Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Aderson Farias do Nascimento

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • atividade sísmica, emissões bioacústicas e imageamento do assoalho oceânico na região do arquipélago de são pedro e são paulo, atlântico equatorial
  • A presente proposta é o resultado do esforço de um grupo motivado, multi e interdisciplinar de pesquisadores das áreas de geociências e biologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil) de três departamentos acadêmicos distintos: Geofísica, Geologia, e Fisiologia, além da Universidade de Brest (Institut Universitaire Européen de la Mer, França). Esse grupo se propõe a investigar problemas de aspectos tectônicos, de comportamento animal e de caracterização fisiográfica da região do Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ASPSP), Atlântico Equatorial. O ASPSP é parte do Sistema Transformante de São Paulo (STSP) e, além de ser importante do ponto de vista geocientífico e geopolítico, inclui uma megafauna quase desconhecida e que potencialmente sofre influências das feições oceanográficas e cenários sísmicos (naturais e antropogênicos) que alteram sua ecologia e comportamento. Além de realizar imageamento do assoalho oceânico na região do ASPSP, o projeto lançará ao mar hidrofones através de embarcações oceanográficas brasileiras e francesas, para registrar terremotos, ruído antropogênico e vocalização de cetáceos. Adicionalmente, o projeto garantirá sustentabilidade à estação sismográfica já operando no ASPSP. Neste sentido, elaboramos um programa de pesquisa e desenvolvimento que possuem um enorme potencial de descobertas científicas inéditas na pesquisa oceanográfica, além de benefícios tais como: formação de RH, processos inovativos de detecção, processamento, integração de dados e interpretação do inventário (geofísico e biológico) obtidos através dos registros de sismômetros, hidrofones e imageamento usando multifeixe. Aspectos de divulgação científica e gestão também são abordados. A presente proposta também insere, através de colaboração com a U. de Brest (França), o Brasil num fórum restrito de países que realizam pesquisas neste importante e estratégico ramo científico, além contribuir para a internacionalização da pesquisa científica oceanográfica brasileira.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 28/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Adevailton Bernardo dos Santos

Outra

Divulgação Científica
  • xxvii ciência viva
  • A feira Ciência Viva é uma feira do conhecimento, realizada anualmente desde 1995 na cidade de Uberlândia-MG, aberta a estudantes da educação básica (ensino fundamental, médio, profissionalizante e da educação de jovens e adultos - EJA) das instituições de ensino do município, preferencialmente da rede pública, e completará 27 anos em 2022. O objetivo da Ciência Viva é promover o desenvolvimento da criatividade, da capacidade inventiva e investigativa, em todas as áreas de conhecimento, possibilitando e divulgando a construção de novos saberes, despertando vocações, revelando capacidades e contribuindo para formar estudantes comprometidos com o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade. As atividades, que ocorrerão de forma remota, são planejadas de forma a envolver a participação de equipes das escolas do município de Uberlândia, que serão avaliadas por uma banca avaliadora na apresentação de seus trabalhos no evento principal. As ações formativas, que favorecem as trocas de saberes e foram uma constante ao longo das edições anteriores, serão mantidas e aprimoradas, principalmente na forma de oferta de palestras, rodas de conversas, minicursos e oficinas, e também ocorrerão de forma remota. Outra característica que será mantida é a assessoria prestada, pela equipe de pesquisadores e monitores integrantes do projeto, aos professores e estudantes das escolas. Dentre os trabalhos apresentados haverá a seleção de pelo menos um para apresentação em evento de âmbito nacional.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Adillys Marcelo da Cunha Santos

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • scaffolds bioativos fibrilares híbridos orgânico-inorgânicos com potencial de liberação de moléculas osteoindutoras
  • A baixa disponibilidade de tecido ósseo de pacientes submetidos à procedimentos cirúrgicos de autoenxertos levou ao surgimento de pesquisas e desenvolvimento de materiais na forma de scaffolds, capazes de liberar íons terapêuticos e moléculas osteoindutoras para auxiliar na regeneração do tecido ósseo. O desenvolvimento de scaffolds híbridos de biocerâmicas e polímeros biocompatíveis e biodegradáveis tem se destacado por combinarem propriedades intrínsecas de cada componente, como rigidez e flexibilidade, respectivamente, além de promoção da liberação controlada dos componentes osteoindutores nele contido. Embora existam muitos procedimentos usados na confecção de tais estruturas, técnicas de produção de fibras como Solution Blow Spininig, ou simplesmente SBS, se mostram mais promissoras devido à similaridade com a natureza fibrilar da matriz extracelular do osso (MEC). No entanto, na confecção de scaffolds híbridos fibrilares, existe uma limitação de quantidade adicionada de biocerâmica contendo íons terapêuticos, o que muitas vezes provoca precipitação da fase orgânica, ou mesmo colapso estrutural. Além do mais, muitos estudos usam solventes tóxicos que podem gerar resíduos e, por conseguinte, influenciar na atividade celular. Moléculas osteoindutoras têm sido investigadas nos estudos de engenharia de tecidos, assim também como formas de controlar sua liberação. Neste trabalho, pretende-se procurar novas rotas de desenvolvimento de scaffolds contendo biocerâmicas e fármacos, combinando a SBS com o procedimento de sol-gel, de forma a otimizar a incorporação e encapsulamento dos materiais osteoindutores, bem como estudar sua bioatividade in-vitro e cinética de liberação. Os scaffolds também serão caracterizados do ponto de vista morfológico, propriedades térmicas, avaliando também alguns aspectos da química de superfície. Por fim, o trabalho permitirá a consolidação de parcerias entre professores da UFRB, alunos e parceiros externos à instituição.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025