Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Benemar Alencar de Souza

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • estudo de nano e biomateriais para desenvolvimento de materiais com aplicações diversas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 05/02/2020-04/02/2025
Foto de perfil

Benito Soto Blanco

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • desenvolvimento de técnicas cromatográficas para diagnóstico de intoxicações por plantas em ruminantes
  • As intoxicações por plantas representam uma importante causa de morte nos animais de produção no Brasil, representando uma significativa perda econômica. Como o diagnóstico destas intoxicações geralmente é realizado por meio da associação do quadro clínico-patológico com o acesso à planta suspeita, é frequente o diagnóstico ser presuntivo ou mesmo incerto. A pesquisa de toxinas de plantas em amostras animais poderia confirmar ou refutar o diagnóstico em casos de rotina e em estudos científicos, mas infelizmente a disponibilidade destas análises é bastante limitada no Brasil. Assim, o presente projeto visa desenvolver metodologias analíticas para o diagnóstico de intoxicações por diversas plantas. Serão desenvolvidas metodologias utilizando cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e cromatografia em camada delgada (CCD), adaptando metodologias desenvolvidas para plantas ou outras amostras. As técnicas de HPLC propiciam resultados quantitativos. Por outro lado, a CCD gera resultados qualitativos e é menos sensível, mas é mais simples e de menor custo, o que viabiliza sua implantação em grande número de laboratórios. Serão desenvolvidas técnicas para identificação de monofluoracetato (presente em plantas das famílias Rubiaceae, Bignoniaceae e Malpighiaceae), senecionina e monocrotalina (alcalóides pirrolizidínicos presentes em Senecio spp e Crotalaria spp), ricinina (indicador do consumo de mamona), swainsonina (presente em plantas da família Convolvulaceae que causam doença do armazenamento lisossomal), pterosina B (indicador do consumo de Pteridium) e lantadeno A (presente em Lantana spp) em amostras de conteúdo ruminal, fígado, rins e urina. O desempenho de cada metodologia desenvolvida será validado conforme protocolos nacionais e internacionais. A aplicação será realizada em amostra de animais intoxicados espontaneamente em diversas regiões do país.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Berenice Vahl Vaniel

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • 8ª feira municipal do conhecimento de são lourenço do sul
  • Este projeto tem por objetivo promover a investigação científica na Educação Básica do Município de São Lourenço do Sul por meio do processo formativo pautado no educar pela pesquisa, na interdisciplinaridade e nas tecnologias digitais e sociais, culminando com a realização da 8ª Feira Municipal do Conhecimento. A proposta será realizada em três etapas: a) Formação de professores/as multiplicadores a partir do educar pela pesquisa, da interdisciplinaridade e da reflexão sobre os desafios, das potencialidades das tecnologias digitais e sociais em um contexto de pandemia-Covid 19; b) Feira de Conhecimento nas escolas da educação básica participantes, sejam elas públicas da rede municipal ou estadual de ensino, ou particulares; c) Realização da 8ª Feira do Conhecimento do Município de São Lourenço do Sul na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT, em 2021. Este projeto terá a abrangência municipal e será executado por docentes e acadêmicos/as da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, campus São Lourenço do Sul, em parceria e cooperação com professores/as e equipe técnica-administrativa da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto (SMECD) do Município, diretores, coordenadores pedagógicos e docentes da Educação Básica. A rede Municipal de ensino de São Lourenço do Sul é composta por 10 escolas de Educação Infantil, 06 escolas de Ensino Fundamental na Sede, 07 escolas na zona rural, sendo 06 escolas Polos de Ensino Fundamental e 01 escola Multisseriadas. Ao todo, atende-se 3.175 alunos do Ensino Fundamental e 750 da Educação Infantil, com efetivo de 444 professores. No campus São Lourenço do Sul, da FURG, criou-se em 2013 o curso de Licenciatura em Educação do Campo: ênfase em Ciências da Natureza e Ciências Agrárias. Este tem por objetivo formar educadores/as para “atuar de maneira crítica, criativa, ética e solidária no âmbito da Educação Básica, tendo em vista ao fortalecimento da identidade do campo” (FURG, 2018). Em 2020, o campus passou a contar com o curso de Letras - Português e Literaturas de Língua Portuguesa para fortalecer a formação de educadores/as na Educação Básica. Sendo assim, a etapa 1, a formação de professores, integrará acadêmicos e professores formadores dos cursos de Licenciatura em Educação do Campo e de Letras, assim como professores da rede básica de ensino. A proposta da 8ª Feira Municipal do Conhecimento de São Lourenço do Sul - 2021 assume o educar pela pesquisa (MORAES, MANCUSO, 2004) como princípio pedagógico, e propõe desenvolver-se a partir da abordagem sociocultural, pois “apostar nesses princípios significa apostar no diálogo, na leitura na escrita, na elaboração e negociação de argumentos fundamentados empírica e teoricamente.” (MORAES, RAMOS, GALIAZZI, 2004, p. 97).Neste sentido, compreendemos que a implementação desta proposta, a partir dos princípios destacados pelos autores citados acima, contribuirá para estimular uma cultura investigativa no contexto da Educação Básica e da formação docente inicial e continuada. A partir de um movimento propiciado pelo diálogo, questionamentos, leituras e pela construção de argumentos relacionados às questões de estudos vinculados ao contexto em que estão inseridos os sujeitos participantes do processo que culminará com a Feira. Processo esse, que tendo um objeto único poderá ser investigado, explicado e interpretado pelas múltiplas áreas do conhecimento. Por isso, ressalta-se a importância das múltiplas determinações e mediações históricas que o constituem (FRIGOTO, 2008) ao promover esta forma de trabalho coletivo e interdisciplinar. Na etapa 1 da Feira, propomos a reflexão sobre os desafios, as potencialidades das tecnologias digitais e sociais em um contexto de pandemia Covid-19, interagindo com diferentes áreas do conhecimento, desde as ciências da natureza até as ciências humanas e agrárias. Neste sentido, é importante pensar nas inúmeras possibilidades de utilização de software, aplicativos,vídeos e de objetos de aprendizagem digital que podem compor a dinâmica do ambiente educacional para promover a investigação, o aprender, de forma a reinventar a Educação. Buscar-se-a compreender as possibilidades e facilitar o acesso às redes de conhecimentos, propiciar o compartilhamento das informações e das experiências vividas, despertando a criatividade, a imaginação e a inteligência coletiva. (LÈVY, 1999). Da mesma forma, o processo formativo incluirá a discussão das tecnologias sociais, que se propõem a atuar sobre um problema social, dialogando com o desenvolvimento da sociedade. A dimensão social coloca-se como uma alternativa ao considerar os saberes dos diferentes sujeitos sociais envolvidos nas questões do nosso tempo. São tecnologias de baixo custo, sustentáveis e que promovem a autonomia dos sujeitos em um cenário em que precisam se reinventar. Traz-se a discussão das tecnologias sociais no âmbito da educação básica com a intenção de incentivar o pensamento crítico e a construção de conhecimento que propõe alternativas para situações do seu cotidiano. Portanto, essas ações fomentarão o surgimento de novos cientistas e pesquisadores/as em tecnologias sociais. A etapa 2, realização das Feiras de Conhecimento nas escolas, será articulada pela equipe de professores multiplicadores que participaram do processo formativo, com apoio dos acadêmicos e professores da FURG, bem com o envolvimento de práticas educativas embasadas nos Programas Institucionais: PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e Residência Pedagógica. Cada escola irá realizar sua própria feira, preferencialmente no período de julho a setembro, selecionando trabalhos para participar da 8ª Feira Municipal do Conhecimento. A etapa 3, realização da 8ª Feira do Conhecimento do Município de São Lourenço do Sul será realizada em um amplo espaço proporcionado pela Prefeitura Municipal de São Lourenço do Sul, responsável pela estrutura e logística.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 29/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Berilo Luigi Deiró Nosella

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • a documentação da iluminação cênica como modo de fazer, formação e transmissão de conhecimentos.
  • O presente projeto insere-se no campo dos estudos da prática e da teoria da iluminação para cena; neste sentido, em termos amplos, propõe debruçar-se sobre o estudo e análise de documentações específicas deste fazer a partir dos preceitos e métodos da genética teatral, da história oral e da arquivologia. No projeto aqui apresentado, especificamente, propomos analisar um conjunto pré-selecionado de documentos produzidos a partir do fazer da iluminação para cena, com o objetivo de gestar modelos documentais desse fazer, que tenham como principal fim o uso pedagógico em cursos e oficinas de iluminação cênica. Tais documentos são desenvolvidos no ato de criação da luz para cena basicamente com 3 finalidades: dar suporte ao próprio processo criativo; transmitir instruções técnicas/artísticas ao conjunto da equipe; e como propriedade artística/intelectual daquela criação. Não há no Brasil um sistema oficial normatizado que estabeleça um modelo quanto à produção destes documentos. Tal ausência de normatização, acreditamos, dá-se, numa possível primeira hipótese, pela pouca e ainda muito recente institucionalização da formação deste profissional em território nacional. Assim, o que propomos é entender as seguintes questões: o que compõe e como se caracteriza cada documento? Como os documentos se agrupam em dossiês documentais que buscam dar conta da experiência de criação da iluminação para cena e transmiti-la? Como cada um realiza e organiza sua documentação e seus dossiês? De onde e como cada um aprendeu/desenvolveu sua forma de elaborar seus documentos? Quais questões técnicas, culturais, políticas e econômicas sustentam cada forma de elaborar estes documentos? Tal conjunto de questões almejam a resposta à seguinte questão chave: Qual seria um possível modelo de produção documental, no contexto brasileiro, que pudesse servir a fins pedagógicos em cursos/processos de formação em Iluminação Cênica?
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bernardina Maria Juvenal Freire de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • memória do jornalismo na paraíba no contexto da preservação digital
  • Pensar a preservação da memória no Brasil não se constitui em tarefa fácil, sobretudo, quando se testemunha as perdas memoriais recentes, ou seja, o colapso porque passa a memória serve de alerta, especialmente no que diz respeito a memória do Jornalismo impresso na Paraíba que tendo surgido ainda em final do século XIX tem vivido seus dias de extermínio, e uma total ausência de preservação do fazer jornalístico no Estado. Nesse sentido o presente projeto objetiva desenvolver ações integradas de pesquisa junto aos arquivos, às bibliotecas e aos institutos históricos e de pesquisa no Nordeste, cujos acervos contenham jornais impressos publicados na Paraíba com vistas ao mapeamento dos jornalistas e de suas respectivas áreas de atuação promovendo a democratização e o acesso à memória do Jornalismo na Paraíba, contribuindo para a preservação da memória desse fazer histórico, propositura que se ancora no processo de digitalização dos acervos e mapeamento das atividade jornalísticas por meio de relatos, depoimentos, perfis de jornalistas que fizeram e fazem parte da construção da memória do Jornalismo paraibano, em vários períodos históricos, de modo a promover a democratização e o acesso de pesquisadores e da comunidade em geral à memória do Jornalismo na Paraíba. Metodologicamente, adotar-se-á a pesquisa qualitativa do tipo documental, assentado na perspectiva teórica da memória por meio da preservação digital, sobretudo no momento atual em que o Jornalismo atravessa diferentes crises, dentre as quais o silenciamento e apagamento da memória. Nesse sentido parte da premissa de que preservar o papel informacional dos jornais antes impressos, em circulação no Estado, pode contribuir para a construção da memória e fortalecimento da identidade paraibana.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bernardo Martins Rocha

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • desenvolvimento de modelos computacionais personalizados da miocardite e da formação de edemas decorrentes de infecção viral
  • A miocardite, uma inflamação do músculo cardíaco, normalmente resulta de uma infecção viral seguida por destruição inflamatória do miocárdio. A miocardite pode resultar em insuficiência cardíaca, arritmias ventriculares e na formação de edemas, e está associada a altas taxas de mortalidade. A caracterização e o diagnóstico desta doença apresentam grandes desafios e ainda existem muitos aspectos do seu comportamento e de suas consequências que são desconhecidos. A recente pandemia aumentou ainda mais estes desafios, já que a miocardite se apresenta de forma mais significativa em pacientes que tiveram a COVID-19. Este projeto de pesquisa tem por objetivo demonstrar que modelos matemáticos e computacionais são capazes de reproduzir a inflamação do músculo cardíaco e formação de edemas como consequência da resposta imune à infecção viral pelo Sars-CoV-2. Nesse contexto, com diferentes fenômenos, escalas e interações entre os sistemas cardiovascular e imunológico, essas ferramentas podem ajudar a avançar o entendimento e o tratamento da miocardite. A justificativa da hipótese se baseia em modelos desenvolvidos pela equipe deste projeto, que foram capazes de reproduzir, quantitativamente ou qualitativamente, dados experimentais obtidos para outras doenças. Espera-se que os modelos computacionais sejam capazes de responder a perguntas como: a) O que leva a alguns pacientes desenvolverem um quadro de miocardite durante a infecção com SARS-CoV-2? b) Qual o impacto da miocardite no sistema cardiovascular e a sua relação com outros distúrbios cardíacos? c) Por quanto tempo após a eliminação do patógeno os efeitos da miocardite perduram? As questões a serem abordadas neste projeto serão estudadas através de modelos matemáticos e computacionais, que são capazes de descrever os diversos fenômenos e suas interações. Os modelos matemáticos da miocardite e da formação de edemas serão calibrados com base em dados clínicos e imagens e serão resolvidos através de métodos numéricos.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bertha Furlan Polegato

Ciências da Saúde

Medicina
  • influência da suplementação de ácidos graxos ômega 3 no estresse oxidativo, metabolsimo energético e atividade da esfingomielinase na cardiotoxicidade induzida pela doxorrubicina em ratos
  • A doxorrubicina é um quimioterápico utilizado no tratamento de neoplasias e atua por meio da inibição da enzima topoisomerase 2, que impede a replicação, transcrição e leva à morte da célula neoplásica. Apesar de altamente efetiva, apresenta como efeito colateral a cardiotoxicidade. Essa complicação ocorre 25% dos pacientes tratados e leva a miocardiopatia dilatada e insuficiência cardíaca. A presença de cardiotoxicidade pode limitar o tratamento da neoplasia, impactar na qualidade de vida e piorar o prognóstico do paciente. Até o momento, não dispomos de maneiras de realizar, precocemente, o diagnóstico e nem estão disponíveis tratamentos eficazes para essa complicação. Vários mecanismos fisiopatológicos estão envolvidos na lesão cardíaca e podemos destacar o aumento do estresse oxidativo e modificações no metabolismo miocárdico, com predomínio da utilização da glicose como substrato energético em detrimento dos lipídeos. A esfingomielina é o lipídeo de membranas mais abundante. Na presença de estímulos agressores há ativação de esfingomielinases que convertem a esfingomielina em ceramida, que leva a aumento do estresse oxidativo. O ácido graxo ômega 3 é um conjunto de ácidos graxos poli-insaturados de cadeia longa, presente em nozes, sementes, óleos vegetais e peixes. Sabe-se que os ácidos graxos ômega 3 (w3) constituem os fosfolipídios da membrana celular e que sua administração é capaz de diminuir inflamação, estresse oxidativo e a produção de ceramidas. Apesar de alguns estudos terem avaliado o efeito do w3 na cardiotoxicidade, os resultados ainda são controversos. Também não identificamos estudos que avaliaram os efeitos do w3 na produção de ceramida na cardiotoxicidade induzida pela doxorrubicina. Diante do exposto, o objetivo do projeto é avaliar a suplementação de ácido graxo ômega 3 na atenuação da cardiotoxicidade induzida pela doxorrubicina em ratos por sua atuação na via das ceramidas, no estresse oxidativo e no metabolismo energético miocárdico.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bianca Aparecida Lima Costa

Ciências Humanas

Sociologia
  • sistemas agroalimentares comunitários (sac) e estratégias de superação dos impactos da pandemia de sars-cov-2 em comunidades tradicionais
  • Esta proposta aborda os sistemas alimentares comunitários (SAC) como alternativa ao problema da fome e pobreza em comunidades tradicionais, que vem empreendendo esforços para reagir à vulnerabilidade econômica, agravada pela pandemia Sars-Cov-2. Os SAC são arranjos produtivos e econômicos que agregam sujeitos sociais em torno de objetivos comuns para lidar com recursos escassos e empreender estratégias de soberania alimentar conjugadas com relações mercantis locais ou regionais para geração de renda. O estudo destes arranjos pode revelar inovações agroambientais e socioeconômicas, desvelando experiências comunitárias de transição a formas sustentáveis e localmente enraizadas para relacionar produção, circulação de alimentos, comercialização, consumo e convívio não predatório com o patrimônio ambiental dos ecossistemas. A diversidade de iniciativas locais de produção sustentável e comercialização justa permanece pouco estudada e conhecida, fato que coloca em risco o aprendizado social e o potencial transformador destas experiências. Esse apagamento de experiências fragmenta e enfraquece as iniciativas endógenas, diante da agência corporativa em prol da agricultura como empreendimento econômico extra-local, limita o potencial de inovação de políticas públicas e fortalece um círculo vicioso de reprodução da pobreza e fome, justificando a necessidade e esforço investigativo destas experiências. Busca-se investigar as características, limitações e potenciais de um SAC constituído em comunidade tradicional em sua luta contra a fome e pobreza. Abordar a caracterização de um SAC evidencia a multidimensionalidade do problema alimentar, buscando revelar suas interfaces com dinâmicas econômicas localizadas e as inovações agroambientais e de aprendizado social para governança de iniciativas coletivas de transição à economia solidária e à sustentabilidade produtiva.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bianca Arruda Manchester de Queiroga

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • impactos da pandemia da covid-19 e de um programa longitudinal de intervenção educacional no desenvolvimento de habilidades cognitivo-linguísticas de pré-escolares e escolares no ciclo de alfabetização.
  • Devido às restrições impostas pela pandemia causada pelo novo corona vírus nos anos de 2020 e 2021, milhares de crianças foram privadas do ensino presencial no Brasil e no mundo. O impacto desta privação, decorrentes das medidas de distanciamento social adotadas para conter a pandemia, ainda são desconhecidos, mas presume-se que as séries iniciais da educação básica, que compreendem a pré-escola e o ciclo de alfabetização (do primeiro ao terceiro ano), seriam as mais afetadas, uma vez que as crianças nessa fase não possuem autonomia para aprender por meio de aulas ministradas remotamente, sem uma mediação familiar adequada. Com base no exposto, o presente estudo pretende investigar o impacto da pandemia no desenvolvimento de habilidades cognitivo linguísticas de pré escolares e escolares nesta etapa de ensino. A fim de viabilizar tal investigação, os dados que serão coletados no presente estudo, a partir de 2022, serão comparados com banco de dados de estudo anterior, realizado em 2019, nas mesmas escolas, com o objetivo analisar as habilidades cognitivo linguísticas de pré-escolares, antes e após uma intervenção educativa voltada ao desenvolvimento dessas habilidades. Assim, por meio dessa comparação com banco de dados anterior à pandemia, será possível mensurar o impacto das medidas de distanciamento social sobre o desenvolvimento desses escolares. Além disso o estudo pretende continuar acompanhando longitudinalmente os escolares, por três anos consecutivos, até que completem o ciclo de alfabetização, bem como verificar a resposta dos mesmos à intervenção educativa voltada ao desenvolvimento de habilidades cognitivo linguísticas precursoras da aprendizagem da leitura e escrita. Nesta etapa, o estudo adotará como pressuposto teórico e metodológico o Modelo de Resposta à Intervenção (RTI).
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bianca Margarita Damin Tavolari

