Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ronaldo Barros Ripardo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • iii mostra científica do sul e sudeste do pará (mocisspa)
  • O presente projeto visa à realização da III Mostra Científica do Sul e Sudeste do Pará (MOCISSPA), proposta e executada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM) da Unifesspa. O evento está em sua terceira edição e se destina à valorização e ao incentivo da educação científica na educação básica, pautada em atividades investigativas e metodologias ativas, desenvolvidas por escolas e IFES da região que, após serem apresentadas nas feiras científicas municipais e/ou institucionais, passarão pela Pré-Avaliação e serão apresentadas na Mostra de Finalistas.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Ronaldo de Albuquerque e Arraes

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • experiência, desempenho, escolha educacional na transição escola–trabalho
  • A expectativa teórica deixa margem a múltiplas interpretações, conforme atesta a literatura, em relação à atribuição da eficácia do emprego dos jovens enquanto estudantes. Se por um lado o tempo dedicado ao emprego poderia prejudicar os investimentos educacionais, por outro, o emprego pode fornecer habilidades e conhecimentos que aumentam a produtividade futura e complementam a aprendizagem na escola. Nesse sentido, além dos efeitos imediatos da conciliação de trabalho e estudo sobre o rendimento escolar, existem efeitos de médio e longo prazo dessa decisão, que certamente se estendem para os resultados que advirão no mercado de trabalho. Tendo em vista esses argumentos, um dos objetivos desta proposta é investigar os efeitos de os jovens conciliarem trabalho e estudo no nível médio sobre os resultados no mercado de trabalho – participação na força de trabalho, rendimentos e escolha ocupacional. Intrinsecamente ligada à essa questão também está a decisão dos jovens concluintes do ensino médio por tipo de escola sobre se prossegue para educação terciária, permanece no mercado do trabalho ou nenhuma destas. Propõe-se também testar essas hipóteses em uma modelagem que considera a interdependência entre tais decisões.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Ferreira do Nascimento

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • validação de métodos cromatográficos (ci / cl-em/em) para controle do nível de herbicidas iônicos em alimentos
  • Os herbicidas representam a classe de agrotóxicos mais comercializados no Brasil. Alguns desses compostos, como o glifosato, paraquat e 2,4 D, têm mostrado indícios de riscos à saúde humana e encontram-se em processo de reavaliação pela ANVISA. O glifosato é o ingrediente ativo mais empregado no comércio de herbicidas, registrado para uso em 26 culturas, representando 65,8% do total de herbicidas consumidos no Brasil. Os produtos técnicos à base do ingrediente ativo glifosato, em geral, são classificados na classe III (pouco tóxico), porém recentemente foi destaque internacional por ser classificado como provável carcinogênico aos humanos, conforme dados fornecidos pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer-IARC. Outros herbicidas como Paraquat, e 2,4 D também apresentam elevada toxicidade e estão entre os 10 agrotóxicos mais utilizados no Brasil, juntamente com glifosato. Análises de resíduos de agrotóxicos geralmente utilizam técnicas cromatográficas, que são métodos modernos e de elevada sensibilidade, capazes de detectar diversos tipos de contaminantes à nível de traços. No entanto, devido às baixas concentrações dos analitos e complexidade das matrizes, como alimentos, faz-se necessária a validação de metodologias analíticas antes de serem aplicadas. Herbicidas com caráter iônico necessitam de metodologias específicas, não se enquadrando nos métodos multiresíduos que são capazes de monitorar diferentes classes de agrotóxicos. Dessa forma, muitas vezes esses herbicidas não são monitorados pelos órgãos governamentais e por serem os produtos mais vendidos atualmente, podem estar causando contaminação ambiental e humana. A implementação de técnicas modernas de análises de resíduos de agrotóxicos representa uma das principais necessidades aos órgãos de monitoramento desses resíduos em geral. Dessa forma o presente trabalho tem como objetivo desenvolver metodologias de análise químicas para determinação de herbicidas iônicos em matrizes alimentícias, para tornar possível o controle do nível desses contaminantes e garantir a segurança alimentar.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Gomes Dultra-de-Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • análise da relevância da capacidade absortiva e controle interativo nas capabilities operacionais e desempenho operacional
  • O objetivo deste projeto é avaliar se a capacidade absortiva e o controle interativo são relevantes para influenciar a forma como as empresas lidam com as capabilities operacionais e por consequência o desempenho operacional. A metodologia adotada para avaliar essas relações será a pesquisa qualitativa baseada em estudo de caso no setor de alimentação no Estado de São Paulo. Serão realizadas vinte entrevistas semiestruturadas, que serão avaliadas mediante a análise de conteúdo. Os respondentes deverão ter cargo gerencial nas áreas de operações, controladoria, finanças e áreas afins, com no mínimo três anos de experiência na função. Espera-se que a capacidade absortiva, ao proporcionar o aumento de conhecimento interno das organizações, melhore as rotinas, as competências gerenciais e os processos operacionais, ou seja, capabilities operacionais, e controle interativo funcionando como um mecanismo de diagnóstico e controle das ações gerenciais. Esses dois construtos, atuando de forma conjunta, devem impactar positivamente em aumento de desempenho operacional. A partir dos resultados gerados, espera-se contribuir com a literatura mediante melhor entendimento das relações entre os construtos, bem como aclarar qual deles têm maior relevância ao desempenho operacional. Adicionalmente, contribuir para a prática gerencial ao apontar que a captura do conhecimento aplicada de forma consistente pode melhorar as competências operacionais.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Junio Campos Batista

