Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Camila Takáo Lopes

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • adaptação transcultural e validação de instrumentos relacionados à insuficiência cardíaca para uso no brasil
  • Introdução: O autocuidado de pacientes com insuficiência cardíaca (IC) é necessário para manter a estabilidade clínica, satisfatória qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) e evitar hospitalizações e morte. De maneira síncrona, o autocuidado inclui a manutenção (adoção de comportamentos para manter a estabilidade física e emocional), monitoramento (auto-observação quanto a sinais e sintomas) e gerenciamento (reconhecimento de mudanças em sinais e sintomas, tomada de decisão quanto às ações necessárias e avaliação dos resultados da ação). Alguns fatores que podem se associar ao autocuidado dos pacientes com IC são: a habilidade para acessar, compreender, avaliar e aplicar informações de saúde disponíveis; a frequência, gravidade e angústia relacionada aos sintomas físicos; e o gradiente de contribuição do cuidador. Três instrumentos desenvolvidos por pesquisadoras estrangeiras podem auxiliar na avaliação dos fatores mencionados: Digital Health Literacy Instrument (DHLI), Symptom Status Questionnaire-Heart Failure (SSQ-HF), e Caregiver Contribution to Heart Failure Self-Care (CACHS). Objetivo: Validar o DHLI, o SSQ-HF e o CACHS para a Língua Portuguesa falada no Brasil. Métodos: Estudo psicométrico de adaptação transcultural e validação de conteúdo e de face de instrumentos. A adaptação foi autorizada pelas autoras dos instrumentos originais e compreenderá sete etapas: Etapa 1) Tradução por dois tradutores Inglês-Português independentes. Etapa 2) Síntese das traduções por meio de consenso entre os tradutores. Etapa 3) Retrotradução por dois tradutores Português-Inglês independentes. Etapa 4) Revisão das retrotraduções pelas autoras dos instrumentos originais. Etapa 5) Revisão do processo por Comitê de Especialistas: Etapa 5.1) Avaliação de equivalências semântica, idiomática, cultural e conceitual. Os especialistas deverão julgar cada item do instrumento, considerando 0: não equivalente, 1: indeciso e 2: equivalente. Será avaliada a porcentagem de concordância e serão considerados aceitáveis valores≥80%. Será utilizada a técnica Delphi para obter consenso de opiniões entre os especialistas. Etapa 5.2). Validação de conteúdo, com avaliação de clareza, pertinência prática e relevância teórica. Itens com índice de validade de conteúdo ≤0,75 serão revisados. Etapa 6) Avaliação da versão pré-final: Etapa 6.1) Pré-teste: Os questionários serão aplicados a pacientes com IC ou a cuidadores de pacientes com IC (DLHI e SSQ-HF: 40 pacientes com IC em acompanhamento ambulatorial para cada instrumento; CACHS: 40 cuidadores de pacientes com IC em acompanhamento ambulatorial). O desempenho dos pacientes e cuidadores será apresentado de forma descritiva, conforme as indicações individuais de cada instrumento. Etapa 6.2) Validação de face: Após responder aos questionários, cada participante será entrevistado sobre a aparência visual do respectivo instrumento (estrutura e organização dos itens), adequação do tamanho da fonte e compreensão das instruções e dos itens e da escala de respostas, sendo solicitadas sugestões. Será avaliada a quantidade de não-resposta ou o padrão de respostas ao item. A necessidade de adequações conforme sugestões será avaliada qualitativamente pelas pesquisadoras. Etapa 7) Apresentação dos relatórios do estudo às autoras dos instrumentos originais. Resultados esperados: As versões adaptadas do DHLI, SSQ-HF e CACHS e para a Língua Portuguesa falada no Brasil terão adequadas evidências de validade de conteúdo e de face. Essas versões possibilitarão avaliação fidedigna de fatores associados ao autocuidado de pacientes com IC no País, subsidiando, portanto, propostas de intervenções individualizadas que melhorem desfechos clínicos, como internação por descompensação da doença, readmissão hospitalar, QVRS e mortalidade.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Camila Tonezer

