Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Charbel Nino El Hani

Ciências Biológicas

Ecologia
  • inct em estudos interdisciplinares e transdisciplinares em ecologia e evolução (in-tree)
  • A Plataforma Carlos Chagas apresentou instabilidades durante todo o processo de entrada dos dados, perdendo e misturando informações de diferentes campos (e.g. a ordem e as informações das metas), até o dia final da submissão. É fundamental que os árbitros examinem o arquivo PDF anexado, onde as informações do projeto estão colocadas de modo correto. Na plataforma, foram perdidos dados até o último dia, sendo impossível reorganizá-los a tempo de submeter a proposta. A concepção e proposta do INCT IN-TREE são aderentes aos objetivos e adequados aos requerimentos da Chamada. O IN-TREE visa produzir e investigar a produção de conhecimento inter- e transdisciplinar em ecologia e evolução a partir da interação entre pesquisadores e estudantes brasileiros e estrangeiros e setores da sociedade brasileira, como órgãos ambientais e escolas. Com isso, atuará na fronteira do conhecimento, impactando de modo relevante esses campos científicos e contribuindo para a solução de problemas nacionais em áreas consideradas estratégicas nas políticas públicas de meio ambiente, C&T&I, educação e extensão universitária, e relacionadas a pelo menos dois dos temas estratégicos do edital. O IN-TREE inclui 154 pesquisadores e técnicos ambientais (20 deles bolsistas PQ do CNPq) de 49 laboratórios de 11 instituições brasileiras, principalmente do Nordeste, vinculados a 26 programas de pós-graduação (dos quais 10 possuem conceito entre 5 e 7) e 45 pesquisadores estrangeiros de 14 países. Assim, a proposta contribuirá para reduzir desequilíbrios regionais do desenvolvimento científico e ampliar processo de internacionalização. A experiência e complementaridade de competências da equipe associada ao tema do IN-TREE torna a proposta competitiva nos contextos nacional e internacional e adequada às abordagens inter- e multidisciplinares necessárias à solução de problemas complexos. O proponente, bolsista Pq1B do CNPq, é membro da Academia Baiana de Ciências, do Comitê Assessor da área de Educação do CNPq e foi membro da Câmara Interdisciplinar da FAPESB. Com ampla experiência em atividades inter- e transdisciplinares, lidera projeto apoiado pelo Programa PRONEX CNPq/FAPESB, centrado na integração entre ecologia, modelagem, epistemologia e interação com a sociedade, e que representa a nucleação central da presente proposta. Aquele projeto levou, de 2009 a 2014, à produção de 86 artigos e capítulos de livros e ao registro de 9 softwares. A vice-coordenadora, bolsista Pq1D, também possui experiência na coordenação de grandes projetos com atuação inter e transdisciplinar. A Universidade Federal da Bahia é adequada para sediar o IN-TREE. Ela figura entre as 15 mais importantes do Brasil em rankings que consideram atuação em C&T&I e formação de recursos humanos. De 1980 a 2007, sua produção científica aumentou 11 vezes enquanto a média brasileira foi de 9 vezes. Em 2012 estudantes da UFBA receberam 12.041 bolsas acadêmicas. O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Biomonitoramento da UFBA, com Mestrados Acadêmico e Profissional e Doutorado, conceito 6 da CAPES (o mais alto para o Norte e Nordeste na área da Ecologia) possui vínculo direto com o IN-TREE. A UFBA possui ainda um Núcleo de Inovação Tecnológica, cuja coordenadora participa deste INCT. Além disso, a UFBA entrará com uma contrapartida relevante para a implementação do INCT: além das instalações de 23 laboratórios (ca. R$ 1,15 milhão em instalações físicas) e de equipamentos e mobiliário num valor de cerca de R$ 2,39 milhões, fornecerá apoio técnico-administrativo ao INCT. A rede de laboratórios associados ao IN-TREE desenvolverá 13 projetos temáticos (PT), abordando questões de pesquisa na fronteira do conhecimento em ecologia e/ou evolução a partir de uma diversidade de abordagens, incluindo: (a) procedimentos empíricos (de laboratório e de campo; mensurativos e manipulativos) e teóricos (modelagem conceitual, matemática, computacional, estatística, evolutiva) com foco em métodos, substâncias/moléculas, genes, fisiologia, desenvolvimento, indivíduos, comportamentos, plasticidade fenotípica, populações, filogenias, interações ecológicas, comunidades, ecossistemas, propriedades dos ecossistemas, serviços ecossistêmicos, sistemas socioecológicos, e impactos; (b) métodos relacionados às áreas da epistemologia, ética, educação, sociologia, antropologia, comunicação e economia; (c) metodologias participativos relacionadas à interação com a sociedade. Além disso, serão desenvolvidos cinco projetos integradores (PI), transversais aos projetos temáticos, que estimularão as equipes dos PT a adorar perspectivas inter- e transdisciplinares nos campos da modelagem, epistemologia/ética, interação com sociedade, comunicação e inovação. Uma série de estratégias, que incluem a atuação do Comitê Gestor, o uso de tecnologias de informação e comunicação, seminários, estabelecimento de comitês interdisciplinares de orientação e promoção de cursos serão adotadas pelo IN-TREE para catalisar a atuação interdisciplinar e transdisciplinar dos laboratórios. O IN-TREE possui um conjunto de ações de interação da sociedade que, para além da divulgação e popularização da ciência, estabelecerão estratégias de envolvimento de setores da sociedade na produção de conhecimento voltado para a solução de problemas, contribuindo para a implementação de políticas públicas e para o desenvolvimento social. Conta ainda com um PI especialmente voltado à prospecção de produtos e processos do Instituto que configurem inovação tecnológica e para criação de uma cultura de proteção à propriedade intelectual e transferência de tecnologia. O orçamento e cronograma de execução apresentados são consistentes com as demandas para que se cumpram as 28 metas de curto, médio e longo prazo nos prazos previstos. A proposta apresenta um conjunto de indicadores de acompanhamento que permitirão aferir os impactos alcançados.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Charbel Nino El Hani

Ciências Humanas

Educação
  • educação intercultural como diálogo entre modos de conhecer e entre formas de conhecimento: pesquisa multiestratégica e colaborativa em comunidades tradicionais
  • Esta proposta é parte do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estudos Interdisciplinares e Transdisciplinares em Ecologia e Evolução (INCT IN-TREE), que abriga significativo número de projetos de pesquisa educacional, e está sendo desenvolvida por pesquisadores brasileiros e estrangeiros que têm colaborado em pesquisa multiestratégica sobre educação intercultural. Trata-se de projeto interdisciplinar utilizando (i) estratégias descontextualizadoras, que buscam generalidade mediante abstração de informações especificas de diversos contextos, construindo abordagens educacionais e filosóficas gerais; e (ii) estratégias sensíveis ao contexto, que buscam construir uma compreensão das culturas tradicionais e propostas educacionais interculturais ajustadas às especificidades de cada contexto de ensino, usando compreensão do conhecimento etnobiológico e etnoecológico de comunidades tradicionais e da pedagogia tradicional, em colaboração com professores/as das comunidades locais. Assim, o projeto se mostra também transdisciplinar, por visar a construção de corpos integrados reunindo conhecimentos construídos na academia e conhecimentos construídos por outros atores/atrizes sociais. A proposta inclui dois subprojetos. Num deles, analisamos questões teórico-filosóficas relacionadas a uma educação intercultural entendida como diálogo entre modos de conhecer e entre formas de conhecimento, considerando as dimensões de um diálogo inter-ontológico, inter-epistemológico e inter-axiológico no contexto educacional e formulando modelos que tornem claras as possibilidades de integração e divergência em tal diálogo. Este subprojeto utiliza uma estratégia de pesquisa descontextualizadora. Além disso, será analisada a importância de uma atitude intercultural em práticas pedagógicas e de conservação em comunidades tradicionais, e, também, como pode ser entendido o diálogo e a integração de conhecimentos como dimensões da educação intercultural. Outro intuito é investigar como as possibilidades de integração de conhecimentos tradicionais e científicos (ocidentais) se configuram à luz de um entendimento da ciência como pesquisa multiestratégica. Esses argumentos serão desenvolvidos não apenas por meio de análise teórico-filosófica, mas também pelo engajamento em experiências interculturais em três contextos distintos: (i) em comunidades de pescadores no litoral norte da Bahia (Siribinha e Poças, município de Conde), nas quais temos trabalhado desde 2016, desenvolvendo e investigando inovações para educação intercultural como diálogo entre conhecimentos tradicionais e científicos sobre a pesca e a vida estuarina/marinha; (ii) na Terra Indígena Xikrin Trincheira-Bacajá, nos municípios de Altamira e São Felix do Xingu-PA, mais especificamente, na Aldeia Mrõtidjam, na qual está sendo desenvolvido estudo antropológico e etnográfico visando uma análise comparativa entre as perspectivas dos Xikrin e de primatólogos sobre a produção das fronteiras entre humanos e não-humanos a partir das relações com os primatas (e outras espécies animais). Desses estudos resultam tanto a compreensão do conhecimento etnobiológico e etnoecológico tradicional, quanto aportes para trabalhos teórico-filosóficos e educacionais sobre educação intercultural, e, em termos mais gerais, para debates recentes sobre a relação humano-animal na Amazônia; e (iii) em comunidades Ju|´hoansi e !Kung de Tsumkwe, na Namíbia, que possuem vasto conhecimento etnobiológico e etnoecológico, que investigaremos tendo em vista perspectivas de diálogo intercultural na construção de proposta governamental de maior inclusão dos Ju|´hoansi e !Kung no sistema educacional da Namíbia, que pode tanto gerar empoderamento, quanto erosão cultural. O segundo subprojeto se ocupa também da pesquisa sobre qual educação pode servir aos anseios e aos planos de vida dessas comunidades tradicionais, e da construção e investigação de propostas de educação intercultural como diálogo entre conhecimento tradicional e conhecimento escolar, através de pesquisa de design educacional em escolas rurais do ensino fundamental situadas nas comunidades tradicionais. Neste subprojeto, utilizamos uma estratégia sensível ao contexto baseada em trabalho colaborativo em comunidade de prática com professores/as e outros membros das comunidades. Dentro das modalidades de pesquisa de design, realizaremos um estudo de desenvolvimento de inovações educacionais, estabelecendo princípios de design e testando-os em ciclos de prototipagem em sala de aula, visando a construção de pontes sobre a lacuna entre pesquisa-prática no âmbito do projeto e a elaboração de uma teoria de ensino domínio-específica para educação intercultural como diálogo. A proposição de uma educação intercultural como diálogo no contexto das comunidades será feita em interação com pesquisa antropológica e etnográfica, visando a construção de uma compreensão aprofundada das culturas tradicionais, particularmente no que diz respeito ao seu conhecimento etnobiológico e etnoecológico, e à pedagogia tradicional, como base para um entendimento bem fundamentado dessas culturas no diálogo em sala de aula. Nas comunidades pesqueiras de Siribinha e Poças, estudos etnobiológicos e etnoecológicos já vêm sendo conduzidos há dois anos e, assim, o trabalho com as propostas educacionais terá lugar desde o início do projeto. Na Aldeia Mrõtidjam e nas comunidades Ju|´hoansi e !Kung de Tsumkwe, o projeto se iniciará com estudos antropológicos e etnográficos, lado a lado com uma investigação das percepções dos Ju|´hoansi e !Kung e dos Xikrin sobre o tipo de educação que desejam, para então prosseguir para a construção e pesquisa sobre as inovações educacionais. Os dois subprojetos se relacionam mutuamente, na medida em que o estudo teórico-filosófico oferece bases para a pesquisa antropológica, etnográfica e educacional, e por sua vez recebe contribuições dos estudos empíricos para a teorização.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Charles dos Santos Estevam

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • estudo antitumoral e cardioprotetor de complexos de inclusão contendo óleo essencial de schinus terebinthifolius raddi
  • A espécie Schinus terebinthifolius Raddi, conhecida popularmente por aroeira, apresenta atividade anticâncer significativa comprovada cientificamente, porém em estudos realizados in vitro. Entretanto, estudos pioneiros avaliando a ação antitumoral in vivo do óleo essencial de folhas de S. terebinthifolius, demonstrou que o óleo, constituído majoritariamente por α-pineno e -3-careno os quais perfazem juntos 73% de sua constituição, induziu a redução do tumor Sarcoma 180 em até 75%, estatisticamente igual ao 5-FU, medicamento comumente utilizado para o tratamento do câncer (Graça, 2018). Além disso, ressaltou que, ao contrário do 5-FU, essa redução ocorreu sem causar toxicidade e em baixa dosagem. Assim, em continuação a esse estudo, este projeto busca produzir uma formulação antitumoral contendo o óleo, a partir de estudo causa-efeito dos constituintes majoritários na ação antitumoral e na atividade cardíaca. Para isso, também procurará entender os efeitos cardíacos e antitumorais desses compostos. Para isto os compostos, α-pineno e -3-careno, serão avaliados juntos e isolados, quanto às análises referentes à atividade antitumoral e cardioprotetora. Da mesma forma, será avaliado o óleo essencial, puro e complexado om -ciclodextrina. Espera-se com o desenvolvimento dessa proposta, avançar nos estudos já desenvolvidos com o intuito de possibilitar uma alternativa para a produção de fármacos indicados para o tratamento do câncer.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Charles dos Santos Guidotti

Ciências Humanas

Educação
  • xi mostra de ciências e do conhecimento de santo antônio da patrulha
  • A Mostra de Ciências e do Conhecimento de Santo Antônio da Patrulha (MCCSAP) é um movimento anual, de incentivo a meninos e meninas da Educação Básica para a atividade científica, cultural e tecnológica. Desde 2009 a MCCSAP assume um importante papel social, fomentando na cidade de Santo Antônio da Patrulha (SAP) a criatividade e a reflexão em estudantes e professores da Educação Básica, por intermédio do desenvolvimento de projetos investigativos, nos diferentes campos do saber. No contexto da MCCSAP são desenvolvidas inúmeras atividades, durante o ano, de incentivo à cultura científica, tais como: palestras, oficinas, minicursos e visitas técnicas para professores, gestores e estudantes da Educação Básica. A MCCSAP é resultado da parceria entre Universidade Federal do Rio Grande – campus SAP (FURG-SAP) e Secretária Municipal de Educação de SAP (SEMED), mas principalmente do entrelaçamento entre professores da universidade, professores da Escola, estudantes da FURG-SAP e estudantes da Educação Básica, desse modo, constituindo-se em um espaço-tempo de aproximação entre universidade e escola. Desde 2009, a MCCSAP tem revelado novos talentos e gerado oportunidades formativas a todos envolvidos, tornando a MCCSAP um dos principais eventos da cidade de Santo Antônio da Patrulha.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Charles dos Santos Guidotti

Ciências Humanas

História
  • xii mostra de ciências e do conhecimento de santo antônio da patrulha
  • A Mostra de Ciências e do Conhecimento de Santo Antônio da Patrulha (MCCSAP) é um movimento anual, de incentivo a meninos e meninas da Educação Básica para a atividade científica, cultural e tecnológica. Desde 2009 a MCCSAP assume um importante papel social, fomentando na cidade de Santo Antônio da Patrulha (SAP) a criatividade e a reflexão em estudantes e professores da Educação Básica, por intermédio do desenvolvimento de projetos investigativos, nos diferentes campos do saber. No contexto da MCCSAP são desenvolvidas inúmeras atividades, durante o ano, de incentivo à cultura científica, tais como: palestras, oficinas, minicursos e visitas técnicas para professores, gestores e estudantes da Educação Básica. A MCCSAP é resultado da parceria entre Universidade Federal do Rio Grande – campus SAP (FURG-SAP) e Secretária Municipal de Educação de SAP (SEMED), mas principalmente do entrelaçamento entre professores da universidade, professores da Escola, estudantes da FURG-SAP e estudantes da Educação Básica, desse modo, constituindo-se em um espaço-tempo de aproximação entre universidade e escola. Desde 2009, o projeto tem revelado novos talentos e gerado oportunidades formativos a todos envolvidos, tornando a MCCSAP um dos principais eventos da cidade de Santo Antônio da Patrulha.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Charles Morphy Dias dos Santos

Engenharias

Engenharia de Energia
  • desafios interdisciplinares em energia para o século xxi: produção, transformação e eficiência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 10/01/2020-10/01/2025
Foto de perfil

Charles Roland Clement

Ciências Biológicas

Botânica
  • amazônia domesticada: relações entre pessoas, plantas e paisagens
  • A Amazônia, assim como outras florestas tropicais do mundo, é um antroma: um bioma formado a partir das interações entre as pessoas e seus ecossistemas. Os povos pré-colombianos domesticaram a paisagem, tornando os solos mais férteis, transformando o relevo (e.g., valas - geoglifos, canais, poços, terraços), alterando a riqueza e abundância de espécies vegetais e domesticando populações de plantas. Em algumas regiões da Amazônia, como no Sudoeste e no Leste, as evidências das transformações são mais pronunciadas, enquanto em outras, como no Centro, no Sul e nas áreas de interflúvios, as mudanças foram mais sutis ou o cenário conhecido simplesmente reflete a ausência de estudos. Assim, a escala e a intensidade da domesticação da Amazônia ainda são alvo de debate. O nosso grupo de pesquisas tem contribuído para este debate, com estudos integradores sobre as relações entre pessoas, plantas e paisagens na Amazônia. Nesta proposta o nosso objetivo é analisar a domesticação de paisagens, a distribuição e a domesticação de plantas alimentícias, especialmente da mandioca (Manihot esculenta), do piquiá (Caryocar villosum), e do camu-camu (Myrciaria dubia), considerando aspectos etnobotânicos, históricos, arqueológicos, ecológicos e genéticos. Estas espécies foram escolhidas por terem características biológicas distintas e poderem servir como modelos para outros estudos de domesticação. A mandioca é o principal cultivo domesticado da Amazônia e apresenta diversas variedades, sendo que muitas delas vêm sendo abandonadas em regiões como no médio Solimões. O piquiá é uma árvore frondosa com ampla distribuição na bacia Amazônica ocorrendo em algumas regiões de forma agregada, podendo esta ser resultante de uma domesticação incipiente pré-colombiana. O camu-camu é um arbusto com uma fruta bastante rica em vitamina C, com grande potencial comercial e que está começando a ser domesticado. Vamos estudar a domesticação de populações destas plantas dentro do escopo da etnobotânica, relatando os usos, manejos e características das plantas selecionadas para o cultivo; e empregando abordagens específicas para cada espécie. Vamos caracterizar fenotipicamente as variedades de mandioca, avaliando as variedades cultivadas em diferentes épocas e os fatores que influenciam a seleção destas pelos agricultores do médio Solimões. Vamos comparar as características fenotípicas e genotípicas de populações espontâneas e cultivadas de camu-camu da Amazônia brasileira, colombiana e peruana, para identificar sinais de domesticação. Vamos caracterizar a diversidade e estrutura genética de populações de piquiá que ocorrem de forma agregada (possíveis populações domesticadas) e espalhada na paisagem (possíveis silvestres) em diferentes regiões da Amazônia brasileira. O estudo da paisagem vai abranger o Centro (médio Solimões) e o Sudoeste (rio Roosevelt) da Amazônia, regiões onde os estudos apontam que a influência humana na transformação da paisagem foi pouco expressiva. Na região do médio Solimões novos sítios arqueológicos vêm sendo mapeados havendo a necessidade de estudar os vestígios destes sítios e verificar a relação destes com as plantas que atualmente compõem a paisagem. Na região do rio Roosevelt, as mudanças de hábitos alimentares dos povos indígenas alertam sobre o abandono do consumo, processamentos e propagação de plantas comestíveis, o que pode reduzir a diversidade de espécies tradicionalmente cultivadas e colocar em risco a segurança e soberania alimentar destes povos. Vamos estudar as transformações das paisagens na região do médio Solimões e do rio Roosevelt com mapeamentos participativos, inventários florísticos e entrevistas. Vamos testar se a composição e abundância de espécies úteis varia em função da distância aos sítios arqueológicos e às ocupações atuais. Na região do médio Solimões pretendemos também avaliar as mudanças nas comunidades vegetais considerando diferentes tempos de abandono do manejo das áreas; analisar os vestígios arqueológicos vegetais para comparar as plantas usadas no passado e no presente; e avaliar a influência de eventos extremos (e.g., secas e cheias de maior intensidade) nas práticas agrícolas e resiliência socioecológica de comunidades. Na região do rio Roosevelt, vamos dar enfoque ao estudo das plantas alimentícias, sendo avaliadas as práticas alimentares, segurança e soberania alimentar de povos indígenas. Esta proposta visa viabilizar parte das pesquisas de cinco estudantes de doutorado, cobrindo custos de excursões à campo para coleta de dados, socialização de resultados e análises moleculares. Pretendemos preencher lacunas do conhecimento sobre a ecologia histórica da Amazônia, publicar pelo menos dez artigos em revistas de alto impacto, e assim contribuir para o debate sobre o processo de domesticação da Amazônia. Além disso, o nosso estudo contribuirá com a gestão dos recursos vegetais nas áreas protegidas estudadas, com a documentação e a valorização do conhecimento dos povos tradicionais da Amazônia.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Charline Dassow

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • tributação de bebidas adoçadas no brasil: estimação dos impactos fiscais, econômicos e na saúde da população
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/02/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Charlotte Marie Chambelland Galves

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • corpora ii: um corpus anotado para a história do português brasileiro
  • O projeto propõe a criação do Corpus Tycho Brahe-Brasil (CTB-Brasil), constituído de textos escritos no Brasil entre o século 16 e o século 20, com ênfase em textos anteriores ao século 19, pouco estudados de um ponto de vista sintático até agora, e em textos de “mãos cândidas”, menos marcados pela norma linguística, e portanto mais representativos do vernáculo popular. Trata-se de corpus eletrônico sintaticamente anotado, livremente acessível, nos moldes do Penn Parsed Corpora of Historical English, no qual é possível realizar buscas sintáticas automáticas em grandes quantidades de dados. Pretende-se assim constituir um novo saber sobre a constituição do português brasileiro e estudar a sua dinâmica de separação do português europeu desde tempos remotos, comparando a sua evolução com a evolução do português europeu, graças aos corpora de mesma natureza que já existem para a variante europeia.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cheng Xu

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • geometria de solitons de fluxos de curvatura média e hipersuperfícies mínimas
  • Neste projeto, iremos fazer a pesquisa na geometria de subvariedades, concentrando nos tópicos de hipersuperfícies mínimas. Iremos estudar os solitons de fluxos de curvatura média que sãoo sel-shrinkers, self-expanders, translating solitons. Eles são muito importantes, pois são os exemplos das hipersuperfícies mínimas e os modelos de singularidade do fluxo de curvatura média. Iremos focar no assunto de classificações dos solitons por propriedades geométricas e topológicas.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Chigueru Tiba

Engenharias

Engenharia de Energia
  • sol paratodos – ii mostra científica competitiva para um cenário de uso massivo da tecnologia solar
  • O proposito básico dessa Mostra Cientifica Competitiva é a preparação massiva de professores de ensino de ciências em nível do primeiro e segundo grau e seus alunos, para a reprodução ampliada e sustentada do uso da tecnologia solar nas próximas décadas. Nesse contexto, propõe-se de desenvolvimento e organização dessa Mostra Científica Competitiva, SOL PARA TODOS com as seguintes etapas bem distintas: • Formação de um grupo de professores multiplicadores e orientadores no tema da energia solar através de cursos de 40 horas; • Inscrições de equipes de alunos orientados pelos professores multiplicadores e • Mostra competitiva da Tecnologia Solar aplicada. É do conhecimento de todos que a competição de equipes de alunos seja para desenvolvimento de projetos de educacionais em ciências ou participação em Olimpíadas uma estratégia bastante eficaz, motivadora e mobilizadora e que aproveita o sentimento competitivo naturalmente existente nos jovens. Por outro lado esse empreendimento somente será bem sucedido na medida em que existam, professores orientadores, bem treinados e motivado e por isso a formação de professores multiplicadores é estratégica. Isso se fará com curso específico teórico e Oficina Experimental onde será apresentado o estado da arte da tecnologia solar para produção de energia e da sua inserção no mercado mundial e brasileiro.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Chou Sin Chan

