Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Renato Pereira de Freitas

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • desenvolvimento de métodos que auxiliem a identificação de roubos, furtos e adulterações de obras de arte e veículos.
  • O constante crescimento nos índices de criminalidade no Rio de Janeiro vem aumentando de forma sistemática os custos com segurança no estado. Um importante caminho para a solução desse problema é a aproximação entre o meio acadêmico e o setor de segurança, ação que nos últimos anos vêm sendo promovida por editais de agências de fomento, tais como: Edital 07/2018 da FAPERJ e Edital 15/2019 da CAPES, Edital 13/2021 da FAPERJ. Com fomento do Edital Ciência Forense 07/2018 da FAPERJ, o presente grupo de pesquisa iniciou no IFRJ, campus Paracambi, um centro de pesquisa em ciências forenses, que resultou em uma parceria entre o IFRJ e o Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE). A parceria entre essas duas instituições atualmente caminha para um convênio entre ambas, objetivando a transferência de conhecimento e tecnologia. A presente proposta tem como principal objetivo propor métodos que auxiliem na perícia de obras de arte, veículos roubados e modelagens computacionais de crimes. A partir da execução desta proposta, será possível criar e implementar métodos e técnicas que não foram propostos anteriormente. Além disso, será possível difundir todos os métodos já desenvolvidos junto a peritos da polícia científica do Rio de Janeiro. A execução da proposta também vai permitir uma parceria sistemática, entre academia e a polícia científica, permitindo o intercâmbio de conhecimento técnico-científico. Vale destacar que o trabalho a ser realizado neste projeto possui natureza fortemente multidisciplinar e atuará em diversas áreas do conhecimento, dentre as quais podemos destacar: Física Forense, Espectroscopia, e Ciência Forense Computacional. Desta forma o presente projeto pode ser dividido em três linhas principais de atuação: Perícias em obras de arte; Perícia em veículos clonados; Mapeamento e visualização de crimes contra bens e vidas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Renato Raul Boschi