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • estrutura da jurisdição ambiental na amazônia legal: um diagnóstico empírico
  • A Amazônia Legal é um território marcado por conflitos de múltiplas dimensões. É um dos maiores focos de desmatamento e conflitos sócio-ambientais. O objetivo desta pesquisa é contribuir para o primeiro diagnóstico acerca da jurisdição ambiental na Amazônia Legal. Combinando conhecimentos dos campos do direito, da ciência de dados, da sociologia e das análises territoriais, o principal objetivo é compreender como a organização das estruturas judiciais - o que abarca tanto a distribuição das unidades judiciais, sua especialização e dinâmica de funcionamento, bem como os serviços de apoio à jurisdição - está relacionada com os diferentes arranjos das ações ambientais, com especial ênfase às questões fundiárias subjacentes, aos crimes ambientais e à responsabilidade civil em matéria ambiental nas Unidades da Federação da Amazônia Legal. Como discutiremos adiante na metodologia, esta pesquisa conta com a vantagem de partir de dados já sistematizados pelo Conselho Nacional de Justiça na plataforma SireneJud, disponibilizada ao público em agosto de 2021. A SireneJud correlaciona dados de processos por danos ambientais (DataJud) e dados espaciais do Ibama, Inpe, Incra, Funai, ANA, Aneel e IBGE. Esta pesquisa tem por objetivo principal mapear os números relativos à litigiosidade dos processos relacionados às causas ambientais. As hipóteses de pesquisa estão relacionadas à estrutura da justiça nas UFs da Amazônia Legal, em especial a respeito da existência e da concentração de varas especializadas em matéria ambiental. Este diagnóstico empírico não será apenas uma fotografia destes conflitos de responsabilização civil e penal por danos ambientais, mas também irá fornecer evidências sistematizadas como alicerce para a intervenção em políticas públicas judiciais na Amazônia Legal.
  • Insper Instituto de Ensino e Pesquisa - SP - Brasil
  • 31/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bibiana Verlindo de Araujo

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • dose de precisão informada por modelo (mipd) como estratégia para personalização de doses de antibioticos em pacientes com sepse
  • A sepse é uma sindrome que apresenta elevados indices de mortalidade no Brasil e cujo o manejo envolve a utilização de diversos medicamentos, entre eles, antimicrobianos. Diversos processos fisiológicos são modificados durante o quadro de sepse, resultando principalmente em alterações nos processos de distribuição e de eliminação desses fármacos nos pacientes. Na literatura sugere-se que as alterações mais marcantes ocorrem com aqueles que apresentam caracteristicas hidrossoluveis, devido a sua distribuição extracelular e dessa forma, apenas fármacos com essas caracteristicas deveriam ter suas dosagens ajustadas. Essa hipótese supõe que os niveis de concentração livre alcançados por esses antimicrobianos no plasma são equivalentes aos observados nos tecidos, no entanto, há evidências de que isso pode não ser verdadeiro. Para o ciprofloxacino, de caracteristicas lipossoluveis, por exemplo, a penetração tecidual em voluntários é de 38% em tecido muscular, indicando que as concentrações plasmáticas não refletem as teciduais. Assim, nossa hipótese é de que utilizando dados in vitro, pre-clinicos e clinicos dos dez antimicrobianos mais utilizados na sepse e já publicados na literatura, será possivel propor um algoritmo de decisão sobre a necessidade de ajuste de dose mais embasado, através de análise de dados e ferramentas de farmacometria, numa abordagem chamada dose de precisão informada por modelo, na qual estratégias de farmacocinética populacional, embasada em fisiologia e farmacologia dos sistemas são utilizadas tomada de decisões em cenários complexos. Os fármacos avaliados serão a vancomicina, piperacilina/tazobactam,cefepima,ceftriaxona,gentamicina,ciprofloxacino, levofloxacino, daptomicina, voriconazol, anfotericina B.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bluma Guenther Soares

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • nanocompósitos multifuncionais para aplicações em áreas estratégicas
  • Nanocompósitos tem sido amplamente investigados devido à sua versatilidade de aplicações em vários setores estratégicos. O sucesso desses materiais baseia-se no tamanho nanométrico destas partículas. Assim, propriedades importantes podem ser alcançadas com a combinação de pequena quantidade dessas partículas a matrizes poliméricas. Desta forma, os participantes desta proposta resolveram juntar suas experiências visando criar novos sistemas com aplicações na fronteira do conhecimento científico e tecnológico. Neste sentido, nanopartículas de sílica, magnetita, polianilina e híbridos com nanotubo de carbono e grafeno serão preparados. Essas partículas serão incorporadas a matrizes poliméricas obtendo-se materiais na forma de filmes, nanofibra por eletrofiação, materiais porosos utilizando a manufatura aditiva ou ainda esferas macroporosas utilizando resinas poliméricas reticuladas ou alginato de sódio precipitado e liofilizado. Para melhora a dispersão de cargas, notadamente CNT e grafeno, serão avaliados alguns líquidos iônicos à base de imidazol e alquil-fosfônio. Os líquidos iônicos são também capazes de conferir boas propriedades elétricas e dielétricas aos materiais, tornando bastante útil no desenvolvimento de materiais absorvedores de ondas eletromagnéticas. Os líquidos iônicos incorporados nas partículas de sílica, argila e grafeno são também capazes de melhorar a capacidade de adsorção de metais pesados e outros poluentes. A adsorção de metais pesados também será realizada a partir de nanopartículas de dendrímeros do tipo PAMAM incorporadas em sistemas poliméricos de diferentes formas. Os grupos amina em quantidades consideráveis e a alta porosidade dessas partículas facilitam a adsorção dos metais pesados em quantidades consideráveis. Essas partículas também serão utilizadas na exploração e produção de petróleo, em aplicações que envolvem inibição de inchamento de argila, modificação de viscosidade e inibição de deposição de parafinas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Breitner Luiz Tavares

Ciências Humanas

Sociologia
  • educação superior e políticas de permanência para estudantes negros
  • O projeto baseia-se em duas frentes de pesquisa em diferentes espaços de atuação. Uma primeira frente buscará, através de narrativas biográficas, pesquisar, construir e analisar a trajetória de vida de estudantes cotistas PPI na Universidade de Brasília (UnB) (pretos, pardos e indígenas) e suas condições de saúde. A observação e a análise desses relatos de vida implicam, primeiramente, na formulação de um conjunto de desenvolvimento teórico que discutirá, através da relação clássica entre indivíduo e sociedade, o processo de formação, construção e manutenção de uma identidade e de uma biografia social, de vínculos e relações e de construção e reconstrução de espaços de sociabilidade. A fim de se ampliar o entendimento desses processos, uma segunda frente de pesquisa buscará entender, através das mesmas bases metodológicas, a dinâmica de inserção desses estudantes em um espaço institucional de assistência – como o promovido pela Diretoria de Atenção à Saúde da Comunidade Universitária (DASU-UnB). Esta dupla atuação possibilitará a elaboração sistemática, tanto de perspectivas comparativas e analíticas desses novos espaços, como ampliará o entendimento de determinadas qualificações conceituais acerca da condições de saúde dos estudantes universitários, considerando problemas relacionados a exclusão, vulnerabilidade e marginalização e abandono da vida estudantil universitária. Além disso, o projeto abre espaço, tanto para uma análise bibliográfica a respeito da contextualização social dessa população majoritariamente jovem – e uma consequente discussão de cunho metodológico - como para outras temáticas como saúde mental, uso de álcool e outras drogas, violência, solidão, vergonha, representações sociais, dentre outros.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes

Ciências da Saúde

Odontologia
  • compartilhamento de mecanismos de resistência a antibióticos entre as comunidades microbianas orais e as das infecções endo-periodontais
  • A complexa rede que liga o compartilhamento de informações genéticas entre comunidades microbianas é um dos principais fatores nos processos evolutivos. Através das interconexões exercidas pelo mobiloma (i.e. conjunto de elementos móveis em um genoma), os microrganismos distribuem seu genótipo para a maioria dos organismos vivos (microbioma). Um exemplo significativo é a disseminação de genes que codificam a resistência a antibióticos. Apesar de representar uma grande ameaça à saúde pública global, decifrar os princípios que coordenam a evolução das bactérias multirresistentes continua sendo um desafio. Recentemente, alguns trabalhos revelaram o potencial das abordagens metagenômicas para compreender e explorar a dinâmica e a diversidade das comunidades microbianas, e a correlação de genes de resistência associados a esses microbiomas. No entanto, nenhum estudo metagenômico funcional foi realizado até agora em comunidades dos microbiomas das infecções endo-periodontais. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é desenvolver uma abordagem sistêmica para analisar a rede de resistência aos antibióticos em metagenomas da cavidade oral e correlacioná-la com aquela encontrada em dentes com infecções endo-periodontais. Faremos isso integrando tecnologias para decodificar a distribuição, abundância, associações e correlações estatísticas do resistoma e mobiloma de diferentes sítios orais (metagenomas de diferentes partes do mundo) com os das infecções endo-periodontais. Por meio de abordagens laboratoriais, bioinformática e ciência em rede, propomos investigar padrões de genes de resistência prevalentes em diferentes locais da cavidade oral e o fluxo de sua disseminação em comunidades microbianas de infecções endo-periodontais. Acreditamos que esses dados são de fundamental importância para a compreensão desse desafio universal, abrindo caminho para que novas tecnologias possam desenvolver tratamentos antimicrobianos eficazes.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Britaldo Silveira Soares Filho

Ciências Biológicas

Ecologia
  • simulação dos impactos das mudanças climáticas e no uso da terra nos regimes de fogo e biodiversidade e implicações para a conservação ambiental no cerrado
  • Os impactos diretos e indiretos das mudanças climáticas podem afetar drasticamente a biodiversidade. Estimar esses impactos antecipadamente e compreender quais são os fatores que direcionam esses impactos são fundamentais para criação de políticas públicas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. No entanto, a modelagem da dinâmica ambiental advinda das mudanças climáticas demanda o desenvolvimento de modelagem de sistema em larga escala que integram uma complexidade de modelos e uma grande quantidade de dados (big data), requerendo, portanto, uma capacidade avançada de processamento, no tocante tanto ao software e hardware. O CSR-UFMG dispõe de grandes bancos de dados de biodiversidade e serviços ecossistêmicos para o Brasil, possuindo uma ampla experiência na modelagem ambiental aplicada a políticas públicas. Para tanto, foram desenvolvidos modelos e ferramentas para análise de biodiversidade e modelos de simulação de mudanças no uso da terra para o Brasil como um todo e espalhamento de fogo em alta resolução espacial específicos para os ecossistemas da floresta Amazônica e vegetações do Cerrado. Esses modelos têm sido utilizados para estimar os impactos das mudanças climáticas e do uso da terra nos regimes de fogo e consequente alteração nos padrões de biodiversidade. Para isso, CSR conta com uma infraestrutura computacional de alta performance e desenvolve a plataforma de modelagem ambiental Dinamica EGO freeware, utilizada não somente para rodar os nossos modelos com crescente nível de complexidade, mas também para disseminar a nossa ciência. Hoje Dinamica EGO é utilizado por usuários ao redor do mundo tendo já contribuído para mais de 200 publicações em periódicos revisto por pares. A possibilidade de otimizar a arquitetura de paralelismo do software para rodar na nuvem trará benefícios, portanto, para o avanço da modelagem ambiental que requer processamento de alto desempenho, sobretudo para os usuários que não dispõem de infraestrutura ou mesmo para os que a têm mas precisam para isso arcar com altos custos de manutenção. Os resultados desse estudo terão também impactos diretos na formulação e avaliação de políticas públicas de mitigação e adaptação das mudanças climáticas visando a conservação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos por todo o país.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 20/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Bruna Figueiredo Manzo

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • desenvolvimento e validação de tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes na segurança do paciente pediátrico e neonatal
  • Potenciais riscos ao paciente são intrínsecos à complexidade do cuidado à criança e ao neonato, especialmente pelas características físicas que podem influenciar consideravelmente a segurança do paciente. Apesar das iniciativas e investimentos empregadas na área da segurança do paciente pediátrico e neonatal, constata-se ainda alto número de eventos adversos. Assim, outras estratégias são motivadas em busca do cuidado seguro, como o incremento à educação e a participação do acompanhante nas ações de segurança. Ao promover a participação de acompanhantes na segurança dos cuidados, favorece a integração destes na tomada de decisão, de maneira consciente e informada, influenciando nas ações de segurança das crianças. Assim, este projeto apresenta como objetivo geral, desenvolver e validar tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes nas ações de segurança do paciente do paciente pediátrico e neonatal e tem objetivo específico, desenvolver e validar um web-app, um serius games e um software de realidade virtual (RV) para alcançar o objetivo geral. Trata-se de uma pesquisa metodológica e de produção tecnológica contemplando 4 etapas. Na etapa 1 realizar-se-á a prospecção tecnológica, nas etapas 2 e 3 serão construídos os conteúdo das tecnologias educativas e o seu desenvolvimento e a etapa 4 consistirá na validação de conteúdo, aparência e índice de Fidedignidade. O desenvolvimento tecnológico com inovações no contexto de saúde colabora significamente no processo de educação do paciente e seu acompanhante, porém são escassos os estudos que desenvolvam e validem essas diferentes tecnologias. A hipótese do estudo é que as tecnologias desenvolvidas e validadas têm potencial enquanto instrumento educacional e de incentivo ao envolvimento dos acompanhantes na segurança das crianças. Ademais, facilitará interação acompanhantes - equipe de saúde, e possibilitar realinhamento de processos, políticas e estruturas assistenciais que visam o cuidado seguro.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Gisi Martins de Almeida

Ciências Humanas

Sociologia
  • fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de são paulo
  • A aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente em 1990 estabeleceu um conjunto de mudanças legais no tratamento de adolescentes autores de atos infracionais que envolvem tanto a introdução de garantias processuais e direitos individuais quanto a adoção de dispositivos que restringem o uso da privação de liberdade como medida de responsabilização. Essas alterações impactam diretamente a atuação dos atores do sistema de justiça juvenil, marcada historicamente pela informalidade, discricionariedade e paternalismo. A literatura recente sobre o sistema de justiça juvenil brasileiro – em diálogo com a literatura internacional – tem indicado a complexidade do seu modo de funcionamento e os mecanismos pelos quais uma cultura “menorista” se combina com uma lógica punitiva. No que diz respeito ao diagnóstico das tendências atuais no país, um dos aspectos que ainda precisa ser melhor investigado é a produção decisória dos atores ao longo das etapas do fluxo desse sistema. A investigação dos fatores associados à produção decisória permite compreender de que maneira os dispositivos legais e as medidas socioeducativas têm sido utilizados. Buscando contribuir para esse debate, o objetivo deste projeto é realizar um estudo do fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de São Paulo e investigar os fatores associados ao avanço dos casos nas diferentes etapas do sistema, desde o registro na polícia até o sentenciamento pelo judiciário. Dados recentes sobre o sistema paulista indicam uma redução significativa no número de adolescentes cumprindo medidas socioeducativas. Neste sentido, buscar-se-á investigar se houve alterações neste fluxo nos últimos anos. A pesquisa adotará uma abordagem longitudinal para rastrear o processamento dos casos em cada etapa e será realizada a partir da coleta, sistematização e consolidação de dados secundários produzidos pelas agências que compõem o sistema de justiça juvenil em São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Paola Murino Rafacho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estratégia de formação dos profissionais da atenção primária à saúde no cuidado das condições crônicas em campo grande/ms
  • A Atenção Primária à Saúde (APS) constitui a porta de entrada no sistema de saúde pela população. Por estar mais próxima a comunidade, sendo local ideal para promoção da saúde, prevenção de doenças e enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como obesidade, hipertensão e diabetes. Neste sentido, capacitar gestores e profissionais que atuam na APS tem grande relevância, de modo a fortalecer as políticas públicas de Saúde existentes e organizar o cuidado de maneira mais eficiente. Neste contexto, o presente trabalho tem como proposta dar continuidade ao projeto “Rede de Enfrentamento e Controle da Obesidade na Atenção Primária (ECO-AB)”, estendendo sua atuação para demais condições crônicas além da obesidade por meio do diagnóstico da organização do cuidado às pessoas com DCNT e aplicação de estratégia de educação na APS de Campo Grande/MS. Por meio de ações de pesquisa, ensino e extensão espera-se apoiar a formação qualificação, acompanhamento e socialização das ações desenvolvidas pelas equipes de saúde, visando a atenção à saúde no controle das DCNT.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 05/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Augusto Nassif Travençolo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estratégias visuais de análise de redes dinâmicas com foco nas características e comportamento dos seus nós
  • Redes dinâmicas são utilizadas para modelar interações entre entidades que compõem um determinado domínio do conhecimento, com o intuito de extrair padrões nessas interações que permitam a compreensão de determinado fenômeno nesse domínio. É possível encontrar aplicações em diversas áreas, incluindo redes sociais, espalhamento de fake news, análise de tráfego aéreo, interação entre proteínas nas células, entre outras. A análise dessas redes usualmente emprega medidas estatísticas e/ou técnicas visuais que auxiliam na extração de informações úteis contidas nas conexões entre nós da rede, de forma a identificar comportamentos anormais, tendências de relacionamento, sazonalidades e recorrências. No entanto, a maioria das estratégias visuais propostas concentra-se apenas em informações topológicas da rede, ignorando informações do próprio domínio de aplicação e propriedades dos nós. Considerando que a dinâmica de interação dos nós pode estar fortemente relacionada a essas propriedades, a análise pura das conexões pode limitar a compreensão dessa dinâmica, o que leva a seguinte pergunta: uma representação visual de redes dinâmicas que considera, além da topologia, informações específicas a respeito dos seus nós constituintes pode aumentar a compreensão dos fenômenos e do contexto modelado por essas redes? É sabido, por exemplo, que a interação entre usuários de redes sociais está fortemente ligada às suas preferências, costumes e crenças. Dessa forma, neste projeto pretende-se empregar um conjunto de técnicas de visualização de informação nas características individuais dos nós, destacando visualmente aspectos distintos dessas entidades, tais como similaridade, evolução temporal ou correlação entre propriedades. Associado a essas visualizações, serão propostas ferramentas de interação para proporcionar uma exploração efetiva desses aspectos, permitindo ao usuário associá-los e fazer inferências que justifiquem o comportamento temporal da rede.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno da Silva

Ciências Humanas

História
  • circuitos transoceânicos: o lugar das américas no trânsito de ideias, bens e indivíduos, da primeira modernidade às independências
  • A pesquisa objetiva redimensionar o lugar da América Ibérica (séculos XVI-XIX), através das diferentes formas de etnogênese que criam diversos tipos de comunidades, tanto no mundo indígena quanto afro-americano e nas paragens orientais. Busca-se iluminar a importância do Novo Mundo na construção da ideia de mundialização ou globalização, abordando a circulação de pessoas, objetos, ideias e conhecimentos de forma inovadora. Isso porque, considera-se a América um espaço para a emergência de sociedades que não se limitam a mimese daquelas europeias, porém, observando que o local não é uma tela invertida sobre a qual o global se projeta (Appadurai, 2013). Ao contrário disso, os cenários americanos nas suas mais diferentes relações com as bordas do Atlântico e o Oriente foram palcos de experiências que, descortinadas com a reavaliação de fontes já conhecidas e avançando igualmente sobre documentação ainda pouco explorada, podem nos revelar processos marcados menos pelo resultado de uma miscigenação das formas, culturas, técnicas, dos corpos, objetos e mais por tensões e trocas recíprocas. O problema central reside em questionar explicações dicotômicas, a exemplo de: local/global, micro/macro, centro/periferia... que simplificam o passado americano. Assim, teórico-metodologicamente, os pesquisadores aqui reunidos buscam evidenciar, sobretudo através da perspectiva das Histórias Conectadas, fontes tais como: objetos de arte, compêndios de fauna e flora, artefatos de luxos, papéis diplomáticos, entre outros. Nossas interrogações visam questionar “os modos de acoplamento de um mundo em outro, sem limitar-se aos laços atados pela Europa Ocidental com o resto do globo” (Gruzinski, 2014), dialogando com as correntes epistemológicas que enfatizam a dimensão subjetiva e individual dos agentes históricos envolvidos no processo de expansão das monarquias europeias e nos processos independentistas do século XIX.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Athayde Prata