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • desenvolvimento de modelo climático do sistema terrestre e geração de projeções de mudanças do clima com os novos cenários ssp
  • Os impactos das mudanças do clima em diferentes setores socioeconômicos são geralmente de caráter local. A resolução dos modelos climáticos globais, de cerca de 200 km x 200 km, possui pouco detalhamento para realizar esses estudos locais. Modelos regionais climáticos, com tamanhos de grade de cerca de 50 km a 10 km, têm o papel de atender a necessidade de detalhamento. Modelos numéricos climáticos apresentam limitações na sua capacidade de reproduzir alguns processos do sistema climático. Em estudo das mudanças do clima, a representação de alguns processos como, por exemplo, o ciclo de carbono, a substituição dos biomas, a interação da radiação com as nuvens, pode modificar a sensibilidade do modelo numérico na resposta à forçante radiativa. Portanto, o projeto tem por objetivo desenvolver uma versão aprimorada do modelo climático regional Eta, para se aproximar à categoria de sistema terrestre, e gerar projeções de mudanças do clima com os novos cenários de emissão SSP (“Shared Socio-economic Pathways”) adotados pelo IPCC (“Intergovernmental Panel on Climate Change”). O projeto apresenta duas etapas de atividades: uma de aprimoramento do modelo Eta para se aproximar à versão “sistema terrestre” e outra etapa para a geração das projeções empregando os novos cenários de emissão. Para ser classificado na categoria de sistema terrestre, o modelo climático deve representar processos do ciclo de carbono. Portanto, na etapa de desenvolvimento do modelo, serão implementados numa única versão do modelo Eta os esquemas: de vegetação dinâmica, de radiação que permite interação com as nuvens convectivas profundas, processos químicos associados ao CO2, CH4 e O3, esquema de nuvens e convecção com parametrização de descargas elétricas e produção de NOx. Na fase de desenvolvimento, o modelo Eta será aninhado ao “Climate Forecast System Reanalysis” (CFSR). Os esquemas serão introduzidos no modelo gradativamente e as simulações geradas serão avaliadas a cada nova implementação. A climatologia produzida a partir das simulações de longo período será comparada com a climatologia produzida pela versão atual do modelo Eta. Espera-se obter ganho de desempenho na reprodução da climatologia pela nova versão do modelo Eta. Em seguida, a nova versão será aninhada a pelo menos dois modelos globais climáticos disponibilizados no ESGF (“Earth System Grid Federation”). Serão empregados pelo menos dois cenários SSP, de baixa e alta emissão, por exemplo SSP1 e SSP5, sendo, portanto, a utilização desses novos cenários uma importante contribuição deste projeto. Uma inovação será o aninhamento do modelo regional Eta à versão de circulação geral da atmosfera do modelo Eta, “GEF – Global Eta Framework”. Os mesmos esquemas de processos físicos serão implementados no GEF. Por outro lado, o GEF será acoplado ao modelo oceânico “Modelar Ocean Model version 5” (MOM5). Outra inovação deste projeto é o desenvolvimento de uma versão de modelo climático regional em categoria de sistema terrestre baseado em coordenada quase-horizontal eta. Essa coordenada permite melhor representação da circulação de grande escala sobre a América do Sul. Espera-se proporcionar maior confiabilidade nas projeções numéricas do clima futuro. O projeto contará com a participação de vários alunos de doutorado, de mestrado e de iniciação científica, alguns já com atividades em andamento. A capacitação de profissionais em modelagem climática também é uma das contribuições deste projeto. O projeto tem relevância científica pelos temas de desenvolvimento de modelo numérico de categoria de sistema terrestre. Destaca-se também como relevância deste projeto a geração de informações atualizadas para subsidiar estudos de impacto, vulnerabilidade, adaptação e mitigação às mudanças climáticas em setores chaves como na agricultura, na biodiversidade, nos recursos hídricos, etc. Espera-se ao final do projeto apoiar o desenvolvimento do modelo regional climático aprimorado para estudos de mudanças do clima e também compreender melhor os principais processos físicos mais sensíveis à modificações do clima.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Dieter Jäkel

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • construção algébrica de modelos em teoria quântica de campos no espaço de de sitter
  • O objetivo de minha pesquisa ao longo de anos divide-se essencialmente em quatro partes: i.) a construção não-perturbativa de modelos interagentes de bósons com massa não-zero no espaço de de Sitter com métodos de algebras de operadores, e a classificação delas. Bastantes trabalhos nessa direção já estão em curso com João C.A. Barata, Jens Mund e o autor dessa proposta, usando campos quânticos. ii.) a construção não-perturbativa de modelos interagentes de fermions no espaço de de Sitter; alguns trabalhos preliminares já foram iniciados em colaboração com Yoh Tanimoto, usando resultados recentes do autor desta proposta. Um dos objetivos, que precisa mais investigação, è a possibilidade de incluir o campo eletromagnético de uma maneira que permita encontrar uma versão de QED em dimensão 1+1 (o modelo de Schwinger) e eventualmente QED em 2+1 dimensões sem usar o acoplamento mínimo. iii.) a investigação de limite de espaço de Minkowski; existem resultados ainda não publicados sobre esse assunto em dimensão de espaço-tempo junto com Jens Mund e Rainer Verch. Eles são parcialmente baseados no trabalho de Rainer Verch sobre álgebras de escalamento. iv.) a extensão a modelos interagentes de massa zero; alguns resultados sobre o campo escalar sem massa já foram encontrados em colaboração com Urs Wiedemann do CERN. Em particular, já demonstramos que o campo livre sem massa aumenta uma representação de álgebra de Virasoro.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Fernandes

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudos de estabilidade, dissolução e permeabilidade de novas formas sólidas multicomponentes de fármacos anti-hipertensivos, antidiabéticos e antilipêmicos
  • A hipertensão, a diabetes e as dislipidemias são os principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. No ano 2013, cerca de 17,3 milhões de pessoas morreram em decorrência de doenças cardiovasculares, sendo 80% delas causadas por infarto agudo do miocárdio e acidente vascular encefálico. Diversos fármacos de diferentes classes terapêuticas são utilizados para o tratamento dessas doenças. Entretanto, muitos destes fármacos apresentam problemas que podem alterar o perfil farmacocinético e as propriedades farmacêuticas, comprometendo a eficácia e a segurança. Entre os principais problemas relatados, destacam-se a baixa solubilidade, dissolução, permeabilidade, biodisponibilidade e estabilidade. Nesse sentido, o desenvolvimento de novas formas sólidas multicomponentes, tais como sais, cocristais, solvatos e seus polimorfos, com propriedades farmacêuticas e/ou farmacocinéticas melhoradas possui enorme relevância. Novas formas sólidas cristalinas possuem aspectos químicos, conformacionais e supramoleculares diferentes, logo propriedades físico-químicas e farmacêuticas distintas, abrindo um novo caminho no que se refere à melhora do comportamento dos insumos farmacêuticos ativos (IFAs) e minimização de suas características indesejáveis. Dessa forma, esta proposta tem como objetivo o desenho racional e a obtenção de novas formas sólidas multicomponentes de alguns dos principais IFAs utilizados no tratamento da hipertensão arterial, diabetes e dislipidemias. As sínteses das novas modificações cristalinas serão realizadas com base nos princípios da engenharia de cristais que estabelecem que as propriedades físico-químicas são dependentes do arranjo cristalino do IFA. Inicialmente, alguns fármacos anti-hipertensivos, antidiabéticos e antilipêmicos, para os quais já tenham sido descritos problemas farmacocinéticos, biofarmacêuticos e de estabilidade, serão sujeitos a análises estatísticas para estabelecer os síntons supramoleculares preferenciais que permitam reconhecer os coformadores específicos que irão reagir com estes insumos. Com estes dados, protocolos de cristalização destas novas formas sólidas serão planejados e executados. Uma vez sintetizados, os cristais serão submetidos à caracterização físico-química por meio das técnicas de difração de raios X, espectroscopia vibracional e análises térmicas. Posteriormente, serão realizados ensaios de solubilidade, dissolução intrínseca, permeabilidade e estabilidade e os resultados encontrados serão comparados com os dos fármacos de referência. Espera-se que as novas formas sólidas cristalinas sintetizadas apresentem uma melhora significativa das propriedades investigadas em comparação com os fármacos de referência.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Hoffmann

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • viroma do queijo canastra: dinâmicas temporais e relação fago-hospedeiro
  • Um dos queijos artesanais mais famosos e apreciados é o queijo Canastra, produto artesanal proveniente do sudoeste de Minas Gerais. Ele é produzido a partir de leite cru adicionado de coalho e do “pingo”, o soro remanescente da produção do dia anterior. O pingo contém uma comunidade de microrganismos complexa, incluindo bactérias, fungos e bacteriófagos. As bactérias e fungos presentes no pingo influenciam o processo fermentativo que ocorre na produção do queijo, assim como o desenvolvimento das características sensoriais do queijo produzido. Por outro lado, bactérias patogênicas podem entrar na cadeia de produção e contaminar o produto final. Os bacteriófagos (ou fagos) infectam bactérias em todos os sistemas microbianos conhecidos, agindo como predadores. As interações predador-presa entre bactérias e fagos têm uma influência direta nas dinâmicas temporais nessas comunidades. Fagos podem matar espécies da cultura iniciadora e são considerados como sérios problemas em sistemas de produção de laticínios em escala industrial. Apesar desta relação íntima entre fago e bactéria ser descrita em outros sistemas, atualmente não existem dados sobre os fagos presentes no sistema de produção do queijo Canastra. Classicamente, fagos são capazes de infectar um único hospedeiro. Recentemente estirpes foram descritas como generalistas, capazes de infectar mais de uma espécie bacteriana. Sendo assim, serão utilizados métodos moleculares, incluindo next generation sequencing, e métodos clássicos de microbiologia, com o objetivo de descrever as dinâmicas temporais do viroma e microbioma presentes no pingo, além de determinar o espectro de infecção dos fagos no pingo e soro produzidos durante o processo de fabricação do Queijo Canastra.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Horacio Olivera

Ciências Exatas e da Terra

Probabilidade e Estatística
  • equações diferenciais parciais estocásticas e sistemas de partículas
  • O presente projeto de pesquisa apresenta de forma global os interesses de pesquisa da equipe proponente. De fato,estamos interessados em estudar existência, unicidade e regularidade em lei de equações diferenciais parciais estocásticas. Outra parte importante do projeto é estudar a propagação de caos de sistemas partículas com interação moderada.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Loret de Mola Zanatti

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • acompanhamento aos 6 e 12 meses dos participantes do inquérito perinatal em rio grande, rs de 2019: um estudo de coorte sobre o desenvolvimento e mudanças em saúde no primeiro ano de vida das crianças e suas famílias
  • Na cidade do Rio Grande, RS acontece a cada três anos, desde 2007, um inquérito populacional que avalia todas as crianças nascidas durante o ano no município. O presente projeto tem como objetivo usar o inquérito planejado para 2019 como línea de base para avaliar prospectivamente as mudanças e as transições em saúde que acontecem com a criança no primeiro ano de vida, assim como a mãe e membros da família. O delineamento será longitudinal prospetivo. Uma sub-amostra de 1400 díades mãe-filho, serão acompanhadas no 6to e 12do mês, após o nascimento, assim como os irmãos da criança índice que tenham entre 1-10 anos. Entrevistadores treinados aplicarão um questionário padronizado, avaliando características sociodemográficas, condições da casa e família, alimentação, doenças e hospitalizações, aceso a saúde, medicamentos utilizados, aderência a recomendações sobre cuidados preventivos para morte súbita, saúde mental, stress, violência, discriminação, consumo de álcool e drogas, agressividade, emoção, comportamento, parentalidade, capital social, inequidade social e vizinhança, interação mãe filho a traves de filmagem, entre outras. Adicionalmente serão feitas medidas antropométricas para avaliar crescimento e desenvolvimento, e serão avaliadas as carteiras de vacinações. A entrada de dados será imediata utilizando-se de tablet e da plataforma RedCap, e a checagem de consistência de respostas será realizada durante a mesma semana, com imediata correção. Utilizaremos os pacotes estatísticos STATA 16 e R v3.5, para analise de dados, criar trajetórias, e avaliar e simular efeitos de mediação. Prevemos pelo menos seis produtos: 1)publicação de relatório cientifico 2)banco de dados de aceso a comunidade cientifica 3)envio e publicação de artigos científicos em periódicos de acesso livre, 4)produção de pelo menos seis dissertações junto ao Programa de Pós-graduação em Saúde Pública (PPGSP) da Faculdade de Medicina (FAMED) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), assim como coorientação de aluna Pós-doutorado do mesmo programa 5)Retorno para a comunidade cientifica local, assim como autoridades e gestores locais 6)Relatório individualizado para cada família. Achamos de vital importância a apresentação dos nossos resultados para a comunidade geral já que nos auxilia no fortalecimento de estratégias exitosas e fidelização da comunidade assim como o envolvimento da mesma no processo acadêmico, correção de rumos se necessário e criação de metas claras e percetíveis para a comunidade; a publicação em revista aberta permitirá mostrar à comunidade cientifica nossos resultados de forma aberta e rápida e, por fim, utilizar estes dados para qualificar vários mestrandos da nossa universidade.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christian Luiz da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • programa institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 14/02/2020-13/02/2025
Foto de perfil

Christian Robson de Souza Reis

Ciências Biológicas

Genética
  • identificação de alvos para inibidores sintéticos do complexo de iniciação da tradução eif4f em leishmania infantum
  • Os tripanosomatídeos são protozoários flagelados conhecidos por causarem doenças humanas e veterinárias como a leishmaniose visceral cujo o agente etiológico no Brasil é a Leishmania infantum. Estes protozoários são caracterizados por apresentarem processos moleculares atípicos, como a regulação da expressão gênica por mecanismos pós-transcricionais incluindo a tradução dos seus mRNAs. Em eucariotos, a iniciação da tradução começa com a ligação do complexo eIF4F (composto pelas subunidades eIF4A, eIF4E e eIF4G) ao cap presente na região 5’ dos mRNAs, permitindo seu reconhecimento pelo ribossomo. A atividade do eIF4F é reforçada pela proteína de ligação à cauda poliA (PABP) que atua através da interação direta com o eIF4G. A iniciação da síntese de proteínas ainda não é totalmente compreendida nestes protozoários, todavia foram identificadas subunidades do eIF4F e PABP: seis homólogos do eIF4E (EIF4E1-6) e múltiplos homólogos das demais subunidades (EIF4G1-5, EIF4AI e III e PABP1-3). Alguns trabalhos prévios demonstraram a formação de complexos do tipo eIF4F, dos quais um está envolvido na tradução sendo formado por EIF4E4, EIF4G3, EIF4A1. Este complexo EIF4F interage com a PABP1, e recentemente foi descrito uma interação direta entre as proteínas PABP1 e EIF4E4, esta interação é única descrita em eucariotos. Diante deste cenário, a proposta deste trabalho é aprofundar o estudo das interações do complexo EIF4F e identificar inibidores para as interações EIF4E4/EIF4G3 e EIF4E4/PABP1. De inicio, será avaliada a afinidade de ligação entre as proteínas EIF4E4/EIF4G3. Assim, a proteína EIF4E4 será expressa e purificada em sistema eucariótico e será validada quanto a capacidade de interação aos parceiros EIF4G3 e PABP1 por ensaios de interação proteína-proteína (ELISA e/ou pull-down). Em seguida, utilizando modelagem molecular será gerado um modelo de interação EIF4E4/EIF4G3 incluindo a utilização da molécula 4EG1 que inibe a interação EIF4G/EIF4E humano. A partir desse modelo e da estrutura disponível EIF4E4/PABP1, por técnicas de engenharia de proteínas, serão produzidos peptídeos capazes de inibir as interações EIF4E4/EIF4G3 e EIF4E4/PABP1. Os peptídeos referentes as proteínas que apresentarem alta afinidade na simulação computacional serão sintetizados e utilizados para serem validados em ensaios de interação proteína-proteína (ELISA, pull-down e termoforese). Por fim, a interação EIF4E4/EIF4G3 na presença ou ausência da PABP1 será utilizada para obtenção de cristais e definição da estrutura usando difração de Raios-X. Os resultados obtidos nesse trabalho irão contribuir para o desenvolvimento de moléculas inibidoras que terão como candidatos as interações entre as proteínas do complexo EIF4F/PABP de Leishmania infantum. Essa busca racional por alvos específicos é importante uma vez que o tratamento disponível é escasso e tóxico e alternativas de uso de moléculas inibidoras para as interações no complexo eIF4F tem sido aplicada satisfatoriamente no modelo humano para tratamento do câncer. Em resumo, o conhecimento mais aprofundado das interações EIF4F/PABP1 com busca de alvos específicos para inibidores nos permitiram o desenvolvimento de uma nova geração de antiparasitários que combateriam de forma específica e precisa a Leishmania infantum.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Christiana Andrade Pessoa

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de imunossensores eletroquímicos a base de polieletrólitos do tipo silsesquioxano
  • Materiais híbridos orgânicos-inorgânicos constituem uma atrativa área de pesquisa, a qual encontra-se em constante crescimento devido a grande variedade de aplicações tecnológicas [1–3]. A combinação de componentes orgânicos e inorgânicos pode proporcionar propriedades extraordinárias e complementares as quais não se conseguiria obter em materiais constituídos de um único componente [4,5]. Os silsesquioxanos são uma classe de materiais híbridos os quais possuem uma matriz de sílica com grupos orgânicos covalentemente ligados à um núcleo inorgânico [6–8]. A reatividade da cadeia orgânica combinada com a versatilidade do processo sol-gel, permite o controle das propriedades texturais, físicas e químicas dos materiais sólidos resultantes [9]. Os mais variados tipos de estruturas de materiais à base de silsesquioxano tem sido aplicados em catálise [10-12], nanomateriais [13-16], adsorção [17,18] e eletroquímica [16,19,20]. Em particular, a utilização destes silsesquioxanos na construção de eletrodos quimicamente modificados tem mostrado resultados promissores, principalmente devido a versatilidade de obtenção destes materiais os quais favorecem a imobilização de enzimas e/ou mediadores na superfície do eletrodo [19,20].O cloreto de 3-n-propilpiridínio silsesquioxano, um silsesquioxano carregado positivamente preparado por ligação do grupo piridina quaternário a uma cadeia de polissiloxano (SiPy+Cl−) provou ser um efetivo material de suporte para a imobilização de espécies eletroativas carregadas negativamente [20,21]. Este polieletrólito tem sido utilizado como policátion no crescimento de filmes baseados na técnica Layer-by-Layer (LbL) e aplicado no desenvolvimento de sensores e biossensores eletroquímicos para diversos analitos [21-25]. Além da grande capacidade de formar filmes estáveis, este polieletrólito também pode atuar como um nanorreator para a síntese de nanopartículas metálicas[26-29]. Recentemente, um novo silsesquioxano foi sintetizado, designado como cloreto de 3-n-propil(4-aminometil)piridínio (Si4ampy+Cl−) o qual apresentou uma estrutura contendo dois nitrogênios coordenantes, exibindo desta forma uma grande capacidade de adsorção de diferentes espécies. Adicionalmente, este mostrou uma considerável solubilidade em meio aquoso, o que possibilitou a sua aplicação na obtenção de filmes LbL juntamente com ftalocianinas tetrassulfonadas. Desta forma, considerando o alto potencial de uso desses materiais na construção de sensores eletroquímicos, pretende-se neste projeto, ampliar as aplicações destes polieletrólitos como matriz para imobilização de antígenos ou anticorpos para a construção de novas configurações de imunossensores eletroquímicos. Devido a estrutura destes polieletrólitos, estes podem proporcionar uma efetiva imobilização de tais biomoléculas, com relativa organização de modo a favorecer às interações específicas antígeno-anticorpo. Em grande parte dos casos, o sinal gerado pelo evento de reconhecimento entre os biomarcadores (antígenos) e os anticorpos que ocorre na superfície dos imunossensores pode ser amplificado por meio da co-imobilização de estruturas tais como materiais nanoestruturados. Além da amplificação do sinal, a utilização de nanomateriais na construção de imunossensores pode auxiliar na imobilização dos elementos de reconhecimento (já que uma maior área superficial estará disponível para a imobilização dos anticorpos/antígenos, o que pode facilitar o acesso dos antígenos/anticorpos aos mesmos) e desta maneira aumentar a eficiência do processo de transdução, o que gera um considerável aumento na sensibilidade do dispositivo. Diante deste contexto, a possibilidade de incorporação de nanopartículas metálicas na rede de sílica dos silsesquioxanos (mais especificamente AuNps) poderá proporcionar uma maior interação das biomoléculas e a superfície eletródica, a qual será possivelmente de natureza eletrostática ou covalente (como por exemplo os grupos NH3+ ou NH2 presentes nas MNps estabilizadas pelos polieletrólitos silsesquioxanos com os grupos COO- terminais existentes na estrutura molecular dos anticorpos). Adicionalmente, em trabalhos prévios realizados pelo grupo foi também verificado que a incorporação do óxido de grafeno reduzido (RGO) obtido pelo método de esfoliação eletroquímica forma filmes estáveis com o SiPy+Cl-, a partir da interação eletrostática entre os grupos piridínios presentes na estrutura do polieletrólito silsesquioxano e os grupos carboxílicos no RGO [30]. Esta configuração poderá proporcionar uma imobilização mais efetiva e maior estabilidade das biomoléculas sobre a superfície eletródica, além do aumento da sensibilidade do dispositivo. Neste contexto, como parte dos objetivos deste projeto pretende-se utilizar os polieletrólitos cloreto de 3-n-propilpiridínio silsesquioxano (SiPy+Cl−) e especialmente o novo material híbrido 3- n-propil (4- cloreto de aminometil) piridínio silsesquioxano (referido como Si4ampy+Cl−), como matrizes para a imobilização de biomoléculas, tais como antígeno e/ou anticorpo para o desenvolvimento de novas configurações de imunossensores eletroquímicos tanto na forma de filmes LbL como imobilizados sobre eletrodos de carbono.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christiane Bischof dos Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desenvolvimento de competências e capacidades digitais para alavancar a competitividade de indústrias em um contexto de economia digital.
  • Empresas brasileiras encontram desafios para se adequar no contexto atual denominado de Economia Digital. Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI, 2018), a crescente digitalização e a defasagem tecnológica do Brasil em relação ao resto do mundo é um dos motivos pelos quais o país encontra-se em um quadro de estagnação. O presente projeto explora a aplicação das tecnologias voltadas à IoT – Internet das Coisas, para assegurar sobrevivência e competitividade às empresas, em um ambiente dinâmico. Portanto tem como objetivo geral identificar e analisar as capacidades dinâmicas necessárias para criação e implementação de competências digitais em empresas do setor industrial do Brasil. Para atingir o objetivo proposto, o estudo é conduzido em duas etapas: a primeira qualitativa que consiste em uma revisão sistemática e um estudo de multicascos para a construção de um modelo teórico-empírico. A segunda etapa consistirá em uma pesquisa do tipo survey com o intuito de avaliar o modelo teórico empírico proposto. Este estudo contribui para a comunidade acadêmica por apresentar quais capacidades dinâmicas utilizar e como desenvolvê-las a fim de alavancar seu desempenho e competitividade em um contexto de Economia Digital.
  • FAE Centro Universitário - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christiane Inocêncio Vasques

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • evidências e monitoramento clínico de eventos adversos relacionados ao uso de imunoterápicos inibidores de checkpoints
  • A imunoterapia tem se consolidado como um dos pilares do tratamento oncológico nos últimos anos. Dentre ela se destacam os medicamentos classificados como inibidores imunes de checkpoints, a saber: nivolumabe, pembrolizumabe e ipilimumabe. Apesar de serem medicamentos que agem em alvos específicos, seu uso não está livre de eventos adversos. Por se tratar de terapia mais recente, faz-se necessário que os profissionais que lidam com estes pacientes conheçam os possíveis eventos adversos relacionados ao uso para que possam determinar formas de manejar tais eventos. O presente projeto prevê a realização de 3 estudos, a saber: estudo 1 que busca identificar as evidências científicas acerca da prevalência de toxicidade dermatológica relacionada ao uso de inibidores imunes de checkpoints. Trata-se de revisão sistemática da literatura; estudo 2 que tem como objetivo analisar a prevalência de eventos adversos em pacientes com câncer submetidos ao uso de inibidores imunes de checkpoints. Trata-se de estudo transversal que avaliará pacientes mensalmente em relação ao desenvolvimento de evento adverso e classificação da severidade do evento apresentado e, por fim, estudo 3 que busca construir e validar um manual de orientações para pacientes em uso de inibidores imunes de checkpoints. Trata-se de pesquisa metodológica que fará a validação de aparência e conteúdo do manual elaborado pelos pesquisadores.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christianne Alves Pereira Calheiros

