Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Mário Lúcio da Silva Martins

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • reguladores de tensão série para arranjos pv de inversores fotovoltaicos conectados à rede
  • Após anos de desenvolvimento econômico, social e tecnológico baseado no consumo de energia proveniente, em grande parte, de fontes não renováveis de energia, a crescente e continua demanda de energia, tem imposto pressão sobre o setor energético para o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o suprimento desta demanda. Das formas de energia renovável, a energia elétrica produzida por meio de sistemas fotovoltaicos tem se mostrado bastante atrativa, principalmente devido aos aspectos que dizem respeito da conexão de geradores fotovoltaicos a rede da concessionária de energia, proporcionando a integração de geradores renováveis ao sistema elétrico. Uma vasta gama de sistemas tem sido proposta para geração fotovoltaica, a grande maioria utiliza um conjunto de módulos conectados a um conversor estático que faz a adequação da energia para sua conexão com a rede. Dentre os diferentes desafios provenientes das diferentes alternativas tecnológicas, um problema recorrente é a perda, ou redução da energia elétrica produzida devido ao fenômeno, definido como sombreamento parcial, que ocorre em arranjos que empregam vários módulos ligados em série. A melhor solução para reduzir os efeitos deste fenômeno é a utilização de geradores conhecidos como Módulos Integrados CA. Estes módulos utilizam um conversor estático dedicado por módulo, assegurando que a máxima energia seja extraída de um módulo. Por outro lado, pode-se conseguir resultados relevantes com o emprego de conversor CC-CC conectados na configuração de reguladores série aplicados às strings de módulos PV. Neste projeto pretende-se estudar detalhadamente as definições de potência elétrica em regimes não-senoidais e propor a utilização da renomada Teoria de Fryze das Potências para desenvolver um procedimento matemático que permite avaliar o processamento parcial de potência em conversores CC-CC conectados como reguladores série. A partir da avaliação do processamento de potência, pretende-se propor novos conversores que sejam capazes de regular a faixa de tensão especificada pela aplicação com o melhor desempenho em termos de processamento de potência. Para tanto, pretende-se empregar conversores capazes de operar com bidirecionalidade da polaridade da tensão de saída. Dentre as possíveis topologias pode-se citar o conversor forward, o conversor push-pull e o conversor full-bridge.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Lúcio Vilela de Resende

Ciências Agrárias

Agronomia
  • inct do café
  • O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT do Café) caracteriza-se por ser um arrojado empreendimento criado para prover pesquisa de qualidade, formação de recursos humanos e transferência de tecnologias relevantes para a cadeia produtiva do café no Brasil. Contando com a integração das competências em oito instituições, UFLA, UFV, EMBRAPA, EPAMIG, IAC, INCAPER, IAPAR e UESB, que atuam na fronteira do conhecimento da cafeicultura no Brasil, objetiva-se a perenização do Instituto, fortalecendo o desenvolvimento competitivo do negócio café no país. Busca-se nesta proposta assegurar a sustentabilidade da produção, atenuar o impacto das alterações climáticas sobre a cafeicultura, preservar os recursos naturais por meio de geração de tecnologias sustentáveis, desenvolver modelos adaptados para os sistemas especiais de produção e melhorar a qualidade e a competitividade da cafeicultura, como um todo. A nova proposta do INCT do Café está concentrada em dez linhas de pesquisa que abrangem desde o melhoramento genético da lavoura, resistência à estresses de natureza biótica e abiótica, genômica estrutural e funcional do cafeeiro e de patógenos do cafeeiro, cultura de tecidos, clonagem e transformação genética, otimização de sistemas de produção, além de estudos relacionados a café e clima, pós-colheita e qualidade do café e produtos inovadores para a cadeia produtiva. Propõe-se o desenvolvimento de cultivares com características de interesse do cafeicultor e da indústria. Para isso, serão desenvolvidas pesquisas de mapeamento físico e genético visando conseguir marcadores moleculares para características de tolerância a seca, resistência a pragas e doenças e qualidade de grãos e de bebida. Além disso, a exploração dos bancos de dados genômicos ajudará a criar bancos de marcadores moleculares funcionais de café, com subsequente aplicação em programa de seleção assistida com marcadores, uma antiga demanda dos programas de melhoramento do café. Serão desenvolvidos protocolos eficientes para calogênese e embriogênese somática de cultivares importantes para a cadeia do agronegócio do café, além da realização de análises funcionais com genes de interesse identificados, mediante a transformação genética. Visando a transformação de plantas e a multiplicação das mesmas serão desenvolvidos no Instituto protocolos de criopreservação a partir de diferentes explantes de cultivares de Coffea spp. Buscando-se trabalhar em sistemas de produção sustentáveis com menor impacto no meio ambiente são propostas alternativas para o controle de pragas e de doenças, além de práticas de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas na cafeicultura. Com relação ao controle de doenças do cafeeiro serão realizadas pesquisas com bioindutores de resistência caracterizando-se os mecanismos bioquímicos e moleculares ativados. Com ênfase ainda ao desenvolvimento sustentável na cafeicultura, será estudado o controle biológico da broca do fruto, praga emergente na cafeicultura. As tecnologias geradas no Instituto serão transferidas com o apoio do Núcleo de Inovação Tecnológica da UFLA (NINTEC) e pelos Núcleos de Inovação (NIT's) de instituições associadas. O NINTEC e os demais NIT’s serão responsáveis pela gestão da política de inovação tecnológica e proteção ao conhecimento gerado no Instituto. O Instituto possui uma plataforma que vai permitir o acompanhamento das atividades propostas nas diferentes linhas de pesquisa em cada instituição envolvida. Nesta plataforma já implementada, viabilizada na forma de site (www.inctcafe.ufla.br), será permitida a discussão entre os grupos envolvidos, o gerenciamento em diversos níveis de questões administrativas, e acesso do público aos resultados que poderão ser disponibilizados. Além disso, outras informações poderão ser disponibilizadas, tais como: calendário de eventos e reuniões, estado da arte das diversas linhas de pesquisa, publicações mais relevantes, o que possibilitará a formação de uma biblioteca virtual. Em síntese, o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café terá como missão a geração de tecnologias apropriadas, competitivas e sustentáveis, por meio da integração de competências institucionais, capacitação de recursos humanos, estímulo à capacidade de inovação e geração de negócios de alto valor agregado na cadeia produtiva do café.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Mario Luis Assine