Engenharias

Engenharia de Produção
  • matheurísticas para problemas de gestão da produção e operações
  • Nas últimas décadas, diversos problemas de gestão da produção e operações tem sido tratados como problemas de otimização combinatória. Visto que tais problemas pertencem à classe NP-difícil, métodos aproximados, tais como heurísticas e metaheurísticas tem sido propostos para suas resoluções. Nos últimos anos, as matheurísticas tem sido uma linha de pesquisa promissora, visto que hibridizam métodos exatos e técnicas heurísticas para resolução de problemas de otimização combinatória em tempo computacional admissível. Este projeto tem por objetivo a proposição de novas matheurísticas para a resolução de problemas de gestão da produção e operações. A investigação será composta pelas seguintes etapas: revisão bibliográfica, elaboração de formulações matemáticas, projeto e implementação dos algoritmos, testes computacionais e elaboração do relatório final. Espera-se que os algoritmos desenvolvidos possam ser aplicados na resolução de problemas reais.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Oliveira Rodrigues

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • jurisdição quilombola
  • O projeto tem como pretensão produzir uma ferramenta e solução digital para a dispersão de dados relativos a judicialização das demandas quilombolas no Brasil, para tanto, realizaremos uma pesquisa-ação, na medida em que pretendemos não só compreender o fenômeno da judicialização das questões quilombolas no Brasil, mas também criar uma ferramenta para consolidar dados e organizações informações esparsas. Estruturaremos um programa de gestão da informação que colabore e aumente o grupo de dados relativos à judicialização da questão quilombola no Brasil, ampliando a possibilidade de observação dos fenômenos correlatos. Pretende-se criar uma plataforma, com aplicativo compatível com IOS e Androide, a ser hospedada no sítio eletrônico da UFAM, que terá como finalidade mapear os grupos étnicos que são autores ou réus em processos judiciais no território brasileiro, preliminarmente a plataforma/sistema se chamará “Jurisdição Quilombola”. A plataforma será aberta para que os usuários possam incorporar informações, principalmente associando as demandas judiciais às comunidades quilombolas espalhados pelo território nacional, assim, o aplicativo inicialmente associará, de forma interativa, a demanda ao território quilombola em um mapa do Brasil, associando os detalhes do conflito. Serão então cadastrados os sujeitos, informando dados e localização, tanto dos quilombos, como de seus litigantes, o que ajudará a criar um rol de perfil dos atores, mapeando melhor os conflitos que são judicializados. A ferramenta contará com boletins consolidados dos processos, banco de petições, cartilhas, legislação específica, glossário. Pretende-se também fazer uma pesquisa em qualitativas em profundidade, através de campo em pelo menos um quilombo com conflito judicializado, buscando analisar de que maneira que o processo judicial se incorpora na vida e no cotidiano da comunidade, considerando como o processo enquanto artefato cultural se trança na representação e identidade quilombola.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 02/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Bruno Deltreggia Benites

Ciências da Saúde

Medicina
  • plasma convalescente (pconv) como terapia de prevenção de complicações associadas a infecção por sars-cov-2
  • O plasma de indivíduos que se recuperam satisfatoriamente de COVID-19 pode ser uma fonte interessante de anticorpos específicos contra o vírus que causa a doença. Portanto, pode representar uma opção terapêutica em pacientes com evolução desfavorável ou com potencial para maior risco de complicações, como indivíduos na faixa etária acima dos 60 anos e portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares. Esse tipo de terapêutica já foi utilizada em surtos prévios de outras infecções respiratórias, como influenza H1N1, SARS e MERS, com resultados promissores que envolviam, por exemplo, menores taxas de mortalidade e menor tempo de permanência hospitalar. Diante da pandemia atual de COVID-19, em que ainda não há nenhuma terapêutica comprovadamente eficaz disponível, ensaios clínicos avaliando o uso de plasma convalescente são urgentes e podem trazer uma nova opção terapêutica com potencial para diminuição de complicações, como necessidade de ventilação mecânica e menores taxas de mortalidade. Nesse sentido, tem o potencial também de aliviar a iminente pressão sobre os serviços de saúde, que poderão enfrentar limitações na disponibilidade de leitos, equipamentos e profissionais no enfrentamento dessa crise. Entretanto, a eficácia e segurança do uso terapêutico de PCONV em pacientes diagnosticados com COVID-19 não poderá ser atestada a menos que sejam conduzidos ensaios clínicos controlados com adequada metodologia de execução e análise, que é o que pretende contribuir este trabalho no âmbito do desenvolvimento de novas terapias. Os benefícios na condução de ensaios clínicos controlados nessa situação específica de pandemia estão também na comprovação de uma terapêutica que estará progressivamente mais disponível conforme mais indivíduos infectados entrem em convalescência. Também poderá contribuir com evidência mais robusta no apoio de decisões institucionais e mesmo governamentais, e que potencialmente poderá ser aplicada na eventualidade de novas pandemias globais. Portanto, o objetivo deste trabalho será avaliar a segurança e eficácia de imunoterapia passiva utilizando plasma convalescente (PCONV) no tratamento de indivíduos diagnosticados com COVID-19 e hospitalizados por sintomas respiratórios. Trata-se de ensaio clínico prospectivo, único centro, randomizado, cego, comparando transfusão de PCONV com transfusão de plasma convencional não imune como controle. Os potenciais doadores serão selecionados no momento da alta hospitalar ou através de voluntariado incentivado em mídias sociais. Além da triagem clínica e laboratorial, já habitualmente realizada em doadores de sangue e prevista por legislação, serão colhidas amostras para teste rápido para identificação dos anticorpos IgG anti-SARS-Cov2, com diluição para 1:128. O doador será então submetido a coleta de 600ml de plasma através de equipamento de separação celular por aférese, que será divido em três alíquotas de 200ml. Os pacientes selecionados serão aqueles ainda em estágios iniciais de acometimento pulmonar, com o intuito de avaliar possíveis efeitos sobre a diminuição da progressão para suporte intensivo e ventilação mecânica. Pacientes com acometimento pulmonar avançado e em ventilação mecânica provavelmente estão menos propensos a responder a esse tipo de terapia, além de apresentarem maior risco de ocorrência de complicações. Portanto, a proposta deste estudo (e que o diferencia de outras propostas apresentadas publicamente) é investigar o papel de PCONV como uma intervenção precoce na prevenção de complicações, naqueles indivíduos com diagnóstico em estágios ainda iniciais, antes da ocorrência de evolução desfavorável, ao contrário de ser uma última opção salvadora em pacientes já com acometimento extenso e sob ventilação mecânica, para os quais os benefícios serão potencialmente menores e com provável maior ocorrência de reações adversas. Para melhor mascaramento e diminuição de possibilidade de vieses por outros fatores confundidores, optou-se por uso de plasma convencional como controle, seguindo o desenho de outros estudos internacionais já em andamento. Para análise dos desfechos (progressão para ventilação mecânica e mortalidade), será avaliada a proporção de pacientes nas diferentes classes de escala ordinal de gravidade, em cada grupo de randomização nos seguintes tempos: admissão hospitalar, até 3 dias após admissão, no dia da transfusão e 3, 5, 7, 15 e 28 dias após a transfusão. Serão comparadas também: incidência e duração da ventilação mecânica, duração total da hospitalização e tempo de internação sob cuidados intensivos, e evolução de marcadores prognósticos: PCR, Troponina, TP/AP, TTPA, dosagem de fibrinogênio, gasometria arterial, ALT/AST, LDH, contagem linfocitária em sangue periférico e D-dímero nos dias 0, 3, 5, 7, 15 e 28. Serão comparados também marcadores de segurança: incidência geral de eventos adversos e incidência de eventos adversos graves. Em paralelo ao estudo clínico descrito anteriormente, será realizada avaliação mais extensa da prevalência e dinâmica temporal dos anticorpos anti-SARS-Cov-2 em população de doadores de sangue saudáveis, através de triagem com detecção de IgG/IgM. Essa determinação será realizada em 500 amostras mensais (aprox. 10% do número total de doadores da instituição), de forma aleatória e consecutiva, de janeiro a dezembro de 2020. As testagens de doações de sangue nos períodos que antecedem o início do projeto serão realizadas com alíquotas da soroteca já armazenadas. Com base nos resultados encontrados nessa população, serão realizadas análises de potencial dimensionamento da disponibilidade de plasma convalescente para tratamento e uso direto como hemocomponente, e como matéria prima para produção industrial de imunoglobulina hiperimune específica. Essa análise considerará: dinâmica dos anticorpos em indivíduos infectados, relação do volume de coleta por indivíduo com os títulos de anticorpos, e projeções populacionais baseadas na potencial demanda pelo produto.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Bruno Eduardo Freitas Honorato

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ética na pesquisa em administração
  • A Resolução CNS510/2016 que versa sobre a ética em pesquisa para as Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (CHSSA), apesar dos avanços que constitui para as humanidades, ainda apresenta muitos problemas debatidos nos fóruns e encontros de pesquisadores da área. Embora a discussões tenham avançado em outras áreas das humanidades como Antropologia, Ciências Sociais, Educação, os pesquisadores da Administração têm evitado uma discussão direta com os parâmetros definidos pelo Sistema CEP/CONEP para avaliação ética em pesquisa na área. O objetivo desse estudo será compreender como os doutorandos em Administração percebem os procedimentos atuais da ética em pesquisa em CHSSA no Brasil e quais as implicações dessas percepções para a discussão da ética em pesquisa na área da Administração. A pesquisa de natureza qualitativa será desenvolvida em duas atividades estruturantes: mapear e analisar, as quais foram divididas em três etapas descritas sumariamente como: levantamento exploratório (etapa 1), coleta de dados (etapa 2), análise crítica (etapa 3). Os participantes da pesquisa serão pós-graduandos em formação como pesquisadores em cursos de doutorado em Administração. Nas etapas 1 e 2 serão utilizadas técnicas de coleta de dados por pesquisa documental, bibliográfica, questionários e entrevistas semi-estruturadas. A análise de dados será realizada segundo a abordagem de Bardin (2006) da Análise de Conteúdo. Espera-se com isso que possamos enfrentar o controverso debate da ética nas CHSSA argumentando em três frentes: i) uma frente formativo/procedimental; ii) uma frente teórica/conceitual; iii) e uma terceira e última frente empírico/experiencial.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Gabriel Lucca

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de novos dispositivos analíticos e testes rápidos para aplicação em análises forenses
  • A miniaturização é, atualmente, uma tendência na Química Analítica moderna. Sistemas analíticos de tamanho reduzido permitem portabilidade e rapidez nas análises, têm custo reduzido, baixo consumo de amostras e reagentes e, consequentemente, reduzem a geração de resíduos. Embora vários pesquisadores se dediquem atualmente ao desenvolvimento e aplicação de sistemas e métodos analíticos, apenas uma fração mínima dessas pesquisas está voltada para a área forense. Como consequência disso, atualmente inexistem métodos analíticos para identificação/quantificação de um grande número de substâncias comumente apreendidas pelos órgãos policiais. Neste contexto, esta proposta tem como objetivo preencher esta lacuna, por meio do desenvolvimento de novos dispositivos e métodos, colorimétricos e eletroanalíticos, que sejam portáteis, simples e de baixo custo, para aplicação em análises de interesse da área forense. Os dispositivos analíticos utilizados aqui serão fabricados a partir de substratos de papel e também utilizando tecnologias de manufatura aditiva, ou impressão 3D. As plataformas analíticas desenvolvidas serão utilizadas para a determinação de substâncias psicoativas, canabinóides sintéticos, THC, cocaína e seus adulterantes, pesticidas, resíduos de armas de fogo, biomarcadores em amostras biológicas e resíduos de explosivos, entre outros, conforme demandas levantadas pela própria Unidade Oficial de Perícia Criminal parceira deste projeto. Os métodos e dispositivos desenvolvidos serão validados e aplicados em amostras reais, fornecidas pelo órgão de perícia parceiro. Posteriormente, estes métodos e dispositivos serão implementados no trabalho de rotina dos peritos/analistas. Além disso, será fornecido todo o tratamento/capacitação para que os peritos/analistas se tornem aptos a utilizar as tecnologias desenvolvidas neste projeto.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Gomes da Costa

Outra

Multidisciplinar
  • projeto ciência no parque: ii feira de ciências do ifsertãope campus petrolina
  • As Feiras de Ciência e Mostras Científicas do Ensino Fundamental e Médio têm se tornado espaços para a pesquisa, avaliação, experimentação e inovação na área educacional brasileira. Estas atividades científicas no Brasil são marcadas por contrastes e contradições com momentos de grande ascensão e declínio. Alguns estados da federação mantêm e incentivam programas de financiamento para realização de feiras de ciência e mostras, o que justifica investimento público. A ciência e tecnologia estão presentes no dia a dia das pessoas, sendo um elemento determinante na tomada de decisões. Diante disso, pesquisar formas de comunicação entre os diversos públicos, testar possibilidades, apresentar metodologias, questionar o papel social da ciência e tecnologia são desafios que jovens e professores precisam vivenciar nestas atividades da educação não formal. As ações desse projeto visam oportunizar ao público o acesso à produção científica e tecnológica, possibilitando uma troca de vivências e experiências na construção de novos conhecimentos, proporcionando um aprendizado de melhor qualidade aos jovens estudantes. O projeto visa promover a II Feira de Ciências do IFSertãoPE campus Petrolina que reunirá equipes de escolas públicas municipais e estaduais a fim de incentivar a troca de experiências no evento, e que se dará por meio da exposições de materiais didáticos, ampliando dessa forma o crescimento e a qualidade do ensino.
  • Instituto Federal do Sertão Pernambucano - PE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Lobão Soares

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • caracterização de marcadores eletrofisiológicos e gênicos da fadiga induzida pelo exercício no sistema nervoso central em ratos
  • Estudos recentes do nosso grupo mostram que a duração e a velocidade de corrida modulam as oscilações neurais no hipocampo de ratos (Furtunato et al. 2020). No entanto, os mecanismos gerais pelos quais o exercício modifica o ritmo de atividade cerebral durante e após a atividade permanecem desconhecidos. No presente projeto propomos caracterizar marcadores eletrofisiológicos e gênicos de fadiga induzida pelo exercício no sistema nervoso central em ratos, e testar a hipótese de que a modulação das oscilações cerebrais durante o exercício está associada ao ritmo respiratório e aos níveis séricos de lactato. Para isso, iremos: i) submeter ratos a protocolos de exercício de corrida de velocidade progressiva até a exaustão em esteira; ii) registrar suas oscilações neurais através de eletrodos cronicamente implantados no hipocampo e córtex pré-frontal; iii) monitorar concomitantemente a frequência respiratória via sensor térmico (thermocouple) nasal; iv) medir seus níveis séricos de lactato (marcador periférico de fadiga, correlato ao acido latico liberado) via espectrofotometria; e v) avaliar a expressão neuronal do gene imediato zif-268 através de imuno-histoquímica. De acordo com evidências prévias, podemos predizer que i) as oscilações cerebrais no hipocampo e no córtex pré-frontal durante o exercício estarão sincronizadas com o ritmo respiratório, e que ii) o aumento dos níveis séricos de lactato estarão correlacionados com aumentos de amplitude das oscilações cerebrais induzidas pelo exercício, em especial a potencia do ritmo delta ao final do exercício. Além disso, iii) quanto maior a velocidade atingida pelos animais na corrida, maior será a expressão do gene imediato zif-268 após o exercício. Dessa forma, nossos resultados devem consolidar o hipocampo como um integrador de funções cognitivas e motoras no sistema nervoso central, com importância crítica para a sinalização central da fadiga.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Bruno Melo Brentan

Engenharias

Engenharia Civil
  • sistema inteligente para operação de sistemas de distribuição de água
  • Ainda que a abordagem para otimização dos sistemas de abastecimento de água via otimizador-simulador já seja consagrada na literatura, o desafio de atuação em tempo real é campo ainda obscuro e requer desenvolvimento. Isso porque a atuação de controle em tempo real está apoiada em um tripé: as demandas do sistema bem determinadas, o estado hidráulico passado conhecido e casos anômalos identificados. Em caso de falha em algum apoio desse tripé, ainda que as operações tenham sido determinadas, do ponto de vista físico deixarão de cumprir seu papel. Tendo a demanda bem determinada e o modelo híbrido de simulação e otimização de operações bem calibrado, a operação dos sistemas via controle automatizado e a coleta de dados para retroalimentação pode ser uma ferramenta adequada para situações cotidianas. Além destas questões hidráulicas, a capacidade computacional para processamento dessas informações é importante para que a atuação seja efetivamente feita em tempo real. Sistemas muito complexos e condições operacionais emergenciais, como por exemplo, a ruptura de uma grande adutora, irão tornar o processo de otimização das manobras lento e incapaz de responder às necessidades do sistema. Nesse sentido, esse projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um ambiente computacional capaz de realizar previsão de demandas, acoplado a um sistema de operação otimizado para manobras em tempo real, sejam de abertura ou fechamento de válvulas, sejam de operações de bomba (parada e partida ou mudança de rotação), visando a minimização dos custos operacionais (consumo de energia e perdas físicas). A elaboração e estudo de um sistema integrado às novas tecnologias de informação e processamento de dados, acoplado a modelos de decisão ótima, surge como a saída atual para uma resposta em conjunto aos antigos problemas de operação e manutenção dos sistemas e às novas necessidades de agilidade e transparência na gestão do abastecimento de água.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Melo de Araújo

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • museália em análise: a representação da ciência nos museus de ciência e tecnologia em pernambuco
  • Este projeto pesquisa foi desenvolvido pelo grupo de pesquisa Museologia, Ciência e Informação, vinculado à Universidade Federal de Pernambuco e reflete o desdobramento de atividades associadas ao Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia e os Museus universitários. A partir de dados levantados e consolidados, objetivamos analisar as diferentes representações construídas da ciência no âmbito dos museus ciência e tecnologia em Pernambuco, a fim de identificar quais processos de valoração possibilitaram a formação da museália em diferentes instituições, tais como: universidades, centros de pesquisa, escolas e zoológicos. Essa perspectiva leva em consideração que diferentes regimes de valoração, organização e extroversão dos bens culturais foram produzidos e, construíram uma percepção sobre o que é a ciência e seu papel para a sociedade. Metodologicamente, utilizaremos, além das fichas de coleção e museus já preenchidas associadas à documentação produzida no âmbito das instituições de C&T e de patrimônio cultural, além da documentação existente nos próprios museus pesquisados. Com base na investigação das diferentes práticas de seleção, preservação e comunicação dos acervos de ciência e tecnologia poderemos acessar os discursos sobre a ciência, tecnologia, os desafios da institucionalização e os diferentes processos de construção de conhecimento.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Milanez