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • atenção à amamentação: desenvolvimento, aplicação e avaliação de um aplicativo digital educativo
  • O objetivo do presente trabalho é desenvolver um protótipo de aplicativo digital educativo que auxilie na atenção à amamentação. Trata-se de uma pesquisa metodológica do tipo aplicada. O desenvolvimento do aplicativo seguirá três fases: definição de informações com busca da literatura; desenvolvimento e validação do aplicativo e aplicação do protótipo com sua instalação e manutenção caracterizada pela correção de erros e de adaptações às exigências dos usuários, bem como avaliação do seu uso. A proposta de desenvolvimento deste aplicativo digital educativo voltado para amamentação, faz parte de um projeto maior, em que a Universidade Federal de Alfenas – UNIFAL-MG vem desenvolvendo em parceria com a Superintendência Regional de Saúde de Alfenas, que abrange 27 municípios do sul do Estado de Minas Gerais. Esta parceria nasceu diagnóstico realizado pelo Comitê de Mortalidade Materna da SRS de Alfenas, quando identificaram dificuldades dos enfermeiros e médicos em realizarem consultas de pré-natal e puerpério, bem como educação, acompanhamento e avaliação da amamentação. Assim, após contato com a universidade, foi proposto um a Capacitação em Consulta de Pré-natal de risco habitual e puerpério. Esta capacitação aconteceu no período de abril a setembro de 2018. Desta experiência, verificamos a necessidade inicialmente de construirmos um instrumento que pudesse contribuir para a educação das gestantes/puérperas e seus companheiros/familiares, bem como para o acompanhamento e sucesso da amamentação, quando se propõe criar uma rede de orientação à gestante/puérperas e seus familiares e acompanhamento por profissionais que as atendem nas consultas pré-natal, bem possibilitar à Secretaria Municipal de Saúde dos 27 municípios e também à Superintendência Regional de Saúde verificar e avaliar a assistência prestada no (s) município para o sucesso da amamentação. Este aplicativo, posteriormente será adicionado à proposta de criação de um aplicativo educativo sobre puerpério, para auxiliar nas consultas puerperais.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christianne Elisabete da Costa Rodrigues

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • intensificação do processo de extração alcoólica de óleo de borra de café utilizando líquido pressurizado e ultrassom
  • O café é um dos produtos da agroindústria mais consumidos mundialmente, sendo que para a viabilização de seu consumo na forma de pó instantâneo são gerados grandes montantes de um resíduo proveniente do processo de extração dos sólidos solúveis contidos nos grãos utilizando-se água como solvente, resíduo nomeado borra de café. Este material normalmente é queimado na própria indústria para geração de energia, apesar de possuir características bastante interessantes, tal como um teor de lipídeos significativo, ao redor de 20 % em massa, o que pode indicar a possibilidade de utilizações mais nobres para o material. Além disso, nos últimos anos, tem-se cada vez mais a preocupação com a saúde associada ao consumo de produtos processados com a utilização de insumos reconhecidos como seguros. Neste sentido, vale mencionar que a indústria processadora de matrizes oleaginosas utiliza para a extração de óleos vegetais um solvente, uma mistura de isômeros do n-hexano, que possui alta inflamabilidade e alta capacidade poluidora, além de ser considerado neurotóxico. Com base nestas informações é proposto este projeto de pesquisa, o qual está suportado nos seguintes pilares: minimização de resíduos da indústria processadora de café com possível produção de insumo para as indústrias alimentícia, de cosméticos e de fármacos, óleo de borra de café, utilizando-se solventes renováveis e seguros para a extração, etanol e isopropanol. O projeto será conduzido considerando duas diferentes frentes: a) Estudo da cinética de extração e determinação dos coeficientes de partição do óleo de borra de café em experimentos de extração a pressão atmosférica utilizando-se álcoois como solventes; b) Estudo da intensificação do processo de extração através da utilização de líquido pressurizado (PLE, pressurized liquid extraction) e de ultrassom (UAE, ultrasound assisted extraction), visando-se obter óleo vegetal enriquecido em compostos minoritários tais como os ácidos clorogênicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Christina Alves Peixoto

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • ação dos prebióticos (fruto-oligossacarídeos e galacto-oligossacarídeos) e sua associação com a fluoxetina sobre as vias de sinalização da neuroinflamação, cognição e depressão em modelo animal de obesidade induzida por dieta
  • A depressão é uma doença mental associada a fatores ambientais, genéticos e psicológicos. Estudos recentes indicam que a inflamação crônica causada por uma dieta rica em gordura (HFD) pode desempenhar um papel importante na indução da neuroinflamação e da depressão, por alterar o microbioma intestinal, as vias metabólicas, a produção de neurotransmissores e de outras moléculas de sinalização neuronal e de comportamento (Hassan et al., 2018). Por outro lado, a disbiose intestinal causa um desequilíbrio da homeostase energética que, por sua vez, leva à obesidade. Portanto, existe uma interligação entre obesidade, microbiota intestinal e depressão (Schachter et al., 2018). Os microrganismos intestinais podem sintetizar e reconhecer uma série de substâncias neuroquímicas, incluindo neurotransmissores (GABA, serotonina e dopamina), ácidos graxos de cadeia curta (SCFAs), ácidos biliares secundários e outras moléculas pequenas biologicamente ativas. Os SCFAs são os produtos finais da fermentação anaeróbica de fibras alimentares, com efeitos antidepressivos por estimular a produção de BDNF, um importante regulador da plasticidade neuronal, além de modular receptores de GABA e de glutamato (Maqsood e Stone, 2016). Adicionalmente, a neuroinflamação pode induzir alterações na via do triptofano que além de reduzir os níveis de serotonina, estimulam a produção de produtos do catabolismo do Triptofano (TRYCATS), que contribuem para o aparecimento de sintomas neuropsiquiátricos. Por sua vez, os inibidores de recaptação de serotonina (SSRIs), tal como a Fluoxetina (FLX), exercem efeitos antidepressivos através da regulação da síntese de serotonina (Fitzgerald e Bronstein, 2013), bem como regulam o balanço energético, sensibilidade à leptina através do BDNF (Scabia et al., 2018), inibição de neuropeptídeo Y (NPY), produção de pro-opiomelanocortina (POMC) e de hormônio estimulante de melanócito α (α-MSH), resultando na saciedade (Barros et al., 2018). Recentes estudos têm demonstrado que prebióticos [fruto- e galacto-oligossacarídeos (FOS e GOS) apresentam efeito antidepressivo, através da normalização da microbiota intestinal (Burokas et al., 2017), e que portanto, poderiam atuar como uma estratégia promissora em associação com os antidepressivos convencionais. Deste modo, o presente estudo pretende investigar os efeitos do tratamento com prebióticos (FOS e GOS), associados ou não com inibidor de recaptação de serotonina (FLX) sobre as vias de sinalização da neuroinflamação, cognição e depressão em modelo de obesidade induzida por dieta.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Cibele Cardoso de Castro

Ciências Agrárias

Agronomia
  • diagnóstico da polinização e manejo de polinizadores de hortaliças no nordeste brasileiro
  • A polinização por animais favorece a produção da maioria das espécies cultivadas, representando grande valor econômico. Apesar de sua importância, as populações desses animais estão em declínio, assim como a produção de culturas agrícolas que deles dependem. Assim, torna-se premente a investigação e divulgação de estratégias que favoreçam o aumento de polinizadores nas culturas e sua conservação. As hortaliças são exemplo de culturas que podem ser favorecidas com o manejo de polinizadores. No entanto, para saber se o manejo é necessário e, caso seja, para que tenha êxito, precisa-se também conhecer a biologia reprodutiva, identificar déficits de polinização e determinar os polinizadores mais eficientes da cultura. Este projeto tem como objetivo geral fazer um diagnóstico da polinização de hortaliças e sua influência na produção e nas características comercialmente importantes de frutos e de sementes para plantio, usando como modelo plantios do nordeste brasileiro. Serão coletados dados de biologia floral, sistema sexual, sistema reprodutivo, polinização e limitação polínica, bem como será avaliada a presença de déficit de polinização usando o protocolo estabelecido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). Experimentos de introdução de abelhas serão conduzidos em algumas culturas. Dados abióticos tais como paisagem do entorno, histórico de uso da área, clima e solo também serão incluídos na análise. A partir dos dados coletados, Pretende-se atingir as seguintes metas: a) Produzir três dissertações de mestrado (uma já está em andamento) e uma tese de doutorado (em andamento); b) Apresentar dez trabalhos em congressos; c) Produzir, no mínimo, cinco artigos científicos em revistas com fator de impacto maior que 1,0; d) Ampliar o volume de dados relacionados à polinização de culturas, testando modelos que podem ser usados por pesquisadores do Brasil e do mundo; e) criar estratégias de orientação de agricultores nordestinos em relação à conservação e manejo de polinizadores na agricultura e f) obter resultados que contribuam para a compreensão e mitigação da crise mundial de polinizadores em culturas agrícolas.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cibelle Celestino Silva

Ciências Humanas

Educação
  • a historicidade do conhecimento científico em uma proposta histórico-investigativa de ensino de física
  • O ensino de ciências é uma atividade que envolve, entre outras coisas, a aprendizagem sobre ciência, a compreensão acerca de sua natureza, bem como aspectos relacionados à sua prática. A formação inicial de professores é um dos momentos cruciais para a reflexão acerca de aspectos metacientíficos e também para a promoção do diálogo entre diversas estratégias de ensino, como a História, Filosofia e Sociologia da Ciência e a experimentação. Ambas aliadas formam a chamada abordagem histórico-investigativa. A questão central, no entanto, reside na forma como este tipo de abordagem é desenvolvida pelos licenciandos e em suas dificuldades de efetivá-la em sala de aula. Nosso foco estará na interação entre o licenciando e seu planejamento. Compreender esse processo e as dificuldades nele envolvidas é relevante para que boas práticas dialógicas sejam realizadas. O episódio histórico escolhido na criação e implementação das sequências de atividades histórico-experimentais envolve temas de eletricidade, particularmente a invenção da garrafa de Leiden. A pesquisa é apoiada na Design-Based Research, em que o campo de atuação será a própria realidade da sala de aula e os sujeitos da pesquisa são eminentemente estudantes de licenciatura. As sequências didáticas a serem aplicadas em situação de estágio supervisionado serão construídas considerando os quadros teóricos didáticos e as três dimensões da historicidade do conhecimento científico visando promover a reflexão, além de fomentar e explicitar os níveis de argumentação e compreensão dos conhecimentos por parte do licenciando.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cícero Manoel dos Santos

Ciências Agrárias

Agronomia
  • monitoramento das condicionantes climáticas na área experimental da faculdade de engenharia agronômica / campus universitária de altamira - ufpa.
  • Uma estação meteorológica moderna de medidas contínuas usa múltiplos sensores para monitorar as condicionantes climáticas: temperatura do ar, umidade relativa do ar, pressão atmosférica, direção e velocidade do vento, precipitação e radiação solar. Estas informações são importantes para diversas finalidades: previsão do tempo, estudos climáticos, aplicações agrometeorológicas, estudos oceânicos, aplicações aeronáuticas, entre outros. O monitoramento diário e contínuo exige que os sensores estejam operando sem falhas, sem interrupções e com menor erro possível. Para que isso aconteça é necessário que os sensores sejam calibrados ou que os sensores queimados/danificados sejam substituídos por outros sensores novos. A Faculdade de Engenharia Agronômica (FEA) da Universidade Federal do Pará (UFPA), Campus Universitário de Altamira, possui uma estação agrometeorológica instalada na área experimental. A estação e os dados coletados têm a finalidade aplicações no ensino, pesquisa e extensão. No entanto, não dispomos de recursos financeiros para repor sensores queimados/danificados e/ou sensores reservas para efetuar a calibração dos sensores em operação no campo. A presente proposta busca recursos para a compra de novos sensores (para temperatura e umidade, pressão, velocidade e direção do vento, precipitação e radiação solar) para estação agrometeorológica da FEA / UFPA, Campus Universitário de Altamira. Além disto, buscamos recursos para financiar outros equipamentos e materiais permanentes (Computador desktop completo, HD externo, impressora a laser, entre outros), diárias e passagens aéreas (participação em eventos científicos) e materiais de consumo (toner para impressora, resma de papel A4, pincel para quadro branco, entre outros). Com a aprovação da proposta, acreditamos que daremos um avanço considerável na região para a continuação do monitoramento das condicionantes climáticas e divulgação dos resultados que obteremos.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cícero Rafael Cena da Silva

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • adubos - adubação utilizando blow-spun nanofibras
  • O projeto envolve a aplicação de nanofibras polímericas, produzidas pela técnica de solution blow-spinning, para entrega controlada de fertilizantes a planta ou a sementes. Os testes a serem desenvolvidos, empregando diferentes matrizes polímericas, será aplicado especificamente na germinação da soja, embora, estes estudos possam ser aplicados para qualquer cultura, ou mesmo para entrega controlada de pesticidas e fungicidas. A literatura aborda diversos estudos envolvendo técnicas de produção de fibras como a electrospinning para entrega controlada de medicamentos, enquanto que a entrega de fertilizantes, geralmente envolve a aplicação de hidrogéis. Entretanto, nenhum destes sistemas se mostra tão promissor quanto a técnica de solution blow-spinning para aplicações industriais de larga escala, que alia a cinética de entrega de nanofibras dos sistemas tradicionais produzidos por electrospinning à facilidade de processamento e robustes desta nova técnica. Outro problema que abordaremos neste projeto é a determinação de nutrientes do tipo Nitrogênio, Potassio e Fosforo, entregues pelas nanofibras. Em nossos estudos, pretendemos ainda avaliar a entrega destes nutrientes estudando espectros de absorção no infravermelho por transformada de fourier de plantas e sementes submetidas a adubação com nanofibras com base em análises de PCA (principal component analysis). Estes dados serão confrontados com técnicas de análise elementar.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cid Manso de Mello Vianna

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • taxação de bebidas adoçadas: análise do custo-efetividade da sua implantação e o impacto na produção e emprego das empresas produtoras
  • A obesidade é um determinante importante da carga de doença atribuível às as doenças não transmissíveis. Atualmente, 60% da população mundial tem sobrepeso, enquanto 25% são considerados obesos. As doenças atribuíveis à obesidade causam mais de 17 milhões de mortes globais a cada ano e em torno de 2050 serão responsáveis por aproximadamente 92 milhões de mortes prematuras. Este fenômeno é multicausal. Alterações nos padrões alimentares e atividade física levaram ao aumento no peso corporal e de doenças metabólicas. Nesse contexto, existe evidência da associação entre o consumo de refrigerantes e outras bebidas adoçadas (RBAs) e o aumento da ingestão de energia, levando ao ganho de peso e a obesidade. Os RBAs estão entre os alimentos mais consumidos pela população brasileira. Dados de consumo alimentar pessoal indicam que essas bebidas estão entre os dez alimentos mais consumidos por brasileiros acima de 10 anos para ambos os sexos. Este projeto buscará gerar evidências sobre o impacto econômico do imposto sobre o consumo excessivo as RBAs e na saúde. Para isto, pretende-se realizar uma avaliação de custo efetividade do impacto da taxação de bebidas adoçadas na prevalência da obesidade e das variáveis socioeconômicas em comparação com a manutenção do estado atual e estimar o impacto dessa taxação sobre variáveis da economia (estrutura de mercado, geração de emprego, balança comercial do setor saúde, Produto Interno Bruto, salário e produtividade).
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 06/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Cidoval Morais de Sousa

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • tecnologias sociais e educação ambiental para o controle vetorial de arboviroses: promovendo a saúde e a qualidade de vida no semiárido paraibano
  • O presente projeto resulta da articulação de pesquisadores de quatro instituições com atuação no Semiárido Nordestino: Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); Universidade Federal de Campina Grande (UFCG); Instituto Nacional do Semiárido (INSA) e Fundação Oswaldo Cruz Pernambuco (FIOCRUZ-PE). Pretende-se, como foco central, investigar as compreensões e práticas da relação saúde-doença no contexto da tríplice epidemia (Dengue, Zika e Chikungunya) que tem como um dos vetores o mosquito Aedes aegypti e, de outro, proporcionar processos formativos inovadores que favoreçam a interrelação educação-saúde e o desenvolvimento de processos, técnicas e tecnologias que possam ser apropriados socialmente, de modo a contribuir para a experimentação do bem viver no Semiárido Nordestino. O projeto será desenvolvido em escolas públicas de municípios em situação de risco (baixo IDH, alta incidência da tríplice epidemia, intermitência no fornecimento de água), integrantes de um consórcio intermunicipal (São Saruê, no Cariri Paraibano) com base na pesquisa participativa,mediante a integração de professores, alunos, pais, gestores e profissionais de educação e saúde, organizações não governamentais e outros atores com atuação relevante na área de abrangência do referido Consórcio. Para o enfrentamento das arboviroses, sobretudo levando em conta os seus determinantes sociais, torna-se fundamental possibilitar às pessoas envolvidas aprofundar sua problematização e se tornarem protagonistas de todo o processo de superação. Isso só é possível por intermédio da compreensão sistêmica do problema, priorizando, por um lado, a apropriação social de conceitos de educação em saúde, saneamento básico, controle da proliferação de vetores dos vírus Zika, Dengue e Chikungunya, implantação e manejo de hortas comunitárias e educacionais, agroecologia e gestão racional do uso de mananciais hídricos e outros recursos naturais. Por outro, adotando precipuamente diferentes tipos de técnicas ou ferramentas de diagnóstico, intervenção e avaliação, através das quais todos os participantes interagem.A proposta deste projeto baseia-se na abordagem eco-bio-social para o controle de vetores e a realização de ações de educação sanitária e ambiental, envolvendo estudantes, educadores, gestores, pais e a comunidade em geral, no sentido de ações de desenvolvimento rural e urbano que visem melhorar a qualidade de vida, sob o ponto de vista da sustentabilidade e de um enfoque ecossistêmico. O enfoque ecossistêmico busca realizar a integração interdisciplinar da saúde e do ambiente por meio do desenvolvimento da ciência e tecnologia, gerada e aplicada em consonância com gestores públicos, privados, sociedade civil e segmentos populacionais afetados. Partindo de inquietações práticas do ponto de vista das realidades concretas, o enfoque tem por objetivo desenvolver novos conhecimentos sobre a relação saúde-ambiente, de forma a permitir a implantação de ações apropriadas e saudáveis de sujeito para sujeito, constituindo uma via concreta para desenvolver as capacidades dos sujeitos individuais e fortalecer ações comunitárias, dentro de uma perspectiva holística e ecológica da promoção da saúde. Toma-se como referência a ideia de qualidade de vida concebida por Leff (2001), caracterizando formas inéditas de identidade, cooperação, solidariedade, participação e realização que entrelaçam a satisfação de necessidades e aspirações derivadas do consumo com diferentes formas de efetivação, através de processos de trabalho, funções criativas e atividades recreativas. Qualidade de vida não significa quantidade de vida. Não pode ser aquilatada na balança dos níveis de renda, dos salários reais e das normas de satisfação de necessidades estabelecidas cientificamente e distribuídas como cotas de bem-estar distribuídas pelo Estado; nem tampouco dimensionada a partir de um padrão homogêneo de bem-estar, pois não admite a planificação centralizada das condições de existência de uma população culturalmente diversa. Adota-se, também, como fonte de iluminação, das leituras discussões e práticas, o conceito de bem Buen Vivir, nos termos de Acosta (2010) , para quem, tal conceito, exige que se repense a forma atual de organização da vida, no campo e na cidade, nas unidades produtivas, nos espaços de convivência sociais, nos centros educativos e de saúde. Segundo ele, o capitalismo é um sistema essencialmente predatório e explorador que “vive de sufocar a vida e o mundo da vida”. O Buen Vivir propõe uma mudança civilizatória. É um caminho que deve ser imaginado para ser construído por cada sociedade, com fins de mudar este mundo e construir democraticamente outro que seja sustentável, justo, igualitário, livre e, seguramente, mais humano.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 07/11/2016-30/11/2020
Foto de perfil

Cilene Aparecida Nunes Rodrigues Nevins

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • referência pronominal: estruturação e desestruturação
  • O presente projeto insere-se na linha de pesquisa sobre linguagem e cognição, e, dentro do arcabouço teórico formal da gramática, versa sobre a estruturação da referência de pronomes pela gramática e sua desestruturação frente a distúrbios mentais do construto da esquizotipia, em especial a esquizofrenia. Trata-se de dois braços de investigação. O primeiro, de natureza teórica, é sobre aspectos gramaticais dos pronomes, buscando compreender em que medida a distinção entre pronomes fortes e fracos pode ser estabelecida em função da carga estrutural, formada a partir de traços formais, interna aos pronomes (Cardinaletti & Starke, 1999). Concentra-se na divisão de trabalho entre pronomes plenos e nulos em línguas de pro-drop pleno e parcial, estabelecendo generalizações cross-linguísticas robustas sobre o comportamento sintático-semântico destes pronomes, para então tecer um melhor entendimento teórico sobre suas estruturas internas. O segundo braço de investigação volta-se para a hipótese de que a esquizofrenia envolve déficits gramaticais, na combinação e estruturação dos traços formais necessários para a computação da referência (Hizen, 2015). Nossa meta neste braço do projeto é usar estruturas sintático-semânticas de controle obrigatório e não obrigatório para a verificação da hipótese em questão. Propomos também pesquisa sobre a possibilidade de a iconicidade facilitar a interface Sintaxe-Forma Lógica (hipótese de Schlenker (2018)). Nossa proposta é usar dados de referência pronominal em esquizofrenia para verificação dessa hipótese, acoplando o loci pronominal da língua de sinais brasileira a pronomes do português brasileiro nos itens experimentais de testagem. Com uso de metodologia teórico-experimental de coleta de dados linguísticos, o projeto no geral objetiva: (a) contribuir para um melhor entendimento teórico do papel da gramática na computação da referência pronominal; (b) contribuir com diferentes áreas do conhecimento para compreensão dos déficits linguísticos observados na esquizofrenia; (c) contribuir na elaboração de testes linguísticos efetivos para o diagnóstico do distúrbio mental em questão; (d) desenvolver estratégias linguísticas facilitadoras da comunicação com pacientes de esquizofrenia.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cilene Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • metropolização e metrópole onipresente: discussão teórica e confrontação com a região metropolitana do vale do paraíba e litoral norte, sp
  • A problematização geral da institucionalização da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN-SP), em 2012, e a controvérsia teórica gerada acerca da presença ou não do fato metropolitano nessa região instigou ao estudo teórico sobre a natureza do processo de metropolização e da organização do espaço metropolitano, em suas relações com a globalização em curso, com a finalidade de criar uma perspectivação teórico-metodológica, baseada em uma articulação conceitual a partir do conceito de metrópole onipresente (Milton Santos) com outros conceitos afins, que oriente a verificação da suposta existência (ou não) de grandezas referencias do fenômeno metropolitano na realidade urbano-regional heterogênea da referida região. A pesquisa tenta se inserir em discussões acadêmicas e debate social mais amplo sobre as incertezas e apreensões quanto aos destinos da política territorial e do planejamento urbano e regional no país, considerando as normativas do Estatuto da Metrópole e, particularmente, no Estado de São Paulo, a organização/planificação regional estadual instrumentalizada por normas específicas e um plano de ações direcionadas ao que se define como macrometrópole pauslita, da qual a RMVPLN é integrante. Com essa ordem de preocupações, a questão da relação indissociável entre as instâncias político-institucional e cultural-ideológica torna-se relevante para compor a análise histórico-crítica da ação social, dos rumos da regionalização institucional e dos acontecimentos conjunturais que deverão confluir na elaboração do PDUI para a região valeparaibana. Nesse contexto, o problema da gênese teórica não se desvincula da ação política, encerrando a necessidade de reorientação e revalidação do método para o tratamento de proposições e hipóteses que, diante do quadro crítico de ordem civilizatória e política que se vive hoje no país e no mundo, afirmam o engendramento de pré-condições do novo “período demográfico” da história, fundadas na perspectiva do humanismo concreto, da radicalização democrática e da constituição de novos centros/centralidades da vida social, ancorada na emergência de novas forças de conscientização e agregação social, nascidas das contra-racionalidades e resistências às ideologias e modus operandi hegemônicos (perversos). Para isso, o método dialético e sistêmico se interpõe como gerador dos meios de regulação da dinâmica da pesquisa no trânsito das proposições teóricas às observações empíricas circunscritas ao caso da região do Vale do Paraíba e Litoral Norte à ordem de conexões que a integram na estrutura macrometropolitana de funcionalização e transformações do estado paulista e da formação socioespacial brasileira. Nesse sentido, o equacionamento lógico e de explicitação dos referenciais e conteúdos teórico-empíricos define-se tendo em vista as necessárias confrontações de análise e interpretação da onipresença metropolitana e de uma ordem específica de conexões, estabelecida na psicoesfera e noosfera social. Envolvendo os instrumentais técnicos de coleta de informações e seleção de dados e fatos pertinentes à problemática e hipóteses da pesquisa, as observações e análise documental e os estudos de caso e estudos comparativos direcionam-se à valorização da informação, comunicação e formas de organização social como variáveis significativas para estudo da metropolitanização de lugares.
  • Universidade do Vale do Paraíba - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cilson Cesar Fagiani

