Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Eduardo Picanço Cruz

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estudo comparativo do empreendedorismo imigrante das comunidades brasileiras em portugal e no canadá.
  • O empreendedorismo promovido por etnias de mesma origem ou por imigrantes recém-chegados, tem sido identificado como um fator importante na promoção da mobilidade econômica e redução da pobreza entre comunidades estrangeiras. Desde 2012, a UFF vem realizando pesquisas com brasileiros residentes nos EUA, no Japão. e Austrália.Este trabalho identificou textos seminais que sugerem a necessidade de investigar as formas específicas pelas quais cada grupo étnico conseguiu estabelecer um mercado étnico no exterior. De acordo com essa premissa, somente após tais investigações seria possível pensar em um modelo generalista. Nesse sentido, entender as características de outras comunidades brasileiras no exterior deve ser um passo importante para se chegar a um modelo teórico que explique o empreendedorismo étnico entre os imigrantes brasileiros.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-29/02/2024
Foto de perfil

Eduardo Pilad Nóbrega

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • magnetismo, termodinâmica e o efeito magnetocalórico em sistemas magnéticos amorfos e cristalinos
  • O efeito magnetocalórico (EMC) é a variação de temperatura de um material magnético quando este é submetido à aplicação de um campo magnético externo. O estudo do EMC desempenha um importante papel no desenvolvimento da tecnologia de refrigeração magnética e devido ao grande aumento da produção científica mundial desse tema na última década, uma boa parte realizada no Brasil, se constituiu como um dos pilares da linha de pesquisa em magnetismo e materiais magnéticos. Este projeto é de caráter teórico e tem como proposta o estudo das propriedades magnéticas, termodinâmicas e do efeito magnetocalórico em intermetálicos e compostos amorfos com terras raras. Esses sistemas e suas propriedades são bem conhecidos na literatura e o EMC nesses materiais está sendo investigado experimentalmente de uma forma bem consistente. O objetivo deste projeto é estudar, através de simulações computacionais, as propriedades que caracterizam o EMC nos compostos intermetálicos formados com terras raras, fitas e compostos amorfos. As principais metas deste projeto são: a elaboração de modelos teóricos para a descrição microscópica do EMC e a construção de algoritmos computacionais para o cálculo das grandezas magnéticas e termodinâmicas que caracterizam o EMC. Outra finalidade é a formação de recursos humanos de uma forma contínua através da orientação de alunos da graduação e pós-graduação. Este estudo é fundamental para o entendimento dos mecanismos físicos envolvidos no EMC nesses sistemas e para previsões teóricas a respeito dos possíveis candidatos à refrigeração magnética. O projeto será desenvolvido no Departamento de Eletrônica Quântica do Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Pontual Ribeiro

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • heterogeneidade e distribuição de tamanho e produtividade das firmas: mensuração e fatores relevantes
  • Essa pesquisa tem três objetivos interrelacionados. O primeiro é a mensuração da produtividade total do fatores no nível das empresas para vários setores da economia. Essa mensuração será realizada com a aplicação e aprimoramento de distintas metodologias propostas na literatura internacional e contará com a riqueza informações disponíveis nos microdados das pesquisas setoriais do IBGE (PIA, PAS, PAC, PAIC). O segundo objetivo é estimar as distribuições de produtividade e de tamanho (medido pelo número de empregados) das empresas para os diversos setores de atividade e ao longo do tempo. Para tanto, diferentes parametrizações dessas distribuições serão operacionalizadas tomando como base a literatura internacional que já se debruçou sobre o tema. Os resultados da estimação dos parâmetros dessas distribuições servirão de insumo para informar modelos teóricos em diferentes áreas da economia, assim como para atingir o terceiro objetivo da pesquisa, que é o de analisar a influência de distintos determinantes setoriais da distribuição de tamanho das empresas. Essa análise será realizada com base nos microdados da RAIS/Mtb e das pesquisas setoriais do IBGE, que permitem computar um conjunto amplo de indicadores econômicos setoriais ao longo do tempo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Resende Secchi

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • resiliência e estabilidade ecológica do estuário da lagoa dos patos e costa marinha adjacente perante a perturbações naturais e antrópicas
  • O sítio Estuário da Lagoa dos Patos e Costa Marinha Adjacente (PELD-ELPA), que teve início na primeira edição do programa PELD em 1998, tem como eixo científicos principal nesta proposta de renovação o tema de Resiliência, Estabilidade Ecológica e Biodiversidade e Funcionalidade do Ecossistema (BEF). O objeto principal é identificar relações entre diversidade biológica e funcionalidade ecossistêmica em diferentes níveis (e.g. populações, comunidades, grupos funcionais, níveis tróficos, sistemas), avaliando a estabilidade de longo prazo e a resiliência ecológica do ELPA frente às perturbações naturais e antrópicas. As principais hipóteses da proposta são: (i) O grau de resiliência dos diferentes componentes da biota do ELPA é variável, mas o ELPA como um todo é resiliente em longo prazo; (ii) Apesar das grandes oscilações de abundância das espécies e mudanças na estrutura das comunidades, o ecossistema tem permanecido estável em longo prazo, pelo menos desde que começaram os estudos na década de 70/80; (iii) A diversidade biológica afeta a funcionalidade ecológica das comunidades do ELPA através do aumento do número de tratos funcionais e/ou magnitude de processos (medidos em densidade, biomassa, estoque, produção ou taxas etc). Para testar estas hipóteses, o PELD-ELPA continuará o monitoramento de mais de 20 anos de variáveis abióticas e bióticas que incluem desde os produtores primários até predadores topo deste ecossistema. A análise utilizará a base de dados existentes, uma das mais longas e consolidadas da América do Sul, associada a uma diversidade de métodos de análise de ecossistemas e de processamento de dados históricos e atuais. Além dos aspectos científicos, a proposta prevê inúmeras ações de interação social e apoio a gestão ambiental e políticas públicas que irão contribuir para a educação, sensibilização e capacitação humana e institucional na mitigação e adaptação ao impactos naturais e antrópicos, incluindo maior previsibilidade e alerta precoce aos efeitos das mudanças climáticas. Todas essas contribuições estão alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e à Década da Ciência Oceânica da ONU (2020-30). A proposta também prevê a integração com outros sítios PELD por meio de estudos comparativos e oferecimento de cursos de qualificação em bancos de dados, tendo como base as experiências adquiridas no PELD-ELPA, bem como o lançamento das bases para uma futura rede de sítios PELD Costeiro-Marinhos com parceiros nacionais e internacionais. Pretende-se ainda utilizar as informações geradas nas últimas décadas para iniciar o processo de Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE), com a proposta de criar uma ou um mosaico de Unidades de Conservação, com diferentes níveis de uso e restrição dependendo das múltiplas relações possíveis entre significância ecológica e demanda socioeconômica das áreas do ELPA. A proposta fortalecerá as Ciências do Mar por meio da formação de alunos de graduação e pós-graduação em programas qualificados e via integração com pesquisadores do PELD- ELPA e outros colaboradores no Brasil e exterior. A realização dos estudos no tema de resiliência e estabilidade ecológica e de BEF serão importantes para a consolidação da ciência e tecnologia marinha brasileira. As ações de divulgação científica (midias sociais e outras plataformas) e de extensão em curso serão fortalecidas e ampliadas, incluindo ações na (i) comunidade local, (ii) na comunidade escolar, e (iii) com subsídios à Gestão Pública por meio da participação em fóruns de pescadores e meio ambiente com os diferentes atores sociais.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Eduardo Resende Secchi