Ciências Humanas

Geografia
  • o setor mineral e suas estratégias: o exercício de poder para a captura de valor
  • O modelo das Redes Globais de Produção (RGP) é uma base teórico-metodológica para pesquisas sobre corporações em múltiplas escalas. A globalização é entendida como um sistema de integração funcional de atividades espacialmente dispersas que envolvem a extração de matéria-prima, a produção de bens, a oferta de serviços, e o descarte de rejeitos. O modelo lança mão de categorias específicas (valor, poder e enraizamento) para estudar a relação entre agentes econômicos (firmas) e não-econômicos (Estado, sindicatos, movimentos sociais etc.). Estratégias corporativas são entendidas como um repertório de ações coordenadas desempenhadas por um ou mais agentes com o objetivo de aumentar sua capacidade de capturar valor; ampliar seu poder relativo, ou modificar condições de enraizamento. De forma a operacionalizar a pesquisa, agrupamos as estratégias em sete dimensões: mercado, investimento, financeiras, relações de trabalho, institucionais, sociais e territoriais. Ao longo da pesquisa se buscará identificar e analisar estratégias específicas de empresas do setor de minerais metálicos, bem como seus efeitos. Essa proposta parte do pressuposto de que desde o último boom das commodities, o Brasil aprofundou sua estratégia neoextrativista de crescimento, o que aumentou o poder econômico e político das empresas do setor e ampliou seus impactos territoriais. Consequências desse processo podem ser percebidas nas mudanças recentes na legislação federal relativa ao setor mineral, bem como na ampliação, identificada nos últimos anos, dos conflitos territoriais em torno de projetos minerais. A pesquisa será realizada a partir de revisão bibliográfica, consulta a relatórios setoriais e bancos de dados, acompanhamento da expansão dos pedidos de direitos minerais e entrevistas semiestruturadas com informantes-chave vinculados a diferentes grupos sociais (sindicatos, agências reguladoras, movimentos sociais, organizações não governamentais, associações de classe e empresas mineradoras).
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno Nubens Barbosa Miragem

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • cultura do pagamento: aplicativo para elaboração do plano de pagamento voluntário ao tratamento do superendividamento dos consumidores.
  • A sociedade de consumo, diante da concessão de crédito, gerou uma parcela significativa da população brasileira que está em situação de superendividamento, comprometendo o mínimo existencial e permanecendo em condição de exclusão. A Lei 14.181, aprovada em 01 de julho, de 2021, aperfeiçoou o Código de Defesa do Consumidor, criando um sistema de prevenção e tratamento ao consumidor superendividado. Para o tratamento, a legislação faz menção a audiências de negociação, com a reunião de todos os credores, mediante a apresentação de um plano de pagamento para revisão e renegociação da dívida. Neste sentido, o tema do projeto é o superendividamento do consumidor, delimitado ao plano de pagamento a ser ofertado pelos consumidores em audiência de negociação junto ao Balcão do Consumidor e do Observatório do Crédito e Superendividamento da Faculdade de Direito, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. A proposta está em criar aplicativo virtual para que os consumidores possam lançar os dados de seus débitos em um questionário socioeconômico, que gerará um plano de pagamento a ser ofertado aos credores. O projeto mostra-se relevante ao criar espaço de atendimento à população superendividada, construindo um cenário de fomento à dignidade da pessoa humana, além de contribuir com a formação acadêmica dos alunos envolvidos no projeto, permitindo o desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão. Os dados colhidos e a análise dos atendimentos apontam indicadores que podem subsidiar a implementação de políticas públicas em defesa dos consumidores e harmonização das relações de consumo. A estratégia de criação, implementação e execução atende as etapas de seleção de equipe, contratação de empresa para desenvolvimento de aplicativo, divulgação do serviço, realização das audiências, análise dos dados, produção de relatórios, estudo de casos e encaminhamento às autoridades competentes de sugestões para ações e políticas públicas de prevenção e tratamento ao superendividamento.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Oliveira da Silva Duran

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • abordagens ômicas para o estudo do microambiente tecidual das células musculares de peixes e identificação de potenciais biomarcadores do crescimento muscular de peixes com interesse econômico.
  • Os peixes são organismos de extrema importância econômica, devido à produção de carne destinada à alimentação dos seres humanos, composta basicamente por músculo esquelético. Nesse contexto, as culturas de células musculares de peixes configuram um modelo muito útil para o estudo in vitro da regulação da miogênese e crescimento muscular, em um ambiente mais controlado. Esse modelo in vitro pode ser comparado ao organismo vivo, permitindo a compreensão da complexidade do músculo esquelético num nível sistêmico, influenciado por outros tipos celulares através de sinalizações parácrinas e/ou endócrinas. Além disso, apesar do enorme avanço na compreensão da biologia molecular do músculo esquelético, ainda não há estudos que integrem e comparem os dados ômicos disponíveis em bancos públicos (meta-análise), fornecendo oportunidades para a identificação de marcadores moleculares envolvidos com o controle da massa muscular. Dessa forma, o projeto proposto tem 2 objetivos: 1) Obter e comparar os transcriptomas de células musculares in vitro e in vivo para a compreensão do microambiente tecidual e sua regulação do crescimento muscular. O pacu (Piaractus mesopotamicus) será utilizado como modelo experimental, mas os resultados poderão ser extrapolados para outras espécies de peixes também economicamente relevantes. 2) Re-analisar, integrar e comparar o perfil de expressão gênica muscular em diferentes espécies de peixes a partir de dados ômicos públicos, identificando possíveis especificidades e potenciais biomarcadores envolvidos com a manutenção do fenótipo e crescimento muscular de peixes. Serão conduzidas análises bioinformáticas para obtenção dos genes diferencialmente expressos, ontologia de vias de sinalização e construção de redes de interações. Posteriormente, componentes moleculares relevantes e potenciais biomarcadores serão validados em análises morfológicas e PCR em tempo real, em diferentes espécies de peixes, o que pode trazer benefícios na produção aquícola.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Rangel Capilé de Souza

Ciências Humanas

História
  • história ambiental das transformações das paisagens ribeirinhas e das relações socioecológicas no rio doce, governador valadares, mg.
  • As sociedades humanas possuem uma diversidade de relações socioecológicas com rios e suas bacias hídricas, dotadas de valor econômico, político, cultural e espiritual. Nas cidades brasileiras, as margens dos rios foram intensamente disputadas por diferentes protagonistas em uma complexa rede de relações de poder. Em Governador Valadares (MG), a cidade possui uma relação histórica com a bacia do rio Doce e sua dinâmica de cheias e secas. A formação territorial propiciou uma diversa migração populacional que refletiu na heterogeneidade de seus usos sociais. Analisaremos como as relações sociais e ecológicas se deram ao longo do trecho do Rio Doce na cidade de Governador Valadares nas últimas quatro décadas. Nesse intervalo de espaço e de tempo, a sociedade valadarense transformou sua paisagem ribeirinha, assim como adaptou-se às suas dinâmicas fluviais - como na organização de redes de solidariedade durante eventos de crise nas grandes enchentes. As históricas relações entre a população ribeirinha valadarense e o rio Doce foram afetadas drasticamente com a chegada da lama tóxica da barragem de rejeitos de mineração da Samarco, em Mariana, no mês de novembro de 2015. Com o desastre-crime, os moradores atingidos vêm se organizando, junto a outros grupos sociais, de modo a reivindicar seus direitos e serem ouvidos. E desde o evento diversas instituições científicas têm desenvolvido pesquisas sobre as condições locais do solo, da água e da biodiversidade. De modo a compreender as relações socioecológicas e as transformações da paisagem fluvial serão utilizadas fontes históricas, dados científicos atuais, assim como entrevistas de valadarenses ribeirinhos, especialmente para dar voz aos atingidos pela lama da Samarco. E buscando construir coletivamente histórias futuras com o rio Doce, ocorrerá um curso de extensão para professores e agentes de turismo, e a articulação de moradores locais e o poder público para elaborar um projeto de conservação das margens do rio.
  • Universidade Vale do Rio Doce - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno Rodrigues

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • efeitos da estimulação transcraniana por corrente direta (tdcs) na pressão arterial e fluxo sanguíneo cerebral de pacientes hipertensos resistentes: um estudo dos mecanismos autonômicos, vasculares e inflamatórios
  • A hipertensão arterial resistente (HAR) é uma doença complexa e multifatorial, sendo a hiperatividade do sistema nervoso simpático (SNS) e redução da atividade vagal consideradas algumas das principais causas da refratariedade ao tratamento. Ademais, nos últimos anos têm sido demonstradas relações entre os sistemas nervoso autonômico, imunológico e sistema nervoso central. Terapias invasivas, bem como protocolos de exercício físico têm sido desenvolvidos para o tratamento da HAR, porém a hiperatividade do SNS ainda permanece como um desafio para o controle dos níveis de pressão arterial (PA). A possibilidade de se utilizar técnicas de estimulação cerebral, tais como a estimulação transcraniana por corrente direta (tDCS) não invasiva no córtex cerebral na HAR pode ser promissora para reduzir a PA não controlável por medidas farmacológicas e não farmacológicas. Estudos prévios mostraram que a modulação simpática cortical após tDCS pode reduzir os níveis pressóricos, melhorar a função autonômica e capacidade de exercício, no entanto, os desfechos principais estavam associados à melhora da depressão psíquica em pacientes não portadores de HAR, bem como à performance de atletas. Adicionalmente, esta ferramenta terapêutica poderia aumentar o fluxo sanguíneo cerebral (já demonstrado na literatura em outras condições clínicas), prejudicado em pacientes hipertensos em razão da aumentada resistência vascular periférica e remodelamento vascular. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo avaliar se a tDCS agudamente ou por 2 semanas, controlada por placebo-sham, pode reduzir a PA de hipertensos resistente através da redução da atividade nervosa simpática, melhora a modulação autonômica cardiovascular, aumento do fluxo sanguíneo cerebral, bem como das alterações positivas em parâmetros hemodinâmicos e inflamatórios. Testaremos as hipóteses de que a tDCS (aguda ou cronicamente) poderá modular positivamente os níveis pressóricos de pacientes hipertensos e aumentar o fluxo sanguíneo, alterações estas possivelmente mediadas por benefícios autonômicos, bioquímicos e inflamatórios.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Bruno Sérgio Vieira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • soluções biotecnológicas para a agricultura: disponibilização de fósforo por fungos e biocontrole do capim amargoso (digitaria insularis).
  • O crescimento populacional tem imposto à agricultura um grande desafio: aumentar a produção de alimentos com mínima expansão da área agricultada e baixo impacto ambiental. O aumento de produtividade requer técnicas e tecnologias para mitigar estresses abióticos e bióticos. Esse projeto aborda dois importantes componentes da produtividade agrícola, a nutrição fosfatada e o controle de plantas daninhas. O manejo da adubação fosfatada representa grande desafio para o crescimento sustentável da produção agrícola. Enquanto as reservas mundiais de P apresentam risco de esgotamento, grande parte dos solos mundiais apresentam alta capacidade de fixação do elemento, reduzindo a eficiência dos fertilizantes fosfatados. Nesse projeto serão desenvolvidas formulações de inoculante de fungo solubilizador de P visando à melhoria da eficiência de fertilizantes fosfatados, bem como o acesso à reserva de P acumulada no solo após vários ciclos de cultivo. Outro desafio da agricultura é o manejo de plantas daninhas, que tem dependido primordialmente da aplicação de herbicidas químicos. No entanto, a eficácia dos herbicidas tem sido comprometida devido ao surgimento de populações resistentes a diferentes princípios ativos, estreitando cada vez mais as possibilidades para o manejo. O capim-amargoso (Digitaria insularis) é uma das principais plantas daninhas de culturas anuais e perenes na América do Sul, apresentando populações resistentes ao glifosato e inibidores da ACCase. Assim, novos métodos de manejo dessa espécie são urgentes. Uma possibilidade ainda inexplorada para capim-amargoso é o controle biológico, utilizando fungos fitopatogênicos. Uma breve busca preliminar revelou a existência de fungos fitopatogênicos atacando esse hospedeiro. Dessa forma, nessa pesquisa realizaremos levantamento e caracterização da micobiota associada a D. insularis em diferentes estados e a avaliação preliminar do potencial dos fungos obtidos como agentes de controle biológico desta planta.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Silva Leite

Ciências Humanas

Educação
  • a construção do conhecimento químico por meio do uso de recursos didáticos digitais
  • O aumento do uso e da apropriação das tecnologias digitais de informação e comunicação em geral para grandes setores da população têm provocado importantes mudanças sociais nos últimos anos. Na última década, surgiram várias tecnologias digitais que abordaram o campo educacional, como nunca acontecera nas décadas anteriores, nas quais as tecnologias permaneceram mais ou menos estáveis, em torno do uso do computador (softwares educacionais), audiovisual e Internet. Contudo, a inserção das tecnologias digitais na educação não implica necessariamente em novas práxis, pois podemos com ela apenas manter as mesmas práticas utilizando novos recursos. Assim se faz necessário investigar estratégias de uso destas no processo de ensino e aprendizagem. Este projeto tem como objetivo compreender o processo de construção do conhecimento químico por meio do uso de Recursos Didáticos Digitais (RDD), como podcasts, aplicativos de realidade aumentada e virtual e games, no Ensino de Química. Para isso, lançaremos mão de uma abordagem qualitativa a partir de um estudo de caso a ser realizado nos Cursos de Licenciatura em Química da UFRPE e da UFPE. Os dados serão coletados através de questionários e de entrevistas semi-estruturadas com os estudantes e professores, além da análise de documentos. As questões de pesquisa que se colocam inicialmente dizem respeito a: Como o conhecimento químico é construído a partir da mediação de RDD? Que recursos estão sendo produzidos? Como a perspectiva sócio-cultural fundamenta a elaboração de RDD (como artefatos culturais)? Sabe-se que o uso de RDD no ensino envolve aspectos teóricos, metodológicos e tecnológicos, e analisar as possibilidades de aplicação destes recursos no ensino de Química poderá contribuir para o processo de ensino e aprendizagem no atual contexto da sociedade da informação. Nesse sentido, espera-se que esta pesquisa contribua para se conhecer como ocorre o processo de construção do conhecimento químico por meio dos diversos RDD.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno Silveira de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novos catalisadores baseados em polímeros funcionais e suportes heterogêneos
  • As enzimas são certamente os catalisadores mais eficientes conhecidos, servindo de inspiração para o desenvolvimento de diversos sistemas catalíticos artificiais. Nesse âmbito, destaque pode ser dado aos sistemas constituídos de macromoléculas, como dendrímeros, hospedeiros cíclicos, surfactantes e polímeros, que podem recriar alguns aspectos da catálise enzimática como a estabilização do estado de transição, o aumento da concentração de substratos e a cooperativadade entre grupos catalíticos. Os polímeros, mais especificamente, são extremamente atrativos pois diversas rotas para sua preparação já são estabelecidas. Assim, esta proposta tem como tema central a produção de novos catalisadores poliméricos tendo como ponto de partida a modificação de polímeros comercialmente disponíveis. As principais vantagens das estratégias aqui descritas são o relativo baixo custo dos precursores poliméricos, a simplicidade das reações envolvidas, o estabelecimento de relações estrutura-propriedade e a possibilidade de reciclo do catalisador empregado. Adicionalmente, por tratarem-se de macromoléculas com vários sítios de modificação, é possível alterar a carga e/ou hidrofobicidade dos materiais através da inserção de grupos com propriedades físico-químicas desejadas, possibilitando a criação de microambientes com carga e/ou polaridade diferenciada juntamente com a inclusão de unidades catalíticas. Isso pode resultar no aumento da concentração local dos reagentes promovendo a aceleração das reações. As aplicações que serão inicialmente exploradas são: (i) a produção de hidrolases artificiais baseadas em bases de Lewis e metais de transição; (ii) a produção de catalisadores híbridos baseados em polímeros e metais do grupo da platina, principalmente paládio, voltados a reações de hidrogenação e acoplamento carbono-carbono. Os resultados desses estudos irão promover avanços na área de decomposição de organofosforados tóxicos e a diminuição da quantidade de metal nobre empregada em reações mediadas por estes, bem como a substituição de solventes nocivos em reações de acoplamento C-C cruzado. Ademais, pelo projeto ter um caráter primariamente acadêmico, busca-se também a formação de recursos humanos especializados na área de físico-química orgânica, com ênfase em catálise. O projeto será coordenado pelo Prof. Bruno S. Souza e conduzido por estudantes de graduação e pós-graduação no Departamento de Química da UFSC, contando também com Professores Colaboradores do mesmo Dep., do Dep. de Física da UFSC, Dep. de Química da UFMG e Dep. de Engenharia Química do Instituto de Tecnologia de Massachusetts.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Bruno Solano de Freitas Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • vesículas extracelulares de células mesenquimais no tratamento da falência respiratória aguda associada a covid-19: ensaio clínico piloto
  • A atual pandemia de COVID-19, provocada pela rápida disseminação global do novo coronavírus (SARS-CoV-2), tem levado sistemas de saúde ao colapso e milhares de pessoas a óbito por comprometimento grave da função respiratória. Existe, portanto, urgente demanda pelo desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para as formas moderadas a graves de COVID-19, em especial a pneumonia associada a falência respiratória aguda. As células mesenquimais estromais (MSCs) possuem diversas características que as tornam potenciais ferramentas para tratamento da falência respiratória aguda. As MSCs atuam através da liberação de vesículas extracelulares (EVs), que carregam biomoléculas - proteínas, microRNAs e outros - com propriedades anti-inflamatórias, imunomoduladoras, antibacterianas e antivirais, além de reduzir a permeabilidade vascular, edema alveolar e fibrose do parênquima pulmonar. Tanto as MSCs quanto as EVs vêm sendo utilizadas em estudos pré-clínicos e clínicos no tratamento da síndrome do desconforto respiratório agudo e as EVs possuem a vantagem de serem um produto acelular, superando os riscos associados à introdução de células vivas no organismo. Atualmente, as MSCs estão sendo utilizadas no tratamento de pacientes com COVID-19 na China, com relatos preliminares de segurança e potencial eficácia. Empresas de biotecnologia deverão em breve iniciar estudos clínicos com produtos à base de MSCs na Austrália e EUA e cerca de 10 estudos semelhantes podem ser encontrados registrados na base de dados clinicaltrials.gov. O Estado da Califórnia anunciou liberação de $5 milhões de dólares para pesquisas com células-tronco para o tratamento da COVID-19. Considerando o potencial das MSCs no tratamento de lesões pulmonares e a equivalência de efeito/mecanismos de ação com as EVs, propomos um ensaio clínico duplo-cego randomizado para a avaliação da segurança e eficácia da terapia com EVs obtidas de MSCs, administradas por via endovenosa, em pacientes com pneumonia associada a falência respiratória aguda pela COVID-19. A escolha pela utilização das EVs em substituição às MSCs garantirá maior previsibilidade e reprodutibilidade dos resultados, já que podem ser produzidas em larga escala e caracterizadas como produto farmacêutico, ao contrário das MSCs, cuja atividade in vivo é influenciada pelo microambiente individual, além de expressarem o receptor ACE2 e portanto serem alvo da infecção pelo SARS-CoV-2.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 07/12/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Bruno Solano de Freitas Souza

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • chabc-msc: desenvolvimento pré-clínico de produtos de terapia celular e gênica para o tratamento de lesões medulares espinhais.
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Souza Leal