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • megaleques fluviais dos rios taquari (pantanal, brasil) e paraná (esteros de iberá, argentina): geomorfologia comparada, processos de avulsão fluvial, formas deposicionais e modelos de preenchimento sedimentar
  • Megaleques fluviais são sistemas fluviais distributivos com área de milhares de km2. Sua importância como sistema deposicional foi reconhecida apenas nos últimos 15 anos, pois constatou-se, por meio de imagens de sensores remotos, que os megaleques são responsáveis pelo preenchimento de grandes bacias sedimentares quaternárias, especialmente bacias interiores e de antepaís (foreland). A partir dessa constatação, muitos pesquisadores passaram a considerar que tais sistemas foram os formadores da maior parte das unidades fluviais do registro geológico. Esta proposição gerou polêmica na comunidade científica, que tem debatido a representatividade dos sistemas fluviais distributivos no preenchimento de bacias sedimentares, pois grupo importante de pesquisadores advogam que depósitos de sistemas fluviais tributários são mais representativos no registro geológico. Independente desta disputa, o fato é que megaleques são extensas áreas de sedimentação moderna no interior dos continentais, muitas vezes sendo sítios de importantes wetlands, como é o caso dos inúmeros megaleques do trato deposicional do Pantanal, tema de pesquisa do pesquisador proponente deste projeto nos últimos 15 anos. Dentre eles, o do rio Taquari é o de maior extensão, com área de cerca de 50.000 km2, que desagua no rio Paraguai e é referência frequente em citações internacionais sobre sistemas fluviais distributivos. O escopo deste projeto é elucidar questões sobre sua geologia, que ainda permanecem por serem compreendidas, num estudo comparativo com o megaleque construído pelo rio Paraná na confluência com o rio Paraguai, onde forma a imensa wetland de Esteros de Iberá. Os objetivos são os mesmos para os dois sistemas: (a) zoneamento geomorfológico dos sistemas deposicionais, (b) caracterização das formas deposicionais e das principais fácies sedimentares associadas, (c) mapeamento dos pontos nodais de avulsão fluvial e definição dos processos de atuantes, (d) caracterização hidrológica dos sistemas deposicionais baseada na análise de séries temporais de imagens de satélite (e) o mapeamento de complexos sedimentares de avulsão (lobos deposicionais), (f) a datação de diferentes paleoformas deposicionais, e (g) a proposição de modelos de evolução geológica e geomorfológica dos sistemas fluviais distributivos, ambos pertencentes à bacia hidrográfica do Paraná-Paraguai.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mario Luiz Chizzotti

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito da restrição alimentar e genótipo sobre o estresse oxidativo, turnover proteico, adipogênese, proteoma e qualidade de carne de bovinos nelore e holandês e uso de câmeras 3d ou dexa na avaliação de carcaças
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Luiz Santana Júnior

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeitos genéticos do estresse térmico durante o final da gestação sobre características de crescimento de bovinos de corte
  • Atualmente, não existem dúvidas sobre as mudanças climáticas que estão ocorrendo em todo o mundo, particularmente o aumento da temperatura global. Esse tópico é de grande relevância, uma vez que os efeitos do aquecimento global devem impactar todas as atividades humanas, inclusive aumentando a possibilidade de estresse térmico em animais de produção. Os efeitos do estresse térmico sobre o desenvolvimento pré- e pós-natal de bovinos de corte de origem europeia criados em ambiente tropical, como os do Brasil, são de grande importância. Nesse sentido, a seleção de animais geneticamente mais tolerantes ao estresse calórico seria uma alternativa plausível para contornar ou pelo menos aliviar os efeitos prejudiciais do estresse térmico sobre o desempenho dos animais. Dentre as abordagens mais utilizadas atualmente para se avaliar a sensibilidade ambiental dos animais, as normas de reação têm se destacado por possibilitarem a visualização da trajetória do desempenho animal em função do ambiente. Uma das variáveis descritoras do ambiente comumente utilizadas é o índice de temperatura e umidade (ITU), o qual pode ser útil para identificar animais mais tolerantes e mais sensíveis ao estresse térmico. Assim, a realização do presente projeto tem como objetivo geral: avaliar os efeitos genéticos do estresse térmico durante o final da gestação sobre o peso ao nascimento e seu efeito colateral no ganho em peso pré-desmama de bovinos Hereford – Braford e Angus – Brangus do Brasil; e objetivos específicos: 1) avaliar o efeito do ITU durante o final da gestação sobre o peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama; 2) estimar componentes de (co)variância e parâmetros genéticos para componente de estresse térmico do peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama; 3) estimar valores genéticos dependentes do ITU para o peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama; 4) avaliar possíveis alterações na ordem de classificação das diferenças esperadas na progênie dos reprodutores para o peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama com a mudança no ITU; 5) identificar animais geneticamente mais tolerantes ao estresse térmico para o peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama. Serão analisados os fenótipos de peso ao nascimento e ganho em peso pré-desmama de mais de 400.000 animais nascidos entre os anos de 1974 e 2017 em fazendas das regiões centro-oeste, sudeste e sul do Brasil que participam dos programas Conexão Delta G e Natura (GenSys). Um modelo fixo utilizando-se como descritor ambiental o ITU médio sobre o terço final da gestação será aplicado aos dados para a determinação do impacto do estresse térmico sobre o desempenho animal. Adicionalmente, um modelo animal de norma de reação será adotado para a estimação de componentes de (co)variância e parâmetros genéticos relacionados ao estresse térmico. Os componentes de (co)variância serão estimados via amostragem de Gibbs.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Reis Álvares-da-Silva

