Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sibele Berenice Castellã Pergher

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • escalonamento de sínteses ecofriendly: das cinzas de carvão a peneiras moleculares
  • O presente projeto propõe o escalonamento da síntese de zeólitas a partir de cinzas de carvão através de sínteses eco-friendly. Inicialmente será realizado a síntese de várias zeólitas em escala laboratorial, as sínteses serão otimizadas e se escolherá quais materiais são promissores para o escalonamento. Estes materiais serão sintetizados em escala piloto, otimizando o rendimento com minimização de resíduos. Os materiais estudados serão caracterizados por várias técnicas complementares, especialmente Difração de raios X, Medidas de adsorção de gases para análise textural, Microscopia eletrônica de varredura e composição química. Contamos com a colaboração do PROCAT para o escalonamento e da UFSC para fornecimento das cinzas de carvão.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sibele Vasconcelos de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • inovação e tecnologias sociais: transformação e criatividade nas experiências populares de geração de trabalho e renda no rio grande do sul
  • Em 2000, os 191 estados membros das Nações Unidas publicaram a Declaração do Milênio, documento que institucionalizou os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Na oportunidade, os referidos países sinalizaram o compromisso na implementação de acordos internacionais com vistas à promoção do desenvolvimento humano, preservação do meio-ambiente, direitos das populações vulneráveis, dentre tantas outras ações em prol da ampliação da qualidade de vida e do bem-estar social (UNDP, 2018a). Embasada na Declaração do Milênio do início do século XXI, a nova agenda universal prevê até 2030 o alcance de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Sob a perspectiva das Nações Unidas, através de esforços políticos e socioeconômicos, o desenvolvimento sustentável promulgar-se-á como uma das prioridades ao planeta e à humanidade (UNDP, 2018b). Vale ressaltar que o conceito contemporâneo de desenvolvimento sustentável é decorrente da conscientização da sociedade acerca dos vínculos globais entre os problemas ambientais, as questões socioeconômicas relacionadas com a pobreza e a desigualdade, além das preocupações com um futuro próspero para a humanidade (HOPWOOD; MELLOR; O’BRIEN, 2005). Assim sendo, assume-se a existência de forte correlação entre os aspectos ambientais, sociais e econômicos atrelados ao modo de vida e aos problemas enfrentados pelas populações rurais e urbanas. Hopwood, Mellor e O’Brien (2005, p. 38) argumentam que o interesse pela discussão acerca do desenvolvimento sustentável representa uma importante mudança na compreensão das relações da humanidade com a natureza e entre as próprias pessoas. O movimento social contemporâneo contrasta com a perspectiva dominante das últimas centenas de anos, que se baseou na visão da separação do meio ambiente de questões socioeconômicas. Destarte, consolidam-se no meio acadêmico grupos e projetos de estudo, os quais buscam diagnosticar os avanços alcançados e os desafios a serem superados neste processo de expansão das liberdades individuais e instrumentais das diversas populações. De fato, esta é a intenção do presente projeto, submetido à apreciação da chamada pública promovida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, através da Chamada CNPq/MCTIC/MDS nº. 36/2018 - Tecnologia Social - que tem como proponente principal, a Universidade Federal de Santa Maria, em parceria com a Universidade Federal do Pampa (campi Santana do Livramento e Dom Pedrito). Sendo assim, a iniciativa intitulada “Inovação e Tecnologias Sociais: Transformação e Criatividade nas Experiências Populares de Geração de Trabalho e Renda no Rio Grande do Sul” caracteriza-se por ser um projeto de avaliação de tecnologias sociais. O foco da análise são as tecnologias sociais implementadas por produtores rurais de territórios prioritários nos municípios de Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Santa Maria e São Pedro do Sul, Santana do Livramento e Tenente Portela, considerando um conjunto plural e multidimensional de macro-critérios. Define-se o objetivo geral da proposta como: avaliar as múltiplas experiências de inovação e tecnologias sociais no estado do Rio Grande do Sul vis-à-vis às experiências de sucesso nos países latino-americanos. Os objetivos específicos da proposta são: i. Mapear e analisar