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • espacialidades e corporeidades como figuras de historicidades na comunicação: investigações teórico-conceituais e analíticas
  • A proposta é um aprofundamento de atividades conjuntas de pesquisa realizadas há mais de 10 anos e que contribuíram para a instituição da Rede Historicidades dos Processos Comunicacionais (que envolve outros parceiros), em 2015, para o projeto ARCHIVES-MÉDIAS-IMAGES-SOCIÉTÉS [AMIS], financiado pelo CNRS (França), com vigência até 2025, entre outras ações. Atualmente, a equipe abriga pesquisadores e pesquisadoras de quatro grupos de pesquisa, distribuídos em quatro instituições nacionais. O foco atual da equipe recai nas espacialidades e corporeidades pensadas como figuras de historicidades, ou seja, como modos pelos quais produtos e processos da cultura midiática se apresentam e tomam forma na relação com as temporalidades. Trata-se de uma pesquisa inédita, com grande potencial de impacto teórico e metodológico, que se assenta na expertise adquirida pelos anos de colaboração entre os participantes da equipe e também da sua integração a diferentes redes de interlocução nacionais e internacionais. A proposta se desenvolve em dois eixos: o primeiro considera investigações teóricas acerca das historicidades de processos comunicacionais e da espacialidade e da corporeidade apreendidas como “figuras de historicidades”; o segundo visa a construção de aparatos metodológicos decorrentes das investigações, por sua vez testados na aproximação analítica de diferentes fenômenos, processos e produtos comunicacionais. Esses movimentos se darão ano a ano e serão discutidos coletivamente, em sua preparação e nos seus resultados, pela equipe e com seus parceiros nacionais e estrangeiros, com vistas a publicações sistemáticas dos resultados. Além das contribuições teóricas, metodológicas e analíticas, a pesquisa prevê organização de eventos, apresentação de trabalhos em seminários, artigos em periódicos nacionais e internacionais, capítulos de livros nacionais e internacionais, além de ações de formação de pesquisadores na graduação e pós-graduação.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruno Tomio Goto

Ciências Biológicas

Botânica
  • micobiota em solo e serapilheira sob efeito de degradação no sul da amazônia: riqueza, função, utilização e desafios
  • Os fungos compõem uma linhagem evolutiva extremamente vasta e heterogênea de organismos especializados que podem chegar a 3.8 milhões de espécies, embora apenas 150 mil tenham sido descritas. Compreender como as comunidades de fungos são estruturadas em diferentes ecossistemas é essencial para o entendimento do papel desses microrganismos no ecossistemas, como a Amazônia, cujos solos, geralmente pobres nutricionalmente, tem a serapilheira como fonte de alocação de nutrientes importantes para dinâmica florestal. Para entender essa dinâmica serão realizadas coletas da serapilheira e de solo adjacente na RPPN Cristalino, Mato Grosso, utilizando três transectos com cinco amostras no período seco e chuvoso de áreas conservadas e degradadas durante dois anos. Diferentes parâmetros ecológicos serão avaliados para compreender a influência de diferentes variáveis ambientais e do solo na estruturação das comunidades desses fungos. Os grupos funcionais que ocupam as diferentes porções do solo e da serapilheira serão evidenciadas através da metagenômica Em paralelo, serão utilizadas técnicas complementares para isolamento em cultura de diferentes grupos de fungos com intuito de: (i) registrar a ocorrências das espécies, (ii) descrever potenciais novos táxons, (iii) manter o germoplasma em coleções de cultura para utilização em processos biotecnológicos e (iv) reconhecer grupos funcionais de fungos que possam ser utilizados em processos de recuperação de áreas degradadas e/ou em manejo agrícola. Como resultados mais relevantes espera-se: (i) inferir a dinâmica fúngica e sua funcionalidade relacionados aos diferentes substratos; (ii), preservar em coleções de culturas o germoplasma de diversas espécies; (iii) descrever e inventariar as espécies que ocorrem nessa região inexplorada da Amazônia; (iv) disponibilizar os resultados em bancos de dados de livre acesso.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Caetano Rodrigues Miranda

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • design computacional de ligas refratárias para aplicação em componentes estruturais da indústria aeroespacial.
  • O presente projeto tem como objetivo explorar o espaço composicional em busca de novas ligas de alta entropia para aplicação aeroespacial. Tais ligas poderão ser utilizadas em componentes estruturais submetidos a elevada temperatura de operação. A busca de novas composições se dará a partir de técnicas de aprendizado de máquina, procurando por ligas com elevado módulo de elasticidade e elavada resistência mecânica a quente. Posteriormente, as melhores candidatas serão investigadas via primeiros princípios - técnica que permite acessar as propriedades físicas das ligas a partir de informações básicas como o número de elétrons e a estrutura atômica.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 02/09/2020-30/09/2022
Foto de perfil

Camila Coelho Greco

Ciências da Saúde

Educação Física
  • ciclismo excêntrico com e sem restrição do fluxo sanguíneo: respostas aguda e crônica em idosos
  • O envelhecimento populacional é um fenômeno crescente que resultará em uma pirâmide demográfica invertida nas próximas décadas. No envelhecimento, há declínio da funcionalidade e massa muscular. Diferentes intervenções têm sido propostas para atenuar esses declínios, com o treinamento físico sendo a intervenção não farmacológica de melhor custo-benefício. Identificar uma intervenção em que a carga externa durante o exercício aeróbio é alta, enquanto a solicitação metabólica (i.e., carga interna) é baixa / moderada, oferece um grande desafio para os profissionais de saúde que trabalham com indivíduos para os quais a carga interna que pode ser suportada está comprometida. Desafio similar é encontrar um tipo de exercício onde o número de sessões semanais seja reduzido e ainda sim obtenha-se simultaneamente melhora da massa / força muscular e da aptidão aeróbia. O treinamento com o ciclismo excêntrico (CEXC) pode gerar alta carga externa e baixa / moderada carga interna permitindo a melhora da força e da aptidão aeróbia. Além disso, estudos têm mostrado que o treinamento físico de baixa intensidade associado à restrição do fluxo sanguíneo (RFS) resulta em ganhos de massa muscular em idosos. O objetivo deste estudo é investigar os efeitos agudos, de médio e longo prazo do treinamento do CEXC com ou sem a RFS em idosos (> 60 anos). Serão testadas as seguintes hipóteses: 1) O CEXC com RFS não aumenta a magnitude dos indicadores de dano muscular quando comparado ao CEXC sem RFS; 2); O CEXC com RFS promove aumentos adicionais na massa muscular e aptidão aeróbia em comparação com CEXC sem RFS. Para testar a primeira hipótese, iremos analisar os indicadores de dano muscular antes, logo após e 24, 48 e 72 h após sessões de ciclismo concêntrico e excêntrico, com e sem RFS. Finalmente, para testarmos a segunda hipótese, iremos analisar os efeitos de seis semanas do treinamento no CEXC com e sem RFS, sobre indicadores de funcionalidade, aptidão aeróbia e força muscular.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Camila Duarte Ferreira Ribeiro

Ciências da Saúde

Nutrição
  • nanoencapsulamento do novo azeite de dendê híbrido unaué hie oxg (elaeis guineensis x elaeis oleifera) com coprodutos de vegetais para preservação de compostos bioativos e aplicação na conservação de alimentos
  • A redução do consumo de aditivos alimentares sintéticos é um tema de interesse para a saúde pública mundial. Nesse sentido, o novo azeite de dendê ou óleo de palma bruto híbrido Unaué HIE OxG possui baixa acidez, menor teor de ácidos graxos saturados e maior de ácido oleico, comparado ao dendê convencional, além de ser produzido na Bahia de forma econômica, ambiental e socialmente sustentável. Esse novo azeite possui atividade antioxidante e antimicrobiana e nossa hipótese é que o nanoencapsulamento desse óleo possa implicar na preservação de compostos bioativos e na conservação de alimentos. Em estudos preliminares de nosso grupo, o nanoencapsulamento do azeite foi possível com farinha de albedo de maracujá, representando um uso inovador e com valor agregado desse coproduto da agroindústria. Dessa forma, o objetivo de nossa proposta é nanoencapsular o novo azeite de dendê híbrido com coprodutos de vegetais para preservação de compostos bioativos e aplicação na conservação de alimentos. A metodologia que permitirá testar a hipótese será dividida em três etapas: 1) obtenção, caracterização, citotoxicidade e estabilidade físico-química do azeite nanoencapsulado; 2) elaboração, incorporação do azeite nanoencapsulado, caracterização e estabilidade físico-química, oxidativa e microbiológica de produto cárneo, tendo como controle o óleo essencial de alecrim nanoencapsulado; 3) Efeito da cocção sobre as características, físico-químicas e sensoriais do produto cárneo com o azeite nanoencapsulado. As principais contribuições deste projeto são o desenvolvimento de um produto tecnológico, como conservante funcional e natural, elaborado com encapsulantes de coprodutos da agroindústria, possibilitando o aumento do valor agregado destes, além de estimular economia circular, formação de recursos humanos na área, e possibilitar a transferência de conhecimento ao setor industrial alimentício e/ou público no âmbito nacional e internacional.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Camila Ferreira Bannwart Castro

Ciências Biológicas

Imunologia
  • vamos entender como a vacina de rna mensageiro age no seu corpo?
  • A produção material de ferramentas educativas de divulgação de alta qualidade contribui efetivamente para a popularização da ciência. Além da ampla divulgação em redes sociais do Laboratório de Genética Molecular e Bioinformática de materiais relacionados a temas da atualidade em imunogenética, principal foco do laboratório, haverá uma linha específica de trabalho para a Semana da Tecnologia 2021, visando sanar dúvidas a respeito do mecanismo da vacina de RNA-m, disponibilizada para o público-alvo desse projeto, os adolescentes. Na semana da tecnologia serão realizadas palestras online para alunos de 2 e 3 colegial de escolas públicas e privadas de Botucatu, Avaré e região. Como esse público receberá a vacina de RNA-m contra Sars-Cov-2, a finalidade das palestras será mostrar o mecanismo de ação dessas vacinas e tirar dúvidas a respeito do tema. O objetivo também será incentivar esses adolescentes na escolha da profissão. Será apresentado a eles a carreira de pesquisador e oportunidades de bolsa PIBIC para ensino médio. Esse projeto se enquadra na Linha B – Eventos de Abrangência Intermunicipal e conta com a participação de pessoas de duas instituições: UNESP (Botucatu) e UniFSP (Avaré). O laboratório possui alta quantidade de trabalhos publicados, parcerias com diversas instituições, mostrando um grande potencial científico e a UniFSP conta com a participação de alunos de diferentes cursos para a realização das palestras.
  • Faculdade Sudoeste Paulista - SP - Brasil
  • 27/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Camila Ferreira Leite

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • inteligência artificial aliada ao programa de acompanhamento de indivíduos com apneia obstrutiva do sono tratados com terapia pressórica no sistema único de saúde do estado do ceará
  • Resumo: A apneia obstrutiva do sono (AOS) caracteriza-se por episódios recorrentes de obstrução parcial ou total das vias aéreas superiores, com interrupções do ciclo do sono muitas vezes associada a estresse hipóxico/hipercápnico intermitente. A prevalência da AOS é elevada e fortemente associada a eventos cérebro e cardiovasculares. O seu tratamento padrão-ouro é realizado através da aplicação de pressão positiva em vias aéreas. Este tratamento, quando adequadamente instituído, mostra-se custo-efetivo. No Estado do Ceará, quatro serviços especializados em sono fazem acompanhamento de pacientes com AOS. O equipamento de pressão positiva utilizado para o tratamento é fornecido aos pacientes através da Secretaria de Saúde do Estado. Contudo, após dispensação dos equipamentos, não existe estratégias deste órgão para acompanhamento dos pacientes em tratamento. Objetivo: Desenvolver um sistema que se aplique ao SUS para controle e seguimento de usuários de equipamentos de pressão positiva em vias aéreas que são acompanhados em serviços especializados em sono e, a partir deste produto, gerar um Bigdata que permita oferecer soluções na esfera da gestão, seguimento clínico e ciência partindo de informações geradas por modelos de inteligência artificial. Métodos: O sistema que será desenvolvido utiliza-se de técnicas de computação em nuvem para interagir por meio de navegadores convencionais com o usuário e efetuando-se o armazenamento em nuvem dos dados adquiridos, formando o Bigdata. Técnicas de Inteligência Artificial serão empregadas para extrair informações que potencializem o tratamento dos pacientes de AOS, tanto de forma individual, quanto coletiva. Espera-se que o programa desenvolvido viabilize a ampliação do seguimento de pacientes acompanhados nos serviços especializados em sono, possibilitando a melhor comunicação entre os serviços e a fonte de dispensação de recursos bem como o fornecimento de informações sobre a efetividade da terapêutica ao Estado.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Camila Greff Passos

Ciências Humanas

Educação
  • estudos de caso no ensino superior de química: possibilidades para o desenvolvimento da argumentação sobre os princípios da sustentabilidade e educação ambiental.
  • Uma das metodologias ativas que visam mitigar lacunas formativas que se refletem diretamente no perfil do profissional de Química e na atuação deste cidadão na sociedade são os Estudos de Caso (EC). Essa abordagem tem como objetivo o desenvolvimento de habilidades de ordem superior, como a tomada de decisão e o desenvolvimento da argumentação. O objetivo geral deste projeto é avaliar as potencialidades das ações que serão desenvolvidas no âmbito dos cursos de graduação e pós-graduação do Instituto de Química (IQ) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), para o desenvolvimento da argumentação sobre os princípios da Sustentabilidade e Educação Ambiental Crítica em disciplinas, projetos de extensão e de pesquisa pautados na proposição metodológica dos EC sobre questões socioambientais e sociocientíficas que envolvam as interações entre Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Busca-se responder a seguinte questão de pesquisa: Quais as formas de contribuição dos EC para a construção de um saber ambiental no contexto da graduação e pós-graduação em Química e áreas afins? A investigação proposta tem natureza qualitativa e assume flexibilidade na escolha de instrumentos de produção de dados, além de ter um perfil predominantemente descritivo e interpretativo. Assim, os dados serão produzidos a partir dos registros do Diário de Campo dos pesquisadores, dos questionários sobre as formas de contribuição das ações vivenciadas e das produções textuais dos estudantes sobre os EC. Para análise dos dados, serão utilizados os princípios de análise da qualidade da argumentação, pautada no referencial teórico de Stephen Toulmin. Com a efetivação do projeto, espera-se difundir o uso dos EC para fomentar conhecimentos e reflexões quanto aos princípios da Sustentabilidade e Educação Ambiental de forma integrada aos conteúdos científicos em disciplinas de Química na graduação e pós-graduação, bem como em projetos de extensão do IQ da UFRGS.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Camila Malta Romano

Ciências da Saúde

Medicina
  • manifestações neurológicas agudas associadas ao vírus sars-cov-2
  • Em 2019, surto de doença respiratória associado a um novo coronavírus, SARS-CoV-2, iniciou-se na cidade de Wuhan, China. Desde então, este vírus de alta transmissibilidade tem motivado medidas extremas de isolamento por todo o mundo, na tentativa de mitigar a infecção de populações inteiras, concomitantemente, saturando serviços médicos e colapsando sistemas de saúde. Diversos coronavírus são associados a síndromes neurológicas como encefalite, mielite e síndrome de Guillain-Barré, dentre eles o SARS-CoV-1, filogeneticamente o coronavírus humano mais próximo do SARS-CoV-2. Deste modo, espera-se que manifestações semelhantes acometem pacientes na epidemia vigente. OBJETIVOS: Caracterizar o perfil epidemiológico, clínico, laboratorial, eletrofisiológico e radiológico de pacientes acometidos por mielite, encefalite e/ou polineuropatia periférica aguda em vigência de epidemia associada ao vírus SARS-Cov-2. MÉTODOS: Trata-se de um estudo observacional prospectivo, que avaliará as características epidemiológicas, clínicas, laboratoriais, eletrofisiológicas e radiológicas de pacientes com diagnóstico de encefalite, mielite e/ou polineuropatia periférica aguda durante período de epidemia de SARS-Cov-2, assistidos nas instituições coparticipantes. Serão selecionados pacientes que sejam considerados casos suspeitos de SARS-CoV-2 de acordo com critérios definidos pelo Ministério da Saúde (MS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em vigência de transmissão comunitária já comprovada, que apresentem suspeita clínica concomitante ou subsequente (até 60 dias após evento associado a SARS-CoV-2) de encefalite viral, mielite viral, AVC e/ou polineuropatia periférica aguda.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/08/2020-16/09/2022
Foto de perfil

Camila Pereira Jácome

Ciências Humanas

Arqueologia
  • nos caminhos da “cultura”: diálogos sobre museu e patrimônio cultural dos povos indígenas do trombetas
  • O presente projeto tem como objeto de investigação a relação entre povos indígenas e objetos e/ou conhecimentos que são chamados de patrimônio cultural, pela arqueologia e museologia, p.ex. artefatos cerâmicos, tecnologias, conhecimentos tradicionais de saúde etc. Essa investigação será feita conjuntamente com os diferentes povos indígenas que habitam a região do Rio Trombetas e afluentes, que se situa em uma ampla região do norte da Amazônia (PA, AM, RR). Além de acadêmicos indígenas vindos da região que estão na graduação (UFOPA) ou pós-graduação (UFMG). O objetivo principal é compreender, ou estabelecer meios, de como os indígenas articulam esses conceitos em seus próprios termos, considerando a diversidade e diferença que transpassam os povos do Trombetas. Há demandas, das lideranças e desses jovens acadêmicos, pela constituição de um museu, que guarde e preserve acervos arqueológicos e etnográficos, mas que também sirva como espaço de diálogo sobre conhecimentos, entre jovens e anciões. Nossa proposta é que o museu dos povos do Trombetas seja constituído através de suas próprias conceituações de “cultura, cultura material e imaterial”. Para atingir esses objetivos, propomos metodologias que priorizem o diálogo e construção coletiva, entre acadêmicos e comunitários indígenas e não-indígenas, acerca desses conceitos. Trabalhos recentes da etnografia e arqueologia publicados pela equipe proponente têm indicado que objetos e conhecimentos ultrapassam o binômio passado/presente, material e imaterial. Para a realização desses diálogos conceituais propomos atividades em campo e espaços museológicos. As atividades de campo serão conduzidas a partir da pesquisa etnográfica e das arqueologias indígenas, metodologias que a equipe proponente tem experiência. Além disso, essa construção conceitual de um museu indígena da região do Trombetas, será mediado por especialistas nas áreas de museologia e curadoria desse tipo de acervo.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Camilla Abbehausen

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • metalofármacos e doenças negligenciadas: uma nova possibilidade terapêutica?
  • A leishmaniose e a doença de Chagas, causadas respectivamente por Leishmania spp. e Trypanosoma cruzi, são protozooses complexas pertencentes ao grupo das doenças tropicais negligenciadas (NTD). Essas NTD afetam mais de 20 milhões de pessoas no mundo trazendo desafios para a saúde pública por concentrarem altas taxas de morbidade e mortalidade especialmente para populações mais pobres. As opções quimioterápicas disponíveis apresentam alta toxicidade e, em muitos casos, requerem hospitalização do paciente. Além disso, a ineficácia do tratamento em casos crônicos e a identificação de parasitos resistentes aos fármacos de escolha agravam a condição de saúde dos pacientes infectados. Com base nesses desafios, o desenvolvimento de novos medicamentos tornou-se urgente e uma prioridade de pesquisa na área, ainda que com um número muito reduzido de novos medicamentos aprovados nos últimos anos. Assim, a presente proposta visa avaliar e selecionar metalofármacos com atividade leishmanicida e tripanocida via uma abordagem integrada utilizando técnicas de química, biofísica, bioquímica e parasitologia. Isso permitirá avaliar o seu mecanismo de ação, visando o desenvolvimento de novas moléculas contra espécies de Leishmania e T. cruzi. Dentre as moléculas, iremos compor séries sistemáticas de complexos de Au(I), Ag(I), Cu(I) e Cu(II) contendo ligantes selecionados. A avaliação in vitro das concentrações inibitórias do crescimento parasitário permitirá a seleção de candidatos para medidas de internalização celular, permeabilização da membrana plasmática, avaliação da bioenenergética mitocondrial e da geração de espécies reativas de oxigênio e interação com alvos específicos. Nosso objetivo final estará focado no desenvolvimento de uma formulação tópica para o tratamento experimental da leishmaniose cutânea usando um sistema de liberação à base de celulose bacteriana.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Candice Müller

