Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Charles dos Santos Guidotti

Ciências Humanas

Educação
  • xiv mostra de ciências e do conhecimento de santo antônio da patrulha
  • O projeto da XIV Mostra de Ciências e do Conhecimento de Santo Antônio da Patrulha (XIV MCCSAP), busca incentivar o desenvolvimento de projetos científicos, culturais e tecnológicos desde os primeiros anos escolares, através da criação de espaços e tempos de interação entre universidade e escola, estimulando o interesse de estudantes e professores pela pesquisa e estudos das Ciências de forma criativa, crítica e inovadora. O referido projeto, vinculado ao Instituto de Matemática Estatística e Física (IMEF) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e coordenado pelo grupo de pesquisa Comunidade de Indagação em Ensino de Física Interdisciplinar (CIEFI), promove desde 2009 na cidade de Santo Antônio da Patrulha - RS atividades formativas com professores, gestores e estudantes da Educação Básica com vista a realização de Feiras e Mostras científicas. Enquanto projeto de extensão, assumimos a Mostra de Ciências e do Conhecimento como um empreendimento técnico-científico-cultural que estabelece o inter-relacionamento entre universidade, escola e comunidade. Registramos a extensão como um dos pilares da Universidade e que essa possibilita a interação e recriação de saberes com a comunidade, através de ações fundamentalmente dialógicas e interdisciplinares, em articulação permanente com o ensino e a pesquisa. Neste sentido, a MCCSAP é resultante, principalmente, do entrelaçamento entre professores e estudantes dos cursos de Licenciatura e pós-graduação da FURG e professores e estudantes da Educação Básica, desde a Educação Infantil ao Ensino Médio. Além dos processos formativos instaurados com professores da Educação Básica, são promovidas atividades com crianças e jovens em torno de temas da Ciências e Tecnologia, com o propósito de divulgar e popularizar a ciência estimulando e valorizando a curiosidade, a criatividade e o pensamento crítico.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 09/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Charles Martins de Oliveira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • manejo da cigarrinha dalbulus maidis (hemiptera: cicadellidae) e dos enfezamentos do milho: bioecologia do inseto-vetor na paisagem agrícola e estratégias de controle
  • Dalbulus maidis é o vetor dos patógenos (maize bushy stunt phytoplasma e corn stunt spiroplasma) associados aos enfezamentos do milho. No Brasil, essa espécie era considerada uma praga secundária. A partir de 2015 os enfezamentos se tornaram a principal ameaça fitossanitária na cultura do milho no Brasil e D. maidis assumiu o status de praga chave. Embora existam um conjunto de boas práticas agrícolas para reduzir a ocorrência e as perdas por enfezamentos, muitos aspectos relacionados à bioecologia de D. maidis, que poderiam auxiliar no manejo desse patossistema, ainda são desconhecidos. Além disso, os grupos químicos dos inseticidas registrados no Ministério da Agricultura, e seus modos de ação, carecem de testes de eficiência na redução na população do vetor e nos danos causados por essas doenças. Nossas hipóteses são que na entressafra outras plantas (gramínea) servem de abrigo para D. maidis, que plantas voluntárias de milho multiplicam o vetor e os patógenos, que existe relação dos enfezamentos e fungos de colmo e que o uso de inseticidas (químicos e biológicos) permitirão a redução dos danos pelas doenças, uma vez que observações de campo tem mostrado a presença de populações locais do vetor e que o controle do inseto na fase inicial da cultura gera reflexos positivos. Os objetivos do projeto serão alcançados por meio de atividades conduzidas em laboratório e a campo. Coletas periódicas (semanais e/ou mensais) de amostras em milho, em outras gramíneas e em tigueras de milho permitirão identificar outras plantas abrigo para D. maidis, acompanhar o movimento das populações do vetor entre essas plantas, determinar a flutuação populacional, distribuição espacial e avaliar métodos de amostragem e de coleta para D. maidis. Será investigada também a relação entre enfezamentos e fungos de colmo. O tratamento inseticida de sementes e a pulverização das plantas com inseticidas químicos e biológicos permitirão a avaliação da eficiência desses métodos de controle.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Charles Morphy Dias dos Santos

