Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jose Roberto Pellini

Ciências Humanas

Arqueologia
  • casa, tumba ou sítio arqueológico? paisagens potenciais, materialidades transitórias.
  • A presente proposta tem como objetivo dar continuidade aos trabalhos que vem sendo desenvolvidos desde 2015 pelo Programa Arqueológico Brasileiro no Egito da Universidade Federal de Minas Gerais (BAPE) na Tumba Tebana 123 (TT123). Longe do interesse oitocentista que o Brasil manifestou no passado pelo Egito, emulando os países centrais a partir de uma ideologia colonial, o presente projeto busca somar as discussões sobre Arqueologia e Colonialidade que vêm ocorrendo tanto na América do Sul quanto em outras regiões do planeta. Embora o projeto inclua ferramentas da egiptologia (como epigrafia e análise de materialidades faraônicas), a agenda de trabalho na tumba TT123, uma tumba faraônica localizada na planície de Sheikh Abd el Qurna em Luxor, Egito, é, antes de tudo, a de um projeto arqueológico integral, interessado na totalidade das materialidades, vestígios, estruturas e, acima de tudo, relações que marcam a biografia da TT123. A cuidadosa documentação e análise da íntegra deste registro, sobretudo das materialidades modernas, bem como a análise das diferentes relações que foram vivenciadas neste espaço, nos permitirão contribuir com elementos não só para a história egípcia durante o período faraônico, mas também para compreender a história moderna da tumba e o entrelaçamento entre este registro, a arqueologia e as comunidades locais ao longo dos séculos. Sabemos por informação etnoarqueológica que a tumba foi habitada na modernidade por familias egípcias mas esta história é silenciada pelas agendas da arqueologia egípcia. Neste sentido o Projeto parte da ideia de que a TT123, antes de ser apenas uma tumba, uma materialidade fixa, uma categoria predeterminada, é uma materialidade transitória e ponto de encontro de diferentes ontologias. Ao pensarmos as tumbas como materialidades potenciais que se materializam através de relações, reconhecemos que a tumba antes de ser só uma tumba pode ser uma residência, um sítio arqueológico ou qualquer outra coisa.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Roberto Postali Parra

Ciências Agrárias

Agronomia
  • instituto nacional de ciância e tecnologia de semioquímicos na agricultura
  • Considerado um INCT modelo no último quadriênio (2009-2013), segundo o parecer final do Comitê Assessor do CNPq, o INCT Semioquímicos na Agricultura desenvolve pesquisa científica e tecnológica inovadora em uma área estratégica para o desenvolvimento nacional, a agricultura, e por meio desta nova chamada, espera contribuir ainda mais para a consolidação do país nesta área, no curto, médio e longo prazos. Contemplando atividades de pesquisa de vanguarda de alta qualidade, elevada formação de recursos humanos, transferência de conhecimento para a sociedade e empresas, e forte internacionalização, esta nova proposta visa ao fortalecimento do atual INCT Semioquímicos na Agricultura. A partir da estrutura em rede hoje constituída e já consolidada, dos laboratórios e competências estabelecidos nos estados de São Paulo (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Esalq/USP, Piracicaba, Instituição Sede), Minas Gerais (Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa), Paraná (Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba), e Alagoas (Universidade Federal de Alagoas, UFAL, Maceió), o INCT Semioquímicos na Agricultura irá se expandir, nesta nova fase para outros locais do Brasil, visando a um maior equilíbrio e à formação de novos grupos de pesquisa em novos campi universitários e regiões em desenvolvimento, como preconizado pelo Edital. Serão acrescidos ao atual grupo, laboratórios representados pelos estados de Sergipe (Universidade Federal de Sergipe, UFS, Aracajú), Bahia (Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Ilhéus), Rio de Janeiro (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Três Rios), Mato Grosso (Universidade do Estado do Mato Grosso, UNEMAT, Tangará da Serra), Mato Grosso do Sul (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UEMS, Cassilândia), Santa Catarina (Universidade Comunitária da Região de Chapecó, Unochapeco, Chapecó), e de outras duas instituições no Paraná (Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Guarapuava, e Universidade Estadual do Oeste do Paraná, UNIOESTE, Cascavel). Levando em conta objetivos e metas claras, o INCT Semioquímicos na Agricultura estabeleceu como alicerce estratégico para o país, cinco linhas gerais de pesquisas a saber: (i) Semioquímicos nas interações inseto-inseto e inseto-planta, (ii) Semioquímicos no contexto do controle biológico, (iii) Identificação e síntese de semioquímicos, (iv) Formulação e tecnologia de liberação de semioquímicos, e (v) Aplicação de semioquímicos na agricultura. Todos os subprojetos de pesquisa propostos pelo atual INCT, se encaixam de forma harmônica em uma ou mais dessas linhas gerais, e são condizentes com as principais pragas e culturas de importância econômica da agricultura brasileira da atualidade, criando novas possibilidades de monitoramento e controle de pragas, e gerando conhecimentos e tecnologias para os agricultores, de forma sustentável e sem o uso de agroquímicos, tornando o país autosuficiente. Por se tratar de uma rede bem estruturada de instituições de ensino e pesquisa, o INCT Semioquímicos na Agricultura continuará contribuindo para a formação de recursos humanos do mais alto nível, expandindo e disseminando inovações para as mais diferentes regiões brasileiras. Amparado por instituições internacionais líderes nesta área de atuação, como University of California-Davis, University of California-Riverside, Penn State University, Wageningen University, University of Neuchâtel, Max Planck Institute of Chemical Ecology, Universität Hamburg, The University of Western Ontario, dentre outras, o INCT Semioquímicos na Agricultura manterá, como já vem sendo feito, constante intercâmbio, de alunos e pesquisadores, promovendo um aumento da produção científica e melhoria da qualidade desta produção. No que tange às relações com empresas nacionais, inúmeras têm sido as oportunidades de gerar novos produtos e tecnologias que favoreçam o crescimento empresarial do agronegócio, como já vem sendo feito por meio de empresas pioneiras e hoje líderes do mercado neste setor apoiadas pelo INCT Semioquímicos na Agricultura. Aliado a todo este esforço, a busca constante de iniciativas que transfiram este conhecimento para a sociedade, por meio de educação científica da população em geral tem sido implementada e disponibilizada pelos membros e instituições dos grupos participantes.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

