Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carmen Silvia Rial

Ciências Humanas

Antropologia
  • avaliação de tecnologia social – o programa revolução dos baldinhos e a replicação da gestão comunitária de resíduos orgânicos em comunidades de florianópolis e iranduba (am)
  • A Tecnologia Social desenvolvida pelo Projeto Revolução dos Baldinhos (PRB), existente há dez anos, é referência nacional em gestão comunitária de resíduos orgânicos. O fortalecimento e ampliação do modelo para as comunidades do entorno da comunidade Chico Mendes, no bairro Monte Cristo, em Florianópolis, será financiada, planejada e desenvolvida numa ação conjunta entre a Prefeitura Municipal, COMCAP (entidade municipal responsável pela coleta de resíduos sólidos), PRB e CEPAGRO (Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo, ONG). O início dessas atividades está marcado para janeiro de 2019. Esta proposta centra-se na avaliação dessa ampliação/replicação do modelo de Tecnologia Social de gestão comunitária de resíduos orgânicos do PRB no entorno da comunidade Chico Mendes, visando o processo de sensibilização dos moradores. Para tanto, utilizará o método etnográfico - trabalho de campo com observação participante, conversas e entrevistas - realizado por uma equipe técnica de profissionais da área de Ciências Humanas. A partir dos resultados obtidos, pretende-se também criar um projeto piloto que viabilize a replicação dessa Tecnologia Social à realidade do distrito do Lago do Limão, na cidade de Iranduba/AM
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Carmen Silvia Soares Pires

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • seleção e adaptação de abelhas sem ferrão e desenvolvimento de uma metodologia de criação massal para polinização de culturas em casas de vegetação
  • Esse projeto tem como objetivo principal avaliar a possibilidade de uso de diferentes espécies de meliponídeos, abelhas indígenas sem ferrão, na polinização de cultivos protegidos usando o tomateiro como cultura modelo. A partir de informações de literatura e usando critérios tais como ampla distribuição geográfica e facilidade de manejo, as espécies Frieseomelitta varia (moça branca), Melipona quadrifasciata (mandaçaia) e Scaptotrigona postica (mandaguari) foram selecionadas para os estudos desse projeto. Avaliaremos a capacidade dessas abelhas de se adaptarem às condições de casas de vegetação e para isso o comportamento de forrageamento das abelhas campeiras será estudado em arenas de 1,80m de altura X 2,40m de comprimento X 1,20m de largura. As espécies melhor adaptadas ao confinamento serão, na sequência, avaliadas em condições de casas de vegetação em áreas de produção comercial. Avaliaremos os serviços de polinização prestados pelas abelhas nas flores do tomateiro através de experimentos de exclusão, onde flores serão ensacadas e outras serão deixadas abertas para impedir ou permitir a visitação das abelhas. Medidas de produção (quantidade e qualidade dos frutos) serão tomadas para avaliar como a polinização influencia a produção do tomateiro. Finalmente, para aquelas espécies que melhor se adaptarem às condições das casas teladas e forem polinizadoras efetivas do tomateiro serão desenvolvidas metodologias de criação massal. Assim, esperamos obter uma metodologia para a criação de abelhas em escala que possa ser usada por empresas para o fornecimento de colmeias, com qualidade e quantidade, aos agricultores.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 03/07/2018-31/07/2021
Foto de perfil

Carmenlucia Santos Giordano Penteado

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • inventários do ciclo de vida de agregados reciclados: contribuição à aplicação dos princípios de economia circular na indústria da construção civil brasileira
  • A indústria da construção é um setor importante da economia nacional, principalmente devido as suas obras de infraestrutura e potencial de criação de empregos, que possuem grande influência no desenvolvimento do país. Por outro lado, esse setor necessita de atenção especial em relação aos aspectos ambientais, principalmente aqueles relacionados ao consumo de recursos naturais e à geração de resíduos sólidos. Apesar da abundância de reservas para a extração de recursos naturais para a produção de agregados para uso na construção civil, existem restrições econômicas e ambientais que influenciam a relação entre a quantidade de reservas existentes e aquelas disponíveis para uso. Deste modo, a utilização de resíduos para a produção de agregados reciclados se apresenta como uma alternativa de sustentabilidade para o setor da construção civil, e dentre os resíduos com potencial para tal destacam-se os resíduos da construção civil (RCC) e as escórias de forno elétrico (EFE) geradas na indústria de siderurgia. Os RCC representam um dos maiores desafios para as secretarias municipais de meio ambiente e serviços públicos, devido ao grande volume e altas taxas de geração, principalmente em municípios de médio e grande porte. No entanto, as práticas de recuperação ainda são incipientes no Brasil, e a disposição final em aterros é a principal alternativa de gerenciamento adotada pelos municípios. Já geração de EFE corresponde de 15 a 20% do aço produzido em usinas semi-integradas, e em função da necessidade de as indústrias reduzirem custos com a disposição final dos seus resíduos, o uso dos agregados siderúrgicos na construção civil se intensificou nas últimas décadas, e estudos têm comprovado a sua viabilidade técnica. Assim sendo, o objetivo central deste projeto de pesquisa consiste em elaborar inventários do ciclo de vida (ICV) da produção de agregados reciclados de RCC e de EFE, a fim de demonstrar a viabilidade ambiental dessas matérias-primas, por meio de estudos de avaliação do ciclo de vida (ACV), considerando os princípios da economia circular. Desde 2013, a equipe técnica responsável pela elaboração desta proposta desenvolve pesquisas na área de ACV de sistemas de gerenciamento de resíduos, com ênfase em RCC e EFE. Para o desenvolvimento deste projeto de pesquisa, foram acordados termos de parceria com a empresa ArcelorMittal Brasil S/A – Unidade de Piracicaba (líder nacional na produção de aço) e com a Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção e Demolição (ABRECON) para a obtenção dos dados referentes a cadeia de reciclagem dos agregados reciclados de EFE e RCC, respectivamente. As parcerias com estas empresas, permitirão o levantamento dos dados primários necessários à elaboração dos inventários propostos. Estes inventários são de fundamental importância para o desenvolvimento de estudos de ACV consistentes, que permitam a tomada de decisão acerca das melhores alternativas de gerenciamento destes resíduos, seja pelo setor público ou pela iniciativa privada, e que assegurem a sustentabilidade ambiental dos agregados reciclados. Dentre os objetivos da Política Nacional de Resíduos Sólidos, consta o estímulo à implementação da avaliação do ciclo de vida. No entanto, estudos de ACV relacionados ao gerenciamento de resíduos ainda são incipientes no país, e os poucos existentes, utilizam bases de dados internacionais, dada a ausência de inventários nacionais. Desta forma, este projeto de pesquisa irá preencher uma lacuna importante no contexto da ACV, visto que a última lista de dados divulgada pelo Banco Nacional de Inventários de Ciclo de Vida, desenvolvidos para a base de dados Ecoinvent para o cenário brasileiro referente a produtos de construção, não contempla os agregados oriundos de materiais reciclados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 11/06/2019-30/06/2020
Foto de perfil

Carolina Amália Barcellos Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • effects of navitoclax® on the proliferation and progression of oral squamous cell carcinoma influenced by senescent oral fibroblasts: an in vitro study
  • Sabe-se que a carcinogênese oral não é dependente exclusivamente de mutações genéticas nas células epiteliais, mas sim da interação entre diversos componentes do microambiente tumoral. Dentre os componentes presentes no estroma, destacam-se os fibroblastos, os quais podem adquirir um fenótipo senescente e, consequentemente, apresentar um secretoma característico. Os componentes do secretoma senescentre têm sido apontados como fatores envolvidos nos mecanismos de crescimento e progressão tumoral de diversos tipos de neoplasias malignas. Ademais, novas terapias com alvo no estroma tumoral têm sido estudadas, dentre elas destacam-se os fármacos que atuam sobre os mecanismos de senescência celular. É proposto que esses fármacos possam induzir a apoptose seletiva de células senescentes, podendo atuar, portanto, em mecanismos envolvidos no processo de desenvolvimento e progressão tumoral. Além disso, os mecanismos pelos quais as células neoplásicas evadem o processo de apoptose são possivelmente similares aos mecanismos das células senescentes, portanto, esses fármacos podem ainda apresentar efeitos de indução de apoptose sobre as células tumorais. Com base nisso, o objetivo deste projeto é contribuir com o entendimento sobre o papel do secretoma de fibroblastos orais senescentes no desenvolvimento e progressão do carcinoma epidermoides de boca (CEB) e verificar o efeito de um fármaco experimental (Navitoclax®) sobre fibroblastos orais senescentes e células de CEB. Para isso, será testada a hipótese de que o meio condicionado proveniente de cultura de fibroblastos orais senescentes está associado com o crescimento e progressão do CEB, assim como a hipótese de que o Navitoclax® possa induzir a apotose seletiva de fibroblastos orais senescentes e células neoplásicas de CEB.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Arruda de Oliveira Freire

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • uma abordagem ecofisiológica da aquicultura: flexibilização no cultivo de camarões e redução do estresse do transporte de peixes
  • A atividade de aqüicultura tem crescido muito, no Brasil e no mundo, devido ao crescimento das populações humanas e devido à diminuição dos estoques naturais pela sobrepesca. A carência de informação científica e incentivo à pesquisa com espécies nativas contribui para que a aqüicultura brasileira seja ainda dominada pelas espécies exóticas. É desejável que o Brasil apóie e estimule pesquisas básicas e aplicadas visando o desenvolvimento do cultivo de espécies nativas, considerando a área e habitat de ocorrência da espécie, para minimizar o custo ambiental e até social da introdução de espécies em massa, para cultivo. A proposta deste projeto, a abordagem ecofisiológica, irá contribuir com o objetivo de se conhecer mais a fisiologia de espécies aquáticas nativas, visando fomentar seu cultivo, levando em consideração seu habitat, e sua plasticidade fisiológica. Além disso, serão gerados conhecimentos de aplicabilidade geral em aquicultura, não restritos a espécies nativas do Brasil. Por definição, a “ecofisiologia” busca elucidar as implicações da diversidade fisiológica (ou sua ausência), para a ecologia, o “fitness” diferencial e a distribuição e abundância dos organismos. Como consequência, a ecofisiologia pode contribuir para entender o perigo da introdução de espécies exóticas em sistemas de cultivo. Além disso, pode ser abordagem útil na otimização da sobrevivência e bem estar de peixes transportados vivos. Com esta abordagem, temos aqui 2 Metas. Meta 1: Aumento no conhecimento sobre a fisiologia de espécies aquáticas nativas, para fomentar seu cultivo, considerando o habitat original e sua variabilidade, com o objetivo de gerar conhecimento do custo metabólico e plasticidade fisiológica em relação à salinidade, em espécies nativas de crustáceos decápodos; Meta 2: Avaliação da fisiologia do transporte de peixes vivos, em especial peixes ornamentais, considerando seu habitat de origem e a deterioração do ambiente de transporte, com o objetivo de ampliar a caracterização da deterioração da água de transporte e sua relação com a fisiologia do peixe transportado, para diversas espécies ornamentais de interesse comercial, buscando relacionar os resultados com o habitat de origem das espécies.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Bagattolli

Ciências Humanas

Ciência Política
  • tecnologia social e economia solidária: avaliação de experiências no município de tunas do paraná
  • A presente proposta é resultado de um processo de construção coletiva de pesquisadores cujas trajetórias encontram como pontos de intersecção temáticas atreladas ao campo da Análise de Políticas, Tecnologia Social e da Economia Solidária. Trata-se de grupo de pesquisadores vinculados à Universidade Federal do Paraná, com especial destaque para o Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e à Incubadora de Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR, bem como, à Universidade Tecnológica Federal do Paraná, por meio de docentes do Programa de Pós-Graduação em Administração e do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade. O projeto ora apresentado deriva de três experiências de pesquisas relacionadas aos pesquisadores envolvidos. A primeira diz respeito à participação da proponente coordenadora como pesquisadora integrante do Grupo de Análise de Políticas de Inovação da UNICAMP – GAPI, responsável pela condução sistemática de estudos sobre Tecnologia Social a partir do campo das Políticas Públicas. Os estudos produzidos pelo grupo terminaram por constituir relevantes referenciais teóricos e metodológicos sobre Tecnologia Social não apenas no que tange os conceitos de Tecnologia Social, mas as relações com Políticas Públicas, dimensão necessária ao processo de avaliação de TS. Como decorrência, a temática tem encontrado no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas, na linha de Tecnologia, Regulação e Sociedade espaço profícuo para o desenvolvimento de estudos sobre o tema. A segunda experiência está relacionada às trajetórias da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR. A incubadora teve seu início no ano de 1998, a partir da iniciativa de um grupo de professores e estruturou-se desde então com o objetivo de promover através de articulações com as pólíticas públicas a efetivação de propostas de Economia Solidária, com foco na geração de tbalho e renda, qualificação profissional, desenvolvimento da cidadania e qualidade de vida. Nesse contexto, se destaca o Projeto Tunas do Paraná, realizado desde o ano de 2008, com ações de intervenção e organização de produtores rurais familiares no município de Tunas do Paraná, a partir de ações pautadas pela Economia Solidária, Desenvolvimento Local eTecnologias Sociais. Como destaque em termos de comunidade beneficiada, evidencia-se a atuação coletiva juntamente com a Associação de Produtores Rurais – APROTUNAS. A terceira experiência, por sua vez, está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Administração da UTFPR, linha de pesquisa Tecnologia de Gestão, Trabalho e Organizações. O grupo de pesquisadores vinculados ao programa tem realizado estudos desde o ano de 2010 com temáticas relacionadas ao campo da Gestão e Tecnologia. Nesse sentido, destacam-se estudos realizados nas áreas de Organizações Não-Convencionais e Economia Solidária, Bem Viver, Pedagogia da Alternância, Organizações e Subjetividades, bem como, de estudos em andamento sobre avaliação de Tecnologias Sociais a partir de experiências com agricultores familiares do Estado do Paraná, a partir de políticas públicas como o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, e o papel das ITCP´s como experiências de Tecnologia Social no contexto da agricultura familiar. É a partir de tal perspectiva que a presente proposta busca reunir esforços no sentido de contribuir não apenas com o aprimoramento das ações realizadas entre a ITCP-UFPR e os produtores rurais de Tunas do Paraná, mas também, de desenvolver e consolidar metodologias mais efetivas de avaliação de Tecnologias Sociais. Objetivo Geral: Avaliar as experiências de Tecnologia Social e Economia Solidária, no contexto das ações desenvolvidas entre a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR e a Associação de Produtores Rurais – APROTUNAS. - Objetivos Específicos: - Caracterizar as experiências realizadas entre a ITCP-UFPR e APROTUNAS a partir do conceito de Tecnologia Social. - Analisar de forma aprofundada a relação entre Tecnologia Social e políticas públicas, as soluções encontradas e formuladas, os desafios gerados e os arranjos construídos. - Avançar na reflexão sobre o desafio de alcançar uma escala satisfatória para a ação da ITCP, respeitando as condições necessárias para a reaplicação do processo sociotécnico e o empoderamento dos próprios usuários no desenvolvimento da Tecnologia Social. - Identificar de que forma o Estado pode disseminar experiências de Tecnologia Social por meio de ITCP´s. - Desenvolver material voltado para gestores, pesquisadores e comunidades que visem processos de avaliação de experiências baseadas em Tecnologia Social de forma a incentivar a disseminação de experiências e subsidiar as práticas futuras. - Gerar insumos para o desenho de políticas públicas que possibilitem a reaplicação de Tecnologia Social respeitando o processo de participação e o empoderamento dos usuários no desenvolvimento da mesma.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Baptista Menezes

Ciências Humanas

Psicologia
  • a relação entre meditação, regulação emocional e expressões vocais
  • A voz, assim como postura corporal, gestos, ou expressões faciais, também se caracteriza como uma manifestação impregnada de pistas sobre o estado afetivo do indivíduo que a produz. Porém, existe uma lacuna na investigação dos parâmetros da voz associados a experiências de menor excitação emocional, como no estado emocional e fisiológico produzido pela prática de meditação. Considerando a perspectiva da Teoria Polivagal e os estudos prévios de meditação que mostram seu efeito na modulação da excitação emocional e autonômica, o objetivo deste projeto é investigar se praticantes de meditação podem apresentar características específicas nos parâmetros vocais, autonômicos e emocionais em comparação a novatos e se estas características podem variar conforme o grau de experiência prévia com meditação. Serão analisados parâmetros vocais, de variabilidade da frequência cardíaca, de respiração, bem como o autorrelato de variáveis emocionais em 60 praticantes de meditação e 60 não meditadores pareados por variáveis sociodemográficas, antes e após uma sessão de 20 minutos de prática. Serão realizadas análises estatísticas com o Modelo Linear Geral (GLM) de medidas repetidas considerando os dois grupos (meditadores e não meditadores) e as duas condições (antes e após a sessão de meditação). Para a análise do tempo de experiência prévia, a GLM incluirá a covariável do nível de experiência em meditação. Para avaliar interações entre as variáveis, será utilizada Regressão Linear Múltipla. Quando necessário, análises complementares de ANOVA, Teste T e Correlação de Person também serão realizadas. Este estudo poderá produzir subsídios para o entendimento da relação entre parâmetros vocais e regulação emocional, a relação entre parâmetros vocais e outros parâmetros fisiológicos autonômicos, além de possibilitar uma compreensão de como a meditação pode auxiliar na regulação emocional com base em medidas que complementam as avaliações subjetivas e de autorrelato. Pode-se pensar nos potenciais impactos deste estudo especialmente a partir do principal desfecho primário (parâmetros vocais) e da relevância da prática de meditação. A voz humana é um dos sons mais frequentes no dia a dia de uma pessoa. Estima-se que os seres humanos gastam mais tempo ouvindo e analisando vozes do que qualquer outro som do ambiente. Logo, o estudo da relação entre voz e regulação emocional pode auxiliar no desenvolvimento de intervenções voltadas a condições clínicas em que há prejuízos na fala e/ou uso da voz (gagueira, afasia, mutismo, entre outros), a pessoas cegas que dependem da audição da voz para relacionar-se, a condições de ansiedade social, assim como para treinamento de grupos que fazem uso da voz, tal como artistas, professores, jornalistas, entre outros. O estudo do aspecto emocional da voz também pode ajudar a desenvolver tecnologias de reconhecimento de voz e comandos por voz. Já concernente à meditação, esta tem sido cada vez mais incorporada na área da psicologia e da saúde como uma ferramenta capaz de auxiliar na promoção de um funcionamento psicológico saudável, sendo uma técnica de baixo custo e de larga aplicação, já que pode ser adaptada a diferentes faixas etárias e diferentes contextos (p.e. educacional, clínico, organizacional, entre outros).
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Bremm

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • modelos de estimativa do percentual de touceiras em pastagens naturais do bioma pampa por sensoriamento remoto
  • A presente proposta de pesquisa visa a elaboração de modelos de predição de percentual de touceiras, caracterizadas como plantas rejeitadas pelos animais em pastejo, que garantam a eficiência e conservação dos recursos forrageiros naturais. Os índices de vegetação NDVI vem sendo efetivos na determinação de intensidades de pastejo em pastagens naturais, objetivando a determinação de metas de manejo que otimizem o desempenho animal nessas pastagens. Dessa forma, as informações coletadas por imagens de satélite podem contribuir para obtenção de dados de forma mais rápida e em regiões de difícil acesso, pois constituem um método não destrutivo de estimativa da biomassa. Neste contexto, a presente proposta visa atingir seus objetivos ao definir modelos de predição de percentual de touceiras em pastagens naturais por meio de índices de vegetação obtidos por sensoriamento remoto orbital (imagens de satélite) e de superfície (sensor remoto ativo), produzindo respostas que permitam orientar agentes e políticas públicas comprometidos em trazer soluções para a conservação das pastagens naturais do Bioma Pampa.
  • Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Brito Carvalho dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • propriedades de materiais amorfos e superhidrofóbicos
  • Este projeto científico é separado em duas áreas principais. A primeira área é relacionada à física de materiais amorfos. Materiais amorfos são formados a partir de um processo fora de equilíbrio, a chamada {\it transição de vidro}. Para que ocorra a transição de vidro a partir da fase líquida, é necessário evitar a cristalização. Em cristais, a periodicidade de suas estruturas (átomos, moléculas ou partículas, dependendo do nível de descrição) permite que calculemos analiticamente suas excitações elementares e com elas é possível explicar os fenômenos de transporte de energia, propriedades de elasticidade e propagação de força. Em materiais amorfos, a desordem de suas estruturas complica o desenvolvimento de uma teoria geral de elasticidade ou de transporte. Sabe-se por exemplo que materiais amorfos se comportam de maneira bastante diferente de cristais no que concerne a distribuição de seus modos vibracionais e suas propriedades elásticas e de transporte em geral. Embora não haja consenso sobre a natureza dos modos vibracionais em materiais amorfos em geral, para sólidos amorfos com interação de curto alcance, como por exemplo em meios granulares e coloides, a origem do excesso de modos e sua natureza foi explicada. Diferentemente do que ocorre em cristais onde os modos de vibraçãoes de baixa frequência são fônons, em amorfos os modos são chamados anômalos, têm implicações nas propriedades elásticas e de transporte da fase amorfa além de estarem relacionados à reologia de grãos em escoamento. Experimentalmente, os modos anômalos foram medidos em materiais granulares e coloides. A segunda grande área concerne o estudo de superfícies superhidrofóbicas. Ao ser depositada em uma superfície, uma gota pode aprensentar dois regimes extremos de molhabilidade: um chamado Cassie-Baxter (CB) com ar preso embaixo da gota e o outro caracterizado por uma molhabilidade homogênea da superfície, chamado estado Wenzel (W). Ambos os extremos têm aplicações importantes. Por exemplo, o estado W é necessário para construir papeis absorventes para impressora a jato de tinta ou superfícies de revestimento, enquanto que o estado CB é desejável para obter superfícies auto-limpantes ou produzir superfícies com condensação seletiva. É sabido que a rugosidade da superfície é capaz de modificar as propriedades de molhabilidade do material, fazendo-o transitar entre os dois extremos. Entender como é o comportamento de molhabilidade em função do tipo de material, da forma da rugosidade (pilar, poro, reentrância), de ordem/desordem é essencial para controlar as apliações das superfícies.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina de Melo Bomfim Araújo

