Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Aristófanes Corrêa Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • análise e processamento de imagens médicas usando aprendizagem profunda
  • Algumas patologias provocam danos irreversíveis, não só financeiros, mas também há o custo humano, que inclui a incerteza e o sofrimento que um diagnóstico possui. A medicina de forma geral tem realizado grandes avanços na prevenção, detecção e tratamento. Parte desses avanços foi possível graças a técnicas de exames por imagem, que consistem em métodos não invasivos de obtenção de informação complementar de forma a auxiliar o médico. Tais imagens possuem um grande volume de informação, mas para que este uso seja totalmente aproveitado se faz necessário a implantação de recursos computacionais de análise e reconhecimento de informações inicialmente não perceptíveis. Este projeto trata de técnicas de aprendizado de máquina para a proposição de métodos eficientes de segmentação, detecção e diagnóstico de patologias através de imagem. O objetivo consiste em analisar e desenvolver técnicas de aprendizado profundo para a construção de ferramentas eficazes no auxílio e diagnóstico de doenças. A aprendizagem profunda tem sido aplicado com sucesso em contextos de imagens naturais e também na área médica, principalmente quando se dispõe de grande quantidade de exames de imagem. Desafios na área estão em lidar com bases de imagens severamente desbalanceadas, bases pequenas, bases não rotuladas, busca automática de hiperparâmetros e com a definição automática da topologia dessas arquiteturas. A metodologia proposta se baseia em pesquisar e desenvolver métodos que buscam a aprendizagem profunda juntamente com conceitos de aprendizagem por contraste, auto-aprendizagem e meta-aprendizagem aplicado aos problemas propostos. Durante a pesquisa, esperamos comprovar que a associação dessas técnicas pode fornecer subsídios para a construção de aplicações inteligentes e inovadoras na área de conhecimento. Ao fim, o projeto pretende contribuir com a construção de ferramentas de alto desempenho para ser distribuída para a rede pública de saúde brasileira.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Aristóteles Góes Neto

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • do meio do oceano para a nuvem digital: bio e ecoinformática da funga da ilha da trindade, brasil
  • Os fungos estão entre os organismos mais diversos do planeta e tem importante função ecológica na colonização e manutenção de ecossistemas, podendo ser sapróbios ou estar envolvidos em relações simbióticas, como comensais, mutualistas e parasitas em diferentes nichos ecológicos. Funga é o termo geral aplicado para a diversidade de organismos do Reino Fungi de um determinado ambiente. Embora extremamente relevantes para a vida na terra, os fungos são majoritariamente desconhecidos, o que é mais preocupante quando se leva em consideração ambientes mais vulneráveis como, por exemplo, as ilhas oceânicas que, além de vulneráveis, têm potencial para abarcar biotas particulares. Nesse contexto, a funga da Ilha de Trindade urge em ser reconhecida, visto que esses organismos representam uma grande lacuna relacionada ao conhecimento da biota na Ilha. Logo, a presente proposta tem como objetivo principal caracterizar a diversidade taxonômica e aspectos ecológicos da comunidade de fungos da Ilha de Trindade. Para tanto será utilizada a abordagem de metabarcoding a partir de amostras ambientais do solo e do ar. A principal contribuição científica desta proposta é revelar a funga da Ilha de Trindade, sendo que o reconhecimento dessa biodiversidade virá associado ao entendimento dos fatores que influenciam a ocorrência e distribuição das espécies de fungos na ilha, bem como fornecerá conhecimento sobre a colonização de ambientes isolados e recentes por espécies de fungos. Além disso, será gerada informação sobre um grupo de organismos com grande potencial de aplicabilidade, o que inclui utilidade para eventuais estratégias de manejo de solo e reflorestamento com espécies nativas na ilha e permitirá o monitoramento da diversidade de fungos na ilha a longo prazo.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 07/09/2020-30/09/2022
Foto de perfil

Armando Boito Junior

Ciências Humanas

Ciência Política
  • a crise política, a nova direita, o estado e os conflitos de classes no brasil
  • O objeto deste projeto de pesquisa é a ascensão da direita política – uma nova direita – ao poder governamental no Brasil a partir de 2016. Mais especificamente, pretendemos, por um lado, averiguar o tipo de crise política que resulta na ascensão da direita à Presidência da República e, por outro lado, tentar a caracterização do Governo Bolsonaro, desdobrando a pesquisa em diversos níveis de análise: o tipo de crise política que deu origem ao Governo Bolsonaro; a força hegemônica na definição das políticas econômica, externa e social; a base social principal do movimento bolsonarista e sua expansão para outros segmentos sociais; as coalisões ministerial, parlamentar e judiciária da nova configuração do poder político. Uma primeira hipótese de pesquisa indica que as forças sociais que tomaram como alvo a destituição do governo Dilma Rousseff foram favoráveis à implementação de uma versão extremada de neoliberalismo, versão essa – e aqui reside a singularidade de nossa hipótese – que corresponde aos interesses da fração de classe dominante associada, de maneira subordinada e passiva, ao capital internacional. Uma segunda hipótese refere-se à caracterização do movimento social bolsonarista - que tem base principalmente em setores das classes médias – e do governo atual como neofascista, em razão, especialmente mas não apenas, de suas proposições de crítica autoritária à democracia, que se apresenta dissimuladamente como uma crítica à “velha política”, e da busca por eliminar da competição política as forças de esquerda. Nossa hipótese fala em base principal desse movimento, porque não desconsidera o apoio ativo que ele recebe dos proprietários de terra e nem o apoio, este último passivo, que tal movimento obteve junto a segmentos populares. Por fim, a estes elementos – a ofensiva restauradora do campo neoliberal extremado, a constituição de um movimento reacionário de classe média – somaram-se outros que criaram uma crise política de tipo particular.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Armando da Silva Cunha Júnior

