Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alessandra Lifsitch Vicosa

Ciências da Saúde

Farmácia
  • otimização do processo de obtenção, estudo de biodisponibilidade e sensorial de solução sólida amorfa a base de praziquantel para o uso em formulações pediátricas.
  • A literatura científica mostra o grande desafio que é o desenvolvimento de medicamentos para o tratamento de helmintíases tais como a esquistossomose, principalmente, no que tange o tratamento de crianças. O praziquantel (PZQ), que é o fármaco referência para o tratamento desta doença negligenciada, possui diversos problemas de ordem físico-química (péssimo fluxo, baixa densidade, baixa solubilidade em água e problemas de estabilidade), farmacológica (alta dosagem terapêutica e significativo efeito de primeira passagem) e sensorial (fármaco de sabor muito amargo e com efeito residual na boca) que precisam de uma atenção mais detida das tecnologias até então desenvolvidas para viabilizar um produto realmente eficiente sob o ponto de vista físico-químico, farmacológico e clínico. Observa-se que as tecnologias até então desenvolvidas quando olhadas individualmente sempre falham em um ou mais itens dos seguintes quesitos: na biodisponibilidade, no mascaramento do sabor, na viabilidade técnica e no custo. A presente proposta retrata a junção de tecnologias até então não agrupadas como o hot-melt extrusion (HME) e o revestimento top-spray de partículas. O HME vem ganhando bastante atenção na indústria farmacêutica por ser um método robusto, contínuo, com poucas etapas, sem o uso de solventes, e por permitir obter dispersões sólidas com alto nível de homogeneidade e sem influência das propriedades de fluxo, polimorfismo e hábito cristalino do fármaco em estudo. O projeto trabalha as deficiências do fármaco em questão através da utilização de mecanismos de solubilização e mascaramento de sabor mais adequados para o PZQ. Será feita a produção de soluções sólidas amorfas (SSAs) e a mesma será acessada através de estudos de reologia, simulação computacional do processo de hot-melt extrusion (estudos de design de rosca versus parâmetros de processo) e planejamento experimental nunca antes realizados no Brasil. As SSAs serão veiculadas em formulação pediátrica com palatabilidade e biodisponibilidade adequadas. O presente trabalho vai de encontro as demandas da classe médica apresentando alta viabilidade econômica e técnica. Usando as duas tecnologias anteriormente citadas, contornam-se imediatamente os dois problemas mais destacados do PZQ em mistura racêmica, o sabor desagradável e a biodisponibilidade. No primeiro caso, o mascaramento se dará pelo revestimento das partículas e a biodisponibilidade será melhorada através da formação de solução sólida amorfa obtida pela extrusão à quente do PZQ em polímeros hidrossolúveis e tensoativos. O perfil sensorial das composições obtidas será avaliado primeiramente in vitro e as mais promissoras passarão para os ensaios de palatabilidade in vivo (ratos). As mesmas amostras selecionadas serão submetidas a avaliação de biodisponibilidade na qual a farmacocinética in vivo (ratos) do novo medicamento proposto será realizada conforme modelos reconhecidos internacionalmente e pela ANVISA.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 21/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Alessandra Luzia Da Róz

Outra

Divulgação Científica
  • i mostra científica e feira de ciências do ifsp itapetininga
  • A I Mostra de Científica e Feira de Ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) Câmpus Itapetininga é um evento idealizado e realizado pelas Coordenadoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação e Coordenadoria de Extensão do Câmpus Itapetininga do IFSP no âmbito da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Ao promover a I Mostra Científica e Feira de Ciências do IFSP Itapetininga pretende-se possibilitar que estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Técnico das redes municipais, estaduais e federal do município de Itapetininga e região possam entrar em contato com um ambiente facilitador e estimulante ligado às ciências, corroborando o trabalho realizado em sala de aula por professores previamente treinados pelo corpo docente do IFSP, via parceria entre Prefeitura Municipal e Diretoria Estadual de Ensino. A I Mostra Científica e Feira de Ciências será um espaço para discussão, apresentação e exposição de trabalhos técnicos e científicos desenvolvidos e os melhores trabalhos serão premiados em diversas categorias, incluindo premiação exclusiva para meninas. No evento, além da apresentação de trabalhos, ocorrerão diversas atividades concomitantes, tais como: mostra de robótica, mostra de protótipos, experimentos de ciências e tour pelo Espaço Giroscópio de Ciências. O Câmpus possui ampla experiência na realização de eventos científicos, técnicos e tecnológicos, pois desde 2010 realiza seu Congresso de Iniciação Científica e o Work Tech Itapê. Pela experiência em realização de eventos estimasse que participem das atividades, entre professores e alunos dos diversos níveis de ensino mais de 1000 participantes no dia do evento.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Alessandra Mello Simões Paiva

