Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Túlio de Almeida Hermes

Ciências da Saúde

Medicina
  • efeito do extrato fracionado da soja no músculo distrófico de camundongos mdx.
  • O influxo de cálcio se destaca como um dos principais mecanismos que levam à degeneração muscular na distrofia muscular de Duchenne (DMD). O cálcio em níveis elevados no citoplasma passa a se concentrar na mitocôndria das células musculares distróficas, levando a ativação da enzima ciclofilina D (CypD), que em conjunto de outras proteínas contribuem para o fenômeno de Transição da Permeabilidade Mitocondrial (TPM), intensificando a produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) desencadeando o estresse oxidativo, processo inflamatório e em conjunto, apoptose. A modulação do receptor estrogênico beta (ER-ß), demostrou inibição da CyoD em estudos prévios. A utilização do extrato de soja fracionado em camundongos mdx, mostra-se promissora pela ação das isoflavonas na modulação do ER-ß. Estudos prévios demonstrou que a administração da isoflavona genisteína apresenta efeito benéfico camundongos mdx. A administração do extrato da soja, contendo quantidade equivalente de genisteína, se mostrou mais potente do que a própria genisteína isolada na inibição da proliferação do câncer de mama em camundongos. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo verificar o efeito do extrato fracionada da soja sobre músculo distrófico de camundongos mdx. Os animais serão tratados com extrato da soja contendo fração mínima de 2mg/kg de genisteína. Durante o tratamento será feito teste de suspensão de quatro membros para mensuração da força muscular. Após os tratamentos, os músculos, tibial anterior, extensor digital longo, diafragma e bíceps braquial serão coletados e utilizados para avaliar o estresse oxidativo, o sistema antioxidante enzimático, indicadores inflamatórios e apoptose, através de analises histológicas, bioquímicas e por Western Blotting. O sangue será coletado para quantificação da creatina quinase (CK), bem como os rins e fígado para observar possível toxicidade dos tratamentos. A análise estatística dos resultados será One Way ANOVA seguido de Tukey.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ubiratã Kickhöfel Alves

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • desenvolvimento fonético-fonológico do português brasileiro como l2: análises acústicas e articulatórias
  • Estudos voltados à descrição e análise do desenvolvimento do sistema de sons do Português Brasileiro (PB) como segunda língua (L2) têm, na última década, apresentado um crescimento exponencial no Brasil. Este projeto representa o esforço de um grupo de pesquisadores de cinco instituições federais (UFRGS, UFPR, UTFPR - Curitiba, UTFPR - Pato Branco, UFRJ), que objetivam investigar o processo de desenvolvimento fonético-fonológico do Português como L2 através de análises acústicas e articulatórias, para prover insumos à discussão teórica sobre os primitivos abstratos de fala e à concepção de Língua como Sistema Dinâmico Complexo. Como objetivos específicos, visamos a: (i) Discutir de que forma as técnicas de análise articulatória de ultrassonografia podem fornecer insumos para investigar o processo de desenvolvimento do português como L2; (ii) Conjugar análises acústicas e articulatórias de modo a possibilitar a discussão teórico-metodológica sobre como tais métodos de aferição assumem um status complementar entre si; (iii) Evidenciar como os dados empíricos podem auxiliar na discussão acerca do status dinâmico e complexo da fala. Em consonância com Lowie (2017), em todos os cinco centros de pesquisa, as coletas serão desenvolvidas a partir de dois eixos: (i) análises de produto; (ii) análises de processo. As análises de produto corresponderão a dois momentos de coleta ao longo do período de desenvolvimento do segundo ano do projeto. Por sua vez, as análises de processo contarão com 12 coletas de caráter longitudinal. Conciliadas, as análises de produto e processo poderão fornecer subsídios importantes para o entendimento do processo de aprendizado do PB como L2, além de permitirem um maior entendimento do processo de orquestração dos gestos articulatórios, por parte do aprendiz, ao longo do tempo, indo ao encontro de uma visão dinâmica e complexa de língua.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ubiratã Tortato

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • economia circular: modelos de aplicação para pequenas e médias empresas
  • A escassez de recursos e a mudança climática estão fazendo com que as organizações tenham que lidar com situações novas e desafiadoras. A Economia Circular oferece uma oportunidade para mitigar estes problemas e para alavancar as Pequenas e Médias Empresas – PMEs. Porém, no mundo e em particular no Brasil, elas lidam com falta de recursos, de tecnologia e de qualificação para a gestão. Este projeto se propõem a desenvolver um modelo para melhorar a condição competitiva das PMEs. A pergunta central de pesquisa é: De que maneira a Economia Circular pode ser aplicada nas PMEs? A literatura é escassa quanto a modelos de aplicação da Economia Circular em PMEs. Mas ao mesmo tempo se observa que muitas PMEs fora do Brasil já se adaptam a esta nova realidade. Assim, o objetivo geral é desenvolver um modelo que possa auxiliar as PMEs na aplicação, especialmente no caso brasileiro. Para isto será feito uso da Revisão Sistemática de Literatura para investigar modelos apresentados em revistas de alto impacto tanto no tema escolhido como em similares. Da Revisão será construído um instrumento de pesquisa para aplicação em um survey no Brasil, Portugal, Itália, Alemanha e Suécia para verificar as práticas das PMEs sobre Economia Circular. As pesquisas na Europa serão realizadas por meio de parcerias já consolidadas e acordadas. O caso já reconhecido de sucesso das PMEs europeias servirá de suporte para a elaboração do modelo. Após o survey serão feitas entrevistas em casos selecionados para sanar eventuais dúvidas geradas durante a aplicação. Para as análises se fará uso de softwares específicos em análise de conteúdo, discurso e estatísticos. A equipe é composta por pesquisadores com experiência em temas da sustentabilidade e com diferentes expertises para suporte à proposta. Também fazem parte alunos desde o ensino médio até o doutorado. Entende-se que os recursos aqui solicitados são essenciais para um projeto que trará resultados visíveis ao longo do prazo estipulado.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Uilian do Nascimento Barbosa

