Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Daniel Zimmermann Mesquita

Ciências Agrárias

Agronomia
  • projeto de criação do núcleo de estudo em agroecologia e produção orgânica (nea) no âmbito do instituto federal de educação, ciência e tecnologia de mato grosso do sul (ifms) – campus naviraí
  • O modelo convencional de desenvolvimento rural tem trazido diversos problemas econômicos, sociais e ambientais. Vivemos atualmente em um ambiente de agricultura extremamente competitiva em que é necessário buscar a produção por escala para obter rendas lucrativas, sem contar na necessidade de intervenção do governo em alguns momentos para garantir preços adequados dos produtos aos produtores e evitar o exagero de preços praticados ao consumidor. A luta do agricultor familiar por uma agricultura mais igualitária com menor uso de agrotóxicos, maior diversificação, diminuindo também o uso de insumos externos à propriedade rural, buscando aproveitar os recursos internos da propriedade visando à produção de alimentos mais saudáveis, baratos e com qualidade, tem sido também bandeira de luta de alguns setores da economia, do poder público e da sociedade civil. Com a finalidade em contribuir para uma produção de alimentos mais saudáveis, através de uma agricultura baseada em sistemas de manejo e produção que visem a preservação dos recursos naturais e do meio ambiente, atendendo também a demanda por produtos ecologicamente corretos, produzidos sem o uso indiscriminado de agrotóxicos, fertilizantes e outros produtos químicos com grandes e difusos impactos ambientais, faz-se necessário a implantação do Núcleo de Agroecologia e Produção Orgânica (NEA). A partir da criação de um Núcleo de Agroecologia e Produção Orgânica (NEA) no Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) Campus de Naviraí, MS, será possível integrar profissionais ligados à área de ensino, pesquisa e extensão e promover um maior envolvimento e uma maior contribuição com a produção orgânica dos agricultores de Naviraí-MS e região. O projeto visa envolver principalmente aqueles trabalhadores da agricultura familiar que tem como característica a produção de alimentos para subsistência. Além dos citados, serão envolvidos também os estudantes do ensino médio da própria instituição IFMS, e estudantes de escolas do município tanto da parte urbana como rural. Importante observar que, a implantação do NEA, permitirá ainda, uma interação maior com a comunidade rural, conhecendo suas tramas e vivências, identificando a realidade rural, social e econômica, suas limitações e potencialidades. Dessa maneira, enfatizando os preceitos e ações propostas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS), e atendendo também os termos da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO), a expectativa é que haja uma melhoria na qualidade de vida de toda população, por meio do uso sustentável dos recursos naturais e da oferta e consumo de alimentos saudáveis. Além disso, o projeto pretende ser um modelo de referência ao possibilitar a formação necessária ao técnico em agricultura na inter-relação com o produtor orgânico, promovendo uma experiência única de viver o ensino, promover a pesquisa e realizar a extensão, de maneira que se possa chegar a um denominador comum em que todos os envolvidos ganham.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 01/08/2017-31/10/2022
Foto de perfil

Daniela Abreu Matos

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • muito além da narrativa - comunicação e a construção de um mundo comum
  • Esta proposta pretende observar processos e práticas comunicacionais que geram tensões e disputam sentidos hegemonicamente estabelecidos na sociedade brasileira. Desse modo, a proposição é analisar narrativas midiáticas que provocam a inscrição do sujeito que narra (individual ou coletivo) num espaço-tempo que o exclui. Esse movimento analítico busca ampliar o conhecimento sobre modos de atuação de formas comunicacionais contra-hegemônicas e, portanto, contribuir para a constituição de um modo de vida mais plural e democrático. A hipótese central que sustenta essa articulação conceitual compreende que a tomada da palavra, com constituição de um “ser de palavra” (Rancière, 2005), e a consequente inscrição de futuros outros, no presente vivido, é um modo possível de compor uma existência comum aos seres. As lutas políticas contemporâneas sustentadas nas disputas da ocupação de espaços por sujeitos, corpos e imaginários não previstos pelos regimes simbólicos dominantes, como a luta anti-racista, o feminismo negro, movimentos juvenis, movimentos pela terra, exemplificam a gramática comunicacional que o projeto pretende identificar e interpretar. Como estratégia metodológica será acionada a análise cultural, a partir da qual os materiais expressivos são compreendidos integrados à relação indissociável com as experiências sociais que os constituem e, por esse motivo, expressam e agenciam disputas e relações de poder. A hipótese cultural de “estrutura de sentimento” (Williams, 1979) é chave de compreensão fundamental para a percepção de possíveis formações emergentes a partir das práticas e processos sob análise. A noção de narrativa também opera como conceito teórico e metodológico que dá forma a uma experiência dos sujeitos num tempo; o ato de narrar, ao inscrever uma experiência como relato, evidencia a disputa por meio da existência social de um espaço fronteiriço que, conforme Kilomba (2019), é capaz de criar novos sujeitos e novos papéis, fora da ordem colonial”.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniela Abritta Cota

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • observa-ação: (re)conhecimento e direito à cidade
  • Observa-Ação é um projeto de construção conjunta e articulada de (re)conhecimento da realidade urbana das e com comunidades nas quais atuará, por meio da aproximação dialógica entre universidade e comunidade, utilizando metodologias participativas/colaborativas visando a criação de uma plataforma de informações urbanísticas técnicas e comunitárias que publicize conhecimentos sobre a realidade vivenciada na cidade e fomente sua transformação. A falta de conhecimento da/sobre a cidade, colocado por Maricato (2015) como “analfabetismo urbano”, atinge tanto os citadinos quanto os produtores de conhecimento científico especializado. Visando minimizar a discrepância entre a teoria e a prática social, o projeto propõe a aproximação dos sujeitos e suas vivências para a construção conjunta de um conhecimento com ferramentas do pensamento crítico. Busca-se produzir, sistematizar e divulgar conhecimento sobre a realidade de territórios urbanos periféricos de São João del-Rei – conhecimento este produzido com ênfase nos espaços vivido e percebido (LEFEBVRE, 1999)e nas experiências cotidianas dos sujeitos. Apenas o exercício de um poder coletivo de (re)conhecimento e transformação dos processos de produção da cidade nos acerca da possibilidade de reinventá-la, de acordo com as demandas coletivas reais, articulando assim o direito à cidade (Lefebvre, 1968). Trabalhamos com a hipótese de que a construção de cidades efetivamente sustentáveis e mais justas socialmente devem se mirar na construção do (re)conhecimento sobre o lugar e em um horizonte de transformação social. Metodologicamente, propõe-se formas de produção (dialógica) do conhecimento que incorporam métodos e técnicas inovadoras de escuta individual e coletiva, buscando uma leitura de mundo que se pretende libertária (FREIRE, 1987) e articulando a ciência às necessidades populares. Assim, o Observa-Ação propõe o exercício da universidade como articuladora do (re)conhecimento e da transformação social.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Aparecida Chagas de Paula

