Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Jamir Afonso do Prado Júnior

Ciências Biológicas

Ecologia
  • serviços ecossistêmicos da vegetação arbórea de cerrado às margem de rodovias: uma importante lacuna para a conservação da biodiversidade
  • Embora as rodovias tenham um papel fundamental no desenvolvimento socioeconômico de um país, estudos apontam que elas estão associadas a graves problemas ambientais como fragmentação de habitas, atropelamento da fauna e acúmulo de resíduos sólidos. Ao longo das rodovias são reservadas faixas marginais de 15 m (faixas não edificáveis ou de servidão), que usualmente são cobertas por vegetação nativa. Embora essas faixas marginais sejam consideradas Áreas de Preservação Permanente segundo a legislação, pouco se conhece sobre seus reais serviços ecossistêmicos e capacidade de servir como refúgios de biodiversidade. Considerando-se a extensão da malha rodoviária que corta o domínio do Cerrado (superior a 100.000 km) e sua faixa marginal de 15 m de cada lado, chegamos a uma extensão de 300.000 ha. Essa área representa quase seis vezes toda a área protegida em unidades de conservação do Cerrado. Neste projeto, será quantificada a biodiversidade arbórea de cerrado sentido restrito (aspectos estruturais, florísticos e funcionais) abrigada às margens de rodovias, e os seus potenciais serviços ecossistêmicos (estoques de biomassa e carbono e oferta de recurso para a fauna). Serão amostradas 25 áreas (0,5 ha cada) em um total de 250 parcelas de 50 x 10 m (totalizando 12,5 ha) de vegetação arbórea (diâmetro a altura do solo ≥ 5 cm) de cerrado sentido restrito. Serão coletados e compilados onze traços funcionais (vegetativos e reprodutivos) que apresentam importantes relações com as funções ecossistêmicas e com as respostas às condições ambientais. Análises de diversidade, dominância, redundância e resposta funcional serão utilizadas para avaliar a resiliência dessas áreas. Análises de sensoriamento remoto permitirão avaliar como diferentes condições ambientais (pluviosidade, temperatura, solo, frequência de fogo e matriz de entorno) alteram os padrões de estrutura e diversidade florística e funcional dessas áreas. Os resultados obtidos serão comparados com estudos em outras áreas de cerrado sentido restrito. Considerando-se que a maioria das áreas de cerrado está altamente fragmentada, este estudo pode ajudar na compreensão de como o cerrado responderá às atuais mudanças climáticas e impactos antrópicos. Conhecer as espécies dominantes e suas características funcionais nesses ambientes altamente estressantes ajudará na formulação de listas de espécies mais efetivas para recuperação de áreas, já que os modelos focados em espécies pioneiras e tardias são ineficazes para o Cerrado. Por fim, a compreensão da real importância da vegetação às margens de rodovias para a biodiversidade como um todo e de seu potencial de resiliência frente a mudanças ambientais, permitirão o estabelecimento de políticas públicas efetivas que garantam a sua conservação.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jamylle Nunes de Souza Ferro