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • respostas do ecossistema pelágico às mudanças climáticas no oceano austral – ecopelagos
  • O último relatório Intergovernamental sobre alterações climáticas foi contundente em concluir que "o aquecimento do sistema climático é inequívoco...". A Península Antártica Ocidental (PAO) é uma das regiões do Planeta onde se registra o mais rápido aquecimento dos últimos 50 anos. A temperatura do ar superficial aumentou 2oC na média anual e 6oC na média do inverno. A temperatura da água superficial também aumentou mais de 1oC no mesmo período e cerca de 87% das geleiras da PAO estão em retração. A extensão do gelo marinho reduziu e sua duração média encurtou cerca de 90 dias, sendo o gelo perene não mais uma característica deste ambiente. Este padrão contrasta com as demais regiões da Antártica, inclusive com locais próximos, como a região leste da Península Antártica (Mar de Weddell), a qual é mais estável e não apresenta evidência óbvia dos efeitos do aquecimento global. As muitas espécies que vivem em áreas aquecidas e inalteradas oferecem uma oportunidade ímpar para comparar a resiliência de todos os níveis de organização biológica. Tais “condições experimentais naturais” existem em muitos poucos lugares na Terra, fazendo do ambiente marinho antártico um excelente “laboratório” para que aprendamos sobre as vulnerabilidades às quais está submetido e onde estão os pontos de inflexão para que possamos informar e contribuir cientificamente para uma política global que vise minimizar os efeitos das mudanças climáticas ao longo dos próximos anos, especialmente no que se refere à perda de biodiversidade. Além disso, a complexidade biológica e as histórias evolutivas do planeta sugerem que as tensões na função de ecossistemas polares podem ser fundamentalmente diferentes daqueles de regiões de latitudes mais baixas. Portanto, o entendimento de processos ecossistêmicos polares é fundamental para um debate ecológico amplo sobre a natureza da estabilidade e as possíveis alterações observadas e/ou esperadas em toda a biosfera em função das mudanças climáticas. As mudanças no clima Antártico e na dinâmica do gelo marinho afetam todos os níveis da cadeia alimentar, desde comunidades microbianas, produtores primários (fitoplâncton), krill e outros organismos zooplanctônicos, e peixes até predadores de topo, cujas histórias de vida apresentam diferentes graus de afinidade com o gelo. Dentro deste contexto, o Grupo de Oceanografia de Altas Latitudes (GOAL), sedeado na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), tem desenvolvido estudos, desde 2002, na porção norte da Península Antártica. Essa região é composta por um conjunto de ambientes únicos do ponto de vista oceanográfico, e engloba o Estreito de Bransfield, o Estreito de Gerlache, a porção noroeste do Mar de Weddell e a porção sul do Estreito de Drake. Vários destes ambientes têm se mostrado sensíveis do ponto de vista climático e, recentemente, vêm apresentando diversas alterações nas suas características físicas e biogeoquímicas, e na sua biota associada. Embora avanços significativos tenham sido alcançados nos últimos anos, os domínios biológicos e ecológicos do ambiente marinho Antártico permanecem, em grande parte, inexplorados. Os pesquisadores das ciências da vida antártica se dedicam ao entendimento sobre a evolução e a diversidade da vida marinha no Oceano Austral para determinar como esses processos produziram ecossistemas singulares. Porém, como o Oceano Austral é vasto e remoto, a coleta de dados físicos e biológicos in situ torna-se um enorme desafio. Informações provenientes de sensoriamento remoto, flutuadores e/ou fundeios oceanográficos, fornecem informações sinóticas sobre o ambiente físico do Oceano Austral que podem ser integradas em modelos numéricos ou estatísticos, e validados com dados in situ. Esta é uma abordagem eficaz para maximizar a utilidade de dados biológicos esparsos. Desta forma, o projeto EcoPelagos avança, em relação às pesquisas pretéritas do grupo, na qualidade, e diversidade de dados oceanográficos, por meio da ampliação espacial e temporal da coleta utilizando métodos tradicionais e contemporâneos (como a genômica e proteômica). Sua execução permitirá gerar informações fundamentais sobre a relação entre a biota e as variáveis físico-químicas do ecossistema Antártico. Fundamentalmente, permitirá expandir o entendimento sobre a estrutura e função biológica, desde o nível molecular ao ecossistêmico, projetar possíveis respostas e avaliar a capacidade de resiliência dos ecossistemas pelágicos antárticos perante as alterações climáticas. A pesquisa permitirá a detecção e projeção de suas respostas a futuras mudanças a partir da percepção de eventuais alterações nos processos biológicos, que estejam ocorrendo em regiões sob diferentes impactos das mudanças climáticas. Para tal, uma série de objetivos específicos são propostos, com enfoque inter e multidisciplinar, combinando abordagens observacionais, experimentais e in silico (modelagem). Essa abordagem multidisciplinar inovadora e de liderança, somada às parcerias internacionais estabelecidas, fortalecerá e qualificará as pesquisas na área de ciências da vida marinha, globalmente importantes, dentro do Programa Antártico Brasileiro. Este será um projeto ecossistêmico, que levará em consideração as interações entre os principais componentes da teia trófica pelágica, bem como a interação pelágico-bentônica, objetivando compreender como diferentes condições físico-químicas do ambiente, desencadeadas pelas mudanças climáticas, determinam os padrões de diversidade biológica, incluindo da plastisfera, as principais vias de fluxo de energia entre seus componentes e a saúde geral do ambiente marinho da PAO. A proposta está em sintonia com os novos programas de pesquisa da área de ciências da vida do Comitê Científico de Pesquisas Antárticas (SCAR). Além da contribuição científica e da formação de recursos humanos, o sucesso desta proposta ampliará a contribuição e o protagonismos da comunidade científica brasileira no cenário internacional das pesquisas polares.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Eduardo Resende Secchi

