Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Will de Barros Pita

Ciências Biológicas

Genética
  • identificação de fatores metabólicos que regulam a capacidade de produção de bioetanol na levedura industrial dekkera bruxellensis
  • Dekkera bruxellensis is a yeast contaminant in winemaking and in ethanol-producing plants. In the latter case, it competes with Saccharomyces cerevisiae for the industrial substrate, leading to decreased ethanol yield. While the presence of D. bruxellensis is often linked to severe economic losses, eliminating it from fermentative processes is a complex task. Since this yeast can also produce ethanol in favorable conditions, why not to take advantage of its full biotechnological potential, in a damage control strategy? Therefore, how can we use D. bruxellensis to our own benefit? How can it be used to increase industrial ethanol production? To answer these questions, it is important to understand the major aspects regarding its fermentative metabolism, which is still poorly understood. To that matter, we propose a series of physiological and genetic experiments that will reveal the metabolic factors leading to this yeast to a maximum ethanol production rate. The results will show us how to outline a strategy to help ethanol producers to maximize industrial yield and minimize economic losses during contamination events.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Willer Luciano Carvalho

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • avaliação do impacto do programa caminho da escola no transporte escolar rural do brasil
  • Os estudantes brasileiros, em especial os que residem em zonas rurais, enfrentam uma série de dificuldades para terem acesso à educação e se manterem nas escolas. As longas distâncias de caminhada, ou os longos trajetos dentro do serviço de transporte coletivo, trazem para as crianças desafios diários que por vezes as impedem de dar continuidade ao seu processo de aprendizagem. Por essas razões, o oferecimento do ensino público gratuito, muitas vezes, não é suficiente para permitir o acesso ou até mesmo para assegurar a permanência desse aluno na escola. Foi pensando nessa realidade que o legislador constituinte atrelou ao dever de oferecer a educação, outras obrigações, como o oferecimento da merenda escolar, do material didático e do transporte para os alunos da rede pública de ensino. Diante disso, o Governo Federal criou, no ano de 2007, o programa intitulado “Caminho da Escola”, uma política pública que busca melhorar as condições do transporte das crianças no deslocamento entre a casa e a escola, por meio da renovação e padronização da frota utilizada no transporte escolar, garantindo segurança e qualidade nos veículos, além do acesso e permanência dos alunos nas escolas e a redução da evasão escolar. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o impacto do programa Caminho da Escola na melhoria da qualidade do transporte escolar rural do Brasil. Para tal, será realizada uma comparação da situação desse serviço no país antes e após a implantação do programa Caminho da Escola. Dessa forma, como base de dados para a situação do transporte escolar rural do Brasil no período anterior à implantação do programa será utilizada a pesquisa Web realizada em 2006 pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, em pareceria com a Universidade de Brasília, na qual houve a participação de 2.277 municípios, e o proponente deste projeto participou como pesquisador e coordenador. Já para o período após a implantação do programa, será desenvolvida uma nova pesquisa Web, a ser encaminhada a todos os municípios Brasileiros, com questões que possibilitem a avaliação dessa política pública. Assim, pretende-se avaliar o processo evolutivo desse serviço de vital importância para as crianças brasileiras, apontando os ganhos e possíveis problemas encontrados, permitindo gerar conhecimentos para que os gestores e tomadores de decisão aprimorem as políticas públicas relacionadas com o Transporte Escolar Rural.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

William de Castro Borges

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • o trato digestivo do schistosoma mansoni como interface parasito hospedeiro – fonte de novas moléculas alvo para o diagnóstico da esquistossomose?
  • A esquistossomose é uma doença tropical negligenciada que acomete cerca de 240 milhões de pessoas em 78 países ao redor do mundo, incluindo o Brasil. Aqui, a doença causada pela espécie Schistosoma mansoni acomete cerca de 1% da população brasileira (cerca de 2.130.000), segundo dados recentes da Fundação Oswaldo Cruz. Além de ser responsável por cerca de 500 mortes anuais somente no Brasil a esquistossomose encontra-se atrelada à uma alta morbidade. Um fator importante que contribui para a alta incidência da doença refere-se aos testes de diagnóstico existentes que ainda carecem de sensibilidade e especificidade, particularmente na detecção de casos de baixa parasitemia. Estima-se que 20 a 30% das infecções ativas passem despercebidas em exames rotineiros para detecção de ovos nas fezes, levando ao diagnóstico tardio da doença com consequente comprometimento visceral para o paciente. Um melhor entendimento dos mecanismos envolvidos na interação parasito-hospedeiro poderia apontar moléculas de interesse para o diagnóstico da infecção. Nos últimos anos nosso grupo de pesquisa vem concentrando esforços para a caracterização da glândula esofagiana de S. mansoni e S. japonicum. Como parte integrante do tubo digestivo desses vermes o lúmen esofágico constitui uma importante interface parasito-hospedeiro devido à demonstrada acessibilidade a anticorpos circulantes. De particular interesse para essa proposta é o fato dele ainda representar um sítio onde complexas interações entre as secreções esofagianas e células sanguíneas são conduzidas, dando início ao processamento sanguíneo. Neste contexto, esse projeto pretende por meio de uma abordagem proteômica em larga escala, identificar secreções esofagianas como possíveis biomarcadores de infecção por S. mansoni em soro e urina durante a ocorrência da esquistossomose humana. Dados recentes do nosso laboratório demonstraram por meio de quantificação absoluta que algumas proteínas da glândula esofagiana, particularmente as de menor massa molecular, apresentaram alta taxa de síntese e secreção atingindo cerca de 475 milhões de cópias por célula. Devido à essa magnitude de síntese tais moléculas foram passíveis de serem identificadas no sobrenadante de cultura de vermes após eventos de regurgitação constantemente realizados pelo parasito. A identificação de tais proteínas em fluidos como sangue e urina poderá revelar novos biomarcadores específicos de infecção ativa e dessa forma contribuir sobremaneira no aperfeiçoamento de testes diagnósticos para a esquistossomose.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

