinas. Já em tempos da chamada cultura digital, a exibição contínua de imagens e comentários dos alunos, que depreciam e humilham seus professores nas redes sociais, parece desequilibrar os polos das relações de poder entre ambos de forma inédita. A quantidade de vídeos e comentários de alunos que reconhecem e elogiam seus professores em tais redes parece ser imensamente menor em relação àqueles que degradam seus professores, os quais são rotulados como retardados, imbecis, autoritários, além de serem acusados de sofrer algum tipo de insatisfação de ordem sexual. Diante deste quadro, tem-se, como objetivo da pesquisa, investigar as razões e as formas pelas quais os alunos brasileiros praticam cyberbullying contra seus professores, na medida em que postam imagens e comentários depreciativos e humilhantes dos educadores nas redes sociais, especificamente no caso do YouTube. Parte-se da hipótese de que em tempos da concentração dispersa, ou seja, da concentração que dificilmente se fixa em alguma informação, os alunos que praticam o cyberbullying rompem tabus em relação aos professores, ao mesmo tempo em que novas manifestações aversivas a respeito da profissão de ensinar se sedimentam por meio da postagens de imagens e comentários humilhantes nas redes sociais, notadamente no YouTube.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Antonio André Novotny

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • desenvolvimento de novos métodos de resolução de problemas inversos utilizando o conceito de derivada topológica
  • Diversas classes de problemas inversos são escritos na forma de equações diferenciais parciais sobredeterminadas. Essa dificuldade pode ser contornada reescrevendo o problema inverso na forma de um problema de otimização. A ideia básica consiste em minimizar um funcional que mede a diferença entre o dado lido e o calculado numericamente em relação aos parâmetros de interesse. O conceito de derivada topológica é então utilizado. Em particular, o funcional objetivo é expandido e em seguida truncado até o termo de segunda ordem, o que resulta em uma forma quadrática e estritamente convexa em termos dos parâmetros de interesse. Finalmente, através de um processo trivial de otimização obtém-se um algoritmo de reconstrução de segunda ordem não-iterativo e independente de qualquer chute inicial. Como resultado, o processo de reconstrução torna-se extremamente robusto a presença de ruído. Através desse projeto de pesquisa objetiva-se aplicar essa metodologia a diversas classes de problemas inversos, com potencial aplicação na detecção de fontes poluidoras em bacias hidrográficas, tratamento de câncer por hipertermia, medicina diagnóstica de detecção precoce de câncer, reconstrução de obstáculos imersos em fluido e reconstrução de anomalias utilizando ondas sonoras.
  • Laboratório Nacional de Computação Científica - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antonio Angelo Martins da Fonseca

Ciências Humanas

Geografia
  • regionalismo, governança e justiça espacial no semiárido baiano: um estudo comparativo
  • A expansão da globalização neoliberal tem gerado a emergência de novas dinâmicas regionais - como os novos regionalismos -, de novos modelos de governança regional e da ampliação das injustiças espaciais nas mais diversas escalas geográficas. E este projeto de pesquisa tem como objetivo geral a realização de análise comparativa envolvendo as relações entre regionalismo, governança regional e justiça espacial, tomando como referência os processos de instalação e expansão de parques eólicos, e à regionalização dos Serviços de Saúde/SUS nas regiões de Brumado, Guanambi, Jacobina e Irecê/Bahia. É uma pesquisa que se justifica pela minha experiência em relação às temáticas, pela contribuição que poderá trazer para a discussão interna da geografia quanto à relação entre regionalismo, governança regional e justiça espacial. Em termos teóricos, esta pesquisa se baseará nas abordagens do novo regionalismo, de governança e de justiça espacial. O novo regionalismo se refere tanto a mobilizações e/ou conjunto de decisões e ações políticas, econômicas e institucionais, quanto à tendência de expansão das decisões, das ações e dos processos multivariados para a escala regional. Esta abordagem é importante porque está vinculada à ação social e política; porque pressupõe a existência de coesão, cooperação e funcionalidade na região; porque expressa a existência de uma região política ideal, porque abre espaço para o desenvolvimento de novos modelos de gestão baseado na governança regional, e porque, normalmente, se busca a justiça espacial. Governança refere-se às parcerias, às decisões e ações descentralizadas com a participação dos variados agentes da sociedade, sobretudo do Estado. E justiça espacial significa equidade, a garantia de acesso aos serviços públicos, ao emprego e às diversas vantagens da vida em sociedade, de forma que melhore as condições sociais de todos, sobretudo as dos mais pobres. Em termos metodológicos, será adotado um modelo de governança regional e de justiça espacial. Estes dependem dos condicionantes políticos, institucional e espacial, e dos conteúdos regionais, constituídos pela coesão, cooperação e funcionalidade (regras e rotinas, agentes e articulações, e funções), e pelas ações (programas e distribuição de recursos). Os condicionantes e conteúdos são os responsáveis pela organização espacial dos equipamentos de saúde, pelas formas de atendimento médico aos pacientes, e pela instalação e expansão dos parques eólicos. Este modelo, além de contemplar as bases teóricas apontadas neste projeto, subsidiará o cronograma de atividades e os procedimentos metodológicos (qualitativos e quantitativos) que envolvem levantamento bibliográfico, trabalhos de campo, entrevistas, mapeamentos, publicações, discussões, apresentações de trabalhos, workshop e o relatório final.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antônio Augusto Chaves

