Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Francisley Ávila Souza

Ciências da Saúde

Odontologia
  • prevenção da osteonecrose dos maxilares induzida por medicamentos com a utilização da terapia fotodinâmica, biomaterial, doxiciclina e ozônio. estudo experimental in vivo.
  • Os bifosfonatos (BF’s) são medicamentos antirreabsortivos empregados no tratamento de desordens esqueléticas, como a osteoporose, porém seu uso prolongado pode induzir a osteonecrose dos maxilares induzida por medicamentos (OMIM). O tratamento desta condição representa um desafio para odontologia. A ausência de um protocolo que seja universalmente aceito vem incentivando a busca por diferentes terapias, visando o tratamento ou ação adjuvantes ao tratamento cirúrgico da OMIM. Entretanto, não há na literatura a comparação dos tratamentos adjuvantes disponíveis. Diante da hipótese de que as diferentes terapias adjuvantes ou não modulam o reparo alveolar e previnem a necrose no sítio cirúrgico (alvéolo pós-exodôntico), devido as diferentes respostas biológicas, o objetivo deste projeto será avaliar os efeitos das diferentes terapias associadas ou não na prevenção da OMIM. Como hipótese espera-se que haja uma prevenção da OMIM no sítio de manipulação (alvéolo pós-exodôntico) com a terapia fotodinâmica e doxiciclina devido a ação antibacteriana, com o Beta-tricálcio-fosfato, devido a sua osteocondução e a ozonioterapia promova um equilíbrio do estresse oxidativo. Para tal serão utilizados 240 ratos wistar, tratados com 04 aplicações de 0,035 mg/kg de ácido zoledrônico (ZOE) por via caudal (dose compatível para tratamento de osteoporose), com intervalos de 15 dias entre as aplicações, seguido da exodontia dos primeiros molares inferiores direitos. Os animais serão divididos em dez grupos (n=8): GS (Sham– não será aplicado ZOE), GC (Coágulo), GB (B-tricálcio-fosfato), GD (gel de doxiciclina a 10%), GP (terapia fotodinâmica), GDB (gel de doxiciclina a 10%+B-tricálcio-fosfato), GPB (terapia fotodinâmica+B-tricálcio-fosfato), GPD (terapia fotodinâmica+gel de doxiciclina a 10%), GPDB (terapia fotodinâmica+gel de doxiciclina a 10%+B-tricálcio-fosfato), GOT (ozonioterapia). As avaliações serão realizadas por metodologias de tecidos mineralizados e tecidos desmineralizados.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 17/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Franklin de Lima Marquezino

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • algoritmos quânticos variacionais para otimização em computadores quânticos ruidosos de escala intermediária
  • A computação quântica consiste na utilização de sistemas quânticos para construção de um novo tipo de computador, de modo que propriedades como interferência e emaranhamento sejam úteis na obtenção de vantagens significativas em relação à computação clássica. O desafio tecnológico para construção do hardware quântico vem sendo superado rapidamente, de modo que computadores quânticos com capacidade razoável já estão disponíveis. Dentre as principais aplicações, com possibilidade de vantagem quântica mesmo em dispositivos ruidosos e de escala intermediária, podemos citar problemas de otimização combinatória. Para essa classe de problemas os algoritmos quânticos variacionais são os mais promissores, por trabalharem conjuntamente com otimizadores clássicos a fim de treinar um circuito quântico parametrizado. Dada uma instância de um problema de otimização com interesse prático, não é trivial desenvolver um algoritmo variacional que produza bons resultados em uma arquitetura específica de computador quântico. O problema geral abordado em nossa proposta é o desenvolvimento da teoria que permita construir e treinar eficientemente circuitos quânticos parametrizados que atendam problemas de interesse para a indústria e que possam ser aplicados em computadores quânticos disponíveis no curto ou médio prazo. Especificamente, devemos explorar o modelo de circuitos com o algoritmo QAOA assistido por passeios quânticos staggered; além do modelo adiabático com a linguagem SATyrus. Problemas específicos em que iremos aplicar essas técnicas incluem geometria de distâncias molecular discretizável, otimização de portfólios e problemas de logística. As equipes envolvidas neste projeto possuem vasta experiência na resolução de problemas semelhantes aos aqui propostos. Nossa estratégia utiliza o método clássico de investigação e experimentação científica precedido pela revisão de trabalhos anteriores. Faremos simulações clássicas em HPC e experimentos usando computadores quânticos reais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Franklin Riet Correa Amaral

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • estudo epidemiológico da infestação por rhipicephalus microplus e da tristeza parasitária no recôncavo baiano e desenvolvimento de estratégias de controle
  • O carrapato Rhipicephalus microplus, e a tristeza parasitária (TPB) causada por Babesia bovis, B. bigemina ou Anaplasma marginale são muito importantes no Brasil. A TPB foi responsável por 36% de 882 casos de bovinos atendidos pelo Centro de Desenvolvimento da Pecuária da UFBA, entre janeiro de 2018 e julho de 2021 e a anaplasmose foi a causa de 84,4% dos surtos. Para determinar estratégias eficientes no controle do carrapato e da TPB é fundamental conhecer a sazonalidade da infestação, as práticas atuais de manejo e a possível resistência do R. microplus aos acaricidas. Para o controle da TPB é essencial conhecer a situação de estabilidade ou instabilidade enzoótica mediante estudos sorológicos. O objetivo do projeto é determinar a situação atual do R. microplus e da TPB em fazendas do Recôncavo Baiano. Com esses conhecimentos serão determinadas medidas de controle eficientes para diminuir a frequência de surtos de TPB e as perdas econômicas geradas pelas duas parasitoses. Será realizado um estudo retrospectivo dos surtos de TPB nos últimos 3 anos e um estudo prospectivo dos surtos que ocorram entre 2021 e 2024. Será determinada a prevalência da TPB, a frequência de cada parasita, a morbidade e letalidade, a idade e raças mais afetadas, o tipo de produção, a época de ocorrência, a presença de carrapato e as evidências de transmissão da anaplasmose por outros insetos ou vetores mecânicos. Também será realizado um estudo longitudinal ao longo de 2 anos em 2 fazendas para conhecer a sazonalidade do carrapato. Em 30 bovinos de cada fazenda serão contados os carrapatos a cada 14 dias. Finalmente vai ser feito um estudo transversal onde serão visitadas 30 fazendas para aplicar um questionário e coletar carrapatos para provas de resistência aos carrapaticidas e sangue para determinar a situação epidemiológica dos hemoparasitas. Os resultados do projeto permitirão determinar formas mais adequadas de controle da carrapata e da TPB para diminuir as perdas econômicas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Frederic Jean Georges Frezard

Ciências Biológicas

Biofísica
  • desenvolvimento de vacina de dna para covid-19 usando nanopartículas lipídicas ionizáveis
  • O desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz com proteção a longo prazo contra COVID-19 é uma prioridade de saúde global. Até o momento, várias vacinas contra o COVID-19 estão em desenvolvimento e em ensaios clínicos. No entanto, desafios como baixa imunogenicidade, toxicidade sistêmica, reações cruzadas e questões sobre eficácia ainda permanecem como desafios e barreiras ao uso clínico. As vacinas de DNA surgiram como uma alternativa promissora às abordagens de vacinas convencionais devido à sua alta potência, segurança, fabricação de baixo custo e potencial de escalonamento. No entanto, existem limitações para a entrega de vacinas de DNA, uma vez que o DNA possui um tamanho grande e carga negativa, o que dificulta a transfecção em células alvo. Portanto, esforços concentraram-se no desenvolvimento de métodos para fornecer efetivamente DNA plasmidial em células apresentadoras de antígeno (APCs). Tanto a investigação de novos sistemas de entrega quanto a otimização da sequência de DNA são necessárias para aumentar a eficácia da vacinação com DNA. O encapsulamento de ácidos nucléicos em nanopartículas (NPs) é uma abordagem promissora para uma entrega segura e eficaz, capaz de proteger da degradação, proporcionar maior circulação, evitar a depuração renal, além de impedir interações inespecíficas via peguilação das NPs. No contexto do desenvolvimento de vacinas, abordagens recentes têm utilizado NPs tanto como sistemas de entrega de ácidos nucleicos para tecidos do sistema imune (baço, linfonodos e pulmão), como para o recrutamento de células imunes. Vacinas de DNA baseadas em NPs podem ser desenvolvidas para treinar o sistema imunológico a atacar seletivamente o vírus SARS-CoV-2, controlando a apresentação e liberação dos componentes da vacina para as células imunológicas e seu microambiente. Abordagens que facilitem a triagem de NPs in vivo, como o uso de código de barras de DNA (bDNA) e sequenciamento de alto rendimento (deep sequencing), permitem a obtenção de NPs otimizadas e podem melhorar a compreensão fundamental de como a estrutura da NP afeta a entrega de DNA in vivo para células e tecidos alvo. Recentemente, um dos pesquisadores da equipe desenvolveu no MIT/Boston (EUA), nanopartículas lipídicas ionizáveis (LNPs) carregadas com mRNA e/ou DNA (Guimarães et al. 2019). Essas LNPs são neutras em pH fisiológico, o que reduz a toxicidade em relação aos lipídios catiônicos. Quando endocitadas, as LNPs apresentam carga positiva em endossomos que têm pH reduzido (de ~ 6,8 a 4,5), e à medida que se fundem com lisossomos favorecem o escape endossomal e a liberação de mRNA no citosol. Neste estudo inovador, foi desenvolvido um sistema que permite a identificação precisa de formulações de LNP para entrega de mRNA usando código de barras de mRNA personalizados (bmRNAs) ou DNA personalizados (bDNA). Cada bmRNA/bDNA contém uma sequência de código de barras diferente, encapsulada em diferentes LNPs e que foi administrada como um único pool. Mais importante, o bmRNA/bDNA de diferentes tecidos pôde ser isolado para obter contagens de código de barras por meio de deep sequencing. Como resultado, a biodistribuição tecidual de várias LNPs pôde ser avaliada em um único animal, inclusive mostrando, com sucesso, a entrega das LNPs em órgão linfoide, como o baço. Diante dos resultados promissores já obtidos, pequenos ajustes são necessários para uma entrega segura e eficaz de DNA e/ou mRNA para induzir diretamente células apresentadoras de antígeno (APCs) a expressar antígenos implicados no reconhecimento imune. Os resultados dessa proposta serão significativos e irão servir de plataforma para desenvolvimento de vacinas de DNA contra COVID-19 e até outras doenças virais como a síndrome respiratória do oriente médio (MERS), H1N1, dengue e Zika. Nesse contexto, a presente proposta de trabalho visa desenvolver e implementar uma plataforma de nanopartículas lipídicas ionizáveis para entrega segura e eficaz de DNA para induzir diretamente células apresentadoras de antígeno (APCs) a expressar antígenos envolvidos no reconhecimento imune de SARS-CoV-2. Os objetivos específicos da proposta consistem em: (i) identificação de LNPs para a entrega segura e eficaz de DNA; (ii) identificação de LNPs que induzam diretamente APCs a expressar antígenos implicados no reconhecimento imune de SARS-CoV-2; (iii) demonstrar in vitro a expressão de partículas ou proteínas virais usando DNA encapsulado nas LNPs; (iv) avaliar a eficácia e a imunogenicidade ex vivo da vacina de DNA baseada em LNPs contra COVID-19; (v) avaliar a eficácia, imunogenicidade in vivo da vacina de DNA baseada em LNPs contra COVID-19, (vi) demonstrar a cinética da infecção por SARS-CoV-2 em células de camundongos transgênicos hACE2 vacinados (vii) estabelecer um melhor entendimento sobre a contribuição das células T e anticorpos na imunidade e recuperação da memória contra o COVID-19. A sequência de DNA utilizada será correspondente às proteínas do envelope viral, proteínas Spike, membrana e proteínas não estruturais. O projeto proposto encontra-se na fronteira do conhecimento porque consiste em uma proposta de vacina escalonável usando um vetor não-viral e pode estabelecer uma melhor compreensão de questões fundamentais relacionadas ao treinamento do sistema imunológico para atacar seletivamente doenças virais, avaliação de efeitos off-target e potenciais toxicidades. Diferentemente de outras propostas, o desenvolvimento da vacina independe de vírus, sendo que a manipulação do mesmo é necessária somente para etapa final de comprovação da eficácia. Espera-se também, correlacionar a estrutura das LNPs com a biodistribuição e eficácia de transfecção em APCs, tecidos linfóides, tecidos pulmonares e diferentes populações de células imunes, como células dendríticas, macrófagos, neutrófilos e linfócitos B. Além disso, a rede multidisciplinar de pesquisadores na proposta apresenta renomada competência e experiência para o desenvolvimento do projeto.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Frederico Alves Costa

Ciências Humanas

Psicologia
  • dinâmicas políticas de países sul-americanos: disputas político-partidárias, conflitos agrários, políticas de gênero e sexualidade
  • No final do século XX e primeiras décadas do século XXI vivenciamos na América do Sul a ascensão de governos progressistas (onda progressista). Por outro lado, nos últimos anos, temos observado a emergência de uma onda conservadora, caracterizada pela negação de direitos a minorias sociais, pela defesa de um ideário neoliberal e pelo privilégio de relações externas com países do “norte global”. De modo a contribuir com a reflexão sobre a democracia em um continente historicamente marcado por golpes de Estado e por relações de dominação, a pesquisa objetiva compreender a dinâmica política de países da América do Sul no contexto dessas ondas progressista e conservadora. Focalizaremos três países nos quais, nesse contexto, ocorreram a vitória eleitoral de candidatos progressistas para a presidência da República (onda progressista) e processos orquestrados pela onda conservadora que, apesar de constitucionais, configuraram-se como golpes parlamentares a estes/a presidentes/a: Paraguai, Brasil e Bolívia. Consideraremos três eixos na análise da dinâmica política: a) disputas político-partidárias referentes à emergência das duas “ondas”; b) conflitos agrários entre movimentos sociais que demandam direitos para populações campesinas, originárias e tradicionais e setores da agricultura industrial contrários a estas demandas; c) políticas de gênero e sexualidade, considerando as disputas entre movimentos sociais de mulheres, feministas e LGBTs e atores conservadores contrários às demandas destes grupos. Metodologicamente, realizaremos pesquisa documental, tendo documentos de partidos políticos, movimentos sociais e de outros atores sociais relacionados aos três eixos abordados como fontes de pesquisa; e entrevistas semi-estruturadas com pessoas-chaves relacionadas aos três eixos de investigação. O material produzido será analisado através da estratégia de análise do discurso orientada por perspectivas teóricas pós-estruturalistas.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Frederico Garcia Fernandes

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • coletivos poéticos e políticas públicas de inclusão: inovação social na cena literária
  • A proposta tem por objetivo principal compreender como o texto literário impacta a sociedade por meio da formação de coletivos poéticos e de suas práticas artísticas como constituidoras de uma política pública. A ênfase na dimensão social dada nessa proposta levará em conta a análise dos trânsitos textuais. A principal questão sobre a qual o projeto se debruça é como os coletivos afetam os círculos a eles vinculados. O impacto na comunidade será aferido a partir dos valores territoriais constituídos por meio da análise da linguagem literária. O plano teórico-metodológico está assentado na teoria do circuito dos afetos; na performance, aqui compreendida como uma prática privilegiada nos coletivos a serem estudados; na bibliografia sobre festivais literários e letramento. Aspectos sobre a performance e a afetividade na literatura contemporânea, bem como a de comunidades digitais (sobretudo devido ao contexto da pandemia) são levados em conta nessa análise. A justificativa principal reside no fato de esta proposta estar em sintonia com os Planos de Ação em CT&I do MCTI, no que tange às ENCTI 2016/2022 para as Ciências Humanas e Sociais, sobretudo em seus eixos de cidades sustentáveis e políticas públicas. A equipe é composta por membros docentes e discentes de 7 universidades, que farão entrevistas e registros com os coletivos poéticos de suas respectivas cidades. A equipe de trabalho conta com docentes que irão coordenar equipes menores e produzir fontes e análises de coletivos literários em suas regiões. Assim, entre os resultados esperados por esta proposta, pretendemos apresentar um diagnóstico, a partir de 6 cidades brasileiras, sobre a vida literária. Demonstraremos como as relações entre arte e vida fazem-se presentes no cotidiano das pessoas, tornando-se uma tecnologia social importante para o desenvolvimento da cultura e das relações sociais onde operam os coletivos investigados.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 10/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Frederico Silva Castelo Branco

Ciências da Saúde

Farmácia
  • novos derivados 4-oxo-quinolínicos com possíveis mecanismos de ação multialvos contra mycobacterium tuberculosis
  • A tuberculose (TB), doença causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis (Mtb), é uma das dez maiores causas de mortes em países de média e baixa renda, sendo a segunda maior causa de morte por agente infeccioso, atras apenas da COVID-19. O tratamento longo, cheio de efeitos adversos, a multirresistência bacteriana, o alto índice de abandono do tratamento e a co-infecção com o vírus HIV tornam a TB uma grave emergência global de saúde. Desta forma, como continuidade da linha de pesquisa consolidada em nosso laboratório visando contribuir para o desenvolvimento de novas opções terapêuticas mais eficazes e com menores limitações e inconvenientes em relação ao tratamento atual da TB, este projeto propõe a síntese e avaliação biológica de novos derivados 4-oxo-quinolínicos associados através da ferramenta da hibridização molecular. Estes derivados compreendem a hibridação com um potente derivado da isoniazida desenvolvido em nosso grupo e com o núcleo oxazina, ambos com reconhecida atividade anti-Mtb. Estas substâncias foram planejadas para atuarem por diferentes mecanismos de ação, em uma abordagem multialvo, especificamente nas enzimas do complexo do citocromo bc1, enoil-ACP sintase (InhA), corismato mutase e DHNA-CoA sintase de Mtb. Esta abordagem visa aumentar a potência antimicobacteriana em diferentes cepas de Mtb, além de mitigar o desenvolvimento de resistência por este patógeno. Os derivados sintetizados serão avaliados frente ao Mtb em cultura bacteriana e em modelo de infecção intracelular em macrófagos, além da determinação da citotoxicidade em células de rim de macaco (Vero E6), hepatocarcinoma humano (HepG2) e em macrófagos. Além disso, os derivados também terão seu potencial de mutagenicidade avaliado no ensaio de reversão bacteriana (teste de Ames). Desta forma, o presente projeto pretende contribuir para o desenvolvimento científico nesta área, além da consolidação da rede de colaborações em pesquisa nacional e na formação de recursos humanos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Gabriel do Nascimento Guimarães

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estabelecimento do sistema internacional de referência para altitudes no brasil
  • O estudo e a compreensão dos aspectos geodinâmicos no planeta requerem referenciais geodésicos globais com uma ordem de acurácia melhor do que a magnitude dos efeitos e com consistência e confiabilidade. A Associação Internacional de Geodésia é a responsável pela infraestrutura geodésica para o monitoramento do sistema Terra. Neste sentido, a definição, a realização e a manutenção de um Sistema Internacional de Referência para Altitudes tem sido um dos desafios atuais para a Geodésia. Face ao exposto, o problema geral dessa pesquisa é estabelecer uma solução consistente, em termos de referência altimétrica no Brasil e que esteja alinhado com o preconizado pela Associação Internacional de Geodésia. Um sistema altimétrico unificado é necessário, pois possibilita o intercâmbio de dados em projetos internacionais: mapeamento de fronteiras e infraestrutura, além de possuir importância para atividades que envolvam fluxo de água. A hipótese principal do trabalho é: a partir das informações disponíveis (gravimetria e modelos globais) associados às diferentes metodologias (colocação por mínimos quadrados, integração numérica e inteligência artificial) estimar a melhor solução em termos de valores de potencial de gravidade e altitudes para se estabelecer um sistema de altitude unificado no país. A hipótese é plausível de ser testada uma vez que a comunidade geodésica internacional tem publicado trabalhos investigando a relação entre as informações geodésicas e as diferentes metodologias para se alcançar o estabelecimento de um sistema de altitude unificado; destaca-se o projeto intitulado de “Experimento Colorado”. A estratégia metodológica é baseada na utilização de quantidades geodésicas disponíveis na área de estudo, além de informações que serão coletadas em campo. O tratamento dos dados será realizado para então proceder ao cálculo das funcionais geodésicas de interesse a partir de três metodologias, na qual os resultados serão comparados para efeitos de validação.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gabriel Fernandes Pauletti