José Roberto Viana Silva

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • mecanismos de ação de antioxidantes naturais (timol, alfa;-pineno e punicalagina) durante o cultivo in vitro e criopreservação de folículos ovarianos e oócitos bovinos
  • O estresse oxidativo durante o cultivo in vitro e criopreservação de folículos pré-antrais e de oócitos bovinos é responsável por reduzir a viabilidade celular e limitar o potencial destas biotécnicas para fornecer oócitos competentes para a produção de embriões in vitro. Como estratégia para minimizar os efeitos deletérios do estresse oxidativo, vários antioxidantes tem sido utilizados durante o cultivo de células in vitro. A ampla variedade de componentes bioativos presentes nos óleos essenciais de Lippia sidoides e Croton argyrophyllus e no extrato de Punica granatum tem despertado grande interesse de pesquisadores, devido às suas propriedades antioxidantes. Substâncias como timol, a-pineno e punicalagina, isolados respectivamente destes óleos essenciais e extrato, já apresentaram alta atividade antioxidante em estudos in vivo e in vitro. No entanto, ainda não se sabe se estas substâncias naturais reduzem o estresse oxidativo durante a criopreservação de tecido ovariano, cultivo de folículos pré-antrais e maturação oocitária in vitro. A realização deste projeto será de grande importância para o aperfeiçoamento das biotécnicas relacionadas com a produção in vitro de embriões e também para criar novas perspectivas de utilização de compostos ativos, presentes em plantas do Brasil, como suplementos de meios de cultivo e de criopreservação de folículos ovarianos. Os objetivos deste projeto são avaliar os mecanismos de ação do timol, do a-pineno e da punicalagina durante o cultivo folicular e maturação oocitária, bem como durante a criopreservação de tecido ovariano bovino. Serão investigados também os efeitos destas substâncias e dos óleos essenciais de L. sidoides e C. argyrophyllus e do extrato de P.granatum nas taxas de viabilidade, crescimento folicular, maturação oocitária, fragmentação de DNA, bem como na integridade ultraestrutural de organelas, expressão de RNAm e atividade das enzimas superóxido dismutase, catalase, periredoxina e glutationa peroxidase.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Rodolfo Lopes de Paiva Cavalcanti

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • estudo in vitro do comportamento regenerativo das células do tecido nervoso do encéfalo de humanos traumatizados após tratamento com astragalosídeo iv, ácido lipóico e óleo de linhaça
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 07/01/2020-07/01/2025
Foto de perfil

José Tavares Araruna Júnior

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudos e estratégias para utilização de sedimentos acumulados por ações antrópicas no complexo lagunar da baixada de jacarepaguá
  • A melhoria da qualidade dos serviços de saneamento urbano é imperativa ao desenvolvimento social e econômico do Brasil. A inabilidade do país em suprir condições básicas de saneamento é ilustrada pela degradação dos corpos hídricos em suas áreas urbanas. No caso específico do foco desta proposta, o crescimento da Baixada de Jacarepaguá no Rio de Janeiro ignorou o planejamento concebido pelo urbanista Lúcio Costa e a qualidade de seu sistema lagunar deteriorou sensivelmente em um curto intervalo de tempo. A recuperação ambiental do Complexo Lagunar de Jacarepaguá, prevista como um legado dos Jogos Olímpicos Rio 2016, deixou de ser executada por entraves jurídicos e administrativos. Atualmente é muito difícil que o projeto aprovado venha a ser realizado com o aporte de recursos públicos face à crise econômica vivenciada pelo Estado do Rio de Janeiro aliada a necessidade de privatização da CEDAE, (i.e., a venda da companhia estadual de saneamento está prevista no acordo de recuperação financeira estabelecido com o Governo Federal). Sendo assim, há uma necessidade de estudos que definam estratégias de utilização benéficas dos sedimentos existentes. Contrário a percepção popular, os sedimentos de sistemas lagunares eutrofizados não deveriam ser considerados como rejeitos posto que é possível realocá-los em seu ecossistema natural, através de operações de dragagem, e que são passíveis de utilização com ou sem tratamento prévio. A presente proposta visa a realizar estudos que possibilitem desenvolver estratégias para utilização de sedimentos acumulados por ações antrópicas dando continuidade a cooperação científica e tecnológica existente entre a PUC-Rio e a Tonji University. Vislumbra-se que a parceria com a Russian Academy of Science venha ainda mais a agregar esforços no sentido de contribuir para a formulação de políticas públicas na área de recursos hídricos.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Jose Viriato Coelho Vargas

