Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Ruth Moresco Miranda

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • da natureza dos erros (orto)gráficos: um estudo experimental e repercussões para o ensino
  • A proposta tem como tema a natureza dos erros ortográficos produzidos por alunos do ensino fundamental a partir da análise de dados extraídos de instrumentos construídos para a pesquisa. Miranda (2020) sustenta que os erros de escrita resultam da ancoragem da criança em diferentes tipos de conhecimento: fonológico, ortográfico e fonográfico. Pretende-se com esta pesquisa dar início a uma nova etapa nas investigações do GEALE: coleta, descrição e análise de dados controlados, os quais possibilitarão não somente aprofundamento da discussão sobre a natureza dos erros, a partir da testagem das hipóteses da pesquisa pelo desenho metodológico experimental, mas também subsídios para a proposição de atividades de ensino da ortografia (ensino presencial e remoto). Serão criados três grupos de instrumentos para coleta de dados específicos para a análise de fenômenos já observados nos estudos anteriores com o intuito de validar as categorias propostas referentes à natureza dos erros. As tarefas referentes à categoria fonográfica incluem avaliações sobre a memória de trabalho, o conhecimento das letras e capacidades de realizar atividades que envolvem aspectos segmentais e silábicos. Quanto à categoria fonológica, serão desenvolvidos dois grupos de instrumentos, o primeiro para produção escrita de segmentos, com foco nas vogais, nas consoantes e nas semivogais; e o segundo para a produção de grafias que envolvam sílabas complexas com ataque ramificado e com rima ramificada. Os instrumentos para análise da categoria ortográfica propiciarão escritas reguladas por regras contextuais e arbitrárias do sistema ortográfico. Após a confecção dos instrumentos, será feita a aplicação a turmas de 1º ao 5º ano de escolas públicas, totalizando 500 sujeitos. Os dados após tratados serão analisados e serão estabelecidas implicações, em dimensões teóricas e aplicadas, relativamente aos estudos linguísticos e à prática educacional.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Tereza Ribeiro de Vasconcelos

Ciências Biológicas

Genética
  • rede de vigilância genômica para sars-cov-2 no brasil, rússia, índia, china e áfrica do sul (ngs-brics)
  • A Rede de Vigilância Genômica para SARS-CoV-2 no Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (NGS-BRICS) formará um consórcio que pretende acelerar a transformação de dados genômicos em pesquisas e intervenções clínicas e de saúde pública. Através do sequenciamento genômico total (WGS), análises de bioinformática, métodos matemáticos e epidemiológicos, será possível fazer o rastreamento do vírus até a identificação de clusters de transmissão. A equipe brasileira é composta por cinco Instituições (LNCC, UFRJ, UFMG, UNESP e FEEVALE) que participam da Rede CoronaÔmica-BR, apoiada pelo MCTI, e que já atuam de forma colaborativa na pandemia da COVID-19. Os cinco principais grupos de vigilância genômica e de big data dos países do BRICS são os parceiros dessa proposta, tendo gerado, analisado, processado e publicado seus resultados. Os grupos possuem também sinergia prévia com algumas das equipes brasileiras. A NGS-BRICS realizará o sequenciamento de aproximadamente 1.000 amostras positivas para COVID-19 identificadas em cada país do BRICS. Esses dados serão agregados aos dados já gerados em cada país o que permitirá expandir as análises para melhor entender como o SARS-CoV-2 está se espalhando e evoluindo no tempo. O consórcio pretende desenvolver ferramentas de bioinformática e métodos matemáticos comuns, monitorar o diagnóstico e ampliar a capacitação de pesquisadores locais de forma a proporcionar respostas de saúde pública local aos surtos de COVID-19. O consórcio irá investigar a introdução da infecção e a dinâmica da transmissão, para estabelecer redes de rastreamento de contato e avaliar o impacto de decisões de controle de surto. Além disso, propõe fornecer uma plataforma de alta precisão para detecção, vigilância e análise de SARS-CoV-2, que pode servir como um futuro modelo para outros patógenos. A equipe pretende ainda realizar análise de variantes das diferentes linhagens de SARS-CoV-2 presentes nos países do BRICS para entender o impacto funcional de mutações e avaliar a sensibilidade em diferentes testes de amplificação de ácido nucleico (NAATs) usados ​​para fins de diagnóstico, além de desenvolver modelos estocásticos do surto COVID-19 no estágio inicial para prever a tendência de futuros surtos. Sem dúvida o uso direcionado e racional do sequenciamento do genoma será um recurso importante para tentar prevenir ou reduzir o impacto de uma segunda onda de infecções. Ao realizar uma detecção mais abrangente e precisa das linhagens de SARS-CoV-2 a partir de amostras clínicas e de vigilância, utilizando tecnologias genômicas e ferramentas epidemiológicas e bioinformáticas, a NGS-BRICS poderá: 1) expandir o conhecimento sobre vírus e infecções virais em nível molecular e clínico, 2) permitir a caracterização mais rápida de linhagens emergentes e auxiliar na vigilância desses vírus e 3) acelerar o desenvolvimento de tecnologia de sequenciamento de próxima geração para uso futuro em ensaios de diagnóstico e rastreamento da dinâmica de transmissão de SARS-CoV-2 e outros vírus.
  • Laboratório Nacional de Computação Científica - RJ - Brasil
  • 22/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Ana Valéria Machado Mendonça