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo computacional, metabolômico e fitoquímico de partes renováveis de ocotea spp. e seus fungos endofíticos para a descoberta de moléculas inéditas e anti-inflamatórias com mecanismo de ação inovador
  • Substâncias químicas oriundas de espécies vegetais e micro-organismos demonstram considerável potencial anti-inflamatório. Os anti-inflamatórios estão entre os agentes terapêuticos mais utilizados no mundo, porém as limitações dos fármacos atuais faz com que várias doenças inflamatórias ainda não possuam um tratamento satisfatório. Neste contexto, este projeto visa fomentar o desenvolvimento de novos agentes para este fim. O estudo de partes renováveis de Ocotea diospyrifolia e Ocotea odorifera por nosso grupo de pesquisa demonstrou promissora atividade anti-inflamatória in vivo e para extratos e frações, os quais foram capazes de inibir o edema, recrutamento de neutrófilos e a produção de importantes mediadores na inflamação, sugerindo a inibição das principais vias da inflamação, ciclooxigenases (COX) e lipoxigenases (LOX). Vários compostos de diferentes classes foram isolados e identificados, enquanto outros foram apontados como potenciais substâncias inéditas por análises de cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas de alta resolução (UPLC-HRMS). Tais substâncias promissoras precisam ainda ser isoladas, identificadas e ter o mecanismo de ação de inibição concomitante da COX e LOX confirmado. É importante ressaltar que este mecanismo tem sido considerado promissor e superior ao dos fármacos atuais. E por estarem intimamente relacionadas à química destas espécies, destaca-se a inclusão do estudo inédito das substâncias produzidas por seus fungos endofíticos. Assim, propõe-se utilizar estratégia -ômica ao estudo farmacológico e computacional para o estudo aprofundado dessas 2 espécies de Ocotea e seus fungos endofíticos com vistas à descoberta de substâncias com mecanismo de ação anti-inflamatório inovador. Para tanto, serão utilizadas metodologias que nosso grupo de pesquisa vem empregando com propriedade e cuja expertise vem sendo constantemente premiada.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniela da Gama e Silva Volpe Moreira de Moraes

Outra

Divulgação Científica
  • x semana de ciência e tecnologia do ifes campus cariacica
  • Após dois anos pandêmicos, o IFES Campus Cariacica chega em sua décima edição da semana de ciência e tecnologia (SCT). A feira de ciências contará com a exposição de trabalhos de alunos em estandes, através de protótipos, maquetes, cartazes, vídeos, palestras, exposição do grupo de astronomia do campus, jornada científica etc. Devido ao período eleitoral e ao fato do Ifes - Campus Cariacica ser colégio eleitoral do município, esse ano a SCT ocorrerá entre os dias 07 e 11 de novembro de 2022. O tema será “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” e todos os trabalhos estarão alinhados a essa temática. Para o estado do Espírito Santo e o município de Cariacica, a realização da nossa Semana de Ciência e Tecnologia é fundamental e justifica-se sobretudo pelo fato do nosso Ifes estar situado em um dos municípios que possuem expressiva população em condições de vulnerabilidade social e muitos adolescentes ao visitarem nosso Campus terem ali o primeiro contato com uma feira científica. É uma oportunidade para despertar em nossos alunos e na comunidade externa a curiosidade e o interesse pela ciência, tecnologia e inovação. Em edição anterior, além dos cerca de 1200 alunos do campus e mais de 100 servidores, contamos com a visitação de mais de 12 escolas de diversos níveis de ensino, da rede pública e privada, totalizando um público externo de aproximadamente 800 alunos. Além disso, tivemos a presença de pais, familiares, amigos e alunos de escolas não agendadas. Este ano, temos a estimativa de 3.000 visitantes, em especial, dos municípios de Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 21/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Daniela Dallegrave

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • inquérito nacional sobre o perfil educacional e profissional de enfermeiros(as) de saúde integrativa e práticas tradicionais- enfpics
  • A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPICS) preconiza a inserção dessas Práticas na Atenção Primária em Saúde (APS), de forma multiprofissional, com acesso ampliado aos usuários por meios de cuidados complementares (PICS somadas a cuidados biomédicos). No Brasil, não há regulamentos sobre ensino de PICS nos currículos de graduação da área da saúde. Sabe-se que cursos em PICS possuem ampla gama de formatos, carga horária, conteúdos, inserção prática, qualificação do corpo docente etc. Este estudo trata da formação e atuação profissional de enfermeiras brasileiras em PICS, constituindo-se na primeira pesquisa nacional de diagnóstico no tema. Justifica-se pelo grande contingente de enfermeiras inseridos na APS, alguns com uso de PICS. Supõe-se a ampliação do exercício autônomo da enfermagem, necessitando de estudos para investigação. Questões específicas abrangem: qual o percentual de enfermeiras com formação e atuação em PICS? Como avaliam os cursos de PICS realizados? Quais benefícios e desafios no processo de trabalho de enfermeiras de PICS? Objetivo geral é analisar o perfil educacional e profissiográfico de enfermeiras brasileiras que realizaram formação em PICS. Acredita-se que resultados irão dimensionar contingente de enfermeiras nesta área, subsidiar construção de parâmetros mínimos para formação de enfermeiras em PICS, bem como permitir elaboração de resoluções para exercício profissional compatíveis com realidade de enfermeiras que atuam com PICS, possibilitar definição de critérios para suplementação da formação, estratégias de educação permanente em saúde e incorporação de evidências científicas vigentes. Trata-se de integração de dados e análise quantitativos (tipo survey) e qualitativos, exploratória, descritiva e analítica. Envolve coleta de dados em questionário virtual (pesquisaenfpics.org) com perguntas para enfermeiras e outras específicas para aquelas com formação em PICS, contará também com entrevista virtual.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Harumi Hikawa