Indefinido

Indefinido
  • planta piloto de tratamento de efluentes e águas degradadas através do cultivo de microalgas
  • Este projeto propõe o desenvolvimento de planta piloto modular para tratamento de esgoto e recuperação de águas superficiais, subterrâneas e residuais, i.e., efluentes e águas degradadas através do cultivo de microalgas. Para tanto, será utilizado o cultivo de microalgas em fotobiorreatores (FBR) tubulares compactos via águas degradadas e resíduos sólidos urbanos (RSU) para geração de bioprodutos e energia como estratégia para uso eficiente e racional da água em sistemas de produção integrada. A inovação reside no uso acoplado de fotobiorreatores, biodigestor e incinerador, promovendo o tratamento de águas degradadas e esgotos, bem como RSU. Projetos anteriores financiados para este grupo de pesquisa permitiram a construção de um Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento em Energia Autossustentável (NPDEAS) na UFPR, composto por sistemas modulares que utilizam os efluentes de biodigestor local bem como de outras localidades como nutrientes em 5 fotobiorreatores compactos de cultivo de microalgas, cada um com capacidade de 12.000 L (5m x 2m x 8m), que também permitem a assimilação de emissões provenientes da incineração de resíduos sólidos com produção de diferentes coprodutos de alto valor agregado e geração de energia elétrica distribuída. A base fundamental para este projeto será o NPDEAS, o qual foi originalmente dividido em 5 módulos: 1) Unidade de Biodigestão, 2) Unidade de Fotobiorreatores, 3) Unidade de Operações Unitárias, 4) Unidade produtora de Ração Animal e 5) Unidade Incineradora com geração de energia elétrica de 20 kW. Além de funcionarem em conjunto, a tecnologia desenvolvida em cada unidade permite o desenvolvimento de diferentes produtos que atendem a um amplo espectro de atividades no mercado. Para este projeto, o NPDEAS será reestruturado para tratamento de águas degradadas por absorção direta de resíduos em suspensão (orgânicos e inorgânicos) e de emissões de incineração de RSU em escala piloto em FBR tubulares compactos. Nessa concepção, o módulo 2 original passará a ser o módulo 1 – Unidade de FBR, cujo meio de cultivo de microalgas coletado será direcionado para duas frentes de pesquisa: i) Floculação e centrifugação de meio de cultivo de microalgas livres (novo módulo 5), e ii) Cultivo de microalgas encapsuladas em polímeros naturais (novo módulo 6). A seguir, serão feitos estudos comparativos do desempenho físico e econômico das duas frentes de pesquisa. Para tanto, o projeto prevê o desenvolvimento de modelos matemáticos para simular o crescimento das microalgas e absorção das impurezas. Os modelos matemáticos para as duas frentes serão ajustados e validados experimentalmente via comparação direta com medições realizadas no processo implementado na planta piloto, determinando constantes de ajuste pela solução de um problema inverso de estimativa de parâmetros. Os modelos validados experimentalmente poderão então ser utilizados para simulação, projeto, controle e otimização desses sistemas para máximo desempenho. Além disso, a metodologia de análise exergoeconômica será aplicada nas duas frentes para realizar o estudo de viabilidade técnica e econômica dos processos desenvolvidos. Assim, espera-se que o projeto possa viabilizar empreendimentos de grande porte para tratamento de águas e resíduos sólidos em áreas urbanas e rurais.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 20/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Jose Viriato Coelho Vargas

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • energia sustentável, água potável e bioprodutos a partir de resíduos sólidos urbanos e microalgas
  • O desenvolvimento humano tem aumentado a demanda de energia, água e alimentos. Assim, processos acoplados sustentáveis serão alternativas que poderão viabilizar o desenvolvimento humano com mínimo impacto ambiental. Este grupo de pesquisa desenvolveu o Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento em Energia Autossustentável (NPDEAS) na UFPR, dividido em 7 unidades (módulos): 1) Fotobiorreatores (FBR), 2) Biodiesel, 3) Produtora de biomassa residual, 4) Incineradora e geradora de energia elétrica, 5) Operações Unitárias, 6) Tratamento de águas degradadas, e 7) Biodigestão. Nesta proposta, o NPDEAS incluirá a geração de água potável pela destilação de águas salinas, salobras ou degradadas com o calor da incineração de resíduos sólidos urbanos (RSU), pela instalação de um destilador multiestágios no módulo 4. As emissões serão tratadas em FBR tubulares existentes de 12.000 L cada um (5m x 2m x 8m), bem como em novos FBR modulares flutuantes de baixo custo, desenvolvidos para esta proposta, que comporão o novo módulo 6, que substitui o anterior. A biomassa de microalgas produzida no módulo 3 será utilizada para promoção do crescimento de plantas da cadeia produtiva agrícola, e na obtenção de metabólitos de interesse biotecnológico, no novo módulo 8) Bioprodutos. O desempenho físico e econômico do sistema será avaliado por: i) prospecção e identificação de microalgas eficientes, e ii) desenvolvimento de modelos matemáticos para simular o sistema de geração de água potável proposto, o cultivo das microalgas em FBR, o processo de indução do crescimento de plantas e de obtenção de metabólitos de interesse. Os modelos validados experimentalmente viabilizarão a simulação, projeto, controle e otimização desses sistemas para máximo desempenho. A metodologia de análise exergoeconômica dos sistemas permitirá o estudo de viabilidade técnica e econômica dos processos desenvolvidos. Espera-se que os resultados viabilizem empreendimentos acoplados de produção de energia, água e alimentos.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Joseli Soares Brazorotto