Ciências da Saúde

Medicina
  • potencial do crosstalk entre autofagia e epigenética no rastreamento, prognóstico e diagnóstico de lesões pré-malignas e carcinoma hepatocelular: do conhecimento básico à aplicação clínica
  • O carcinoma hepatocelular (CHC) é o principal tumor maligno primário de fígado e representa uma das maiores causas de óbito em todo o mundo. No Brasil, entre 2011 e 2015, foram registrados 44.451 óbitos por CHC. Os casos foram mais concentrados na faixa etária entre 50 e 70 anos, ou seja, em uma população economicamente ativa. O CHC acomete especialmente pacientes com cirrose, que é considerada uma condição pré-maligna. Assim, a vigilância dos pacientes em risco é determinante para o diagnóstico mais precoce e instituição de tratamento curativo, que pode incluir, entre outras modalidades, o transplante de fígado. Em nosso país, entretanto, dados recentes indicam que 62,2% dos pacientes são diagnosticados em fases avançadas da doença, em que apenas o tratamento paliativo pode ser ofertado, o que impacta diretamente na taxa de mortalidade. Outrossim, dados do DATASUS de 2014 e 2015, mostram que o estado do Rio Grande do Sul apresenta a maior incidência da doença em nosso país, superior a 5 casos por 100.000 habitantes. A transformação de células saudáveis em células pré-malignas e, subsequentemente, em células malignas envolve um desbalanço na homeostase celular dirigido por alterações no funcionamento de mecanismos de morte, proliferação, envelhecimento e metabolismo celular. Entretanto, existem muitas lacunas importantes no conhecimento relacionado à biologia celular da evolução tumoral, especialmente nas etapas iniciais da carcinogênese. A falta de estudos relacionados à etapa inicial da carcinogênese está na contramão de dois aspectos centrais das políticas de combate ao câncer: o rastreamento e a detecção precoce. Assim, na última década, somado aos mecanismos clássicos citados tem-se buscado entender o papel de outros mecanismos na carcinogênese, entre os quais tem se destacado a autofagia. Este mecanismo envolvido na degradação e renovação de componentes celulares tem papel central na manutenção das células no seu estado saudável, evitando a formação de células pré-tumorais. Por outro lado, em tumores recém-formados em progressão a autofagia é reativada para a adaptação metabólica. Este processo de inativação e reativação da autofagia parece envolver alterações epigenéticas, especialmente pelas proteínas EZH2 e CARM1. É crescente o número de artigos que descrevem alterações na expressão de genes de autofagia e epigenética ao longo da carcinogênese, porém há uma grande limitação no entendimento biológico do papel destas alterações e no potencial diagnóstico e prognóstico que possuem, especialmente integradas. Algumas perguntas são fundamentais neste contexo: qual o perfil de expressão de genes de autofagia e epigenética no tecido normal, em lesões pré-neoplásicas e nos tumores derivados destes tecidos? Este perfil de expressão correlaciona com marcadores clínicos e histopatológicos de malignidade? Há um controle epigenético por trás da supressão e reativação da autofagia nas etapas da carcinogênese? Qual o potencial de genes de autofagia e epigenética como marcadores prognósticos? Qual a importância de utilizar combinações destes genes ao invés dos genes isolados? O estudo de genes de autofagia como potenciais marcadores de diagnóstico e prognóstico tumorais é ainda pouco explorado. Considerando que a autofagia pode modular proliferação, morte, envelhecimento e ciclo celular (e, portanto, a agressividade tumoral), marcadores de autofagia poderiam contribuir na definição do diagnóstico, prognóstico e escolha da terapia antitumoral. Resultados preliminares do nosso grupo de pesquisa mostram que os genes marcadores de autofagia MAP1LC3 e SQSTM1 estão aumentados em amostras de carcinoma epidermóide esofágico em comparação ao tecido esofágico normal. Observamos ainda, que os níveis destas proteínas interferem na sobrevida dos pacientes, especialmente quando combinados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mario Roberto Dal Poz

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • quanto custa formar um médico? proposta de metodologia generalizável para estimar o custo da formação de médicos no brasil.
  • O presente projeto pertence à linha de pesquisa "Crise Global da Força de Trabalho em Saúde" em desenvolvimento na Estação de Trabalho da Rede Observatório de Recursos Humanos em Saúde (ObservaRH-IMS/UERJ) e no Centro Rio de Saúde Global (Centro Rio) do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. O projeto visa contribuir para a análise e enfrentamento dos fatores associados a essa crise da força de trabalho em saúde, cujos reflexos na formação de profissionais de saúde e na relação com o mercado de trabalho, adquiriram crescente relevância no cenário da saúde coletiva, além de serem reconhecidamente considerados elementos críticos para os sistemas de saúde alcançarem a cobertura e o acesso universal, como demonstram as diversas resoluções da Organização Mundial da Saúde sobre o fortalecimento dos recursos humanos para a saúde, em particular a Estratégia Global para os Recursos Humanos da Saúde 2030, bem como a resolução da Assembleia Geral da ONU sobre o fortalecimento do emprego na saúde e o crescimento econômico. No Brasil, o número de médicos já chega a praticamente meio milhão num total da força de trabalho de saúde de mais de 3 milhões. A formação dessa força de trabalho é garantida por mais de 5.000 cursos de nível superior para as profissões da saúde das quais mais de 300 são faculdades de medicina. Revisão preliminar da literatura demonstrou a quase inexistência de estudos que subsidiem o processo de decisão política e financeira para a abertura e funcionamento das escolas médicas, bem como a inexistência de metodologia aceita ou aplicável para o cálculo de custos para educação médica. Assim, além da hipótese imediata de que é possível estabelecer uma estrutura de custos generalizável sobre a educação médica, orienta também este trabalho a hipótese mediata de que as relações entre os mercados educacional e de trabalho das profissões de saúde influenciam e são influenciados pela agenda da política pública de saúde, com determinantes no campo das políticas públicas de estímulo e indução à privatização, justificadas parcialmente pela necessidade de formar novos profissionais para o SUS e alocá-los em locais distantes e carentes. Este projeto, de caráter inédito, se justifica em razão do esforço para reunião de dados primários e secundários, pela atualidade do tema e porque as atividades de pesquisa acompanharão as mudanças em curso nos processos de reconfiguração empresarial do setor educacional privado no país, bem como podem auxiliar na revisão dos critérios de repasse de subsídios públicos para estudantes da rede privada de ensino superior. Este estudo parte de uma visão abrangente para contribuir no entendimento de como a estrutura de custos influencia na participação do setor privado na formação médica. Acreditamos que o desenvolvimento de metodologia generalizável, capaz de determinar os custos incorridos pelas Instituições de Educação Superior para a formação de médicos nas diferentes regiões do Brasil, pode contribuir de maneira crítica para o processo de planejamento da formação médica, garantir maior qualidade dessa formação de modo e apoiar o alcance das metas de cobertura e acesso universal do sistema de saúde. Para acompanhar o projeto, mas também participar das avaliações, propomos a constituição de um grupo consultivo de consultores que apoie e auxilie nas definições relativas aos diferentes aspectos e desafios metodológicos e técnicos do projeto.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mario Roberto Meneghetti