Ciências Humanas

Filosofia
  • capacidades e disposições: princípios explicativos da ação em platão e aristóteles
  • Este projeto pretende fortalecer a seção de Filosofia Antiga da linha de pesquisa em Filosofia da Ação do Programa de Pós-Graduação em Lógica e Metafísica (PPGLM-UFRJ). Ele reúne dois professores permanentes do programa, convergindo seus projetos individuais de pesquisa e suas equipes em um núcleo de trabalho integrado. Ele pretende analisar alguns princípios utilizados por Platão e Aristóteles para explicar as ações e caracterizar seus agentes, a saber, as noções de capacidade e de disposição. Embora essas noções correspondam de modo geral aos termos gregos dynamis e héxis, enquanto conceitos filosóficos elas dependem também de uma rede conceitual em torno da noção de alma (psykhé), que envolve as noções correlatas de movimento (kínesis), atividade (enérgeia), função (érgon), desejo (oréxis, epithymía), hábito (éthos) e ímpeto (thymós). A hipótese que estabelecemos de partida é de que, quando associados com essa rede conceitual, os princípios explicativos que pretendemos investigar se revelam como condições ou meios necessários para a ação, não sendo portanto suficientes para explicá-la. Acrescem-se a essa hipótese primeira duas ramificações. A primeira diz respeito aos limites que se impõem às noções de capacidade e disposição em sua função explicativa. Nossa hipótese é de que os dois princípios diferem em muito quanto a esse ponto: ao passo que grande suspeita recai sobre a legitimidade de uma teoria metafísica das capacidades, uma vez que um regresso parece estar envolvido nesse modo de explicação, o mesmo não ocorre com disposições, que se descrevem estados que necessariamente resultam em ação quando em certa circunstância. A segunda ramificação diz respeito ao modo de ativação de capacidades e disposições, e como cada uma das noções correlatas acima mencionadas garante que tais princípios sejam de fato explicativos para a ação. Este projeto se insere no projeto mais amplo de cooperação internacional “Dynamis na História da Filosofia” já assinado entre o PPGLM-UFRJ e as universidades de Ottawa (Canadá) e Roma La Sapienza (Itália) e submetido ao Edital Capes-Print. Ele também se configura como um projeto de formação de pesquisadores de nível internacional, contando com uma equipe de bolsistas de Iniciação Científica, Mestrandos, Doutorandos e Pós-Doutorandos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Demarchi Munhoz

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • a relação entre a ativação dos receptores de glicocorticoides e a hiperexcitabilidade dos neurônios do complexo basolateral da amígdala na ansiedade tardia induzida por estresse agudo em ratos e sua implicação no déficit de extinção da memória de medo
  • Transtornos emocionais relacionados a sintomas de ansiedade são comuns dentre os relatados na clínica psiquiátrica e ganham importância em trabalhos científicos devotados ao estresse. Além dos sintomas persistentes de ansiedade, o prejuízo no processo de extinção do medo aprendido está em estrita associação com os sintomas apresentados por pacientes com o transtorno de estresse pós-traumático, uma das mais debilitantes patologias associadas ao estresse. A amígdala, mais precisamente o complexo basolateral (BLA), é uma estrutura encefálica essencial para manifestações comportamentais de caráter emocional, incluindo medo e ansiedade. Estudos apontam para a necessidade de compreender a relação entre estresse, hiperexcitabilidade dos neurônios do BLA e ansiedade, e como a sinalização intracelular mediada por receptores glicocorticoides (GR) influencia esses fenômenos e modula a extinção de memória de medo ao contexto. Considerando o papel dos glicocorticoides na resposta de estresse e seus efeitos rápidos e duradouros no sistema nervoso central, o estudo destes mecanismos mostra-se particularmente relevante para o entendimento de patologias relacionadas ao medo e à ansiedade. Com base no exposto, o objetivo desse projeto é, por meio de vetores virais, modular a atividade dos GR (HSV-GR e dnGR-HSV) e a excitabilidade neuronal no BLA (SK2-HSV) e verificar se tanto a ansiedade quanto o déficit de extinção da memória de medo persistentes desencadeados por estresse agudo são dependentes do aumento da excitabilidade neuronal no BLA e/ou da atividade nuclear de GR. Acreditamos que este projeto traz grandes avanços no entendimento de mecanismos de ação relevantes envolvidos nos transtornos associados ao estresse, podendo oferecer evidências estruturais e moleculares importantes na prevenção e no tratamento de tais males, como por exemplo, o transtorno de estresse pós-traumático.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina dos Santos Batista Bonini

Ciências Agrárias

Agronomia
  • qualidade fisica e quimica de um latossolo vermelho em sistema de integração lavoura-pecuária após 3 anos de implantação
  • O sistema integração lavoura-pecuária visa a sustentabilidade, procurando explorar o máximo da área, além de diminuir os impactos sobre as propriedades do solo. O presente trabalho tem por objetivo estudar os atributos físicos e químicos de um Latossolo em um sistema de integração lavoura-pecuária após quatro anos de implantação do sistema. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados, com três repetições e compostos por 7 tratamentos: 1 - Soja – Milho + B. ruziziensis (pastejo); 2 - Soja – Milho + Piatã (pastejo); 3 - Soja – Milho + Paiaguás (pastejo); 4 - Soja - Piatã (pastejo 2 anos) – Soja - Piatã (pastejo); 5 - Soja - Paiaguás (pastejo 2 anos) – Soja - Paiaguás (pastejo); 6 - Soja – milho (Plantio direto); 7 - Soja – milho (Preparo convencional). O experimento será realizado na Fazenda do grupo Facholi, no município de Caiuá/SP de janeiro/2019 a dezembro/2021, em solo classificado como Latossolo Vermelho. As avaliações a serem realizadas serão os atributos físicos do solo (estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de agua, resistência mecânica a penetração, umidade do solo), atributos químicos (teores de fósforo, potássio, magnésio e cálcio, matéria orgânica, pH, acidez potencial e calculadas as somas de bases, capacidade de troca catiônica e saturação por bases). As análises de solo serão feitas em duas camadas do solo; 0,00-0,10 e 0,10-0,20 m. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e teste de Tukey a 5 % de probabilidade para a comparação de médias.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Ferreira de Matos Jauris

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novos materiais baseados em nanoestruturas de carbono visando aplicações sustentáveis: síntese, caracterização e avaliação de toxicidade
  • Os nanomateriais de carbono representam uma classe diversificada de materiais, em sua maioria, com uma excepcional variedade de propriedades, o que os torna adequados para aplicações nas mais diferentes áreas de pesquisa. Há uma necessidade incisiva de procurar novas nanoestruturas de carbono por meio de métodos sustentáveis e de baixo custo, realizando seu papel em aplicações energéticas e ambientais. No entanto a maioria das estratégias convencionais de preparação desse tipo de material e de seus compósitos envolvem condições intensivas de energia e, portanto, elevado custo de produção. Nesse sentido, a síntese ambientalmente amigável de nanomateriais de carbono por meio de estratégias custo-efetivas é de grande relevância. Este projeto propõem avanços na síntese verde de vários nanomateriais de carbono e descreve suas aplicações sustentáveis para o armazenamento e geração de energia, remediação e purificação ambiental, sem deixar de lado a avaliação de toxicidade dos materiais desenvolvidos. Para tal o projeto conta com uma equipe interdisciplinar buscando não o somente aplicações tecnológicas, mas também a compreensão dos processos básicos envolvidos em cada etapa.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Fischinger Moura de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • perfil de vitaminas do complexo b em pacientes com glicogenoses hepáticas e seus possíveis determinantes
  • As Glicogenoses (GSD) são doenças genéticas que resultam em alterações no metabolismo do glicogênio. Estas condições podem ser classificadas em diferentes tipos, nomeadas de acordo com o defeito enzimático específico e os órgãos afetados. Para o tratamento das GSD hepáticas, a estratégia mais comumente utilizada é a administração frequente de amido de milho cru, visando a manutenção da normoglicemia e a prevenção de distúrbios metabólicos secundários. Restrições e suplementos alimentares são realizados de acordo com os diferentes tipos de GSD. As restrições alimentares impostas pelo tratamento, bem como, o grande consumo de amido de milho como fonte de carboidrato podem levar a deficiências nutricionais em pacientes com GSD hepáticas. Pouco se sabe em relação ao perfil de vitaminas do complexo B apresentados por esses pacientes, visto que além da deficiência no seu consumo, pode haver uma interação dessas vitaminas com o alto consumo de carboidrato proveniente de uma fonte altamente refinada, sendo que existem relatos de caso de deficiências graves de vitaminas do complexo B nesses pacientes. O objetivo do presente estudo é avaliar os níveis de vitaminas do complexo B apresentados por pacientes com Glicogenoses hepáticas e sua associação com variáveis clínicas e de tratamento. Será conduzido um estudo transversal, observacional, onde serão coletadas amostras de sangue de pacientes com Glicogenose Hepática (Ia, Ib, III e IXa, IXb, IXc) para dosagem de vitaminas do complexo B ((vitamina B1 (tiamina), B3 (niacina), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina)). Além disso, serão coletados dados clínicos e de tratamento, bem como, aplicados inquéritos alimentares de 3 dias para avaliação do consumo de nutrientes. Assim será possível avaliar possíveis variáveis que influenciam o perfil de vitaminas do complexo B em pacientes com GSD hepática. Devido à natureza translacional deste estudo, espera-se gerar dados que possam embasar a avaliação do perfil nutricional de vitaminas do complexo B nos pacientes com GSD hepática e que embasem o uso de complementos nutricionais para prevenção de comorbidades nesses pacientes.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Hassibe Thomé

Ciências da Saúde

Medicina
  • isolamento e caracterização de exossomos durante a transição epitélio-mesenquimal em câncer de ovário.
  • As células podem responder de diferentes maneiras a estresses aos quais são submetidas. Essas respostas variam conforme a duração do estímulo estressor e o tipo celular, podendo variar desde respostas de sobrevivência até morte celular. Esse tipo de resposta ao estresse celular causa um aumento na secreção de vesículas pelo retículo endoplasmático e aparelho de Golgi, que quando são secretadas por essas células passam a denominar-se exossomos. Presentes nos fluidos corporais como sangue, urina, saliva e liquor, essas microvesículas possuem em sua composição mRNAs, microRNAs, RNAs não codificantes, proteínas citoplasmáticas e de membrana, como receptores e moléculas do complexo MHC que são candidatos à biomarcadores de doença. Estudos recentes apontam que a comunicação intercelular pelos exossomos pode modular a expressão gênica da célula alvo, assim como processos de crescimento, divisão e diferenciação celular, resposta ao estresse, sobrevivência celular e apoptose. Além disso, os exossomos presentes nas células tumorais, influência na progressão tumoral e no desenvolvimento de metástases. Devido às suas propriedades e presença em fluidos corporais onde podem ser coletados, os exossomos estão se tornando candidatos promissores a novos biomarcadores para realização de diagnósticos precoce e prognóstico de inúmeras doenças, como o câncer de ovário. Neste projeto, avaliaremos a liberação desses exossomos, caracterizando o perfil proteômico durante a Transição Epitélio-Mesenquimal (EMT), que representa um modelo de progressão tumoral. Proteínas relevantes identificadas serão validadas em amostra de fluído intra-tumoral proveniente de pacientes com câncer de ovário através da análise proteômica dirigida.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas ecológicas na planície de inundação do alto rio paraguai
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/01/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Carolina Montanheiro Noronha

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de nanocompósitos contendo nanopartículas carregadas com óleo essencial para aplicação em embalagens ativas e sustentáveis para alimentos.
  • Os óleos essenciais presentes em diferentes matérias-primas vegetais são substâncias que apresentam elevada atividade antioxidante, em função de sua capacidade de neutralizar e sequestrar radicais livres, além de possuírem propriedades antimicrobianas. Essas propriedades os tornam atraentes aditivos para a indústria de alimentos para aumentar a segurança e o tempo de prateleira dos produtos. No entanto, a utilização dos óleos essenciais apresenta algumas limitações devido às suas características de alta volatilidade e instabilidade química frente às condições diversas no processamento de alimentos. A nanoencapsulação desses compostos bioativos é uma alternativa para a manutenção de suas propriedades benéficas, além da liberação controlada. A incorporação de nanopartículas carregadas de óleos essenciais em matrizes biopoliméricas, ou seja, materiais biodegradáveis provenientes de fontes renováveis, pode influenciar o setor de embalagens de alimentos. Além de melhorar as características do material, pode promover também uma funcionalidade adicional, como antimicrobiana e antioxidante, para o desenvolvimento de embalagens ativas. Neste projeto, propomos desenvolver nanocompósitos a partir de biopolímeros com a inclusão de nanopartículas de fontes naturais contendo diferentes óleos essenciais para aplicação e embalagens ativas, biodegradáveis e sustentáveis. Pesquisas anteriores realizadas pelo nosso grupo mostraram resultados promissores no âmbito de nanocompósitos e embalagens ativas para alimentos. No entanto, o principal desafio é o desenvolvimento de novos materiais que possam substituir os materiais derivados do petróleo. É preciso que suas características de propriedades mecânicas, resistência, molhabilidade e durabilidade sejam próximas aos plásticos tradicionalmente utilizados pela indústria de alimentos. Além disso, é necessário que os óleos essenciais sejam capazes de substituir os conservadores sintéticos, apresentando propriedades antimicrobianas e atividade antioxidante semelhantes a esses.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Munari Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos funcionais de patógenos fúngicos causadores de doença em citros
  • Citros é uma das culturas mais importantes do mundo. O Brasil se destaca como o maior produtor, respondendo por mais de 60% da produção mundial de suco de laranja. Apesar de ter como principal espécie produzida a laranja doce, as tangerinas e alguns de seus híbridos, especialmente os híbridos com laranja doce (tangores), possuem grande importância especialmente no mercado nacional de frutos in natura. Apesar dos números expressivos de produção e exportação, essa cultura sofre problemas principalmente de ordem fitossanitária devido ao grande número de pragas e doenças. Entre elas destacam-se doenças causadas por fungos como mancha preta dos citros (MPC), qual afeta quase todas as variedades de citros, e a mancha marron de alternaria (MMA), responsável por grandes prejuízos na produção das tangerinas e seus híbridos. Apesar da importância dessas doenças são escassos os estudos sobre a interação desses patógenos, Phyllosticta citricarpa e Alternaria alternata, com seus respectivos hospedeiros. Nosso grupo já iniciou estudos da interação P. citricarpa/citros e identificou as respostas tanto da planta quanto do fungo no momento da interação. Esse trabalho nos levou a fortes indícios de como a planta responde a presença desse fungo, levando a formação dos sintomas típicos da doença. Além disso, identificamos quatro efetores, quais foram caracterizados quanto à repressão da reação de hipersensibilidade. Porém, ainda muitos outros efetores identificados nesses trabalhos faltam ser caracterizados. Além disso, para o patossistema MMA ainda não existe esse tipo de estudo. Portanto, baseados nos genes já encontrados através dos trabalhos de expressão gênica (P. citricarpa/laranja doce), além dos dados de Dual RNA-seq de tangor Murcott/ A. alternatia que serão gerados nesse trabalho, nossa proposta é continuar os estudos funcionais desses fungos através da técnica de RNA interferente, a qual vem sendo uma relevante ferramenta para análises de função gênica e controle de patógenos. Os genes alvos serão silenciados, seguido da avaliação fenotípica desses mutantes. Assim, sugerirão regiões genômicas com potencial uso como alvos para o controle de P. citricarpa e A. alternata. O desafio principal da fitopatologia atualmente está no entendimento dos mecanismos na interação do patógeno com seus hospedeiros durante o processo infeccioso. Como já dito, os patógenos são capazes de secretar inúmeras moléculas efetoras durante o processo infeccioso. A manipulação das defesas do hospedeiro depende da secreção regulada e da cooperação de uma complexa mistura de proteínas efetoras. Tanto para P. citricarpa quanto para A. alternata a identificação e o entendimento de como essas moléculas efetoras agem no processo de infecção de laranja doce e tangor Murcott, respectivamente, são de extrema importância para o melhoramento genético visando o controle das doenças por esses fungos causadas.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Palma Naveira Cotta

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • analise teórico-experimental de dispositivos microfluidicos fabricados via impressão 3d
  • No presente projeto propõe-se a análise teórico-experimental de dispositivos microfluidicos fabricados por impressão 3D (manufatura aditiva), em duas linhas principais de desenvolvimento cientifico e tecnológico, quais sejam : (i) microrreatores para síntese continua de biodiesel e (ii) micro-modelos de meio poroso para análise do transporte de contaminantes em solos, a serem executados no LabMEMS - Laboratório de Nano e Microfluidica e Microssistemas, do Programa de Engenharia Mecânica da COPPE/UFRJ. No tema (i) dar-se-á continuidade às pesquisas em andamento no contexto do Programa de Recursos Humanos da ANP PRH-37 - Engenharia Mecânica para o Uso Eficiente de Biocombustíveis, do PEM/COPPE/UFRJ, também apoiado em sua primeira fase pela FAPERJ, enquanto no tema (ii) se busca recursos para complementar o programa RELAI de bolsas (CAPES/INMETRO), no contexto da parceria estabelecida com a INB (Indústrias Nucleares do Brasil) e a EMBRAPA Instrumentação de São Carlos/SP para disponibilização de amostras e imagens de solos tropicais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Rosal Teixeira de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • identificação do perfil de expressão de micrornas em amostras de pacientes com câncer de pênis e sua relação com a infecção por hpv
  • O câncer de pênis (CP) é uma neoplasia rara em países desenvolvidos. No entanto, em países em desenvolvimento como o Brasil, sua incidência é elevada, principalmente nas regiões Norte e Nordeste. No nosso país, esse tipo de tumor representa 2% de todos os tipos de câncer que atingem o homem, e o estado do Maranhão teve 10,7% dos casos de câncer de pênis notificados no Brasil em 2007, sendo superior até mesmo que o câncer de próstata. Apesar da alta prevalência de câncer peniano no Brasil, em especial nas regiões supracitadas, dados epidemiológicos, análise do background genético, parâmetros clínicos, evolução da doença e resposta aos tratamentos, ainda são incipientes, dificultando o diagnóstico, prognóstico e tratamento da doença. Os grupos de pesquisa do Laboratório de Citogenética Humana, do Núcleo de Pesquisas em Oncologia da Universidade Federal do Pará, e Laboratório de Genética e Biologia Molecular da Universidade Federal do Maranhão, pretendem realizar um estudo inovador que envolve a utilização de ferramentas de biologia molecular de última geração, com o objetivo de identificar marcadores epigenéticos, como miRNAs, em tumores penianos de pacientes provenientes do Estado do Maranhão. As informações geradas serão associadas a infecção por Papilomavírus humano (HPV), aliado aos dados das características clinicopatológicas dos pacientes. Este estudo gerará novas informações biológicas que permitirão uma melhor compreensão etio e fisiopatológica dessa neoplasia. Bem como, tem grande potencial para a identificação de marcadores moleculares, que podem favorecer a redução da taxa de mortalidade por diagnóstico precoce, e melhor prognóstico, e/ou ainda contribuir para o desenvolvimento de novas terapias, atém de tomada de medidas profiláticas na região.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Volkmer de Castilho