Ciências Humanas

História
  • 10ª feira de ciência e tecnologia de palotina/pr
  • Desde a sua criação no ano de 2011, a Feira vem recebendo escolas públicas e privadas do município de Palotina como um instrumento para a melhoria dos ensinos infantil, fundamental, médio e técnico, bem como despertar o interesse ao desenvolvimento científico e/ou tecnológico, especialmente nas meninas estudantes, identificando assim jovens talentosos para que possam ser estimulados a seguirem carreiras científico-tecnológicas. Assim, professores efetivos e intensamente motivados da Universidade Federal do Paraná Setor Palotina (UFPR Setor Palotina) serão, juntamente com alunos de graduação e com o total apoio da Secretaria Municipal de Educação, coordenadores e organizadores da 10ª FECITEC visando contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no interior do estado do Paraná. A 10ª FECITEC tem também o intuito de conquistar entre os jovens estudantes a percepção sobre a necessidade de desenvolver novas tecnologias que buscam solucionar questões que permeiam seu meio de convívio, como por exemplo a busca por soluções efetivas na transformação social. Procuramos também despertar nos participantes o desejo do desenvolvimento de novas tecnologias que buscam ampliar e melhorar as habilidades funcionais das pessoas, assim como a busca pelo estímulo ao fortalecimento do empreendedorismo em pequenas comunidades, sejam elas mais tradicionais, de áreas mais afastadas e até mesmo com grupos de mulheres que muitas vezes são excluídas da sociedade quando o empreendedorismo é o assunto em questão. Não menos importante, a FECITEC também abre oportunidades ímpares para as equipes destaques participarem de outros eventos, nacionais ou internacionais, como é o caso da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia em São Paulo – SP (FEBRACE), Feira da Inovação das Ciências e Engenharias em Foz do Iguaçu (FICIENCIAS), Feira de Rondônia Cientifica de Inovação e Tecnologia (FEROCIT), Feira de Ciências Eureka (em Lima no Peru), do London International Youth Science Forum (LIYSF em Londres, na Inglaterra), Youth Science Metting promovido pela Universidade do Algarve em Portugal, Eskon na Africa do Sul, Encuentro Internacional Ondas yo Amo la Ciencia realizado na Colômbia, ou Feira Nacional de Tecnologia (Expo-INGENIERIA) da Costa Rica e Intel ISEF nos Estados Unidos. As ações da FECITEC contribuem para um profundo viés educacional na área da divulgação científica, tornando possível a visualização de algumas soluções para o problema da carência de inovação e desenvolvimento tecnológico no Brasil, ao estimular crianças e jovens na missão de criar e executar um projeto científico/tecnológico em suas respectivas escolas ou colégios. Aliado aos trabalhos realizados nas escolas ou colégios, os quatro alunos destaque da Feira (alunos mais talentosos premiados provenientes de escolas públicas) serão contemplados com bolsas da modalidade Iniciação Científica Júnior para o desenvolvimento de projetos de pesquisa em laboratórios da UFPR Setor Palotina. Assim, a FECITEC incentiva a compreensão de processos de investigação; pautados em perguntas e não apenas em respostas prontas. A 10ª FECITEC possui um papel social e principalmente educacional muito importante, pois visa incentivar a desenvoltura, criatividade, responsabilidade, a participação coletiva e a busca pela interação com a comunidade – principalmente as mais excluídas e deficitárias, assim como buscamos incentivar o senso de organização através do desenvolvimento de trabalhos com embasamento científico nas áreas de abrangência da Feira: empreendedorismo, química, biologia, física, matemática, ciências humanas tecnologia social e assistiva e inovação. Assim, esperamos encontrar no evento dedicação, interação, recompensa, entretenimento, organização, criatividade e também originalidade por parte dos alunos, professores orientadores e dos monitores.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Camila Zanluca

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • produção e caracterização de anticorpos monoclonais contra vírus dos gêneros flavivirus e alphavirus
  • A utilização de anticorpos como reagentes em análises biológicas data do início do século XX. Desde então, anticorpos têm se tornado ferramentas imprescindíveis na área de pesquisa biomédica. Especificamente na área de virologia, estes insumos são empregados em estudos de caracterização biológica e detecção de diferentes vírus. Em linhas gerais, anticorpos podem ser produzidos por meio da imunização de animais com partículas virais infectivas ou inativadas ou com proteínas recombinantes. A partir do soro dos animais imunizados podem ser obtidos anticorpos policlonais contra o imunógeno utilizado ou, a partir de linfócitos B destes animais, podem ser geradas células imortalizadas secretoras de anticorpos monoclonais (AcM). No Laboratório de Virologia Molecular do Instituto Carlos Chagas/Fiocruz-PR já está bem estabelecida a metodologia de produção de AcM por meio da geração de hibridomas. Apesar de ser uma técnica laboriosa, os hibridomas gerados se tornam uma fonte permanente de anticorpos com a especificidade predefinida. AcM que reconhecem os diferentes arbovírus, incluindo AcM específicos para os vírus da dengue, febre amarela e Zika foram desenvolvidos em projetos anteriores realizados no Laboratório de Virologia Molecular. Neste projeto, pretende-se desenvolver anticorpos contra outros arbovírus, bem como para vírus específicos de insetos, dos gêneros Flavivirus e Alphavirus com foco inicial na produção de anticorpos contra os vírus do oeste do Nilo, da encefalite de Saint Louis, chikungunya, Mayaro e Culex flavivirus. Os AcM gerados serão de grande valia para uso em testes diagnósticos, confirmação de isolamentos virais e pesquisas básicas, contribuindo para uma maior especificidade dos ensaios realizados e para uma maior independência tecnológica para o país.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Camília Susana Faler