Ciências Humanas

Ciência Política
  • inct de políticas públicas, estratégias e desenvolvimento
  • O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (INCT/PPED) tem como principal objetivo contribuir para a renovação conceitual e instrumental da ação pública comprometida com o desenvolvimento. A partir da constatação das mudanças no cenário internacional que vêm ocorrendo desde o início do século XXI, tornou-se evidente a necessidade de adaptação do Estado e de suas políticas ao novo contexto, bem como a importância de estratégias inovadoras do governo, de outros atores sociais e, especialmente, das empresas. O projeto INCT/PPED pretende responder ao duplo desafio de inovar na interpretação dos processos em curso - através da atualização da matriz conceitual relativa ao entendimento dos processos de desenvolvimento - bem como de subsidiar a ação pública governamental através da renovação das formas de intervenção pública em matéria de desenvolvimento econômico. Esse duplo desafio se concretiza num conjunto de ações de amplo impacto nos planos: da pesquisa e da interpretação; da capacitação, através do ensino e da produção discente; da ampla e irrestrita difusão de resultados; da construção de elos entre as múltiplas redes onde os professores participantes do INCT/PPED já constituem lideranças acadêmicas, tanto no plano nacional quanto internacional; do compromisso de subsidiar os processos de implementação de políticas de desenvolvimento. Tanto no plano doméstico como no internacional existem novas tendências pesadas que atribuem uma maior complexidade ao quadro que caracterizou a situação do Brasil na primeira década de 2000. Se por um lado os avanços no plano doméstico foram importantes, principalmente a partir da construção de um modelo de crescimento dinamizado pelo mercado interno e com forte inclusão social, o aumento de renda ocorrido na última década abriu espaço para novas demandas sociais que exigem políticas públicas mais assertivas, estruturantes, inclusivas e participativas. Por sua vez, já no plano internacional, a crise dos países centrais, originada na especulação financeira dos derivativos nos Estados Unidos, resulta muito mais que um simples gargalo no crescimento: expressa uma re-acomodação estratégica nas relações de poder no sistema mundial. Frente ao mundo unipolar, liderado pelos Estados Unidos, começa a tomar forma um sistema multipolar que abre janelas para se repensarem desafios e oportunidades no grau de atuação dos Estados (especialmente aqueles situados na semi-periferia com maior capacidade relativa de agência) no sistema internacional de fluxos comerciais, financeiros e de circulação de tecnologia. Há evidências de que o contexto presente é caracterizado por enormes possibilidades e oportunidades típicas de momentos de crise e redefinição de paradigmas. No entanto, tudo indica que o atual ciclo de crescimento dependeria fortemente da geração de vantagens no plano institucional e das capacidades estatais de cada país, pensadas em termos democráticos, ambientalmente sustentáveis e socialmente inclusivas. A nova proposta do trabalho do INCT/PPED pretende articular um marco teórico e conceitual que, tendo em conta o trabalho realizado até hoje, defina as linhas de atuação do instituto para os próximos seis anos, com o objetivo de proporcionar instrumentos que permitam dar uma resposta adequada às novas exigências que, tanto no plano doméstico como internacional, se colocam no processo de desenvolvimento do Brasil e de outros países emergentes. Para tanto, as linhas de pesquisa que definiram o trabalho do INCT/PPED nos últimos cinco anos foram reformuladas e atualizadas no intuito de, a partir de uma postura inovadora, poder subsidiar processos de formulação e implementação de políticas públicas. No atual contexto consideramos essencial poder dar uma resposta efetiva de política pública nos planos da inovação, do agronegócio, da área de sustentabilidade ambiental, e da política externa e cooperação internacional. Tendo em vista a consecução destes objetivos em sua acepção mais geral, nossa proposta se subdivide em quatro linhas de pesquisa. A primeira linha de pesquisa (Capacidades Estatais, Políticas Públicas e a Dimensão Institucional) abrange e unifica, a partir do conceito de capacidades estatais, as outras três linhas de pesquisa, destinadas a analisar especificamente três dimensões que se revelam fundamentais para o desenvolvimento brasileiro no atual contexto histórico: a dinâmica do agronegócio, a questão da sustentabilidade ambiental e inserção externa do País. A linha de pesquisa 2 (Políticas de inovação, fronteiras tecnológicas e coalizões de interesse: a dinâmica da agricultura em perspectiva comparada) integra-se com a discussão teórica de capacidades estatais na medida em que persegue as escolhas de caminhos nacionais próprios e singulares no que tange às políticas de inovação, com particular foco na área do agronegócio. A linha de pesquisa 3 (Governança de Bens Comuns e Serviços Ecossistêmicos na Economia Sustentável) procura formular diretrizes para políticas públicas inovadoras voltadas à governança de bens públicos em diversos contextos territoriais, contemplando as agendas verde (biodiversidade, serviços ecossistêmicos); cinza (energia, mudanças climáticas, ambiente urbano); e azul (recursos marinhos). Tal perspectiva adotará uma abordagem interdisciplinar e comparada ao referir-se à regulação dos comuns globais. Finalmente, a linha de pesquisa 4 (Política Externa, Regionalismo e Cooperação Internacional) focalizará três dimensões da inserção internacional do Brasil e em perspectiva comparada com outras potências emergentes: política externa, processos de regionalismo e a cooperação internacional. O projeto anexo neste formulário contém a descrição detalhada do programa e de cada uma das linhas de pesquisa.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Renato Rodrigues Neto