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • produção de arranjos nanoestruturados por processos de automontagem, utilizando nanopartículas como blocos de construção.
  • Com este projeto pretende-se desenvolver nanoestruturas utilizando nanopartículas como blocos de construção. Para tanto, serão realizadas sínteses de nanopartículas de ouro de diferentes formas e tamanhos, por técnicas de via úmida. As partículas obtidas terão suas superfícies adequadamente modificadas, através da adição de agentes de modificação de superfície que, geralmente, são substâncias químicas que apresentam, pelo menos, duas funções químicas que permitam a interação entre nanopartículas. Neste projeto, serão realizados estudos e experimentos que avaliem as interações entre partículas com características morfológicas diferentes. Assim, o principal objetivo desse projeto é promover e avaliar possíveis interações específicas entre nanopartículas com características morfológicas distintas, levando à construção de nanoestruturas singulares por processo de auto-organização e automontagem.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mario Rodrigues Louzã Neto

Ciências da Saúde

Medicina
  • detecção precoce, avaliação e seguimento de individuos com risco ultra-alto para desenvolvimento de psicose
  • Os transtornos psicóticos, incluindo a esquizofrenia, transtorno esquizofreniforme, transtornos do humor com manifestações psicóticas entre outros, são um importante problema de saúde pública. Acometem principalmente adultos jovens e estão associados a graves prejuízos pessoais e econômicos, não só para os pacientes como seus familiares e a sociedade como um todo. Vários estudos realizados por todo mundo nas últimas décadas mostraram um atraso de um a dois anos entre o início da psicose e sua detecção e tratamento adequados. Na maioria dos transtornos psicóticos, os sintomas ou as alterações de comportamento relacionados a eles são precedidos por sintomas prodrômicos leves e menos específicos. Pródromo é uma síndrome que confere maior vulnerabilidade à psicose, um "estado mental de alto risco", ou "risco ultra alto". Apenas uma proporção de indivíduos que apresentam sintomas de risco para a psicose progredirá para um episódio psicótico. O objetivo principal das pesquisas em indivíduos com risco ultra alto para uma psicose é sua detecção, com objetivo de se testar marcadores de vulnerabilidade e assim identificar casos de alto risco para desenvolver psicose, com boa sensibilidade e especificidade. Marcadores de susceptibilidade ou de vulnerabilidade têm sido pesquisados nas áreas de genética, neuroimagem e neurocognição para auxiliar na discriminação dos indivíduos com risco ultra alto que converterão para psicose. Os objetivos deste projeto são: 1. Rastreamento de indivíduos com risco ultra-alto para o desenvolvimento de psicoses 2. Avaliação multidisciplinar (clinica, laboratorial, de neuroimagem, genetica e neuropsicológica) dos indivíduos que preencham os critérios para risco ultra-alto 3. Seguimento destes indivíduos por um prazo de até 3 anos. 4. Avaliação de características clínicas e neurobiologicas que sejam preditivas de conversão para psicose. 5. Avaliação de características clínicas e neurobiológicas do grupo que não converteu para psicose. Trata-se de um estudo de coorte prospectiva com duração de 36 meses visando rastrear indivíduos com risco ultra alto para o desenvolvimento de psicose. Estima-se que serão necessários cerca de 2000-3000 triagens para encontrar 40 indivíduos que preencham critérios de risco ultra alto. Serão incluídos indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 14 e 25 anos, avaliados pela entrevista SIPS (Structured Interview of Prodromal Syndromes). Serão utilizados instrumentos padronizados para avaliar os casos suspeitos (entrevistas e escalas), além da avaliação neuropsicológica, genetica e de neuroimagem. Ao longo de 36 meses os indivíduos serão avaliados clinicamente e anualmente repetirão as avaliações neuropsicológica e de neuroimagem. Levando-se em consideração os dados da literatura mundial estima-se que dos 40 indivíduos incluídos, cerca de 12 a 16 indivíduos possivelmente evoluirão para uma psicose. Nestes casos a intervenção precoce poderá evitar ou retardar o aparecimento da doença.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Sérgio Lima de Lavor

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • avaliação dos efeitos antinociceptivo, antiinflamatório e antioxidante da amantadina em modelo de neuropatia periférica induzida pela vincristina em ratos
  • Amplamente utilizada no tratamento do Parkinson e como antiviral, a amantadina é um antagonista não competitivo dos receptores glutamatérgicos do tipo NMDA, apresentando também um efeito analgésico. Estudos recentes demonstraram que esse fármaco inibe a neuroinflamação, exercendo uma função de neuroproteção. Objetiva-se avaliar o potencial efeito antinociceptivo, antiiflamatório e antioxidante da amantadina em ratos submetidos a um modelo de neuropatia periférica induzida pela vincristina.. Serão utilizados 96 ratos igualmente divididos em oito grupos (n=12): G1: Os animais não receberão nenhum fármaco, G2: Animais receberão solução salina via IP, G3: Animais receberão vincristina (0,05mg/kg/IP), G4, G5, G6, G7 e G8: Animais receberão vincristina (0,05mg/kg/IP) e uma hora depois, receberão amantadina nas doses 25, 50, 75, 100 e 125mg/kg/VO, respectivamente. Coletas se sangue serão realizadas nas primeiras 24 horas, no 4º dia, 8º dia, 12º dia e 16º apara análise do perfil antioxidante. Diariamente, serão utilizados os filamentos de Von Frey para avaliação do limiar mecânico nociceptivo. No 16° dia, os animais serão eutanasiados com sobredose anestésica de isofluorano. Serão coletados fragmentos da região lombosacral da medula espinal para técnica de imunihistoquímica a fim de avaliar mecanismos inflamatórios (citocinas e ativadores gliais) e espécies reativas de oxigênio, enzimas antioxidantes e lipoperoxidação lipídica. Os resultados serão submetidos à análise de Teste de Student-Newman-Keuls e para as variáveis sem distribuição normal será utilizado o teste de Kruskal-Wallis seguido pelo teste post-hoc de Dunn (P<0,05).
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mario Spezzapria

