Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Marize Pereira Miagostovich

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • qualidade da água e saúde única na ilha da marambaia
  • A qualidade da água e, portanto, da saúde humana e animal, pode ser afetada pela presença de patógenos derivados de esgotos não tratados que são lançados em águas superficiais. Considerados importantes contaminantes ambientais estão diretamente associados a doenças de veiculação hídrica. No âmbito de um Acordo de Cooperação estabelecido entre o Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia (CADIM) e o Laboratório de Virologia Comparada e Ambiental do Instituto Oswaldo Cruz, este projeto tem como objetivo, utilizando uma abordagem de Saúde Única, avaliar a qualidade das águas da Ilha da Marambaia. A Ilha, localizada no município de Mangaratiba, RJ, é uma área de domínio da Marinha do Brasil onde residem militares, seus familiares e uma população civil. A fim de se avaliar o risco quantitativo de se adquirir infecções por microrganismos entéricos e fornecer dados para ações de mitigação e prevenção na região, serão realizados estudos visando avaliar a qualidade da água de consumo e recreacional nas regiões Sul e Norte da Ilha (ocupados pela comunidade civil) e no CADIM. Neste contexto, amostras de fezes de animais silvestres e domésticos, que circulam nas proximidades da rede de abastecimento de água de consumo e águas recreacionais serão analisadas, uma vez que podem ser consideradas fonte de infecção e sentinelas para o monitoramento de vírus e protozoários. Metodologias moleculares de qPCR previamente descritas serão utilizadas para investigar a ocorrência de adenovírus humano e animal, poliomavírus JC, rotavirus A, norovirus e SARS-CoV-2. Também serão estabelecidos protocolos moleculares de quantificação de Giardia lamblia e Cryptosporidium spp. Parâmetros bacteriológicos e físico-químicos serão realizados de acordo com as metodologias recomendadas nas legislações vigentes (potabilidade/balneabilidade). A caracterização molecular dos vírus detectados será realizada utilizando protocolos de sequenciamento nucleotídico de nova geração.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Márkilla Zunete Beckmann Cavalcante

Ciências Agrárias

Agronomia
  • aplicação de boro e indução de tolerância ao déficit hídrico em plantas de girassol ornamental
  • A escassez de chuvas típica de regiões semiáridas é um dos fatores que mais afeta o crescimento e rendimento das culturas agrícolas. Em condições de restrição hídrica, as plantas devem ativar mecanismos estruturais e fisiológicos para otimizar o uso da água, minimizar o estresse oxidativo, manter a atividade fotossintética e consequentemente garantir a sobrevivência e crescimento. A compreensão dos efeitos da seca sobre as plantas e os mecanismos de indução de tolerância são fundamentais por possibilitar a seleção de genótipos tolerantes, além de permitir o desenvolvimento de tecnologias e estratégias de manejo. A suplementação mineral com boro (B) pode aumentar a tolerância das plantas ao déficit hídrico, visto que atua em diversos processos fisiológicos, bioquímicos e metabólicos das plantas. Porém, pouco se sabe como realmente o B atua para aliviar o estresse hídrico. O girassol ornamental é um produto importante no mercado, mas as informações sobre características fisiológicas e de manejo são escassas para o cultivo em condições semiáridas. A hipótese é de que o grau de tolerância ao déficit hídrico em girassol ornamental é variável entre genótipos, e que a aplicação de B pode atenuar os efeitos nocivos da seca. Serão implantados três experimentos: no primeiro, serão investigados os mecanismos morfofisiológicos e bioquímicos de indução da tolerância à seca e o grau de tolerância de 6 genótipos de girassol ornamental ao déficit hídrico por meio da suspensão da irrigação em diferentes períodos. No segundo, serão selecionados os genótipos susceptíveis e tolerantes à seca e avaliar-se-á a aplicação de B em diferentes doses como atenuador de estresse hídrico. O terceiro experimento será conduzido em campo, e os tratamentos serão baseados nos resultados do primeiro e segundo ensaios. Pretende-se com as informações obtidas implementar estratégias de economia de água e produção de flores com sustentabilidade em regiões semiáridas como o Vale do São Francisco.
  • Universidade Federal do Vale do São Francisco - PE - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Marli Teresinha Gimeniz Galvão