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • avaliação do efeito antitumoral do triterpeno pentacíclico friedelina em modelo murino de tumor de ehrlich
  • O câncer afeta um número cada vez maior de pessoas em todo o mundo, e no Brasil, com exceção do câncer de pele do tipo não melanoma, o câncer de mama é o tipo mais frequente em mulheres, apresentando elevados índices de mortalidade. Apesar dos avanços, os tratamentos disponíveis para a terapia do câncer ainda são insatisfatórios, e dentre os quimioterápicos, cerca de 60% das substâncias usadas no tratamento de neoplasias são obtidas e/ou modificadas a partir de produtos naturais, reforçando a importância destes recursos no desenvolvimento de fármacos para o tratamento dessas desordens. Com isso, compostos terpênicos obtidos de plantas medicinais, como o triterpeno pentacíclico friedelina, apresentam importantes efeitos biológicos descritos na literatura, como antiulcerigênicos, antimicrobianos, antifúngicos, anti-inflamatórios e antiproliferativos. Além disso, estudos recentes indicam uma atividade citotóxica da friedelina frente a uma linhagem de células de câncer de mama humano (MCF-7). Entretanto, o efeito deste triterpeno sobre o desenvolvimento de tumores in vivo ainda não foi avaliado. Desta forma, o objetivo do presente projeto consiste em avaliar o potencial antitumoral do triterpeno pentacíclico friedelina em um modelo murino de câncer. Uma vez alcançados os objetivos propostos, espera-se obter dados relevantes acerca dos efeitos antitumorais da friedelina, especificamente elucidar os efeitos deste triterpeno sobre a proliferação e a apoptose de células tumorais, bem como seu efeito antiangiogênico. Com isso, espera-se poder avançar nos conhecimentos sobre os efeitos farmacológicos da friedelina e propiciar bases para o desenvolvimento de um medicamento que seja mais eficaz e menos tóxico para os pacientes com câncer, tendo um impacto positivo diretamente sobre a saúde pública. Além disso, o projeto ora apresentado se insere fortemente nos objetivos de incremento da produção científica e em outros requisitos deste edital, onde espera-se garantir a formação de recursos humanos de elevado nível científico com know-how nesta área do conhecimento para atividades acadêmico-científicas aplicadas à saúde.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaina da Silva Crespo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de filmes finos biocompátiveis de pah/paa contendo nanopartículas de óxido de zinco obtidas por método convencional e verde
  • Materiais sintéticos biocompatíveis vêm sendo muito estudados e utilizados na área biomédica para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Dentre esses, filmes finos poliméricos se tornam atrativos por apresentarem características químicas versáteis, propriedades mecânicas similares aos tecidos humanos e biocompatibilidade. Atualmente, diversos estudos apresentam o desenvolvimento de filmes finos poliméricos contendo nanopartículas metálicas para aperfeiçoar ou alcançar determinadas propriedades. Nanocompósitos de polímero-metal podem ser utilizados na área médica como dispositivos condutores, sensores, entre outros, e contemplam poder bactericida de metais tais como prata e ouro. Estudos reportam também, a característica de biocompatibilidade de nanopartículas de óxido de zinco (ZnO). De acordo com os estudos, o óxido de zinco possui baixa toxicidade e biodegradabilidade. Dessa forma, este projeto visa desenvolver um filme fino polimérico contendo nanopartículas de zinco para potencial aplicação na área biomédica, considerando que determinados materiais poliméricos são biocompatíveis e que o óxido de zinco possui baixa toxicidade e ação bactericida. Além disso, é proposta a obtenção dessas nanopartículas por síntese verde utilizando-se extrato de erva mate como agente complexante.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaina de Moura Engracia Giraldi

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • comunicação da marca-país do brasil em anúncios promocionais de turismo por meio do ferramental da neurociência
  • A grande facilidade de acesso à informação no mundo atual tem contribuído para a formação da imagem de destino dos países. A imagem de destino de um país são representações mentais compostas por elementos cognitivos e afetivos que o turista tem sobre determinado destino e que pode ter influência na intenção de comportamento futuro em relação a ele. Para aprimorar a imagem de destino de um país, muitas vezes são desenvolvidas uma marca-país para destinos, que visam comunicar a identidade do país como um destino turístico e diferenciá-los dos demais. A comunicação de uma marca-país pode ser feita por meio de anúncios promocionais de destinos, que devem ser formados por elementos cognitivos de comunicação primária e sinais semióticos. Para um anúncio ser eficaz, é importante que o seu conteúdo e os seus sinais semióticos consigam chamar a atenção, transmitir conhecimento e afeto. Neste contexto, esta pesquisa busca compreender quais elementos da comunicação de marca-país primária e secundária em anúncios promocionais de turismo com conteúdo de experiência real, tem maior contribuição para a formação de uma imagem de destino eficaz para o Brasil. A coleta de dados será realizada por meio da aplicação de questionários e do uso de equipamentos de Eye Tracking e de Resposta Galvânica da Pele com estudantes de uma universidade estrangeira. É esperado que o presente estudo traga contribuições teóricas ao eliminar as lacunas referentes à atenção visual em anúncios promocionais de turismo com conteúdo de experiência real e contribuições práticas para as agências de marketing governamentais que visem desenvolver e tais anúncios.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaína Gonçalves de Oliveira

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento e implementação de uma microrrede híbrida (ca/cc) no campus da faculdade de engenharia - ufjf
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaina Macke

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • inovação social e sustentabilidade no desenvolvimento territorial: um estudo de cidades brasileiras
  • Este projeto tem por objetivo desenvolver um modelo conceitual (framework) para analisar o papel da inovação social no processo de desenvolvimento territorial sustentável de comunidades e cidades. Espera-se que este modelo conceitual possa servir de instrumento de avaliação e diagnóstico de cidades, com vistas ao desenvolvimento territorial sustentável. A ideia da presente proposta teve início com uma parceria junto à Unidade Mista de Pesquisa PACTE (Politiques publiques, Action politique, Territoires), Grenoble, França. Além do objetivo principal, o projeto também prevê a definição de temas de pesquisa de interesse comum entre o PACTE e o grupo de pesquisa Teoria Social nas Organizações (TSO), visando ao desenvolvimento de pesquisas conjuntas e à mobilidade de pesquisadores e estudantes dos programas de pós-graduação envolvidos. Os resultados desse esforço cooperativo com o PACTE e com as demais instituições participantes poderão ser aplicados também em diferentes contextos brasileiros, com foco no desenvolvimento territorial.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaína Martins Cordeiro

