Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carlos Torres Formoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • controle da propagação do vírus sars-cov-2 em canteiros de obras com base em ações de segurança e saúde do trabalho e planejamento e controle da produção baseado em localização
  • A pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2, agente etiológico da COVID-19, representa uma grande ameaça à saúde da população e também ao desenvolvimento econômico e social do Brasil. De fato, a necessidade de distanciamento social e, eventualmente, de isolamento social em algumas regiões do país pode ter grande impacto em diversas atividades econômicas, gerando desemprego e queda de renda da população. Embora haja grande incerteza quando à evolução da pandemia, existem previsões de que poderá ser necessário um distanciamento social intermitente até 2022. A indústria da construção é um dos setores fortemente afetados por esta pandemia. É um setor de grande importância para o desenvolvimento econômico e social do país, e possui o potencial de ser utilizado para recuperação da atividade econômica e geração de emprego, assim como para a construção de empreendimentos para atendimento de demandas emergenciais. Apresenta a vantagem de exigir poucos investimentos em ativos fixos e utilizar mão de obra intensivamente, possuindo demandas potenciais em todas as regiões do país. Além disto, os canteiros de obras normalmente são espaços amplos, o que pode permitir o desenvolvimento de atividades com um grau adequado de distanciamento social, desde que devidamente planejadas. Por outro lado, muitas empresas de construção apresentam limitações quanto aos seus sistemas de planejamento e controle da produção, resultando em obras que possuem baixa produtividade, fluxos de pessoas e materiais desorganizados, elevada geração de resíduos e falhas de qualidade. Neste contexto, é necessário adotar novas medidas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) nos canteiros de obras, tais como monitoramento de temperatura corporal, restrição de distância entre trabalhadores, uso de máscaras e álcool em gel, entre outras. Existe também oportunidade para o uso de conceitos e ferramentas de planejamento que poderiam melhorar o desempenho do setor, assim como facilitar a gestão de restrições de distanciamento social que provavelmente serão necessárias ainda por um longo período. Dentre as técnicas disponíveis, destaca-se o planejamento e controle baseado em localização (location based planning), que pode ser utilizado para planejar o trabalho das equipes respeitando afastamentos mínimos. Sua implementação pode ser apoiada pelo uso de tecnologias digitais, tais como Building Information Modelling (BIM), Simulação de Eventos Discretos, computação móvel, e veículos aéreos não tripulados (drones). Tanto em relação às medidas de SST quanto às práticas de planejamento e controle baseado em localização, existe a necessidade de desenvolvimento e disseminação de protocolos eficazes para que as mesmas sejam amplamente adotadas de forma consistente no setor da construção. Existe uma lacuna no esforço feito pela comunidade acadêmica, uma vez que muitos protocolos propostos até o momento tem como foco principal as operações de saúde: há necessidade também de desenvolver protocolos para o trabalho em diferentes setores que necessitam retomar suas atividades. Nestes protocolos, devem-se considerar as peculiaridades da indústria da construção, tais como a diversidade de atividades, grande número de interdependências e variabilidade. Neste contexto, será adotada a perspectiva teórica da Engenharia de Resiliência , que visa a aprimorar a capacidade de um sistema de adaptar ou absorver perturbações, interrupções e mudanças. A ênfase da ER é principalmente a gestão da segurança do trabalho, balanceando produtividade e segurança. O principal objetivo desta pesquisa é o desenvolvimento de protocolos para controlar a propagação de COVID-19 em canteiros de obras apoiado em medidas de Saúde e Segurança do Trabalho e Planejamento e Controle da Produção baseado em localização. Foram também definidos os seguintes objetivos específicos: 1) Diagnóstico de uma amostra de obras das quatro cidades, para avaliar dificuldades de implementar restrições referentes ao distanciamento social e demais medidas de SST; 2) Integração de tecnologias digitais ao planejamento e controle baseado em localização, que permitam automatizar o monitoramento das atividades; 3) Estudo e aplicação de princípios da Engenharia de Resiliência que podem ser utilizados para gerenciar restrições de contato social e implementação de medidas de SST em canteiros de obras; 4) Realização de estudos de Implementação e refinamento dos protocolos propostos para evitar propagação de COVID-19 em 15 canteiros de obras nas 4 cidades, visando a obter instâncias de implementação bem sucedidas, de forma a demonstrar os benefícios alcançados; e 5) Disseminar os protocolos propostos por material de divulgação científica, e também por meio de palestras e seminários. Será realizado inicialmente um diagnóstico em uma amostra de empresas, buscando entender a situação do setor e as principais dificuldades enfrentadas pelas empresas para aplicar medidas preventivas à contaminação pelo vírus SARS-CoV-2. A seguir, serão propostos os protocolos para aplicação das medidas de segurança e saúde no trabalho e planejamento e controle com base na localização. Serão também propostas ferramentas de controle com o apoio de tecnologias digitais e indicadores de monitoramento. Após, serão desenvolvidos estudos empíricos em empreendimentos de construção para avaliação e refinamento dos protocolos. Tais estudos serão realizados em parceria com empresas de construção ou contratantes de obra.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Carlos Torres Formoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • projeto e gestão de sistemas construtivos industrializados: explorando a sinergia entre a filosofia lean e bim
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Ugrinowitsch