Outra

Multidisciplinar
  • ciências na escola: nossas aprendizagens no pós-pandemia
  • Este projeto se refere à proposta de realização de feira científica que incentive a participação de professores e alunos de escolas públicas da cidade de São Paulo, pautado no novo documento curricular que almeja a alfabetização científica a partir da abordagem metodológica do Ensino por Investigação. A abordagem das Ciências Naturais (CN) nas salas de aula deve congregar, portanto, os conhecimentos construídos sobre o mundo natural e as práticas que envolvem a produção, a divulgação e a legitimação de conhecimentos, como forma de contribuir para que os alunos ampliem seu repertório e valorizem a ciência como prática cultural. É notável a necessidade de ampliar o escopo do ensino de CN para além de conceitos e de habilidades de memorização, de modo que oportunize a análise, o questionamento e a aplicação do conhecimento a fim de que o aluno possa intervir e melhorar a qualidade de vida individual e coletiva. O debate de ideias sobre conhecimentos prévios e os aqueles com os quais estão começando a tomar contato é um modo privilegiado para que interações ocorram e possam resultar em proposições que possam se tornar conhecimentos legitimados pelo grupo e, o papel do professor, como conhecedor desses conhecimentos validados pela comunidade científica, permite que as construções realizadas estejam de acordo com os conhecimentos aceitos pela sociedade. Pelo exposto, entende-se que a educação básica tem um compromisso social e cultural com a comunidade escolar e a realização da feira contribuirá para garantir à população o contato com mais uma das formas de conhecer o mundo em que se vive, a partir da exposição pública de processos de construção de conhecimento e o uso de práticas pelas escolas da rede municipal de ensino de SP. O evento também contribuirá com outras políticas públicas como a BNCC e o Currículo da Cidade, que defendem a ampliação da leitura de mundo por meio da mobilização de saberes e vivências das CN em diálogo com outras áreas de conhecimento.
  • Prefeitura Municipal de São Paulo - SP - Brasil
  • 21/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Daniela Karine Ramos

Ciências Humanas

Educação
  • sensidex: desenvolvimento e avaliação de um jogo digital para trabalhar competências emocionais na infância
  • O controle inibitório é uma dimensão das funções executivas que envolve o autocontrole e a competência emocional, revelando-se fundamental nos ambientes sociais. Destarte, propõe-se o desenvolvimento e a avaliação do jogo digital Sensidex para o aprimoramento do controle inibitório, focando a competência emocional na infância. O objetivo principal é avaliar as contribuições do uso do Sensidex em intervenções na escola para pautar a construção de um guia didático e a oferta de formação aos professores. A proposta apoia-se na experiência do Grupo de Pesquisa Edumídia e tem como inspiração a jogo de tabuleiro Sensidex já desenvolvido. O Sensidex irá compor um portal de Jogos e Cognição, reunindo informações, materiais, jogos e cursos para professores sobre intervenções voltadas às funções executivas. Parte-se da hipótese que o uso do jogo digital na escola contribui para o aprimoramento do controle inibitório na infância de forma lúdica e inovadora. Justifica-se a proposta pelo reconhecimento do papel do controle inibitório no desempenho escolar, da necessidade de diversificação curricular, das contribuições da integração das tecnologias digitais para aprendizagem e da relevância da formação de professores. A pesquisa utilizará uma abordagem mista para encontrar indicadores sobre as contribuições do uso do jogo digital, sistematizar alternativas pedagógicas para sua integração ao currículo e os aspectos norteadores da formação de professores. Desse modo, organiza-se em cinco etapas: revisão de literatura, desenvolvimento e validação do jogo, realização de intervenções com o Sensidex; elaboração do guia; oferta e avaliação de formação aos professores. As intervenções serão realizadas em escolas de Santa Catarina e Alagoas, somando uma amostra de 550 crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Magalhaes Klökler

Ciências Humanas

Arqueologia
  • animais ‘transformados’ do baixo são francisco
  • Busca-se uma compreensão mais aprofundada e holística dos artefatos ósseos e malacológicos encontrados em contextos funerários de sítios arqueológicos, ao caracterizá-los com maior acuidade verificando táxons utilizados, padrões de manufatura, utilização e deposição e, investigando seus papéis na vida social e simbólica de grupos humanos que ocuparam a região do Baixo São Francisco. O impulso para esta pesquisa advém da existência de 3 objetos ósseos considerados como flautas, depositados em associação com sepultamentos no sítio Justino. Seriam músicos os indivíduos sepultados, em quais momentos seriam as flautas utilizadas, como foram manufaturadas, e a partir de quais animais? Existem fortes indícios que recursos faunísticos desempenharam papel importante na esfera ritual, através do uso como oferendas ou parte de festins, entre outros. A pesquisa visa tentar identificar as matérias-primas (animais), a manufatura, e categorias de artefatos associados a esses contextos e a quais indivíduos, compreendendo dessa forma a transformação dos animais de recursos naturais em recursos sociais. Através deste estudo pretende-se acessar dados sobre a percepção das sociedades que usaram 3 sítios do baixo São Francisco como cemitérios em relação ao mundo animal, principalmente no que concerne a morte, ideologia e o universo simbólico. A análise da confecção e matéria prima dos artefatos pode apontar o simbolismo de certos animais e suas prováveis conexões com atividades e/ou grupos específicos, como anteriormente indicado em pesquisas em sambaquis onde há evidência de correlação entre grupos de afinidade e certos táxons. Durante as diversas etapas na manufatura de artefatos ósseos há a perda de caracteres diagnósticos utilizados por especialistas para identificação taxonômica dos animais originários. Será utilizado método biomolecular, mais precisamente ZooMS para auxiliar na identificação taxonômica dos vestígios artefatuais inaugurando seu uso na arqueologia brasileira.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniela Renata Cantane