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • artes indígena e contemporânea: redes e partilhas para a construção de um “site-curatorial”
  • Como compreender a arte indígena diante das rápidas transformações no mundo contemporâneo e a inserção destes povos em circuitos urbanos, na cultura midiática e no sistema artístico habitual? Em que pontos estas expressões estéticas aproximam-se e distanciam-se das poéticas contemporâneas? Perguntas como estas transformaram-se em um desafio epistemológico para o campo das artes, já que a arte indígena tem sido analisada, em grande parte, pelo campo da antropologia. São ainda questões de significativa relevância para este projeto, que tem como objetivo produzir uma ampla reflexão a respeito do tema a partir de estudos teóricos, coleta e análise de imagens e entrevistas com artistas indígenas, artistas contemporâneos e pesquisadores que tenham interface com essas problemáticas. Os resultados da pesquisa (em forma de textos, imagens e vídeos) estarão disponibilizados em um “site-curatorial”, que servirá de plataforma de mediação entre “fruidor-leitor” e arte, em um encontro considerado como experiência de leitura reconstrutiva. A proposta é que este canal forneça ferramentas interativas que estimulem um processo cognitivo diferenciado, que pode ser entendido como experiência ética de reconhecimento da arte, envolvendo forma estética e contradição social. A proposta versa sobre a partilha e construção de uma nova experiência estética, estimulando o fruidor a fazer suas próprias conexões e interações.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Melo de Aguiar

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • efeito de nanopartículas de bismuto (binps) em células-tronco adultas humanas
  • Os nanomateriais, e em particular, as nanopartículas (NPs) estão na vanguarda da onda da nanotecnologia, e são utilizadas em diversos produtos, incluindo produtos e insumos para saúde, sendo de grande importância não apenas a sua caracterização fisico-química mas também predição de sua toxicidade, em sistemas inovadores com o uso de células-tronco para avaliação de seu efeito biológico. Estas partículas consistem em substâncias químicas que possuem dimensões variando de 1 a 100 nm, o que as confere um alto poder de reatividade e uma enorme gama de aplicações, que vão desde a geração de energia e engenharia, até aplicações na área de medicina. Dentro deste contexto, as NPs de bismuto (BiNPs) tem sido amplamente avaliadas a fim de serem empregadas nos mais diversos campos. Estas NPs são bastante interessantes pelo fato de apresentarem diversas propriedades médicas, agindo como bactericidas, fungicidas, antibiofilme e antivirais; sendo assim, estas NPs tem sido avaliadas quanto ao seu emprego em antissépticos orais (Hernandez-Delgadillo et al., 2013; Claudio & Chellam, 2014; El-batal et al., 2017; Hernandez-Delgadillo et al., 2017). Além disso, estas NPs tem sido avaliadas para seu emprego em termo-quimioterapia, imagenologia (Li et al., 2016; Liu et al., 2015; Swy et al., 2014; Veintemillas-Verdaguer et al., 2015). Em relação as suas aplicações industriais, BiNPs são bastante atraentes devido ao seu baixo custo quando comparadas com outras NPs metálicas (Claudio & Chellam, 2014). Muito embora muitos compostos derivados de bismuto já tenham sido amplamente empregados para fins médicos, industriais e cosméticos por muitas décadas, pouco se sabe em relação a toxicidade do bismuto quando encontrado em nanoescala (Abudayyak et al., 2017). Apesar da grande aplicabilidade destas partículas no campo da medicina, a grande preocupação consiste no fato de que pouco ainda se sabe em relação a toxicidade causada pelas NPs. A maioria dos ensaios de toxicidade disponíveis são realizados em animais, porém, nos últimos anos, a comunidade científica tem buscado métodos alternativos através de ensaios in vitro. Os ensaios alternativos ao uso de animais buscam não apenas reduzir, substituir ou refinar o uso de animais como também o desenvolvimento de sistemas com melhor predição da toxicidade em humanos, que por vezes é não é completamente acurada nos modelos animais ou nos sistemas in vitro já disponíveis. Nesta linha de trabalho, avaliamos previamente o efeito de BiNPs em células eucarióticas, exercendo citotoxicidade de uma forma dose-dependente, levando a morte celular por apoptose e induzindo a autofagia em concentrações tóxicas.Contudo, são desconhecidos os efeitos de BiNPs em processos celulares como a diferenciação celular. Vários estudos já demonstraram que as células-tronco representam um bom modelo para a predição de toxicidade, apresentando vantagens em relação ao uso de linhagens primárias, por exemplo. Desta forma, este projeto tem como objetivo a caracterização de BiNPs quanto a suas propriedades físico-químicas, avaliação dos efeitos citotóxicos e genotóxicos das NPs, avaliação da interação NPs-células, estudo dos efeitos das NPs sobre a diferenciação adipogênica e osteogênica de células-tronco adultas. Portanto, essa proposta visa disponibilizar maior conhecimento sobre a interação das nanopartículas com as células-tronco humanas e, assim, determinar a taxa de segurança para uso desses materiais, o que é de suma importância para a sociedade, pois essas partículas possuem um grande potencial de aplicação em novos produtos para saúde e já estão sendo utilizadas em larga escala na medicina, biotecnologia e indústria farmacêutica.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022