experiências de TS nos territórios prioritários em municípios selecionados do estado do Rio Grande do Sul, buscando evidenciar as particularidades que permitem caracterizá-las como tais, bem como seu potencial de propulsionar formas inclusivas e sustentáveis de desenvolvimento nestes territórios. ii. Analisar o potencial de reaplicação das TS, sistematizar e divulgar os resultados para disseminação, a fim de possibilitar o uso e reaplicação por outros grupos. iii. Constituir uma rede de pesquisadores engajados com os temas da superação das vulnerabilidades socioeconômicas e do desenvolvimento sustentável, para produzir estudos e atividades de formação, desenvolvimento, reaplicação e análises de TS no âmbito latino-americano. Em suma, os procedimentos metodológicos da proposta são: 1) revisão bibliográfica e elaboração de textos analíticos-científicos sobre Tecnologia Social, em sua interrelação direta com os temas da Economia Popular e Solidária; Inovações sociais, Sustentabilidade, Agroecologia, e indireta, com os temas do Desenvolvimento econômico (e social), Agricultura familiar, medidas de combate à pobreza, e inclusão social produtiva. 2) Levantamento de dados, por meio de visitas e/ou imersões nas realidades, realização de entrevistas semi-estruturada, dinâmicas participativas de coleta de dados, etc.; 3) Análise dos dados e elaboração de textos finais; 4) Divulgação dos resultados em livro e vídeo. O projeto conta ainda com profissionais vinculados a outras universidades parceiras, como a Universidade Federal de Pelotas, a Universidade Federal do Paraná, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, a Universidade Estadual de Campinas, a Universidade a Pontificia Universidad Javeriana (da Colômbia), a Universidad Nacional de Quilmes, a Universidad Nacional del Litoral (da Argentina). Assim, para além da execução das propostas aqui elencadas, o presente projeto tem como finalidade promover e/ou consolidar parcerias institucionais entre pesquisadores da UFSM e as demais universidades destacadas acima, criando, assim, uma rede de estudos entre pesquisadores latinoamericanos. Vale destacar os que pesquisadores das referidas instituições têm participado de iniciativas importantes na promoção de debates sobre a natureza das desigualdades sociais e assimetrias regionais, bem como sobre estratégias de consolidação de tecnologias sociais que possam contribuir para o bem-estar, inclusão produtiva e social. As iniciativas traduzem-se na construção de conhecimentos interdisciplinares, em ações de extensão que aproximam centros de ensino/pesquisa da sociedade civil e na constituição de indivíduos com capacidade de agência.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021
Foto de perfil

Sidarta Araújo de Lima

Engenharias

Engenharia Civil
  • modelagem computacional e experimental da hidrodinâmica e transporte em meios porosos: aplicação à injeção de polímeros em reservatórios e eletrocinética em meios argilosos
  • O objetivo deste projeto é compreender os fenômenos físico-químicos que ocorrem no processo de transporte de solutos iônicos em meios porosos (aquíferos) e no processo de injeção de polímeros em reservatórios de petróleo. As estapas para obter essa compreensão são: modelagem matemática dos processos e modelagem computacional. Na modelagem matemática da injeção do polímeros, empregamos técnicas que permitem descrever a hidrodinâmica de fluidos não–newtonianos pseudoplásticos, o transporte das fases fluidas e de polímeros durante a recuperação avançada de petróleo. Para a modelagem do transporte de solutos iônicos, utilizamos formulações multiescala que captam os fenômenos eletrocinéticos no transporte de solutos mono/bivalentes em meios porosos carregados eletricamente. Os modelos encontrados são sistemas acoplados de equações diferenciais não-lineares. Na simulação numérica dos modelos obtidos, devido ao caráter hiperbólico de algumas equações presentes no sistema, aplicamos, conjuntamente, o método dos elementos finitos mistos, SUPG e o método dos volumes finitos. Além disso, para diminuir o custo computacional das simulações, empregamos técnicas de decomposição de domínio. Para obter os parâmetros efetivos do modelo matemático macroscópico serão realizados ensaios laboratoriais no Laboratório de Transporte e Suspensões e Perda de Injetividade da UFRN.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidinei Rocha de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a (re)construção de carreiras e mercados de trabalho na economia digital
