Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Antonio Eduardo Clark Peres

Engenharias

Engenharia de Minas
  • síntese e aplicação de novos coletores para flotação de itabiritos dolomíticos
  • O Quadrilátero Ferrífero apresenta significativas reservas de ferro na forma de itabiritos dolomíticos, no qual a dolomita assume o papel de principal mineral de ganga, em camadas alternadas com a hematita. Esses recursos ainda não apresentam rotas de processamento consolidadas e assim, apesar dos elevados teores de Fe, são considerados reservas marginais e dispostos como estéril. A presença de uma ganga semi-solúlvel reduz significativamente a eficiência da concentração dos itabiritos dolomíticos por meio da flotação catiônica reversa, uma vez que os íons Ca2+ e Mg2+ liberados pela dolomita mascaram e ativam os óxidos de ferro e o quartzo ao precipitarem na superfície desses minerais na forma de hidroxicomplexos, em sistemas de flotação catiônica reversa. O presente projeto visa contribuir para o desenvolvimento de uma rota de processamento para itabiritos dolomíticos por meio de três linhas de investigação. A primeira consiste na caracterização de amostras de itabirito dolomítico do Quadrilátero Ferrífero, de forma a descrever suas características químicas, físicas e mineralógicas. A segunda linha de estudo objetiva a síntese e avaliação de novos coletores para flotação reversa da dolomita e do quartzo. Uma terceira linha visa o estudo das propriedades de superfície dos principais minerais (hematita, dolomita e quartzo) em estudos fundamentais, de forma a obter informações visando descrever a ação dos coletores. A partir dessas linhas de investigação, espera-se expandir o conhecimento acerca dos itabiritos dolomíticos, tanto em relação aos à suas características quanto em relação ao seu comportamento na flotação, além de propor potenciais sistemas de reagentes para a concentração desse recurso. O projeto consiste em uma oportunidade de contribuir para o aproveitamento dos itabiritos dolomíticos, aumentando a produção de concentrados de ferro a partir de uma litologia que é atualmente considerada um passivo ambiental e econômico.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Antonio Eduardo Martinelli

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • manufatura avançada e nanotecnologia aplicadas a materiais particulados estratégicos
  • O Brasil detém 90% da reserva mundial de Nb, mas sua produção é majoritariamente beneficiada e transformada em produtos estratégicos de alto valor agregado no exterior. O Nb2O5 possui grande potencial como anodo em baterias de íons de lítio e seu desempenho se torna ainda superior quando na forma de óxidos mistos Nb/Ti (NTOs) nanoestruturado. Rotas úmidas de síntese de óxidos, como o método solvotérmico, permitem a dopagem e o controle preciso dos parâmetros de produção de Nb2O5 e, portanto, de suas propriedades finais. A redução dos NTOs por meio de tratamentos térmicos resulta em biomateriais metálicos para aplicação em próteses ósseas devido a seus excelente comportamento mecânico e biocompatibilidade. Ligas Nb-Ti a partir de NTOs se diferenciam pela possibilidade de herança morfológica e dimensional das partículas. Os materiais nanoestruturados serão conformados a partir de filamentos compostos por uma mistura de nanopartículas de NTOs com ligantes poliméricos, surfactantes e solventes, com a finalidade de alcançar as características adequadas para manufatura aditiva em impressoras 3D convencionais. Os elementos impressos serão sinterizados em dois grupos para obtenção de: (i) NTOs por sinterização ao ar e (ii) ligas Nb/Ti a partir da redução dos NTOs em atmosfera contendo hidrogênio. Os parâmetros térmicos serão otimizados por meio de simulações de termodinâmica computacional visando produzir microestruturas adequadas para as aplicações propostas. Estudos envolvendo aspectos de superfície dos materiais sinterizados serão realizadas por meio de ensaios de usinabilidade e tribológicos, bem como modificações de superfície por plasma, contribuindo para a otimização do desempenho final dos materiais produzidos. A utilização das técnicas de caracterização empregadas nas atividades do projeto permitirá identificar aspectos composicionais, estruturais, físicos e mecânicos dos materiais produzidos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Antonio Gomes de Souza Filho