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • abordagem intersetorial e interdisciplinar com familias de psicologos e assistentes sociais na politica de saude
  • Trata-se de um projeto de pesquisa que tem como objetivo conhecer e analisar a abordagem do trabalho com famílias pelos profissionais Assistentes sociais, psicólogos nos programas vinculados a Política de Saúde ESF NAS FCAPS em municípios do Oeste de Santa Catarina, que abrange 20% da população do Estado de Santa Catarina, e 92% destes tem perfil de municípios de pequeno porte populacional. A relevância de tal investigação se pauta em considerar as demandas de saúde incluindo a saúde mental e a inserção de diferentes áreas do conhecimento, os quais têm contribuído para operacionalização das ações numa ótica multiprofissional, interdisciplinar e intersetorial no trabalho com familias. Faz-se necessário também estudar quais abordagens dos assistentes sociais, psicólogos utilizam em suas práticas cotidianas na perspectiva os princípios do SUS frente a temas emergentes como promoção e prevenção aos transtornos mentais em especial ao suicídio. Busca-se ainda descortinar conceitos que emergirão da realidade empírica sobre família, práticas e experiências exitosas, bem como os desafios/dificuldades enfrentados para desenvolver tais serviços em programas em municípios que se situam em regiões longínquas e com escassos serviços públicos, assim como são articuladas estratégias em municípios de porte médio grande para articular a rede e garantir os direitos socais a população na ótica intersetorial. Trata-se de um estudo misto qualitativo e quantitativo, descritivo, com instrumento questionário e entrevista semi estruturada, nos quais serão analisados os conteúdos e bases estatísticas. Para Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC/Campus Chapecó, presente projeto vem ao encontro aos objetivos institucionais, em oportunizar conhecimento científico a favor da coletividade e para desenvolvimento regional. Tais achado poderão subsidiar ações com famílias no trabalho de promoção da saúde articulações entre atenção básica e serviços especializados como Centro de Atenção Psicossocial. PALAVRAS CHAVES: intersetorialidade, interdisciplinariedade, politica de saúde, famílias,
  • Universidade do Oeste de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Camilla Abbehausen

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • combate à resistência bacteriana: complexos metálicos e a inibição de metalo-β-lactamases.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Camilla Djenne Buarque Müller

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese de compostos bioativos para o tratamento do câncer e doença de alzheimer e de covalent organic frameworks (cofs) com aplicações biomédicas e para catálise heterogênea
  • Este projeto aborda a síntese de novos catalisadores heterogêneos baseados em materiais microporosos nanoestruturados (metal@COF) para o desenvolvimento de novas metodologias sintéticas para obtenção de compostos de interesse para um programa de química medicinal. Alguns COFs serão desenvolvidos também para a liberação controlada de antineoplásicos com tropismo para o sistema nervoso central que possam se difundir pela barreira hematoencefálica, sendo esta parte do projeto feita em parceria com a empresa Hygeiabiotech, uma empresa incubada na UFRJ. Recentemente obtivemos resultados promissores no desenvolvimento de novos compostos para o tratamento do câncer e parasitoses assim como de Covalent Organic Framework (COFs) para catálise de reações orgânicas. Um artigo foi publicado recentemente (Gonçalves, Esteves e Buarque, Chem. Cat. Chem. 2016, DOI: 10.1002/cctc.201500926) que aborda a utilização do Pd(OAc)2@COF-300 como catalisador heterogêneo em reações de acoplamento cruzado livre de fosfina, empregando no máximo 0,1 mol% de Pd em excelentes rendimentos, havendo conversões aos produtos requeridos em menos de 1 minuto de reação. A proposta agora é desenvolver novos catalisadores heterogêneos tais quais FeCl3@COF, Cu(OAc)2@COF, incorporando os metais em COFs que vêm sendo desenvolvidos em nosso grupo de pesquisa. Além da realização de um estudo metodológico com estes novos catalisadores empregando diferentes condições reacionais, estes novos catalisadores serão também utilizados em etapas chave de acoplamento C-C e C-N para a obtenção de substâncias para o tratamento do câncer e mal de Alzheimer que sejam de interesse por nosso grupo de pesquisa. Sintetizaremos tetraidro-benzo[a]carbazóis e compostos do tipo triazóis-hidrazonas para o tratamento do câncer e mal de Alzheimer empregando metodologia de click chemistry, arilação de enaminas e/ou acoplamento C-C via ativação C-H. Enquanto os tetraidro-benzo[a]carbazóis oxigenados no anel A e D são direcionados para o tratamento do câncer, em especial o câncer de mama, os tetraidro-benzo[a]carbazóis-hidrazonas podem atuar como MPACs (do inglês, ‘Metal-Protein Attenuating Compounds’), ou seja, como moderadores da interação proteína-metal para o tratamento do mal de Alzheimer.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Camille de Moura Balarini

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • avaliação da terapia com células tronco mesenquimais e ndbp na aterosclerose: um estudo translacional
  • Nos últimos anos nosso grupo de pesquisa tem se dedicado a compreender os mecanismos envolvidos em diversas doenças cardiovasculares (DCV), possibilitando a sugestão de novos tratamentos. O desenvolvimento de novos fármacos é dispendioso e demorado de forma que, quando novas moléculas com potencial interesse farmacoterapêutico são obtidas, é necessário que sejam testadas amplamente em ensaios pré-clínicos até que sejam possíveis ensaios clínicos de fase I. Recentemente, nos dedicamos a avaliar o impacto de intervenções sobre a via do óxido nítrico (NO) e vias de estresse oxidativo sobre a aterosclerose e hipertensão. Desenvolvemos novos doadores de NO, alguns com patente depositada, e comprovamos sua eficácia em estudos pré-clínicos na hipertensão experimental. As doenças isquêmicas cardíacas e os acidentes vasculares cerebrais estão entre as principais doenças do aparelho circulatório e mantém estreita relação com a aterosclerose. Estudos recentes apontam que o uso de células-tronco mesenquimais (mesenchimal stem cells – MSC) figura entre as mais promissoras opções de tratamento de pacientes ateroscleróticos. Contudo, na maioria dos estudos experimentais, os doadores de MSC são animais saudáveis. Na prática clínica, o transplante autólogo é mais comum, o que pode gerar resultados contraditórios visto que as MSC de pacientes dislipidêmicos não apresentam a “qualidade” necessária para promover os benefícios esperados, uma vez que foram expostas a dislipidemia, inflamação crônica e outros fatores de risco. Neste contexto, o presente projeto apresenta-se dentro de uma perspectiva translacional e visa contribuir para a compreensão dos mecanismos envolvidos na função de MSC em modelo de aterosclerose e testar opções farmacológicas para recuperar a funcionalidade destas células. Usaremos, para tanto, o NDBP. Trata-se de um novo nitrato orgânico desenvolvido por nosso grupo (com patente depositada) que mostrou-se eficaz na doação de NO e redução do estresse oxidativo. Além disso, pretendemos investigar a relação entre o sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA) e a ativação de fenótipos pró-inflamatória em células vasculares.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Camille Eichelberger Granada