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • comunicação promotora de saúde: estratégias de enfrentamento de epidemias de ists, hiv/aids e hepatites virais em população jovem.
  • Este projeto de pesquisa destina-se a analisar elementos do cenário de prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), do HIV/aids e das hepatites virais, dirigidos a população jovem, com recorte nos últimos dez anos (2010-2019). Trata-se de uma pesquisa de métodos mistos, com abordagem convergente paralela, em que as investigações qualitativa e quantitativa serão realizadas simultaneamente. A coleta de dados quantitativos será realizada por meio de análise dos dados disponibilizados no Sistema de Notificação e Agravos – SINAN. A coleta de dados qualitativa dar-se-á por meio de oficinas de abordagem, sendo três por região do país. Os municípios em que será desenvolvida a pesquisa de campo englobam Brasília (DF), Paraíba(JP), Manaus (AM), São Paulo (SP) e Porto Alegre(RS). Como resultados esperados, objetiva-se elaborar estratégias e informação, educação e comunicação em saúde voltadas à promoção da saúde e tradução do conhecimento acerca das temáticas de HIV/aids, IST’s e hepatites virais com vistas à promoção da saúde de jovens e adultos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Analía Del Valle Garnero

Ciências Biológicas

Genética
  • citogenômica de aves: caracterização da variabilidade genética em espécies dos biomas pampa e mata atlântica
  • As aves exibem uma vasta diversidade de espécies e uma gama de características genéticas e citogenéticas que por anos têm intrigado os pesquisadores. O cariótipo das aves possui um número diplóide elevado, variando de 40 a até mais de 100 cromossomos, dividido em dois grupos: macro e microcromossomos. Nos últimos anos, nossos estudos usando pintura cromossômica com sondas dos macrocromossomos de Gallus gallus, têm nos permitido identificar processos envolvidos na evolução cariotípica e na diversificação de várias espécies de aves. Assim sendo, este projeto tem como objetivo promover o conhecimento da diversidade e evolução das aves em uma abordagem citogenômica, utilizando espécies presentes no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, região com predominância dos Biomas Pampa e Mata Atlântica. Serão estudadas espécies de grupos estrategicamente selecionadas como os Passeriformes, Piciformes, Charadriiformes, Caprimulgiformes e Gruiformes. Acredita-se que quanto mais próximas as espécies, mais rearranjos elas compartilham, fornecendo assim importantes dados filogenéticos para o grupo. Através das técnicas de citogenética clássica e molecular serão analisados os cariótipos de cada espécie coletada. Por hibridização in situ fluorescente (FISH), serão realizadas análises comparativas com sondas das espécies Gallus gallus (GGA 9-10), Leucopternis albicollis (LAL 1-19) e Zenaida auriculata (ZAU 1 - 8 e Z). Os mapas de homologias das espécies serão criados e com comparações com o cariótipo ancestral das aves será possível inferir putativos rearranjos cromossômicos envolvidos na estruturação do cariótipo das aves. Pretende-se, portanto, contribuir para uma melhor compreensão da relação evolutiva entre as espécies, preenchendo esta lacuna neste campo de estudo. A implementação desta proposta poderá também proporcionar oportunidade de consolidação profissional aos membros do grupo de investigação e de formação qualificada para alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anamaria Mello Miranda Paniago

Ciências da Saúde

Medicina
  • epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas endêmicas, invasivas e emergentes em região de tríplice fronteira brasil - paraguai - bolívia
  • Infecções fúngicas constituem grave problema de Saúde em todo mundo. Em nosso Estado, que faz fronteira com Bolívia e Paraguai, ressaltamos a paracoccidioidomicose (PCM), aspergilose pulmonar crônica (APC) e emergência de esporotricose. Nas últimas décadas, com o advento da aids, do avanço da terapia imunossupressora e ampliação dos recursos de terapia intensiva, as infecções fúngicas oportunísticas e nosocomiais aumentaram a carga das doenças fúngicas. Mais recentemente têm sido relatadas infecções fúngicas invasivas (IFIs), como candidemia, aspergilose e mucormicose, em pacientes com COVID-19. O principal desafio para o controle das infecções fúngicas é a baixa suspeição clínica e falta de exames diagnósticos acurados, o que retarda o tratamento e aumenta a morbiletalidade. O objetivo desta proposta é avaliar a epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas, bem como resistência a antifúngicos, em cidades da região de tríplice fronteira, Brasil - Paraguai - Bolívia. Infecções fúngicas serão sistematicamente investigadas nas seguintes populações: 1) pacientes com tuberculose pulmonar, que serão investigados quanto à presença de APC; 2) pacientes com HIV, nos quais serão investigados criptococose, histoplasmose, pneumocistose, APC e PCM; 3) pacientes com COVID-19; 4) pacientes internados em UTI (3 e 4 serão investigados para IFIs); 5) casos suspeitos de PCM, e, 6) casos suspeitos de esporotricose. O estudo será realizado em diferentes hospitais de três cidades: Campo Grande, Ponta Porã e Corumbá. Haverá um protocolo de investigação para cada população. Os casos diagnosticados serão acompanhados para avaliação de desfechos. Os fungos isolados serão submetidos à identificação, suscetibilidade antifúngica e sequenciamento genético, para obtenção de um panorama da distribuição de espécies, da prevalência de resistência antifúngica e epidemiologia molecular. A proposta visa a melhorar o manejo clínico e o prognóstico de doentes acometidos por essas infecções.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025