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • aplicação de tecnologias de baixo custo para a remoção de poluentes orgânicos e inorgânicos em sistemas aquáticos.
  • Insegurança hídrica doméstica é um problema mundial e atinge milhões de pessoas, incluindo muitos brasileiros. Vários fatores têm contribuído para este problema global, tais como o desmatamento, a urbanização não planejada, a industrialização não sustentável, a poluição, etc. É objetivo deste trabalho, desenvolver e aplicar tecnologias de baixo custo para purificação da água, mitigando os problemas com a poluição local e global, tendo como foco, os metal(oide)s (Fe, Al, Mg, Hg, Cd, Cu, Zn, Ni, Pb e As) e poluentes orgânicos (HPAs, esteróis e hormônios). Serão aplicadas técnicas de descontaminação de ultrassom e eletrocinética para desenvolvimento de um protótipo. Pretende-se utilizar como estudo de caso comunidades do norte do estado do ES. Esta região tem sofrido com vários eventos de poluição pontuais (ex. esgoto) ou de larga escala, como no caso do rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, MG, que liberou mais de 50 milhões de m3 de rejeito de minério de Fe em 2015. Este material foi carreado ao longo do rio Doce, se depositando em parte na calha fluvial ou chegando até o litoral do ES. Este cenário levou ao empobrecimento da qualidade das águas da região, se adicionando a problemas já existentes como a falta de tratamento de esgoto, o desmatamento, a poluição industrial, entre outras. Para piorar, a costa norte do ES, junto com o nordeste brasileiro, recebeu uma grande quantidade de petróleo cru de origem desconhecida no segundo semestre de 2019. Para mitigar este problema de insegurança hídrica causada por poluentes de várias fontes, vamos reunir pesquisadores de diferentes instituições do Brasil e da Dinamarca, com experiência em monitoramento de poluentes e aplicação de técnicas físico-químicas para purificação de água. Ao conhecimento dos autores esta é a primeira vez que técnicas de ultrassom e eletrocinética são aplicadas em conjunto para resolução da contaminação orgânica e inorgânica de águas. Os resultados poderão ser empregados universalmente.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato Sousa Lima

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • biossensores elétricos e eletroquímicos moduláveis com eletrodos baseados em papel ou filmes micro/nanofabricados para o desenvolvimento de testes rápidos, point-of-care e em massa da covid-19
  • A pandemia da COVID-19 tem evidenciado a necessidade por diagnósticos rápidos, escalonáveis e implantáveis em campo (point-of-care, POC), fundamentais por contribuírem para descentralizar os cuidados médicos e fornecer dados clínicos sobre um número significativo de pessoas. Porém, o desenvolvimento desses testes é ainda um desafio. A partir de avanços em química de superfície, inteligência artificial, e eletrodos nanodecorados com vantagens complementares, nosso objetivo é gerar biossensores viáveis para traduzir diagnósticos POC da COVID-19 para prática clínica. Usaremos papel pirolisado como eletrodo escalonável e biorrenovável com a adição do Tween 20, que leva à formação in-situ de um nanofilme hidrofílico (2 nm). Esse filme impede a biopassivação por proteínas (desafio para eletroanalítica em biofluidos) e permite a capilaridade das amostras através dos poros do papel, elevando a sensibilidade. Enquanto as estratégias de anti-biopassivação da literatura comprometam a sensibilidade, nosso método leva a um aumento de 125% da corrente após 1 h de exposição a plasma humano. Também usaremos transistores eletrolíticos como transdutores por apresentarem vantagens como i) operação inerente em meio aquoso, ii) baixa tensão de funcionamento (< 1V), iii) possibilidade de miniaturização e iv) capacidade de amplificação de sinais. Imunoensaios impedimétricos serão realizados para testes de anticorpos (Ab) da COVID-19 por meio da adsorção direta da proteína Spike (S) sobre nanopartículas de ouro (AuNP). Essa bioconjugação AuNP/S é rápida (10-30 min) e modular, podendo ser reprogramada para detectar outros analitos pela simples adição do seu biorreceptor sobre as AuNPs. A partir de um método de machine learning, os dados serão convertidos em equações simples para classificar com acurácia amostras de soro de indivíduos saudáveis e pacientes da COVID-19.
  • Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato Vasconcelos Botelho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • aspectos fisiológicos, bioquímicos e agronômicos da cultura da nogueira pecan no sul do brasil em sistemas sustentáveis
  • A nogueira pecan (Carya illinoinensis (Wangeh.) K. Koch) é uma frutífera de clima temperado da família Juglandaceae, sendo originária das regiões temperadas da américa do norte ao longo do rio Mississipi no Texas, EUA. Porém, de acordo com as condições climáticas favoráveis, também é cultivada na Austrália, Canadá, México, África do Sul e Brasil. Em território Nacional, a cultura começou a ser explorada comercialmente entre 1960 e 1970 desde o Estado de Minas Gerais até o Rio Grande do Sul. Com o passar dos anos e a melhoria do aporte tecnológico, a produção brasileira colocou o país como o quarto maior produtor do fruto, com safra recorde de 3,5 mil toneladas em cerca de 10.0000 hectares. Sua utilização para fins madeireiros também tem sido explorada. O projeto visando o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o cultivo da Nogueira Pecan e o maior conhecimento de sua fisiologia, bioquímica e desenvolvimento nas condições do sul do país e em sistemas sustentáveis, está dividido em 4 subprojetos com objetivos e metodologias bem definidas: 1) Subprojeto 1: Melhoramento da nogueira pecan: seleção de genótipos superiores 2) Subprojeto 2: Microorganismos benéficos no desenvolvimento da nogueira pecan, 3) Subprojeto 3: Avaliação de sistemas agrosilvopastoris para a nogueira pecan, 4) Subprojeto 4: Estudo da dormência em diferentes cultivares de nogueira Pecan. O projeto conta com a colaboração de diferentes instituições no Brasil e no Exterior: Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro), Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR), Instituto Federal do Paraná (Campus de Palmas), Universidade Federal do Paraná, Universidade de Bolonha (Itália) e Instituto Politécnico de Viseu (Portugal). Estão envolvidos na execução do projeto 12 pesquisadores doutores assim como alunos de pós-graduação (mestrado e doutorado) e de graduação (Iniciação Científica e Iniciação Tecnológica).Também tem o apoio da Empresa Nozes Pitol (Anta Gorda-RS).
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato Vicentini dos Santos