  • O surgimento e a rápida ascensão de movimentos como a economia compartilhada (sharing economy) e a economia “gig” (gig economy) apontam para alterações de natureza econômica e social com potencial para afetar e modificar profundamente as relações de trabalho (Sundararajan, 2016). Fenômeno mundial, a economia gig pode ser entendida como o conjunto dos mercados que conectam, através de plataformas digitais, as demandas dos consumidores aos fornecedores por meio de trabalhos de curta duração: os “gigs” (Donovan, Bradley & Shimabukuro, 2016). Desse modo, ao se considerar aspectos ligados ao trabalho, percebe-se o destaque para práticas cada vez mais flexíveis de trabalho (Fleming, 2017) e o surgimento de novas práticas laborais. Além disso, muitas destas tarefas se apresentam como atividades informais, em que não há contrato, salário fixo, férias ou garantias de nenhuma natureza. Nota-se, entretanto, que estas novas formas de trabalho e emprego ligadas às plataformas têm sido pouco estudadas dentro da discussão de carreiras e mercado de trabalho (Greenwood & Wattal, 2017). Essa articulação entre carreira e mercado de trabalho na Economia Digital permite traspor uma crítica recorrente aos estudos sobre carreira – a falta de inovação nos trabalhos realizados –, bem como compreender como emergência de novos aspectos políticos e culturais, grupos de trabalhadores e atores que formam os mercados de trabalho marcam as relações de trabalho nos campos campo econômico e social. Dado o panorama descrito sobre o crescimento da Economia Digital, caracterizada pelos movimentos da economia compartilhada e da economia gig, e a partir das bases conceituais do mercado de trabalho e carreira que embasam esta discussão, este trabalho apresenta duas questões centrais para pesquisa: Como se formam os mercados de trabalho na Economia Digital? Como se constroem as carreiras em novas ocupações ligadas à Economia Digital? Para responder a estas questões, este projeto estrutura-se em quatro etapas: 1) Discussão teórica sobre a formação de novos mercados de trabalho e carreira na Economia Digital, cuja base teórica servirá de base para o desenvolvimento de estudos empíricos; 2) Estudos com profissionais que atuam em atividades ligadas ao campo das startups; ; 3) Estudos sobre mercado de trabalho e carreiras relacionados com a atividade de motoristas de aplicativos; e 4) Estudos sobre mercados de trabalho e carreiras relacionados com a atividade de desenvolvedores de softwares.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidiney Geraldo Alves

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • física estatística de sistemas complexos
  • A natureza exibe um grande número de sistemas compostos de muitas partículas que são caracterizados por processos que ocorrem fora do equilíbrio. Tais sistemas tem chamado a atenção de pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento e, em particular, de pesquisadores da Física Estatística. Este interesse crescente se deve não apenas aos desafios associados à investigação desses sistemas, mas também pela possibilidade de se alcançar uma melhor compreensão de principais características que governam a dinâmica dos mesmos. Esses avanços podem levar a respostas de questões fundamentais. Como por exemplo, como a interação simples de muitos componentes pode gerar comportamentos ou padrões complexos? Nessa proposta estamos interessados em três linhas de investigação. Na primeira damos continuidade ao estudo da dinâmica de enrugamento de interfaces. A investigação de sistemas que apresentam transição de fase para estados absorventes é abordada na segunda linha. Finalmente, na terceira estamos interessados no estudo da dinâmica de forrageamento e facilitação social em grupos de cupins.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidnei Antonio Lopes

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • enzima alfa-amilase em suplementos de bovinos de corte em pasto tropical
