Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Daniel Brandão Menezes

Outra

Divulgação Científica
  • ii feira de ciências das escolas públicas municipais de sobral
  • O presente projeto fundamentado pela Chamada Chamada CNPq/MCTIC/SECIS No 10/2021 - Feiras de Ciências e Mostras Científicas, de 20 de agosto de 2021, tem como foco central a realização de Feiras de Ciências e Mostras em Sobral – Ceará e região, com formações específicas para este fim. As formações ocorrerão em momentos específicos nos Campi da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e nos ambientes formativos em parceria com a Secretaria de Educação Municipal de Sobral para os profissionais das escolas de Sobral, objetivando aporte teórico e prático, para melhoria do ensino baseado na pesquisa, ciência e tecnologia. Os profissionais qualificados serão orientados e acompanhados para o desenvolvimento de atividades nas 27 escolas com os estudantes da Educação Básica (fundamental, do 6º aos 9º anos), instrumentalizando-os para o despertar das vocações científicas e/ou tecnológicas, identificando os jovens talentosos que possam ser estimulados a seguirem carreiras científico-tecnológicas. Além disso, possibilitar a seleção dos melhores trabalhos para participação em Feiras/Mostras Estaduais e/ou Nacionais, e até Internacionais, culminando na II FEIRA DE CIÊNCIAS DAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE SOBRAL. O trabalho será baseado na formação de recursos humanos, realização de oficinas, minicursos, seminários e as feiras e mostras científicas objetivando, a produção, difusão da ciência e tecnologia, como também da integração entre os povos da Microrregião Norte do Ceará. Sobral abrange uma área territorial de 11 distritos e cerca de 270.111 mil habitantes, onde há diversidade étnica e cultural e uma alta biodiversidade, em ecossistemas de área do Sertão. Com este projeto busca-se estabelecer uma relação de desenvolvimento com valorização das populações locais, e ao mesmo tempo evoluir em ciência e tecnologia, fomentando assim a pesquisa e a produção de conhecimentos, contextualizadas com a realidade local. A prática constitui-se em princípio educativo e de formação.
  • Universidade Estadual Vale do Acaraú - CE - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2024
Foto de perfil

Daniel Carlos Guimarães Pedronette

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • redes convolucionais baseadas em grafos para aprendizado não supervisionado e semi-supervisionado
  • Avanços tecnológicos em inteligência artificial têm revolucionado a sociedade em diversos aspectos. Atualmente, com a sobrecarga de conteúdo em meios digitais, métodos capazes de analisar e organizar conteúdo multimídia massivo tornaram-se uma necessidade. Resultados prodigiosos foram obtidos em diversas aplicações por técnicas baseadas em aprendizado profundo, mas tais abordagens comumente requerem grandes volumes de dados rotulados para treinamento. Assim, em cenários de dados rotulados escassos ou inexistentes, investigar abordagens de aprendizado não supervisionado, que não necessitam de rótulos, ou semi-supervisionado, capazes de operar com baixa taxa de dados rotulados assumem grande relevância. Recentemente, as Redes Convolucionais baseadas em Grafos (GCNs) têm atingido resultados do estado-da-arte em cenários semi-supervisionados. As representações aprendidas por GCNs por meio de operações de convolução em domínios não Euclidianos permitem operar em arranjos complexos codificados utilizando grafos. Todavia, embora flexíveis e aplicáveis em diversos domínios, as GCNs são dependentes da qualidade do grafo e dos conjuntos de dados rotulados. Além disso, são pouco utilizadas em cenários não supervisionados. Este projeto investigará essas lacunas, em dois objetivos centrais: (i) processamento do grafo de similaridade e expansão dos conjuntos de treinamento em cenários semi-supervisionados, utilizando principalmente modelagens de similaridade contextual baseada em ranqueamento; e (ii) uso de métodos de agrupamento para treinamento das GCNs de forma auto-supervisionada em cenários não supervisionados. Pretende-se investigar também aspectos estruturais das GCNs e funções de perda mais adequadas a cada cenário. Entre as contribuições esperadas, destaca-se avanços teóricos em GCNs e aplicações em problemas reais, incluindo dados multimídia e modelagem de redes sociais.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel Carlos Taissum Cardoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • envelhecimento e durabilidade de estruturas de concreto armado com barras não-metálicas
  • O concreto armado com barras de polímero reforçado com fibras (FRP, do inglês fiber-reinforced polymer) tem cada vez mais ganhado visibilidade nos cenários nacional e internacional devido principalmente a elevada relação resistência-peso, maior durabilidade e menor consumo energético para fabricação. Essas vantagens têm aberto possibilidades interessantes, como a execução de estruturas feitas com concreto produzido com água do mar. No entanto, o FRP tem desvantagens importantes quando comparado ao aço convencional utilizado para concreto armado, tais como ruptura frágil, baixo módulo de elasticidade (p/ fibras de vidro e basalto), menor aderência com o concreto e menor resistência a altas temperaturas. Além disso, apesar da maior resistência à corrosão, o FRP também pode apresentar degradação de suas propriedades físicas e mecânicas resultantes da absorção de água (hidrólise e plastificação da matriz polimérica), do contato com meio alcalino (e.g. concreto) e da exposição a raios ultravioletas. Essas desvantagens afetam a performance do concreto armado com barras de FRP e coeficientes de segurança adicionais são normalmente introduzidos de forma arbitrária para levar em consideração esses fenômenos. Vale ainda destacar que os códigos internacionais recomendam que a classe de resistência do concreto e o cobrimento sigam as exigências feitas para o concreto armado convencional, o que acaba sendo um paradoxo diante da durabilidade superior das barras de FRP. O presente projeto propõe uma investigação sistemática a respeito do envelhecimento e da retenção de propriedades das barras de FRP e de sua interface com o concreto, considerando diferentes cenários de envelhecimento e quantificando seus efeitos isolados e combinados. O projeto contribuirá para o desenvolvimento de recomendações a serem incorporadas em práticas recomendadas e normas para projeto estrutural, possibilitando uso seguro e racional desse material cujo uso cresce no país e no mundo.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel de Almeida Decurcio