Ciências Biológicas

Genética
  • biologia de sistemas do florescimento: aumento sustentável da produtividade da cana-de-açúcar
  • A cana-de-açúcar é uma das principais culturas globais para açúcar e biocombustíveis, embora a genética da cana-de-açúcar contribua para o aumento da biomassa, ela também apresenta florescimento precoce, sendo o florescimento uma característica indesejável. As perdas de produtividade devido ao florescimento são substanciais e podem chegar a 20-30%. Apesar da importância global da cana-de-açúcar, poucas informações são conhecidas sobre a regulação gênica do processo de florescimento. Uma maior compreensão do controle do florescimento é importante visando a manipulação deste processo, seja para atrasá-lo visando aumento de produtividade, ou para se obter um momento de florescimento mais uniforme e previsível. O projeto propõe a obtenção de linhagens transgênicas expressando repressores florais, nas quais a floração é retardada em diferentes graus. Também realizaremos análises de qPCR para genes previamente identificados em amostras ao redor dos pontos de indução, a fim de obter mais informações sobre essas mudanças dinâmicas. Em estudo anterior de nosso grupo (Manechini et al, 2021), realizamos análises para identificar genes diferencialmente expressos na indução em uma variedade comercial com florescimento tardio. Essa análise identificou genes associados à indução de ortólogos do gene FT, que esta na primeira etapa da indução floral. Este projeto da continuidade a um projeto financiado pela FAPESP que identificou os perfis transcricionais em um ponto de tempo específico durante a indução do florescimento. Utilizaremos uma câmara de fotoperíodo construída para este propósito (uma das poucas no mundo, financiada pela FAPESP), que nos permitirá analisar o florescimento de plantas cultivadas em condições indutivas e não indutivas. As linhagens transgênicas serão cultivadas na instalação de fotoperíodo e as amostras serão colhidas ao longo de um período de tempo que abrange o ponto de indução floral, conforme publicado anteriormente por nosso grupo.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Renato Xavier Coutinho