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • manejo pesqueiro integrado para a conservação de espécies ameaçadas e seu ecossistema no extremo sul do brasil.
  • O Projeto tem como objetivo geral “Avaliar a distribuição espaço-temporal da captura acidental de espécies ameaçadas da megafauna marinha em pescarias costeiras no Rio Grande do Sul (RS), com ênfase na toninha (Pontoporia blainvillei) e propor medidas de ordenamento pesqueiro integrado”. O Laboratório de Ecologia e Conservação da Megafauna Marinha-EcoMega-FURG conta com uma longa série temporal (20 anos) de dados de captura acidental de toninhas e outras espécies ameaçadas em redes de pesca, de desembarque pesqueiro e de encalhes de toninhas (e outras espécies) na costa do Rio Grande do Sul (40 anos). Estes dados pretéritos, somados às informações obtidas ao longo da execução da presente proposta, permitirão avaliar as tendências temporais nas taxas de captura acidental na pesca e nas taxas de encalhe de toninhas (e outras espécies ameaçadas), na costa do RS, abrangendo períodos anteriores e posteriores à implementação da Instrução Normativa Interministerial - INI 12/2012 para ordenamento da pesca de emalhe. Estes dados permitirão ainda refinar a identificação das áreas de maior risco de captura de espécies ameaçadas, valorando-as com a agregação de informações que definem sua significância biológica e ecológica. Também será determinado qual o percentual da frota que está cumprindo com as normas propostas na INI 12/2012 e o quão efetiva elas estão sendo para a redução da mortalidade de toninhas e outras espécies ameaçadas de extinção no RS. Os resultados deste Projeto serão apresentados e discutidos com os atores sociais envolvidos com a gestão da pesca costeira, visando, em se provando necessária, a proposição de novas medidas de ordenamento participativo no RS, incluindo unidades de conservação ou redução espacial e temporal do esforço de pesca. Espera-se, fundamentalmente, conciliar os interesses socioeconômicos da atividade pesqueira com a conservação das espécies ameaçadas e dos seus ecossistemas no sul do Brasil.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Rigon Zimmer

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • avaliação longitudinal de biomarcadores de imagem e mecanismos neurodegenerativos associados aos oligômeros de beta-amiloide em camundongos
  • Introdução: O aumento da expectativa de vida aumenta a incidência de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer (DA). Em termos fisiopatológicos, a DA é caracterizada pela disfunção do metabolismo da proteína beta-amiloide (Aβ), que evolui para uma cascata neurodegenerativa, clinicamente manifestada com perda de memória, declínio cognitivo e demência. A disfunção do metabolismo desta proteína envolve a formação de espécies intermediárias de Aβ variando de monômeros, oligômeros até às características placas insolúveis de Aβ. Neste sentido, acredita-se que os oligômeros solúveis de Aβ (AβOs) sejam a conformação mais tóxica da proteína Aβ, porém os efeitos dos AβOs e suas interações com outros mecanismos fisiopatológicos na DA ainda não foram precisamente elucidados. Neste sentido, estudos experimentais longitudinais e multimodais envolvendo neuroquímica, comportamento e neuroimagem oferecem oportunidades sem precedentes para avançar no entendimento dos efeitos dos AβOs na DA e podem ser utilizados como plataformas experimentais para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Objetivo: Esta proposta objetiva investigar in vivo e longitudinalmente o impacto da administração dos AβOs em camundongos utilizando uma plataforma experimental envolvendo em parâmetros neuroquímicos e comportamentais acoplados a neuroimagem por micro-tomografia de emissão de pósitrons (microPET). Metodologia: Serão desenvolvidos estudos experimentais com camundongos antes e após infusão intracerebral de AβOs. Estes animais serão submetidos a exames de neuroimagem por microPET com multitraçadores (4 radiofármacos: [[11C]PIB, [11C]PK11195, [11C]ABP688 e [18F]FDG) e testes comportamentais. Além disso, uma série de ensaios neuroquímicos serão realizados com tecido cerebral e fluídos (líquido cefalorraquiano e plasma). Resultados esperados: Espera-se avançar na compreensão dos mecanismos fisiopatológicos induzidos pelos AβOs e na inter-relação entre os  os biomarcadores analisados (comportamentais, neuroquímicos e de neuroimagem). Também espera-se validar este desenho experimental como uma plataforma experimental para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas e ensaios clínicos na DA. Finalmente, este projeto contribuirá para alavancar o desenvolvimento de técnicas de neuroimagem em estudos experimentais que ainda são muito pouco exploradas em território Brasileiro.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Rodrigues Alves Junior

Ciências Humanas

Filosofia
  • motivando – feira de inovação e ciências
  • A presente proposta visa estimular a ciência e inovação em 35 cidades de Mato Grosso que correspondem a 56% da população mato-grossense, região que possui escassez de estímulo na ciência e de formação de alunos e professores nesta área. A proposta apresenta como importante diferencial a abrangência (o planejamento prevê que aconteça parcialmente online, inclusive a fase de capacitação), tendo como previsão alcançar 750 equipes, divididas nas categorias “Feira de Experimentos”, “Mostra Científica” e “Ideias inovadoras”. Todas as equipes inscritas passarão por capacitação focadas no desenvolvimento e melhoria de projetos em experimentos, pesquisa e inovação, visando sempre a solução de problemas da sociedade com uso de ciência e tecnologia. A etapa final do evento será presencial, com transmissão ao vivo, e com premiações motivadoras para estimular a participação dos alunos de ensino fundamental e médio, especialmente meninas e alunos de escolas públicas.
  • Centro Universitário de Várzea Grande - MT - Brasil
  • 10/02/2021-28/02/2023
Foto de perfil