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • identificação e caracterização de microrganismos isolados de soro de queijo proveniente de leite bovino, de búfala e de cabra, para bioprodução de substâncias de valor agregado.
  • O setor leiteiro e a produção de seus derivados são extremamente importantes na economia brasileira. O Rio Grande do Sul é o segundo estado de maior produção do país com mais de 9 milhões de litros de leite produzidos diariamente. A maioria do leite produzido nesta região é oriundo de micro propriedades rurais e o processamento deste é feito por diversas indústrias de beneficiamento instaladas na região, a maiorias delas, de pequeno porte. O processamento de leite com características físico-químicas distintas gera produtos igualmente diferentes, dentre os derivados mais apreciados está o queijo. Na fabricação do queijo, o leite é submetido a um processo de coagulação e, em seguida, o tratamento de dessoragem da massa, obtendo como resíduo o soro. Este soro representa 85 % a 95% do volume de leite que foi utilizado na produção do queijo. Este volume contém aproximadamente 55% dos nutrientes do leite, sendo composto principalmente por lactose, proteínas, sais minerais e, além disso, em quantidades menores, podem ser encontrados ácidos orgânicos, aminoácidos e vitaminas. O soro constitui um importante resíduo da indústria de laticínios, podendo ser uma fonte de poluição de solos e recursos hídricos, caso não sejam tratados de forma adequada. Sabe-se que a microbiota destes soros é bastante diversificada e possuem alto potencial biotecnológico. Assim, o objetivo deste trabalho será isolar, identificar e caracterizar microrganismos isolados de soro de queijo proveniente de leite de vaca, de cabra e de búfala. Avaliar a diversidade destes microrganismos e a sua capacidade para a bioprodução de substâncias de valor agregado visando a formulação de um bioproduto inoculante que possa ser testado pelos produtores da região. Para isto, serão firmadas parcerias com os produtores da região para obtenção das amostras. Serão abordadas técnicas clássicas de isolamento microbiano até técnicas avançadas de biologia molecular para identificação e caracterização dos mesmos. E com tudo, espera-se contribuir no avanço do desenvolvimento de novas metodologias de utilização ou otimização de processos de aproveitamento do principal resíduo da produção de queijo, reduzindo seu passivo ambiental. E a obtenção de um bioproduto inoculante de interesse industrial que possa ser utilizado pelos produtores de queijo da região, diversificando sua produção, aumentando sua lucratividades e minimizando os custos com o tratamento e disposição do soro de queijo.
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Camille Ferreira Mannarino

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • avaliação do uso de biomarcadores in vitro para a identificação de efeitos de lixiviados de resíduos sólidos urbanos à saúde humana
  • A complexidade e a diversidade da composição dos lixiviados de resíduos sólidos, que podem conter um grande número de substâncias orgânicas, inorgânicas e microrganismos patogênicos, oriundos dos resíduos dispostos no local, sugerem os lixiviados não tratados podem ser importantes fontes de agravos à saúde pública. A caracterização físico-química de lixiviados, de diferentes aterros e idades, é amplamente estudada em diversos países, incluindo o Brasil. A avaliação ecotoxicológica de lixiviados, visando identificar possíveis impactos desse efluente ao meio ambiente, entretanto, ainda não faz parte da rotina operacional de muitas estações de tratamento no país, mesmo sendo obrigatória por legislação federal. O uso de biomarcadores que possam ser indicativos de efeitos deletérios de lixiviados à saúde humana é um campo de pesquisa que começa a ser desenvolvido no mundo. Os poucos trabalhos publicados referem-se a avalição de cito e genotoxicidade de células humanas expostas à lixiviados. O estudo propõe-se a avaliar o uso das metodologias in vitro de respirometria de alta resolução e de ensaios de atividade estrogênica para identificação de efeitos de lixiviados de aterros de resíduos sólidos urbanos à saúde humana. Para tanto, serão determinadas a variação do consumo de oxigênio na respiração celular de hepatócitos humanos da linhagem HepG2 expostos a amostras de lixiviados, utilizando oxígrafo de alta resolução, e a atividade estrogênica de lixiviados, utilizando genes receptores de estrogênio humano, no Ensaio YES. O estudo pretende ainda avaliar possíveis relações entre as respostas dos ensaios anteriormente descritos com os de ecotoxicidade a peixes Danio rerio, microcrustáceos Daphnia similis e bactérias Aliivibrio fisheri. Espera-se contribuir para a consolidação e a ampliação do uso de biomarcadores na investigação dos impactos de lixiviados de resíduos sólidos (e outros efluentes) à saúde humana, assim como na difusão do uso de ensaios ecotoxicológicos no monitoramento desse efluente, com vistas à maior compreensão dos impactos das áreas de destinação final de resíduos à saúde coletiva e ao meio ambiente.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Camilo Arturo Rodríguez Díaz

