Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Wanderley de Souza

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • estudo ultraestrutural e funcional da biogenese, localização e secreção de róptrias em toxoplasma gondii
  • Toxoplasma gondii patógeno causador da toxoplasmose. Além disso, este parasito é o organismo modelo do filo Apicomplexa, sendo o mais manipulável geneticamente e observável por diferentes técnicas de microscopia.É, portanto,o melhor parasito para revelar os detalhes moleculares da biogênese de organelas especificas deste grupo. As róptrias são essenciais para os apicomplexas. Foi demonstrado que sua localização apical é essencial tanto para invasão como para estabelecimento da vida intracelular e envolve a proteína acetilada TgARO (Armadillo-Repeat Only) e também requer a participação de um motor de actina-miosina. Em paralelo a estrutura fina das róptrias revelou a presença de partículas intramembranosas, (IMPs) periodicamente arranjadas em fileiras paralelas principalmente na região do bulbo das roptrias. Esses podem ser sítios de interação com o citoesqueleto, tendo um papel na maturação e localização na região apical. Dados preliminares indicam que algumas moléculas que interagem com a TgARO_TgACß and TgAIP, são os primeiros marcadores conhecidos de um compartimento intermediário das róptrias, localizado entre o pescoço e o bulbo da róptria, que apárece como uma zona de eletro intermediária em microscopia eletrônica de transmissão. Alguns resultados sugerem que esta zona pode estar envolvida com a agregação das róptrias. A localização apical das róptrias é essencial para a secreção de seu conteúdo na extremidade apical do parasito. Reconstrução 3D do pólo apical de taquizoítas em invasão mostrou que apenas uma róptria por vez secreta seu conteúdo através do conóide e que no máximo 4 dutos podem se acomodar no espaço apical. Além disso, vesículas alinhadas ao longo de microtúbulos centrais podem ser visualizadas a partir da base do conoide até o topo do parasita, onde uma estrutura circular, semelhante a porossomo descrito para células de mamífero foi observada
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 31/01/2017-31/01/2021
Foto de perfil

Wanderli Pedro Tadei

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • potencial químico e biológico de bacillus spp., isolados de diferentes ecossistemas da amazônia brasileira: bioprospecção para produção de moléculas de bioativas
  • A Amazônia brasileira possui a maior bacia de água doce do mundo e também a maior floresta tropical, sendo considerado o maior reservatório de biodiversidade do planeta, incluindo organismos superiores e microrganismos. Apesar de vários estudos nestas últimas décadas a respeito da microbiota local, pouco se conhece sobre sua biodiversidade microbiana, funções ecológicas e sua própria extinção. O gênero Bacillus é representado por bactérias onipresentes em diferentes ambientes como solos, plantas, águas e vivendo como simbiontes em insetos. Este gênero, nestas últimas décadas tem chamado bastante atenção, devido ao uso em diversos processos biotecnológicos, farmacêuticos, industriais, como por exemplo, no controle biológico de diversas ordens de insetos (Diptera, Coleoptera e Lepidoptera) vetores de doenças e pragas agrícolas. Outra aplicabilidade está relacionada ao controle agrícola de bactérias, fungos e nematoides patogênicos às plantas e, também, na biorremediação de ambientes contaminados. Além disso, na produção de diversas classes de antibióticos ativos contra cepas patogênicas de importância médica. Estas bactérias secretam e excretam diversas moléculas como proteínas inseticidas, enzimas hidrolíticas, peptídeos não ribossomais e outros metabolitos secundários com funções específicas contra agentes vetores de patógenos. Dada à alta aplicabilidade deste grupo de bactérias, tornam-se necessários estudos sobre o conhecimento da diversidade, relações ecológicas e filogenéticas, ainda pouco conhecidas ou não estudadas. Considerando a diversidade microbiana da Amazônia, são escassos os estudos sobre a diversidade de Bacillus spp., isolados de ambientes tropicais, principalmente relacionado aos diferentes nichos ecológicos da Amazônia como mata de terra firme, várzea e igapó. Estudos e pesquisas sobre os perfis genômicos, proteômicos e metabólicos de linhagens de Bacillus spp., demonstraram que estas bactérias possuem um grande potencial para produzir uma variedade de metabolitos bioativos de interesse biotecnológico. Com o avanço das ciências aliadas às novas ferramentas moleculares é possível identificar de forma correta os microrganismos e conhecer seu potencial químico e genético. Estudos de genômica associados com o perfil dos metabolitos das bactérias trouxeram grandes impactos para estudos de taxonomia e identificação de moléculas inéditas. Portanto, conhecer a diversidade de bactérias, do gênero Bacillus, isoladas dos ecossistemas de mata de terra firme, várzea e igapó, analisando os seguintes conteúdos moleculares: genômico, proteômico e metabolômico são os principais objetivos deste projeto, de caráter inovador, assim como tentar detectar novas moléculas com potencial biológico para o controle de vetores de doenças tropicais e moléculas com atividades antimicrobianas.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022