Engenharias

Engenharia de Energia
  • desafios interdisciplinares em energia para o século xxi: produção, transformação e eficiência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 10/01/2020-10/01/2025
Foto de perfil

Chiara Valsecchi

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de materiais vitreos e cerâmicos refratarios inovadores utilizando cinza da casca de arroz
  • Na proposta, o resíduo agrícola cinza da casca de arroz (CCA) será utilizada como substituto de areia mineral na produção de vidros, e como substituto de argila na produção de materiais cerâmicos refratários, a serem utilizados na indústria siderúrgica, de sinalização e de energia. Serão investigados o processo e a formulação com a CCA para a produção de vidros soda-lime e borosilicatos transparentes e/ou condutores, que possuam as características mecânicas, óticas e físico-química ótimas para a transformação do vidro em microesferas retrorefletoras para sinalização viária e placas solares para produção de energia limpa. Serão também produzidas amostras cerâmicas com argila caulim e argila aluminosa, CCA e lodo ETA como fonte de alumina, além de adições de fibra de Volastonita, tendo com objetivo alta resistência mecânica, térmica e ductilidade. O Brasil apresenta uma safra de arroz de ~13 milhões de toneladas por ano, e quase 20% do peso do grão corresponde a casca do arroz. Parte da CA é queimada para a geração de energia, produzido um outro resíduo, a cinza da casca de arroz (CCA). A CCA não possui descarte apropriado e se torna assim um grave problema ambiental, que se planeja resolver através da produção de materiais de inovação tecnológica a partir de um lixo agrícola. A CCA possui elevadas concentrações de sílica (> 80%), podendo ser transformada em produtos comerciais de maior valor agregado, como materiais vítreos e cerâmicos. Estudos preliminares do grupo proponente demonstraram a viabilidade de produção de vidros sódico-cálcicos e vidros borosilicatos (coloridos e transparentes) utilizando como fonte de sílica unicamente a CCA. Também já foi demonstrada a produção de materiais cerâmicos refratários de alto desempenho com substituição de argila por CCA, aumentado a resistência à compressão. A proposta depende da produção de materiais vítreos e cerâmicos a altas temperaturas (~1500 C), que dependerá da aquisição de um forno mufla adequado.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Christian Luiz da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • programa institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 14/02/2020-13/02/2025
Foto de perfil