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento sustentável de produtos na cadeia produtiva de óleos essenciais
  • A produção e aplicação de óleos essenciais vêm crescendo atualmente devido à necessidade de utilização de produtos de fontes renováveis e naturais, promovendo processos mais sustentáveis e ambientalmente amigáveis. O processo de obtenção de óleos essenciais tem como subproduto a biomassa, que representa cerca de 98% do material utilizado como insumo. Devido a esta grande quantidade, a biomassa pode se tornar uma matéria-prima atrativa para a obtenção de produtos com utilização potencial em diferentes áreas, ao invés de ser descartada ou utilizada com fins menos nobres. O processo de pirólise pode ser empregado para converter a biomassa obtida em biochar, bio-óleo e gases não condensáveis, com possibilidade de aplicação em várias áreas da indústria, desde a geração de energia até na obtenção de produtos de uso agropecuário e para saúde e cosmética. A utilização dos produtos da pirólise já é relatada pela literatura, apresentando potencial de sequestro de carbono, fornecimento de nutrientes e condicionador do solo, além do emprego do biochar como carvão ativado e o potencial emergente de uso deste material na área cosmética. O bio-óleo, de forma análoga ao extrato pirolenhoso, tem potencial de uso agrícola, especialmente no controle de pragas e algumas doenças, além de possuir potencial herbicida. A transformação da biomassa pode contribuir para a redução da geração de resíduos e aumentar a sustentabilidade de processos industriais que, em alguma etapa, têm a biomassa como subproduto. Nesse sentido, o presente projeto busca avaliar a viabilidade de associar o processo de extração de óleo essencial e a pirólise, na obtenção de produtos de interesse aplicados em outras áreas (biochar, bio-óleo), tornando o processo mais sustentável.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Francisco da Silva

Engenharias

Engenharia Química
  • aplicação de ferramentas contemporâneas para motivar meninas nas tecnologias
  • As transformações da sociedade contemporânea vêm exigindo cada vez mais a inserção das mulheres em setores que eram exclusivamente masculinas e consequentemente uma resposta imediata destas nas áreas de conhecimentos tecnológicos, A inserção de meninas nas ciências exatas, engenharias e computação é histórica e vem desde a revolução industrial, onde a força de trabalho industrial era quase que exclusiva masculina. Como meios de estimular as meninas optarem por cursos nas áreas tecnológicas, pretende-se neste projeto abordar temas contemporâneos, como: a animação 3D, gamificação, internet das coisas, robótica, inovações, difusão da inovação e disruptura de tecnologia. Além disto, nosso intuito é usar estes temas para estimular jovens meninas na busca de informações e absorção de conhecimentos sobre as tecnologias e promover a indução da aptidão nas áreas das ciências exatas, tecnologias, engenharias e computação, aplicando ferramentas com animação 3D, gamificação e fluidodinâmica computacional através de dinâmicas em grupos, seminários, oficinas, aulas práticas, cursos com atividades presenciais e à distância e teleaulas para promover a interação entre os cursos das ciências exatas, engenharia e computação e meninas do ensino médio de colégios públicos de Sergipe. Os colégios escolhidos para compor o projeto foram: Colégio Estadual Atheneu Sergipense, Centro de Excelência Professora Maria Ivanda de Carvalho Nascimento, Colégio Estadual Professor Paulo Freire, Colégio Estadual Barão de Mauá e o Colégio Estadual Armindo Guaraná. O nosso interesse é focar nas meninas do ensino médio, no entanto podemos selecionar meninas de destaques, principalmente as melhores colocadas em olimpíadas de matemática, química, física e computação do ensino fundamental, as quais serão os vetores para o acompanhamento até ensino médio na continuação do projeto. A escolha do Colégio Estadual Atheneu Sergipense foi pelo interesse de darmos continuidades ao projeto anterior: Estudos de Tecnologias de Tratamento de Água Produzida de Petróleo, financiado através da Chamada Pública MCTI/CNPq/SPM-PR/Petrobras nº 18/2013: Meninas e Jovens Fazendo Ciências Exatas, Engenharias e Computação, processo: 420505/2013-0, sendo as bolsistas ITI-Bs: Suelem Oliveira Santos de Jesus, Crislaine Santos Oliveira, Ketily Mirelle Santos de Andrade, Danielly Maria nascimento da silva e Mariana de Souza Loureiro (Voluntária); Bolsistas ITI-As: Mirele dos Santos Bispo e Janiele Costa de Jesus (Voluntária), ATP-A: Ana Cecília Nascimento e Santos. O Colégio Estadual Atheneu Sergipense é um colégio publico tradicional e conceituado e tem uma boa absorção de alunos em cursos superiores. As escolha dos colégios: Centro de Excelência Professora Maria Ivanda de Carvalho Nascimento e Colégio Estadual Professor Paulo Freire, juntamente com o Colégio Estadual Atheneu Sergipense foi por aplicarem o sistema integral de ensino e metodologias pedagógicas que colocam os aluno mais próximo da comunidade discutindo temos e problemas do seu atuais. A escolha dos Colégios Estadual Barão de Mauá e Estadual Armindo Guaraná é para fazer um contraponto do sistema de ensino em turno com menos interação com os alunos. Outro aspecto interessante da escolha do Colégio Estadual Armindo Guaraná é que este se situa entre o Campus de São Cristóvão da UFS e o Sergipe Parque Tecnológico – SERGIPETEC, os quais têm muitas interações com o mesmo.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 11/02/2021-31/08/2022
Foto de perfil

Gabriel Henrique Cruz Bonfim

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • análise emocional da interação usuário x artefato por meio da integração de instrumentos: eeg, facereader e auto-relato
  • A área do Design tem evoluído expressivamente nas últimas décadas, especialmente no campo das novas metodologias e instrumentos de avaliação aplicados no desenvolvimento de produtos. De fato, existe um expressivo consenso (especialmente em projetos focados na usabilidade) sobre a importância de se considerar a satisfação do usuário durante a interação com artefatos, sendo o fator emocional um importante componente desta satisfação. Atualmente, novos instrumentos para análise emocional (EEG - Eletroencefalograma; FaceReader - análise de microexpressão facial; e protocolos de auto-relato) contribuem para estudos e métodos de projeto mais robustos e replicáveis. A questão de pesquisa é: “a integração de diferentes instrumentos de análise emocional, durante a avaliação da interação usuário x tecnologia, é sensível a diferentes designs de artefatos?” O objetivo do estudo é esclarecer a influência do design no nível emocional do usuário, durante o uso de artefatos, com instrumentos de análise emocional integrados. O estudo caracteriza-se por ser indutivo, transversal descritivo e experimental, com abordagem quali-quantitativa. O projeto será submetido ao sistema CEP-CONEP, com amostra de conveniência (n=30). Serão aplicados instrumentos de avaliação emocional (descritos anteriormente) e impressora 3D para confecção de protótipos (alternativas dos produtos avaliados). As etapas metodológicas serão: Fundamentação Teórica; Preparação metodológica; Avaliação de artefatos 1 (produtos de uso doméstico e cotidiano; e equipamento de Tecnologia Assistiva - Cadeira de Rodas); Desenvolvimento de alternativas dos produtos avaliados; Avaliação de artefatos 2 (protótipos); Análise de dados; e Divulgação de resultados. Os contributos deste projeto de pesquisa poderão ser disponibilizados na forma de métodos de avaliação de produtos, principalmente durante a prototipação e análise, descritas nas atuais Metodologias de Projeto, tanto no Desenho do Produto, quanto na área do Design.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 09/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Luiz Cruz de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • investigação teórico-experimental envolvendo espécies contaminantes de preocupação ambiental emergente e associadas a ações antropogênicas
  • Contaminantes emergentes são produtos químicos sintéticos ou naturais que não são comumente monitorados na natureza, mas têm o potencial de causar efeitos nocivos ao meio ambiente e/ou à saúde humana. Eles consistem em produtos farmacêuticos, pesticidas, produtos químicos industriais, surfactantes e produtos de cuidados pessoais que são consistentemente encontrados em águas subterrâneas, águas superficiais, águas residuais municipais, água potável e fontes de alimentos. A ameaça reside no fato de que a toxicologia ambiental e humana da maioria desses compostos ainda não foram estudadas, além de que muitos dos mesmos não são ou não podem ser testados/detectados/eliminados em sistemas de água municipais e, então, quando esses contaminantes passam nos sistemas de tratamento de água potável, são gerados subprodutos cujas propriedades químicas ainda não foram determinadas. Assim sendo, estudos acerca do impacto negativo causado por esses compostos, bem como o desenvolvimento de novas abordagens mais sustentáveis e/ou de maneiras de se detectar e degradar os materiais indesejados se fazem claramente necessários. Na presente proposta, pretende-se investigar, através de um estudo teórico-experimental, a estabilidade, métodos de detecção e possíveis rotas de degradação de uma série de contaminantes emergentes. Para isso, abordagens teóricas (baseadas em mecânica quântica) e experimentais (medidas eletroquímicas, eletroanalíticas e experimentos envolvendo técnicas de degradação induzida por radiação) serão utilizadas de forma a se complementarem. Possíveis candidatos a serem estudados são os compostos pertencentes à classe dos ftalatos, difenóis (bisfenol A), hormônios (naturais ou sintéticos), anti-inflamatórios não esteroides, antibióticos e pesticidas neo-nicotinóides. Espera-se contribuir significativamente para ampliação do conhecimento científico sobre esses contaminantes emergentes, os quais foram pouco estudados, no referido escopo.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Nascimento dos Santos

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • racismo e antirracismo no ensino de línguas no estado da bahia-brasil
  • Muitos estudos abordando a interação entre raça e racismo nos estudos de linguagem foram desenvolvidos nos Estados Unidos e no Brasil nas últimas décadas (ANYA, 2016; ANZALDUA, 1987; KUBOTA E LIN, 2006; ALIM, 2012; JORGE, 2012; FERREIRA, 2015; NASCIMENTO, 2019). Eles centram-se na necessidade de questionar o papel da linguagem na conformação do racismo e também o papel da linguagem como uma invenção (MAKONI & PENNYCOOK, 2007) que co-naturaliza a existência do racismo (Rosa & Flores, 2017) nas comunidades de prática linguística ou no ensino de línguas. Esta proposta tem como objetivo entender quais são as práticas antirracistas que já existem no ensino de línguas no Estado da Bahia, Brasil. Através desse olhar, queremos compreender como o próprio racismo afeta o ensino de línguas, seja global, local ou glocalmente. No objeto desta proposta não está somente a tentativa de explicar como se dá o racismo no ensino de línguas, mas como os professores resistem ao racismo. Nessa direção, a conhecida educadora negra Glória Ladson-Billings (1994) passou a recolher dos professores, não suas trajetórias de horror, mas as de sucesso. A esse tipo de pedagogia, que inclui aprendizes negros e negras, ela passou a chamar de pedagogias culturalmente relevantes. Nesta pesquisa, tendo como ponto de partida a existência de racismo na língua e na linguagem, pela ação humana racista no ocidente, investigaremos como se dá o racismo e antirracismo no ensino de línguas na Bahia por meio da realização de uma formação continuada em nível de pós-graduação (aperfeiçoamento). O trabalho de campo será feito com coleta de dados etnográficos de professores negros e brancos de línguas, e nosso interesse gira em torno de investigar quais são suas pedagogias racialmente relevantes que constroem noções de cidadania linguística e pertencimento linguístico, como isso é manifestado nas aulas e quais pedagogias podem ser sistematizadas como tecnologias educacionais no nosso campo do saber.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gabriel Paganini Faggioni

Ciências Humanas

Filosofia
  • feira de ciência e tecnologia do pantanal em corumbá - fecipan 2021
  • O IFMS Campus Corumbá realiza a Feira de Ciências e Tecnologias do Pantanal - FECIPAN desde 2012. Desde então, Corumbá participa ativamente de eventos científicos. A FECIPAN é um evento que ocorre anualmente e, a partir da edição 2018, na sede do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul - Campus Corumbá. Foram submetidos para o evento nos últimos nove anos mais de 900 trabalhos de pesquisa com o aceite para participação de mais de 600 projetos de pesquisa de estudantes de nível fundamental e médio dos municípios de Corumbá e Ladário. Participaram da feira mais de 300 professores, entre orientadores e co-orientadores e mais de 1000 estudantes inseridos em projetos de iniciação científica. A FECIPAN é uma feira que faz parte do circuito de eventos desta natureza que o IFMS organiza, cada campus do IFMS possui uma feira sob a sua tutela. Os projetos enviados se inserem em diversas áreas do conhecimento: Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Engenharias e Ciências Agrárias e Multidisciplinar. Os eventos anualmente submetem este projeto ao CNPq para esta modalidade de Edital obtendo apoio ano após ano. Visitaram as edições da feira nestes últimos nove anos, mais de 10 mil pessoas, o que demonstra a importância do evento no calendário local. Trabalhos apresentados na FECIPAN já participaram de eventos regionais, nacionais e internacionais de ciência. Mais de 20 estudantes foram contemplados com bolsas de iniciação científica júnior (ICJ) permitindo aos alunos continuarem suas pesquisas. Os estudantes bolsistas de ICJ pelo IFMS veem no evento a oportunidade de apresentar seus trabalhos à comunidade. A realização e operacionalização das edições da FECIPAN entre 2012 e 2020 foram marcadas pela diversidade de público, com a participação de professores e estudantes de escolas públicas das esferas municipal, estadual e federal e também de escolas privadas do município. Participaram das feiras uma série de avaliadores provenientes de diversas instituições de ensino e pesquisa da região como a Embrapa Pantanal, UFMS Campus Pantanal, instituições particulares de Ensino Superior e Secretarias de Educação dos municípios de Corumbá e Ladário. Todos os anos realizamos oficinas de pesquisa com os professores e coordenadores pedagógicos das escolas do município para facilitar o desenvolvimento dos projetos de pesquisa nessas escolas. As parcerias com a Prefeitura Municipal de Corumbá, Secretaria Estadual de Educação e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul fortalecem a divulgação e fomentam a participação de professores e estudantes. A feira de ciências em Corumbá já se tornou uma tradição para o fomento da ciência e tecnologia na região. Desta forma, o evento possibilitou a toda a comunidade escolar da região participar efetivamente de uma atividade inovadora que poderá trazer a melhoria da capacidade de produzir e disseminar conhecimento científico, da criatividade, do senso crítico e da capacidade de percepção do mundo à sua volta. O alcance destes projetos permite que a missão do MCTIC, em divulgar a ciência, seja alcançada nestes locais. A FECIPAN é um destes eventos, o evento pioneiro dentre as feiras municipais no estado e que pretender continuar atuando neste sentido. Em 2020 vivenciamos uma situação atípica. A pandemia de COVID-19 afastou estudantes e professores dos seus ambientes de pesquisa, interferindo diretamente na produção científica nacional. Ainda assim, o IFMS não deixou de realizar a Semana de Ciência e Tecnologia (SCT) da qual suas feiras, incluindo a FECIPAN, fazem parte. Em um esforço institucional integrado entre os dez campi e reitoria da instituição, realizamos a SCT e feiras em um formato virtual inédito (http://sistemas.ifms.edu.br/semanadetecnologia/2020/). Embora o número de trabalhos aprovados na FECIPAN tenha diminuído em virtude da pandemia, a FECIPAN conseguiu se filiar e distribuir oito credenciais para quatro feiras: FETEC-MS, Ciência Jovem, Febrace e Mostratec. Ademais, o alcance do formato virtual foi inédito. Considerando a página da SCT, foram quase 200.000 acessos entre os dias 5 e 25 de outubro. Nessa perspectiva, o IFMS Campus Corumbá, objetivando contribuir para o desenvolvimento da pesquisa científica e influir positivamente na formação de jovens cientistas, propõe a realização da Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal em Corumbá - FECIPAN/2021 que, esperamos, volte a ocorrer presencialmente. Tal proposta visa envolver os estudantes no desenvolvimento de projetos de pesquisa, que caracterizem pela criatividade, experimentação, inovação e a utilização do método científico. Tais atividades visam desenvolver algumas características como a capacidade comunicativa, desenvolvimento da criticidade, mudanças de hábitos e atitudes, aumento do interesse pelo estudo além de promover, no contexto da interdisciplinaridade, o crescimento pessoal e a ampliação de conhecimentos. Assim, acreditamos que, no contexto da realização de uma feira pantaneira e fronteiriça, estimularemos a difusão do conhecimento e facilitaremos o desenvolvimento da percepção do estudante quanto à importância de se dedicar a atividades de produção do conhecimento como forma de superar as dificuldades e alavancar suas potencialidades educativas, buscando influir positivamente no processo de produção do espaço local, preservando o meio ambiente ao mesmo tempo em que contribui para a melhoria da vida social. Finalmente, no contexto da realização da FECIPAN entre 2012 e 2020, esperamos que a aprovação deste novo projeto torne possível a realização da FECIPAN 2021 dando continuidade ao trabalho iniciado, aumentando o envolvimento e a participação da comunidade, melhorando as ações para o desenvolvimento da educação e promovendo a divulgação da ciência, da cultura, da inovação, incentivando a retomada da produção científica pós pandemia e despertando a vocação de jovens talentosos a seguirem carreiras científico-tecnológicas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 07/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Gabriela Bielefeld Nardoto

Ciências Biológicas

Ecologia
  • modelos isotópicos mecanísticos: base para predições sobre a incorporação das razões isotópicas do ambiente em tecidos animais
  • A relação entre a razão isotópica do hidrogênio e do oxigênio (d2H e d18O, respectivamente) dos tecidos orgânicos dos animais e a água da precipitação tem sido amplamente utilizada para reconstrução da movimentação animal, das relações tróficas, e em estudos forenses, por ser capaz de fornecer informações sobre a origem geográfica dos organismos. Estas aplicações baseiam-se no fato que os tecidos animais que crescem numa mesma localidade compartilham o sinal isotópico representativo do ambiente onde foi formado. Os dados ambientais (temperatura e umidade) podem inferir os valores isotópicos nos tecidos das aves como previamente observado por este grupo de pesquisa. No entanto, a literatura sugere que diferenças fisiológicas e metabólicas das diferentes espécies resultam em sinais isotópicos em seus tecidos específicos para a espécie. O objetivo do projeto será construir modelos mecanísticos isotópicos de tecidos animais utilizando parâmetros fisiológicos para algumas espécies de aves residentes do Bioma Cerrado capazes de conectar os tecidos animais a localizações geográficas, e também estimar a capacidade adaptativa destas frente a cenários de mudanças climáticas. Com isso, ao refinar a resposta isotópica usando-se dados fisiológicos do organismo será possível aumentar a sensibilidade de predição da origem deste indivíduo, assim como testar a vulnerabilidade dos mesmos em diferentes cenários de projeções climáticas. Serão feitas simulações dos padrões da razão isotópica destas aves em dois cenários: i. animais sob diferentes condições ambientais (cativeiro x vida livre) e ii. animais sob diferentes padrões de mudanças de temperatura e precipitação. As previsões dos novos valores isotópicos a partir dos valores destas novas condições ambientais, poderão ser extrapolados para estimar a capacidade adaptativa destas espécies frente a estes cenários.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriela Heiden Teló

Ciências da Saúde

Medicina
  • assistência virtual interativa com interface de voz para gerenciamento do autocuidado e promoção de saúde mental em idosos com diabetes mellitus tipo 2: ensaio clínico randomizado
  • A cada cinco indivíduos com idade acima de 65 anos, um apresenta diagnóstico de diabetes mellitus. Diante do aumento da população de idosos, cada vez mais a prática clínica se depara com limitações relacionadas às complicações do diabetes e às dificuldades do autogerenciamento da doença, o que pode comprometer tanto o bem estar físico, quanto o psicológico do paciente idoso. A tecnologia em saúde constitui uma importante ferramenta no processo de envelhecimento, podendo proporcionar melhora na condição de saúde e autoestima dos idosos, além de oferecer novas oportunidades e desafios. Neste cenário, a utilização de sistemas de interação virtual despontam como alternativas promissoras à população idosa, que frequentemente lida com a falta de convívio social, declínio cognitivo e declínio na capacidade funcional, tornando um desafio o controle de doenças crônicas, como o diabetes. Apesar de amplamente conhecidos os desafios na promoção do autocuidado no idoso com diabetes e o potencial benefício de novas tecnologias, poucos estudos foram realizados até o momento. Este projeto objetiva avaliar a efetividade da utilização de um sistema de assistência virtual interativa em parâmetros de saúde mental e controle glicêmico em idosos com diabetes. Propõe-se um ensaio clínico randomizado e cruzado, para uma intervenção que inclui 3 meses de utilização do sistema Smart Speaker Echo Dot, programado para estimular o autocuidado e melhorar aspectos relacionados à saúde mental. Os desfechos avaliados incluirão parâmetros de saúde mental, qualidade de vida e controle do diabetes.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gabriela Marques Di Giulio