Ciências da Saúde

Educação Física
  • treinamento concorrente: efeito no mecanismo epigenético de metilação do dna
  • Enunciado do Problema: As respostas agudas dos níveis de metilação do DNA em genes miogênicos e relacionados à ativação das células satélites (CSs) podem ser mecanismos que expliquem o menor ganho massa muscular após um período de treinamento aeróbio (TA) associado ao treinamento de força (TF) (i.e, treinamento concorrente [TC]) comparado TF isolado. Objetivo: Determinar e comparar as mudanças induzidas por uma sessão de TF, TA e TC nos níveis de metilação do DNA e expressão de genes miogênicos relacionados às células satélites e à biogênese mitocondrial. Métodos: Quinze homens não treinados realizarão três diferentes sessões de treinamento, a saber: TF, TA e TC, de maneira aleatoria e contrabalanceada (delineamento experimental cross over), com intervalo de uma semana entre elas. A sessão de TF será composta por 2 séries de 8-12 repetições máximas com intervalo de 60s, no exercício Leg press 45° e no exercício de cadeira extensora. A sessão de TA será composta por 12 sprints de 1 min à 100% da vVO2máx com intervalo de 1 minuto à 50% da vVO2máx entre os sprints. A sessão de TC será composta pelo protocolo de TF seguido pelo protocolo de TA, com intervalo de 5 minutos entre eles. Serão obtidas 4 amostras de tecido muscular e de sangue em cada uma das sessão experimental, sendo uma coletada imediatamente antes do exercício (Pré), e outras três coletadas após o exercício (imediatamente após, 4 horas e 8 horas depois). Serão determinados e comparados os níveis de metilação e transcrição de mRNA dos genes relacionados à miogênese (MyoD, Myf5,MyoG, MRF4) e à biogênese mitocondrial (PGC-1α, TFAM, PPAR-γ). Nossa hipótese é que, enquanto a sessão de TF produzirá a demetilação dos genes miogênicos, e o consequente aumento da transcrição de mRNA desses genes, a sessão de TA, contrariamente, aumentará a metilação dos genes miogênicos diminuindo a transcrição dos respectivos mRNAs. Assim, nós também hipotetizamos que o TC, atenuará a demetilação dos genes miogênicos, em comparação com o TF isolado, minimizando a expressão desses genes e, consequentemente, no ciclo de ativação, proliferação e diferenciação das CSs, fator que pode induzir o efeito de interferência observado após um período de TC.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Vinícius Santos Reis

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • influência do programa bolsa família no trabalho infantil: uma comparação entre áreas urbanas e rurais entre 2006 e 2015.
  • O trabalho busca analisar a influência do Programa Bolsa Família em combater o trabalho infantil e a ausência escolar nos anos 2006 a 2015, comparando as diferenças e os efeitos sobre aqueles em áreas das unidades da federação urbana e rural. Outras variáveis também contribuirão para analisar o trabalho infantil e a ausência escolar, tais como, investimentos em educação formal, da criança e dos pais, rendimentos mensais familiares e desemprego. Os Programas de Proteção Social tornaram-se mais atraentes politicamente para o combate às desigualdades e a pobreza do que a ampliação do Sistema de Seguridade Social, pois havendo desempregos persistentes que perduram posteriormente a benefícios como o caso do seguro-desemprego e o aumento da desigualdade da distribuição de renda, tornam-se necessário políticas de curto prazo que favoreça aos pobres maior tomada de decisão através de programa de transferência de renda, sendo dessa forma importante instrumento de segurança em meio a crises e flutuação econômicas (Cacciamali, 2010). Instituído pela unificação de programas sociais anteriores, o Bolsa Família é considerado um dos maiores programas de transferência condicional de renda em quantidade de beneficiários já criado, onde as famílias consideradas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário – MDS como pobres e extremamente pobres recebem uma transferência monetária mensal, contanto que cumpram determinadas condicionalidade (Soares et al, 2007). Sendo que apenas as famílias extremamente pobres recebem o benefício fixo e o auxílio variável é fornecido as famílias com crianças ou gestantes abaixo da linha da pobreza do MDS. A ausência escolar é a forma mais grave de trabalho infantil, em que a criança sem rendimento escolar ou com rendimento consideravelmente abaixo do potencial se tornará um adulto com baixa remuneração salarial, aumentando a desigualdade e perpetuando a pobreza (Cacciamali et al, 2010). O trabalho infantil é proibido por lei, porém, mesmo havendo tal proibição, a exploração do trabalho infantil ainda é muito frequente, principalmente nas famílias mais carentes do Brasil. Como a frequência escolar é uma das condicionalidades do Programa Bolsa Família - PBF é consensual que algumas famílias prefiram receber os benefícios do programa ao invés de utilizar o trabalho infantil, assim é esperado que o programa combata o trabalho infantil e aumente a frequência escolar. Conforme o apresentado por Mocelin (2010) e Wanderley (2013), o meio rural é mais fragilizado do que o meio urbano, devido ao fato das políticas públicas serem mais acessíveis a áreas urbanas e isso ocorre também com o PBF. Para análise dos dados utiliza-se os métodos de regressão com modelos de probabilidade, Oaxaca-Blinder para medir impactos e diferenças. Após realizar uma simulação dos valores auferidos no programa em conjunto com seu pareamento será possível identificar as famílias que recebem o programa daquelas que são elegíveis, mas não recebem. Assim será possível avaliar qual o peso do programa ao construir três modelos probit: o primeiro modelo completo para toda a amostra, depois uma análise separada para urbano e rural e por unidades da federação. Espera-se que a influência do programa na queda da ausência escolar seja mais expressiva para o meio urbano se comparada ao meio rural para todos os anos.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Werner Hackradt

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • efeito da mudança de fase em recifes de corais podem afetar os padrões comportamentais de peixes recifais?
  • É notório o processo de ação sinergética das ações humanas que vêm afetando a integridade de ecossistemas e promovendo a erosão da biodiversidade pela qual vêm passando atualmente os ambientes marinhos. Dentre eles, os recifes de corais são reconhecidamente um dos ambientes mais afetados. Atualmente estima-se que cerca de 40% dos recifes de corais do mundo estão perdidos ou com sua funcionalidade comprometida. Os impactos das atividades humanas, promovem uma drástica e profunda alteração na estrutura ecossistêmica dos recifes de corais, que devido a sobrepesca mudam de um estado de cobertura coralínea, para um estado de menor complexidade e menos produtivo, onde a cobertura algal domina. A presente proposta visa avaliar os impactos desta alteração estrutural das comunidades recifais, quando mudam de um regime coralíneo para um regime algal no nível comportamental das espécies de peixes recifais, como forma de avaliar as respostas de populações frente aos impactos das mudanças climáticas. Para cumprir com este objetivo, esta proposta foca suas ações em duas espécies pertencentes a dois grupos funcionais críticos do ambiente recifal, um peixe herbívoro e outro carnívoro (predator de topo de cadeia trófica). Como forma de estimar os impactos desta mudança de regime, causada em ultima instancia pelas mudanças climáticas, avaliaremos a área de vida (home range) de duas espécies: o budião-cinza, Sparisoma axillare, e o badejo quadrado, Mycteroperca bonaci, através de telemetria acústica, com intuito de determinar a área de vida de forma comparativa entre recifes em fase coralínea e recifes em fase algal. Aos peixes marcados com emissores acústicos, serão acoplados externamente acelerômetros que medem a direção e a intensidade dos movimentos dos indivíduos marcados, sendo capazes, através de um experimento de calibração laboratorial, estimar o custo energético das espécies entre ambos os habitats. De forma adicional, censos visuais de peixes e foto-quadrados serão usados para a avaliação da estrutura da comunidade bentônica para controlarmos os efeitos da denso-dependência e da disponibilidade de alimento entre ambos os habitats. Esperamos em última instancia, com base nos dados obtidos, ser capazes de avaliar e determinar os efeitos deletérios do aquecimento global sobre os padrões comportamentais de espécies de peixes recifais e compreender como a mudança de regime de ciclos em ambientes recifais afeta as populações para além da estrutura da comunidade de recifes.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos William de Araujo Paschoal