Engenharias

Engenharia de Produção
  • a pesquisa operacional aplicada na área da saúde
  • Este projeto consiste na investigação de modelos de otimização aplicados em processos na área da saúde, visando auxiliar os gestores desta área na resolução de problemas e nas tomadas de decisões de forma rápida e eficaz. Além disso, metodologias para resolução dos modelos formulados também serão investigadas, baseando-se em técnicas clássicas e heurísticas, assim como novas propostas abordando técnicas híbridas para melhoria de convergências para a solução ótima global e rapidez computacional, fatores muito importantes na área de saúde. O foco principal desta pesquisa são problemas de planejamento de radioterapia e braquiterapia, e planejamento da distribuição de alimentos para famílias em situação de insegurança alimentar. O planejamento de terapias por radiação é frequentemente realizado por meio de tentativa e erro, o que pode acarretar em problemas futuros ao organismo dos pacientes. Neste sentido, o planejamento otimizado da radioterapia e da braquiterapia é de suma importância para eliminação de células tumorais e proteção dos tecidos saudáveis. Tal planejamento pode ser auxiliado por modelos de otimização e consiste em determinar a posição de feixes de radiação, assim como a quantidade de dose a ser emitida por estes, de forma que haja uma conformação da dose, oferecendo uma dose capaz de eliminar o tumor e poupar os tecidos saudáveis dos efeitos nocivos da radiação. A otimização também pode ser usada para obter um planejamento da distribuição de alimentos para famílias em situação de insegurança alimentar, visto que a pandemia devido à Covid-19 impactou negativamente a saúde e a renda familiar de cerca de 272 milhões de pessoas em todo o mundo e, consequentemente, tais indivíduos vivem em situação de insegurança alimentar. Portanto, esta pesquisa promoverá: assistência no combate à fome; saúde, com base na nutrição saudável e equilibrada; redução do desperdício ou perda de alimentos e, portanto, auxílio na conservação e uso sustentável da biodiversidade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniela Riva Knauth

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • contextos de vulnerabilidade ao hiv entre jovens de camadas populares: um estudo multicêntrico em cinco cidades do brasil
  • Os dados do Ministério da Saúde indicam um aumento na taxa de detecção de Aids entre os homens mais jovens, especialmente na faixa de 15 a 24 anos. Observa-se também o crescimento de notificações de outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis na faixa etária de 13 a 19 anos. Frente a este cenário, o presente estudo tem por objetivo geral compreender os contextos de exposição ao HIV e outras ISTs de adolescentes e jovens (15 a 19 anos) no âmbito comunitário e identificar a diversidade regional no nível do próprio território neste segmento da população. Busca-se comparar os contextos comunitários de cinco cidades brasileiras: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Manaus. O presente estudo se configura enquanto uma pesquisa de tipo formativa, isto é, que utiliza prioritariamente metodologia qualitativa de investigação a fim de obter dados que possam auxiliar o desenvolvimento de intervenções. A fim de dar conta dos diferentes objetivos do estudo, serão utilizadas diferentes técnicas de coleta de dados. Utilizaremos a observação etnográfica para mapear as áreas de interação social. As concepções sobre risco, HIV/Aids, estratégias de prevenção acionadas e relação com os serviços de saúde serão apreendidas através de entrevistas semiestruturadas com adolescentes e jovens. A fim de identificar as estratégias de intervenção mais eficazes para o público jovem, serão realizados grupos focais com adolescentes e jovens. A pesquisa será realizada em comunidades da região periférica das cidades do Rio de Janeiro, Salvador e Manaus (em Porto Alegre e São Paulo estudo semelhante já foi desenvolvido e os dados serão comparados com os das três cidades em estudo). No Rio de Janeiro, a pesquisa será feita em uma das comunidades da Maré; em Salvador no Bairro de Arenoso em Manaus no bairro Educandos. Os dados das observações etnográficas serão registrados em diários de campo em meio digital. As entrevistas semiestruturadas e os grupos focais serão registrados em áudio e serão transcritos na íntegra. Todos os dados serão categorizados a partir dos objetivos do estudo e das categorias teóricas que orientam a pesquisa, tais como sociabilidade, gênero, sexualidade, risco, entre outras. Buscar-se-á também nos dados temas emergentes, isto é, que tenha surgidos no contexto empírico do estudo. Os dados serão analisados de forma comparativa considerando os cinco municípios, buscando aspectos comuns e as especificidades de cada contexto. O presente projeto terá como resultado principal analisar os contextos de vulnerabilidade ao HIV e outras ISTs de adolescentes e jovens no âmbito comunitário e identificar as diversidades existentes entre as regiões e no próprio território. Este estudo tem potencial para subsidiar o planejamento de ações de prevenção do HIV direcionadas à população jovem nos municípios nos quais a pesquisa será desenvolvida. Outro resultado esperado do estudo é o desenvolvimento de estratégias mais efetivas para facilitar o acesso a informações sobre sexualidade, infecções sexualmente transmissíveis e Aids, formas de disponibilização e divulgação na comunidade dos insumos de prevenção, estratégias de estímulo à testagem e de vínculo com os serviços de saúde.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Daniele de Paula Faria