Ciências Humanas

Educação
  • institutos de educação profissional e tecnológica e a escola da ponte: possibilidades para o ensino técnico integrado entre brasil e portugal
  • Concebe-se que o Currículo Integrado não é uma justaposição aleatória de unidades curriculares, tampouco uma mera relação inter e/ou transdisciplinar. Consiste numa concepção de Ensino, em que há retomada do sentido da Educação Profissional e Tecnológica e do seu papel humano e social. Uma das propostas pedagógicas adequadas ao Currículo Integrado, e que permite o diálogo dos estudantes com o currículo e com o mundo ao seu redor na perspectiva de compreendê-lo, explicá-lo e transformá-lo, é aquela adotada pela Escola Básica da Ponte em Portugal. Esta escola garante autonomia aos estudantes e comunidade escolar em decisões que são tomadas de forma colaborativa e democrática sobre os processos educacionais. Assim, este projeto propõe trazer os saberes implementados na Escola da Ponte e pressupostos teóricos desenvolvidos no Instituto Politécnico do Porto (IPP) na implantação de um projeto piloto nos cursos técnicos integrados oferecidos pelo IFFar, cujas propostas curriculares visam a formação integral do indivíduo, ou seja, superar a dicotomia trabalho manual e trabalho intelectual para agregar o campo intelectual ao trabalho produtivo, formando assim, trabalhadores capazes de atuar como dirigentes e cidadãos. O Currículo Integrado precisa ter em seu bojo a nitidez do estatuto epistêmico em que se originou e o seu sentido iminente ético-político. A formação omnilateral exige que todo ser humano seja concebido e pensado em suas demandas e aspirações, todas as dimensões de todos os seres humanos. Não apenas lhe incutir algumas competências e habilidades que irão, de modo instrumental, habilitá-lo e inseri-lo no universo do trabalho, mas oportunizar-lhe ampla e irrestrita reflexão em relação à sua autodeterminação e autonomia. A inserção do modelo proposto na Escola da Ponte no Currículo Integrado pressupõe uma nova concepção epistemológica, uma nova abordagem pedagógica e um panorama sistêmico e integrador do que é o conhecimento.
  • Instituto Federal Farroupilha - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Renato Zanella

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento e aplicação de métodos para determinação multirresíduo de agrotóxicos, fármacos de uso humano e veterinário em amostras de alimentos, ambientais e biológicas para avaliar os impactos sobre a saúde humana e ambiental
  • A utilização de agrotóxicos e fármacos de uso veterinário de forma intensiva na agricultura e na pecuária, respectivamente, bem como a quantidade de fármacos presente em efluentes domésticos e hospitalares têm agravado os riscos de contaminação dos alimentos, meio ambiente e seres vivos. Dispor de capacidade analítica adequada, com instrumentação moderna e pessoal capacitado é de fundamental importância para o conhecimento da situação visando a proteção da saúde da população e do meio ambiente. Para avaliar os níveis de resíduos de agrotóxicos e outros contaminantes em alimentos (de origem vegetal e animal), amostras biológicas (sangue, urina, peixe, abelha e pássaros) e ambientais (água, efluente, solo, sedimento, ar e plantas), bem como estudar os impactos relacionados, é necessário desenvolver e validar métodos amplos e modernos empregando cromatografia líquida de ultra-alta eficiência e cromatografia gasosa acopladas à espectrometria de massas em série (UHPLC-MS/MS e GC-MS/MS, respectivamente) para quantificar em níveis bastante baixos (ng-µg/L ou kg). Através das análises e dos estudos de avaliação toxicológica e dos riscos aos humanos, animais e ao meio ambiente associados será possível constatar se há exposição e qual a extensão. Medidas para remoção/mitigação da contaminação serão estudadas para avaliar a eficiência e a viabilidade. A equipe do projeto tem larga experiência em estudos colaborativos para estabelecimento de métodos de análise e avaliação da ocorrência de resíduos e contaminantes nas matrizes mencionadas, bem como na avaliação da toxicidade dos compostos e os riscos associados. Será empregando planejamento fatorial para a otimização dos experimentos. Os resultados obtidos permitirão gerar informações sobre a extensão da exposição da população, principalmente dos trabalhadores rurais, e do meio ambiente a agrotóxicos e outros contaminantes, permitindo a tomada de decisão pelos órgãos de controle no âmbito da saúde pública e do meio ambiente.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ricardo Alexandre Arcêncio