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo teórico-experimental das propriedades mecânicas de materiais 2d
  • Materiais 2D são atualmente amplamente apontados como materiais do futuro com pos- síveis aplicações que vão desde o seu uso em sistemas biológicos como para dessalinização da água. Em particular, devido as suas propriedades mecânicas únicas, materiais 2D como talco e grafeno são promissores como materiais de reforço em próteses. Para qualquer apli- cação prática é necessário conhecer bem as propriedades do material. Em especial, no caso dos materiais 2D, a energia de coesão entre camadas e a rigidez flexural determinam se o material pode ser esfoliado e também determinam a morfologia e as propriedades mecâni- cas das nanoestruturas formadas. Dobras são nanoestruturas que aparecem naturalmente em materiais 2D após a esfoliação, criando bordas dobradas bem definidas nos flocos re- sultantes. Bem recentemente, propusemos um método experimental / teórico para obter a energia coesiva entre camadas e a rigidez de flexural de materiais 2D em monocamadas e em multicamadas, sondando a resposta mecânica dessas dobras à deformações causadas por uma ponta de microscopia de força atômica (AFM). O método, baseado no ajuste da resposta experimental a um modelo analítico, também é corroborado por simulações de dinâmica molecular. O procedimento também permitiu, pela primeira vez, a determinação experimental do comportamento da rigidez de flexural de um material 2D como uma função do número de camadas que o compõe. O comportamento é consistente com a lei cúbica clássica de Euler-Bernoulli, com desvios aparentes para expoentes menores para materiais com menos de seis camadas. Isto sugere: (i) uma transição entre regimes nos quais as camadas deslizam ou não à medida que o número de camadas aumenta; (ii) que em dobras algumas camadas podem ser comprimidas enquanto outras são esticadas, o que pode alterar as propriedades vibracionais dobras relativas ao material plano. Sendo assim, nesse projeto propomos investigar estas duas questões usando simulações de dinâmica molecular, cálculos de primeiros princípios, microscopia de força atômica e espectroscopia Raman.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Júnio de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de metodologias computacionais simplificadas para cálculo de difusão de proteínas: o caso do mal enovelamento da príon
  • As proteínas fazem parte de uma classe de macromoléculas que têm papel fisiológico fundamental em toda atividade celular dos seres vivos e também em processos biotecnológicos. Compreender o mecanismo que faz com que uma proteína, a partir de sua cadeia polipeptídica, alcance sua estrutura tridimensional é um dos problemas mais fundamentais da ciência moderna. Uma falha nesse processo pode acarretar em uma série de condições patológicas como Alzheimer, Parkinson e diabete do tipo-II. Na cinética de dobramento de proteínas, a difusão desempenha um papel fundamental como também em muitos processos celulares. Nesse projeto, será desenvolvido métodos computacionais simplificados para determinação do coeficiente de difusão dependente da coordenada de reação (D(Q)) para investigação da cinética (como taxas) e termodinâmica (como barreiras de ativação da energia livre) do enovelamento de proteínas. Será investigada nesse projeto, dentre outras proteínas, a príon que causa doenças neurodegenerativas como as popularmente conhecidas doença da vaca louca e doença da insônia familiar fatal. O método é baseado na dinâmica estocástica da equação de Fokker-Planck e será útil para determinar a energia livre e taxas fornecendo apenas as séries temporais de experimentos de sistemas biológicos ou de fase condensada. O projeto apresenta estudos que fazem parte de colaborações teórico-experimental que serão cruciais para propor soluções para os problemas expostos.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Luis dos Santos Izzo