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • propriedades eletrônicas, estruturais e vibracionais de perovskitas híbridas de haletos.
  • As perovskitas de haletos surgiram nos últimos cinco anos como uma possibilidade concreta na utilização em dispositivos fotovoltaicos, sobretudo devido suas propriedades eletrônicas e fotoluminescentes. Tais perovskitas são obtidas substituindo o convencional íon oxigênio por íons de haletos, como Bromo e Iodo. As perovskitas de haletos mais promissoras são aquelas baseadas em dimetilformalmida (DMF) e Chumbo. Porém, recentemente, substituições por dimetilamônia (DMA) e guanidina (GUA) tem melhorado ainda mais as propriedades destas perovskitas. As propriedades folotuminescentes e eletrônicas destas perovskitas, ainda não estão claramente explicadas, sendo tema de controvérsia. É notório que a elucidação dos fenômenos por trás destas e outras propriedades impactará diretamente na nova geração de dispositivos fotovoltaicos. Neste projeto investigaremos perovskitas híbridas de haletos do ponto de vista de suas propriedades estruturais, vibracionais, ópticas, elétricas, magnéticas e espectroeletroquímica, assim como o acoplamento entre as propriedades de rede, elétricas e magnética. Este enfoque transversal juntamente com o procedimento de substituição química nas perovskitas nos permitirá propor modelos para descrever as propriedades destes compostos. Também, visto que estas perovskitas são baseadas em chumbo, buscaremos novas substituições que permitam boas propriedades em detrimento da ausência deste elemento extremamente danoso ao meio-ambiente.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carlos Xavier de Azevedo Netto

Ciências Humanas

Arqueologia
  • os agenciamentos síginicos no cariri ocidental: a dinâmica entre os grafismos rupestre e demais componentes do registro arqueológico
  • A abordagem dos grafismos rupestres vem há muito sendo tratados de forma isolada. Cabe, no estado atual de conhecimento, a quebra das hierarquias de atributos, que foi marca das análises arqueológicas no Brasil. A região do Estado da Paraíba, dentro do contexto nordestino, possui um volume de pesquisa ainda diminuto, com maior destaque atualmente para o Cariri Ocidental. Assim, o presente projeto tem como objetivo identificar e caracterizar os agenciamentos semióticos na constituição dos sítios de grafismos rupestre e sua relação com outros vestígios ocupacionais, intra-sítio e entre sítios, incluindo-se os sítios de sepultamento, na área que compreende os municípios de Camalaú, São João do Tigre e Congo. Adotando recursos de tecnologia da informação, estatístico e de SIG, procura-se relacionar os variados vestígios ocupacionais da região para o entendimento de seus processos socioculturais de ocupação.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Baur Vieira

Outra

Ciências Ambientais
  • vírus entéricos como indicadores de contaminação ambiental em áreas de recreação e cultivo de moluscos bivalves na baía da ilha grande, rio de janeiro
  • A qualidade microbiológica dos ambientes aquáticos para fins de preservação e avaliação dos potenciais riscos à saúde humana é avaliada por indicadores bacteriológicos estabelecidos pelas legislações vigentes. No entanto, vírus entéricos têm sido detectados em áreas em conformidade com estes parâmetros. Dentre estes, destacam-se o norovírus (NoV), principal agente etiológico da gastroenterite aguda de veiculação hídrica e alimentar no mundo, e os adenovírus humanos (HAdV), apontados como possíveis indicadores virais de contaminação humana. A região da Baía da Ilha Grande está situada em uma área de proteção ambiental localizada no estado do Rio de Janeiro e é a maior produtora brasileira de vieiras, nome popular do molusco da espécie Nodipecten nodosus. Entretanto, não há nenhum estudo sobre a contaminação viral nos ambientes aquáticos da região, que são utilizados para fins de recreação e cultivo desses animais. Assim, o presente projeto tem como objetivo a detecção, quantificação e caracterização molecular de NoV e HAdV em ambientes aquáticos situados em áreas de proteção e utilizados para atividades de contato primário e cultivo de vieiras da região da Baía da Ilha Grande. A pesquisa de vírus humanos gerará informações sobre o impacto humano na região, abrindo novas perspectivas tanto para o controle da qualidade da água como também no estabelecimento de medidas que visem à prevenção e controle das infecções virais que acometem a saúde humana pelo consumo de moluscos produzidos na Baía.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Cabanelas Pazos de Moura