Eduardo Santana de Almeida

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • uma investigação sobre o projeto e evolução de arquiteturas de linhas de produto de software
  • O objetivo deste projeto é investigar o projeto e a evolução de arquiteturas de linhas de produto de software com base em estudos quantitativos e qualitativos visando a identificação de um conjunto de evidências para auxiliar arquitetos de software no projeto arquitetural.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Sidinei Chaves

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • espécies potencialmente tóxicas em resíduos oleosos: alternativas para extração e determinação de metais, metaloides e ânions por técnicas espectrométricas e cromatográficas
  • Resumo A presença de compostos orgânicos e de metais, metaloides e ânions em resíduos oleosos, devido ao potencial tóxico de muitas destas espécies, merecem atenção especial no que se refere ao gerenciamento de resíduos e/ou reabilitação de áreas contaminadas. Neste contexto, o presente projeto propõe procedimentos alternativos para extração e determinação das concentrações de As, Cd, Cr, Hg, Ni, Pb, V, Cl-, Br-, SO42- e F- em resíduos oleosos provenientes do setor de óleo e gás. Além disso, o encapsulamento da borra oleosa com diferentes polímeros será também avaliado e a concentração dos de metais, metaloides e ânions determinada nas diferentes frações (polimérica aquosa e oleosa). Os procedimentos de extração serão propostos de modo a proporcionar uma redução na quantidade de reagentes e resíduos gerados, buscando atender os conceitos da química verde. Técnicas de extração assistida por vórtex, ultrassom e/ou micro-ondas serão avaliadas para a extração dos analitos, sendo os respectivos procedimentos devidamente otimizados. As determinações dos metais e metaloides serão realizadas por técnicas espectrométricas e os ânions serão determinados por cromatografia iônica. A exatidão das metodologias propostas será devidamente avaliada de modo a garantir a confiabilidade dos resultados. Ressalta-se que as etapas de extração dos analitos das amostras são ainda o “calcanhar de Aquiles” de muitos procedimentos analíticos, estas etapas se tornam ainda mais complicadas quando a amostra é de natureza orgânica e de alta complexidade como o resíduo oleoso. Nesse sentido, existe a necessidade de se estabelecer metodologias analíticas simples, sensíveis e precisas que permitam a extração e determinação de espécies com potencial toxidade em resíduos oleosos. O projeto proposto possui uma amplitude que, certamente enquadra-se em projetos de iniciação científica (IC), trabalhos de conclusão de curso (TCC), dissertações de mestrado e teses de doutorado. Assim, além da significativa contribuição científica com a publicação de artigos em revistas especializadas, a presente proposta tem potencial para contribuir com uma expressiva formação de recursos humanos. Ressalta-se ainda, que este projeto é uma oportunidade impar para o proponente, recém-admitido, desenvolver sua pesquisa e contribuir com o Departamento de Química e com o Programa de Pós-Graduação em Química da UFSC.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Siegle

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • correntes de retorno em praias: ocorrência e processos controladores
  • Correntes de retorno são estreitas correntes que fluem em direção oceânica a partir da zona de surfe até a linha de início de quebra das ondas. As correntes de retorno são feições comuns em praias e muitas vezes representam perigo aos banhistas. O principal objetivo deste projeto de pesquisa é a melhor compreensão da distribuição e ocorrência de correntes de retorno em uma praia intermediária, abordando os processos que as controlam. Nesse projeto, abordaremos principalmente as correntes de retorno do tipo controlado pela batimetria, localizadas em canais formados entre bancos arenosos, na praia de Maresias (SP). A praia de Maresias localizada no litoral norte do estado de São Paulo tem sido o tema de diversos estudos devido a seus aspectos morfodinâmicos e a importância que tem para o turismo da região. Para tanto, serão utilizadas imagens aéreas de alta frequência, coletadas com um Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) e experimentos de campo para a medição de diferentes variáveis físicas na zona de arrebentação e ao largo, complementadas pela aplicação de um modelo numérico hidrodinâmico e morfodinâmico.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Simões Lopes Gastal

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • remapeamento espectral para amostragem e reconstrução de dados multidimensionais
  • A representação discreta digital de fenômenos naturais contínuos é imprescindível para solucionarmos problemas reais através da Computação. A teoria da aproximação determina as propriedades necessárias dos espaços de representação para que dados digitais possam efetivamente ser utilizados para reconstrução (aproximada) da origem contínua de cada fenômeno. Através do processamento dos dados digitais, estamos de fato alterando a reconstrução que será obtida. Uma classe de processamento imprescindível atualmente são aqueles que reduzem o número de coeficientes digitais necessários para representação, por consequência reduzindo o impacto em memória de grandes volumes de dados. Em dados multidimensionais densos, tal processo é comumente representado como uma operação de sub-amostragem (downsampling), a qual é computada por métodos clássicos através dos preceitos delineados por Claude Shannon em 1949. Para tanto, os dados são expandidos em uma base Fourier de ondas complexas, e os coeficientes das ondas de alta frequência são descartados. Esse processo visa evitar artefatos de aliasing, mas acaba resultando na perda de informações importantes. A preservação de detalhes de alta frequência, mesmo após a sub-amostragem, é um dos grandes problemas da área de processamento de sinais e teoria da amostragem. Este projeto visa avançar o estado-da-arte em métodos de remapeamento espectral, recentemente desenvolvidos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, os quais atacam este problema através do remapeamento dos coeficientes de alta frequência para dentro da região representável do espectro de Fourier. Pretende-se portanto explorar pesquisa básica na área da Teoria da Amostragem, com o potencial de viabilizar aplicações inovadoras, impactando atividades diversas que vão desde publicidade até o processamento de imagens médicas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Soares de Souza