Engenharias

Engenharia Civil
  • melhoramento de solos com resíduos, cal cimento e materiais alternativos para fins de pavimentação rodoviária
  • Técnicas de consolidação, tratamento ou melhoramento de solos são, muitas vezes, imprescindíveis para viabilizar obras sobre áreas instáveis, pois elevam a capacidade de carga do solo e minimizam os efeitos de recalques absolutos. Hoje, há várias soluções utilizadas para reforço dos solos que possibilitam seu aproveitamento, dispensando a remoção dessa camada em condições mecânicas desfavoráveis. Entretanto, embora existam diversas soluções aplicáveis ao melhoramento de solos, nem sempre elas satisfazem plenamente os requisitos de projeto ou elevam em demasiado os custos. Consequentemente, pesquisas que visem desenvolver novas técnicas de melhoramento, tratamento ou consolidação de solos são de suma importância tanto a nível acadêmico quanto empresarial. Para o desenvolvimento de novas soluções geotécnicas, é necessária uma perfeita parametrização do solo, e para isso é necessária a realização de ensaios geotécnicos para subsidiar a escolha da técnica mais adequada. Assim, o objetivo principal deste trabalho é estudar as características físicas, químicas e mecânicas de solos, e solos melhorados com diversos materiais, como cal, pó de pedra e entulho de diversas procedências, com o intuito propor soluções que satisfaçam os requerimentos de custo, qualidade e eficiência necessários para a execução de projetos de construção civil.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Mangueira Lima Júnior

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • análise longitudinal do ritmo do inglês-l2 na produção oral de aprendizes brasileiros
  • Este projeto de pesquisa tem por objetivo geral investigar o desenvolvimento do ritmo do inglês-L2 por alunos universitários brasileiros de Letras-Inglês que tenham estudado a L2 exclusivamente em salas de aula no Brasil. Para alcançar esse objetivo geral, pelo menos 10 alunos brasileiros cursando Letras-Inglês em uma universidade pública federal serão gravados lendo um texto uma vez por semestre, desde o segundo até o sexto, totalizando cinco gravações longitudinais (corpora de inglês-L2). Para efeitos de comparação, os mesmos alunos serão gravados lendo um texto em português (corpus português-L1), e falantes nativos de inglês de uma mesma região dialetal serão gravados lendo o mesmo texto em inglês usado com os alunos brasileiros (corpus inglês-L1). As análises serão de natureza acústica; portanto, todas as gravações serão primeiramente segmentadas e etiquetadas em intervalos vocálicos, intervalos consonantais, sílabas, unidades VV (onset de uma vogal até o onset da vogal seguinte) e palavras. A seguir, serão extraídos e normalizados (via z-score) os valores de duração de cada unidade segmentada a fim de realizar três análises diferentes do ritmo da fala para cada gravação, a saber: a) a plotagem dos dados com a razão média da duração vocálica normalizada em um eixo e o desvio-padrão da duração dos intervalos consonantais em outro (Ramus et al, 1999); b) o cálculo do PVI (Pairwise Variability Indices) dos intervalos vocálicos, consonantais, silábicos e intervocálicos (Grabe et al, 2002); e c) o cálculo da força de acoplamento dos osciladores silábico e acentual (Barbosa, 2002, 2006). Sendo assim, além do objetivo geral, este projeto tem o potencial de comparar e avaliar as três propostas mais recentes de análise do ritmo da fala, podendo, ainda, contribuir com a discussão geral sobre a taxonomia do ritmo das línguas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Ribeiro Goldschmidt