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • hormônios tireoideanos e sirtuina 1 - interrelacoes no controle da hipertrofia e metabolismo oxidativo cardiacos
  • Os hormônios tireoideanos (HT) são importantes reguladores da função cardíaca e a disfunção destes hormônios está associada a prejuízos no metabolismo energético cardíaco e alterações eletrofisiológicas e tróficas. A sirtuina 1 (SIRT1), uma de-acetilase dependente de NAD+, está envolvida na regulação de vários processos celulares, tais como adaptação a restrição calórica, senescência, proteção anti-oxidativa, em vários tecidos, incluindo o coração. Demonstramos recentemente que a SIRT1 é alvo de regulação negativa por HT no fígado e no tecido adiposo marrom, uma vez que sua expressão proteica e atividade aumentam no fígado e no tecido adiposo marrom de camundongos hipotireoideos e diminui no dos hipertireoideos. Ainda, demonstramos que a relevância fisiológica desta regulação se expressa no estado de jejum, quando o aumento da expressão de SIRT1 é dependente da diminuição concomitante dos HT, estabelecendo assim mais um alvo de regulação deste hormônio e sua relevância fisiológica. A regulação negativa da expressão proteica da SIRT1 por HT também é observada no coração de camundongos hipertireoideos. Procuramos agora entender o mecanismo e a relevância funcional. A modulação da abundância da proteína não está correlacionada com alterações da expressão do seu mRNA, podendo sugerir que os HT levam a alterações pós-transcricionais na expressão de SIRT1. Investigaremos, em modelos animais e de cultura de de cardiomiócitos murinos neonatos, a possível participação da regulação da degradação proteassomal, dos micro RNAs e da modificação da taxa de tradução do mRNA. Adicionalmente objetivamos entender as interações funcionais da ação do T3 e da SIRT1 no metabolismo e hipertrofia celular. Os hormônios tireoideanos quando em excesso induzem hipertrofia cardíaca, que é considerada fisiológica pois não é acompanhada de disfunção ventricular, pelo menos em estágios precoces ou menos graves da doença. Em modelos de hipertrofia cardíaca patológica induzidos farmacologicamente ou por coartação da aorta, tanto a superexpressão de SIRT1 quanto a ativação farmacológica de SIRT1 foram capazes de diminuir a intensidade da hipertrofia e atenuar a redução da expressão de genes envolvidos no metabolismo de ácidos graxos. Vários mecanismos parecem estar envolvidos, inclusive efeitos anti-oxidativos. Sob condições normais, o metabolismo oxidativo de ácidos graxos é a principal fonte energética do miocárdio. A mitocôndria é importante alvo dos HT e estes induzem biogênese mitocondrial, porém no hipertireoidismo há aceleração do metabolismo que aumenta a demanda de energia pelo coração acima da capacidade de sua produção. Sabe-se que o PPARalfa, fator de transcrição nuclear, tem papel fundamental na expressão de genes envolvidos no metabolismo oxidativo de ácidos graxos. Além disto, a redução do PPARalfa está fundamentalmente envolvida no desenvolvimento da hipertrofia cardíaca induzida pelos hormônios tireoideanos e no dano mitocondrial no coração hipertireoideo. Além do PPARalfa, o PGC1 e o FOXO1 são importantes reguladores da biogênese mitocondrial e do metabolismo oxidativo do cardiomiócito. Ambos fatores são alvos da SIRT1, que os deacetila e assim modifica suas atividades transcricionais. A deacetilação de PGC1alfa ativa este fator aumentando sua translocação para o núcleo e o mesmo ocorre para o FOXO1. Postulamos que a regulação por HT de genes do metabolismo oxidativo de ácidos graxos e da atividade mitocondrial possa envolver a atividade da SIRT1, e, ainda, trazer consequências para a função e biogênese mitocondrial. Testaremos também a hipótese de que a atividade transcricional mediada pelo receptor nuclear de HT pode ser afetada pela ação da SIRT1 em outros fatores transcricionais como o PPAR alfa, FOXO1 e PGC-1alfa, importantes reguladores do metabolismo oxidativo cardíaco. Portanto, neste projeto estudaremos os mecanismos de interação de hormônios tireoidianos e sirtuina 1 no coração e sua repercussão sobre a hipertrofia cardíaca e o metabolismo cardíaco, utilizando cultura primária, de cardiomiócitos de ratos neonatos e camundongos hipertireoideos por tratamento com hormônio tireoideano, além de camundongos com expressão de receptor de hormonio tireoideano mutado que atua como dominante negativo, bloqueando em parte a sinalização por T3. Serão utilizadas culturas de cardiomiócitos de ratos neonatos incubadas por 1 e 4 dias com T3, na presença ou ausência de agonistas de sirtuina 1: resveratrol, e SRT1720 ou do inibidor farmacológico Sirtinol. Serão estudados a expressão de genes de proteínas chaves do metabolismo oxidativo; a respiração mitocondrial em oxígrafo de alta resolução; avaliação morfológica das células e das mitocôndrias, visando observar efeitos tróficos e distróficos; além da expressão de frações totais e deacetiladas de PPAR alfa, FOXO1 e PGC1 alfa e sua distribuição celular através de imunofluorescência. Procuraremos ainda, avaliar se há alterações de ATP e NAD+ nos cardiomiócitos que justifiquem o mecanismo pelo qual os HT poderiam modular a atividade de SIRT1. As doenças cardio-metabólicas são de alta incidência e prevalência e são acompanhadas de alta morbidade, estando associadas a obesidade e diabetes mellitus. Aplicações de ativadores farmacológicos de sirtuina 1 na terapêutica de tais doenças vem sendo propostos e testes em animais experimentais estão em andamento. Conhecer as interações fisiológicas desta enzima com outros fatores reguladores determinantes da saúde cardio-metabólica é importante para antever o sucesso da terapia, assim como os seus efeitos colaterais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Ildes Rodrigues Fróes Asmus