Engenharias

Engenharia de Produção
  • uma metaheurística adaptativa aplicada a problemas de otimização combinatória com preferências
  • O estudo de metaheurísticas eficientes para resolver problemas de otimização tem sido alvo de muitas pesquisas por parte da comunidade científica. Para obter bons resultados em termos de qualidade de soluções e tempo computacional é importante haver uma boa configuração da metaheurística. Este processo de especificação do fluxo de controle e dos valores dos parâmetros de um método é uma tarefa árdua. Desta forma, este projeto tem como ideia central o desenvolvimento e aperfeiçoamento do método adaptativo Biased Random-key Genetic Algorithm (A-BRKGA) para escolher quais componentes serão utilizados e em qual sequência (fluxo de controle do A-BRKGA) e quais parâmetros utilizar enquanto uma instância de um problema esteja sendo resolvida. Para tal, serão estudadas técnicas de aprendizagem de máquinas e mecanismos adaptativos e reativos para construir um A-BRKGA com configuração on-line de parâmetros e fluxo de controle. O principal objetivo é gerar um algoritmo eficiente para resolver problemas de otimização combinatória e que o código seja fácil de ser reutilizado. Para avaliar o método proposto serão estudados problemas de otimização combinatória com preferências: problemas de agregação de rankings, problema de localização de facilidades capacitadas em dois níveis, problema de localização de facilidades com sobreposição de cobertura. Os testes computacionais utilizarão problemas teste disponíveis na literatura e estudos de caso reais. O método será comparado com algoritmos estado-da-arte por meio de análises estatísticas.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Antônio Augusto Ferreira Carioca