Ciências Humanas

História
  • violência, história e contemporaneidade: pensar o século xx
  • A violência política sempre esteve presente na história da humanidade. No entanto, foi especialmente durante o século XX que se tornou mais evidente a presença da violência nos conflitos pelo poder, fruto da alta capacidade destrutiva propiciada pelos avanços da tecnologia. As duas guerras mundiais (1914-1918 e 1939-1945), assim como o Holocausto, converteram-se nos emblemas do caráter violento do século. Se o foco das reflexões sobre a violência política desenvolvida na primeira metade do século esteve, geralmente, centrado nos projetos políticos que levaram ao deflagrar das duas guerras mundiais, assim como no desenrolar destas, o interesse dos investigadores centrou-se, no que respeita à segunda metade do século, na violência levada à cabo pelos próprios Estados bem como nos conflitos caracterizados pela presença de organizações e grupos armados que enfrentaram o seu poder. Passada mais de uma década desde a mudança de século, este projeto propõe ampliar a visão sobre as diversas formas de violência política que caracterizou o século XX.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janaina Miranda Bezerra

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação do emprego do teste rápido treponêmico na triagem reversa da sífilis em comparação ao teste vdrl em hospital de referência do sul do maranhão – nordeste
  • A sífilis é uma doença infecciosa crônica, causada pelo Treponema pallidum, considerado um importante agravo da saúde pública no Brasil e com altos índices de detecção no Maranhão. Dentre as doenças que podem ser transmitidas durante o ciclo gravídico-puerperal, a sífilis é a que apresenta uma das maiores taxas de transmissão, podendo ocorrer em qualquer fase da gestação e em qualquer estágio, no entanto quanto mais recente for a infecção materna, maior é o risco de comprometimento fetal. A sífilis na gestação ainda é observada em uma parcela significativa de mulheres, o que favorece diretamente a ocorrência de sífilis congênita (SC). Em 2016, a taxa nacional de detecção de SG/mil nascidos vivos, foi de 12,4 casos. No Estado do Maranhão esses indicadores chegaram a 6,4/mil nascidos vivos. O diagnóstico é baseado na realizacão de testes imunológicos não treponêmicos, como o Venereal Diseases Research Laboratory (VDRL), e testes treponêmicos, como o Teste Rápido (TR). A utilização dos testes rápidos, para o diagnóstico de infecção pelo HIV e da sífilis na gestação, tem se mostrado uma estratégia eficaz na implementação de novas medidas de abordagem para o diagnóstico rápido e eficaz dessas infecções durante a assistência ao pré-natal e ao parto. O teste rápido para HIV faz parte da rotina nas maternidades brasileiras, apesar de nem sempre estar disponível, já o teste rápido para sífilis ainda precisa ser implementado a nível nacional, principalmente no que tange as áreas com baixa adesão ao pré-natal e poucos recursos diagnósticos. O projeto visa analisar a concordância do teste rápido treponêmico com o teste VDRL e com o fluxograma de testes utilizados na rotina laboratorial para diagnóstico de sífilis em maternidade de referência. Além de avaliar a frequência do cumprimento das recomendações do protocolo ministerial preconizado para o diagnóstico da sífilis durante o pré-natal e parto. Serão selecionadas amostras de soros de gestantes e parturientes que realizarem teste rápido para Sífilis na triagem e apresentarem-se reagente e as mesmas serão encaminhadas para realização de VDRL e se reagente ou discordante, realização de confirmatório FTA-ABS, seguindo algoritmo proposto. Será realizado análise descritiva, incluindo distribuição de frequência para variáveis qualitativas e cálculo de média e desvio-padrão para variáveis quantitativas. As taxas de prevalência da infecção por T. pallidum serão estimadas pela presença de teste confirmatório positivo e serão fornecidas pelo diagnóstico em questão, sendo calculados os correspondentes intervalos de confiança a 95%. As possíveis associações entre as infecções e comportamentos de risco ou variáveis demográficas e clínicas serão realizadas por meio de testes de qui-quadrado com correção de Yates ou de Fischer quando apropriado. O teste kappa será utilizado para avaliação da concordância entre os resultados entre os testes. Além disso, serão mostrados os dados sócio-demográficos das gestantes e parturientes envolvidas no estudo.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janayna Maria da Rocha Carvalho