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • intervenção guiada por vídeo para famílias de crianças com deficiência auditiva
  • O input de linguagem oferecido pela família é um dos melhores preditores de desenvolvimento da linguagem. Há carência de evidências sobre a aplicabilidade e a eficácia de programas de intervenção direcionados às famílias de crianças com deficiência auditiva, especialmente no Brasil. Uma ferramenta em investigação em todo o mundo para a modificação de comportamentos dos cuidadores é o videofeedback, que possibilita a reflexão e o empoderamento destes adultos no sentido de otimizar a interação. Assim, a hipótese desta pesquisa é a de que um programa de intervenção fonoaudiológica guiado por videofeedback será eficaz para melhorar a interação entre cuidadores/pais e seus filhos com deficiência auditiva, com repercussão positiva no desenvolvimento infantil. São objetivos desta pesquisa avaliar a aplicabilidade e a eficácia de um programa de intervenção fonoaudiológica utilizando o videofeedback, monitorado pré e pós, nos três grupos estudo, com medidas eletrofisiológicas, psicoacústicas, de linguagem, desenvolvimento e check list com a família. Como método, um ensaio clínico randomizado, com um programa de 20 sessões de intervenção e o acompanhamento de três grupos, a saber: grupo A: 30 díades mãe-criança usuárias de um serviço de saúde auditiva, inseridas na intervenção guiada por vídeo; grupo B: 30 díades mãe-criança usuárias do mesmo serviço e grupo C: 30 díades mãe-criança ouvinte. Os grupos B e C participarão como controle e receberão a intervenção, caso necessário, após a finalização do período experimental. As avaliações pré e pós-intervenção contarão com a análise da interação nos ambientes clínico e doméstico, pelo registro em vídeo e uso do dispositivo Language Environment Analysis (LENA®), a avaliação do desenvolvimento cortical auditivo, da linguagem oral e global das crianças. Será empregada a análise estatística inferencial apropriada. Recomendações com base nestas evidências contribuirão para avanços da intervenção na deficiência auditiva infantil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Josélio Maria Galvão de Araújo

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • investigação sobre a origem e as consequências de um novo surto por arbovírus no município de santa cruz (rn) em 2021.
  • Arboviroses são doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem, por exemplo, os vírus da Dengue, Zika e Chikungunya. Os vírus pertencentes ao gênero Flavivirus, como os vírus dengue (DENV) e Zika (ZIKV), são responsáveis por grandes surtos e epidemias, representando um grave problema de saúde pública. Além das flaviviroses acima descritas, outro arbovírus tem preocupado as autoridades de saúde pública no Brasil: o vírus Chikungunya (CHIKV), pertencente ao gênero Alphavirus. Até a 34a semana epidemiológica de 2021, um total de 1140, 896 e 137 casos de Chikungunya, Dengue e Zika foram confirmados no Rio Grande do Norte (RN), respectivamente. O problema das arboviroses tem se intensificado no Município de Santa Cruz (RN), área deste estudo. Nesse contexto, o presente projeto tem como objetivos (i) identificar e caracterizar geneticamente o(s) arbovírus circulantes em Santa Cruz (RN); (ii) descrever os fenótipos e acompanhar aproximadamente 30 casos suspeitos de exposição congênita por arbovírus; e (iii) testar a infectividade do arbovírus associado à achados clínicos congênitos e suas consequências para o desenvolvimento neural em modelos de células in vitro e animais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Josenildo Campos Brussio