Outra

Ciências Ambientais
  • ciadapta 2: uma abordagem interdisciplinar para desenvolvimento de índices e indicadores de vulnerabilidade aos riscos climáticos e de adaptação urbana no contexto brasileiro
  • Nos últimos anos, extensa bibliografia tem se dedicado à análise do papel das cidades frente às mudanças climáticas, reconhecendo que esses ambientes urbanos: (i) são responsáveis por altas fontes de emissão de gases de efeito estufa; (ii) cumprem importante papel no enfrentamento da crise ambiental e climática; (iii) podem dar impulso às mudanças de paradigmas em relação aos processos de produção e gestão do espaço urbano; (iv) se constituem em lócus ideal de experimentações de novas tecnologias e soluções direcionadas a diversas questões da atualidade; e (v) são importantes na elaboração e condução de estratégias de enfrentamento associadas à mitigação e adaptação climática. Um conjunto de resultados de políticas internacionais também tem enfatizado o papel das cidades como núcleo de experimentos relacionados à habitabilidade, sustentabilidade e mudanças do clima. O Acordo de Paris, a adoção da Agenda 2030 e a Nova Agenda Urbana (ONU-Habitat), por exemplo, sinalizam desafios e oportunidades em diferentes níveis para as cidades, estimulando iniciativas criativas e inovadoras, reconhecendo que os governos locais são importantes atores nesses processos de transição para a sustentabilidade e no planejamento efetivo de adaptação. No Brasil, onde mais de 80% da população vivem em ambientes urbanos, as cidades são foco de atenção particular quando o tema é mudança do clima, especialmente porque concentram as áreas mais suscetíveis a enfrentarem os impactos mais severos das alterações climáticas, como elevação do nível médio do mar (em cidades costeiras) e eventos extremos de precipitação e temperatura. Contudo, ainda que tenha investido esforços para integrar a questão climática em suas políticas e diretrizes, o Brasil como um todo desempenha papel conservador nesta temática e poucas são as cidades brasileiras que já incorporaram nas suas agendas as mudanças do clima como norteadoras de políticas públicas e condutoras de ações. Se, de um lado, fatores cognitivos (incluindo percepções de risco), recursos e elementos organizacionais são importantes para implementar transformações e conduzir ações proativas de adaptação nas cidades brasileiras, de outro, e com maior peso, a interdependência entre as mudanças do clima (com seus riscos, vulnerabilidades, incertezas e negacionismos), as dinâmicas do planejamento urbano e as questões políticas tem sido determinante para atrasar e dificultar processos de adaptação. Soma-se a esse conjunto o fato de que, mesmo nas grandes cidades, a falta de dados e informações que possam ser mobilizados para subsidiar gestão, planejamento e governança é frequentemente identificada como uma das principais barreiras para o avanço da adaptação, traduzindo-se em paralisia e inação por parte dos tomadores de decisão. É nesse contexto e a partir dessas necessidades identificadas que esse projeto se ancora. Com a experiência de uma ampla rede interdisciplinar de pesquisadores, o projeto busca dar continuidade aos estudos sobre impactos climáticos e processos de adaptação em cidades brasileiras, conduzidos na primeira fase do Projeto CiAdapta, e avançar na produção, validação e aplicação de índices e indicadores para avaliação: (i) de vulnerabilidade socioclimática; (ii) de risco aos impactos de eventos extremos climáticos; (iii) do potencial de adaptação e capacidade adaptativa; e (iv) do processo de transformação urbana no contexto brasileiro. São propostos três índices que serão aplicados em todo o território nacional (SCVI, UAI e TUPIndex) e um instrumento de mapeamento participativo de riscos, vulnerabilidades e soluções adaptativas baseadas em infraestrutura verde (SLUCC Mapping), a ser aplicado em sete grandes cidades brasileiras. Para tanto, o projeto se vale de uma abordagem interdisciplinar, com um conjunto de métodos quanti-qualitativos, incluindo revisão de literatura; consultas e análises de bases de dados sociodemográficos, climáticos e biogeofísicos; análises de arcabouços regulatórios e normativos; construção de mapas, com a utilização de SIG; realização de workshops interativos para discussão, coprodução, refinamento e validação dos instrumentos propostos; e realização de reuniões da rede de pesquisadores para análise do conjunto de dados obtidos. O projeto busca produzir índices que incluam métricas robustas, possam ser atualizados periodicamente, sejam facilmente usados e produzidos de forma coparticipativa pelas gestões públicas para impulsionar ações e subsidiar políticas públicas compartilhadas e estejam conectados às especificidades da realidade brasileira. Esse conjunto de informações será disponibilizado na Plataforma AdaptaBrasil e divulgado em publicações científicas e materiais informativos, contribuindo para o debate internacional sobre cidades, mudanças climáticas, vulnerabilidades e adaptação. O desenvolvimento, aplicação, validação e análise desses instrumentos vão ao encontro dos objetivos e metas propostos na Agenda 2030, contemplando de forma direta, em particular, os ODS 13 (Ação contra a mudança global do clima) e 11 (Cidades e comunidades sustentáveis). Ao alinhar os esforços de pesquisa a esses ODS, esta proposta busca combinar os objetivos da adaptação climática à redução de pobreza e questões de desenvolvimento, atentando-se para duas perspectivas pertinentes, sobretudo no contexto de países em desenvolvimento como o Brasil: a chamada adaptação sustentável e o paradigma do desenvolvimento adaptativo. Em comum, ambas sustentam a necessidade de propor ações adaptativas que mitigam riscos associados às mudanças climáticas sem influenciar negativamente o bem-estar de indivíduos e ecossistemas. Os esforços empreendidos buscam, ainda, endossar o papel crítico das cidades no processo de transição para a sustentabilidade, a partir das interações entre as transformações em curso nas cidades brasileiras, quanto à governança e planejamento, inovação e competitividade, estilo de vida e consumo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2021-29/02/2024
Foto de perfil

Gabriela Rodrigues Mendes Duarte

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de testes moleculares rápidos e de baixo custo baseados em lamp para diagnóstico da covid-19 no point-of-care.
  • Em muitos lugares ao redor do mundo, a infecção pelo novo corona vírus (COVID-19) tornou-se um grave problema de saúde pública, causando milhares de mortes. Assim como para todas as doenças de grande impacto social, o diagnóstico rápido e preciso da infecção causada pelo COVID-19 é de grande utilidade na conduta correta com os pacientes e no controle epidemiológico. Um diagnóstico rápido, sensível e precoce da doença é urgente e de extrema importância para conter a pandemia. Testes diagnósticos baseados em reações de amplificação de ácidos nucleicos podem alcançar altos níveis de sensibilidade e especificidade e, diferentemente dos métodos sorológicos representam uma ferramenta importante para o diagnóstico do paciente já no primeiro dia dos sintomas. Estes testes de amplificação de ácido nucleico, liderados por aqueles baseados em reação em cadeia da polimerase (PCR), tornaram-se cada vez mais necessários para o uso em diagnóstico de doenças infecciosas. Atualmente a PCR é a principal técnica utilizada nos diagnósticos moleculares, considerada a técnica ouro para diagnostico de COVID-19. No entanto, associado à PCR, há um elevado custo envolvido devido à necessidade de utilização de ciclos precisos de aquecimento e resfriamento, utilizados para garantir as etapas de desnaturação, hibridização e extensão, conseguidos por meio de termocicladores. A combinação de fatores como alto custo, instrumentação sofisticada, necessidade de múltiplas etapas analíticas e mão de obra altamente qualificada representam obstáculos para que os diagnósticos moleculares movam-se da bancada de laboratórios para aplicações no “point-of-care”, necessários na maioria dos monitoramentos de saúde pública. Em alternativa ao uso da PCR, recentemente tem surgido os métodos de amplificação isotérmica, que tem grande potencial para simplificar os diagnósticos moleculares. Dentre os métodos isotérmicos, um tem se destacado, a LAMP (Loop-Mediated Isothermal Amplification). A LAMP é uma técnica de amplificação de menor custo, simples, rápida, sensível e específica. Essas vantagens são conseguidas devido à utilização da enzima Bacillus stearothermophilus (Bst) DNA Polimerase, que possui atividade de deslocamento de cadeia, e um conjunto de 4-6 iniciadores, que reconhecem de 6-8 regiões do DNA alvo. Vale ressaltar que a enzima utilizada na LAMP é diferente da enzima utilizada na PCR. A LAMP é realizada em condições isotérmicas (60-75 °C), não havendo necessidade da utilização de termocicladores e consequentemente, apresenta potenciais para aplicações no point-of-care. Nesse sentido, este projeto de pesquisa propõe o desenvolvimento de metodologias rápidas para o diagnóstico molecular de COVID-19 baseada na detecção do vírus através da reação LAMP. Recentemente, o grupo de pesquisa da coordenadora deste projeto (Profa. Gabriela Duarte) tem desenvolvido metodologias rápidas baseadas na reação LAMP para detecção de vírus como zika, dengue e chicungunya. Recentemente, dois artigos foram publicados mostrando a detecção do vírus da dengue e zika por RT-LAMP. O primeiro artigo que foi capa do Journal of Brazilian Chemical Society (Mendes et al., 2019) descreve a detecção de DENV-4 em 15 minutos de reação e detecção visual dos resultados com alta sensibilidade e especificidade. O segundo artigo publicado no Journal of Virological Methods (Estrela et al., 2019) mostra a detecção do ZIKV em 10 min com alta sensibilidade e especificidade em um painel de 51 amostras reais de pacientes infectados com ZIKV. Desde o início da pandemia no Brasil nosso grupo se mobilizou para adaptar a metodologia que vem sendo utilizada para detecção de outros vírus para a detecção do COVID-19 afim de entregar para a sociedade um teste diagnóstico rápido e alternativo a PCR que possua grande capacidade de testagem, especialmente para lugares com pouca infraestrutura. Devido a experiência prévia do grupo em desenvolver métodos LAMP para detecção de vírus foi possível a obtenção rápida dos resultados preliminares. Os resultados obtidos até o momento são promissores para o desenvolvimento de uma metodologia molecular rápida para auxiliar o diagnóstico da COVID-19 e que também poderá ser adaptada futuramente para outros vírus em caso de uma futura pandemia. Importante também abordar o ciclo do COVID -19 no meio ambiente, já que, existe a possibilidade de pacientes infectados eliminarem as fezes contaminadas com vírus que alcançam a tubulação de esgoto, muitas vezes sendo necessários processos de desinfecção já no lançamento antes de alcançar a rede de esgoto evitando assim a possível chegada de contaminantes a ETE ou até mesmo aos mananciais de água, tendo em vista que apenas 45% do esgoto gerado no Brasil passam por algum tipo de coleta e/ou tratamento, e ainda sim de maneira precária.Estudos realizados por Wang, et al., (2005) sugerem que o esgoto hospitalar proveniente de pacientes com SARS CoV pode transmitir o vírus. Os pesquisadores observaram a presença do RNA do vírus no esgoto hospitalar antes da desinfecção e também pós desinfecção. Tornando assim o sistema de esgoto uma possível rota de transmissão. Desta forma, este projeto propõe também o desenvolvimento das metodologias para detecção do vírus Sars-CoV-2 em amostras ambientais. Com a metodologia baseada em RT-LAMP desenvolvida neste projeto para o diagnóstico molecular rápido de COVID-19 pretendemos: 1)Desenvolver, otimizar e validar um kit para realizar em microtubos o disagnóstico de COVID-19. 2)Adaptar a metodologia desenvolvida em microtubos para dispositivos microfluídicos descartáveis e de baixo custo. Esse dispositivos portáteis tem grande potencial para aplicações no point-of-care. Estes dispositivos também propiciarão o desenvolvimento de uma metodologia multiplex para detecção simultanea dos principais respiratórios. 3)Utilizar as metodologias desenvolvidas para rastrear a presença do COVID-19 em amostras ambientais, tais como água de abastecimento.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 27/07/2020-26/08/2022
Foto de perfil

Gabriela Trindade Perry

Ciências Humanas

Educação
  • o quanto eu quero este certificado? desestimulando a burla em moocs
  • MOOCs são cursos online, massivos e abertos, com expressivo potencial de democratização do conhecimento – e que podem ser uma resposta aos desafios impostos pela economia e pela pandemia de Covid-19. Por isso, em 2016 criamos a plataforma Lúmina (baseada em Moodle), que hoje tem mais de 400 mil inscritos e 80 MOOCs. Como os MOOC (usualmente) não têm acompanhamento por professores e oferecem poucas opções de avaliação automatizada, é fácil obter certificados por meio de comportamentos indesejados – por exemplo, usando contas secundárias para coletar respostas; plágio; respondendo de forma lacônica em fóruns e wikis. O motivo desse comportamento é que o certificado tem valor para órgãos públicos para fins de progressão/capacitação ou como comprovantes de “horas complementares” em cursos de graduação. Por isso, estamos adaptando a Teoria das Expectativas e Valores para estimar a probabilidade de conclusão do curso (CAAE 45733221.6.0000.5347), considerando a expectativa de ser bem-sucedido, a importância do certificado e o custo para se engajar no curso. Atualmente estamos realizando a avaliação psicométrica dos instrumentos de coleta. Com base nisso, identificaremos perfis (por exemplo: oportunista, desalentado, engajado, burlador), que serão usados como categorias de um modelo de aprendizagem de máquina, que considerará o design instrucional na categorização dos estudantes nos perfis. Este modelo estará representando numa dashboard, que o professor usará para decidir se deve dificultar ou facilitar o acesso ao certificado, testando o impacto de diferentes configurações em seu curso. Um benefício extra é que os plugins que criarmos poderão ser utilizados por outras plataformas Moodle. As etapas da pesquisa serão: 1) elaboração do modelo de previsão dos perfis; 2) seleção e preparação dos MOOCs que serão objeto da pesquisa; 3) criação da dashboard; 4) análise de dados e elaboração de relatórios.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 11/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Gean Paulo Michel

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • conectividade hidrossedimentológica como peça-chave ao entendimento da dinâmica de água e sedimentos em bacias montanhosas
  • A erosão é um dos maiores problemas ambientais, acarretando impactos locais e regionais. Para abordar esta problemática, a teoria da Conectividade Hidrossedimentológica (CH) vem sendo mundialmente empregada. A CH é definida como a transferência de água e sedimentos entre compartimentos da paisagem. A produção de água e sedimento depende das características estruturais da bacia e da magnitude e frequência dos processos hidrossedimentológicos, os quais promovem a transferência espaço-temporal de matéria. Assim, caracterizar a CH do sistema consiste em compreender onde, quando e em que intensidade esses processos ocorrerão. Em bacias montanhosas, a dinâmica dos sedimentos apresenta diversidade de processos, desde erosão laminar até movimentos de massa, o que representa um desafio para metodologias tradicionais de estimativas de produção de sedimentos e é onde a teoria da CH vem demonstrando potencial de aplicabilidade. A hipótese aqui levantada é que o uso da teoria da CH em estudos de bacias montanhosas permite uma quantificação espaço-temporal da dinâmica de água e sedimentos (e.g. quantificação da produção de sedimentos) e um melhor entendimento dos próprios processos hidrossedimentológicos envolvidos. Estudos atuais mostram que a CH é peça-chave para o entendimento da dinâmica de sedimentos e a tratam como uma propriedade emergente do sistema. Quando expressa por índices, representa padrões espaço-temporais de transferência de sedimentos ao longo da bacia. Assim, a associação de valores destes índices a valores de quantificação dos processos, obtidos por monitoramento e modelagem, pode resultar na emergência de novas metodologias de representação e quantificação da dinâmica dos sedimentos. A proposta tem como base o monitoramento, em diferentes escalas, de parâmetros/processos hidrossedimentológicos de uma bacia montanhosa. À luz dos resultados, a teoria da CH será empregada em índices e modelos, visando a melhor representação da dinâmica hidrossedimentológica.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gecilane Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • viii feira de ciências do estado do tocantins: caminhos e perspectivas
  • O presente Projeto tem como principal objetivo colaborar para a melhoria do Ensino de Ciências e Biologia no nível Fundamental e Médio da rede de ensino da Educação Básica do Estado do Tocantins – Região Norte do Brasil, por meio da introdução de uma prática de pesquisa no Ensino de Ciências e Biologia, bem como, estimular o processo interdisciplinar por meio da realização de projetos. A proposta tem como tema central a realização da VIII Feira de Ciências do Estado do Tocantins, tendo como tema: Pesquisa na Educação Básica: caminhos e perspectivas. O evento terá em sua programação momentos de reflexão sobre o que é e como fazer ciências. Tem por objetivo também, selecionar dez trabalhos de pesquisa realizados por alunos da Educação Básica que se destacarem dentro dos critérios estabelecidos para avaliação, sendo estes premiados com troféus e Bolsas de Iniciação Científica Junior – CNPq. Os trabalhos serão apresentados na formal de painel por dois alunos tendo um professor orientador e publicados seus resumos num livro do evento (Anais). Para melhor apresentação dos resultados dos trabalhos, os alunos poderão também utilizar, mapas, modelos, maquetes e outros recursos.
  • Universidade Federal do Tocantins - TO - Brasil
  • 31/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Geilsa Costa Santos Baptista

Ciências Humanas

Educação
  • interculturalidade na formação docente para o letramento científico e tomada de decisões por estudantes de comunidades tradicionais
  • A presente pesquisa, que tem natureza qualitativa e o interacionismo simbólico como abordagem central, objetiva descrever e fomentar a formação docente e ensino intercultural de ciências naturais e biologia como forma de contribuir para o letramento científico e a tomada de decisões por parte dos estudantes oriundos de comunidades tradicionais, tendo como base a etnobiologia, a história e a filosofia das ciências. Os procedimentos metodológicos têm amparo na pesquisa ação e consistirá em dois momentos, envolvendo uma escola pública estadual do Retiro, município de Coração de Maria, Bahia. 1. Diagnóstico, com a realização de entrevistas semiestruturadas com professores de ciências naturais e biologia bem como com estudantes agricultores dos níveis Fundamental e Médio a fim de conhecer as suas realidades, expectativas e interesses no que tange ao diálogo intercultural e letramento científico; elaborar e avaliar programas de cursos de formação de professores de ciências e biologia para o diálogo intercultural, letramento científico e tomada de decisões pelos estudantes e 2. Aplicação de um curso de formação continuada envolvendo aspectos teóricos (da etnobiologia, da história e da filosofia da ciência) e práticos (da etnobiologia e do ensino de ciências) com investigação de saberes tradicionais, elaboração e aplicações em salas de aula de recursos e sequências didáticas e montagem de um laboratório de etnobiologia agrícola na escola. Serão realizadas entrevistas semiestruturadas com os professores de biologia do colégio sob estudo antes e após as suas participações nos referidos cursos a fim de avaliar o impacto nas suas formações e aprendizagens dos estudantes agricultores. Os registros serão gravados e anotados em diários de campo e as análises serão sobre os conteúdos, com geração de categorias temáticas e em diálogos com a literatura da área de ensino de ciências e da etnobiologia.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Geisa Colebrusco de Souza Gonçalves

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • modelos de organização de serviços e custos relacionados à atenção domiciliar: uma revisão de escopo
  • Resumo: Mudanças no perfil epidemiológico das populações faz com que os sistemas de saúde organizem modelos de assistências que são condizentes com essas mudanças, favorecendo assim o bom funcionamento das Redes de Atenção à Saúde, sua articulação e relação entre serviços de modo a dar conta das necessidades de saúde dos indivíduos e famílias. Objetivo: mapear, de forma ampla e sintetizar as evidências disponíveis sobre as diferentes formas de atenção domiciliar, de modelos e serviços e de equipes de assistência domiciliar adotados pelos sistemas de saúde no mundo e os custos decorrentes dessas propostas. Metodologia: Trata-se de uma revisão de escopo, delineada a partir das diretrizes proposta pelo Joanna Briggs Institute. O mnemônico utilizado será o PCC, População: gestores, profissionais de saúde, indivíduos, cuidadores domiciliares e/ou famílias; Conceito: modelos de serviços, de equipes de atenção à saúde e custos e Contexto: atenção domiciliar. A pergunta de pesquisa deste estudo é: Qual são os modelos de serviços e de equipes de atenção à saúde e os custos envolvidos na atenção domiciliar existentes nos sistemas de saúde? Resultados esperados: As contribuições geradas pretendem subsidiar os diferentes tomadores de decisão com sínteses de evidências dos modelos de atenção e de organização dos serviços e de equipes, além dos custos implicados na assistência domiciliar para subsidiar a construção e proposição de políticas públicas de saúde voltadas à atenção domiciliar.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 14/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Geise Teixeira do Nascimento

Outra

Divulgação Científica
  • fecinova 2022 – feira de ciências e tecnologias de nova andradina - ms
  • A FECINOVA de 2022, Feira de Ciência e Tecnologia de Nova Andradina, vem em sua nona edição para estabelecer e ampliar as propostas feitas em suas edições anteriores. Uma vez que é uma feira de ciência de nível municipal, tem como objetivo divulgar a educação científica entre professores e estudantes de redes educacionais locais, estaduais e federais, promovendo o ensino do método científico e, acima de tudo, cativando e motivando o público-alvo em formas envolventes de ensino e aprendizagem. Com o objetivo de apresentar 80 trabalhos do ensino básico e secundário, a FECINOVA de 2022 tem um papel importante na integração da comunidade local em sua produção científica e para aproximar as instituições de ensino locais que promovem a cooperação mútua. Como parte do cenário científico local do Vale do Ivinhema, espera-se que a FECINOVA de 2022 contribua ainda mais para a expansão dos horizontes científicos e tecnológicos dos participantes.
  • Instituto Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 24/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Gelmires de Araujo Neves