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • reflexividade e mudança de parãmetros no português brasileiro
  • O português brasileiro (PB) passa por uma reestruturação do seu quadro de pronomes reflexivos. Neste projeto, estudaremos a variação sincrônica no uso de reflexivos nessa língua com vistas a entender, de modo amplo, os mecanismos de reflexividade nessa e outras línguas, além de questões ligadas à mudança linguística. Os dialetos do PB exemplificam variações em relação ao uso da anáfora se em relação aos seguintes fenômenos: (i) concordância em pessoa e número com a anáfora se; (ii) possibilidade de uso de verbos naturalmente reflexivos sem uma anáfora abertamente realizada, como em vestir-(se) e (iii) ocorrência de SE vs. pronomes com verbos de percepção. Todas essas mudanças acompanham outras mudanças já bastante descritas no PB, como enfraquecimento da concordância verbal, reestruturação do quadro dos pronomes pessoais, entre outras. Como as variações em sentenças reflexivas aqui descritas foram também documentadas na passagem do inglês antigo para o inglês médio, por exemplo, quando essa língua mudava sua marcação de parâmetro de pro-drop para não pro-drop, propomos que as mudanças em sentenças reflexivas devem ser integradas ao estudo de mudança paramétrica do PB com vistas a determinar a marcação paramétrica atual dessa língua. Em suma, um melhor entendimento das sentenças reflexivas do PB pode exemplificar os mecanismos pelos quais o PB e as línguas mudam de uma forma geral.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Jandir Ferrera de Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • dialogos regionais: o desenvolvimento regional na perspectiva dos atores regionais
  • Esta pesquisa analisará a percepção e a evolução do desenvolvimento regional nas Mesorregiões diferenciadas brasileiras. As Mesorregiões Diferenciadas são espaços sub-nacionais, contíguas entre dois ou mais Estados, cujos perfis sociais, econômicos e históricos apresentam similaridades e por vezes interagem entre si. No caso dessas regiões, estudos do Ministério da Integração Nacional apontavam um nível de desenvolvimento socioeconômico abaixo da média estadual ou nacional, o que demonstrava um perfil de baixo dinamismo econômico ou estagnação. Essa pesquisa utilizará dados do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal para traçar o perfil do desenvolvimento regional. Na sequência, essas informações serão debatidas com os dirigentes e lideranças que compõem o Fórum das Mesorregiões Diferenciadas, organismo de representação dessas regiões junto ao Ministério da Integração Nacional. Com os resultados, será possível captar a percepção do desenvolvimento regional nas lideranças das Mesorregiões Diferenciadas e avaliar a trajetória de desenvolvimento desses espaços.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jandyr de Menezes Travassos

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo geofísico da geleira pine e da sua interface gelo--rocha
  • O presente Projeto propõe a realização de levantamentos geo- físicos na Geleira Pine, frente às evidências do contínuo rebaixamento da sua superfície topográfica e da sua contribuição negativa à estabilidade do balanço de massa na região. Estão previstos levantamentos GPR e de sísmica para prover informações necessárias ao entendimento dinâmica presente e pretérita da cobertura de gelo da geleira, que tem com implicações diretas nas mudanças no clima global e no nível do mar. As observações geofísicas serão integradas a dados meteorológicos e glacioquímicos de modo a entender evolução da cobertura de gelo Antártico na região da Geleira Pine, no contexto do sistema climático global.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Jane Adriana Vasconcelos Pacheco Rios

Ciências Humanas

Educação
  • profissão docente na educação básica da bahia
  • Este projeto de pesquisa busca investigar como se configura a docência na Educação Básica baiana, a partir da cartografia sobre a profissão docente na relação com a diversidade. O interesse nesta pesquisa nasceu da falta de dados sistematizados sobre a docência no Estado, criando uma lacuna na ação, intervenção e pesquisa sobre o tema. Este estudo foi construído a partir de métodos mistos, no sentido exposto por Moscoso (2017), em que dados quantitativos e qualitativos serão usados de forma complementar. A pesquisa envolverá duas dimensões: uma que atenderá o levantamento quantitativo das informações acerca do perfil socioprofissional dos docentes realizado através de um Survey; e a outra consistirá na produção/levantamento da Documentação Narrativa de experiência pedagógica construída pelos docentes. A pesquisa será realizada, inicialmente, em dois territórios de identidade do Estado da Bahia, sendo a Região Metropolitana de Salvador e o Piemonte da Diamantina, os quais serão representados através das respectivas sedes territoriais (Salvador e Jacobina). Os colaboradores da pesquisa serão os docentes que atuam no Ensino Fundamental, nas Redes Municipais de Educação. Espera-se que esta pesquisa possa apresentar indicadores importantes para a Educação Básica na Bahia e, a partir daí, criar o Observatório da Profissão Docente no Estado, constituindo-se como banco permanente de “dados” e de experiências pedagógicas. Pretendemos ainda consolidar Rede de pesquisa e formação colaborativa envolvendo Universidades nacionais (UEFS, UNIVASF, USP, UERJ, UFOB) e Universidades internacionais (UPN e UBA), parceiras nesta pesquisa.
  • Universidade do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jane Felipe Beltrão