Ciências da Saúde

Odontologia
  • planejamento digital e impressão 3d na otimização de procedimentos endodônticos
  • A tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é um exame por imagem que tem se mostrado preciso no diagnóstico e planejamento clínico em Odontologia. Outra tecnologia que vem sendo cada vez mais utilizada é a impressão tridimensional (3D). Na endodontia, o emprego conjunto dessas novas tecnologias propiciou a realização de acessos endodônticos guiados por dispositivos confeccionados em impressora 3D e, posteriormente, de cirurgias parendodônticas guiadas. Esses recursos possibilitaram maior previsibilidade durante a resolução de casos complexos, como de calcificações radiculares, anomalias de desenvolvimento ou reabilitações envolvendo pinos de fibra de vidro, que consistem em verdadeiros desafios e apresentam elevados riscos para acidentes. Entretanto, por tratar-se de um tema novo, informação limitada está disponível sobre a precisão desses guias prototipados nos diferentes procedimentos endodônticos e as possíveis variações que estes podem sofrer em função dos equipamentos utilizados. Uma outra questão a ser estudada refere-se a busca pela simplificação do fluxo de trabalho, que, atualmente, envolve elevado número de etapas, o que pode resultar em maior custo ao paciente, maior risco de falhas e maior tempo clínico para o planejamento. Assim, a relevância do presente projeto encontra-se na avaliação detalhada do fluxo de confecção dos guias, o que permitirá melhor compreensão da técnica, a partir da detecção de fatores que podem contribuir para a ocorrência de falhas e a possível simplificação do processo. Para tanto, será avaliada a precisão dos guias cirúrgicos prototipados comparando-se o planejamento virtual e a execução do desgaste, por meio de exames por imagem (TCFC) inicial e final sobrepostos em softwares de planejamento digital. Serão comparados os desgastes planejados e executados variando-se os tomógrafos utilizados, as impressoras 3D avaliadas, além do fluxo simplificado sem o escaneamento das amostras.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel de Assis Santos