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • turismo religioso em desafios imagéticos: reconstruções da experiência festiva e devocional em geossantuários nordestinos nos tempos de (pós)pandemia
  • Trata-se de uma pesquisa no campo do turismo religioso como fenômeno socioeconômico e cultural que tem demonstrado um grande crescimento no panorama mundial. Quatro centros de devoção, nos estados nordestinos do Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte, foram selecionados pela relativa interdependência das respectivas capitais (São Luís, Teresina, Fortaleza e Natal) para esta exemplificação sobre as mutações - possíveis e necessárias - na governança das ações culturais vinculadas à saúde coletiva. São eles: São José do Ribamar - MA, Santa Cruz do Milagres-PI, São Francisco das Chagas de Canindé-CE e Santos Mártires- RN. O objetivo principal da pesquisa é examinar dinâmicas devocionais e festivas de significados turísticos nos geossantuários de São José do Ribamar - MA, Santa Cruz do Milagres-PI, São Francisco das Chagas de Canindé-CE e Santos Mártires- RN, na perspectiva de integração imagética de suas experiências contemporâneas (pandêmicas e pós-pandêmicas). O estudo visa ainda contribuir com as políticas públicas de planejamento do turismo religioso no âmbito das cidades sede dos geossantuários em estudo: São José de Ribamar - MA, Santa Cruz dos Milagres - PI, Canindé - CE, Cunhaú e Uruaçu – RN. Para a construção metodológica do presente projeto de pesquisa partimos do Modelo Metodológico Quadripolar de Bruyne, Herman e Schoutheete (2016), visto que o objeto de estudo em foco lida diretamente com fenômenos sociais, em suas diversas dimensões e abordagens qualitativas, religiosas, turísticas, culturais, geográficas, compreendendo objetos de investigação complexos, dotados de historicidade e subjetividade. Pelas características que são investigadas pelas ciências sociais e as relações elementares que envolvem indivíduos e sociedade, a pesquisa qualitativa torna-se mais apropriada para compreender estes fenômenos.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Josete Florencio dos Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estudos sobre as relações da esg com a estrutura de capital e o desempenho das empresas brasileiras
  • Questões de sustentabilidade são elementos importantes para a tomada de decisões financeiras à medida que as mudanças climáticas e sociais têm impacto nos mercados globais, fazendo parte das exigências dos investidores e governos, que estão pressionando as empresas a adotarem políticas consideradas sustentáveis. Assim, empresas com mais transparência sobre responsabilidade ambiental, social e de governança corporativa (ESG) são mais atrativas, pois diminui a assimetria de informações e os custos de agência, impactando no valor das empresas. Percebendo os benefícios econômicos decorrentes da proteção ambiental, as empresas se empenharão em P&D ambiental e níveis de emissão de CO2. Para isso, as empresas precisam comunicar aos acionistas e aos stakeholders suas ações de proteção socioambiental, promovendo o disclouse por meio de Relatórios, como o de Sustentabilidade, que tem o intuito de divulgar o desempenho corporativo em relação ao desenvolvimento sustentável, auxiliando a mensurar a sustentabilidade empresarial. Entretanto, benefícios da proteção ambiental muitas vezes não são alcançados diretamente por meio de resultados financeiros, devendo as empresas investirem em práticas ambientais que mantenham harmonia com as necessidades econômicas, senão, é possível que haja restrição de acesso ao capital, reduzindo o seu valor econômico-financeiro. Assim, investigar questões de ESG é importante, principalmente quando relacionamos ao desempenho e estrutura de capital. Portanto, o objetivo é investigar a relação das práticas de ESG com a estrutura de capital e a performance financeira das empresas listadas na B3, no período de 2010 a 2023. Supõem-se que o comprometimento com o meio ambiente tem efeito moderador sobre estas relações. Modelos econométricos irão relacionar um índice desenvolvido como proxy para a divulgação de ESG, com a alavancagem e o desempenho, aliado a variáveis de controle, com o Stata 13.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Josias de Oliveira Merib

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de novos dispositivos automatizados baseados em impressão 3d para utilização em técnicas de microextração
  • Este projeto envolve a produção e avaliação de um novo dispositivo automatizado de baixo custo para ser utilizado em uma técnica de microextração. O protótipo será confeccionado mediante impressão 3D e a automatização será realizada pela integração eletrônica com a plataforma aberta Arduino®. Particularmente, o dispositivo proposto será utilizado na técnica de microextração em filme fino (TFME) acoplada a um sistema de 96 poços para a extração de contaminantes ambientais (pesticidas, ésteres de ftalato e disruptores endócrinos) em amostras aquosas. Esta proposta se justifica em função de grande parte dos sistemas automatizados apresentarem custo bastante elevado, o que invariavelmente limita o acesso a estes por uma parcela significativa dos laboratórios. Além disso, a TFME constitui-se em uma técnica sustentável e que necessita uma quantidade muito baixa de solventes o que é preconizado pelos conceitos atuais de Química Analítica Verde. Outro fator que merece ser destacado é a ampla possibilidade de configurações oferecidas por meio da impressão 3D em Química Analítica. Tendo em vista o progresso obtido nos últimos anos na prototipagem 3D, bem como no desenvolvimento de sistemas automatizados baseados em componentes de baixo custo utilizando-se a plataforma Arduino®, há a concreta possibilidade da produção de um sistema acessível e com grande aplicabilidade. A configuração deste dispositivo será baseada em um suporte impresso em 3D que será integrado a motores de passos e circuitos eletrônicos de baixa complexidade utilizando-se componentes de baixo custo. Neste suporte serão acoplados os pentes, também impressos em 3D, nos quais será fixada a fase extratora que será utilizada para as extrações. Posteriormente às etapas de extração e dessorção, os extratos serão analisados por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em tandem (LC-MS/MS) sendo realizada a otimização das condições experimentais de extração e a validação da metodologia analítica
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 27/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Josilene Aires Moreira

