Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Ávila Moura

Ciências da Saúde

Medicina
  • triagem para infecção por vírus zika no pré-natal: desfechos gestacionais entre imunes e infectadas e análise in vitro do risco de dano do complexo anticorpo-vírus zika ao tecido embrionário humano
  • O vírus zika (ZIKV) foi descoberto em 1947, entretanto os sintomas manifestados em pessoas infectadas eram brandos ou assintomáticos, e o conhecimento sobre seus mecanimos de ação e fisiopatologia foi subestimado. Com a migração do vírus através de diferentes continentes, adaptações e mutações genéticas foram adquiridas e, concomitantemente, seus efeitos tornaram-se severos. Recentemente, associou-se a infecção pelo ZIKV a danos no sistema nervoso central, principalmente a microcefalia e síndrome de Guillain-Barré. A descoberta alarmou os órgãos de saúde pública e mobilizou entidades do mundo inteiro na busca de informações sobre o vírus, seus efeitos, mecanimos fisiopatológicos envolvidos e possíveis imunizações e tratamentos. Portanto, este projeto visa avaliar os efeitos prejudicias ou imunizantes de uma infecção prévia por ZIKV frente a reexposição ao vírus durante a gestação e o neurodesenvolvimento. No estudo, serão incluídas gestantes (e seus conceptos) que realizarem o pré-natal na rede pública de saúde nas Unidades Básicas de Saúde de Maceió: 20 com infecção prévia por Zika vírus e 300 sucetíveis à infecção, das quais 45 participantes serão selecionadas considerando a soroconversão durante qualquer período gestacional (IgM e IgG não reagentes no primeiro teste e IgM ou IgG reagentes no segundo ou terceiro testes). Será aplicado questionário sobre informações sócio-demográficas, clínicas e epidemiológicas e será realizada coleta de sangue periférico das gestantes para realização de sorologias (IgM e IgG) para zika, citomegalovirus, Toxoplasma gondii, sífilis e HIV, e para mensurar os níveis de fatores tróficos e citocinas inflamatórias. Exames de rotina de pré-natal serão realizados (ultrassonografia e outros testes clínicos). Conceptos e recém-nascidos das gestantes, reagentes ou não reagentes para ZIKV, serão monitorados. No estudo in vitro, será avaliado o potencial neuromodulador do soro de gestantes IgG reagentes durante a reexposição ao vírus em cultura de células-tronco pluripotentes induzidas e organóides cerebrais (minicérebros) obtidos a partir de fibroblastos de pele. As biópsias de pele serão coletadas de residuais de abdominopalstia de dois pacientes saudáveis. Serão avaliados os níveis de fatores de crescimento e citocinas inflamatórias em diferentes períodos de neurodiferenciação no sobrenadante das iPSCs e em diferentes etapas do neurodesenvolvimento de organóides cerebrais.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 30/10/2016-31/10/2020