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de cerâmicas porosas: aplicação em tratamento de águas e biomateriais
  • A contaminação dos recursos hídricos e escassez de água potável e o aumento significativo das doenças relacionadas ao envelhecimento, como a osteoporose e os traumas ósseos associados a ela. Essas duas questões têm grande impacto social e econômico e exigem grande esforço de pesquisadores para encontrar alternativas que minimizem esses impactos, que afetarão a segurança hídrica e alimentar, a saúde e a qualidade de vida da população ao longo deste século. Neste contexto, surgem as inovações nos métodos de processamento de cerâmicas porosos que podem contribuir para a evolução dos sistemas de filtração e tratamento de águas e auxiliar no progresso dos biomateriais. Assim, visando atender essas grandes demanda da sociedade e inovar no aprimoramento de uma tecnologia mais acessível, este projeto tem por objetivo o desenvolvimento de cerâmicas porosas para aplicação em tratamento de águas e biomateriais utilizando a técnica de freeze casting, se caracterizando como um projeto científico-tecnológico de inovação. Para tanto serão utilizadas matérias primas locais, de baixo custo, para a produção de membranas cerâmicas utilizando a técnica de freeze casting. Também serão utilizados materiais carbonáceos (MDCs) oriundos da pirolise de redes metalorgânicas (MOFs) associados a espumas cerâmicas produzidas por freeze casting para obter membranas com elevada capacidade adsortiva, maximizando o potencial de filtração e purificação dos materiais desenvolvidos. Paralelamente também será usada a rota de freeze casting para a produção de scaffolds de cerâmicas bioativa através de uma rota inovadora que possibilita a obtenção de cerâmicas porosas com poros isométricos, interconectados e com dimensões acima de 100 micrometros. Assim, com a execução do projeto espera-se desenvolver uma metodologia inovadora que possa ser usada tanto para a produção de membranas cerâmicas como para o desenvolvimento de scaffolds mais acessíveis e eficientes.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

George Rêgo Albuquerque

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • o avanço da uesc em áreas estratégicas: saúde e bioeconomia
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Geraldine Alves dos Santos

Ciências Humanas

Psicologia
  • análise da relação entre síndrome da fragilidade, estratégias de seleção, otimização e compensação, fadiga emocional e dermatoglifia em pessoas idosas
  • O Consenso Brasileiro de Fragilidade em Idosos desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (2018) apontou a necessidade de ampliar os estudos sobre a Síndrome de Fragilidade em pessoas idosas brasileiras demonstrando a relevância de novos estudos que permitam a identificação precoce e objetiva. Os estudos têm identificado muitas variáveis para a manutenção da qualidade de vida durante a velhice. Entretanto, a manutenção da funcionalidade não ocorre apenas na velhice avançada quando já está instalada a síndrome da fragilidade. Precisamos de indicadores que apontem os riscos de desenvolvimento da síndrome da fragilidade antes que ela ocorra. Um dos estudos mais consolidados é o CHS (Cardiovascular Health Study) que desenvolveu um instrumento que tem sido aplicado mundialmente para avaliar a fragilidade. A Rede Fibra de pesquisa (Estudo da Fragilidade na população idosa brasileira) estudou a relação desta avaliação fisiológica da fragilidade, ou seja, do fenótipo da fragilidade, com os aspectos sociais e psicológicos, encontrando associações significativas principalmente com as variáveis psicológicas. O objetivo geral do presente estudo é avaliar a associação dos parâmetros da síndrome de fragilidade desenvolvida pelo CHS, com as estratégias de seleção, otimização e compensação, fadiga física e emocional e a dermatoglifia. O delineamento metodológico será quantitativo, correlacional e transversal. A amostra será composta por 400 pessoas idosas, com idade entre 60 e 79 anos, de ambos os sexos. Os instrumentos utilizados serão: Fenótipo da Fragilidade do CHS; Inventário SOC-12; Escala de Avalição da Fadiga (EAF); Técnica de dermatoglifia. As análises serão realizadas pelo Programa SPSS v. 25.0 e utilizado o teste de correlação de Spearman (p ≤0,05). Portanto, será possível a detecção precoce da possibilidade do desenvolvimento da síndrome de fragilidade e o estabelecimento de programas de intervenção física e psicológica.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Geraldo Alves Damasceno Junior

Ciências Biológicas

Ecologia
  • estudo de longa duração dos efeitos do fogo ao longo do gradiente de inundação no pantanal
  • O fogo em áreas inundáveis coloca dois fenômenos opostos trabalhando de maneira alternada proporcionando para a biota condições extremas ao longo de um ciclo sazonal. O Pantanal é uma das maiores áreas úmidas tropicais contínuas do mundo, sujeita a eventos sazonais de cheia e seca e plurianuais de fogo. No que tange ao fogo, o Pantanal tem passado por um grande ciclo de seca com grandes incêndios florestais como nos anos de 2019 e 2020. A dinâmica dessa interação do fogo com a inundação sazonal e as suas consequências na biota, na paisagem e como isso pode ser utilizado no manejo sustentável dos seus recursos naturais ainda são pouco compreendidos pela ciência. O presente projeto tem como objetivo avaliar o efeito do fogo recorrente e da inundação na dinâmica da biota, da paisagem e dos serviços ecossistêmicos para subsidiar o manejo sustentável no Pantanal associado à cultura local. O projeto será executado numa área que abrange os Pantanais do Miranda-Abobral, Nabileque, Paraguai e Nhecolândia, onde (com exceção da Nhecolândia) estão concentradas as maiores incidências de focos de calor nos últimos 20 anos, segundo dados obtidos junto ao site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. É nessa área que a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (proponente) tem maior disponibilidade de infra estrutura com uma base de pesquisas e um Campus universitário (Corumbá), onde está localizada uma Área de Proteção Ambiental (APA da Baía Negra), a reserva indígena Kadiwéu e a fazenda Nhumirim da Embrapa. O estudo será realizado com desenho adaptativo. Serão mapeadas as áreas queimadas por ano, com auxílio de imagens de satélite, dos últimos 20 anos para se estabelecer o histórico de fogo da região. O mapeamento terá resolução de 30 m. A partir desse mapeamento serão selecionadas áreas com histórico de fogo diferentes para realização de estudos experimentais e observacionais. Serão selecionadas para os estudos áreas com diferentes históricos de fogo. Serão realizados experimentos de queima controlada para avaliar o efeito do fogo ao longo do gradiente de inundação na dinâmica de áreas de campo utilizadas como pasto nativo para o gado, de campos de arroz nativo, que é colhido por membros de comunidades ribeirinhas para melhoria de renda, de espécies arbóreas e liquens. Serão também avaliadas as variações nos solos com fogo e com a inundação e seus possíveis efeitos na dinâmica da vegetação. Além disso serão avaliadas ao longo dos anos a capacidade de rebrota das espécies, seus sistemas subterrâneos, banco de sementes e de plântulas além da dinâmica de variação das estratégias de dispersão ao longo do gradiente de inundação com históricos de fogo diferentes. Serão selecionadas 10 espécies vegetais dentre as mais abundantes nas diferentes fisionomias para estudo da variação ao longo do tempo dos compostos secundários em relação ao gradiente de inundação e com fogo. Serão também avaliados os efeitos do fogo na dinâmica da ictiofauna, do zooplancton, dos anuros, da fauna de grandes mamíferos e das redes de interação de polinizadores e plantas. O projeto pretende ainda avaliar o conhecimento tradicional das populações ribeirinhas, fazendeiros e indígenas em relação ao manejo do fogo e suas consequências nas áreas inundáveis. Verificar ainda qual a percepção da população em relação a doenças que podem estar associadas a ocorrência das queimadas e dos incêndios florestais e quais as plantas medicinais utilizadas para resolver esses problemas. A dinâmica da variação do carbono nos solos será também avaliada ao longo do gradiente de inundação com diferentes históricos de fogo. Em nível de paisagem serão estudadas também as características das paisagens com maior histórico de fogo recorrente. As áreas queimadas nos grandes incêndios florestais de 2019 e 2020 também poderão ser aproveitadas no desenho.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Geraldo Andrade Carvalho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • nanoformulações de inseticidas botânicos contra percevejos e lagartas: eficiência, seletividade e modo de ação
  • O uso intensivo de inseticidas sintéticos na agricultura tem causado seleção de populações de pragas resistentes, eliminação de organismos não-alvo e contaminação ambiental. Diante disso, o governo brasileiro lançou em 2020 o Programa Nacional de Bioinsumos (PNB) objetivando aproveitar o potencial da biodiversidade e ampliar a oferta de matéria-prima para produção agrícola sustentável. Considerando que o Brasil apresenta mais de 40 milhões de ha de soja e milho e que essas culturas sofrem com o intenso ataque de pragas, tais como, lagartas e percevejos, é comum o uso de inseticidas sintéticos, exigindo constantemente novos princípios ativos para seu controle. Nesse contexto, torna-se evidente a necessidade de novos produtos desenvolvidos com base sustentáveis. Essa proposta tem como objetivo desenvolver nanoformulações baseadas em inseticidas botânicos para o manejo de lagartas do complexo Spodoptera e de percevejos, e que sejam seletivos a organismos não-alvo. É sabido que entre os principais entraves para a comercialização de inseticidas botânicos estão a baixa estabilidade durante o armazenamento e transporte; baixo período residual; necessidade de grande quantidade de ingrediente ativo, além do escasso conhecimento sobre seu modo de ação. Para contornar esses problemas, o desenvolvimento de inseticidas botânicos em misturas e nanoformulações (tecnologia que aumenta até 30% a eficiência do ativo) vem se mostrando promissor. Portanto, nesse projeto a hipótese a ser investigada é que inseticidas botânicos, em misturas e nanoformulados, são mais tóxicos para as pragas; exigem menor quantidade de ingrediente ativo; são mais persistentes e estáveis; e são compatíveis com organismos não-alvo, quando comparados em sua forma convencional. Para isso, as nanoformulações serão testadas quanto à sua toxicidade para insetos pragas e a segurança para organismos não-alvo. As bases fisiológicas e moleculares do mecanismo de ação desses compostos também serão investigadas.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Geraldo Lorenzi Filho

Ciências da Saúde

Medicina
  • impacto da monitorização remota da oximetria e frequência cardíaca em pacientes internados em isolamento por covid-19
  • A pandemia pelo COVID provoca frequentemente insuficiência respiratória por hipoxemia. Os hospitais do país tem sido sobrecarregados por pacientes que necessitam de observação rigorosa do padrão respiratório e da hipoxemia. O cuidado do paciente é extremamente dificultado pela indisponibilidade de oxímetros e agravada pela reduzida disponibilidade de equipamento de proteção individual. Propomos um estudo randomizado que testará a eficácia e segurança do monitoramento remoto de oximetria nos pacientes infectados pelo novo coronavírus em isolamento na enfermaria do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da USP. É prevista a inclusão de 90 pacientes. Os desfechos primários serão: 1. Número de vezes que o sistema de segurança for acionado determinado por SPO2 < 85% por 3 medidas consecutivas, ou qualquer medida de SPO2 <75% 2. Número de vezes que o sistema detectar 3 medidas consecutivas de SpO2 <90%.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/08/2020-03/09/2022
Foto de perfil

Geraldo Tadeu dos Santos

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • estratégias de alimentação para vacas leiteiras com alimentos alternativos e uso de antioxidantes naturais
  • Com aumento da demanda por alimentos (ALI) e elevação dos custos é urgente o uso de alternativas na nutrição animal. ALI de boa composição nutricional promovem saúde aos animais, contribuem para pecuária mais lucrativa e sustentável e resultam em produtos de qualidade (Qlde) aos humanos. A silagem da parte aérea da rama de mandioca (SPARM) pode ser uma alternativa para os ruminantes (RU), uma vez que, esta possui boa qualidade nutricional, é rica em tanino e substitui a silagem de milho. Assim como a SPARM, a Acácia negra (Acacia mearnsii) (AN) é fonte de taninos e pode ser uma opção, como aditivo, na alimentação de RU, na modulação da degradação da proteína e redução da emissão de metano. Entretanto, diferente da cultura do milho, não se sabe qual a melhor variedade de mandioca para ser ensilada, momento da colheita, o quanto a SPARM poderia substituir a silagem de milho e qual seu efeito sobre os parâmetros metabólicos, produtivos e de qualidade do leite (QLeite). Da mesma forma, não se tem definido níveis de uso do tanino da AN e seus efeitos sobre esses mesmos parâmetros. Dado a qualidade da composição química da SPARM ela pode atender as exigências de vacas lactantes de média produção. Assim, nossa hipótese é que há uma variedade mais indicada para ensilagem, assim como uma melhor idade para o corte. Os taninos provenientes dessas duas fontes são eficazes em reduzir a produção de metano, melhorar o desempenho animal e a QLeite. Para isso, serão conduzidos experimentos in vitro, in situ e in vivo, onde serão avaliadas a Qlde nutricional, fermentativa e microbiológica da SPARM, além da metabolômica não direcionada da SPARM, a idade ideal do corte da parte aérea, e quais os efeitos dos taninos presentes na silagem e na AN sobre a população microbiana ruminal e de proteases endógenas em células somáticas do leite e análise qualitativa da expressão de genes envolvidos no metabolismo, antioxidantes na glândula mamária.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Geraldo Wellington Rocha Fernandes

Ciências Humanas

Educação
  • a promoção da alfabetização científica e tecnológica em comunidades e escolas de educação básica no alto jequitinhonha (mg) a partir das metodologias e abordaegens diferenciadas em ensino de ciências
  • Este projeto é proposto por dois Grupos de Pesquisa (GP) em “Ensino de Ciências” da UFVJM: o Grupo de Pesquisa em Abordagens e Metodologias de Ensino de Ciências - GPAMEC e o Grupo de Estudos em Teoria Ator-Rede e Educação – GETARE. Este projeto tem como objetivos: 1) Compreender como as ações e propostas do GPAMEC e GETARE podem contribuir para a Alfabetização Científica e Tecnológica de crianças, jovens e professores de Ciências da Natureza da educação básica, nas escolas e comunidades do Alto Jequitinhonha em Minas Gerais; e 2) Analisar como as crianças, jovens e professores compreendem essas ações e propostas. Fazem parte deste projeto os seguintes contextos: 1) Municípios do Alto Jequitinhonha: 17 municípios; 2) Escolas participantes: serão selecionadas, a partir do menor Ideb, uma a duas escolas por município; 3) Professores de Ciências de algumas escolas do Alto Jequitinhonha; 4) Estudantes da educação básica: cujos professores de Ciências estiverem participando do projeto; 5) Professores da UFVJM: vinculados aos dois GP; 6) Estudantes de graduação: participantes dos GP; e 7) Estudantes de pós-graduação: pós-graduandos do PPGECMaT que poderão desenvolver e aplicar os seus produtos nas escolas participantes. As ações consistirão em duas fases: 1) ações de formação continuada com os professores de Ciências da Natureza, em forma de Seminários/Oficinas, baseadas nos princípios teóricos das Metodologias e Abordagens Diferenciadas em Ensino de Ciências (MADECs), que serão desenvolvidos pelos dois GP; e 2) ações com os estudantes nas aulas de Ciências, das escolas participantes, baseadas nas MADECs. Os sujeitos participantes da pesquisa serão professores de Ciências e alunos das escolas parceiras, do Alto Jequitinhonha. Os dados, de natureza qualitativa, serão provenientes de: a) Videogravação; b) Textos e Narrativas; etc. e que serão analisados pela Análise Textual Discursiva (ATD) e pelos marcos teóricos-conceituais de cada GP.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 07/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Geraldo Wilson Afonso Fernandes

Ciências Biológicas

Ecologia
  • mudanças globais em montanhas tropicais
  • As mudanças provocadas pelo aquecimento global são rápidas em comparação com tempo demandado para a evolução e colonização das espécies - de milhares de anos. Muitos estudos já revelam o deslocamento de espécies de plantas e animais para regiões mais altas, conforme aumenta a temperatura do globo. As espécies raras e adaptadas ao frio são as mais ameaçadas de risco de extinção por não terem mais para onde se mover. Nas montanhas estão ocorrendo os primeiros colapsos da biodiversidade do planeta, e essas mudanças provocarão a extinção de uma parcela expressiva da riqueza de vida na Terra. Nossas modelagens sobre espécies de pássaros e anfíbios indicam a mesma tendência, infelizmente e clamam por medidas urgentes e políticas públicas sólidas e duradouras. Aliado às mudanças globais, o campo rupestre no Espinhaço apresenta outro enorme desafio, o de sobreviver face à velocidade das incessantes pressões causadas pelo uso irracional do seu patrimônio natural e ignorância da população em entender que o “tip point” ou colapso permanente pode estar se aproximando rapidamente. No sítio de Pesquisas de Longa Duração na Serra do Cipó (Sítio 17), estamos progredindo rapidamente e fortemente na geração e fornecimento de informações precisas das variações do clima e de respostas da biodiversidade e serviços ecossistêmicos em função das mudanças climáticas e de uso do solo. Uma análise crítica das três fases iniciais do PELD CRSC evidencia um enorme e sólido sucesso que nos permite pleitear a renovação para esta nova etapa. A seleção dos sítios para a instalação das estações de monitoramento climático foi discutida com detalhes, pois precisava-se de locais seguros e logística para o trabalho e manutenção. Uma vez instaladas, iniciamos prontamente as coletas para determinação dos padrões de elevação e climáticos, além dos mecanismos que determinam a biodiversidade nas montanhas do Espinhaço. Há fortes indícios de tendência a um forte aumento na temperatura e diminuição da precipitação na região, o que pode ocasionar um profundo impacto na vida de mais de 50 milhões de brasileiros. Os dados anteriores mostraram que a região de estudo é detentora da maior diversidade mundial de fungos micorrízicos arbusculares, de grande importância em segurança alimentar, biodiversidade e funcionamento de ecossistemas. Também registramos uma altíssima diversidade de insetos como formigas (290 espécies), incluindo seis novas espécies para a ciência. O mesmo padrão foi observado para borboletas (2 espécies novas) e muitas outras espécies novas tem sido descobertas. Ampliamos o conhecimento do funcionamento do ecossistema extremo do campo rupestre, sobre as estratégias de sintonia entre solo-clima-vegetação-fauna-microrganismos. Geramos modelos de distribuição de várias espécies e interações em função destas adaptações. Estes resultados inéditos têm propiciado traduzir este conhecimento para a sociedade e auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas para a conservação desta região. Os resultados do sitio CRSC têm sido publicados nos melhores periódicos nacionais e internacionais e rapidamente traduzidos para a sociedade, conforme lista de publicações oferecidas no projeto. O projeto tem também servido para o treinamento de um grande número de estudantes e na publicação de livros nacionais e internacionais. Nesta etapa, iremos i) dar continuidade ao monitoramento climático, ampliando-o e modernizando-o de forma que os mesmos possam ser utilizados pela sociedade científica e tomadores de decisão; ii) iniciar os primeiros estudos do clima passado do Espinhaço tendo como foco a região dos campos rupestres e conectar tais achados a vegetação atual e futura; iii) iniciar estudos de um dos processos mais importantes na montagem e dinâmica ecossistêmica, o da decomposição; iv) dar prosseguimento no entendimento das variações da flora e fauna, em especial aquelas espécies que respondem aos distúrbios antrópicos, tais como o fogo – representadas pelo banco de sementes de espécies regenerantes e de consumidores primários); v) entender como as variações climáticas podem alterar a distribuição de espécies da flora e da fauna ao longo do ambiente montanhoso, além de possíveis mudanças na fenologia vegetal e em interações como a polinização; vi) entender como que algumas espécies podem influenciar a montagem e dinâmicas dos ecossistemas. Além disso, estamos propondo novos projetos tendo em vista a rápida dinâmica com que as mudanças no uso do solo tem afetado nos padrões de distribuição da biodiversidade e funcionamento do campo rupestre. Assim, iremos também vi) buscar consolidar o conhecimento sobre as espécies invasoras nos ecossistemas montanhosos; vii) ampliar o conhecimento dos táxons indicadores das mudanças climáticas, construindo um sólido banco de dados empíricos, viii) dar continuidade ao monitoramento daqueles grupos de invertebrados indicadores da qualidade da água frente aos distúrbios climáticos e antrópicos ao longo do gradiente altitudinal; ix) aprofundar o conhecimento sobre as meta-comunidades de invertebrados, incluindo aqueles indicadores de mudanças globais nas ilhas de floresta atlântica nos cumes do Espinhaço com vistas a inserir as dinâmicas nestas florestas como sentinelas das mudanças globais em montanhas. Ao final desta nova fase, iremos sintetizar o conhecimento e desenvolver modelos em várias áreas, tais como aqueles envolvendo o banco de espécies regenerantes e de solo, além de modelos de distribuição de espécies endêmicas e invasoras, da distribuição e nicho de algumas espécies estruturantes e ameaçadas do campo rupestre. Este conhecimento é importante para entender o funcionamento dos frágeis ecossistemas de montanhas e dos impactos sobre sua alteração na gigantesca população que depende dos serviços ambientais fornecidos pelas montanhas do Espinhaço. Novamente, a geração de conhecimento sólido sobre estas montanhas e seus campos rupestres tem sido possível apenas graças a estudos a longo prazo.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 15/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Gerardo Magela Vieira Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • contribuição genética, química e farmacológica à anurofauna e flora dos biomas cerrado e caatinga do estado do piauí
  • A crescente ação humana aliada a fatores ambientais vem colaborando com a destruição e/ou extinção de espécies que habitam os mais variados biomas ao redor do mundo. O estado do Piauí, possui dois importantes biomas do Brasil, o Cerrado (segundo maior bioma brasileiro) e a Caatinga (bioma endêmico), ambos passam por um processo de desertificação no estado, extinguindo consigo espécies da flora e fauna ainda pouco estudadas do ponto de vista genético, químico e farmacológico. As espécies da fauna e flora carregam consigo biomoléculas com alto potencial farmacológico, sendo que a diversidade de metabólicos encontrados em espécies vegetais e animais pode ser reflexo da variabilidade genética. A análise da variação genética e química detectada pode corroborar informações importantes para o monitoramento das espécies, na identificação e preservação de genótipos ainda pouco estudados e endêmicos, a fim de se explorar racionalmente o potencial da biodiversidade brasileira. Em virtude do exposto, a presente proposta tem como objetivo estudar a variabilidade genética e química de espécies de plantas e anfíbios dos biomas cerrado e caatinga do estado do Piauí, concomitante à busca de substâncias com potencial farmacológico frente às atividades cardiovascular, antioxidante, cicatrizante, citotóxica, antimalárica e anti-inflamatória. Para atingir os objetivos, a equipe de pesquisa, apesar de emergente, conta com pesquisadores com experiência em química de produtos naturais, estudos de variabilidade genética, realização de atividades farmacológicas e identificação de espécies, e que já possuem pesquisas em andamento com diversas espécies vegetais e de anfíbios dos biomas citados, além de parcerias com outros grupos de pesquisas para realização de atividades biológicas em modelos in vivo e in vitro. A equipe também dispõe de laboratórios com infraestrutura para realização da pesquisa proposta e a sua execução contribuirá para a formação de recursos humanos qualificados.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gercina Ângela de Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • centro de pesquisas em representação do conhecimento e recuperação da informação (ceprecri)
  • Projeto para criação de um Centro de Pesquisas em Representação do Conhecimento e Recuperação da Informação (CEPRECRI) para pesquisa e ensino no âmbito da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, envolve o curso de Biblioteconomia e o Programa de Pós-graduação, o Departamento de Computação e Sistemas, da UFOP, e Departamento de Engenharias de Telecomunicações e Mecatrônica, da UFSJ. Tem por objetivo criar um ambiente de pesquisa, ensino e aprendizagem que permita desenvolver reflexões teóricas para a aplicação de práticas inovadoras nas atividades acadêmicas de ensino-aprendizagem e de pesquisa, para a formação dos alunos do curso de biblioteconomia e de pós-graduação. Essas práticas englobam os campos técnicos, tecnológicos e humanísticos inerentes à profissão, que serão alcançados com a realização de experiências, estudos e projetos nas seguintes áreas: Fundamentos em Biblioteconomia e Ciência da Informação; Organização e tratamento da Informação; Recursos e Serviços de informação; Gestão da Informação; Tecnologias da Informação. A criação do CEPRECRI se justifica por: (a) ser uma iniciativa de pesquisadores da área com objetivo comum de estudar temáticas nucleares do tratamento da informação; (b) projetar um ambiente de aprendizado formado por uma estrutura física organizada que funcionará como um espaço de práticas e pesquisas, onde será possível, a partir de estudos teóricos, a realização de experimentos. Espera-se que esse ambiente auxilie os docentes e discentes a ampliar seu olhar crítico-reflexivo em relação à situação ideal (visão da teoria) e a situação material (visão da prática real).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gerd Bruno da Rocha