Ciências Humanas

Antropologia
  • genocídio & povos indígenas. leituras do relatório figueiredo
  • Genocídio contra povos indígenas no Brasil é prática que vem da Colônia, ultrapassa o Império, e chega à República “naturalizada”, a ação estatal possui efeitos deletérios, mas é sistematicamente, negada pelo Estado. Entretanto, a publicização do Relatório Figueiredo permite pensar em novos rumos para a escrita da História dos Povos Indígenas no Brasil. Acredita-se que, analisar o documento antes referido, é tarefa urgente, considerando que durante o período ditatorial, houve o recrudescimento das ações de violência reconhecidas como Genocídio. Razão pela qual, pretendo conhecer os veios, ainda pouco explorados da Ditadura, para via a Antropologia e a História, para compreender a violência perpetrada contra os povos indígenas, no que tange aos direitos étnicos, pelo Serviço de Proteção ao Índio (SPI) que segundo os registros do Relatório indica: a dilapidação do patrimônio indígena incluindo: bens materiais, territórios, terra, edificações, aldeias e vilas, e bens não-materiais: conhecimentos, saberes e cosmologias, ampliando assim a compreensão da “guerra que se trava”, no Brasil, mesmo “sem estar em guerra” pela posse da terra. Para a consecução dos objetivos propostos, o Relatório será etnografado para eleger os casos passíveis de estudo, desde que recorrendo a literatura pertinente e ao trabalho de campo, sempre que possível, com a colaboração de intelectuais indígenas.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jane Herber

Ciências Humanas

Filosofia
  • 3ª feira estadual de ciências univates, descobrindo talentos para a pesquisa e tecendo redes interdisciplinares
  • A 3ª Feira Estadual de Ciências Univates e 10ª Feira de Ciências Univates: descobrindo talentos para a pesquisa e tecendo redes interdisciplinares” têm como meta dar continuidade ao trabalho desenvolvido nas edições anteriores, aprimorando as ações e, consequentemente, firmando esta instituição como um centro regional e estadual de divulgação científica. Tem como objetivo geral fomentar a difusão e a divulgação de trabalhos científicos desenvolvidos por estudantes e professores da Educação Básica em diferentes áreas do conhecimento, valorizando a interação dos objetos de estudo com as demandas socioambientais e tecnológicas em uma perspectiva inclusiva e empreendedora. Sob outra perspectiva, a Feira constitui-se em uma iniciativa no âmbito da educação não formal, por meio da qual é possível promover e divulgar a cultura científica e o conhecimento contemporâneo incentivando a alfabetização científica e tecnológica de crianças e jovens. Além disso, almeja-se estimular o desenvolvimento do espírito crítico e criativo dos estudantes. Quanto à abrangência, a “3ª Feira Estadual de Ciências Univates e a “10ª Feira de Ciências Univates: descobrindo talentos para a pesquisa e tecendo redes interdisciplinares” visa envolver estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico das escolas do estado do Rio Grande do Sul, atendendo à abrangência estadual da “Chamada CNPq/MCTIC nº 11/2019 - Feiras de Ciências e Mostras Científicas”. A realização da Feira, em outubro de 2020, é antecedida de atividades de formação e de divulgação, cujo propósito é incentivar a participação da comunidade escolar na Feira de Ciências. No âmbito da extensão universitária, a Feira de Ciências está articulada ao “Programa de Extensão Ciências Exatas e Tecnológicas, sendo que um dos projetos de Extensão do referido Programa é a Feira de Ciências, Pesquisa e Inovação”. O Programa de Extensão engloba 7 projetos de extensão da Univates que tem como base a popularização e divulgação científica na Escola Básica. Tal projeto realiza oficinas de Ciências para estudantes da Educação Básica no decorrer do ano letivo, além de oficinas voltadas para a escrita de projetos científicos e a realização da Feira na Instituição. Em termos de resultados, espera-se que os estudos e pesquisas vinculados à Feira de Ciências Univates contribuam para a compreensão dos fenômenos científicos e da natureza da atividade científica, para a divulgação de boas práticas e para a reflexão sobre temáticas relevantes no contexto das comunidades escolares envolvidas. A realização da Feira visa compartilhar e discutir trabalhos de investigações em diferentes áreas do saber, fomentando uma visão de conhecimento e de ciência sistêmica e interdisciplinar possibilitar com estudantes, professores e comunidade escolar, em nível estadual. Considerando a bem sucedida trajetória institucional na promoção de feiras, é possível vislumbrar a importância estratégica de garantir a realização de mais uma Feira para continuar estimulando e apoiando o desenvolvimento de projetos de investigação científica junto à Educação Básica, em âmbito estadual. Seguramente, o alcance desse tipo de iniciativa vai além dos momentos de realização de feiras, concebidas como espaços não formais de aprendizagem, pois potencializam os processos de problematização e de inovação no Ensino de Ciências, promovendo o desenvolvimento da criatividade e da capacidade investigativa e empreendedora dos estudantes e professores, despertando vocações, incentivando a pesquisa nas escolas e contribuindo para a qualificação do ensino escolar em diferentes áreas.
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 07/01/2020-28/02/2022
Foto de perfil