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • central analítica em técnicas de microscopia eletrônica e óptica
  • Existe uma grande demanda de técnicas de microscopia avançadas no âmbito da Universidade Federal do Ceará e do Estado do Ceará, bem como das regiões Nordeste e Norte, onde diversos programas de pós-graduação desenvolvem atividades de pesquisa experimental básica e aplicada em ciências e engenharia dos materiais, física, química, geologia, biologia, bioquímica, farmacologia, odontologia, farmácia, ciências do solo, engenharia de pesca e engenharia de alimentos. Diversos grupos de pesquisa demandam o uso de microscopia eletrônica, principalmente de transmissão, nas atividades de pesquisa desenvolvida com o suporte financeiro de projetos individuais e de grandes projetos temáticos tais como redes temáticas nacionais e Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. Os resultados fornecidos por essas técnicas de caracterização revelam novas propriedades dos materiais que podem ser exploradas para provar conceitos, elaborar protótipos com potencial para aplicações tecnológicas. A central analítica com infraestrutura multiusuária e equipamentos de grande porte em técnicas avançadas de microscopia consolidará áreas já bem estabelecidas e catalisará o crescimento de novos programas de pós-graduação incluindo aqueles dos campi avançados (localizados no interior dos Estados) das IFES e das Universidades Estaduais e IFs. É esperada também uma maior inserção internacional dos programas de pós-graduação do Estado atraindo cada vez mais projetos colaborativos com instituições de outros países, a exemplo do PRINT que a UFC faz parte, elevando a qualidade dos cursos de pós-graduação da região. Atenção especial será dada para a atuação da Central Analítica junto ao setor produtivo através de prestação de serviços e projetos de desenvolvimento. Contato permanente com a federação das Indústrias do Estado do Ceará tem sido mantido no sentido de usar as ferramentas e mecanismos dos sindicatos dos setores para divulgar junto às empresas associadas os serviços disponibilizados pela Central Analítica e atrair o setor produtivo para o desenvolvimento de projetos de inovação. Atuando dessa forma, a central analítica impactará de forma positiva os arranjos produtivos locais nas áreas têxteis, farmacêutico, siderúrgico, biotecnologia, polímeros, cerâmico, alimentos, entre outros. O regimento interno da central analítica prevê que 20% do tempo de máquina será dedicado à interação com o setor produtivo. A proposta tem como pleito o financiamento de bolsista, recursos de manutenção dos equipamentos já instalados e a aquisição de equipamento para a preparação de amostras metálicas para medidas de microscopia eletrônica. Esse é um nicho importante de atuação do laboratório tendo em vista o pólo siderúrgico instalado no estado do Ceará.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Antonio Henrique da Fontoura Klein

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • análises dos impactos ambientais e econômico no setor portuário costeiro decorrentes das mudanças do clima: estudos de caso - portos de são francisco do sul (setor público) e itapoá (setor privado), santa catarina [projeto - riscports]
  • Nas últimas décadas, a variabilidade climática tem afetado fortemente o mundo e o Brasil. Essa alteração do sistema climático provoca eventos extremos como chuvas ou secas intensas, alteração no regime de ventos, aumento de ocorrência de ciclones, e até furacões, temperaturas mais altas, inundações costeiras, entre outras ameaças climáticas. Estudos recentes tem demostrando que a frequência destes eventos tem aumentado, tanto em termos de frequência quanto de intensidade, podendo os impactos futuros terem efeitos catastróficos sobre áreas costeiras e instalações portuárias. Quando se fala em infraestrutura costeira, estratégias de adaptação a mudanças climáticas são cruciais, especialmente nos portos e áreas adjacentes, os quais desempenham uma função vital na economia local, regional e global. Desta forma este projeto tem como objetivo identificar as ameaças climáticas e determinar o nível de risco atual e futuro destas ameaças, em dois portos localizados na Baia de Babitonga, Santa Catarina. Sul do Brasil. Após está análise ambiental, complementada com uma econômica será possível propor medidas de adaptação às mudanças climáticas para o setor portuário de economia mista (São Francisco do Sul) e de econômica privada (Itapoá). A metodologia será primeiramente composta por meio de revisão bibliográfica e complementada com aplicação de questionários de pesquisa afim de entender como os gestores portuários lidam com as mudanças climáticas, nomeadamente seus impactos ou planejamento de estratégias de adaptação. Juntamente, serão utilizados modelos climáticos para investigar como se tem atuado as ameaças climáticas no presente e como, provavelmente se comportarão no futuro. Este projeto será desenvolvido por uma equipe multi-institucional, interdisciplinar e internacional, com ampla experiência no tema proposto.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/12/2020-31/12/2022