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo longitudinal dos efeitos da exposição a poluentes ambientais sobre a saúde infantil. rio de janeiro / brasil – projeto pipa
  • Este estudo tem como proposta fornecer informação que permita a investigação e análise dos efeitos dos poluentes ambientais sobre o desenvolvimento das crianças, desde o período de gestação e nascimento, até a idade de 2 anos. Este é um estudo de coorte prospectivo, com foco nos efeitos sobre a saúde infantil da exposição a substâncias químicas (metais, pesticidas, plastificantes e poluentes atmosféricos), dispersas no ambiente ao qual as crianças estão expostas desde a concepção. A população de estudo será constituída por todas as crianças nascidas na Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro, durante o período de 12 meses. A Maternidade Escola realiza cerca de 2.000 – 2.500 partos (normal ou cesárea) por ano. O protocolo de estudo prevê a coleta de 1) informações socioeconômicas, de lazer, trabalho, saúde e condições de moradia dos genitores; 2) exposições ambientais (ocupacional, intradomiciliar, alimentar, de lazer; 3) amostras biológicas maternas (sangue, urina, cabelo e leite) até a 32ª semana da gestação; 4) sangue do cordão umbilical, mecônio e urina dos recém-natos e informações clínicas do momento do nascimento; 5) amostras biológicas (urina e cabelo) e monitoramento clínico da população de estudo no período mínimo de 12 meses até a idade máxima de 24 meses de vida, quanto aos parâmetros relativos ao crescimento pôndero-estatural, intercorrências clínicas e desenvolvimento neurológico, motor, emocional e cognitivo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Lucia Tancredo Borges

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • utilização de sistemas de armazenamento a baterias e usinas hidrelétricas reversíveis para mitigar a intermitência da geração eólica
  • O objetivo deste projeto é realizar uma análise das tecnologias existentes de armazenamento de energia de grande porte para sistemas de potência, com vistas a utiliza-los como forma de mitigar a variabilidade da geração eólica. Dentre as formas de armazenamento possíveis, será dado maior enfoque em sistemas de baterias e usinas hidrelétricas reversíveis (UHER), por se tratarem daquelas com maior aplicabilidade atualmente. Serão desenvolvidos modelos de operação para as baterias e para as UHERs que contemplem suas características particulares, tais como ciclos de carga/descarga e equações hidráulicas, respectivamente. Serão propostas estratégias de operação dos sistemas de bateria e das UHERs para integração ao sistema elétrico, que visam definir quando devem ser utilizados para armazenar energia e quando devem ser utilizados para injetar potência no sistema elétrico, sempre levando em consideração as limitações técnicas dos mesmos. O benefício da utilização dos sistemas de armazenamento será medido através de um modelo de avaliação da confiabilidade composta do sistema elétrico, que representará tanto a variação das fontes renováveis (eólica, pequenas centrais hidrelétricas e solar), a curva de carga horária e a operação dos sistemas de armazenamento integrados. Dessa forma será possível investigar a confiabilidade do sistema elétrico na presença de alta penetração de fontes variáveis de geração, com e sem sistemas de armazenamento integrados. Serão avaliados diferentes níveis de penetração de fontes renováveis e analisado qual o custo-benefício de utilizar diferentes tecnologias de armazenamento de energia, bem como dimensionar a capacidade de armazenamento necessária para atingir um nível de confiabilidade satisfatório. Este projeto permitirá, principalmente, fornecer ferramentas e informações para a tomada de decisões quanto à utilização de sistemas de armazenamento considerando as incertezas das fontes renováveis de energia.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Margarida Oliveira Alveal

Ciências Humanas

História
  • argumentações jurídicas sobre a propriedade da terra nos processo de primeira instância na américa portuguesa
  • A presente pesquisa pretende analisar as argumentações utilizadas nos processos de primeira instância em 3 vilas, a de Mariana (MG), a de Curitiba (PR) e a de Campos dos Goytacazes (RJ) que envolvam questões referentes à terra. Como processos de primeira instância são raros de encontrar, foi verificada a existência destes nestas 3 vilas. Portanto, pretende-se levantar e analisar tais processos com o intuito de analisar o uso de argumentos jurídicos usados na defesa dos interesses dos moradores relativos à posse da terra da América portuguesa. Longe de minimizar o direito, pretende-se perceber de que forma as partes litigiosas apegavam-se a direitos oriundos de uma gama variada, uma vez que a época estudada era caracterizada por um pluralismo jurídico ou multinormatividade, quando estavam em voga o início da conformação de um direito reinol, mas que ainda respeitava bastante direitos locais e costumeiros. Alia-se a essa pluralidade, a existência de uma realidade colonial diversa da do reino, o que contribui para complexificar a análise. Pretende-se também perceber a articulação desses argumentos com a produção dos principais juristas portugueses dos séculos XVI e XVII como Jorge de Cabedo, Antonio da Gama e Manuel Álvares Pegas que abordaram a questão da apropriação diferenciada de domínios, objetivando-se confrontar tais noções com as utilizadas pelos moradores da América portuguesa nos processos judiciais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Regla Vargas

Ciências da Saúde

Farmácia
  • investigação da relação entre biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo, os níveis de globotriaosilceramida (gb3) e marcadores bioquímicos de função renal em pacientes com doença de fabry: o efeito da terapia de reposição enzimática
  • A doença de Fabry (DF) é um erro inato do metabolismo causado pela deficiência da enzima α-galactosidase A (α-Gal A), sendo uma doença lisossômica de depósito ligada ao cromossomo X. A DF tem freqüência estimada de 1 caso para 40.000 indivíduos masculinos. Os sinais clínicos parecem ser causados pelo acúmulo de glicoesfingolipídeos, predominantemente globotriaosilceramida (GB3), sendo que o acúmulo de GB3 nas células renais leva a insuficiência renal progressiva, uma das principais complicações da DF. É interessante ressaltar que a terapia de reposição enzimática (TRE) com a enzima α-Gal A recombinante tem se mostrado capaz de estabilizar ou diminuir a progressão da nefropatia nos pacientes com DF. Outras alterações que acometem os pacientes estão relacionadas com problemas vasculares e cardíacos e alterações neurológicas. Nesse contexto, é importante ressaltar que os níveis de GB3 estão correlacionados e parecem induzir um estado pró-inflamatório e pró-oxidante em pacientes com DF. No entanto, os mecanismos envolvidos no dano tecidual dos pacientes estão totalmente esclarecidos. Assim é objetivo deste projeto de pesquisa investigar as interações entre os níveis urinários e plasmáticos de GB3, os biomarcadores inflamatórios (citocinas) plasmáticos, bem como a expressão de genes de alguns dos principais fatores e enzimas mediadoras entre a inflamação e as espécies reativas de oxigênio/ nitrogênio, parâmetros bioquímicos de estresse oxidativo e indicadores de função renal em pacientes com DF durante a TRE. Acreditamos que a execução do presente projeto poderá auxiliar na melhor compreensão dos mecanismos etiopatogênicos da nefropatia da DF e possibilitará a abordagem de novas estratégias terapêuticas para esta doença.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Sílvia Fávaro Trindade