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • arranjo de antenas com feixe de radiação de azimute configurável
  • É esperado que até 2020 cerca de 50 bilhões de dispositivos estejam conectados à internet. Neste contexto surgem as tecnologias de comunicação de 5ª geração, 5G, a internet das coisas, IoT e a Indústria 4.0. Para lidar com a grande quantidade de usuários, faz-se necessário o uso de antenas inteligentes, de modo a implementar o múltiplo acesso por divisão no espaço (SDMA), maximizando a relação sinal interferência para os diversos usuários. Para tal, são necessários arrays de antenas, onde o sinal em cada elemento do array é controlado de modo a direcionar o padrão de radiação na direção de cada usuário. No contexto deste mercado emergente de steerable arrays, este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de um array de antenas que permita direcionar seu diagrama de radiação na direção desejada, de modo a atender as demandas impostas pela grande quantidade de usuários previstos no 5G, IoT e Indústria 4.0. Para maximizar o throughput do sistema o array deve operar em dupla polarização e possuir banda operacional larga. O projeto é dividido em cinco etapas. A 1ª etapa objetiva o desenvolvimento do elemento básico do array com dupla polarização, alta isolação entre portas, dimensões reduzidas e fácil prototipação. A 2ª etapa objetiva o desenvolvimento da rede de alimentação dos elementos do array, com baixas perdas. Na 3ª etapa é realizada a integração, testes e validação dos protótipos dos elementos do array (elementos irradiantes e rede de alimentação). A 4ª etapa objetiva o estudo e implementação dos algoritmos para beamforming e steering. Na etapa final é realizada a integração, testes e validação dos resultados de simulações eletromagnéticas com os algoritmos para beamforming e steering. Ao final do projeto espera-se obter uma solução tecnológica que servirá de base para a implementação de uma prova de conceito do steerable array em hardware, assim como servirá de base para o desenvolvimento de outras soluções com diferentes especificações.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 08/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cândido Ferreira de Oliveira Neto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • potencial de uso agrícola de brassinosteróide e azospirillum brasiliense como promotores de crescimento em milho.
  • Existe uma forte demanda global por maior produção quantitativa e qualitativa de alimentos, mas com a abordagem da sustentabilidade agrícola, valorizando alternativas que diminuam os impactos negativos das condições de estresses abióticas, salinidade e deficiência hídrica, assim como a dependência de fertilizantes nitrogenados produzidas industrialmente, o que tem motivado estudos sobre a aplicação de brassinosteróide e Azospirillum brasiliense e seus efeitos benéficos no milho, visando melhoria na produtividade e qualidade da planta, no foco da sustentabilidade da cultura e dos agricultores. Assim, o objetivo do projeto será avaliar os efeitos do tratamento de sementes com Azospirillum brasiliense associado com a aplicação de brassinosteróide na cultura do milho no Estado do Pará. Para isso, serão conduzidos 4 experimentos, assim especificados: Experimento I - Inoculação de Azospirillum brasiliense no milho associado a fertilizantes nitrogenados de eficiência aumentada; Experimento II - Avaliação da eficiência agronômica das épocas de aplicação de N e inoculação de Azospirillum sp. no milho cultivado na Amazônia Oriental; Experimento III - Aplicação de brassinosteróides e Azospirillum brasiliense em plantas de milho submetidas a deficiência hídrica; Experimento IV - Aplicação de brassinosteróides e Azospirillum brasiliense na eficiência de utilização do N aplicado no milho. A partir dos resultados experimentais obtidos serão disponibilizadas informações sobre os benefícios da adoção da técnica aos agricultores, auxiliando tanto os setores da pesquisa como da extensão, com informações válidas a respeito do benefício da aplicação de brassinosteróide e Azospirillum brasiliense no milho para o Estado do Pará, elevando a produção de grãos e vagens, com isso, melhorando a renda do agricultor local, sem que haja prejuízos ambientais com a aplicação de doses elevadas e/ou baixas de N que não possibilite todo o potencial produtivo da área agrícola.
  • Universidade Federal Rural da Amazônia - PA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Candido Malta Campos Neto

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • a cidade das desigualdades: planos e instrumentos urbanísticos na são paulo do século xxi.
  • Trata-se de um tema e de um objeto de estudo bastante urgentes, para estudarmos a aplicação de planos diretores estratégicos, planos regionais, operações urbanas e instrumentos urbanísticos, aplicados neste século no município de São Paulo - quando se completaram, já em 2021, os 20 anos do Estatuto da Cidade - a partir do acirramento das desigualdades sociais na metrópole. É um projeto de pesquisa que irá dar continuidade a outro projeto, que resultou em livro - que eu e a Profa. Nadia Somekh organizamos e escrevemos, com outros membros da nossa equipe atual - A Cidade que Não Pode Parar: Planos Urbanísticos de São Paulo no Século XX (primeira edição 2002, segunda edição 2008), que se tornou uma obra de referência, usada em cursos de graduação e pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, e Planejamento Urbano. Este projeto, A Cidade das Desigualdades: Planos e Instrumentos Urbanísticos na São Paulo do Século XXI, terá como objetivo básico realizar uma investigação crítica sobre os diferentes Planos Diretores Estratégicos; Planos Diretores Regionais; Leis de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo; Zonas Especiais de Interesse Social; Operações Urbanas Consorciadas, revistas e novas; Projetos Urbanos; Programas de Habitação; de Transportes e Mobilidade; e de Sustentabilidade - aprovados no município de São Paulo de 1995 a 2018, de maneira analítica e abrangente, interligando os diferentes momentos dessa trajetória, para criar um novo livro; que, esperamos, terá repercussão não apenas local e regional, mas será uma referência aplicável a diferentes situações do Brasil. A hipótese é a de que, a despeito das inovações estabelecidas pela prática de planejamento e dos instrumentos no século XXI, houve várias instâncias de apropriação desses ganhos pela iniciativa privada, particularmente o setor imobiliário. Isso será levantado no material bibliográfico e, também, em depoimentos e workshops com profissionais do setor público e privado, acadêmicos, políticos e colunistas.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carina Costa de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • “a litigância ambiental no contexto da gestão sustentável dos recursos marinhos”
  • Os limites da gestão sustentável dos recursos marinhos, tanto no âmbito do poder executivo quanto do poder legislativo, resultaram no aumento da litigância ambiental diante dos tribunais. Casos como o das manchas órfãs no litoral brasileiro, ocorrido em 2019, demonstram que a prevenção e a reparação de danos ao meio ambiente marinho chegam ao judiciário que, nem sempre, garante a melhor solução para a proteção ambiental. Diversos problemas jurídicos como a competência dos tribunais, a prescrição de danos, a legitimidade ativa em ações ambientais, são levados constantemente ao Poder Judiciário. A demanda por “justiça” das populações atingidas (pescadores, indígenas, quilombolas) é singular diante do objeto jurídico regulado. Porém, nem sempre os tribunais interpretam a legislação ambiental com o foco nas peculiaridades do espaço marinho. A proposta é trazer à luz as contribuições e as lacunas na atuação do poder judiciário, no âmbito nacional e internacional, no que se refere a disputas ambientais relacionadas ao meio ambiente marinho. Em particular, essa pesquisa sistematizará e depois analisará os principais casos diante do judiciário nacional e internacional relacionados à proteção ao meio ambiente marinho, a fim de subsidiar a atuação dos operadores do direito e dos gestores públicos que trabalham com o tema. Inicialmente foram identificados mais de oitenta casos emblemáticos, diante dos tribunais superiores nacionais, relacionados ao espaço marinho. O direito comparado e o direito internacional também serão utilizados a fim de identificar interpretações inovadoras. A jurisprudência será analisada por meio de parâmetros relacionados à conservação e ao uso sustentável dos recursos marinhos. A hipótese é que por meio da organização das informações será possível obter maior previsibilidade e maior segurança jurídica para a interpretação de princípios, obrigações e instrumentos relacionados à conservação e ao uso sustentável do espaço marinho.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carina Luisa Ochi Flexor

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • letramento transmídia, práticas comunicacionais e as realidades brasileiras
  • A cultura digital e as TICs vêm suscitando transformações de distintas naturezas, sobretudo, nos modos de produzir, armazenar, distribuir e acessar informações diversas, reverberando em amplas transformações, inclusive, no ambiente educacional em seus diversos níveis. Observando que a rede vem propiciando a circulação de conteúdos transmidiáticos por distintas plataformas, exigindo novas competências para lidar com os diversos hardwares, softwares e seus protocolos, reivindicando uma espécie de letramento que lhe é próprio e, reconhecendo que nem todos os jovens têm as mesmas capacidades, identificar tais competências torna-se premente a qualquer outra estratégia/ação que se possa pensar frente ao desafio que a cultura digital tem imposto à interface comunicação/educação. Adotando como arcabouço teórico-metodológico do Transmedia Literacy (SCOLARI, 2018), a pesquisa tem como objetivo investigar a citada abordagem teórico-metodológica e o mapa taxonômico de competências com o intuito de analisar as competências transmídia desenvolvidas pelos adolescentes brasileiros frente ao uso das TICs. Pretende-se mapear e descrever as competências comunicacionais transmídia dos estudantes da educação básica de algumas cidades do Nordeste e Centro-Oeste do país, com o intuito de elaborar um diagnóstico que seja capaz de orientar a produção de estratégias comunicacionais e materiais pedagógicos para escolas das citadas regiões, permitindo, avaliar se (e como) as particularidades dos contextos socioeconômicos e culturais das distintas regiões produzem diferenças ou semelhanças em relação às competências desenvolvidas pelos adolescentes. De abordagem dedutiva, qualitativa-exploratória e de caráter predominantemente etnográfico, a pesquisa adota as estratégias metodológicas e os instrumentos de coleta de dados (questionários, oficinas, entrevistas semiestruturadas e registros pessoais de uso de mídia) propostos no projeto Transmedia Literacy, adaptados ao contexto brasileiro.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carísi Anne Polanczyk

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • inct para avaliação de tecnologias em saúde
  • O IATS é um instituto acadêmico, constituído em 2009 dentro do programa ministerial de Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. Tem como missão desenvolver, fomentar e disseminar a avaliação e monitoramento de tecnologias em saúde no Brasil, com rigor científico e transparência, provendo instituições e o Sistema de Saúde de informações técnico-científicas. É um projeto inovador, na medida em que agrega pesquisadores de múltiplas áreas e expertise para compor uma rede que aproxima as demandas sócio sanitárias de populações, compromissos institucionais de sistema de saúde com a pesquisa clínica e aplicada. Ao longo dos 5 anos de trajetória, os 87 pesquisadores publicaram mais de 600 artigos envolvendo estudos primários (ensaios clínicos), estudos de efetividade e custo-efetividade, revisões sistemáticas e avaliações de programas dirigidos à avaliação de riscos, de eficácia de métodos diagnósticos e terapêuticos, de organização de serviços, entre outros. Os pesquisadores do IATS, organizaram-se em rede e, com base no fomento coordenado pelo comitê gestor, potencializaram sua produção. As metas foram plenamente alcançadas com a formação de recursos (44 mestrados, 78 doutorados e 8 pós-doutorados) e transferência do conhecimento para o setor público (74 mestrados; 44 alunos de especialização e mais de 110 alunos em cursos). Parte expressiva da pesquisa do Instituto foi para atender demandas do Ministério da Saúde, gestores regionais e municipais no que tange a avaliação de tecnologias para a incorporação no SUS publicados em periódicos nacionais e internacionais. Muitos dos projetos foram desenvolvidos em estreita colaboração internacional, com intercambio de pesquisadores e alunos e valorização do IATS; sendo hoje reconhecido como a rede de colaboradores com maior representatividade qualitativa e quantitativa de produção de conhecimento na área de ATS no Brasil e América Latina. Avaliação de Tecnologia em Saúde (ATS) é centrada no paradigma da medicina baseada em evidência para coleta sistemática de informações sobre as novas tecnologias: segurança, eficácia, efetividade e validade para diferentes cenários de prestação de serviço. ATS também considera uma ampla gama de atributos e o impacto micro e macroeconômico. Fazem parte a comparação entre os benefícios à saúde e os custos de uma nova tecnologia, comparativamente as alternativas disponíveis, relação testada em estudos de custo-efetividade e custo-benefício. É esperado que ATS fortaleça o apoio para a tomada de decisão de profissionais de saúde e políticas a serem incorporadas, assim como permita a tomada de decisão informada mais adequada entre médicos e pacientes. As pesquisas planejadas integram distintas áreas da Agenda de Nacional de Prioridades de Pesquisa em Saúde, desde temas de saúde da criança, adulto, idoso, mas essencialmente as subagendas 14- ATS e economia da saúde e a sub agenda 18- promoção de saúde. As agendas internas de pesquisa de IATS estão estruturadas de acordo com a demanda sócio sanitária da população brasileira e expertise dos grupos de pesquisa integrantes. As principais agendas focam as doenças crônicas não-transmissíveis (DCNTs) e as doenças infecciosas. Em 2007, as DCNTs compreenderam 72% de todas mortes (doenças cardiovasculares, respiratória crônica, diabetes, câncer e outras crônicas) e 10% foram por doenças infecciosas. A concepção científica do IATS baseia-se em uma plataforma metodológica de apoio a pesquisa em ATS e monitoramento das tecnologias, incluindo pesquisas clínico-epidemiológicas; principalmente ensaios clínicos randomizados, revisões sistemáticas, metanálises e análises econômicas -, inter-relacionados com agendas de pesquisa clínica e populacional desenvolvidas pelos núcleos de Doenças Cardiovasculares, Diabetes e a prevenção das DNCT, Doenças Infecciosas, Atenção Primária em Saúde, Vacinas, Oncologia, Saúde Mental e Alta complexidade. Na expansão deste arcabouço foram inseridos os eixos de gestão, monitoramento das tecnologias e de serviços. Estão previstos a realização de 87 projetos de pesquisa; vários cursos de pós-graduação acadêmico (mestrado profissional) e especialização (presencial e a distância); cursos de curta duração e para gestores; permuta entre pesquisadores nacionais, entre outros INCTs e grupo internacionais de reconhecido destaque acadêmico e cientifico. Nesta fase, os projetos são mais robustos, de maior escala e potencial impacto com a formação de conhecimento tanto em nível internacional em publicações científicas quanto nos subsídios concretos ao SUS. O projeto amplia o corpo de colaboradores para 160 membros, 8 do Comitê Gestor representativo das 9 instituições (4 georegiões do Brasil, 3 tutelações) que compõe o IATS. Com objetivo de reduzir as desigualdades em expertise em ATS, centros do Nordeste (UFPe) e no Centro-Oeste (UNB, UFG) serão fomentados e apoiados, bem como novos parceiros incorporadas nessas regiões (Fiocruz Recife, Piauí). São 85 pesquisadores com doutorado, 15 bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq (PQ) em diversas categorias. A pesquisadora proponente, Carisi Polanczyk, é a atual coordenadora adjunta do INCT, função que lhe atribui responsabilidades de idealizadora de projetos, gestora do desenvolvimento nas diversas frentes de atuação e dirigente da estrutura organizacional do Instituto. É professora adjunta da UFRGS e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Cardiologia (nível CAPES 5), pesquisadora CNPq 1B, índice H 22. É integrante da comissão coordenadora do Mestrado Profissional Gestão de Tecnologia em Saúde da UFRGS e membro do Comitê Executivo da Rede Brasileira de Avaliação de Tecnologia (REBRATS). A vice coordenação será assumida pelo Prof. Antônio Ribeiro, membro atual do comitê gestor, professor titular do departamento de clínica médica da UFMG, pesquisador CNPq 1A, com ampla experiência em pesquisa clínica, gestão em saúde, gestão de projetos multicêntricos e complexos, e colaboração internacional.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Carla Aparecida Arena Ventura

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • iniciativa qualityrights da organização mundial da saúde (oms): alternativas para diminuir o estigma e promover o conhecimento sobre os direitos humanos das pessoas com transtornos mentais em profissionais de enfermagem brasileiro
  • Pessoas com transtornos mentais vivenciam violações de direitos humanos, são excluídos da vida comunitária, estigmatizados e discriminados em diferentes aspectos da vida, como trabalho, educação, habitação, lazer. Nesse sentido, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apresenta a Iniciativa QualityRights, que tem como principal benefício oferecer meios para facilitar o fim de violações de direitos humanos que acontecem nos espaços de saúde e de assistência social, a melhora da qualidade dos cuidados a essas pessoas, assim como a formação e o desenvolvimento de habilidades para profissionais de saúde. Estudos que aplicaram os módulos do QualityRights em países como Islândia, Tunísia e Índia, indicaram mudanças positivas no nível de conhecimento e atitudes após a finalização do treinamento em diferentes serviços de saúde mental. Portanto, as evidências dos estudos sinalizam que a iniciativa QualityRights promove conhecimento sobre direitos humanos das pessoas com transtornos mentais e reduz o estigma e a discriminação com relação a este grupo vulnerável. Esta proposta busca adaptar culturalmente para o Brasil e avaliar a aplicabilidade e a eficácia da Iniciativa QualityRights para promover o conhecimento sobre os direitos humanos das pessoas com transtornos mentais e a redução do estigma em profissionais de enfermagem em serviços da Atenção Primária à Saúde. Profissionais de enfermagem, apesar de serem responsáveis pela promoção de direitos humanos e redução de atitudes e práticas estigmatizantes com relação às pessoas com transtornos mentais, muitas vezes se distanciam desses papeis devido à falta de conhecimento, experiências de contato negativas, cumprimento de protocolos e visão biomédica ainda predominante. Assim, este estudo controlado e randomizado seguirá duas estratégias metodológicas: 1) Adequação do processo de adaptação cultural dos módulos da iniciativa QualityRigths; 2) Avaliação da aplicabilidade dos módulos e da eficácia da iniciativa QualityRights.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carla Busato Zandavalli