Ciências da Saúde

Nutrição
  • perspectivas e desafios do aprimoramento do sistema de vigilância alimentar e nutricional: uma abordagem de métodos mistos
  • O Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) é um sistema contínuo e sistemático para coleta de informações sobre perfil antropométrico e consumo alimentar e fatores associados da população brasileira. O Sistema permite diagnóstico da situação antropométrica e de marcadores do consumo alimentar para todas as faixas etárias, além de possibilitar rastrear áreas geográficas, segmentos sociais e grupos populacionais mais vulneráveis. No entanto, observa-se que este possui limitações quanto a qualidade e inserção dos dados no Sistema pelos municípios, decorrentes da incipiente estrutura operacional, lacunas na realização de medidas antropométricas, dificuldades de transmissão de informações, alta rotatividade da mão de obra e ausência de rotina no processo de registro. Com isso, pretende-se utilizar métodos mistos para analisar a qualidade dos dados antropométricos e de consumo alimentar inseridos no Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) e principais desafios na perspectiva dos gestores, profissionais da saúde, usuários nas regiões do Brasil. Trata-se de um projeto multicêntrico, de caráter misto, que adotará procedimentos metodológicos com princípios e procedimentos quantitativos (estudo ecológico) e qualitativos (estudo de caso) executado no período de janeiro de 2020 a dezembro de 2022. Os locais de coleta no segmento qualitativo serão as Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) nas cincos regiões brasileiras nas seguintes cidades: Fortaleza (CE), Rio Branco (AC), Cuiabá (MT), São Paulo (SP), Niterói (RJ), Novo Hamburgo (RS) onde serão analisados os desafios da qualidade dos dados inseridos e analisados no SISVAN na perspectiva dos gestores, profissionais da saúde, usuários do Sistema Único de Saúde. A coleta será realizada por uma entrevista semiestruturada com roteiro, previamente testado, elaborado pelos pesquisadores. Todas as entrevistas serão gravadas e transcritas e submetidas à análise de conteúdo. O componente quantitativo será realizado por um estudo epidemiológico do tipo ecológico, com as regiões brasileira e população usuária da Atenção Básica em Saúde (ABS) do Sistema Único de Saúde (SUS) e registrada no SISVAN Web, a partir de 2008, em todas as faixas etárias e unidades da federação (UFs) e macrorregiões. A relação entre os indicadores de qualidade e as variáveis socioeconômicas, demográficas e de saúde dos municípios será avaliada por meio de análise de correlação, diferença de médias e por modelos de regressão lineares generalizados. Será considerado nível de significância menor que 0,05. A proposição de estratégias para melhoria da coleta e inserção dados no sistema pressupõe a realização de avaliações de usabilidade (ISO 9241-11) que têm foco em avaliar a qualidade das interações que se estabelecem entre usuários e o sistema. De posse das análises anteriores, a interpretação dos métodos mistos demandará olhar os resultados quantitativos e achados qualitativos avaliando-os como as questões estão sendo tratadas em alcance dos objetivos propostos. Esta fase caracteriza-se pela extração de “inferências” (conclusões ou interpretações separadas extraídas das análises anteriores) e “metainferências” (entre os elementos quantitativos e qualitativos).
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2021
Foto de perfil

Antônio Augusto Ferreira Carioca

Ciências da Saúde

Nutrição
  • dieta, microbiota intestinal e risco cardiovascular: estudo de saúde dos nutricionistas – fortaleza/ceará
  • Com maior longevidade das populações cresce a incidência de doenças crônicas não-transmissíveis, decorrente principalmente pelo aumento da obesidade. Condições ambientais, como dieta inadequada e inatividade física são apontadas como principais determinantes deste quadro. Na população brasileira e em outras, as doenças cardiovasculares lideram as causas de mortalidade, justificando a identificação e combate aos seus fatores de risco. Hoje se sabe que condições ambientais influenciam a microbiota intestinal e que sua composição interfere em mecanismos imunológicos, na predisposição ao ganho de peso e na sensibilidade à insulina. Assim, o predomínio de firmicutes sobre os bacteroidetes tem sido associado à obesidade em modelos animais e em humanos. Por isso, é desejável um estudo de coorte que, em função deste delineamento, seja capaz de investigar prospectivamente potenciais fatores de risco para ocorrência doenças crônicas, permitindo elucidar a sequência temporal entre fatores causais e efeitos fisiopatogênicos. Com isso, o objetivo dessa proposta será avaliar a relação entre dieta, microbiota intestinal e risco cardiovascular em um estudo de coorte com estudantes de nutrição. Tratar-se-á de um estudo de coorte com amostra composta por 1200 voluntários dos Cursos de Nutrição de Fortaleza. Na primeira fase, por meio de questionários estruturados, com preenchimento eletrônico, serão obtidos dados demográficos, socioeconômicos, de hábitos de vida, questionário de frequência alimentar, antecedentes mórbidos pessoais e familiares. Serão coletadas amostras de sangue e fezes para análises bioquímicas (perfil lipídico, inflamatório e glicêmico) e de microbiota intestinal, respectivamente. E serão também coletados dados antropométricos (peso corporal, altura e circunferência da cintura) e de pressão arterial. A segunda fase, será realizada após dois anos, no qual serão coletados questionários estruturados, dados antropométricos, de pressão arterial e amostras de sangue da mesma população. Modelos lineares generalizados serão empregados para avaliar a associação entre as variáveis. Ajustes por sexo, idade, atividade física e outras variáveis poderão ser realizados. Com este estudo, tem-se a expectativa de se compreender as relações existentes entre a microbiota fecal e o padrão alimentar, assim como determinar a influência das bactérias sobre fatores de risco cardiovascular.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022