Ciências da Saúde

Medicina
  • imagem molecular para avaliação do efeito do canabidiol no processo de neuroinflamação em modelo transgênico de síndrome de down
  • A síndrome de Down (SD) é uma síndrome genética causada pela trissomia do cromossomo 21. O processo de envelhecimento nesta síndrome é acelerado e a incidência da doença de Alzheimer (DA) é maior e mais precoce que na população sem a síndrome. Sendo que a DA se apresenta de forma precoce na SD, é importante o estudo de intervenções precoces que possam evitar ou retardar as manifestações sintomáticas da demência, assim como tecnologias que possibilitem esta avaliação de forma não invasiva, como a utilização de técnicas de imageamento cerebral. O canabidiol será avaliado como tratamento para diminuir o processo de neuroinflamação presente no processo de envelhecimento na SD, sendo que este será administrado pela primeira vez nesta síndrome, mas já apresentou resultados promissores como anti-inflamatório em outras patologias. Hipotetizamos que o uso do canabidiol irá diminuir o processo inflamatório dos animais com SD e assim retardar (ou evitar) o declínio da memória nesses animais. Estudos preliminares de nosso grupo mostram que os animais SD começam apresentar aumento de neuroinflamação a partir dos 8 meses de idade e este aumento é crescente com o envelhecimento. Para testar nossa hipótese, utilizaremos animais transgênicos para SD, assim como animais transgênicos para DA, de modo a avaliar o efeito do tratamento do canabidiol na presença e ausência da síndrome. Será utilizada a tomografia por emissão de pósitrons (PET) com 11C-PK11195 (marcador de ativação microglial) e coletas de biofluidos (líquido cefalorraquidiano e sangue) para possibilitar a avaliação longitudinal dos efeitos do tratamento em diferentes idades, assim como o teste de reconhecimento de objetos para avaliar memórias de curto e longo prazo. Baseado no potencial anti-inflamatório do canabidiol e seu perfil de alta segurança de uso - já utilizados inclusive em crianças – esse estudo experimental tem um alto potencial translacional e poder servir de prova de princípio para estudos clínicos futuros.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniele dos Santos Martins

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • uso das células tronco como fonte de recursos genéticos para a avifauna silvestre brasileira
  • Atualmente, o Brasil é o segundo país do mundo em maior número de espécies de aves, contabilizando 1.919 espécies, sendo o país com o maior número de novas espécies descobertas na última década, todavia apresenta o maior número de aves ameaçadas 164 espécies. As aves brasileiras são animais alvo da ação antrópica ambiental, bem como do tráfico de animais silvestres; assim torna-se necessário buscar métodos para a preservação das espécies que impeçam a redução da variabilidade e até mesmo sua extinção. A conservação de recursos genéticos apresenta-se como uma alternativa para a diminuição da perda contínua de animais devido à degradação ambiental, sendo os bancos de recursos genéticos uma possibilidade de conservação do material genético de uso imediato ou com potencial de uso futuro. Entretanto um problema enfrentado em aves é a extração e criopreservação adequada das células de diferentes tecidos. Desta forma nossa proposta visa desenvolver uma técnica eficiente para extração, isolamento e criopreservação das células do folículo das penas de aves, uma vez que neste tecido encontramos células com potencial multipotente responsáveis pela proliferação de linhagens celulares para a formação de tecidos específicos. O trabalho utilizará técnicas histológicas, cultivo celular e imunocitoquimica a fim de compreender melhor a dinâmica celular, bem como estabelecer a melhor técnica a ser disponibilizada para preservação das espécies. A utilização das células dos folículos das penas é um método alternativo ao uso de embriões em aves silvestres é sem dúvida um excelente caminho devido à facilidade em obter células somáticas dessas espécies, sem passar pela dificuldade de obtenção de um ovo fecundado e sem eutanasiar embriões. Portanto o presente trabalho abrange os desafios e perspectivas da conservação de material genético de aves silvestres no Brasil, podendo no futuro, servir como uma ferramenta valiosa para a preservação de espécies de aves ameaçadas de extinção.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniele Sirineu Pereira

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeito do exercício na produção de miocinas, cognição, sintomas neuropsiquiátricos e capacidade funcional em idosos com demência – um ensaio clínico aleatorizado
  • As demências são um problema social e de saúde pública, pela alta prevalência e serem uma das principais causas de dependência funcional, institucionalização e morte em idosos. Apesar das evidências dos benefícios do exercício, não há consenso sobre a modalidade mais eficaz para retardar as perdas cognitivas e motoras e há escassez de informações sobre seus efeitos na produção de miocinas e redução da neuroinflamação que acompanha as demências. Identificar estratégias de baixo custo direcionada a mecanismos da neuroinflamação e do declínio cognitivo e físico-funcional, é essencial para direcionar novas abordagens de reabilitação. Objetivo: investigar a associação entre dosagens de miocinas (neuroinflamação), cognição, sintomas neuropsiquiátricos e capacidade funcional em idosos com demência grau leve, e comparar a eficácia de dois programas de exercícios físicos, fortalecimento muscular progressivo e treinamento funcional, sobre essas variáveis. Metodologia: Este é um ensaio clínico aleatorizado, do tipo simples cego, com idosos comunitários com diagnóstico de demência, grau leve, randomizados para um dos grupos de exercício físico, realizados 2 vezes por semana, por 15 semanas. Serão coletados dados sociodemográficos e clínicos, avaliação da função cognitiva, sintomas neuropsiquiátricos, capacidade funcional, risco de cair e coleta sanguínea para dosagem de miocinas, pré e pós-intervenção. Análise de regressão linear e variância ANOVA 2 x 2 serão realizadas para investigar a associação entre as variáveis e para avaliar a eficácia das intervenções. Diante do impacto negativo das demências na funcionalidade de idosos, investigar os mecanismos neurobiológicos e funcionais afetados na demência e a eficácia de programas específicos de exercício sobre desfechos relevantes para idosos e seus familiares, podem abrir novas perspectivas de ações preventivas e terapêuticas na área da fisioterapia, geriatria e gerontologia, para abordagem adequada desses pacientes.
  • Escola de Educação Física, Fisioterapia e TO-UFMG - MG - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Danielle Aparecida Gomes Pereira