  • A oferta de suplementação concentrada para bovinos de corte em pastejo pode incrementar o consumo de energia e elevar o desempenho produtivo. Entretanto, em algumas situações são observados queda da eficiência do uso da dieta com perda de concentrado nas fezes. A adição de amilase pode acelerar e aumentar a digestibilidade do amido no rúmen. O uso de amilase exógena para bovinos em confinamento tem proporcionado melhorias nutricionais e produtivas. Contudo, há escassez de estudos avaliando o uso de amilase exógena em suplemento concentrado para gado de corte em pastejo. Deste modo, objetiva-se avaliar o efeito da α-amilase adicionada em suplementos concentrados ofertados para bovinos de corte em pastejo sobre características nutricionais e desempenho produtivo. Para isso serão realizados dois experimentos. O Experimento 1 intitulado “Determinação do nível ótimo de enzima α-amilase exógena em suplemento concentrado para novilhas de corte em pastagem tropical” será realizado com o objetivo de determinar a dosagem ótima de α-amilase para novilhas de corte em pastagem recebendo suplementação concentrada em quantidades moderadas. Serão utilizadas 48 novilhas ½ Nelore x ½ Angus com 280 kg e 12 meses. Todos os animais receberão suplemento concentrado em quantidade correspondente a 0,75% do peso corporal e mistura mineral ad libitum. Os tratamentos serão os níveis amilase exógena adicionados nos suplementos: 0; 0,43; 0,86 e 1,72 g/kg de suplemento, equivalente para atingir os níveis de 0, 100, 300 e 500 kilo novo unidade (KNU)/ kg de suplemento. Cada tratamento terá quatro repetições de grupo com três novilhas, totalizando 12 novilhas por tratamentos. O período de avaliação terá duração de 90 dias. Serão avaliados desempenho nutricional e produtivo das novilhas. O Experimento 2 intitulado “Amilase exógena e níveis de suplementação sobre efeitos associativos em novilhas de corte terminadas em pastejo” será realizado com o objetivo de avaliar o efeito da interação da adição de amilase e níveis de suplementação concentrada para novilhas de corte em pastejo. Serão utilizadas 45 novilhas ½ Nelore x ½ Angus com 350 kg e 15 meses de idade. Serão avaliados 5 tratamentos com 3 repetições de grupo com 3 novilhas cada, totalizando 9 novilhas por tratamentos. Todos os animais receberão mistura mineral ad libitum. Os tratamentos serão: sem suplementação concentrada (NSUP); suplementação concentrada na quantidade correspondente a 0,6% PC sem adição de amilase (0,6SUP-); suplementação concentrada na quantidade correspondente a 0,6% PC com adição de amilase (0,6SUP+); suplementação concentrada na quantidade correspondente a 1,2% PC sem adição de amilase (1,2SUP-); e suplementação concentrada na quantidade correspondente a 1,2% PC com adição de amilase (1,2SUP). A amilase será adicionada no suplemento em quantidade correspondente ao nível ótimo encontrado no Experimento 1. O período de avaliação terá duração de 84 dias. Serão avaliadas as características nutricionais, desempenho produtivo e características de carcaça.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidnei Gonçalves da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de um fotômetro controlado por smartphone para análise de espécies em alimentos
  • O presente projeto é baseado no desenvolvimento de um fotômetro controlado por smartphone para determinação de espécies de interesse em alimentos. Com a construção deste dispositivo será possível obter-se um equipamento portátil, de baixo custo e com possibilidade de ser controlado remotamente à distância, conectando-se à uma rede Wi-Fi, ou via bluetooth. Em ambos os casos será possível controlar o equipamento através de um smarthphone, conferindo maior portabilidade e facilidade de controle do dispositivo. Após o desenvolvimento do equipamento será desenvolvido dois métodos para determinação fotométrica de espécies em alimentos. Em um primeiro trabalho será desenvolvido um procedimento para a determinação de oxalato em amostras de infusões baseado na formação do complexo entre o ácido 1,8-dihidroxi-2-(4-sulfofenilazo)-naftaleno-3,6-dissulfônico e o zircônio em 570 nm. Estudos realizados no laboratório indicaram que a presença de oxalato decompõe este complexo, levando a diminuição do sinal de absorbância no comprimento de onda de medida. É importante salientar que esta reação ainda não foi explorada para a determinação de oxalato em nenhum tipo de amostra. Em um segundo trabalho será explorado um procedimento empregando banho ultrassônico e geração de vapor frio de mercúrio para extração deste metal em amostras de peixes e em seguida, será explorada a determinação espectrofotométrica pela formação do complexo HgI4-2.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidnei Moura e Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • bioalcaloídes: extração, identificação, síntese e atividade colinérgica de anéis tropânicos e homotropânicos naturais e sintéticos