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • q-babel: química quântica e computacional, bioinformática e biotecnologia interdisciplinares em saúde, agronegócio e energia: novos inibidores para a ricina e novas beta-glicosidases para o bioetanol.
  • O Brasil tem na biotecnologia um amplo potencial para alavancar sua competitividade, devido à sua enorme biodiversidade. Este potencial encontra particular nicho no setor produtivo brasileiro do agronegócio e da indústria de biocombustíveis. Estas áreas se sobrepõem na produção do óleo da mamona para biodiesel e fins industriais, bem como na produção do bioetanol a partir de bagaço lignocelulósico (etanol de segunda geração ou 2G). Contudo, ambos os setores apresentam entraves para seu crescimento desimpedido em viabilidade econômica e sustentabilidade. O agronegócio da mamona tem na ricina, uma enzima do pericarpo interno da semente e com toxicidade 10 vezes maior que a do veneno de cascavel, um forte atenuante, dados os riscos de acidentes e seu potencial no bioterrorismo. Já as enzimas que controlam o passo limitante na fase de sacarificação para o etanol 2G, as beta-Glicosidases, tendem a serem fortemente inibidas pelos monossacarídeos produzidos (inibindo assim, todo o processo) e desnaturadas pelas condições extremas necessárias nos biorreatores. Assim, a busca racional por novas moléculas e métodos que possam inibir ou de alguma forma desativar a toxicidade da ricina, bem como da engenharia das -glicosidases de forma a otimizá-las para a produção de etanol 2G, se tornam metas de imediato impacto para a biotecnologia e setor produtivo brasileiros. Esta proposta, reúne uma rede de especialistas computacionais e experimentais que já vêm trabalhando em sinergia nesses dois tópicos há mais de 7 anos, a rede BaBEL (http://babel.dcc.ufmg.br/). Pretende-se o uso sinérgico de química teórica, bioinformática e métodos experimentais in vitro e in situ na predição, prospecção e validação de novos inibidores da ricina e de novos mutantes de -Glicosidases que permitam a melhor sanação nos entraves técnicos do agronegócio da mamona e da produção de etanol 2G. Estas metas têm impacto iminente para a química/bioquímica teórica aplicada e para o setor produtivo brasileiro.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gerly Anne de Castro Brito

Ciências Biológicas

Morfologia
  • a covid-19 tem impacto na prevalência e gravidade da infecção por clostridioides difficile no brasil?
  • A infecção por Clostridioides difficile (ICD) é a maior causa de morte por em pacientes hospitalizados em uso de antibióticos. A pandemia de Covid-19 elevou enormemente as hospitalizações e o uso de antimicrobianos. Tem sido relatada uma maior incidência de ICD em pacientes com Covid-19 (Lewandowski et al., 2019). Allegretti e col., 2021, embora não tenham detectado aumento de prevalência, registraram aumento da taxa de mortalidade em pacientes com Covid-19 e ICD. Diarreia é uma das manifestações comum ao Covid-19 e a ICD, sendo que na ICD as principais responsáveis são as toxinas A (TcdA) e B (TcdB) do C. difficile. O presente estudo tem como objetivo investigar a relação entre Covid-19 e ICD em hospitais do sudeste e nordeste do Brasil, buscando identificar a prevalência, mortalidade, ribotipos, antibióticos associados e impacto no microbioma intestinal. Serão analisadas as diferenças na susceptibilidade às TcdA e TcdB em colonóides de pacientes recuperados de Covid-19. Nossa hipótese é que a pandemia do Covid-19 alterou a prevalência e mortalidade por ICD e que a identificação dos ribotipos e antibióticos associados com essa mudança, bem como o esclarecimento da resposta as toxinas do C. difficile em pacientes recuperados possam contribuir para salvar vidas através da prevenção, diagnóstico precoce e intervenção terapêutica apropriada. Serão avaliadas fezes de pacientes com diarreia internados em UTIs de Covid e sem Covid para a análise da presença de ICD através da positividade para toxinas, isolamento do C. diffile, ribotipagem das cepas isoladas e avaliação de resistência a antimicrobianos, além de avaliação de prontuários par a coleta de dados demográficos, PCR para Covid, antibióticos utilizados e parâmetros clínicos e laboratoriais. A investigação do impacto a longo prazo da Covid-19 será realizada a partir de colonóides gerados de biópsias colônicas de pacientes recuperados de COVID-19 e de pacientes que não tenham recebido nenhum diagnóstico da doença.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gerson Fauth

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • evolução climática do paleoceno-mioceno: conexões entre o oceano austral e a península antártica
  • Nós propomos um estudo multidisciplinar que visa compreender as mudanças climáticas ocorridas durante o Paleoceno-Mioceno em áreas marinhas plataformais da Antártica e suas conexões com mudanças climáticas registradas em arquivos sedimentares marinhos profundos, principalmente no setor Atlântico do Oceano Austral. Para atingir esse objetivo, serão coletados dados paleontológicos, geoquímicos e paleomagnéticos de seções sedimentares paleocênicas e eocênicas na Ilha Seymour e seções sedimentares oligocênicas-miocênicas na Ilha King George (Península Antártica). Os dados da Península Antártica serão comparados com proxies de testemunho perfurados pelo Ocean Drilling Program (ODP) no Oceano Atlântico Sul.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Gerson Luiz Martins

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • tecnologia, notícia e família. rede de tecnologia de informação e comunicação nas famílias brasileiras e seus impactos no consumo de notícias
  • Este projeto propõe um estudo sobre o consumo de mídia em contexto de convergência midiática/tecnológica e o impacto no cotidiano familiar, investigando a dinâmica social a partir da observação de jovens universitários de diferentes estados brasileiros. O tema específico da proposta aborda o efeito da conectividade constante e ubíqua instaurada pelo uso de smartphones e de redes de conexões para espaços de vivência familiar, de trabalho, educação e lazer. Estudos sobre plataformas digitais (D’ANDREA, 2020) apontam de forma crítica as transformações sociais, políticas, econômicas e culturais causadas pelos usos e apropriações desses dispositivos e as relações complexas que emergem deles. Identificamos como problema de pesquisa os impactos do consumo excessivo de mídias para informação e desinformação, considerando as potenciais consequências para os indivíduos e instituições. A hipótese específica considera que a transformação no padrão de recepção do ecossistema de consumo de informação é pressionada pela circulação intencional de atores como influenciadores digitais (figuras públicas, autoridades, celebridades), instituições estabelecidas (governo, sociedade civil, advocacia, comunidade empresarial), imprensa e mídia (televisão, digital, jornais, rádios etc.) em disputa ativa e intencional pelo protagonismo no debate público. Estudos recentes evidenciam que o acesso incidental à informação está relacionado ao crescente tempo de conexão à internet, à popularizaçãoao acesso para aquisição dos dispositivos móveis e ao aumento do consumo deacesso a notícias mais por meio de indicações de outras pessoas em detrimento do que por meio de veículos tradicionais e profissionais de produção de informação.(MITCHELSTEIN; BOCZKOWSKI, 2018). A estratégia metodológica propõe a perspectiva de análise de redes sociais (ARS) para dar a conhecer o consumo e as interações por meio de dispositivos móveis e suas aplicações (mídias sociais, mensageiros e outros).
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 02/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Gerson Ribeiro Bacury

Ciências Humanas

Educação
  • práticas investigativas em educação matemática como cenário de trabalho colaborativo nas ações dos professores indígenas da região do alto rio negro/am
  • O estado do Amazonas abriga a maior população indígena do Brasil, com aproximadamente 120 mil indígenas, caracterizando sua riqueza em diversidade linguística e cultural. Nesse sentido, o projeto de pesquisa objeto da Chamada CNPq/MCTI/FNDCT Nº 18/2021 - UNIVERSAL, a ser desenvolvido no período 36 meses, com os professores indígenas da Região do Alto Rio Negro/AM está alicerçado nas reflexões e teorias para o entendimento acerca dos saberes e dos fazeres na prática desses docentes, o que nos leva a questionar: que ações formativas podem articular os conhecimentos indígenas e não indígenas na potencialização de Práticas Investigativas em Educação Matemática de modo a constituir um cenário de trabalho colaborativo nas ações docentes dos professores indígenas da região do Alto Rio Negro/AM? Nesse sentido, objetivamos: promover ações formativas entre os conhecimentos indígenas e não indígenas, quanto ao desenvolvimento de Práticas Investigativas em Educação Matemática mediadas pelo trabalho colaborativo frente aos desafios da educação escolar indígena na Região do Alto Rio Negro/AM. Para tanto, assumimos a abordagem qualitativa sob a égide da pesquisa colaborativa, na perspectiva crítico reflexiva, proposta por Ferreira (2012), possibilitando, de forma interativa o desenvolvimento e realização das ações propostas, em forma de atividades de pesquisa. Quanto aos resultados, esperamos que as experiências e vivências durante a realização desse projeto, possam expandir os conhecimentos de todos os envolvidos acerca dos temas estudados tendo em vista a divulgação e a difusão das atividades realizadas, no sentido fomentar novas práticas de investigação e de inovação nas ações de todos os participantes do projeto, bem como na publicação em livros, de artigos acadêmicos e científicos.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Gesualda de Lourdes dos Santos Rasia

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • nós: falas pretas e indígenas em escuta discursiva
  • Neste projeto propomos a composição de um arquivo de narrativas produzidas por/sobre sujeitos negros e indígenas nos espaços escolar e acadêmico, como gesto de inscrição e visibilização, a partir da escuta discursiva (MODESTO, 2021), que leva em conta a constituição histórica dos discursos. Propomos o enfrentamento à precariedade dos registros sobre esses sujeitos, em um movimento de problematização da noção discursiva de memória. Esses segmentos, além de terem suas narrativas subtraídas e adulteradas, especialmente porque historicamente são feitas pelo filtro do outro branco-colonizador/opressor, permanecem pleiteando o direito de viver, diante de práticas genocidas ainda correntes no Brasil. A produção de conhecimento sobre quem são esses sujeitos, e a instauração de um lugar de escuta de suas narrativas apresenta-se como potencial para estabelecer instâncias significativas de ressignificação da memória. Este movimento consiste em um trabalho que põe em relação o político e o científico, condição de possibilidade da transformação. Na coleta dos corpora, trabalharemos com duas naturezas de arquivos: a) discursos “sobre o sujeito”, a partir de mapeamento de textos da literatura sobre sujeitos negros, de levantamento documental sobre políticas públicas relativas a sujeitos negros e indígenas e de recorte acerca das presenças negra e indígena em livros didáticos do E.F; b) “discursos do sujeito”, a partir de narrativas negras e indígenas orais, gravadas em áudio/ vídeo; produzidas pelos participantes do estudo. A pesquisa se organizará a partir da investigação bibliográfica, contemplando estudos da negritude e da questão indígena em confluência com os estudos discursivos, literários e antropológicos. Paralelo a isso procederemos à coleta das narrativas dos sujeitos da pesquisa e seu respectivo registro, escrito e fílmico, gesto esse colocado em relação com a memória discursiva e suas rupturas, e por isso instaurador de narratividades (ORLANDI, 2017).
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Giancarlo Marques Carraro Machado

Ciências Humanas

Antropologia
  • centralidade em disputa: impactos citadinos da reforma do vale do anhangabaú
  • O Vale do Anhangabaú é um dos espaços públicos mais disputados do centro metropolitano de São Paulo. Intervenções de diferentes portes incidiram sobre sua forma ao longo de décadas, impactando, assim, as possibilidades de usos cotidianos e os seus sentidos. Sua mais recente reforma fora concluída em 2021, tendo sido marcada tanto por redes sociotécnicas e respectivos jogos de poder quanto por certas resistências ao que se pretendeu instituir no local. Apesar dos embates, a reforma do Vale do Anhangabaú reflete uma medida estratégica que, malgrado não seja inédita, visa resgatar e impulsionar uma velha centralidade que havia sido preterida em prol de outras mais no decorrer do tempo. Ao considerar as contradições em torno deste espaço que resguarda tantas camadas de experiências e memórias citadinas, cabe, então, perguntar: quais os impactos da reforma do Vale do Anhangabaú perante as formas de citadinidade – isto é, as maneiras citadinas de fazer-cidade (Agier, 2015) – que cotidianamente reivindicam os seus espaços e equipamentos? Nestas circunstâncias, a pesquisa objetiva descrever e problematizar os usos e as apropriações do local a fim de revelar uma cidade permanentemente construída pelos citadinos a partir de suas vivências, de seus conflitos e sociabilidades, de lógicas que nem sempre são as oficiais. A proposta será possível por meio de um trabalho coletivo que envolve a realização de etnografias que considera uma postura de perto e de dentro (Magnani, 2002); da análise de documentos institucionais e de reportagens jornalísticas; de entrevistas com frequentadores do local; além, ainda, do diálogo com autores vinculados aos estudos urbanos. O Vale do Anhangabaú não será considerado uma realidade a priori, mas algo em permanente construção em razão de seu caráter relacional e situacional (Joseph, 2005; Agier, 2011) e por ser marcado por distintos espaços, processos e um conjunto polifônico de narrativas nativas (Frúgoli Jr., 2005).
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 11/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giane Gonçalves Lenzi

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de materiais de carbono nanoestruturados aplicados na fotoconversão de co2: fotocatálise e fotoeletrocatálise
  • A crescente preocupação com as alterações climáticas tem estimulado o desenvolvimento de estratégias para mitigação das emissões de CO2 e a exploração de recursos verdes e sustentáveis de energia. Atualmente, as tecnologias mais usadas para a captura de CO2 são a absorção de gás em substâncias químicas solventes, permeação através de membranas, adsorção em um absorvente sólido e destilação criogênica, mas nenhuma delas é economicamente conveniente. Neste sentido, o projeto consiste no desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras viáveis para valorizar o CO2. Para tal serão desenvolvidos sistemas catalíticos ativos, utilizando materiais de carbono nanoestruturados como suporte (carvões ativados, xerogéis, nanofibras e nanotubos de carbono (CNT)) com diferentes estruturas e químicas superficiais, dando atenção especial à dopagem com diferentes heteroátomos, particularmente O e N e de óxidos metálicos. O catalisador será preparado utilizando o suporte, um semicondutor, em particular o pentóxido de nióbio, e um co-catalisador (metal – Ni, Ru e/ou Pt), capazes de promoverem eficientemente a conversão do CO2. Além disso, catalisadores bimetálicos com Fe, os quais vem sendo indicados como promissores para o processo que será realizado e para preparação de compósitos de materiais de carbono e óxidos metálicos, serão estudados. Os catalisadores preparados serão aplicados utilizando os processos de Redução fotocatalítica e eletrofotocatalítica do CO2. Espera-se obter soluções tecnológicas que permitam a implementação de processos sustentáveis para produção de combustíveis e produtos químicos. Desta forma, a relevância do projeto é entendida como contribuição para o desenvolvimento de materiais visando a reciclagem do CO2 e para o uso de seus produtos (principalmente combustíveis) nos setores residencial, industrial e de transporte, sendo esta uma possível solução de um problema ambiental, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gibson Rocha Meira

Engenharias

Engenharia Civil
  • avaliação do desempenho de concretos eco eficientes com baixo teor de ligante frente a corrosão por cloretos e carbonatação
  • As questões ambientais associadas à construção civil vêm impulsionando pesquisas voltadas à redução do consumo de cimento no concreto. Isso está relacionado ao fato da indústria do cimento ser responsável por mais de 5% das emissões antropogênicas de CO2, impactando no aumento do efeito estufa. Trabalhos prévios mostram o desenvolvimento de concretos com menores teores de ligante mantendo ou melhorando o seu desempenho mecânico. Entretanto, ainda há poucos estudos focados na avaliação da durabilidade desses concretos frente à corrosão de armaduras, principalmente, quanto à ação dos cloretos, de forma isolada ou associada à ação da carbonatação do concreto. Diante dessa lacuna, o objetivo principal deste trabalho é avaliar o desempenho de concretos armados, produzidos com baixo teor de ligante, quanto ao período de iniciação da corrosão, a despassivação da armadura e à propagação da corrosão desencadeada por cloretos ou carbonatação, de forma isolada ou combinada. Considerando que a redução da porosidade dos concretos com baixo consumo de ligante pode ser alcançada com o empacotamento granular e dispersão de partículas, espera-se que esses concretos tenham desempenho equivalente ou superior aos concretos convencionais, quer seja em relação ao prolongamento do período de iniciação da corrosão, quer seja em relação a cinética do processo corrosivo. Concretos com significativos níveis de substituição do cimento por filer calcário serão produzidos e, em seguida, submetidos a ambientes agressivos individuais ou combinados. A resistência à penetração de agentes agressivos será avaliada a partir de medidas de carbonatação e de transporte de cloretos. O teor crítico de cloretos será avaliado a partir de ensaios acelerados de indução da corrosão, os quais também serão empregados para avaliar o desempenho desses concretos na fase de propagação da corrosão, empregando-se medidas de monitoramento eletroquímico das armaduras (Ecorr, LPR, EIS).
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB - PB - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilberto Candido Laurentino