William Ernest Magnusson

Ciências Biológicas

Ecologia
  • monitoramento ambiental da biodiversidade de áreas de conservação na amazonia e na flona tapajós - pa, brasil.
  • A Amazônia é considerada o bioma de maior diversidade biológica do planeta. Dentro deste bioma, em território nacional, se encontram Unidades de Conservação enquadradas em diversas categorias. Muitas dessa UCs carecem de conhecimento científico acerca dos diversos grupos taxonômicos nelas presentes devido à grande extensão geográfica do bioma amazônico, bem como a imensa biodiversidade presente. Uma das alternativas para o melhor conhecimento da biodiversidade ocorrente nas muitas UCs amazônicas do Brasil é o monitoramento participativo por pessoas locais. Lançando mão do esforço amostral auxiliado por pessoas residentes nas comunidades locais, este tipo de monitoramento, além de auxiliar o monitoramento científico clássico realizado por especialistas, contribuindo para a ampliação de levantamentos faunísticos e florísticos das localidades em questão, também é muito importante do ponto de vista da conservação ambiental, pois fomenta e incentiva o interesse e a atuação de pessoas locais na preservação dos muitos ambientes presentes nas UCs, fornecendo subsídios para estudos ecológicos de comunidades e populações, e gerando dados para futuras tomadas de decisões estratégicas. Além disso, a aquisição de conhecimento sobre os diversos grupos taxonômicos pode auxiliar as comunidades locais a desenvolverem alternativas de renda baseadas em atividades como turismo ecológico e científico. Com base nesses conceitos, o presente projeto apresente três alternativas de pesquisa científica que integram monitoramento de grupos taxonômicos em Unidades de Conservação, de diferentes categorias, com produção de conteúdo a ser utilizado pelas comunidades locais, bem como treinamento desses comunitários em técnicas básicas de identificação e amostragem. A primeira pesquisa será desenvolvida na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro, onde haverá levantamento faunístico e florístico, iniciando avifauna, com a finalidade de relacionar a assembleias de aves de sub-bosque com a estrutura florestal, utilizando o auxílio de moradores locais que simultaneamente receberão treinamento, concluindo com a confecção de um guia de identificação das espécies encontradas na localidade. A segunda pesquisa ocorrerá na Floresta Nacional do Tapajós onde haverá o levantamento da anurofauna e posterior correlação desta com diversas variáveis ambientais, com o objetivo, entre outros de maior complexidade científica, de criar de um aplicativo digital de identificação das espécies locais. A terceira pesquisa procura estudar os padrões de diversidade da ictiofauna no interflúvio Purus-Madeira, região onde há um mosaico de UCs, e posterior criação de ferramentas de identificação de espécies que auxiliem no monitoramento participativo.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

William Marciel de Souza

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • diagnóstico de arbovírus com importância em saúde pública por sequenciamento de alto desempenho
  • O sequenciamento de alto desempenho tem promovido importantes avanços na virologia. Além de vantagens de identificar e caracterizar o de vírus, sem a necessidade de isolamento e cultivo celular, os custos do uso destes sequenciadores tem sido drasticamente reduzidos nos últimos anos. Assim, este método esta cada vez mais utilizado em estudos com vírus de importância para a saúde pública humana. Deste modo, neste estudo pretendemos explorar esta metodologia, utilizando a plataforma MinION, para realizar sequenciamento visando ao diagnóstico viral em etapa única e com direto fornecimento da sequência nucleotídica. Para tanto, desenvolveremos um painél para arbovírus causadores de doença humana. Estas abordagens diagnósticas com sequenciamento MinION poderão ser implementadas na rotina clínica, e disponibilizadas em kits para diagnóstico diferencial em laboratórios de referência da rede pública de saúde. Portanto, este estudo fornecerá importantes informações para o diagnóstico, caracterização genômica, taxonomia, evolução e epidemiologia molecular, bem como tentaremos o isolamento viral.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022