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • tecnologia audiovisual na prevenção do hiv e infecções sexualmente transmissíveis na população jovem
  • O projeto visa promover a saúde da população jovem, em especial, populações-chave (gays e outros homens que fazem sexo com homens; pessoas trans; pessoas que usam álcool e outras drogas; pessoas privadas de liberdade e trabalhadores sexuais) e outras populações prioritárias na resposta ao HIV (população negra, população indígena e população em situação de rua), por meio da construção, validação, avaliação e aplicação (disseminação online) de uma tecnologia audiovisual educativa do tipo webcast para prevenção do HIV e Infecções Sexualmente Transmissíveis na população jovem. A pesquisa será desenvolvida na Universidade Federal do Ceará, por uma equipe composta de membros do Núcleo de Estudos em HIV/aids e Doenças associadas- Neaids, grupo com mais de dez anos de experiência na realização de estudos com pessoas com HIV, em parceria com pesquisadores do Curso de Publicidade e Propaganda da mesma instituição, além de pesquisadores de outras instituições do Brasil e da Univesidade de Porto, Portugal. A tecnologia audiovisual será composta por uma série de nove webcasts. Cada um dos webcasts será produzido tendo como referencial teórico principal um dos conteúdos do método de Prevenção Combinada elaborado pela Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/aids(2010), o qual conjuga simultaneamente intervenções de carácter biomédico, comportamental e estrutural, ideal para fortalecer ações de controle e prevenção ao HIV e gerar reduções significativas e sustentadas nos mais diversos contextos. O conteúdo será resultado de uma revisão integrativa da literatura com enfoque nas lacunas do conhecimento das população jovem. O processo de criação será constituído das etapas de pré-produção, produção e pós-produção, as quais norteiam a elaboração de tecnologias audiovisuais no formato de vídeo (KINDEM; MUSBURGER, 2005). Foram definidos oito passos transversais as três etapas de desenvolvimento dos webcasts: passo 1)sinopse ou storyline; passo 2)argumento; passo 3)roteiro e storyboard; passo 4)validação do roteiro; passo 5)gravação; passo 6) validação do produto inicial; passo 7) edições; e passo 8) versão final. Finalizado o processo de construção e validação, o produto final será avaliado por meio de um estudo do tipo antes e depois e, posteriormente será realizada sua aplicação. Esta seguirá um plano de divulgação dos webcasts nas principais mídias sociais online, bem como em instituições públicas e privadas, locais de trabalho e estudo de pessoas jovens, mediante realização de parcerias. O desenvolvimento de uma tecnologia audiovisual online é uma estratégia que atende ao cenário atual de desenvolvimento tecnológico, globalização e mudança nas formas de comunicação e aquisição de informação. Espera-se dessa forma contribuir para fortalecer ações de enfrentamento do HIV e das Infecções Sexualmente Transmissíveis entre as populações jovens, em especial, as populações-chave e outras populações prioritárias na resposta ao HIV, aumentando o nível de informação disponíveis aos jovens, melhorando o acesso a informações acuradas e culturalmente apropriadas, inclusive entre jovens com deficiência auditiva, aumentando a prontidão para mudança de comportamento, reduzindo as taxas de incidência de HIV/IST e impactando também nos custos em saúde. O projeto apresenta grande potencial no que se refere ao seu impacto social, tendo em vista que o HIV permanece nas agendas prioritárias em pesquisa no Brasil e no Mundo (UNAIDS, 2019; BRASIL, 2018), aliado a necessidade de incremento nas ações de promoção da saúde conforme a Política Nacional de Promoção da Saúde (BRASIL, 2010), a saúde e bem-estar se encontrarem entre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, além de sua contribuição para o desenvolvimento tecnológico, inovação cientifica e na formação de recursos humanos. Para o desenvolvimento da proposta conta-se com equipe de colaboradores de diferentes áreas e de instituições nacionais e internacional. O desenvolvimento do estudo contribuirá para a formação e capacitação de recursos humanos em nivel de pós graduação e de graduação, supervisão de bolsista de iniciação científica e de apoio técnico. Haverá a internacionalização do conhecimento mediante a apresentação de resumos em eventos e a publicação de artigos científicos.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 03/12/2019-31/12/2022
Foto de perfil

Marli Teresinha Gimeniz Galvão

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • auriculoterapia no manejo dos sintomas de ansiedade em pessoas vivendo com hiv: ensaio clínico randomizado
  • Existem no Brasil cerca de 920 mil pessoas vivendo com HIV(PVHIV), a cada ano mais de 40 mil novos casos são diagnosticados. Apesar dos avanços na terapia antirretroviral terem proporcionado aumento na qualidade de vida dessas pessoas, elas ainda sofrem com comorbidades de raízes psicossociais. A ansiedade se destaca, atingindo cerca de 40% dessas pessoas, mais que quatro vezes a prevalência na população geral. Configura-se em problema relevante, uma vez que são cada vez mais incidentes e tendem a se agravar e cronificar, causando impacto na funcionalidade dos indivíduos com consequências sociais e econômicas. Em PVHIV sofrer de ansiedade tem implicações adicionais, principalmente para adesão à terapia e risco de transmissão da infecção. Soma-se a isso as dificuldades no acesso a cuidados convencionais de saúde mental, por exemplo, uma parcela relevante dessas pessoas é subdiagnosticada e/ou não faz tratamento para o transtorno. Oportunamente, evidências apontam o grande potencial da auriculoterapia para mitigar os sintomas de ansiedade, tendo em vista, por exemplo, seu baixo custo, facilidade de aplicação e reduzidos efeitos adversos. Uma busca em bases de abrangência internacional revelou inespecificidade nos protocolos, carência de estudos com maior rigor metodológico e lacuna de ensaios utilizando auriculoterapia em PVHIV. Assim, pretende-se analisar a efetividade da auriculoterapia para redução dos sintomas de ansiedade em PVHIV, mediante um Ensaio Clínico Randomizado controlado por placebo, com delineamento em paralelo, de dois braços e simples-cego. O estudo será desenvolvido com 164 PVHIV de um Serviço de Assistência Especializada. Dois protocolos, um verdadeiro e um placebo, serão aplicados em oito sessões. A efetividade será analisada por meio das diferenças nos escores médios de ansiedade no Inventário de Ansiedade Traço-Estado, antes e após a intervenção.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 28/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marlize Rubin-Oliveira