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • um ambiente computacional para combate automático a fake news sobre covid-19 e outras sars em redes sociais virtuais
  • O problema de combater fake news (i.e., notícias falsas divulgadas de forma intencional) vem aumentando expressivamente nos últimos anos, em função do crescimento do volume e da velocidade de divulgação de notícias proporcionado por meios digitais, em especial, pelas redes sociais virtuais (RSV). A atual pandemia de COVID-19 tem sido objeto de inúmeras fake news divulgadas em RSV, o que tem dificultado de forma significativa o esclarecimento da população sobre as medidas de enfrentamento da doença. Diante deste cenário, ambientes computacionais que possam auxiliar no combate automático a fake news relacionadas à COVID-19 ou mesmo a outras SARS estão se tornando cada vez mais necessários e urgentes. Assim sendo, o presente projeto tem como objetivo contribuir para atender a essa demanda, ao desenvolver um protótipo funcional de um ambiente computacional de combate automático a fake news sobre COVID-19 e outras SARS escritas em Língua Portuguesa e divulgadas em RSV. Para tanto, esse protótipo utilizará técnicas de Inteligência Artificial que permitam monitorar continuamente RSV de forma que, ao identificar a presença de fake news, acionem automaticamente alertas e medidas que visem mitigar os efeitos danosos dessas notícias.
  • Instituto Militar de Engenharia - RJ - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Ronaldo Simão de Oliveira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • coleta, caracterização e avaliação de stylosanthes spp. no semiárido baiano para fins forrageiros
  • As plantas do Semiárido têm representado um recurso genético vital para as populações humanas tradicionais. Muitas dessas espécies são exploradas de forma extrativista, como as fruteiras nativas, ornamentais e forrageiras (Stylosanthes, maniçoba, amendoim forrageiro, entre outras). O gênero Stylosanthes (forrageira leguminosa), gênero nativo do Semiárido brasileiro apresenta características de tolerância à seca e adaptação a solos ácidos e com baixa fertilidade natural. Estudos iniciais revelou a existência de 1.300 pontos de ocorrência do gênero nesta região. Expedições de coleta para resgate deste germoplasma na Bahia foram iniciadas no ano de 2010, em cinco mesorregiões (Nordeste baiano, Centro Norte Baiano, Extremo Oeste Baiano e Vale São Franciscano da Bahia) possibilitando coletar cerca de 250 acessos. Entretanto, em algumas dessas regiões (Centro Norte Baiano, Vale São Franciscano da Bahia e Extremo Oeste Baiano) apesar de ter resgatado algumas amostras, ainda é necessário realizar expedições de coleta com o intuito de obter uma melhor representatividade, pois o estado da Bahia, especificamente o Semiárido baiano apresenta-se como um Centro de Diversidade do gênero, apresentando diversidade de espécies, bem como grande variabilidade genética para vários descritores de importância econômica. Alguns destes acessos já foram caracterizados preliminarmente e tem-se observado genótipos com grande adaptação as condições edafoclimáticas, alto potencial produtivo forrageiro e nutricional. Diante dos resultados preliminares apresentados e considerando a real necessidade de enriquecer o Banco de Germoplasma de Forrageiras da Universidade Estadual de Feira de Santana – BGF-UEFS, o objetivo da presente proposta é coletar, caracterizar e avaliar Germoplasma de Stylosanthes quanto à tolerância a estresses abióticos, potencial produtivo e qualidade e composição bromatológica dos acessos que serão caracterizados morfoagronomicamente para observar a variação genética existente. O estudo visando à coleta, caracterização e avaliações destes recursos genéticos poderão trazer benefícios com a identificação de acessos superiores para serem utilizados em programas de melhoramento genético voltados para as condições do Semiárido baiano, proporcionando a diminuição da devastação da caatinga e uma nova fonte alimentar para os caprinos e ovinos da região.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Vagner Thomatieli dos Santos

Ciências da Saúde

Educação Física
  • suplementação com probiótico atenua os efeitos da maratona sobre a função e metabolismo de monócitos?
  • Respostas fisiológicas e bioquímicas são geradas antes, durante e após a realização de exercícios físicos extenuantes. Essas modificações podem impactar negativamente o sistema imunológico e sistema gastrointestinal, o que por consequência pode causar um quadro de imunossupressão transitória. Diferentes estratégias são adotadas para minimizar os efeitos deletérios causados pelo exercício físico extenuante, sendo elas, a suplementação de macro e micronutrientes. Surge o interesse recentemente em avaliar os efeitos da suplementação de probióticos sobre a função imunológica e manutenção da homeostase gastrointestinal de atletas. Desta forma, o objetivo do presente estudo é avaliar a função de monócitos, a permeabilidade intestinal e a incidência de infecções oportunista no trato respiratório superior de 30 indivíduos que realizarão uma prova oficial de Maratona (42.195m), suplementados com 10x109 UFC de Lactobacillus Acidophilus e Bifidobacterium Lactis ou placebo de forma duplo cega durante 30 dias. Antes do período de suplementação, 24 horas antes da prova, imediatamente após, uma hora após e 24 horas após a prova serão coletados sangue e fezes para determinação da função celular, análise da permeabilidade intestinal e hormônios. A normalidade dos dados será verificada por meio do teste Shapiro-Wilk`s, a partir da distribuição normal dos dados será determinado o teste de hipótese adequado segundo o desenho experimental do estudo e nível de significância adotado será de p ≤ 5%.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roner Ferreira da Costa

Ciências Biológicas

Biofísica
  • simulações computacionais de nanosistemas, biomoléculas e moléculas
  • O projeto Simulações Computacionais de Nanosistemas, Biomoléculas e Moléculas tem como objetivo a investigação/desenvolvimento de nanoestruturas, biomoléculas e moléculas com atividade biológica por meio de simulações computacionais. Assim, tendo como metas: (i) simulações computacionais de como estas moléculas são ligadas aos nanosistemas, e consequentemente melhor poder sugerir como controlar de forma mais eficiente a sua entrega através dos nanosistemas; (ii) desenvolvimento de protocolos para estudar o funcionamento em nível molecular de moléculas/fármacos com a meta da descoberta de derivativos mais efetivos, o que será realizado através do estudo por bioquímica quântica das interações das diferentes moléculas/fármacos com os sítios ativos das respectivas proteínas alvo; (iii) estudo da relação entre o pH do meio e o estado de protonação e conformação estrutural de proteínas, biomoléculas e moléculas. O principal objetivo desta proposta é a preparação de uma série de protótipos nanopartícula-molécula para entrega seletiva de moléculas com atividade biológica usados no tratamento do câncer, infecções, etc., utilizando simulações computacionais em diversos níveis (docking, clássico, semiempírico, quântico), para a compreensão e o desenvolvimento de sistemas nanométricos conjugados. As principais linhas da proposta são: (1) simulações das propriedades estruturais, eletrônicas e ópticas de nanosistemas, nanopartículas e moléculas individuais utilizadas ou em desenvolvimento para o tratamento do câncer e doenças infecciosas, suas interações e a interação com as proteínas alvo; (2) simulação das propriedades estruturais, ópticas e vibracionais de biomoléculas e moléculas com a variação do pH. O projeto visa o desenvolvimento da atividade de pesquisa num contexto de integração de várias ramos científicos (física, química, bioquímica, farmácia, farmacologia, medicina) envolvendo técnicas e ferramentas no estado da arte na área de simulações computacionais, com grande potencial de inovação e formação de recursos humanos com competência multidisciplinar para aplicações nanotecnológicas na área do tratamento de diversas doenças, além de contribuir para o aperfeiçoamento e a consolidação dos grupos de pesquisa envolvidos.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rones de Deus Paranhos