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • extração, microencapsulação e aplicação de extrato rico em carotenoides obtido de subprodutos do processamento da abóbora (cucurbita moschata)
  • A abóbora é uma das hortaliças mais consumidas e cultivadas em todo o mundo. Trata-se de um vegetal apreciado devido às suas propriedades sensoriais e nutricionais, sendo excelente fonte de nutrientes e compostos bioativos, como os carotenoides. Porém, a geração de grandes quantidades de subprodutos provenientes de seu processamento resulta em custos operacionais às empresas, além de ser fonte de contaminação ambiental. Esse projeto tem por objetivo o aproveitamento dos carotenoides presentes no subproduto do processamento da abóbora (cascas e aparas) para obtenção de um pigmento com propriedades funcionais, bem como para enriquecer biomassa de levedura (também subproduto, mas da indústria cervejeira). O subproduto do processamento da abóbora será caracterizado. Deste será obtido um extrato rico em carotenoides que será avaliado quanto ao seu perfil cromatográfico, teor de carotenoides totais e atividade antioxidante. Como carotenoides são muito susceptíveis à degradação por isomerização e/ou oxidação, o extrato obtido será encapsulado por spray-drying. Por meio da técnica de biossorção, o extrato será também incorporado a uma massa de leveduras de descarte da indústria cervejeira pré-tratada, que em seguida será liofilizada. As partículas obtidas pelos dois métodos (spray drying e biossorção) serão caracterizadas. Será determinada ainda a eficiência de encapsulação, bem como a estabilidade do extrato rico em carotenoides, na forma livre, encapsulado e na biomassa, durante a estocagem. Além do estudo da liberação dos carotenoides desses sistemas em um sistema digestório simulado. Finalmente, as partículas mais promissoras serão utilizadas para preparo de produtos extrusados. Neste contexto, espera-se obter um pigmento e uma massa proteica enriquecida com carotenoides, ambos produtos inovadores e de alto valor agregado, obtidos a partir de subprodutos, atendendo à expectativa da indústria pela valorização e otimização de sua cadeia produtiva, bem como ao anseio dos consumidores por produtos mais saudáveis.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Silvia Rial

Ciências Humanas

Antropologia
  • avaliação de tecnologia social – o programa revolução dos baldinhos e a replicação da gestão comunitária de resíduos orgânicos em comunidades de florianópolis e iranduba (am)
  • A Tecnologia Social desenvolvida pelo Projeto Revolução dos Baldinhos (PRB), existente há dez anos, é referência nacional em gestão comunitária de resíduos orgânicos. O fortalecimento e ampliação do modelo para as comunidades do entorno da comunidade Chico Mendes, no bairro Monte Cristo, em Florianópolis, será financiada, planejada e desenvolvida numa ação conjunta entre a Prefeitura Municipal, COMCAP (entidade municipal responsável pela coleta de resíduos sólidos), PRB e CEPAGRO (Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo, ONG). O início dessas atividades está marcado para janeiro de 2019. Esta proposta centra-se na avaliação dessa ampliação/replicação do modelo de Tecnologia Social de gestão comunitária de resíduos orgânicos do PRB no entorno da comunidade Chico Mendes, visando o processo de sensibilização dos moradores. Para tanto, utilizará o método etnográfico - trabalho de campo com observação participante, conversas e entrevistas - realizado por uma equipe técnica de profissionais da área de Ciências Humanas. A partir dos resultados obtidos, pretende-se também criar um projeto piloto que viabilize a replicação dessa Tecnologia Social à realidade do distrito do Lago do Limão, na cidade de Iranduba/AM
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021
Foto de perfil

Carmen Silvia Soares Pires

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • seleção e adaptação de abelhas sem ferrão e desenvolvimento de uma metodologia de criação massal para polinização de culturas em casas de vegetação
  • Esse projeto tem como objetivo principal avaliar a possibilidade de uso de diferentes espécies de meliponídeos, abelhas indígenas sem ferrão, na polinização de cultivos protegidos usando o tomateiro como cultura modelo. A partir de informações de literatura e usando critérios tais como ampla distribuição geográfica e facilidade de manejo, as espécies Frieseomelitta varia (moça branca), Melipona quadrifasciata (mandaçaia) e Scaptotrigona postica (mandaguari) foram selecionadas para os estudos desse projeto. Avaliaremos a capacidade dessas abelhas de se adaptarem às condições de casas de vegetação e para isso o comportamento de forrageamento das abelhas campeiras será estudado em arenas de 1,80m de altura X 2,40m de comprimento X 1,20m de largura. As espécies melhor adaptadas ao confinamento serão, na sequência, avaliadas em condições de casas de vegetação em áreas de produção comercial. Avaliaremos os serviços de polinização prestados pelas abelhas nas flores do tomateiro através de experimentos de exclusão, onde flores serão ensacadas e outras serão deixadas abertas para impedir ou permitir a visitação das abelhas. Medidas de produção (quantidade e qualidade dos frutos) serão tomadas para avaliar como a polinização influencia a produção do tomateiro. Finalmente, para aquelas espécies que melhor se adaptarem às condições das casas teladas e forem polinizadoras efetivas do tomateiro serão desenvolvidas metodologias de criação massal. Assim, esperamos obter uma metodologia para a criação de abelhas em escala que possa ser usada por empresas para o fornecimento de colmeias, com qualidade e quantidade, aos agricultores.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 03/07/2018-31/07/2021
Foto de perfil