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • utilização dos procedimentos best e irga para avaliar a qualidade física e biológica de solos em agroecossistemas da região semiárida de pernambuco
  • Os sistemas agrícolas e pecuários do semiárido brasileiro, têm sido afetado por um intenso processo de devastação provocado pelo uso insustentável dos recursos naturais. A retirada sistemática da vegetação para a produção de carvão e o desenvolvimento de atividades agrícolas e pecuárias são ameaças constantes e vêm contribuindo para a existência de mosaicos de fragmentos que se encontram em diferentes estágios de sucessão secundária. Os impactos sobre a agricultura do semiárido serão cada vez mais variáveis e imprevisíveis uma vez que serão criadas as condições para a generalização dos extremos climáticos, sobretudo dos longos períodos de estiagem (as secas). A magnitude de desastres como esse, sem precedentes, é consequência de décadas de desmatamento da caatinga, prática agrícolas e pecuária não sustentáveis e ações que resultaram na degradação ambiental e que potencializam a escassez hídrica por longos períodos. No entanto, observações in situ têm revelado que as propriedades dos solos onde práticas sustentáveis são aplicadas, sofrem menos com os desastres ambientais do que as que empregam sistemas convencionais. As mudanças na qualidade dos solos dos diferentes agroecossistemas do semiárido brasileiro podem ser avaliadas a partir de indicadores apropriados que permitam comparar com os valores críticos limitantes (threshold level), em diferentes intervalos de tempo. Essa proposta de pesquisa sugere um sistema de monitoramento capaz de fornecer informações sobre a eficácia das práticas de uso da terra atual no semiárido brasileiro, como a pastagem e os Sistemas Agroflorestais, em relação a principal referência de preservação da cobertura vegetal que é a caatinga. A pesquisa propõe utilizar o BEST (Beerkan Estimation of Soil Transfer Parameters through Infiltration Experiments) e o sistema IRGA (infrared gas analysis for soil CO2 respiration) como procedimentos principais para avaliar as funções de qualidade do solo, combinando e integrando elementos específicos aos índices de qualidade física e biológica do solo. Um conjunto de dados sobre indicadores de solo deve ser identificado para desenvolver uma avaliação significativa da qualidade do solo. Além disso, o monitoramento desses indicadores do solo estabelecerá estratégias que permitam avaliar as mudanças na qualidade do solo normalmente ocultado pela heterogeneidade do solo, pelas flutuações sazonais ou incertezas analíticas. Por fim, a presente proposta pretende definir diretrizes que identifiquem os limites críticos para os principais indicadores e o procedimento para monitorar mudanças na tendência da qualidade do solo do semiárido brasileiro.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Vinícius Vieira Varejão

Ciências Agrárias

Agronomia
  • síntese e avaliação das atividades fitotóxica e nematicida de novos compostos derivados do tirosol
  • Nos últimos 50 anos, a população humana cresceu de cerca de 3,0 para 6,0 bilhões de habitantes, o que aproximadamente triplicou a demanda global por alimentos. Segundo estimativas divulgadas pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a população mundial ainda deverá aumentar em aproximadamente um terço entre os anos de 2009 e 2050, o que significa um aumento de 2,3 bilhões de pessoas no mundo nesse período. Esse crescimento populacional implica em igualmente considerável aumento na demanda por alimentos. Suprir a demanda por alimentos para a população mundial em crescimento, ao mesmo tempo em que áreas cultiváveis são crescentemente destinadas ao plantio de culturas para produção de biocombustíveis, e sem expandir fronteiras agrícolas por desmatamento de áreas nativas, requer que alcancemos um rendimento por hectare cada vez maior. Nesse cenário, o controle efetivo de pragas agrícolas, responsáveis por grandes perdas na produtividade, é imperativo. Entre os diferentes tipos de pragas agrícolas, as plantas daninhas são responsáveis pelas maiores perdas na produção agrícola em todo o mundo, de modo que o controle efetivo dessas plantas invasoras é essencial para o aumento da produtividade agrícola. O principal e mais efetivo método de controle dessas plantas invasoras é o controle químico, realizado pelo uso de herbicidas sintéticos. Entretanto, o uso repetitivo e indiscriminado de herbicidas com mesmo mecanismo de ação tem levado à substituição de biótipos de plantas daninhas sensíveis por biótipos resistentes aos herbicidas disponíveis comercialmente, dificultando o manejo dessas pragas. Uma estratégia promissora para a descoberta de novos herbicidas é o uso de compostos naturais fitotóxicos, produzidos por plantas e microrganismos, como modelos para a síntese de novas moléculas. Outro tipo de praga causadora de grandes prejuízos à produção agrícola são os fitonematóides, responspaveis por perdas na produção agrícola brasileira que atingem cerca de R$ 35 bilhões anualmente, enquanto as perdas agrícolas mundiais ultrapassam os US$ 80 bilhões. O principal método para o combate aos fitonematóides na agricultura é o controle químico. Entretanto, em função de suas elevadas toxicidades para animais e seres humanos, muitos dos nematicidas disponíveis comercialmente tem sido retirados do mercado. Portanto, o desenvolvimento de novas classes de nematicidas com comportamento ambiental e toxicológico seguros é de grande importância. A busca por novas moléculas com atividades de interesse agrícola a partir de fontes naturais tem sido considerada uma estratégia promissora também para a descoberta e desenvolvimento de novos produtos para o controle químico de nematoides. Em trabalho realizado por nosso grupo de pesquisas entre 2008 e 2012, o fracionamento de filtrados de cultura do fungo fitopatogênico Alternaria euphorbiicola patógeno da daninha Euphorbia heterophylla levou ao isolamento de diferentes compostos fitotóxicos, entre eles um composto identificado como tirosol. Em nossos trabalhos, a aplicação de soluções desse metabólito em concentrações entre 10 e 100 milimol L-1 sobre plantas sadias de E. heterophylla produziram lesões cloróticas e necróticas em menos de 24 horas e murcha, despigmentação e morte das plantas após 7 dias de aplicação. Como Euphorbia heterophylla, popularmente conhecida como leiteiro ou amendoim-bravo, é uma planta daninha altamente competitiva e considerada como uma das plantas daninhas de maior impacto na agricultura brasileira e mundial, nossos resultados mostraram que o tirosol apresenta grande potencial como modelo para o desenvolvimento de novos herbicidas. Além desse potencial, é importante destacar que essa composto é um dos principais biofenóis do vinho e do azeite de oliva e apresenta diversas atividades terapêuticas. Em conjunto com uma promissora atividade fitotóxica, todas essas comprovadas atividades benéficas ao ser humano tornam o tirosol um modelo de partida ideal em busca de novos pesticidas. No presente projeto, propomos a síntese de compostos derivados do tirosol contendo anel 1,2,3-triazol ligando com diferentes padrões de substituição. A proposta de sintetizar tais moléculas se deve a dois fatores principais: i) as atividades fitotóxica e nematicida de compostos contendo em suas estruturas o anel triazol tem sido reportada na literatura; ii) a metodologia para a produção de compostos derivados do tirosol contendo o anel 1,2,3-triazol é simples, rápida, pode empregar pouco ou nenhum volume de solvente e apresenta baixo custo. Embora não tenhamos encontrado estudos sobre atividade nematicida do tirosol, há relato de que o ácido 4-hidroxifenilacético, metabólito secundário estruturalmente análogo e que pode ser biossintetizado por oxidação do tirosol, apresenta atividade nematicida. Portanto, em adição à síntese de derivados triazólicos do tirosol, diversos ésteres e amidas serão produzidos a partir do ácido 4-hidroxifenilacético e suas atividades nematicida e fitotóxica serão avaliadas. A execução desse projeto poderá levar ao desenvolvimento de uma ou mais moléculas promissoras quanto às suas atividades nematicidas e fitotóxicas, que poderão objeto de pedido de registro de patente sobre seus usos na agricultura. Ainda, os resultados obtidos poderão ser objeto de estudos sobre a relação estrutura-atividade (QSAR), cujos resultados poderão ser utilizados para guiar a síntese de moléculas que possam ser usadas como herbicidas ou nematicidas comerciais. Além disso, esse projeto prevê um trabalho interdisciplinar, envolvendo estudantes de mestrado e doutorado e professores/pesquisadores do Programa de Pós-graduação e Agroquímica e do Programa de Pós-graduação em Fitopatologia da Universidade Federal de Viçosa. Portanto, esse trabalho contribuirá para o desenvolvimento das habilidades técnico-científica desses alunos e para a formação profissional de novos pesquisadores capazes de atuar na fronteira entre as duas áreas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Eduardo Zapaterra Campos