Ciências Biológicas

Ecologia
  • vulnerabilidade ao fogo das florestas do extremo norte da amazônia
  • O fogo é um agente de mudanças sem precedentes em áreas de florestas tropicais capaz de afetar a diversidade, a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas (ciclagem de carbono e nutrientes), sendo uma causa significativa de aumento da emissão de gases do efeito estufa na atmosfera. O aumento da frequência de incêndios florestais em decorrência da expansão da fronteira agrícola, aumento do desmatamento e recorrência de eventos climáticos extremos (p. ex. El Niño) têm ameaçado as florestas ecotonais do extremo norte da Amazônia (Roraima). Para determinar a vulnerabilidade das espécies e fisionomias florestas desta região, esta proposta utiliza a abordagem de atributos funcionais relacionados a hipótese de “rebrota-proteção-recurso” proposta por Clarke et al. (2013) para acessar as respostas e a vulnerabilidade de diferentes espécies ao fogo. Os atributos funcionais selecionados estão relacionados à capacidade de rebrota, estruturas de proteção (propriedades da casca externa: espessura, conteúdo de água e difusão térmica) e estratégias de crescimento (taxa de crescimento, altura máxima) que definem diferentes estratégias de resposta aos distúrbios ambientais. Os atributos serão quantificados nas espécies mais abundantes de três diferentes fitofisionomias florestais (campinaranas, floresta estacional e floresta ombrófila densa) que ocorrem em um gradiente de precipitação anual que varia de 1700 a 2100 mm. A escolha das espécies abundantes parte da premissa que dominância no funcionamento do sistema é determinada pela dominância na abundância. Dessa forma, a resposta das espécies dominantes frente ao fogo deve determinar as mudanças no funcionamento da floresta mediante esse tipo de distúrbio.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - RR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolina Weigert Galvão

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • estudo da diversidade genética e funcional bacteriana da rizosfera do milho e bioprospecção de novos biofertilizantes
  • Um dos grandes desafios mundiais do século XXI será alimentar aproximadamente 10 bilhões de pessoas em 2050 e ao mesmo tempo reduzir o impacto ambiental e os custos da produção agrícola. No Brasil, o crescimento da produção agrícola deverá ser fundamentado no aumento da produtividade, e não na ampliação das áreas de cultivo. Diante desse cenário, o emprego de bactérias promotoras do crescimento vegetal (BPCV) como biofertilizante é visto como uma alternativa muito promissora. Até o momento, apenas na associação Bradyrhizobium japonicum / B. elkanii e soja, a demanda de nitrogênio é suprida integralmente pela fixação biológica desse composto. Em outras associações entre bactérias diazotróficas e a cana de açúcar, milho ou o trigo, a demanda por fertilizante nitrogenado é apenas parcialmente reduzida. O estado do Paraná, enquanto, segundo maior produtor de milho, com uma estimativa de produção para 2015/2016 de 15,57 milhões de toneladas, precisa intensificar as suas pesquisas em biofertilizantes. Sabe-se que a diversidade microbiana no solo é alta, e que a composição do microbioma da rizosfera pode ser afetada e alterada por fatores bióticos e abióticos, sendo a planta mais um fator biótico que contribui para a seleção das bactérias através dos seus exsudatos. Essas interações da planta com as bactérias também podem alterar a exsudação da planta, e toda essa variação refletir diretamente no desenvolvimento da própria planta. Desta forma, é urgente a compreensão sobre a estrutura e dinâmica das comunidades microbianas da rizosfera das gramíneas para direcionar melhor as pesquisas na tecnologia de inoculantes na agricultura. Portanto, considerando-se a limitada ação dos inoculantes comerciais em gramíneas e o desconhecimento da estrutura das comunidades bacterianas presentes na rizosfera do milho, o presente trabalho pretende: (i) isolar novas bactérias promotoras do crescimento vegetal da rizosfera do milho, identifica-las e caracteriza-las bioquimicamente; (ii) sequenciar, na plataforma Illumina MiSeq o gene 16S rRNA da rizosfera do milho; (iii) determinar o impacto da adubação nitrogenada, da variação do pH e dos diferentes inoculantes utilizados no cultivo do milho sobre as comunidades bacterianas da rizosfera em campo e casa de vegetação; e (iv) estudar a influência da diversidade bacteriana do solo sobre a produtividade, buscando identificar os principais grupos bacterianos bio-indicadores da qualidade do solo para a produção do milho.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Angulski da Luz

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de cimentos especiais: identificação de matérias- primas alternativas com vistas à sua durabilidade
  • O Grupo de Pesquisa em Materiais e Estruturas (GPME), coordenado pela proponente, foi criado em 2007, juntamente como o início do curso de Engenharia Civil, na UTFPR, campus Pato Branco/PR. Ao longo destes mais de dez anos, o GMPE tem se mostrado fundamental na iniciação e consolidação da pesquisa no âmbito do Departamento de Engenharia Civil, tendo sido responsável pelos primeiros alunos de iniciação científica no curso e ter contribuído para a aprovação do mestrado, também em Engenharia Civil (PPGEC) em 2013, o qual teve início em meados de 2014. Desde a sua criação, o GPME tem atuado no desenvolvimento de cimentos alternativos ao cimento Portland com vistas, principalmente, à identificação e à valorização de subprodutos como matéria prima na produção de aglomerantes, tendo publicado artigos em eventos e periódicos importantes decorrentes das pesquisas a respeito de cimentos especiais. Assim, o atual projeto pretende dar continuidade às pesquisas do GPME, que nos últimos anos avançaram na identificação e adequabilidade de subprodutos como potencial matéria prima de cimentos alternativos. Nesse estágio, o presente projeto também visa contribuir no estudo de durabilidade de cimentos especiais, em especial os cimentos supersulfatados (CSS) e álcali ativados (CAT), através de parcerias com as universidades UFPR e a University of Toronto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline de Fátima Aquino Moreira Nunes

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da expressão gênica das aurora-quinases a e b em pacientes pediátricos com leucemia linfóide aguda do norte e nordeste do brasil.
  • A Leucemia Linfóide Aguda (LLA) é uma neoplasia do sistema hematopoiético, definida como uma expansão clonal de uma célula anormal precursora de linfócitos, sendo o subtipo mais comum de leucemias agudas infantis, correspondendo a 75% de todos os casos dessa malignidade, onde os estados do Norte e Nordeste do Brasil se destacam na frequência de casos. As translocações cromossômicas são um principal marcador de instabilidade genômica na patogênese da LLA, alterações essas especialmente relacionadas à falhas na segregação cromossômica ou no reparo de DNA durante o ciclo celular. Aurora-quinases (AURKA e AURKB) são quinases mitóticas com um papel importante na regulação da fase G2/M do ciclo celular e de eventos essenciais para a divisão celular. Em doenças hematológicas de caráter maligno, a hiperexpressão de AURKA e AURKB são achados em pacientes que apresentam anormalidades citogenéticas desfavoráveis ao prognóstico e que comprometem a sobrevida dos pacientes. O objetivo desta proposta é identificar e estudar o perfil de expressão dos genes AURKA e AURKB em amostras de pacientes portadores de LLA com diferentes subtipos e diferentes respostas ao tratamento. O conhecimento de características moleculares, como a expressão alterada dos genes AURKA e AURKB, pode ser de grande utilidade na determinação de um diagnóstico mais preciso, a nível molecular, além de poder auxiliar no acompanhamento de progressão da doença. Estes dados podem também colaborar com o direcionamento terapêutico mais adequado, assim como a avaliação prognóstica mais coerente. Estes achados trarão benefícios ao Sistema Único de Saúde pelo fato de facilitar e melhor direcionar a terapia, reduzindo custos ao sistema, tanto por redução qualitativa e quantitativa dos fármacos utilizados na terapia, por redução em tempo de internação dos pacientes na rede pública, quanto na redução significativa dos efeitos adversos, diminuindo também outros níveis de atenção que seriam requeridos pelo paciente ao SUS. Notoriamente, todos estes aspectos contribuirão potencialmente para a redução das taxas de morbi-mortalidade dos acometidos, o que é de imensurável relevância.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Fernandes dos Santos Bottino

Ciências Humanas

Educação
  • consciência na ciência: universidade e escola caminhando juntas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 12/08/2019-31/08/2021
Foto de perfil

Caroline Furtado Junqueira

Ciências Biológicas

Imunologia
  • antígenos apresentados via hla de classe i por reticulócitos infectados com plasmodium vivax como alvos para vacina contra a malária
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Maria de Miranda Mota

Engenharias

Engenharia de Produção
  • modelos de decisão multicritério com apoio de sistemas de informação geográfica
  • A segurança pública é um assunto de extrema relevância, visto que afeta diretamente a sociedade. Em muitos lugares do mundo, as taxas de criminalidade são elevadas, enquanto os recursos para combater e prevenir são escassos e ineficientes. É clara, portanto, a necessidade de desenvolver metodologias estruturadas para direcionar os esforços públicos no tratamento da criminalidade. Nesse contexto, esta proposta pretende integrar modelos de decisão multicritério e sistemas de informações geográficas, voltados para a segurança pública. Portanto, espera-se que tais modelos possam oferecer suporte ao gestor público na tomada de decisão.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Pauletto Spanhol Finocchio

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • expressão da ciência nas políticas públicas relativas a obesidade: um estudo cross cultural
  • A obesidade decorre de um processo multifatorial que envolve aspectos biológicos, comportamentais e ambientais. Atualmente, o tema, por sua dimensão e universalidade, tem despertado o interesse coletivo, sobretudo da ciência, do governo e da mídia de diferentes países. Um visível esforço está sendo empreendido com vistas ao controle dessa pandemia, com chamamento à responsabilidade de todos os stakeholders. Com o propósito de evidenciar os fundamentos científicos dessas iniciativas e as interrelações entre os agentes envolvidos, esta proposta busca identificar as dimensões disciplinares presentes nas publicações do governo e da mídia no Brasil, Portugal e nos Estados Unidos sobre obesidade. Os resultados da pesquisa poderão ser utilizados para subsidiar as decisões governamentais relacionadas ao tema, bem como orientar os investimentos em ciência e tecnologia.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Rigotto

Outra

Ciências Ambientais
  • avaliação da eficiência do grupo coliforme fecal como indicador de balneabilidade de praias quando comparado com enterococos e vírus entéricos no litoral norte do rio grande do sul
  • Os ambientes aquáticos sofrem com inúmeras interferências antrópicas, sendo o lançamento de efluentes domésticos não tratados uma das ações que mais impactam estes habitats. É através do despejo destes efluentes que a maioria dos patógenos, acabam contaminando os corpos hídricos. A preferência pela ocupação do litoral, sem um planejamento adequado, vem sendo realizada há muito tempo. Atualmente, em virtude da falta de um sistema de tratamento de esgoto apropriado, os efluentes domésticos são lançados praticamente in natura em rios e praias causando mudanças significativas das características químicas, físico-químicas e biológicas desses ambientes. A alteração de tais características acaba impactando diretamente nos ecossistemas e nos bens e serviços relacionados a ele. Diante de tal fato, torna-se necessário a implementação de um programa de monitoramento microbiológico eficaz para garantir que, ao utilizar-se de praias, rios ou lagoas em suas atividades recreacionais, a população não estará sujeita a algum tipo de contaminação bacteriana e/ou viral. Atualmente os parâmetros utilizados para classificação da balneabilidade no litoral do RS se dá através de análises da presença da bactéria Escherichia coli, que é parâmetro indicativo de contaminação fecal. A Escherichia coli pertencente ao grupo coliformes termotolerantes é caracterizada por ter origem exclusivamente fecal, estando presente, em densidades elevadas nas fezes de seres humanos. Entretanto, muitos estudos, não encontraram correlações significativas do grupo coliforme com outros patógenos, como vírus entéricos e protozoários. Os vírus surgem como um sério fator de risco de contaminação das águas, principalmente aqueles eliminados nas fezes e que podem contaminar a água utilizada para consumo, recreação, higiene, agricultura, etc. A pesquisa de vírus contaminantes do ambiente aquático apresenta grande destaque no mundo atualmente e tem se destacado também no Brasil com grupos de pesquisadores desenvolvendo projetos de pesquisa de vírus em águas de consumo, recreacionais, residuais, lodos. Dentre os vírus humanos de transmissão fecal-oral que podem contaminar o ambiente aquático destacam-se os Adenovírus e Enterovírus. Um outro grupo de bactérias, os enterococos, vem sendo usado desde 1986 por alguns países como indicador da qualidade sanitária de águas recreacionais. No Brasil, segundo a Resolução Conama n.º 274/00., publicada em dezembro de 2000, os indicadores de contaminação fecal podem ser: coliformes fecais (termotolerantes) ou Escherichia coli ou enterococos. A busca por metodologias que permitam a identificação precoce de possíveis riscos à saúde associados a prática de recreação em ambientes impróprios, com o intuito de controlar ou minimizar os possíveis impactos à saúde, em tempo hábil, traduz-se, na prática, como um dos grandes desafios para pesquisadores e profissionais. Neste sentido, com o intuito de fornecer um conjunto de informações relevantes no entorno dessa bacia, proporcionando aos decisores políticos e gestores públicos informações quanto aos riscos de doenças relacionadas aos patógenos analisados, este trabalho objetiva avaliar a eficiência da utilização do atual parâmetro microbiológico de contaminação fecal no ambiente em comparação com Enterococos e vírus entéricos.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Silveira Bauer

Ciências Humanas

História
  • presenças da ditadura e esperanças na constituição nas demandas da população encaminhadas à assembleia nacional constituinte através do projeto “diga gente” (1986-1987)
  • Nos anos de 1986 e 1987, paralelamente aos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, através de uma iniciativa de servidores do Senado Federal para a participação da população na elaboração do texto constitucional, desenvolveu-se o projeto “Diga Gente”, que possibilitava o envio de sugestões aos constituintes para elaboração do texto constitucional. Este projeto de pesquisa propõe uma análise em relação às presenças da ditadura e às esperanças na Constituição a partir das demandas relativas ao período ditatorial enviadas pelos cidadãos no âmbito do “Diga Gente”. Pretende-se, desta forma, problematizar o confronto entre memórias e narrativas sobre aqueles anos na conjuntura de transição política, partindo-se do pressuposto que esse conflito simbólico explicita divergências entre temporalidades e culturas históricas. Existiam, naquele momento, concepções diferentes de passado e expectativas distintas de futuro, bem como motivações diversas para o silenciamento ou para a transmissão da experiência do terrorismo promovido pelo Estado durante o período ditatorial, que ficaram registradas nos formulários do “Diga Gente”.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Caroline Tozzi Reppold

Ciências Humanas

Psicologia
  • construção, evidências de validade e normatização de uma bateria de avaliação multidisciplinar infantil relacionada à linguagem, desempenho motor e funções executivas.
  • O presente projeto é proposto pelo Laboratório de Pesquisa em Avaliação Psicológica da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Brasil. Neste espaço, coordenado pela Prof. Dra. Caroline Tozzi Reppold, são desenvolvidas, desde 2009, uma série de pesquisas na área de avaliação psicológica e neuropsicológica, sobretudo no que se refere à avaliação do desenvolvimento infanto-juvenil típico e atípico. O objetivo da presente proposta é elaborar uma bateria de testes para avaliação multidisciplinar infantil, que contemple os construtos funções executivas, linguagem e funções motoras. Além disso, objetiva-se buscar evidências de validade de conteúdo, validade de estrutura interna e validade de critérios externos (convergente e diagnóstica), com base na Teoria Psicométrica Clássica e na Teoria de Resposta ao Item, do instrumento elaborado. Busca-se também estabelecer normas para os testes elaborados, conforme idade, sexo e escolaridade. Para tanto, o projeto está dividido em três etapas: Etapa I relacionada aos procedimentos teóricos, elaboração dos itens e evidências de validade baseadas no conteúdo, com o objetivo a especificação das categorias que representam o objeto a ser medido e a operacionalização dos construtos em itens. Etapa II voltada à busca de evidências de validade baseadas na estrutura interna. A coleta de dados, nesta etapa, será realizada considerando duas faixas etárias, de 5 a 6 anos e de 7 a 8 anos, para aplicação dos instrumentos, totalizando 400 participantes. A amostra será estratificada quanto à idade e escolaridade dos participantes. A Etapa III está relacionada com a busca de evidências de validade baseadas nas relações com variáveis externas convergentes e com critérios diagnósticos. Para tanto, optou-se pela aplicação de cinco instrumentos independentes, que avaliam os construtos estudados nesta bateria. São eles: Escala de Inteligência Wechsler para Crianças – WISC-IV, Teste Trilhas Coloridas, Teste de Consciência Fonológica por produção oral, Teste de Atenção por Cancelamento, Escala do Desenvolvimento Motor. A principal contribuição científica da proposta é a elaboração, validação e normatização de um instrumento de rastreio do desenvolvimento infantil (faixa etária 05 a 08 anos) que abrange as áreas do desenvolvimento motor, linguístico e cognitivo (em específico, de funções executivas). Frente à escassez de instrumentos validados no contexto brasileiro para avaliação desses construtos na população infantil, essa proposta é de grande relevância para a realização de triagens do desenvolvimento infantil, sendo útil para uso em contextos clínico e escolar. Esse instrumento é especialmente importante pelo potencial que tem em detectar atrasos do desenvolvimento, o que pode resultar em encaminhamentos clínicos mais adequados e maior frequência de atendimentos multidisciplinares. Além disso, o os resultados obtidos por meio dessa pesquisa contribuirão com dados atuais e contextualizados sobre o desenvolvimento infantil, permitindo o estabelecimento de padrões do desenvolvimento motor, linguístico e cognitivo típicos da população local.
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Caroline Turchetto

Ciências Biológicas

Botânica
  • revelando processos de diversificação e evolução de espécies de nicotiana l. (solanaceae) em diferentes ambientes na região sul da américa do sul
  • Identificação e delimitação de espécies constituem um tópico importante na sistemática e biologia evolutiva. Identificar corretamente as espécies é especialmente importante na América do Sul, onde os padrões e processos responsáveis por gerar e manter a diversidade de espécies ainda são pobremente compreendidos. O processo pelo qual as espécies se originam, bem como o estágio de especiação, pode dificultar a identificação das espécies. Neste contexto, abordagens multidisciplinares são cruciais para compreender a integridade de espécies. Assim, morfometria, ecologia e marcadores moleculares podem ser combinados para investigar os mecanismos envolvidos na origem das espécies na América do Sul. As áreas de Campos no Sul do Brasil pertencem aos biomas Mata Atlântica e Pampa. O Pampa é uma região geomorfológica complexa que está entre os campos mais ricos em espécies do mundo e, apesar de abrigarem enorme biodiversidade, são pobremente conhecidas e, consequentemente, negligenciadas. O gênero Nicotiana L. seção Alatae é composto por oito espécies distribuídas nos Campos do Sul da América do Sul e os processos envolvidos na diversificação deste clado ainda não são compreendidos. N. forgetiana e N. mutabilis são restritas aos Campos do Planalto Sul brasileiro, nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e são visitadas por beija-flor. Nicotiana alata e N. bonariensis são amplamente distribuídas ao Sul do Brasil, nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná, até o Uruguai, nordeste da Argentina e no leste do Paraguai, ocupando diferentes habitats, sobrepondo suas distribuições com espécies endêmicas. N. mutabilis é morfologicamente similar a N. forgetiana, entretanto apresenta uma característica única dentro do gênero: flores brancas a rosa no mesmo indivíduo, associadas com a idade da flor. Trabalhos de biologia floral tem sugerido uma possível nova espécie, uma variedade de flores vermelhas, relacionadas à N. forgetiana, porém com flores menores. Assim, o objetivo deste projeto é investigar quais os mecanismos evolutivos envolvidos na especiação da seção Nicotiana sect. Alatae, na região Sul da América do Sul. Para isso será utilizada uma abordagem integrativa que inclui análises morfológicas, ecológicas e genéticas, visando ampliar o conhecimento dos processos que direcionaram a diversidade vegetal dos campos e, assim, contribuir para a conservação sua biodiversidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolinne de Sales Marques