Carmen Simone Grilo Diniz

Ciências da Saúde

Medicina
  • tornar as intervenções no parto mais visíveis por meio dos sistemas de informação.
  • Em países de renda baixa e média, além dos muitos problemas de saúde materno-infantil associados à pobreza e ao acesso precário a cuidados seguros (“muito pouco, muito tarde”, MPMT), também temos problemas associados ao uso desregulado e inadequado de intervenções no parto (“muito, muito cedo”, MMC geralmente menos visível aos sistemas de informação). Um dos efeitos do MMC, principalmente das cesárias eletivas, é o encurtamento da gravidez. Bebês nascidos no período de "termo precoce" (37 semanas 0/7 dias a 38 semanas e 6/7 dias) podem ter resultados de saúde mais semelhantes aos nascidos prematuros do que aqueles nascidos no período "termo pleno" (> 39 semanas), incluindo o aumento de complicações respiratórias e metabólicas, admissão na Unidade de Terapia Intensiva, baixo peso ao nascer, dificuldades de amamentação e efeitos em longo prazo. Queremos tornar o MMC mais visível. A cada ano, pesquisas sobre a biologia do parto trazem novos elementos para compreender as vantagens de um parto espontâneo na formação epigenética e do microbioma dos nascidos. Aumentar a proporção de partos espontâneos demanda uma revisão dos atuais modelos de assistência, para oferecer um cuidado respeitoso e baseado em evidências, propiciando uma experiência mais positiva do parto para mulheres e famílias, e a informação adequada pode ajudar neste desafio. Na chamada de 2018-2020, juntamente com colegas gestores de dados trabalhamos para criar um indicador que aumentasse a granularidade dos dados da idade gestacional (IG) para os dias de gravidez desenvolvendo uma medida inovadora de IG, chamada "dias potenciais de gravidez perdidos" (DPGP = IG - 280 dias), que pode ser usada como variável dependente e independente, em análises descritivas e multivariadas, análise espacial, e equiplots. Exploramos o linkage do SINASC (nascidos vivos), com SIM (mortalidade) no Brasil e, na cidade de São Paulo, também com SIH (internação) e com as bases de atenção primária incluindo o pré-natal (SIGA). Vimos quanto a redução da idade gestacional é um dos efeitos do uso inapropriado, não regulado de intervenções no parto, mas que outros efeitos adversos (mortalidade, internação para cuidados intensivos e reinternações, por exemplo) estão relacionados a estas intervenções. Vimos que a mortalidade é maior a cada dia perdido de gravidez mesmo no período do termo, o que se aplica aos partos pretermo e a termo. Vimos também que em alguns contextos, a mortalidade volta a aumentar depois do período de termo pleno. Vimos que esta tendência aparece com grande variabilidade entre países, cidades e serviços, com o termo pleno e tardio, e o pós-termo, podendo tanto aumentar, diminuir ou mesmo não ter efeito sobre a mortalidade. Também vimos que os partos sem intervenções (planejados) continuam com uma duração em torno de 280 dias. Estes elementos nos indicam fortemente que os fatores associados ao risco ou a proteção na assistência devem ser melhor explorados, principalmente no que diz respeito à evitabilidade do óbito neonatal ou materno. Em termos de equidade e de gênero, vimos que são diferentes as cesáreas das mulheres mais ricas (em geral eletivas e mais precoces) e das pobres (em geral mais tardias, intraparto, após uma falha de indução ou de aceleração do parto, não raro por problemas fetais). Se houver efeitos adversos das intervenções, o acesso à tecnologia para compensar esses efeitos (reanimação adequada, UTI neonatal etc.) é fundamental para a sobrevivência; o mesmo é verdadeiro para os resultados maternos. Uma hipótese que estamos explorando sobre este aumento da mortalidade neonatal no termo pleno é o uso excessivo de induções de parto. A maioria das variáveis de interesse (se a mulher foi internada em trabalho de parto espontâneo antes da cesárea ou do parto vaginal, se houve indução do parto) estão disponíveis na ficha do SINASC (ainda que com qualidade variável) e os desfechos na base do SIH. Queremos aumentar a visibilidade de tais efeitos. Novos desafios e hipóteses: Internacionalmente, houve grande progresso na avaliação, monitoramento e comparação das taxas de cesárea tanto nos estabelecimentos de saúde quanto entre eles, com a utilização da classificação de Robson, proposta pela OMS em 2015. No Brasil, o novo formulário do SINASC que foi implantado em 2011, já contemplava todas as variáveis utilizadas nesta classificação inovadora. As categorias são baseadas em 5 características obstétricas que são coletadas rotineiramente nas maternidades (paridade, número de fetos, cesariana anterior, tipo de início do trabalho de parto, idade gestacional e apresentação fetal). No entanto, o uso da classificação depende da alta completitude e da devida avaliação se o início do parto foi espontâneo. Na ausência de uma definição clara sobre o que seria “início do parto” após a implementação do novo formulário SINASC, vimos que há considerável confusão entre quais partos são induzidos (em mulheres que não estavam trabalho de parto) e quais foram acelerados (estariam em trabalho de parto à admissão, foram usadas drogas para aumentar o ritmo e a intensidade das contrações uterinas). Além disso, em 2018, houve uma mudança na própria definição do que seria “trabalho de parto ativo” pela OMS, propondo que o aumento desnecessário do da cesárea e do uso de ocitocina no trabalho de parto poderia ser reduzido se o tratamento padrão para o primeiro estágio ativo fosse aplicado somente após a mulher ter atingido um limiar de dilatação cervical de 5 cm e a presença de contrações eficazes, o que é diferente das definições anteriores. As diretrizes do formulário SINASC 2011 não contemplam esses problemas, e são anteriores às novas diretrizes da OMS. Queremos aumentar a qualidade dessas informações cruciais e outras variáveis, para melhor usar a classificação de Robson, estudar as taxas de partos iniciados por profissionais, e outras análises destinadas a melhorar a experiência e a segurança da assistência.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/12/2020-30/06/2022
Foto de perfil