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos agudos e crônicos do treinamento intervalado de alta intensidade associado à suplementação de nitrato de sódio sobre parâmetros aeróbios e desempenho de sujeitos fisicamente ativos
  • Alguns estudos já demonstraram os efeitos agudos da suplementação de nitrato de sódio em diferentes condições. Mais recentemente estudos verificaram efeito benéfico do treinamento intervalado de sprint associado ao nitrato (suco de beterraba) sobre as adaptações aeróbias, porém nenhum estudo avaliou a suplementação de nitrato de sódio (NaNO3) associada ao treinamento intermitente de alta intensidade (TIAI). O nitrato parece acelerar a cinética do consumo de oxigênio (VO2) no exercício de intensidade severo, aumentando a contribuição aeróbia de um TIAI. Em contrapartida, em sujeitos treinados a suplementação aguda de nitrato (NO3-) não tem efeito positivo. Assim, o objetivo do presente projeto será verificar os efeitos agudos e crônicos da suplementação de nitrato de sódio associado ao TIAI sobre: (i) consumo máximo de oxigênio (VO2MAX); (ii) Limiares ventilatórios; (iii) economia de corrida; e (iv) desempenho em exercício aeróbio. Nossa hipótese é que o nitrato de sódio otimiza as adaptações aeróbias do TIAI e que, ao final do treinamento os efeitos agudos do NaNO3 sejam reduzidos. Para isso 30 sujeitos participarão de três etapas distintas. 1ª Etapa: após a familiarização com o teste incremental, os sujeitos realizarão um teste progressivo máximo em esteira ergométrica até a exaustão voluntária. Posteriormente, randomicamente (duplo-cego), os participantes receberão placebo (glicose 500 mg) ou nitrato de sódio (0,1 mmol·kg -1 ) durante três dias. Após (2h) a ingestão da última dose no terceiro dia, os sujeitos serão submetidos à um esforço constante de 10 minutos à 80% do ponto de compensação respiratória. Posteriormente (aprox. 1h) os participantes realizarão desempenho de 5km de corrida em pista oficial de atletismo. Após uma semana de whash-out os procedimentos serão repetidos (cross-over) após os três dias de suplementação (placebo ou nitrato de sódio). 2ª Etapa: uma semana após a 1ª etapa, os participantes serão divididos aleatoriamente (contrabalanceado pelo VO2MAX) e treinarão oito semanas de treinamento intermitente de alta intensidade (10 x 60 seg a 100% da velocidade associada ao VO2MAX com 60 seg de descanso passivo) três dias por semana. A intensidade do treinamento será adaptada na quarta semana de treinamento após um novo teste progressivo. 3º Etapa: ao final das oito semanas de treinamento os sujeitos realizarão um teste progressivo máximo na esteira e, a primeira etapa será repetida; ou seja, nitrato de sódio ou placebo por três dias, teste de desempenho, wash-out, cross-over, nitrato de sódio ou placebo por três dias e teste de desempenho. O VO2MAX e os limiares ventilatórios (limiar ventilatório 1 e 2) serão avaliados durate o teste progressivo máximo. A economia de corrida será determinada pela razão entre o VO2 e a velocidade (80% do ponto de compensação respiratória). O VO2 será considerado a média dos 30 segundos finais do esforço de dez minutos. Aproximadamente após uma hora de intervalo os sujeitos realizarão um esforço máximo de 5-km em pista oficial de atletismo. O desempenho dos participantes será controlado por meio de cronômetro manual por avaliador experiente. A análise do VO2 será feita por um analisador de gases MetaLyzer® 3B (Cortex Biophysic, Leipzig, Alemanha). Previamente e imediatamente após o desempenho de 5-km, 5 mL de sangue venoso serão coletados por profissional qualificado. Posteriormente, as concentrações plasmáticas de nitrato e nitrito serão calculadas por meio da cromatografia líquida de alta frequência. A normalidade dos dados será testada pelo teste de Shapiro-Wilk. A análise do efeito agudo da suplementação de nitrato de sódio pré e pós oito semanas de TIAI será feita por uma análise de variância de dois caminhos, tendo como fatores: suplementação (nitrato de sódio e placebo) e momento (pré e pós treinamento). O efeito agudo será avaliado para as seguintes variáveis: economia de corrida, desempenho de 5-km e amostras sanguíneas. A análise do efeito crônico da suplementação de nitrato de sódio associado ao TIAI será feita por uma análise de variância de dois caminhos, tendo como fatores: grupo (experimental [nitrato de sódio] e placebo) e momento (pré e pós oito semanas de treinamento). O efeito crônico será avaliado para as seguintes variáveis: VO2MAX, limiares ventilatórios, economia de corrida, desempenho de 5-km e amostras sanguíneas. Em caso de efeito principal ou interação, o post-hoc de Bonferroni será utilizado. Em todas as análises serão calculados os tamanhos de efeito pelo ETA squared. Para todos os casos será utilizado p < 0.05.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Edvalda Araujo Leal

