Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Augusto de Rezende

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • avaliação do efeito terapêutico adjuvante e protetivo do extrato de passiflora edulis (maracujá amarelo) na nefropatia diabética: identificação de biomarcador diagnóstico precoce em exossomas urinários em ensaio pré-clínico e clínico para diabetes tipo 1
  • O Diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma doença crônica com alta prevalência e suas complicações estão associadas a diversos órgãos. Dentre as principais complicações do DM1 está a Nefropatia Diabética (ND). Atualmente a relação albumina:creatinina (RAC) urinária é o marcador não invasivo mais sensível de dano glomerular, sendo utilizado no diagnóstico de ND. Entretanto, a albuminúria é um achado inespecífico de dano renal, o que torna necessário identificar novos biomarcadores sensíveis e não invasivos que, isolados ou associados à albuminúria, possibilitem o diagnóstico precoce da ND. Com o objetivo de contribuir para o avanço desta área vários estudos tem sido realizados em nosso laboratório tanto em pacientes pediátricos com DM1 bem como utilizando modelo animal de DM1 induzido por estreptozotocina (STZ), uma vez que esses modelos simulam a fisiopatologia do diabetes e suas complicações. Assim, considerando a vasta experiência alcançada por este grupo no que concerne à temática de DM1 e as complicações associadas, recentemente foi iniciado um projeto colaborativo e aprovado pelo Edital MS-SCTIE-Decit/MCTIC-SEPED-DEPPD-CNPq nº14/2017 que envolve estudos pré-clínicos para avaliar a atividade antidiabética do extrato da farinha do pericarpo de Passiflora edulis variedade flavicarpa, espécie incluída na Relação Nacional de Plantas de Interesse do SUS, com a proposta de poder ser aplicado para uso terapêutico como coadjuvante no tratamento da DM1. Este projeto encontra-se em desenvolvimento e os resultados pré-clínicos parciais demonstraram que os extratos de P. edulis apresentaram atividade hipoglicemiante permitindo a elaboração do pedido de depósito de patente. Desta forma, o objetivo deste projeto será avaliar o tratamento coadjuvante com extrato de P. edulis e sua contribuirão para a prevenção e/ou retardo do desenvolvimento da nefropatia diabética através de ensaios pré-clínicos e clínicos. Para o ensaio pré-clínico será investigado o potencial papel de biomarcadores precoces, específicos e sensíveis de dano glomerular e/ou tubular proximal, utilizando como amostras o cortex renal e exossomos urinários de um modelo experimental de DM1 em insulinoterapia e/ou tratados ou não com extrato P. edulis durante um período de 60 dias. Para este estudo serão realizadas as seguintes etapas: i) induzir DM1 em ratos Wistar e avaliar a glicemia e o peso corporal dos grupos estudados; ii) avaliar a função renal dos animais utilizando parâmetros bioquímicos séricos e urinários como ureia e creatinina, além da RAC; iii) avaliar a microestrutura renal utilizando parâmetros histológicos, tais como as colorações HE, PAS e Picrosirius Red; iv) extrair as proteínas do córtex renal, bem como dos exossomos urinários e avaliar a expressão das proteínas WT-1, nefrina, podocina e megalina por meio da técnica de Western Blot; v) avaliar a expressão dos genes WT1, NPHS1, NPHS2 e LRP2 no cortex renal dos animais estudados por RT-qPCR; vi) avaliar a expressão dos genes e suas respectivas proteínas no cortex renal e nos exossomos urinários a fim de identificar a origem dos primeiros sinais de alteração renal que antecedem a albuminúria e avaliar o efeito do extrato P. edulis na prevenção e/ou retardo no desenvolvimento da nefropatia diabética. Para o ensaio clínico será realizado um estudo de fase II, em que será investigado o potencial papel de biomarcadores precoces, sensíveis não invasivos de dano glomerular e/ou tubular proximal em pacientes pediátricos com DM1 em tratamento com insulina e submetidos ao tratamento coadjuvante com extratos de P. edulis durante um período de 24 semanas. Para este estudo serão realizadas as seguintes etapas: i) avaliar os parâmetros biodemográficos dos indivíduos estudados bem como o controle glicêmico pela hemoglobina glicada e glicemia de jejum, e marcadores da função renal; ii) isolar os exossomos urinários dos pacientes tratados ou não com extratos de P. edulis e medir a expressão das proteínas WT-1, nefrina, podocina e megalina; iii) avaliar a possível ação coadjuvante do extrato de P. edulis no controle glicêmico e consequente preservação da estrutura podocitária e barreira da filtração glomerular, bem como a tubular proximal, prevenindo o desenvolvimento precoce e progressivo da doença renal. Ainda, contribuir para o esclarecimento do mecanismo envolvido na albuminúria associada ao diabetes. Estes resultados proporcionarão a aplicação de medidas preventivas mais do que intervencionais pela equipe médica, retardando o surgimento destas complicações em pacientes diabéticos. Esta proposta é um estudo pioneiro e tem como principal impacto a contribuição com a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, fornecendo evidências científicas que justifiquem o uso terapêutico do extrato do pericarpo de P. edulis como coadjuvante no tratamento da Diabetes mellitus e suas complicações. Estará pela primeira vez identificando um possível biomarcador que precede a albuminúria e que estaria associado à alteração podocitária ou em nível de túbulo proximal, abrindo perspectivas para o desenvolvimento de novos insumos como kits comerciais para a detecção dos biomarcadores precoces candidatos. O impacto ambiental é destacado pois o pericarpo é considerado um resíduo da indústria alimentícia e farmacêutica, e o aproveitamento racional e eficiente desses resíduos representa uma alternativa terapêutica e um controle ambiental.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022