Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriano Cappellazzo Coelho

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • identificação e validação funcional de genes de leishmania spp. associados à suscetibilidade e resistência a fármacos
  • A leishmaniose é uma doença parasitária considerada negligenciada pela Organização Mundial de Saúde e que tem apresentado nos últimos anos um número crescente de casos no Brasil, principalmente em regiões urbanas. A forma tegumentar da doença é causada no Brasil, principalmente por Leishmania (Leishmania) amazonensis e L. (Viannia) braziliensis enquanto que a forma visceral é causada por L. (L.) infantum. O controle da leishmaniose no Brasil limita-se à utilização de medicamentos que são administrados pela via parenteral e que induzem efeitos colaterais graves. Os fármacos utilizados são os antimoniais pentavalentes, a anfotericina B e a pentamidina. Mais recentemente, a miltefosina foi aprovada para o tratamento da leishmaniose tegumentar. Relatos de pacientes que não respondem ao tratamento têm sido cada vez mais recorrentes nos centros de referência para o tratamento de ambas as formas clínicas desta parasitose. Neste projeto de pesquisa, propomos identificar potenciais genes associados à suscetibilidade e resistência à anfotericina B e à miltefosina, através do sequenciamento do genoma completo de isolados clínicos provenientes de paciente que não responderam ao tratamento convencional ou ainda isolados clínicos com suscetibilidade diferencial a esses fármacos. Avaliaremos ainda parasitos resistentes selecionados in vitro de L. (L.) amazonensis e L. (L.) infantum responsáveis pela leishmaniose tegumentar e visceral no Brasil. Uma vez identificados, os potenciais genes serão validados funcionalmente através de técnicas de manipulação genética do parasito. Este estudo contribuirá para a identificação de potenciais marcadores associados à suscetibilidade e resistência, além de contribuir para uma melhor compreensão do mecanismo de ação desses fármacos e de resistência do parasito, que ainda são ainda pouco conhecidos, assim como das limitações e potencial de uso destes fármacos, principalmente da miltefosina na quimioterapia da leishmaniose no Brasil.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Adriano José Nogueira Lima

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • possíveis efeitos da mudança do clima da idade contemporânea nos ciclos do carbono e da água da floresta amazônica.
  • A Amazônia é protagonista no contexto de Mudança Climática. As árvores são responsáveis pela influência nos processos físicos, químicos e biológicos do ecossistema. As árvores são produtoras primárias e participam da ciclagem de água, carbono e energia. Combinar a verdade de campo com a modelagem da dinâmica do ciclo do carbono relacionando-o com outros ciclos biogeoquímicos como o ciclo da água, ciclos atmosféricos e fluxos de energia é avançar no conhecimento. As plantas precisam de muita energia para realizar seus processos. A compreensão sobre as quantidades que entram e que saem da floresta e que são armazenadas ao longo do tempo (dinâmica) é importante para a manutenção dos serviços ecossistêmicos. Buscar respostas de quanto a floresta está trocando com atmosfera e fixando em seus compartimentos é contribuir para o conhecimento dos aspectos ecológicos e florestal. A questão é verificar como a capacidade de troca da floresta (carbono e água) com atmosfera está respondendo, dentro de um nível aceitável de incerteza, quando submetida a fenômenos climáticos extremos. A partir disso será possível demonstrar o papel da floresta a nível global. Do ponto de vista ecológico a produção da floresta é com base nos processos fisiológicos de fotossíntese e respiração. Do ponto de vista florestal a base é o inventário florestal contínuo (parcelas permanentes) que são monitoradas para obtenção da produção e produtividade da floresta. As atividades serão desenvolvidas em uma área de floresta tropical contínua localizada na Estação Experimental de Silvicultura Tropical (EEST/ZF-2) pertencente ao Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Muitos experimentos já instalados por outros projetos são conduzidos até hoje e poderão ser utilizados pela proposta. Experimentos de ecofisiologia na escala de indíviduos e espécies também foram conduzidos na mesma área sendo possível atender os objetivos definidos nesse projeto de pesquisa.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Adriano Maniçoba da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • efeitos da covid 19 na cadeia de suprimentos de alimentos no brasil
  • Os efeitos da pandemia da Covid-19 nas cadeias de suprimentos nacionais e globais são perceptíveis e têm sido estudados desde o início do ano de 2020. Há estudos que identificaram tanto aumento abrupto na demanda de alguns produtos, quanto interrupções no fornecimento de itens alimentares. A técnica de Projetos de Rede (PR) é útil no estudo de cadeias de suprimentos por permitir o uso de técnicas de otimização para auxiliar a tomada de decisão. PR em cadeias de suprimentos constituem-se num ferramental analítico importante para identificar o efeito de alterações em variáveis endógenas ou exógenas no desempenho da cadeia de suprimentos. Geralmente, são analisados os efeitos de alterações nos parâmetros da cadeia em seus membros participantes. PR são ainda um dos problemas mais cruciais no planejamento de cadeias de suprimentos, sendo responsável por parte considerável da lucratividade de uma cadeia de suprimentos. Diante da importância de se verificar os efeitos da pandemia da Covid-19 em cadeia de suprimentos e o potencial da técnica de PR para o estudo de tais alterações, torna-se relevante estudar o efeito da Covid-19 na cadeia de suprimentos alimentar no Brasil utilizando a técnica de PR. A hipótese a ser investigada é que tanto as variações repentinas na demanda, quanto as interrupções no fornecimento afetaram diversos indicadores importantes da cadeia de suprimentos de alimentos no Brasil podendo ter gerado efeitos adversos aos seus membros sendo repassados ao consumidor final. Há evidências de que esses efeitos ocorreram a partir de relatos de estudos qualitativos conduzidos no Brasil e no exterior, sem no entanto utilizar a técnica de PR para identificar efeitos adversos sistêmicos de choques de demanda e de oferta. Este projeto pretende, com a técnica de PR e uso de simulação a eventos discretos, modelar a cadeia de suprimentos do alimento mais afetado pela pandemia da Covid-19 e verificar os efeitos de perturbações na demanda e na oferta. desse produto.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Adriano Marim de Oliveira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • rede de laboratórios em bionanomanufatura
  • A Rede de Laboratórios em Bionanomanufatura e Materiais (BIONANO) do IPT consiste em uma iniciativa para viabilizar o desenvolvimento e aplicação de tecnologias em Micromanufatura, Nanotecnologia, Biotecnologia e Materiais Avançados de forma integrada e sustentável. Para o desenvolvimento de projetos de P&D e compartilhamento de sua infraestrutura com usuários externos, o BIONANO possui uma Política de Governança, que se apoia na estrutura básica formada pelo Comitê Gestor, pelo Comitê de Usuários e pela estrutura de Gestão da Informação, conjugada com apoio de instrumentos de fomento públicos e privados, além da inciativa de abertura do Instituto à comunidade externa por meio do IPT Open Experience.
  • Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023