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • impacto da covid-19 na prevenção e controle da tuberculose no brasil: análise das políticas de proteção social, da situação epidemiológica e de incorporação tecnológica (projeto cov-tb)
  • A Tuberculose (TB) consiste numa doença de magnitude, de relevância social, afetando principalmente países em desenvolvimento, com quadro dramático de pobreza. O Brasil está na lista de países afetados, em que apesar do progressos rumo à meta pelo Fim da TB, a prevenção, o diagnóstico e o tratamento são desafiadores. O percentual de cura entre os diagnosticados nem chega aos 72%. O que parecia crítico, com a pandemia da COVID-19, pode ter se agravado, pelo desmantelamento de políticas direcionadas ao enfrentamento da doença, estresse gerado nos serviços de saúde e modificações na epidemiologia da TB. Estratégias importantes, como o DOTS, que lograram êxito no controle da doença, por imprimir uma lógica de orientação para o cuidado centrado na pessoa, tiveram suas atividades suspensas. A inclusão da TB na agenda política foi uma tônica questionável pelos Movimentos Sociais, e a atuação deles pode ter tido um efeito portentoso na proteção das famílias afetadas pela TB. Inovações tecnológicas foram requeridas pelos serviços, notadamente por meio da saúde digital, para acompanhamento das pessoas afetadas pela doença, de forma remota, todavia muitos profissionais se viram desprovidos desse recurso. Assim, o estudo tem como objetivo avaliar o impacto da COVID-19 na prevenção e controle da tuberculose. Para tal, o projeto se estrutura em três Eixos, que são: Eixo 1: abordagem da política, onde serão realizadas entrevistas com informantes-chave das instituições, da gestão, dos Movimentos Sociais, e recolha de documentos oficiais, com posterior triangulação. No Eixo 2, epidemiológico, haverá levantamento de dados de TB e COVID-19 para conformação das coortes e assim avaliar o real impacto da pandemia na epidemiologia da TB. E no Eixo 3, haverá introdução de uma tecnologia para acompanhamento de usuários com TB (o VDOT) em alguns municípios das cinco macrorregiões, selecionados com base no eixo 2. Ao final, será verificado o impacto do VDOT na adesão e cuidado.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ricardo Alves de Mesquita

Ciências da Saúde

Odontologia
  • terapia de fotobiomodulação na mucosite oral e orofaríngea: aspectos clínicos, bioquímicos, inflamatórios, microbiológicos, avaliação da qualidade de vida e desfechos psicológicos.
  • O tratamento com quimioterapia (QT) acarreta efeitos colaterais e a mucosite oral e/ou orofaríngea (MOO) o mais frequente. A terapia de fotobiomodulação (TFBM) é o seu tratamento mais eficaz. A literatura ainda é escassa sobre a MOO e TFBM na qualidade de vida (QV), depressão e ansiedade dos indivíduos, nos parâmetros inflamatórios e microbiológicos. O objetivo deste ensaio clínico randomizado será avaliar os efeitos clínicos, bioquímicos, inflamatórios e microbiológicos da TFBM no manejo da MOO induzida por QT e o impacto da magnitude da MOO na qualidade de vida, depressão e ansiedade. Pacientes de ambos os sexos em QT serão divididos em três grupos de acordo com a localização da aplicação da TFBM. Parâmetros clínicos e inflamatórios serão avaliados por meio da investigação de citocinas inflamatórias, redes extracelulares de neutrófilos (NET) e de eosinófilos (EET) na saliva. O isolamento e identificação de Candida spp. será feito a partir de amostras de saliva. Raspados da mucosa oral serão utilizados para investigação de infecção pelos vírus do herpes simples (HSV-1) e citomegalovírus (CMV). A qualidade de vida, depressão e ansiedade serão avaliados pelos instrumentos: Parental-Caregiver Perceptions Questionnaire (P-CPQ), Family Impact Scale (FIS), Oral Health Impact Profile (OHIP-14) e Children's Depression Inventory (CDI). As comparações serão feitas entre os grupos com base nos desfechos clínicos, inflamatórios e microbiológicos propostos, bem como no impacto na qualidade de vida, depressão e ansiedade. A hipótese é que a TFBM aplicada nos grupos que utilizarão o dispositivo intraoral na orofaringe e extraoral será mais eficaz em todos os parâmetros. Os dados podem contribuir com medidas preventivas, tratamento e redução de comorbidades em pacientes com MOO induzida por QT, bem como elucidar os mecanismos da doença, impacto na qualidade de vida, ansiedade, depressão e medidas adjuvantes de proteção.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025