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • inserção feminina na ciência e tecnologia: promovendo a popularização e a socialização da ciência da computação no interior da paraíba
  • O projeto tem como objetivo principal realizar ações de popularização da ciência e tecnologia no interior da Paraíba, tendo como público-alvo as alunas das Escolas Estaduais de Ensino Médio de 15 municípios do estado da Paraíba. Através de uma unidade de Ciência Móvel, serão oferecidas oficinas práticas de Ciência da Computação englobando o desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis, a programação e a construção de jogos digitais. Importantes parcerias já firmadas viabilizarão a execução do projeto: (i) A parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia - SEECT-PB, que promoverá o acesso e a inclusão das alunas das escolas estaduais de ensino médio e fará a divulgação do projeto, e (ii) A parceria com a Superintendência de Ensino à Distância (SEAD) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a qual proporcionará o acesso aos polos municipais de apoio presencial da SEAD em cada município, com sua infraestrutura. O veículo itinerante, uma VAN, será adaptado para conter oito postos de trabalho com notebooks; estes recursos serão complementados pelos computadores existentes em cada polo de educação dos municípios e nos laboratórios das escolas envolvidas. O público-alvo estimado é de 200 alunas em cada município (primeiro e segundo anos do ensino médio), abrangendo um total de 3000 estudantes, 15 professores e 15 coordenadores pedagógicos, sendo um de cada escola. A equipe de execução será composta por duas professoras do Centro de Informática e um professor do Centro de Tecnologia da UFPB, e de alunas dos cursos de graduação em Engenharia da Computação e Ciência da Computação do Centro de Informática. Esta equipe integra o grupo “Meninas na Ciência da Computação”, o qual desenvolve ações de extensão e pesquisa sobre a Inclusão de Mulheres em Ciência e Tecnologia desde 2014 e, portanto, possui experiência comprovada nestas ações. Ressalta-se que o grupo continuou com as ações através de plataformas remotas de ensino, mesmo durante o período de pandemia 2020/2021 . Ressaltam-se os projetos mais relevantes conduzidos pelo grupo: (a) Chamada SNCT 2018 “Ciência para a Redução das Desigualdades (CNPq/MCTIC-SEPED 14/2018) (b) Duas chamadas públicas para a Inserção Feminina na Ciência e Tecnologia (Meninas e jovens fazendo Ciências Exatas, Engenharias e Computação - 18/2013/MCTI/CNPq/SPM/Petrobras e CNPq/MCTIC No 31/2018 – Meninas nas Ciências Exatas, Engenharias e Computação), (c) Edital PROEXT/MEC/2016, (d) Edital Garotas STEM: Formando Futuras Cientistas/2021 (edital de formação educativa promovido pelo British Council, King’s College of London e o Museu do Amanhã).
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Josimar de Aparecido Vieira

Ciências Humanas

Educação
  • concepções epistemológicas e práticas de pesquisas presentes nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia do rio grande do sul
  • Um dos propósitos dos Institutos Federais (IFs) é desenvolver a educação profissional e tecnológica (EPT) como processo educativo e investigativo e, para tanto, deve fomentar e realizar a pesquisa aplicada, a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico, estimulando a produção de soluções técnicas e tecnológicas, estendendo seus benefícios à comunidade. Atuando na educação básica e superior, em diferentes níveis, formas e modalidades de ensino, a pesquisa e inovação são vistas nos IFs como princípios educativos e científicos de um processo de produção, inovação e difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos. Nesta direção, este projeto busca analisar concepções epistemológicas e práticas de pesquisas institucionalizadas nos IFs, na área de ciências humanas, em programas de iniciação científica e tecnológica, de incentivo à pesquisa e inovação e de desenvolvimento científico e tecnológico. Tem o propósito de produzir dados que possam contribuir para qualificar o processo de produção da pesquisa que ocorre nos IFs do Estado do Rio Grande do Sul (RS). Trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva, com dimensão exploratória, que será desenvolvida seguindo abordagem qualitativa, acompanhada por tratamento quantitativo. Envolverá análise de documentos, de projetos e relatórios de pesquisa da área de ciências humanas, desenvolvidos nos últimos 5 anos, nos três IFs do RS: IFRS, IFFar e IFSul, assumindo a forma de estudo de caso. Contará ainda com dados que serão coletados por meio da aplicação de um questionário aos pró-reitores de pesquisa, inovação e pós-graduação e aos coordenadores de pesquisa, inovação e pós-graduação dos 42 Campi desses IFs. A relevância do estudo prende-se ao compromisso social que assumimos, enquanto IF, de qualificar os processos educacionais desenvolvidos na sua região de abrangência. Este processo inclui análise dos processos educativos relacionados com a EPT, e nestes, das atividades de pesquisas que estão sendo desenvolvidas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 07/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Josimeri Hebling Costa

Ciências da Saúde

Odontologia
  • desenvolvimento e análise físico-química e biológica de um scaffold bicamada multifuncional de policaprolactona e poli(óxido de etileno) funcionalizado com hidróxido de cálcio e quercetina para a regeneração do complexo dentino-pulpar
  • A exposição da polpa dental sem sinais de inflamação requer a utilização de materiais que permitam seu selamento, sem causar danos. Os materiais ultilizados atualmente para este fim induzem necrose de coagulação superficial do tecido, culminando em formação de uma barreira mineralizada passível de microinfiltrações e recontaminação bacteriana. Por outro lado, scaffolds associados a moléculas que modulem a resposta de células indiferenciadas presentes no tecido pulpar e que promovam selamento da exposição têm sido investigados. Portanto, a proposta do estudo é sintetizar e caracterizar scaffolds bicamada multifuncionais à base de policaprolactona (PCL) e poli(óxido de etileno) (PEO) funcionalizados com hidróxido de cálcio (HC) e quercetina (QU), e avaliar sua bioatividade sobre células da polpa dental humana (HDPCs). Na fase 1, será realizada síntese e caracterização da camada compacta de PCL dos scaffolds quanto à morfologia, solubilidade e viabilidade sobre HDPCs. Também será sintetizada a camada fibrilar composta de PCL/PEO e passará por análise físico-química e biológica sobre HDPCs. Na fase 2, os scaffolds bicamada serão incorporados com HC e caracterizados físico-quimicamente, bem como a resposta de HDPCs em contato a superfície fibrilar. Na fase 3, será avaliado o efeito da quercetina (QU) diluída no meio de cultura sobre HDPCs semeadas na camada fibrilar de scaffolds bicamada multifuncionais de PCL/PEO incorporados com HC quanto às respostas de HDPCs. Na fase 4, QU será incorporada ao biomaterial e os scaffolds bicamada multifuncionais de PCL/PEO/HC/QU serão avaliados quanto à morfologia e composição, interação química, liberação de QU, efeito sobre HDPCs em condições de homeostasia e sob estímulo inflamatório. Os dados numéricos serão avaliados para a escolha do teste estatístico, considerando alfa=5% e o tamanho da amostra será calculado para que seja mantido um poder do teste acima de 80%.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Josineide Pantoja da Costa