Jane Paiva

Ciências Humanas

Educação
  • constelações analíticas do direito à ed. em novos contextos históricos: que sentidos para a diversid
  • O processo de investigação problematiza e reorganiza conceitos de exclusão/inclusão à medida que as narrativas de sujeitos diversos – jovens e adultos de classes populares que, quanto mais diversos, mais desiguais – se evidenciem, explorando a utilidade desses conceitos. Ir além da produção existente para forjar novas compreensões, pondo em cheque a formulação de Sawaia (2009), com a concepção de sofrimento ético-político, e como esta se constitui para sujeitos que vivem ou viveram injustiças sociais, que nesse caso, se traduzem em situações de interdição à educação e fracasso escolar. A promoção do reconhecimento social requer ações promovidas pelo Estado em resposta a especificidades de grupos estigmatizados e, ao defender que tratar os sujeitos como iguais demanda reconhecer suas diferenças, valemo-nos de Santos (2006, p. 462) no que respeita ao direito à igualdade e à diferença: “[...] temos o direito a ser iguais, sempre que a diferença nos inferioriza; temos o direito de ser diferentes sempre que a igualdade nos descaracteriza”, que defende um processo de reconceitualização, cujo eixo articula igualdade e diferença — passar da afirmação da igualdade ou da diferença para a da igualdade na diferença. Em políticas públicas, resulta a defesa de se formularem segundo especificidades dos destinatários, para que nem diferença, nem igualdade sejam subsumidas, homogeneizando falsamente a sociedade. Fraser (2007) na concepção de reconhecimento integra questões relacionadas à justiça, articulando-as com políticas de distribuição econômica, porque injustiças econômicas e culturais mutuamente se influenciam. Combater injustiças econômicas exige políticas redistributivas; combater práticas culturais estigmatizantes exige políticas afirmativas. O teste empírico da formulação de Sawaia (2009) na realidade social exigirá dialogar com autores e compreensões que ora se afastam e ora se aproximam, o que impõe compreender que teorias existem para balizar o olhar sobre a realidade, mas não se impõem como verdades imutáveis: somente a prática possibilita a confirmação ou a formulação de teorias — este o objetivo da ciência e da investigação. O sofrimento que a condição de interdição de direitos produz nos sujeitos não mutila apenas o corpo, mas também a alma, de diversas maneiras. Valendo-se de Heller (1979), Sawaia distingue dor — própria da vida humana, um aspecto inevitável — de sofrimento — este como dor mediada pelas injustiças sociais —, e assume, com Vigotsky (1993), a qualificação de ético-político para sofrimento, como categoria analítica da exclusão de processos de direito. O significado (como fenômeno intersubjetivo, portanto social e histórico) a ele atribuído, é princípio organizador do desenvolvimento da consciência, e embora não se separe da palavra, concentra as riquezas sociais de seu criador, e se reverte em ideologia. Santos (1997) recomenda o uso de conceitos-processo, porque indicam movimento, cujo sentido só é adquirido ao ser encharcado, como Paulo Freire utilizava, da vida pulsante nos diferentes contextos históricos, ou seja, de realidade. Portanto, a empiria necessária para indignar-se diante da pobreza nega a neutralidade, porque mobiliza a capacidade do pesquisador de refletir sobre a desigualdade social, sem perder o rigor teórico-metodológico. A escolha de sujeitos jovens e adultos no rol de agrupamentos indicados em um dos objetivos da pesquisa aceita, deste modo, o desafio de Sawaia, assim como interpela conceitos de exclusão/inclusão, problematizados e reorganizados à medida que as narrativas se evidenciem, explorando a utilidade desses conceitos e abrindo-se à possibilidade de compreender que necessidades humanas não apenas se fixam em atos de sobrevivência, mas de desejos e sonhos em concomitância, podendo contribuir ao estabelecimento de conceitos-processo de Santos (1997), não mais deserdados e desencarnados, mas libertados da evidência e banalização do mal do outro que o expia como culpa, agora individual e privada, em vez de pública, porque da ordem da injustiça e da desigualdade social. Em busca da potência de ação (ESPINOZA apud FERREIRA, 1997, p. 502) de cada sujeito que vivencia processos de deslegitimidade social porque desprovido de direitos — e em especial do direito à educação —, espera-se contribuir para dar consistência a uma categoria chave na educação de adultos, percebida por muitos de nós, mas também desvelar a complexidade de modos como se forjam o sentimento do padecer e da resistência a ele, pela potência de ação que tem como horizonte a liberdade, ou seja, o desvencilhamento dos grilhões que aprisionam os sujeitos, negando-lhes sua afirmação e expansão. Por meio de entrevistas compreensivas como suporte à metodologia de história oral espera-se alcançar sujeitos de diferentes grupos sociais, que têm em comum a vivência da desescolarização/não alfabetização, respondendo às questões: como os sujeitos vivenciam a situação de desigualdade? Como culpa individual, como incapacidade? Como dor ou como sofrimento ético-político? Percebem a injustiça que os acomete? E como um e outro se expressam em cada grupo de sujeitos nomeados? O que compreendem da própria interdição ao direito à educação e como a enunciam? Que marcas/histórias deixaram em suas vidas? Compreender sentimentos de sujeitos não escolarizados ou, melhor dizendo, interditados do direito à educação — durante toda a vida ou por parte dela — na vida cotidiana, e como são vividos esses sentimentos é a finalidade última da pesquisa: o quanto a interdição do direito é dor, e o quanto é sofrimento, causado pela injustiça social de que são vítimas e o como percebem/sentem o que os acomete.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Janete Magalhaes Carvalho