Ciências Humanas

Educação
  • regionalização e (des)territorialização: uma análise de experiências de internacionalização da educação superior (es)
  • A proposta se insere no campo de investigação da Educação Superior (ES) com foco no tema da internacionalização. O tema cresceu marcado por movimentos globais que impactaram na ES. No Brasil o Programa CAPES/PrInt, é um programa pioneiro com foco na internacionalização de instituições. Nesse cenário, categorias como regionalização e (des)territorialização de instituições são identificadas por nós como fundamentais ao debate na área de investigação, pois encaminham e conformam políticas públicas. A questão proposta para a investigação está voltada ao processos de regionalização e (des)territorialização em experiências de internacionalização da Educação Superior em instituições do Sul do Brasil (PR, SC, RS) participantes do Programa CAPES/Print. Para tanto, nos propomos a compreender implicações do processo de internacionalização da ES para conformações de regionalização e (des)territorialização no contexto das democracias e soberanias do Estado nação; analisar processos de internacionalização da ES para conformações de regionalização e (des)territorialização no contexto dos projetos de desenvolvimento institucional das IES analisadas; e por fim, compreender como a internacionalização da ES conforma processos de regionalização e (des)territorialização de manifestações culturais no contexto das instituições analisadas. A originalidade está na elaboração de uma matriz metodológica que possa produzir conhecimentos a partir de bases epistêmicas que possam tensionar a produção de conhecimento hegemônico. Como estratégia metodológica a proposta visa construir uma matriz metodológica a partir de revisão sistemática da literatura para identificar marcadores de internacionalização a partir das duas categorias iniciais. Na segunda etapa, a análise documental e entrevistas, será o momento de revisitar os marcadores construídos, na primeira etapa, a partir do diálogo com sujeitos envolvidos no processo, suas experiências de internacionalização da ES e os documentos selecionado.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marly Augusto Cardoso

Ciências da Saúde

Nutrição
  • intervenção nutricional por via remota para promoção de práticas alimentares saudáveis em escolares de município amazônico: um ensaio clínico randomizado
  • Na região Norte, muitos domicílios vivenciam a insegurança alimentar, com compromentimento da qualidade da dieta. Apesar de todos os indicativos dos agravos da obesidade infantil nessa região, pouco tem sido investigado sobre estratégias de intervenção nutricional em escolares. A necessidade do isolamento social ocasionada pelo surgimento da pandemia da Covid-19 e suas implicações gerou mudanças drásticas no estilo de vida da população brasileira. Assim, intervenções remotas para promoção da saúde, com o emprego de aparelhos telefônicos e/ou redes sociais, apresentam-se cada vez mais promissoras. O presente projeto visa investigar a eficácia de intervenção remota a partir da concepção de conteúdo, envio de mensagens e acompanhamento individual para promoção da alimentação saudável em ensaio clínico randomizado aninhado ao estudo MINA-Brasil, coorte de nascimentos de base populacional em Cruzeiro do Sul (Acre). Crianças de 7-8 anos de idade com ganho de peso excessivo na infância e seus pais ou responsáveis serão elegíveis à aleatorização na proporção 1:1 (grupo intervenção e controle). No grupo intervenção, será utilizado aplicativo de mensagens instantâneas mais utilizado pelos participantes. Os objetivos específicos incluem: elaborar mensagens de texto com base no Guia Alimentar para a População Brasileira; adaptar culturalmente as mensagens desenvolvidas; capacitar professores e profissionais da atenção primária à saúde a fim de alinhar as informações da intervenção; e mapear prováveis dificuldades da população local em aderir às orientações fornecidas pelo estudo. Para adequação cultural, serão realizados grupos focais entre participantes do Estudo MINA-Brasil que não farão parte do ensaio clínico, visando `a adequação das mensagens ao público-alvo. Após 6 e 12 meses, será realizada a análise por intenção de tratar para comparação entre os grupos segundo parâmetros nutricionais (IMC, circunferência de cintura, indicadores bioquímicos).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marta Cocco da Costa

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • metodologias de inquéritos populacionais referentes a epidemiologia das violências no cenário rural: revisão de escopo
  • Esta revisão se insere na temática da epidemiologia das violências no cenário rural. A violência neste cenário agrava-se pelas singularidades, isolamento e distância geográfica do cenário urbano, potencializando sua invisibilidade e apontando a necessidade de desenvolver inquéritos populacionais acerca da epidemiologia das violências neste cenário. Esta revisão orientará a metodologia para conduzir estes inquéritos quanto a coleta e análise de dados. Poderá contribuir na produção de conhecimento, aperfeiçoamento do SUS, planejamento de políticas públicas e linhas de cuidado. Tem como pergunta: Quais os inquéritos de base populacional que abordam as violências contra pessoas residentes no cenário rural em domicílios particulares e variáveis de caracterização demográfica? E objetivo geral: Mapear as metodologias de inquéritos populacionais referentes a epidemiologia das violências no cenário rural e variáveis de caracterização demográfica. Seu desenvolvimento responde a demandas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e a lacuna de estudos. Será desenvolvida a partir das recomendações da JBI. Serão considerados estudos primários que incluem pessoas em situação de violência residentes em cenários rurais; português, inglês ou espanhol. Não haverá recorte temporal. As estratégias de busca serão definidas por três etapas e as buscas realizadas na MEDLINE, Web of Science, LILACS, Scopus, EMBASE, CINAHL, Biblioteca Cochrane, DART-E, EthoS, OATD, Open Grey, NDLTD, PQDT, Banco de Teses/CAPES e Google Scholar. Após a busca, os estudos serão enviados para o Mendeley e removidas as duplicações. A busca, seleção e extração dos dados será realizada por dois revisores independentes e quaisquer divergências serão resolvidas por discussão/terceiro revisor. Os resultados serão relatados na íntegra na revisão final do escopo e apresentados na forma diagramática/tabular/descritiva.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 06/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Marta Coelho Castro Troquez