  • A acetilcolina esta entre os mais importantes mediadores de sinapses. Presente no sistema nervoso central (SNC) bem como no sistema nervoso periférico (SNP), além de fazer parte do sistema nervoso autônomo, desempenha papel importante nos processos de memória, digestão, controle da frequência cardíaca, pressão arterial, circulação e muitas outras funções. Especificamente, os receptores α4β2 nAChRs tem relação direta com canais iônicos responsáveis por memoria, aprendizado e atenção. Modular a atividade de compostos a esse sistema é um desafio, pois a complexidade do mesmo conduz, na maioria dos casos, a baixa seletividade. Assim, esse projeto se propôs a trabalhar com moléculas ativas desde a modelagem molecular in silico, até a identificação da atividade in vitro e in vivo, passando pelo desenvolvimento de metodologias para síntese destes compostos. Para este desafio, foi formada uma equipe multidisciplinar, com diferentes e complementares expertises. Ainda, conta com a participação da Dra. Françoise Dumas, da Universidade Paris-Sud, que auxiliará em uma parte especifica do projeto, o desenvolvimento de metodologias utilizando altas pressões. Assim, este projeto terá como resultado a formação de recursos humanos de pós-graduação, com uma visão multidisciplinar pela interação entre os parâmetros necessários para o desenvolvimento de novos fármacos. A integração dos conhecimentos permitirá a divulgação dos resultados em periódicos de alto fator de impacto. Do ponto de vista tecnológico e de inovação este projeto propõe estudar possíveis moléculas ativas desde o seu conceito in silico até a avaliação da atividade
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sidnei Paciornik

Engenharias

Engenharia de Minas
  • uso de redes neurais deep learning no reconhecimento e classificação automática de macerais de carvão
  • Diversos processos de fabricação da indústria siderúrgica têm o carvão mineral como matéria-prima, p.ex.: produção de ferro gusa. Os constituintes individuais da matéria orgânica que compõe o carvão, chamados macerais, influenciam a qualidade e eficiência destes processos, podendo ser reconhecidos por análise de microscopia ótica. A caracterização microestrutural do carvão por microscopia ótica permite identificar os macerais pela refletância, cor, morfologia, anisotropia, tamanho e relevo ou dureza de polimento; sendo possível classificar o carvão, de acordo com um catálogo universal, conforme a presença e a quantidade de cada grupo de maceral. Essa descrição é de extrema importância, pois assim pode-se avaliar a qualidade e a origem de um determinado carvão e suas propriedades, como por exemplo, a reatividade do carvão em processos de pirólise e gaseificação, bem como seu comportamento durante a carbonização para a produção de coque. O método tradicional de caracterização de carvão, amplamente usado no mundo, é um processo manual/visual que requer um grande esforço, expertise e tempo do operador. O uso de uma aplicação automática de caracterização do carvão, além de trazer inovação ao usar tecnologia de ponta, também poderá aumentar a confiabilidade e reprodutibilidade dos resultados. Será um processo capaz de disponibilizar informações confiáveis de forma rápida e eficiente, que independe da expertise e do critério de um operador altamente treinado. Métodos baseados em Aprendizado Profundo podem aprender simultaneamente como extrair características complexas e fazer a classificação correta baseada nelas. As redes neurais convolucionais representam uma arquitetura de aprendizagem profunda que vem ganhando proeminência notável no reconhecimento de imagens. Não há, porém, indícios na literatura do uso dessas redes para o problema de classificação do carvão. Assim, a presente proposta visa desenvolver e treinar uma rede convolucional para automatizar a identificação de macerais de carvão. Dada a variedade de classes de macerais envolvidas e a complexidade da rede deep learning necessária, a etapa de treinamento envolve alta complexidade computacional. Portanto, o uso de recursos de cloud computing da Amazon, especialmente máquinas com múltiplas GPU´s, será vital para o desenvolvimento do sistema de classificação.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 31/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Sidnei Raimundo

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • repensando o programa de uso público de unidades de conservação: inclusão social de comunidades locais e educação não formal para visitantes no parque estadual restinga de bertioga e nos núcleos bertioga e padre dória do parque estl da serra do mar (sp)