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estratégias de ensino e a motivação discente na educação contábil
  • O objetivo geral da pesquisa é investigar quais as técnicas e/ou estratégias de ensino utilizadas e que proporcionam maior eficácia na educação contábil, bem como analisar se existe relação estatisticamente significativa entre as estratégias de ensino e o tipo de motivação identificada nos alunos do curso de Ciências Contábeis. O estudo caracteriza-se como empírico analítico, a classificação da pesquisa será de caráter exploratório e descritivo, na medida em que visa identificar e estruturar informações e conhecimentos acerca das estratégias de ensino aplicadas na educação contábil e a motivação discente no processo ensino aprendizagem, com intuito de contribuir para a elaboração de estudos mais aprofundados em relação ao tema. A pesquisa contemplará métodos mistos de coleta de dados, com abordagens quantitativas e qualitativas. Espera-se que os resultados desta pesquisa contribuam para docentes e gestores educacionais na análise de estratégias que estão sendo aplicadas no ensino da contabilidade, bem como a influência da motivação no processo ensino-aprendizagem. O estudo poderá subsidiar a gestão acadêmica nas reflexões e ações que envolvam a qualificação dos docentes quanto a procedimentos didáticos pedagógicos para uma melhor aplicação na educação contábil.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Edvaldo Sagrilo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • absorção de nutrientes e desenvolvimento de culturas graníferas em sistemas de produção integrados no leste maranhense
  • O Cerrado nordestino desponta como fronteira agrícola. Nesta região, a adoção de sistemas integrados como a integração lavoura-pecuária-floresta ou integração lavoura-pecuária estão sendo adotadas como alternativas promissoras por propiciar maior diversificação de atividades e intensificar a produção rural. No entanto, há carência de informações sobre a dinâmica de nutrientes em sistemas como no consórcio de milho com forrageiras e os efeitos do componente arbóreo nas culturas agrícolas, principalmente no que concerne ao suprimento de macro e micronutrientes. No presente projeto, objetiva-se avaliar o crescimento, a marcha de absorção, o acúmulo de nutrientes e a produtividade de culturas graníferas em sistemas integrados nas condições edafoclimáticas do leste maranhense. Os trabalhos serão executados em Brejo-MA, a partir de dois ensaios experimentais. O primeiro experimento será conduzido com a cultura do milho, sendo este cultivado tanto em consórcio com braquiária ruziziensis, como em cultivo solteiro, procedendo coletas de plantas de milho e da braquiária a cada quatorze dias a partir do estádio V2-V3, até o final do estádio reprodutivo. Serão colhidas em cada período, cinco plantas representativas de cada tratamento, mensurando-se dados biométricos, fracionando-se as plantas nos diferentes órgãos (colmo, folha, estruturas reprodutivas e grãos), com posterior análise do teor de macro e micronutrientes e acúmulo de nutrientes. O segundo experimento será realizado com a cultura da soja em duas condições: cultivada próxima e distante de renques de eucalipto em sistema silviagrícola, com coletas de plantas e análises das mesmas ao longo do desenvolvimento da cultura, conforme mencionado para o ensaio com o milho. De posse dos dados serão geradas curvas com o desenvolvimento e a marcha de absorção dos nutrientes das culturas do milho e da soja em manejos inerentes a sistemas integrados no leste maranhense. Espera-se, com a presente pesquisa, contribuir para o melhor entendimento da dinâmica de nutrientes das principais culturas agrícolas conduzidas em sistemas integrados no Cerrado nordestino e subsidiar o manejo da adubação.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Edvane Birelo Lopes De Domenico

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • qualidade de vida de sobreviventes de câncer de mama vulneráveis socioecologicamente: adaptação transcultural e validação do instrumento “women survivors study”
  • Introdução: O câncer é a segunda causa de morte no mundo, sendo o câncer de mama o de maior incidência na população feminina, inclusive nos países em desenvolvimento. A melhoria nos processos diagnósticos, terapêuticos e no acesso ao tratamento das mulheres favoreceu o aumento nas taxas de sobreviventes por câncer de mama mundialmente. Entretanto, as diferentes condições socioeconômicas, culturais, educacionais e ambientais geram impactos diferentes nas sobreviventes de câncer de mama, e estudos demonstraram menores indicadores de qualidade de vida e funcionalidades (físicas e mentais), maiores taxas de adoecimento por comorbidades e novos cânceres em sobreviventes vulneráveis. O Instrumento “WOMEN SURVIVORS STUDY” foi idealizado pela Dra Kimlin Tam Ashing, City oh Hope Hospital, para obter dados sobre variáveis abrangentes. Para a população brasileira, não há dados disponíveis e estes necessitam ser devidamente mapeados na perspectiva destes indicadores. Objetivo geral: adaptar a nossa cultura e validar o instrumento para a Língua Portuguesa “WOMEN SURVIVORS STUDY”; objetivos específicos: adaptar culturalmente o instrumento, testar a validade e confiabilidade do instrumento na versão adaptada para a língua portuguesa do Brasil e caracterizar sobreviventes de câncer de mama na perspectiva socioecológica. Método: trata-se de um estudo metodológico, transversal, com abordagem quantitativa, multicêntrico, dividido em duas etapas. A etapa um reúne a adaptação transcultural e a validade do instrumento. A etapa dois compreende a aplicação do instrumento em estudo de campo com os usuários. Para a realização da adaptação cultural, serão seguidas as recomendações de Guillemin: tradução, back-translation e avaliação pelo comitê de juízes. A tradução do instrumento, será realizada por dois profissionais bilíngues da área da saúde, com ênfase em oncologia, tendo o português como língua nativa. Após as traduções, será formado um comitê de especialistas, por meio da técnica Delphi. A técnica visa a participação de experts no assunto para avaliar a relevância das questões com o tema proposto. A validade do instrumento será realizada pela validade de conteúdo e constructo. A validação do conteúdo será realizada por meio do comitê de especialistas através do nível de concordância entre os juízes. Para a validade de constructo se utilizará a análise fatorial confirmatória com testes de correlação de Pearson entre as medidas dos constructos relacionados; e a validade concorrente convergente, aplicando-se o EORTC-QLQ30-BR-23, composto ao todo por 53 perguntas em escala likert, com repostas de um ponto a cinco pontos, as questões 29 e 30 pontuam de um a sete pontos. Para a análise fatorial confirmatória serão avaliados os componentes principais com a rotação ortogonal, pelo método Varimax, aplicado com o objetivo de maximizar a soma das variâncias das cargas da matriz fatorial. Considera-se valores acima de 0,4 como carga fatorial aceitável para manutenção do item no instrumento final. A confiabilidade será avaliada por meio do coeficiente de alfa de Cronbach. Após a finalização do processo de adaptação cultural, será elaborada uma versão preliminar para o teste-piloto, aplicado de acordo com os mesmos critérios de inclusão e elegibilidade determinados para a validação do estudo, em uma amostra de conveniência. Local: o estudo será realizado nos ambulatórios de acompanhamento do Hospital São Paulo e Hospital A.C. Camargo Cancer Center, localizados no município de São Paulo. Participantes: pacientes considerados livres de doença que realizaram o tratamento de câncer de mama. Serão necessários 1.725 participantes, devido ao instrumento ser composto por 345 questões. Análise dos dados: os dados sóciodemográficos serão avaliados de forma descritiva, por meio de números absolutos e percentuais. O processo de validade de conteúdo será calculado o índice de validade de conteúdo (IVC), que indicará a porcentagem de concordância entre os especialistas. Para a validade do construto será realizado a abordagem de testagem de hipótese. A confiabilidade avaliará a estabilidade, com aplicação do teste-reteste, utilizando o coeficiente de r de Pearson, já para a homogeneidade será realizado através do coeficiente alpha de Cronbach. Impacto esperado: espera-se que o instrumento adaptado transculturalmente e validado colabore consubstancialmente para a identificação da QV da população de sobreviventes vulneráveis socioecologicamente de câncer de mama e que os resultados possam contribuir com a implantação de políticas institucionais e públicas.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Edvani Curti Muniz