Ciências Humanas

Educação
  • a pesquisa sobre o ensino de ciências da natureza na educação de jovens e adultos: análise da produção científica brasileira e socialização de suas tendências
  • O projeto propõe realizar uma pesquisa do tipo Estado da Arte cujo o objeto de investigação é a produção científica brasileira (artigos, dissertações e teses) sobre o ensino de ciências da natureza (biologia, física e química) na educação de jovens e adultos (ensino fundamental e médio), publicada entre os anos de 1997 e 2018. A pesquisa será desenvolvida a partir dos seguintes questionamentos: a) Quais são os aspectos que caracterizam a produção científica brasileira sobre o ensino de ciências da natureza na EJA? b) Que concepções sobre EJA, educação escolar, público da modalidade e ensino de ciências da natureza são explicitadas pela produção científica brasileira? Além de integrar pesquisadores de diferentes instituições (UnB, IFGoiás, UFG, UFT – Campus de Araguaína) e áreas (Biologia, Física, Química, Ciências e Pedagogia) o projeto propõe a criação de um banco de dados com todas as produções científicas levantadas e a publicação de um E-book com as análises da investigação. Esses materiais serão disponibilizados gratuitamente no site da Rede de Pesquisa em Ensino de Ciências para EJA a ser construído para este fim. Espera-se que o projeto possa aprimorar a discussão teórico-metodológica da pesquisa em torno do objeto; inserir nas licenciaturas o debate sobre a EJA como elemento formativo e contribuir com a compreensão do processo de ensino-aprendizagem dos conceitos científicos, bem como, seus aspectos didático-pedagógicos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roni Costa Ferreira

Ciências Humanas

Educação
  • ii feira integrada de ciência, tecnologia e inovação de são joão de meriti
  • A II Feira Integrada de Ciência, Tecnologia e Inovação de São João de Meriti será realizada durante dois dias, dentro da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do IFRJ, campus São João de Meriti. Serão realizadas exposições de trabalhos feitos por estudantes sob a orientação de professores de unidades públicas municipais e estaduais, além de escolas particulares. O evento contará com uma divulgação especial para atrair meninas e envolver jovens infratores do município, para despertar o interesse pelas áreas de C&T. Os objetivos principais são o de mostrar a possibilidades de qualificação profissional para adolescentes e jovens, criar situações ricas para o desenvolvimento do empreendedorismo na região e aumentar o nível do conhecimento de ciências e matemática nas instituições de ensino de São João de Meriti.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Roniberto Morato do Amaral