Ciências Humanas

Educação
  • língua e cultura kaiowá e guarani no contexto escolar: produção de livros diferenciados para as escolas indígenas
  • A Constituição Federal de 1988 assegura aos indígenas o uso de suas línguas e o desenvolvimento de sua cultura na escola. Contudo, a escassez de material diferenciado – com conhecimentos produzidos nas línguas indígenas ou a partir delas e que contemplem as histórias, os modos de interagir com o meio ambiente, as criações artísticas e culturais das etnias – é constantemente denunciada. É, pois, importante reunir e ampliar o material já existente, disponibilizá-lo a docentes e estudantes indígenas e não indígenas. Fazer isto é um dos propósitos deste projeto. Uma coleção desse material impresso e digital existente em e sobre as línguas kaiowá e guarani e suas culturas, lançará as bases para uma Biblioteca do conhecimento produzido pelas comunidades falantes dessas línguas ou mediante sua colaboração. O projeto se propõe também produzir registros dos saberes indígenas em livros temáticos a serem impressos e em suporte digital, para uso nas escolas. As estratégias para atingir estes dois objetivos são: 1- A aquisição on-line e/ou pessoal de materiais já existentes, e listados por integrantes da equipe, em livrarias, arquivos e repositórios institucionais, mobilizando para tal nossas redes sociais e grupos de pesquisas. 2- A realização, a partir de uma equipe interdisciplinar de docentes e estudantes pesquisadores e pesquisadoras, de um trabalho colaborativo na forma de oficinas temáticas das línguas indígenas em foco, para a partir delas, imergir nas profundezas do conhecimento elaborado por esses povos. 3- A criação de novos materiais, sobretudo livros, vídeos e podcasts, a partir dessa experiência intercultural de imersão, reconhecimento e respeito da diversidade. A metodologia empregada se orientará em linhas gerais pelos pressupostos qualitativos da pesquisa-ação, entendida como processo formativo, no sentido de criar novas possibilidades de aprendizado para todas as partes envolvidas.
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marta Helena Branquinha de Sá

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desvendando os mecanismos de ação de compostos de coordenação metálicos contra os microrganismos emergentes e resistentes trypanosoma cruzi e candida auris
  • Os compostos utilizados tanto no tratamento da Doença de Chagas, cujo agente etiológico é o protozoário Trypanosoma cruzi, como da candidíase sistêmica causada pela levedura emergente Candida auris, apresentam sérios problemas, incluindo elevada toxicidade, resistência intrínseca e adquirida e alto custo dos medicamentos. Tais fatores tornam necessário o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para o tratamento destas infecções. É neste contexto que o nosso grupo se propõe a avaliar o efeito in vitro e in vivo de compostos de coordenação metálicos como potenciais fármacos a serem utilizados numa quimioterapia eficaz contra estes microrganismos. Dois destes compostos, [Cu(1,10-fenantrolina-5,6-quinona)3].(ClO4)2.4H2O e [Ag(1,10-fenantrolina-5,6-quinona)2].ClO4, foram selecionados por nosso grupo devido à excelente atividade contra alguns protozoários e fungos, baixa toxicidade observada em estudos usando diferentes células de mamífero e modelos murinos, além da produção simples e de baixo custo, sem dúvida pontos positivos à síntese de novos fármacos. Nesse sentido, o projeto tem como objetivo geral a análise dos efeitos destes compostos de coordenação metálicos sobre múltiplos processos relevantes à biologia, virulência e infectividade dos microrganismos eucariotos T. cruzi e C. auris. O estudo abordará o efeito dos compostos sobre (i) a biologia celular (morfologia, ultraestrutura e diferenciação); (ii) a expressão de atributos de virulência; (iii) a análise dos mecanismos de estresse oxidativo e de morte celular; (iv) a infecção in vitro de macrófagos; (v) a análise da combinação de compostos de coordenação metálicos com antimicrobianos em uso sobre a viabilidade do parasito e (vi) a infecção in vivo no modelo de Galleria mellonella. Com os dados obtidos, pretendemos decifrar os mecanismos de ação destes compostos e suas aplicações no tratamento da Doença de Chagas e da candidíase sistêmica, ampliando as opções de tratamento para estas infecções.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marta Maria de França Fonteles