Ciências Humanas

Educação
  • desafios da formação do jovem trabalhador no contexto das políticas educacionais: aproximações entre brasil e portugal
  • Este é um projeto de pesquisa de natureza interdisciplinar e de abrangência interinstitucional no Brasil e internacional, em desenvolvimento na Universidade de Uberaba - UNIUBE, na região do Triângulo Mineiro em Minas Gerais no âmbito do Programa de Pós-graduação em Educação, na Linha de Pesquisa Desenvolvimento Profissional, Trabalho docente e Processo de Ensino Aprendizagem a qual abrange investigações e estudos sobre formação e desenvolvimento profissional, analisando o trabalho docente em suas diferentes dimensões, práticas e perspectivas, de modo a compreender e a intervir nos processos ensino-aprendizagem em diferentes contextos, níveis e modalidades. A referida linha contempla ainda pesquisas sobre a Educação Básica, Formação inicial e continuada de professores e as formas de participação na gestão do sistema e de unidades de ensino; inserção de novas tecnologias no trabalho docente; educação e práticas de cidadania e direitos humanos; educação e trabalho; educação de pessoas com necessidades educacionais especiais. O projeto vincula-se ao grupo de pesquisa Trabalho Sociedade e Educação, sob a coordenação da Profa. Fabiane Santana Previtali, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia (PPGED/UFU) e ao grupo de pesquisa Política Educacional, Gestão Educativa e Neoliberalismo, sob coordenação do Prof. Afrânio Mendes Catâni da Universidade de São Paulo. No âmbito internacional o projeto vincula-se ao grupo de pesquisa “História Global do Trabalho e dos Conflitos Sociais”, coordenado pela Profa. Dra. Raquel Varela no Instituto de História Contemporânea – IHC/UNL e com a Profa. Teresa Medina da Universidade do Porto, ambas de Portugal. O proponente é doutor em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2016) e pós-doutor em Educação pela Universidade de São Paulo sob a supervisão do professor Dr. Afrânio Mendes Catâni. É Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas “Trabalho, Educação e as Transformações Sociais Globais” e pesquisador associado junto à Universidade Nova de Lisboa – UNL, vinculado ao Grupo de Pesquisa “História Global do Trabalho e dos Conflitos Sociais”. O projeto ora apresentado consubstancia o conjunto de reflexões acumuladas e resultados de pesquisa amplamente divulgados em periódicos científicos nacionais e internacionais, livros, capítulos de livros, apresentações em eventos científicos ao longo da trajetória acadêmica deste proponente, justificando-se a submissão do projeto ao presente edital. Dessa forma, entende-se que o projeto vem contribuindo significativamente para o desenvolvimento e aprofundamento do conhecimento científico na area e sub-area da pesquisa, bem como para a divulgação dos resultados obtidos, inclusive internacionalmente, através do estabelecimento de redes de pesquisa de abrangência internacional. Ademais, ao envolver estudantes de graduação e pós-graduação, o projeto possibilita a formação de recursos humanos altamente qualificados e com experiência no trabalho interdisciplinar aptos a atuar em um mercado de trabalho marcado pela competitividade internacional. Convém mencionar que as análises comparativas constituem uma forma de conhecimento fundamental, seja para analisar os fatos sociais contingentes, seja para construir categorias analíticas. Muito se recorre às comparações internacionais para confrontar a singularidade das configurações históricas e culturais de cada país. Dessa forma, analisar os dois países permitirá indagar sobre as formas que assumem a formação educacional do jovem trabalhador e em que medida estão relacionadas à competitividade econômica dos países. A hipótese geral que norteia a pesquisa é que a formação educacional do jovem trabalhador no país, no estado de Minas Gerais, em particular na região do Triângulo Mineiro, não atende adequadamente as demandas específicas do novo mercado de trabalho, marcado pela globalização e internacionalização das empresas associadas e à introdução e difusão das novas tecnologias de informação. Em outras palavras, os jovens formados na Educação Básica estão aquém das necessidades exigidas pelos diferentes setores econômicos no estado de Minas Gerais para um salto qualitativo quanto à inserção na competitividade global. Vale lembrar que a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional (LEI Nº 9.394/1996), em seu artigo 39, determina que mesmo a educação profissional deve conduzir o cidadão "ao permanente desenvolvimento de aptidões para a vida produtiva", intimamente integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, à ciência e à tecnologia. Assim, o debate sobre trabalho e educação, e particularmente a formação dos sujeitos no contexto da Educação Básica, Educação Profissional e Ensino Superior é essencial para o desenvolvimento socioeconômico, bem como para a inserção qualificada do país no cenário competitivo internacional. A metodologia e as técnicas de pesquisa utilizadas consistem na revisão de literatura, levantamento de banco de dados, análise documental e pesquisa empírica mediante aplicação de questionários com perguntas estruturadas e semi-estruturadas. Para tanto, recorre-se a abordagem comparativa de análise de forma a apontar semelhanças, estabelecer contrastes, continuidades e rupturas e, principalmente, problematizar as relações existentes entre as demandas das empresas e as políticas educacionais, com especial atenção para a questão da mudança tecnológica, qualificação dos trabalhadores e sua formação básica. No que diz respeito aos aspectos organizativos, a pesquisa conta com cronogramas de reuniões periódicas da equipe envolvida, de forma a avaliar o processo coletivamente, visando à resolução de problemas e o continuo aperfeiçoamento das atividades.
  • Universidade de Uberaba - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cimélio Bayer

Ciências Agrárias

Agronomia
  • avanços no entendimento da dinâmica da matéria orgânica e da emissão de gases de efeito estufa em solos tropicais e subtropicais através de técnicas isotópicas (13c e 15n) em experimentos de longa duração
  • O ponto focal da presente proposta de pesquisa é associar o uso de técnicas isotópicas (13C e 15N) e experimentos de longa duração para o avanço no entendimento da estabilização da matéria orgânica e da emissão de gases de efeito estufa (GEE) em solos tropicais/subtropicais brasileiros sob sistemas conservacionistas de manejo. Cinco experimentos de longa duração (24-40 anos) serão a base dos sete estudos propostos, sendo cinco relacionados à avaliação dos mecanismos associados à estabilização da matéria orgânica no solo e dois relacionados às fontes e processos envolvidos na emissão de N2O e de CH4 do solo. Nos estudos envolvendo a estabilização da matéria orgânica, será realizado o enriquecimento de plantas com 13C (estudos 1-3 e 7), e com 13C e 15N (estudo 4) os quais serão aplicados ao solo e avaliada a eficiência de estabilização (acúmulo) do 13C aportado na matéria orgânica em função do déficit de saturação de C no solo (Estudo 1), da textura e mineralogia do solo (Estudo 3) e da qualidade do resíduo vegetal de plantas de cobertura de solo (Estudo 4). No estudo 2 será avaliada a estabilização do 13C aportado pelo sistema radicular e pela biomassa aérea das plantas de cobertura. Em solo de terras baixas sob cultivo de arroz irrigado, os mecanismos de estabilização do 13C da biomassa do arroz em preparo convencional e plantio direto serão avaliados (Estudo 7). Nos estudos envolvendo a emissão de GEE, serão avaliadas as fontes e processos envolvidos na emissão de N2O em solo de terras altas (Estudo 5) e na emissão de CH4 em solo de terras baixas sob cultivo de arroz irrigado (Estudo 6). Leguminosas de cobertura de solo e fertilizante nitrogenado (ureia) e a combinação de ambos serão avaliados quanto fonte de N2O para a atmosfera, bem como quanto ao seu efeito na intensificação da emissão deste gás resultante da mineralização acelerada do N nativo do solo (“priming effect”). No estudo em solo sob cultivo de arroz irrigado, a biomassa de azevém de inverno e os exsudatos radiculares do arroz em desenvolvimento serão avaliados quanto a fonte de emissão de 13CH4 do solo para atmosfera. O desenvolvimento do projeto permitirá qualificar o treinamento de quatro estudantes de doutorado do PPG Ciência do Solo no uso de técnicas isotópicas em estudos de matéria orgânica do solo e de gases de efeito estufa, e é prevista a publicação de ao menos 10 artigos científicos em periódicos de alto impacto (JCR>2). A realização das ações de pesquisa demanda um investimento de R$ 118.000,00, o qual é complementar aos recursos disponíveis de outros projetos no âmbito do grupo de pesquisa, mas que é extremamente necessário devido ao alto custo dos insumos de 13C e 15N.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cimone Rozendo de Souza

Ciências Humanas

Sociologia
  • saberes e fazeres agroecológicos: experiências e aprendizados no território do mato grande/rn
  • O projeto Saberes e fazeres agroecológicos: experiências e aprendizados no Território do Mato Grande/RN tem o objetivo de constituir um Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica (NEA), a partir das diretrizes da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO), da Educação Popular, da Pedagogia da Alternância e das tecnologias agroecológica. O Núcleo envolve pesquisadores e alunos das Universidades Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Federal Rural do Semiarido (UFERSA), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, de Ipanguaçu (IFRN), agricultores/as, técnicos de ATER que atuam no Território do Mato Grande/RN. A proposta é mapear e caracterizar as iniciativas de produção agroecológica e orgânica desenvolvidas no território como forma de subsidiar futuras ações do NEA. Além disso, o projeto pretende implantar 4 quintais produtivos como unidades referenciais do fazer e saber agroecológicos, envolvendo, preferencialmente, mulheres e jovens nos municípios de São Miguel do Gostoso e Touros. Experiências com os “Quintais Produtivos” já vêm sendo implementadas nesses municípios por técnicos de ATER (parceiros deste projeto como AACC e TECHNE) com diferentes níveis de desenvolvimento (algumas embrionárias outras mais consolidadas), fortemente veiculadas as ideias de garantia da Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) e à promoção do protagonismo de jovens e mulheres. A proposta é, portanto, potencializar essas ações, aproveitando o capital social existente e as condições materiais já instauradas. Estão previstas, também, ações de formação que envolverão debates, seminários, intercâmbios e cursos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 01/12/2017-31/10/2020
Foto de perfil

Cinthia Baú Betim Cazarin

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de pão funcional com inclusão de farinha de casca de jabuticaba (myrciaria cauliflora): efeito antioxidante e no comportamento glicêmico de indivíduos saudáveis
  • É crescente a busca por alimentos que além de simplesmente fornecer nutrientes, sejam capazes de trazer benefícios à saúde, como ação antioxidante, aumento do consumo de fibras, diminuição de processos inflamatórios, e que promovam uma melhora na integridade do organismo. Para tanto o desenvolvimento de produtos capazes de prevenir ou retardar condições patológicas tem se tornado algo necessário. Na flora brasileira encontramos uma biodiversidade de alimentos e/ou produtos de origem vegetal com potencial para fabricação destes produtos, como por exemplo, algumas frutas ricas em compostos fenólicos e flavonoides. A jabuticaba (Myrciaria jaboticaba), uma fruta nativa brasileira, tem apresentado resultados promissores com relação aos efeitos anti-obesogênico, na redução da glicemia e na prevenção do diabetes e do câncer. O objetivo do presente estudo é formular um pão artesanal funcional com a inclusão da farinha da casca de jabuticaba. Para o desenvolvimento do produto e garantia de sua qualidade será realizada a caracterização da composição centesimal da farinha da casca da jabuticaba e do pão, a avaliação da estabilidade dos compostos antioxidantes após o processo de forneamento e sua atividade funcional será avaliada em um ensaio pré-clínico. Indivíduos saudáveis serão recrutados para determinação da resposta glicêmica, insulinêmica e perfil antioxidante sérico após o consumo do pão funcional. Por fim, será realizada análise sensorial para determinação da formulação com maior aceitação pelos provadores.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cinthia Cabral da Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • instrumentos digitais para adubação de precisão economicamente ótima
  • Estudos que analisam os impactos econômicos da aplicação variada de fertilizantes indicam resultados divergentes. Assim, investigar as condições que afetam a eficiência econômica torna-se importante para uma decisão do produtor sobre quando é melhor utilizá-la. Além do tipo de aplicação do fertilizante na área, o lucro do produtor também depende da recomendação de fertilizante. A recomendação economicamente ótima considera as condições de preço do produto e do insumo. Um sistema de recomendação desse tipo é inexistente no Brasil e pode gerar ganhos econômicos para o produtor, uma vez que é o sistema de recomendação de fertilizantes economicamente mais preciso. Portanto, o desafio deste projeto é produzir Application Programming Interface (API) para software e Aplicativos para dispositivos móveis (Apps), a fim de obter: um instrumento de tomada de decisão econômica entre a aplicação uniforme ou variada de fertilizantes e; um instrumento de recomendação economicamente ideal de fertilizantes. Uma grande pesquisas de revisão de literatura e reuniões com especialistas sobre o comportamento dos nutrientes em cada cultura analisada deve ser feita para a obtenção de indicações mais precisas a serem inseridas nestes instrumentos. Estas são as principais informações para obter uma boa recomendação de fertilizantes, que afetam diretamente os resultados para a tomada de decisão entre os usos de aplicação uniforme ou variada do mesmo. Portanto, um grande esforço e tempo neste projeto deve ser feito para esta parte. Neste contexto, serão utilizados os macronutrientes nitrogênio, fósforo e potássio e os cultivos agrícolas, feijão, soja, milho e trigo. Além da API e do Apps, o objetivo deste projeto é também produzir documentos indicando o impacto econômico para o produtor e para a economia brasileira derivados do uso dessas novas ferramentas digitais.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cinthia Pereira Machado Tabchoury

Ciências da Saúde

Odontologia
  • estudos para otimização da determinação química de fluoreto de dentifrícios e de metodologias como marcador da sua biodisponibilidade salivar (efeito anticárie) e sistêmica (risco de fluorose)
  • Dentifrício fluoretado é considerado o meio mais racional de uso de fluoreto (F) para o controle da cárie, porque ao mesmo tempo que o biofilme dental é desorganizado pela escovação, o F é disponibilizado para o meio ambiente bucal para interferir com o processo de desenvolvimento de lesões de cárie. Esta concentração de fluoreto deve estar quimicamente solúvel na formulação de modo que possa exercer seu efeito, reduzindo a des- e ativando a remineralização do esmalte e da dentina. Por outro lado, quanto do F está quimicamente solúvel na formulação também afeta sua biodisponibilidade sistêmica em termos de absorção gastro-intestinal e risco de fluorose dental. Assim, a capacidade de liberação do fluoreto das formulações de dentifrício deve ser avaliada não só como um pré-teste de seu potencial anticárie, como do seu efeito sistêmico quando ingerido. Isso é particularmente relevante para dentifrícios à base de MFP/CaCO3, os quais são os mais vendidos nos países em desenvolvimento, mas que com o tempo há uma redução gradual da concentração de fluoreto quimicamente solúvel. Assim, o presente projeto tem como objetivos: 1) aprimorar e otimizar o método de determinação de fluoreto total (FT) e fluoreto solúvel total (FST) em dentifrícios, utilizando o eletrodo íon-específico de fluoreto pela técnica direta, de modo a aumentar a precisão da determinação de FT em dentifrícios à base de MFP/CaCO3 e tornar esta metodologia aplicável a outras formulações de dentifrícios; 2) validar um teste in vitro de liberação de fluoreto de dentifrícios, que mostre uma correlação com a biodisponibilidade de fluoreto in vivo quando os dentes são escovados; 3) avaliar a relação entre a concentração de FST em dentifrício à base de MFP/CaCO3 com a biodisponibilidade bucal de FST na saliva durante a escovação; 4) Validar a solubilidade em HCl 0,01 N do fluoreto quimicamente solúvel em dentifrícios a base de MFP/CaCO3 como um indicador da sua biodisponibilidade sistêmica. Para tal, serão realizados 4 estudos. Estudo 1: estudo analítico experimental in vitro, no qual alguns parâmetros da técnica direta de determinação da concentração de fluoretos com eletrodo íon-específico de fluoreto serão testados, de modo a determinar/confirmar a melhor massa de dentifrício para dosagem, tempo de centrifugação, velocidade de centrifugação e tempo de hidrólise do MFP. Cada fator de teste será modificado individualmente e as concentrações de FT e FST serão determinadas nos dentifrícios. Estudo 2: estudo in vivo do tipo cruzado, randomizado e cego, com 3 fases experimentais, com os seguintes dentifrícios: 1 – Sorriso Dentes Brancos (MFP/CaCO3); 2 – Close Up Triple (MFP/CaCO3) ou Tandy (NaF/SiO2); 3 – Close Up Ação Profunda (NaF/SiO2). Em cada fase, amostras de saliva não estimulada serão coletadas antes da escovação. Os participantes escovarão seus dentes por 1 min com 0,7 g dos dentifrícios citados acima. Todo o resíduo produzido durante a escovação será expectorado em um copo plástico pré-pesado. O copo será pesado novamente para estimar o volume de saliva durante a escovação. Alíquotas do volume expectorado serão imediatamente centrifugadas para a determinação de FST no sobrenadante. O volume restante será utilizado para determinar a concentração de FT. Após a escovação, os participantes farão bochecho com água, o conteúdo será coletado e analisado quanto à concentração de FT e FST. Em seguida, amostras de saliva serão coletadas durante 120 min e também analisadas quanto à concentração de FT e FST. Estudo 3: estudo in vivo, duplo-cego e do tipo cruzado-falso com 5 fases experimentais. Participantes adultos serão submetidos aos seguintes grupos de tratamentos: 1- Dentífrico placebo de fluoreto; 2- Sorriso Dentes Brancos® (MFP/CaCO3, 1450 ppm F) recentemente formulado; Grupos 3 a 5 - Sorriso Dentes Brancos® submetidos ao envelhecimento acelerado para gerar uma concentração de fluoreto insolúvel (Fins) correspondente a 20%, 40% e 60% do FT. Os participantes escovarão os dentes de manhã durante 1 min com 0,7 g do respectivo dentifrício e as amostras de saliva serão coletadas antes, durante a escovação e nos tempos de 3, 6, 9, 15, 30, 45, 60 e 120 min após a escovação. A concentração de FT será determinada em amostras de saliva e o resto da amostra será centrifugado para a determinação de FST. Os resultados serão analisados estatisticamente, considerando-se a relação entre FST nos dentifrícios e a concentração de FST na saliva zero (ato de escovar) e a área sob a curva de concentração em função do tempo (0 a 120 min) será estatisticamente avaliada por análise de regressão. Estudo 4: consta de duas etapas, in vivo e in vitro. O estudo in vitro será cego, em quatro fases experimentais, feito com amostras (n=6/ por grupo) de dentifrício fresco à base de MFP/CaCO3 (1450 µg F/g), distribuído nos seguintes grupos: Grupo 1: Dentifrício à base de MFP/CaCO3 (1450 ppm de F) recém-adquirido; Grupos 2 a 4: Dentifrício à base de MFP/CaCO3 (1450 ppm de F) submetido a envelhecimento acelerado para gerar diferentes porcentagens de fluoreto insolúvel (Fins): a 20%, 40% e 60% do fluoreto total. O estudo in vivo será cruzado com restrição, em quatro fases, nas quais os participantes ingerirão em cada fase 70,0 µg FT/kg de peso corporal (dose limite de risco de fluorose), de uma das bisnagas de dentifrícios preparadas na seguinte ordem: dentifrício fresco, ~20%, ~40% e ~60% de fluoreto insolúvel. Antes e por 180 min após a ingestão, amostras de sangue e saliva serão coletadas para determinação da concentração de F. Urina de 24 h será coletada no dia anterior (controle) e no dia do experimento. A concentração de F nas amostras de sangue, saliva e urina serão determinadas com eletrodo íon específico. Os resultados obtidos nos diferentes estudos serão analisados estatisticamente. O nível de significância estabelecido será de 5% e os testes estatísticos serão definidos de acordo com o delineamento experimental de cada estudo.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cinthya Bertoldo Pedroso

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • influência dos fatores edafoclimáticos na qualidade da madeira plantada
  • O conhecimento das condições edafoclimáticas que interferem na qualidade da madeira produzida é de extrema importância para o aumento da produtividade e redução dos custos de produção. O local de plantio das árvores combina a interação de diversos fatores que podem influenciar na qualidade da madeira. A qualidade e as características da madeira variam de indivíduo para indivíduo de mesma espécie e cultivados no mesmo local. A capacidade da utilização de ensaios não destrutivos, através de métodos acústicos, para acessar a qualidade da madeira ainda na árvore tem sido foco de diversos estudos. A utilização de método de propagação de ondas na antecipação do conhecimento das propriedades da madeira vem se evidenciando como alternativa para otimizar custos, pois facilitaria a classificação e o acompanhamento, por qualidade, em cada fase da cadeia florestal. A antecedência na detecção do baixo índice ou da queda no desenvolvimento de determinados indivíduos ou mesmo de grande parte das árvores de um determinado local, pode ser fator decisivo na tomada de decisão para uma possível intervenção visando a correção de fatores que estejam limitando ou prejudicando o desenvolvimento da árvore. Sendo assim, o projeto tem como objetivo o acompanhamento do desenvolvimento da qualidade da madeira a partir de ensaios não destrutivos em árvores produzidas em diferentes condições edafoclimáticas. Se bem-sucedido, os resultados dessa pesquisa poderão contribuir fortemente com o desenvolvimento do setor florestal, uma vez que trará conhecimentos sobre quais fatores edafoclimáticos interferem na qualidade da madeira. Sendo assim, a transferência tecnológica dos avanços obtidos com os resultados desse projeto auxiliará os produtores florestais na tomada de decisão com relação ao tipo de intervenção ambiental necessária visando a otimização da qualidade da madeira.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cintia Chaves Curioni

Ciências da Saúde

Nutrição
  • revisão sistemática sobre a efetividade de intervenções nutricionais em crianças com lesões cerebrais congênitas ou perinatais não progressivas
  • As lesões cerebrais, quando não mortais, contribuem para aumento de morbidades e geram um impacto substancial na qualidade de vida das crianças afetadas, com graves repercussões para a sua família e para o sistema de saúde. Entre seus diferentes tipos, as lesões congênitas ou perinatais não progressivas são grandes problemas de saúde pública, com destaque na atualidade para paralisia cerebral, microcefalia e síndrome alcóolica fetal. Uma vez que não é possível recuperar a lesão instalada, o tratamento visa melhorar a qualidade de vida da criança e da família, por meio de intervenções que maximizem a independência e autonomia nas atividades da vida diária, a mobilidade, diminuam os efeitos adversos de medicações e que possam garantir uma alimentação e nutrição adequada. Apesar dos avanços na área de saúde, ainda não existe padronização quanto às recomendações nutricionais para essa população. Para melhor entendimento dos benefícios da terapia nutricional para essa população específica, são necessárias evidências que reúnam os efeitos de potenciais nutrientes no desenvolvimento neurológico. As intervenções nutricionais se apresentam como estratégias interessantes, pois são consideradas seguras, relativamente baratas, causam poucos ou nenhum efeito colateral e podem ser implementadas com facilidade. Portanto, mediante o exposto acima é oportuno revisar a literatura de forma sistemática sobre a efetividade de intervenções nutricionais em crianças com lesões cerebrais congênitas ou perinatais não progressivas para a melhora de desfechos relacionados ao desenvolvimento neurológico. Esse projeto visa contribuir com produção de conhecimento de forma a auxiliar na proposição de uma linha de cuidado relacionada à atenção nutricional para essa população e criar oportunidade de articulação entre ensino e prática clínica. Será realizada uma revisão sistemática focando na seguinte questão: “intervenções nutricionais produzem efeitos benéficos em desfechos relacionados ao desenvolvimento neurológico quando comparada com nenhuma intervenção ou outras intervenções em crianças com lesões cerebrais congênitas e perinatais não progressivas?”. Para a busca de artigos, as seguintes bases de dados serão utilizadas: Medline, Embase, Lilacs, The Cochrane Library, incluindo Cochrane Controlled Trials Register, Scopus, Web of Science e Livivo, além de listas de referências dos ensaios clínicos relevantes e revisões. De forma independente, dois revisores realizarão a seleção, extração e avaliação do risco de vieses. Para a análise dos dados, uma abordagem narrativa será usada para resumir a eficácia das intervenções, e se os estudos forem suficientemente homogêneos, será realizada uma síntese quantitativa (meta-análise). A qualidade geral das evidências para cada desfecho será avaliada usando a ferramenta Grading the quality of evidence and the strenght of recommendations (GRADE). A equipe de 8 doutores conta com nutricionistas, epidemiologista, pesquisadores clínicos e neurologista vinculados a 3 diferentes universidades (UERJ, UNIRIO e UFRJ), possui expertise e produções relevantes, tem antecedentes de trabalho colaborativo e dispõe de infraestrutura adequada. Espera-se que a literatura atual apresente resultados que apoiem a formulação de materiais que qualifiquem o cuidado ofertado pelos profissionais de saúde, bem como para apoiar as famílias com crianças nessas condições. Serão produzidos: artigo científico, relatório técnico e infográfico objetivando a divulgação científica para a comunidade acadêmica e científica, gestores e profissionais do Sistema Único de Saúde e sociedade civil.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 14/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Cintia Kimie Aihara