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • sistemas de interrogação de baixo custo para sensores baseados em fibra óptica: uma abordagem para monitoramento estático e dinâmico
  • Este Projeto de Pesquisa visa o desenvolvimento de sistemas de interrogação de baixo custo para sensores baseados em fibra óptica, os quais poderão ser utilizados em aplicações de monitoramento dinâmico e estático como são vibração, nível de liquido, temperatura, deformação, pressão, entre outras. Atualmente, existem diversas tecnologias de sensores ópticos que incluem sensores relativamente simples e de baixo custo fabricados em fibra polimérica ou POF (do inglês, Polymer Optical Fiber), baseados em variação de intensidade ou potência óptica. Embora os sistemas de sensores baseados em variação de potência óptica sejam simples e baratos, eles sofrem pela baixa capacidade de multiplexação o que inviabiliza a sua utilização em sistemas que requerem o monitoramento de vários parâmetros. Por outro lado, sensores fabricados em fibra de sílica ou polimérica como as redes de Bragg ou FBGs (do inglês, Fiber Bragg Gratings) oferecem uma ampla capacidade de multiplexação. O espectro das FBGs é geralmente monitorado no domínio óptico com um analisador de espectro óptico ou OSA (do inglês, Optical Spectrum Alnalyzer) ou um interrogador de FBGs. Para aplicações em tempo real, o OSA não é adequado devido à baixa frequência de aquisição, custo, volume e peso elevado. No caso de interrogadores comerciais, eles oferecem uma alta resolução para monitorar o espectro das FBGs, mas o custo é muito elevado quando altas taxas de aquisição são requeridas. Neste contexto, pretende-se desenvolver técnicas alternativas de interrogação para sensores baseados em FBGs, mediante a conversão do domínio óptico para o domínio elétrico com a utilização de filtros sintonizáveis e filtros de borda visando uma considerável redução nos custos de interrogação.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Camilo Bruno Ramos de Jesus

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • síntese e caracterização de compostos intermetálicos da família rbi2 (r = terra rara) e mtbi (mt = metal de transição) na forma de monocristal e nanofio.
  • O projeto visa a implementação de um sistema para a anodização do Al e obtenção de membranas de alumina (Al2O3) no Departamento de Física da UFS – Campus Prof. Alberto Carvalho com o objetivo de crescer nanofios de compostos intermetálicos utilizando a técnica de nanonucleação em fluxo metálico (NNFM). Além disso, sintetizar compostos da família RBi2 (R = terra rara) e MTBi (MT = metal de transição) usando a técnica de NNFM para estudar efeitos de dimensionalidade nas propriedades físicas desses materiais observando seu comportamento na forma monocristalina e nanométrica. Todas as amostras crescidas serão caracterizadas através de experimentos de difração de raios X, microscopia eletrônica de transmissão e varredura, espectroscopia de raios X de energia dispersiva (EDS), susceptibilidade magnética, calor específico e resistividade elétrica.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Camilo Dias Seabra Pereira

Outra

Ciências Ambientais
  • avaliação do risco ecológico de drogas ilícitas em ecossistemas costeiros
  • As drogas ilícitas são um crescente problema social e de saúde pública no mundo. Milhões de pessoas são consumidoras dessas substâncias, sendo que a cocaína está entre as mais consumidas. O consumo e tráfico de cocaína na América do Sul têm se tornado mais proeminente, particularmente no Brasil. Os principais responsáveis pelo aporte de substâncias emergentes (como as drogas ilícitas) no ambiente marinho são os efluentes domésticos, através de emissários submarinos. Baseado em estudos pretéritos do nosso grupo que identificaram a presença de cocaína em água superficial na Baía de Santos, bem como efeitos biológicos em concentrações ambientalmente relevantes, surge à necessidade da avaliação do risco ambiental de drogas ilícitas em ambientes costeiros através de uma metodologia escalonada que contemple a quantificação em matrizes ambientais (água superficial e bioacumulação em organismos marinhos) assim como estudos ecotoxicológicos, empregando como modelo um organismo marinho sentinela (Perna perna). Este projeto representa um importante estudo sobre concentrações de drogas ilícitas em um ecossistema subtropical marinho e também a uma importante avaliação sobre os possíveis danos produzidos por drogas ilícitas à biota marinha, no Brasil e também no mundo. Para atingir esse objetivo, será proposta a coleta e quantificação da cocaína em laboratório em amostras ambientais, assim como a avaliação da toxicidade aguda e crônica do crack em mexilhões Perna perna. Esta proposta visa aportar informações de tais efeitos para chamar a atenção a esse tipo de contaminação, assim como propor ferramentas para o biomonitoramento e futura aplicação em legislações ambientais.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Camilo Molino Guidoni