Ciências Humanas

Educação
  • análise das publicações vinculadas à associação brasileira de currículo (abdc) em sua relação com os estudos da internacional association for the advancement of curriculum studies (tci/iaacs)
  • A pesquisa buscará tecer relações entre as práticas discursivas sobre currículo, partindo de enunciados discursivos, manifestos em periódicos nacionais e internacionais, buscando compor relações de vizinhança e/ou de afastamento entre eles, cartografando, nesse sentido, tramas, diagramas e redes que engendram “regimes de verdade” nos quais se incluem as práticas discursivas e não discursivas que incidem nas perspectivas curriculares assumidas. Nesse sentido, os enunciados discursivos, uma vez constituídos no registro do social, entrecruzam-se, formando verdadeiras redes histórico-culturais que funcionam como uma espécie de “modelo/molde” para a produção de determinados significados e determinadas verdades historicamente localizados. Obviamente, uma formação discursiva, apesar de apresentar regularidades, não é composta apenas de discursos homogêneos, pois diferentes discursos convivem dentro de tal formação. Deve-se considerar, também que, se o currículo não é neutro, tem variado a sua abordagem em função de concepções sociofilosóficas e dos interesses que perpassam as práticas discursivas curriculares. Nas práticas discursivas estão compreendidas negociações permanentes de saberes, valores e condutas que se informam e informam as redes de conhecimentos e os modos que configuram os espaços de estabelecimento da verdade na relação entre linguagem e poder, visto que o arquivo não faz referência, como na linguagem corrente, nem ao conjunto de documentos que uma cultura guarda como memória e testemunho de seu passado, nem à instituição encarregada de conservá-los. As regras do arquivo definem: os limites e as formas do que é possível falar; o que foi constituído como domínio discursivo; o tipo de discursividade que esse domínio possui; os limites e as formas de conservação, ou seja, dos enunciados que estão destinados a ingressar na memória dos homens pela recitação, pela pedagogia e pelo ensino; os limites e as formas de memória como aparecem em cada formação discursiva, isto é, os enunciados válidos, discutíveis ou inválidos, os enunciados considerados próprios e/ou estranhos; os limites e as formas de reativação de enunciados anteriores que a cultura retém, valoriza ou reconstitui e a que transformações e comentários os submetem; os limites e as formas de apropriação, no sentido de identificar os indivíduos ou grupos que têm direito à determinada classe de enunciados, observando como definem a relação de discurso com o seu autor e como se desenvolvem, entre as classes, as nações ou as coletividades, a luta para encarregar-se dos enunciados. Nesse sentido, o debate para a produção curricular em nível nacional e internacional mobiliza, sempre, um conjunto discursivo expressivo, pois nele se articulam as “vozes” de gestores, consultores, especialistas e “praticantes ordinários” do currículo, sobressaindo, evidentemente, nessa composição, a “vontade de verdade” daqueles que hegemonicamente compuseram o “arquivo” do “regime de verdade” instituído. Assim sendo, interessa nesta pesquisa cartografar os enunciados discursivos que compõem os arquivos sobre pensamentospráticas e políticas curriculares em sua perspectiva diferencial, buscando compor os arquivos desta discursividade utilizando, como fontes, periódicos nacionais e internacionais vinculados a duas das mais expressivas associações do campo curricular em nível nacional e internacional ─ a Associação Brasileira de Currículo (ABdC) e a International Association for the Advancement of Curriculum Studies (IAACS), pelo discurso em artigos publicados no periódico Transnational Curriculum Inquiry (TCI), visto que a história do TCI apresenta conexões com o movimento de internacionalização dos estudos curriculares expressos nos objetivos da IAACS, uma das mais conceituadas entidades no campo do currículo, fundada em 2001. Assim sendo, a pesquisa enfocará o discurso expresso pela comunidade acadêmico-científica, manifesto em nível internacional e nacional em periódicos de expressão na área curricular no período de 2012 a 2016. Desse modo, o projeto que aqui se apresenta (detalhado em anexo) pretende aprofundar a discussão sobre o campo curricular, numa perspectiva transnacional, adensando massa crítica à área. Do ponto de vista metodológico pretende-se, por meio de seminários e encontros quinzenais de discussão dos dados, uma construção coletiva do caminho da investigação, discutindo sobre procedimentos, resultados e, sobretudo, sistematizando os achados, consubstanciados em artigos publicados e apresentados em eventos nacionais e internacionais, assim como subsidiar a elaboração de teses e dissertações. Enfim, trata-se de um projeto coletivo que buscará integrar pesquisadores, mestrandos e doutorandos com professores de cursos de pós-graduação. Nesse escopo de análise, o discurso manifesto/vinculado pela TCI/IAACS, pela ABdC sobre a questão curricular apresenta-se, em face dos objetivos deste estudo, importante por: a) ser originário de entidades que congregam cientistas da área de currículo; b) significar o pensamento de intelectuais diretamente envolvidos com o processo de produção de conhecimentos em currículo; c) ser representativo da produção docente e discente, ou seja, de professores e alunos do ensino superior, de graduação e pós-graduação das várias regiões e instituições no Brasil e no mundo. Desse modo, a delimitação de nosso objeto de estudo parte do pressuposto de que a concepção de conhecimento expressa em periódicos especializados da área curricular contribui para o debate e ações políticas, interferindo em práticas discursivas vivenciadas nos múltiplos contextos educacionais, no âmbito dos processos de ensino, de pesquisa, de gestão, normatização e criação curricular.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Jânia Duha

