Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Walter José Gomes

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação dos resultados clínicos da substituição valvar aórtica comparando o implante de prótese sem sutura com a cirurgia com prótese convencional. estudo randomizado controlado
  • Objetivo: Avaliar e comparar os efeitos da cirurgia de substituição valvar aórtica entre o implante de prótese sem sutura versus o implante de prótese valvar convencional nos resultados clínicos e nos marcadores pró- e anti-inflamatórios. Desenho do Estudo: Estudo prospectivo, controlado, randomizado e multicêntrico. Método: Serão estudados prospectivamente pacientes portadores de estenose aórtica sintomática com doença coronária associada e randomizados em 2 grupos: Grupo convencional (n=24) – implante de prótese valvar convencional; Grupo sem sutura (n=24) – implante de prótese sem sutura. Os resultados clínicos serão avaliados pela incidência de eventos adversos graves: morte, deterioração estrutural, trombose, embolia, sangramento, endocardite, plaquetopenia, hemólise clinicamente significativa e disfunção não estrutural (incluindo vazamento periprotético e intraprotético), baixo débito cardíaco, sangramento, tempo de intubação orotraqueal, função renal, tempo de permanência na UTI e hospitalar no PO. Serão coletadas amostras sanguíneas periféricas no pré-operatório, ao final cirurgia (após fechamento da pele) e 12 horas de PO, procedendo-se à dosagem sérica de interleucinas (IL) 1, IL6, IL 8, IL10 e TNFα. A função pulmonar será realizada em todos os pacientes, com os valores da capacidade vital forçada e volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) avaliados beira-leito nos pré e pós-operatórios (1º 3° e 5° dias). A capacidade funcional será avaliada utilizando o teste de caminhada de 6 minutos no pré e pós-operatório. Todos os pacientes serão acompanhados até 6 meses com exame clínico, avaliação da classe funcional NYHA, ecocardiografia transtorácica e exames bioquímicos. Os eventos adversos serão divididos em complicações precoces (até 30 dias de pós-operatório) e tardias (após 30 dias). Todos os avaliadores serão cegos à randomização dos indivíduos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Walter Luiz Carneiro de Mattos Pereira

Ciências Humanas

História
  • fazendeiros negreiros: traficantes e tráfico ilegal de africanos no rio de janeiro (18301 - 1850)
  • Nos limites atlânticos da província fluminense, a ilegalidade no tráfico de africanos aponta para a participação de figuras de declarada fortuna, proprietários de terras, trapiches, barracões e embarcações localizadas ao longo da costa, destinadas a desembarcar e receber africanos do comércio ilegal transatlântico. Destacam-se negociantes negreiros como os irmãos comendadores José e Joaquim de Souza Breves, no litoral sul fluminense; José Gonçalves da Silva, em Cabo Frio; os comendadores Joaquim Thomaz de Faria e André Gonçalves da Graça, no litoral norte fluminense, além de José Bernardino de Sá, atuante na Corte, na província e nos seus limites. Capturados pela ação repressiva decorrente da lei de 1850, combinada com a Lei de 1831, a historiografia pouco se dedicou sobre os negócios do tráfico dirigidos por esses homens, que se desvenda especialmente, a partir de registros policiais e processos judiciais que possibilitam revelar os caminhos da ilegalidade e de seus tratantes. Portanto, busca-se construir uma historia social do tráfico ilegal no Brasil Império, a partir da vinculação desses negociantes de escravos, agentes da reestruturação e da recomposição das redes do tráfico com a logística de desembarques clandestinos na costa atlântica fluminense.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Walter Santos de Araújo

Ciências Biológicas

Ecologia
  • efeitos antrópicos sobre a estrutura de redes inseto-planta em áreas de cerrado do norte de minas gerais
  • Diferentes fatores antrópicos podem influenciar na estrutura das redes de interações ecológicas formadas por plantas e insetos associados. Apesar dos crescentes avanços nos estudos de redes inseto-planta, nenhum estudo prévio avaliou se a degradação antrópica sobre os remanescentes de Cerrado influenciam na estrutura das redes inseto-planta. Nesse sentido, o objetivo dessa proposta de pesquisa é avaliar se o nível de antropização dos habitats (habitats naturais vs. antropizados) influencia na estrutura de redes inseto-planta em áreas de Cerrado do Norte de Minas Gerais. Para isso serão amostradas interações entre plantas e insetos em 12 áreas distintas de Cerrado, sendo seis áreas conservadas e seis áreas antropizadas. Desse total, metade das áreas já foi amostrada (sendo três áreas preservadas e três áreas antropizadas), o que aumenta a viabilidade do projeto. A partir dos dados coletados, será possível construir 36 redes inseto-planta (uma herbívoro-planta, uma polinizador-planta e uma formiga-planta para cada área), e estas serão caracterizadas usando os seguintes índices de estrutura de redes: conectância, modularidade e aninhamento. Desse modo, será testado se a estrutura das redes varia em função da estrutura e do nível de antropização da vegetação. O estudo contribuirá para a difusão do conhecimento acerca de redes de interações ecológicas do Cerrado e do Norte de Minas através da apresentação de trabalhos em eventos científicos e da publicação de artigos, bem como contribuirá para a formação de recursos humanos de qualidade através de monografias e dissertações de mestrado.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022