Ciências da Saúde

Farmácia
  • varfarina e fatores de risco para reação adversa
  • Introdução. A varfarina, considerada a principal terapêutica anticoagulante oral, está entre os dez medicamentos mais envolvidos com reações adversas a medicamentos. Apresenta estreita janela terapêutica, complexo regime posológico, enorme variabilidade dose-resposta e elevado risco de interações medicamentosas. O Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos divulgou recentemente a necessidade de prevenção da ocorrência de eventos adversos envolvendo a varfarina, considerando esta necessidade uma prioridade para a segurança do paciente. Assim, fica evidenciada a necessidade e a relevância da monitorização intensiva da utilização da varfarina para controlar e prevenir as reações adversas a medicamentos. Objetivo. Analisar a incidência de reação adversa relacionada à administração da varfarina em pacientes atendidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP-USP), e os fatores relacionados à sua ocorrência. Casuística e Métodos. Este estudo apresentará dois delineamentos: longitudinal prospectivo e transversal, exploratório, descritivo. A população será constituída por pacientes atendidos no HCFMRP-USP que receberem prescrição de varfarina. A coleta dos dados será realizada por meio dos sistemas eletrônicos de informação do HCFMRP-USP, por prontuários médicos, assim como por contato telefônico. A monitorização será realizada por seis indicadores de possível reações adversas a medicamentos com varfarina: prescrição de vitamina K; prescrição do concentrado de protrombina; prescrição de plasma; valores de International Normalized Ratio acima de 4,5; redução do valor de glóbulos vermelhos e hemoglobina; e/ou omissão ou redução da dose de varfarina. Os pacientes em uso de varfarina serão alocados no grupo reação adversa ou grupo observação de acordo com a detecção da presença ou ausência de reações adversas a medicamentos, respectivamente. As informações obtidas de cada paciente serão registradas em uma ficha de monitoramento e triagem de uso da varfarina, e para aqueles que apresentarem reações adversas a medicamentos no formulário de reação adversa a medicamentos. Serão investigadas as interações entre varfarina com os demais princípios ativos, também será aplicado o algoritmo Drug Interaction Probability Scale para verificar a causalidade de interação medicamentosa. Em adição, será aplicado o algoritmo de Naranjo et al. (1981) para confirmação da ocorrência da reações adversas a medicamentos. As reações adversas a medicamentos serão classificadas de acordo com a gravidade: leve, moderada, grave e fatal e o tipo: A, B, C, D, E e F. Resultados e contribuições esperadas. O estudo contribuirá para a otimização do tratamento farmacológico dos usuários de varfarina no HCFMRP-USP, pois fornecerá subsídios para a avaliação da utilização e dos fatores de risco associados ao uso deste medicamento e a ocorrência de reações adversas a medicamentos. Com os resultados encontrados, será possível reconhecer a conduta e manejo da reações adversas a medicamentos à varfarina no HCFMRP-USP, sendo possível propor um protocolo de prevenção e tratamento destas. Ademais, poderá contribuir em propor uma metodologia de rastreamento de pacientes com fatores de risco para reação adversa ao uso de varfarina, no intuito de prevenir as ocorrências.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Candida Soares da Costa

Ciências Humanas

Educação
  • educação quilombola: festas, mémórias e tradiçoes
  • Desde 2012, com a aprovação da Resolução nº 08/2012/CNE/CEB, a educação escolar, desenvolvida em escolas situadas em territórios quilombolas ou que atendem estudantes provenientes desses territórios, passou a ser regida pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola. Sob essa perspectiva, propomos, por intermédio da realização do presente projeto, contribuir com a educação escolar do Estado de Mato Grosso por intermédio de pesquisa e sistematização de conhecimentos sobre práticas culturais como a devoção e a arte da realização das principais festas de santo que se realizam anualmente em comunidades quilombolas, bem como através de narrativas de histórias de vida de personalidades negra e/ou quilombolas, reconhecidas por essas comunidades como importantes na transmissão de práticas culturais aos descendentes que, na atualidade, tem garantido a continuidade de saberes, práticas e tradições festivas quilombolas. A pesquisa será realizada nas comunidades quilombolas Vão Grande, Mutuca, Tanque do Padre e Morrinho, estando as duas primeiras localizadas, respectivamente, nos municípios de Barra do Bugres-MT e de Nossa Senhora do Livramento-MT e as duas últimas no município de Poconé-MT. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja proposta de realização se baseia no método biográfico, cujo processo de realização combinará a utilização de diferentes técnicas de coleta de dados. Compreende-se a narrativa oral como importante recurso para o registro da memória de um povo e, consequentemente, para colocar em evidencia conhecimentos a seu respeito que, de outra maneira, dificilmente seria evidenciado.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/06/2017-31/07/2021
Foto de perfil