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • colaboração científica nacional e internacional dos programas de pós-graduação em ciência da informação
  • Há um crescente interesse em estudos métricos sobre a colaboração científica na pós-graduação brasileira, visando compreender o processo de internacionalização das pesquisas científicas. Porém, parte significativa desses estudos é realizada a partir de bases de dados bibliográficas internacionais em nível macro, enquanto outros estudos limitam-se a um determinado Programa de Pós-Graduação (PPG), impossibilitando análises comparativas e o mapeamento das colaborações científicas nacionais e internacionais. O desenvolvimento de metodologias capazes de avaliar a colaboração científica institucional é um dos desafios dos pesquisadores nesse assunto. Além disso, também é desafiador o ato de verificar o seu impacto para o desenvolvimento da ciência e o grau do envolvimento dos pesquisadores nessas colaborações. Visando contribuir para os estudos métricos da ciência e para o avanço da Ciência da Informação no Brasil, o objetivo geral desta pesquisa compreende investigar a colaboração científica nacional e internacional dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu da Área de Ciências Sociais Aplicadas 1 – Ciência da Informação do Brasil. Será utilizada uma abordagem quantitativa de natureza exploratória. A bibliometria e a análise de redes sociais serão utilizadas como técnicas de análise de informações. A Plataforma Lattes e a Base de dados Web of Science serão as fontes de informações. A amostra analisada compreenderá os currículos Lattes, em especial a produção científica, de docentes vinculados aos PPG da Ciência da Informação, no período de 2013 a 2016. Para a extração dos dados, análise e elaboração dos indicadores serão utilizadas as seguintes ferramentas computacionais: 1] o SyncLattes, ferramenta para a extração da produção científica dos docentes registrada na PL; 2] o VantagePoint, ferramenta para o tratamento das informações e análise bibliométrica; e 3] os Softwares UCINET, GEPHI e VOSviewer para a análise e representação das redes de colaboração científica. A análise dos indicadores será baseada em artigos científicos que versam sobre estudos métricos, colaboração científica nacional e internacional e política de ciência tecnologia e inovação. Espera-se contribuir para o aperfeiçoamento dos PPG e do Sistema Nacional de Pós-Graduação, ao maximizar a compreensão da colaboração científica e suas implicações para a internacionalização das pesquisas científicas da Área de Ciências Sociais Aplicadas 1 – Ciência da Informação. Essa contribuição esta baseada nos seguintes resultados esperados: a)Indicadores comparativos entre os Programas de Pós-graduação em Ciência da Informação para as seguintes dimensões: 1] experiencia internacional, envolvendo o mapeamento da formação dos docentes no exterior; e 2] produção científica, indicadores de produtividade e de ligação ou cooperação científica nacional e internacional; b) Analise dos indicadores no contexto das políticas públicas de ciência e tecnologia e inovação; c) Consolidação de um conjunto de indicadores úteis e reprodutíveis sobre colaboração para o Sistema Nacional de Pós-graduação, em especial da Área de Ciências Sociais Aplicadas 1 – Ciência da Informação; d) Publicações para divulgação dos indicadores elaborados e das metodologias empregadas; e) Dissertações de mestrado e trabalhos de conclusão de curso de graduação sobre a produção e colaboração científica nacional e internacional.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronice Muller de Quadros

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • documentação da língua brasileira de sinais
  • A documentação da Libras compreendida na presente proposta inclui quatro frentes de trabalho: (1) aspectos linguísticos da Libras; (2) Literatura em Libras; (3) glossários especializados; e, (4) ensino de Libras. Os aspectos linguísticos analisados objetivam subsidiar a elaboração de uma gramática da Libras a partir de dados com produções em Libras coletados e transcritos em quatro estados brasileiros: Ceará, Alagoas, Rio de Janeiro e Santa Catarina. As produções literárias em Libras serão selecionadas e catalogadas para compor uma Antologia da Literatura em Libras no país. Os glossários especializados compreenderão as áreas de Química, Literatura, Física, Biologia e Matemática, no sentido de subsidiar a educação básica. Este material servirá de referência permanente para professores, tradutores e intérpretes de Libras e Língua Portuguesa. O material para o ensino de Libras envolverá produções em Libras para o uso no ensino de Libras, bem como a coleta de produções de alunos de Libras como segunda língua, no sentido de subsidiar as pesquisas e práticas dos professores de Libras em diferentes níveis da educação. Este material estará organizado por meio de um Portal de Libras que contará com diferentes interfaces multilíngues estruturadas a partir de produções em Libras. O desafio tecnológico envolverá o desenvolvimento destas interfaces que permitirão aos usuários acessarem os textos em Libras de forma interativa. Além disso, o desenvolvimento de ferramentas que favoreçam a leiturabilidade de vídeos em Libras associado ao design visual será o grande desafio das interfaces a serem disponibilizadas publicamente a todos os surdos e demais interessados nas produções em Libras. Todos os produtos e processos resultantes desta proposta estarão disponibilizados por meio do Portal de Libras que envolverá interfaces em Libras acessíveis e disponíveis publicamente em meio digital e abertos a toda sociedade. Esse portal também fomentará as ações relativas às políticas públicas que envolvem a Libras, pois servirá de fonte de pesquisa, de consulta e de lazer para todos os interessados (professores, tradutores, intérpretes e demais pessoas da comunidade em geral), servindo também como referência a todos os agentes políticos, sociais e educacionais que tenham a educação bilíngue como alvo da educação básica envolvendo a inclusão de surdos na sociedade brasileira. Para além disso, trata-se de uma proposta inovadora em termos de ciência, tecnologia e de políticas pública e linguística no País que vem se destacando pelos esforços em garantir, por meio de uma legislação específica, o acesso à educação bilíngue às pessoas surdas e tal acesso só pode ser, de fato, assegurado através da disponibilização de materiais linguísticos e literários em Libras. Neste sentido, a gramática da língua, sua produção literária, o registro de termos especializados e o ensino desta língua configuram um todo que retroalimentam um ao outro, cabendo à ciência e à tecnologia disponibilizarem recursos de acesso ao ensino, à pesquisa e à extensão com foco na Libras.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/12/2016-31/12/2020
Foto de perfil