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avaliação da efetividade da rede de atenção à saúde para pessoas com diabetes mellitus integrada ao cuidado farmacêutico na atenção primária à saúde
  • O presente projeto objetiva avaliar a efetividade da rede de atenção à saúde (RAS), para pessoas com diabetes mellitus, de maneira integrada ao cuidado farmacêutico, na atenção primária à saúde. Será realizada uma pesquisa avaliativa de um julgamento ex-post de uma intervenção. Essa avaliação produzirá uma matriz de funcionamento da RAS, integrada ao serviço do cuidado farmacêutico, a partir da realidade local, e dessa forma, permitirá identificar fragilidades e fortalezas associadas aos elementos que o integram. O estudo envolverá treze Farmácias Pólos, das Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) de Fortaleza, Ceará, que tem desenvolvido serviços farmacêuticos clínicos. O estudo permitirá um olhar combinado das abordagens qualitativa e quantitativa em três níveis: a) Nível 1: identificação dos indicadores para avaliar a rede de atenção à saúde integrada ao cuidado farmacêutico. Será feita uma revisão integrativa, a qual sumaria e analisaria os estudos com indicadores em saúde, com a questão norteadora: Quais os melhores indicadores descritos na literatura para avaliar a rede de atenção à saúde integrada ao cuidado?; b) Nível 2: diagnóstico situacional da RAS integrando cuidado farmacêutico (monitoramento dos indicadores, estrutura física, fluxo do atendimento, fluxo do acompanhamento, recursos tecnológicos e humanos), considerando competências e habilidades profissionais (atitudes da equipe e habilidades técnicas e de comunicação). Nesse nível será feita uma abordagem qualitativa e quantitativa do diagnóstico situacional, envolvendo profissionais de saúde atuantes na rede de atenção à saúde, integrada ao cuidado do paciente com Diabetes. A ‘descrição das categorias’ apresentará dimensões como Contexto Político, Organizacional; Contexto Externo; Grau de Implantação do serviço; Efeito ou Desempenho do serviço. Um programa de análise qualitativa (QSR N-Vivo) será utilizado e, c) Nível 3: adaptação do modelo lógico utilizado para avaliação da Rede de Atenção à Saúde das pessoas portadoras de diabetes mellitus, integrado ao cuidado farmacêutico na atenção primária à saúde, considerando o monitoramento dos indicadores de avaliação e da gestão para reorientar o cuidado farmacêutico. Pretende-se uniformizar conceitos, processos e instrumentos para as ações, e estabelecer um fluxo de informação adequado. Para avaliar a efetividade da avaliação, serão mensurados por indicadores (número de consultas realizadas na Farmácia Clínica, número de palestras educativas realizadas, número de consultas assistenciais realizadas, total de problemas relacionados com os medicamentos (PRM) identificados, total de intervenções propostas, total de intervenções aceitas pelos profissionais de saúde, total de intervenções aceitas pelo paciente, percentual de pacientes acompanhados com melhoria de indicadores de saúde alvos (glicemia, hemoglobina glicada e perfil lipídico). As variáveis numéricas serão descritas sob a forma de médias e desvios padrões, e as variáveis categóricas na forma de proporções. Para essa análise será utilizado o programa estatístico EPI-INFO, versão Windows. Ao final, espera-se a consolidação de um modelo adequado de ordenamento da Rede de Atenção à Saúde das pessoas portadoras de diabetes mellitus, integrado ao cuidado farmacêutico, na atenção primária à saúde, atuando com pessoal técnico e gerencial capacitado, para a perfeita integração e realização dos serviços de cuidado ao paciente.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 02/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Martha Cecilia Suárez Mutis

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • cura radical para malária entre populações altamente móveis e difíceis de alcançar no escudo guianês – projeto curema
  • A persistência de infecções por P. vivax continua sendo um desafio para a eliminação da malária devido entre outros fatores, à biologia do parasito. Esse desafio é ainda maior em populações remotas, móveis e de difícil alcance, como ocorre com os garimpeiros que trabalham em situação irregular no escudo Guianês. Nosso grupo realizou recentemente o projeto Malakit, uma intervenção visando o reservatório de P. falciparum entre garimpeiros na fronteira com a Guiana francesa. Essa estratégia consistiu na distribuição de kits de autoteste e autotratamento para malária por P. falciparum. A avaliação desta estratégia inovadora mostrou que o treinamento gratuito e a distribuição de kits melhoraram efetivamente o comportamento: a proporção de garimpeiros que tomaram tratamento adequado em caso de sintomas de malária (com adesão total, e iniciada apenas após um teste positivo) aumentou significativamente (OR = 1,8, 95% CWE [1,1-3,0]). A intervenção parece ter contribuído para a redução da transmissão da malária na região em 43%. No entanto, esta intervenção não ofereceu uma solução para o risco de recorrências espontâneas (recaídas) de P. vivax: o último, e provavelmente, o parasito mais difícil, de ser eliminado. Estamos propondo uma nova intervenção tendo como meta alvejar a transmissão residual da malária entre populações móveis e de difícil acesso que trabalham e vivem em garimpos dentro da floresta amazônica do Escudo Guianês. Nossa abordagem inovadora é combinar várias novas ferramentas e oferecê-las em locais estratégicos transfronteiriços, onde a população de estudo está facilmente acessível. Nossa intervenção terá um efeito sobre: assintomáticos que portam hipnozoítos de P. vivax, com a cura radical de indivíduos assintomáticos e sintomáticos identificados como de risco (Módulo A), e nos casos de malária nas áreas extremamente remotas longe do sistema de saúde, com distribuição de um kit de autoteste e autotratamento (Módulo B).
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Martin Hernan Bonamino

Ciências da Saúde

Medicina
  • plataforma integrada para o desenvolvimento de células car-t
  • Os tratamentos das neoplasias hematológicas são baseados em poliquimioterapia e transplante de precursores hematopoiéticos (TPHs). Recentemente, a este arsenal somou-se a imunoterapia com células geneticamente modificadas, as células CAR-T. As terapias CAR-T são complexas, individualizadas e com custos proibitivos para a realidade de países em desenvolvimento. Iniciativas que capacitem e habilitem a produção local de células CAR-T sem restrições de uso são fundamentais para aplicação no sistema de saúde brasileiro. Pacientes submetidos a TPHs frequentemente sofrem reativações virais (RVs) de CMV, EBV, BKV ou AdV, comprometendo o sucesso da terapia. Uma nova opção terapêutica para estes casos é o uso de células T poli vírus específicas (VSTs). Para gerar VSTs, células T (de PBMCs ou de SCUP) são expandidas in vitro através de estimulações com peptídeos virais. As VSTs causam pouca doença do enxerto contra o hospedeiro mesmo se geradas a partir de doadores não relacionados, e bancos validados de VSTs permitem atender prontamente à população de pacientes com RVs pós TPHs. TPHs para tratamento de neoplasias CD19+ são frequentes, apresentando altas taxas de recidivas, de forma que VSTs carreando CARs anti CD19 podem representar uma importante plataforma off the shelf de terapia imediata para o controle concomitante das infecções e/ou recidivas da leucemia. Desenvolveremos de um banco de VSTs que cubra mais de 90% dos nossos pacientes com RVs. Para gerar VSTs CAR-19+ de forma inovadora, utilizaremos uma plataforma baseada em transposon carreando CARs proprietários desenvolvidos pelo nosso grupo e desenvolveremos um dispositivo baseado em microfluídica para a entrega gênica do CAR. A rede de competências reunida neste projeto permite abordar a cadeia completa de geração de células CAR-T (conceito, desenho, validação e preparo de produtos celulares), estabelecendo uma iniciativa nacional para implementação e expansão das imunoterapias baseadas em CARs.
  • Instituto Nacional de Câncer - RJ - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Martín Pablo Cammarota