Ciências Humanas

Educação
  • a base nacional comum curricular e o discurso da qualidade de ensino como indutor de políticas da educação básica e de formação de professores no brasil
  • Este projeto de pesquisa reúne pesquisadores e estudantes dos Programas de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação e do Programa de Ensino de Ciências, bem como de cursos de licenciatura da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS); do Programa de Pós-graduação em Educação Científica e Matemática da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Taubaté (SP). Objetiva analisar a proposição da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), principal política educacional desenvolvida no Brasil a partir de 2016, como elemento indutor da qualidade de ensino e articulador das políticas curriculares, de formação de professores, de materiais didáticos, tecnologias educacionais e de avaliação da educação no Brasil. Toma-se o Estado na acepção de Gramsci (2007), ou seja, o Estado integral. O projeto será desenvolvido a partir de quatro eixos: 1) BNCC e os currículos de referência de estados e municípios; 2) Programas, projetos e ações propostos para a formação inicial e continuada de professores da educação básica, para o desenvolvimento dos currículos e a percepção dos profissionais da educação; 3) BNCC, os materiais didáticos e as tecnologias educacionais; 4) BNCC e as políticas de Avaliação Educacional. Cada eixo contará com subprojetos desenvolvidos no âmbito dos programas e cursos já indicados. Embora os subprojetos tenham lócus de análise diferentes, serão conduzidos a partir de uma unidade teórico-metodológica, a base sócio-histórica (SAVIANI, 1997) com estudos de abordagem qualitativa (BOGDAN; BIKLEN, 2013) e algumas etapas em comum: a) etapa bibliográfica; b) etapa documental; c) coleta em campo; d) tratamento e análise de resultados. As coletas em campo compreenderão os procedimentos éticos da pesquisa, abrangerão a realização de entrevistas e/ou grupos focais e serão analisados por meio da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2016).
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Carla Craice da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Demografia
  • a “última fronteira agrícola”: análise sobre os movimentos populacionais na região do matopiba
  • No Brasil, as frentes de expansão agrícola ganharam força na virada do século XIX com a interiorização da população ao Sudeste e ao Sul do país, sendo retomadas em meados do século XX com a expansão em direção à Amazônia e, mais recentemente, uma nova área tida pelos discursos oficiais como “última fronteira agrícola” se coloca em evidência, a região do MATOPIBA, que abrange o estado do Tocantins e parte dos estados do Maranhão, Piauí e Bahia. Embora tenha sido oficializada através do Plano de Desenvolvimento Agropecuário (PDA-Matopiba) em 2015, a região se define como área de interesse dos setores agropecuários desde os anos 2000. Por um lado, o avanço dessa nova frente de expansão implica na proposta de se ampliar a produção agropecuária e mineral a partir de um modelo específico de desenvolvimento agroindustrial. Se na década de 1960 este modelo foi impulsionado pela Revolução Verde, a partir dos anos 1990 se atualiza na ideia do agronegócio transnacional. Por outro lado, ela pressupõe uma reocupação populacional de grupos arregimentados pelo modelo de produção hegemônico, gerando processos migratórios para as regiões de interesse dos setores agropecuários. Assim, o estabelecimento desses empreendimentos agroindustriais não tende a incluir a totalidade das populações já estabelecidas, determinando mecanismos de incorporação subalternizada ou expulsão destas, sobretudo os povos e comunidades tradicionais e assentados. Deste modo, este projeto tem como objetivo compreender a relação entre o estabelecimento do agronegócio transnacional e a transformação da população na região do MATOPIBA, buscando entender as diferentes modalidades de movimentos populacionais envolvidas no processo, tratando de quem chega, quem permanece/resiste e quem parte deste território. O projeto contará com uma abordagem de multimétodos, com análise sociodemográfica da população dos Censos Demográficos dos anos 2000, 2010 e 2022 e, no segundo momento, com pesquisa de campo etnográfica.
  • Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - CE - Brasil
  • 25/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carla Freire Celedonio Fernandes

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • plataforma de desenvolvimento e engenharia de anticorpos e nanocorpos terapêuticos contra doenças infecciosas
  • O mercado de biofármacos movimenta cerca de US$ 230 bi/ano no mundo. A maior parte do valor é gerada por anticorpos monoclonais e seus construtos. Esses medicamentos são usados para tratar patologias como câncer, doenças inflamatórias e infecciosas. Recentemente, o primeiro biofármaco baseado em nanocorpos (caplacizumab) foi aprovado pela EMA e FDA. O Brasil é dependente no setor e considerado o dispêndio do Ministério da Saúde com importação desses produtos vê-se a necessidade de maiores investimentos em CT&I na área. Considerando (i) a experiência do grupo no estabelecimento de uma plataforma de nanocorpos que permitiu a seleção do insumo por Phage Display contra alvos virais e toxinas animais; (ii) as formulações com nanocorpos em andamento para inovações no tratamento do ofidismo; (iii) os trabalhos em desenvolvimento para uso de scfv para aplicação em CART-cells; (iv) a experiência em bioinformática estrutural e imunogenicidade de anticorpos; além da infraestrutura disponível na Fiocruz-CE; a implantação do Polo Industrial e Tecnológico da Saúde de Eusébio e de uma unidade produtiva de Bio-Manguinhos, a presente proposta visa consolidar uma plataforma de desenvolvimento de anticorpos/nanocorpos para obtenção desses insumos para viroses emergentes e doenças negligenciadas. Para isso, bibliotecas humanas de anticorpos serão construídas, a partir do repertório de linfócitos B de indivíduos vacinados contra a Covid-19 e que apresentaram produção de anticorpos. Após seleção e caracterização, a capacidade de neutralização viral dos anticorpos anti-SARS-CoV será avaliada. Além disso, dadas as falhas e toxicidade do tratamento para Leishmaniose, a proteína tripanotiona redutase será usada como alvo molecular para construção de biblioteca imune e obtenção de nanocorpos e formulações nanoestruturadas para a doença. Assim, espera-se obter anticorpos neutralizantes, protótipos de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para o tratamento de pessoas com COVID-19 e Leishmaniose.
  • Fundação Oswaldo Cruz - CE - Brasil
  • 25/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carla Gruzman

Outra

Divulgação Científica
  • desafios contemporâneos da educação museal: narrativas de formadores de educadores e de educadores em formação na interface museus de ciências-universidades
  • Seminários promovidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o International Council of Museums (ICOM), sobretudo a partir da década de 1950, tiveram importante papel no fortalecimento da função educativa dos museus. No cenário nacional, o desenvolvimento da Educação Museal acompanha a própria história dos museus no país, levando à organização de setores educativos, sistematização de processos, produção de conhecimentos, criação de Redes de Educadores e proposição de políticas públicas como a Política Nacional de Educação Museal (PNEM), de 2017, com repercussões para a consolidação de um campo científico. Um dos desafios para o fortalecimento da relação entre os museus e a sociedade é a necessidade de investimento na formação específica de educadores museais, no intuito de promover um encontro cada vez mais qualificado destes com os públicos. Estudos apontam a baixa oferta acadêmica para propor reflexões e pensar a formação desses sujeitos, predominando a formação em serviço. Desta maneira, este projeto leva em consideração as discussões acadêmicas sobre Educação Museal, e buscará compreender as ações de formação humana no campo por meio da escuta, registro e análise de narrativas (auto)biográficas e histórias de vida de educadores museais e professores (formados e em formação). Tem como foco as experiências e sentidos mobilizados em seus percursos formativos enquanto elementos que vão sendo engendrados para constituir seus repertórios teórico-político-práticos. Considera ainda a circulação de conhecimentos entre esses diversos atores sociais, que estão nas zonas de contato entre diferentes contextos formativos. Particularmente, pretende-se também compreender os desafios evidenciados pela pandemia de Covid-19 no que tange esses processos formativos, investigando os seus efeitos sobre as ações planejadas e sobre os sujeitos da pesquisa. Interessa examinar os processos de formação nos quais tomam parte educadores museais e professores, as escolhas realizadas, as marcas e significações que produzem sobre o papel da Educação Museal no contexto da formação humana, buscando, ainda, compreender as articulações que estabelecem com/nas redes educativas das quais participam. Almeja-se explorar as percepções e potencialidades dos acervos e objetos dos museus para abordar aspectos dos processos históricos das ciências na formação; conhecer os princípios, estratégias e elementos que compõe o planejamento e organização de processos formativos e as singularidades dos diferentes espaços-tempos em que se realizam essas ações. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, que tem como cenário empírico os processos de formação que ocorrem na interface museu-universidade, a ser executada por uma equipe de pesquisadores de três museus de ciências brasileiros com trajetórias reconhecidas nos campos da Educação Museal, Divulgação Científica e História das Ciências: Museu da Vida (MV/COC/Fiocruz), Museu Nacional (MN/UFRJ) e Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST/MCTI). Assim, torna-se evidente a relevância da presente investigação, cujos resultados pretendem colaborar para ampliar a compreensão da Educação Museal, seus efeitos e manifestações na formação de educadores museais e professores, visando ao fortalecimento desta e também ao aprimoramento da Educação brasileira.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/11/2021-30/11/2024
Foto de perfil

Carla Maria Dal Sasso Freitas

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estudos e desenvolvimentos em visual analytics empregando interação convencional e técnicas imersivas
  • Ao longo dos anos o aprimoramento das tecnologias de aquisição, armazenamento e distribuição de dados e a intensificação do uso de sistemas computacionais e aplicativos em dispositivos móveis em todas as áreas da atividade humana levou a um aumento vertiginoso do volume e/ou da complexidade dos dados disponíveis. A compreensão desses dados é fator preponderante para o desempenho de tarefas, tomada de decisões ou aquisição de conhecimento. Nesse cenário, facilitar a compreensão torna necessárias técnicas de apresentação (comunicação) de dados que, por sua, demandam formas de representação, manipulação, exploração e análise de dados. A maioria das aplicações requer técnicas de sumarização e análise de dados justamente para facilitar sua compreensão pelos usuários. Técnicas de análise de dados combinadas com técnicas interativas de visualização correspondem ao que se convencionou chamar de Visual Analytics, análise interativa visual ou de “analítica visual”, as quais vem integrando, principalmente, técnicas de visualização interativa, técnicas de análise estatística, técnicas de mineração de dados e de aprendizado de máquina para facilitar a compreensão de dados e a consequente construção do conhecimento e/ou tomada de decisão. Tais técnicas devem prover representações visuais, seja de dados brutos ou de dados derivados pelos métodos de análise, com elementos semânticos suficientes para o seu entendimento, e facilidades de interação de modo que o usuário possa modificar a representação visual, como resultado de um processo de navegação pelo conjunto de dados ou execução de métodos de análise escolhidos de acordo com os novos dados derivados necessários. Portanto, as questões essenciais no desenvolvimento das técnicas de análise interativa visual são a escolha (1) do mapeamento dos dados para entidades visuais (primitivas geométricas ou atributos visuais de primitivas geométricas), (2) do conjunto de técnicas de interação fornecidas, pois estas determinarão as possibilidades de exploração do conjunto de dados e (3) das técnicas de análise adequadas ao domínio. Mais recentemente, técnicas imersivas de visualização com as correspondentes técnicas de interação vem sendo investigadas com vistas a ampliar a capacidade de percepção dos usuários, sua eficiência e seu nível de engajamento. Tais técnicas são conhecidas como Immersive Analytics. Com isso, tornaram-se novamente prementes os aspectos de avaliação dessas técnicas de modo que seja possível considerar as técnicas mais adequadas a cada domínio de aplicação. O presente projeto contribui com a ampliação do conhecimento a esse respeito pela investigação de quatro domínios de aplicação onde podem ser desenvolvidas técnicas de visualização de informações e de visual analytics, tanto não imersivas como imersivas. Serão abordados dados políticos obtidos do portal de dados aberto da Câmara de Deputados para análise de perfil político com base nas votações, narrativas utilizando redes de colaboração tanto a partir dos dados políticos como a partir de redes de colaboração científica, dados multidimensionais registrados em coleções de dados de biodiversidade; e dados obtidos de simulações de processos geoquímicos na forma de ensembles. Espera-se que o desenvolvimento de técnicas contemplando esses domínios proporcione o conhecimento adequado para extrapolar para outros domínios a determinação de quais técnicas podem aumentar a eficiência e nível de engajamento de usuários com os dados que eles precisam analisar e/ou conhecer.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carla Menêses Hardman

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • processo e efetividade de uma intervenção de educação permanente em saúde para o desenvolvimento de competências profissionais e aumento da capacidade institucional para a atenção às doenças crônicas não transmissíveis em profissionais e gestores da aps
  • O objetivo geral do Projeto APS em FormAção é analisar o processo e a efetividade de uma intervenção de Educação Permanente em Saúde (EPS) para o desenvolvimento de competências profissionais e aumento da capacidade institucional para a atenção às pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (DCNT: diabetes mellitus [DM], hipertensão arterial sistêmica [HAS] e obesidade) e na abordagem dos seus fatores de risco (alimentação inadequada, tabagismo e inatividade física) em gestores e profissionais de nível superior da Atenção Primária à Saúde (APS) de Pernambuco (PE). Este projeto caracteriza-se como uma Pesquisa de Avaliação e incluirá quatro fases. Na primeira fase, será feita uma análise diagnóstica das características socioeconômicas dos municípios e dos territórios das UBS-PE incluídos no estudo; das características de saúde dos usuários; da qualidade do cuidado às pessoas com DM, HAS e Obesidade; da capacidade instalada na APS; da organização do processo de trabalho das equipes e das necessidades de formação dos profissionais e gestores da APS. Na segunda fase, 16 municípios serão selecionados e um subgrupo de profissionais e gestores das equipes de saúde da família (ESF) serão alocados aleatoriamente em dois grupos, cada um com 8 municípios e 96 participantes. Em momentos distintos, todos os grupos irão participar de uma intervenção de EPS norteada pelo Modelo de Atenção as Condições Crônicas e pelo modelo RE-AIM, na modalidade semipresencial, com duração de 6 meses para os profissionais e 3 meses para os gestores. A organização curricular será composta por três eixos orientadores do ensino (conhecendo e diagnosticando; analisando e intervindo; intervindo e avaliando) e quatro áreas temáticas (Epidemiologia das DCNT e seus fatores de risco; Rede de Atenção à Saúde as DCNT; Cuidado as pessoas com DCNT e abordagem aos seus fatores de risco: estratégias e monitoramento; Cuidado as pessoas com DCNT e abordagem aos seus fatores de risco: processo de trabalho). Antes e após a intervenção serão analisadas as competências, barreiras, e facilitadores para organizar a atenção à saúde das pessoas com DCNT; e, a capacidade institucional para a atenção às DCNT. Serão realizadas análises processuais da implementação (alcance, adesão da formação), bem como da efetividade da intervenção. Na fase de difusão e tradução do conhecimento, que ocorrerá desde o início da primeira fase, será realizado e promovido um conjunto de ações de educação, popularização e/ou divulgação científica do conhecimento junto à sociedade, para diferentes tipos de público. Diferentes procedimentos estatísticos serão empregados a fim de responder cada objetivo específico. Dentre os resultados esperados destaca-se: uma análise diagnóstica dos aspectos socioeconômicos e de saúde dos municípios, usuários, profissionais e gestores da APS de PE; uma intervenção efetiva de formação em serviço para os participantes; desenvolvimento de novas tecnologias sociais e educacionais; desenvolvimento de competências e aumento da capacidade institucional para a atenção às pessoas com DCNT. Todos esses resultados podem culminar com a melhoria na organização e qualificação do cuidado às pessoas com DCNT e a abordagem aos fatores de risco na APS.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 05/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Carla Odete Balestro Silva

Outra

Divulgação Científica
  • ifcitec – feira de ciências e inovação tecnológica do ifrs campus canoas
  • A IFCITEC é uma Feira de Ciências e de Inovações Tecnológicas que ocorre desde 2013, nas dependências do Campus Canoas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS). A feira se destina a apresentar, avaliar e premiar pesquisas realizadas por jovens cientistas – nas diversas áreas do conhecimento humano - da rede pública e privada de ensino do estado do Rio Grande do Sul que cursam o Ensino Fundamental (anos finais – 6° ao 9° ano), Ensino Médio, Ensino Médio Integrado ao Técnico e a Educação Profissional de Nível Técnico (incluindo a modalidade de Educação de Jovens e Adultos) estimulando sua divulgação e reconhecimento. O objetivo da proposta submetida nesta Chamada é a de realizar a décima edição da IFCITEC – Feira de Ciências e de Inovações Tecnológicas do Campus Canoas do IFRS em 2022 em espaço mais apropriado e com premiações que incentivem os participantes a continuarem suas pesquisas e exporem em feiras de caráter nacional ou internacional. A IFCITEC tem caráter estadual, recebendo projetos de diversos municípios do estado do Rio Grande do Sul. Geralmente, cerca de 130 projetos são apresentados, inscritos em dez categorias diferentes: três categorias contemplam o Ensino Fundamental e oito categorias contemplam o Ensino Médio integrado ou não à Educação Profissional e o Ensino Técnico de Nível Médio. Os três melhores projetos de cada categorias recebem troféu e medalhas. Nessa Chamada, deseja-se obter bolsas para os melhores colocados, bem como, incentivo financeiro para as inscrições de projetos que se destaquem nas feiras afiliadas nacionais e internacionais.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 02/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Carla Renata Sipert

Ciências da Saúde

Odontologia
  • papel de cimentos biocerâmicos e células da papila apical na interrupção da reabsorção radicular externa: estudo in vitro
  • A reabsorção inflamatória de tecidos mineralizados, como ossos e dentes, é um evento biológico presente em patologias orais desafiadoras como periodontites e reabsorção radicular externa. Tratam-se de condições que levam a perdas dentárias resultando em impacto significativo para a qualidade de vida dos indivíduos acometidos. Considerando reabsorções radiculares externas, tratamentos convencionais conseguem atrasar sua evolução, mas não paralisá-la. Com o intuito de melhorar o prognóstico desta crítica condição, ao longo dos últimos anos as terapias endodônticas regenerativas têm sido empregadas para seu tratamento com resultados promissores. Este projeto de pesquisa foi delineado com o intuito de aprimorar protocolos clínicos de regeneração em endodontia para tratamento precoce e tardio de reabsorções dentárias externas. Considerando que células de papila apical (CPA) e osteoclastos desempenham papel central neste contexto, este estudo visa elucidar a influência de cimentos biocerâmicos utilizados na endodontia regenerativa no papel inibitório de CPA sobre osteoclastos in vitro. A hipótese nula consiste em assumir que nenhum dos cimentos biocerâmicos afetará o potencial de inibição da diferenciação e atividade osteclástica por CPA. Em paralelo aos estudos de casos que têm empregado a revascularização para o tratamento de reabsorções externas, dados do nosso grupo demonstram robusta produção de osteoprotegerina (OPG) por CPA, um potente inibidor da diferenciação e maturação do osteoclasto. Utilizando metodologia de cultivo celular de CPA, este estudo investigará a modulação da produção de OPG por estas células em contato com extratos de agregado trióxido mineral, Biodentine e CIMMO HP. Posteriormente, utilizando culturas de monócitos de sangue periférico, o efeito do meio condicionado de CPA tratadas com os biocerâmicos será investigado tanto na inibição da diferenciação como da atividade osteoclástica in vitro.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carla Rosane Paz Arruda Teo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • educação interprofissional e aprendizagem experiencial: configurando tecnologias leves para a formação profissional em saúde
  • A educação interprofissional (EIP) é uma estratégia de formação profissional que impacta na melhoria da atenção à saúde. A aprendizagem experiencial (AE) oportuniza que os sujeitos, em atividade, desenvolvam a capacidade de refletir criticamente e transitar de um entendimento superficial para uma compreensão profunda da realidade, transformando-a e se transformando. Currículos que conjuguem EIP e AE, em um modelo de educação interprofissional experiencial, favorecem a formação de um perfil de egresso crítico, reflexivo e colaborativo, consoante às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS). Desses pressupostos, emerge a questão de pesquisa: como curricularizar um modelo de educação interprofissional experiencial que qualifique a formação de profissionais para o SUS? Assim, objetiva-se desenvolver uma tecnologia leve (educacional) para a curricularização do modelo de educação interprofissional experiencial na educação superior em saúde. Trata-se de estudo de métodos mistos, de intervenção com grupo controle. Será realizada, em uma universidade de Santa Catarina, uma intervenção pedagógica com ingressantes de três cursos da área da saúde (Fisioterapia, Medicina, Nutrição), tendo no grupo controle ingressantes de outros cinco (Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Psicologia). Será aplicada, a ambos os grupos, a Escala de Disponibilidade para Aprendizagem Interprofissional (dados quantitativos). Será realizada observação direta da intervenção pedagógica, com produção de diário de campo em áudio (dados qualitativos). Após a intervenção, serão realizados Círculos de Cultura com estudantes do grupo intervenção (dados qualitativos). Dados quantitativos serão analisados por estatística inferencial (variável desfecho: disponibilidade para aprendizagem interprofissional); os qualitativos, por análise de conteúdo temática. Ao final, será desenvolvido e validado um protocolo de tecnologia educacional fundamentada na educação interprofissional experiencial.
  • Universidade Comunitária da Região de Chapecó - SC - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlo José Freire de Oliveira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • obtenção e caracterização de materiais para tratamento de doenças e validação de instrumento para a qualidade do cuidado à saúde de população
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Carlo José Napolitano