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos dos exercícios aeróbio e de força muscular associados à restrição do fluxo sanguíneo sobre: força, massa muscular, função cognitiva, funcionalidade, níveis de marcadores inflamatórios, consumo alimentar e da composição da microbiota intestinal em
  • O envelhecimento é um processo natural caracterizado por várias mudanças estruturais e funcionais que levam à perda progressiva da força motora, da massa muscular e massa encefálica, com consequente redução do desempenho físico, funcionalidade e o declínio das funções cognitivas. Além disso, o envelhecimento está associado ao aumento crônico das citocinas inflamatórias (inflammaging) e a meta-inflamação decorrente do excesso de nutrientes. Nesse sentido, tanto a i inflamação quanto a meta-inflamação estão relacionadas à microbiota intestinal. Para atenuar os efeitos deletérios do envelhecimento sobre a força, a massa muscular e a cognição, o exercício físico tem sido proposto como uma intervenção não farmacológica associada a melhoria destas funções. Além disso, o treinamento físico pode influenciar positivamente o microbioma intestinal, agindo sobre o sistema nervoso autônomo (tônus vagal) que, indiretamente promove o controle das alterações inflamatórias. Embora os benefícios do treinamento físico (aeróbio ou de força) para a população idosa já tenham sido amplamente conhecidos, pouco se sabe sobre os efeitos do treinamento de força e aeróbio com baixa carga associados à restrição do fluxo sanguíneo (RFS) sobre a cognição, a funcionalidade, os níveis de citocinas inflamatórias e da microbiota intestinal na população idosa. Nesta proposta idosos serão submetidos às medidas da morfologia muscular por ultrassonografia, avaliação de consumo alimentar, coletas de sangue e fezes para análise das citocinas inflamatórias, a composição da microbiota intestinal, testes de força dinâmica máxima, testes funcionais e da função cognitiva. Em seguida, os idosos serão submetidos aos programas de treinamento aeróbio e força associado a RFS por um periodo de 24 semanas. A hipótese desse estudo é que as intervenções com o treinamento de baixa intensidade promova mudanças efetivas na força, massa muscular, funcionalidade, cognição e marcadores de inflamação e microbiota.
  • Universidade São Judas Tadeu - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilberto Icle

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • pobreza, performance e educação
  • Este projeto tem por objetivo produzir conhecimento sobre as relações entre pobreza e performance, assim como analisar o impacto que as performances (artísticas, culturais, sociais etc.) têm na vida de pessoas em situação de pobreza, procurando subsidiar novas políticas de combate à pobreza. Toma-se a ideia de pobreza como "fenômeno multidimensional" e como "privação das capacidades" (Sen). Trabalha-se com a perspectiva dos Estudos da Performance, dos Estudos da Presença e da Etnocenologia para a manutenção de uma rede de pesquisadores, envolvendo inicialmente dezoito instituições universitárias e de pesquisa em seis países (Brasil, Argentina, Portugal, Angola, Moçambique e França). O trabalho se propõe a uma análise transversal coletiva dos dados produzidos a partir de diferentes métodos de produção de dados. A metodologia possui cinco diferentes protocolos metodológicos: 1) análise documental e videográfica; 2) entrevistas; 3) observação participante; 4) etnografia; 5) experimentações artístico-pedagógicas. Os grupos aderem a esses protocolos formados coletivamente pela rede e produzem dados em seus respectivos contextos. O processo de análise dos dados produzidos é cruzado e comparativo, a partir do trabalho coletivo de dois ou mais grupos. Essa metodologia visa a construção compartilhada de conhecimentos aplicáveis ao campo em estudo. Os resultados esperados incluem metodologias a serem aplicadas na Educação Básica, políticas curriculares de formação para o Ensino Superior, políticas de apoio a artistas e coletivos artísticos e formação de profissionais com altas capacidades em nível de graduação, mestrado e doutorado. O trabalho se enquadra na produção de conhecimento para a qualidade de vida, visto produzir não apenas ciência básica, na construção de teorias descritivo-analíticas sobre as relações entre Performance e Pobreza, mas, mais do que isso, criando diagnósticos e soluções multiplicativas para os conte
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilberto Joaquim Fraga

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • diversificação, sofisticação e desempenho das exportações brasileiras
  • Entender o papel do comércio internacional nas economias é frequente na literatura de economia internacional, já a fragmentação e sofisticação do que se exporta é um recente tópico de pesquisa. Ademais, observou-se uma mudança na configuração da geografia do comércio exterior do Brasil e do mundo, principalmente com a entrada da China na organização mundial do comércio em 2001. No caso do Brasil, uma economia emergente e aberta, no ano de 2019 aproximadamente 52% das exportações brasileiras são oriundas de 3 grandes agregados: animais e produtos do reino animal, produtos do reino vegetal e produtos minerais. Além da relativa concentração dos produtos exportados, no mesmo ano, aproximadamente metade das exportações totais foram, respectivamente, para cinco parceiros: China, Estados Unidos, Argentina, Holanda e Japão. A análise sobre diversificação das exportações tem sido foco das pesquisas recentes, principalmente pesquisas empíricas na área de comércio. A literatura da área aponta que os governos dos países em desenvolvimento apresentam preocupações com a vulnerabilidade que surge com concentração das exportações. Baseado nesse contexto, esta pesquisa se propões a investigar a seguinte questão geral: qual a relação entre diversificação, sofisticação e dinâmica das exportações brasileiras com foco nos principais parceiros/blocos comerciais e ênfase em microdados? A análise desses efeitos sobre a performance das exportações é apresentada em modelo teórico por Funke e Ruhwedel, com aplicação para os países da OCDE. E recentes estudos empíricos como em Del Rosal (2018) para Espanha. Para alcançar o objetivo proposto utiliza-se o procedimento econométrico de dados em painel, e a estratégia será composta de duas partes: painel multinível para investigar determinantes internos/externos da diversificação e sofisticação das exportações; através do modelo gravitacional analisar a relação entre diversificação, sofisticação e exportações, em nível micro (setores e regiões).
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilberto Kac

Ciências da Saúde

Nutrição
  • consórcio brasileiro de nutrição materno-infantil: produção de evidências científicas para subsídio na formulação de ações e programas estratégicos para o sistema único de saúde
  • O desenvolvimento de análises provenientes de pool de dados de múltiplos estudos é uma tendência mundial. Essa nova abordagem é relevante para responder questões sanitárias complexas de forma inovadora e mais completa, pois inúmeros estudos são harmonizados em um único banco de dados, propiciando substancial aumento do poder estatístico. No Brasil, poucas iniciativas foram desenvolvidas com esse enfoque e, na área da nutrição, a criação do Consórcio Brasileiro de Nutrição Materno-Infantil (CONMAI) é pioneira. O CONMAI é uma iniciativa da UFRJ. O projeto está alinhado aos princípios FAIR – Findable/Accessible/Interoperable/Reusable e da Ciência Aberta. Objetivo geral: desenvolver análises com base em um pool de dados de múltiplos estudos que respondam questões prioritárias na agenda de nutrição em saúde pública e produzam evidências científicas que possam ser traduzidas em novas políticas, programas e ações na área de saúde e nutrição materno-infantil, impossíveis com estudos isolados. Objetivos específicos: 1) Criação de curvas de referência para altura uterina para monitoramento de distúrbios de crescimento intrauterino e uso no Sistema Único de Saúde (SUS); 2) Avaliação de trajetórias de pressão arterial e hemoglobina sérica na gestação e sua associação com desfechos perinatais; 3) Avaliação da associação entre dieta materna e desfechos perinatais. Serão realizadas análises de consistência, harmonização e de heterogeneidade dos dados. A construção da curva de altura uterina usará modelos multiníveis, polinomiais fracionais ou modelos aditivos generalizados. As trajetórias de pressão arterial e hemoglobina sérica durante a gestação serão estimadas com modelos de classe latente, Super-imposition by Translation And Rotation ou modelos broken stick. A associação entre dieta e desfechos perinatais será investigada com modelos de equações estruturais. Este projeto contribuirá para produção de conhecimento resultando na reformulação de ações no SUS.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilberto Lacerda Santos

Ciências da Saúde

Educação Física
  • i vídeo-ciência: mostra de projetos de ciências por meio de vídeos no youtube do museu virtual de ciência e tecnologia da unb da universidade de brasília
  • Após um percurso de 13 anos ininterruptos de atuação com foco exclusivo em divulgação científica, a proposta da I Vídeo-Ciência: Mostra de projetos de Ciências por meio de vídeos no Youtube do Museu Virtual de Ciência e Tecnologia da UnB da Universidade de Brasília visa consolidar a iniciativa como um recurso paradidático efetivo de educação e divulgação científica para professores e estudantes das redes de ensino do Distrito Federal e entorno. A mostra deverá contar com 100 filmes científicos desenvolvidos por estudantes com ou sem o auxílio de seus professores. O conjunto de filmes resultante da mostra passará a integrar o portal do museu virtual, em um canal de Youtube. Os autores dos 30 melhores canais científicos serão agraciados com bolsas de iniciação científica júnior, a fim de continuarem a conduzir os seus respectivos projetos ao longo de um ano, engajando novos estudantes e disseminando conteúdos e ideias de natureza científica. A comissão julgadora dos projetos e atividades será orientada a premiar, na mesma proporção, aqueles desenvolvidos por meninos e meninas, de forma se buscar incitar a participação de estudantes do sexo feminino na empreitada.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Gilberto Perez

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • os efeitos da competência em tecnologia da informação na capacidade de inovação, na criação de valor e no desempenho organizacional
  • As empresas que utilizaram com mais competência seus recursos de Tecnologia e Informação (TI) em tempos da pandemia causada pela Covid-19, foram as que conseguiram encontrar rapidamente, novas alternativas para amenizar os efeitos da crise, e até obter melhores resultados. Com a realização desta pesquisa pretendo avaliar como a Competência em Tecnologia de Informação está sendo utilizada em atividades de inovação e criação de valor, em organizações de diferentes portes e segmentos. Quatro conceitos (construtos) são objeto do estudo: I) Competência em TI (construto de 2ª ordem); II) Capacidade de Inovação (Inovativeness), ou Inovatividade (construto de 2ª ordem); III) Criação de Valor (construto de 2ª ordem) e IV) Desempenho Organizacional. Para a sua realização, oito objetivos são definidos: 1) Identificar e avaliar os construtos de primeira ordem que compõem a Competência em TI; 2) Identificar e analisar os construtos de primeira ordem que compõem a Capacidade de Inovação; 3) Identificar e analisar os construtos de primeira ordem que compõem a Criação de Valor; 4) Avaliar a relação existente entre a Competência em TI e a Capacidade de Inovação (H1); 5) Avaliar a relação existente entre a Competência em TI e a Criação de Valor (H2); 6) Avaliar a relação existente entre a Capacidade de Inovação e a Criação de Valor (H3); 7) Avaliar a relação existente entre a Competência em TI e o Desempenho Organizacional (H4); e 8) Avaliar a relação existente entre a Capacidade de Inovação e o Desempenho Organizacional (H5). Será efetuada pesquisa mista, em que na parte qualitativa será aprofundado o conhecimento sobre os construtos: Competência em TI, Criação de Valor e Capacidade de Inovação. Na parte quantitativa será avaliado o modelo de pesquisa proposto, com técnicas multivariadas (Análise Fatorial e Equações Estruturais). Junto com o prof. Faiz Gallouj (Universidade Lille–França), pretendemos ampliar este estudo, aplicando-o em organizações Brasileiras e Francesa.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilberto Reynoso Meza

Engenharias

Engenharia de Produção
  • desenvolvimento e aplicações inovadoras de sistemas inteligentes em problemas de regressão, classificação e previsão de energia
  • Do ano 2001 para o 2020 o total de energia gerada no país por hidrelétricas caiou de 85% para 65%. Ainda que é um avanço, ainda mostra o nível de dependência das usinas hidrelétricas do país, visando necessário procurar por fontes de energia renováveis. O aumento global da demanda por energias renováveis na última meia década exigiu a necessidade de aprimoramento em termos de métodos de previsão, classificação e otimização para auxiliar na tomada de decisão. Nesse contexto, pode-se dizer que a aplicação de aprendizado de máquina e otimização têm acentuada importância na geração de valores a partir de dados no setor de energia em diversas aplicações. O desenvolvimento e o aperfeiçoamento de métodos eficientes baseados em inteligência artificial (e áreas afins) para classificação, regressão ou previsão de séries temporais fazendo-se uso de dados advindos de fontes de energias renováveis é um tema atual e relevante para as necessidades do meio industrial e comércios em geral. Sendo assim, a proposta neste projeto é o desenvolvimento de aplicações inovadoras baseadas em sistemas Inteligentes com o intuito de auxiliar naquela tomada de decisão. O presente projeto visa oferecer soluções inteligentes para avançar o TRL (Technology Readiness Level) das tecnologias propostas. A plausibilidade da proposta pode ser evidenciada em função do crescente aumento de publicações relacionados à aplicação de abordagens de inteligência artificial na área de energias não-renováveis e renováveis As atividades planejadas serão planejadas com base nas seguintes etapas: (i) consolidar o levantamento bibliográfico sobre os temas a serem abordados no projeto, (ii) desenvolver os sistemas inteligentes eficientes para problemas na área de energia, (iii) validar as modelagens e estratégias desenvolvidas para aplicações nas áreas de Energia, (iv) analisar resultados dos sistemas computacionais propostos e validados com suporte em métodos estatísticos e (iv) elaborar artigos científicos.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilberto Tadeu Reis da Silva

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • panorama da educação profissional técnica de nível médio em enfermagem nos institutos federais de educação, ciência e tecnologia no brasil: ofertas, limites e possibilidades
  • Historicamente a educação profissional valorizou o estímulo ao fazer em detrimento ao conteúdo, refletindo na área da saúde, sobretudo nos cursos técnicos em enfermagem. Contudo, apesar desses profissionais representarem a maior parcela da força de trabalho na saúde, desempenhando muitas ações de cuidado, e, influenciando na qualidade da assistência, são escassos os estudos sobre sua formação, principalmente a nível federal. Assim, torna-se fundamental o estudo de como ocorre a formação profissional técnica na Rede Federal, visto que, a formação reverbera no perfil profissional do concluinte e, nesses espaços, a formação deve transcender aspectos tecnicistas e biomédicos. Desse modo, questiona-se: Como ocorre a formação profissional técnica em enfermagem nas unidades da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica? Nessa perspectiva, tem-se por objetivo analisar o panorama da educação profissional técnica de nível médio em enfermagem nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia no Brasil. Espera-se com esse projeto contribuir para ampliação do conhecimento de uma área ainda incipiente e à margem do escopo dos estudos de grande parte dos pesquisadores, além de oportunizar reflexões sobre a formação, repercutindo em uma formação mais sólida, e no fortalecimento da profissão e da Rede, reverberando em melhorias na assistência ao usuário. Além disso, poderá viabilizar uma melhor articulação da oferta e cobertura dos cursos dessa área, bem como subsidiar a política de formação de recursos humanos na saúde. Almeja-se também resgatar o papel social e estratégico dos Institutos Federais, favorecendo transformações no cenário da educação profissional em enfermagem no Brasil. Como estratégia metodológica, pretende-se realizar um estudo misto, de cunho descritivo e exploratório, de natureza quanti-qualitativa e documental, a ser desenvolvido de 2022 a 2024, com apoio de parcerias intra e interinstitucionais.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilberto Vilmar Kozloski

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • tansoy: desenvolvimento e avaliação de um farelo de soja tanificado para uso na alimentação de ruminantes
  • Os rebanhos de ruminantes necessitam melhorar sua eficiência nutricional para atender demandas produtivas e ambientais. As dietas normalmente utilizadas nestes sistemas no Brasil contêm alta proporção de proteína degradável no rúmen, o que limita a oferta de aminoácidos e resulta em significantes perdas de N urinário. Adicionalmente, parte considerável da energia digestível dos alimentos é perdida como metano produzido durante a fermentação ruminal. Ambos, N urinário e metano, são efetivos em contribuir para o aumento dos gases de efeito estufa na atmosfera. Entre as estratégias com potencial de reduzir a degradabilidade da proteína e a produção de metano no rúmen inclui-se o uso de extratos taníferos vegetais na dieta. Contudo, devido à alta variabilidade das condições dietéticas destes sistemas produtivos, os resultados obtidos em estudos prévios não permitem estabelecer uma recomendação consolidada sobre a dose e a forma de dosagem deste aditivo. Para superar esta limitação e como método alternativo de uso de extratos taníferos como aditivo, o presente projeto propõe a condução de ensaios in vitro e in vivo com o objetivo de desenvolver um farelo de soja tanificado de baixa degradabilidade ruminal e alta digestibilidade intestinal. O estudo será conduzido em três etapas: Etapa I, será avaliado diferentes doses (0, 2,5 e 5,0%) e temperaturas de incorporação (i.e. extrusão a 60, 90 ou 110ºC) do extrato tanífero de Acacia mearnsii na torta de soja (i.e. material resultante da extração do óleo da soja e antes da tostagem) sobre variáveis de fermentação in vitro/gases; Etapa II, será avaliado o farelo de soja tanificado obtido na Etapa I, em comparação ao convencional, em ensaios de digestibilidade in vivo e Etapa III, será avaliado o farelo de soja tanificado obtido na Etapa I, em comparação ao convencional, em experimentos de campo com vacas em lactação. Espera-se obter ao final do estudo um farelo de soja tanificado com potencial de registro.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilda Angela Neves

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • receptores nicotínicos alfa-7 na neuroinflamação: papel em transtornos depressivos, isquemia cerebral e infecção por vírus da zika
  • Neuroinflamação é um processo central na fisiopatologia de diversos transtornos neuropsiquiátricos, como o acidente vascular encefálico (AVE) e a depressão. Também é peça chave nas infecções que acometem o tecido nervoso, como a do vírus da Zika (ZIKV). Assim, a modulação do processo inflamatório torna-se um alvo promissor para o controle sintomático e a prevenção de sequelas associadas a estes transtornos. Já foi demonstrado que células imunes expressam receptores nicotínicos (nAChR) alfa-7 e que a ativação destes inibe a produção de citocinas inflamatórias, mas os mecanismos moleculares envolvidos nesta ação não são completamente elucidados. Além disso, a farmacoterapia disponível para o manejo dos transtornos em foco neste estudo tem eficácia limitada ou é inexistente, ressaltando a importância do desenvolvimento de novos fármacos. Assim, os objetivos deste projeto incluem a elucidação dos mecanismos celulares envolvidos no efeito anti-inflamatório mediado por alfa-7 nAChR. Buscamos, também, identificar novos ligantes alfa-7 nAChR candidatos a fármacos para o tratamento do AVE, da depressão maior e da infecção central pelo ZIKV. A triagem farmacológica inicial das novas substâncias será realizada através de registros eletrofisiológicos em ovócitos de Xenopus expressando o alfa-7 nAChR. As moléculas selecionadas terão seu mecanismo anti-inflamatório avaliado em cultura de microglia, e seu potencial terapêutico investigado em modelos animais de AVE, depressão e infecção pelo ZIKV. O envolvimento da inflamação nos efeitos observados será investigado pela avaliação da ativação da microglia e pela quantificação de citocinas pró e anti-inflamatórias em tecido cerebral. Quando apropriado, alterações na plasticidade sináptica serão investigadas utilizando técnicas de eletrofisiologia. Espera-se identificar ao menos um novo protótipo com atividade promissora e mecanismo de ação inovador, que possa avançar às demais etapas do processo de desenvolvimento de novos fármacos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilda Cardoso de Araujo