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • sobre o papel da dopamina no controle das oscilações hipocampais durante a integração de nova informação em memórias preexistentes.
  • As memórias de longo prazo podem ser desestabilizadas quando evocadas, e para persistir devem passar por um processo de reestabilização denominado reconsolidação. A memória de reconhecimento de objetos (ORM) confere a capacidade de identificar itens familiares e é essencial para lembrar episódios passados. De fato, um dos primeiros sintomas de declínio cognitivo nos pacientes com Alzheimer (DA) é o déficit da ORM. Previamente, mostramos que a reconsolidação da ORM requer da participação do hipocampo apenas quando sua evocação ocorre na presença de um objeto novo. Isso indica que a reconsolidação serve para integrar traços de memória de reconhecimento novos e reativados, e sugere que a manipulação desse processo pode retardar a deterioração da funcionalidade declarativa observada durante a progressão da DA. As oscilações neurais são padrões rítmicos de atividade elétrica que ocorrem espontaneamente ou em resposta a estímulos. O processamento mnemônico modula as oscilações teta/gama do hipocampo bem como seu acoplamento fase-amplitude (hPAC), o qual tem sido associado à detecção de disparidade entre o esperado e o experimentado. Recentemente comprovamos que a sinalização dopaminérgica hipocampal acopla a detecção de novidade à desestabilização da ORM, conectando a informação percebida na evocação com conhecimentos prévios. Nossos dados também sugerem que a evocação da ORM na presença de um objeto novo pode provocar hPAC. Dado que os neurônios dopaminérgicos da área tegmental ventral (VTA) cumprem um papel central no processamento da novidade e regulam a atividade oscilatória hipocampal, utilizaremos ferramentas bioquímicas, optogenéticas, quimiogenéticas e eletrofisiológicas em ratos para estudar se a desestabilização da ORM evocada está causalmente relacionada com a indução de hPAC e se a VTA controla esse processo. Isso nos permitirá desvendar as assinaturas moleculares e neurofisiológicas que caracterizam a atualização da ORM por meio da reconsolidação.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Martonio Mont'Alverne Barreto Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • constitucionalismo de 1967/1969 e o pensamento político brasileiro: cultura jurídica, intervenção do estado e jurisdição constitucional
  • Interpretações sobre o que é Constitucionalismo modificam-se conforme referencial teórico, uma vez que estas são resultantes das análises dos processos históricos e culturais. Usualmente, o termo se refere a movimentos jurídicos, sociais, ideológicos e políticos que, em conjunto, materializam suas aspirações em um documento constitucional. O olhar da literatura nacional sobre o constitucionalismo tende a incorporar reflexões teóricas internacionais e, por conseguinte, não reconhecimento das experiências e singularidades locais. Essa assertiva é evidenciada no pouco aprofundamento empírico e teórico de um período recente da história constitucional brasileira (1967-1969). Neste interstício há a vigência da Constituição de 1967 a qual coexistiu com atos institucionais que dimensionavam novos caminhos ao regime jurídico-administrativo. Os reflexos desse cenário alcançaram a jurisdição constitucional, a intervenção estatal em searas sociais e econômicas. As produções científicas que abordam este período apresentam fosso nesta área de conhecimento por não analisarem questões relativas ao Constitucionalismo de 1967 e suas faces. Analisar episódios do passado permite estabelecer bases sólidas para melhor compreensão do futuro. Delineia-se como hipótese que o não reconhecimento da presença de um Constitucionalismo em 1967 ofusca a compreensão sobre o tema, impossibilita reflexões e seus desdobramentos sobre a constituição correlata. Decorre a necessidade de elucidar este vazio por meio da construção de arcabouço teórico-prático a partir da análise de documentos relativos à Assembleia Nacional Constituinte, ao controle de constitucionalidade, a atas e anais do Congresso Nacional e fontes secundárias. As opções metodológicas para consecução deste estudo convergem com a abordagem qualitativa e estudo crítico-analítico de base documental, tendo como unidades de análises: o pensamento constitucional, a cultura política, a intervenção estatal e a jurisdição constitucional.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mary Sandra Guerra Ashton

