Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Victor Flores Mendes

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • conversores multifuncionais aplicados à integração de fontes renováveis às redes elétricas
  • O uso de fontes renováveis, principalmente eólica e fotovoltaica, vem crescendo exponencialmente no mundo, incluindo no Brasil. Esse crescimento é benéfico em alguns aspectos, como por exemplo do ponto de vista ambiental e possibilidade de geração mais próxima ao consumidor, no entanto apresenta dificuldades como aspectos ligados a intermitência das fontes e questões de qualidade da energia (flutuações de tensão, harmônicos, variações de frequência, etc.). O conversor de potência desempenha o papel de integração dos sistemas fotovoltaicos e eólicos nas redes elétricas. Geralmente o seu controle é focado na injeção de potência ativa na rede elétrica, no entanto pelo fato das fontes eólica e fotovoltaica apresentarem uma alta variabilidade, existe uma margem de capacidade do conversor que não é utilizada em condições de baixa irradiação ou vento. Nesse contexto surgem os conversores multifuncionais cujo objetivo, além de fornecer potência ativa, proveem serviços ancilares, como injeção/consumo de potência reativa e compensação harmônica. Tais serviços podem ser usados para melhoria da qualidade de energia da rede em condições normais de operação ou em condições de faltas, por exemplo. Esse projeto propõe o estudo dos conversores multifuncionais em seus aspectos, como: estratégias de controle, degradação da vida útil quando executando serviços ancilares e comportamento durante faltas na rede elétrica. O estudo será baseado em análises matemáticas, resultados simulados e experimentais utilizando bancadas representativas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Victor Goyannes Dill Orrico

Ciências Biológicas

Zoologia
  • polimorfismo e espécies crípticas: entendendo a biodiversidade de anfíbios da américa do sul.
  • Houve um aumento substancial nos últimos anos de proposições de complexos de espécies, propondo o a existência de uma diversidade críptica, não reconhecível por meio de análises tradicionais, dentro de algumas espécies de anfíbios. Entretanto, a indefinição conceitual do que seja um “complexo de espécies” dificulta o entendimento crítico da literatura. Há também uma carência de estudos que abordem as variações moleculares e fenotípicas do táxon alvo aliadas à uma amostragem ampla e densa da área de ocorrência do mesmo. Essa tendência é mais acentuada para táxons de ampla distribuição; em especial para táxons amazônicos. Adicionalmente, uma parte significativa desses estudos desconsidera nomes já disponíveis, porém pouco usados na literatura, mesmo quando incorporam em seus resultados indivíduos que poderiam corresponder a esses nomes. Usando como modelos clados de anuros Neotropicais que resumem todos os problemas listados acima, pretendo buscar compreender se a “cripsis morfológica” é real nestes clados e se é limitada à morfologia externa de alguma fase de vida. Este projeto é parte integrante de outro maior que integra dados fenômicos e moleculares com maior quantidade possível de amostras locais da distribuição geográfica das espécies de interesse a fim de descrever e interpretar a variação aí existente através dos métodos apropriados.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022