  • As áreas protegidas, ou unidades de conservação (UCs), têm sido consideradas uma forma bastante adequada, asseguradas pela legislação, de se proteger os conjuntos paisagísticos relacionados ao patrimônio natural e cultural e garantir a conservação e preservação em longo prazo, tanto das espécies de fauna e flora, e de outros recursos naturais, assim como garantir manifestação sociocultural e econômica de povos e comunidades tradicionais inseridas em seu interior ou entorno. Além da proteção da sociobiodiversidade, as unidades de conservação prestam serviços ecossistêmicos socioculturais, com o oferecimento de áreas para lazer, turismo, educação ambiental, cujas ações são sistematizadas em um Programa de Uso Público. Contudo, devido ao histórico do modelo de gestão dessas áreas, ainda muito preservacionista, os Programas de Uso Público frequentemente não conseguem propiciar uma sensibilização do público visitante, pois se embasam numa estrutura de educação formal, apoiadas por palestras e apresentação de conteúdos sem um maior envolvimento dos visitantes e, consequentemente, sem atingir plenamente a formação de uma consciência ambientalista dos visitantes. Não são considerados aportes dos campos do conhecimento do lazer e turismo, apoiados numa educação não formal no momento do tempo livre dos cidadãos. Também ainda é baixa a relação dos órgãos gestores dessas áreas em uma gestão integrada com populações que habitam o interior e/ou entorno das UCs, perdendo a oportunidade de envolvê-las nos processos de planejamento, gestão e monitoramento do uso público das UCs e também aportar nas atividades do programa, seus conhecimentos tradicionais. As áreas de estudo escolhidas para desenvolvimento deste projeto são o Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleos Padre Dória e Bertioga -, e o Parque Estadual da Restinga de Bertioga, localizados no litoral centro e Serra do Mar do Estado de São Paulo. Tais UCs apresentam características de sociobiodiversidade e oportunidades para estruturação de um programa de uso público embasado nos pressupostos de uma educação pelo lazer e turismo, por meio de uma animação socioambiental e interpretação da natureza, constituindo-se em importantes áreas para testar novas metodologias de estruturação de Programas de Uso Público. Nesse sentido, o objetivo geral do projeto é analisar as práticas atuais e potenciais de lazer e turismo dessas Unidades de Conservação, construindo com as organizações locais, um programa de uso público a partir dos pressupostos do lazer e turismo enquanto prática cultural. E os objetivos específicos são: a) Inventariar as práticas de lazer da comunidade do interior e entorno dos parques; b) Analisar as atividades e equipamentos de uso público (visitação) dos parques, relacionando-os aos princípios da animação socioambiental e interpretação ambiental; c) Compatibilizar as aspirações de lazer das comunidades e as motivações de visitas dos turistas com as ações de conservação ambiental dos parques; d) Desenvolver, em conjunto com as organizações locais, ações de inclusão social para a comunidade do interior e entorno dos parques baseadas em atividades e ações de uso público; e f) Estruturar serviços e equipamentos voltados ao uso público na unidade de conservação que atendam ao direito ao lazer e aos princípios da animação socioambiental e da interpretação da natureza. Para atingir esses objetivos a metodologia foi dividida em cinco etapas, a saber: 1) Participação nos fóruns de gestão (conselhos consultivos das UCs), para apresentação do projeto e indicação e capacitação de colaboradores locais; 2) Levantamento de campo das práticas de lazer e turismo do interior e entorno das UCs do projeto; 3) Entrevistas com lideranças formais e informais sobre problemas e oportunidades para o uso público nas UCs; 4) Workshop com os membros dos fóruns de gestão. Apresentação dos resultados parciais do levantamento de campo e entrevistas e formulação de um plano de ação para o uso público das UCs; 5) Sistematização dos dados com produção do relatório final do projeto estabelecendo o diagnóstico e prognóstico coletivo dos programas de uso público das UCs. Os resultados esperados do projeto incidem sobre melhorar as formas de inclusão social das comunidades do interior e entorno das UCs, a partir da construção de ações públicas (empoderamento local), garantia de suas territorialidades e geração de emprego e renda (desenvolvimento local). Com relação às formas de visitação para turistas e moradores, permite avançar nas estratégias de uma educação pelo lazer e turismo contribuindo com o fortalecimento de uma consciência ambientalista.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022