Ciências Humanas

Geografia
  • iphco - fase nacional
  • Vide projeto anexo
  • Instituto Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 30/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Janice Henriques da Silva Amaral

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • novas práticas e estratégias pedagógicas para a educação em saúde no âmbito das instituições públicas de ensino básico
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 12/08/2019-31/10/2022
Foto de perfil

Janilse Fernandes Nunes

Ciências Humanas

Educação
  • ciência e tecnologia do plástico: um argumento para construção de espaços colaborativos de ensino e da abordagem de práticas sustentáveis na educação básica
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Franciscana - RS - Brasil
  • 12/08/2019-31/10/2022
Foto de perfil

Janine Schirmer

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efeitos do uso do cálcio para avaliação da eficácia e segurança no tratamento de gestantes com hipertensão gestacional: ensaio clínico randomizado.
  • A suplementação dietética de cálcio durante a gravidez tem mostrado por meio de ensaios clínicos randomizados realizados em outros países reduzir a incidência dos distúrbios hipertensivos, diminuição dos níveis pressóricos, prevenção de pré-eclâmpsia e trabalho de parto prematuro. Apesar das evidências indicando os benefícios desse micronutriente, uma pequena parcela de gestantes recebe prescrição de cálcio durante a assistência pré-natal em instituições públicas brasileiras, mesmo estando disponível pelo setor público. Ademais, a grande maioria das gestantes do país consomem diariamente baixa quantidade de cálcio em suas dietas, aquém das recomendações e diretrizes internacionais. Diante do exposto, a suplementação com cálcio pode ser um atrativo potencial de intervenção durante o acompanhamento pré-natal. O objetivo dessa pesquisa consiste em identificar por meio de um estudo duplo-cego randomizado a melhor dosagem para a suplementação com cálcio em gestantes com hipertensão gestacional. Propõe-se uma alocação aleatória das pacientes diagnosticadas com hipertensão gestacional em um grupo intervenção máxima (suplementação com 1.500 mg de cálcio) ou em um grupo intervenção mínima (suplementação com 500 mg). A partir do desfecho secundário deste estudo, pretende-se revisar e atualizar as ações dos serviços públicos de saúde durante a assistência pré-natal ofertada para gestantes que apresentam risco potencial de desenvolver síndromes hipertensivas, inserindo novas condutas e rotinas no atendimento à mulher, além de encorajar o uso da prescrição do suplemento baseada em evidencias para a saúde materna-neonatal.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022