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • doenças polimicrobianas: consequências no desfecho clínico de pacientes com covid-19 e avaliação da patofisiologia em modelo animal de criptococose.
  • Nas doenças polimicrobianas (coinfecções), uma primeira infecção modifica imunidade e patologia para a infecção secundária. Mecanismos complexos de resposta do hospedeiro e de adaptação do patógeno estão envolvidos e ainda precisam ser elucidados. Essas doenças ganharam notoriedade por sua ocorrência em pacientes com COVID-19, aumentando a morbimortalidade e a prescrição empírica de antimicrobianos. Outra doença importante, cosmopolita e que pode ser agravada por coinfecções é a criptococose (causada por Cryptococcus gattii e C. neoformans). Além de afetar os pulmões, a criptococose afeta também sistema nervoso central, causando 180 mil mortes/ano no mundo. A ocorrência e os mecanismos de coinfecções entre C. gattii e bactérias é pouco estudada, e os casos são subdiagnosticados. Assim, pouco se sabe sobre a patofisiologia e fatores predisponentes das coinfecções. A questão central desta proposta é: Qual a importância de processos de coinfecção na criptococose e na COVID-19? Este projeto objetiva estudar diferentes aspectos das coinfecções utilizando duas estratégias: (i) coinfecções bacterianas em modelo murino de criptococose e (ii) coinfecções bacterianas e fúngicas em pacientes com COVID-19. A influência de infecções bacterianas (por Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus ou Streptococcus pneumoniae), na colonização e invasão por C. gattii será estudada em modelo murino. Serão determinadas a sobrevida, carga fúngica e bacteriana nos órgãos e resposta inflamatória. Outro ponto desta proposta será o estudo de coinfecções bacterianas e fúngicas no contexto da COVID-19. Serão avaliados fatores do paciente (resposta inflamatória, uso de antimicrobianos) e dos patógenos secundários (virulência e resistência) relacionados ao agravamento da doença e desfecho clínico. Espera-se que esta proposta auxilie a elucidar os mecanismos envolvidos nas coinfecções, bem como fornecer subsídios para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes acometidos por estas condições
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel de Lima Araújo

Engenharias

Engenharia Civil
  • ligações para estruturas pré-moldadas de concreto e para estruturas mistas aço-concreto
  • A construção civil foi responsável por 4% do PIB gerado no Brasil em 2018, sendo responsável por 18% do total da indústria brasileira. O emprego de sistemas construtivos em concreto pré-moldado e em estruturas mistas aço-concreto aumenta o nível de industrialização da construção civil, impactando na qualidade das construções. Contudo, é necessário possuir modelos mecânicos confiáveis para a representação do comportamento mecânico das ligações entre os elementos para o projeto seguro desses sistemas construtivos. O projeto de estruturas pré-moldadas e de estruturas mistas aço-concreto é normatizado no Brasil por meio das normas da ABNT. Essas normas, porém, não abrangem todo o portifólio de ligações que são empregadas nesses dois sistemas construtivos. Assim, esse projeto de pesquisa visa estudar diferentes tipologias de ligações viga-pilar, pilar-fundação e viga-laje que não são abordadas nas normas atuais de projeto da ABNT, além de avaliar os mecanismos resistentes proporcionados pela aderência entre aço e concreto reciclado e pelo efeito de pino. A equipe deste projeto é formada por doutores e alunos de pós-graduação de cinco instituições de ensino superior, sendo duas localizadas na região Sudeste (USP e UFSCar), duas na região Nordeste (UFS e UFRN) e uma na região Centro-Oeste (UFG). Os pesquisadores envolvidos têm participado de comitês nacionais e internacionais responsáveis pela elaboração de recomendações de projeto para estruturas pré-moldadas. A metodologia desse projeto baseia-se em ensaios experimentais associados à modelagem computacional por meio de softwares baseados no Método dos Elementos Finitos. Para isso, as instituições envolvidas contam com laboratórios equipados para a realização de ensaios e modelagens computacionais. Ao final serão obtidos modelos analíticos que, no futuro próximo, poderão contribuir para a atualização das normas nacionais de projeto de estruturas pré-moldadas e mistas aço-concreto.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel dos Santos Rocha