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • hidrogéis a base de complexos polieletrolíticos obtidos em líquido iônico para aplicações como scaffolds e adsorventes
  • Neste projeto é proposto o desenvolvimento de hidrogéis baseados em complexos polieletrolíticos para aplicação em biomateriais e na área ambiental. A obtenção, caracterização e aplicação de cada um dos materiais, como descrito neste projeto, se basearão em duas diferentes linhas de atuação. Na primeira linha de atuação será feito o Desenvolvimento de hidrogéis a base de complexos polieletrolíticos constituídos de quitosana/pectina, em meio do liquido iônico [Hmim][HSO4]. Nesta parte, serão investigadas diferentes formulações para a obtenção de hidrogéis de quitosana/pectina em meio de liquido iônico que possam ser aplicados em biomateriais (como scaffolds e como carreadores de fármacos) e na área ambiental (como adsorventes de íons metálicos e de corantes). Na segunda linha de atuação pretende-se desenvolver hidrogéis a base de complexos polieletrolíticos constituídos de quitosana/sulfato de condoitina e quitosana/heparina, em meio do liquido iônico [Hmim][HSO4] que possam ser aplicados em biomateriais (como scaffolds e como carreadores de fármacos). Há convergência de propriedades dos materiais a serem obtidos, pois para as aplicações que se pretende na área de biomateriais, os materiais devem ser biocompatíveis e, portanto, não citotóxicos. Para as duas linhas de atuação descritas nesta proposta, haverá o envolvimento de alunos de Pós-graduação em Química da UEM e do Programa de Pós-graduação Ciência e Engenharia de Materiais da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, campus Londrina (UTFPR/LD). Terá ainda a colaboração de estagiários de pós-doutorado. Portanto, este projeto será importante para a formação de recursos humanos na área de materiais poliméricos nessas duas instituições, assim como para o entendimento de processos de obtenção de redes tridimensionais de materiais poliméricos hidrofílicos e suas respectivas propriedades, visando aplicações como biomateriais e materiais adsorventes. Para este projeto são solicitados ao CNPq recursos de R$ 120.000,00 para aquisição de um texturometro (cotação em anexo) que permitira a caracterização das propriedades mecânicas dos materiais preparados) no valor de R$ 98 mil, e R$ 22 mil para despesas de custeio associadas a este projeto: reagentes, solventes, vidrarias, pagamento de serviços de terceiros (pessoa física e pessoa jurídica).
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Edvania Aparecida Corrêa Alves

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • avaliação dos impactos da erosão hídrica do solo no sequestro de carbono em campos agrícolas sulinos
  • Os processos erosivos, bem como as modificações nos estoques de carbono orgânico no solo são intensificados e alterados pelas modificações nos usos da terra. Nos últimos 30 anos tem-se verificado no cenário nacional um elevado crescimento na utilização das terras pelas atividades agropecuárias, as quais totalizavam, em 2006, 85% do território nacional. Destaca-se na região sul do país o uso com pastagens nativas e plantadas e culturas temporárias. Apesar dos campos sulinos se mostrarem áreas potencial para o uso pecuário, há muitas evidências de pastagens degradadas ou em degradação. Também há muitas evidências de degradação do solo causados pela erosão hídrica em lavouras temporárias, especialmente aquelas relacionadas à fumicultura, cultura esta em expansão no estado do Rio Grande do Sul. Considerando que os processos de movimentação do solo, incluindo a erosão, transporte e deposição, são responsáveis pela redistribuição de grandes quantidades de sedimentos e de carbono orgânico do solo (COS), tem-se que essa dinâmica é superior em áreas agrícolas susceptíveis à erosão. Neste contexto, o conhecimento da relação entre os processos erosivos e o destino do COS na perspectiva do ciclo mundial de carbono mostra-se de particular importância. No Brasil há poucos estudos científicos relacionados à avaliação da erosão hídrica do solo, especialmente utilizando radionuclídeos. Também as pesquisas envolvendo a dinâmica do COS em paisagens agrícolas se concentram na Europa e na América do Norte. Assim, a presente proposta tem como objetivo avaliar a relação entre as taxas de erosão hídrica e os estoques de carbono do solo em pastagens e lavouras temporárias sulinas. Assim, ter-se-á maior compreensão acerca das dinâmicas envolvidas no processo erosivo, em especial a relação com o ciclo do carbono do solo, contribuindo assim para uma melhor avaliação da sustentabilidade dos solos brasileiros frente às questões de mudanças climáticas.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022