Ciências Biológicas

Genética
  • estudo de associação entre polimorfismos de susceptibilidade genética e a hanseníase na população do estado de alagoas
  • A hanseníase é uma doença infecciosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae. No Brasil a doença ainda representa um problema de saúde pública, estando em primeiro lugar mundialmente em número de novos casos da doença. A ocorrência da doença também se sobrepõe a regiões com baixos índices socioeconômicos. O sucesso da infecção na hanseníase se dá pela capacidade da bactéria em subverter o sistema imune, proliferando-se lentamente em macrófagos de pele e células de Schwann nos nervos periféricos. Sabe-se que a maioria das pessoas expostas ao bacilo não desenvolve a hanseníase, e evidências epidemiológicas têm demonstrado conclusivamente que genes influenciam o desfecho da doença. Estudos demonstram que a genética do hospedeiro pode influenciar tanto na hanseníase per se quanto no desenvolvimento das formas clínicas. Genes que participam da via principal de ativação da resposta imune foram apontados como associados à hanseníase em diferentes populações, incluindo na população brasileira. Entretanto, dentre os estudos genéticos realizados até o momento nenhum investigou a associação genética na população de Alagoas, o qual apresenta regiões consideradas endêmicas para a doença. Assim o objetivo geral desse projeto foi avaliar a associação de marcadores genéticos com a susceptibilidade à hanseníase e às formas clínicas nas regiões endêmicas do estado de Alagoas, e investigar a influência funcional dos mesmos. Para este fim, será utilizado um desenho de estudo do tipo caso-controle, de modo a verificar o efeito de polimorfismos de base única (SNPs) no desenvolvimento da doença. A população de casos incluirá pacientes recrutados em municípios endêmicos de Alagoas, e os controles serão indivíduos saudáveis voluntários recrutados nas mesmas regiões dos casos. A partir do DNA extraído do sangue total (salting out) serão genotipados SNPs candidatos a associação com hanseníase na população brasileira (etapa de validação) através de PCR em Tempo Real, e posteriormente será aumentado o mapeamento na região com a escolha de SNPs adicionais através da estratégia em média escala (Fluidgm/BIOMARK). Posteriormente os dados genéticos serão analisados em ambiente R através de regressão logística, gerando a OR como estimativa de associação genética. Em seguida será realizada uma etapa funcional, onde a presença dos SNPs em células humanas (PBMCs) será correlacionada a parâmetros funcionais das células. Serão avaliados o perfil de citocinas por ELISA e o perfil de expressão gênica através da plataforma Fluidigm/BIOMARK. Serão comparadas células de indivíduos que carregam as variações de risco versus células dos que não carregam, através da comparação das medianas (Graphpad Prism). Como projeto de pesquisa científica, o presente estudo pretende caracterizar pela primeira vez os SNPs de risco à hanseníase na população de Alagoas. Espera-se também demonstrar quais são os efeitos funcionais dessas variações genéticas no perfil funcional das células humanas. A perspectiva é que posteriormente os resultados dessa pesquisa possam contribuir cientificamente não apenas para a construção de um grupo de polimorfismos de susceptibilidade na população de Alagoas, mas também para a montagem de um painel de SNPs específicos em brasileiros.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carolyn Elinore Barnes Proenca

Ciências Biológicas

Botânica
  • história filogenética e fatores bióticos associados ao endemismo restrito em angiospermas do cerrado
  • Há estudos que apontam que o endemismo está associado com plantas de baixa estatura, baixa aquisição de recursos (por ex., baixa taxa de fotossíntese), menor fecundidade (flores menores, menor quantidade de flores), menor taxa pólen/óvulo, e menor investimento em estruturas de dispersão de sementes que são, em geral, mais pesadas que as sementes de espécies de ampla distribuição. O presente estudo tem como objetivo geral reconstruir a história evolutiva e filogenética de clados específicos em 7 famílias do Cerrado (Acanthaceae, Asteraceae, Eriocaulaceae, Fabaceae, Myrtaceae, e Poaceae) do Cerrado. A literatura registra que formação da flora do Cerrado no Mioceno/Plioceno coincidiu com a expansão dos campos e savanas pelo mundo todo, após o clima do planeta ter mudado e se tornado mais frio e mais seco no período que se seguiu ao ótimo climático do Mioceno Médio, cerca de 15 milhões de anos atrás. Serão estudados 15 pares de espécies, sendo uma endêmica restrita e a outra de ampla distribuição, pertencentes a um clado datado. A partir do contexto filogenético, serão avaliados fatores bióticos (morfológicos, fisiológicos, e ecológicos) de espécies de angiospermas do Cerrado afim de revelar possíveis padrões associados com o endemismo restrito. Salientamos que, como primeiro passo, será sempre feita a checagem do status de endêmica restrita, que pode ser um artefato de déficit de coleta ou de taxonomistas, por meio de busca nos herbários. A análise de estratégia vegetativa será feita por estimativa de investimento em biomassa, proporção de nitrogênio, caracterização da arquitetura da planta e caracterização de deciduidade, foliação, e investimento em massa fotossíntética. A análise do sistema reprodutivo das espécies serão feitas por síndromes, morfologia, fenologia, e inferidas por taxa pólen/ovulo e por viabilidade polínica, e as espécies serão também estudadas citogenéticamente. A área de estudo será concentrada nas Serras de Goiás, Distrito Federal e Serra do Espinhaço em Minas Gerais, em que o endemismo restrito é excepcionalmente alto. O projeto de pesquisa aqui descrito buscará responder às seguintes perguntas: (1) Com que frequência o status de endêmica restrita hoje atribuído à muitas espécies do Cerrado é um artefato de déficit de coletas em campo e de taxonomistas? (2) O processo de especiação que levou ao surgimento de espécies comprovadamente endêmicas restritas do Cerrado foi concentrado em certos períodos geológicos ou se distribui randomicamente? (3) Existem padrões biológicos (morfológicos, fisiológicos e/ou fenológicos) que permitem caracterizar as espécies endêmicas restritas como um grupo funcional no Cerrado? As Instituições são do Centro-oeste (4), Sudeste (2) e Nordeste (1). A equipe do projeto é composta por 15 pesquisadores doutores, havendo um equilíbrio entre botânicos e ecólogos, e entre pesquisadores maduros, no auge da carreira e jovens, sendo 4 deles bolsistas de produtividade do CNPq. A quantidade de bolsas de IC solicitadas foi em número de 6.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Carsten Wrenger

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dissecção do metabolismo do ácido lipoico como target druggable na malária
  • O parasita causador da malária Plasmodium falciparum possui organelas tais como mitocôndrias e o compartimento tipo cloroplasto denominado apicoplasto, o qual está ausente no hospedeiro humano. A interferência em vias metabólicas presentes em tal compartimento tem provado ser letal ao parasita. Este projeto de pesquisa em nível de doutorado concentra-se na identificação de compostos antimaláricos tendo como alvo o metabolismo do ácido lipoico em Plasmodium, utilizando-se duas diferentes abordagens: a via de novo do ácido lipoico será estudada com substratos suicidas que mimetizam substratos naturais, resultando, desse modo, na geração de cofatores não funcionais que envenenam todas as enzimas dependentes do cofator. Uma segunda abordagem tem a intenção de identificar inibidores de enzima tendo como alvo enzimas da biossíntese do ácido lipoico. Os resultados não apenas podem validar enzimas da biossíntese do ácido lipoico e da via de novo como alvos atrativos para novas abordagens terapêuticas, mas também fornecer moléculas bioativas para o desenvolvimento de fármacos. A descoberta de fármacos que interferem no metabolismo do ácido lipoico na malária mostra um novo alvo para fármacos e que está restrito ao parasita.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássia Barreto Brandão

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estoques de carbono orgânico e emissões de co2 do solo em ecossistemas de mata atlântica
  • A participação dos sumidouros de CO2; como os oceanos e a fotossíntese de plantas terrestres contribuem para reter grandes quantidades de carbono.Porém no que se refere às florestas tropicais, ainda não há um consenso sobre a participação ativa desses ecossistemas no estoque de carbono do ar, uma vez que o CO2; retorna a atmosfera através da respiração do solo. Neste sentido, os fluxos de CO2 atmosféricos à superfície sobre ecossistemas têm se tornado um objeto de relevante interesse científico. A importância do carbono e de seus compostos é indiscutível, pois este é o constituinte básico de toda a matéria viva, e é fundamental na respiração, na fotossíntese e na regulação do clima. As florestas tropicais ocupam 1,8 bilhão de hectares, sendo que os estoques de carbono nas florestas tropicais correspondem em média a 120tC/hectare na vegetação e 123tC/hectare no solo de até um metro de profundidade. Os solos de até um metro de profundidade, por exemplo, são capazes de conter até 1.500GtC (Gigatonelada de carbono). Assim sendo, este projeto visa avaliar os estoques de carbono em ecossistemas de Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, além de realizar estimativas do carbono presente na biomassa microbiana do solo e dos efluxos de CO2 no sistema solo- atmosfera, sendo utilizado para os devidos fins, metodologias inovadoras como o método de câmara fechada com sensor infravermelho para as medições de CO2 e o método de irradiação-extração para estimativas do carbono microbiano. Assim sendo, compreender as interações que são responsáveis pelo efluxo de CO2 e pelos estoques de carbono são de suma importância nas temáticas atuais sobre questões climáticas e sobre as interações entre solo, planta e atmosfera. Cada bioma tem a capacidade de armazenar carbono, seja na forma de biomassa aérea, matéria orgânica morta, biomassa do solo (raízes) e carbono do solo, e neste contexto, as florestas tropicais são em geral os biomas com a maior capacidade de estocagem devido a sua maior densidade de biomassa. Neste contexto o bioma Mata Atlântica se constitui como áreas prioritárias para o desenvolvimento de pesquisas e para o estabelecimento de indicadores ambientais e para a compreensão das interações entre solo-planta-atmosfera.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássia Maria Lie Ugaya

Engenharias

Engenharia de Produção
  • inventário para avaliação do ciclo vida do carvão vegetal brasileiro
  • O Brasil é um dos maiores produtores de carvão vegetal no mundo e o único a utilizar mais de 90% da produção deste insumo energético como termorredutor na produção de ferro gusa para aplicação na produção de aço e de peças de ferro fundido; na produção de ferroligas e de silício metálico. Considerando a relevância do carvão vegetal como fonte energética, é importante que o inventário ambiental deste produto esteja disponibilizado para estudos de ACV no Brasil. Assim sendo, este projeto objetiva a elaboração do Inventário do Carvão Vegetal para ACV e mais outros inventários associados. A coleta dos dados contará com experimentos numa empresa produtora de carvão vegetal e de briquetes de finos de carvão situação na Região dos Campos Gerais do Estado do Paraná-PR, além de contar com experimentos no ambiente do site de pesquisas em energia da madeira do LAPEM/UFV. Tem-se como resultados esperados a submissão dos inventários ao SICV, a divulgação e a difusão dos conhecimentos e tecnologias desenvolvidas por meio de artigos em congresso nacional, em palestras dentro do Projeto ACV de A a Z, incluindo capacitação na elaboração de inventário alinhado com o Guia QualiData e elaboração de artigo para a LALCA.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 28/06/2019-30/06/2020
Foto de perfil

Cassiana Carolina Montagner Raimundo

Outra

Ciências Ambientais
  • microplásticos como vetores de transporte de contaminantes orgânicos emergentes em matrizes aquática
  • A poluição do meio ambiente por plásticos é reconhecida como um dos fatores antropogênicos mais proeminentes que afetam a biodiversidade e a qualidade ambiental a nível global. Os avanços na compreensão da extensão da poluição por plásticos e dos efeitos sobre os organismos progrediram rapidamente e tem sido focado em ambientes marinhos; no entanto, estudos recentes estão surgindo e demonstram que os ecossistemas de água doce podem ser amplamente poluídos pelos plásticos e os efeitos nesses ecossistemas são desconhecidos. Esse projeto propõe investigar o destino ambiental, as propriedades físico-químicas e a exposição de organismos a microplásticos em vários ecossistemas impactados de regiões metropolitanas do Estado de São Paulo. O objetivo principal é estabelecer uma linha de base da extensão e características da poluição por microplásticos; e, especificamente, identificar os aportes locais (populações humanas e efluentes de águas residuais) de microplásticos, bem como, os contaminantes emergentes associados (ou seja, sorvidos) aos microplásticos para avaliar os níveis de exposição que os organismos de água doce podem estar expostos tendo os microplásticos como vetores de transporte. Bacias hidrográficas localizadas em regiões urbanizadas serão usadas como modelo para um estudo espaço-temporal da ocorrência e destino dos microplásticos a fim de se conhecer a variação sazonal associada às mudanças nos níveis dos rios durante as estações chuvosa e seca. As investigações propostas são baseadas nos programas de pesquisa existentes da pesquisadora nas áreas de química analítica ambiental.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Aimberê Dorneles Welker

Ciências Biológicas

Botânica
  • múltiplas abordagens na delimitação de táxons em andropogoneae (poaceae): taxonomia, morfometria, filogenia e filogenômica
  • A delimitação de táxons é um aspecto vital dentro da taxonomia e da biologia evolutiva, bem como para a compreensão e conservação da biodiversidade. No entanto, definir a circunscrição de gêneros e espécies não é uma tarefa fácil, e deve integrar múltiplas abordagens, como análises morfológicas e moleculares. A ocorrência de hibridação, poliploidia e radiação recente, muito comum em diversas linhagens de plantas e especialmente na tribo Andropogoneae (Poaceae), torna a situação ainda mais complicada. Andropogoneae inclui plantas de grande importância econômica, como a cana-de-açúcar, o milho e o sorgo, além de muitas espécies ecologicamente dominantes em formações campestres ao redor do mundo. Existem diversos problemas de circunscrição de gêneros e espécies em Andropogoneae, envolvendo Schizachyrium, Eriochrysis, Saccharum e Agenium, os quais necessitam de estudos com múltiplas abordagens. Este projeto tem como objetivo realizar estudos taxonômicos, morfométricos, filogenéticos e filogenômicos nesses gêneros, procurando investigar suas relações evolutivas e elucidar a circunscrição de seus táxons. Devido à alta variabilidade das sequências e à sua capacidade de identificar híbridos, a clonagem de genes nucleares de poucas cópias constitui uma metodologia altamente promissora para inferir as relações filogenéticas em Andropogoneae. Análises filogenômicas baseadas no sequenciamento completo do plastoma (comumente conhecido como Next-Generation Sequencing – NGS) também têm se mostrado extremamente úteis para este fim. Alguns autores afirmam, inclusive, que o NGS irá revolucionar a sistemática vegetal, assim como o método de sequenciamento de Sanger o fez nas últimas décadas. Este projeto também é potencialmente útil para o estudo de outros grupos vegetais, por propor uma metodologia modelo para a delimitação de táxons, especialmente para grupos complicados devido à presença de evolução reticulada, poliploidia e radiação recente.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Antonio Bortolozo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • determinação das potencialidades de uso do método eletrorresistivo para a determinação de parâmetros geotécnicos e umidade do solo em modelos de infiltração no solo
  • O Brasil sofre todos os anos com deslizamentos de terra, que ocorrem principalmente no período do verão. Sendo os estudos para o entendimento dos processos e causas de deslizamento um dos focos principais do Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). Dessa forma foi definido um objetivo geral para o grupo de Geodinâmica: utilizar a previsão de chuva para uma área crítica e a umidade atual das camadas para prever uma possível situação de ruptura baseada na futura infiltração. Neste sentido o CEMADEN está implementando um sistema para o monitoramento da umidade do solo em diversas áreas críticas sujeitas a movimentos de massa no Brasil. O equipamento corresponde a uma estação pluviométrica acoplada a sensores instalados em poços que medem a umidade em subsuperfície. Algumas estações já estão funcionando em Campos do Jordão – SP e estão planejadas outras estações em mais 9 cidades em 5 Estados. Porém para a construção, de fato, de um sistema de alertas é necessário realizar uma modelagem da infiltração da chuva futura e como ela afetaria o estado atual de umidade. Com isso seria possível calcular o fator de segurança que de fato seria utilizado no sistema de alertas. Para a elaboração desse programa de infiltração é necessário o conhecimento de uma serie de propriedades geotécnicas ao longo do perfil 2D da encosta. Porém a coleta pontual de amostras para obtenção de parâmetros geotécnicos, além de dispendiosa, não permite uma ampla cobertura bidimensional. Por esse motivo o coordenador deste projeto está trabalhando com o desenvolvimento de algoritmos para obter parâmetros geotécnicos e umidade do solo através de levantamentos de eletrorresistividade 2D. Sendo que estes são os parâmetros de entrada do software que está sendo desenvolvido no Reino Unido em parceria com o coordenador. O programa utiliza uma discretização de elementos finitos com malha adaptativa, que apesar de ser uma forma muito complexa e eficiente, depende muito de se ter uma malha adequada para obter resultados realmente precisos. Sendo que a definição da malha ótima é sempre difícil e em alguns casos é impossível, uma vez que não é possível comparar os resultados numéricos com uma observação real. Dessa forma o projeto proposto tem como objetivo principal realizar uma série de experimentos de infiltração em áreas controladas para validar o procedimento de obtenção de parâmetros geotécnicos e umidade do solo com levantamentos geofísicos. Utilizando uma estação de umidade do solo do Cemaden e coleta de amostras para validar os resultados. Além disso, será possível determinar a forma ótima de discretização para o software que está sendo desenvolvido. Sendo que os resultados obtidos com este projeto são fundamentais para as futuras pesquisas realizadas pelo grupo de Geodinâmica e suas instituições parceiras.
  • Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassiano Francisco Weege Nonaka

Ciências da Saúde

Odontologia
  • análise imunoistoquímica de proteínas relacionadas à autofagia em tumores odontogênicos ceratocísticos primários, recorrentes e associados à síndrome de gorlin
  • O tumor odontogênico ceratocístico (TOC) se destaca pelo comportamento clínico potencialmente agressivo e por sua associação, em alguns casos, com a síndrome de Gorlin. Estudos têm reportado que os TOCs isolados, em comparação aos TOCs associados à síndrome de Gorlin, apresentam um comportamento biológico menos agressivo, caracterizado por um menor potencial de crescimento e infiltração dos tecidos, bem como por uma menor tendência ao desenvolvimento de recorrências. Embora constituam objeto de investigações, os mecanismos responsáveis pelas diferenças no comportamento biológico dessas lesões permanecem incompletamente compreendidos. Pesquisas têm demonstrado que a autofagia, um sistema de degradação intracelular em massa envolvido em várias funções fisiológicas, pode desempenhar importante papel na regulação do desenvolvimento e da progressão de diversas neoplasias, bem como na determinação da resposta à terapia anticâncer. Os mecanismos pelos quais a autofagia é capaz de inibir a tumorigênese envolvem a diminuição da instabilidade genômica e a diminuição do estresse oxidativo, bem como a estimulação da senescência. Por outro lado, estudos sugerem que a autofagia pode contribuir para a tumorigênese e o desenvolvimento de metástases. Dessa forma, evidencia-se que a autofagia pode apresentar efeitos diferenciados, dependendo do tipo de célula ou alteração genética associada, caracterizando-se como um processo multifacetado. No contexto das lesões odontogênicas, embora os estudos sobre a autofagia e as proteínas relacionadas a este processo sejam escassos, os resultados reportados têm sugerido uma participação significativa deste sistema de degradação intracelular na patogênese de cistos e tumores odontogênicos. Em tumores odontogênicos, o maquinário molecular da autofagia tem sido envolvido na oncogênese e na diferenciação celular do epitélio odontogênico, além de estar envolvido na determinação das características arquiteturais de tumores como o ameloblastoma, constituindo um possível indicador prognóstico para estas lesões. Outros achados também sugerem que o potencial de crescimento dos TOCs pode estar associado à ativação da autofagia nestas lesões. Dessa forma, o presente estudo se propõe a avaliar, por meio de imunoistoquímica, a expressão de proteínas relacionadas à autofagia (Atg7, LC3, p62 e mTOR) em TOCs isolados primários e recorrentes e TOCs associados à síndrome de Gorlin. Pretende-se, com esta pesquisa, contribuir para uma melhor compreensão das diferenças no comportamento biológico entre lesões isoladas e associadas a essa síndrome, fornecendo subsídios para uma possível aplicação da autofagia como alvo potencial para o desenvolvimento de estratégias terapêuticas para os TOCs.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Cassiano Moro Piekarski

Engenharias

Engenharia de Produção
  • inventários de ciclo de vida de leite bovino e biogás proveniente de dejetos de bovinocultura de leite
  • A criação, disponibilidade e uso de dados é essencial para fortalecer e viabilizar processos decisórios efetivos para o desenvolvimento sustentável e fomento da bioeconomia. Conjuntos de dados de Inventários de Ciclo de Vida (ICV) que retratem condições regionalizadas e específicas promovem confiabilidade, robustez e transparência a estudos baseados na perspectiva de ciclo de vida para avaliação de potenciais impactos ambientais. Neste sentido, este projeto tem por objetivo construir quatro inventários de ciclo de vida de bioprodutos de um importante setor de produto base brasileiro: produção de leite. O ICV base deste projeto é o de produção de leite, in natura, de bovinocultura (fase agrícola). Os ICVs complementares que estão conectados ao sistema de produto do ICV base são: i. Produção de biogás proveniente de dejetos de bovinocultura de leite; ii. Produção do leite pasteurizado (fase industrial); e iii. Produção do leite UHT (fase industrial). Os inventários construídos seguem procedimentos metodológicos e requisitos baseados no Guia Qualidata para posterior alimentação na base de dados de inventários de ciclo de vida nacional (SICV Brasil). Como resultados, os ICVs deste projeto contribuem para: gestão eficiente de recursos naturais, alcance dos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), estímulo e mensuração de ganhos da bioeconomia, conhecimento aprofundado sobre sistemas de produtos nacionais relevantes, promoção de estudos de avaliação de ciclo de vida que utilizem os inventários construídos, e fortalecimento do Programa Brasileiro de Ciclo de Vida (PBACV).
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 19/06/2019-30/06/2020
Foto de perfil