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • projetos culturais, turismo e desenvolvimento socioeconômico em cidades criativas do brasil e portugal
  • As cidades criativas surgem da necessidade de se ter um novo modelo de cidade mais sustentável, e seu conceito funda-se no uso da cultura e das práticas culturais com maior dinamismo e adaptações às necessidades econômicas e de qualidade de vida urbana. Portanto, de maior valorização da cultura e do saber fazer, das habilidades e competências da população como principal insumo para a geração de desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, as cidades criativas são arquitetadas a partir da implementação de projetos culturais, aqui compreendidos como os que tem a sua centralidade na cultura e nas artes em quaisquer linguagens artísticas, como os museus, as casas de cultura, teatros ou bibliotecas, entre outros. Desse modo, as cidades criativas são terreno fértil para o turismo, pois observa-se o crescente interesse dos turistas por consumo de experiências em âmbito cultural. Assim, o principal problema motivador desta pesquisa foi: de que maneira projetos culturais se relacionam com turismo e qual a sua contribuição para o desenvolvimento socioeconômico em cidades criativas do Brasil e de Portugal? O objetivo geral é analisar a relação entre projetos culturais e turismo e sua contribuição para o desenvolvimento em cidades criativas do Brasil e de Portugal, em âmbitos social e econômico. Os objetivos específicos são: conhecer projetos culturais no Brasil e Portugal e compreender as relações com o turismo; estudar projetos culturais como matrizes da dinamização turística em cidades criativas; avaliar o desenvolvimento socioeconômico gerado nas cidades criativas, com a implementação de projetos culturais; investigar o turismo como propulsor do desenvolvimento em cidades criativas. Em relação a metodologia será uma pesquisa exploratória descritiva de natureza básica, com estudo de caso múltiplo sobre cases de projetos culturais no Brasil e em Portugal e análise com abordagem qualitativa e quantitativa.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Massimo Di Felice

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • a qualidade ecológica das interações em plataformas digitais: conceitos para análise e instrumentos para mensuração
  • As últimas gerações de redes difundiram formas estendidas de conectividade que criaram processos comunicativos entre pessoas, dados, coisas (internet of thing) e biodiversidades (GIS e sensores). A evolução deste processo ocorreu mais recentemente com a criação de plataformas digitais de interação que, agregando pessoas, dados, territórios e aplicativos, têm provocado alterações significativas quanto à forma de habitar e de interagir em diferentes setores da sociedade. Entretanto, para compreender a evolução dessas plataformas e as transformações que têm operado no campo da comunicação e, consequentemente, nas interações entre humanos e não-humanos, faz-se necessário analisar, para além da evolução tecnológica digital, as qualidades comunicativas ecológicas deste novo tipo de social. A análise e a compreensão teórica deste novo habitat poderão ser compreendidas por meio da observação das formas comunicativas do habitar (Di Felice, 2009) que se produzem nestes particulares contextos conectados. Desse contexto emerge os seguintes problemas de pesquisa: De que maneira as interações comunicativas, compreendidas a partir do conceito de net-ativismo, se desenvolvem em plataformas digitais? Qual a natureza da ação construídas colaborativamente entre humanos e não humanos nestes ecossistemas digitais? Quais as especificidades deste comum que se desenvolve nestes ambientes digitais? A hipótese desta pesquisa é verificar se as plataformas digitais se apresentam como um novo tipo de social, baseado na comunicação entre humanos e não humanos e numa ideia de comunicação que contemple, além da relação entre humanos, mídia e conteúdos, as formas de interações comunicativas ecossistêmicas que desenvolvem-se em ambientes digitais, através da conexão entre dispositivos, softwares, algoritmos, dados, localidades e pessoas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Mateus Ferreira Santana

Ciências Agrárias

Agronomia
  • o conhecido desconhecido: entendendo acidobacterias e sua interação com a planta através de ferramentas de ecologia reversa
  • A soja e as gramíneas são importantes fontes de alimentação animal e, no Brasil, ocupam grandes extensões territoriais. Assim, também costumam ser plantadas em locais com grande estresse hídrico, o que tem onerado a agricultura e a pecuária. Este é um problema difícil de resolver dada a imprevisibilidade das chuvas. Por outro lado, o uso de microrganismos promotores de crescimento, capazes de tolerar o estresse hídrico, pode ser uma alternativa sustentável. Nesse sentido, Acidobacteria é um dos táxons bacterianos mais dominantes encontrados em solos em todo o mundo, e tem sido detectada na rizosfera principalmente com base em abordagens independentes de cultivo. Devido a este fato, muitos estudos têm sugerido que as Acidobactérias podem desempenhar um papel importante nos ciclos biogeoquímicos, podendo interagir ativamente com as plantas e atuar como bactérias promotoras do crescimento vegetal. No entanto, a função potencial deste filo permanece desconhecida devido à falta de representantes cultivados. Alguns estudos têm recuperado Acidobactérias anteriormente não cultiváveis de amostras de solo usando estratégias simples de cultivo. No entanto, pouco se sabe sobre o potencial biológico e funcional desse filo. A modelagem de ecologia reversa, uma fronteira emergente na biologia de sistemas evolutivos, oferece uma excelente oportunidade para entender essa falta crítica de informação, obtendo novos insights sobre a ecologia do organismo. Com base nos dados disponíveis do cultivo de Acidobacteria e na solução promissora da ecologia reversa, esta proposta de pesquisa visa isolar e descobrir a função potencial do filo Acidobacteria como uma nova e promissora bactéria promotora de crescimento de plantas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mateus Henrique de Faria Pereira