Ciências Humanas

Filosofia
  • xiii feira de ciência, inovação e tecnologia de igarapé-miri (feiciti): um novo olhar para o futuro: ciência, tecnologia e inovação como proposta para popularização da ciência na amazônia paraense.
  • A presente proposta refere-se à realização da XIII edição da Feira de Ciência, Inovação e Tecnologia de Igarapé-Miri (FEICITI) a ser promovida pela Secretaria Executiva Municipal de Educação (SEMED) ocorrerá em 2021 afim de se manter o incentivo a iniciação científica no Estado do Pará, sobretudo no interior onde há maior carência de participação e incentivo a pesquisa na educação básica, fato notório nos grandes eventos nacionais em que se observa uma pequena participação dos municípios pertencentes ao Pará, o que reforça a necessidade de popularização e democratização do saber científico em Igarapé-Miri, município situado no interior do Nordeste Paraense. Deste modo, em sua XIII versão, a FEICITI conta com um grupo de apoio de grande experiência em divulgação científica, resultado de um trabalho que vem se consolidando há doze anos entre universidades (UFPA, UFRJ,UEPA, IFPA, IMECT, IEC), secretarias (SEMED, SEDUC), Clubes de Ciências, Clubes de Robótica, Institutos e centros de pesquisa (IMECTI, IEC) e muitos parceiros de grandes eventos ao nível nacional de divulgação científica (FEBRACE, MOSTRATEC, MILSET, MCTEA). Deste modo, com o apoio financeiro do CNPq desde a versão de 2013, somado as grandes parcerias estabelecidas com grandes nomes da ciência ao nível de Brasil, a FEICITI atualmente configura-se como um dos maiores eventos ocorrentes no Estado do Pará, contribuindo grandemente para a difusão científica e fortalecimento de grupos de pesquisa no ensino básico. A FEICITI tem oportunizado grupos de pesquisa de alunos e professores da Amazônia paraense a participar como finalistas em eventos de grande porte no Brasil, o que tem incentivado e estimulado jovens do estado do Pará a estarem cada vez mais presentes nesses eventos. Assim, com a divulgação constante deste trabalho no território nacional através dos parceiros, o evento tomou grandes proporções, que aliado a carência de ações científicas na região Norte, tornou a FEICITI um importante e reconhecido evento na Amazônia Paraense, onde há grande carência de ações desta natureza. Assim, a FEICITI constitui-se em um evento que albergará projetos de iniciação científica de alunos ribeirinhos pertencentes ao município de Igarapé-Miri (situado as margens dos Rios Amazônicos), favorecendo a divulgação de suas ideias inovadoras dentro de várias áreas do conhecimento, bem como viabilizará o intercâmbio entre grupos de pesquisa de diferentes escolas, além de atuar como um ambiente de formação para alunos e professores, através das atividades paralelas que incluirão mostras de ciência, palestras e cursos. Nessa perspectiva, o incentivo a ocorrência de eventos científicos como a FEICITI, proporciona aos alunos a oportunidade de divulgar sua produção, além de viabilizar o contato com outros alunos pesquisadores, propiciando assim uma visão mais holística da ciência. Nesse sentido, diversidade de temáticas, enfoques, métodos e contextos verificado nas Feiras de ciências, acarreta naturalmente questionamentos de diferentes ordens para a pesquisa, tornando esses espaços em momentos de grande riqueza para produção e veiculação do saber científico. Deste modo, através de ações integradas, buscamos incentivar a criatividade e inovação aos jovens cientistas do Municipio de Igarapé-Miri, despertando a criticidade e criatividade, para que possam assim contribuir para melhorias sociais e qualidade de vida.
  • Prefeitura Municipal de Igarapê-Miri - PA - Brasil
  • 05/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Josué Carinhanha Caldas Santos

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de produtos e processos bioanalíticos para uma sociedade sustentável e com qualidade de vida: detecção e inibição de enzimas visando aplicações na agricultura, saúde e química forense
  • O uso de enzimas está associado a diferentes aplicações industriais e para população. Trata-se de um setor em constante crescimento com mercado mundial de USD 5,93 bilhões em 2020, e projeção de USD 9,13 bilhões para 2027. Devido à tendência de aumento e envelhecimento da população, redução de áreas agricultáveis, maior urbanização e aumento de mercados emergentes consumidores, o uso de enzimas associadas à produção de alimentos e bebidas, nutracêuticos, fármacos, diagnóstico de doenças, nutrição animal, biocombustíveis, dentre outros produtos, será significativamente maior. Contudo, tais processos precisam garantir alicerces para uma sociedade sustentável considerando a redução da emissão de CO2, qualidade da água e eficiência na produção de alimentos. Nesta perspectiva, estudos envolvendo produtos e processos relacionados a enzimas de interesse agrícola, saúde humana e provas periciais (crimes sexuais) são essenciais e necessários para o desenvolvimento da sociedade. Assim, este projeto visa avaliar diferentes inibidores enzimáticos explorando estudos biofísicos e desenvolvimento de sistema portátil de resposta rápida para detecção de enzimas explorando o papel como plataforma analítica. A inibição de ureases e tirosinases tem demandado esforços e tecnologias considerando as aplicações e benefícios para agricultura (fertilizantes de eficiência aumentada e redução do escurecimento de frutas) e saúde (erradicação da H. pylori e inibição da produção de melanina). Além disto, a determinação da atividade enzimática para fins agrícolas (solo), diagnóstico clínico e marcador forense (urease, fosfatase e arilsulfatase) são demandas atuais, e ainda baseados em métodos e procedimentos com elevado consumo de reagentes, baixa reprodutibilidade (mesmo para métodos de referência), não portabilidade, entre outros aspectos. Portanto, pretende-se desenvolver um kit portátil para detecção colorimétrica multienzimática que possa ser atender a diferentes propósitos.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 02/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Josué de Souza Oliveira