Ronie Silva Juvanhol

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • integração de modelos de probabilidade e tendências de ocorrência de incêndios florestais como instrumento de auxílio à gestão em uma área protegida do bioma cerrado
  • O Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, ocupando uma área de cerca de 24% do território brasileiro. É considerado um dos hotspots mundiais de biodiversidade, pois apresenta abundância de espécies endêmicas e sofre uma enorme perda de habitat. A Estação Ecológica de Uruçuí-Una (ESECUUNA) faz parte das unidades de conservação pertencentes ao bioma cerrado, no Sudoeste Piauiense, mais especificamente na sub-região dos altos platôs piauienses. Esta Unidade de Conservação tem experimentado constantes pressões antrópicas devido à sua localização geográfica, em uma região de grande fronteira agrícola, e às atividades de subsistência das comunidades do entorno. A problemática dos incêndios florestais é de enfrentamento constante pelos gestores ambientais, em especial devido à extensão da ESECUUNA, de cerca de 135.000 ha. Diante do exposto, torna-se importante delimitar alternativas de apoio a gestão desta unidade de conservação, no que diz respeito aos incêndios florestais. Para este processo, é importante contar com a colaboração da sociedade envolvida, da comunidade científica e dos gestores da ESECUUNA. Este projeto propõe desenvolver modelos de risco de incêndio florestal em função de variáveis explicativas e conhecer os padrões de comportamento da vegetação e sua relação com a ocorrência de incêndios florestais, para o clima atual e futuro, na ESECUUNA. Ao final, é proposto a elaboração do zoneamento da área quanto a diferentes zonas para gestão de incêndios florestais. Para alcançar estes objetivos, o projeto encontra-se estruturado em três etapas principais. Em todas as etapas metodológicas priorizou-se a utilização de dados de sensoriamento remoto orbital, devido a sua conhecida capacidade de fornecer informação de forma sinóptica, que abrange áreas extensas e alta frequência de aquisição. Isso permite o monitoramento de ecossistemas terrestres por meio de sensores com elevada qualidade na obtenção de dados, como a exemplo do sensor MODIS. A primeira etapa será a modelagem da probabilidade de ocorrência de incêndios florestais; a segunda etapa, estudo das tendências da vegetação à ocorrência de fogo; e a terceira etapa, a delimitação de zonas para gestão de incêndios florestais. Na primeira etapa serão utilizados dados de focos ativos de fogo e variáveis preditoras: variáveis topográficas, variáveis climáticas, variáveis de atividade humana, variáveis de vegetação como entrada para a modelagem da ocorrência de incêndios florestais. O método utilizado será o MaxEnt, que considera as configurações espaciais de ocorrência versus não ocorrência. Por este método, os resultados podem ser usados para prever a probabilidade de ocorrência e o ranking de importância da variável pode ser usada para identificar os fatores relevantes na gestão do incêndio. Serão realizados testes de omissão binomial unicaudal para avaliar se o modelo prevê a ocorrência de pixels de fogo significativamente melhor que aleatório. Além disso, será calculado a sensibilidade do modelo e a taxa de falsos positivos para esses mesmos valores de limiar usando a ocorrência real de pixels de fogo no mês simulado. Na segunda etapa, serão utilizados os resultados obtidos na primeira etapa e dados de vegetação obtidos por meio do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) do produto MOD13Q1, sensor MODIS, dados de queima do produto MCD45 A1, sensor MODIS, dados climáticos e de uso do solo. Nesta etapa serão geradas as tendências de ocorrência de fogo e de vigor da vegetação pelos métodos de correlação linear de Pearson, regressão linear simples e o método não paramétrico de Mann-Kendall. Será gerada a modelagem da correlação entre os dados de vegetação e ocorrência de incêndios florestais e, ao final, as tendências futuras de alterações na paisagem a partir dos incêndios florestais. Para esta última fase da etapa 2, serão consideradas: Análise de Mudança, Modelagem de Potencial de Transição e Previsão de Mudança; em que serão consideradas as alterações climáticas previstas pelo Intergovernamental Painel of Climate Change (IPCC), as informações de tendências observadas e de probabilidade de ocorrência de incêndios obtida na etapa 1. A etapa 3 consiste na elaboração de um zoneamento ambiental voltado à gestão dos incêndios florestais na ESECUUNA. Para tanto, as etapas anteriores (1 e 2) fornecerão o diagnóstico ambiental necessário para delimitação de diferentes zonas de gestão. Serão consideradas também, as informações das tipologias florestais encontradas na área. Serão organizadas palestras e reuniões públicas, em que a sociedade e gestores ambientais envolvidos, serão convidados à participar e contribuir nos processos de tomada de decisão. Com isso, são esperados os seguintes resultados: Mapa de probabilidade de fogo em diferentes estações de incêndios florestais; Ranking de importância da variável para identificar os fatores relevantes na gestão do incêndio; Tendências espaço-temporais do vigor da vegetação entre 2000 e 2018; Tendências futuras de alteração da paisagem; Mapas de uso e ocupação do solo de acordo com previsões futuras; Mapa de zoneamento da ESECUUNA, indicando zonas de gestão de incêndios florestais e um documento técnico/ cartilha sobre a importância da gestão de incêndios florestais na ESECUUNA.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 30/11/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Ronilson Freitas de Souza