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • iv mostra científica da ete arcoverde: criando saberes científicos no sertão do moxotó
  • A “IV Mostra Científica da ETE Arcoverde: Criando Saberes Científicos no Sertão do Moxotó”, será um evento de abrangência municipal atingindo estudantes e escolas dos municípios de Arcoverde, Pedra, Venturosa; integrantes da microrregião do Vale do Ipanema no Agreste; Sertânia, Buíque, Custódia, Tupanatinga; integrantes do sertão do Moxotó. Desenvolvido durante o ano de 2021 entre os sete primeiros meses do ano, integrando a formação discente e docente e a utilização de plataformas virtuais de aprendizagem, integrando o formato remoto, utilizado na edição do evento no ano de 2020, que deu certo e gerou resultados satisfatórios, fazendo um evento híbrido, levando em conta a provável volta às aulas presenciais ainda em 2020. Por isso, tendo em vista o sucesso da edição online/virtual/remota do evento em 2020, pretendemos manter um formato híbrido, principalmente a fim de integrar as escolas e participantes dos municípios circunvizinhos remotamente, bem como também, utilizar o formato remoto para a formação docente ofertada aos educadores orientadores de projetos. Os eventos de Mostras Científicas promovidos pela Escola Técnica de Arcoverde vêm se consolidando como etapas importantes na formação docente dos educadores da região, no ano de 2020, obrigatoriamente, devido a suspensão das aulas presenciais em face das medidas preventivas contra a disseminação da Covid-19, os processos formativos se deram de forma remota englobando a utilização das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) na orientação de projetos de forma remota. Mesmo em meio a pandemia de Covid-19 tivemos 91 projetos cadastrados e destes 87 foram apresentados oralmente de forma remota e segura respeitando o distanciamento social e tiveram seus banners expostos em uma página web, conforme os registros disponibilizados nos links nos próximos tópicos da presente proposta. Na edição online em 2020 os estandes virtuais dos pôsteres de projetos tiveram 22294 visitas registradas entre os dias de evento virtual, produzimos mais de 30 horas gravadas de evento remoto que foram disponibilizadas no canal do Youtube da ETE em uma playlist (https://www.youtube.com/playlist?list=PL5Sby8ZIlMcj-LPru65JuRLMXGNfBiE1D), recebemos depoimentos de estudantes do nível médio técnico que foram contactados por estudantes e professores orientadores de instituições de nível superior a fim de saberem mais sobre os trabalhos. Durante a construção do evento em 2020 e da orientação dos trabalhos, professores foram estimulados através das nossas capacitações, a realizarem demonstrações virtuais em laboratórios virtuais da Pearson, baixando e instalando os laboratórios em suas máquinas, bem como os educadores e discentes desenvolveram pesquisas de campo e entrevistas que tiveram seus dados coletados por meio de recursos digitais como formulários google. As categorias disponíveis para inscrição serão sobre as temáticas ligadas a linguagens, ciências da natureza, ciências exatas e ciências humanas, os professores irão orientar os grupos de estudantes em cerca de 20 encontros, que poderão ser remotos ou presenciais, a depender a situação da Pandemia até lá. O evento será híbrido, havendo momentos presenciais de orientação nos laboratórios e em sala de aula, havendo também a utilização de laboratórios virtuais da Pearson para demonstrações que serão gravadas e disponibilizadas, de forma que possam gerar e compartilhar conhecimento em prol da construção gradual dos projetos. Os professores receberão orientações, que poderão ser presenciais ou remotas, quanto ao passo a passo da construção dos projetos escritos, pôsteres e criação de materiais audiovisuais expositivos. No ano de 2020, iniciamos uma parceria com o grupo de Pesquisa MAPS, vinculado a Universidade Federal de Pernambuco e ao departamento de Engenharia de Produção, essa parceria terá o foco na orientação de projetos nas áreas de portfólio e gestão de projetos, portanto, haverá um fortalecimento da formação docente que acontecerá, conforme posto pelo próprio grupo de pesquisa, de forma remota, através de reuniões web, buscando aumentar o fator de impacto dos nossos projetos e a produção acadêmica estratégica.
  • ETE PROFESSOR FRANCISCO JONAS FEITOSA COSTA - PE - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Daniel dos Santos Rocha