Ciências Humanas

Filosofia
  • psicologia, estética e antropologia na filosofia alemã do sec. xviii
  • O projeto tem por objetivo principal estudar os desdobramentos da psicologia empírica de Christian Wolff (1679-1754) na Ilustração europeia, reconstruindo vários temas e questões debatidas a partir da analise das obras de um grupo de autores da Spätaufkärung e da Popularphilosophie berlinense, colocados na sombra da historiografia filosófica. Nessa maneira, espera-se identificar os temas psicológicos debatidos, de maior relevância teórica para o "conhecimento do homem", tarefa comum a grande parte da filosofia alemã daquela época. Assim, pretende-se em primeiro lugar melhorar a compreensão da relevância dos temas psicológicos no próprio wolffismo; secundariamente, verificar quanto do encaminhamento antropológico kantiano era condizente com as investigações psicológicas. Como tarefa secundária da nossa pesquisa, a avaliação das perplexidades nos contemporâneos logo depois da publicação da Crítica da Razão Pura (1781), poderá também contribuir à compreensão da radicalidade da proposta de filosofia critico-transcendental kantiana, justamente pela contraposição e distância com uma parte importante do ambiente cultural da sua época.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Steindel

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • plataforma para triagem in vitro de compostos naturais e sintéticos contra leishmania spp. utilizando um ensaio colorimétrico da ߖgalactosidase e inibição de enzimas do metabolismo antioxidante.
  • O limitado arsenal quimioterápico disponível para o tratamento das leishmanioses, acrescido dos efeitos colaterais dos medicamentos e o surgimento de parasitos resistentes aos antimoniais é um problema relevante e global. Neste contexto, considerando a relevância das leishmanioses como problema de saúde pública, a busca de novos agentes quimioterapêuticos para estas parasitoses é urgente. O desenvolvimento de plataformas robustas para avaliação de alvos específicos é uma estratégia viável para agilizar a seleção, aperfeiçoamento e desenvolvimento de novas moléculas ativas contra estes parasitos. Na presente proposta objetivamos transfectar de forma integrativa duas espécies de leishmanias dermotrópicas e uma viscerotrópica com um plasmídeo contendo o gene da β-galactosidase e estabelecer um ensaio colorimétrico para triagem semi-automatizada de compostos contra amastigotas intracelulares de Leishmania na linhagem celular THP-1. Além disso, visando estudos racionais de busca de moléculas ativas, enzimas chave do metabolismo antioxidante de Leishmania (Tripanotiona redutase-TR, Tripanotiona sintetase-TryS e Espermidina sintase- SpdS) serão produzidas em sistemas heterólogos e purificadas para estabelecimento de ensaios de avaliação de atividade. Produtos naturais e compostos obtidos por síntese serão avaliados quanto a sua atividade leishmanicida e citotoxicidade através de ensaio colorimétrico. O fármaco de referência Anfotericina B será utilizado para comparação da inibição do crescimento de parasitos intracelulares. Compostos com índice de seletividade > 20 serão testados em ensaios de inibição enzimática das enzimas TR, TryS e SpdS. Adicionalmente, ensaios de docking molecular após o estabelecimento de modelos tridimensionais das enzimas em questão serão utilizados para a identificação e desenvolvimento de compostos dirigidos contra o sítio ativo das enzimas e os testes de atividade serão feitos através de ensaios de inibição. As moléculas identificadas como inibidores das enzimas TR, TryS e SpdS serão testadas isoladamente ou em conjunto contra formas amastigotas intracelulares para determinar o sinergismo entre estas, e buscar compostos líder para o desenvolvimento de novos agentes leishmanicidas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Mario Taba Junior

Ciências da Saúde

Odontologia
  • diagnóstico da destruição periodontal através do monitoramento da atividade colagenolítica da saliva
  • A saliva é um fluido de grande potencial informativo e tem se mostrado útil como meio diagnóstico e monitoramento de pacientes com doença periodontal. O objetivo dessa proposta é avaliar a utilização de um método padronizado de detecção de protease na monitoração da destruição periodontal por colagenases presentes na saliva antes e após o tratamento periodontal e as diferenças entre pacientes saudáveis e periodontais. Adicionalmente, apresentar um protótipo de kit diagnóstico customizado para monitorar a atividade colagenolítica da saliva por ação de proteases que seja prático e aplicável no ambiente clínico sem a necessidade de estrutura laboratorial.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Vasconcellos Sobrinho

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • inovações e práticas de gestão do desenvolvimento municipal
  • O projeto objetiva identificar, registrar, modelizar e analisar as inovações e práticas de gestão local para o desenvolvimento municipal. Focar-se-á particularmente nas inovações relacionadas às questões ambientais. A finalidade maior do projeto é inter-relacionar essas inovações e práticas com o conhecimento científico e reelaborá-las para inserção em proposições de projetos, programas e políticas públicas, inclusive em projetos de lei em nível municipal. A base teórico-metodológica e epistemológica do projeto está centrada na aprendizagem territorial. O território é entendido como uma estrutura relacional, de construção histórico-social e integrador na qual se entrelaçam diversas abordagens que perpassam pela estrutura política, institucional e organizacional. A aprendizagem é um subproduto que advém dessa estrutura relacional que acontecem entre sujeitos e agentes que interagem em específicas situações e sob diferentes vínculos e objetivos. Procedimentalmente, a metodologia está dividida em 3 eixos: (a) identificação, sistematização e registro das experiências inovadoras, técnicas e sócio-organizacionais; (b) estabelecimento de relações entre as inovações e os conhecimentos teóricos sobre desenvolvimento local e gestão ambiental; e, (c)formação e atualização de competências e reprodução da inovação. O projeto se direcionará inicialmente para 6 municípios: Vigia, Marituba, Benevides, Santa Bárbara, Tomé-Açu e Capanema sendo que levantamentos preliminares já identificaram experiências de inovações nos dois primeiros. Dentre os resultados esperados espera-se no nível de formação, reprodução e compartilhamento da inovação capacitar agentes públicos, privados, estudantes e interessados de municípios não contemplados pela pesquisa, por meio de palestras, cursos de curta duração, mídia eletrônica e cartilhas.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Mário Vicente Riccio Filho