Outra

Divulgação Científica
  • olimpíada brasileira de robótica 2020
  • A presente proposta visa realizar a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR 2020), em sua 14ª edição, com o objetivo de despertar o interesse pela tecnologia e estimular alunos do ensino fundamental, médio e técnico a seguir carreiras em áreas tecnológicas ou científicas, por meio de uma Olimpíada Científica interdisciplinar, a ser realizada em nível nacional, com múltiplas fases e modalidades. Diversos estudos demonstraram que a temática robótica, e a própria OBR, são instrumentos motivadores, tanto para alunos quanto para professores, pois promovem a descoberta de aplicações dos conceitos apresentados em diversas disciplinas da grade curricular, auxiliando o desenvolvimento de habilidades e competências como a solução de desafios e cooperação, além de estimular a busca por carreiras nas áreas de Ciências Exatas e Engenharia. No contexto da OBR, somam-se muitos relatos de ações de inclusão social e digital. De fato, foi notado que projetos relacionados com a OBR, executados em escolas públicas, direcionam alunos para os ensinos técnico e superior e dão novas perspectivas às suas vidas. Em 2019 a OBR alcançou a maior participação de estudantes desde sua criação em 2007, com mais de 199 mil inscritos de todos os estados brasileiros, tendo atingindo cerca de 50% dos municípios do país, totalizando mais de 922 mil participantes desde sua criação. Com um crescimento médio de cerca de 27% ao ano, a OBR é dividida, em duas modalidades: a Modalidade Prática e a Modalidade Teórica. A Modalidade Prática propõe às crianças e jovens o desafio de construir um robô autônomo capaz de rastrear e encontrar vítimas em um ambiente de desastre simulado. É composta por cerca de 80 etapas regionais e estaduais, classificatórias para a etapa nacional, todas abertas ao público, com Mostras de Robótica locais que ampliam o alcance dos eventos. Foram 4857 equipes e 21168 participantes competindo em 2019. A equipe campeã da Modalidade Prática da OBR é classificada para a etapa internacional da RoboCupJunior Rescue. A Modalidade Teórica, por sua vez, disponibiliza um conjunto de provas em seis níveis distribuídos desde o 1o ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e Técnico. As provas abordam um conteúdo multidisciplinar do currículo básico voltado a aplicações na área de robótica. Em 2019, foram 180207 provas aplicadas em mais de 2200 escolas. Como produto de divulgação científica e tecnológica, a OBR gera uma revista própria, a Mundo Robótica, que em 2020 continuará a ser publicada on-line, disponibilizada gratuitamente, além de manuais de estudos e manuais de regras, um curso de formação de juízes de arena utilizando métodos de EaD. Com estas iniciativas, espera-se manter o potencial de crescimento da participação de estudantes em 2020, destacando e divulgando seus trabalhos e a tecnologia para a comunidade, além de ajudar o país a se tornar, em um futuro próximo, protagonista no cenário tecnológico mundial através desta ferramenta multidisciplinar transformadora: a Robótica.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2020
Foto de perfil

Cintia Machado de Oliveira

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • viabilidade econômica e ambiental da implantação de uma ferrovia eletrificada do tipo short line em um centro urbano brasileiro.
  • Apesar da importância em se equilibrar a matriz de transportes brasileira, aumentando a participação de modos de transporte de maior capacidade e menor intensidade energética, verifica-se que a infraestrutura ferroviária existente no país é subutilizada, com 35% de aproveitamento da malha. Infere-se que a baixa utilização é resultante não somente de erros no dimensionamento da demanda que justificassem a implantação de ramais em certas localidades, mas também o encerramento de atividades primárias e da ausência de um marco regulatório que permita a flexibilização das operações de ferrovias de pequeno porte, conectando arcos subutilizados a ramais de grandes corredores logísticos. Ademais, em um cenário de eletrificação de uma ferrovia, gera-se a adequação da infraestrutura em torno dos trilhos (em caso de aproveitamento da malha existente), bem como sinalização ferroviária compatível com as novas características de tráfego. Assim, indica um potencial para geração de energia localidades com pouca oferta, inserindo no contexto múltiplos atores interessados (p. ex. distribuidoras de energia elétrica, concessionária da ferrovia e poder público). Desta forma, o estudo de ferrovias short line pode indicar alternativas para a utilização desse tipo de operação no Brasil, como: (1) estratégias alternativas que conectam os produtores a grandes ramais ferroviários (Classe I), usualmente tratadas como alternativas para as primeiras milhas da distribuição física de produtos; (2) estratégias que conectam ramais ferroviários com alto fluxo de mercadorias com centros urbanos adensados, ou seja, alternativas para as últimas milhas da distribuição física de produtos; e (3) potencial meio para desenvolvimento econômico de localidades com baixa oferta de energia (cidades dormitórios). No âmbito urbano, as ferrovias short line podem ser alternativas para evitar as restrições de circulação de caminhões médios, semipesados e pesados em determinadas zonas de tráfego, fornecendo a consolidação necessária para diminuição dos custos com transporte, além de ser uma alternativa que pode reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e poluentes atmosféricos de ação local, em relação ao transporte urbano de carga convencional.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cintia Nasi

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • ações de enfermagem voltadas para a saúde mental na atenção básica
  • A atuação do enfermeiro nos inúmeros cenários de atenção à saúde tem demandado a incorporação de novos conhecimentos e habilidades para o exercício da profissão. No campo da saúde e da enfermagem, o contexto atual do trabalho tem gerado reflexões importantes e necessárias, especialmente no que tange às ações de enfermeiros voltadas para a saúde mental na Atenção Básica à Saúde que favoreçam a consolidação da Reforma Psiquiátrica, bem como a efetividade do cuidado com vistas à reabilitação psicossocial e inserção familiar na terapêutica. Deste modo, a presente proposta de estudo tem por objetivo compreender o significado das ações de enfermeiros voltadas para a saúde mental na Atenção Básica, na perspectiva dos enfermeiro, usuários e familiares. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, cujo referencial teórico-metodológico será a sociologia fenomenológica de Alfred Schutz. O campo de estudo será a Atenção Básica à Saúde, especificamente Unidades de Saúde vinculadas à Gerência Distrital de Saúde Norte/Eixo Baltazar. A coleta de informações ocorrerá com enfermeiros, usuários e familiares, participantes do estudo, por meio de entrevista fenomenológica. Com esta pesquisa, espera-se contribuir em âmbito científico e assistencial para a construção do conhecimento na área da saúde e da enfermagem, colaborando para o cuidado em saúde mental no território, suscitando processos reflexivos que permitam ao enfermeiro instituir ações em saúde mental permeadas pelo modo de atenção psicossocial, em que o usuário e a família possam ser protagonistas da terapêutica.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cintia Rodrigues de Oliveira Medeiros

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • para além da superação: compreendendo as experiências de perda, nostalgia e luto vividas em decorrência de crimes corporativos
  • Os estudos sobre organizações, predominantemente, tendem a enfatizá-las como espaços dotados de racionalidade, sucesso e certezas, focalizando o seu lado positivo e tratando as manifestações negativas como excepcionais, e não como parte das práticas organizacionais cotidianas. Este projeto de pós-doutorado se orienta pela ideia de que essas manifestações negativas são frequentes e se ocultam no lado sombrio (dark side) nas organizações, o qual é pouco estudado e enseja muitas questões e respostas. Mais especificamente, este projeto centra-se no cenário atual, em que a sustentabilidade tem destaque central no mundo, sendo alvo de preocupação de companhias, instituições, governos e sociedades, para analisar um crime corporativo ambiental quando, potencialmente, ocorrem mortes e perdas. Para tratar esse tema, adota-se a perspectiva de morte organizacional (organizational death) conforme discutido por Bell e Taylor (2011) e Bell, Tienari e Hansson (2014), e não a perspectiva evolucionária do declínio organizacional. O projeto orienta-se pela análise das manifestações, reações e expressões de trabalhadores, moradores e a comunidade em geral, diante das consequências de crimes corporativos, mais especificamente, aprofundamos a pesquisa em um caso com forte repercussão no Brasil e no exterior: o rompimento da barragem da Samarco, uma joint venture criada pela Vale e a anglo-australiana BHP Billiton, em Bento Rodrigues, Minas Gerais. Nosso objetivo é compreender as experiências de perdas, nostalgia e luto vividas por trabalhadores e moradores, bem como da comunidade em geral, em decorrência do crime ambiental ocorrido em Bento Rodrigues, Brasil. O método de pesquisa é qualitativo e utilizamos documentos como material empírico, considerando a análise de textos e a análise visual crítica orientada por Bell (2012). Como resultados, espera-se compreender as manifestações, expressões e reações coletivas de trabalhadores e moradores da região atingida no caso em questão, tais como a perda, nostalgia e luto, diante das consequências materiais e imateriais advindas do crime corporativo.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cira Souza Pitombo

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • avaliação da influência das decisões da vizinhança em problemas de demanda por transportes: uma abordagem utilizando conceitos de geoestatística e teoria dos jogos com informação incompleta
  • Este projeto, a ser realizado no Departamento de Engenharia de Transportes da Escola de Engenharia de São Carlos (Universidade de São Paulo), em parceria com o Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica (Universidade de São Paulo) e a Universidade Estadual Vale do Acaraú (Ceará), visa à continuidade do desenvolvimento da pesquisa, que emprega a utilização de técnicas de geoestatística à modelagem em demanda por transportes e tem previsão de realização no período de 36 meses. O objetivo principal é avaliar a influência das preferências da “vizinhança” nas escolhas de deslocamentos, através de conceitos geoestatísticos e teoria dos jogos com informação incompleta. O segundo objetivo, associado ao presente projeto, é a proposta de indicadores de associação espacial (contínuos e para dados em pontos) considerando aspectos do semivariograma experimental e teórico. Este projeto utiliza a base conceitual da teoria de jogos com informação incompleta e a suposição de que as escolhas dos vizinhos, bem como as características socioeconômicas individuais, influenciam, de forma estacionária (não dinâmica), as escolhas de deslocamentos dos indivíduos. Será realizada a abordagem em duas etapas, proposta por Ellickson e Misra (2011). Assim, inicialmente serão calculadas as probabilidades (escolhas dos vizinhos ou “jogadores”) através de uma técnica não paramétrica (Generalized Adictive Models - GAM) e, em seguida, será utilizada uma técnica paramétrica (modelo logit) para prever as escolhas individuais a partir das escolhas dos vizinhos ou “jogadores”. O procedimento metodológico será composto por dez etapas. As etapas quatro, cinco, seis e sete estão associadas à proposta de indicadores espaciais, enquanto as últimas estão associadas à investigação da influência dos indicadores espaciais nas escolhas individuais: (1) Tratamento das bases de dados; (2) Familiarização com o software Biogeme 2.5; (3) Revisão da literatura: Teoria dos jogos com informação incompleta; (4) Modelagem geoestatística; (5) Proposta de indicadores, baseados em (4); (6) Aplicação de modelo GAM; (7) Cálculo dos indicadores com base em (5) e (6); (8) Modelagem através de logit (calibração e validação); (9) Comparação de modelos considerando os quatro indicadores obtidos em (7); (10) Análise da influência dos indicadores a partir dos modelos obtidos em (8). Os dados utilizados serão da Pesquisa Origem-Destino, realizada em 2007/2008 na cidade de São Carlos (SP), dados em painel de estudantes universitários da Escola de Engenharia de São Carlos (2017), além de um banco de dados fictício com evidente dependência espacial, obtido através de simulação de dados (interpolação bi-linear).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ciro Alberto de Oliveira Ribeiro

Outra

Ciências Ambientais
  • podem os poluentes orgânicos interferir com o prognóstico do câncer
  • O Laboratório de Toxicologia Celular vem nos últimos 30 anos atuando na avaliação dos efeitos de poluentes em células e tecidos de vertebrados. No entanto, resultados recentes, mais especificamente, nos últimos dez anos mostraram que linhagens tumorais expostas a poluentes orgânicos apresentavam fortes evidências de que algumas dessas substancias podem atuar beneficiando a malignidade dessas células. Segundo estimativa do Instituto Nacional de Câncer, 518.510 novos casos de câncer foram registrados no Brasil apenas em 2012. Neste mesmo ano, os gastos federais com assistência oncológica no país ultrapassaram a casa dos R$ 2,4 bilhões. Embora esses dados sejam por eles mesmos alarmantes, o fato de que poluentes orgânicos onipresentes no nosso hábito de vida poderem favorecer a progressão do câncer no homem, faz desse um problema maior o qual começou a ser investigado pelo nosso grupo em 2013. Nossos dados preliminares mostram que diversos herbicidas, organoclorados e polibromados possuem a característica de interferir aumentando a malignidade de células do melanoma B16F1. No entanto, os recursos obtidos com o Edital MCTI/CNPq Nº 14/2013, não possibilitou avançar muito como era esperado, e sendo assim, os dados, apesar de significativos e publicados parcialmente (Salgado et al., 2018), não nos permitiram testar de forma conclusiva nossa hipótese central. Assim, na interface de dois grupos de pesquisa interinstitucionais, Toxicologia celular (UFPR) e Glicobiologia Estrutural e Funcional do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (IBCCF-UFRJ), apresentamos esta proposta com o intuito de investigar se os poluentes podem afetar as células tumorais ao ponto de interferir e/ou piorar o prognóstico de indivíduos com câncer. De início, investigaremos através de plataformas moleculares e bioquímicas o papel de moléculas orgânicas onipresentes no estilo de vida de populações humanas (TCDD-Dioxina, Tribromofenol-TBF, BDE-209, BDE-47, BDE-99, Glifosato e Atrazina) no prognóstico do câncer, conhecidas por estar biodisponíveis nos alimentos e no leite materno. Os estudos serão realizados em um primeiro momento com a célula de câncer melanoma linhagem celular B16-F1, por ser menos invasiva e utilizaremos a linhagem B16F10 como controle positivo visto que é mais invasiva e responsável por uma grande quantidade de óbitos anualmente. O objetivo central portanto, é estudar se a exposição a poluentes orgânicos onipresentes afeta a malignidade de células tumorais bem como sua sensibilidade aos agentes quimioterápicos. Experimentalmente estaremos adotando modelos in vitro onde avaliaremos o papel dos poluentes em exposição de 24 horas e 15 dias. Um outro grupo será exposto ao agente quimioterápico após exposição aos poluentes. Como os estudos de viabilidade celular, citotoxicidade e proliferação celular já foram desenvolvidos em diferentes concentrações, nossa intenção agora é verificar a indução da malignidade em transportadores MDR, morte celular, expressão de metaloproteases (marcação de malignidade), bem como a expressão de açúcares de membrana capazes de alterar a capacidade invasiva dessas células. Com estes dados serão definidas as concentrações para os estudos in vivo onde os animais após exposição oral diária por 60 dias serão inoculados com as células tumorais (B16F10). Serão avaliados, além dos marcadores moleculares através de qPCR para transporte de membrana, morte celular e metaloproteases, o crescimento tumoral pela quantificação e determinação do tamanho dos nódulos tumorais, formação de vasos que irrigam os nódulos tumorais, localização dos nódulos formados, distribuição dos focos tumorais além das alterações no potencial proliferativo das células tumorais dos nódulos pulmonares. A presente proposta é totalmente inovadora uma vez que o objetivo é avaliar não o potencial carcinogênico, mas a capacidade dessas moléculas interferirem com o tratamento do câncer, favorecendo a doença e alterando o seu tratamento. Essa é uma nova linha de investigação que fortalece dois grupos de pesquisa investigando um importante aspecto da saúde pública até então ignorado.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ciro Martins Gomes

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • monitoramento e viabilização das intervenções humanas, animais e ambientais no controle da tungíase em comunidades indígenas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 15/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Claiton Marcio da Silva

Ciências Humanas

História
  • a era da soja: história ambiental da sojicultura no cone sul (1970-2017)
  • Este trabalho aborda o processo de expansão da sojicultura na região do Cone Sul. O período em questão compreende o início do avanço da soja em escala comercial como alternativa ao milho (década de 1970) e a transformação do Brasil como maior produtor mundial deste grão (2017). Também, esta proposta visa a continuidade de projetos integrados, como o que resultou no livro coletivo História da Fronteira Sul (2016) e eventos interinstitucionais já realizados e em andamento, (PAEP Edital Nº 09/2018 Fronteiras: III Seminário do Programa de Pós-Graduação em História da UFFS e I Encontro do Laboratório de História Ambiental: o Corredor de Soja no Conesul). Na região do Planalto Sul do Brasil, desde a segunda metade do século XX, as mudanças no uso da terra vêm reduzindo gradativamente a área natural dos campos. Se antes essas terras eram consideradas inférteis, impróprias para a agricultura, com a mecanização e a introdução de fertilizantes químicos, essas áreas passaram a ser alvo de culturas como milho, trigo e soja. Embora monocultivos tais como o milho, arroz ou feijão tenham um papel histórico na transformação da paisagem dos campos e florestas assim como das relações socioambientais na região dos países que compõe a região do Cone Sul (Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai), a expansão do cultivo de soja (Glycine Max) representa um ponto de ruptura no processo de intensificação da modernização da agricultura desde a década de 1970. A soja se tornou no veículo privilegiado do progresso técnico na agricultura da região. E essa incorporação do progresso técnico na agricultura mecanizada da soja não se deve ao cultivo da soja em si mesmo, mas a sua associação com o ciclo econômico e à inserção do complexo da soja na economia internacional. O complexo da soja, estimulado pela demanda externa, abrange uma série de questões que envolvem, pelo menos desde os anos 1970s, um circuito interno integrando a produção agrícola à transformação industrial, através da instalação de fábricas de rações, de óleos vegetais e outros derivados, produção, abate e industrialização de animais, processo que transforma as economias regionais em polos de produção e exportação de proteína animal. Além disso, a soja em grão e o farelo de soja, produzidos na Região Oeste de Santa Catarina, também fazem parte de outras cadeias de produção de carnes, inclusive de outros países. Nas últimas décadas a soja têm aumentado sua aplicação na indústria em geral, indo desde a tradicional utilização na indústria de alimentos, como a fabricação de óleo para margarina, gordura vegetal hidrogenada, ração animal, alcançando aplicações menos conhecidas como nas indústrias automobilística e de tintas, impulsionando o aumento da produção e da demanda. Este aparente sucesso do avanço da sojicultura, no entanto, traz consigo uma série de controvérsias que chamam cada vez mais a atenção, de agências governamentais, de instituições de pesquisa, associações de produtores, consumidores, assim como da sociedade em geral, por envolver uma série de problemáticas socioambientais, como a utilização de Organismos Geneticamente Modificados, agrotóxicos, poluição, devastação de florestas e biomas, assim como a desestruturação de sociedades tradicionais, o emprego de trabalho análogo ao escravo e o cercamento de terras antes de uso comunitário. De forma geral, a expansão da soja produz novas situações ou reproduz contextos outrora vivenciados em outras sociedades ou regiões, com maior ou menor intensidade e com particularidades, a partir das fronteiras da monocultura. A soja foi introduzida no Brasil por volta de 1882, no estado da Bahia. Somente em 1914 algumas variedades provindas dos Estados Unidos foram adaptadas com sucesso no estado do Rio Grande do Sul. Até a década de 1960, a expansão da soja cresceu de forma limitada em função de vários fatores, entre os quais a baixa procura por parte do mercado internacional ou a preferência deste mercado por outros grãos cultivados na região, como trigo, arroz, milho ou feijão; também, por conta da dificuldade de adaptação da soja aos solos ácidos e às latitudes baixas predominantes na parte tropical do Brasil. Posteriormente, durante o período de expansão das ditaduras militares na América Latina após a segunda metade do Século XX, a sojicultura espalhou-se pelas terras da região Sul do Brasil e pelo Cone Sul. Durante este período, a aliança entre os governos locais, instituições de pesquisa e empresas privadas europeias e norte-americanas voltadas à produção de sementes híbridas, agrotóxicos e fertilizantes criou um complexo voltado à produção agropecuária que se convencionou chamar de agronegócio. Para a economia regional, a modernização da agricultura significa profundas mudanças de sua base técnico-produtiva, com o uso intensivo de máquinas, equipamentos e insumos químicos, a formação de poderosas cooperativas e novas formas de financiamento agrícola. Mas este processo de modernização se traduz na substituição da policultura diversificada de produtos coloniais, pela expansão acelerada da triticultura e depois pela quase monocultura do binômio trigo e soja ligado à exportação. Aproveitando-se da infraestrutura montada pelo cultivo do trigo, o cultivo da soja, que de produção secundária e complementar desenvolveu-se de forma extraordinária, a ponto de transformar-se no principal produto de exportação e carro-chefe do desenvolvimento da agricultura na região. Neste sentido, a soja avança pelas terras da região Sul das Américas, promovendo uma série de controvérsias. E por esta razão, entendemos que esta pesquisa pode trazer contribuições críticas para repensar este avanço, envolvendo pesquisadores em diversas áreas, tanto brasileiros quanto estrangeiros, vinculados à instituições destes países e da Europa, com o intuito de refletir sobre questões como a expansão da sojicultura, seus reflexos econômicos, sociais, políticos e ambientais, assim como a relação entre produtor e mercados internacionais.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clandia Maffini Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • gestão da inovação no modelo de negócios e sua relação com o desempenho empresarial
  • A adoção de uma gestão orientada para a sustentabilidade e a ampliação da competitividade em mercados globais representam desafios empresariais do ambiente de negócios. Os fatores condicionantes do mundo globalizado criam novas exigências e oportunidades em relação ao desenvolvimento de um modelo de gestão sustentável para as organizações, o que pressupõe investimentos substanciais em inovação. A inovação como propulsora da sustentabilidade requer mudanças no contexto empresarial e relaciona-se a um modelo de negócios que contempla de forma estratégica a prosperidade econômica, o bem-estar social e a preservação ambiental. Tendo como base a premissa de que a gestão empresarial se fundamenta em decisões gerenciais derivadas de pontos de referência, tais como visões e estratégias corporativas que dão forma ao modelo de negócio e ao desenvolvimento organizacional, a orientação contínua de uma empresa para a sustentabilidade requer inovações em seu modelo de negócios a fim de permitir o gerenciamento de atividades sociais e ambientais de forma sistemática. O conceito de modelo de negócios capta os fatores necessários para uma empresa ter sucesso deve combinar vários elementos, tais como: a proposta de valor, a configuração de criação de valor, o que inclui o relacionamento da empresa com fornecedores e clientes, e o modelo de receita, ou seja, como os custos e os benefícios estão divididos com os agentes econômicos. A orientação dos negócios para a sustentabilidade de forma contínua requer a adaptação ou até mesmo a mudança radical do modelo de negócios da empresa. A inovação do modelo de negócios visa a garantir o sucesso empresarial e a contribuir para o desenvolvimento sustentável. Dessa forma, o grande desafio das organizações está em integrar estrategicamente a inovação e a sustentabilidade ao seu modelo de negócios, o que poderá resultar na obtenção de vantagem competitiva e desempenho empresarial. O estudo tem por objetivo analisar a influência da integração da inovação para a sustentabilidade ao modelo de negócios, na postura estratégica e no desempenho de empresas industriais do Brasil e da Espanha. O estudo, ao tratar das temáticas da integração da inovação sustentável ao modelo de negócios e do impacto na postura estratégica e no desempenho empresarial, pode impulsionar a adoção de um comportamento empresarial que integre os objetivos do desenvolvimento sustentável de forma estratégica e sistêmica. A despeito da sua relevante importância, os estudos e pesquisas que buscam verificar os relacionamentos intrínsecos a este tema, bem como as implicações decorrentes no campo da gestão no que tange à competitividade das empresas brasileiras podem ser considerados incipientes. As empresas brasileiras carecem de estudos adaptados à sua realidade, com metodologias e práticas que respondam a questões específicas do seu contexto de atuação. Nesse sentido, os resultados da pesquisa comparativa entre países emergentes e de economias consolidadas (Brasil e Espanha) devem levar à identificação de elementos importantes para o desenvolvimento dessa área de conhecimento, gerando uma contribuição relevante para a produção científica do país e do exterior, assim como para a reflexão sobre a prática empresarial nesses países. A integração da inovação e da sustentabilidade ao modelo de negócios deve estar integrada a estratégia e as operações das organizações e possuir como premissa o desenvolvimento de novos produtos, processos e sistemas que visem à sustentabilidade nas dimensões econômica, social e ambiental, representando um desafio emergente para as empresas. Ainda na visão desses autores, as empresas que possuem um plano de negócios a fim de direcionar os esforços de sustentabilidade reforçam os seus ganhos em rentabilidade como decorrência da mudança no modelo de negócios. O estudo proposto, além de seu propósito central de analisar de modo quantitativo através da aplicação de uma enquete, a integração da inovação para a sustentabilidade do modelo de negócios e os possíveis impactos na postura estratégica empresarial predominante, assim como no desempenho, propõe-se a efetuar um estudo qualitativo visando a entender como se comparam as principais práticas adotadas por empresas do Brasil e da Espanha. A adoção desse procedimento busca ampliar a base teórico-empírica da pesquisa, assim como a potencializar o desenvolvimento de núcleos de pesquisa emergentes e absorver experiências de grupos de vanguarda. Espera-se ainda, fomentar a cooperação entre equipes de pesquisadores em nível internacional, a partir da interação entre os grupos de pesquisa de ambos os países (USP e UFSM, no Brasil e Universidade de Vigo, na Espanha) para maximizar o processo de transferência e de absorção de conhecimentos. Pelo exposto, torna-se relevante entender a inter-relação entre a integração da inovação e da sustentabilidade ao modelo de negócios e sua relação com a postura estratégica e o desempenho de empresas industriais, uma temática emergente e de reconhecida importância estratégica para o Brasil no momento econômico e tecnológico vigente, de modo que no âmbito acadêmico o estudo resultará na construção de um modelo teórico que permitirá a avaliação conjunta destes temas. No contexto empresarial a pesquisa auxiliará na difusão de uma proposta que integre estrategicamente estes temas e que possibilite a obtenção de vantagem competitiva e o incremento no desempenho empresarial.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clandio Favarini Ruviaro