Cassiano Moro Piekarski

Engenharias

Engenharia de Produção
  • agrocircle wins: economia circular e inovações em intercooperações agroindustriais.
  • O entendimento de sistemas produtivos e ciclo de vida de produtos como parte de um modelo cíclico e de interação contínua com o meio ambiente é um fundamental para obtenção de vantagens competitivas, inovação, novos modelos de negócio, geração de valor e para a promoção de sustentabilidade. Neste sentido, este projeto objetiva desenvolver um modelo para economia circular em intercooperações agroindustriais que promova sustentabilidade, inovação e competitividade. Como procedimentos metodológicos para a construção do modelo da proposta, serão executadas quatro diferentes fases. A primeira consistirá em embasamento teórico sobre a temática de economia circular e inovação aplicadas ao agronegócio. Serão realizadas análises sistemáticas de literatura utilizando base de dados internacionais e artigos de alto impacto para a elaboração de um artigo científico de discussão teórica. A segunda etapa envolve a construção de diagnósticos de modelos de produção existentes em negócios agroindustriais que possuem ações de intercooperação para uma visão geral de processos produtivos utilizados para poder avançar à construção do modelo e recomendar alternativas e oportunidades ao setor. A terceira etapa metodológica envolve a construção do modelo. Serão identificadas oportunidades de circularidade nos sistemas produtivos, bem como a identificação de ferramentas e práticas que possam viabilizar e facilitar práticas de gestão para aumento de competitividade e sustentabilidade. Serão também elencadas as diretrizes, parâmetros e critérios que poderão fazer parte deste modelo de economia circular que servirá como guia de implantação de práticas em prol da economia circular. Por fim, a quarta e última etapa do projeto consiste na validação do modelo construído e ajustes finais. O conjunto de todas as etapas deste projeto pretende, portanto, fornecer como resultado um modelo de economia circular para guiar ações inter cooperativistas (em propriedades e atividades agroindustriais) no processo de identificação de oportunidades de aumento de competitividade, redução de desperdícios, geração de renda, inovação e sustentabilidade. Por fim, o projeto se desdobrou em quatro grandes metas entregues em formato de artigos científicos submetidos a periódicos de alto impacto e um relatório. As metas são: (a) Desenvolvimento teórico do tema com submissão de artigo internacional de discussões teóricas sobre estado da arte e tendências da economia circular e inovação em negócios agroindustriais, (b) Apresentação do panorama atual dos principais modelos de produção (lineares e circulares) utilizados em negócios agroindustriais com ações intercooperativistas em um artigo científico, (c) Construção e validação do modelo com apresentação do mesmo em artigo científico, e (d) Elaboração do relatório de prestação de contas do projeto.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Cassiano Rech

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento de inversor fotovoltaico com integração de sistemas de armazenamento de energia
  • Com um número crescente de geradores baseados em fontes renováveis conectados de forma distribuída ao sistema elétrico, novos desafios surgem na sua operação. Entre os desafios, destaca-se que a geração baseada em fontes renováveis depende de variáveis naturais e, portanto, pode apresentar comportamento intermitente. Assim, para aumentar a previsibilidade do sistema e ainda permitir a prestação de serviços auxiliares, a integração de sistemas de armazenamento de energia à rede elétrica tem sido cada vez mais explorada. Nesse sentido, este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de uma topologia de conversor CC-CA (inversor) trifásico capaz de processar a energia produzida por um sistema fotovoltaico e, adicionalmente, permitir a integração de um sistema de armazenamento de energia independente em cada braço do conversor. Com isso, um inversor trifásico poderia receber a conexão de três sistemas de armazenamento de energia independentes, inclusive com tecnologias e características distintas. Essa configuração híbrida abre enormes possibilidades de projeto permitindo alcançar uma solução global que extraia as melhores características de cada tecnologia a um custo competitivo. Além disso, é possível obter uma solução final com menor número de dispositivos semicondutores de potência e elementos passivos, reduzindo o custo e aumentando a confiabilidade do sistema.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássio Cassal Brauner

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • indução artificial de lactação em novilhas leiteiras: endocrinologia, metabolismo e suas relações com a eficiência produtiva e econômica
  • A indução da lactação consiste em mimetizar os níveis hormonais do período final da gestação da vaca, fazendo com que esta produza leite sem que tenha gerado um bezerro. É uma técnica de grande potencial a ser explorada por produtores de leite, podendo incrementar a eficiência do sistema, impactando positivamente no total de leite produzido em cada unidade produtora, bem como influenciar positivamente na eficiência reprodutiva das fêmeas. O objetivo maior desta proposta é verificar a eficiência de um protocolo alternativo em comparação ao convencional como forma de induzir lactação e ambos em comparação a lactação após a gestação, além de comparar e avaliar a eficiência produtiva, endócrina e econômica deste protocolos. Para isto, será realizado um experimento em uma propriedade comercial de bovinos de leite, onde serão utilizados 30 novilhas da raça Holandês com idade média de 28 meses divididas em 3 grupos: Grupo Controle (10 novilhas gestantes acompanhadas desde os 21 dias pré-parto até os 150 dias pós-parto), Grupo Convencional (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo de indução da lactação convencional) e Grupo Alternativo (10 novilhas vazias que passarão por um protocolo alternativo ao protocolo comercial de indução da lactação). Todos os animais passarão por coletas de sangue semanalmente durante os 21 pré-lactação até os 49 dias em lactação para mensuração dos níveis circulantes de estradiol (E2), progesterona (P4), cortisol e glicose, ácidos graxos não esterificados, beta-hidroxibutirato, além de enzimas hepáticas e proteínas de fase aguda. Além disso semanalmente será realizada uma coleta de leite a partir da primeira semana após o término do protocolo até os 150 dias de lactação. A partir da primeira semana de lactação (pós-parto Grupo Controle e pós início de lactação dos Grupos Convencional e Alternativo) serão realizadas avaliações ultrassonográficas uterinas e ovarianas semanais a partir da primeira semana após o término do protocolo até o momento que os animais entrarem no protocolo de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). Desta forma, busca-se com esta proposta ampliar o entendimento do comportamento metabólico e hormonal de vacas leiteiras durante os protocolos de indução de lactação, bem como com base nisso, a possiblidade de criação de um novo protocolo de indução artificial de lactação com menos manejos e menores doses de hormônios aplicados, sugerindo a possibilidade de criação e implantação desta ferramenta atualizada proporcionando potencializar a eficiência produtiva e econômica dos animais gerando um impacto positivo dentro dos sistemas de produção leiteira no Brasil.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassio da Nobrega Besarria

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • informalidade, desemprego e política fiscal: desenvolvendo um modelo dsge para a economia brasileira
  • Os efeitos dos choques de política fiscal (tributários ou gastos) sobre a atividade econômica e o setor informal apresentam efeitos controversos. Uma questão importante é tentar entender quais elementos podem explicar este comportamento. Esta pesquisa irá investigar a hipótese de que um ajuste fiscal, associado com a incorporação de um setor informal no modelo, pode estar por trás do comportamento da atividade econômica. Tendo como propósito principal o desenvolvimento de um modelo Dinâmico Estocástico de Equilíbrio Geral para investigar essas questões.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cássio Leonardo Rodrigues

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • requisito, projeto, construção e teste de software para avaliação da qualidade de vida de pessoas surdas
  • De acordo com o censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 9,7 milhões de pessoas possuem deficiência auditiva, sendo 1 milhão de crianças e jovens de até 19 anos de idade. Diante deste número tão significativo, é imprescindível a criação de mecanismos para que pessoas surdas sejam incluídas na sociedade. A pessoa surda, em geral, compreende e interage com o mundo por meio dos canais visuais, utilizando, principalmente, a Língua de Sinais (LS). A partir de uma abordagem multidisciplinar, este trabalho tem como objetivo principal desenvolver processos e ferramentas da Engenharia de Software para contemplar devidamente as necessidades usuários surdos na utilização de software. Em especial quatro áreas de conhecimento da área de Engenharia de Software são abordados: engenharia de requisitos, projeto, construção e teste. Tais áreas são abordadas considerando a demanda por ferramentas para avaliação da qualidade de vida de pessoas surdas a partir de instrumentos desenvolvidos pela Organização Mundial de Saúde.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Cássio van den Berg

Ciências Biológicas

Botânica
  • estudos integrados em laeliinae (orchidaceae) 4: estudos filogenéticos e genéticos como base para estudos de biogeografia, delimitação específica e inferências para genética da conservação
  • O presente projeto é seguimento de outros três anteriores, que trabalharam questões da filogenia, genética de populações e filogeografia de linhagens dentro da subtribo Laeliinae (Orchidaceae). Esta subtribo de orquídeas é uma das principais no Neotrópico, e este projeto se apoia em prioridades geradas a partir dos resultados nos projetos anteriores. Assim, foram selecionados três subprojetos. No primeiro subprojeto, temos como objetivo produzir uma filogenia bem sustentada de Cattleya ser. Parviflorae usando dados genômicos de RAD-seq. Essa linhagem foi escolhida por apresentar baixa variabilidade em todos os estudos prévios que conseguiram esclarecer grande parte das outras linhagens dentro do gênero, e por ser de fundamental importância para estudos bioeográficos da flora de campos rupestres do leste do Brasil. O segundo subprojeto visa a esclarecer a taxonomia e delimitação de espécies dentro de dois complexos de espécies da mesma linhagem, que ocorrem nos campos rupestres de Minas Gerais e Bahia. Neste caso serão utilizadas ferramentas corriqueiras de genética de populações: dados de genotipagem de microssatélites e morfometria geométrica. Os dados podem ser utilizados para questões taxonômicas, evolutivas e de genética da conservação. O terceiro subprojeto tem como objetivo gerar uma filogenia do gênero Prosthechea para todo o Neotrópico. Esse gênero foi selecionado por ser o terceiro maior da subtribo (depois de Epidendrum e Encyclia, que já foram ou estão sendo estudados) e por ser útil para compreender a biogeografia de orquídeas de florestas úmidas do Neotrópico. Neste caso serão utilizados dados de sequenciamento Sanger, porém utilizando quatro regiões nucleares desenvolvidas no laboratório. O projeto contempla ainda formação de pessoal por dar suporte na execução de duas teses de doutorado (e outra a ser iniciada em 2019), e fomenta a cooperação internacional incluindo dois pesquisadores colaboradores na equipe.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cassius Rossi de Aguiar

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • microrrede baseada em fontes renováveis de energia: uma proposta de controle e gerenciamento eletrônico da oferta e demanda de energia.
  • Projetos de pesquisa e desenvolvimento que investiguem estruturas que possibilitem a integração de fontes alternativas de energia estão sendo incentivados por órgãos como a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC com a intenção de promover soluções para os problemas atuais de fornecimento de energia no Brasil. Neste contexto, o presente projeto de pesquisa tem como finalidade o desenvolvimento de uma plataforma experimental de uma microrrede, a qual permitirá a análise e controle de fontes alternativas e armazenadores de energia quando conectados à rede de distribuição. De forma geral, a plataforma experimental de uma microrrede permitirá estudar a oferta e demanda de energia, bem como a gestão da rede e a eficiência energética da microrrede. De forma específica, este projeto visa desenvolver uma estratégia de controle do fluxo de potência entre as fontes alternativas, armazenadores e rede de distribuição, de modo que os limites operativos tanto da microrrede quanto da rede de distribuição sejam respeitados. Por consequência, o diferencial desse projeto concentra-se em aperfeiçoar a operação da microrrede, buscando maximizar a vida útil de fontes alternativa e armazenadores, bem como maximizar a qualidade de energia e proteção da rede de distribuição, através de uma estratégia de controle que associe todos os conversores e inversores da microrrede. Além disso, outro diferencial reside no desenvolvimento e construção dos conversores empregados para processar a energia das fontes alternativas e armazenadores, o que contribuirá para o desenvolvimento de tecnologia nacional. A busca por soluções neste contexto, atualmente é o estado-da-arte nesse assunto. Desta forma, os resultados obtidos a partir da plataforma experimental serão utilizados para a análise de cenários, por exemplo, transitórios de carga, contingências do tipo ilhamento, afundamentos e elevações de tensão e variações de frequência, permitindo o desenvolvimento de uma plataforma que atenda às necessidades particulares encontradas na rede da distribuidora, fontes alternativas e armazenadores. Por fim, ao final da execução do projeto, é esperado que os resultados obtidos forneçam subsídios às concessionárias de energia elétrica, aos fabricantes e pesquisadores da área, como também, os procedimentos práticos a serem adotados para minimizar o custo da operação.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catarina Labouré Bemfica Toledo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • o ambiente geodinâmico do greenstone belt crixás, goiás: petrogênese das rochas vulcânicas e proveniência sedimentar.
  • Os greenstone belts são importantes registros da história evolutiva da Terra e resultaram de processos tectônicos complexos, com vários episódios de vulcanismo, metamorfismo e deformação, que culminaram na formação de extensas áreas cratônicas estáveis ao final do Arqueano. As investigações nestes terrenos antigos fornecem importantes informações a respeito da evolução da Terra primitiva, fundamentais para o entendimento do ambiente geodinâmico do planeta durante o arqueano-paleoproterozóico e para o estudo da gênese dos depósitos de ouro e metais base associados. Nesse sentido, as rochas metavulcânicas e metassedimentares do greenstone belt Crixás se tornam de grande interesse para o conhecimento acerca do ambiente tectônico, das condições de deposição e dos diferentes processos associados à geração de magmas durante o arqueano-paleproterozóico. O greenstone belt Crixás, localizado na porção norte do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico de Goiás, na porção centro-oeste da Faixa Brasília, é constituído uma unidade metavulcânica basal de provável idade arqueana, sobreposta por um pacote de rochas metassedimentares paleoproterozóicas. A proposta deste projeto é analisar o ambiente geodinâmico de formação do greenstone belt Crixás a partir do estudo da petrogênese das rochas vulcânicas e da proveniência sedimentar dessa sequência supracrustal. As assinaturas geoquímicas e isotópicas (U-Pb, Sm-Nd e Lu-Hf) das rochas metavulcânicas serão utilizadas para determinação das idades de vulcanismo, identificação das fontes mantélicas e das condições de geração dos magmas. O estudo de proveniência das rochas metassedimentares será realizado a partir dos dados geoquímicos e isotópicos (datação U-Pb em zircão detrítico e análises isotópicas Sm-Nd) e serão fundamentais na caracterização das áreas-fonte, entendimento do ambiente de deposição e das condições paleoclimáticas. A determinação das idades de sedimentação será realizada por meio da geocronologia Re-Os em filitos carbonosos que ocorrem ao longo da sequência metassedimentar. Por fim, as idades dos diferentes episódios de metamorfismo serão obtidas pelo método Ar–Ar nas rochas metavulcânicas. Pretende-se com este projeto de pesquisa contribuir para o entendimento dos processos tectônicos atuantes durante o Arqueano e para a caracterização dos diferentes períodos de acreção crustal juvenil que precederam a formação dos sistemas orogênicos envolvidos na formação do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico de Goiás. Além disso, os resultados deste trabalho contribuirão para o entendimento do posicionamento do Terreno Arqueano-Paleoproterozóico no contexto de evolução da Faixa Brasília.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catarina Machado Azeredo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação e monitoramento de desigualdades em comportamentos relacionados à saúde entre adolescentes brasileiros
  • Introdução: Comparações de comportamentos de risco entre subgrupos populacionais, de acordo com estratificadores de equidade, auxiliam na identificação de desigualdades em saúde. A identificação e o monitoramento de desigualdades em saúde possibilitam a elaboração de políticas de saúde equânimes direcionadas aos subgrupos mais vulneráveis. Poucos estudos sobre desigualdade foram realizados entre adolescentes e existe evidência de que as desigualdades em saúde não se apresentam da mesma forma nos diferentes ciclos de vida. Objetivo: Avaliar desigualdades sociais em padrões de comportamentos relacionados à saúde entre adolescentes brasileiros. Métodos: O estudo utilizará dados dos inquéritos da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) realizados em 2009, 2012 e 2015 com amostra representativa de estudantes do 9º ano do ensino fundamental de escolas públicas e privadas do Brasil. O projeto está estruturado em eixos que abrangem o estudo de desigualdades sociais na adoção de comportamentos em saúde como consumo alimentar, atividade física, tabagismo e consumo de álcool, e violência. Para análise das desigualdades ao longo dos anos serão utilizados estratificadores de equidade (escolaridade materna, quintos de escore de bens e serviços, raça/cor, sexo e região geográfica). Segundo esses estratificadores, serão realizadas comparações das prevalências dos comportamentos em saúde por meio de diferenças absolutas e relativas. Além disso, serão calculados o risco atribuível populacional e o risco atribuível populacional percentual, para estimar o quanto as desigualdades entre os subgrupos contribuem para a maior adoção de comportamentos de risco à saúde. Para a determinação de padrões de comportamentos relacionados à saúde será utilizada a análise fatorial exploratória. Todas as análises serão realizadas respeitando a estrutura amostral da pesquisa por meio do software Stata versão 14.0. Os três inquéritos da PeNSE foram aprovados pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa – Conep.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Catarina Raposo Dias Carneiro

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • identificação de novas moléculas com efeito quimioterápico em glioma humano e caracterização do seu mecanismo de ação
  • Tumores malignos do cérebro constituem uma das mais devastadoras formas de câncer humano. A capacidade de invadir o tecido nervoso saudável é uma característica dos gliomas que torna seu tratamento difícil. A via PI3K/Akt/mTOR (e a fosfatase PTEN, que inativa essa via), a via RhoA/ROCK e a bomba Na+/K+-ATPase estão envolvidas na tumorigênese, migração, invasão, crescimento e sobrevivência dos gliomas. Utilizar essas vias como alvo terapêutico é uma estratégia que pode contribuir para o tratamento dos tumores.Venenos animais são uma mistura de moléculas biologicamente ativas com alvos específicos em células e tecidos. Apesar da elevada toxicidade, essas moléculas podem ser ferramentas úteis para investigar mecanismos fisiopatológicos, bem como servir como protótipo para o desenvolvimento de novas drogas. O veneno da aranha Phoneutria nigriventer (PNV) (Ctenidae, Araneomorpha) contém potentes peptídeos básicos, alguns deles neurotóxicos, os quais interferem na fisiologia de canais iônicos e na liberação e captação de neurotransmissores. Foi recentemente demonstrado pelo nosso grupo que os astrócitos são alvo direto de moléculas presentes no veneno. Em cultura primária de astrócitos, o PNV evocou ondas transientes de Ca2+ de maneira dose-dependente, alterou o citoesqueleto de actina (fibras de estresse), o balanço entre F- e G-actina, modificou a morfologia celular e aumentou a expressão da bomba Na+/K+-ATPase. Além disso, resultados recentes mostraram que o PNV aumenta a expressão da fosfatase PTEN e reduz a expressão de PI3K e Akt no tecido neural, sugerindo que o veneno inibe essa via. Portanto, identificar e caracterizar as toxinas presentes no PNV que têm os astrócitos como alvo específico pode ser útil no tratamento de tumores cerebrais do tipo glioma, os quais se originam a partir da glia. O presente trabalho tem como objetivo investigar o papel antitumoral do PNV e de suas toxinas purificadas in vitro em células de glioma NG97ht e glioblastoma U87MG e descrever o efeito e mecanismo de ação do veneno e toxinas no citoesqueleto, migração e morfologia das células tumorais, avaliando as vias PI3K/Akt/mTOR e RhoA/ROCK e o papel da Na+/K+-ATPase. O presente estudo também irá caracterizar toxina(s) isolada(s) do veneno com efeito antitumoral in vivo, em glioma e glioblastoma implantados em cérebro de camundongos. Além disso, uma vez que o PNV e suas toxinas purificadas apresentam múltiplas vias de sinalização e proteínas como alvo, tem sido complexo delinear o seu mecanismo de ação. O presente estudo utilizará análises de proteômica para avaliar uma ampla gama de possíveis alvos do veneno e das toxinas isoladas em tecido saudável e tumoral. O uso desse método poderá capturar a dinâmica de sistemas biológicos alterados, avaliando um grande espectro de proteínas. Resultados preliminares apresentados no presente projeto demonstram que o veneno tem significativa ação quimioterápica em células de glioma, sendo, portanto, promissor investigar esse efeito e seus mecanismos. O estudo, que será realizado utilizando modelos in vivo e in vitro, através de métodos morfológicos, moleculares, bioquímicos, analíticos e de imagem, irá contribuir para o desenvolvimento de novos tratamentos potenciais para tumor cerebral.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Catarine Markus