Carol Virgínia Góis Leandro

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas da universidade federal de pernambuco
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Carolina Amália Barcellos Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • effects of navitoclax® on the proliferation and progression of oral squamous cell carcinoma influenced by senescent oral fibroblasts: an in vitro study
  • Sabe-se que a carcinogênese oral não é dependente exclusivamente de mutações genéticas nas células epiteliais, mas sim da interação entre diversos componentes do microambiente tumoral. Dentre os componentes presentes no estroma, destacam-se os fibroblastos, os quais podem adquirir um fenótipo senescente e, consequentemente, apresentar um secretoma característico. Os componentes do secretoma senescentre têm sido apontados como fatores envolvidos nos mecanismos de crescimento e progressão tumoral de diversos tipos de neoplasias malignas. Ademais, novas terapias com alvo no estroma tumoral têm sido estudadas, dentre elas destacam-se os fármacos que atuam sobre os mecanismos de senescência celular. É proposto que esses fármacos possam induzir a apoptose seletiva de células senescentes, podendo atuar, portanto, em mecanismos envolvidos no processo de desenvolvimento e progressão tumoral. Além disso, os mecanismos pelos quais as células neoplásicas evadem o processo de apoptose são possivelmente similares aos mecanismos das células senescentes, portanto, esses fármacos podem ainda apresentar efeitos de indução de apoptose sobre as células tumorais. Com base nisso, o objetivo deste projeto é contribuir com o entendimento sobre o papel do secretoma de fibroblastos orais senescentes no desenvolvimento e progressão do carcinoma epidermoides de boca (CEB) e verificar o efeito de um fármaco experimental (Navitoclax®) sobre fibroblastos orais senescentes e células de CEB. Para isso, será testada a hipótese de que o meio condicionado proveniente de cultura de fibroblastos orais senescentes está associado com o crescimento e progressão do CEB, assim como a hipótese de que o Navitoclax® possa induzir a apotose seletiva de fibroblastos orais senescentes e células neoplásicas de CEB.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Bagattolli

Ciências Humanas

Ciência Política
  • tecnologia social e economia solidária: avaliação de experiências no município de tunas do paraná
  • A presente proposta é resultado de um processo de construção coletiva de pesquisadores cujas trajetórias encontram como pontos de intersecção temáticas atreladas ao campo da Análise de Políticas, Tecnologia Social e da Economia Solidária. Trata-se de grupo de pesquisadores vinculados à Universidade Federal do Paraná, com especial destaque para o Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e à Incubadora de Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR, bem como, à Universidade Tecnológica Federal do Paraná, por meio de docentes do Programa de Pós-Graduação em Administração e do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade. O projeto ora apresentado deriva de três experiências de pesquisas relacionadas aos pesquisadores envolvidos. A primeira diz respeito à participação da proponente coordenadora como pesquisadora integrante do Grupo de Análise de Políticas de Inovação da UNICAMP – GAPI, responsável pela condução sistemática de estudos sobre Tecnologia Social a partir do campo das Políticas Públicas. Os estudos produzidos pelo grupo terminaram por constituir relevantes referenciais teóricos e metodológicos sobre Tecnologia Social não apenas no que tange os conceitos de Tecnologia Social, mas as relações com Políticas Públicas, dimensão necessária ao processo de avaliação de TS. Como decorrência, a temática tem encontrado no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas, na linha de Tecnologia, Regulação e Sociedade espaço profícuo para o desenvolvimento de estudos sobre o tema. A segunda experiência está relacionada às trajetórias da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR. A incubadora teve seu início no ano de 1998, a partir da iniciativa de um grupo de professores e estruturou-se desde então com o objetivo de promover através de articulações com as pólíticas públicas a efetivação de propostas de Economia Solidária, com foco na geração de tbalho e renda, qualificação profissional, desenvolvimento da cidadania e qualidade de vida. Nesse contexto, se destaca o Projeto Tunas do Paraná, realizado desde o ano de 2008, com ações de intervenção e organização de produtores rurais familiares no município de Tunas do Paraná, a partir de ações pautadas pela Economia Solidária, Desenvolvimento Local eTecnologias Sociais. Como destaque em termos de comunidade beneficiada, evidencia-se a atuação coletiva juntamente com a Associação de Produtores Rurais – APROTUNAS. A terceira experiência, por sua vez, está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Administração da UTFPR, linha de pesquisa Tecnologia de Gestão, Trabalho e Organizações. O grupo de pesquisadores vinculados ao programa tem realizado estudos desde o ano de 2010 com temáticas relacionadas ao campo da Gestão e Tecnologia. Nesse sentido, destacam-se estudos realizados nas áreas de Organizações Não-Convencionais e Economia Solidária, Bem Viver, Pedagogia da Alternância, Organizações e Subjetividades, bem como, de estudos em andamento sobre avaliação de Tecnologias Sociais a partir de experiências com agricultores familiares do Estado do Paraná, a partir de políticas públicas como o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, e o papel das ITCP´s como experiências de Tecnologia Social no contexto da agricultura familiar. É a partir de tal perspectiva que a presente proposta busca reunir esforços no sentido de contribuir não apenas com o aprimoramento das ações realizadas entre a ITCP-UFPR e os produtores rurais de Tunas do Paraná, mas também, de desenvolver e consolidar metodologias mais efetivas de avaliação de Tecnologias Sociais. Objetivo Geral: Avaliar as experiências de Tecnologia Social e Economia Solidária, no contexto das ações desenvolvidas entre a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da UFPR e a Associação de Produtores Rurais – APROTUNAS. - Objetivos Específicos: - Caracterizar as experiências realizadas entre a ITCP-UFPR e APROTUNAS a partir do conceito de Tecnologia Social. - Analisar de forma aprofundada a relação entre Tecnologia Social e políticas públicas, as soluções encontradas e formuladas, os desafios gerados e os arranjos construídos. - Avançar na reflexão sobre o desafio de alcançar uma escala satisfatória para a ação da ITCP, respeitando as condições necessárias para a reaplicação do processo sociotécnico e o empoderamento dos próprios usuários no desenvolvimento da Tecnologia Social. - Identificar de que forma o Estado pode disseminar experiências de Tecnologia Social por meio de ITCP´s. - Desenvolver material voltado para gestores, pesquisadores e comunidades que visem processos de avaliação de experiências baseadas em Tecnologia Social de forma a incentivar a disseminação de experiências e subsidiar as práticas futuras. - Gerar insumos para o desenho de políticas públicas que possibilitem a reaplicação de Tecnologia Social respeitando o processo de participação e o empoderamento dos usuários no desenvolvimento da mesma.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021