Christian Muleka Mwewa

Ciências Humanas

Educação
  • teoria crítica para o inconformismo: a não-identidade como telos das relações étnicas e “raciais”
  • Por meio do conceito adorniano de ‘não-identidade’, pretende-se explicitar, compreender e analisar as relações étnicas e “raciais” entre pretos, pardos, amarelos, negros (não-brancos) e brancos tensionadas e tangenciadas pelas dimensões da diversidade cultural, geracional, econômica, social e de gênero nos Centros de Educação Infantil (0 a 5 anos) em Mato Grosso do Sul. A escola torna-se local privilegiado onde se explicitam os critérios residuais da macro sociedade que qualificam e desqualificam os sujeitos por meio de dispositivos sociais (gênero, poder aquisitivo, faixa etária, local de moradia etc.) e culturais (desempenho linguístico, ter viajado por outros países, acesso à Arte etc.). Esse procedimento de (des)qualificação é potencializado quando se agrega o critério étnico e “racial”. Buscar-se-á uma descrição densa da realidade pesquisada, em contexto e em documentos, como procedimento metodológico. Primeiro, mapearemos os Centros de Educação Infantil do Município de Três Lagoas onde está localizado o Campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul ao qual estamos vinculados. A formação cultural das professoras será considerada como pano de fundo para a percepção do modo como essas educadoras agem nas mediações das múltiplas relações. Após realizar um levantamento documental e bibliográfico, elegeremos o itinerário da pesquisa que se apropria do instrumental etnográfico que contemple análise documental (registros da secretaria estadual de educação dentre outros), observação dos contextos formativos e das relações entre crianças/adultos, crianças/crianças. Os instrumentos, quando possível, terão a observação (in loco) dos contextos formativos (educativos) e a incursão nos documentos produzidos para e na escola como principais instrumentos de geração de dados. O presente empreendimento pode contribuir para o desenvolvimento sustentável e melhora da qualidade de vida das crianças em processo formativo com o auxílio do autoconhecimento étnico e “racial".
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Christiana de Fátima Bruce da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • caracterização e diversidade genética de isolados de fusarium oxysporum f. sp. cubense e manejo biológico do mal do panamá com bacillus.
  • A produção de banana está ameaçada pela murcha de Fusarium, causada por Fusarium oxysporum f. sp. cubense (Foc), agente causal do mal do Panamá. Com a doença estabelecida nas áreas, não existem métodos de controle eficientes disponíveis, e uma forma de manejo é pelo uso de cultivares resistentes. Porém, atualmente novas variantes do patógeno têm ameaçado a viabilidade dos cultivos. As bactérias do gênero Bacillus são agentes alternativos de biocontrole para o manejo de doenças, devido aos mecanismos: produção de metabólitos, enzimas e sideróforos. Para o mal do Panamá, cepas de Bacillus da rizosfera de bananeiras têm-se apresentado como excelentes antagonistas. Estudos conduzidos no projeto CNPQ Proc. 444339/2014-0, constataram que cepas bacterianas inibiram crescimento micelial de isolado de Foc de 44 a 62%, confirmando o potencial no biocontrole do mal do Panamá, em bananeira. Portanto, este estudo objetiva: (i) caracterizar isolados de Foc, associados ao mal do Panamá nas principais regiões produtoras do Brasil, por meio da patogenicidade, morfologia e marcadores moleculares (ISSR); (ii) caracterizar grupos de compatibilidade vegetativa (VCG); e, (iii) selecionar cepas de Bacillus com potencial antagonista no controle do mal do Panamá. O experimento constará de coletas de materiais sintomáticos da doença nas cultivares (subgrupos Maçã e Prata), isolamento, análise filogenética e morfológica, caracterização, estudos da diversidade genética com marcadores moleculares dos isolados e de antibiose (in vitro e casa de vegetação), com cepas de Bacillus. Ao final espera-se caracterizar os isolados de Foc, conhecer a diversidade genética e identificar as enzimas envolvidas na interação antagonista x patógeno, contribuindo para a diminuição das perdas de produção e, consequentemente aumentar a competitividade da cultura no agronegócio brasileiro.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Christiana Soares de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • democracia digital e produção colaborativa de políticas públicas e leis na américa latina: resultados, desafios e tendências
  • A América Latina desenvolve inovações democráticas com diferentes desenhos institucionais há mais de três décadas. São fóruns, conselhos e orçamentos participativos para fortalecer mecanismos e estratégias de participação de múltiplos atores em processos políticos de tomada de decisão. O foco desta proposta são as inovações democráticas digitais (IDDs) que visam produzir, colaborativamente, soluções para problemas públicos sob a forma de políticas públicas, leis e outras ações governamentais. Tais inovações nascem da necessidade de buscar formas de mitigar a notória crise de representatividade política atual e incluir a cidadania no processo político decisório. Nesse sentido, a pesquisa visa compreender como essa crise de representatividade pode ser atenuada pelo uso das inovações democráticas digitais. As IDDs vêm sendo mapeadas e analisadas por inúmeros pesquisadores do campo da Comunicação Política com o intuito de encontrar respostas a problemas públicos por meio da análise de suas práticas políticas, comunicacionais e interorganizacionais. A pesquisa proposta fará isso ao avaliar as inovações democráticas digitais na América Latina, focando em seus resultados efetivos a partir das práticas de produção colaborativa de políticas públicas e leis que visem incluir cidadãos com o intuito de aumentar a confiança nas instituições. Apesar da possibilidade, muitas iniciativas não alcançam seus objetivos. A avaliação proposta baseia-se em indicadores para avaliação e monitoramento das IDDs para que alcancem tais objetivos e colaborem, de fato, para o fortalecimento da democracia. A pesquisa será, primeiramente, quantitativa. Trabalharemos com a base de dados construída pelo projeto LATINNO (https://latinno.net/pt/) que mapeou 3.744 inovações democráticas da América Latina. Posteriormente, realizaremos análise qualitativa dos dados, com o intuito de aplicarmos o modelo proposto de avaliação das inovações democráticas digitais com inúmeros resultados práticos possíveis.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Christianne Bandeira de Melo