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • eficácia da reabilitação domiciliar em comparação com a reabilitação presencial em indivíduos com doença arterial periférica: um ensaio clínico aleatorizado
  • A intervenção com exercício físico supervisionado é reconhecida como tratamento de primeira linha em indivíduos com doença arterial periférica (DAP). Entretanto, programas supervisionados permanecem subutilizados e apresentam baixas taxas de participação e adesão. Esse quadro de subutilização foi reforçado pelo distanciamento social imposto pela pandemia do novo Coronavírus. Assim, programas domiciliares têm sido encorajados e a utilização de tecnologias móveis de saúde pode contribuir para o fornecimento de um tratamento a distância eficaz, capaz de suprir barreiras para participação na reabilitação. As evidências ainda são conflitantes quanto a eficácia da reabilitação domiciliar na DAP e sugerem que apesar de não apresentar resultados tão significativos quanto os programas de exercício supervisionado, ela deve ser recomendada quando a reabilitação presencial não está acessível. Não são encontrados estudos que tenham investigado esse modelo de reabilitação em países de baixa e média renda, onde os serviços de reabilitação vascular são escassos. A proposta dessa pesquisa é investigar se um programa domiciliar de exercício com telerreabilitação é uma abordagem que promove efeitos similares ao programa de exercício supervisionado em relação a capacidade funcional, oxigenação muscular periférica (avaliada pela near infreared spectroscopy - NIRS) e qualidade de vida de indivíduos com DAP. Será desenvolvido um ensaio clínico aleatorizado paralelo, simples cego, constituído por dois grupos: programa domiciliar de exercícios com telerreabilitação (PDET) e programa de reabilitação presencial ambulatorial (PRPA). A intervenção durará 12 semanas. Grupo PRPA participará de sessões presenciais de exercício supervisionado e o grupo PDET realizará exercício com supervisão a distância, com sessões domiciliares monitoradas por pedômetro, cardiofrequencímetro e percepção subjetiva do esforço, registro em diário e acompanhamento por ligações telefônicas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Danielle Biscaro Pedrolli

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de uma plataforma sustentável para a produção de derivados do glutamato
  • Nas últimas décadas, muitos processos químicos foram substituídos com sucesso por processos biológicos. A transição de uma economia baseada em combustíveis fósseis para uma bioeconomia é um passo importante para reduzir as emissões globais de carbono e aumentar a sustentabilidade dos processos industriais. Além disso, as preocupações com segurança e saúde associadas à produção e uso de compostos sintéticos têm fomentado uma demanda crescente por produtos naturais ambientalmente sustentáveis. Uma parte crescente da bioeconomia é desempenhada pela produção de biocompostos a partir da biomassa. Entre os biocompostos que podem ser produzidos a partir de biomassa, aminoácidos, peptídeos não ribossomais e policetídeos despertam grande interesse devido ao seu uso potencial em uma ampla gama de produtos indústrias, incluindo produtos farmacêuticos, polímeros, aromas e fragrâncias e corantes naturais. No entanto, esses produtos não podem ser suficientemente produzidos e extraídos de fontes naturais, como plantas e microrganismos selvagens. Ferramentas de biologia sintética e engenharia metabólica desenvolvidas recentemente aumentaram muito nossa capacidade de construir linhagens com uma capacidade ampliada de produzir compostos naturais e não naturais. Neste projeto propomos a engenharia sistemática de linhagens microbianas para desenvolver uma plataforma de produção de derivados do L-glutamato. Para atingir esse objetivo, usaremos análise de balanço de fluxos metabólicos para prever os melhores alvos para engenharia e ferramentas moleculares modernas, como edição por CRISPR, tecnologia de RNAs sintéticos e controle dinâmico de expressão gênica. Para demonstrar o potencial da plataforma, a produção de glutamato será direcionada para a biossíntese de surfactina e indigoidina, compostos de alto interesse industrial.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Danielle Costa Morais

