Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Saulo Alves Santos de Oliveira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • bases científicas e tecnológicas para o manejo integrado das podridões radiculares da mandioca
  • A mandioca (Manihot esculenta Crantz) é uma espécie que possui destacada importância econômica e social na África, Ásia e América Latina. Contudo, várias doenças podem afetar sua produtividade, dentre elas as podridões radiculares, causada por um complexo de patógenos habitantes do solo, destacando-se os fungos Phytophthora spp., Botryosphaeria spp. e Fusarium spp. As perdas podem chegar a 100%, dependendo da intensidade da infestação. Em função da etiologia das podridões radiculares, o controle químico é ineficiente e muitas vezes podem gerar danos ambientais. Em vista disso é necessário estudar técnicas de controle e manejo para diminuir a incidência e severidade dessas doenças, contribuindo para o incremento da produção nas principais regiões produtoras da cultura. Atualmente, a abordagem mais econômica e confiável para manejo das podridões radiculares da mandioca se baseia no plantio de variedades resistentes. Avanços nas áreas de fisiologia vegetal, bioquímica e genômica vêm contribuindo para o entendimento do comportamento das plantas na interação planta-patógeno e as respostas dos mecanismos de defesa. Estudos sobre a interação Manihot esculenta vs fungos causadores da podridão radicular são incipientes no Brasil, sendo assim, este projeto tem como objetivo principal desenvolver estratégias eco-eficientes de controle patógenos radiculares por meio da identificação de fontes de resistência e da caracterização dos determinantes genéticos envolvidos nas relações entre patógenos x M. esculenta. Apesar do grande importância da resistência genética no manejo das podridões radiculares, existe a necessidade de desenvolvimento de técnicas complementares que também visem o manejo destas doenças, com intuito de garantir a estabilidade da resistência genética, evitando a sua suplantação, ou mesmo favorecendo o manejo para aquelas regiões onde variedades resistentes e adaptadas ainda não estão disponíveis. Neste sentido, a indução de supressividade de solos, por meio de diferentes estratégias como a sucessão de cultivos, uso de coberturas vegetais e adubos verdes e diferentes fontes de nutrientes é fundamental na estratégia de proteção de plantas. Deste moto, os resultados deste projeto visam contribuir para o conhecimento básico sobre o complexo de patógenos causadores das podridões radicular da mandioca, bem como identificar fontes de resistência genética e os principais genes envolvidos na reação de resistência e subsidias estratégias de manejo da podridão radicular da mandiocultura baseadas em manejo cultural.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Saulo Carneiro de Souza Silva

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • modelos cosmológicos com interação no setor escuro: fundamentos teóricos e testes observacionais
  • Daremos continuidade às pesquisas teóricas e observacionais sobre modelos cosmológicos com interação que vêm sendo desenvolvidas por nosso grupo há mais de uma década. Em particular, testaremos os modelos em estudo com recentes e futuras observações de distribuição de galáxias, como as dos projetos DES e J-PAS (do qual participamos), combinando-as com testes anteriores de supernovas, LSS e CMB. Daremos também prosseguimento ao estudo teórico dos fundamentos desses modelos, em particular à sua descrição em termos de campos escalares unificados e gás de Chaplygin generalizado.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022