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade no ambiente online: análise comparativa de decisões do supremo tribunal federal e do tribunal constitucional federal alemão
  • Regulamentações nacionais e internacionais protegem a liberdade de expressão na internet, resguardando os direitos da personalidade. O Marco Civil da Internet de 2014 e a Lei Geral de Proteção de Dados de 2018 são exemplos relevantes no Estado brasileiro. Por sua vez, na Alemanha, a Lei Federal de Proteção de Dados de 2017 e a Lei de Aplicação da Rede de 2017 são os principais marcos legais. A presente proposta propõe investigar, comparativamente e indutivamente, a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade online no Brasil e na Alemanha, em especial, as orientações e interpretações conferidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Tribunal Constitucional Federal Alemão (TCF) sobre essas temáticas. Portanto, o projeto tem por objetivo principal e substancial analisar, comparativamente, decisões do STF e do TCF sobre a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade online, no intuito de verificar se há uma linha mestra, ou, em outros termos, um modus operandi de interpretação do STF e do TCF relacionado à temática proposta, utilizando-se de metodologia de análise empírica de jurisprudência, explicitada em campo específico nesta proposta. Também propõe a análise das normativas e das teorias acerca das temáticas correlatas, utilizando da metodologia de revisão bibliográfica e da análise documental para atingir tal finalidade. Espera-se, ao final da pesquisa, poder verificar e demonstrar se há uma linha mestra de interpretação da liberdade de expressão na internet e proteção dos direitos da personalidade online nos julgamentos do STF e TCF, contribuindo, desta forma, com a produção do conhecimento científico, considerando que não há uma sistematização dessas decisões no âmbito dos tribunais.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Adam Conte Junior

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • quantificação e caracterização dos genes de resistência antimicrobiana e da microbiota intestinal de animais de produção criados em sistemas orgânico e convencional no brasil
  • Desde a descoberta e aplicação clínica de antimicrobianos, os patógenos e a microbiota humana e animal têm enfrentado uma exposição quase contínua a esses agentes seletivos. O uso indevido de antimicrobianos e a prescrição excessiva criaram uma força motriz na seleção da resistência. Estudos mostraram que se leva em média 8 anos para que seja detectado o primeiro caso de resistência a um novo antimicrobiano desde o seu primeiro uso clínico em pacientes. Como consequência disso, bactérias multi-droga resistentes têm sido relatadas e possuem impacto direto a saúde pública, devido a dificuldade do tratamento. Além disso, o uso de antimicrobianos na produção constitui o principal fator na disseminação de genes de resistência em patógenos humanos. Por traz de todos esses mecanismos de resistência existem informações genéticas contidas em genes que são transcritos e traduzido em proteínas e enzimas responsáveis pela execução dessas atividades de resistência. De maneira geral, as bactérias podem adquirir resistência a antimicrobianos pela seleção de mutações favoráveis a resistência ou pela transmissão de novos genes de outras cepas ou espécies (transferência gênica horizontal). Para identificar e avaliar os diferentes mecanismos de desenvolvimento e disseminação da resistência aos antimicrobianos de maneira mais eficiente precisamos abordar o estudo de antimicrobianos e seus genes de resistência. Atualmente, com o avanço da bioinformática novas técnicas têm surgido, como por exemplo a análise metagenômica. A metagenômica funcional fornece a possibilidade de explorar a presença de genes de resistência a antibióticos em todas unidades biológicas e evolutivas, e para identificar possíveis complexos clonais de “alto risco”. A epidemiologia metagenômica é necessária para entender e, eventualmente, prever e aplicar intervenções com o objetivo de limitar a resistência aos antibióticos. Até o momento, nos animais de produção da agropecuária brasileira, não existe um estudo único e independente de tamanha proporção que caracterize a diversidade, distribuição e origens dos genes de resistência, especialmente para a maioria das populações de bactérias incapazes de serem isoladas por meios de cultivo convencionais. Esse projeto irá preencher várias lacunas sobre esse conhecimento e ajudará a determinar os perfis de resistência às cepas presentes no país e a melhorar a saúde pública nacional.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carlos Alberto Achete

Ciências da Saúde

Medicina
  • laboratório estratégicos de nanometrologia – inmetro
  • O Inmetro, na sua qualidade de instrumento de apoio à inovação, qualidade e competitividade das empresas brasileiras nos mercados interno e externo, tem-se modernizado e se aparelhado para estar ao nível dos mais avançados institutos congêneres no mundo. Em especial na área da nanometrologia, fundamental para o desenvolvimento da nanotecnologia, o Inmetro possui hoje, instalado em seu campus de Xerém, no Rio de Janeiro, um dos laboratórios mais completos do Brasil dedicado a caracterização das mais diferentes propriedades de materiais: das propriedades de superfície à volumétricas, da escala macrométrica à na escala nanométrica. Além disto, o Inmetro também atua nos mais importantes órgãos e fóruns nacionais e internacionais que procuram promover e discutir as tendências desta nova tecnologia, assim como a preocupação com na sua aplicação e disseminação. Exemplos destes fóruns são: Comitê consultivo do MCTI para Nanociência e Nanotecnologia, Fórum de Competitividade de Nanotecnologia coordenado pelo MDIC, Fórum Mundial dos Institutos de Pesquisa em Materiais conhecido pela sigla em inglês – WMRIF, Projeto Versailles sobre Materiais Avançados e Padrões, conhecido pela sigla em inglês - VAMAS e Organização Internacional para a Padronização, conhecida amplamente pela sua sigla em inglês – ISO no qual participamos sob o auspício da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas ). Com intuito de exemplificar esta posição transcrevemos abaixo está transcrito parte do texto do comitê técnico denominado, TC 229 da ISO, que trata exclusivamente de padronização para a nanotecnologia, “Nanotecnologia é um termo coletivo para uma faixa de tecnologias, técnicas e processos, envolvendo a manipulação de material ao nível molecular, sistemas que possuem pelo menos uma dimensão física na faixa de 1 a 100 nanometros. Tais sistemas possuem características físicas e químicas inteiramente novas, resultando em propriedades que não são bem descritas, nem pelas propriedades da molécula da substância, nem pelas propriedades do material volumétrico. Estes fatos frequentemente resultam em novas e diferentes características que podem gerar uma vasta gama de novos materiais. Nanotecnologia é uma nova tecnologia revolucionária e um fator econômico chave para o século vinte e um. Nanotecnologia promete significantes benefícios sociais, incluindo melhora no diagnóstico e tratamento médico, produtos mais eficientes na área de energia, materiais e produtos eletrônicos mais leves, resistentes e baratos e purificadores de água mais baratos. Existe, no entanto, uma falta de conhecimento sobre os efeitos de nanomateriais, particularmente nanopartículas, sobre a saúde humana e meio ambiente. Isto tem levado à preocupação sobre riscos potenciais sobre o meio ambiente, saúde e segurança, potencialmente associados a nanotecnologia e seus produtos”. O desenvolvimento de padrões internacionais desempenhará um papel crítico para assegurar que o potencial total da nanotecnologia seja alcançado e que a nanotecnologia seja integrada à sociedade de forma segura. Os padrões assegurarão que a transição do laboratório para o mercado ocorra de modo tranquilo, promoverá o progresso ao longo da cadeia de valores da nanotecnologia – de materiais na nanoescala que formam os blocos de construção de componentes e dispositivos para a integração destes dispositivos em sistemas funcionais – e facilitarão o mercado global. São inicialmente propostas três categorias de padronização: Terminologia e nomenclatura, a padronização da linguagem comum para os processos científicos, técnicos, comerciais e regulatórios. Medidas e Caracterizações, padrões proverão uma base internacionalmente aceita para as atividades cientificas quantitativas, comerciais e processos regulatórios, Saúde, segurança e meio ambiente os padrões melhorarão as condições de segurança ocupacional e segurança e proteção ambiental, promovendo boas práticas na produção, uso e descartes de nano materiais, produtos de nanotecnologia e sistemas e produtos baseados em nanomateriais. Neste sentido, as nações que pretendem ser competitivas nesta área devem contar com um forte apoio técnico-científico para desenvolver padrões e processos capazes de servir de instrumentos de apoio às atividades industriais baseadas em nanotecnologia A participação do Inmetro nos mais importantes fóruns da área o habilita não só a tomar parte nas decisões importantes nos âmbitos nacional e internacional sobre a terminologia, nomenclatura, processos, risco ao meio ambiente, segurança e desenvolvimento de padrões, mas também permite constantemente reavaliar seu potencial instalado em comparação com o de seus pares. Desta forma o Inmetro atua como forte instrumento de apoio a indústria nacional tanto para o desenvolvimento tecnológico através do serviço de pesquisa como para o atendimento dos protocolos internacionais na busca pelos padrões. Nos laboratórios do Inmetro estão hoje implantadas técnicas, e instalados e funcionando equipamentos de última geração como, por exemplo, espectrômetros, equipamentos de análise de superfície, nanolitografia, e uma infraestrutura completa para microscopia incluindo um dos mais avançados microscópios eletrônicos de transmissão da América do Sul. O investimento em equipamento é da ordem de 20 milhões de reais e contamos com cerca de 30 jovens pesquisadores doutores. Em resumo as atividades do Inmetro na área na nanotecnologia têm forte vetor no apoio a indústria brasileira para desenvolvimento de produtos nanotecnológicos e proteção ao consumidor, utilizando a capacidade de caracterização de seus laboratórios para garantir que produtos, colocados no mercado como sendo nanotecnológicos, realmente apresentem estas características e também para assegura a proteção à saúde e meio ambiente através do desenvolvimento materiais de referência, protocolos e métodos de boas praticas
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - DF - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Carlos Alberto Brito da Silva Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • modelagem de dispositivos moleculares na amazônia oriental
  • Neste projeto propomos estudar e investigar as propriedades geométricas, mecânicas, vibracionais, térmicas, eletrônicas, ópticas, magnéticas e de transporte eletrônico de alótropos do carbono (Nanotubos de Carbono, Fulerenos, Carbynes, etc.), bem como de estruturas a base de novos carbonos e análogos do Grafeno (G), como Pha-G, Pop-G, Psi-G, Pho-G, TPO-G, Penta-G, Azu-G, Pentahexoctite, etc. e/ou heterojunções moleculares, por meio de cálculos da Teoria do Funcional Densidade combinado com Funções de Green de Não Equilíbrio (DFT/NEGF) para possível aplicação em dispositivos de eletrônica molecular, nanoeletrônica, optoeletrônica e spintrônica. A junção molecular que compõe o dispositivo eletrônico pode ser de 2 tipos: (1) efetiva: Há ligação química entre os eletrodos (fonte e dreno) e o canal (molécula). O modelo que melhor descreve o comportamento do sistema é o modelo molecular coerente que leva em consideração os níveis discretos de energia do canal; (2) não efetiva: Não há ligação química entre os eletrodos e o canal, ou seja, há uma distância de separação entre eles. O modelo que descreve esse tipo de sistema via tunelamento é o modelo de Barreiras (ou Simmon). Nessas junções moleculares, é possível aparecer transição eletrônica (metal-semicondutor, etc.), ressonância, resistência diferencial negativa (NDR), efeito Coulomb, interferência quântica, etc. que vão caracterizar o comportamento elétrico desses dispositivos eletrônicos. Dessa forma, a aquisição dos equipamentos e software solicitados neste projeto poderão alavancar mais as pesquisas na região da Amazônia Oriental.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto de Carvalho

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • comunicação, jornalismo e colonialidades do saber e do poder: dimensões teóricas, metodológicas e analíticas
  • Este projeto propõe investigar como as colonialidades do poder e do saber atuam nas estratégias narrativas de produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, moldando inteligibilidades de acontecimentos, personagens, temporalidades e demais elementos da composição de notícias, manifestações culturais e divulgação das ciências. Importa, ainda, identificar dimensões éticas, políticas, econômicas, culturais, ideológicas e comportamentais que são dadas a ver ou são ocultadas pelas colonialidades em suas reverberações sobre produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, em múltiplas materialidades. Especificamente, serão investigados fenômenos como violências físicas e simbólicas contra mulheres motivadas por relações de gênero em narrativas noticiosas; aspectos teóricos e metodológicos das colonialidades do poder e do saber em suas interconexões com o jornalismo; dimensões de tradicionalidade no cordel produzido por uma poeta negra; a divulgação das ciências com foco nas relações de gênero; e as temporalidades como fenômenos que colocam em cena o direito ao tempo. O problema central que dá coesão à pluralidade das investigações propostas encontra-se na identificação das estratégias das colonialidades do poder e do saber, fundamental para reconhecer atravessamentos e para a elaboração de estratégias que permitam sua superação. Parte-se da hipótese de que as colonialidades atuam de forma disseminada sobre produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, ficando o desafio de perceber as nuances aí implicadas. Percebemos essas dinâmicas a partir dos modos como os acontecimentos e as personagens são acionados, por exemplo, no reforço de estereótipos de fundo racista, misógino, homofóbico etc. Metodologicamente, o projeto se assentará em análises de textualidades e em revisões teóricas e metodológicas, com abordagens globais e específicas para cada investigação inserida no escopo geral do projeto.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Della Rovere

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de ligas multicomponentes refratárias para aplicações aeroespaciais: seleção, produção, caracterização e comportamento de oxidação em alta temperatura
  • As ligas multicomponentes têm despertado a atenção em vista de seu conceito distinto e inovador de elaboração, o qual envolve a combinação de vários elementos principais, e que; por isso, pode resultar em materiais com estruturas únicas e combinações interessantes de propriedades, como alta resistência mecânica, excelente resistência à corrosão e estabilidade térmica. Atualmente, atenção cada vez maior tem sido dada às ligas multicomponente com elementos refratários (LMR) como Cr, Hf, Mo, Nb, Ta, Ti, V, W e Zr (e adições de Al e Si), pois estas são consideradas candidatas potenciais para atender à necessidade de ligas de alto desempenho para aplicações em temperaturas elevadas e condições operacionais agressivas, como aquelas experimentadas em motores de turbina a gás e veículos hipersônicos. Entretanto, o espaço de composição multidimensional a ser explorado com esse novo conceito é praticamente ilimitado e apenas regiões pequenas foram investigadas até agora. Além disso, como o desenvolvimento das LMRs é relativamente recente, muitas de suas propriedades ainda são motivo de investigação, como, por exemplo, o comportamento de oxidação em altas temperaturas. Dessa forma, o projeto de pesquisa tem como objetivos principais selecionar, produzir e caracterizar composições de LMRs que sejam promissoras para aplicações em temperaturas elevadas. Inicialmente, pretende-se, por meio de simulação termodinâmica computacional, pesquisar intensivamente e sistematicamente composições baseadas em sistemas refratários que possuam baixa massa específica, microestruturas promissoras para estabilidade térmica e elementos formadores de óxidos estáveis em temperaturas elevadas (> 1000 °C). Na sequência, produzir e caracterizar as composições selecionadas visando entender a viabilidade de fabricação e processamento. Estudar o comportamento de oxidação ao ar das ligas produzidas por meio de ensaios de oxidação isotérmica e cíclica a 1000, 1100 e 1200 °C por tempos prolongados (> 100 h).
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Marques

Ciências Humanas

Educação
  • perspectivas metodológicas específicas ao ensino da química verde
  • Com o projeto busca-se aprofundar pesquisas no âmbito do ensino da Química Verde, mais especificamente, destacar, analisar e discutir tendências, perspectivas teóricas, modelos e propostas ou aspectos metodológicos específicos para promover o seu ensino. Por meio de um amplo levantamento e análise bibliográfica, buscar-se-á individualizar incialmente características tradicionais e não-tradicionais de textos voltados ao ensino, problematizando relações entre a natureza da QV e especificidades metodológicas para seu ensino. Um dos pressupostos é que dada a natureza incremental e transformativa da QV, e seu envolvimento com os desafios da sustentabilidade e ao tratamento sistêmico, seu ensino tende a reclamar estratégias didáticas específicas e inovadoras. Pesquisas como essa podem auxiliar da evolução da Química na perspectiva da sustentabilidade, ao aportar sínteses analíticas relativas às dificuldades de implementação e de experiências exitosas de ensino da QV. Como resultado da pesquisa, dentre as suas metas estão a formação de pessoal de alto nível (mestrados, doutoramentos, seminários e disciplinas), produção acadêmica (artigos, e-book), divulgação (ambiente virtual) e intercâmbios acadêmicos internacionais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Nobre Quesada

Ciências Biológicas

Ecologia
  • ciclo do carbono e limitações por nutrientes na amazônia: uma plataforma experimental para compreender os processos que regulam o ecossistema
  • Simulações de modelos sugerem que o aumento do CO2 atmosférico (eCO2) poderia aumentar a produtividade florestal, resultando em menores alterações na Amazônia em função da mudança no clima. Entretanto, isto depende do papel que a disponibilidade de nutrientes no solo pode desempenhar no controle da produtividade florestal e na limitação das respostas ao eCO2. Se a disponibilidade de nutrientes no solo já estiver limitando a produtividade florestal, a capacidade de resposta da Amazônia ao eCO2 será restrita, tornando-a mais vulnerável. Muito do que sabemos sobre limitação nutricional vem de florestas temperadas, limitadas por N, entretanto florestas tropicais tendem a ser limitadas por elementos de rochas (P e cátions), assim, a compreensão dos controles nutricionais sobre a produtividade em regiões temperadas não se aplica aos trópicos. Muito do que sabemos sobre limitação nutricional na Amazônia vem de estudos de gradientes naturais de fertilidade, onde também ocorrem mudanças de clima e composição de espécies, confundindo sua interpretação. Neste contexto, experimentos de manipulação de nutrientes fornecem um método direto para avaliar o efeito da limitação nutricional. Esta proposta pretende avaliar o impacto da limitação nutricional sobre o ciclo do C em uma floresta na Amazônia, utilizando um experimento de manipulação de nutrientes em larga escala. Este experimento manipula N, P, Cátions e controle num desenho fatorial completo, em 4 blocos e 32 parcelas de 50x50m. Em particular, iremos determinar, em nível foliar e ecossistêmico, quais nutrientes limitam os processos de produtividade primária bruta e liquida (fotossíntese, produtividade de folhas, madeira e raízes) e a eficiência no uso do carbono, através da respiração dos diferentes componentes. Compreender os processos e mecanismos de funcionamento do ecossistema vai permitir a parametrização e avaliação de modelos do sistema terrestre usados para simular os efeitos das mudanças climáticas na Amazônia.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025