Outra

Divulgação Científica
  • v semana nacional de ciência e tecnologia de uruçuca: a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações no território litoral sul da bahia
  • O reconhecimento da importância dos avanços científicos e tecnológicos para superar os desafios globais contemporâneos é fundamental, e a transversalidade destes conhecimentos é considerada estratégica para promoção do desenvolvimento sustentável. A proposição do evento V Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Uruçuca: A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações no Território Litoral Sul da Bahia, tem o intuito realizar atividades alinhadas aos objetivos do MCTI, promovendo interações entre diversos setores (acadêmicos, sociais, culturais, econômicos, produtivos, governamentais). A programação proposta é diversificada e será transmitida online, em razão do distanciamento social no período da pandemia, com a possibilidade de ações em formato híbrido e/ou presencial durante todo o decorrer de execução do projeto, a depender das condições sanitárias na região de abrangência das ações. As estratégias e metodologia apresentadas objetivam atingir um público heterogêneo em relação à faixa etária e nível socioeconômico, promovendo amplo debate para além do conhecimento de áreas específicas, aproximando a população do conhecimento científico, em uma linguagem acessível, que estimulem a curiosidade, motivem diálogos e promovam a capilaridade da SNCT no Sul da Bahia.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Joviana Quintes Avanci Pina

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • prevenção do suicídio na adolescência: revisão da literatura para subsidiar ações em saúde
  • Nos últimos anos, as taxas do comportamento suicida na adolescência tem se evidenciado preocupantes e as ações de prevenção são pouco conhecidas, o que dificulta a intervenção em estratégias que deveriam ser preconizadas para indivíduos com vulnerabilidade mais elevada. Diante de um cenário que coloca o Brasil num lugar de destaque nos números de tentativas e suicídio, especialmente na adolescência, o Sistema Único de Saúde tem sido convocado a instituir portarias, documentos e desenvolver capacitações que direcionam às ações preventivas em nível individual e coletivo, norteando e sistematizando as condutas a serem tomadas pelos serviços de saúde. A inteligência emocional é considerada um fator de proteção frente à instabilidade emocional, depressão, dificuldade de adaptação, conflitos interpessoais, explosão emocional, culpa, sentimentos de fracasso, frustração, medo, ansiedade, impulsividade e a diminuição do uso de substâncias psicoativas; os quais são elementos individuais que contribuem à ocorrência do comportamento suicida. Os benefícios da inteligência emocional têm sido demonstrados em diferentes âmbitos da vida cotidiana e em nível profissional. O objetivo desse trabalho é analisar a produção científica nacional e internacional a respeito de estratégias, iniciativas e programas sobre prevenção do comportamento suicida na adolescência baseados no referencial teórico da inteligência emocional, subsidiando ações que possam ser aplicadas no SUS. Baseia-se em uma revisão de escopo, que caracteriza-se por ser uma abordagem para a tomada de decisão a partir da análise da literatura sobre um determinado tópico ou problema. Pretende-se desenvolver as seguintes etapas: identificação do material; estabelecimento de critérios de inclusão e exclusão; seleção dos estudos; categorização dos estudos selecionados; análise e interpretação dos resultados; e apresentação da revisão/síntese do conhecimento. Espera-se que os resultados possam subsidiar ações no SUS.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 05/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Joyce Kelly do Rosário da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo metabolômico da interação planta-patógeno para o biocontrole da fusariose em piper nigrum
  • As bactérias promotoras de crescimento vegetal (BPCP) e antagonistas vem sendo empregadas na agricultura para o biocontrole de várias doenças fúngicas de plantas. Neste sentido, o entendimento do processo de resistência induzido no sistema patógeno- antagonista-planta pode ser empregado na melhoria da saúde da cultura, produtividade e fertilidade do solo. Atualmente, o estado do Pará é o segundo maior produtor nacional de pimenta-do-reino (Piper nigrum), mas a incidência da fusariose tem resultado em grandes perdas econômicas e com consequencias sociais. Neste sentido, o uso de BPCP e de seus metabólitos secundários em pimenteiras infectadas representa uma alternativa biotecnológica viável para o controle da fusariose na Amazônia. O projeto visa prospectar BPCP com ação antagonista in vitro e in vivo frente ao F. solani f. sp. piperis e integrar técnicas metabolômicas para identificação de marcadores químicos específicos de resistência em P. nigrum e dos compostos antifúngicos presentes nas BPCP. Os resultados podem ser aplicados no melhoramento genético dos cultivares comercialmente importantes e no desenvolvimento de um biofertilizante.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025