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudos numéricos em estacas - análise de empuxo lateral e otimização da capacidade de carga
  • Estacas são elementos estruturais inseridos em solo com diversas finalidades. Estes elementos em muitos casos ficam sujeitos a esforços adicionais como momentos fletores e força cortante devido à carregamentos assimétricos superficiais e adjacentes às estruturas contendo estacas como elementos de fundação. Em muitos casos não basta dimensionar a estaca apenas para o esforço axial. Esta situação pode ocorrer em obras como encontros de ponte, estacas para píer de porto (Almeida et al.,2012) e aterros sobre lajes apoiadas em estacas (Mazzeu e Riccio, 2017) ou mesmo vias sobre estacas, capitéis e geossintético. A determinação desses esforços adicionais torna-se de fundamental importância, visto insucessos em obras verificados por falta de um dimensionamento adequado. A determinação de momentos fletores, nestas condições, empregando-se metodologias analíticas pode ser considerada uma aproximação. Pode-se citar as seguintes metodologias analíticas correntemente utilizadas Heyman e Boersma (1961), De Beer e Wallays (1972), Marche e Lacroix (1972), Tschebotarioff (1973), Poulos (1973), Raton (1985) e Stewart et al. (1994). Dessa forma busca-se comparar resultados de cálculo de empuxo lateral em estacas via método analítico com resultados obtidos por meio de modelagem numérica 2D e 3D. Busca-se também verificar se o uso de modelagem 2D para a representação de uma situação real em 3D é viável, visto que são necessárias adaptações para se utilizar a modelagem 2D. Estacas torpedo são utilizadas como sistema de ancoragem de plataformas de petróleo. O princípio básico de atuação de estacas como elementos estruturais de ancoragem se dá devido ao empuxo lateral do solo que provoca impedimento de arrancamento devido ao atrito lateral estaca/solo, segundo a teoria de atrito de Coulomb. A capacidade de suporte de uma estaca é a medida de força que a estaca num determinado solo é capaz de suportar, sem haver ruptura na estaca ou no solo. A capacidade de suporte está intimamente relacionada com a área de superfície, mas depende também da profundidade da estaca, do tipo de solo e da geometria da estaca. Neste projeto pretende-se estudar numericamente a eficiência de estacas torpedo com sub-estacas, inspirada em raízes de árvores. A modelagem numérica se faz necessária devido a complexidades presentes na geometria proposta, no solo e na interação solo-estrutura. Esta proposta tem por objetivo executar um projeto de pesquisa com foco em análises numéricas para investigação de problemas envolvendo a determinação de esforços em estacas cravadas em solo mole e submetidas a carregamentos assimétricos e otimização geométrica de estacas tipo torpedo cravadas também em solo mole, visando incremento de sua capacidade de carga. Serão utilizados programas de elementos finitos para ambiente 2D e 3D na pesquisa, além de modelos analíticos. Os temas são de importância para o meio geotécnico que tem estudado esses assuntos atualmente. O proponente faz parte do quadro de docentes com dedicação exclusiva do departamento de Transportes e Geotecnia da Faculdade de Engenharia Civil da UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora e o professor colaborador e membro da equipe é professor, com dedicação exclusiva, do departamento de Estruturas da Faculdade de Engenharia Civil da UFJF.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Marion Pereira da Costa

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • desenvolvimento de queijos de coalho de cabra condimentados com bebidas alcoólicas e aproveitamento do soro de leite na elaboração de alimentos funcionais à base de soro com polpas de frutas típicas brasileiras
  • A caprinocultura leiteira brasileira está em crescente desenvolvimento, atrelado ao aumento de produção e consumo de leite e derivados caprinos. Dentre as regiões;es brasileiras, o Nordeste é a que mais se destaca, detendo 92% do rebanho caprino brasileiro. Contudo, a região Sudeste possui maior destaque quanto ao beneficiamento do leite de cabra, uma vez que na região Nordeste a pasteurização é o principal beneficiamento do leite caprino, direcionando o leite pasteurizado para programas governamentais que redistribuem em escolas públicas. Portanto, a industrialização do leite de cabra ainda é restrita no país, principalmente na região Nordeste, devido sobretudo a falta de diversidade de produtos lácteos caprinos. Neste sentido, o queijo de coalho pode ser utilizado para diversificar o mercado de lácteos caprinos por meio da condimentação com diferentes ingredientes, como a cachaça. A Cooperativa dos Empreendedores Rurais de Jussara (COPERJ), na Bahia, que abriga 470 produtores de ovinos e caprinos de Jussara, São Gabriel, Itaguaçú da Bahia, Gentio do Ouro, Mulungú do Morro, Uibaí e Xique-Xique, e que produz por mês cerca de 42 mil litros de leite, que são entregues para dois contratos: o programa Fome Zero e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), tem interesse na produção de derivados lácteos que possam aumentar a diversidade de seus produtos no mercado. A cooperativa conta com a estrutura de um laticínio já em funcionamento e os seus gestores acreditam que a produção de queijos condimentados possa torná-los diferenciados e competitivos no mercado caprino leiteiro. Desta forma, pode-se conferir maior atratividade competitividade a referida cooperativa, por associar dois produtos de conhecida popularidade no Brasil: o queijo de coalho e a cachaça. O mercado da cachaça no Brasil tem passado por um processo de elitização do consumo e uma busca crescente por qualidade. Atualmente, a cachaça movimenta um volume de aproximadamente dois bilhões por ano, ocupando o segundo lugar da bebida mais vendida no Brasil, perdendo apenas para a cerveja. Além disso, ela é uma bebida exclusivamente brasileira e a sua valorização tende a dinamizar o comércio de destilados nacional. É reconhecido na literatura que o consumo moderado de bebidas alcoólicas pode trazer benefícios à saúde. Estes estão principalmente associados aos compostos fenólicos presentes nestas bebidas, os quais por suas propriedades antioxidantes, auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares, retardo do envelhecimento e outras. Com isso, torna-se muito mais interessante e benéfico o uso de cachaças envelhecidas para a condimentação do queijo de coalho. Além disso, é interessante avaliar o efeito dos dois tipos de cachaça no queijo de coalho, a cachaça ouro e a cachaça prata. Na Bahia, a região que mais se destaca na produção de cachaça é a Chapada Diamantina, onde a cidade de Abaíra é a principal responsável por este mercado em expansão. Nessa cidade, localiza-se a Cooperativa de Produtores de Cana e seus Derivados (COOPAMA), que juntamente com a Associação dos Produtores de Aguardente de Qualidade da Microrregião de Abaíra (APAMA), foram as responsáveis pela primeira indicação geográfica de um produto baiano, a Cachaça de Abaíra. A Cachaça de Abaíra oferece aroma e sabor próprios devido ao processo artesanal no qual é produzida. Além de se diferenciar das demais aguardentes, ela contribui com o desenvolvimento da região, por ser gerada na agricultura familiar. A Cooperativa dos Produtores de Cana e Seus Derivados da Microrregião de Abaíra, formada por 33 sócios diretos, é localizada em Abaíra, Bahia, e produz cachaça em sua sede desde 1998. Os mesmos associados da APAMA são os cooperados da COOPAMA, que nasceu basicamente por uma exigência legal para comercialização de cachaça. Assim, a produção de queijo de coalho de cabra condimentado com cachaça impulsiona tanto o mercado leiteiro caprino no município de Jussara quanto o mercado da cachaça na cidade de Abaíra, estimulando o desenvolvimento econômico e social da região e funcionando de exemplo para outras microrregiões brasileiras. Contudo, na elaboração de queijos são produzidas grandes quantidades de soro de leite, o qual no Brasil ainda é visto como subproduto, e apresenta elevado potencial poluente, sendo seu descarte inadequado um grande problema ambiental. No entanto, o soro de leite é composto por parte dos nutrientes originais do leite, sendo rico em proteínas do soro, vitaminas hidrossolúveis, sais minerais e lactose, apresentando um grande potencial nutricional, funcional e econômico na elaboração de novos alimentos. Ademais, assim como o leite, permite a viabilidade funcional dos ingredientes adicionados. Desta forma, o soro de leite vem despertando o interesse de inúmeros pesquisadores, podendo ser veículo de culturas probióticas, ingredientes prebióticos e compostos funcionais. Portanto, a presente proposta tem como objetivo produzir queijos de coalho de cabra condimentados com cachaça ouro e prata, avaliando os efeitos nas características físico-químicas, texturais e bacteriológicas, bem como definir o perfil dos consumidores destes produtos e avaliá-los sensorialmente. Ademais, aproveitar o soro do leite na elaboração de bebidas funcionais acrescidas de cultura probiótica, ingrediente prebiótico e c
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Marion Pereira da Costa