Ciências Humanas

Educação
  • federalismo e educação básica no brasil: atores e disputas na configuração do sistema nacional de educação e do regime de colaboração (2009-2022)
  • Esta pesquisa tem como objetivo contribuir com os debates sobre federalismo e educação no Brasil, a partir da reflexão sobre as proposições e disputas relacionadas ao processo de regulamentação e implementação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e do Regime de Colaboração considerando o período de 2009-2022. Dessa forma, problematiza-se as relações intergovernamentais na oferta educacional; questiona-se o processo de proposição de instrumentos normativos e políticas educacionais nas perspectivas jurídicas, econômicas e políticas; revela-se os processos de privatização lato sensu na oferta educacional e elucida-se os interesses dos atores visíveis e invisíveis no processo de regulamentação e implementação do SNE e do Regime de Colaboração. A pesquisa tem as contribuições weberianas e gramscianas como subsídio teórico para a compreensão dos conceitos de Política, Estado, Hegemonia e Aparelho Privado de Hegemonia (APH), bem como a perspectiva dos múltiplos fluxos de políticas de John Kingdon para compreender a formulação de políticas públicas como um conjunto de processos que contam com a participação de diferentes atores sociais. O percurso metodológico é caracterizado pela pesquisa bibliográfica e documental. No decorrer da pesquisa espera-se desvelar a interdependência entre a implementação de leis e políticas no campo da educação aos interesses e intenções dos atores visíveis e invisíveis no processo de regulamentação e implementação do Sistema Nacional de Educação (SNE) e do Regime de Colaboração no período delimitado.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Gildo Girotto Júnior

Ciências Humanas

Educação
  • educação superior no cenário pós-covid-19: mapeando lições apreendidas, debatendo dificuldades e construindo ações para melhorar a qualidade de ensino.
  • A pandemia fez com que o ensino presencial fosse abruptamente transferido para a modalidade remota, evidenciando desafios. Com o objetivo de compreender os aprendizados pedagógicos deste período, almejando que possam ser utilizados em prol do ensino de qualidade, é preciso intensificar as pesquisas sobre as diferentes situações vivenciadas. Somado a tal questão, destaca-se ainda a efetiva implementação do processo da integração do ensino com a extensão no Brasil, cujo início está previsto para 2023, o qual também demanda pesquisas visando maior compreensão do processo. Visando contribuir para a base de conhecimento relacionada ao ensino de graduação, o presente projeto almeja responder às seguintes questões, que compõem o corpo de investigação deste projeto: Q1: Quais são as principais dificuldades que professores e estudantes estão enfrentando diante de situações de problemas de saúde mental em um cenário pós-Covid-19 em diferentes cenários (M1 e M2)? Q2: Nos âmbitos da formação docente e da estrutura, quais são as principais dificuldades na implementação de metodologias ativas e tecnologias educacionais (M3)? Q3: Considerando o retorno presencial, como identificar as perdas de aprendizado em que ações são possíveis considerando o ensino superior e a educação básica (M4)? Q4: Como as tecnologias podem potencializar a inserção da sustentabilidade no ensino de graduação (M5)? Q5: A um ano da implementação da integração extensão e ensino, quais as compreensões, dificuldades e avanços que podem ser desenhados em diferentes universidades que se debruçaram sobre o planejamento desta integração? (M6, M7) Q6: Quais são as principais dificuldades para adoção de estruturas voltadas ao ensino híbrido em instituições públicas brasileiras (M8)? Serão desenvolvidos oito estudos de mestrados associados aos cinco problemas de pesquisa supracitados os quais utilizarão análise de entrevistas, análise documental, estudos de caso, Surveys e processo Delphi com especialistas.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilmar de Carvalho Cruz

Ciências Humanas

Educação
  • educação física na escola especial: entre o singular e o universal, a produção de ambientes particulares de aprendizagem
  • O estado do Paraná possui 329 Associações de Pais e Amigos das Pessoas Excepcionais (APAEs), com forte tradição no atendimento escolar de pessoas que apresentam deficiência intelectual e múltipla. Todavia, raros seguem a ser os momentos em que na rede estadual paranaense docentes dessas escolas especiais dialogam com docentes de escolas comuns sobre como produzir escolas inclusivas com vistas à efetiva educação escolarizada de pessoas com deficiências na rede básica de ensino. E mesmo nas instituições especializadas há estudantes que participam de modo limitado das atividades escolares propostas. A produção acadêmica sobre a educação escolarizada de pessoas com deficiências está distante da realidade escolar, e, de outro lado, as intervenções profissionais seguem desconectadas de uma produção de conhecimento que dialogue com suas demandas. Observa-se carência de pesquisas que focalizem as intervenções profissionais realizadas em aulas de educação física em escolas especiais ou instituições especializadas. A dialética singular-particular-universal lukacsiana inspira a produção e utilização do conceito ambientes particulares de aprendizagem no interior de escolas especiais, que mesmo sendo espaços de atendimento exclusivo de pessoas com deficiência possuem estudantes que não participam efetivamente das atividades que lhes são propostas. Desse modo, combinar o Programa Educacional Individualizado (PEI) e o Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA) é proposição pertinente à intervenção profissional no âmbito da educação especial, com aporte para a educação física. Essa proposição se dará em experimento didático baseado no ensino desenvolvimental davydoviano, com a participação de estudantes com deficiência intelectual e múltipla, de 3 APAEs situadas no estado do Paraná. Grupos focais mensais e devolutivas servirão, ao longo de 4 semestres, à análise das intervenções e participação dos estudantes nas atividades realizadas
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilson de Vasconcelos Torres

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • vulnerabilidade e condições sociais e de saúde da pessoa idosa na atenção primária e instituições de longa permanência: estudo comparativo no brasil, portugal e espanha
  • Criar oportunidades para uma vida ativa e saudável torna-se importante para as pessoas idosas face à prevalente vulnerabilidade em saúde. A vulnerabilidade se configura em uma dinâmica de interdependências recíprocas que exprimem valores multidimensionais, biológicos, existenciais e sociais. O crescimento da população idosa, está sendo acompanhada pela incerteza das condições de cuidados na atenção básica, domicílios e Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI). É nesse contexto que os profissionais da saúde devem proporcionar assistência integral ao idoso e a família, estabelecendo metas e um plano assistencial com base nas necessidades sociais e saúde. Considerando o exposto tem-se como Hipótese Alternativa: As condições sociais, de saúde e os cuidados/intervenções estão relacionadas a alteração da vulnerabilidade da pessoa idosa atendida na atenção primária e ILPI no Brasil, Portugal e Espanha. Esta proposta tem como objetivo geral analisar a relação da vulnerabilidade com as condições sociais e de saúde da pessoa idosa atendida na atenção primária à saúde e em ILPI no Brasil, Portugal e Espanha. Trata-se de estudo multicêntrico, analítico comparativo, longitudinal com abordagem quantitativa. A população alvo será de idosos cadastrados nos Serviços de Saúde e ILPI dos três países envolvidos e com base na fórmula de cálculo amostral para populações finitas, serão pesquisados 3834 idosos, sendo no Brasil (3534), Portugal (150) e Espanha (150). A coleta de dados baseará nas informações da caderneta do idoso e instrumentos/escalas adotados e ocorrerá de forma simultânea em todos os países em dois momentos, com intervalo de 1 ano, nos países / municípios/cenários/idosos, pela equipe de pesquisa em cada país/cidade, previamente treinada com os instrumentos. As análises estatísticas e inferências serão realizadas no software estatístico SPSS 23.0, sendo considerado nível de significância de 5% e IC95%. O projeto geral foi aprovado no CEP/HUOL/UFRN(n.4267762).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilson Lima da Silva

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • efeito da presença de ibuprofeno e paracetamol em efluente tratado utilizado para fertirrigação e biofortificação de milho (zea mays l.)
  • O crescimento da produção agrícola tem contribuído para aumentar o consumo de água e diminuir os micronutrientes do solo, levando os agricultores a buscarem fontes sustentáveis de água e nutrientes. A presença de nutrientes essenciais às plantas no esgoto doméstico é uma das grandes vantagens do seu uso na fertirrigação de culturas agrícolas. Entretanto, os esgotos, mesmo tratados, possuem micropoluentes que prejudicam o meio ambiente. Entre eles, os fármacos têm despertado a atenção da comunidade científica, por quê, nas últimas décadas houve um aumento significativo no consumo de medicamentos, sobretudo com a automedicação. A questão ambiental envolvendo os fármacos reside no fato que parte deles não são metabolizados no corpo humano e acabam presentes nos esgotos. Quando esses esgotos são lançados nos ecossistemas, os fármacos podem bioacumular e causar efeitos deletérios ao meio ambiente. Dentro do contexto do reúso, este projeto pretende avaliar o efeito do uso de efluente tratado, com potencial presença de fármacos remanescentes, especificamente o ibuprofeno e o paracetamol, sobre a produtividade e a biofortificação de milho (Zea mays L.). As investigações sobre o reúso agrícola de efluentes geralmente se concentram em nutrientes, contaminação microbiana e metais pesados, desconsiderando outros contaminantes que podem alterar a qualidade da cultura além de contaminar o solo e corpos hídricos. Embora o destino dos fármacos tenha sido bem investigado pela comunidade científica, há poucos estudos abordando, em um único contexto, a persistência, a mobilidade e a bioacumulação de fármacos. Este projeto realizará: 1) monitoramento da presença de ibuprofeno e paracetamol no efluente, sobretudo porque são de fácil aquisição pela população, 2) a mobilidade desses fármacos no solo, por meio de colunas de lixiviação; 3) avaliação do possível efeito tóxico dos fármacos na produtividade da cultura de milho 4) investigar a presença destes fármacos no tecido foliar e grãos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilson Rogério Zeni

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • selênio-heterociclos multifuncionais com foco em síntese, potencial farmacológico e propriedades fotoativas.
  • O desafio dos químicos orgânicos sintéticos é desenvolver protocolos mais eficientes, que combinem economia de átomos, menor impacto ambiental, redução das etapas reacionais, menor custo, e que leve a moléculas inovadoras multifuncionais. Este desafio exige criatividade e uma equipe transdisciplinar. Neste sentido, somos um grupo de pesquisadores com reconhecido conhecimento em síntese orgânica, fotoquímica e farmacologia. Portanto, a temática desta proposta é a síntese de heterociclos, selênio-heterociclos e heterociclos funcionalizados com grupos organoselênio e investigação do potencial multifuncional destas estruturas com foco em propriedades farmacológicas e fotoativas. Recentemente, pesquisadores deste grupo demonstraram que compostos orgânicos de selênio apresentam propriedades fotofísicas, fotobiológicas e eletroquímicas. Entretanto, estudos sistematizados com o planejamento da síntese e a prospecção do potencial multifuncional destas moléculas têm sido menos freqüentes. Neste sentido, a inovação desta proposta é aplicar a experiência do grupo no planejamento sintético de estruturas simples multifuncionais. A hipótese é que a prospecção e a síntese de estruturas de selênio-heterociclos e heterociclos, contendo pelo menos um substituinte organoselênio, geraria moléculas com propriedades farmacológicas e fotoativas. As evidências que suportam esta hipótese estão baseadas no conhecimento de que substratos que apresentam um grupo organoselênio ligado a um carbono com hibridização sp2 e outra insaturação em posição adequada, podem ser ciclizados a selênio-heterociclos e heterociclos substituídos por organoselênio. Dados da literatura permitem hipotetizar que os compostos preparados neste projeto terão potencial farmacológico e fotoquímico, caracterizando-se como produtos multifuncionais. A estratégia constará do estudo sistemático de compostos orgânicos de selênio, como substratos em reações de ciclização, visando à preparação de selênio-heterociclos.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gilvan Luiz Machado Costa

Ciências Humanas

Educação
  • valorização dos professores do ensino médio na região sul do brasil: configurações nas redes estaduais de ensino
  • O atual quadro da política educacional parece indicar a necessidade de compreender a valorização do professor. Tal compreensão, considerando a questão federativa no Brasil, sinaliza a necessidade de estudos que possam desvelar o Ensino Médio nos diferentes estados da federação. Esses argumentos ganham força na atualidade a partir das novas ações governamentais que incidem sobre a Educação Básica, com destaque para a Lei nº 13.005/2014, que aprovou o Plano Nacional de Educação para o decênio 2014-2024 e no tempo presente a sanção da Lei 13.415 de 16 de fevereiro de 2017, que traz uma proposta de reforma do Ensino Médio ancorada na flexibilização curricular. O presente projeto tem como objetivo compreender os entraves, desafios e possibilidades das políticas de valorização do professor do Ensino Médio nos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Os dados referentes aos professores das redes estaduais de ensino dos referidos estados serão extraídos dos microdados do Censo Escolar, a partir de 2001 até 2024, com o auxílio do software SPSS. O período analisado contempla os Planos Nacionais de Educação (2001-2010) e (2014-2024). Completará a parte empírica documentos oficiais e entrevistas semiestruturadas com gestores públicos estaduais. Adotar-se-á como eixo de análise a valorização do professor do Ensino Médio. Destaca-se que para a compreensão do problema da valorização, serão consideradas as dimensões formação, carreira, remuneração, condições de trabalho e outras que poderão emergir do campo empírico. No que diz respeito aos indicadores educacionais, serão destacados: Adequação da formação docente, Esforço Docente e Infraestrutura das escolas. Será utilizado o software estatístico SPSS - Statistical Package for the Social Sciences, por sua capacidade de trabalhar com bases de dados de grande dimensão. A pesquisa utilizará os pressupostos teórico- metodológicos de imersão nos dados quantitativos e qualitativos.
  • Universidade do Sul de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gilvan Takeshi Yogui

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • efeitos crônicos do derramamento de óleo sobre os ecossistemas costeiros (recifes, estuários e prados de angiospermas marinhas) do litoral de pernambuco
  • Apesar da pequena expressão em termos globais, acidentes que envolvem derramamento de óleo no mar são bastante devastadores local e regionalmente, apresentando efeitos ambientais de longo prazo que podem perdurar por décadas. No final de agosto de 2019, pequenos fragmentos de óleo cru começaram a surgir nas praias da Região Nordeste. Grandes manchas de óleo pesado começaram a atingir a costa poucas semanas depois, tornando-se o maior acidente de petróleo no país em termos de extensão. Estima-se que mais de 4700 toneladas de petróleo (misturado a outros resíduos) foram encontrados ao longo de 3000 km de costa entre o Maranhão e o Rio de Janeiro. Quase um terço desse óleo foi recolhido no litoral de Pernambuco, que representa somente 6% da linha de costa impactada. Os pesquisadores da presente proposta imediatamente articularam-se em forma de rede para coletar amostras e avaliar os impactos agudos desse desastre na costa de Pernambuco. As coletas continuaram nos meses seguintes e a presente chamada surge como uma oportunidade única de continuar as coletas em médio prazo para uma avaliação interdisciplinar e integrada dos efeitos crônicos aos ecossistemas locais, que são invisíveis aos olhos da sociedade. Cerca de 80% da costa de Pernambuco é formada por ecossistemas com índices máximos de sensibilidade ambiental ao óleo. Entre eles destacam-se manguezais, estuários, prados de fanerógamas submersas e recifes de coral. Assim, a proposta visa investigar os efeitos crônicos do derramamento de óleo sobre esses ecossistemas costeiros do litoral de Pernambuco. A metodologia prevê campanhas de coleta de campo semestrais em três regiões bastante impactadas por grandes manchas de óleo em 2019: (1) Estuário do Rio Formoso e adjacências; (2) Baía de Suape e adjacências; e (3) Barra de Catuama e adjacências. Todas essas áreas abrangem um continuum de conectividade ecológica manguezal-estuário-prado-praia-recife. As coletas de campo envolverão equipes interdisciplinares para amostrar esses diferentes ecossistemas em seus diversos aspectos (biológicos e abióticos). Esses estudos ecológicos serão comparados com dados pretéritos desses mesmos ambientes, visto que os pesquisadores da rede têm estudado tais áreas já faz vários anos ou décadas (em alguns casos). Fragmentos de óleo também serão coletados na linha de costa durante todo o projeto a fim de investigar seu intemperismo natural ao longo do tempo. Teste de toxicidade serão realizados com organismos de diferentes níveis tróficos e nichos ecológicos a partir de uma metodologia padronizada para as equipes. Isso permirá realizar uma análise de risco ecológico com a integração de dados químicos de campo e dados ecotoxicológicos de laboratório. Os índices de sensibilidade do litoral (ISL) para ambientes submersos, existentes somente nas cartas SAO de Pernambuco, serão revisados e atualizados. Ao final do projeto será entregue uma proposta metodológica para classificação e incorporação desses habitats submersos sensíveis ao óleo em todas as cartas SAO do Brasil. A integração dos dados de ISL à modelagem hidrodinâmica ainda servirá para elaborar mapas de vulnerabilidade, conforme previsto na Resolução CONAMA 398/2008. Por fim, pretende-se propor um protocolo de monitoramento ambiental integrado de efeitos crônicos do óleo que possa ser replicado em outras regiões costeiras do país no caso de futuros acidentes ambientais. Todas essas informações serão divulgadas à sociedade através de diversas plataformas, como redes sociais, mídia impressa, lives, podcasts e exposições em museu. Esses dados também servirão de subsídio para estimar os impactos socioeconômicos de longo prazo associados ao desastre do óleo de 2019 e para apoiar a tomada de decisão dos órgãos governamentais.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Gina Maira Barbosa de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • cerrado resiliente: computação bio-inspirada e monitoramento por vants na prevenção e combate a incêndios florestais e urbanos
  • A grande incidência de queimadas no Cerrado nos últimos anos ganhou uma maior visibilidade internacional, dado o interesse em se preservar a biodiversidade do segundo maior bioma brasileiro. Além disso, a acentuação dos períodos de estiagem tem elevado a preocupação com incêndios cada vez mais próximos aos centros urbanos inseridos nesse biossistema, alcançando o entorno e áreas mais centrais dessas cidades, como parques e terrenos desocupados. Esse projeto visa a implementação de modelos e ferramentas que auxiliem na prevenção e combate de incêndios florestais e urbanos, com foco nas especificidades do Cerrado. Serão desenvolvidos modelos de simulação de propagação do fogo e dinâmica de pessoas em situação de incêndio, a partir de técnicas de computação bioinspirada (CBio): autômatos celulares, computação evolutiva e inteligência de enxame. Essas técnicas também serão utilizadas em modelos de controle de navegação de times de veículos aéreos não tripulados (VANTs) a serem aplicados no monitoramento de novos focos e no auxílio a equipes de resgate. Os VANTs serão responsáveis por capturar e transmitir imagens do ambiente, nas quais técnicas de processamento de imagens irão auxiliar no reconhecimento de focos de incêndio, vítimas e no monitoramento do espalhamento do fogo. O emprego de métodos bioinspirados na elaboração desses modelos e ferramentas se justifica por representarem soluções robustas e dinâmicas capazes de grande adaptabilidade em ambientes externos sujeitos a drásticas mudanças. Por outro lado, VANTs são equipamentos que se popularizaram nos últimos anos com um custo acessível, podendo ser utilizados para navegar com segurança em cenários de fogo e fumaça, permitindo o acesso a informações que podem representar um maior sucesso no combate às chamas e no resgate a vítimas. Espera-se que esse conjunto de modelos e ferramentas possam mitigar os problemas relacionados aos incêndios e aumentar a resiliência de áreas nativas e cidades no Cerrado.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giorvan Ânderson dos Santos Alves

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • fotobiomodulação nas artralgias e desordens miogênicas temporomandibulares: ensaio clínico randomizado triplocego
  • A Disfunção Temporomandibular (DTM) é definida como um conjunto de alterações que envolve os músculos da mastigação, articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas, sendo classificada também, como DTM muscular e articular. Os principais sinais e sintomas são dor orofacial, estalidos, limitação dos movimentos mandibulares, entre outros. O objetivo geral da pesquisa será comparar os efeitos da fotobiomodulação entre indivíduos acometidos de DTM articular e muscular. Metodologicamente, trata-se de um ensaio clínico randomizado e triplo-cego, que terá sua amostra composta por indivíduos com DTM muscular e articular encaminhadas ppo Serviços de referências de nossa instituição. A amostra será dividida em três grupos, sendo o grupo um (G1) pacientes com DTM muscular, Grupo dois (G2) pacientes com DTM articular e o grupo três será o grupo controle GC. Os grupos G1 e G2 serão subdivididos em três grupos cada, correspondendo desta maneira aos subgrupos A, B e C do grupo G1 e os subgrupos D, E e F do grupo G2. Os métodos de intervenção utilizados serão Laser de Baixa Potência (LBP) e Terapia Miofuncional Orofacial TMO os subgrupos A e D, LBP nos subgrupos B e E, e TMO nos subgrupos C e F.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giovana Gioppo Nunes