Ciências Humanas

Educação
  • v mostra científica da ete arcoverde: estimulando a criatividade
  • A “V Mostra Científica da ETE Arcoverde: Estimulando a Criatividade”, será um evento de abrangência municipal atingindo estudantes e escolas dos municípios de Arcoverde, Pedra, Venturosa; integrantes da microrregião do Vale do Ipanema no Agreste; Sertânia, Buíque, Custódia, Tupanatinga; integrantes do sertão do Moxotó. Desenvolvido durante o ano de 2022 entre os sete primeiros meses do ano, integrando a formação discente e docente e a utilização de plataformas virtuais de aprendizagem, integrando o formato remoto, utilizado na edição do evento no ano de 2020 e 2021, que deu certo e gerou resultados satisfatórios, fazendo um evento híbrido, levando em conta a provável volta às aulas presenciais ainda em 2020 e 2021. Por isso, tendo em vista o sucesso da edição online/virtual/remota do evento em 2020, pretendemos manter um formato híbrido, principalmente a fim de integrar as escolas e participantes dos municípios circunvizinhos remotamente, bem como também, utilizar o formato remoto para a formação docente ofertada aos educadores orientadores de projetos. Com a implementação definitiva do Novo Ensino Médio com os novos itinerários formativos nós faremos o direcionamento dos trabalhos com os temas de Humanas, Ciências da Natureza, Exatas e Linguagens, de forma a integrar os itinerários com o itinerário técnico dos cursos de legística e redes de computadores já ofertados. os professores das bases técnicas de redes e de logística, irão fazer formações para os demais professores dos componentes propedêuticos de forma a Os eventos de Mostras Científicas promovidos pela Escola Técnica de Arcoverde vêm se consolidando como etapas importantes na formação docente dos educadores da região, no ano de 2020, obrigatoriamente, devido a suspensão das aulas presenciais em face das medidas preventivas contra a disseminação da Covid-19, os processos formativos se deram de forma remota englobando a utilização das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs) na orientação
  • ETE PROFESSOR FRANCISCO JONAS FEITOSA COSTA - PE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Daniel dos Santos Rocha

Outra

Robótica, Mecatrônica e Automação
  • v semana nacional de ciência e tecnologia da ete arcoverde: abordando a transversalidade dos problemas locais
  • O projeto destina-se à organização da V Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da ETE PROFESSOR FRANCISCO JONAS FEITOSA COSTA, popularmente conhecida como ETE Arcoverde, dentro das atividades da Semana Nacional de Tecnologia 2021. O objetivo principal é integrar estudantes e professores do Ensino Médio e Técnico da Microrregião do Sertão do Moxotó e Microrregião do Ipanema, na perspectiva de estimular a expansão, em quantidade e qualidade, de trabalhos científicos produzidos nas instituições educacionais e unidades escolares da região. Refletindo nas estratégias de formação de professores e estudantes das escolas da Educação Básica, que são pouco fundamentadas teórica e metodologicamente, e não possibilitam uma participação mais ativa e criativa na proposição de projetos. Além disso, a SNCT - A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia tem como objetivo, estimular e apresentar à comunidade o desenvolvimento científico e tecnológico através de seminários, oficinas e formações pedagógicas para docentes e discentes da região, buscando promover a reflexão crítica sobre a transversalidade de cada um dos projetos e temas abordados. A escola deve ser um espaço de formação integral, que permita ao aluno refletir, aprender e agir, relacionando o conteúdo apreendido com a realidade, sendo capaz de agir de forma crítica, responsável e consciente na sociedade, acompanhando suas mudanças constantes. Nesse sentido, a Semana de Ciência e Tecnologia visa constituir, na ETE Arcoverde e nos municípios circunvizinhos que serão abrangidos, um espaço de divulgação científica e suas aplicações no cotidiano. Explorar e comparar, dentro de uma concepção atual, científica e tecnológica, os fenômenos da natureza e as transformações realizadas pelo homem, relacionando a teoria e a prática com os Temas Transversais, além de proporcionar à comunidade uma aproximação com o mundo científico e tecnológico, os fará praticar e estudar sobre a cidadania. Desenvolver competências e habilidades em ciência, tecnologia e capacidade de senso crítico e noções de cidadania, que estão fortemente atrelados aos temas transversais, na Educação Básica, e ainda por cima em instituições que ofertam ensino técnico profissionalizante integrado ao ensino médio, pressupõe a contextualização e a interdisciplinaridade, além ser um dos papéis da escola. Nesse contexto, as Feiras de Ciências são eventos que possibilitam o desenvolvimento dessas capacidades, além da integração da escola com a comunidade. Nela, os alunos são responsáveis pela comunicação de projetos planejados e executados por eles durante o ano letivo, ou seja, no decorrer do evento, os alunos exibem trabalhos provenientes de pesquisas em que procuraram informações, agruparam dados e os interpretaram, sistematizando-os para comunicá-los a outros discentes, ou então arquitetaram algum componente tecnológico. Dessa forma, vivenciaram uma iniciação científica de maneira prática, procurando soluções técnicas e metodológicas para a resolução de problemas locais contextualizados com o cotidiano dos mesmos. Segundo Mancuso (2009) e Lima (2008), a realização de eventos científicos dessa natureza que envolvem estudantes da educação básica traz benefícios tanto para alunos quanto aos professores, além de mudanças positivas no trabalho em ciências. Dentre outras, destacam as seguintes mudanças: (1) O crescimento pessoal e a ampliação dos conhecimentos; (2) A ampliação da capacidade comunicativa devido à troca de idéias; (3) Mudanças de hábitos e atitudes com o desenvolvimento da autoconfiança e da iniciativa; (4) O desenvolvimento da criticidade com o amadurecimento da capacidade de avaliar o próprio trabalho e o dos outros; (5) Maior envolvimento e interesse e, consequentemente, maior motivação para o estudo de temas relacionados à ciência; (6) O exercício da criatividade conduz à apresentação de inovações dentro da área de estudo das ciências; (7) Maior politização dos participantes devido à ampliação da visão de mundo. Os projetos desenvolvidos pela ETE Arcoverde caracterizam-se como uma forma para a construção de conhecimento, por envolverem diversas ações e áreas do saber, dentre elas, as disciplinas e temáticas propedêuticas e técnicas. Além disso, oferecem condições de se incorporar a dimensão afetiva na formação dos alunos. Trabalhar com projetos possibilita a melhoria do processo educativo e, ao contrário da pedagogia tradicional, descontextualizada e teórica, proporciona uma aprendizagem significativa. Na busca por materiais, informações, orientações, etc., os alunos encontram estímulos para o desenvolvimento de suas competências. Sendo assim, os projetos são fonte de investigação e criação, que passam por pesquisas, aprofundamento, análise e criação de novas hipóteses, apresentando as diferentes capacidades e deficiências dos integrantes do grupo.
  • ETE PROFESSOR FRANCISCO JONAS FEITOSA COSTA - PE - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Daniel Lima Marques de Aguiar