Ciências Humanas

História
  • modos de atualizar e arqueologia do atualismo: história dos conceitos de atual, atualidade e atualização no brasil, méxico, argentina e portugal entre 1850-1950
  • Este projeto é parte de uma investigação que desenvolvo desde 2016, em colaboração com Valdei Araujo, acerca das formas de experiência do tempo histórico desde o século XIX, cujo resultado foi publicado em livros e artigos. Na primeira etapa da pesquisa, identificamos a crescente relevância que o conceito de atualização ganha, desde a década de 1960, em associação à emergência do universo computacional. Ao levarmos a investigação do conceito para o período 1850-1950 constatamos, em investigação preliminar, a ausência na utilização das formas "atualizar" e "atualização". Partindo desta constatação, a pesquisa pretende interrogar as formas pelas quais a experiência de "atualizar" algum aspecto da realidade estava ou não disponível, na Argentina, Brasil, México e Portugal, entre 1850-1950. Nossa hipótese é que apesar da ausência ou irrelevância de palavras como "atualizar" e "atualização", o campo semântico hoje ocupado por elas era veiculado através de outros vocábulos, que abriam, naturalmente, outros contornos para essa experiência do tempo histórico, ou seja, outros modos de atualizar. Assim, tendo os três conceitos centrais como uma espécie de guia privilegiado de acesso às diversas camadas do tempo pretende-se pensar sobre duas questões: como os indivíduos mobilizaram a cultura histórica e de história disponível para não apenas interpretar, mas também produzir ações capazes de intensificar um determinado clima histórico, em especial, acelerando ou desacelerando a experiência do tempo e os modos de atualizar, aproximando ou distanciado certas camadas temporais? Como as imagens e as narrativas acerca da modernidade e das épocas históricas produziram um senso de orientação e transformação da experiência? O caráter inventado da nação, que serviu para desnaturalizá-la, passa a ser investigado em suas formas de produção a partir da reflexão sobre como conjunção entre historiografia, nação e Estado prefigurou aspectos da realidade ainda presentes.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mateus Mondin

Ciências Agrárias

Agronomia
  • explorando marcadores cromossômicos de milho associados à caracteres de importância agronômica em variedades e linhagens endogâmicas derivadas
  • Resultados recentes sobre assinaturas cromossômicas associadas a características agronômicas revelaram uma forte correlação entre o knob heterocromático do cromossomo 9 e mudanças no tempo de florescimento em milho. Para essas análises, um painel de linhagens derivadas da variedade Jac Duro foi usado. Outra observação importante foi a ausência de correlação entre o tamanho do genoma e a composição de knobs. Ao mesmo tempo, as linhagens com a mesma composição de knobs revelaram uma ampla gama de tamanhos de genoma, sugerindo um possível padrão de segregação e controle desta característica. Uma vez que a presença do knob no braço curto do cromossomo 9 mostra efeitos aditivos na redução do tempo de florescimento, pretendemos analisar raças e linhagens derivadas de milho para investigar a frequência e configuração deste knob e sua correlação com o tempo de florescimento. A hipótese principal é que este knob foi selecionado não intencionalmente para a precocidade do milho. Para esta análise, uma amostra de 54 raças e 24 linhagens será citogeneticamente caracterizada usando sondas de sequências repetitivas, de cópia única e de pintura cromossômica, bem como o tamanho do genoma, será medido por citometria de fluxo e o genoma sequenciado por uma estratégia de baixa cobertura para investigar o DNA de satélite e a variabilidade dos elementos transponíveis. Serão realizados experimentos de campo para análise fenotípica com atenção aos caracteres agronômicos, e na sequência os dados serão integrados às análises citogenética e genômica. Uma associação entre características fenotípicas e assinaturas cromossômicas é esperada. Os resultados podem fornecer novos insights sobre a importância dessas estruturas heterocromáticas para a ligação de características importantes durante a seleção do milho. Outras assinaturas como tamanho do genoma e sequências repetitivas específicas podem estar associadas ao vigor e estabilidade das variedades e serão investigadas neste projeto.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mateus Nóbrega Aoki

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de um painel para identificação de alterações genéticas com aplicação clínica em pacientes com leucemias
  • Neoplasias hematológicas, destacando leucemias, representam um grande problema de saúde pública na área oncológica adulta e pediátrica nacional. Análise e diagnóstico moleculares de translocações e mutações genéticas em pacientes com leucemias são ferramentas disponíveis para melhoria significativa na conduta terapêutica, taxa de cura e qualidade de vida dos pacientes, podendo representar redução de custos globais no tratamento dessa população. Neste projeto visamos desenvolver um painel de identificação das principais translocações e mutações com impacto clínico para estratificação, indicação, acompanhamento e resistência terapêutica. Como delineamento propomos uma pesquisa transversal prospectiva, a qual para o recrutamento de pacientes dispomos de colaboração já consolidada e protocolo de pesquisa aprovado pelo CEP do Hospital Erasto Gaertner, o qual em 2020 temos 152 pacientes recrutados. Como outra instituição de colaboração e recrutamento de pacientes, o protocolo será submetido para avaliação e aprovação pelo CEP do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Todos pacientes recrutados terão amostras coletadas e processadas mesmo durante a etapa de prova de conceito do projeto, ficando estas armazenadas para a etapa de validação diagnóstica. Dados clínicos e epidemiológicos serão coletados no momento da coleta do material e de forma sequencial, para correlacionar a presença de alterações genéticas detectadas e evolução clínica. Como objetivo propomos o desenvolvimento e validação de testes moleculares one-step RT-qPCR multiplex qualitativo para 7 translocações e testes quantitativos para 2 destas, além de qualitativos para detecção de 4 mutações que conferem resistência a tratamento por inibidores de tirosina quinase (TKI). A etapa de prova de conceito será realizada com linhagens celulares ou amostras caracterizadas portadoras das translocações e mutações de interesse, buscando padronização e otimização de oligonucleotídeos, insumos e determinando sensibilidade e especificidade analítica, além de limite de detecção e quantificação. Então a etapa de validação diagnóstica será realizada com as amostras provenientes das instituições colaboradoras com os protocolos otimizados na etapa prova de conceito. Com isso propomos a criação de testes moleculares sensíveis, eficientes, rápidos e com ótimo custo-efetividade para detecções de alterações genéticas com relevância clínica no tratamento de pacientes com leucemia, possibilitando e facilitando a utilização destes testes moleculares em ampla escala no SUS.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 03/12/2020-30/06/2023