Ciências Biológicas

Botânica
  • jardim botânico do recife e sua transversalidade aplicada à ciência: da teoria para a prática socioambiental
  • O projeto “Jardim Botânico do Recife e sua transversalidade aplicada à ciência: da teoria para a prática socioambiental” busca demonstrar como o JARDIM BOTÂNICO DO RECIFE decodifica a teoria ambiental em aspectos práticos/reais e cotidianos explorando questões atuais e relevantes para a educação, pesquisa e conservação da biodiversidade. A duração será de doze meses e contempla a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia cujo tema do ano de 2021 é "a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta". Esse projeto terá três modalidades em sua realização: Amostra CT&I (com exposição de banners sobre as abordagens teóricas e práticas científicas abordadas no Jardim Botânico), Ciclo de Palestras (participação de pesquisadores/técnicos com temas teórico/práticos que podem ser aplicados a problemas ambientais atuais) e Realização de Oficinas ("Manipulação de fitoterápicos" e "Produção de mudas"). Estas atividades serão realizadas no Jardim Botânico do Recife; e serão alvo das atividades extramuro do projeto, a ser executada nos municípios de São Lourenço da Mata e Vitória de Santo Antão em Pernambuco. O Jardim Botânico do Recife (JBR) é a instituição proponente. Ele está localizado em Recife- PE e é um local público de grande visibilidade (mais de 100.000 visitantes/ano) que realiza atividades práticas socioambientais contribuindo para a disseminação do conhecimento científico, geração de renda através do manejo da flora e desenvolvimento sustentável. Além de atividades a serem realizadas em Recife (no caso, JBR), as oficinas, amostras CT&I e as palestras irão contemplar os municípios de São Lourenço da Mata-PE (Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas) e Vitória de Santo Antão (Instituto Federal de Pernambuco - IFPE). As comunidades locais onde estão estas instituicões serão inseridas na temática da SNCT com intuito de criar um cenário futuro que vise à disseminação da ciência teórica e sua aplicabilidade na resolução de problemáticas ambientais atuais.
  • Prefeitura Municipal de Recife - PE - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Ursula da Silveira Matte

Ciências Biológicas

Genética
  • edição gênica não-viral com o sistema crispr/cas9 por via intra-articular para tratamento da mucopolissacaridose tipo i
  • A Mucopolissacaridose tipo I (MPS I) é causada pelo acúmulo lisossomal de glicosaminoglicanos (GAGs) devido à deficiência da enzima alfa-L-iduronidase (IDUA). Os tratamentos disponíveis podem melhorar várias manifestações clínicas, mas têm efeitos limitados nos sintomas articulares, resultando em complicações ortopédicas persistentes e mobilidade prejudicada. Assim, o objetivo desse projeto é desenvolver formulações lipídicas nanotecnológicas carreadoras do sistema de edição gênica CRISPR/Cas9 e de um antiinflamatório esteroidal para tratamento de células sinoviais e de um modelo murino de MPS I através de injeção intra-articular. As formulações serão produzidas, otimizadas, caracterizadas físico-quimicamente e após serão testadas em sinoviócitos quanto à viabilidade celular e à efetividade na produção de IDUA. Os complexos serão injetados por via intra-articular em camundongos MPS I e serão realizadas dosagem da atividade e expressão de IDUA no líquido sinovial e articulações, bem como análises imunohistoquímicas e histológicas. Um piloto in vivo foi realizado e demonstrou aumento significativo da atividade de IDUA na articulação do grupo tratado. Corroborando o ensaio piloto, espera-se que os resultados finais demonstrem uma abordagem in situ segura, tolerável e eficaz de edição gênica intra-articular não-viral visando à redução ou prevenção das complicações ortopédicas debilitantes da MPS I, vislumbrando um ensaio clínico futuro. O alinhamento à Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras permite a conexão direta e a divulgação sobre doenças, pesquisa e resultados envolvidos na proposta. Além disso, o impacto nos gastos públicos seria significativo, considerando que hoje os pacientes são tratados com reposição enzimática que custa cerca de R$1 milhão anuais por paciente e não se mostra efetiva no acometimento articular. Por fim, o projeto envolve estudos em fronteira de conhecimento, numa técnica nova com potenciais imensos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/12/2020-31/12/2023