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • sustentabilidade de sistemas de produção de carne bovina: uso da ponderação probabilística e análise de risco aplicados à tomada de decisão multicritério
  • Aspectos ambientais, econômicos e sociais da fase de produção animal da cadeia de carne bovina tem sido o foco de pesquisas individualmente, mas nunca avaliados de uma forma integrada para a pecuária brasileira. Desta forma, o objetivo desse projeto é desenvolver uma abordagem utilizando a Avaliação Sustentável do Ciclo de Vida integrada a métodos multicritérios de tomada de decisão e ponderação probabilística para avaliar a sustentabilidade da produção animal na região sul do estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Para tal, é proposto um método de ponderação utilizando a teoria da probabilidade, isento do julgamento humano e que, além disso, proporciona uma análise de risco sobre diferentes situações para ASCV. Ademais, será utilizado a teoria dos conjuntos difusos para conversão de variáveis qualitativas e quantitativas e aplicação do método VIKOR para hierarquização dos sistemas mais sustentáveis, com base em uma pontuação única. O modelo proposto pode ser uma alternativa viável para a redução da incerteza e risco relatados por pesquisadores sobre a integração de métodos multicritérios com a Avaliação Sustentável do Ciclo de Vida, isentando o julgamento humano do processo de ponderação e possibilitando mensurar a probabilidade de determinada hierarquização de alternativas ocorrer. Além disso, combinado com o método VIKOR e seus critérios de desvios para determinação da melhor alternativa, a ponderação probabilística permitirá classificar se a melhor alternativa possibilitará uma solução ideal ou uma solução estável para o problema. Com base nos resultados espera-se ser possível demonstrar que existam ações que, além de minimizar os impactos associados às exportações de carne bovina brasileira em termos de pegada de carbono, também se possa contribuir significativamente para o aumento da sustentabilidade da produção animal nos aspectos econômico e social.
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clara Guerra Duarte

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • pesquisa, desenvolvimento e validação de imunógenos estratégicos para a produção de antivenenos na fundação ezequiel dias.
  • Os acidentes ofídicos constituem um grave problema de saúde pública e os antivenenos são o principal tratamento específico recomendado. Os antivenenos são produzidos a partir do processamento do plasma de animais hiperimunizados com um ou mais venenos contra os quais se deseje obter a neutralização. Apesar de eficaz, a produção de antivenenos é limitada e apresenta uma série de problemas, dentre os quais está a escassez de venenos para a imunização dos animais. A produção de alguns soros chega a ser comprometida em função da falta de venenos, como é o caso dos soros antielapídico (SAEL) e antibotrópico-laquético (SABL), produzidos pela Fundação Ezequiel Dias (FUNED). Os venenos das serpentes dos gêneros Micrurus e Lachesis são muitas vezes insuficientes para a produção de soro por se tratarem de animais de difícil captura e sensíveis a manutenção em cativeiro. O uso de peptídeos sintéticos, toxinas recombinantes e, mais recentemente, proteínas quiméricas multiepitópicas têm demonstrado ter o potencial de substituir, ao menos parcialmente, os venenos brutos na produção de soros. Assim, a presente proposta tem como objetivo desenvolver e validar imunógenos sintéticos que possam substituir os venenos de Micrurus corallinus e Lachesis muta com eficácia na produção do SAEL e SABL. Para o SAEL, será testada a substituição do veneno de M.corallinus por uma proteína quimérica multiepitópica, produzida na sua forma recombinante, desenhada a partir de epitopos oriundos das sequências de quatro toxinas do tipo three-fingers e de uma fosfolipase A2 validados previamente em 2015 pela proponente. Para o SABL, será inicialmente feito o mapeamento linear de epitopos de onze toxinas do veneno de Lachesis muta, cujas sequências já foram depositadas em bancos de dados, através de imunoensaio de um microarranjo de peptídeos de alta densidade. Os epitopos mapeados por esta técnica serão também arranjados em uma proteína quimérica multiepitópica recombinante e testados em substituição ao veneno de L.muta na produção do SABL. Os soros obtidos após a imunização com os imunógenos sintéticos serão avaliados quanto a sua capacidade de neutralização das principais atividades de seus respectivos venenos in vitro e in vivo, em comparação com soros utilizando os imunógenos tradicionais. Como resultado, espera-se obter publicações científicas, produtos patenteáveis, e também uma nova metodologia concreta a ser efetivamente implementada na produção de antivenenos pela FUNED. Além disso, essa pode ser tornar uma pipeline passível de ser empregada para outros venenos e antígenos de difícil obtenção que são rotineiramente utilizados na produção de imunobiológicos e em diagnósticos de interesse para a vigilância epidemiológica.
  • Fundação Ezequiel Dias - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clara Virgínia Vieira Carvalho Oliveira Marques

Ciências Humanas

Educação
  • experimentação investigativa para promoção de argumentação cientifica no ensino fundamental: abrindo horizontes na formação de professores
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Clarice Cassab Torres

Ciências Humanas

Geografia
  • jovens cotistas e suas mediações espaço-temporais na cidade: política, território e juventude
  • O interesse da pesquisa é pensar a relação jovem-cidade a partir de algumas das mediações que atravessam a vida desses sujeitos. O jovem como ser na cidade produz, faz uso e se apropria do espaço. O estudo se centrará em jovens atendidos pela política de cotas. De que forma a inserção no ensino superior representou novas formas de uso e apropriação da cidade a partir da compreensão dos códigos que a produzem e a organizam? Quais os territórios usados por eles e em que medida a entrada na universidade implicou a ampliação (ou não) desses territórios? O que significou para esses jovens o acesso a universidade e como ela teria possibilitado novas territorializações? O que representou de mudança em sua percepção, compreensão e uso da cidade? São algumas das perguntas que essa pesquisa se propõe a refletir. Sendo assim, compreender quais os efeitos dessa política na vida desse sujeito e, em especial na relação com a cidade, é o objetivo principal da pesquisa. Nesse sentido, ela pretende acompanhar a trajetória de jovens que ingressaram nas universidades através das políticas públicas de democratização do acesso ao ensino superior. Seu intuito é apreender como essa entrada representou um momento de inflexão nas diferentes dimensões de suas vidas, tendo como central a relação dos jovens com a cidade. Para atingir seu objetivo serão construídas algumas mediações: jovens e trajetória escolar, jovens-trabalho-projeto de vida, jovem-racialidade, jovem- lazer, jovem-familia-capital cultural. A proposta é que, a partir de tais mediações, seja possível aproximar-se das trajetórias desses jovens numa perspectiva espaço-temporal visando alcançar os usos e as apropriações que esses jovens fazem da/na/pela cidade.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarice Cohn

Ciências Humanas

Antropologia
  • os xikrin da terra indígena trincheira-bacajá: suas políticas e a relação com políticas públicas e projetos de desenvolvimento
  • Este projeto propõe uma elaboração das histórias e das políticas contemporâneas dos Xikrin da Terra Indígena Trincheira-Bacajá, a partir da discussão de temas tais como suas reflexões sobre sua condição atual e as revisões das escolhas feitas pelas gerações mais velhas em relação ao processo de contato e à pacificação, tendo por um lado o abandono da guerra como questão recentemente elaborada e, por outro, a luta pela terra como legado a ser seguido pelas novas gerações. Acompanhando os processos políticos contemporâneos ligados aos projetos de desenvolvimento que têm sido implantados na região, os riscos à terra indígena demarcada, e as relações com os órgãos do Estado, o projeto visa também compreender as políticas Xikrin tal como eles as têm atuado contemporaneamente, seja nas políticas aldeãs, como a formação de novas aldeias, as novas lideranças e novas participação das mulheres nas políticas, como na relação com a “política dos brancos”, que só podem ser entendidas a partir das elaborações que fazem atualmente sobre seus lugares possíveis neste novo mundo que se lhes apresenta. O projeto pretende consolidar e dar continuidade a pesquisas que vêm sendo elaboradas com os Xikrin pelos pesquisadores da equipe, além de incorporar novos pesquisadores, e se propõe a discutir fenômenos diversos, todos ligados à questão focal, utilizando-se de metodologias variadas, tais como a etnografia com os Xikrin e dos serviços, o acompanhamento das reuniões, e a análise de narrativas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarice Neuenschwander Lins de Morais Fonseca

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • estudo dos mecanismos de imunopatogênese da paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao htlv-1(ham/tsp) em modelo de barreira hematoencefálica
  • A Paraparesia Espástica Tropical/Mielopatia Associada ao HTLV-1 (HAM/TSP) é uma doença crônica causada pelo HTLV-1, que desencadeia uma resposta inflamatória no sistema nervoso central em cerca de 1 a 5% dos indivíduos infectados, fazendo com que apresentem complicações clínicas graves como espasticidade e fraqueza dos membros inferiores. Após dez anos de instalação da HAM/TSP, aproximadamente 30% dos indivíduos encontram-se paraplégicos, confinados ao leito, apresentando muitas vezes quadro de depressão associada. A resposta imunológica do hospedeiro é determinante para a patogênese da HAM/TSP, pois as células do sistema imune ultrapassariam a barreira hematoencefálica e causariam danos ao sistema nervoso central. Entretanto, é importante salientar que ainda não está totalmente elucidado quais são os componentes celulares e moleculares que atuam na imunopatogênese da doença. Considerando-se que entender os mecanismos imunológicos desencadeadores da HAM/TSP é fundamental para o aprimoramento da terapêutica da doença, realizaremos a mimetização in vitro da barreira hematoencefálica. O perfil fenotípico (Th1, Th2, Th17 e Tregs) das células mononucleares de indivíduos com HAM/TSP (n=5) assintomáticos (n=5) e saudáveis (n=5) que migrarem para a câmara inferior do poço da placa de Transwell, após o co-cultivo indireto com linhagem de células nervosas (SH-Sy5y e U-87 MG) e endoteliais dos microvasos do cérebro (hCMEC/D3) será analisado. A carga proviral será quantificada, bem como a dosagem de citocinas, quimiocinas e exossomos contendo a proteína viral Tax serão verificadas. A apoptose/necrose das células nervosas será avaliada pelo kit de detecção de apoptose e modificações ultraestruturais das células nervosas e endoteliais serão estudadas por microscopia eletrônica de transmissão. Dessa forma, este trabalho pretende ampliar a geração de conhecimento de mecanismos envolvidos na patogênese da HAM/TSP.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Clarice Rosa Olivo

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • avaliação dos efeitos do exercício aeróbio moderado e exercício intervalado de alta intensidade na resposta inflamatória pulmonar em um modelo de infecção pulmonar por streptococcus pneumoniae.
  • Nos últimos anos, o exercício físico tem se tornado objeto de estudo em vários modelos experimentais e clínicos do nosso grupo de pesquisa. Demonstramos nesses estudos que o exercício físico regular tem um efeito protetor em diversos modelos experimentais e em pacientes com diferentes doenças inflamatórias pulmonares. Ao mesmo tempo em que o exercício físico aeróbio de moderada intensidade tem sido apontado como uma intervenção benéfica tais efeitos parecem ser altamente específicos influenciada pelo modo, duração e intensidade do exercício. Nieman et al. (2003) propôs uma teoria que parece ter se tornado um clássico dentre os estudiosos dos efeitos do exercício físico no sistema imune, que sugere que o exercício moderado tem um efeito estimulador do sistema imune ao contrário do exercício intenso que levaria a um efeito depressor temporário. No entanto, mesmo sabendo que o exercício físico pode ser uma intervenção benéfica de baixo custo para prevenir algumas doenças, muitas pessoas ainda relutam em praticá-lo. Nesse sentido, o exercício intervalado de alta intensidade parece ter ganho muitos adeptos como uma alternativa para o treino tradicional de exercício contínuo. Esse tipo de treinamento tem sido empregado como uma modalidade de treinamento para diversos tipos de população além de ter sido considerada uma das mais efetivas modalidades de treinamento para melhora da performance de atletas. Os treinamentos envolvem sessões alternadas de exercício de alta intensidade com períodos de recuperação de baixa intensidade. Weston et al (2014), em uma meta-análise sobre o exercício intervalado sugere que esse tipo de treinamento melhora substancialmente o condicionamento físico de indivíduos sedentários ou não-atletas. Hlergerud et al (2007) demonstraram que o treino intervalado de alta intensidade é mais eficiente que treino contínuo de moderada intensidade. Ainda mais, treino intervalado de alta intensidade tem demonstrado reduzir riscos associados a síndrome metabólica quando comparado ao exercício de moderada intensidade contínuo. No entanto, convém lembrar alguns possíveis contrapontos desse tipo de exercício. O primeiro deles é de que alguns sintomas já foram relatados durante o exercício intervalado de alta intensidade e pode atrapalhar a aderência ao mesmo. Além disso, ainda não se sabe se os benefícios já demonstrados do exercício físico de moderada intensidade nas doenças pulmonares inflamatórias irão se estender para aqueles indivíduos que praticam o exercício físico intervalado de alta intensidade. Com isso, propomos um projeto que comparará os efeitos antiinflamatórios do exercício físico aeróbio contínuo com os do exercício aeróbio intervalado em um modelo de infecção pulmonar por Streptococcus pneumoniae.. Assim, nossa hipótese é de que o exercício físico intervalado apresente benefícios semelhantes ao exercício físico de moderada intensidade no que diz respeito ao processo inflamatório pulmonar nesse modelo experimental. Para tanto, utilizaremos camundongos Balb/c (machos; 20-25g), divididos em 5 grupos: Controle (n=8): animais que permaneceram sedentários e não receberam instilação de bactéria; S. pneumoniae (n=8): animais que permanecerão sedentários e receberão instilação intranasal de S. pneumoniae; Treino (n=8): animais submetidos a um protocolo de treinamento físico contínuo; S. pneumoniae + Exercício Físico Contínuo (n=8): animais submetidos a um protocolo de exercício físico aeróbio continuo de moderada intensidade e receberam instilação de bactéria; S. pneumoniae + Exercício Físico Intervalado (n=8): animais que serão submetidos a um protocolo de exercício físico intervalado aeróbio e receberão instilação intranasal de S. pneumoniae. Os animais dos grupos exercício, serão submetidos a um protocolo de exercício físico durante 4 semanas: (a) treinamento continuo (50% da velocidade máxima) ou (b) intervalado de alta intensidade (sessões de 1 min (75% da veloc. Max.): 30 seg (50% da veloc. Max.). Após esse período, os animais dos grupos infectados com S. pneumoniae serão anestesiados para então serem desafiados com a linhagem M10 (106 CFU/animal) através da inoculação de 50 L de uma suspensão de S. pneumoniae em 0,9% de salina em uma narina do animal. Animais dos grupos controle não receberam qualquer desafio. 12horas após o desafio, os animais serão anestesiados e eutanásiados para avaliação da Mecânica Pulmonar, do Lavado Broncoalveolar (BAL) e da expressão de citocinas no homogenato pulmonar (IL-1ra, IL-1, TNF-, IL-10, IL-6, INF-, KC, MIP-2, IL-17, VEGF, TGF-b). Para análise estatística utilizaremos o software Sigma Stat 11 (Systat Software, Inc., San Jose, CA, USA). A comparação entre os grupos será feita utilizando-se o método de análise de variância para dois fatores através dos testes de múltiplas comparações (método Holm-Sidak). As diferenças serão consideradas como estatisticamente significantes quando p<0,05. Esperamos com este projeto identificar se as possíveis vias de sinalização do exercício físico aeróbio de moderada intensidade se estendem para o modelo de exercício físico intervalado de alta intensidade no modelos experimentais de infecção pulmonar por Streptococcus pneumoniae.
  • Universidade Cidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarice Salete Traversini

Ciências Humanas

Educação
  • o que os professores estão fazendo com a base nacional comum curricular (bncc)? efeitos da bncc no currículo em um projeto de adequação idade-ano escolar na rede estadual do município de porto alegre (rs).
  • A pesquisa proposta tem como objetivo analisar os efeitos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) no currículo praticado pelos professores em um projeto de adequação idade-ano escolar na rede estadual de Porto Alegre (RS). Considerando a recente homologação do documento pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), em dezembro de 2017, e o início dos estudos sobre a BNCC nas escolas estaduais de Porto Alegre (RS) que integram o referido projeto, justifica-se a presente investigação como forma de acompanhar as potencialidades, limites e tensões nos currículos escolares nos próximos três anos, período inicialmente proposto pelo CNE para implementação da BNCC para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. Esta proposta deriva de investigações anteriores que apontaram a escassez de estudos nos Anos Finais do Ensino Fundamental e a necessidade de construir currículos específicos para estudantes de 15 a 17 anos que permanecem nesse nível de ensino, de modo que possam prosseguir no fluxo de escolarização. Diante disso, propõe-se como questão de pesquisa: que efeitos a BNCC está provocando no currículo praticado pelos professores em um projeto de adequação idade-ano escolar na rede estadual de Ensino Fundamental do município de Porto Alegre (RS)? A investigação inscreve-se na perspectiva teórico-metodológica pós-estruturalista e utilizará a governamentalidade como grade de inteligibilidade para analisar os efeitos da política curricular nacional atual no currículo praticado na escola. A noção de problematização, conforme estudada por Michel Foucault, que busca compreender como determinados objetos entram no jogo do verdadeiro (e do falso) em um tempo histórico, será a ferramenta conceitual para análise do material empírico. Este, coletado e produzido sob os cuidados da ética na pesquisa, compõe-se de: documentos escolares, registros em diários de campo, entrevistas e grupos de discussão. Como resultados principais desta investigação, pretende-se: a) qualificar os processos de produção de currículos pelos professores da Educação Básica, contemplando conhecimentos e saberes contextualizados e críticos para a constituição do sujeito-aluno contemporâneo; b) colocar à disposição da Universidade e da Secretaria Estadual de Educação formas de produzir políticas curriculares locais realizadas pelos professores para jovens de 15 a 17 anos que permanecem no Ensino Fundamental, com o intuito de contribuir com políticas educacionais voltadas aos Anos Finais do Ensino Fundamental e com a formação docente nos cursos de Graduação; e c) visibilizar as potencialidades e as fragilidades da atual política curricular nacional normativa, apontando aspectos necessários para garantir o direito de aprendizagem e o desenvolvimento dos estudantes em suas heterogeneidades, sem desvalorizar o trabalho docente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarice Santos Mota

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • vulnerabilidade, itinerários terapêuticos e cuidado integral frente à cronicidade: foco na doença falciforme (df) e leucemia mieloide crônica (lmc)
  • A cronicidade demanda, particularmente no caso das doenças hematológicas, um processo contínuo de cuidado, tanto no contexto familiar, quanto dos serviços. Aspectos como estrutura e dinâmica familiar, ciclo de vida, condições sócio-econômicas e marcadores étnico-raciais constituem fatores que podem determinar o grau de dificuldade no enfrentamento das condições crônicas por parte da família, notadamente aquelas de caráter mórbido. Frente a esta realidade é imprescindível dimensionar os limites e potencialidades das estratégias adotadas pelos sistemas e serviços de saúde na abordagem às famílias que convivem com condições/doenças crônicas as quais se inserem no bojo das políticas de proteção social à família. Especialmente em se tratando de sujeitos e famílias em contextos de vulnerabilidade há uma complexidade ainda maior, demandando uma análise mais aprofundada e contextualizada. A análise da vulnerabilidade e suas dimensões, numa perspectiva dialética que incorpore o individual e o coletivo, podem fornecer pistas importantes para compreender os itinerários terapêuticos de pessoas com doenças hematológicas crônicas em busca de uma cuidado integral. A integralidade é um princípio caro ao Sistema Único de Saúde e revela-se de fundamental importância para o cuidado efetivo e humanizado centrado no usuário. Em termos teóricos, a integralidade é vista aqui como uma ação social resultante da interação dos sujeitos que se processa em distintas esferas de atenção à saúde, além de significar também que o processo saúde-doença-cuidado abrange dimensões sociais, culturais e comunitárias. Ações urgentes são necessárias para atuar sobre as vulnerabilidades e atender as necessidades da população, diminuindo as diferenças indesejáveis e evitáveis – iniquidades – de saúde. Este projeto almeja articular múltiplas dimensões da vulnerabilidade (individuais, sociais e institucionais/programáticas) associada a duas doenças hematológicas crônicas - Leucemia mielóide crônica (LMC) e Doença Falciforme (DF) e dos processos mobilizados em torno do cuidado integral. A pesquisa adota o enfoque qualitativo, privilegiando os sentidos, significados e experiências dos sujeitos e atores sociais implicados com o fenômeno investigado. Considerando a natureza e abrangência dos objetivos propostos, serão acionadas diferentes técnicas para coleta de dados, como entrevistas semi-estruturadas e grupos focais.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 01/06/2017-31/07/2020
Foto de perfil

