Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vico Mendes Pereira Lima

Ciências Agrárias

Agronomia
  • agricultura familiar e agroecologia no semiárido norte mineiro
  • O semiárido norte mineiro é caracterizado por predominância de unidades familiares na agricultura, posse da terra pulverizada, baixo dinamismo econômico, alta taxa de migração tanto sazonal quanto definitiva. O projeto visa o desenvolvimento rural dos territórios pertencentes ao semiárido norte mineiro por meio da capacitação, em bases agroecológicas, de agricultores(as), estudantes e técnicos, durante atividades de pesquisa científica, extensão tecnológica e educação profissional que valorizem e aprimorem técnicas agroecológicas de produção dos agricultores familiares, pautadas na convivência com o semiárido, bem como a formação de uma rede para a difusão de conhecimentos dos sistemas orgânicos de base agroecológica. A proposta contempla a transformação do NEA – Campus Almenara, que atua no território da cidadania do baixo Jequitinhonha desde 2011, em CVT. Fazem parte da proposta os Núcleos de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica (NEA – Campus Araçuaí, NEA - Campus Arinos, NEA – Campus Januária e o Núcleo PPJ – ICA/UFMG), que atuam em territórios do semiárido norte mineiro em parceria com as organizações da sociedade civil ligadas a agricultura familiar: Sindicato de trabalhadores e trabalhadoras rurais, Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica, Cáritas, Centro de Agricultura Alternativa, Instituto dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Vale do Jequitinhonha e Escolas Famílias Agrícolas. O trabalho junto a comunidades de agricultores(as) permitiu aos integrantes dos Núcleos o aperfeiçoamento de técnicas didáticas/pedagógicas para a construção do processo de ensino aprendizagem em agroecologia e maneiras de se formar uma rede entre os NEAs pertencentes ao IFNMG e o Núcleo PPJ (ICA/UFMG). A inclusão produtiva no projeto contempla a potencialização de unidades experimentais do PAIS (Produção Agroecológica Integrada e Sustentável), com o intuito de difundir uma tecnologia social inspirada na atuação de pequenos agricultores que optaram por fazer uma agricultura sustentável do ponto de vista da água, através de sementes de variedades crioulas, técnicas tradicionais de lavouras, sem uso de produtos tóxicos e com a preocupação de conservar o ambiente. A gestão social inclui a valorização das organizações de agricultores familiares que por meio dos NEAs vem cada vez mais se apropriado do espaço acadêmico dos IFs, em cada território, trazendo demandas reais das comunidades para serem foco das atividades de ensino, pesquisa e extensão realizadas pelo instituto. Este intercâmbio permite ao IFNMG cumprir sua função social e democratiza a educação aos povos do campo. As principais atividades de extensão tecnológicas desenvolvidas neste projeto consistem na difusão de conhecimentos agroecólogicos por meio dos NEAs e da rede de núcleos de estudos em agroecologia do semiárido norte mineiro. A educação profissional tem como principal atividade a formação com enfoque agroecológico de estudantes dos cursos técnicos integrados em Agroecologia, Agropecuária em Alternância e Zootecnia e dos cursos superior em Agronomia, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia Florestal, bem como as capacitações a agricultores familiares e técnicos regionais. A pesquisa aplicada tem como principal atividade a análise de dados históricos para detectar alterações de tendências hidrológicas e identificar impactos associados à mudança do clima sobre os recursos hídricos, especialmente eventos prolongados ou intensos como secas e inundações.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/12/2017-31/10/2020