Ciências Agrárias

Agronomia
  • identificação de genes associados à resistência de capim-arroz aos herbicidas inibidores da als
  • O arroz (Oryza sativa L.) é um dos alimentos mais importantes para a população mundial. No Brasil, a cultura do arroz possui grande destaque devido ao papel socioeconômico que apresenta. O capim-arroz (Echinochloa crus-galli) é uma das principais plantas daninhas da cultura do arroz irrigado no Brasil, podendo causar perdas de até 90% na produtividade. Nos últimos anos, os diversos casos de resistência a herbicidas têm dificultado o controle dessa espécie. A resistência a herbicidas em capim-arroz é um problema presente nas principais regiões produtoras de arroz, sendo que há relatos de biótipos resistentes a vários herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS), dentre eles destacam-se os herbicidas imazethapyr e penoxsulam. O mecanismo de resistência relatado para populações de capim-arroz resistentes aos inibidores de ALS, provindas da região sul do Brasil, pode envolver mutações no gene ALS e/ou incremento de metabolização por enzimas detoxificadoras. A resistência por incremento de metabolização é classificada em resistência não relacionada ao local de ação (N-RELA), que normalmente apresenta caráter complexo e pouco elucidado. Exemplo dessa complexidade é verificada em biótipos de capim-arroz resistentes ao herbicida penoxsulam, que apresentam reversão da resistência quando o herbicida é aplicado em pré-emergência. O recente sequenciamento do genoma do E. crus-galli abre possibilidades para o uso de diversas técnicas de biologia molecular, como o sequenciamento de RNA (RNAseq). Assim, os objetivos deste trabalho são identificar os genes envolvidos na resistência por incremento de metabolização de imazethapyr e penoxsulam em plantas de capim-arroz (Echinochloa crus-galli), e entender como ocorre o processo de regulação desses genes, para o embasamento de recomendações adequadas de manejo das plantas daninhas. Dessa forma o projeto contempla três estudos principais. Primeiramente, serão selecionadas populações de capim arroz resistentes ao herbicida imazethapyr e populações que apresentam resposta diferenciada ao herbicida penoxsulam quando ele é aplicado em pré-emergência das plantas. Após, será realizado um estudo para identificar controles alterativos de capim-arroz resistente aos herbicidas inibidores da ALS e verificar a eficácia de herbicidas aplicados de forma isolada ou em mistura para essas populações. Ainda, serão realizados experimentos que permitem avaliar o perfil do transcriptoma de populações de capim-arroz suscetíveis e resistentes aos herbicidas inibidores de ALS, de forma a identificar genes relacionados ao incremento de metabolização de imazethapyr e penoxsulam. Além disso, serão realizados estudos in silico, de forma a verificar se os genes candidatos apresentam importância para outras populações de E. crus-galli, por meio de informações disponíveis nos bancos de dados públicos. Por último, será verificado se processos epigenéticos podem estar envolvidos com a resistência a herbicidas em capim-arroz. Os resultados deste estudo permitirão compreender melhor a rede regulatória de genes envolvidos com a resistência N-RELA em capim-arroz, de forma a contribuir para o embasamento de recomendações adequadas de manejo das plantas daninhas, através de análises de populações de capim-arroz provindas do Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catharina Leite Matos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • programa mais médicos: uma análise acerca das práticas médicas na atenção primária à saúde em salvador
  • Será realizado um estudo de caso acerca das práticas de saúde dos profissionais médicos da Estratégia de Saúde da Família ingressos do Programa Mais Médicos. Para tanto, será utilizada a sociologia reflexiva de Pierre Bourdieu, admitindo-se que a Estratégia de Saúde da Família corresponde a um espaço social, um espaço de luta, onde agentes e instituições se engajam em uma luta particular, com seus capitais específicos e que tem como premissa básica a distinção. Serão considerados os conceitos básicos do autor, tais como: campo, habitus, illusio e capital. Também será observado os pressupostos metodológicos que consistem: na verificação da trajetória dos agentes, aferição dos capitais específicos e global, relação entre posições disposições e tomadas de posições. Os agentes serão examinados por indicadores comuns, contemplando a trajetória profissional e pessoal, e a trajetória familiar. Os dados serão produzidos por meio de entrevistas semiestruturadas e também pelos dados processados nos currículos lattes e vitae dos agentes que farão parte da investigação. A análise buscará revelar as distinções das práticas de saúde desse espaço social oriundos de médicos de distintas nacionalidades, bem como a relação entre as posições, disposições e tomadas de posições acerca da atenção médica prestada aos usuários do SUS.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Cátia Aline Veiverberg

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • projeto “peixe artesanal”: agregação de valor ao produto e geração de renda aos pescadores do rio uruguai
  • A pesca artesanal é uma atividade econômica geradora de renda a várias famílias da fronteira oeste do estado do Rio Grande do Sul. Os pescadores artesanais possuem na pesca a sua principal fonte de renda, sendo considerados pelo Estado como um grupo que possui fragilidades, principalmente no acesso a políticas públicas. O objetivo deste projeto é criar o produto “Peixe Artesanal”, a partir do desenvolvimento de novos cortes, formas de apresentação e produtos a base de peixes do Rio Uruguai, na perspectiva da soberania e segurança alimentar, melhoria na qualidade de vida, geração de renda, trabalho e desenvolvimento do trabalhador na pesca artesanal. A proposta atenderá os pescadores que residem nos territórios prioritários dos municípios de Uruguaiana, Itaqui e Barra do Quaraí. O projeto será desenvolvido em duas etapas: Fase 1: Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Tecnologia (formas de apresentação do pescado e produtos a base de peixe); Fase 2: Transferência de Tecnologia (capacitação dos pescadores para elaboração de cortes e produtos a base de peixe). Ainda serão feitas ações para viabilizar a regulamentação do processamento artesanal do pescado nos municípios envolvidos, através do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), além da criação do rótulo “Peixe Artesanal” e do selo de identificação de procedência do peixe do Rio Uruguai médio. Todas as etapas do projeto serão executadas com a participação ativa das comunidades envolvidas, pensadas e desenvolvidas em conjunto, de forma que possam expressar sua opinião sobre a viabilidade operacional e aceitabilidade durante todo o processo.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Cátia de Azevedo Fronza

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • línguas de sinais e línguas orais: materiais didáticos para o ensino da língua portuguesa voltados à potencialidade dos estudantes surdos
  • Esta pesquisa vem da necessidade de compreender e de contribuir para o contexto de desenvolvimento linguístico de crianças surdas, em particular no que diz respeito ao aprendizado da leitura e da escrita no Ensino Fundamental. A partir de estudos desenvolvidos pelos grupos de pesquisa Aquisição e desenvolvimento da linguagem: relações entre fala e escrita e Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Educação de surdos, temos buscado conhecer e analisar o acesso à(s) língua(s) pelas crianças surdas nos anos iniciais do Ensino Fundamental, verificando em que medida a proposta escolar é condizente com a especificidade surda quanto ao ensino e ao aprendizado da Libras e da língua portuguesa, na modalidade escrita. Com base em nossas constatações do estudo “Educação bilíngue para surdos: Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais nos primeiros anos do ensino fundamental", Processo 407692 / 2013-4, Chamada 43/2013, que contou com a colaboração da professora Dra. Maria Cristina da Cunha Pereira Yoshioka (PUCSP), no que foi possível realizar durante Estágio Sênior, processo CAPES 2747-15-4, realizado por esta proponente, com supervisão da profa. Dra. Marjon Tammenga-Helmantel, da Universidade de Groningen, na Holanda, onde desenvolvemos a proposta de pesquisa “Por um ensino/aprendizado da língua escrita na educação bilíngue de surdos: articulações entre os contextos brasileiro e holandês”, nos estudos desenvolvidos pela professora Dra. Lodenir Karnopp, como, por exemplo, seu projeto de pesquisa “Produções Culturais Surdas no Contexto da Educação Bilíngue”, buscamos (re)pensar a proposta escolar vigente, com a participação dos profissionais envolvidos, para que esta possa promover, de fato, a aquisição, o desenvolvimento e o uso das línguas presentes em tal contexto. A parceria com tais pesquisadoras também possibilitou o encaminhamento do projeto “Línguas de sinais e línguas orais: desafios e potencialidades na escolarização de surdos”,que teve início em dezembro de 2017, contemplado pelo Edital 02/2017, Processo n. 17/2551-0000958-4, o qual também justifica esta solicitação. Diante dessas perspectivas, assumimos que a educação escolar bilíngue de surdos deve ter como alvo o ensino e o acesso à Libras, em contato com artefatos da cultura surda e com outros surdos, mesmo antes de ingressarem na escola. É preciso investir ainda mais na formação docente, nos materiais e recursos utilizados e elaborados, na imersão na língua de sinais antes da escolarização, tendo em vista, principalmente, os contextos singulares em que a educação de surdos vem se desenvolvendo. Com base nesses pressupostos, investigações voltadas à organização do currículo nas escolas de/para surdos, que nos levem a (re)pensar o status das línguas (Libras e língua portuguesa) e analisar o que é priorizado no ensino são cruciais. A organização do currículo, portanto, deve promover experiências que valorizem uma educação linguístico-cultural. Consequentemente, é preciso investir na produção de materiais didáticos bilíngues, constituindo comissões científica e técnica para subsidiar a produção, circulação e consumo de materiais didáticos e informativos, voltados à educação bilíngue de surdos, com a participação de profissionais surdos. Neste cenário, tendo em vista o fato de que há 20 anos os estudos que se voltam para a educação de surdos têm evidenciado dados desanimadores quanto ao aprendizado e ao uso da língua portuguesa, além da pouca valorização do potencial da Libras nesse contexto, no qual a escrita resulta de repetição, de memorização, e o ensino do português se volta a vocabulário que, muitas vezes, está desconectado da vida do surdo, não fazendo sentido no seu dia a dia, decidimos dar atenção ao que é produzido e planejado para essas aulas. Neste enfoque, nossa pesquisa será direcionada ao momento anterior à aula, ou seja, o de planejamento, quando o docente seleciona o material ou o recurso didático com o qual vai ensinar, tendo como foco a língua portuguesa, mas com a Libras tomada como essencial nesse processo. Assim, nosso objetivo principal, em parceria com professores/as de escolas de surdos do ensino fundamental, é o de selecionar, (re)avaliar e elaborar propostas (recursos e materiais didáticos) para o ensino de língua portuguesa na modalidade escrita, tendo em vista a perspectiva de educação bilíngue defendida nesta pesquisa e levando em consideração as especificidades do surdo e sua cultura surda, entre as quais está o uso da Libras como primeira língua, a língua por meio da qual o conhecimento de mundo e da língua portuguesa é adquirido. Para tanto, contaremos com a participação de professores na modalidade de grupos de estudo, para que, com eles, para eles e para seus alunos, possamos considerar o que está disponível e o que é utilizado para esse ensino, descartando o que não atende ao que se espera para o ensino de línguas, potencializando o que contribui e criando o que se considerará como necessário para a educação bilíngue na qual acreditamos. Após entrevistas com esses docentes, verificaremos suas percepções e concepções frente à temática da proposta da bilíngue, no que tange ao ensino e à aprendizagem, para, depois disso, darmos atenção aos usos e às escolhas que vêm sendo feitas para ensinar língua portuguesa. Com o apoio de documentos norteadores para esse ensino, como os PCN (BRASIL, 1998), Projetos Político-Pedagógicos e planos de ensino das respectivas escolas, entre outros, dados e resultados de pesquisadoras que têm se dedicado à educação de surdos e à cultura surda, comparativamente ao que pode ser verificado em documentos que orientem a educação de surdos, serão identificadas e/ou delineadas metas sobre o que ensinar, por que ensinar e como ensinar nessa perspectiva bilíngue. Com tais definições, serão retomados os materiais para verificar em que medida eles são coerentes e, caso contrário, outros serão elaborados a partir de critérios definidos pelo grupo para tal fim.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Catia Grisa

Ciências Humanas

Sociologia
  • os processos de transferência de políticas públicas para a agricultura familiar no mercosul: a atuação da reunião especializada sobre agricultura familiar (reaf)na disseminação de ideias, instrumentos e programas
  • O projeto de pesquisa objetiva analisar os processos de transferência de políticas públicas para a agricultura familiar no Mercosul, mediados pela Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar (REAF). Por meio de pesquisa documental, entrevistas semiestruturadas e observação direta, a pesquisa busca analisar o modo como o tema das políticas para a agricultura familiar entrou na agenda do Mercosul; investigar o modo como a noção de agricultura familiar é interpretada e se manifesta em instrumentos de ação pública nos diferentes países que participam do Bloco, avaliando a influência brasileira neste processo; mapear os temas e questões em pauta na REAF; selecionar e investigar em profundidade o modo como alguns instrumentos e políticas públicas são transferidos; e discutir e problematizar teórica e metodologicamente a abordagem de transferência de políticas públicas a partir desta experiência sul-americana.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Catia Piccolo Viero Devechi

Ciências Humanas

Educação
  • as ciências da educação na formação do docente dos anos iniciais: um estudo comparado entre brasil e itália
  • Diante das controvérsias sobre a definição, à finalidade e o formato das ciências da educação no Brasil e no exterior, o presente projeto propõe discutir o lugar dessas ciências nos cursos de formação de professores para os anos iniciais (cursos de pedagogia no Brasil), realçando a reflexão sobre a sua validade para o exercício docente com crianças na escola. Perguntamos: qual é o papel atual das ciências da educação na formação docente? Como e para que as ciências da educação tem sido apresentadas nos cursos de formação de professores para os anos iniciais? Como essas ciências tem se articulado com a prática educativa? Quais tem sido as posições em relação a importância ou não dessas ciências na formação docente? Propomos responder essas questões, investigando, por meio de um estudo comparado, as ciências da educação nos cursos de formação de professores para os anos iniciais no Brasil e na Itália. Por meio da abordagem hermenêutica reconstrutiva, buscaremos conhecer e compreender a organização e a finalidade das ciências da educação nos cursos de formação docente para os anos iniciais nos dois países. Para tanto, selecionamos cursos de duas universidades públicas de cada um dos países: no Brasil: Curso de Pedagogia da Universidade de Brasília – UnB e Curso de Pedagogia da Universidade de Santa Maria - UFSM; Na Itália: Curso de Ciências da Formação da Universidade de Pádua (Università degli Studi di Padova – UNIPD) e Curso de Ciências da Formação da Universidade de Florença Università degli Studi di Firenze, UNIFI). A ideia é contribuir com ponderações práticas e teóricas de diferentes realidades, refletindo sobre a relevância desses saberes para os cursos de Pedagogia no Brasil que estão orientados pelas diretrizes nacionais para formação do pedagogo (DCNP/2006), formando professores polivalentes para trabalhar com diferentes áreas do conhecimentos e, portanto, com distintas dimensões de necessidade e dificuldades.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cátia Regina Assis Almeida Leal

Ciências Humanas

Educação
  • transição agroecológica e produção orgânica nos municípios do território rural parque das emas –go.
  • A presente proposta se baseia em um trabalho de extensão popular e participativa, que realizar-se-á a partir da oferta e desenvolvimento de cursos com temáticas relacionadas à Agroecologia e à Produção Orgânica, que serão ofertados, periodicamente, em nove municípios que compõe o Território Rural Parque das Emas. Serão ofertados por profissionais de diferentes áreas do conhecimento bem como por agricultores com experiência na transição agroecológica. Serão nove cursos no total, um em cada município do referido território, de acordo com a demanda e interesse temático de cada um dos municípios que o compõe. Atingirá 300 agricultores familiares de forma direta e 1000 agricultores familiares, de forma indireta. Os primeiros serão atendidos diretamente durantes os cursos e suas vivências, os segundos, de forma indireta, já que a proposta dos cursos prevê que os diretamente atendidos nas ações se tornem referências na transição agroecológica para os demais agricultores da região que queiram experimentar a experimentar tal transição, ao fazerem isso assumirão a condição de multiplicadores desses saberes em suas comunidades de origem. Os cursos visam articular o aprendizado também entre a comunidade interna da Universidade Federal de Goiás (UFG) (docentes, discentes e técnicos administrativos) e a comunidade local e regional (agricultores familiares, gestores dos municípios, técnicos da Emater, e demais técnicos que atuam em extensão rural, dentre outros), no intuito de promover uma troca constante de saberes e constituir uma rede de diálogo que se torne permanente entre esses agentes. A metodologia de trabalho, tanto para a escolha dos cursos e os mediadores com competência técnica e sabedoria popular para ministrá-los, como a oferta, execução e avaliação serão conduzidos a partir dos princípios da metodologia participativa. Espera-se com o desenvolvimento deste projeto, contribuir com o aumento de produtores que realizem a transição para um modelo agroecológico, incluindo a produção de alimentos orgânicos com certificação, consequentemente diminuir o uso de agrotóxicos na região; aumentar a qualidade dos alimentos fornecidos à população, contribuindo para melhoria da saúde e bem-estar, gerando renda e contribuindo para manutenção e permanência desses agricultores no campo, especialmente jovens e mulheres, que possuem papel importante nesse cenário.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 01/02/2018-31/10/2020
Foto de perfil

Cauê Costa Capillé

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • análises espaciais de desempenho urbano de equipamentos públicos na periferia metropolitana: repertório para projeto e gestão de planejamento urbano integrado
  • A Região Metropolitana do Rio de Janeiro, responsável pela segunda maior economia e concentração habitacional do Brasil, é caracterizada espacialmente por uma estrutura ‘centro-periferia’ de dependência econômica, cultural e política. Essa dependência gera profundos problemas sócio-espaciais, além de altos custos induzidos ao poder público na construção de infraestruturas de mobilidade metropolitana. O presente projeto pretende contribuir na melhoria destas condições, analisando o desempenho de equipamentos públicos urbanos – espaços de cultura e lazer, espaços esportivos e de eventos, estações de transporte, postos de saúde e segurança, etc. – na geração de novas centralidades metropolitanas, problematizando assim o papel do planejamento urbano e arquitetônico na dinâmica econômica, social e cultural das metrópoles. Procura-se situar o Brasil no cenário das pesquisa de excelência sobre o assunto, trazendo para o país tecnologias inovadoras de mapeamento e análise de espaços construídos, desenvolvidas em pesquisa anterior conduzida pelo proponente (na UCL, Inglaterra) – pesquisa finalista em prêmio internacional de excelência. O estudo proposto aborda três fatores simultaneamente: de forma mais ampla, formula uma síntese analítica sobre o papel de equipamentos públicos na formação de centralidades urbanas; em um âmbito prático, fornece um repertório para projeto e gestão de planejamento urbano integrado em regiões metropolitanas; e contribui para a formação de planejadores, gestores e pesquisadores que abordam o projeto de arquitetura e planejamento urbano nas periferias brasileiras, criando, assim, uma rede de profissionais para atuar no território metropolitano.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ceci Nunes Carvalho

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação clínica e radiográfica da aplicação de um derivado de matriz de esmalte (emdogain) na endodontia regenerativa: estudo clínico randomizado
  • O protocolo convencional de tratamento de dentes com necrose pulpar e ápices abertos é a apicificação com uso de Agregado Trióxido Mineral (MTA) ou hidróxido de cálcio. Entretanto, estes protocolos apresentam como principal desvantagem a não indução da continuidade do desenvolvimento radicular. Um novo conceito de procedimentos endodônticos regenerativos foi sugerido, e a sua primeira etapa consiste em uma correta descontaminação e após isso, a indução da formação de um coágulo sanguíneo que preenche o canal radicular. Desta forma ocorre a formação de um novo tecido pulpar revitalizado neste espaço, auxiliando no término do desenvolvimento radicular, com espessamento das paredes dentinárias e consequente fortalecimento radicular. Está bem documentado que a secreção de proteínas derivadas da matriz de esmalte pela bainha epitelial de Hertwig desencadeia uma cascata de reações que estimulam a odontogênese. Essas proteínas estão disponível comercialmente como Emdogain (EMD) e é bem reconhecido em Periodontia pelo seu potencial regenerativo, no entanto, o potencial do EMD em endodontia regenerativa ainda não é totalmente compreendido, embora tenha mostrado um papel importante na odontogênese com potencialização de reparo e regeneração tecidual da polpa. O objetivo deste estudo será avaliar o efeito de um derivado de matriz de esmalte (EMD) na indução da formação radicular em dentes permanentes imaturos com necrose pulpar através da análise clínica e radiográfica por dois anos, com análise do fechamento apical, espessamento da dentina radicular e aumento do comprimento radicular comparando a eficácia do procedimento convencional com o procedimento utilizando Emdogain. Será avaliado, por meio de escala analógica visual, a dor trans-operatória durante a indução do sangramento para formação do coágulo, e a dor pós-operatória durante 7 dias após o procedimento endodôntico regenerativo. A alteração de cor dos dentes será analisada utilizando método visual com o auxílio de uma escala de cor Vita Clássica, e avaliação quantitativa por meio do aparelho espectofotômetro Easy Shade antes e após o procedimento endodôntico regenerativo. A condição pulpar antes e após procedimento endodôntico regenerativo será analisada através dos testes de sensibilidade ao frio, oximetria de pulso e teste elétrico. Por fim, será avaliado o impacto do procedimento endodôntico regenerativo na qualidade de vida dos pacientes por 7 dias após o tratamento. O estudo será um ensaio clínico randomizado cego paralelo conduzido de acordo com o Consolidated Standards of Reporting Trials Statement (CONSORT), utilizando dois grupos de pacientes (n=30): o primeiro tratado com procedimentos endodônticos regenerativos convencionais e o segundo com Emdogain. Os resultados do tratamento serão avaliados de forma cega por dois avaliadores, e o sucesso clínico do tratamento será definido com o término da formação radicular, regressão de lesões periapicais e ausência de qualquer sinal ou sintoma clínico.
  • Universidade Ceuma - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecilia Bertoni Martha Hadler Chirenti