Clarice Steffens

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • nanobiosensores para detecção de micropoluentes em águas
  • A água é um importante insumo para a grande maioria das atividades econômicas, nomeadamente da agricultura e da indústria, exercendo influência decisiva na qualidade de vida das populações, especialmente ao tanger a área do abastecimento, o qual tem forte impacto sobre a saúde pública. A industrialização e a urbanização, juntamente com a intensificação das atividades agrícolas, têm resultado no aumento da demanda da água, e por consequência aumentam a contribuição de contaminantes nos corpos d’água. As maiores e mais significativas rotas de contaminação são ocasionadas por emissões diretas e indiretas dos esgotos tratados e não-tratados, escoamento e deposição atmosférica e pelo processo de lixiviação do solo. Agrega-se a estes problemas, o fato da grande maioria da população brasileira estar concentrada em cidades, próximos de rios e mananciais, desencadeando um duplo impacto negativo para os recursos hídricos: a intensificação do uso e o aumento da poluição. Assim, um dos campos mais proeminentes da área ambiental é o estudo de micropoluentes presentes em ambientes aquáticos. Sendo os metais pesados um dos contaminantes mais tóxicos e persistentes deste ecossistema. Seu monitoramento ambiental em águas é estritamente regulamentado, uma vez que estes metais têm sido associados a várias patologias, pois seus traços são persistentes, tóxicos e bioacumulativos. Entre os metais pode-se citar o cádmio (Cd) e chumbo (Pb) que são altamente tóxicos e carcinogênicos na exposição de traços, zinco (Zn), níquel (Ni) e cobalto (Co) são tóxicos quando em excesso, e o alumínio (Al) que é aparentemente não essencial para a vida, mas estudos revelaram que podem causar muitas doenças em humanos, animais e plantas devido à sua toxicidade em altas concentrações. Desta forma, sensores baseados em cantilever têm recebido uma maior atenção por apresentarem alta sensibilidade, especificidade, baixo custo, procedimento simples e respostas rápidas. Com alta capacidade de análise e detecção de analitos ultra-sensíveis, o desenvolvimento desta tecnologia vem se mostrando como uma grande promessa para a próxima geração de sensores miniaturizados, altamente sensíveis e com grande limite de detecção. Em vista disso, o desenvolvimento de nanobiossensor de cantilever para detecção de metais pesados em águas pode ser aplicado na detecção precoce e precisa do lançamento de metais pesados nos corpos hídricos, possibilitando o modelamento de emissões, bem como estratégias mais efetivas de controle e monitoramento. O qual se reflete diretamente na saúde dos seres vivos e também do meio ambiente.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarissa de Almeida Olivati

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • fabricação e caracterização elétrica de filmes finos de polímeros low bandgap
  • Esse projeto se insere no propósito mais geral que corresponde ao estudo das potencialidades de materiais orgânicos em forma de filmes finos como camadas ativas em dispositivos orgânicos fotovoltaicos (OPVs, organic photovoltaics). Com intuito de otimizar a conversão de energia solar em elétrica nestes dispositivos, a proposta do projeto é realizar um estudo detalhado de diferentes parâmetros chaves para a fabricação de OPVs, como, por exemplo, tipo de material, morfologia dos filmes, efeitos de interface, diferentes tipos de estruturas de dispositivos, etc. Estes parâmetros desempenham papel crucial para o desenvolvimento de OPVs com maior eficiência. Para uma boa eficiência dos dispositivos fotovoltaicos, a camada ativa deve conter uma boa absorção da luz solar. Em termos de bandgap, isto quer dizer que quanto menor o bandgap maior a faixa de absorção. Uma maneira de realizar isto com os materiais poliméricos é a síntese de um polímero no qual o bandgap óptico tem a capacidade de aumentar a captura da luz solar, os chamados polímeros low-bandgap. Este trabalho tem como objetivo estudar e caracterizar óptica e eletricamente dois polímeros low-bandgap que foram sintetizados na Universidade de Pau na França, bem como utilizar a técnica de Langmuir-Schaefer e spin-coating para construir dispositivos fotovoltaicos destes polímeros, e assim introduzir uma técnica que possa auxiliar no ordenamento e, desta maneira melhorar o funcionamento do dispositivo.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarissa Piccinin Frizzo

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • líquidos iônicos dicatiônicos derivados do imidazol: um estratégia para desenvolvimento de materiais biocompatíveis e antimicrobianos
  • Mesmo sendo descrito pela primeira vez há quase um século atrás, os líquidos iônicos (LIs) que são sais fundidos com baixo ponto de fusão, têm recentemente atraído interesse devido a variedade de potencias aplicações em processos químicos, biológicos e nos mais diversos materiais. As propriedades físico-químicas destes compostos podem ser facilmente ajustadas através da escolha adequada do cátion e ânion que os constituem. Assim, a propriedade mais atrativa dos LIs é a flexibilidade ou ajuste do desenvolvimento de propriedades físicas, químicas e biológicas pela mudança da estrutura do cátion e do ânion. Tais possibilidades têm impulsionado o interesse fenomenal na síntese de novos LIs. Assim, neste projeto pretendemos sintetizar e caracterizar líquidos iônicos derivados do imidazol determinar a e força de interação cátion-ânion, e a seguir investigar a funcionalização covalente e adsorção física de NP de TiO2 com LIs sintetizados e determinar as e propriedades biológicas como citotoxicidade e atividade antimicrobiana. Adicionalmente, é objetivo de este projeto explorar como as propriedades mencionadas anteriormente são influenciadas ou moduladas pela a força de interação entre cátion-ânion dos LIs.bPara alcançar este objetivo, utilizaremos a ressonância magnética nuclear, espectrometria de massas com ionização por eletrospray, calorimetria exploratória diferencial, análise termogravimétrica, microscopia eletrônica de transmissão, microscopia eletrônica de varredura, microscopia de força atômica, difração de raios-x, titulação calorimétrica, entre outras que forem necessárias durante a execução do projeto. Considerando os principais objetivos deste trabalho, os resultados esperados são classificados em resultados de produção científica, formação de recursos humanos, atendimento a interesses da sociedade.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Clarisse Pereira Mosmann

Ciências Humanas

Psicologia
  • coparentalidade, conflito familiar e sintomas psicológicos dos filhos: perspectivas de adolescentes
  • A alta prevalência de sintomas psicológicos na adolescência, suas repercussões e etiologia multifatorial, justificam o número cada vez maior de estudos que visam investigar os fatores associados à essa problemática. Evidências internacionais indicam que variáveis familiares como a coparentalidade e o conflito pais-filhos podem ser preditoras de sintomas psicológicos na prole, necessitando ser avaliadas em nível individual, diádico e triádico. Algumas dessas associações vêm sendo investigadas pela proponente nos projetos de pesquisa “Relações conjugais, coparentais e parentais: repercussões e impacto em problemas emocionais e de comportamento dos filhos” e Coparentalidade e sintomas psicológicos dos filhos: percepções de adolescentes de famílias nucleares e separadas (Cnpq: 446328/2014-6) com resultados publicados como capítulos de livros ou artigos científicos (Mosmann, Costa, Silva &, Luz, 2018; Mosmann, Costa, Einsfield, Silva, Koch, 2017, Costa, Machado, Schneider, & Mosmann, 2017; Fidelis, Falcke, & Mosmann, 2017; Mosmann & Falcke, 2017; Goulart, Mosmann, Wagner, Barbosa, 2016; Pasinato, & Mosmann, 2015). O conjunto destes estudos tem corroborado a importância das relações coparentais para a saúde mental da prole, entretanto, muitas lacunas ainda permanecem devido à complexidade dessas relações e da necessidade cada vez maior de utilização de delineamentos metodológicos que abarquem a co-construção dessas interações. É nesse contexto que se insere e justifica-se a presente proposta, visando a continuidade dessa vertente de investigações, mas ampliando-a, uma vez que nossos resultados vêm apontando ser necessário, também, considerar nessas interações o impacto de variáveis pessoais como o gênero do adolescente e as contribuições do pai e da mãe para a coparentalidade. Em termos contextuais, a diversidade familiar atual torna necessária a investigação dessas interações em famílias nucleares e separadas, vertente ainda pouco explorada no contexto nacional, especialmente sob a perspectiva de adolescentes. Assim, este projeto busca investigar as associações entre essas variáveis através de um estudo misto no modelo de duas etapas, definido como explicativo sequencial. Se realizará um acesso multinível, desde a perspectiva do adolescente, sobre variáveis individuais (contribuições da mãe e do pai para a coparentalidade; auto-avaliação de possíveis problemas emocionais e de comportamento) diádicas (conflito mãe-filho; pai-filho) e triádicas (coparentalidade – mãe, pai e filho). A primeira etapa quantitativa caracteriza-se como descritiva e explicativa, por buscar investigar o efeito preditor da coparentalidade (conflito, triangulação e cooperação) e do conflito pais-filhos em problemas emocionais e de comportamento de adolescentes de famílias nucleares e separadas. A segunda etapa será exploratória e qualitativa buscando compreender a relação coparental dos pais, o conflito entre pais-filhos e suas repercussões em problemas emocionais e de comportamento em adolescentes encaminhados para atendimento psicológico. Na etapa I estima-se a participação de, no mínimo, 300 adolescentes com idades entre 11 a 18 anos, de ambos os gêneros, residentes no Vale do Rio dos Sinos. Os adolescentes responderão a um instrumento composto de cinco partes para analisar as variáveis sóciodemográficas, a coparentalidade, o conflito pais-filhos e problemas emocionais e de comportamento dos jovens. Os dados serão analisados por meio de cálculos descritivos e inferenciais. A partir dos modelos de predição testados na etapa I serão identificados os efeitos preditivos das variáveis, o que embasará a elaboração de um roteiro para os grupos focais a serem realizados com adolescentes na etapa II. Serão realizados dois grupos focais, cada um deles constituído por 10 adolescentes encaminhados para atendimento psicológico na clínica-escola da Universidade e que estejam aguardando atendimento. Os adolescentes serão do gênero masculino e feminino, com idades entre 11 e 18 anos de famílias nucleares e separadas. As conversações no grupo focal serão examinadas utilizando-se o método de análise de conteúdo. Os dados de ambas etapas serão integrados e analisados à luz da teoria sistêmica. Os resultados deste estudo constituirão subsídios com forte potencial de inovação já que poderão embasar futuras intervenções com genitores e cuidadores que poderão ser desenvolvidas, testadas, implementadas e disseminadas como programas de prevenção e tratamento de sintomas psicológicos em adolescentes, constituindo-se assim em tecnologias sociais aplicadas à saúde mental. Através da parceria com professores nacionais e internacionais de referência na área da Psicologia Familiar, esse projeto propiciará uma aproximação entre os grupos de pesquisa e instituições repercutindo em produção de conhecimento científico qualificado na área. Em última instância, almeja-se contribuir com o desenvolvimento e qualificação em diferentes instâncias, reverberando na saúde mental familiar, no trabalho de profissionais da saúde mental, em pesquisas e produções científicas qualificadas nacionais e internacionais sobre relações familiares e, na formação de pesquisadores e profissionais.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Claudia Affonso Silva Araujo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • como a atitude e o grau de conhecimento dos profissionais de saúde afetam a eficiência do processo de doação-transplante de órgãos no brasil?
  • Os profissionais de saúde exercem um papel crucial no processo de doação-transplante de órgãos, participando de etapas cruciais, como a identificação e manutenção do potencial doador e a entrevista familiar para doação de órgãos. Como resultado do envolvimento direto e indispensável nas diversas atividades que compõem este processo, a atitude e o grau de conhecimento destes profissionais em relação à doação de órgãos afetam a eficiência do processo, assim como a decisão de doação tomada por familiares de doadores falecidos, as taxas de doação e, em última instância, a opinião pública sobre o tema. Neste contexto, tendo em vista a relevância do tema, pretende-se fornecer resposta para os seguintes questionamentos, que se acredita terem significativo impacto no sucesso dos processos de doação-transplante de órgãos no país: (1) Qual a atitude e o grau de conhecimento dos profissionais de saúde no Brasil diante do processo de doação e transplante de órgãos? (2) Quais fatores de cunho social e pessoal podem influenciar, positiva ou negativamente, a atitude destes profissionais sobre o processo de doação-transplante de órgãos? e (3) Qual o impacto da atitude e do grau de conhecimento dos profissionais de saúde diante do processo de doação-transplante de órgãos sobre o desempenho dos programas estaduais de doação-transplante nos quais atuam? Para alcançar estes objetivos, o estudo terá uma abordagem quantitativa, com a aplicação de um questionário junto a médicos e profissionais de enfermagem que atuam em hospitais públicos e/ou privados localizados em dez estados Brasileiros, que são responsáveis por cerca de 90% da atividade de doação-transplante de órgãos em todo o Brasil (ABTO, 2017), quais sejam: São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Ceará, Bahia, Minas Gerais e Goiás. Para cada estado, serão selecionados até dois hospitais com o maior e até dois hospitais com o menor volume de doações e transplantes no ano de 2018. Um questionário já anteriormente validado no Brasil (Araujo e Siqueira, 2016) será utilizado para avaliar a atitude destes profissionais e o grau de conhecimento sobre o tema. Os dados serão analisados no software R, aplicando-se estatísticas descritivas, testes Chi-quadrado e Mann-Whitney e técnicas estatísticas multivariadas, como Análise Fatorial, Regressão Linear Múltipla e Regressão Logística. Este projeto tem o potencial de salvar e melhorar milhares de vidas e já conta com o apoio das Centrais Estaduais de Transplante (CETs) dos dez estados que participarão da pesquisa. Estas CETs firmaram acordo de cooperação em pesquisas com o Centro de Estudos em Gestão de Serviços de Saúde - CESS/COPPEAD e participarão do estudo. Além destas parcerias nacionais, o presente projeto conta com apoio internacional da Donation & Transplantation Institute, da Universidade de Barcelona, Espanha, país considerado benchmarking em gestão do processo de doação-transplante no mundo. O presente projeto busca contribuir para a expansão do conhecimento acadêmico sobre a gestão do processo de doação-transplante de órgãos no país, focando especificamente em profissionais de saúde atuantes em hospitais captadores/transplantadores de órgãos e tecidos.Para tal, prevê-se a publicação de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais de alto fator de impacto, desenvolvimento de trabalho de conclusão de curso, dissertação de mestrado e apresentação dos trabalhos desenvolvidos em congressos nacionais e internacionais. Espera-se também contribuir de forma significativa para o aperfeiçoamento das decisões gerenciais relativas à doação-transplante de órgãos no Brasil, mediante o desenvolvimento de casos de ensino e relatórios para o público gerencial. Finalmente, pretende-se contribuir para a formulação de políticas públicas com ações relativas à doação de órgãos no Brasil, como treinamento e motivação de profissionais da área. Assim, este projeto representa um importante instrumento de gestão para os coordenadores das CETs, para todo o Sistema Nacional de Transplante (SNT) e, em última instância, para o Ministério da Saúde por permitir a alocação eficiente dos recursos públicos, que são escassos, em ações que trarão resultados efetivos para a população brasileira.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cláudia Alcaraz Zini

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • aprimoramento da qualidade de vihos merlot e syrah brasileiros através de tratamentos diversos e de análises cromatográficas e sensoriais
  • Esta é a 1ª investigação abrangente dos compostos voláteis, fenois e de precursores de aroma de vinhos Merlot da região da Campanha Gaúcha e de vinhos Syrah da região do Vale do São Francisco, as quais são regiões vinícolas emergentes, cujas características são distintas de todas as demais e que mostram um grande potencial de crescimento no mercado do vinho. Salienta-se aqui as peculiaridades, especialmente da região do Vale do São Francisco, que produz vinhos tropicais. Conhecimento científico sobre estes vinhos é escasso na literatura porque são regiões muito jovens em termos de vitivinicultura e a aquisição deste conhecimento é importante para elucidação da composição e qualidade destes vinhos. Objetiva-se investigar possíveis melhorias na qualidade de vinhos Merlot da Campanha Gaúcha e de vinhos Syrah do Vale do São Francisco (compostos voláteis, fenólicos, precursores de aroma, etc) através de diferentes tecnologias nos tratamentos realizados durante o cultivo das uvas, bem como no que tange à colheita das mesmas e sua maceração, empregando-se para isto várias técnicas analíticas modernas conjugadas [HS-SPME, GC-O (método Osme), análise de aceitação por parte do consumidor, QDA, GC-FID, GC/MS, GC×GC/TOFMS, LC-DAD, LC/MS/MS, juntamente com técnicas estatísticas como análise de componentes principais (PCA) e análise hierárquica de clusters (HCA)]. Os métodos analíticos a serem empregados serão otimizados para as matrizes em estudo, a partir de métodos já reportados na literatura científica, incluindo alguns desenvolvidos por este grupo de pesquisa. As análises sensoriais e cromatográficas indicarão os dois melhores vinhos (um Merlot e um Syrah) e a tecnologia de manejo vitivinícola a ser empregada para sua obtenção, dentre as várias utilizadas (diferentes cargas de gemas por plantas, razões de área foliar, distâncias entre plantas, etc). Os resultados das análises qualitativas e quantitativas por GC×GC/TOFMS e GC-O destes dois melhores vinhos servirão para balizar a transferência de conhecimento para a Embrapa e para as associações de produtores e empresas vinícolas sobre as melhores características destes vinhos, bem como sobre seus defeitos para futuras melhorias, comparativamente aos demais vinhos estudados e ao que consta da literatura internacional. Os precursores de aroma de alguns vinhos Merlot de diferentes tratamentos vitivinícolas serão caracterizados e a correlação deles com a presença positiva ou negativa de aromas será investigada. Os compostos fenólicos e voláteis de diferentes tratamentos vitivinícolas de uvas Syrah também serão comparados para escolha do Syrah de melhor qualidade. Diferenças e semelhanças cromatográficas entre os vinhos Merlot e Syrah comerciais e os padrão feitos pelas Embrapas serão verificadas por GC×GC/TOFMS e por técnicas estatísticas, de forma que possam ser apontados potenciais marcadores de região, qualidade, etc. Vantagens e desvantagens da aplicação da GC/MS e da GC×GC/TOFMS na Academia e na indústria também serão verificadas para este caso específico.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 11/07/2017-31/07/2021
Foto de perfil

Claudia Amoroso Bortolato

Ciências Humanas

Educação
  • o rio, a cidade e a escola - feira científica
  • Esta proposta visa a realização de Feira Científica no segundo semestre de 2019, tendo a EE Carlos Augusto de Camargo como sede, na cidade de Piedade – SP, serão apresentados trabalhos desenvolvidos ao longo de 2019 nas diferentes escolas participantes. A participação será voluntária, a partir de chamada aos coordenadores e professores de Ciências, Química, Física e Biologia, realizada diretamente nas escolas de Educação Básica Municipais, Estaduais e Particulares da cidade de Piedade. Os educadores serão convidados inicialmente para uma reunião de esclarecimento e lançamento da proposta de Feira Científica com a apresentação do cronograma de atividades e de capacitação e acompanhamento dos professores, coordenadores e escolas envolvidas no projeto para a pesquisa junior e a realização de Feira Científica. Os projetos de pesquisa versarão em torno do Rio Pirapora e sua importância local e regional, trabalhados nas áreas de química, física, biologia, geociências, matemática, astronomia e microeletrônica (com desenvolvimento de equipamentos para medidas locais de características da água). Todos os trabalhos serão acompanhados pelos professores das escolas com o apoio em trabalho cooperativo e formador do Laboratório de Tecnologia Educacional, Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas, onde a proponente realiza estágio pós-doutoral. A cidade de Piedade tem mais de 30 escolas, entre estaduais, municipais e particulares, com uma população de jovens a se estimular o envolvimento com ciência a partir do Rio Pirapora que corta a cidade. O desenvolvimento das pesquisas para a Feira partirão do rio da cidade para outros rios, mares e oceanos. Uma proposta que visa a pesquisa científica e ao letramento nas áreas de química, física, biologia, geociências e microeletrônica
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Claudia Costa Bonecker

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a planície de inundação do alto rio paraná
  • Pesquisas ecológicas de longa duração buscam o entendimento da complexidade dos processos ecológicos, e são essenciais para promover a conservação e gestão dos recursos naturais, além de permitirem a análise das tendências, perspectivas e cenários presentes e futuros. Na bacia do rio Paraná, estão localizados os maiores centros urbanos e industriais do Brasil, com severos impactos sobre a quantidade e a qualidade da água. O projeto será desenvolvido em parte desta bacia, na planície de inundação do alto rio Paraná (sítio número 6 (PIAP) do PELD) localizada no último trecho do rio Paraná livre de barramentos. Os estudos sobre esse ecossistema, bem como sobre as populações e comunidades biológicas presentes nos diferentes ambientes, e a socialização do conhecimento, iniciaram em 1986, porém se intensificaram com as amostragens contínuas, a partir de 2000 com o início do PELD brasileiro. As principais hipóteses propostas são: (i) a dinâmica espacial das populações e comunidades biológicas na planície de inundação é determinada pelos pulsos hidrológicos; (ii) a presença das barragens provoca a oligotrofização deste ecossistema; (iii) a elevação da temperatura da água, esperada devido ao aquecimento global, pode mudar a distribuição das espécies e a estrutura trófica dos ambientes da planície; (iv) as unidades de conservação são efetivas para a conservação da diversidade de espécies; e (v) as espécies não nativas reduzem a densidade de algumas espécies nativas, e alteram a estrutura de comunidades aquáticas. Os resultados obtidos (2017-2020) serão agregados à série temporal já existente (2000-2016). Pretende-se implementar abordagens analíticas de população, comunidade e sistemas, e avaliar a série temporal dos dados, contemplando 20 anos de amostragem na área do PIAP. A partir destas abordagens empírica e de modelagem, espera-se apresentar uma visão integrada das informações sobre as populações e as comunidades biológicas, e as condições ambientais que as cercam, incluindo as relações entre esses dois compartimentos ecossistêmicos, ao longo do tempo, a fim de elucidar e predizer processos. Para análise dos dados, serão utilizadas abordagens analíticas simples, univariada e multivariada, dependendo da hipótese a ser testada e das variáveis respostas e explanatórias analisadas. Em todas essas análises, serão controladas as escalas espaciais e temporais para inferência sobre os objetivos propostos. A coleta de dados sobre as práticas pesqueiras, os peixes e o ambiente será realizada por meio de questionários e com perguntas abertas. Todas as atividades do projeto terão a participação de alunos de graduação e pós-graduação da UEM. Mapas temáticos, tabelas e figuras deverão mostrar um cenário mais atual da variação das condições ambientais na planície, bem como da estrutura e dinâmica das populações e comunidades biológicas, ao longo do espaço e do tempo. Modelos conceituais, matemáticos e gráficos também terão mostraram o resultado as relações entre os componentes abióticos e bióticos. Os resultados esperados são: (i) conclusão de 20 monografias de curso de graduação, 35 dissertações e 20 teses de dois Programas de Pós-Graduação (Programas de Pós-Graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais e Biologia Comparada); (ii) publicação de 80 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais; (iii) publicação de um livro sobre a cobertura vegetal da planície de inundação, além da criação de um Herbário virtual (on line); (v) ampliação do conhecimento dos técnicos do Nupélia e da UEM em conservação e manejo dos recursos naturais, através de sua capacitação técnica em programas de pós-graduação; e (iv) elaboração de relatórios e documentos a serem encaminhados aos órgãos ligados ao manejo dos recursos naturais (ICM-Bio, SEMA-MS e IAP), quando solicitado. A divulgação científica gerada pelos estudos no PIAP irá subsidiar pesquisas em outras Instituições de Ensino e Pesquisa, e contará com a divulgação em mídia e em mostras cientifica-culturais a serem realizadas na região do sítio PELD. Essas informações também serão transmitidas aos gestores ambientais, visando o manejo racional da bacia hidrográfica do alto rio Paraná. Com esse novo projeto, pretende-se dar continuidade às parcerias estabelecidas desde 2000, e dentre essas parcerias, o projeto conta com pesquisadores nacionais e internacionais de outras Instituições e de outros sítios do programa PELD. Esse intercâmbio resultou na publicação de artigos científicos e a co-orientação de alunos de pós-graduação.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 01/01/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Claudia Cristina Paro de Paz