Engenharias

Engenharia de Produção
  • construção de modelos de decisão multicritério e de decisão em grupo e negociacao para solução de problemas em sistemas de produção
  • O estudo envolve a construção de modelos de decisão multicritério individual e em grupo e negociação para resolver problemas em sistemas de produção com foco em algumas questões mais específicas. Serão consideradas as problemáticas de seleção, ordenação e classificação de alternativas, portfólio de projetos e processos de negociação. O uso de métodos de apoio multicritério a decisão e negociação em alguns contextos tem permitido a contribuição de procedimentos formais em novos campos de aplicação e a solução de problemas com características peculiares. Muitas vezes o estudo para desenvolvimento de modelos de decisão nestes problemas permite a visualização e o estabelecimento de novas necessidades de evolução teórica nos métodos já desenvolvidos. Serão desenvolvidos estudos para a compreensão do processo de elicitação das preferências do decisor em modelos de decisão. Para a problemática de seleção, ordenação e classificação de alternativas será dada ênfase no processo de elicitação de constantes de escala no modelo aditivo, com o método FITradeoff, e nos parâmetros e limiares do método de sobreclassificação PROMETHE-ROC. A questão de decisão em grupo e negociação será também analisada neste estudo. Para a problemática de portfólio de projetos serão estudados outros detalhes em relação ao problema de incompatibilidade de algumas escalas nos múltiplos critérios. Serão considerados o método FITradeoff e o PROMETHEE V com uso do conceito c-optimal. Estes tópicos poderão ser contextualizados em Empresas de Petróleo e Gás e/ou de Energia Elétrica (EEE) e de Recursos Hídricos. Em função do contexto destas Empresas estudadas serão considerados também procedimentos de decisão em grupo e negociação. Espera-se a construção de modelos e sistemas de apoio a decisão e negociação para gestão dos recursos hídricos, gestão de portfólio de projetos, gerenciamento de riscos, Gestão de Ativos e Avaliação de maturidade de sistemas produtivos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Danielle Franklin de Carvalho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • projeto de pesquisa, extensão e formação no cuidado da obesidade, hipertensão arterial e diabetes no âmbito da atenção primária à saúde do estado da paraíba
  • As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) representam um dos principais problemas de saúde pública no mundo. Em 2016-2017, 71,0% e 56,4% das mortes globais e do Brasil estavam relacionadas com estas doenças. A obesidade configura-se como um sério problema de saúde pública e traz consequências deletérias para a saúde, inclusive sendo importante fator de risco de várias outras doenças crônicas não transmissíveis, como a hipertensão arterial (HA) e o diabetes mellitus tipo 2 (DM2). Em João Pessoa-PB, em 2019, de acordo com dados do Sistema Nacional de Vigilância Nutricional (SISVAN), a prevalência de obesidade foi de 27,0%. No mesmo ano, de acordo com a Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), a frequência de adultos que referiram diagnóstico médico de hipertensão arterial foi de 25,6% em João Pessoa – PB. Já no caso do diabetes a prevalência na capital Paraibana foi de 6,8%. As informações dos municípios do interior do Estado são bastante mais escassas. Apesar da implantação de várias ações recomendadas pelo Ministério da Saúde (MS) e pelo plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas no Brasil (2011-2022), observa-se a manutenção de um quadro preocupante. O Ministério da Saúde (MS) recomenda que as ações para a atenção às DCNT sejam realizadas de maneira oportuna nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nas academias de saúde e nas escolas. Para tanto, faz-se necessário um investimento na capacitação dos profissionais de saúde, na promoção à saúde, além de instituir ações de avaliação das intervenções propostas. Neste sentido este projeto tem como objetivo fortalecer o cuidado aos usuários com obesidade, hipertensão arterial e diabetes mellitus no âmbito da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde da Paraíba (APS-SUS-PB) por meio do desenvolvimento de um conjunto de ações de pesquisa, extensão e formação de gestores e trabalhadores do SUS no território local. A intervenção será baseada na utilização de uma plataforma desenvolvida por pesquisadores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Universidade Estadual da Paraíba desde 2019, com financiamento do Ministério da Saúde e apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento e Pesquisa (CNPq), denominada “TeiKer”. Esta plataforma abriga um curso de formação para o cuidado à obesidade que será ampliado para abordar também, em profundidade a hipertensão arterial (HA) e o diabetes mellitus, comorbidades frequentemente associadas à obesidade. A “TeiKer” constitui uma plataforma auto adaptativa que evolui por meio de uma Inteligência Híbrida (Humana-Artificial), cujo ambiente virtual de aprendizagem possui infraestrutura de tecnologias de educomunicação e sistema de informação georreferenciado, que permite a coleta de informações na própria plataforma. As ações serão distribuídas em quatro eixos: Eixo 1 - “Pesquisa e desenvolvimento”, que visa desenvolver uma avaliação situacional da qualidade do cuidado às pessoas com DCNT, da organização do processo de trabalho das equipes e das necessidades de formação de profissionais de nível superior e de gestores da APS. Para tanto, será elaborado um instrumento de coleta de informações que deverá ser aplicado junto aos profissionais e gestores, via plataforma TeiKer e assim identificar os principais desafios encontrados para o processo de implementação de programas estratégicos de cuidado e controle à obesidade, HAS e DM no âmbito da APS, além de avaliar as capacidades, habilidades e competências dos profissionais. O Eixo 2 – “Formação”, tem como principal objetivo criar mecanismos de continuidade da formação e capacitação dos gestores e profissionais de saúde inseridos na APS, através de desenvolvimento de capacidades voltadas à articulação intra e intersetorial e à implantação de ações efetivas e inovadoras para prevenção e tratamento da obesidade. Para tanto, serão oferecidos cursos de capacitação semipresenciais, com auxílio da plataforma TeiKer. O Eixo 3 – “Avaliação”, visa pactuar indicadores de monitoramento e avaliação dos municípios do Estado, elaborando sistemas simples de apoio à decisão para a gestão, baseado nos indicadores pactuado com os gestores, além de realizar uma avaliação referente ao impacto do curso de formação na prática profissional e nas atividades da gestão, seis e nove meses após sua realização. Por fim, o Eixo 4 – “Difusão e tradução do conhecimento” visa divulgar e replicar ações bem-sucedidas no cuidado à obesidade, HAS e DM, especialmente relativo às práticas existentes nas UBS voltadas para prevenção ou tratamento destes usuários. As ações de difusão serão realizadas continuamente através dos meios de comunicação, incluindo as redes sociais e a própria plataforma do TeiKer, construída para esse fim. Também serão realizados encontros com gestores estaduais e municipais de saúde. Espera-se caracterizar a situação da prevalência destas DCNT na Paraíba e da gestão em saúde voltada para o cuidado destes problemas, além de realizar ações que visam implementar as políticas preconizadas pelo MS. Espera-se alcançar uma ampla capacitação dos profissionais de saúde e gestores, bem como o fortalecimento do vínculo entre academia e assistência através das parceiras realizadas entres as instituições de ensino e as secretarias de saúde e educação, com uma formação mais crítica e reflexiva de alunos de graduação e pós-graduação, bem como apresentação de trabalhos em congresso científicos nacionais e internacionais e publicação de artigos científicos em revistas de impacto nas áreas de interesse. Palavras-chave: Doenças crônicas não transmissíveis, Atenção Primária à Saúde, Formação Profissional em Saúde.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 26/01/2021-31/01/2024
Foto de perfil

