Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tainá Raiol Alencar

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • impacto no acesso e custo-efetividade das estratégias de rastreamento de câncer de colo uterino na atenção primária no distrito federal: atendimento nas ubs vs. unidade móvel
  • O câncer do colo do útero, apesar de prevenível, é um dos cânceres mais frequentes em mulheres no Brasil e no mundo, com altas taxas de incidência e de mortalidade. A realização periódica do exame citopatológico continua sendo a estratégia mais amplamente adotada para o rastreamento do câncer do colo do útero. Atingir alta cobertura da população definida como alvo é o componente mais importante no âmbito da atenção primária, para que se obtenha significativa redução da incidência e da mortalidade por câncer do colo do útero. Países com cobertura superior a 50\% do exame citopatológico realizado a cada três a cinco anos apresentam taxas inferiores a três mortes por 100 mil mulheres por ano e, para aqueles com cobertura superior a 70\%, essa taxa é igual ou menor a duas mortes por 100 mil mulheres por ano. As unidades móveis são uma alternativa inovadora para exames de rastreamento em centros de saúde, clínicas ou hospitais e podem incluir vans, veículos de recreio, ou outras clínicas itinerantes que são equipadas com trabalhadores de saúde e com equipamentos para detecção precoce. Unidades móveis de rastreamento (UMRs) permitem que provedores de assistência aumentem sua capacidade de atendimento fora de clínicas fixas, o que é particularmente importante em áreas sem infraestrutura para serviços de rastreamento do câncer. No entanto, mais pesquisas sobre a implementação de UMRs em locais com poucos recursos e pesquisas econômicas em saúde em termos de custo-efetividade das UMRs em comparação com clínicas fixas para informar os formuladores de políticas são necessárias. Este estudo se propõe a avaliar a cobertura atual do rastreamento do câncer de útero e a qualidade dos dados disponíveis no SISCAN. Além disso, proporcionar aos tomadores de decisão no Brasil e em outros contextos informações sobre o impacto econômico e o valor econômico a longo prazo comparáveis (ou seja, custo-efetividade), bem como o impacto na acessibilidade das estratégias de teste relativas ao teste de Papanicolaou convencional nas unidades fixas de atenção primária comparadas ao atendimento em unidades móveis. Uma análise de custo-efetividade e análise de impacto no acesso ao rastreamento serão conduzidas, incluindo análise qualitativa da percepção do atendimento e do conhecimento sobre prevenção, diagnóstico e tratamento de câncer de colo do útero por mulheres atendidas nas UBS e unidade móvel do SESC no Distrito Federal. Interessa subsidiar ações integradas da atenção básica e vigilância, que demonstrem efetividade e eficiência em termos de custos e reais benefícios para a população atendida.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022