Cândido Celso Coimbra

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • efeitos do treinamento aeróbio sobre o balanço térmico em ratos normotensos e hipertensos: possíveis alterações dos mecanismos centrais e periféricos envolvidos na produção e dissipação de calor
  • O presente projeto visa estudar os efeitos do treinamento aeróbio sobre o balanço térmico em ratos normotensos e hipertensos submetidos ao exercício físico na esteira. Avaliar os seus possíveis efeitos nas alterações dos mecanismos centrais e periféricos envolvidos na produção e dissipação de calor. Além disso, o projeto ira verificar se o déficit termorregulatório dos animais SHR durante o exercício (Campos et al., 2014; Drummond, 2014) envolve a ativação das vias neurais moduladas pelo óxido nítrico. Objetivo Específicos Estudar os efeitos do treinamento físico aeróbio em ratos normotensos e hipertensos sobre a ativação da via central do óxido nítrico envolvida no balanço térmico durante o exercício físico realizado em esteira e seu reflexo sobre o desempenho. Para isto serão avaliadas as respostas à administração central de bloqueador e/ou doador de óxido nítrico na variação da temperatura interna e da pele e na produção metabólica de calor (consumo de oxigênio) durante o exercício; As variações nas concentrações de monoaminas no PVN e área pré-ótica; A expressão das sintases de óxido nítrico no PVN, NSQ e área pré-otica induzida pelo exercício será também avaliada Estudar os efeitos do treinamento aeróbio em ratos normotensos e hipertensos sobre os mecanismos periféricos envolvidos no balanço térmico durante o exercício, tais como: a eficiência mecânica; a expressão da proteína desacopladora mitocondrial, UCP1, no tecido adiposo marrom; a expressão da proteína desacopladora mitocondrial, UCP3, no tecido muscular; a expressão do fator neurotrófico, BDNF no tecido muscular. Palavras chaves: ratos SHR, treinamento físico, termorregulação, óxido nítrico, consumo de oxigênio, hipotálamo, UCP1, UCP3, BDNF
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cândido Vieira Borges Junior

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • políticas de empreendedorismo como estratégia de inclusão social: avaliação de resultados e proposição de aperfeiçoamentos.
  • Apesar de estarem sendo utilizadas de forma crescente, as políticas públicas de empreendedorismo ainda carecem de avaliações que comprovem a sua efetividade para a redução de pobreza e a inclusão social. A ausência de um histórico de avaliações deste tipo de política pode ser explicada, entre outros, por dois fatores: o fato delas serem recentes – somente na última década o empreendedorismo entrou de forma mais consistente na agenda das políticas públicas sociais e, segundo, a ausência de modelos consolidados para a avaliação de políticas de empreendedorismo adotadas para fins de inclusão social. O projeto visa contribuir para a redução destes limites ao (i) desenvolver um modelo de avaliação de políticas que utilizam o empreendedorismo para inclusão social e (ii) avaliar os impactos de políticas de empreendedorismo na inclusão social de seus beneficiários. Para a realização da pesquisa é proposto um método misto quantitativo e qualitativo dividido em quatro fases: (i) mapeamento de políticas, (ii) desenvolvimento de um modelo de avaliação, (iii) pesquisa quantitativa em dados secundários e (iv) pesquisa qualitativa com beneficiários e implementadores locais. A pesquisa resultará em contribuições para (i) o campo de conhecimento do empreendedorismo e das políticas públicas, ao desenvolver um modelo de avaliação de políticas de empreendedorismo e pesquisar um tema ainda pouco pesquisado; (ii) para, no campo empírico, com subsídios para a formulação e avaliação de políticas de empreendedorismo e inclusão social, (iii) para o ensino, por meio da produção de material didático e (iv) para a formação de recursos humanos, ao envolver estudantes de graduação e mestrado no projeto.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carina Aparecida Marosti Dessotte

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação da qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes portadores de marcapasso
  • Introdução: a medicina tem evoluído ao longo dos anos, descobrindo novas tecnologias que auxiliam no tratamento e cura de diferentes doenças. Dentre essas tecnologias, destacamos o uso do marcapasso (MCP) cardíaco implantável. A função do MCP é fornecer débito cardíaco adequado, através de estímulo elétrico cardíaco artificial. Porém, após o seu implante, o paciente passa a conviver com outras alterações decorrentes do próprio dispositivo. Objetivo: avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS) de pacientes portadores de MCP. Método: Estudo transversal, correlacional descritivo; que será realizado no Ambulatório de Marcapasso do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Uma amostra consecutiva e não probabilística será constituída pelos pacientes que atenderam aos critérios de inclusão: ambos os sexos, com idade acima de 18 anos, independente da classe social e da raça, portadores de MCP unicameral e/ou bicameral há pelo menos um mês. Serão excluídos os pacientes que não apresentarem condições cognitivas para responder os questionários; que apresentarem descompensação clínica da doença cardíaca no momento da entrevista (presença de dispneia, fraqueza e fadiga) e portadores de cardiodesfibrilador interno automático ou ressincronizador concomitantemente. Para a avaliação dos sintomas de ansiedade e depressão, utilizaremos o instrumento Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS). Para avaliação da QVRS, utilizaremos um instrumento genérico (Medical Outcomes Study 36 - Item Short-Form Health Survey) e um específico (Assessment of Quality of Life and Related Events – AQUAREL). Utilizaremos o Teste de correlação de Pearson para investigar as possíveis correlações lineares entre as medidas de QVRS (oito domínios do SF-36 e três domínios do AQUAREL) e sintomas de ansiedade e depressão (HADS). Realizaremos a regressão linear múltipla para explorar a relação da QVRS (variável resposta) com as variáveis sociodemográficas e clínicas (sexo, idade, estado civil, tempo de implante de MCP, estadiamento clínico da doença cardíaca e tipo de MCP). O nível de significância adotado será de 0,05. Palavras-chave: Marca-Passo Artificial; Qualidade de Vida; Enfermagem.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carina Maia Lins Costa