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • astrofísica relativística e ondas gravitacionais
  • As recentes detecções diretas de ondas gravitacionais anunciadas em 2016 marcam o início da astronomia de ondas gravitacionais. Este projeto de pesquisa trata de diversos aspectos relacionados com a emissão de ondas gravitacionais por objetos compactos, como estrelas de nêutrons e buracos negros. O objetivo principal é expandir o conhecimento de objetos astrofísicos através da análise de perturbações gravitacionais. Esse estudo vem sendo conduzido paralelamente em diferentes frentes de trabalho.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecilia de Carvalho Castro e Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • emprego de nanomateriais uni e bidimensionais no desenvolvimento de baterias flexíveis do tipo íon-lítio em plataformas de papel
  • O desenvolvimento de baterias que realizam o armazenamento eficiente de energia elétrica e que permitam a integração em dispositivos eletrônicos cada vez mais multifuncionais, leves, finos e até flexíveis é uma demanda de mercado da sociedade atual. Diante do exposto, o presente projeto visa o desenvolvimento de baterias de ion-Li a base de papel através da combinação das propriedades eletrônicas e estruturais diferenciadas dos nanotubos de carbono e nanofolhas de sulfeto de molibdênio de fase metálica (MoS2 1T), com a porosidade da nanocelulose. As baterias ion-Li serão obtidos a partir da integração de todos os componentes a base de papel e serão avaliadas quanto a sua capacidade específica, potência, números de ciclos e também quanto a ensaios mecânico, como efeito de tensão-deformação e estresse
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Cecilia Machado

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • compatibilização de dados históricos do cadastro único com a versão 7
  • Esta proposta tem por objetivo realizar a compatibilização histórica da base de dados do Cadastro Único. Será produzida uma nota técnica contendo o protocolo de compatibilização de dados e será realizada a construção da base de dados compatibilizada com a versão mais recente do Cadastro Único.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 09/12/2019-31/12/2020
Foto de perfil

Cecília Maria Farias de Queiroz Frazão

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • promoção do autocuidado com a fístula arteriovenosa a partir de uma intervenção educacional: ensaio clínico randomizado
  • Objetivo: Avaliar o efeito de uma tecnologia educacional, na forma de um vídeo, sobre o conhecimento, atitude e prática acerca das ações de autocuidado com a fístula arteriovenosa entre pacientes renais. Método: estudo experimental com delineamento de ensaio clínico randomizado que ocorrerá em duas fases. Na Fase I, será construído e validado um instrumento de coleta de dados para avaliar o conhecimento, atitude e prática de pacientes renais em relação ao autocuidado com a fístula arteriovenosa e na Fase II, ocorrerá o estudo experimental propriamente dito. A construção do instrumento de coletada de dados será realizado a partir de uma revisão integrativa da literatura e de buscas em livros textos para identificar as evidências científicas acerca do conhecimento necessário para a manutenção do autocuidado com a fístula arteriovenosa de pacientes renais em hemodiálise. Após isso, o instrumento passará pela validação de conteúdo com enfermeiros nefrologistas e de aparência com pacientes renais com fístula. Na segunda fase, o estudo experimental será desenvolvido em clínicas de hemodiálise da cidade do Recife, em que pacientes renais com fístula arteriovenosa serão alocados nos grupos controle (recebem cuidados padrões fornecidos pelos profissionais da clínica) e grupo intervenção (recebem cuidados padrões fornecidos pelos profissionais da clínica e a intervenção educativa com aplicação de um vídeo educacional). Inicialmente, será aplicado o instrumento validado na fase anterior para definir o escore de conhecimento, atitude e prática acerca das ações de autocuidado com a FAV, seguindo-se com a aplicação da intervenção educacional para os pacientes do grupo controle. Os desfechos serão medidos para os dois grupos após sete, trinta e sessenta dias com a reaplicação do questionário. Para a análise dos dados, será utilizado o teste de Kolmogorov-smirnov a fim de avaliar a normalidade das médias dos escores, sendo aplicado o teste t de student para comparação do conhecimento entre as variáveis normais com dois níveis, e o teste da ANOVA quando a comparação das médias dos escores de conhecimento entre as variáveis apresentarem três ou mais níveis. Quando as médias dos escores de conhecimento não apresentarem normalidade, será aplicado o teste de Mann-Whitney na comparação do conhecimento entre as variáveis com dois níveis, e o teste da Kruskal-Wallis nos casos em que a comparação do conhecimento entre as variáveis possuírem três ou mais níveis. Para todas as conclusões, serão consideradas o nível de significância de 5%. O estudo será realizado em concordância com a resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, sendo submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecilia Maria Ghedini

Ciências Humanas

Educação
  • realidade das escolas públicas no/do campo no estado do paraná: políticas de educação, fechamento de escolas e potencial da nucleação intra-campo.
  • O presente projeto de pesquisa vincula-se a área de educação, em particular a educação do campo. Tem como objetivo mapear a realidade das escolas públicas localizadas no campo e analisar os dados que evidenciam riscos de fechamento, apontando possibilidades e potenciais para políticas de nucleação intracampo. Evitar o fechamento de escolas públicas do/no campo neste momento histórico tem se constituído num grande desafio. Ao se falar na realidade das escolas publicas do campo, tem-se como intenção verificar como se garante o direito à educação dos sujeitos do campo, no que se refere ao acesso à escola pelos riscos de aumento de fechamento destas escolas do campo, ao transporte escolar nos municípios, ao potencial de renucleação intracampo, ao quadro de professores e sua rotatividade nas escolas, à situação sócio-econômico-cultural que pode fragilizar ou potencializar as políticas de nucleação. Estudos em dissertações e teses em educação realizadas no Paraná, têm denunciado a realidade das escolas públicas em diferentes regiões e municípios como Farias (2013), Schmitiz (2015), Mazur (2015), Simões (2015), Numberg (2017), Seganfredo (2014), Moraes (2014), Ghedini (2015), Soares (2016), Mocelin (2016), Barbosa (2018), Mendes (2018) e têm trazido informações sobre políticas educacionais no contexto das escolas públicas localizadas no campo, dentre eles, trabalhos que tratam especificamente do fechamento de escolas do campo. Tomando como referência conhecimentos já construídos no estado, a partir das referidas pesquisas, evidencia-se a originalidade deste projeto, por dar atenção aos riscos de fechamento das escolas públicas do campo, assim como aos potenciais para ações de nucleação intracampo, a fim de problematizar políticas educacionais que se relacionam aos povos do campo. O processo tem por base objetivos específicos a serem executados ao longo dos 24 meses de trabalho, que se desdobram em levantar dados relativos às escolas públicas localizadas no campo na região sudoeste, centro-oeste e Litoral do Paraná, para mapear os dados que evidenciam riscos de fechamento destas escolas; identificar o números de escolas localizadas no campo, das redes municipal e estadual, o número de alunos e as possibilidades de articulação entre as escolas das redes de ensino; caracterizar as rotas percorridas pelo transporte escolar nos municípios, levantar as distâncias e o potencial de renucleação intracampo; caracterizar a política educacional executada nas escolas no que se refere à situação do quadro de professores, explicitando a rotatividade presente nestas escolas; identificar nas plataformas de pesquisa oficiais dados de ocupação populacional, atividades produtivas e perspectivas de trabalho nos municípios; refletir sobre os processos de ocupação dos espaços e as principais atividades produtivas e perspectivas de trabalho nos municípios que podem fragilizar ou potencializar as políticas de nucleação intracampo e produzir um acervo das escolas que fecharam nos municípios pesquisados. Metodologicamente a pesquisa insere-se no interior de uma abordagem vinculada às categorias do materialismo histórico dialético. Esta abordagem se mostra adequada na medida em que se pretende pesquisar uma determinada realidade – as escolas públicas do campo – situadas num contexto da realidade educacional do Brasil, determinada esta, por sua vez, por um conjunto de elementos econômicos, sociais, culturais e políticos marcados por inúmeras contradições, conflitos, constituindo uma complexa totalidade. É no interior desta compreensão teórico-metodológica que se insere a educação do campo e as escolas públicas do campo, existentes em seus mais diferentes conflitos, contradições, superações, transformações... A busca de uma compreensão essencial e profunda dessa realidade possibilitará a implementação de ações e políticas públicas mais eficazes, justamente, por levar em conta a realidade em diferentes regiões do estado do Paraná em que esta pesquisa será levada a cabo. Para isso conta-se com parcerias entre instituições das quais a Universidade Estadual do Oeste do Paraná é proponente, tendo como parceiras: a Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná (UNICENTRO), a Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Do ponto de vista do desenvolvimento científico e social, a pesquisa pretende trazer a seguinte contribuição: aprofundamento do debate sobre as lógicas da política educacional em que se inserem as escolas públicas no campo e sua execução nos municípios, pouco compreendidas e apropriadas no contexto local [no âmbito social] e na academia; produção de materiais – ferramenta de geoprocessamento, atlas de localização das escolas e dos pontos de renucleação, caderno orientador para políticas públicas, acervo de documentos de escolas que fecharam e artigos – que revelam as dificuldades e, especialmente, apontam condições para a efetivação dos direitos; fortalecimento de espaços para a formação continuada de professores e gestores na perspectiva da educação do campo, a exemplo da REFOCAR – Rede de Formação de Educadores e Fortalecimento das Escolas Públicas do Campo: Caminhos de Conhecimento e Resistência - UNIOESTE – Campus de Francisco Beltrão em parceria com diretores, coordenadores e professores que trabalham nas escolas localizadas no campo na Região Sudoeste do Paraná; apontar novos elementos, além dos produzidos pesquisas dos últimos anos, sobre a educação do campo e a superação da realidade excludente em que se encontram crianças, jovens, professores e gestores das escolas públicas localizadas no campo. Atenta-se para a importância deste projeto de pesquisa uma vez que se trata de efetivar, a este segmento significativo da população, direitos conquistados nos último vinte anos pelas políticas de inclusão e políticas educacionais.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecília Nunes Moreira

Outra

Divulgação Científica
  • semana de ciência e tecnologia de jataí-go
  • A Semana de Ciência e Tecnologia de Jataí é um projeto que foi criado a partir da iniciativa do MCTIC de criação do Dia C da Ciência como parte de um movimento de divulgação da produção científica para o público, realizado anualmente durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT. Este ano estamos na terceira edição e o evento se ampliou para 5 dias ao invés de um. Com três ramificações: 1. A Feira de Ciências (dias 23, 24 e 25 de outubro), UFJ Saúde (dia 20 de outubro) e Workshop em Pesquisa (21 de outubro). Está proposto as seguintes atividades durante o evento: A proposta pretende abranger as seguintes modalidades explicitadas no edital: 1. Exposição de CT&I – Durante a realização da UFJ Saúde e Feira de Ciências serão apresentados produtos, processos e serviços selecionados, com a finalidade de apresentar temas científicos para a comunidade geral do município e as crianças e adolescentes matriculados em escolas da rede pública e privada; 2. Portas Abertas – Durante a Semana de Ciência e Tecnologia de Jataí nos dias 23, 24 e 25 o Campus da Universidade Federal de Goiás/Regional Jataí apresentará atividades em pesquisa e extensão desenvolvidas na universidade, na forma de visitação a acervos, laboratórios e a Feira de Ciências. Nos dias 23 e 24 de outubro ocorrerá também o Espaço das profissões onde os alunos do ensino Médio do município de Jataí e municípios vizinhos visitam a Universidade para conhecer os cursos que são oferecidos; 3 Mostra de Vídeos –Serão selecionadas as pesquisas de maior impacto para a sociedade para a produção e exposição pública de vídeos, filmes e documentários sobre temáticas de CT&I. Estes vídeos serão apresentados durante a semana de ciência e tecnologia nas rádios e emissoras de TV da cidade. Os arquivos dos vídeos também serão disponibilizados para que sejam reproduzidos nas escolas; 4 - Feira de Ciências – Os alunos do ensino fundamental e médio, além de conhecerem a Universidade e visitarem a Feira de Ciências, poderão se inscrever para a apresentação trabalhos científicos. A Universidade se une às demais instituições de ensino municipais, estaduais e federais para organizar um período de exposição de trabalhos da universidade. A Semana de Ciência e Tecnologia de Jatai ocorrerá nos dias 20, 21, 23, 24 e 25 de outubro onde os pesquisadores mostrarão o impacto da ciência na vida das pessoas e demonstrarão que todas as transformações da sociedade somente são possíveis por meio da ciência. Este ano, a universidade traz projetos com cunho informativo e interativo abrangendo temas como educação, saúde e meio ambiente, buscando mostrar à população a importância de cada tema na atual conjuntura socioeconômico, além de destacar a importância de todos os trabalhos e estudos no contexto de desenvolvimento sustentável. A programação de atividades guarda pertinência com o tema “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”, já que a Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí está numa região em que o Cerrado e o Agronegócio precisam coexistir. Esta é a terceira edição do Dia C da Ciência na Regional Jataí que este ano se transformou na Semana de Ciência e Tecnologia de Jataí com duração de cinco dias com a Feira de Ciências para os alunos da educação da rede pública (municipal e estadual) e privada, do ensino básico e médio, realizando a divulgação e a popularização da ciência o Workshop em pesquisa, o UFJ Saúde contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico no Município de Jataí e região durante a SNCT 2019. Estima-se um pulico total aproximado de 4.000 pessoas (3.000 alunos de ensino fundamental e médio na Feria de Ciencias, e 1000 pessoas da Comunidade em geral no UFJ-Saúde). Em parceria com as Secretarias Municipal e Estadual pretendemos que alunos numa abrangência de 250 km, com alunos de Serranópolis, Chapadão do Céu, Itajá, Caçu, Aporé, Lagoa Santa e Itarumã que fazem parte da abrangência da Secretaria Estadual de Educação de Jataí, participem também do evento. E as escolas que não puderem participar receberão os vídeos informativos produzidos para o evento com intuito de popularizar e divulgar a ciência desenvolvida na nossa Região. A Universidade organizará exposições, palestras e atendimento ao público em parceria com a Secretaria de Educação do Município de Jataí e demais meios de comunicação e divulgação da Universidade e do Município. Pesquisadores da universidade junto a graduandos e pós-graduandos organizarão o material gráfico e expositivo necessário para levar as informações mais relevantes aos participantes do evento. A Secretaria de Ensino do Município de Jataí se responsabilizará pelo transporte dos alunos obedecendo o cronograma de visitação da “Feira de Ciências” e dependências da universidade durante três dias focando os alunos da rede municipal e estadual de ensino. Além disso, este evento ocorrerá no mesmo dia do “Espaço das Profissões”, evento realizado anualmente pela Universidade Federal de Goiás - Regional Jataí, com o objetivo de divulgar aos alunos do ensino médio os cursos que são ofertados contando com minicursos, espaços de para a exposição dos trabalhos apresentados em eventos científicos e de extensão e visitação aos laboratórios e setores de produção. Haverá ramificações dentro do evento com o desenvolvimento do projeto “UFJ Saúde”, onde serão oferecidos à população, em um dia, atendimento básico na área da saúde, palestras e mesas redondas mostrando à sociedade, ações voltadas à saúde da família e um Workshop da Pesquisa tendo como público-alvo os pesquisadores do Campus e das universidades da região com o objetivo de divulgar os principais equipamentos de médio e grande porte multiusuários da regional, ocorrendo a divulgação das potencialidades em pesquisa na Regional, de forma a promover maior interação entre o corpo docente e discente e estabelecer colaborações internas e redes de pesquisa.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 05/10/2019-30/04/2020
Foto de perfil

Cecilia Siliansky de Andreazzi

Ciências Biológicas

Ecologia
  • ecologia funcional das zoonoses: decifrando o papel epidemiológico dos hospedeiros silvestres nos ciclos de transmissão das zoonoses em paisagens com diferentes graus de conservação.
  • Mais de 60% dos agentes infecciosos que afetam a saúde humana são zoonoses (Woolhouse & Gowtage-Sequeria 2005) e o aumento das taxas de infecção por zoonoses na população humana está relacionado com a perda da biodiversidade global e a conversão de ambientes naturais complexos em ambientes degradados. Os mamíferos são os principais hospedeiros naturais para a maioria das doenças zoonóticas conhecidas em humanos (Wolfe et al. 2007). Por isso, entender como a estrutura das comunidades de hospedeiros mamíferos está relacionada com as taxas de infecção por agentes zoonóticos é crucial para compreender os ciclos de transmissão das zoonoses e prever a emergência de surtos em populações humanas. A diversidade funcional nos permite compreender o papel ecológico (função) das espécies em um ecossistema de acordo com suas características morfológicas, fisiológicas e comportamentais (atributos funcionais) e assim prever o impacto ecológico resultante da sua perda. Neste sentido, este projeto visa desenvolver modelos teóricos e metodologias analíticas inovadoras para integrar teoria com dados empíricos, avançando o campo da ecologia de zoonoses no Brasil. Iremos propor ferramentas quantitativas e qualitativas para identificar quais são os atributos funcionais dos mamíferos que são relevantes para a sua função nos ciclos de transmissão de zoonoses e, desta forma, determinar o efeito da biodiversidade no risco de transmissão destes parasitas. Focaremos em dois grupos de agentes infecciosos multi-hospedeiro, Trypanosoma cruzi e Bartonella spp., que apresentam elevadas taxas de infecção em comunidades de hospedeiros naturais e são zoonoses com significativo impacto na saúde humana. A partir desta abordagem, pretende-se identificar os grupos funcionais de hospedeiros que são preponderantes para a regulação da transmissão de T. cruzi e Bartonella em comunidades naturais. Pretende-se ainda testar a hipótese de que a redução da diversidade funcional de hospedeiros aumenta as taxas de infecção por agentes zoonóticos e, com isto, o risco de transmissão para humanos. Em um contexto geral, pretendemos avançar na compreensão da relação entre a estrutura e dinâmica das comunidades ecológicas e os ciclos de transmissão de zoonoses.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecília Waichert Monteiro

Ciências Biológicas

Zoologia
  • sistemática de ageniella (hymenoptera: pompilidae) e diversificação na mata atlântica
  • Conhecer a diversidade de espécies e elucidar os padrões evolutivos dessa diversidade antes de sua extinção é um desafio da atualidade. A Mata Atlântica (MA) é reconhecida internacionalmente por abrigar uma das maiores biodiversidades do mundo. Os principais fatores ambientais e históricos que ocasionaram e mantiveram essa diversidade, entretanto, ainda são alvos de estudos e de discussão. Historicamente, tais fatores tem sido explicados por isolamento em relação a outros biomas úmidos e florestados com a formação de refúgios durante o Pleistoceno, e mais recentemente por flutuações marítimas na plataforma continental. Tais padrões são observados quase que exclusivamente em pequenos vertebrados. No entanto, os insetos são extremamente diversos, principalmente nas regiões tropicais do globo e apesar da diversidade, os insetos são frequentemente ignorados em estudos biogeográficos e em ações conservacionistas. Muito dessa negligência é devido ao desconhecimento taxonômico e ecológico desses grupos. Nesse contexto, propomos abordagens integrando aspectos taxonômicos e biogeográficos com intuito de: 1) elucidar e delimitar taxonomicamente a fauna de vespas caça-aranhas Ageniella (Pompilidae), grupo diverso e exclusivo do Novo Mundo, com o objetivo final de 2) identificar processos e fatores ambientais e históricos que originaram a diversidade de Ageniella na MA. Iremos, primeiro conhecer a fauna de Ageniella da MA, promovendo coletas e estudos de material depositado em coleções, e, a partir de marcadores mitocondriais e nucleares, testar a influência de hipóteses de refúgios do Pleistoceno em um grupo de insetos diverso e negligenciado. Ao final desse estudo, teremos contribuído para a taxonomia de um grupo de vespas pompilídeos abundante e diverso na MA e explorado padrões de diversidade nesse bioma, usando um invertebrado como modelo. Sob a supervisão da Dr. Cecilia Waichert, os dados e resultados obtidos nesse estudo serão usados pela equipe de alunos em seus sub-projetos de pesquisa e fomentarão: 1) monografia de conclusão de curso e dissertações de mestrado; 2) apresentações em congressos e encontros regionais e nacionais; 3) divulgação para público científico e geral por meio publicações em revistas da área; e 4) disponibilização de dados genômicos da fauna da MA em banco de dados públicos. Por fim, os resultados desse estudo fomentarão um grupo de pesquisa em sistemática e poderão subsidiar ações conservacionistas futuras.
  • Universidade Vila Velha - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cecílio Frois Caldeira Júnior