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese e caracterização de polioxovanadatos, estudos de quimioproteção e de interação com a membrana celular
  • Os polioxometalatos (POM), entre os quais se destacam os polioxovanadatos (POV), são oxoânions constituídos principalmente por V, Mo e W em estados de oxidação altos. Vários POV têm sido avaliados como medicamentos inorgânicos de baixo custo por sua atividade anticâncer, antidiabética, antiviral, antiprotozoária e antibacteriana (Coord. Chem. Rev. 447, 214143, 2021). Apesar do enorme potencial destes compostos para o desenvolvimento de fármacos, a maioria dos estudos tem envolvido apenas o ânion decavanadato(V), [V10O28]6– (V10). Polioxovanadatos de valência mista como [V15O36Cl]6– (V15) e [V18O42l]7– (V18) (J. Inorg. Biochem. 219, 111438, 2021), por outro lado, são pouco explorados. Eles contêm vanádio(IV)/(V) e apresentam diversas atividades bastante promissoras entre as quais selecionamos, para aprofundar nossos estudos: (i) promoção da quimioproteção de material genético contra agentes alquilantes carcinogênicos como o dietilsulfato, empregando DNA plasmidial e culturas de E. coli como modelos molecular e de célula completa respectivamente; (ii) interação com os receptores acoplados à proteína G da membrana de células eucarióticas, os quais representam cerca de 40% dos alvos biológicos para tratamentos com drogas. Entre os POV de valência mista em estudo no nosso grupo de pesquisa, os dodecavanadatos {V12O32X}n– e octadecavanadatos {V18O42X}n– podem conter um ânion encapsulado (X = haletos, CN–, HCOO–, CO32–, N3– ou SO42–) que afeta a estabilidade e atividade dos polioxoânions. Estes complexos serão funcionalizados (com trisalcóxidos simples) e conjugados (com moléculas bioativas) para aumentar sua lipofilicidade e modular sua interação com diferentes alvos biológicos. A caracterização das espécies metaloquímicas formadas in vitro e no meio biológico será feita por métodos espectroscópicos. Cálculos computacionais serão utilizados para modelagem molecular e estabelecimento de correlações estrutura-reatividade-atividade.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Giovani Marino Favero

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • apoio a formação de doutores em engenharia e ciência de materiais e química aplicada
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 07/01/2020-07/01/2025
Foto de perfil

Giovani Valar Koch

Outra

Multidisciplinar
  • feira de ciências - construindo novos saberes
  • O ensino de ciências consiste em um desafio para a educação devido a fatores que desviam a atenção dos estudantes. Nos últimos anos é perceptível que o interesse por materiais eletrônicos têm desviado o foco do ambiente educacional, para ambientes virtuais que fogem do currículo escolar. É importante fazer o contraponto para desenvolver os currículos estabelecidos com foco no processo de construção do conhecimento mediatizado pela educação sistemática. O desenvolvimento das feiras de ciências se tornam uma alternativa viável para consolidar a aprendizagem dos conteúdos escolares, pois proporcionam o despertar pelo interesse da ciência criando novos desafios aos estudantes e aproximando-os do mundo científico. O trabalho do IFMT campus Bela Vista em conjunto com Escolas Municipais de nível fundamental (5º ao 9º ano) do município de Cuiabá, permitirá o desenvolvimento de trabalhos científicos e tecnológicos em diferentes temáticas para a realização da Feira de Ciências. Assim, equipes mistas de estudantes do 5º ao 9º ano junto a tutores (professores da turma e servidores do IFMT), trabalharão para o desenvolvimento do trabalho/experimento a ser apresentado. As temáticas serão inter e multidisciplinares, cujas temáticas podem variar desde doenças infecciosas, repelentes, filtro solar, uso correto de medicamentos, vacinas, cosméticos, microorganismos, nanotecnología, química, física, matemática, geometria, geografia, história sociologia, filosofia, dentre outras. Com o auxílio dos tutores, os estudantes terão liberdade de criar os projetos e desenvolvê-los na forma de experimentos, demonstrações, vídeos e jogos didáticos, aplicativos, cenas teatrais, etc. Para isso serão necessários encontros periódicos das equipes, nas escolas e em laboratórios do IFMT, para a troca de conhecimentos e desenvolvimento dos trabalhos que serão apresentados. A sociedade será convidada para participar do evento no campus do IFMT, ao final do período de realização do projeto.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 03/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Giovanna Machado

Ciências da Saúde

Medicina
  • laboratório multiusuário de nanotecnologia do cetene - lmnan / cetene
  • O Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE) foi criado em 2005 e atua como uma das 16 Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A missão do CETENE é o desenvolvimento tecnológico e econômico da região Nordeste, introduzindo e aperfeiçoando tecnologias para promoção da economia local baseada na cooperação entre redes laboratoriais. Para isso, utiliza a infraestrutura de P&D existente na região Nordeste, além de suas competências laboratoriais e em recursos humanos. No cenário atual, o CETENE desenvolve as suas atividades em três áreas estratégicas para o desenvolvimento econômico e tecnológico local, são elas: biotecnologia, nanotecnologia e microeletrônica. Assim, as atividades desenvolvidas nestes laboratórios são suportadas pelos laboratórios de Microscopia e Microanálise, Laboratório Multiusuário de Nanotecnologia, Laboratório de Biocombustíveis, Laboratório para Integração de Circuitos e Sistemas, Biofábrica Governador Miguel Arraes e Usina Experimental de Produção de Biodiesel. As atividades desenvolvidas nos laboratórios Microscopia e Microanálise e Nanotecnologia são de caráter multiusuário, permitindo o compartilhamento da infraestrutura do CETENE para a execução de projetos de P&D em parcerias com empresas, órgãos governamentais e a comunidade científica. No seu atual estágio de desenvolvimento, o CETENE conta com uma infraestrutura composta de pessoal científico/técnico/administrativo e laboratórios que compartilham equipamentos e instalações multiusuários de última geração, com capacidade efetiva para realizar pesquisa de alta complexidade e prestar serviços para a indústria, atuando em uma vasta área de temas tecnológicos de fronteira. Os Laboratórios Multiusuários do CETENE se propõem a disponibilizar o acesso, para uso compartilhado por diferentes grupos/instituições de pesquisa, de equipamentos e serviços de elevado grau de especialização, necessários à execução de atividades de pesquisa. Além de constituir importante centro de facilidades para o apoio ao desenvolvimento da pesquisa tecnológica. Os Laboratórios do CETENE também se destinam a oferta de serviços tecnológicos de análises e caracterização de produtos e materiais produzidos ou utilizados pela indústria regional. Assim, atuando diretamente em diferentes setores da economia do estado pernambucano. CETENE trabalha sempre em parceria com diversas instituições no intuito de não duplicar estruturas já existentes e com foco em fortalecer o sistema de pesquisa, desenvolvimento e inovação regional. O CETENE trabalha de forma integrada com os setores empresarial, governamental e sociedade civil, promovendo o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de Biotecnologia e Nanotecnologia e Microeletrônica. Este projeto tem como objetivos garantir, pelos próximos 4 anos, a continuidade do Sistema de Atendimento Multiusuário do CETENE, e expandi-lo para outros laboratórios viabilizando assim o andamento dos projetos institucionais, através da obtenção de recursos financeiros que garantam o funcionamento da infraestrutura existente, com manutenções e aquisição de equipamentos novos, além da contratação de pessoal qualificado. Esta em andamento a criação de um sistema, que permitirá aos usuários ter acessado via portal web, o qual permitirá fazer a solicitação de análises e de uso de todos os equipamentos que compõem a plataforma multiusuário do CETENE, de forma mais completa que a atual e integrado com as ferramentas gerenciais da instituição. Entre os objetivos específicos do projeto podemos destacar: -Buscar a excelência interdisciplinar e multidisciplinar, favorecendo a cooperação e a identificação de novas áreas de pesquisa que se beneficiem da cooperação entre os diferentes pesquisadores. -Ser um centro nacional de cooperação técnico-científica, envolvendo o treinamento constante de técnicos e estar aberto à realização de pesquisas por parte de professores e estudantes das diversas instituições da região Nordeste, além do apoio às atividades de cientistas visitantes. -Estimular uma ativa cooperação com as indústrias, tanto na realização de serviços técnicos especializados quanto no oferecimento de consultorias.
  • Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste - PE - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Giovanna Machado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • materiais nanoestruturados para aplicações em fontes renováveis de energia utilizando perovskitas ambientalmente amigáveis
  • Grande tem sido a procura por soluções para atender a demanda energética, em especial pelas mudanças climáticas e do compromisso mundial de redução das emissões de carbono. Entre as diversas tecnologias renováveis, dispositivos fotovoltaicos são um forte candidato para suprir essas demandas. Dos diferentes dispositivos, células solares de perovskitas são as mais promissoras e atualmente estudadas, destacando um aumento de eficiência de conversão energética de 3,8% para 25,5% no decorrer de apenas 12 anos. Contudo, esta tecnologia ainda sofre com fatores críticos: como toxicidade elevada (devido a presença de Pb), baixa estabilidade e degradação em atmosfera. Dessa forma, esse projeto visa desenvolver e consolidar dispositivos fotovoltaicos utilizando tecnologia verde para obtenção de materiais estáveis e de baixo custo. Estudos recentes realizados no NREL e Oxford PV tem demostrado resultados promissores na substituição de Pb por Sn, promovendo uma corrida tecnológica para obtenção destes materiais. Assim, para aumentar as chances de sucesso do projeto serão utilizadas diferentes frentes de trabalho: (1) Fabricação de dispositivos fotovoltaicos utilizando contraeletrodos de carbono. Esses possuem excelente potencial de encapsulamento para as perovskitas, além de diminuir o custo de produção. (2) Substituição dos cátions orgânicos de chumbo por cátions ambientalmente amigáveis como Sn e Bi. (3) Desenvolvimento de métodos de síntese e preparação de dispositivos com solventes ambientalmente amigáveis. (4) Realização de teste de toxicidade dos materiais obtidos, para comprovação de sua baixa toxicidade. Com isso, ao final do projeto, pretendemos obter células solares livres de Pb aplicáveis a painéis solares com eficiência competitiva, possibilitando em um futuro proximo o seu real escalonamento industrial de forma eficiente e eficaz.
  • Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste - PE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giovanni Laranjo de Stefani

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • projeto de reator nuclear modular com combustível de tório otimizado por inteligência artificial
  • Considerando que a energia nuclear, devido o seu alto potencial de conversão de energia, pode estar entre as várias ações necessárias para aumentar a geração de energia no país. Os Pequenos Reatores Nucleares Modulares (SMR – Small Modular Reactor), com saída elétrica de até 300 MWe, são uma opção dentro das futuras tendências de reatores, inclusive como energia limpa. Uma alternativa aos modelos atuais de reatores que utilizam urânio como fonte primária de energia nuclear é o tório, de especial interesse nacional inclusive, considerado em vários tipos de reatores de potência e ciclos de combustível. Reatores a tório apresentam a vantagem de reduzir a geração de rejeitos de alto nível e estender a queima de forma a se obter um melhor uso dos recursos naturais. Neste contexto, esta pesquisa propõe otimizar, através do uso de técnicas de Inteligência Artificial (IA), um projeto conceitual de um SMR, baseado no conceito de combustível nuclear a base de tório aplicado a reatores de água leve, idealizado por Radkowsky. O desenvolvimento do conceito proposto por Radkowsky possui diversos parâmetros a serem definidos, e estes irão afetar os fatores que determinam a potência, eficiência, queima, tamanho, custo, segurança, entre outros, e ao fim irão definir a viabilidade, inclusive de construção a nível nacional, do reator como fonte de geração de energia. A idéia inovadora é a de que em vez de utilizar somente o conhecimento de especialistas, o projeto seja definido através do uso da IA, Algoritmos Genéticos Clássicos ou de Inspiração Quântica, por exemplo. Para que os cálculos do projeto nuclear sejam realísticos programas como o MCNP, SERPENT e SCALE serão utilizados no projeto do reator, e a otimização será feita por algoritmos de otimização multiobjetivos especificamente desenvolvidos para esta aplicação. A precisão dos cálculos, bem como a otimização real do projeto, exige um custo computacional elevado e para tal serão utilizadas técnicas de programação paralela.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giovannia Araujo de Lima Pereira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • nanoplataformas ópticas baseadas em calcogenetos de cobre e de prata para aplicações tecnológicas
  • As vantagens e versatilidade dos semicondutores nanoestruturados os tornam materiais muito atrativos para diversas aplicações, tais como em dispositivos optoeletrônicos, sensores, catalisadores e sondas fluorescentes. Dentre os semicondutores nanoparticulados que se encontram em evidência, pontos quânticos I-VI têm se mostrado bastante promissores, tanto por suas propriedades intrínsecas, quanto pela ausência de metais pesados em sua composição. Dentre eles, destacam-se os baseados em cobre e prata. Calcogenetos de cobre em condições não-estequimétricas (Cu2-xY, Y = S, Te, Se, 0 < x ≤ 1) são portadores de carga devido a vacâncias estruturais e, por isso, estão sendo extensivamente estudados dada a capacidade de serem geradores de ressonância plasmônica de superfície localizada (do inglês, LSPR). Estas nanopartículas de Cu2-xY apresentam LSPR na região do infravermelho próximo (NIR), sintonizável com o tamanho e forma dos nanocristais. Logo, são materiais extremamente interessantes para aplicações analíticas, tais como em SEIRA (do inglês surface-enhanced infrared absorption spectroscopy), por exemplo, e como catalisadores em reações assistidas por plasmon. Já os calcogenetos de prata nanoestruturados (Ag2X, X = S, Se e Te) têm se mostrado bastante promissores para aplicações biológicas, pois exibem menor citotoxicidade, além de emitirem radiação na região espectral conhecida como “janela de diagnóstico biológico” (650-1450 nm) e com maior penetrabilidade nos tecidos biológicos, potencializando assim suas aplicações in vivo. Porém, a otimização das propriedades físico-químicas desses nanomateriais está relacionada com a qualidade dos mesmos, que por sua vez depende das condições sintéticas aplicadas. Considerando todos esses aspectos, os objetivos científicos desse projeto estão focados no desenvolvimento sintético otimizado e preparação de plataformas e dispositivos contendo semicondutores I-VI nanoestruturados hidrofílicos para aplicações analíticas e catalít
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gisela Mandali de Figueiredo

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • integrando a compreensão mecanística à modelagem ecossistêmica na baía de guanabara
  • Ecossistemas marinhos tem papel essencial como mitigadores do aquecimento global através da remoção do dióxido de carbono da atmosfera, no entanto eles vêm sofrendo fortes pressões antropogênicas. Entender o funcionamento e metabolismo destes ecossistemas é urgente, já que estressores alteram a dinâmica das teias tróficas e, consequentemente, o balanço de carbono, criando incertezas quanto ao papel autotrófico ou heterotrófico dos sistemas. Assim, esta proposta visa desenvolver um modelo trófico ecossistêmico da Baía de Guanabara, altamente impactada e espacialmente heterogênea quanto à qualidade ambiental. Investigando a dinâmica trófica da Baía testaremos as seguintes hipóteses: i) variações das estratégias metabólicas dos produtores primários são essenciais para previsões da trofodinâmica; ii) a maior parte da produção primária não é consumida, sendo transportada para o fundo da Baía; iii) o metabolismo é predominantemente heterotrófico nas áreas rasas e mais poluídas da Baía, mas a intrusão de águas de ressurgência aliviam este estado eutrófico. Para testar estas hipóteses serão integrados dados de monitoramento, experimentais e modelagem ecossistêmica. Com o modelo identificaremos conectância, eficiência trófica, e transferência de contaminantes na teia trófica e realizaremos projeções das respostas da Baía ao aumento da temperatura, eutrofização, e perda de biodiversidade. O principal aspecto inovador da proposta é abordar efeitos fisiológicos dos produtores primários no funcionamento ecossistêmico. Isto é, quantificar: i) papel do plâncton mixotrófico, grupo que atua simultaneamente como produtor e consumidor e ii) estimar a contribuição por fotossíntese ou decomposição de macroalgas flutuantes nas zonas rasas. Através da integração de dados tróficos investigaremos o metabolismo de uma Baía altamente impactada, dando um importante passo para a compreensão de como ecossistemas costeiros contribuem para emissão ou retirada de dióxido de carbono da atmosfera.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gisele Maria Fagundes

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • uso de leguminosas da savana amazônica para o desenvolvimento da pecuária sustentável na região norte
  • A pecuária no Estado de Roraima tem apresentado crescimento nos últimos anos, consolidando-se como atividade do agronegócio para o desenvolvimento e abertura de novos mercados na região. No entanto, cada vez mais sentimos os efeitos negativos da ação humana sobre a utilização errônea dos recursos naturais. Daí a importância de se repensar algumas práticas de manejo nos ruminantes, substituindo-as por alternativas naturais que não impactam o ecossistema e permitam a intensificação dos sistemas de produção animal. Assim, a utilização de leguminosas nativas da savana amazônica, tolerantes a solos de baixa fertilidade, torna-se uma opção viável, pois permitem recurso alimentar aos animais na época seca. Neste contexto, este projeto tem por objetivo avaliar a qualidade da pastagem nativa da região do lavrado de Roraima em consorcio com espécies de leguminosas nativas do mesmo bioma. Os resultados deste projeto, obtidos em parcerias com outras instituições, deverão contribuir para a recomendação segura deste tipo de consórcio na região que proporcionará aumentos na produtividade no período de estiagem, de forma sustentável, sem contudo prejudicar o meio-ambiente, diminuindo o custo com concentrado na atividade pecuária. Esta alternativa torna-se uma excelente opção para ser usada em sistemas com solos de baixa qualidade com gramíneas nativas, viabilizando a criação destes animais principalmente por propriedades de agricultura familiar em comunidades indígenas.
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giseli Dalla Nora

Ciências Humanas

Geografia
  • crise hídrica e incêndios florestais no pantanal brasileiro: impactos socioambientais e alternativas de resiliência das comunidades tradicionais pantaneiras
  • Os incêndios florestais vêm se agravando no Pantanal. Entre janeiro de 1985 e dezembro de 2020,nenhum bioma brasileiro foi tão atingido pelo fogo como o Pantanal com 57% da área total queimada e a redução de 74% da sua superfície de água. Nesse contexto, os impactos socioambientais atingem de múltiplas formas as comunidades tradicionais que dependem diretamente das águas para sua sobrevivência e produção. Diante da problemática descrita, a presente pesquisa tem como principal objetivo identificar as causas e os impactos socioambientais da escassez hídrica e dos incêndios florestais nas comunidades que integram a Rede de Comunidades Tradicionais Pantaneiras, bem como registrar e divulgar as alternativas de resiliência. De forma específica, buscar-se-á :a) analisar as políticas públicas e programas; b) realizar diagnóstico socioeconômico, cultural e ambiental; c) Selecionar e aprimorar modelos de práticas eficientes a fim de disseminá-los como tecnologia social e subsidiar políticas e programas governamentais; d) desenvolver indicadores de processos socioambientais para os diferentes atores sociais produzindo processos de alfabetização científica, educação ambiental e Patrimonial. A principal hipótese é que tais problemas estão ocorrendo devido à transformação e intensificação das atividades econômicas capitalistas, aliadas às mudanças nas relações sociais e nos aspectos culturais, fatos que implicam em um uso econômico mais intensivo do Pantanal sem preocupações conservacionistas e preservacionistas. Os aportes metodológicos estão centrados nas seguintes etapas: 1 - seleção e análise de documental (análise de conteúdo; software NVivo12) 2 – Realização do Diagnóstico Socioambiental; Identificação e seleção de práticas de resiliência; 3 – criação de Indicadores (barômetro da sustentabilidade);4- Realização de oficinas participativas. 5 – Disseminação do conhecimento cientifico e das alternativas de resiliência em diferentes mídias e periódico
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Giselle Cristina Martins Real

Ciências Humanas

Educação
  • política de validação de diplomas estrangeiros no brasil: impactos no/do contexto institucional
  • A proposta é engendrada a partir da centralidade da política de validação de títulos de graduação e de pós-graduação no país, considerando a crescente demanda originária de processos migratórios, que envolvem, sobretudo, brasileiros. Observa-se que há: i) normativas aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), particularmente, a emissão da Resolução N. 3/2016; ii) programas criados pelo Executivo Federal: Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida) e Plataforma Carolina Bori; ações do Legislativo como a aprovação da Lei N. 13.959/2019 e a tramitação do Projeto de Lei N. 7841/2014; e, a emissão de acórdãos emanados do Supremo Tribunal Federal sobre a temática. Portanto, é notável que o Estado brasileiro está em ação, embora análises acerca dos resultados e impactos dessas ações sejam incipientes. Nesse sentido, adota-se o seguinte problema norteador: Qual(is) impacto(s) da/na política de validação de diplomas nas/das instituições de educação superior? Elege-se a abordagem quanti-qualitativa, a partir da análise dos dados acerca do quantitativo de processos de revalidação e reconhecimento de títulos estrangeiros disponível de forma aberta no Portal Carolina Bori e, ainda, dos dados fechados acerca do Revalida a serem solicitados ao INEP. Também, serão coletados dados por meio de entrevistas junto aos gestores envolvidos nesses processos, como: do Fórum dos Pró-Reitores de Graduação e de Pós-graduação, da Associação Nacional de Pós-Graduandos, da Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Objetiva-se identificar e analisar impactos da política nacional de validação de títulos estrangeiros no contexto das instituições de educação superior, com vistas a subsidiar, com tais informações, as decisões públicas de aperfeiçoamento dos processos regulatórios e a (re)formulação de políticas indutoras de internacionalização, com menores efeitos colaterais.
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025