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • controle de qualidade do leite de cabra e desenvolvimento de queijos de coalho caprino condimentados com bebidas alcoólicas com o aproveitamento do soro de leite na elaboração de alimentos funcionais.
  • A caprinocultura leiteira brasileira está em crescente desenvolvimento, atrelado ao aumento de produção e consumo de leite e derivados caprinos. Dentre as regiões brasileiras, o Nordeste é a que mais se destaca, detendo 92% do rebanho caprino brasileiro. Contudo, a pasteurização é o principal beneficiamento do leite caprino nesta região, direcionando o leite para programas governamentais que redistribuem em escolas públicas. Portanto, a industrialização do leite de cabra ainda é restrita no país, devido sobretudo a falta de diversidade de produtos lácteos caprinos. Ademais, considerando a crescente preocupação com a produção de alimentos seguros, faz-se indispensável a utilização de técnicas que visem a diminuição da carga microbiológica da matéria-prima, como o leite, e sua possível disseminação ao longo da cadeia produtiva. Patógenos como Escherichia coli e Staphylococcus coagulase positiva são importantes contaminantes de leites e derivados, visto sua importância com relação à deterioração desses produtos e a capacidade infectante dos diferentes sorotipos patogênicos, promovendo prejuízos econômicos relacionados a deterioração do leite e derivados, bem como pelos gastos em saúde devido a doenças veiculadas por estes. Dessa forma, faz-se importante o estudo de novos compostos, principalmente àqueles de origem natural, que possuam ação bactericida ou bacteriostática e contribuam para o desenvolvimento de novos produtos. O extrato da casca do pequi (Caryocar brasiliense Camb.), tem comprovada ação antimicrobiana, podendo ser empregado na indústria láctea. Por outro lado, outros ingredientes, como bebidas alcoólicas podem ser adicionadas aos derivados lácteos, como o queijo de coalho caprino aumentando a diversidade dos produtos desta matriz e influenciando na validade comercial. Desta forma, pode-se conferir maior atratividade ao queijo de coalho, por associar dois produtos de conhecida popularidade no Brasil: os queijos e as bebidas à base de álcool. Além disso, é reconhecido na literatura que o consumo moderado de bebidas alcoólicas pode trazer benefícios à saúde. Estes estão principalmente associados aos compostos fenólicos presentes nestas bebidas, os quais por suas propriedades antioxidantes, auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares, retardo do envelhecimento e outras. Contudo, na elaboração de queijos são produzidas grandes quantidades de soro de leite, o qual no Brasil ainda é visto como subproduto, e apresenta elevado potencial poluente, sendo seu descarte inadequado um grande problema ambiental. No entanto, o soro de leite é composto por parte dos nutrientes originais do leite, sendo rico em proteínas do soro, vitaminas hidrossolúveis, sais minerais e lactose, apresentando um grande potencial nutricional, funcional e econômico na elaboração de novos alimentos. Ademais, assim como o leite, permite a viabilidade funcional dos ingredientes adicionados. Desta forma, o soro de leite vem despertando o interesse de inúmeros pesquisadores, podendo ser veículo de culturas probióticas, ingredientes prebióticos e compostos funcionais. Portanto, a presente proposta tem como objetivo produzir queijos de coalho de cabra condimentados com diversos tipos de bebidas alcoólicas, avaliando os efeitos nas características físico-químicas, texturais e bacteriológicas, bem como definir o perfil dos consumidores destes produtos e avaliá-los sensorialmente. Ademais, aproveitar o soro do leite na elaboração de bebidas funcionais acrescidas de cultura probiótica, ingrediente prebiótico e compostos funcionais.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Marionilde Dias Brepohl de Magalhaes