Danielle Macêdo Gaspar

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • complicações neuropsiquiátricas decorrentes da exposição pré-natal ao vírus sars-cov2: “atenção ao binômio mãe-bebê”
  • O coronavírus 2 da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV-2) é responsável pela maior crise de saúde pública mundial dos últimos 50 anos. O número de infectados e óbitos associados a COVID-19 tem crescido exponencialmente. No Brasil, o estado do Ceará é um dos estados com maior número de casos de COVID-19. O SARS-CoV2 apresenta importante neurotropismo causando ampla gama de manifestações neuropsiquiátricas. No quadro agudo por COVID-19, cerca de 36% dos pacientes apresentam sintomas neuropsiquiátricos, como cefaleia, alterações de consciência e mudanças de humor, sendo que na infecção, fatores como a toxemia sistêmica “tempestade citocinas”, alterações metabólicas e hidroeletrolíticas e hipóxia seriam os responsáveis pelo dano cerebral e edema. Entretanto, o SARS-CoV2 foi identificado no cérebro e no líquor de pacientes mostrando que mecanismos virais diretos e indiretos podem contribuir para as manifestações neuropsiquiátricas dessa doença. Evidências mostram que citocinas liberadas durante a infecção viral e não exatamente um efeito direto do vírus estaria subjacente ao surgimento de alterações neuropsiquiátricas como autismo e esquizofrenia, o que reforça a importância do estudo na COVID-19 e sua consequente “tempestade de citocinas”. Desta forma, considerando o enorme número de casos recentes da COVID-19 e a ampla frente de expansão desse vírus no Brasil, identificar precocemente os casos gestacionais de COVID-19 e entender as complicações neuropsiquiátricas que podem estar associadas ao vírus, é de suma relevância para a aplicação de estratégias preventivas/curativas efetivas. Portanto, o presente estudo se reveste de importância por possibilitar fornecer respostas e ferramentas para questões que afetam não apenas a essa geração, mas que potencialmente poderão afetar a próxima geração, na forma de transtornos mentais. Baseado no racional acima exposto, a rede formada por pesquisadores da UFC, UFMG, Fiocruz PE e CE, USP-RP e University of Liverpool, através do presente projeto, se propõe a avaliar alterações neuropsiquiátricas em diferentes fases da vida da prole de mães infectadas com o vírus SARS-CoV2 em períodos gestacionais distintos buscando mecanismos centrais e periféricos associados a estas alterações. Para responder a este objetivo serão conduzidos protocolo experimental pré-clínico e clínico. Através do estudo pré-clínico a ser conduzido em animais transgênicos, K18-hACE2, iremos avaliar a ocorrência de alterações comportamentais que se assemelham a transtornos neurodesenvolvimentais, como autismo e esquizofrenia, em camundongos filhotes, periadolescentes e adultos, de ambos os sexos, provenientes de mães expostas ao vírus SARS-CoV2 em diferentes períodos gestacionais, bem como de mecanismos centrais e periféricos associados a estas alterações. Através deste objetivo vamos testar a hipótese de que o aumento nos níveis de citocinas e cortisol no sangue de camundongos grávidos causa alterações comportamentais a longo prazo similares a doenças neurodesenvolvimentais como autismo e esquizofrenia. Dependendo dos resultados obtidos testaremos o efeito preventivo do tratamento com doxiciclina, um fármaco anti-inflamatório e neuroprotetor. No protocolo clínico, iremos determinar alterações imuno-inflamatórias em gestantes com COVID-19 e em sua prole. Neste objetivo testaremos a hipótese de que gestantes com COVID-19 apresentam um elevado nível plasmático de mediadores inflamatórios que podem ser transmitidos ao feto, e que causariam um aumento na susceptibilidade para o desenvolvimento de transtornos do neurodesenvolvimento. No protocolo clínico as gestantes com quadro confirmado de COVID-19 serão acompanhadas por toda a gravidez sendo colhidas amostras de sangue para o isolamento de exossomas (vesículas extrasinápticas). Os exossomas estão sendo considerados como marcadores na comunicação mãe-feto. Ao nascimento do bebê a placenta será utilizada para estudos ultraestrutura, bem como será coletado líquido amniótico para avaliação da presença do vírus e de marcadores inflamatórios. Os bebês serão acompanhados por 18 meses para determinação de possíveis alterações neurocomportamentais. Merece destaque o fato do grupo de pesquisadores envolvidos no presente projeto apresentar ampla experiência nas diversas áreas envolvidas no projeto, sendo o mesmo formado por neurocientistas, imunologistas, virologistas, especialista em medicina fetal e especialistas em pesquisa translacional. Outro ponto que merece destaque é a infraestrutura das Instituições envolvidas no projeto, neste contexto a UFC na tentativa de dar uma resposta rápida às demandas da Pandemia por COVID-19 está investindo em uma estrutura com nível de segurança 3 (NB3) que permite desenvolver todas as etapas da pesquisa pré-clínica. Acreditamos que com a execução da presente pesquisa translacional possamos antecipar dados mostrando um possível desenvolvimento futuro (nos próximos 20 anos) de transtornos neuropsiquiátricos desencadeados pela COVID-19. Isto é de suma relevância para o desenvolvimento de estratégias de prevenção, bem como preparo do SUS para lidar com esta situação.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Danielle Pereira da Costa

Outra

Divulgação Científica
  • vi semana de ciência e tecnologia do ifg - campus valparaiso: "bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação
  • Anualmente, o Campus Valparaíso do Instituto Federal de Goiás tem realizado, no âmbito da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, eventos destinados a sociedade residente nos municípios de Valparaíso e Cidade Ocidental, situados no entorno do Distrito Federal, com o propósito de divulgar a ciência uma linguagem acessível à população, por meios ações que estimulem a curiosidade e a motivem discutir as implicações da Ciência, da Tecnologia e da Inovação nas reflexões e resoluções de problemas que assolam a região. Entendendo ser de suma importância o envolvimento de sua comunidade acadêmica no desenvolvimento de atividades que busquem contribuir para a popularização do conhecimento científico produzido na instituição, em especial, por estar inserido em uma região com características socioeconômicas expressa por indicadores como Índice de GINI e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), de uma realidade de desigualdade social exacerbada, em especial, quando esses valores são comparados àqueles registrados no Distrito Federal. Desse modo, a possibilidade de divulgação de pesquisas desenvolvidas no IFG/Valparaíso de Goiás por meio de palestras, oficinas, minicursos e visitação guiada aos laboratórios lócus da realização desses estudos e práticas, virá contribuir mormente para que se amplie a troca de experiência entre a comunidade acadêmica, a sociedade local e empresariado vislumbrando ser esse um dos caminhos para contribuir com a utilização de resultados de pesquisas para pavimentar um caminho robusto para reduzir a distância entre o conhecimento produzido e sua aplicação para melhoria da qualidade de vida e redução da desigualdade social da população residente no contexto de atuação do Campus. Por último, é válido acrescentar que o quadro de atividades do gênero na região ainda é bem frágil pois tais atividades continuam marginais, cabendo ser estrutural o desenvolver de ações de fomento na área.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 13/09/2022-31/03/2023