Ciências Biológicas

Imunologia
  • núcleo de estudos avançados em eosinófilos: atividades efetoras clássicas e funções não-canônicas homeostáticas/pró-resolução
  • Eosinófilos são classicamente reconhecidos como células inflamatórias indutoras de dano tecidual que, por contribuírem com a sintomatologia alérgica, correspondem a alvos de terapias anti-asmáticas. Porém, quebrando este paradigma de células “vilãs”, novos estudos trouxeram à tona funções regulatórias não antecipadas para esta célula. Mesmo durante reações alérgicas pulmonares, mas particularmente em condições eosinofílicas não-canônicas, nota-se que eosinófilos exibem plasticidade funcional ainda não caracterizada, atuando ora como agentes efetores citotóxicos, ora como moduladores homeostáticos e/ou pró-resolução. Pesquisas focadas no melhor entendimento dos processos de polarização funcional eosinofílica são preementes para que (i) sejam caracterizados estímulos que gerem eosinófilos de caráter lesivo versus benéfico; e assim sob esta nova ótica (ii) terapias cujo alvo corresponde à inibição/eliminação de eosinófilos sejam reavaliadas; e (iii) estratégias de terapia celular baseadas no uso de eosinófilos de perfil homeostático/pró-resolução sejam alavancadas. Nossa hipótese geral postula que em função do tipo de estimulação recebida e subsequente características de ativação/secreção (ênfase em citocinas, eicosanóides, redes extracelulares de DNA), eosinófilos podem atuar como célula (i) defensora da homeostasia tecidual, (ii) promotora de quadros patogênicos, e/ou ainda (iii) orquestradora de resolução/recuperação tecidual. De fato, esta hipótese já norteia os estudos dos pesquisadores desta proposta que – com abordagem interinstitucional (IBCCF/UFRJ, ICB/UFRJ, UFJF, UFMG, IOC/FIOCRUZ e UEZO), multidisciplinar, e se valendo de ferramentas de biologia molecular/celular, farmacológicas e ultra-estruturais in vitro e in vivo – já vêm contribuindo (vide infra) para o avanço do conhecimento científico na área. Assim, o objetivo estratégico central dessa proposta é criar um Núcleo de Estudos Avançados em Eosinófilos no Brasil com proeminência e competitividade globais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Christianne Luce Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • destinos inteligentes da espanha que realizam festivais de cinema: experiência turística e lazer de apreciadores ibero-americanos da 7ª arte
  • A Espanha é uma referência internacional sobre o turismo em termos do expressivo número de turistas que chegavam a esse país até a pandemia da Covid-19, como pelo modelo de gestão do turismo, cada vez mais comprometido com novas tecnologias e com o conceito de Turismo Inteligente. O objetivo geral desta pesquisa é compreender a experiência de turistas que viajam para a Espanha com a motivação principal de participar de festivais de cinema em Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). Objetivos específicos: a) Verificar se esses viajantes reconhecem a cidade que promove o festival de cinema como um DTI, identificando tecnologias e ferramentas que enriquecem essa experiência: governança, tecnologia, inovação, acessibilidade e/ou sustentabilidade. b) Conhecer as atividades de lazer realizadas durante o festival e verificar quais são mais compartilhadas em redes sociais online, blogs e sites especializados em turismo. c) Compreender os sentidos/significados de experiências vividas pelos turistas durante o festival de cinema no DTI espanhol. Entre as 35 cidades reconhecidas pela SEGITTUR como DTI, 8 promovem festivais de cinema, sendo selecionadas: Almería, Benidorm, Cuenca, San Sebastián, Gijón, Las Palmas de Gran Canaria, Palma e Santander. A pesquisa é exploratório-descritiva e segue abordagem quali-quantitativa. A coleta de dados contempla pesquisa bibliográfica, questionário on-line e entrevistas com turistas domésticos e internacionais, oriundos de países ibero-americanos. A pesquisa é plausível porque os potenciais voluntários serão identificados por meio de postagens em redes sociais online, contendo hashtags relacionadas aos festivais de cinema investigados. As análises serão realizadas por meio da técnica de triangulação, com aporte do software de análise qualitativa Nvivo, com análise de conteúdo (termos específicos, frequência de palavras, análise de cluster/análise estatística multivariada). Para os dados quantitativos, pretende-se utilizar o software SPSS.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/04/2022-30/04/2025