Ciências da Saúde

Farmácia
  • novo tratamento para toxoplasmose ocular: avaliação da eficácia e segurança após administração intravítrea
  • A toxoplasmose ocular (TO) é a causa mais comum de uveíte infecciosa em humanos, levando a cegueira em pelo menos um olho em aproximadamente 25% dos pacientes. A doença é causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, tem elevada prevalência no país e frequentemente afeta crianças e jovens, com significativa morbidade. O protocolo usual de tratamento requer a administração combinada de três fármacos, necessitando da ingestão diária de vários comprimidos por no mínimo de 6 semanas, podendo causar graves efeitos adversos e descontinuidade do tratamento. A clindamicina administrada por injeções intravítreas vem sendo uma alternativa para o tratamento da TO em vários casos. Mas, para manutenção da concentração ideal do fármaco são necessárias injeções repetidas, levando a desconforto e possíveis danos às estruturas oculares. Neste contexto, nosso grupo desenvolveu um implante polimérico, biodegradável, de aplicação intravítrea, contendo clindamicina para tratar TO. Um estudo de fase I, aprovado pela CEP/CONEP (Parecer 4.191.400 de 2020), em andamento, sugere a segurança de uso do implante sem redução da acuidade visual, ausência de piora de parâmetros anatômicos e estabilidade do eletrorretinograma dos pacientes. A proposta apresentada à Chamada Nº 18/2021 objetiva associar fármacos de diferentes classes terapêuticas ao implante inicialmente avaliado visando aumentar a efetividade do tratamento e reduzir as chances de recorrência da doença. A proposta se insere nos temas abordados na “Carta de Búzios: proposta para o controle da toxoplasmose no Brasil”, na meta: “encontrar soluções mais abrangentes, que possam beneficiar o maior número possível de brasileiros” e foi elaborada por pesquisadores do grupo de pesquisa INOVASENSE, cujo objetivo é o desenvolvimento de medicamentos oftálmicos visando a prevenção e o tratamento das doenças que causam cegueira e baixa visão que, de acordo com a OMS, em torno de 75% poderiam ser evitadas com prevenção e tratamento adequados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Armando Meyer

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação da contaminação ambiental por agrotóxicos e dos impactos na saúde de uma população rural na região serrana do estado do rio de janeiro.
  • O uso de agrotóxicos é uma importante fonte de contaminação ambiental e de diversos efeitos nocivos à saúde humana, em especial das populações que vivem nas áreas agrícolas. As águas dos rios que cortam regiões agrícolas podem ser impactadas por esses contaminantes antes de chegarem às estações de tratamento das grandes cidades. Os estudos de contaminação ambiental por agrotóxicos e aqueles sobre seus efeitos à saúde humana têm sido conduzidos de forma separada - o que limita a descrição do impacto dessas substâncias. A contaminação da água por agrotóxicos é, por exemplo, uma importante via de exposição capaz de promover a alteração do microbioma gastrointestinal humano, que ativa o sistema imunológico e a produção de citocinas inflamatórias, levando a um processo inflamatório sistêmico. A inflamação crônica e, mais recentemente, alterações do microbioma estão associadas à ocorrência de diversas doenças crônicas. Dos efeitos adversos relatados na literatura, as alterações do sistema imunológico relacionadas à exposição crônica a agrotóxicos precisam ser melhor investigadas, principalmente num contexto de pandemia, onde o adequado funcionamento do sistema imunológico pode contribuir para o desfecho positivo de doenças virais, como a Covid-19. Esta proposta tem o objetivo de investigar a influência da contaminação ambiental por agrotóxicos no microbioma intestinal e marcadores inflamatórios na população rural do município de Teresópolis. Serão investigados os 5 agrotóxicos mais utilizados na região de estudo. Amostras ambientais (água) e biológicas (sangue, fezes e urina) serão coletadas em períodos pré-determinados, de forma a garantir o monitoramento da água, dos marcadores de inflamação, alterações do microbioma intestinal, e de biomarcadores de exposição. Modelos lineares e logísticos ajustados serão usados para estimar a associação entre a contaminação ambiental e os marcadores supracitados.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025