Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Wilson Massamitu Furuya

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • digestibilidade, desempenho produtivo, retenção de minerais, parâmetros sanguíneos e expressão do gene da enzima fosfatase alcalina em tilápias do nilo alimentadas com dietas suplementadas com nova geração de fitase líquida
  • Dois experimentos serão realizados para elaborar dietas ecologicamente corretas para alevinos de tilápias do Nilo por meio de ensaios de digestibilidade (Experimento I) e de crescimento (Experimento II). No experimento I, serão avaliados os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, energia bruta, proteína bruta, aminoácidos, lipídios totais, cinzas, cálcio e fósforo. Os peixes (n = 180 peixes, peso inicial médio de 30.0 ± 3.0 g) serão distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e três repetições. Será elaborada dieta basal com 320 g/kg de proteína bruta, 4450 kcal/kg de energia bruta, 9 g/kg de cálcio, 8 g/kg de fósforo total e 3 g/kg de fósforo disponível. A partir da dieta basal, serão elaboradas três dietas com 500; 1000 e 1.500 unidades de fitase ativa (UFA)/kg. As dietas serão extrusadas para obtenção de pellets com 3 mm de diâmetro e a fitase líquida será incorporada por aspersão após secagem e resfriamento dos pélletes. Os peixes serão distribuídos em 12 aquários de digestibilidade de 250 L cada, sendo as fezes coletadas pelo método de Guelph modificado. No segundo Experimento II, 384 tilápias (3 ± 0.3 g) serão distribuídas em 24 aquários de recirculação de 100 L/cada e distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e seis repetições. Será elaborada dieta basal com 320 g/kg de proteína bruta, 4450 kcal/kg de energia bruta, 9 g/kg de cálcio, 8 g/kg de fósforo total e 3 g/kg de fósforo disponível. A partir da dieta basal, serão elaboradas três dietas com 500; 1000 e 1.500 UFA/kg. As dietas serão extrusadas para obtenção de pellets com 1 mm de diâmetro e a fitase líquida será incorporada por aspersão após secagem e resfriamento dos pélletes. Serão analisadas as variáveis de ganho de peso, consumo, conversão alimentar, taxa de eficiência proteica, retenção de nitrogênio, índice hepatosomático, gordura visceral, sobrevivência, composição corporal (umidade, energia bruta, proteína bruta, lipídios totais, cálcio fósforo e cinzas), retenção de minerais nos ossos (cálcio, fósforo, ferro, zinco, magnésio, cobre e manganês), atividade de enzimas (alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase e fosfatase alcalina), parâmetros bioquímicos (glicose, proteína total, colesterol total, triglicerídeos, cálcio e fósforo) e expressão do gene da enzima fosfatase alcalina). Os dados serão submetidos à análise de variância e em caso de diferenças, serão comparados pelo teste de Tukey (P< 0,05). Os dados de expressão do gene da enzima fosfatase alcalina serão submetidos a análise de Kruskal-Wallis seguidos de teste de Dunn (P< 0,05).
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022