Ciências Humanas

Educação
  • ensino de ciências naturais: articulando saberes por meio de projetos interdisciplinares
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado do Pará - PA - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Ronney Arismel Mancebo Boloy

Engenharias

Engenharia de Energia
  • misturas biogás-biodiesel utilizadas em sistemas de injeção dual-fuel dos motores de combustão interna a compressão
  • Atualmente, com o crescimento da população mundial, geram-se grandes quantidades de resíduos em vários sectores; indústria, agropecuário, urbano e florestais. No sector urbano, existem dois resíduos que geram um impacto tecnológico, econômico, ambiental e social bem considerável devido ao inadequado gerenciamento, são estes: 1- Resíduos Sólidos Urbanos – RSU e 2- Óleo Vegetal Residual – OVR. No ano 2016, no Brasil gerou-se 78,3 milhões de tonelada de RSU, sendo que 91% foram coletados, significando que 9% dos RSU tiveram destino inapropriado.Já no segundo caso, no Brasil 2,5% do óleo vegetal residual produzido é reutilizado de forma apropriada, sendo que o restante é descartado inadequadamente em corpos de água, redes de esgoto, solos, inclusive incinerados.Por tanto, gerenciar adequadamente os RSU e os OVR através da agregação de valor energético é o caminho para minimizar os impactos ambientais, bem como melhorando o saneamento básico proporcionando melhor qualidade de vida à sociedade e permitindo maior inclusão social com geração de emprego e renda. Assim sendo, pretende-se estudar a viabilidade energética, econômica e ambiental da utilização de misturas de biogás-biodiesel em sistema de injeção dual-fuel dos Motores de Combustão Interna de Ignição a Compressão – MCIIC, com o intuito de diminuir a poluição ambiental produzida pelas emissões de gases poluentes no setor de transporte urbano e de carga, que atualmente utiliza o diesel como combustível principal no Brasil, também almeja-se descentralizar a matriz energética brasileira com a inclusão de biocombustíveis produzidos a partir de Resíduos Sólidos Urbanos-RSU, no caso do biogás e a partir de Óleo Vegetal Residual-OVR, para o caso do biodiesel, dessa forma consegue-se melhorar o saneamento básico agregando valor energético aos RSU e ao OVR gerenciados inadequadamente. O biogás é produzido a partir de RSU em Aterro Sanitário através de um processo de digestão anaeróbica, e o biodiesel produzido a partir do OVR, utilizando processo de duas etapas, esterificação com catálise ácida homogênea (H2SO4) e transesterificação com catálise básica homogênea (NaOH). O MCIIC recebe as misturas de biogás/biodiesel em diferentes proporções, ou seja, biogás 25%-BG25, BG50 e BG75 visando estudar o impacto das proporções dessas misturas nos parâmetros de desempenho do motor e emissões de poluentes, procurando aumentar a eficiência de conversão das misturas e minimização das emissões de poluentes ao meio ambiente. A combustão das misturas biogás-biodiesel será estuda através de simulação computacional fluidodinâmica (CFD), onde serão analisados o atraso, e avanço da ignição, início da combustão, propagação da chama, razão volumétrica de compressão e as temperaturas dos gases de exaustão. Após esta análise serão realizados cálculos de parâmetros associados com o desempenho no MCIIC, tais como: consumo específico de combustível, eficiência térmica, de combustão e conversão das misturas biogás-biodiesel, todas em base exergética. Numa próxima etapa são determinados os custos de transporte urbano e de carga em US$/km utilizando MCIIC alimentado com misturas biogás-biodiesel. No projeto também espera-se determinar as emissões de Óxidos de Nitrogênio - NO, Hidrocarbonetos – HC, Monóxido de Carbono – CO, Dióxido de Carbono Equivalente - CO2e, indicador de poluição e eficiência ecológica como forma de avaliar o impacto ambiental do MCIIC. Além do aspecto científico da pesquisa, este projeto também tem como meta a formação de recursos humanos, o desenvolvimento e a divulgação da pesquisa através de artigos relacionados com análises técnicas, econômicas e ambientais dos motores de ignição a compressão alimentados com misturas biogás-biodiesel.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roque Ismael da Costa Güllich

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • formação e docência em ciências com foco no ensino por investigação
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021