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • análise do perfil de expressão de genes associados ao estresse térmico e consumo alimentar residual em bovinos das raças nelore e caracu
  • O objetivo principal desta proposta é avaliar o perfil de expressão de genes relacionados ao estresse térmico e consumo alimentar residual (CAR) entre as raças Nelore (Bos indicus) e Caracu (Bos taurus). Durante os meses de verão, quando as temperaturas atingem o pico (outubro a fevereiro), serão tomadas as mensurações das temperaturas retal e da superfície da pele e frequências cardíacas e respiratórias dos animais das duas raças. As amostras de sangue dos animais serão colhidas antes (pela manhã - 7:30h) e após (a tarde - 15:00h) à exposição ao sol, para dosar o hormônio adrenocorticotrófico e o cortisol. Para o teste de eficiência alimentar, são utilizados piquetes equipados com cochos GrowSafe System®, que permitem a mensuração de cada evento de alimentação individual e do consumo alimentar. Amostras de sangue serão utilizadas para extração de mRNA e estudo dos níveis de transcritos por PCR em tempo real dos genes HSPD1, HSPA1A, HSP90AA1, AHSG, NR3C1, NPY, POMC e SERPINI2. A identificação de diferenças em nível de expressão permitirá detectar biomarcadores que possam ser utilizados na seleção de animais mais eficientes e mais adaptados às condições climáticas.
  • Instituto de Zootecnia do Governo do Estado de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Cláudia Di Lorenzo Oliveira

Ciências da Saúde

Medicina
  • farmacocinética do benznidazol e correlação pk/pd
  • Introdução: A doença de Chagas é uma infecção parasitária causada pelo protozoário Tripanossoma cruzi. A doença possui duas fases: uma fase inicial aguda, geralmente assintomática, e uma crônica. Na última década, o tratamento da fase crônica tem aumentado, devido a recomendações feitas por organizações nacionais e internacionais. Contudo, poucas informações a respeito da farmacocinética do benznidazol estão disponíveis. Objetivo: Desta maneira, o presente estudo pretende avaliar qual a melhor dose de benznidazol, com melhor eficácia e menores efeitos tóxicos na fase crônica através de um modelo de cinética populacional e descrever as principais reações adversas ao medicamento. Metodologia: Serão incluídos pacientes adultos, com diagnóstico de Doença de Chagas, recrutados no Instituto de Infectologia Emílio Ribas (IIER) e que não tenham recebido benznidazol previamente. Serão coletadas amostras para a realização de hemocultura na primeira consulta, “D Zero”, que antecede o início do tratamento e após seis meses de início do mesmo. Aproximadamente duas semanas após o início da terapia medicamentosa (ao atingir o estado de equilíbrio - consulta “D15”), serão coletadas amostras para determinação da concentração plasmática e realização de exames laboratoriais de rotina. Ademais, questionários estruturados e padronizados serão aplicados aos participantes, estando neles presentes: dados antropométricos (peso corporal total, altura, índice de massa corporal), dados clínicos (queixas clínicas, eventos adversos, comorbidades, uso de outros fármacos), sociodemográficos (escolaridade, origem geográfica, renda) e exames laboratoriais (hemograma, transaminases, ureia e creatinina).Resultados esperados: Através deste estudo, espera-se: descrever as reações adversas do benznidazol;verificar a relação entre concentração plasmática e reação adversa; desenvolver um modelo de farmacocinética e farmacodinâmica (PK/PD) de benznidazol; verificar a relação entre concentração plasmática e eficácia; propor uma faixa terapêutica para o benznidazol e produzir uma revisão sistemática sobre o tema.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Claudia do Ó Pessoa

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento e caracterização de sistemas de liberação contendo novos protótipos, para a otimização terapêutica de síndrome mielodisplásica e câncer colorretal
  • O câncer é grande problema de saúde pública mundial, e atualmente é responsável por uma em cada seis mortes no mundo. Ao avaliar os principais tipos de canceres os tumores malignos que acometem o cólon e o reto ocupam o terceiro lugar na incidência de câncer e é a quarta principal causa de mortalidade relacionada ao câncer em todo o mundo. Enquanto que a Síndrome Mielodisplásica (SMD) é uma neoplasia que afeta o sistema hematológico que ocorre hegemonicamente pessoas de idade avançada, com uma média de 65-70 anos ao diagnóstico. Neste sentido, para ambas a terapia atual possui eficácia limitada, havendo, portanto, a necessidade de desenvolvimento de novas estratégias de veiculação para moléculas em uso e para novas moléculas. Em trabalho prévio, o grupo de pesquisa demonstrou opotencial das Tambjaminas I e J, que mostraram efeitos citotóxicos frente diversas linhagens tumorais como câncer de colorretal, leucêmicas, próstata entre outras e em estudos por citometria induziram - morte celular por apoptose, com parada do ciclo celular, despolarização mitocondrial, presença de danos de DNA e formação de micronúcleos de maneira concentração e tempo dependente. Enuquanto que a quinoxalina em estudos prévios demonstrou atividade antitumoral in vitro contra linhagens de cânceres humanos, entre elas de câncer colorretal (HCT-116) e linhagens leucêmicas (K562, HL-60, KG-1 e Kasumi-1) e indução de autofagia. Contudo, em função da baixa solubilidade aquosa e farmacocinética desfavorável, os resultados in vivo apresentaram baixa eficácia, havendo necessidade da incorporação da molécula em nanofromulações. Neste sentido, os sistemas de liberação nanoestruturados de drogas, são vantajosos, permitindo o by pass, por melhorar a solubilidade e a farmacocinética, como por aumentar a estabilidade da droga encapsulada, permitindo a liberação lenta e sustentada, reduzindo assim a necessidade de administrações frequentes. Com isso serão produzidos lipossomas contendo tambjaminas e lipossomas contendo quinoxalina, para avaliação in vitro e in vivo em modelo animal de câncer de colorretal e SMD respectivamente. Os lipossomas serão caracterizados por técnicas físico-químicas clássicas, empregando cromatografia líquida de alta eficiência, microscopia eletrônica, termogravimetria, espalhamento dinâmico de luz, etc. Enquanto que a avaliação in vitro envolverá estudos de citotoxicidade em linhagem de tumorais de colorretal e leucêmicas e também contemplará os estudos de captação celular dos nanocarreadores, por microscopia confocal e citometria de fluxo. In vivo, será determinada o efeito antitumoral em modelo xenográfico, com imagem tomatográfica do crescimento tumoral para o câncer de colorretal e modelo genético para o SMD, a ser realizado em cooperação com pesquisador da Austrália National University. As características histológicas e imunohistológicas dos tumores serão avaliadas. Em todo esse processo de desenvolvimento do produto, desde a síntese será considerado o aspecto de proteção intelectual, éticos, biosegurança e BPL.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Claudia do Ó Pessoa

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento e validação de compostos antimitóticos em lipossomas vetorizados com anticorpos monoclonais anti-egfr para liberação sitio especifica na terapia do câncer de próstata
  • O câncer de próstata afeta milhares de pacientes no Brasil, possuindo elevadas taxas de mortalidade, e por isso representa grave problema de saúde pública. Neste sentido, a terapia atual possui eficácia limitada, havendo, portanto, a necessidade de desenvolvimento de novas estratégias de veiculação para moléculas em uso e para novas moléculas. Em trabalho prévio, o grupo de pesquisa demonstrou a potente atividade da nova molécula antimitótica não tubulinica, o (+)-2,3,9-trimetoxipterocarpano contra o câncer de próstata, com menos efeito neurotóxico. Contudo, em função da baixa solubilidade aquosa e farmacocinética desfavorável, os resultados in vivo apresentaram baixa eficácia, havendo necessidade da incorporação da molécula em formulações mais modernas. Neste sentido, os sistemas de liberação nanoestruturados de drogas, são vantajosos, permitindo o by pass, por melhorar a solubilidade e a farmacocinética, como por aumentar a estabilidade da droga encapsulada, permitindo a liberação lenta e sustentada, reduzindo assim a necessidade de administrações frequentes, além de direcionar a tumores sólidos pelo efeito EPR. Adicionalmente, a funcionalização de nanocarreadores, por exemplo lipossomas, com anticorpos monoclonais, como o anticorpo anti-EGFR, com potencial de reconhecer o receptor EGF superexpresso em alguns tipos de câncer de próstata, permite a liberação direcionada e específica à célula tumoral, com potencial de redução dos efeitos colaterais da droga. Para impulsionar a inovação no tratamento do câncer com o uso de anticorpos monoclonais, desenvolveremos anticorpos anti-EGFR biossimilares, contemplando as etapas de construção genética, expressão, caracterização e produção, seguindo as normas de BPL e biossegurança. Assim, a proposta visa encapsular a molécula pterocarpano e o fármaco modelo, cabazitaxel (antimitótico que agre por estabilização dos microtúbulos), em lipossomas e funcionalizar com anticorpos monoclonais anti-EGFR a serem produzidos pelo grupo, para avaliação in vitro e in vivo no tratamento do câncer de próstata. Os lipossomas e imunolipossomas serão caracterizados por técnicas físico-químicas clássicas, empregando cromatografia líquida de alta eficiência, microscopia eletrônica, espalhamento dinâmico de luz, etc. A avaliação in vitro envolverá estudos de citotoxicidade em linhagem de câncer de próstata com baixa e alta expressão de EGFR, e também contemplará os estudos de captação celular dos nanocarreadores, por microscopia confocal e citometria de fluxo. In vivo, será estudada a toxicidade das formulações envolvidas e análise da farmacocinética, bem como o efeito antitumoral em modelo xenográfico, com imagem tomatográfica do crescimento tumoral para o câncer de próstata, empregando microscopia de fluorescência. As características histológicas e imunohistológicas dos tumores serão avaliadas. Em todo esse processo de desenvolvimento do produto, desde a síntese, desenvolvimento dos anticorpos até a funcionalização dos lipossomas serão considerados os aspectos de proteção intelectual, éticos e BPL. Tem-se o propósito de transferir o conhecimento adquirido e a tecnologia desenvolvida para as unidades de produção da Fiocruz, Bio-Manguinhos RJ e/ou Farmanguinhos, detentora da tecnologia para a produção de biofármacos e fármacos com a missão de atender ao SUS. A proposta portanto está em consonância com a política de inovação em saúde do país. Procuraremos fortalecer o núcleo de excelência na área pesquisa e inovação em fármacos, biofármacos e imunoconjugados para o tratamento do câncer no Brasil, integrando grupos de excelência na Universidade Federal do Ceará, sendo pioneiros na produção de lipossomas funcionalizados com anticorpos monoclonais.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 10/11/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Claudia dos Santos Mermelstein

Ciências Biológicas

Morfologia
  • o papel do colesterol e das rafts lipídicas na sinalização por sonic hedgehog durante a miogênese
  • A fibra muscular esquelética é formada a partir da adesão de células precursoras, os mioblastos, que se alongam e se fundem formando células multinucleadas em um processo denominado miogênese. A fusão de mioblastos depende de moléculas presentes na membrana, incluindo proteínas e lipídeos específicos, tais como o colesterol. O modelo de estrutura da membrana plasmática foi revisto com base na descoberta de regiões especializadas de membrana enriquecidas em colesterol, os chamados micro domínios de membrana (ou rafts lipídicas). O objetivo deste projeto é o estudo do papel destes microdomínios na via de sinalização de sonic hedgehog (Shh) durante a diferenciação muscular. Nosso principal modelo de estudo é a cultura primária de células musculares esqueléticas obtida a partir de músculo peitoral de embriões de galinha. Para estudar a membrana, podemos perturbá-la através do uso da substância metil-beta-ciclodextrina (MbCD). MbCD tem alta afinidade por colesterol e quando colocada no meio de cultura de células, se liga ao colesterol e pode assim retirá-lo da membrana plasmática. Resultados de nosso grupo de pesquisa mostram que a retirada de colesterol da membrana de mioblastos provoca um aumento da fusão de mioblastos e a formação de fibras musculares bem maiores do que as encontradas em culturas controle. As culturas tratadas com MbCD mostram também a ativação de via de Wnt/beta-catenina. Nossos resultados mostraram que moléculas de Wnt3a presentes no meio condicionado seriam os responsáveis por estes efeitos. Moléculas de Wnt ficam presas a membrana através de ancoras lipídicas do tipo palmitoil e em regiões ricas em colesterol. Neste projeto vamos analisar se outra via de sinalização importante na miogênese, a via de Sonic hedgehog (Shh), também é regulada por colesterol e pelas rafts lipídicas. Shh também é descrita como tendo ancoras lipídicas do tipo palmitoil e estando presente em regiões ricas em colesterol da membrana plasmática. Vários trabalhos sugerem que Shh tem um papel importante na proliferação de células tronco musculares, as células satélites musculares. Embora já tenha sido estudado o papel de Shh na miogênese, sua relação com os microdomínios ainda não foi estudada. Este estudo é de grande interesse do ponto de vista da busca de estratégias para o desenvolvimento de protocolos experimentais que poderão ser utilizados em terapias voltadas ao tratamento de doenças musculares degenerativas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Claudia Esther Alicia Rocio Hassan

Ciências Biológicas

Genética
  • investigando o papel da microbiota intestinal na patogênese e curso clínico da leucemia linfocítica crônica
  • A leucemia linfocítica crônica (LLC) é a neoplasia hematológica mais frequente no mundo ocidental. É caracterizada pelo acúmulo de linfócitos B CD5+ CD23+ de vida longa e resistentes à apoptose, que trafegam entre o sangue periférico, medula óssea e tecidos linfóides secundários. Os pacientes têm um curso clínico muito heterogêneo, variando de doença indolente a progressão rápida e, eventualmente, transformação para linfoma não-Hodgkin. Um fator importante no desenvolvimento e curso clínico da LLC é a estrutura e sinalização dos receptores de células B (BCRs) ou imunoglobulinas (IG) de membrana. Estudos mostraram que: (1) os genes variáveis da cadeia pesada da IG (IGHV) usados para montar os domínios variáveis da IG clonotípica na LLC diferem daqueles usados pelas células B CD5+ normais; (2) esses IGHVs podem, em ~ 1/3 pacientes, associar-se a genes específicos IGHD e IGHJ resultando em uma região de reconhecimento antigênico (CDR3) de estrutura altamente homóloga e notavelmente semelhante (“BCRs estereotipados”); (3) pacientes com LLC podem ser divididos em categorias com base na presença ou ausência de hipermutação somática no IGHV; (4) os pacientes subdivididos desta maneira têm cursos clínicos muito divergentes, aqueles com IGHV mutados (LLC-M) mostram uma doença indolente, muitas vezes sem necessidade de terapia, enquanto que aqueles com IGVH não mutados (LLC-NM) mostram uma doença progressiva em um curto período de tempo; (5) as capacidades de ligação ao antígeno das células B da LLC segregam de acordo com o status de mutação IGHV, com BCRs NM sendo, em geral, altamente auto- / polirreativos, e BCRs M sendo mais restritivos. Outra evidência do papel dos BCR na biologia da doença é o grande sucesso das terapias com inibidores da tirosina quinase de Bruton, que inibem a sinalização do BCR, levando a um atraso significativo na progressão da doença e a uma grande melhora na qualidade de vida. Essas características levaram à hipótese de que o desenvolvimento de CLL é dirigido por interações antígeno-receptor. Entre os fatores extrínsecos, as infecções bacterianas em sinergia com neo-auto-antígeno e células apoptóticas podem levar à evolução da LLC através do estímulo do BCR com características moleculares distintas. Além disso, na LLC, a BCR colabora com receptores de imunidade inata, entre eles, os receptores Toll-like (TLRs), que reconhecem padrões moleculares associados a patógenos (PAMPs) amplamente conservados. Assim, a pergunta sobre o papel do microbioma intestinal na patogênese e comportamento clínico da doença é plausível e ainda não foi respondida. O microbioma humano, o complexo sistema de populações de microrganismos em um nicho corporal, geralmente estabelece relações benéficas com o hospedeiro, mas algumas relações disbióticas podem resultar no desenvolvimento de doenças inflamatórias e cânceres. Estudos metagenômicos mostram que a microbiota pode contribuir para a suscetibilidade e progressão do câncer por diversos mecanismos, como por exemplo através de modular a inflamação e as respostas imunes, induzir dano ao DNA e produzir metabólitos envolvidos na oncogênese ou supressão tumoral. A ligação patogênica mais reconhecível é entre o microbioma intestinal e o câncer via sistema imune, pois a microbiota residente desempenha um papel essencial na ativação, treinamento e modulação da resposta imune do hospedeiro. O microbioma saudável é dinâmico e é modificado durante o processo de envelhecimento, sendo que os idosos apresentam uma microbiota intestinal disbiótica. Assim, o envelhecimento e a inflamação podem estar inter-relacionados com o processo de câncer, resultando em assinaturas específicas de microbioma. A LLC é uma neoplasia tipicamente diagnosticada por volta dos 70 anos. O fato de a LLC ser uma doença do idoso e a importância dos estímulos microambientais para a sobrevida das células leucêmicas fazem da LLC uma interessante candidata para investigar a potencial associação do microbioma na patogênese e resposta terapêutica da doença. Ainda não existe um estudo sobre o papel do microbioma no comportamento clínico e biológico da LLC. Nossa hipótese é a de que existe uma assinatura microbioma associada à LLC e diferente da população saudável da mesma idade, que os grupos imunogenéticos da LLC diferem no perfil metagenômico, e que uma espécie bacteriana ou combinação deles é identificada entre o intestino ou comensais circulantes, afeta a resposta à quimioimunoterapia. Para testar estas hipóteses propomos o seguinte desenho experimental: (1) O estudo inicial de pacientes com LLC (N=150), caracterização imunogenética (estado mutacional e estereótipos do gene IGVH) e da evolução clínica; (2) Recrutamento de pacientes com linfocitose monoclonal B; (3) Formação de biorrepositório de células leucêmicas e plasma; (4) Seleção de grupos de comparação, pareando por idade, sexo e tipo de receptor (IGVH); (5) Recrutamento de grupos imunogenéticos específicos; 8 LMB, 28 LLC), coleta de fezes para estudos de metagenômica; (6) Estudo de um grupo controle (12 doadores saudáveis pareados por idade e sexo); (7) Estudos da microbiota intestinal bacteriana por sequenciamento massivo paralelo (16S NGS) e análise bioinformática; (8) Estudo das subpopulações linfoides T e NK por citometria de fluxo e proteôma em larga escala de pacientes e doadores; (10) Proposta de um modelo. Um grande ganho deste projeto será iniciar o entendimento do papel da interação microbioma-hospedeiro no desenvolvimento e na resposta clínica de pacientes com LLC. Esse entendimento poderá levar a uma melhor caracterização dos riscos no momento do diagnóstico, e abrirá caminhos para o desenvolvimento de novas terapias alvo.
  • Instituto Nacional de Câncer - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Claudia Fortes Ferreira

Ciências Humanas

Educação
  • validação de genes para tolerância ao déficit hídrico e produção de ativos biotecnológicos no desenvolvimento de variedade de bananeira com uso eficiente de água
  • Vide projeto anexo
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - BA - Brasil
  • 29/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Claudia Ida Brodskyn

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação do potencial imunomodulador de nanopartículas carredoras de hsp60 humano no tratamento da leishmaniose cutânea causada por leishmania braziliensis
  • Nos últimos anos, a indução da tolerância oral tem sido utilizada com sucesso em vários modelos experimentais de doenças autoimunes, tais como encefalomielite autoimune experimental (EAE), diabetes e artrite, bem como em outras condições inflamatórias tais como colite e alergias (1). Vários estudos vêm sendo executados com o intuito de avaliar a administração oral de bactérias lácticas, com a finalidade de criar um mecanismo natural de liberação de antígenos diretamente na mucosa intestinal (2). A leishmaniose é uma doença tropical que afeta cerca de 350 milhões de pessoas. Diferentes espécies do parasita estão associadas com diferentes manifestações clínicas da doença, abrangendo desde lesões com acometimento cutâneo até a visceral com alta mortalidade. Tais manifestações também dependem da resposta imune do indivíduo acometido pela doença (3). Embora citocinas inflamatórias sejam fundamentais para a destruição da Leishmania, sua presença, sem um sistema de regulação leva à formação da lesão. É importante o equilíbrio entre a inflamação e a regulação da resposta imune para a destruição do parasita e diminuição do ambiente inflamatório induzido pela infecção. A tolerância oral é definida como um estado de supressão da reatividade imunológica frente a antígenos externos previamente administrados por via oral, levando à supressão da resposta inflamatória, pela indução de células T antígeno-específicas secretoras de diferentes citocinas anti-inflamatórias, como IL-10 e TGF-beta; (4). As proteínas de choque térmico (HSPs), podem servir como candidatas promissoras para a indução de mecanismos reguladores com ativação de células T reguladoras (T regs) (5). A HSP60 humana, por exemplo, pode ser reconhecida por receptores do tipo Toll 2 e por receptores da imunidade adaptativa, afetando a inflamação e reduzindo a entrada de células para o sítio inflamatório (6, 7), além de induzir a diferenciação de células T regulatórias, como Treg Foxp3+ e LAP+ e levar ao aumento na produção de IL-10 pelas células T (8). Lactococcus lactis são bactérias lácticas, Gram-positivas, não patogênicas, amplamente utilizadas na indústria de alimentos e preservação de produtos fermentados (9). Estudos têm demonstrado que Lactococcus lactis recombinantes produtores de HSP65 possuem atividade imunorreguladora capaz de induzir tolerância oral e promover proteção contra aterosclerose, encefalomielite e colite em camundongos (5, 10-12) e artrite adjuvante em ratos (13) por meio da indução de tolerância oral. Nosso grupo demonstrou que o tratamento com Lactococcus lactis recombinante, antes da infecção com L. braziliensis leva a uma redução do processo inflamatório e também no número de parasitas ao longo da infecção, demonstrando que as respostas imunes específicas para o parasita não foram afetadas, mas imunomoduladas, diminuindo assim as consequências imunopatológicas observadas na infecção experimental por L. braziliensis. Uma limitação importante, neste estudo, entretanto, é que a HSP65, proteína de choque térmico responsável pelo efeito tolerogênico, é obtida de Mycobacterium leprae, o que representa um obstáculo para o tratamento clínico em seres humanos. Além disso, a administração oral de L. lactis produtor de HSP65 requer vários dias para alcançar a indução de tolerância oral. Para superar estas limitações, pretendemos otimizar o protocolo de tratamento para pautas de administração mais convenientes e racionais, simplificando o regime para dose única; e favorecer o potencial translacional através da utilização de HSP60 humano, com alta homologia com HSP65 de M. leprae. Para alcançar esses objetivos, pretendemos desenvolver nanoformulações bioadesivas e biodegradáveis para a liberação controlada de HSP60 humano na mucosa intestinal, que serão administradas por via oral. Esta estratégia de indução de tolerância oral representa uma nova alternativa terapêutica a ser testada para diferentes patologias inflamatórias, incluindo a infecção por L. braziliensis. Nanopartículas similares, a que serão utilizadas neste projeto, de polianidrido maleico já foram utilizadas em modelos experimentais de alergia à castanha de caju em nosso laboratório e não apresentaram nenhum tipo de reação adversa, levando à indução de células T regulatórias produtoras de IL-10 (14). Serão desenvolvidas formulações de nanopartículas de polianidrido maléico (PMV/MA NP) contendo HSP60 humano. Estudos do grupo do Dr. Juan Manuel Irache (Universidade de Navarra, Espanha) demonstraram que as formulações de PMV/MA NP aumentam as interações bioadesivas ao longo do trato gastrointestinal, (15, 16). O alto potencial terapêutico das formulações nanoparticuladas de liberação controlada vêm sendo amplamente demonstrado. A incorporação de biomoléculas e antígenos em sistemas de liberação controlada apresenta várias vantagens em comparação com a administração em solução, entre elas: a proteção contra a inativação química, enzimática ou imunológica; o aumento do transporte pelo organismo e da penetração celular; o aumento da biodisponibilidade; e a redução de efeitos adversos e toxicidade (15). Desta forma, as nanopartículas permitem aumentar a potência terapêutica das moléculas encapsuladas e, através da liberação controlada das mesmas a partir da matriz polimérica, minimizar o risco de indução de reações adversas. Assim, estes sistemas nanoestruturados podem ser empregados de forma eficaz para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas com alta eficácia e segurança clínica. O desenvolvimento destas nanopartículas será realizada por Dra. Juliana Rebouças (UPE) que apresenta expertise no assunto, tendo sido este o tema de seu Doutorado. Assim, pretendemos investigar se administração por via oral de nanoformulações bioadesivas biodegradáveis para liberação controlada de HSP60 humano em camundongos BALB/c, atua como indutor de tolerância oral, criando um ambiente anti-inflamatório e atenuando os efeitos da infecção por L. braziliensis.
  • Fundação Oswaldo Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022