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • degradação controlada de materiais: a ciência em benefício do patrimônio cultural
  • No âmbito da preservação patrimonial, a conservação preventiva pode ser compreendida como o campo do saber multidisciplinar dedicado ao estudo e ao desenvolvimento de um conjunto de estratégias e ações que intentam mitigar/impedir as deteriorações de bens culturais. Nesse contexto, é do domínio da conservação preventiva, estudar as reações de degradação, que afetam os bens patrimoniais, bem como os fatores ambientais (umidade, luminosidade, temperatura, etc.) que as influenciam. Uma ferramenta importante usada no estabelecimento dessas estratégias, diz respeito ao envelhecimento artificial dos materiais, através de ensaios de degradação controlada, conduzidos em laboratório, através de modelos experimentais. Embora sejam cruciais para o desenvolvimento de propostas de conservação preventiva acuradas as condições dos museus brasileiros, são raros os esforços da comunidade científica nacional em desenvolver esse tipo de abordagem de investigação. O grupo de pesquisadores reunidos neste projeto intenta estabelecer protocolos de envelhecimento de materiais e que simulem as condições encontradas em museus brasileiros, de forma a avaliar utilização (ou não) de certos materiais usados na conservação de bens culturais. A ideia central do projeto é realizar experimentos de degradação controlada com papéis de diferentes naturezas, vernizes (com e sem inibidores de fotooxidação) e materiais inovadores (ecocompósitos) de forma a extrair informações úteis à museólogos e profissionais de conservação e restauro. Os experimentos serão conduzidos no Laboratório de Estudos em Ciências da Conservação (Escola de Belas Artes/UFRJ, LECiC-EBA/UFRJ), que já desenvolve projetos correlacionados com estudantes bolsistas próprios e com professores e estudantes de laboratórios parceiros - Laboratório de Papel (LabPEL-EBA/UFRJ) e com o Laboratório de Experimentações em Design (LED-EBA/UFRJ).
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025