Ciências Biológicas

Botânica
  • mecanismos adaptativos associados à tolerância ao fe por espécies vegetais de campos rupestres ferruginosos (canga)
  • Esta proposta de pesquisa visa identificar características adaptativas que conferem tolerância a altas concentrações de ferro (Fe) no solo e proporcionam a ampla distribuição de determinadas espécies vegetais nativas nos campos rupestres ferruginosos (canga). O Fe é elemento essencial a praticamente todo organismo vivo e sua absorção pelos vegetais ocorre tanto na forma férrica (Fe3+) como na forma de íons ferrosos (Fe2+). A solubilidade do ferro no solo é afetada, entre outros fatores, pelo estado de oxi-redução e pelo pH do solo. A geoquímica desse elemento é complexa e determinada pela facilidade de mudança das valências (Fe2+ e Fe3+), em resposta às alterações físico-químicas do meio. Como consequência, este processo pode ter acarretado o desenvolvimento de estratégias de aquisição do nutriente pelos vegetais. O ajuste conforme a demanda e presença na solução são os alvos recorrentes de estudos, em detrimento das estratégias envolvidas na tolerância a elevadas concentrações de Fe. Espécies predominantes nas fitofisionomias de canga são candidatas a apresentarem características que favorecem à tolerância a elevados teores de Fe, por povoarem solos rasos e ácidos onde predominam altas concentrações deste elemento em solução. Estas altas concentrações persistem nos substratos de cultivo para a reabilitação de áreas afetadas pela mineração e, agem como gargalo à recuperação de áreas degradadas (RAD). A carência de conhecimento das espécies de canga, juntamente com a pressão exercida por atividades mineradoras nestas áreas são fortes ameaças ao desaparecimento de espécies nativas com potencial para RAD, reforçando a necessidade de entendimento das exigências e comportamento destas espécies, assim como para favorecer a conservação e manutenção da funcionalidade do ecossistema.
  • Instituto Tecnológico Vale - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Cecilio José Lins Pimentel

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • novos esquemas de codificação de fonte e de canal baseados na topologia de atratores caóticos e dinâmica simbólica
  • O presente projeto propõe uma análise topológica de sistemas de comunicação digital baseados em atratores caóticos. Inicialmente, será feita uma investigação da influência da topologia de atratores caóticos no projeto de sistemas de comunicações baseados em caos. Paralelamente, este projeto propõe um novo modelo de um sistema de comunicação, alternativo à abordagem atual que emprega controle de caos para modulação, com potencial de melhorar o desempenho do sistema, além de permitir implementar um sistema de criptografia baseado na dinâmica simbólica do atrator. Geralmente, sistemas de comunicação digital são construídos em espaços métricos euclidianos. Como alternativa, este projeto pretende investigar a utilização de outras estruturas métricas no projeto de sistemas de comunicação. Em particular, será construído um sistema com a utilização de métricas hiperbólicas, o qual será analisado e comparado em relação ao que adota métricas Euclidianas. Um outro tópico a ser pesquisado consiste na caracterização de sistemas dinâmicos simbólicos formados por conjuntos de sequências discretas usadas em sistemas de armazenamento de dados e transmissão digital. Estes sistemas podem ser representadas por um grafo rotulado, denominado de grafo de contextos. Este grafo é usado para construção de codificadores de fonte. Este projeto propõe investigar a construção deste grafo para sistemas de memória infinita. No melhor conhecimento do autor deste projeto, não existe um procedimento sistemático na literatura para esta construção.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Celeste Maria da Rocha Ribeiro

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • descrição e mapeamento do português brasileiro falado em oiapoque/ap
  • O Projeto referido tem sua origem ligada ao projeto anterior intitulado “Atlas Linguístico do Amapᔠdesenvolvido entre 2012 e 2017 que mapeou os principais usos linguísticos do estado amapaense. O projeto Descrição e Mapeamento do Português Brasileiro Falado em Oiapoque/AP visa, sobretudo, conhecer, analisar, evidenciar e documentar a variedade do português brasileiro falada em Oiapoque, especificamente, da região de fronteira geográfica que separa o Brasil da Guiana Francesa, onde está localizada a cidade de Oiapoque, situada no extremo norte do estado do Amapá. É sabido que a região norte do Brasil é extensa, com um fluxo migratório muito vasto, para onde migram não apenas falantes vindos de outras regiões brasileiras, como também de origem estrangeira, sobretudo dos países fronteiriços. Certamente, que há consequências linguísticas advindas dos contatos entre esses falantes, pois sabemos que a dinâmica dos povos que transitam na sociedade traz consequências para os usos linguísticos, pois não se pode deixar de ter em mente que olhar a língua é, antes de tudo, examinar a sociedade na qual ela está inserida, é conceber a variação e a mudança como processos inerentes a qualquer língua, considerando nesses processos os diversos fenômenos que surgem, dado o dinamismo vivenciado pelas sociedades em que elas circulam. Nesse contexto, destacamos o contato linguístico que estabelece interações e cria relações entre os diferentes povos do planeta. Em Oiapoque, no Amapá, não poderia ser diferente, pois também vivencia uma situação de fronteira com um Departamento da França (Guiana Francesa), cidade em que a maioria dos falantes possui como língua materna, o francês. Há ainda a presença de várias aldeias indígenas na região, cujos falantes fazem uso de suas respectivas línguas maternas e também do português. Ressalta-se que grande parte das consequências geradas pelo contato de línguas é determinada pela história das relações sociais entre as populações, incluindo fatores econômicos, políticos e demográficos. Diante desse cenário, é lícito dizer que o município de Oiapoque constitui um contexto multilíngue, não só devido à fronteira com a Guiana Francesa, mas também pelo grande número de aldeias indígenas instaladas nessa região e essa realidade, certamente, incentiva o desenvolvimento de estudos que contemplem a realidade linguística local, até então ainda quase desconhecida. Diante desse cenário, observa-se o contexto diversificado em Oiapoque, no qual é notória a constituição de um campo linguístico que merece consideração; destaca-se ainda que os falantes dessa região, que empregam a língua portuguesa como L1, vivenciam uma situação de contato intensivo e extensivo com as línguas indígena e a francesa no dia-a-dia; em função disso o foco dessa proposta volta-se tanto para esses falantes, como para aqueles que a empregam o português como L2. Desse modo, este Projeto justifica-se pela investigação detalhada e minuciosa acerca dos usos principais que os falantes que transitam e moram na referida fronteira realizam em seu dia-a-dia, no tocante a aspectos fônicos e semântico-lexicais da língua portugesa. Justifica-se ainda pelo levantamento de possíveis influências/interferências nos usos linguísticos, causadas por fatores sociais, como a idade, o sexo, a etnia, a língua materna do falante ou ainda o grau de contato do falante francês ou indígenas com o português brasileiro no local. Assim, o objetivo geral desse projeto consiste em observar, identificar, mapear e evidenciar os principais usos linguísticos feitos pelos falantes de português brasileiro (PB), moradores da cidade de Oiapoque, tanto falantes de PB L1, como falantes de PB L2. Esses usos são referentes aos aspectos fonético-fonológicos e semântico-lexicais da língua portuguesa falada no Brasil. O corpus coletado, a partir dos registros de fala dos moradores dessa cidade, constituirá o material a ser analisado para fins de sistematização do estudo feito; posteriormente, essa amostra será organizada a fim de compor um Banco de Dados Orais, relativos a registros de fala de três grupos, oiapoquenses, franceses e indígenas, com perfis distintos de usos do português brasileiro, o que permitirá novos estudos por outros pesquisadores, buscando-se um maior conhecimento e entendimento da variedade do português falada em Oiapoque e entorno.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Celeste Queiroz Rossi

Ciências Agrárias

Agronomia
  • características químicas, físicas e biológicas dos solos em diferentes estádios de restauração florestal em áreas de mineração de bauxita no município de juruti-pa, baixo amazonas
  • A presente proposta está relacionada à avaliação das características físicas, químicas e biológicas e do restabelecimento das funções do solo em áreas de restauração florestal em áreas impactadas pela mineração de Bauxita no município de Juruti-PA, Baixo Amazonas. O impacto da mineração de bauxita sobre o ambiente físico pode apresentar efeitos negativos significativos caso os impactos não sejam mitigados corretamente, gerando riscos para o processo de recuperação ambiental e impossibilitando o retorno às propriedades originais dos recursos do solo e da água. Já os impactos sociais gerados pela mineração de bauxita, na maioria das vezes são positivos, e colabora com o desenvolvimento regional através da arrecadação de impostos, criação de empregos direto e indireto, desenvolvimento de educação ambiental para a comunidade e a fixação das pessoas em seus locais de origem. Dessa forma, a presente proposta tem um aspecto muito positivo, que é o fato de verificar o verdadeiro impacto da mineração para o ambiente físico e a eficiência da metodologia aplicada no processo de restauração florestal, além de obter resultados mais consistentes para planejar práticas de manejo que é dadas às áreas impactadas. Como meta principal, a proposta visa estabelecer como diferentes espécies de arbóreas interfere na formação e no estabelecimento da floresta secundária após o processo de regeneração e nas frações físicas e químicas da MOS, a fim de que possa ser indicado a melhor estratégia de recuperação das áreas mineradas no Município de Juruti -Pa. Para o desenvolvimento do trabalho, serão utilizadas áreas onde foi realizada a supressão da vegetação nativa para a extração da bauxita, assim como áreas onde o processo de restauração já começou. Serão escolhidas as áreas com diferentes tempos de restauração para se verificar o reestabelecimento das plantas, assim como das como das características físicas, químicas e biológicas do solo. Por meio do presente projeto, espera-se contribuir se restauração está sendo favorável na recuperação do solo, identificando o tempo que é preciso para que as propriedades edáficas comece a se estabilizar e que o solo restabeleça suas funções. Além disso, também espera-se verificar os níveis de fertilidade, assim como os teores de C e N dos solos, especialmente nas camadas mais superficiais do solo, demonstrando a sua importância no contexto do sequestro de C e aumento da fertilidade do solo. Entre os compartimentos da MOS, espera-se verificar que diferenças entre os tempos de implantação da restauração florestal. Se a maior concentração de carbono estarão nas frações mais lábeis, como na fração particulada, nos ácidos fúlvicos e húmicos, pois estas frações são muito responsivas a práticas que favoreçam o aumento da MOS. Somado a isso, acredita-se que será possível determinar a(s) melhor(es) estratégias (s) a ser(em) utilizado(s) para o processo de Restauração florestal em áreas de mineração de bauxita em Juruti-PA, Região do Baixo Amazonas.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Célia de Fraga Malfatti

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • tratamentos superficiais para promover a diferenciação celular osteogênica, resistência ao desgaste e à corrosão em componentes obtidos em ligas de ti por manufatura avançada x processos metalúrgicos convencionais.
  • A tecnologia de manufatura avançada em biomateriais, destaca-se a possibilidade de fabricação de componentes, com geometrias complexas, em biomateriais metálicos, substituindo processos metalúrgicos convencionais. O uso desta tecnologia possibilita a personalização de componentes de acordo com as características do paciente, proporcionando uma maior precisão e exatidão durante a cirurgia, reduzindo significativamente o risco de fixação errônea dos mesmos. Essas alterações proporcionam a otimização do processo cirúrgico, redução do tempo de anestesia, melhora do pós-operatório, redução dos riscos de infecções e efeitos colaterais. Ligas de titânio são tradicionalmente utilizadas como biomateriais metálicos. No entanto, problemas in vivo relacionados à corrosão de dispositivos têm sido relatado em pesquisas científicas nas quais foram detectados elevados níveis de Ti em seres humanos ou animais, bem como, observadas problemáticas decorrentes pela dissolução em ambiente corpóreo de elementos de liga, principalmente Al e V para Ti6Al4V. Da mesma forma, ressalta-se também que a bioatividade dos mesmos não é capaz de induzir o crescimento direto do tecido ósseo e promover uma boa fixação óssea. Assim, muitas vezes modificações superficiais são utilizadas como um meio de controlar a interação implante-tecido, reduzindo o tempo de fixação do osso. Visando melhorar o índice de sucesso clínico de implantes metálicos, tratamentos superficiais tem sido propostos. No contexto da introdução de culturas celulares, a aplicação de células-tronco é de extrema importância para engenharia de tecidos, uma vez que se pode modular o sistema imunológico e evitar a rejeição alogênica, proporcionando grande sucesso destes dispositivos em aplicações clínicas. Células-tronco são células que se autorrenovam e possuem plasticidade; nessa última característica inclui-se a capacidade de diferenciação. Em literatura é compreendido que células-tronco respondem positivamente a certos tratamentos superficiais favorecendo a regeneração e reparo tecidos ósseos. Ressalta-se que estudos anteriores realizados pela equipe do LAPEC/UFRGS (sob coordenação da professora Célia Malfatti), em cooperação com as equipes: da ULBRA (sob coordenação da professora Melissa Camassola); do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos e Tecnologias PGPROTEC/UCS (sob coordenação da professora Rosmary Brandalise); da Faculdade de Farmácia, Instituto de Pesquisa com Células-tronco IPCT/UFRGS (sob coordenação da professora Patricia Pranke) e da equipe do Department of Materials Science and Engineering, University of Sheffield (sob coordenação da professora Gwendolen Reilly), evidenciaram o efeito positivo da nanotextutização e de revestimentos sol-gel biofuncionais sobre superfícies de Ti e da liga Ti6Al4V na diferenciação osteogênica de células-tronco. O presente projeto reúne novamente pesquisadores que atuaram juntos em pesquisas anteriores aplicadas com sucesso no tratamento de superfícies metálicas para otimização da diferenciação osteogênica de células-tronco. Além disso, associam-se também a esse projeto novos especialistas e empresas interessadas para dar continuidade aos estudos realizados previamente, consolidando o conhecimento e as experiências prévias, objetivando a transferência tecnológica dos resultados obtidos até o momento na área de tratamentos de superfície. O presente projeto tem por objetivo realizar diferentes tratamentos superficiais sobre componentes metálicos de Ti6Al4V, obtidos por processos metalúrgicos convencionais e manufatura avançada (manufatura aditiva por fusão seletiva à laser), avaliando propriedades mecânicas, eletroquímicas, biocompatibilidade e diferenciação osteogênica de células-tronco mesenquimais. Serão realizados diferentes tratamentos superficiais: nanotexturização eletroquímica, anodização, revestimento nanoestruturado biofuncional por técnica de polimerização a plasma e bioimpressão 3D (com apoio da empresa Due Laser). No presente projeto, em parceria com a empresa High Bond, serão testados processos para esferoidização de cavacos de ligas Ti6Al4V (oriundos de processos metalúrgicos convencionais) para uso no processo de manufatura aditiva. Pois um dos grandes desafios da manufatura aditiva por fusão seletiva à laser é o relativo alto custo da matéria-prima. Para a obtenção dos componentes por manufatura aditiva por fusão seletiva à laser, contaremos com o apoio e infraestrutura disponível na empresa colaboradora desse projeto, Omnitek. O projeto visa também à formação de recursos humanos em nível de graduação e pós-graduação, bem como, o incentivo à produção científica e à pesquisa de caráter inovador na área de Ciência e Engenharia de Materiais. Além de contribuir para a formação de recursos humanos na área, o projeto contribuirá para a disseminação do conhecimento em um tema inédito para a comunidade acadêmica e científica através da publicação de artigos e apresentação de trabalhos em congressos nacionais e internacionais de reconhecida importância, além de promover a internacionalização dos programas de Pós-Graduação envolvidos neste projeto. Ainda, no que diz respeito à cooperação conjunta entre as universidades, as necessidades de cada instituição serão supridas pelas outras, considerando a complementariedade das competências dos pesquisadores envolvidos no presente projeto. O atual estágio de desenvolvimento de tratamentos de superfície metálicas para aplicação biomédica, visando a diferenciação osteogênica de células-tronco mesenquimais, tem despertado o interesse de algumas empresas interessadas em aplicar essa tecnologia na fabricação de próteses. Por isso, tem-se discutido e apresentado o projeto a empresas, como por exemplo: Enginplan; VirtualCAE, Due Laser, Omnitek e High Bond, as quais têm demonstrado grande interesse no desenvolvimento desse trabalho. No presente projeto, as três últimas empresas participarão como colaboradores nessa etapa do estudo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Célia Elizabete Caregnato

Ciências Humanas

Educação
  • socialização acadêmica em trajetórias estudantis: disposições, reflexividade e reconhecimento na educação superior
  • No Brasil dos últimos 50 anos, embora tenha havido expansão da escolarização, ela ocorre de modo estratificado e com marcadas diferenças de possibilidades no acesso às oportunidades educacionais qualificadas. As desigualdades que se expressam na trajetória social de indivíduos, de famílias e de segmentos sociais está inscrita na própria estrutura do sistema de educação. A associação entre estratificação das oportunidades educativas e estratificação social é central para interpretarmos o sistema educacional brasileiro. Embora tenha havido intenso crescimento no número de matrículas no sistema de educação superior brasileiro, trata-se de sistema de educação superior que apenas recentemente se afasta da classificação de sistema de elite, com base na separação clássica definida por Martin Trow. Nesse quadro, é necessário indagar e explicitar os processos que possibilitam e os que limitam as trajetórias dos estudantes no nível médio ou no superior. A literatura sociológica mostra amplamente a relação entre desigualdade social e cultural e desempenho escolar. Entretanto, é possível encontrar estudos que mostram trajetórias de indivíduos peculiares. Este projeto de pesquisa tem como objeto a análise da socialização acadêmica, entendida como fenômeno pelo qual os indivíduos são construídos e se constroem por meio de relações sociais no meio acadêmico, pela interação entre o patrimônio disposicional pregresso e a experiência duradoura de convivência no âmbito de instituições de educação superior. Propomos o estudo de trajetórias escolares e acadêmicas, que permite verificar de que modo os indivíduos lidam com conhecimentos, com instituições e com redes de relações, de que modo lidam desafios e com momentos críticos para enfrentar situações que tendem a retê-los em alguma etapa. As trajetórias individuais são visualizadas em sua relação com posições sociais nas quais os estudantes estão situados. Entendemos que para lidar com os processos de mudança e diferenciação sociais, que envolvem estratificações, é preciso entrar no campo das relações sociais objetivas e materiais e também em relações intersubjetivas, sobre o modo como os estudantes se percebem no ambiente acadêmico, não apenas na relação com o conhecimento, mas também com a alteridade, dando origem a dinâmicas de reconhecimento. Presta-se atenção aos lócus do ensino, da pesquisa e da extensão, nos quais operam as lógicas do campo científico, de culturas institucionais específicas e de outros espaços sociais nos quais os estudantes estão inseridos. A pesquisa se contribui para a internacionalização da produção do conhecimento e da universidade, sendo desenvolvida pelo Núcleo UFRGS, coordenado pela proponente, da Cátedra UNESCO Universidade e Integração Regional, com sede no Instituto de Pesquisas sobre a Universidade e a Educação (IISUE), da UNAM/México. Nesse sentido, visa fortalecer cooperação internacional para análises sobre trajetórias de estudantes em sistemas nacionais de educação superior. Visa também ao intercâmbio mútuo de metodologias e à mobilidade de pesquisadores e estudantes. A pesquisa tem inspiração teórica na sociologia da prática de Pierre Bourdieu, dialoga com os conceitos de socialização acadêmica de John Weidman, com as noções de reflexividade de Luc Boltanski, de transições educacionais de Pedro Abrantes, além da noção de reconhecimento de Axel Honneth. Teórica e metodologicamente trabalha com o conceito de patrimônio de disposições de Bernard Lahire. As dimensões de coleta e análise de dados projetadas para essa pesquisa consideram trajetórias de grupos socioeducacionais e de indivíduos a partir de fontes quantitativas e qualitativas. O material quantitativo envolve bancos de dados de organismos oficiais, dados coletados por meio de survey e dados institucionais, que serão explorados por meio de estatística básica e multivariada, com recurso a testes de regressão. O material qualitativo será reunido por meio de entrevistas individuais em profundidade, a serem exploradas por meio de análise qualitativa de conteúdo de modo a construir disposições a partir de evidências sobre modos de crer, fazer e julgar que sobressaem nas trajetórias de estudantes. A estratégia da pesquisa elege indivíduos a partir de seus contextos de vida para elaborar retratos sociológicos. Busca precisar aquilo que provoca variação nas disposições e as contradições entre disposições definidas no passado e redefinidas, reafirmadas ou suspendidas no presente. Nesse sentido, consideramos diferenciações e estratificações sistêmicas e institucionais que expressam delimitações e buscamos analisar os aprendizados, as reflexividades e as estratégias produzidas pelos atores – individuais e de grupos - no interior das instituições educacionais, como caminhos para avançar no sistema. Trata-se de conhecer os processos por meio dos quais os indivíduos fazem suas trajetórias e encontram alternativas, obtendo sucesso – identificado com o diploma – em suas escolarizações. O estudo contextualizado de percursos estudantis permite entender o que é o sucesso acadêmico para certos segmentos sociais e para indivíduos na sociedade brasileira. Assim, é possível informar a tomada de decisão em políticas públicas e institucionais de modo a potencializar a ocorrência do sucesso acadêmico entre os novos públicos educacionais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022