Engenharias

Engenharia Civil
  • análise numérica e experimental de solo reforçado com geossintéticos como fundação em encontros de pontes e de viadutos
  • A execução de muros solo reforçado com geossintéticos como fundação em encontros de pontes e viadutos ainda representa uma solução inovadora e bastante promissora em relação a técnicas tradicionais de construção. Vantagens expressivas em relação à redução de custos de construção e de manutenção podem ser associadas a esse tipo de estrutura. Nos EUA, redução de custos de 25% a 60% tem sido reportada na literatura técnica em relação a métodos tradicionais. No Brasil, esse tipo de estrutura possui grande potencial de aplicação, principalmente considerando a necessidade de expansão e manutenção da malha rodoviária no país. Entretanto, o comportamento desses muros é complexo e pesquisas ainda são necessárias para aprimoramento dos métodos de projeto. Assim, o presente projeto apresenta uma proposta de pesquisa sobre o comportamento de solo reforçado, com ênfase em deslocamentos e deformações. Nesse estudo, serão considerados pequenos valores de espaçamento vertical entre reforços, tipicamente adotados em muros que funcionam como fundação. O trabalho envolve simulações numéricas mediante o método de elementos finitos (MEF) e do método de elementos distintos (MED), abrangendo ainda a execução de modelos físicos de solo reforçado com geossintéticos em laboratório. A primeira etapa de simulações numéricas envolve a análise de uma massa de solo reforçado submetida a carregamento vertical utilizando-se MEF. Resultados de ensaios de laboratório realizados pela proponente durante pós-doutorado na Universidade do Texas em Austin serão utilizados para validar o modelo numérico. Em seguida, análises paramétricas serão realizadas para avaliar a influência de características mecânicas de solo e reforço, bem como o efeito de algumas condições geométricas do problema. Nos ensaios em laboratório realizados na UFRN, cargas verticais serão aplicadas em modelos reduzidos de solo reforçado construídos em uma caixa de testes dotada de uma face transparente. Nesses ensaios será permitida a movimentação da parede frontal da caixa, a fim de simular os deslocamentos da movimentação oriunda da face da contenção que ocorre em encontros de pontes e de viadutos. Imagens do modelo obtidas por uma câmera fotográfica serão analisadas mediante técnica de correlação de imagem digital (CID) a fim de avaliar o padrão de deformação. Após a execução dos modelos reduzidos, uma segunda etapa de simulação numérica será realizada utilizando-se MEF e MED. Nessa fase, os diferentes métodos numéricos serão avaliados comparativamente em relação a capacidade de previsão do desenvolvimento de zonas cisalhantes nos modelos reduzidos. Espera-se que os resultados da pesquisa promovam reflexões importantes em relação a critérios de projeto atualmente adotados para essas estruturas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carina Silvani

Engenharias

Engenharia Civil
  • controle da expansão de solos através da estabilização química
  • Fundações por sapatas são preferidas, em geral, a fundações por estacas em habitações de interesse social. Porem quando executadas sobre solos expansíveis, estas desencadeiam a formação de severas patologias nas edificações. Neste contesto a presente pesquisa visa controlara variação volumétrica de um solo típico do nordeste brasileiro através do uso de aglomerantes tradicionais (cal e cimento) e um aglomerante alternativo (resíduo do polimento de mármore), bem como o desenvolvimento de um coeficiente análogo a relação água/cimento capaz de controlar a variação de volume do solo. A metodologia proposta baseia-se em ensaios de laboratório de expansão livre, resistência a compressão simples e triaxial em solo natural e estabilizado com cal, cimento e resíduo do polimento de mármore com 0, 1,7,14, 28 e 56 dias de cura. A partir dos resultados encontrados pretende-se consolidar a linha de pesquisa sobre solos cimentados naturais e artificiais do nordeste do Brasil na UFCG, bem como aprofundar e difundir, através da publicação em congressos e periódicos indexados, o conhecimento sobre solo expansivo tropical. Busca-se ainda o desenvolvimento de um coeficiente simples de controle da expansão da mesma maneira que uma solução mais sustentável para o problema de expansão dos solos.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carina Ulsen

Engenharias

Engenharia de Minas
  • caracterização tecnológica de rejeito do beneficiamento de tântalo para aproveitamento do lítio contido
  • O lítio é um metal alcalino muito leve, macio e altamente reativo, com propriedades que o tornam ideal na fabricação de baterias recarregáveis. O aumento no consumo destas baterias tem gerado um aumento na demanda por lítio no mundo. Pegmatitos e salmouras são as principais fontes de lítio na forma mineral e iônica, respectivamente. No Brasil, o lítio se encontra exclusivamente em minerais, sendo o espodumênio um dos principais minerais de minério. Para que as etapas de concentração mineral e extração do elemento sejam eficientes, é necessário um bom conhecimento das propriedades físicas e químicas da matéria prima em questão. A caracterização tecnológica permite a obtenção de composição química e mineralógica, formas de ocorrência e associações minerais, composição química pontual, grau de liberação e partição dos elementos de interesse, informações necessárias para aumentar o conhecimento do minério e otimizar as etapas de beneficiamento mineral. No presente trabalho prevê-se a caracterização de detalhe de amostras do rejeito do beneficiamento de tântalo com vistas ao aproveitamento dos minerais portadores de lítio.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022