Ciências Humanas

História
  • violência na era dos direitos humnanos: a questão da invisiblidade social de grupos vulneráveis
  • Estudo sobre as ressonâncias da violência praticada em governos e sistemas autoritários que afetaram e ainda afetam os segmentos da sociedade ditos vulneráveis relativamente à aquisição de bens de cidadania. Neste estudo, elegeram-se os indígenas, os imigrantes diaspóricos (em relevo, o caso dos haitianos) e as mulheres que sofreram e sofrem, quando atingidas pelo ato policial, de agressão de natureza diversa. Importa aqui colaborar para a elaboração de uma política de memória (nos moldes epistêmicos e políticos criados para este fim) a partir da reconstrução das memórias subterrâneas tal qual o concebe Michael Pollack, ou seja, aquelas que não são trazidas à tona ou que são invisibilizadas pela sociedade e pelo Estado. A violação de direitos que incide sobre tais grupos sociais é de difícil mensuração, donde a dificuldade de se obter a reparação com respeito aos crimes perpetrados. Difícil é também o reconhecimento da parte da sociedade, pois os preconceitos de cor, de gênero, religiosos e sociais obliteram a consciência, relegando ao silêncio, senão mesmo ao esquecimento dos efeitos de tais crimes. Tal esquecimento incide também sobre as políticas culturais, que não raro, elegem uma narrativa icônica dos chamados grandes vultos e fatos consagrados como notáveis. Some-se ainda que em muitos casos, políticas de cerceamento de memórias quando do retorno à democracia nos países da América Latina, geraram, por sua vez, uma política de esquecimento reforçada pela ausência de uma ampla discussão e de um conhecimento mais profundo da noção de justiça transicional. Contra esta tendência, voltaram-se as comissões de verdade instaladas em diversos países. Neste tocante, o presente projeto poderá ser uma oportunidade de revisitar a documentação destas comissões, a partir da linguagem acadêmica e jurídica, superando com isto seus marcos definidores. Entende-se que, quando está em foco colaborar para a superação de práticas insidiosas de violência (que resultam, na maioria das vezes, numa contra-violência), as ações institucionais têm de caminhar paripassu com intervenções que influenciem a opinião pública. Nesta direção, pretende-se criar um banco de dados com o objetivo de dotar de visibilidade a história destas populações, promovendo ações educativas de reconhecimento, ampliação do seu espaço público por meio do debate e a recomendação de políticas públicas de reparação e de prevenção contra a violação de direitos humanos.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/12/2016-30/11/2021
Foto de perfil

Marisa Barbosa Araujo

Ciências Humanas

Antropologia
  • regularização fundiária, trajetórias de ocupação e territorialidades em roraima
  • O problema fundiário no estado de Roraima provoca diferentes demandas de regularização e de reivindicação de uso dos territórios, por agricultores familiares. Estes, por sua vez, se encontram em distintos momentos na demanda pela efetiva propriedade da terra. As áreas ligadas à agricultura no estado são fruto principalmente do processo de ocupação organizado a partir do Governo Militar. Dessa maneira, famílias que se deslocaram entre as décadas de 1970 e 1980 ainda estão lutando por seus direitos ligados à ocupação e uso das terras. Por outro lado, existe um processo atual de repasse das terras da União para o estado de Roraima que complexifica a possiblidade de regularização fundiária nessa região. A partir de um caso específico – um grupo de moradores que “abriu” uma vicinal e formou uma associação no município de Caroebe, o objetivo é compreender de que maneira a incerteza fundiária do estado possui influência nas trajetórias e dinâmicas da família, levando em conta os usos e domínios da terra e as suas reinvindicações específicas às instituições federais e estaduais responsáveis pelo processo.
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Marisa Zenaide Ribeiro Gomes

Ciências da Saúde

Medicina
  • “processos infecciosos causados por klebsiella pneumoniae pan-resistente ou com resistência estendida em hospital terciário da rede federal brasileira”. subtitulo: “fatores associados à infecção versus colonização por klebsiella pneumoniae resistente a ca
  • Bactérias Gram-negativas (BGN) multirresistentes (MDR) aos antibióticos são um dos atuais problemas da saúde pública mundial. No Brasil, esses microrganismos afetam hospitais com significativa morbidade e mortalidade, como foi, por exemplo, o surto de Klebsiella pneumoniae produtora de K. pneumoniae carbapenemase 2 (KPC-2) ocorrido no Distrito Federal, em 2010 (1). Em um hospital terciário da rede federal brasileira, sentinela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), foi detectada (dezembro de 2014 e janeiro de 2015) K. pneumoniae resistente a todos os antibióticos pertencentes a todas as classes e, portanto, pan-resistente (PDR). Estes isolados causaram infecções intratáveis, por serem susceptíveis apenas à ceftazidima-avibactam, um antibiótico indisponível à época no Brasil (2). Neste período caracterizamos uma ocorrência crescente e predominante de K. pneumoniae com resistência estendida (XDR), produtores de KPC-2 e perfil genotípico do clone predominante no Brasil (2). A maioria dos estudos se concentram na caracterização da resistência/virulência e dos fatores associados à infecção e colonização nosocomial por K. pneumoniae, contudo, temos falta de estudos que relacionam fatores dos pacientes, do ambiente e da genética bacteriana à infecção versus colonização por K. pneumoniae resistente a carbapenemas. Nesse projeto, objetivamos investigar, como modelo de processos infecciosos adquiridos em hospital, aqueles causados por K. pneumoniae resistente a carbapenemas, na atualidade e realidade do hospital terciário, federal, localizado no Rio de Janeiro referido acima. Iremos correlacionar fatores dos pacientes e do ambiente hospitalar, ao genótipo (sequence type, fatores de resistência, virulência, patogenicidade e mobiloma) de 150 isolados de K. pneumoniae resistentes a carbapenemas, aleatoriamente e consecutivamente preservados, durante surtos e períodos inter-epidêmicos. Portanto, projetamos este estudo restrospectivo, de dados coletados prospectivamente, que irá combinar informações epidemiológicas e clínicas dos pacientes, dados ambientais e da genética bacteriana, considerando colonização e infecção como dois estágios distintos, para melhor entendimento do processo infeccioso e dos riscos de colonização versus infecção por K. pneumoniae MDR no ambiente hospitalar. Desta forma iremos contribuir de forma original para o avanço do conhecimento e controle das infecções bacterianas de forma geral e, em particular, neste Hospital.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022