Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sarah Alves Auharek

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avaliação dos efeitos do ácido tereftálico na modulação da função testicular em camundongos expostos in útero e durante a lactação
  • Sabendo que o epitélio seminífero é muito susceptível a alterações causadas por desreguladores endócrinos e que, no período de desenvolvimento testicular, existe uma janela susceptível a estes agentes, a principal contribuição científica do presente projeto é investigar a ação do ácido tereftálico na função testicular, nos períodos gestacional e lactacional. Estudos prévios de nosso grupo de pesquisa obtidos durante do mestrado do aluno Gustavo Nazareno (dados não publicados) demonstraram que camundongos expostos a alta dose de TPA no período gestacional apresentam redução do peso testicular. Contudo, de maneira interessante, existe uma recuperação compensatória deste parâmetro quando os animais são avaliados aos 70 dias (maturidade sexual). Assim, partindo do conhecimento que o ácido tereftálico representa um dos três isômeros de posição do ácido ftálico, e que os ftalatos são notavelmente conhecidos como desreguladores endócrinos, faz-se necessário o estudo da função testicular de animais expostos ao TPA com o objetivo de compreender se este monômero contribui para a síndrome da disgenesia testicular, contribuindo assim para o surgimento do câncer testicular e consequentemente do comprometimento da qualidade do material genético e da morfogênese dos espermatozoides. Sabendo que a sobrevivência da espécie está intimamente relacionada a sua habilidade de transmitir o genoma, o estudo do papel do ácido tereftálico na modulação da função testicular é um dos focos do presente projeto de pesquisa que pretende investiga-lo como um potencial desregulador endócrino.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sarita Albagli

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • ciência aberta e cidadã e os desafios da mudança climática
  • O projeto tem como objetivo geral prospectar, caracterizar e debater formas e práticas emergentes de articulação entre dados abertos de pesquisa e ciência cidadã -- duas vertentes do movimento pela ciência aberta que vêm ganhando crescente evidência --, suas possibilidades e limites, com foco em ações e experimentações orientadas para mitigação e adaptação aos processos atuais de mudança climática. Especificamente visa-se a: a) situar, nos eixos temáticos pertinentes, o estado da arte sobre as principais linhas interpretativas que ajudam a compreender as relações entre o atual regime do clima e o regime de informação e conhecimento em ciência e tecnologia, a partir das novas questões postas pela e à ciência aberta e cidadã; b) explorar e confrontar experiências demonstrativas de distintos formatos e abordagens de ciência aberta e cidadã, especialmente aquelas orientadas para lidar com os desafios da mudança climática, bem os aprendizados com as inovações sociais daí decorrentes; c) investigar, com base em estudo de caso, em que medida o Brasil desenvolve ou tem condições de desenvolver estratégias e iniciativas dessa natureza, observando suas especificidades, capacidades e obstáculos, e extraindo seus ensinamentos para a formulação de agendas de pesquisa e políticas públicas nesse campo. O projeto envolve: (1) construção do quadro teórico-conceitual e sócio-histórico, composto por uma reconstituição da formação do atual regime do clima, seus atores-chave, perspectivas e interesses em jogo, do ponto de vista das questões de informação e conhecimento em ciência e tecnologia que atravessam esse processo; bem como reconhecimento, sistematização e discussão de diferentes correntes de pensamento no campo da Ciência da Informação em diálogo com Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia, os Estudos “Decoloniais” e Estudos “Subalternos” e áreas adjacentes; (2) identificação e tipificação de experiências e práticas demonstrativas distintos formatos de ciência cidadã e dados abertos, particularmente em estratégias de mitigação e adaptação à mudança climática, caracterizando e tipificando seus principais traços.; (3) desenvolvimento de estudo de caso na forma de pesquisa-ação; (4) sínteses interpretativas.
  • Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022